Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6

    mitzrael
    Mutante
    mitzrael
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh48.png

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Empty Re: Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6

    Mensagem por mitzrael Seg Jul 08, 2024 11:17 am

    Dylan olhava para lenni e ainda segurando a moça pela cintura.
    e inclinava a cabeça e apertava a sobrancelha.

    Quem é ela, Dylan?

    Ela?! acabei de conhecer ainda  to vendo se é vinho ou coca cola .
    (termo usado por ele para ser alimento ou usada como distração) .

    Mas ela esta sobre minha asa , vamos levantar essa tampa ai se vocês quiserem eu me prontifico a levantar.
    Beaumont
    Troubleshooter
    Beaumont
    Troubleshooter

    Mensagens : 982
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh48.png

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Empty Re: Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6

    Mensagem por Beaumont Sáb Jul 13, 2024 2:42 pm

    O Sétimo Dia - Domingo -The Jacob Soul Club - Harlem -  Manhattan - 04:45
    Dylan & Lenin


    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 357a32c57d3b62256a56822e34040080



    Spoiler:


    Dylan então tomou a frente da situação e ergueu o alçapão que claramente necessitaria de ao menos um grupo de pessoas com menos força para erguer. O metal pesado rangeu e um cheiro forte de sangue inundou as narinas dos três vampiros que podiam sentir seus instintos primitivos quererem voltar a ativa. A garota por sua vez talvez estivesse sob algum efeito de bebida ou coisa parecida porque ela estava curtindo o momento como uma adolescente fazendo algo de errado. 


    Garota modelo: - Humm... isso tá parecendo sinistro!! 


    Dylan era o primeiro a entrar seguido da garota que parecia seguir Dylan em qualquer lugar que lhe desse emoção. Beard era o ultimo e antes de descer parecia contatar alguém em um ponto na orelha. Ele olhava para Lenin e dizia: 


    Beard: - Só estou avisando o reforço do que estamos fazendo. A linha é segura, o H00K tem as manhas...


    Uma vez lá dentro Dylan tinha a iniciativa: 


    Uma trifurcação de corredores em estado decadente. Parecia mais uma mina abandonada ou um metrô do que o subsolo de uma boate. A música ficava abafada vindo de lá de cima e para abrir o alçapão de volta era necessário usar a força novamente já que o alçapão não tinha trinca.  


    Vozes ecoavam do corredor da direita. As luzes piscavam como se estivessem fracas ou querendo queimar. A iluminação era ruim pois as lâmpadas não iluminavam muito bem. O chão se misturava em terra, resto de cacos de azulejo quebrados e por causa disso ser furtivo era bem difícil. Para completar a garota não parava de reclamar. 


    Garota modelo: - Nossa que lugar brega! a festa aqui em baixo é melhor mesmo? 


    A voz dela ressoava entre as paredes do local. 


    Logo, uma voz sussurrava no ouvido de Dylan: 


    Voz sussurrante escreveu:Parabéns Cainita... Você fez o que foi pedido e trouxe carne para o nosso dejejum...leve-a para zona de enterro à esquerda. 

    Lenin então escuta um som de algo quebrando vindo do corredor do meio. Ele não foi o único Beard também parecia intrigado. 


    Beard: - Não estamos sozinhos aqui... 


    A escuridão e baixa iluminação  não ajudava a ter acesso ao que se escondia nos três caminhos na frente deles. 

    Rolagens:

    Lenin:

    Dylan:


    O Sétimo Dia - Domingo - Saint Mary Park - South Bronx -   05:00
    Kyle & Melissa



    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 9bb45467b304951faca6a16f72db8d64

    Spoiler:


    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 49b606825f031f3a8a3ee75d060988eb


    Tudo tomou proporções muito rápidas Melissa começa a correr e em um ato quase reflexivo, ela estava segura em seu próprio manto de escuridão. Ela podia ouvir H00K confuso perguntando por ela. Ela já não tinha mais presença. A garota correu para dentro do parque, mas antes que pudesse perceber já estava perdida lá dentro. Tudo estava branco, envolto de neblina. Não sabia mais onde estava H00K, Kyle ou até mesmo o cara estranho de capuz preto. 


    Kyle estava pronto para um possível ataque, o sangue em seu corpo ferveu assim como suas presas que ficaram expostas. O vampiro Brujah olhava em volta e esbravejava seu ódio em um rompante de poder de sua natureza vampírica. Seu grito ecoava pelo local onde os policiais respondia de volta "Quem está aí? Essa é minha ultima ordem!" Juntamente com o som do radio patrulha sendo requisitado. 


    Kyle segurou firme sua arma enquanto esperava seu possível agressor. Mas foi surpreendido ao sentir o impacto de um tiro acertar o seu peito. Kyle deu apenas um único passo para trás. Um tiro não era o suficiente para derruba-lo, mas se ficasse tomando tiros assim ele seria um alvo fácil a cair. Com aquela neblina era difícil ver de onde veio o tiro, ou onde Melissa, Nat e H00k estavam. Uma vontade frenética de tocar o foda-se subiu pela cabeça de Kyle, mas ele conseguiu se segurar. 

    Rolagens:

    Kyle:
    - Ativo:


    Melissa:
    [/quote]
    [/quote][/quote][/quote]


    O Sétimo Dia - Domingo - 04:45
    Luke

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 357a32c57d3b62256a56822e34040080




    Luke estava cambaleante, fraco, mas determinado a viver. Seu raciocínio era como de um animal acuado que precisava de abrigo e comida. Ele seguiu em linha reta por um longo corredor. A luz crepitava em muitas partes e a claridade com a qual os olhos da besta se firmavam na luz doía os seus olhos. Luke não lembrava de um vampiro com tanta dor de cabeça como ele estava agora. Seus passos era vagarosos e cautelosos. ele não queria fazer barulho, mas as vezes suas correntes batiam ou se arrastavam em algo fazendo o som agudo tilintar. Esses momentos davam um pavor no amago de Luke, mas ele não iria desistir. 


    Talvez fosse uma miragem, mas o número de ratos aumentou exponencialmente ao longo do caminho e depois de alguns a fome de Luke diminuiu um pouco mais. Ainda estava lá pois, o sangue humano sempre teria um sabor único para e devido a sua natureza predatória o sangue colérico era o que ele mais sentia falta. 


    Sangue de rato era como comer uma fruta quase podre. Alimentava, mas era ruim que só. 


    Luke já tinha perdido a ideia de quanta linha reta ele havia seguido quando finalmente parou e apertou os olhos. Era um devaneio ou Dylan e Lenin estavam ali, a 100 metros dele como se procurassem por alguém? 


    Rapidamente uma memoria do passado lhe veio a tona. Era uma voz que dizia "Procure pela Coterie the Midnight Sindicate. Eles poderão te fornecer o abrigo que você precisa para fugir do sabá" 


    O devaneio pula para uma lembrança de quando Luke era golpeado por poderosos murros de um cara cabeludo. que dizia "esse cara é mesmo prole do Quimera?" 


    Luke volta de seus devaneios e memórias e pisa sem querer em um pedaço de azulejo. Lenin e Dylan estão lá ainda. eles não parecem vê-lo pois está escuro demais. Eles não estão sozinhos. Há um homem alto e forte com eles e uma...garota? Não, um saco de sangue em forma de garota. a vontade de ataca-la era imensa. Mas luke poderia impor sobre seus desejos (Se gastar 1FV). 

    Rolagens:

    Luke:
    [/quote]
    Count Zero
    Mutante
    Count Zero
    Mutante

    Mensagens : 637
    Reputação : 14

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Empty Re: Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6

    Mensagem por Count Zero Dom Jul 14, 2024 3:04 pm

    Melissa Hardenbrook

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Melissa02



    De repente ela parou de correr e notou que estava rodeada por toda aquela merda de fumaça branca, neblina ou o que fosse. Não era natural, certamente. Ela conseguia ouvir Kyle gritando, conseguia ouvir os guardas esbravejando e pedindo reforços e decidiu se guiar pela sua audição. Kyle deveria estar em combate com quem ou que fosse o responsável por aquela porra de truque. Não seria sábio se manter perto dele, mesmo oculta. Se ele perdesse a cabeça, poderia não conseguir diferenciar ela do inimigo. Além disso, tudo o que ela tinha com ela era um taser. Ela não seria de grande utilidade em uma briga, para variar.

    “Não é meu departamento. Preciso cair fora daqui e avisar o Lenin.”

    Se concentrou nos sons dos policiais, já que eles avançavam em direção ao parque ao invés do contrário, logo a saída estaria na direção deles. Tudo indicava que haveria ao menos uma viatura em breve ali. Não faltaria barulho para guiá-la até a saída.

    “Certo… rápida e quieta agora. Nada de fazer merda.”

    Melissa se esgueirou, guiando-se pelo som dos guardas, sem fazer barulho, mas também sem ficar enrolando. Tinha de sair de lá o quanto antes.

    Ed Araújo
    Mestre Jedi
    Ed Araújo
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1286
    Reputação : 84
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Empty LENIN, CAITIFF, THE MIDNIGHT SYNDICATE

    Mensagem por Ed Araújo Dom Jul 14, 2024 6:03 pm

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 R1fJwr5


    Entramos no lugar. Como esperado, completamente inóspito para mortais. Quase fico com pena da "namorada" do Dylan. Queria saber porque ele trouxe uma mortal para isso.

    Garota Modelo, aka 'Vítima' escreveu:Nossa que lugar brega! a festa aqui em baixo é melhor mesmo?

    Lenin
    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 8R6K6SG
    Pra você, provavelmente não.

    Na verdade, acho que nem para a gente. Estou um tanto desconfortável aqui.

    Beard escreveu:Não estamos sozinhos aqui...

    Lenin
    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 8R6K6SG
    Ficaria surpreso se estivéssemos. Isso não deveria ser uma festa?

    Olhando para os lados, receoso.

    Lenin
    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 8R6K6SG
    Fiquem ligados.

    Em seguida falo para o vazio.

    Lenin
    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 8R6K6SG
    Eu diria que é falta de educação deixar seus convidados esperando...

    Fico pronto para um ataque. Confesso que não esperava ter que entrar em combate, mas isso é uma arapuca.

    Off:
    Nightingale
    Troubleshooter
    Nightingale
    Troubleshooter

    Mensagens : 825
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Empty Re: Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6

    Mensagem por Nightingale Ter Jul 16, 2024 9:30 pm

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Luke-m11

    Trilha Sonora:

    O medo e a fome eram sensações extremas e não fosse o sentimento e o senso de sobrevivência falarem mais alto, muita coisa errada já poderia ter acontecido. Luke seguia comendo os ratos no caminho, eram um gosto ruím, mas sua fome era tanta que até um gosto horrível era bem vindo se servisse para lhe dar um pouco de alívio. Não era aliviador, no entanto, que não estivesse conseguindo fazer o silêncio absoluto com aquelas malditas correntes em seu corpo, mas ele tinha que continuar tentando. Na pior das hipóteses seria pego e morto, o que provavelmente já aconteceria se ficasse por lá.

    Luke então, a medida que foi avançando naquele ambiente tenebroso que combinava com sua natureza predatória, mesmo ele sendo a presa neste momento, lembrava-se também de coisas. Pessoas, frases que foram ditas para ele ou sobre ele. Ele continuava seguindo, pois até encontrar algo ou alguém que se relacionasse com suas memórias que pareciam estar voltando aos poucos, de nada servia mantê-las na cabeça. Luke tentava ser frio, agir na emoção agora traria o seu fim, precisava de calma e paciência para escapar dali.

    Ele continuava seguindo e ao fundo, com as luzes piscantes horríveis, via figuras... Uma de incrível familiaridade, tão incrível que parecia ter sido combinada. Lenin, seu antigo mentor. Havia também um outro homem, que pelas descrições, parecia bater muito com Dylan, a cria de Kate e de Eric. Quais as chances de estarem as duas figuras que procurava no mesmo lugar em que fora preso e torturado ali? Parecia ser a combinação feita de algum manipulador doentio que acreditava que isso era um jogo roteirizado.

    No entanto, a situação era tão favorável que parecia até ser uma armadilha. Eles ainda não o viram, Luke se aproximava devagar, quais as chances de Lenin e esse outro sujeito estarem aliados ao Sabá dali? Haviam também, a garota... E o Sujeito grande... No entanto, a garota parecia ser o sangue mais chamativo. Talvez fosse a potência do sangue dela, talvez fosse o humor agressivo que Luke sentia tanto falta no sabor de um sangue. As presas do Gangrel saltaram e a garota parecia ser tudo o que era de realmente interessante na hora. Foi esse descuido que fez ele pisar num azulejo quebrado. Luke congelou imediatamente e o medo irradiou sua espinha. Ele olhou pra baixo, vendo o azulejo quebrado, um olhar vidrado e assustado, e depois olhou para a direção do grupo e não podia ser diferente, foi descoberto.

    A voz do suposto Lenin, realmente parecia com a voz dele, e não era um Sabá, as palavras e a atitude não batiam como um. A feliz coincidência trouxe mais alivio e confiança para o coração morto-vivo de Luke, e o par de olhos vermelhos na escuridão avançou moderadamente na direção deles em silêncio, até o momento que as sombras não mais o cobririram.

    - Já que a casa não é minha, não cometi nenhuma gafe.

    Ele falava em baixo tom, quase sussurrando. Ele olha para a garota, claramente com vontade de devorá-la, mas ele se contém, aquele não era o momento e se estava com Lenin e seus amigos, ela não era pra comer. Antes que eles respondessem algo. Luke levanta o dedo indicador em sinal de silêncio e aponta na direção de onde as vozes antes vinham, vozes dos Sabá desse lugar. Ele diz sussurrando.

    - Vamos embora, tem outros aqui. Sabá.

    É claro que Luke adoraria falar com Lenin com um pouco mais de calor, dizendo que fazia algum tempo, perguntar como estava o clube e etc, mas esse não era o momento nem o lugar, tinham que ir embora dali.

    __________________________________________________________

    OFF: Tomo dano superficial na força de vontade para conter agir pela fome.


    Gsantos
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 5
    Reputação : 0

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Empty Re: Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6

    Mensagem por Gsantos Qua Jul 17, 2024 7:13 am

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Kyle55

    KARL " TRASHER " KYLE

    O tiro no peito faz o Brujah parar por um momento, seu impeto era por uma batalha epica, não ser morto por um imbecil escondido em uma neblina.

    " Maldito feiticeiro covarde!" - Pensa enquanto toca seu colete a prova de balas,pensando quantas mais ele seria capaz de segurar.

    O tiro não o fez perder o impeto, mas o fez perceber que ele precisaria de um plano.Enquanto pesa suas possibilidades em uma luta as cegas ele se recorda do policial gritando.

    " Talvez esse ainda não seja a hora de acertar as contas com esse arrombado, mas essa hora vai chegar e eu vou estar esperando!"

    O vampiro esconde novamente sua espada em sua bainha iprovisada que lembra uma capa para tacos de sinuca gigante e segue na direção contraria do tiro que levou.

    - ATIRADOR!TEMOS UM ATIRADOR NO PARQUE!!

    O objetivo é que os poiliciais assustados com a existecia de um atirador, atirem se o mesmo continuar atirando em Kyle enquanto ele tenta sair da neblina e do parque na direção contraria do tiro que levou e antes que cheguem reforços policiais.
    mitzrael
    Mutante
    mitzrael
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 27
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh48.png

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Empty Re: Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6

    Mensagem por mitzrael Sex Jul 19, 2024 10:50 am


    Garota modelo: - Humm... isso tá parecendo sinistro!!
    -sim é sim , veja isso como uma aventura querida, me diz se isso não faz seu sangue pulsar mas rápido??!

    Dylan falava segurando o queixo da moça e olhando dentro dos olhos dela acalmando ela.




    Ele olhava para Lenin e dizia:


    Beard: - Só estou avisando o reforço do que estamos fazendo. A linha é segura, o H00K tem as manhas...

    Dylan olhava para o Beard de canto de olho e segurava a mão da moça .



    Garota modelo: - Nossa que lugar brega! a festa aqui em baixo é melhor mesmo?
    -tenha cuidado aqui esta cheio de vidros
    -vou te carregar ok?!

    Dylan pegava a menina pelo colo e a levava em seus braços .

    Logo, uma voz sussurrava no ouvido de Dylan:


    Voz sussurrante escreveu:
    Parabéns Cainita... Você fez o que foi pedido e trouxe carne para o nosso dejejum...leve-a para zona de enterro à esquerda.


    Beard: - Não estamos sozinhos aqui...


    -nao nao estamos aluem acabo de falar comigo para irmos para zona de enterro à esquerda
    e parece que estão interessados na garrafa de vinho .
    isso pode ser uma vantagem o que acham ??

    Dylan falava olhando para os dois esperando resposta



    Beaumont
    Troubleshooter
    Beaumont
    Troubleshooter

    Mensagens : 982
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh48.png

    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Empty Re: Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6

    Mensagem por Beaumont Sáb Jul 20, 2024 4:35 pm

    O Sétimo Dia - Domingo -The Jacob Soul Club - Harlem -  Manhattan - 05:00
    Dylan, Lenin & Luke


    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 357a32c57d3b62256a56822e34040080



    Spoiler:

    Depois de entrarem em um acordo. Lenin, Dylan e os outros resolveram seguir Luke pelo caminho de volta. Luke era o único que parecia conseguir enxergar plenamente ali enquanto Beard acendeu a luz do seu celular para que parcamente pudesse ver algo. Luke ainda poderia se desviar dos azulejos que faziam mais barulho na hora de pisar, mas o restante tinha muita dificuldade em caminhar por aquele túnel escuro, mal construído sob terra e azulejo. Dylan tinha que segurar a garota na cintura para que ela não entrasse em um estado de pânico. Aquele local mais parecia uma catacumba medieval do que o sub solo de uma boate. Já era impossível ouvir o som da musica e se eles não tivessem indo reto, provavelmente já teriam se perdido naquele breu se precedentes. Luke ainda sentia fome, mas o que pesava nele mesmo era a dor do buraco em seu peito que o fazia cambalear vez ou outra. Ele estava realmente fraco para qualquer combate, porem com Lenin ali. Ele ganhou uma fagulha de esperança na tentativa de salvar a garota. Será que ela era mesmo a Baronesa daquela cidade? Luke aproveitou o tempo para se lembrar dos detalhes. Ela parecia frágil e morta...Mas todos os vampiros parecem mortos normalmente. Não respiram, são pálidos. Talvez fosse só um cadaver qualquer. 


    O grupo seguiu em linha reta até finalmente virem uma fagulha de luz, era a lâmpada amarelada do banheiro do qual Luke estava sendo feito refém. Engraçado que Luke nao viu nem ouviu ninguém no caminho de volta. Ele poderia jurar que tinha ouvido quando estava fugindo daquele lugar da primeira vez. Os 5 cinco seguem em fila indiana. Luke na frente, depois Lenin , Dylan e a garota praticamente grudados e por fim Beard que já estava incomodado de ter perdido o sinal de seu ponto na orelha. 


    Beard: - Merda de sinal fraco... 


    Quando Luke entrou estava tudo do mesmo jeito. A única luz do local piscava forçando o Gangrel evitar olhar diretamente com os olhos da besta ativos. A garota estava lá empalada como um pedaço de carne no chão. Lenin não tinha muitos detalhes devido a pouca luz, mas quando ele olhou não acreditou. "Sandra ?" ele pensou enquanto via Sandra empalada e jogava como um saco de estrume no chão, completamente nua e suja de terra, lama e sangue. Nunca imaginou encontrar ela ali tão exposta... Tão frágil bem na sua frente. 


    Enquanto isso a garota se abraçou em Dylan ao ver aquela imagem. 


    Garota modelo: Eu quero ir embora!  


    Uma risada tomou conta da mente de Dylan. 


    Acontecimentos na mente de Dylan escreveu:Garota modelo: - hahahahhaha !!

    A garota começava a sorrir com uma gargalhada frenética. Ela parecia uma medusa, apesar de bonita, seus cabelos tracejavam com vida e deslizavam como uma cobra. A visão de Dylan já dificultosa ali começava a ficar escura até breu completo. Dylan tocou em seu rosto e seus olhos estavam empedrados, tão duros quanto uma parede de mármore. 

    Garota modelo: - O que foi ? Se você não ver não poderá mais ser um piloto não é ? 


    Lenin e Luke olharam para trás e viram Dylan olhando para o teto e usando as mãos para tatear o nada. Em seguida o urro enorme de Beard que revelaria a posição deles para qualquer um 


    Beard: - SAI DA MINHA CABEÇA SEU MALDITO !! 


    Desesperado, Beard arranhou a própria face com suas unhas e esmurrou a modelo que caiu desmaiada com um único golpe no chão.  


    Dylan não estava tão longe assim do frenesi também. Suas presas estavam esposas e seus olhos tinham a tonalidade tão vermelha quanto a de Luke naquele momento. 


    Rolagens:

    Lenin:

    Dylan:
    - Efeito: Compulsão - 3 dados em testes de manipulação e inteligência

    Luke:


    O Sétimo Dia - Domingo - Saint Mary Park - South Bronx -   05:15
    Kyle & Melissa



    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 9bb45467b304951faca6a16f72db8d64

    Spoiler:


    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 49b606825f031f3a8a3ee75d060988eb
    Melissa estava mais próxima da saída, ela seguiu reto segura pelo seu poder. Ela avançou até a saída do parque sem chamar a atenção. Ela olhou para trás uma vez e lembrou de H00K, mas pensou que sua existência valeria mais do que se arriscar outra vez em um território que ela não tem maestria. Ainda discretamente ela saiu do parque sem maiores complicações. Uma vez fora da neblina ela não conseguia ver nada dentro do parque. Era uma neblina densa e opaca. Como uma granada de fumaça branca arremessada em todo o parque. Ela percebeu a van estacionada sem ninguém lá dentro. Olhou para o outro lado e viu duas viaturas da polícia cruzando a rua, chegariam em alguns minutos. 


    Enquanto isso Kyle continuou correndo o máximo que podia. Ele não sabia direito para que lado se mover então faz o que podia para se esquivar. Saltou um alambrado e buscou abrigo entre as arvores, ele podia escutar os tiros acertando próximo a ele. Mas nenhum o acertou de fato. Pelo som do disparo era um atirador de elite e não um tiro de revolver. Kyle conseguiu ficar atrás de um quiosque fechado enquanto um tiro pegou próximo de seu pé. Ele ouviu o som da polícia e a luz vermelha e azul de um giro flex no meio daquela neblina. Mas não sabia como sair direito daquela armadilha. Era difícil ver qualquer coisa ali.

    Rolagens:

    Kyle:
    - Ativo:


    Melissa:
    Conteúdo patrocinado


    Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6  - Página 2 Empty Re: Crônica: Noites de Sangue Manchado - Capítulo 6

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Jul 22, 2024 9:09 pm