Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 2 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE JUNHO
A partir de agora somente mestres com mesas ativas no fórum terão o nick laranja
para ficar mais fácil a distinção. Fiquem atentos que em breve teremos
um novo modelo de pedido de mesa!




 

    O Jogo dos Tronos - Dayne

    Xafic Zahi
    Troubleshooter
    Xafic Zahi
    Troubleshooter

    Mensagens : 950
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Xafic Zahi Qua Set 28, 2022 2:24 pm

    Meistre Querellon.


    SEXTO DIA

    - Milady, do outro lado do mundo, costumes bárbaros como os ainda praticados em Westeros não são mais presentes. Nas Cidades Livres, a luta com espadas cedeu espaço para a luta com moedas e ouro. E para os senhores daquelas terras, o ouro não tem cheiro.

    - Dentre as cidades, Pentos se destaca como um importante porto comercial e Braavos tem à disposição um imenso suporte econômico, através do Banco de Ferro.

    - Minha sugestão, milady, se concentra em duas frentes: a primeira é no tocante a um empréstimo com o Banco de Ferro, para aporte financeiro. Logicamente que uma responsabilidade dessa grandeza deve ser assumida pelo Sr. seu pai, no entanto, entendo que podemos preparar o caminho para o acordo. Inclusive, com os detalhes engatilhados, creio que a ideia poderá ser mais bem recebida por ele.

    - Com quantia suficiente de ouro, as minas deverão receber investimento adequado, tanto em estrutura, quanto trabalhadores braçais para retirar os metais das rochas e ourives para elaboração de joias. Mas não somente as minas devem ser alvo do investimento. O porto merece igual atenção, pois, ainda aqui na capital, temos a chance de negociar uma rota comercial com Pentos. A cidade constantemente vende e compra com os mercadores westerosi e Alto do Ermitério pode ser um ponto estratégico para recebimento e escoamento de mercadorias.

    - Sendo assim, milady, o mútuo feneratício com o Banco de Ferro teria como objetivo dois investimentos distintos, com a finalidade de mitigar os riscos, mas sinergicos caso prosperem.

    - Caso considere minha recomendação adequada para o momento, sugiro que a senhora, diante das suas qualidades e do título de nobre que faz jus, negocie e prepare e prepare os termos iniciais do empréstimo com o Banco de Ferro. Eu, por minha vez, considero-me qualificado para tratar com os capitães da marinha mercante representantes das Cidades Livres que estejam na capital e lhes apresentar as vantagens de usarem Alto do Ermitério como ponto estratégico de uma rota comercial.

    *

    Depois das tratativas com a Lady Dayne, Querellon se dirigiu ao porto, para pagar a estadia do período que o navio ficou atracado, e requisitar a Alef, seu imediato, que retornasse após o Grande Baile. Aproveitou para questionar se alguma oportunidade comercial havia surgido e, a depender da resposta de Yessenya sobre a conversa de mais cedo, pediria que Jeanne, a navegadora do Sabre da Sapiência, permanecesse em terra, para que juntos tratassem com os capitães e representantes comerciais das Cidades Livres que estivessem na capital de Westeros.

    OFF: Estou considerando que Yessenya deu dinheiro para pagar o porto. Seja Dragões de Ouro dela ou da sugestão que o Querellon deu anteriormente.


    SÉTIMO DIA

    - Está a salvo, Sor - O tom era calmo e transmitia segurança - Os dias vão passar e as feridas cicatrizarão, deixando somente a marca do aprendizado - Levantou-se da cadeira e examinou o cavaleiro, analisando como o corpo reagia aos cuidados - Não há mais com o que se preocupar.

    Depois, caminhou até a tenda de Lady Yessenya, com o objetivo de informar que o liberto havia despertado, mas que ainda necessitaria de repouso e cuidados, até que que estivesse em condições de uma conversação.

    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 3359
    Reputação : 182

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Alexyus Dom Out 09, 2022 7:36 pm

    SEXTO DIA

    QUERELLON

    - Milady, do outro lado do mundo, costumes bárbaros como os ainda praticados em Westeros não são mais presentes. Nas Cidades Livres, a luta com espadas cedeu espaço para a luta com moedas e ouro. E para os senhores daquelas terras, o ouro não tem cheiro.

    - Dentre as cidades, Pentos se destaca como um importante porto comercial e Braavos tem à disposição um imenso suporte econômico, através do Banco de Ferro.

    - Minha sugestão, milady, se concentra em duas frentes: a primeira é no tocante a um empréstimo com o Banco de Ferro, para aporte financeiro. Logicamente que uma responsabilidade dessa grandeza deve ser assumida pelo Sr. seu pai, no entanto, entendo que podemos preparar o caminho para o acordo. Inclusive, com os detalhes engatilhados, creio que a ideia poderá ser mais bem recebida por ele.

    - Com quantia suficiente de ouro, as minas deverão receber investimento adequado, tanto em estrutura, quanto trabalhadores braçais para retirar os metais das rochas e ourives para elaboração de joias. Mas não somente as minas devem ser alvo do investimento. O porto merece igual atenção, pois, ainda aqui na capital, temos a chance de negociar uma rota comercial com Pentos. A cidade constantemente vende e compra com os mercadores westerosi e Alto do Ermitério pode ser um ponto estratégico para recebimento e escoamento de mercadorias.

    - Sendo assim, milady, o mútuo feneratício com o Banco de Ferro teria como objetivo dois investimentos distintos, com a finalidade de mitigar os riscos, mas sinergicos caso prosperem.

    - Caso considere minha recomendação adequada para o momento, sugiro que a senhora, diante das suas qualidades e do título de nobre que faz jus, negocie e prepare e prepare os termos iniciais do empréstimo com o Banco de Ferro. Eu, por minha vez, considero-me qualificado para tratar com os capitães da marinha mercante representantes das Cidades Livres que estejam na capital e lhes apresentar as vantagens de usarem Alto do Ermitério como ponto estratégico de uma rota comercial.

    Yessenia ouviu as palavras de Querellon com  respeito e atenção, e o meistre conseguia perceber o cérebro da dama Dayne trabalhando enquanto ela ouvia.

    Por fim, ela disse:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Enhanced-27320-1428419271-14- Essa é uma boa ideia, Meistre Querellon. Poderia marcar esses compromissos para mim, e também me acompanhar quando for a hora?

    Depois das tratativas com a Lady Dayne, Querellon se dirigiu ao porto, para pagar a estadia do período que o navio ficou atracado, e requisitar a Alef, seu imediato, que retornasse após o Grande Baile.

    OFF: Pode fazer o desconto do valor possuído tanto pela Yessenya quanto pelos demais personagens da casa.

    Aproveitou para questionar se alguma oportunidade comercial havia surgido e, a depender da resposta de Yessenya sobre a conversa de mais cedo, pediria que Jeanne, a navegadora do Sabre da Sapiência, permanecesse em terra, para que juntos tratassem com os capitães e representantes comerciais das Cidades Livres que estivessem na capital de Westeros.

    Álef respondeu ao capitão:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 402961517482d23ee97d916d146b003e- Ainda nada, capitão. Além de termos muita concorrência com tantos navios por aqui, parece que tem má vontade das pessoas daqui tanto com dorneses quanto com homens de ferro...

    Jeanne se prontificou a acompanhar o meistre pelo porto pelo tempo que ele precisasse. Mas a negociação ficaria por conta do capitão.

    OFF: Role um teste de Adminsitração para as negociações.


    SÉTIMO DIA

    QUERELLON & EYVON

    - Está a salvo, Sor - O tom era calmo e transmitia segurança - Os dias vão passar e as feridas cicatrizarão, deixando somente a marca do aprendizado - Levantou-se da cadeira e examinou o cavaleiro, analisando como o corpo reagia aos cuidados - Não há mais com o que se preocupar.

    Depois, caminhou até a tenda de Lady Yessenya, com o objetivo de informar que o liberto havia despertado, mas que ainda necessitaria de repouso e cuidados, até que que estivesse em condições de uma conversação.

    Quando Querellon saiu de sua tenda e foi ao encontro de Yessenya, ele foi recepcionado por uma das "damas" da filha do Lorde Dayne. A própria Lady Dayne estava lá, e ficou aliviada com a notícia do despertar do cavaleiro do Torentine.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Enhanced-27320-1428419271-14-  Isso é ótimo, meistre Querellon! Agora me diga, o que acha que devemos fazer hoje então?

    EYVON

    ~ Eyvon por fim sentou-se. Não havia muito mais que pudesse falar naquele momento. Ergueu sua mão de forma pesarosa, não deixando de notar que a mesma estava roxa e inchada, e então aproximou seus dedos da ainda sensível região do olho direito. O corpo lhe doía e sua alma estava despedaçada. O confiante cavaleiro de dias atrás não parecia mais estar ali. Havia sido substituído por uma casca de Eyvon. Uma figura que agora permanecia inerte, ainda assimilando tudo que havia acontecido

    Enquanto sentia as dores por todo o corpo e refletia em sua condição miseráavel, Eyvon percebeu que havia algué ao lado de sua cama.

    Era a espiã contratada por Sor Anr, Violet.

    Spoiler:

    - Que bom que está de volta, Sor Eyvon. Está pronto para se vingar?

    A voz dela era muito familiar a Eyvon: era a voz feminina que falara com ele nas masmorras da Fortaleza Vermelha.

    ARN

    -Dez anos é muito tempo para ficar longe dos amigos.

    -Não era nessas condições que gostaria de reve-lo lorde Beron, mas parece que o destino é implacável, e ninguém foge das suas encruzilhadas. Lorde Beron, o senhor do castelo das sombras merece mais do que vir em um calabouço visitar um nobre em decadência. Porém aqui estou e a única coisa que consigo pensar no momento é como está seus filhos e lady Mallister? Espero que estejam todos bem.

    -Não quero importunar um amigo com meus problemas, na verdade queria reve-lo, nem consigo imaginar que parti do norte já fazem dez anos, e cá estou em uma cela procurando justiça e você aparece pra renovar minha fé. Quando estava em Essos fiz uns rabiscos de como poderia melhorar as defesas do castelo dos sussurros, mas nunca consegui enviar, sempre dizia a mim mesmo que entregaria pessoalmente. Nesses dez anos aprendi muita coisa, mas pra mim a liçao mais importante é que fez anos é muito tempo pra ficar longe de amigos verdadeiros.

    Lorde Beron Felinight, à sua maneira característica e tão típica dos homens do Norte, ouvia mais do que falava. Ele ouviu tudo que Arn dizia e não se apressou a responder.

    Quando falou, sua voz era grave e cautelosa:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 RLDn6AH- De fato, faz muito tempo, sor. Poderíamos ter feito bom uso de suas habilidades durante a Rebelião Greyjoy, se tivesse estado aqui. Na verdade, nunca entendi porque você escolheu partir para Essos ao fim da guerra contra os Targaryen; o Rei Robert poderia tê-lo empregado como cavaleiro aqui em Porto Real. 

    O tom dele era de decepção.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 RLDn6AH- O Castelo dos Sussurros está a salvo, e parte de sua segurança é o sigilo sobre suas defesas.

    Dessa vez, ele foi taxativo, encerrando o tema.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 RLDn6AH- Agora, por que não diz o que posso fazer por você, sor... e por que deveria fazê-lo?
    Van Bash
    Mutante
    Van Bash
    Mutante

    Mensagens : 574
    Reputação : 6

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Van Bash Seg Out 10, 2022 3:58 pm

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Been_b10

    SÉTIMO DIA



    Arn estava feliz em reencontrar  Beron, por alguns segundos imaginou o que teria acontecido se não tivesse partido do Norte para Essos. E se estaria em uma posição melhor da que se encontrara neste momento.  

    -Guerras... - faz uma pausa reflexiva - ...Guerras nunca mudam e pra mim foi doloroso perder e lutar do lado oposto ao meu mentor, eu precisava naquele momento focar em mim e no conhecimento que os sete reinos não poderiam me proporcionar. Eu precisava descobrir quem eu sou. Além que precisava respirar um pouco os ares de minha terra natal. E o destino é inexorável meu amigo, eu realmente queria ter continuado ajudando aqui nos sete reinos, mas eu não conseguiria. Eu estava quebrado por dentro, precisava me ajudar primeiro. - fala com toda a sinceridade  



    Apenas olha e assente que não tocará mais nesse assunto, com um meneio de cabeça.  



    -Como disse não era dessa forma que esperava me encontrar com o lorde, porém é aqui que me encontro. O motivo real desse do encontro com o Senhor do Castelo dos Sussurros seriade reencontra-lo e reativar nossos laços de amizade, e em segundo plano e momento eu iria propor uma negociação de uma aliança e fechar assuntos comerciais de mútuo benefícios para ambos os envolvidos. Por hora estou a serviço da casa Dayne de Alto Ermitério, uma casa na qual tem uma mina que pode fornecer ferro para suas terras e suprir todas suas necessidades e de seus vassalos. Em troca dessa aliança você ganharia não somente matérias primas como poderiam surgir trocas comerciais e ampliar o comercio de suas terras com Dorne e a Campina. - faz uma pausa pra dar tempo suficiente para Beron assimilar a proposta.  



    -Eu ainda gostaria de pedir mais um favor ao senhor – faz uma pausa como se constrangedor pedir um favor ao amigo depois de tanto tempo – Eu ficaria muito grato se o Senhor usasse a sua influência para conseguir que eu aguarde o julgamento em liberdade. Eu não esquecerei de sua ajuda e ficaria muito grato em poder retribuir algum dia a ajuda de um amigo. Você conhece os meus talentos Sor, além de que sabe que prezo a minha honra e palavra. Se decidir forjar essa aliança eu mesmo supervisionaria e ficaria feliz em ir ao Norte e ajudar a sua casa no que eu puder ajudar.
    El Cabron
    Cavaleiro Jedi
    El Cabron
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 235
    Reputação : 10

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por El Cabron Ter Out 11, 2022 10:30 am

    ~Ação~
    - Fala
    “Pensamento”
    ***


    - Está a salvo, Sor - O tom era calmo e transmitia segurança - Os dias vão passar e as feridas cicatrizarão, deixando somente a marca do aprendizado - Levantou-se da cadeira e examinou o cavaleiro, analisando como o corpo reagia aos cuidados - Não há mais com o que se preocupar.

    ~ Após as palavras do Meistre, voltou a deitar-se na cama. Suspirou fundo enquanto Querellon deixava a tenda, como se aliviado por estar em segurança. Olhando para o nada, voltava seus pensamentos para o que seria dele dali em diante. Não saberia qual seria a reação de Lady Yessenya ou mesmo de seu Lorde, Edmund Dayne, ao tomarem conhecimento dos fatos que o jogaram ali. Sua mente encontrava-se com um turbilhão de pensamentos. Deseja sair dali e desaparecer no meio da noite, envergonhado e desonrado pelo que havia acontecido. Mas sentia-se também em débito, pois sabia que sua vida havia sido salva pelos seus senhores. Além disso, as palavras de “honra” e “dever” que seu pai tanto repetia a ele em sua infância e adolescência, ecoavam em sua mente, de maneira que não sentia-se confortável ao pensar na possibilidade de ir embora. ~

    - …

    ~ Súbito, sentiu uma presença que, até então, não havia percebido. Talvez fosse a região do olho direito enfaixado que o tivesse impossibilitado disso, no entanto, virou-se para ver melhor e não pôde deixar de notar a jovem que estava sentada ao seu lado, próximo a ele. Recordava vagamente dela no navio durante a viagem à Porto Real, no entanto, quando ela cumprimentou-o, logo tudo veio à tona. ~

    - Você… - balbuciou em voz baixa, assimilando os breves encontros que tiveram. - eu lembro… você esteve no calabouço e na Baixada das Pulgas me ajudando… - falava pausadamente, recordando daqueles momentos.

    ~ Voltou o rosto então para o topo da tenda. Estava em débito com a jovem Violet também, porém, quando a espiã de Sor Arn falou em vingança, Eyvon ergueu-se da cama, recostando-se na guarda da mesma. ~

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 The-Last-Duel-Cast-Adam-Driver-Jacques-Le-Gris

    - Vingança? Não estou nem mesmo em condições de me vingar das moscas que me atormentavam na Baixada das Pulgas…- Eyvon ergueu os punhos abertos e inchados, abriu a boca, coberta de dentes prateados,além, é claro, da grande faixa branca no rosto que cobria seu olho direito, e mesmo assim, parte do mesmo encontrava-se ferido e com uma cicatriz bastante perceptível. - trago ainda as marcas das agressões pelo meu corpo e do chicote em minhas costas, jovem. Me tornei um…- fez uma pausa e engoliu em seco, antes de concluir sua fala - pária.

    ~ Colocando as mãos sobre as pernas, baixou o olhar. Ao término daquelas palavras, não se reconhecia mais. Via-se como um cavaleiro alquebrado e envergonhava-se disso. O peso da derrota e humilhação era demasiado grande em suas costas naquele momento. ~
    Xafic Zahi
    Troubleshooter
    Xafic Zahi
    Troubleshooter

    Mensagens : 950
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Xafic Zahi Dom Out 16, 2022 10:16 am

    Meistre Querellon.


    SEXTO DIA

    Com Yessenia.

    " Essa é uma boa ideia, Meistre Querellon. Poderia marcar esses compromissos para mim, e também me acompanhar quando for a hora?"

    Querellon maneou positivamente e tomou nota da tarefa. Saber que seus planos para Alto do Ermitério estavam alinhados com os de Lady Yessenia trazia satisfação ao meistre, no entanto, ainda restava saber o que Lord Dayne acharia de tudo aquilo. Mas eram assuntos futuros, para quando voltassem para Dorne, e Querellon tentaria não deixar esse receio o paralisar.

    OFF: Vou deixar para resolver a questão do Porto quando a Yessenia responder sobre os bens do Arn.

    Com Alef e Jeanne:

    "- Ainda nada, capitão. Além de termos muita concorrência com tantos navios por aqui, parece que tem má vontade das pessoas daqui tanto com dorneses quanto com homens de ferro..."

    - E quanto aos homens das Cidades Livres? Ir para Dorne não facilita a jornada para além do mar estreito?

    Uma vez na presença de Jeanne, Querellon fez o mesmo questionamento à moça, compartilhando seus planos sobre uma possível rota comercial, cujo Alto do Ermitério fosse um ponto estratégico para o recebimento e escoamento de mercadorias de Pentos.

    - Entende ser viável? - Perguntou, sabendo que navegadora poderia ter apontamentos e sugestões a serem feitos.

    OFF: Teste de administração/status feito.

    Caso ainda lhe restasse tempo, Querellon buscaria o representante do Banco de Ferro na capital de Westeros, na intenção de designar uma reunião para Lady Dayne.

    SÉTIMO DIA

    OFF: Vou deixar para responder quando tiver a resposta se Querellon vai conseguir ou não marcar a reunião com o Banco de Ferro.

    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 3359
    Reputação : 182

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Alexyus Ter Out 18, 2022 1:36 pm

    SEXTO DIA

    QUERELLON

    Com Yessenya

    A Lady Dayne disse ao meistre:


    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Enhanced-27320-1428419271-14- Não sabemos quanto tempo Sor Arn ficará detido, então disponha dos bens dele como achar necessário, Meistre Querellon. Quando for a hora, trataremos com ele.

    Com Alef

    - E quanto aos homens das Cidades Livres? Ir para Dorne não facilita a jornada para além do mar estreito?

    O imediato respondeu dando de ombros, com um olhar de soslaio para o capitão-meistre:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 402961517482d23ee97d916d146b003e- Se houvesse alguém querendo ir para as Terras Disputadas ou para Volantis, sim, seria mais fácil a partir de Dorne. É claro que o Alto Ermitério não é Lançassolar, fica bem longe dos Degraus na verdade. Ninguém quer ir para Astapor ou Yunkai, passa muito perto das Ruínas de Valíria. A maior parte dos carregamentos aqui vai para Pentos ou Braavos, no Norte de Essos mas são o caminho oposto ao nosso.

    Uma vez na presença de Jeanne, Querellon fez o mesmo questionamento à moça, compartilhando seus planos sobre uma possível rota comercial, cujo Alto do Ermitério fosse um ponto estratégico para o recebimento e escoamento de mercadorias de Pentos.

    - Entende ser viável? - Perguntou, sabendo que navegadora poderia ter apontamentos e sugestões a serem feitos.

    Jeanne sacudiu a cabeça para o lado, balançando os cabelos.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 08ff2ce1f37742a366ab69f4f9320104- O problema é a localização do Alto Ermitério. Se nós fossemos corsários independentes, poderíamos navegar o Mar Estreito para qualquer direção que fosse vantajosa em cada momento. Além de estar localizado na região dornesa mais distante do Mar Estreito, o Alto Ermitério ainda fica às margens do Torrentine, depois de Tombastela, o que limita totalmente nossa movimentação. Eu vejo três opções: negociar com o Lorde Montenegro de Blackmont para fornecer para ele o que ele precisar; conseguir que Tombastela nos permita dominar a bacia do Torrentine, o que aumentaria nossas possibilidades de negócios; ou simplesmente não voltar ao Alto Ermitério, trabalhando do modo mais lucrativo possível, e remetendo parte dos lucros pro Lorde Dayne de tempos em tempos.

    Querellon deixou o Sabre da Sapiência e andou pelo cais, procurando as áreas onde os contratantes buscavam navios para transportar seus produtos. Com o advento do torneio, os negócios estavam a pleno vapor, e até mesmo senhores nobres participavam das barganhas. Abordando as pessoas certas, Querellon conseguia impressionar tanto pór sua postura de meistre quanto pela experiência náutica que esbanjava, mas suas propostas sofriam os desgastes que Alef e Jeanne comentaram, e o sucesso em fechar os negócios dependeria da direção que ele quisesse seguir dentro da opções que Jeanne apresentara.

    Ao sair de lá, Querellon foi para o interior de Porto Real e encontrou, na parte mais rica da cidade, a filial local do Banco de Ferro, um prédio enorme que, sabia o mesitre, era apenas uma réplica menor da sede da instituição em Braavos.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Banco_10

    Ao entrar e declarar suas intenções, Querellon foi encaminhado à presença do Adminstrador Geral da Sede, Drennatis Dhollar.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10

    O executivo mostrou-se à disposição para encontrar-se com a Lady Dayne já na tarde do dia seguinte.


    SÉTIMO DIA

    QUERELLON

    Com o despertar de Sor Eyvon, Querellon estava à vontade para acompanhar Lady Yessenya à reunião na filial do Banco de Ferro naquela tarde.

    EYVON

    - Vingança? Não estou nem mesmo em condições de me vingar das moscas que me atormentavam na Baixada das Pulgas…- Eyvon ergueu os punhos abertos e inchados, abriu a boca, coberta de dentes prateados,além, é claro, da grande faixa branca no rosto que cobria seu olho direito, e mesmo assim, parte do mesmo encontrava-se ferido e com uma cicatriz bastante perceptível. - trago ainda as marcas das agressões pelo meu corpo e do chicote em minhas costas, jovem. Me tornei um…- fez uma pausa e engoliu em seco, antes de concluir sua fala - pária.

    Violet respondeu impassível:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Os dorneses sempre foram párias nos Sete Reinos. Os Targaryen invadiram Dorne por diversas vezes, seus soldados mataram e morreram nas areias por séculos. Eles não descansaram até unir Dorne aos seus domínios, mas só o fizeram por meio de alianças matrimoniais. O último deles a contrair matrimônio com Dorne foi o Príncipe Rhaegar , que casou-se com a Princes Elia Martell; mas ele não foi fiel e traiu sua legítima esposa com uma dama do Norte. Quando Rhaegar morreu, sua esposa e os filhos dela foram mortos, bem como todos os servos dorneses dela. Um deles era meu pai.

    O olhar distante dela fixou-se vivamente no rosto de Eyvon, e a voz dela soou enérgica:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Quando você perde tudo que tem, a vingança é a única coisa que resta, sor!

    ARN

    Lorde Beron Felinight ouviu tudo que Sor Anr disse sem fazer comentários, com o ar soturno que os nortenhos geralmente tinham.

    A oferta de aliança não pareceu mudar-lhe nenhum músculo do rosto felino, e seus olhos apenas mantinham-se bem abertos e brilhantes, como os de um gato vigiando um rato.

    Quando Arn fez o pedido de intecessão junto ao Rei Robert, Beron manteve um momento de silêncio antes de começar a falar:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 RLDn6AH- Eu soube que você pediu um julgamento por combate, e por isso foi preso. Faltou-lhe habilidade política neste caso, sor. Talvez no Norte ou em Dorne seu pedido fosse razoável e prontamente atendido, mas você está na côrte de Porto Real, onde interesses poderosos nublam os valores morais mais básicos. Se for libertado em qualquer tempo breve, eu o aconselho a proceder com cuidado.

    Beron mexeu-se, endireitando a postura pétrea.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 RLDn6AH- Devo ter uma audiência com o Rei Robert nos próximos dias, e mencionarei seu caso se tiver oportunidade. Mas creio que o Lorde Mão seja mais acessível e também mais paciente para discutir essa questão. Tentarei falar com ele primeiro.

    O lorde nortenho virou-se para a saída:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 RLDn6AH- Considerarei a possibilidade dessa aliança, sor. Até lá, reze para os novos deuses pelo favor deles. Ou até para os Deuses Antigos, se achar que lhe trarão sorte. Você vai precisar de tudo que puder conseguir.
    Xafic Zahi
    Troubleshooter
    Xafic Zahi
    Troubleshooter

    Mensagens : 950
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Xafic Zahi Qua Out 19, 2022 6:40 pm

    Meistre Querellon.


    SEXTO DIA


    Com Ordo Mendell

    - Ordo Mendell - Querellon tinha se dirigido até o mordomo, logo após terminar a conversa com Lady Dayne - Necessitamos que Sor. Arn honre com o débito acordado quando chegamos em Porto Real, correspondente a arcar com metade da quantia do porto - A voz rouca do meistre não era imponente, mas tinha a firmeza que julgava ser suficiente para o homem entender que uma resposta negativa não seria aceita - No dia de hoje, a soma atinge o valor de 30 Dragões de Ouro, sendo 15 de responsabilidade do Sor. Dada a situação que o cavaleiro se encontra, gostaríamos de contar com vossa presteza para levantar a quantia. Caso Arn não tenha deixado tal valor no acampamento, desde já tem autorização de Lady Dayne para vender quantos bens sejam necessários - Querellon esperou uma resposta do Ordo e, depois, frisou - É essencial que a quantia seja entregue no dia de hoje, para evitar que a dívida aumente.


    Com Alef

    Querellon ouviu com atenção os apontamentos do imediato e, depois, sorriu e colocou a mão no ombro do homem, com um gesto de agradecimento.

    Com Jeanne

    - A primeira e terceira opção me parecem mais adequadas. Não creio que eventual concessão da bacia do Torrentine nos saia de graça e, quanto mais intermediadores, menor o lucro e mais subordinação. Alto do Ermitério precisa de moedas tão urgentemente quanto precisa de lei - Querellon confessou à navegadora - E me parece que realmente podemos ser mais úteis dentro da terceira possibilidade. Espero que Lord Dayne compartilhe da mesma visão.

    Durante as negociações, Querellon buscou por opções de negócios que fossem na direção do Sabre da Sapiência retornar a Alto do Ermitério de tempos em tempos, tão somente para remeter os lucros ao Lorde.

    Depois de tratar com Drennatis Dhollar, Querellon despachou uma carta ao Lord Dayne, explicando a oportunidade que encontrara em Porto Real e requerendo uma resposta imediata, para que a chance não fosse perdida. Salientou que, caso a resposta fosse positiva, ele retornaria a Alto de Ermitério somente de tempos em tempos, para destinar os lucros das negociações. Decidiu nada falar sobre eventual empréstimo com o Banco de Ferro, por entender que a ideia podia ser melhor recebida se partida por Lady Dayne.

    SÉTIMO DIA

    No caminho até a filial do Banco de Ferro, Querellon comunicou à Lady Dayne sobre a oportunidade surgida, com os mesmos detalhes do conteúdo da carta que havia enviado no dia anterior ao pai da moça.

    El Cabron
    Cavaleiro Jedi
    El Cabron
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 235
    Reputação : 10

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por El Cabron Qui Out 20, 2022 4:26 pm

    ~Ação~
    - Fala
    “Pensamento”
    ***

    SÉTIMO DIA

    ~ As palavras de Violet atingiam o Cavaleiro do Torentine como marteladas. Não havia qualquer tipo de oposição que pudesse, ou mesmo quisesse, fazer naquele momento. A breve “aula” que a jovem espiã havia feito era um retrato de como Dorne havia sido tratada durante toda sua história pelos outros povos dos Sete Reinos e, não ironicamente, era também como Eyvon sentia-se. Por fim, a jovem finalizou:~


    Alexyus escreveu:
    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Quando você perde tudo que tem, a vingança é a única coisa que resta, sor!


    ~ Eyvon não conhecia a jovem Violet, mas entendia bem sua dor. Também havia perdido o pai, morto em uma emboscada, logo após se tornar cavaleiro e toda a fala de Violet havia colocado na mente do cavaleiro um grande questionamento: o que ele tinha? Afinal, pelo que exatamente Eyvon lutava? O pai havia ensinado-o sobre “dever e honra” mas e os “tons de cinza” que envolviam sua vida de cavaleiro? ~

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 O-ultimo-duelo
    - Você não está errada… - virou o rosto para ela - Se tem algo pelo que zelo é pela justiça. Pela verdade. Pela honra… - levantou-se da cama, pesarosamente, indo em direção à saída da tenda, ficando de costas para Violet - Mas o que eu experimentei aqui foi só o nojo que sentem por nós. Não me surpreende, na verdade. Afinal, o “rei” - fala em tom de desdém - não passa de um usurpador. - de frente à saída da tenda, Eyvon parou, e por fim, declarou: - Lady Violet, teremos nossa vingança.

    ***

    ~ Eyvon sabia que levaria um certo tempo até que estivesse novamente em condições de colocar em prática qualquer plano que fizesse, portanto dirigiu-se até seus aposentos, organizando as poucas coisas que havia trazido consigo. Observou o martelo, encostado perto de sua brilhante armadura. Não tinha certeza exatamente do que Violet tinha em mente, mas sua fala havia feito com que sua confiança aos poucos fosse voltando. Não mentia para si, de fato, sentia no âmago de seu ser um certo medo, algo que parecia gritar-lhe, mas esforçava-se em silenciar aquela insegurança, indigna para um cavaleiro. Passando por um pequeno espelho, pode ver o estado que seu rosto estava: coberto por faixas que taparam-lhe o olho direito. Com sua pequena adaga, retirou aquelas proteções e pode ver o quanto estava desfigurado naquela região. Ainda que estivesse com o ferimento cauterizado, a cicatriz era grande o suficiente para perceber o quanto havia sido agredido. ~

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 8d73d76238988802a687e534d5d2a681
    - …

    ~ Saiu de sua tenda sem qualquer faixa no rosto, exibindo suas chagas à todos que por ali estivessem e, assim que encontrou alguém da comitiva de Dorne, pediu que trouxesse imediatamente a ele um tapa-olho e, tão logo quanto fora possível, haviam retornado com um ao cavaleiro. ~

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Z
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 3359
    Reputação : 182

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Alexyus Sex Out 21, 2022 2:46 pm

    Van Bash escreveu:SÉTIMO DIA  

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Arn_ic11


    A conversa com seu antigo amigo agrada o cavaleiro Dornês.  


    -Não tive tempo e nem um mestre para adquirir esses tipos de habilidades Sor. Porém terei cuidado ao sair. Irei apenas participar das liças já que concluo que não continuarei nas justas. E enquanto isso ficarei recluso em um empreendimento que comecei.  



    -Seria ótimo se conseguir com o lorde mão. Tão alto como a honra né? Gosto de lorde Arryn.  Fico imensamente grato meu amigo, não irá se arrepender, inclusive podemos montar um grupo misto dos meus homens com os seus para as liças, se Arthur integrar o grupo eu o protegeria.   - diz já em um tom mais leve revelando que queria realmente reatar os laços de amizade



    -Eu sempre sigo o caminho da luz. E ficarei feliz em fazer valer os seus interesses dentro dessa aliança. Mas tem algo a mais que o Sor. saiba que ainda não sei para que eu precise de tanta sorte? - diz taciturno, poderia está sendo arrogante depositando confiança de mais em sua habilidade com a lança  



    Sor Arn está decidido que isso seria bom para ambas as casas. Apesar do desentendimento com a lady, sabia que seria muito improvável que ela se tornasse a herdeira, pra isso deveria manter o herdeiro a salvo. Pelo seu julgamento ambos ainda precisavam aprender e sua situação ali na cela mostra que ele também precisa aprender mais politica.  



    “Talvez seja esse o caminho, usar da política. Lord Beron tem razão me falta essa habilidade”
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 3359
    Reputação : 182

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Alexyus Dom Out 30, 2022 6:42 pm

    SEXTO DIA

    QUERELLON

    Com Ordo Mendell

    - Ordo Mendell - Querellon tinha se dirigido até o mordomo, logo após terminar a conversa com Lady Dayne - Necessitamos que Sor. Arn honre com o débito acordado quando chegamos em Porto Real, correspondente a arcar com metade da quantia do porto - A voz rouca do meistre não era imponente, mas tinha a firmeza que julgava ser suficiente para o homem entender que uma resposta negativa não seria aceita - No dia de hoje, a soma atinge o valor de 30 Dragões de Ouro, sendo 15 de responsabilidade do Sor. Dada a situação que o cavaleiro se encontra, gostaríamos de contar com vossa presteza para levantar a quantia. Caso Arn não tenha deixado tal valor no acampamento, desde já tem autorização de Lady Dayne para vender quantos bens sejam necessários - Querellon esperou uma resposta do Ordo e, depois, frisou - É essencial que a quantia seja entregue no dia de hoje, para evitar que a dívida aumente.

    O mordomo ouviu todas as explicações e exigências do meistre com seu ar impassível e altivo. Quando Querellon terminou, Ordo limpou a garganta e disse com voz baixa e firme:

    - Posso fazer um levantamento do valor dos pertences de Sor Arn, meistre Querellon. O valor em dinheiro de Sor Arn não chega a um dragão de ouro, portanto creio que seja necessário vender algo.

    Mendell fez uma pausa e continuou num tom mais discreto ainda:

    - Entretanto, devo lembrar-lhe, meistre, de que não sou um mercador, nem tenho qualquer experiência em comércio. O pouco que entendo me faz pensar que a pressa em vender algo tende a diminuir seu valor. Mas farei como deseja. Deseja que eu demita também os funcionários que sor Arn contratou, uma vez que a casa pode não ter fundos para mantê-los?

    Com Alef e Jeanne

    Querellon andou com seu imediato e sua navegadora pela área mais movimentada do cais de Porto Real, verificando as oportunidades de negócio que pipocavam ali, quase como uma feira livre, com alguns gritando suas ofertas de trabalho, fornecido ou contratado.

    O meistre logo constatou que os negócios mais vantajosos e que também lhes manteriam próximo do Alto Ermitério envolveriam as cidades de Myr, Lys e Tyrosh, as mais próximas de Dorne. Pentos era uma possibilidade, mas sendo a mais próxima da capital de Westeros, era também o destino mais comum e mais concorrido, inviabilizando que um navio dornês tivesse preferência sobre qualquer navio portorrealense.

    A maioria das propostas de comércio envolvia transportar mercadorias de Westeros para as três cidades livres, em sua maioria produção agrícola. As melhores oportunidades envolviam levar o carregamento e voltar com outro para Porto Real, Lançassolar ou cidades do oeste de Westeros.

    Um comerciante de Myr queria levar cereais para a cidade e voltar com um carregamento de vidros especiais, inclusive as famosas lentes de Myr, e oferecia 250 DOs, desde que a mercadoria chegasse intacta.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 200px-Tyroshi_merchant

    Outro myrenês pretendia levar carregamentos de lã e seda para trazer de volta as refinadas rendas de Myr, disposto a pagar 125 DOs.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Rafal_Hrynkiewicz_salladhor

    Um tyroshino pretendia carregar ferro e outros metais diversos para voltar com itens metálicos manufaturados, recusando-se a pagar mais de 100 DOs.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 GOT90_4026_SalladhorSaan_DiegoGisbertLlorens

    Uma nobre lysena pretendia agregar à sua frota qualquer navio disposto a transportar víveres para Lys e voltar a Westeros com vinhos tintos e brancos, ricas tapeçarias e produtos alquímicos. Ela prometia pagar 200 DOs por cada viagem de ida e volta à tripulação do barco que aceitasse.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Lyseni_noblewoman
    Querellon também percebeu que transportar armas, escravos e soldados para qualquer uma das cidades ao redor das Terras Disputadas envolveria grandes ganhos, mas o levaria à áreas de guerra. E escolher uma das cidades envolvveria a inimizade duradoura das duas outras...

    Após o dia de negociações, Querellon foi ao banco e ainda conseguiu enviar um corvo para o Lorde Dayne em Alto Ermitério.


    SÉTIMO DIA

    QUERELLON

    À caminho do Banco de Ferro, Querellon informou Lady Yessenya sobre as condições que ele acertara. A nobre anuiu às medidas do meistre, sabendo-se inepta naquelas questões de comércio e logística.

    Eles foram recebidos com cortesia por Drennatis Dollar, que lhes ofereceu assentos acolchoados e um vinho da Árvore para degustarem enquanto conversavam.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10- Lady Yessenya Dayne e seu meistre Querellon, de Alto Ermitério! Sejam bem-vindos! Como posso ajudá-los?

    Yessenya começou a falar hesitantemente:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Enhanced-27320-1428419271-14- Gostaríamos de fazer um empréstimo junto ao Banco de Ferro...

    Dollar assentiu e perguntou cautelosamente:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10- É claro, mas de qual valor?

    Yessenya olhou para Querellon, esperando que ele dissesse um número.

    Após ouvir o valor, Dollar olhou para o mapa que tinha a seu lado e assentiu novamente:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10- Muito bem, e o que pretendem oferecer de garantia?

    A filha de Dayne respondeu incerta:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Enhanced-27320-1428419271-14- Bem, temos uma mina e um porto...

    Drennatis se atentou àquele detalhe:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10- Eu sei, mas por que não estão lucrando com eles? Seu porto fica no Rio Torrentine, não? Uma rota comercial difícil, eu presumo. E sua mina, é deficitária por qual motivo? Tem a ver com a criminalidade nessa região das montanhas?

    Querellon logo percebeu que Dollar estava bem informado e iria fazer um mergulho profundo nas finanças do Alto Ermitério, antes de definir a taxa de juros. E Yessenya não eraa páreo para o banqueiro. Se o meistre não interviesse, logo contraíriam uma dívida bem alta...

    EYVON

    - Você não está errada… - virou o rosto para ela - Se tem algo pelo que zelo é pela justiça. Pela verdade. Pela honra… - levantou-se da cama, pesarosamente, indo em direção à saída da tenda, ficando de costas para Violet - Mas o que eu experimentei aqui foi só o nojo que sentem por nós. Não me surpreende, na verdade. Afinal, o “rei” - fala em tom de desdém - não passa de um usurpador. - de frente à saída da tenda, Eyvon parou, e por fim, declarou: - Lady Violet, teremos nossa vingança.

    Violent assentiu para ele, encorajadora, e prometeu:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Você vai se curar, se recuperar, e voltará ainda mais forte, sor. Não tenho nenhuma dúvida disso.

    ARN


    -Não tive tempo e nem um mestre para adquirir esses tipos de habilidades Sor. Porém terei cuidado ao sair. Irei apenas participar das liças já que concluo que não continuarei nas justas. E enquanto isso ficarei recluso em um empreendimento que comecei.

    Beron disse simplesmente:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 RLDn6AH- Isso seria sábio, sor.  

    -Seria ótimo se conseguir com o lorde mão. Tão alto como a honra né? Gosto de lorde Arryn.  Fico imensamente grato meu amigo, não irá se arrepender, inclusive podemos montar um grupo misto dos meus homens com os seus para as liças, se Arthur integrar o grupo eu o protegeria. - diz já em um tom mais leve revelando que queria realmente reatar os laços de amizade

    O Lorde Felinight sacudiu a cabeça e falou:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 RLDn6AH- Não sei se Arthur irá participar da liça. Talvez não seja muito prudente. 

    -Eu sempre sigo o caminho da luz. E ficarei feliz em fazer valer os seus interesses dentro dessa aliança. Mas tem algo a mais que o Sor. saiba que ainda não sei para que eu precise de tanta sorte?

    Beron Felinight negou com a cabeça e disse:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 RLDn6AH- Eu lhe diria se soubesse, sor, mas há muitos segredos e mistérios aqui em Porto Real. Tenha cuidado. Talvez eu o veja em breve.
    El Cabron
    Cavaleiro Jedi
    El Cabron
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 235
    Reputação : 10

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por El Cabron Seg Out 31, 2022 10:56 am

    ~Ação~
    - Fala
    “Pensamento”
    ***


    SÉTIMO DIA


    ~ Deteve-se ainda por um tempo no espelho. Admirava e ao mesmo tempo repudiava o que havia se tornado. Olhava mas não se reconhecia. Os dentes prateados lhe traziam um certo ar ameaçador que era significativamente aumentado pelo tapa-olho de couro no olho direito, além da cicatriz horrenda por conta dos golpes e da marca de ferro em brasa naquela região. Era como se, de fato, Eyvon tivesse sido morto pelos Mantos Dourados, e ali, na frente daquele espelho, fosse apenas uma alma longe de estar em paz. Puxou o ar fundo aos pulmões, que ainda doíam, cuspiu ao chão, ajeitou sua pose e apenas aceitou o que seria dele dali por diante.~

    - …

    ~ Não teria tempo para sentir pena de si mesmo. As marcas do que havia passado eram mais profundas do que as meras cicatrizes que trazia, mas não tinha alternativa: teria que conviver com elas. O terror, o medo...o trauma. Tudo aquilo teria que ser jogado no fundo de sua alma,  queimado e enterrado. Um dos ensinamentos de seu pai era de como cavaleiro algum poderia demonstrar suas fraquezas, do contrário, elas seriam utilizadas contra ele. Eyvon saiu de sua tenda e voltou a procurar a jovem Violet. Vestia agora suas roupas comuns e trazia consigo sua espada, guardada em sua bainha e presa em sua cintura. Ainda que sofrendo pelos ferimentos, tentava não demonstrar sua fraqueza na frente dos demais. Ao encontrá-la, não demorou a falar. ~

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 4886118de4bf9af5c64c2c5b9ace803f
    - Por onde vamos começar?
    Xafic Zahi
    Troubleshooter
    Xafic Zahi
    Troubleshooter

    Mensagens : 950
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Xafic Zahi Seg Out 31, 2022 8:36 pm

    Meistre Querellon.


    SEXTO DIA


    Com Ordo Mendell

    Querellon acenou em sinal afirmativo para a constatação do mordomo. Depois, respondeu:

    - Entendo que seja de bom tom avisar os funcionários sobre a situação que Sor. Arn se encontra, tanto jurídica, quanto financeira. E também lembrá-los que o vínculo deles é com o cavaleiro e não diretamente com a casa. Portanto, os Dayne não assumirão a responsabilidade pelo pagamento em eventual insolvência do Sor.

    Ao cair da noite, Querellon retornou a tratar com Ordo, para verificar que o mordomo teve sucesso nas vendas.

    Com Alef e Jeanne

    Querellon andou pelo caís com os olhos atentos a todas as propostas de negócios. Durante as tratativas, permitiu-se ouvir com atenção tanto Alef quanto Jeane, deixando claro que ambos tinham liberdade para fazer suas ponderações.

    Ficou satisfeito com as oportunidades que se mostraram. Teve especial interesse no transporte de cereais e vidros especiais do comerciante de Myr. Analisou mentalmente como o temperamento do mar para aquele percurso, tentando avaliar a chance de êxito da mercadoria chegar intacta.

    Nas negociações com o tyroshino e o outro myrenês, agradeceu cordialmente a oportunidade, mas acabou por recusá-las.

    Por fim, ouviu com entusiasmo a proposta da nobre lysena e a considerou a mais relevante dentre todas as outras. O transporte de viveres exigiria mais atenção e dedicação da tripulação, e produtos alquímicos costumavam exigir cautela, no entanto, o deslocamento seria mais tranquilo e menos delicado se comparado a carga de lentes de Myr.

    - Milady, haveria interesse em acrescer segundo navio? - Questionou, depois de aceitar a primeira oferta.

    SÉTIMO DIA

    "Yessenya começou a falar hesitantemente:

    - Gostaríamos de fazer um empréstimo junto ao Banco de Ferro..."


    - Prospectar um empréstimo, milady - Querellon corrgiu gentilmente a Lady Yessenya, na expectativa dela se lembrar que um compromisso daquela magnitude devia ser firmado pelo seu pai. O meistre estava devidamente trajado com a vestimenta do seu cargo e sustentava uma expressão equilibrada.

    - 14 mil Dragões de Ouro - Respondeu, com uma voz segura - A rota nada tem dificultosa, senhor. É uma rota com capacidade para diversos negócios. Se me permite - Querellon se aproximou do mapa e passou a explicar os percursos com o indicador - Posso citar, como exemplo, que a região do nosso porto é estratégica para abastecer a Casa Blackmont de Monpreto, uma das casa nobre dornesa mais importantes, localizada próxima ao Torentine. Além disso, o fato de termos os Dayne de Tombastela como suserano, possibilita tratativas para a exploração da bacia do Torrentine - Sua voz grave sustentava um tom de calma e tranquilidade - No entanto, acreditamos que a maior vantagem da nossa localização é a capacidade de trafegar para as Cidades Livres, em uma rota intercontinental.

    - No tocante a mina, devo dizer que é lucrativa e tem sido a principal receita da Casa Dayne. Não há qualquer desarranjo com ela e a criminalidade nas terras de Lord Dayne estão devidamente sob controle, graças aos esforços de Gerold Dayne, o Estrela Negra - Querellon pontou firmente, mas sem deixar a cordialidade de lado - É em virtude da alta lucratividade da mina que a Casa tem o interesse de ampliar as atividades. Alto Ermitério, como é do conhecimento do senhor, conta com uma geografia generosa das Montanhas Vermelha, com a possibilidade singular de extração de minerais metálicos.

    - Posto isso, a insolvência da Casa Dayne de Alto Ermitério, senhor, certamente é de baixo risco.

    Van Bash
    Mutante
    Van Bash
    Mutante

    Mensagens : 574
    Reputação : 6

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Van Bash Qui Nov 03, 2022 1:25 pm

    Arn olha com gratidão para Beron.



    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Untitl12 -Que a luz sagrada do sete e os velhos deuses te acompanhem meu amigo. Espero que te veja o quanto antes e em uma situação melhor que esta que me encontro. - Arn sorri dando leveza a seu rosto  




    O cavaleiro sabia que o assunto já havia se estendido e já era a hora da despedida.  



    -O que precisar de mim meu amigo não hesite, pode contar comigo onde quer que eu esteja. Dessa vez saberá onde me encontrar se precisar de um amigo verdadeiro.  - então estende a mão para seu amigo como se quisesse reforçar seus laços de amizade.
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 3359
    Reputação : 182

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Alexyus Dom Nov 13, 2022 9:32 pm

    SEXTO DIA

    Com Ordo Mendell

    - Entendo que seja de bom tom avisar os funcionários sobre a situação que Sor. Arn se encontra, tanto jurídica, quanto financeira. E também lembrá-los que o vínculo deles é com o cavaleiro e não diretamente com a casa. Portanto, os Dayne não assumirão a responsabilidade pelo pagamento em eventual insolvência do Sor.

    Ordo Mendell assentiu e afastou-se então para cumprir as ordens do meistre Querellon.


    Negociações no porto

    Ficou satisfeito com as oportunidades que se mostraram. Teve especial interesse no transporte de cereais e vidros especiais do comerciante de Myr. Analisou mentalmente como o temperamento do mar para aquele percurso, tentando avaliar a chance de êxito da mercadoria chegar intacta.

    Querellon conhecia bem os riscos envolvidos numa travessia do Mar Estreito. As chances de haver vidro quebrado durante uma tempestade, mesmo que isolados com o máximo de cuidados Provavelmente envolveria caixotes, panos e montes de fenos, o que reduziria a capacidade de carga útil lucrativa consideravelmente. 

    Por fim, ouviu com entusiasmo a proposta da nobre lysena e a considerou a mais relevante dentre todas as outras. O transporte de viveres exigiria mais atenção e dedicação da tripulação, e produtos alquímicos costumavam exigir cautela, no entanto, o deslocamento seria mais tranquilo e menos delicado se comparado a carga de lentes de Myr.
    - Milady, haveria interesse em acrescer segundo navio? - Questionou, depois de aceitar a primeira oferta.

    A nobre lysena, Lady Evelyne Vass, acenou para o meistre em concordância, enquanto bebia um pouco de vinho sob uma sombrinha segurada por um servo.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Lyseni_noblewoman

    - Certamente, meistre! Quanto mais navios, melhor! Além de aumentar nossa capacidade de carga a cada viagem, quanto maior a frota, menor a chance de sermos atacados por piratas. Conte a seus amigos capitães que Evelyne Vass está alistando navios para uma rota bem remunerada. Mas eles precisam estar prontos para serem carregados no dia do baile da rainha, pois partiremos na manhã seguinte.


    De volta ao acampamento

    Ao retornar ao anoitecer, Querellon encontrou várias tendas a menos no acampamento. Também notou que não havia mais homens armados fazendo a ssegurança do acampamento além de Callahan e Sor Valio Sand.

    Ordo Mendell veio ao encontro deles com um saco que emitia um som metálico tilintante.


    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Ordo_m10


    - Meistre Asdulfor, Lady Yessenya, fiz como me ordenaram. Informei os contratados sobre a situação com Sor Arn e quase todos decidiram deixar o serviço da casa Dayne. A moça Poesy ainda está aqui, mas os demais já partiram. Os bens de Sor Arn foram vendidos como me ordenaram, e o valor arrecadado foi um pouco mais de 16 dragões de ouro, em moedas de prata, o que deu 4000 veados de prata. Eis aqui o montante.

    O mordomo entregou o saco ao meistre, que realmente estava bem pesado.

    - Fique à vontade para contar, se desejar, meistre. Quanto aos funcionários, os mercenários e os soldados, as moças da cozinha e Remo Repty conseguiram entrar para o serviço do cavaleiro de Alcanceleste. Eu mesmo recebi uma oferta para ir ter com ele, o que acredito que farei, de modo que poderão me procurar no acampamento dele se houver necessidade.

    Querellon sabia que Alcanceleste era a fortaleza da casa Fowler, e o lorde Franklyn Fowler, o "Velho Falcão", que também detinha o título de Protetor do Passo do Príncipe. Mas o cavaleiro que estava no torneio não era o próprio Lorde Franklyn.
     

    SÉTIMO DIA

    QUERELLON


    Reunião com Drennatis Dollar


    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10


    - 14 mil Dragões de Ouro - Respondeu, com uma voz segura - A rota nada tem dificultosa, senhor. É uma rota com capacidade para diversos negócios. Se me permite - Querellon se aproximou do mapa e passou a explicar os percursos com o indicador - Posso citar, como exemplo, que a região do nosso porto é estratégica para abastecer a Casa Blackmont de Monpreto, uma das casa nobre dornesa mais importantes, localizada próxima ao Torentine. Além disso, o fato de termos os Dayne de Tombastela como suserano, possibilita tratativas para a exploração da bacia do Torrentine - Sua voz grave sustentava um tom de calma e tranquilidade - No entanto, acreditamos que a maior vantagem da nossa localização é a capacidade de trafegar para as Cidades Livres, em uma rota intercontinental.
    - No tocante a mina, devo dizer que é lucrativa e tem sido a principal receita da Casa Dayne. Não há qualquer desarranjo com ela e a criminalidade nas terras de Lord Dayne estão devidamente sob controle, graças aos esforços de Gerold Dayne, o Estrela Negra - Querellon pontou firmente, mas sem deixar a cordialidade de lado - É em virtude da alta lucratividade da mina que a Casa tem o interesse de ampliar as atividades. Alto Ermitério, como é do conhecimento do senhor, conta com uma geografia generosa das Montanhas Vermelha, com a possibilidade singular de extração de minerais metálicos.

    - Posto isso, a insolvência da Casa Dayne de Alto Ermitério, senhor, certamente é de baixo risco.

    O banqueiro ouviu o meistre discorrer sem interromper, esperando que ele terminasse. 

    Foi só então que começou a falar, muito calma e didaticamente:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10- Certamente a Casa Dayne de Alto Ermitério não está insolvente no presente momento, e poderá continuar assim se mantiver o atual orçamento. Mas estamos falando de estabelecer uma rota comercial ainda inexistente, o que envolve investimentos substanciais, que eu presumo estarem próximos dos 14 mil dragões pedidos. E por mais renomado que seja o cavaleiro do Alto Ermitério, Estrela Negra, os relatos de banditismo nas montanhas do Torrentine são recorrentes e um risco a ser levado em consideração.

    Drennatis molhou uma pena num pote de tinta e começou a escrever num pergaminho, enquanto continuava a falar no mesmo tom monocórdio.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10- Sobre o seu porto, a Casa Blackmont não é um grande mercado consumidor; pelo que sei, Monpreto sempre se aliou com os lados derrotados nas guerras em que se envolveu. O atual lorde de Tombastela, Edric Dayne, é ainda um rapaz, e escudeiro do Lorde Dondarrion de Portonegro; o jovem é seu suserano, correto? Bem, Tombastela também tem um porto, que está mais próximo da foz do Torrentine e do Mar do Verão. Lá poderia ser um porto intermediário entre o ocidente e o oriente de Westeros, mas está mais distante das Cidades Livres do que outros portos, Lançassolar, por exemplo, para não falar da própria Baía da Água Negra. Não, meistre, essa rota seria muito pouco lucrativa no curto prazo.

    Dollar fez uma pausa e anotou alguma coisa, depois continuou:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10- Eu avalio que sua mina deve valer em torno de 4000 dragões de ouro. Se o porto fosse promissor, também valeria 4000, mas esse não é o caso. O castelo do Alto Ermitério deve valer mais de 10 mil, embora tenha um custo de manutenção alto. Acredito que juntando os três, haja garantias suficientes para conceder o empréstimo de 14 mil. Agora, vamos tratar da questão dos juros. Qual a capacidade de pagamento mensal de vocês, e a partir de qual data? 

    OFF: A negociação é uma Intriga. Pode rolar 5  vezes Astúcia, Enganação ou Persuasão. Os dados são:
    Querellon - Astúcia 4, Enganação 2, Persuasão 2, Defesa em Intriga 12, Compostura 9
    Drennatis - Astúcia 4, Enganação 4, Persuasão 4, Defesa em Intriga 12, Compostura 12

    EYVON

    Eyvon saiu da tenda e observou o acampamento Dayne, mais deserto do que ele lembrava. Além de Callahan, das damas de companhia de Yessenya e das mulheres da cozinha e da espiã, Violet Poesy.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Mediev10

    Foi a ela que Eyvon se dirigiu:

    - Por onde vamos começar?

    Ela levantou o rosto para ele e sorriu sem mexer os lábios, apenas com o brilho do olhar. A voz dela era um sussurro cauteloso para evitar os ouvidos curiosos à volta:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Precisamos reunir poder para poder fazer qualquer coisa, sor. Nosso primeiro alvo deve ser o Lorde Dayne: se conseguirmos convencê-lo a se engajar numa vingança pela morte de Arthur Dayne, ele será um aliado poderoso para alcançarmos novas alturas. Você o conhece mais do que eu; acha que podemos convencê-lo a tomar uma posição mais aguerrida?

    ARN

    Após a partida do Lorde Felinight, Arn não teve nada mais para fazer até a hora em que o caseiro trouxe o jantar, uma lavagem rala e morna, nada muito agradável.

    A noite já devia estar avançada, embora Arn não fosse capaz de dizer quanto, quando uma silhueta sombria desenhou-se contraa a luz distante das tochas.

    Solaris não ouviu nem sequer um passo até ver o vulto que assomou à porta de sua cela. A voz que ele ouviu era apenas o mais leve sussurro, num tom feminino levemente reconhecível:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Sor Arn? Está acordado?

    Era a espiã que ele contratara, Violet Poesy.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Entrei escondida aqui para ver como está, sor. Tem sido bem alimentado?

    Ela olhava constantemente para os lados, vigilante.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- As coisas no acampamento Dayne estão desandando rapidamente. Por ordem do Meistre Querellon, Ordo Mendell vendeu todos os seus bens e dispensou seus funcionários contratados. Creio que eles estão fazendo negócios no porto e no banco. E Sor Eyvon do Torrentine esteve preso por um par de dias e só foi solto após ser torturado e chicoteado.

    Ela ajoelhou-se para mesclar-se melhor com a escuridão:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Você precisa voltar logo, Sor Arn. Sor Eyvon e eu já começamos a planejar uma vingança, mas precisamos de você para criar contatos com outros nobres...
    Xafic Zahi
    Troubleshooter
    Xafic Zahi
    Troubleshooter

    Mensagens : 950
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Xafic Zahi Ter Nov 15, 2022 12:15 pm

    Meistre Querellon.


    SEXTO DIA

    Negociações no porto com Lady Evelyne Vass

    - De imediato, temos um navio pronto para ser carregado no dia do baile da rainha, milady. Porém, a segunda embarcação está em fase de aquisição. Acredito que estará à disposição para uma segunda viagem, dentro das próximas semanas, se for do vosso interesse.

    De volta ao acampamento

    Sor. Arn não havia informado ao meistre os termos com os contratados, se algum pagamento antecipado já havia sido feito ou não, de modo que, com a notícia do mordomo que todos haviam partido, presumiu que estavam em seus direitos.

    - Obrigado pela presteza, senhor Mendell - Querellon agradeceu depois de pegar o saco de moedas - Milady, como combinado, utilizarei a quantia para pagar o porto - Esperou por eventual resposta de Yessenya e depois se dirigiu às docas, para quitar a dívida e retirar o Sabre da Sapiência do porto.

    - Devem retornar no dia do baile da rainha, para o carregamento da Lady Evelyne Vass - Relembrou Alef, que já estava ciente do contrato por acompanhado as negociações.

    SÉTIMO DIA

    Reunião com Drennatis Dollar

    Querellon permaneceu ao lado de Lady Dayne enquanto o banqueiro fazia suas ponderações. Ouviu com atenção e, quando questionado, respondeu:

    - Temos interesse em um vínculo a longo prazo, senhor Dollar - Respondeu pausadamente, dando portunidde para Lady Yessenya fazer algum apontamento ou correção, caso julgasse necessário - 200 Dragões de Ouro, com o prazo de 1 mês de carência.

    El Cabron
    Cavaleiro Jedi
    El Cabron
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 235
    Reputação : 10

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por El Cabron Ter Nov 15, 2022 8:22 pm

    ~Ação~
    - Fala
    “Pensamento”
    ***


    SÉTIMO DIA

    ~ Assim que Violet começou a falar, Eyvon serviu-se de uma taça de vinho que estava logo ao seu alcance e tomou um longo e demorado gole. O sabor doce, porém seco, descia-lhe pela garganta de forma prazerosa, fazendo com que o Cavaleiro do Torentine se sentisse mais à vontade. Coincidentemente, assim que terminou de beber, Violet parou de falar. ~

    - Lorde Edmund também odeia o Usurpador, disso não há qualquer dúvida - fez uma breve pausa, passando a mão no rosto, descendo-a até o queixo, como num gesto pensativo - mas não acho que ele vá nos dar o suporte necessário, jovem Violet.

    ~  Eyvon sabia que o Lorde da Casa Dayne tinha uma posição muito delicada para poder tomar alguma atitude de vingança naquele momento. Ainda que não fosse um exímio estrategista, muito graças ao seu temperamento explosivo, Eyvon sabia que os movimentos necessários para planejar uma vingança deveriam ser minuciosamente trabalhados. Além disso, o Cavaleiro não enxergava seu Lorde tomando atitudes que o colocariam em uma situação de risco, politicamente falando. Gostando ou não, o Príncipe Doran Martell havia “aceitado” os pedidos de desculpas vindos de Porto Real.  Porém, havia uma forma de contornar isso.~

    - No entanto… - esboçou um leve sorriso, mostrando sem qualquer cerimônia os dentes prateados, estes que poderiam trazer um certo desconforto à jovem - talvez tenhamos uma boa carta em nossas mangas, Violet. Sor Gerold Dayne, o Estrela Negra, certamente nos daria seu apoio. Além disso, se chegássemos a algumas figuras importantes e influentes de Dorne, que estão sedentas por vingança, talvez seja possível termos não só o apoio como também os recursos necessários para nossa empreitada… ~ em sua mente, ideias, nomes e alianças se formavam, e via ali uma possibilidade real de executarem qualquer plano que tivessem em vistas - o Príncipe Oberyn, a Víbora Vermelha… soube que ele não aceitou muito bem as “desculpas” da Capital… - Eyvon tornou a servir-se de vinho e, dessa vez, bebeu tão rápido quanto pode, em um único e rápido gole. - Quero atear fogo na Fortaleza Vermelha, Violet. Eles vão pagar pelo que fizeram… quero que queimem como deveriam ter queimado anos atrás. Quero enforcar com minhas próprias mãos cada um dos Mantos Dourados e jogar seus corpos na brasa. - Eyvon socou com o punho cerrado a mesa que estava próxima a eles e observou um mapa que estava solto por ali. - Devemos voltar para Alto Ermitério e juntar nossos aliados, Violet. Falarei com Lady Yessenya para providenciar nossa saída.

    ~ Eyvon então fez um breve cumprimento para retirar-se e, antes que saísse da tenda, deteve-se. Parou por um instante ali e virou-se para a jovem: ~

    - Violet, vi que boa parte de nossa comitiva não está mais aqui… nem mesmo os serviçais de Sor Arn. Diga-me, onde ele está?
    Van Bash
    Mutante
    Van Bash
    Mutante

    Mensagens : 574
    Reputação : 6

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Van Bash Dom Nov 20, 2022 3:23 pm

    Os seus treinamentos militares aguçaram os sentidos de Arn, tanto que fora capaz mesmo enquanto trabalhava perceber um bote de uma silenciosa víbora, mesmo assim não foi capaz de perceber Violet.

    -Senhorita Poesy?! – Exclama surpreso de como ela havia conseguido chegar até ali, sem ser percebida e passado por toda a guarda.
    Faz uma breve analise.
    *(Aqui gostaria de fazer um teste para saber qual a postura de Violet para minha pessoa)

    “Suas habilidades são espetaculares. Como ela conseguiu entrar no calabouço da fortaleza vermelha? ”

    -Acordado e bastante surpreso. – diz em tom de elogio –Não, dês que entrei aqui apenas me alimento com a minha fé, já tentaram me envenenar uma vez e aqui seria mais fácil ainda.

    A própria espiã poderia notar a comida rala ainda no prato.

    Arn fica taciturno e pensativo ao ouvir o relato, dês que havia partido atrás do garoto que dera o recardo ela não o havia contatado.
    -Antes de tudo Senhorita gostaria de saber como você está? - Arn mostra claramente que se importa com o estado que Poesy estava, ele se importava com todos que o cercavam.

    -Mas qual o motivo o Meistre fez uma ação tão estupida como essa? Ele ao menos cogitou vir conversar comigo? O que está acontecendo?  

    O cavaleiro estava sem acreditar no que estava acontecendo em sua ausência.
    -Eyvon foi preso e torturado? – Sentiu remorso de não poder saber a tempo para ajuda-lo – Ele está melhor agora?

    Após ouvir as respostas fica por um tempo pensativo.
    -Em sua análise quem da comitiva é confiável? Ordo nunca deveria ter feito isso, sem minha permissão ele poderia ter ganho tempo até eu sair daqui. Quero que você lembre a todos que eu paguei antecipado e que ainda estão a meu serviço. Quem não quiser retornar, deixe-os ir de bom grado. Pra onde eles estão indo? Quero que você veja para onde eles vão. Meus animais também foram vendidos? – Arn estava muito nervoso, com a atitude que fizeram com ele, agora teria que se preocupar com pessoas que ele considerava amigo.–O segundo passo é saber para onde foram cada item que foi vendido. Principalmente meus animais (caso tenham vendido) e as peças que comprei e comecei a trabalhar nelas. Quero que fique de olho em Ordo e descubra qual o motivo que ele fez isso, afinal ele é meu empregado não dos Daynes.

    Pensa um pouco e fala com Violet
    -Eu gostaria de saber como posso retribuir a sua fidelidade, você ganhou não só o meu respeito como têm a minha gratidão Senhorita Poesy. Assim que sair daqui você terá um aumento em seu soldo e a minha genuína proteção. – fala de forma genuína e direta
    “Vingança?”

    -Vingança? Que vingança? – fala despretensiosamente, ele nunca havia falado que pretendia se vingar pra ninguém, e fica surpreso com essa informação e que Sor. Eyvon esteja envolvido nisso.

    “Seria mais fácil se eles embarcassem nessa vingança comigo, pelo menos agora não seria um lobo solitário”
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 3359
    Reputação : 182

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Alexyus Seg Nov 21, 2022 9:53 am

    SEXTO DIA

    QUERELLON

    Com a anuência de Lady Yessenya, Querellon foi ao  porto, pagou as taxas para liberar o Sabre da Sapiência e orientou seus tripulantes a retornar ao porto dali a 5 dias para carregarem as encomendas de Lady Evelyne Vass.

    SÉTIMO DIA

    QUERELLON


    Reunião com Drennatis Dollar

    - Temos interesse em um vínculo a longo prazo, senhor Dollar - Respondeu pausadamente, dando oportunidde para Lady Yessenya fazer algum apontamento ou correção, caso julgasse necessário - 200 Dragões de Ouro, com o prazo de 1 mês de carência.

    Lady Yessenya não era afeita a números e aparentava estar tão confusa quanto aflita.

    Drennatis Dollar, por sua vez, não se surpreendeu com os números declarados por Querellon. O banqueiro fez suas contas e em menos de dois minutos fez sua proposta:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10- O Banco de Ferro pode lhes emprestar 14 mil dragões de ouro dentro de três dias. A esse empréstimo será aplicada uma taxa de juros compostos de 10% ao mês, dívida que vocês começarão a saldar dentro de dois meses, na razão de 200 dragões de ouro por mês. Essa mensalidade deve ser paga ao longo de 8,3 anos, ou 100 meses, até totalizar o montante de 20 mil dragões, momento em que sua dívida com o banco estará liquidada. Caso falhem no pagamento, os juros continuarão a se acumular, devendo todos os atrasados serem pagos junto com a parcela mais recente a fim de não incorrer em multa. O Banco tolerará atrasos de até seis meses, respeitando as épocas de colheita. Caso os atrasos ultrapassem os seis meses, o Banco se reserva o direito de buscar outras formas de cobrança, inclusive o reclame das propriedades postas como garantia, a saber: o castelo do Alto Ermitério, seu porto e sua mina.

    Drennatis terminou de redigir aquilo e recostou-se sorridente:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Drenna10- Devo acrescentar que são termos muito generosos, mas eu tenho um fraco por belas damas e por isso lhes ofereço essas condições vantajosas. O que acham?


    EYVON

    - Lorde Edmund também odeia o Usurpador, disso não há qualquer dúvida - fez uma breve pausa, passando a mão no rosto, descendo-a até o queixo, como num gesto pensativo - mas não acho que ele vá nos dar o suporte necessário, jovem Violet.

    Violet comentou cinicamente:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Se estivermos no castelo dele e ele não se opor às nossas ações, é o suficiente.

    - No entanto… talvez tenhamos uma boa carta em nossas mangas, Violet. Sor Gerold Dayne, o Estrela Negra, certamente nos daria seu apoio. Além disso, se chegássemos a algumas figuras importantes e influentes de Dorne, que estão sedentas por vingança, talvez seja possível termos não só o apoio como também os recursos necessários para nossa empreitada… o Príncipe Oberyn, a Víbora Vermelha… soube que ele não aceitou muito bem as “desculpas” da Capital… Quero atear fogo na Fortaleza Vermelha, Violet. Eles vão pagar pelo que fizeram… quero que queimem como deveriam ter queimado anos atrás. Quero enforcar com minhas próprias mãos cada um dos Mantos Dourados e jogar seus corpos na brasa. Devemos voltar para Alto Ermitério e juntar nossos aliados, Violet. Falarei com Lady Yessenya para providenciar nossa saída.

    Violet assentiu e disse:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Todos os aliados que pudermos ter são valiosos, mas precisamos agir de modo calculado. Agir abertamente contra os nortistas não seria muito inteligente.

    ~ Eyvon então fez um breve cumprimento para retirar-se e, antes que saísse da tenda, deteve-se. Parou por um instante ali e virou-se para a jovem: ~

    - Violet, vi que boa parte de nossa comitiva não está mais aqui… nem mesmo os serviçais de Sor Arn. Diga-me, onde ele está?

    A espiã dornesa falou de modo bastante neutro:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Lady Yessenya ordenou que o meistre Querellon vendesse os pertences de Sor Arn e informasse os servos da comitiva que a casa Dayne não iria pagá-los. O mordomo Ordo Mendell vendeu tuddo que pôde, e os demais partiram.

    Eyvon não conseguia ler as emoções da senhorita Poésy, então não sabia o que ela sentia sobre aquilo.


    ARN

    -Acordado e bastante surpreso. – diz em tom de elogio –Não, dês que entrei aqui apenas me alimento com a minha fé, já tentaram me envenenar uma vez e aqui seria mais fácil ainda.

    A própria espiã poderia notar a comida rala ainda no prato.

    De fato, os olhos de Violet desviaram para a cumbuca desprezada por Arn. Ela disse baixinho:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- É bem difícil entrar aqui, mas posso tentar trazer-lhe algo confiável para comer, como fiz com Sor Eyvon...

    -Antes de tudo Senhorita gostaria de saber como você está?

    A moça respondeu simplesmente:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Estou preocupada, sor. Por isso vim até aqui.

    -Mas qual o motivo o Meistre fez uma ação tão estupida como essa? Ele ao menos cogitou vir conversar comigo? O que está acontecendo?

    A espiã respondeu de pronto:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Ele usou o dinheiro para liberar o navio dele do porto, pagar as taxas. Foi ele que sugeriu isso para a lady Yessenya. Ela hesitou um pouco antes de concordar, mas o meistre considerou desnecessário consultar você, sor, uma vez que está preso.

    -Eyvon foi preso e torturado? – Sentiu remorso de não poder saber a tempo para ajuda-lo – Ele está melhor agora?

    Ela narrou tudo que se passara com Sor Eyvon, sem demonstrar muita emoção, apenas relatando fatos.

    -Em sua análise quem da comitiva é confiável? Ordo nunca deveria ter feito isso, sem minha permissão ele poderia ter ganho tempo até eu sair daqui. Quero que você lembre a todos que eu paguei antecipado e que ainda estão a meu serviço. Quem não quiser retornar, deixe-os ir de bom grado. Pra onde eles estão indo? Quero que você veja para onde eles vão. Meus animais também foram vendidos? O segundo passo é saber para onde foram cada item que foi vendido. Principalmente meus animais (caso tenham vendido) e as peças que comprei e comecei a trabalhar nelas. Quero que fique de olho em Ordo e descubra qual o motivo que ele fez isso, afinal ele é meu empregado não dos Daynes.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Absolutamente ninguém é confiável, sor. Aqueles que têm qualquer poder agem segundo seus próprios interesses, e aqueles que não tem buscam o que lhes for mais seguro. Ninguém é totalmente leal.

    Ela fez uma pausa para olhar em volta antes de continuar.

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Os seus contratados já se foram, sor. Não adiantaria nada eu falar com eles, e não é um dever que me agradaria. Algumas coisas que foram vendidas são fáceis de achar, como seus cavalos, mas muitos dos equipamentos seriam mais difíceis, e não sei se mesmo Ordo saberia para quem foram. Sobre o motivo de Mendell agir como agiu, é fácil presumir, sor: você é um cavaleiro juramentado à casa Dayne, logo ele consideraria que seus lordes também eram patrões dele.

    -Eu gostaria de saber como posso retribuir a sua fidelidade, você ganhou não só o meu respeito como têm a minha gratidão Senhorita Poesy. Assim que sair daqui você terá um aumento em seu soldo e a minha genuína proteção.

    Poésy respondeu:

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Archer10- Eu me empreguei a seu serviço para vir a Porto Real, sor Arn Solares. Descobri que também tem um desejo de vingança latente. Creio que podemos nos ajudar. Os dorneses tem sofrido nas mãos dos nortistas desde muito antes da chegada dos Targaryen, e a Rebelião de Robert foi apenas mais um capítulo disso. É hora dos Sete Reinos voltarem a temer os dorneses, e pagarem pelo sangue derramado! Se me ajudar nisso, eu continuarei a ser útil ao senhor...
    Xafic Zahi
    Troubleshooter
    Xafic Zahi
    Troubleshooter

    Mensagens : 950
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Xafic Zahi Seg Nov 21, 2022 4:11 pm

    Meistre Querellon.


    SÉTIMO DIA

    Reunião com Drennatis Dollar e conversa com Lady Y.

    O comentário final do banqueiro fez Querellon reforçar sua postura e expressão profissional, e respondeu, fazendo o assunto voltar a ser o empréstimo e não a aparência de Lady Dayne:

    - Condições razoáveis, Senhor Dollar. Levaremos os termos ao Lorde Edmund Dayne e tudo leva a crer que aceitaremos o negócio - O meistre se levantou em tom de despedida - Agradeço a presteza para nos atender e a cordialidade durante a reunião.

    Uma vez fora da filial do Banco de Ferro, Querellon comentou com a Lady:

    - As condições realmente me parecem razoáveis, milady. Gostaria de informar ao senhor seu pai pessoalmente, quando retornar a Alto Ermitério, ou prefere que eu envie um corvo a ele?

    O meistre esperou pela resposta e, enquanto caminhavam pelas ruas, sugeriu:

    - Milady, agora com uma comitiva consideravelmente menor, já que os serviçais de Sor Arn debandaram, como é previsto nesse tipo de vínculo, talvez seja mais prudente ficarmos em uma hospedaria durante os próximos dias. Três ou quarto quartos devem ser o suficiente. Claro, isso se ainda houver quartos vagos. Acredito que o jovem Calahan possa verificar.

    Depois da resposta de Lady Dayne, Querellon fez uma nova sugestão:

    - Referente ao senhor Wyl, embora o cavaleiro tenha sido eliminado do torneio, ele ainda é um nobre de importância considerável em Dorne. Não seria de bom tom convidá-lo para um jantar, antes do baile da rainha? Algumas horas na companhia de um dornês certamente fará bem a todos nós.

    E continuou:

    - Talvez também devessemos convidar Sor. Cornell. Ele é nortenho por nascimento, irmão de Beron Fenlinight, mas se mudou para Dorne há alguns anos e atualmente é espada juramentada da Casa Fowler. A Casa Fowler se localiza no extremo sul do Passo do Príncipe, a sul de Tumbarreal - O meistre esclareceu, e depois retomou - Certamente Sor. Tygor Wyl e Sor. Cornell receberiam de bom grado o convite se o mensageiro fosse um par, um igual deles, como Sor. Eyvon.

    Oferecer um jantar certamente teria seus custos, o que era dificultoso diante da situação delicada que a comitiva se encontrava. Mas Querellon acreditava que Lady Dayne pensaria em uma solução.

    - Ah, claro, depois de pagar o porto, sobraram 2 Dragões de Ouro, provenientes da venda dos bens de Sor Arn - O meistre entregou o saco de moedas à Lady.

    - Quanto Beric Dondarrion, talvez os ânimos tenham voltado ao lugar depois de ser eliminado do torneio. Nesse caso, uma nova tentativa de abordar ao atual herdeiro de Tombastela, Edric Dayne, tenha sucesso. Acredito que Sor Eyvon seja igualmente qualificado para essa nova diligência.

    Querellon finalizou a manhã indo até o corvário, para checar possíveis respostas de suas cartas e também de enviar uma terceira para Lorde Dayne. A nova correspondencia comunicaria a a prisão de Sor Arn, a prisão e soltura de Sor Eyvon, a falta de sucesso de conseguir contato com o jovem suserano, o acordo comercial envolvendo o Sabre da Sapiência e a Lady Evelyne Vass e a prospecção do empréstimo com o Banco de Ferro. Esse último tópico, somente sendo abordado caso Lady Dayne tivesse solicitado.

    Tarde

    Querellon retornou ao acampamento no início da tarde, e procurou Sor Eyvon para verificar como estava seu estado de saúde.

    - Vejo que está se recuperando - Comentaria, caso o encontrasse fora da cama - Hoje pela manhã conversei com Lady Y. sobre uma nova abordagem ao garoto Edric.

    Xafic Zahi
    Troubleshooter
    Xafic Zahi
    Troubleshooter

    Mensagens : 950
    Reputação : 37
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Xafic Zahi Qua Nov 23, 2022 11:35 am

    Meistre Querellon.


    SÉTIMO DIA

    Período da tarde, no acampamento com o Eyvon

    Querellon retornou ao acampamento no início da tarde, e procurou Sor Eyvon para verificar como estava seu estado de saúde.

    - Vejo que está se recuperando - Comentaria, caso o encontrasse fora da cama - Hoje pela manhã conversei com Lady Y. sobre uma nova abordagem ao garoto Edric. - O meistre se sentou em uma das cadeiras ou caixotes livres - Estamos tentando uma abordagem diferente da anterior. Com a prisão de Sor Arn, acredito que o Sor será selecionado para isso.

    [/color]
    Conteúdo patrocinado


    O Jogo dos Tronos - Dayne - Página 7 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Dayne

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Dez 05, 2022 1:51 am