Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 2 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE JUNHO
A partir de agora somente mestres com mesas ativas no fórum terão o nick laranja
para ficar mais fácil a distinção. Fiquem atentos que em breve teremos
um novo modelo de pedido de mesa!




 

    Tecelões do Cair da Noite

    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu
    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2508
    Reputação : 71

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Pikapool Sab Jul 30, 2022 7:23 pm


       
           
           
       

               

               
    Informações

    • Mote: Faça o que desejar, sem a ninguém prejudicar!

    • Itens Carregados: Smartphone, Vírus de Hardware, bolsa, óculos, kit de maquiagem (primer, pó facial, blush, delineador, mascara de cílios, batom e gloss), caderno de anotações, caneta, notebook, máquina fotográfica, pendrives, HDs externos, cartões de memória, cabos USB, mochila, algumas mudas de roupas.

    • Vestimentas: Top cropped manga curta cinza, short fitness cinza com estampa branca, meias ⅞ cinzas com listras brancas, acessórios.


           

               

                   

    Ao ouvir as palavras da onça abri um largo sorriso por ter a certeza que estava certa quanto a onça ser um balam.



    Aproximei-me confiante com um sorriso debochado no rosto. Apesar do medo dela se soltar e me atacar, eu precisava manter as aparências.



    - Relaxa fofix. Assim que meu equipamento chegar e eu começar a monitorar a região, você não conseguira dar um passo sem que eu saiba. - Dou uma piscadela. - Exilado...?! - Murmurei confusa.



    O som dos galhos me fez dar dois passos para o lado e levantando o braço já esperando os reforços da onça. No entanto, era um dos locais que dava as caras.



    - Oh, pelos céus! O que você fez com o Jumanji? Você está bem? - Sigo até o desconhecido. - Ele é um amigo que veio ajudar. - Me ponho a desamarrá-lo. - Desta forma vai acabar causando outra barbárie e chamando atenção desnecessária dos curiosos.



    Assim que soltasse o índio, eu voltaria até onde a onça estava.



    - Pode soltá-la, Aisha. - Levo as mãos a cintura a encarando. - Estamos dispostos a trabalhar com vocês. Queremos ajudar. Mas, precisamos entrar em um acordo. - Suspiro aborrecida. - Caso contrario, iremos perder toda a Serra do Japi para a Wyrm e outros malucos gananciosos. O que me diz agora, aceita tomar um chá com a gente? - Abro um sorriso amigável.



    Voltava minha atenção para Mariele.



    - Será que temos um kit de primeiros socorros na casa ou acham melhor leva-la ao hospital?? - Questiono sem jeito. - Dizer onde estamos e que ela foi atacada por uma onça pode acabar afastando os curiosos. - Dou de ombros sem saber como proceder.


               

           
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2877
    Reputação : 138

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Alexyus Dom Jul 31, 2022 1:35 pm



    AISHA 
    明美水の书兰张



    Aisha grudou nas costas do felino e o intimou a parar, e isso deu resultado: o balam revelou-se e ainda indicou um prisioneiro que ele capturou.

    Apesar da desenvoltura de Thea, Aisha olhou para Helena, esperando a aprovação da phillodox para soltar o balam.

    "Usualmente, o contato entre garous e outros seres é feito pelos phillodoxes, e não sei se é boa ideia deixxar a galliard da matilha conduzir a negociação..." 

    O prisioneiro invasor que o balam tinha pego era aparentemente indígena, e não parecia ser um caçador da Mão do Morto, mas isso não era suficiente para que a theurge baixasse a guarda.
     
    Izanami
    Semi-Deus
    Izanami
    Semi-Deus

    Mensagens : 6955
    Reputação : 75
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Izanami Dom Jul 31, 2022 5:00 pm

    Rasgava uma parte de sua roupa e enrolava o tecido no corte tentando estancar o sangue.
    -Alguém poderia me dar uma carona até o hospital, assim resolvemos o problema das pessoas desaparecidas confirmando que está área tem onças, vou deixar a líder usar a diplomacia com esses animais... Lembrando que fui atacada em meu território sem demonstrar hostilidade. Tenha certeza que isso não vai ficar assim...
    Seguiu para o abrigo pegar seus documentos e arrumar uma carona para ir até a cidade remendar seu braço.
    -Assim que voltar quero falar com o líder desta merda toda ou a merda de parente que o representa, não tem como trabalhar assim... realmente agora não sei mais quem poderia ser nossos aliados ou inimigos, já que somos atacados por qualquer um...


    OFF: Isso não vai ficar assim, eu não fiz xixi ainda demarcando meu território, mas ser atacada no meu chão, ahhh cara vou arrancar a cabeça de todo maldito índio e animal deste lugar assim que aumentar minhas características para combate.
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1587
    Reputação : 68

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por thendara_selune Seg Ago 01, 2022 10:49 am





    Helena


    Hominídea | Cliath |
    Philodox  |  Nome Tribal Justiça Do Trovão  | Senhores da Sombras  


    “Ancestrais desejos nômades irrompem,
    enraivecidos pelo cativeiro. A condição
    de fera acorda de novo do seu
    sono brumoso.”

    _______________________________________________________________________



    A philodox olha a cena toda e a habilidade de Aisha deixa aquele sabor amargo de falha corroendo Helena por dentro embora ao que parece a portadora não tinha interesse algum em se provar mais forte que os demais.  Enquanto a voz do felino é cheia de provocação, ela não se move e observa Thea chegar perto deles. Ela continua em hispo como quem espera mais uma surpresa vindo da fera. Então o olhar da Theurge encontra o dela  que assentiu com a cabeça para soltar o Balam. As palavras dele deixam a philodox atenta, embora quisesse externar emoções elas as devora antes de responder ainda em hispo.



    — Me chamo Justiça do Trovão, Philodox, Cliath, Hominídea dos Senhores das Sombras, primeiramente peço desculpas por não estarmos ainda a altura da missão que nos foi dada ao entregarem esse território aos nossos cuidados.- Helena respondeu com um tom humilde como uma criança pega cometendo um erro.  — Compreendo porque nos testam, existe muito em jogo e agimos com ingenuidade sem pensar no que poderia acontecer. Sobre o exilado não sabíamos nada sobre ele e espero que possa nos responder quem é ele?!- Nesse momento Mariele explodia em palavras que poderiam gerar um problema maior. O coração de Helena pulou em sua garganta. A philodox assim como todos sabem das perturbações dos Presas de Prata, então na assembleia o comportamento dela parecia de alguém com educação deturpada, mas agora isso se acentuou, olhou a outra tentando cuidar do braço, mas as palavras dela são balas que acertaram a matilha ao mesmo tempo que davam ao Balam munição para tornar a imagem dos Tecelões sinônimo de incompetência. — Se acalme Chuva de Prata, seus sentimentos e desejo de reparação estão nublando sua mente. Repense no que disse e como disse antes que nós sejamos penalizados de uma outra forma.- Ao contrário da Presa de Prata, pelo menos Thea foi ponderada nas palavras. Aisha se mantinha um poço de bom senso mesmo diante do que ouvia. — Sua raiva, sua dor e irritação são compreensíveis, mas as palavras ditas dessa maneira ascendem fagulhas terríveis, Chuva de Prata, entenda onde está seu erro e peça desculpas ou todos vamos arcar com as consequências. Você vem da linhagem dos heróis, sua tribo espera muito de você, seus irmãos de matilhas também e permanecer se portando como uma humana não vai levá-la a lugar algum! Se quer respostas terá o momento certo pra cobra-las, mas perde muito ao se portar assim diante de um ser que demonstrou superioridade a nós e nos oferece palavras que soam como um alerta necessário. Se não fosse Aisha para conte-lo e ele fosse um inimigo em maior número teríamos deixado o território aberto, não tente tornar tudo isso um caos maior que está. Helena esperava que a razão chegasse a mente de Mariele e pontuava em tom de alerta o que dizia depois. — Seu braço nem estaria aí pra contar história por isso peço que use a razão e não se deixe levar pela fúria!-
    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu
    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2508
    Reputação : 71

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Pikapool Seg Ago 01, 2022 5:37 pm


       
           
           
       

               

               
    Informações

    • Mote: Faça o que desejar, sem a ninguém prejudicar!

    • Itens Carregados: Smartphone, Vírus de Hardware, bolsa, óculos, kit de maquiagem (primer, pó facial, blush, delineador, mascara de cílios, batom e gloss), caderno de anotações, caneta, notebook, máquina fotográfica, pendrives, HDs externos, cartões de memória, cabos USB, mochila, algumas mudas de roupas.

    • Vestimentas: Top cropped manga curta cinza, short fitness cinza com estampa branca, meias ⅞ cinzas com listras brancas, acessórios.


           

               

                   

    E enquanto desamarrava o índio, ouvi as palavras de Helena parando na mesma hora minha ação e levando a mão a face. De costas para os demais e com a mão cobrindo o rosto, acho que só o índio podia notar minha frustração em ver meu blefe ruir como um castelo de cartas ao vento.



    Diferente de mim, Mariele explodia em fúria. Não podia culpá-la por estar "p" da vida. Receber um ferimentos daqueles de forma gratuita. Ferimento que seria um problema para qualquer mortal comum. E para piorar ainda ouvia um sermão de Helena.



    Abri os braços sem mais entender nada. Apenas deixei que todos prosseguissem como aquela situação como achassem melhor e fui para dentro da casa procurar um kit de primeiro socorros que pudesse ajudar a estancar o sangramento de Mariele. Além de ligar para emergência, visto que nenhuma de nós possuía um transporte para levá-la ao hospital.


               

           
    Louzada004
    Forasteiro
    Louzada004
    Forasteiro

    Mensagens : 5
    Reputação : 0

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Louzada004 Ter Ago 02, 2022 2:30 pm

    O Ahroun ficava em silêncio vendo todo o desenrolar da situação, até que enfim era exposto, mesmo com ferimentos superficiais, ele parecia não estar incomodado com aquilo, quando uma das garotas que foram atacadas vem para soltá-lo ele instintivamente dá um passo para trás com receio, mas então para estranhando a atitude dela o desamarrando, ele não estava acostumado com alguma atitude positiva em relação a ele, apenas a olhava de cima a baixo se questionando se havia algo por trás daquilo.
    -Obrigado...
    E voltava a ficar quieto apenas observando a situação tentando entender tudo aquilo
    Izanami
    Semi-Deus
    Izanami
    Semi-Deus

    Mensagens : 6955
    Reputação : 75
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Izanami Ter Ago 02, 2022 5:05 pm


    Chuva de Prata

    Chuva de Prata


        Só levantava a mão do braço bom, passando a mesmo pelo rosto visivelmente irritada.
    -Fui atacada e ferida de graça, não somos brinquedos e nem estamos aqui para ficar de palhaçada, me foi ordenado a colaborar da melhor forma possível, e assim o farei, mas para tudo há um limite...Ninguém me falou que eu deveria ser atacada e perder pedaços do meu corpo só por diversão alheia ou testes de bárbaros selvagens...
    Levantava de onde estava segurando o braço.
    -Não tem nenhum veiculo para me levar para o hospital? Helena eu não posso perder minha humanidade é simples assim... Quando você for mãe vai entender oque estou falando... Mas não vou aceitar mais esse tipo de atitude estamos tentando trabalhar aqui e demais indivíduos continuam tentando nos sabotar, creio que exista uma forte vontade que não tenhamos êxito no cumprimento do que nos foi ordenado a fazer...


    OFF: Vou ir para o Hospital se der, deixa assim essa raiva ai vou guardar mais lá para o futuro ,reza para eu não ganhar xp que vou comer o figado de todo mundo e arrancar a cabeça de todo o maldito índio.
    Roupa:




    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2877
    Reputação : 138

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Alexyus Ter Ago 02, 2022 7:20 pm



    AISHA 
    明美水の书兰张



    Aisha viu que Helena descartou o blefe que Thea estava armando e tentou conter a histeria da Mariele, com pouco sucesso, tudo na frente do balam e do cativo.

    Tocando de leve no ombro de Mariele, Aisha disse:

    - Acalme-se, Chuva de Prata, a ira e o medo aumentam a pressão sanguínea e farão você perder mais sangue ainda. Acredito que não seria pratá chamar uma ambulância, que vai levar horas para chegar num local ermo como este, e tampouco prudente, pois estamos na divisa do caern, um local que deve ser protegido com nossas vidas se necessário. Eu tenho alguns conhecimentos de primeiros socorros e posso te ajudar a chegar à cidade com boa saúde, mas antes devemos resolver essa situação com esses visitantes.

    A pequena theurge dirigiu-se ao balam e fez uma reverência keirei para o homem-felino, dizendo:

    - Aceite nossas sinceras desculpas pela falha de segurança, honorável balam. Agradecemos sua vigilância e ficaríamos honrados se pudesse cooperar conosco para aumentar a segurança no perímetro. Se nos ensinar o que precisamos, podemos unir forças para manter a Mãe Gaia saudável nessa região.

    Estrela Fantasma esperaria a resposta do balam para só depois falar com o indígena prisioneiro que Thea libertara:

    - Você é um garou, eu presumo. Se fosse um simples humano, teria sido morto antes de chegar aqui. Mas ainda pode ser, a menos que possa explicar sua presença com um bom motivo.

    Aisha não parecia ameaçadora com sua altura pequena e figura delicada, mas as palavras dela eram apenas a verdade simples e pura.  
     
    Izanami
    Semi-Deus
    Izanami
    Semi-Deus

    Mensagens : 6955
    Reputação : 75
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Izanami Qua Ago 03, 2022 11:05 am


    Chuva de Prata

    Chuva de Prata


        Apenas respirou com mais calma, fechava os olhos e passava a mão no rosto tentando se controlar, por fim apenas sorria, "que tipo de adulta incentivaria a violência na frente de uma criança" pensou antes de começar a falar.
    -Está certa, eu não estava dando um bom exemplo com a minha atitude, espero que você não copie este tipo de barbaridade, aff que mãe eu seria, me desculpa criança por estar presenciando este tipo de coisa...
    Virava-se para os atacantes.
    -Perdoe minha grosseria é que fui atacada e estava agindo de forma infantil...Se me derem licença vou para o abrigo fazer um curativo, mas espero que não aconteça mais este tipo de acidente...
    Seguiu para dentro da casa, para fazer o curativo se possível, lá dentro certificou-se que não havia ninguém foi para o banheiro e se ajoelhava de dor com um pano na boca para não gritar tentando limpar o ferimento, rasgava sua blusa fazendo um curativo improvisado e ficava ainda com mais raiva em saber que teria que passar alguns dias transformada em animal para acelerar sua cura.


    OFF: Ir para casa fazer o curativo.
    Roupa:




    Xafic Zahi
    Mutante
    Xafic Zahi
    Mutante

    Mensagens : 585
    Reputação : 16
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Xafic Zahi Sab Ago 06, 2022 3:16 pm

    Ao ser liberado pela pequena portadora, o balam se aprumou, sacudindo e espalhando a terra seca pelo ar.

    - Sou Amondawa Devorador-de-Homens. - A voz e rosnado se confundiam. Com a cabeça virada para Helena e Aisha, a fera claramente ignorava a Andarilha e a Ragabash do grupo. - Aceito as desculpas. - Disse, orgulhoso. - São sábios por reconhecerem o grave erro.

    O balam, arisco, virou-se e rosnou em direção a toda matilha, em referência ao cativo:

    - Matem ou deixem vivo. O problema agora é de vocês.

    Ao mesmo tempo que a fera sumiu em direção à mata, a matilha avistou um rapaz de camisa regata verde e traços típicos brasileiros indo em direção ao bangalô.

    Spoiler:
    helioguara
    Neófito
    helioguara
    Neófito

    Mensagens : 40
    Reputação : 1

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Jonas Fogo - Introdução

    Mensagem por helioguara Seg Ago 08, 2022 4:56 pm

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Bgnawers-fw
    Silêncio-Que-Precede-A-Morte, Roedores de Ossos, Ahroun crescente, Impuro, Cliath.

    Jonas nunca pertenceu a lugar algum. O único lugar que ele conheceu como “lar” era no orfanato, e até mesmo ele o enxotou na primeira oportunidade que teve. Bastava a conveniência, por qualquer que fosse, se dissolver para que todos manifestassem o quanto se incomodavam com sua presença no recinto. Depois do orfanato, o segundo lugar que mais sentiu como seu “seu” ou “parte de si", era as ruas. Era onde mais sentia-se vivo, ou útil. Um garou errando por ruas e becos, costumava ser uma vida cômoda e fácil, um da qual ele facilmente conseguia tirar vantagem. Forte do jeito que era, dificilmente iriam derrubá-lo. O problema era que, vivendo daquela forma, ele não estava fazendo jus às mãos estendidas a ele. Alma, Ronaldo…Eram pessoas boas que lhe ensinaram sobre sua herança garou, nunca lhe viraram as costas, e sempre se mostravam presentes a ajudá-lo a superar algumas dificuldades. E sobre dificuldades ele entendia muito.

    Depois do ocorrido na rodovia em sua primeira mudança, muito precisou ser feito. Sendo um Roedor de Ossos, e Impuro, o pretexto para eliminá-lo mediante ao ocorrido estava logo ali. Ele só não foi sumariamente executado como muitas Seitas tanto queriam, por intervenção do Filho de Gaia que não apenas o deteve antes que matasse mais gente, mas arriscou sua reputação e integridade para ajudá-lo. E o que ele fez? Assim que pôde, voltou para as ruas. Voltou a traficar. E matou mais uma pessoa. Foi um acidente? Não. O cara merecia ter os braços arrancados do corpo, e apanhar com eles até a morte. Ter enterrado um dos braços no cu do mesmo, foi apenas um capricho de crueldade. Mas talvez ele não devesse ter deixado o corpo ali para ser encontrado no dia seguinte….

    O resultado foi toda uma comoção a respeito do ato descoberto na manhã seguinte. Notícias sensacionalistas em todos os canais. E Ronaldo mandando infinitas mensagens de texto, nervoso, dizendo que ele tinha de sair de Minas Gerais o mais rápido possível. Explicações não vieram, apenas providências e demandas. Lhe foi dito que ele iria para um Caern no interior de São Paulo, onde não só ele estaria seguro de represálias a respeito do que acabou de fazer. Mas também poderia se ocupar com um propósito real, e se tornar um melhor garou a serviço de Gaia. Coisa que Ronaldo fez questão de lhe enfatizar que estava falhando miseravelmente, até então. O Filho de Gaia apelar para a memória de Alma, foi a gota d´água. Por bem ou mal, Ronaldo sabia como manipulá-lo sempre que queria. E o Roedor sabia que ele não fazia esse tipo de coisa, a não ser em situações extremas. Ou ao menos era o que gostava de acreditar.

    Jonas era péssimo em trilhas pela Umbra. Nunca gostava de fazer isso sozinho, e sempre que o fazia, as chances dele se perder acabando em confusão, ou em algum lugar que nem tinha intenção de chegar (ou de como o fez para), sempre acontecia. Ronaldo então com ajuda de um theurge performou um rito de compromisso, que fizesse um espírito lhe guiar até o Caern Castelo das Águas. Mesmo com um guia mostrando o caminho, o trajeto foi um caos e extremamente estressante para Jonas. Mas felizmente, no final das contas, correu tudo bem e quando chegou foi recebido por um homem idoso, que se apresentou como Sopa-Quente. O mesmo disse-lhe que por causa da boa reputação de Ronaldo, que o acolhimento dele no Caern foi possível. Contudo ele estava ali “sob condicional”, a condição sendo: “seja útil, ou seja despejado”. É possível que Ronaldo tenha ficado devendo favores, ou feito algum compromisso para que fosse possível ele estar ali. Então Jonas agora sentia-se motivado a fazer exatamente aquilo: ser útil. Seja o que fosse, ele faria.

    Lhe disseram que faria parte de uma matilha, que chegaria no dia seguinte. Um grupo novo em folha, de pessoas das mais diversas estradas da vida. Ele teria de ajudá-los, protegê-los, e defender o Caern junto com eles. Até que o momento de se unir a eles chegasse, ele seria apresentado aos demais para que melhor entendesse como as coisas funcionam por ali. Muito embora a pessoa que mais lhe acompanhara durante todo o processo fosse Sopa-Quente, os demais da matilha dele não se mostraram tímidos em lhe olhar de modo repreensivo. Óbvio que sabiam quem ele era, e o por quê estava ali. A vida nunca lhe faltou de generosas doses de preconceito e animosidade até ali, por que seria diferente agora?

    Sombra-da-Castanheira sempre o olhava com um ar de “está na hora de você mostrar a que veio, ou morrer”; Glória-de-Apolo mal lhe dirigia o olhar e quando o fazia era escárnio e desprezo, Shabazz não interagiu com ele mas Jonas sabia que ele quem era o “contato” de Ronaldo ali (então meio que gostava dele por tabela), Miranda parecia fazer questão de demonstrar que ele não existia para ela. E isso tudo foram apenas impressões que ele teve, quando os conheceu pela primeira vez quando apresentado a eles por Sopa-Quente. Jonas estendeu a mão para Moacir, tentando mostrar boa vontade e respeito, querendo cumprimentá-lo. Mas só recebeu do mesmo aquele mesmo olhar, e nunca mais tentou se dirigir a ele.

    Após esse intenso, e frustrante, momento Sopa-Quente o levou para percorrer o perímetro. Apresentar mais aprofundamento do território, e passar alguns detalhes. Claro que houveram diversas paradas para beberem, fumarem e ficarem numa boa. Não tinha muita urgência, afinal, eles estavam só “matando tempo”, até o resto do pessoal chegar. Algumas vezes Sopa-Quente o deixava sozinho, e Jonas apenas explorava mais do terreno, com intuito de conhecer mais. Sempre que sentia fome, ia para forma lupina, caçava algum animal e depois descansava.

    Não prestou atenção em quanto tempo já tinha passado desde a última vez que tinha visto Sopa-Quente, mas parecia estar ouvindo alguma comoção estranha vinda lá do bangalô. Não tinham lhe deixado ficar lá sozinho (por “razões óbvias”), então pensou que se algo estava acontecendo por lá era porque talvez o pessoal da matilha que Sopa-Quente tinha mencionado talvez já estivesse por aí.

    Não foi difícil constatar que era exatamente isso. Ele viu uma japonesa com jeito de nerd, uma ruiva gostosa, uma morena de olho azul com cara intrometida, uma com cara de rebelde sem causa que estava com braço machucado, e tinha também um índio de cabelo comprido que parecia mais assustado que criança depois de ver filme de terror sozinho. Ele parou do lado de Ícaro, e com uma postura casual colocou os braços atrás das próprias costas. Olhou pra ele, e depois pro pessoal, e fez um aceno com a cabeça como quem perguntava “quem é você, e quem são eles?”
    Louzada004
    Forasteiro
    Louzada004
    Forasteiro

    Mensagens : 5
    Reputação : 0

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Louzada004 Ter Ago 09, 2022 6:33 pm

    Ícaro ainda não estava entendendo toda aquela situação, ele olhava para aquilo um pouco entediado e começava a se esticar e estalar seus ossos, das mãos, costas, como se ele estivesse amarrado e em uma posição desconfortável a algum tempo já quando percebia Jonas se aproximando e fazendo um aceno com a cabeça

    - Você é estranho... isso é bom, eu sou Ícaro, mas me chamam de "Retalha-Carne", você parece não saber também o que está acontecendo por aqui.

    Ele se aproximava com calma dos demais e erguia a mão demonstrando que ele não era uma ameaça, estava acostumado a ser tratado com repulsa por outros, mesmo aqueles ali tendo desamarrado ele, não gostaria de arriscar ser atacado e preso novamente

    - Não entendi direito o que está acontecendo, mas parecem que tem algo rolando, posso ajudar vocês?
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2877
    Reputação : 138

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Alexyus Ter Ago 09, 2022 7:32 pm




    AISHA
    明美水の书兰张



    Aisha observou a partida do balam Amondawa Devorador-de-Homens e estava interrogando o prisioneiro que ele fizera quando percebeu outro homem se aproximando.

    "Outro invasor? O que está acontecendo aqui hoje? Uma festa?"

    Colocando-se numa posição em que conseguisse olhar de frente para os dois visitantes inesperados ao mesmo tempo, a theurge ainda ouviu o prisioneiro dizer.

    - Não entendi direito o que está acontecendo, mas parecem que tem algo rolando, posso ajudar vocês?

    O outro não disse nada.

    Após um momento aguardando que alguém dissesse mais alguma coisa, Estrela Fantasma prosseguiu:

    - Ícaro Retalha-Carne? Não é um nome de bons presságios. A sua presença - de vocês dois, na verdade - não era prevista nem esperada. Essa é uma área de acesso restrito e nós temos autorização para executar invasores. Então, que tal se apresentarem do modo apropriado e nós evitarmos matanças desagradáveis?
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1587
    Reputação : 68

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por thendara_selune Qui Ago 11, 2022 4:25 pm





    Helena


    Hominídea | Cliath |
    Philodox  |  Nome Tribal Justiça Do Trovão  | Senhores da Sombras  


    “Ancestrais desejos nômades irrompem,
    enraivecidos pelo cativeiro. A condição
    de fera acorda de novo do seu
    sono brumoso.”

    _______________________________________________________________________




    Helena continuava em hispo enquanto o Balam falava. Quando olha pro cativo ficou pensativa ainda sem dizer mais nada além de curvar a cabeça para Amondawa Devorador-de-Homens. Logo depois ele tinha ido embora enquanto elas lidavam com os dois parados ali. Aisha toma a frente. Era possível ver o hispo franzir o cenho. Helena não gostava de lidar com situações sem planejamento, mas parecia que a seita tinha muitos fios soltos que elas ainda não entendiam. Depois apenas estudou o rosto dos dois.
    – Antes de oferecer ajuda é bom apresentar-se como mandam as regras.- Ficou parada esperando eles responderem a Aisha.
    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu
    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2508
    Reputação : 71

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Pikapool Qui Ago 11, 2022 9:17 pm


       
           
           
       

               

               
    Informações

    • Mote: Faça o que desejar, sem a ninguém prejudicar!

    • Itens Carregados: Smartphone, Vírus de Hardware, bolsa, óculos, kit de maquiagem (primer, pó facial, blush, delineador, mascara de cílios, batom e gloss), caderno de anotações, caneta, notebook, máquina fotográfica, pendrives, HDs externos, cartões de memória, cabos USB, mochila, algumas mudas de roupas.

    • Vestimentas: Top cropped manga curta cinza, short fitness cinza com estampa branca, meias ⅞ cinzas com listras brancas, acessórios.


           

               

                   

    Enquanto Aisha e Helena tomavam conta da situação com a onça, o índio e o forasteiro, eu segui até Mariele com o kit de primeiros socorros.



    - Não sei ao certo o que fazer. Mas, precisamos parar esse sangramento. - Disse abrindo o kit próximo a Mariele. - Melhor eu dar um google para não acabar piorando seu ferimento. Também acho melhor ligar para emergência. Além de dar veracidade a nossa história sobre a onça, eu acho que você vai precisar levar alguns pontos aí.



    Preocupada, encaro Mariele esperando ela se pronunciar sobre o que faria. No entanto, já havia discado o número da emergência e estava pronta para ligar quando ela me desse permissão.


               

           
    helioguara
    Neófito
    helioguara
    Neófito

    Mensagens : 40
    Reputação : 1

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por helioguara Sab Ago 13, 2022 9:46 am

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Bgnawers-fw
    Silêncio-Que-Precede-A-Morte, Roedores de Ossos, Ahroun crescente, Impuro, Cliath.

    Jonas tinha chegado no Caern antes mesmo de toda aquele pessoal. Mas ele não tinha sido permitido ficar no bangalô sozinho, lhe fora dito que seria preciso que todos os demais chegassem também para daí as acomodações pudessem ser feitas, e todos poderiam ser apresentados de maneira devida. Aparentemente aquilo não era o caso. A impressão de que não quiseram deixar o Roedor Impuro sozinho no conforto do bangalô, ficou evidente para ele. E ainda por cima, tinha de ouvir uma garota japonesa com um terço de seu tamanho, lhe ameaçando. Jonas ouviu o que disse se chamar Ícaro dizer que se chamava “Retalha Carne”, e depois o chamar de estranho. “Quem ele ta chamando de estranho?”, pensou ele. Ícaro então se aproximou da japonesa, e das demais, com as mãos estendidas como quem demonstrava nenhuma intenção de agressão, e ofereceu ajuda. Jonas achou aquilo meio tapado da parte dele, mas ei! Cada um faz como acha melhor, não é mesmo?

    A japonesa se dirigiu aos dois com tom de imposição de quem desaprovava que os dois tivessem surgido do nada. Ao que parecia ela não gostava de surpresas, ou apenas não gostava quando eles eram a surpresa? Chegou falando grosso e exigindo que eles se apresentassem. Ícaro já o tinha feito, e ainda assim ela fez questão de comentar de maneira negativa o nome de tribo dele. Quem ela pensava que era? “Vamos ver se você está com essa banca toda, tamagotchi”. Pensou ele. Geralmente ele usava linguagem de sinais para se apresentar, e portanto era como ele iria faze-lo naquele momento. Se alguma daquelas duas fossem realmente essa pompa toda que estavam botando, iriam dar um jeito de entendê-lo.

    Começou por dizer seu nome:
    19-15-21 / 10-15-14-1-19 / 6-15-7-15

    Depois Nome Garou:
    19-9-12-5-14-3-9-15 / 17-21-5 / 16-18-5-3-5-4-5 / 1 / 13-15-18-20-5

    Para tribo, augúrio e raça ele procurou um pedaço do chão que tivesse terra e usou um galho desenhando os símbolos dos Impuro, Ahroun e Roedores de Ossos. Se aquelas duas fossem tão espertas quanto se diziam ser em sua atitude, iriam entender o porque ele não estava usando palavras. Ao terminar, ele largou o pedaço de galho no chão, e depois desfez os desenhos no chão, passando o pé por cima. Então cruzou os braços olhando pra elas como quem diz: “e ai, agora é a vez de vocês…”.

    Spoiler:
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu
    Alexyus
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2877
    Reputação : 138

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Alexyus Sab Ago 13, 2022 2:23 pm




    AISHA
    明美水の书兰张



    Aisha viu o último visitante gesticular, mostrando uma série de números com as mãos. Depois ele rabiscou na terra os glifos para ahroun, impuro e rodores de ossos.

    Então Aisha tentou decifrar o que ele gesticulara:

    - J-I-J-E-J-J-A / J-J-I-J-D-A-J-I / J-J-F-J-H-E-C-E-D-E / J-C-J-E-J-H-J-J-E

    A associação de consoantes e vogais não fazia sentido, e Aisha intuiu que alguns dos "10" que o impuro mostrava na verdade eram dezenas com unidades. Tentou aplicar esse conceito na próxima sequência de sinais.

    - S-I-L-E-N-C-I-O / Q-U-E / P-R-E-C-E-D-E / A / M-O-R-T-E. Um nome garou, pelo visto. Muito bem, Ícaro retalha-Carne e Jijejja Siêncio-que-precede-a-morte, vocês ganharam o direito de uma apresentação.

    Num tom mais oficial, a theurge disse:

    - Nós somos a matilha Tecelões do Cair da Noite, da seita Guardiões do Japi, protetores do caern Castelo das Águas. Eu sou Estrela Fantasma, theuge hominídea portadora da luz interior cliath. Esta é minha irmã de matilha, Justiça-do-trovão, hominídea phillodox senhora das sombras cliath. A ferida pelo balam Amondawa é Chuva-de-Prata, ragabash hominídea presa de prata cliath, e a que foi atrás dela é Pequena-Águia, galliard hominídea andarilha do asfalto cliath.

    Aisha não mencionou Alec, já que eles não o tinham visto ainda.

    - Agora por favor esclareçam o propósito de sua presença aqui.
      
     
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1587
    Reputação : 68

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por thendara_selune Sab Ago 13, 2022 8:32 pm





    Helena


    Hominídea | Cliath |
    Philodox  |  Nome Tribal Justiça Do Trovão  | Senhores da Sombras  


    “Ancestrais desejos nômades irrompem,
    enraivecidos pelo cativeiro. A condição
    de fera acorda de novo do seu
    sono brumoso.”

    _______________________________________________________________________



    Ainda em hispo Helena não se deu ao mesmo trabalho que Aisha, pensou porque raios ele não andava com um bloco de papel!? Ela revirou os olhos, o que devia ser uma cena estranha, um hispo fazendo isso e deixou que a theurge continuasse naquele diálogo se dando conta agora que Thea estava falando sobre ligar para emergência. Para Helena ficou claro que a Andarilha e a Presa de Prata seriam um problema, ambas ainda não se davam conta sobre o significado e o risco que é expor qualquer rastro do sobrenatural para humanos. Ela sentia que lidar com tribos tão diferentes parecia ser um desafio que ia medir muito mais do que seu conhecimento na litania. De toda maneira, por mais tentador que fosse deixar elas agirem como queriam, aquilo poderia respingar em Helena que podia ser vista como uma mediadora fraca e isso seria o mesmo que levar um tapa sem mãos. — Ela pode mudar de forma, nada de ambulâncias aqui, nada de humanos e nada de agir contra as regras que nos permitem existir em uma razoável segurança.- O rosnado veio através da garganta dela para morrer em seguida. — Entendo sua preocupação com Mariele, mas perceba que existem regras, vocês não conhecem a litania? Dar veracidade também significa que pode atrair protetores de animais para cá, biólogos que vão atuar na região, veterinários além dos órgãos competentes que vão se embrenhar aqui, não simplesmente ir para emergência e contar essa história. As coisas no mundo Garou não podem ser apenas traçadas a partir da vivência anterior de vocês. Não é sobre nós, é sobre tudo que nos cerca, um passo errado e você coloca em risco quem ama e pode dar munição para caçadores nos acharem.- Depois olhou os forasteiros como se aquilo servisse para eles também. — A seita nos deve explicações claras sobre isso, não é só uma questão de apresentações formais, é muito mais que isso.- Os olhos dela faiscaram sem se importar com a reação dos outros. Uma coisa é mediar, seguir a litania como ela quer fazer, outra é ficar na merda sem saber o que diabos está acontecendo. Porque não foi dito que haveria outros garous ali? O que mais aquela seita esconde, Helena odiava a sensação de ser passada para trás e agora começa a ter o mesmo pensamento de Mariele sobre merecerem explicações claras sobre as coisas. — Nós não sabíamos sobre vocês, então naturalmente que receberíamos qualquer um com certa hostilidade em tempos como esse qualquer um pode ser confundido erroneamente com um inimigo. Assim sendo, peço desculpas pela maneira que estamos agindo, mas é o certo a se fazer.-
    Izanami
    Semi-Deus
    Izanami
    Semi-Deus

    Mensagens : 6955
    Reputação : 75
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Izanami Sab Ago 13, 2022 9:53 pm


    Chuva de Prata

    Chuva de Prata


        Só levantava a mão "do braço bom?" e seguia para dentro da casa entregando seu smartphone para Thea
    -Então apenas me ajuda fazendo o curativo na minha forma animal e atenda minha funcionaria quando ela ligar invente algo sobre minha ausência, caso eu ainda esteja em forma animal...
         E assim ao entrar no banheiro tratou de tirar a roupa e colocar ela dobrada em algum lugar próprio para isso. Abriu a porta e irritada mudava de forma, sua raça pura era mostrada em sua forma animal que era um pouco maior que um animal de sua espécie sua pelagem era perfeita sem nenhuma falha e tinha uma tonalidade totalmente prateada, sem contar que era muito macia ao toque um convite para usa-la como um travesseiro improvisado, os traços delicados da criatura que se transformou denunciava ser uma fêmea, era uma criatura digna de sua tribo, ao vê-la nesta forma com os demais pangarés sem estirpe nobre provavelmente seria facilmente confundida com a líder do bando.
       Ela ficou deitada no banheiro encarando com seus olhos que ganharam uma tonalidade mais fraca do seu azul normal, a pessoa que poderia ajuda-laa a fazer o curativo, mais tarde seguiria para a sala dormir no sofá ou no quarto tanto faz, nesta forma ainda usava seu colar um elo que não poderia abandonar com sua filha por motivos de proteção.


    OFF: alguém pode fazer o curativo na minha diva ?
    Roupa:




    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu
    Pikapool
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2508
    Reputação : 71

    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Pikapool Seg Ago 15, 2022 1:33 am


       
           
           
       

               

               
    Informações

    • Mote: Faça o que desejar, sem a ninguém prejudicar!

    • Itens Carregados: Smartphone, Vírus de Hardware, bolsa, óculos, kit de maquiagem (primer, pó facial, blush, delineador, mascara de cílios, batom e gloss), caderno de anotações, caneta, notebook, máquina fotográfica, pendrives, HDs externos, cartões de memória, cabos USB, mochila, algumas mudas de roupas.

    • Vestimentas: Top cropped manga curta cinza, short fitness cinza com estampa branca, meias ⅞ cinzas com listras brancas, acessórios.


           

               

                   

    Suspirei aborrecida diante as palavras de Helena.



    - De um jeito atrai curiosos, do outro ambientalistas... - Coloquei o celular na cintura dentro do shorts. - Então vocês que pensem em alguma forma melhor de afastar os invasores. Pois, eu preciso ajudar uma amiga ferida. - Dou as costas e sigo atrás de Mariele.



    Peguei o celular de Mariele e assenti com a cabeça respondendo em seguida:



    - Não se preocupe com isso. Apenas se preocupe em se recuperar logo.



    Fui logo atrás de Mariele e assisti todo o seu ritual no banheiro. Serio, aquele ferimento deveria estar doendo e ela se preocupava em dobrar suas roupas... Coisas da Mariele.



    Assim que ela assumiu a forma lupina, sentei-me ao seu lado abrindo a bolsa de primeiro socorros e pegando os itens necessários que a pesquisa do google indicava. Pressionei o ferimento com gaze até que parasse o sangramento e então o lavei muito bem.



    - Isso deve arder, então aguenta firme. - Disse antes de borrifar o antisséptico.



    Por fim, fiz uma compressa de gaze para conter o sangramento. Ainda acreditava que Mariele deveria levar alguns pontos para ajudar, mas... Enfim, finalizei com os curativos.



    - Melhor evitar usar esse braço. - Pondero por alguns segundos. - Se tiver qualquer problema é só me chamar, ok? - Sorrio amigavelmente para Mariele.



    Guardei tudo de volta da bolsa e peguei o celular de Mariele checando se havia algo de importante. No mais, sentei-me na sala e fiquei procrastinando até que tudo lá fora se resolvesse. Não estava com paciência para dialogar com os nativos naquele momento.


               

           
    Conteúdo patrocinado


    Tecelões do Cair da Noite - Página 5 Empty Re: Tecelões do Cair da Noite

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Ago 18, 2022 1:51 pm