Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 2 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE JUNHO
A partir de agora somente mestres com mesas ativas no fórum terão o nick laranja
para ficar mais fácil a distinção. Fiquem atentos que em breve teremos
um novo modelo de pedido de mesa!




 

    Ajudando Lober

    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2266
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Ajudando Lober Empty Ajudando Lober

    Mensagem por Leomar Dom Jun 05, 2022 4:34 pm

    Andrias resolve acompanhar o mago verde para o sul e levar Fiona junto. Kate pensa que talvez fosse uma boa oportunidade se oferecer para ajudar, quem sabe assim se enturmava um pouco mais; Além disto era uma boa desculpa para, quem sabe, encontrar seu grupo novamente.

    Nestes dois dias não deu para fazer muita coisa ali, mas as aulas de cura da Corrente (com Kate de cobaia) tinham a ajudado re-armonizar suas energias internas, e, mesmo que talvez não tivesse 100% ainda, já poderia ser útil em algum lugar. Ali na sede Caoilain já tinha ido ver outras coisas, e aproveitou e levou o mago da Corte com ela. Kate se surpreende ao descobrir que um garoto que estava ajudando Caoilain era na verdade filho dela (seu nome era Naotalin, Kate até tinha o visto de relance antes de saírem de manhã, mas não sabia que era filho dela). Bom, ela estava ali a menos de 3 dias, embora tenha falado um pouquinho a mais com Calin, ainda sabia pouco sobre ela e os demais.

    Fiona (que era mais uma que Kate quase não conversou, mas parecia gente boa) não se opõe a levar a novata. Vocês descem até um templo de Piro no sul (não era um templo muito grande), lá, encontram uma maga branca.

    Spoiler:

    - Qual situação aqui? - Diz o mago para a esposa.

    - Não estão vendo? A cidade está sendo invadida por insetos!

    - Mm, que inconveniente! Mas pensei que poderia ser pior! Como quer que ajude?

    - Você é mais útil lá dentro. Não é nada pior aqui, mas esqueceu que o portão sul fica ainda há vários quarteirões? Lá está pior, se estes bichos estão chegando aqui! E além de insetos, dizem que vários diabretes estão passando pelos primeiros homens...

    Insetos e diabretes, duas verdadeiras pragas.

    Kate, enquanto vivia na maldita Cidade Prisão, conheceu vários tipos de diabretes, uns bem piores que outros: eles e os chamados mequetrefes faziam parta do mais baixo degrau da hierarquia demoníaca, sendo usados principalmente como mini-escravos (em especial mini-espiões), às vezes como "bichinhos domésticos" e eventualmente como comida.

    Eram fisicamente muito fracos, mas o perigo deles não era em batalhas, e sim em atitudes furtivas e maliciosas. Depois que saiu da Cidade Prisão, Kate quase não viu mais este tipo de demônio. Keela, Velora e Kevlla eram poderosas demais pra usar trabalhos de demônios tão fracos, a quem elas consideravam simplesmente "incômodos".

    Já Andrias vira poucos destes demônios e normalmente já abatidos: era muito raro um diabrete passar do portão de Heséd. Vez ou outra um era caçado em alguma parte isolada ou no deserto em volta da cidade. Algumas crianças, vez ou outra tinham a ideia de brincar com um diabrete capturado (por sinal uma ideia estúpida que podia dar merda), e, embora seja improvável, como antigamente tinha muito contato com o porto, TALVEZ Andrias até tenha visto uma vez algum diabrete "empoleirado" no ombro de algum demônio marinheiro como se fosse um macaco ou papagaio.

    Os insetos tinham o dobro ou triplo do tamanho de insetos comuns, cada grupo seguindo uma rainha, formando uma "nuvem"; No meio deles ainda tinha alguns chamados de "insetos primais", que eram o dobro ou triplo dos demais, pareciam até mini-máquinas-de-guerra armaduradas.

    - O que devo fazer para ajudar, Mestre Chava? - Fala Andrias para a maga.

    - Você agora é um Izete, certo? Então fique a vontade: pode fritar ou afogar, a forma não importa.

    Civis apareciam com mata-moscas ou pedaços de paus, soldados tinham que deixar os arcos e espadas (praticamente inúteis contra insetos) para usar seus porretes, e qualquer um que tinha dom acertava-os como dava. Por serem insetos a magia de fogo era muito mais efetiva que as demais, ainda assim Fiona preferia usar chicotes d'água, o que manipulava muito bem, finalmente usando algo que sabia fazer, já que em magias de cura ela não tinha tanto jeito.

    Até Vent'Kapo ajudava, comendo qualquer inseto que passava perto. Lagartos do porte dele não costumam ir atrás de insetos, mas ali tinha fartura e eram dos grandes, então dava pra tirar um lanche.

    Vocês iam se "divertido" com este exercício, quando mais ao norte, subitamente veem um clarão bem forte.

    - Ráááspta! Que tipo de dominador fez aquilo! - Parecia mesmo algum efeito de magia de luz, a surpresa da maga não deixa dúvida.

    - Se é magia branca, deve ser coisa boa! Vamos verificar? - Diz Kate. Ela já tinha experiência para saber que (de seu ponto pelo menos) magia branca não era necessariamente boa, assim como negra não era necessariamente ruim, mas neste momento ela tinha uma boa intuição.

    Andrias ainda olha pra sua antiga mestre, antes de decidir se era prudente ou não, ela incentiva com gestos de cabeça.

    - Deve ser um dominador poderoso! Eu seguro aqui.







    - Será que não é outro ataque decorrente da guerra?

    Ka comenta: - Para ir para nosso destino, teremos que passar mesmo pelo portão sul, embora seja possível pular o muro, caso queiram evitar problemas...

    Evitar problemas é algo que soava muito bem nos ouvidos de Azriel. Mas ela estava ainda sobre o efeito do Sangue de Piro, e não parecia certo ignorar um toque vindo de um templo de Piro exatamente agora que ela estava sobre este efeito, mesmo que o toque fosse típico de algo que não deveria ser urgente.

    - Não foi um toque usado para um grande perigo, mas, se não é grave, então não seria ainda mais obrigação nossa ver o que aconteceu? Tipo: ainda temos muito tempo pra esperar, e pode ser algo que resolvemos rapidinho... E se não for, podemos dar um olhada e deixar pra lá depois...

    Na verdade, como Azriel tinha passado muito tempo foleando e lendo, não estavam com tanto tempo sobrando assim, e Ka não compartilhava do mesmo entusiasmo da amiga de grupo, e tenta contra-argumentar:

    - Não vejo nenhuma "obrigação"... Ninguém nos convocou, e pode ser algo que a população mesmo resolva...

    Ajudando Lober 1f97a- Aahh! Vamos! Por favorzinhooo.

    Nadhull, embora talvez concordasse com Ka, já tinha certa dificuldade de discordar de Azriel, ainda mais com ela fazendo charminho. Será que tinha ficado mole como íncubo desde que passara dominar magia branca? Ou era só porque era a anjo? Ou talvez porque ela estava com efeito do Sangue de Deus em seu corpo, talvez até duas das três...

    Então vocês vão até perto do portão. Não havia nenhum grande monstro ou invasão de inimigos rolando, mas alguns enxames de insetos rondavam como uma nuvem ali. Soldados e civis desesperados saíam tentando matar o que dava, quem tinha dom, usava o elemento que tinha, quem era quieto ia com paus e tábuas. A situação estava mais para inconveniente que para perigosa (mesmo que um enxames tivessem insetos muito maiores que os normais), ainda assim Azriel não titubeia e começa produzir chamas para combater esta nuvem de bichos.

    Fogo é o melhor elemento para se lidar com insetos, e Azriel consegue dispersar vários grupos. Dispersados, depois a população, lagartos, aranhas e pássaros dariam um jeito. Já magia negra não ajudaria muito (dá pra matar insetos, mas é menos eficiente contra enxames que qualquer outra) e se usasse magia branca, Nadhull não conseguiria usar disfarce mágico. Se vissem um demônio usando magia branca, aquilo daria problema (como sempre), mas não tinha muito jeito, ficando perto de Azriel ele poderia usar sua magia e dizer que na verdade era ela quem estava evocando.

    Os dois até conseguem trabalhar suas aeromanipulações em conjunto, embolando os bichos para serem queimados. Embora estivesse divertido [leia com sarcasmo], aquilo ainda demorava demais. Azriel ora por mais poder.

    - Meu Deus e Minha Deusa! Transformem meu poder em Luz!

    Nadhull ainda buscava juntar os animais com seu vento, quando Azriel começa emitir forte aura. Em poucos segundos todos em volta tem que fechar os olhos para não serem ofuscados.

    Azriel consegue irradiar uma forte onda de mana branco, deixando um tapete de insetos fritos no chão.

    Quando sua aura diminui, as pessoas estão impressionadas com a imagem do anjo em sua frente, que até as penas emitem brilho, e logo puxam coros de graças:

    - Oh, bendita filha da Virgem! Glória à mensageira de Anĝelina! Deem vivas à nossa Salvadora! (e por aí vai!)

    Nadhull se impreciona: "Este é o poder de uma gota do Sangue dos Deuses?"







    A quantidade de insetos começa reduzir significativamente, o pessoal perto do portão deve ter dado um jeito em várias rainhas ou primais (embora muitos insetos ainda entrem na cidade).

    Uma multidão começa se juntar, vocês ouvem gritos. Começa ficar ruim de andar nas ruas. O que estava acontecendo?

    Andrias vai abrindo caminho, até ver uma imagem brilhando, algo que ele acreditava não veria na vida:

    - OOH!! Maha Ýar! Ameno! (nos idiomas do oeste equivale a algo como "Valha-me, Jara, A Maior") É-É-É um celeste!

    Ajudando Lober Fallen10

    Apesar das penas negras, Andrias percebe que era um anjo que pairava alguns centímetros no ar. Pouquíssimos anjos viviam em Heséd, talvez umas meia-dúzia, mesmo assim a "existência" deles por ali era tipo uma lenda envolta em boatos. Talvez, alguém que procurasse com afinco, até acharia um anjo na cidade, mas a maioria poderia facilmente passar toda a vida sem nunca ver um celeste (assim como "demônio" pode significar várias raças diferentes, "celeste" também é usada pra mais de um raça, mas no plano material os anjos são praticamente a única raça celeste que pode existir). Há boatos de que a população de híbridos celestes é um pouco maior que os puro-sangue, há também outros boatos que, nos últimos meses, alguns anjos começaram aparecer na cidade, associados porém aos homens de Gaja... mas tudo isto são boatos.

    Andrias sabia que, em cidades bem distantes, anjos viviam entre humanos, assim como demônios viviam em Fajr-Regno, mas a anjo não impressionava apenas por ser um anjo, mas por sua aura brilhante, que impressionava muito mais. Até Kate estava impressionada, pois até as penas de Azriel brilhavam.

    - Ah, não tenham medo! Ela é minha amiga!

    - O QUEEEEE? Você CONHECE um celeste? E você diz que é AMIGA de um celeste?
    Kether
    Garou de Posto Cinco
    Kether
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2387
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por Kether Ter Jun 07, 2022 1:58 pm

    - Por Jara! O que está acontecendo aqui! Você conhece essas pessoas Kate?

    Andrias estava surpreso por ver uma celeste e um demônio juntos. O que o fez assumir uma postura mais defensiva. Ele então olha ao redor, pois apesar dos insetos estarem queimados no chão ele ainda pensava quanto a fonte da qual eles se originaram.

    Então ele começa a se concentrar e a sentir o fluxo de mana na área que deve estar ainda impregnada de mana branco, mas que deveria aos poucos retornar a sua naturalidade. E talvez a força mágica que impulsionava os insetos deveria ser a primeira a ser sentida...

    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu
    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2713
    Reputação : 74

    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por Pikapool Qui Jun 09, 2022 9:50 pm

    A alegria só pode brotar de entre as pessoas que se sentem iguais!
    Os insetos não eram um grande desafio, mas eu queria saber o que era ter uma fração do poder de um deus. Não demorou para ver o poder de minhas chamas. E em meio a elas voltei-me para Nadhull.

    - Vamos Nadhull! Use sua magia para aumentar o meu fogo. - Disse excitada.

    Apesar do começo animado o número de criaturas era enorme e tempo era um luxo que não podíamos nos dar. Fiz uma prece que logo foi concedida.

    Por alguns instantes senti-me corrompida ao deseja ter aquele poder para sempre. Mas logo, balancei a cabeça negativamente tentando me recompor e em seguida mantive-me em silêncio de olhos fechados clamando o perdão ao deuses por meus pensamentos impuros.

    Mas não demorou para que as vozes dos locais chamassem a minha atenção. Sorri sem jeito acenando e abençoando a todos que se aproximavam. Pelo menos até ver um rosto conhecido ao longe.

    Alcei voo e segui em direção a Kate.

    - Kate, por onde você andou? - Desci do voo indo direto para ela e a abraçando. - Você perdeu uma aventura incrível. Descobri uma câmara secreta em um templo Atemense. E como desafio recebi o sangue de Piro. - Flexiono os braços para exibir os meus bíceps mirrados. - Estou me sentido muito poderosa. - Rio em deboche.

    Foi só então que notei o demônio(?!) ao lado olhando-me curioso. Acenei em cumprimento enquanto questionava Kate.

    - Seu amigo, Kate?
    DariusNovadek
    Mestre Jedi
    DariusNovadek
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1010
    Reputação : 16

    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por DariusNovadek Sab Jun 11, 2022 1:19 am

    "Finalmente um pouco de ação!" Pensa Kate, que ja estava ficando entediada em não poder fazer nada.

    Pelo menos nesse combate ajudou um pouco, em vez de ficar só assistindo como foi com Braeno. Kate e Vent'Kapo se "divertiam" com os insetos, até verem um clarão mais ao longe, Kate sente uma boa intuição e segue até la, encontrando Azriel. Ela desce do vôo e lhe da um abraço, Kate devolve o abraço igualmente.

    - Kate, por onde você andou? - Desci do voo indo direto para ela e a abraçando. - Você perdeu uma aventura incrível. Descobri uma câmara secreta em um templo Atemense. E como desafio recebi o sangue de Piro. - Flexiono os braços para exibir os meus bíceps mirrados. - Estou me sentido muito poderosa. - Rio em deboche.

    Kate sente um pouco de ciúmes, enquanto ela estava la "aleijada", os outros estavam se divertindo.

    - Nem me fale, é uma longa história, e eu estou me sentindo um pedaço de bosta. Você vai ter que me explicar sobre esse sangue de Piro!

    - Por Jara! O que está acontecendo aqui! Você conhece essas pessoas Kate?

    Kate olha para traz e da um sorriso malandro para Andrias.

    - Eu sou amiga de todos, meu caro!

    - Seu amigo, Kate?

    - Bom, quase todos, esse ai eu acabei de conhecer, e agora foi a primeira vez que me chamou pelo nome, até então era "novata". Se acredita?

    Porém, ao olhar ao redor, Kate percebe que algo estava passando despercebido por todos, então fala para o novo grupo que se formou:

    - Pessoal, sei que todos querem ser meus amigos.. Mas esse enxame de insetos seguido por um bando de diabretes não foi obra do acaso! Isso não acontece aleatoriamente, principalmente com os diabretes. Alguma força maior os mandou até aqui, e algo me diz que pode ser uma distração para essa guerra!

    Depois sussurra para Azriel:

    - Ou algo a ver com a emissão de mana negra fora do comum né? Descobriram algo sobre isso?
    Dycleal
    Wyrm
    Dycleal
    Wyrm

    Mensagens : 9226
    Reputação : 162
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por Dycleal Sab Jun 18, 2022 11:42 pm

    Nadhull fica entre a decisão de Ka e Azriel, entre a razão e a emoção, porém o seu julgamento cede para a amiga angelical e diz para Ka: - Vamos fazer o gosto da dama angelical, pelo menos desta vez.
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2266
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por Leomar Seg Jun 20, 2022 8:02 pm

    semi off:
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2893
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por Christiano Keller Dom Jun 26, 2022 12:01 am

    Ka,

           Acompanhar o grupo estava curioso. Muitos deles agora tem asas e Kate tem seu lagarto. Ka precisa pensar em usar algum cavalo para não ficar para trás deles. Por outro lado aquela cidade não parecia cheia de opções. A invasão de insetos pareceu muito bizarra. Para com seus colegas, Ka diz:
           - Pessoal, não acham estranha essa situação da Mana? Sinto algo estranho com a mana verde da cidade. Eu não sei bem o que é. Parece que há algo errado aqui. Ka pensa por um momento e depois diz: Será que alguém está fazendo algum tipo de ritual para concentrar a mana negra aqui? Se alimentando da mana verde? Mas o curioso é que as forças de Gaja é que usam a mana verde, não é? Algo realmente estranho estava acontecendo na cidade e Ka ainda estava confuso com tudo aquilo.

           Quando os recém chegados aparecem Ka os saúda:
           - Olá, sou Ka. Amigo da Kate. Ka então cumprimenta cada um deles se retribuírem o gesto da mesma forma que os locais fazem.

           Quando Nadhull fala sobre atender Azriel, Ka responde:
           - Está bem, vamos. Ela parece cheia de poder agora, então eu vou tentar correr para acompanhar vocês por terra. Ka precisa alongar um pouco as pernas para acompanhar a velocidade de todos eles.
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2266
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por Leomar Seg Jul 04, 2022 10:26 pm

    observações de mana:

    As atenções que os enxames criaram foram totalmente ofuscadas pela presença de Azriel. O fato de ter um celeste ali já era um acontecimento por si só, mas como evocou um grande poder, sua "presença" ficou ainda mais potente, até um leve efeito de aura pode ser notado por quem ter dom (e talvez até por alguns quietos). Logo clamores, louvores, pedidos e tudo mais começou vir de tudo que é lado em tudo que é idioma.

    Vent'Kapo vai pro lado dela, dando lambidas de saudade. Azriel cospe e reclama: - Para Vent'Kapo, não, na boca não!

    Mas não era só a lagartixa da Kate que queria se aproximar, logo alguns humanos e humanas se amontoam com pedidos de "por favor, me abençoa" ou do tipo, alguns mesmo em posição de submissão, ajoelhando perto dela, outros querendo beijar suas mãos ou pés, alguns mais afoitos querendo até tocas suas asas, um ou outro (ou outra) mas ousado chega mesmo a roubar um pena dela.

    Pode até não ser por maldade, muitos ali viviam em situações lastimáveis, principalmente em função da guerra, e imaginavam que se a anjo tinha tanto poder, até mesmo suas penas deviam estar "banhadas em poder" e poderia talvez dar sorte ou atrair algo de bom pra quem tivesse uma (e o pensamento deles não estava de todo errado). Mas, mesmo se Azriel fosse boazinha o bastante para não se zangar por causa de uma pena ou duas (afinal é algo que ela perde mesmo algumas por dia), nem ela ia querer ser depenada ali só porque os outros estavam desesperados por qualquer tipo de bênção/proteção/favor/cura.

    Então o grupo tinha que sair dali, mas era um grupo que chamava atenção demais, portanto logo veem que, ou saíam da cidade, ou teriam que procurar um lugar muito reservado. Andrias, que era quem melhor conhecia a cidade, logo fala para todos irem para o templo. "Rápido".

    Não era só porque Andrias tinha amigos no templo, mas de fato era a opção mais lógica, pois um celeste com alguns humanos até poderia se reunir numa taverna mais discreta ou num dos mossares (já falei dos mossares aqui, né?) mas um grupo com celestes e demônios? O único lugar que teriam sossego seria mesmo no templo. Ou isto ou teria que pedir emprestado algum lugar muito reservado no submundo comandado pela Corte dos Milagres, mas mesmo se Andrias tivesse contatos na Corte (não era impossível), ainda não seria a opção mais fácil.

    (Talvez, apenas talvez, Kate poderia pensar que a Corte poderia ceder um lugar reservado para o grupo conversar algumas horas. Mas mesmo se isto vir à mente dela, ela ainda vai perceber que a ideia de ficar no templo é mesmo a mais prática.)

    O templo de Piro não é grande, pois a cidade tem um templo de Piro maior, uma verdadeira catedral, mas está numa parte da cidade que está tomada pelos gajanos, mas também não chega ser um templo de "fundo de quintal" (off: se quiserem fazer observações sobre algo que provavelmente chamou atenção no templo, podem falar que eu tento incorporar no cenário). Com uma rápida conversa com Chava, ela arruma uma sala vazia para o grupo de vocês ficarem.

    Quase certo que é a primeira vez que um celeste entra naquele templo de Piro, mas receber tanto celestes como demônios não ia contra as leis de Piro, pelo contrário; Apesar disto, este tipo de encontro só costuma se dar no Grande Templo de Burnabad e (talvez) no de Mahijar que são os maiores no mundo.

    É servido para vocês um suco de drita, uma fruta da região que é mais azeda que um abacaxi, mas menos que um limão, tanto que quem não conhece a fruta pensa que está tomando um suco de abacaxi com limão. Kate certamente já conhece, Azriel e Andrias provavelmente também, os outros talvez. Vent'Kapo teve que esperar fora do templo (óbvio), se Kate lembrar, pode dar meio kon para quem ficou de olhar o lagarto para dar algo pra ele comer, se bem que ele já comeu alguns insetos atrozes então pode ficar algumas horas de boa.

    * * * * * *

    off: Caso alguém queira alguma outra coisa pro grupo, terá que pagar (ali não era hospedaria, mas alguma pessoa do templo faria o favor de buscar para vocês, caso alguém estiver com muita fome ou sede. Não se pode tomar bebida forte no templo, mas caso alguém quisesse, o mestre de Andrias podia deixar passar uma garrafa de cidra, que não é forte).

    Então finalmente você podem ficar algumas horas com mais privacidade, Kate está animada contando para Azriel sobre os três dias que ficou com os Izete, sobre A Corrente e suas seções de purificação na banheira... Andrias tem que corrigir a novata, falando que, apesar de estarem mesmo improvisando com uma banheira, o nome era Elyn, mesmo que não tivesse todo valor sagrado de um Elyn de verdade, como o da antiga cede... Azriel também conta um pouco sobre como protegeram o planato da cidade e sobre sua breve aventura nas ruinas do templo Atemense... Nadhull e Ka fazem uma ou outra observação que acharem pertinente.

    Andrias, que não conhece o resto do grupo, escuta um pouco dos breves relatos e, caso queira fazer alguma pergunta para os outros, pode fazer, bem como o resto do grupo pode ter alguma curiosidade quanto ao diabo também.

    Portanto, não precisam contar de novo tudo que aconteceu pois seus personagens já estão fazendo isto, mas podem falar de uma ou outra coisa que aconteceu para dar ênfase, porém o mais importante agora é falarem o que pretendem fazer.

    Faltam duas horas para anoitecer, que é quando ficaram de encontra Lober fora do muro da cidade. Como o grupo é muito chamativo, algo que tem que ver é, ou Azriel ou os demônios irem um pouco antes, e se reunirem depois dos muros, pois se forem todos juntos é capaz de metade da cidade tentar seguir vocês.

    Estas duas horas vocês podem gastar conversando, ou se alguém tiver alguma ideia sobre algo pra fazer na cidade, exponha. Sobre suas suspeitas quanto a anomalias nas energias mágicas e os enxames, podem investigar um pouco, ou passar para alguém, mas se forem gastar tempo com isto podem ficar com muito pouco tempo pra chegarem no lugar do cativeiro na hora do crepúsculo (18:00) ou podem chegar atrasados, então tem que ver o que é prioridade.
    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu
    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2713
    Reputação : 74

    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por Pikapool Ter Jul 12, 2022 2:32 pm



       
       


           

           
    Informações

    • Mote: A alegria só pode brotar de entre as pessoas que se sentem iguais!

    • Itens Carregados: Bolsa, diário, tinta, caneta tinteiro, pergaminho com anotações sobre profecia, 1 caixa de ferramentas pequena, 2 coringas médios, 6 coringas pequenos, joias entregues pela Cour des Miracles.

    • Vestimentas: Vestido branco com detalhes em azul, faixa ornamental azul com interior amarelo, meias ⅞ brancas, sandálias de salto alto amarração brancas, pingente com um rubi em forma de coração e anel de ouro.


       

           

               

    - Está tudo tão abstrato. Ouvi rumores de algo no deserto. Um mago disse que demônios que não costumam aparecer estão aparecendo. Talvez portais estejam sem abrindo, ou melhor, portais que alguém estaria abrindo. E tem também essa invasão insectóide. Eu diria que o verdadeiro mal se encontra em algum lugar escondido nas sombras de Heséd. - Sussurro para Kate.

    Infelizmente não pude prosseguir visto que Vent'Kapo avançou sobre mim. E logo em seguida, os locais também começavam a se aglomerar a minha volta.

    Segui sem jeito abençoando a todos. Pelo menos, até ter algumas penas arrancadas. No mesmo momento realcei minha aura branca em torno de mim e graciosamente subia aos céus para evitar mais incômodos desnecessários.

    - Desculpem, mas terei que deixá-los. - Abro os braços. - Eu e meus companheiro temos muito a fazer para dar um fim nessa guerra sem sentido. - Bato as asas pronta para seguir para fora dali. - Que a graça de Anĝelina possa lhes confortar nesse momento difícil e que Piro lhes de força para prosseguirem. - Aceno em despedida e alço voo.

    Sem mais delongas, segui Andrias até o templo de Piro.

    A recepção do templo trazia conforto ao meu ser. Não que fosse ruim ser reconhecida, mas aquilo já estava saindo do controle. Sentei-me e recostei na cadeira suspirando profundamente. Finalmente um descanso. As horas se seguiram com Kate e eu pondo o papo em dia. Acho até que os rapazes se sentiram incomodados de tanto que conversamos.

    Ao termino de nossa conversa, peguei meu diário em minha bolsa e o coloquei sobre a mesa começando com as minhas anotações sobre o que tinha lido no templo Atemense. E enquanto anotava indaguei sobre nossa missão:

    - Temos algum tempo antes de irmos encontrar o Lober. Então alguém já pensou em alguma estratégia para invadirmos e resgatarmos o amigo dele? - Paro de escrever e encaro o grupo. - A única certeza que tenho é que devo segui-los bem do alto para que os habitantes não venham causar nenhum problema que nos atrase. - Dou de ombros e volto para as anotações.


           

       
    Dycleal
    Wyrm
    Dycleal
    Wyrm

    Mensagens : 9226
    Reputação : 162
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por Dycleal Ter Jul 12, 2022 2:50 pm

    Nadhull comenta sobre a forma estranha que a mana negra forma após os portões e diz não ser uma disposição normal ou espontânea e se agrada da ideia de irem para um templo de Piro e alça voo para fora das muralhas na intenção de encontrar os demais, lá no local de encontro com Lober.
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2266
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por Leomar Sab Jul 16, 2022 8:08 pm

    Enquanto debatem o que fazer, vocês lembram as poucas informações que possuem sobre o lugar onde o amigo de Lober foi preso. Provavelmente Ka, que presta mais atenção neste tipo de coisas, lembra o que foi falado.

    Ajudando Lober Prisao10

    A prisão está ao sul, depois dos muros, então tecnicamente no deserto, o lugar é um descampadão. Dentro da cidade, as prisões são controladas pelo exército, e no bairro sul pelo mossares. Se eles construíram de fora, então é uma prisão que não querem que outros saibam que existe. Pode ser que, quem colocou ela ali espera "legalizar" a situação depois. Lober, o soldado que pediu a ajuda de vocês, acredita que o pessoal de Gaja recebeu certa "autorização por baixo dos panos" dos mossares (mossar é uma construção típica de Ajros, mas que têm em algumas cidades de Fajr-Regno, que funciona meio como delegacia, meio como tribuna, meio como secretaria da prefeitura) ou no mínimo estão "fazendo vistas grossas"; Isto porém é especulação.

    Como o lugar é descampadão, e relativamente escondido (não é muuuito longe da cidade, mas o bastante para que quase ninguém fique andando de bobeira ali), eles não precisam de muita gente para vigiar o local. E de fato parece que a função de ronda do entorno foi dada a soldados não muito experientes; Não era totalmente difícil chegar até a entrada da prisão, dali é que seria difícil.

    Tem algumas barracas espalhadas, e se tiver alguma alma desavisada perdida no deserto que passe por ali, pode acreditar que é apenas um acampamento, ou (dependendo da lerdeza da alma) algum tipo de entreposto (não era totalmente fora de propósito fazerem entrepostos isolados, quando se negociam coisas que não querem se negociar em cidades comuns).

    Havia uma trilha para chegar até a entrada da prisão, mas eles fizeram valas dos dois lados para dificultar a passagem. Não era difícil passar as valas, mas seria complicado passar por eles furtivamente num dia claro (e vocês estão nas noites azuis, portanto o dia sempre será claro, embora as noites azuis irritem um pouco os olhos nos primeiros dias).

    Tinha apenas uma construção, pequena, mas mais bem feita que barracas, certamente para soldados mais graduados.

    Além disto haviam algumas tábuas e pedra amontoadas num canto, em meio a uma terraplanagem pela metade. Era como quando se começa uma construção, mas deixa meses ou até anos parada por falta de recursos para terminar, tanto que tinha um muro pela metade, algumas escoras, começo de algo que seria alicerces, tudo um pouco tomado pelo mato.

    Como comentei, vocês terão apenas um intervalo curtíssimo de meia hora entre o por de uma estrela e o nascer de outra. Não dá para chegar até a escada voando sem ser visto, pois o lugar é descampado. Andando tem algumas árvores, pedras... nada muito bom para se esconder, mas com muuuita sorte dá pra ir se esgueirando.

    Se o lugar está sendo vigiado por gajano, os inimigos devem ser na maioria ou totalidade, humanos e machos. Existe porém muitos boatos que parte dos gajanos que invadiram a cidade tenha se aliado com revoltosos de Ajros. Ajros, antes do Ragnarök, era um continente pacífico, seguidor de leis pacíficas da Sagrada Conduta, mas muitos anos de guerra trouxeram muitas mágoas, com isto a raiva, a raiva leva ao ódio... Portanto grupos de ajrenses revoltados contra Piro não são apenas boatos.

    Um grande número de seguidores de Anĝelina acusam Piro de ter traído sua própria mãe várias vezes, jogando na lama a doutrina dela. Alguns dizem que Piro é pior que Ades. Há que comente coisas como "já que ele é o primeiro deus que disse que até os deuses podem ser mortos, ele deveria ser também o primeiro a morrer". Porém não sabemos se gajanos e ajrenses estão mesmo trabalhando juntos e como.
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2266
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por Leomar Dom Jul 24, 2022 6:25 pm

    Algumas questões sobre o terreno são expostas, mas o grupo fica esperando quem vai falar primeiro. Fiona, que estava ali só de carona não aguenta o clima:

    - Olá, meu nome é Fiona Filaguala (o sobrenome pronuncia fina-GU-Á-la e não fina-gua-la), sou da Escola Izete, embora não fui uma das que ajudou mais a amiga de vocês, já que não sou tão boa em magias de cura. Pra mim ela foi uma cobaia pra aprender um pouco sobre pessoas com os canais de energia ferrados.

    Mas eu e meu amigo, Andrias,
    - ela aponta o diabo com as mãos, já que Kate só falou "en passant" o nome dos dois e o resto do grupo já deve ter esquecido até isto. - acabamos escoltando ela até aqui, e pelo que vejo vocês vão lutar contra os gajanos.

    Fiona tinha se levantado enquanto falava. Ela é loira e tem olhos verdes, mas sua pele é morena, portanto deveria ter pais de países diferentes; Tinha uma cicatriz perto do olho direito e metade da orelha deste lado tinha sido cortada, o que fazia ela, de quando em quando, mexer no cabelo para tampar as imperfeições. Ka tinha rabiscado algumas observação num papel que servia como mapa muito improvisado pra vocês.

    - O grupo de vocês é mesmo estranho, acho que Kate não disse que conhecia uma celestial porque não acreditaríamos nela; - talvez Kate até tenha chegado comentar com alguém na escola, mas se isto aconteceu os outros realmente não deram importância, já que ela dizia ter convivido com demônios e ninguém acreditaria mesmo que ela tb tivesse uma amiga anjo - Mas já que existem, tem que ver quais pontos importantes para o grupo:

    Se a tal prisão é subterrânea e está num descampado, perderão a capacidade de chegar voando sem serem percebidos. Qualquer um de vocês dois que tentasse se aproximar voando seria visto a centenas de metros. A base deve ter sido colocada neste lugar justamente pra não sofrerem emboscadas aéreas, e portanto é certo que haverá pelo menos alguns arqueiros entre eles. A propósito,
    (ela faz comentário pessoal para Azriel, movida pela curiosidade mesmo, talvez junto com uma gota de preconceito) anjos não deveriam ter penas brancas?

    Já as valas servem para atrapalhar quem está em terra, eles prepararam bem o terreno, invadir correndo, com cavalaria, também seria impossível. Mesmo seu semëk chamaria atenção se tivesse montada, ainda que ele poderia se mover melhor que um cavalo. Portanto não dá para fazer uma investida rápida nem voando nem correndo. Se conseguirem chegar sorrateiramente até as valas, dentro delas ficaria mais fácil chegar furtivamente até a porta da prisão, mas chegar até a vala é claramente o mais difícil.

    Pelo que vejo, a menos que tenham uma boa carta na manga para uma investida mais violenta, terão que ir comendo pelas beiradas, derrubando ou despistando um inimigo por vez, usando as poucas árvores ou obstáculos para não serem vistos pelo grupo todo. Se todos vocês forem mais inteligentes que a Kate, poderiam tentar se separar, e cada um ir esperando os momentos ideais em cada ponta.


    - Eeeeiii!!!

    - Cada um teria que esperar um momento ideal para desviar de um oponente, e, se forem atacá-los, tem que garantir que conseguem derruba-los com um golpe certeiro, para não fazerem barulho. Se um de vocês vacilar, podem complicar a vida de todo o resto do grupo.

    A outra alternativa é irem todos por um mesmo caminho, mas ninguém pode vacilar a hora que um momento propício aparecer, e tipo: pode ser que um inimigo vire as costas, um de vocês passe, mas logo em seguida o inimigo volta e os outros terão que esperar outro momento... Fica ainda mais difícil se a ideia é passar despercebidos, mas ganham força para agirem em conjunto.

    Se as informações estiverem certas, passar direto por esta parte mais ao norte, entre as barracas, vai exigir que sejam mais rápidos, pois há poucos obstáculos para se esconderem, e os inimigos podem dar sinal mais facilmente. Mas se conseguirem conquistar pelo menos uma barraca sem fazer barulho, tudo fica mais fácil.

    Esta outra construção, que deve ser tipo uma cabana, é como as valas: seria mais difícil derrubar quem tivesse lá sem alarme, mas uma vez conseguido isto, ela passaria de obstáculo a vantagem. Aqui provavelmente ficam os soldados deles que são menos ralé.

    Já estes entulho no canto, isto a gente só pode saber quando chegar lá, pois podem ser apenas algumas tabuas jogadas que não ajudam em nada, ou podem ser algo que possa ser usado de fato. Nestes pontos mais ao sul vocês teriam que dar uma volta bem maior, então se pretendem investir em algum ponto, terão que sair ainda mais cedo, pois como disse, não poderão cruzar o acampamento voando, e esta parte de baixo fica mais longe dos muros da cidade.

    Vocês teriam alguma isca que pudesse desviar a atenção de algum inimigo, sem porém ser óbvia demais para que todos fiquem ainda mais desconfiados?


    Kate tem a impressão de tê-la visto olhar rapidamente na sua direção, talvez fosse só impressão da cabeça dela. Fiona ajeita o cabelo por cima da orelha deformada.

    - Se este pessoal é mesmo gajano, saibam que eles costumam usar investidas massivas quando atacam. Quando eles tomaram o porto de nossa cidade, não se importaram em perder muitos soldados num ataque rápido. Eles também costumam ser muito disciplinados. O problema dos gajanos é que tendem a subestimar seus inimigos, já que confiam em suas táticas de superioridade numérica e na "predisposição" de seus soldados a morrerem por eles.

    Porém, se eles tiverem, como dizem alguns, sendo ajudados por ajrenses, os ajrenses são o contrário: eles não subestimam os oponentes, mas também não gostam de perder seus soldados a toa. Demoram muito mais a tomar uma atitude combativa, pois não veem vantagem em ganhar se seu exército for prejudicado.

    Bom, isto são apenas ALGUMAS coisas que vocês devem levar em conta.
    Conteúdo patrocinado


    Ajudando Lober Empty Re: Ajudando Lober

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Dez 05, 2022 1:45 am