Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 2 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE JUNHO
A partir de agora somente mestres com mesas ativas no fórum terão o nick laranja
para ficar mais fácil a distinção. Fiquem atentos que em breve teremos
um novo modelo de pedido de mesa!




 

    Guerreiros de Gaia

    Xafic Zahi
    Tecnocrata
    Xafic Zahi
    Tecnocrata

    Mensagens : 361
    Reputação : 5
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png

    Guerreiros de Gaia Empty Guerreiros de Gaia

    Mensagem por Xafic Zahi Qui Jun 02, 2022 9:41 am

    Tópico para ficha dos personagens, após serem aprovadas.
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2707
    Reputação : 122

    Guerreiros de Gaia Empty Re: Guerreiros de Gaia

    Mensagem por Alexyus Sab Jun 04, 2022 2:13 pm

    Aisha (viva) Akemi 明美 (bela aurora) Mizuno 水の (água) Shü Lán 书兰 (livro orquídea)  Zhang 张 (abrir)

    Nome do Personagem: Aisha Akemi Mizuno Shü-Lán Zhang
    Nome Garou: Estrela Fantasma 
    Nome do Jogador: Alexyus
    Raça: Hominídea
    Augúrio e Aspecto Lunar: Theurge - Lua Crescente na fase minguante 
    Tribo: Portadores da Luz Interior
    Natureza: Samaritano
    Comportamento: Visionário
    Conceito: Estudante/Mística/Ativista

    ATRIBUTOS

    Físicos (5)
    - Força: 1+1 = 2
    - Destreza: 1+2 = 3
    - Vigor: 1+2 = 3

    Sociais (3)
    - Carisma: 1+1 = 2
    - Manipulação: 1+0 = 1
    - Aparência: 1+2 = 3

    Mentais (7)
    - Percepção: 1+2 = 3
    - Inteligência: 1+3 = 4
    - Raciocínio: 1+3 = 4

    HABILIDADES

    Talentos (9)
    Prontidão:
    Esporte: 1
    Briga: 1
    Esquiva: 1
    Empatia: 1
    Expressão: 1
    Intimidação:
    Instinto Primitivo: 3
    Manha: 
    Lábia: 1

    Perícias (5)
    Emp. c/Animais: 1
    Ofícios:
    Condução:
    Etiqueta: 1
    Armas Fogo:
    Armas Brancas: 1
    Liderança:
    Performance:
    Furtividade: 1
    Sobrevivência: 1

    Conhecimentos (13)
    Computador: 1
    Enigmas: 3
    Investigação:
    Direito:
    Lingüística: 2
    Medicina: 1
    Ocultismo: 3
    Política:
    Rituais: 3
    Ciências: 

    ANTECEDENTES (5 pontos)
    Parentes 1
    Pais de Aisha:
    Rituais 4

    DONS: 
    Raça = Perceber Valor (Nível Um):
    Augúrio = Comunicação com Espíritos (Nível Um):
    Tribo = Despertar (Nível Um):

    RITOS:
    Ritual da Pedra Caçadora - nível 1:
    Ritual da Dedicação do Talismã - nível 1:
    Ritual para Despertar Espíritos - nível dois:

    FÚRIA: 2
    GNOSE: 1 + 5 = 6
    FORÇA DE VONTADE: 5
    POSTO: Cliath - 1 

    RENOME
    - Glória
    Permanente: 0
    Temporária: 0
    - Honra
    Permanente: 0
    Temporária: 0
    - Sabedoria
    Permanente: 3
    Temporária: 0

    Vantagem tribal: Paz Interna:
    Fraqueza Tribal:

    Qualidades / Defeitos
    Canal Natural (Qualidade:
    Fé Verdadeira (Qualidade:
    Magnetismo Espiritual (Qualidade:

    Baixa Estatura (Defeito:
    Compulsão: meditação/ioga (Defeito:
    Fobia: Claustrofobia (Defeito:
    Mentalidade de Matilha (Defeito:
    Transformação Forçada (Defeito:

    Pontos Bônus 15: 10 pontos em Gnose, 12 pontos em qualidades e -7 pontos em defeitos

    HISTÓRIA:
    História de Aisha:
    IMAGENS:
    Pikapool
    Garou de Posto Cinco
    Pikapool
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2399
    Reputação : 68

    Guerreiros de Gaia Empty Re: Guerreiros de Gaia

    Mensagem por Pikapool Seg Jun 06, 2022 6:28 pm

    Thea Vilhelmsen
    Guerreiros de Gaia 11683910
    Nome Garou: Lille Ørn (Pequena Águia)
    Nome do Jogador: Pikapool
    Raça: Hominídea
    Augúrio e Aspecto Lunar: Galliard - Lua Minguante
    Tribo: Andarilhos do Asfalto
    Natureza: Excêntrica
    Comportamento: Bon Vivant
    Conceito: Hacker/Jornalista Freelancer/Ativista

    ATRIBUTOS
    Físicos
    - Força: 1+0 = 1
    - Destreza: 1+2 = 3
    - Vigor: 1+1 = 2

    Sociais
    - Carisma: 1+2 = 3
    - Manipulação: 1+1 = 2
    - Aparência: 1+4 = 5 (Encantamento)

    Mentais
    - Percepção: 1+2 = 3
    - Inteligência: 1+1 = 2
    - Raciocínio: 1+2 = 3

    HABILIDADES
    Talentos
    Prontidão: 2
    Esporte:
    Briga:
    Esquiva:
    Empatia: 2
    Expressão: 2
    Intimidação:
    Instinto Primitivo:
    Manha: 
    Lábia: 3

    Perícias
    Empatia com Animais:
    Ofícios:
    Condução:
    Etiqueta: 1
    Armas Fogo:
    Armas Brancas:
    Liderança:
    Performance: 2
    Furtividade: 2
    Sobrevivência:

    Conhecimentos
    Computador: 3+1 (Quebrar Códigos)
    Enigmas: 3
    Investigação: 3
    Direito:
    Linguística: 1 (Dinamarquês (nativo), Português)
    Medicina:
    Ocultismo: 1
    Política:
    Rituais:
    Ciências: 2

    ANTECEDENTES
    - Recursos: 5
    - Aliados: 1
    - Contatos: 1 (Bônus)
    - Totem: 1 (Bônus)
    - Fetiche: 1
    - Numen: 4 (Bônus)

    DONS:
    - Tribo = Plugue e Use:
    - Raça = Persuasão:
    - Augúrio = Som Primordial:

    FÚRIA: 4
    GNOSE: 1+2
    FORÇA DE VONTADE: 3+3
    POSTO: 1 (Cliath)

    RENOME
    - Glória
    Permanente: 2
    Temporária: 0
    - Honra
    Permanente: 0
    Temporária: 0
    - Sabedoria
    Permanente: 1
    Temporária: 0

    QUALIDADES
    Aptidão para Informática (1 Ponto):
    Equilíbrio Perfeito (1 Ponto):
    Magnetismo Animal (1 Ponto):
    Santidade (2 pontos):
    Talento Matemático (1 Ponto):
    Ultra-flexibilidade nas Juntas (1 Ponto):
    Voz Encantadora (2 Pontos):

    DEFEITOS
    Dormindo com o Inimigo (3 pontos):
    Guerreiro Relutante (- 2 Pontos):
    Pais insistentes (- 2 Pontos):

    FETICHES:
    Vírus para Hardware - Nível 1, Gnose 3:

    DADOS DA PERSONAGEM
    Spoiler:

    HISTÓRIA
    Spoiler:
    Pontos Bônus 15: 2 pontos em Computador, 6 pontos em Antecedentes, 4 pontos em Gnose, 3 pontos em Força de Vontade, 7 pontos em qualidades e -7 pontos em defeitos.
    Izanami
    Semi-Deus
    Izanami
    Semi-Deus

    Mensagens : 6797
    Reputação : 73
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Guerreiros de Gaia Empty Re: Guerreiros de Gaia

    Mensagem por Izanami Ter Jun 07, 2022 9:34 am

    Guerreiros de Gaia 00000011
    Nome: Mariele Hoffmann,  Idade: 25, Altura: 1,68, Peso: 66
    Garou: Oficial Folha Molhada  (Atual Chuva de Prata)
    Nome do Jogadora: Izanami
    Raça: Hominídea
    Augúrio e Aspecto Lunar: Ragabash - Lua Crescente
    Tribo: Presa de Prata
    Natureza: Arquiteto
    Comportamento: Sobrevivente
    Conceito: Trabalhadora/ Veterinária

    ATRIBUTOS
    Físicos (3)
    - Força: 1+ 1 = 2
    - Destreza: 1+1 = 2
    - Vigor: 1+1 = 2
    Sociais (7)
    - Carisma: 1+ 3 = 4
    - Manipulação: 1+ 4 = 4
    - Aparência: 1 = 1
    Mentais (5)
    - Percepção: 1 = 1
    - Inteligência: 1+3 =  4
    - Raciocínio: 1+2 = 3

    HABILIDADES
    Talentos (13)
    Empatia: 3 (+4)
    Expressão: 3
    Intimidação: 3
    Manha: 3
    Lábia: 3
    Perícias (5)
    Empatia com Animais: 4
    Etiqueta: 1
    Conhecimentos (9)
    Direito: 3
    Linguística: 1 (Inglês, Português)
    Medicina: 3
    Política: 2

    ANTECEDENTES (5)
    - Recursos: 4
    - Parentes: 2 (Bônus)
    - Raça Pura 3 (Bônus)
    - Contato 1 [desembargador seu tio Frank ]
    - Fetiche 2 [Bônus]

    DONS:
    - Tribo = Direito Tribal
    - Raça = Persuasão
    - Augúrio = Embasamento Forma
    Fraqueza Tribo: Obsessão [Bem estar da filha]

    FÚRIA: 1 + 1 bônus
    GNOSE: 1
    FORÇA DE VONTADE: 3 + 3 bônus
    POSTO: 1

    RENOME 3p
    - Glória 1/ Honra 1/ Sabedoria 1

    Qualidades / Defeitos

    Pontos Bônus 15:


    Histórico:
    thendara_selune
    Mestre Jedi
    thendara_selune
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1457
    Reputação : 62

    Guerreiros de Gaia Empty Re: Guerreiros de Gaia

    Mensagem por thendara_selune Ter Jun 07, 2022 1:00 pm





    Helena Fontelles(background e Ficha)

    Ancestrais desejos nômades irrompem, enraivecidos pelo cativeiro. A condição de fera acorda de novo do seu sono brumoso.
    Jack London


    Helena foi ensinada desde pequena que ser uma Fontelles era antes de tudo seguir as leis estabelecidas muitos antes de seus ancestrais chegarem ao sertão Pernambucano, onde acabaram fundando a cidadezinha de “Riacho de pedra” e no processo expulsando os indígenas da região.
    Sua família construiu um lugar do qual se orgulhavam, por isso desde muito antes dela nascer havia a tradição de manter a cidade sob as mãos dos Fontelles e tem sido assim até os dias atuais. Existe uma máxima entre os velhos que costumam falar entre um gole de cachaça e o mascar do fumo “Que nessa cidade tem que nascer Fontelles ou se não é como não ter nem eira, nem beira!”.
    Por tanto era comum ter um membro ou dois de sua família em todos os órgãos importantes da cidade, desde a enfermeira do Posto de saúde ao Prefeito que era seu pai desfrutando de um segundo mandato.  
    Helena frequentou durante toda a infância a Escola pública da cidade, em que sua tia era Diretora, não teve muitos amigos quando crianças, mas nunca impediu que fosse uma aluna excelente e esforçou-se sempre para se destacar dos outros. Cresceu sendo educada para ser uma perfeita dama, tinha aulas particulares de inglês, música, artes, bordado em renda que era algo tradicional em sua família. Mas, enquanto crescia passou a se sentir deslocada, havia algo que lhe faltava, uma necessidade desconhecida e aumentava com a chegada da puberdade.
    Uma das poucas distrações dos jovens da cidade era ir ao mirante da “Pedra do Anu-Preto” em noites de lua cheia, acender uma fogueira, tocar violão, conversar longe das vistas dos pais, namorar e admirar a cidade do alto.
    Perto de completar seus dezessete anos, influenciada por livros de temática variada e pelo velho Rock que escutava às escondidas, pois esse categoria de som não era aceito em sua casa. Helena inquietava-se entre manter a pose de moça casta que exibia diante da família ou dar uma chance a si mesma de voar para longe dali.
    Foi quando certa tarde enquanto estava na varanda do casarão desenhando um conjunto de nuvens um Troller preto parava e dele desceu Fernando, um primo distante, que só conhecia por fotos, vindo de São Paulo e querendo passar uns dias com os parentes de Pernambuco.
    Um homem de 29 anos, bonito, galante e educadíssimo. Helena sentiu uma grande simpatia pelo primo, que viaja muito, conversava sobre diversos assuntos, atiçando a curiosidade dela. Passados exatos vinte dias, o primo sem enroladas chamou-a para conversar na sala de reuniões da família e foi com grande espanto que escutou a proposta dele, que perguntou se ela queria sair das abas dos pais para conhecer São Paulo, quem sabe estudar artes e conhecer outros parentes da família.
    Aquilo foi surpreendente, Fernando ali parado ao lado de seu pai oferecendo-lhe a fuga perfeita, enquanto seu pai não falava nada, apenas olhava para janela, parecia desconfortável com tudo aquilo, mas não disse nada.
    Os olhos escuros de Fernando aguardavam uma resposta, mas certamente ele já sabia qual seria. Dois dias depois pegaram a estrada em direção a Recife, passariam um mês na capital aproveitando a vida noturna, em companhia de alguns parentes, para depois ambos irem para São Paulo.
    Fernando morava sozinho em um antigo Casarão no bairro da Mooca, era o mais novo de cinco irmãos que no momento não estavam no Brasil. O lugar era ricamente decorado, havia uma biblioteca enorme, um jardim verdejante, pelo grande casarão e quadros antigos dos parentes mais célebres da família pareciam observar seus moradores com interesse, alguns que ela conhecia do álbum antigo da família, outros porque o nome constava no livro genealógico. Passou a ter uma vida agitada a noite, durante o dia seu primo a deixava sozinha para cuidar de negócios da sua família, sempre recebiam visitas interessantes e gradualmente Helena habituava-se aquele novo ambiente.


    Passados dois meses, o primo recomendou que a jovem se matricule em um curso de artes de uma amiga de nome Elisa e até mesmo pensa-se em fazer faculdade de Artes em São Paulo que isso a faria amadurecer mais. Era verdade que o mundo das artes a atraia, gostava de desenhar, dançar e escrever. Porém, encantava-se com as regras que faziam o mundo caminhar, as brechas nelas, o primo era advogado, mas pelo que disse-lhe fazia dois anos que apenas administrava a parte burocrática da família, pois vivia viajando e Helena ao escutá-lo falar parecia inclinada a seguir a mesma profissão.
    Após seis meses sua rotina era ir cedo para academia, praticar defesa pessoal, pois se sentia atraída por algo que conferisse-lhe alguma noção de defesa, gostava das aulas de dança da academia, a tarde fazia aulas de pintura na galeria de Eliza que se mostrou muito receptiva e acabou influenciando Helena a voluntariar-se em um projeto social na Paróquia São Pedro Apóstolo auxiliando no curso de artes que era oferecido gratuitamente para jovens de dentro ou fora do bairro, ou ministrando aulas de inglês.

    Completados oito meses de sua estadia, Helena conheceu Maurício, amigo de Elisa, a paixão entre ambos foi instantânea, logo resolveram sair juntos, ele cursava Engenharia na USP, era um rapaz chamativo, bem-humorado e desenhava lindamente.
    Fernando não foi contra, na verdade, jogava Helena em cima de Maurício, deixava ambos sem supervisão, incentivou que viajassem para fazenda da família no município de Cunha com outros jovens para passar um final de semana.
    Na noite anterior a viagem ela teve um sonho com um grande lobo preto, que a encarava através do espelho de seu quarto, os olhos dele eram intimidadores. Sua noite de sono não foi das melhores, acordou cansada, sentia-se pesada e por um instante pensou em desistir de viajar com o grupo, mas Fernando insistia que ele deveria ir que o lugar era lindo e ele mesmo já tinha inúmeras vezes quando era mais novo.
    Ela acabou indo, a viagem foi tranquila, conversavam bobagens, a paisagem verde era encantadora, os amigos de Maurício eram simpáticos e entre eles tinha uma garota que parecia ter uma queda por um dos meninos do grupo. Chegaram a uma fazenda no estilo colonial, era como voltar no tempo, todos se instalaram depois se reuniram na grande sala que apesar de conservar muito de seu estilo, havia ganhando novos revestimentos e diversos itens que trariam conforto aos seus moderadores.
    Estavam em oito pessoas, todos bem animados, alguns decidiram ir até à cidade, mas Maurício optou por ficar em casa, estava cansado e no que lhe concerne Helena resolveu fazer companhia a ele.
    Quando tudo parecia silencioso, escutaram batidas fortes na porta, Maurício foi atender e Helena esticou-se vendo no final do corredor que um homem alto conversava com ele. Ao regressar para sala ele explicou que se tratava do caseiro ele havia vindo dar as boas-vindas.
    Por fim sozinhos, trocaram alguns beijos, o ambiente estava silencioso, podiam ouvir o vento lá fora tudo bem aconchegante, provavelmente os outros iriam pernoitar nos bares da cidade ou apreciando os pontos turísticos do lugar o que daria um tempo a sós para eles se curtirem.  Helena sentia-se atraída por Maurício, mas não era amor, estava se deixando levar, nunca namorou e ele era o primeiro com quem trocava esse tipo de carícia. Após alguns beijos demorados, mãos deslizantes as luzes do nada as luzes piscaram algumas vezes seguidas, Helena sentiu um arrepio na espinha, uma sensação de estar correndo perigo, coisa nunca lhe aconteceu antes Maurício segurou sua mão e falou que devia se tratar de algum problema com a fiação ligaria para o caseiro antes que ficasse mais tarde. Levantou-se para pegar o celular em seu quarto, deixando-a ali sentada no imenso sofá, Helena teve a impressão de estar sendo observada, por um momento podia jurar haver alguém na janela.
    Balançou a cabeça, riu da sua tolice e resolveu ir até o quarto de Maurício terminar o que haviam começado na sala e ao chegar à porta estava entreaberta, tudo escuro lá dentro e mesmo após chamar por Maurício não obteve resposta. Sem entender nada, andou a casa toda, chamando por ele, seu coração acelerou e ficou com medo.
    Foi após alguns passos pelo corredor em direção à porta de entrada que as luzes apagaram de vez, ela gritou instintivamente, torcendo para que a energia voltasse, percebeu ao olhar para as janelas que os postes estavam apagados.
    Um vento frio adentrou o ambiente, a porta da frente abriu-se do nada e quando a primeira garrada atingiu seu braço, não teve muito tempo para raciocinar e depois ao sentir uma mordida violenta no pescoço seu corpo parecia explodir. Sua cabeça doeu, os membros paralisaram-se para em seguida, mesmo sem ver o que lhe atacava sacudir-se de maneira violenta, lançou para longe seus agressores. No escuro pouco conseguia ver, mas sentia um cheiro estranho, seus ouvidos pareciam estar aumentando o som a sua volta de uma maneira esquisita, sentiu-se muito agitada, o sangue escorrendo de seu pescoço e quando um filete escorreu pelo canto de sua boca um sentimento novo a invadiu.  As lâmpadas acendiam e apagavam permitindo que ela visualizasse quem a ataca por alguns segundos antes de tudo voltar a ficar escuro. Eram pessoas pálidas, com olhos brilhantes e exalavam um cheiro fétido.
    O que se sucedeu nos instantes seguintes, foi um misto de ódio, fúria, sangue, vísceras e o cheiro da morte que se fundia ao renascer furioso de Helena.
    Ali não era mais Helena, seu corpo frágil mudou, a violência surgia naturalmente, suas roupas viraram farrapos, sua boca virou uma mandíbula cheia de dentes afiados e suas mãos tornam-se garras que dilaceram seus agressores.
    Quando o dia raiou Helena estava no meio da mata, perto de um lago, seu corpo doía e sua mente tinha dificuldade em lembrar-se das coisas. Tentou levantar-se, sentiu-se pesada e ainda sonolenta.  Percebeu estar nua cheia de picadas de insetos, caminhou até o lago e poder  constatar que sua face estava suja de sangue, que, na verdade, estava toda suja de sangue, assustada pensou como havia parado ali e como voltaria para casa.
    Ficou parada, olhando o nada e não se deu conta que ao lado dela estava um grande lobo negro que mudava lentamente de forma tornando-se Fernando.
    Dali em diante as coisas mudariam e a partir de agora Helena seria preparada para conhecer o mundo por trás do véu das sombras. Fernando enviou a prima para Japi onde o irmão mais novo mantém negócios. Ela está no segundo semestre de direito, passa o dia no escritório do primo e a tarde tenta manter uma rotina normal embora Fernando tenha lhe avisado que a normalidade é algo que não existe mais.



    FICHA

    Guerreiros de Gaia Helena10


    Nome Garou: Helena Fontelles - Justiça do Trovão
    Nome do Jogador: Thendara_Selune
    Raça: Hominídea
    Augúrio e Aspecto Lunar: Philodox- Lua Minguante
    Tribo: Senhores das Sombras
    Natureza: Juiz
    Comportamento:Confidente
    Conceito: Líder estudantil com ares de sugar baby


    ATRIBUTOS
    Físicos
    - Força: 1+1 =2
    - Destreza: 1+1 = 2
    - Vigor: 1+1 = 2

    Sociais
    - Carisma: 1+2 = 3
    - Manipulação: 1 +1= 2
    - Aparência: 1+4 = 5

    Mentais
    - Percepção: 1+2=3
    - Inteligência: 1+2 = 3
    - Raciocínio: 1+1 = 2

    HABILIDADES 9
    Talentos
    Prontidão: 1
    Esporte:1
    Briga:1
    Esquiva:1
    Empatia: 2
    Expressão: 2
    Intimidação: 1(Referente a vantagem tribal)
    Instinto Primitivo:1
    Manha:
    Lábia:1 (Referente a vantagem tribal)

    Perícias 5
    Empatia com Animais:
    Ofícios:
    Condução:1
    Etiqueta: 1
    Armas Fogo:
    Armas Brancas:
    Liderança:2
    Performance: 1
    Furtividade:
    Sobrevivência:

    Conhecimentos 13
    Computador: 2
    Enigmas: 1
    Investigação: 1
    Direito:2
    Linguística: 2 (Inglês e Espanhol)
    Medicina:
    Ocultismo:2
    Política:2
    Rituais:1
    Ciências:

    ANTECEDENTES
    - Recursos: 2
    - Parentes: 1 (PB)
    Raça Pura:4
    Profecia:2(-2 PB)
    Ritos:2(-1PB)
    Dedicação do talismã
    Cerimônia pelos falecidos


    DONS:
    - Tribo = Fraquezas fatais -
    Chuva Piedosa (Nível Um) (-7 PB)  
    - Raça = Persuasão
    - Augúrio = Verdade de Gaia

    FÚRIA: 3
    GNOSE: 2(- 2PB)
    FORÇA DE VONTADE: 3
    POSTO: 1 (Cliath)

    RENOME
    - Glória
    Permanente: 2
    Temporária: 0
    - Honra 3
    Permanente: 0
    Temporária: 0
    - Sabedoria
    Permanente: 1
    Temporária: 0

    Qualidades / Defeitos
    Magnetismo Animal (-1 PB)
    Parentes: César - (-1 PB)


    Vantagem tribal: Lábia das Sombras

    Senhores das Sombras começam o jogo com um Ponto adicional em Manipulação ou dois na forma que o jogador quiser nas seguintes Habilidades: Empatia, Intimidação, Lábia ou Etiqueta. Esses pontos não podem ser perdidos de nenhuma maneira.


    Fraqueza tribal: Adaga da Falha: -1 de Renome por falha
    Os Senhores das Sombras não toleram falhas. Sempre que um Senhor das Sombras falha em cumprir sua tarefa onde ele normalmente ganharia Glória, Honra ou Sabedoria, ele, ao invés disso, perde um ponto temporário de Renome naquela categoria. (Se ele fosse ganhar Renome em mais de uma categoria, subtraia apenas da categoria onde ele seria mais recompensado). Isso ocorre em adição a qualquer perda de Renome que ele sofreria por suas ações. Essa fraqueza não afeta o processo normal de Renome de nenhuma outra maneira; se um Senhor das Sombras é bem sucedido em suas ações, então ele recebe a quantidade normal de Renome.


    Parantes:


    Conteúdo patrocinado


    Guerreiros de Gaia Empty Re: Guerreiros de Gaia

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Jul 01, 2022 8:14 am