Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Compartilhe
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1173
    Reputação : 23

    Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Claude Speedy em Qui Jan 25, 2018 10:54 pm

    Não sei muito que dizer sobre Póllux...

    Primeiramente que ele será interpretado por @Jezreel nessa peça. Enquanto escrevo... sim, de Carcosa e não de Krakatoa... eu escrevo...

    Em meu cárcere... Ah que saudades... As aves que aqui gorjeiam não são como as de lá... Aqui vejo, sobre o reluzir de minha grade o poder que esse estrangeiro busca, um dos doze tesouros... mas meu carcereiro não quer que eu fale disso.

    Ele prefere que eu fale de...

    Krakatoa, Indonésia...



    Lá, o agente da SaCM (Shield Against Check-mate) caminha entre pedaços de areia entre seus dedos, o rapaz é considerado como um dos maiores investigadores a serviço de Washington, superando a demanda do FBI e CIA para casos estranhos como esse.

    Há alguns dias, além do obscuro meteoro que enlouquece seu principal financiador, ele notou que um outro corpo celeste se desprendeu em direção a esse lugar. Depois de dias caminhando com sua equipe, finalmente o grupo consegue alguma informação aparentemente relevante.



    Tim Drake: -Então, o que temos aqui?

    Um dos arqueólogos espana um pouco da poeira com um espanador minusculo, enquanto o velho guia para essa região puxa seu cachimbo e ri, ele observa as runas como algo que lhe já lhe é mais antigo como o tempo em que viveu. A surpresa dos tão aprofundados acadêmicos soa como uma divertida inexperiência para os ossos cansados de tanto serem sacudidos por aquela região, há muito tempo ele ouviu sobre esse lugar e o quanto ele é antigo e das lendas do levante do velho vulcão.


    Guia: -Drake... Deixe-me contar-lhe a história desse lugar, quando gloriosamente chamas emanavam...


    Alguns metros dali, Póllux repousa, ele ainda não sabia exatamente o que acontecia e nem claramente que tipo de criaturas eram aquelas, meio ainda escondido e zonzo sobre como caiu de sua nave... Ele lembra-se apenas do meteoro e uma entidade, que parecia-se com algum tipo de protetor de seu mundo quando a nave caiu...

    Mais por sua incrível capacidade de percepção, ele consegue notar os oito indivíduos se aproximando. E um, que parece o mais sábio, começa a falar sobre chamas que se ergueram nesse lugar. E que esse lugar se chama... Krakatoa... Seria possível?
    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 870
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Jezreel em Seg Jan 29, 2018 11:27 am

    - Ulnozac...

    Leva as mãos à cabeça com o intuito de regular o equilíbrio mental e impedir que a sensação de que o mundo está girando continue. Ele já havia girado o sufiente. Póllux já havia viajado para outros planetas e acostumar-se com a gravidade era a pior parte do processo. Não conseguia ver muito do planeta, porém teria tempo para o mesmo. Alguns lapsos de memória estavam sendo transmitidos à si afim de que ele lembrasse de onde estava vindo e do porque. Tudo indicava que Ulnozac o havia protegido para que sua missão pudesse ser cumprida. Ao tentar sair dos escombros, ele lembra que provavelmente está em seu destino final. A terra. Um lugar longíquo fora de sua própria galáxia, onde por algum motivo os fugitivos de seu planeta fizeram como seu próximo destino.
    Ao recuperar-se parcialmente dos últimos acontecimentos, nota 8 criaturas indo em direção à ele. Pareciam cinzentos, mas por algum motivo não conseguia observar a aura deles. Mais atento à sua linguagem, para que pudesse aprender a se comunicar ouviu uma palavra extremamente familiar. "Krakatoa." Saberiam eles da existência de seu planeta? A terra nunca foi motivo de preocupação para os Nartaki. Ao menos não para Póllux. Iniciando com passos ligeiramente desajeitados e alinhando após alguns segundos, resolveu dar seus primeiros passos em direção ao mais sábio deles. Precisava encontrar os fugitivos e saber o que sabem sobre seu planeta.

    - Você. - Pausa com o olhar fixo no velho. - O que sabe de Krakatoa e porque sabe? Aquilo o incomodava. Se Molag decidiu vir para cá, provavelmente ele teria aliados. E se a afirmativa é verdadeira, como saber em quem confiar? A pressa era sua inimiga e talvez aquele grupo também seria. Na intenção de intimidá-los, Póllux aumenta a temperatura daquele lugar, para que suas perguntas fossem respondidas rapidamente. - Não gosto de me repetir.




    - Onde está Molag e os outros?

    Seus olhos brilhavam como fogo. Sua ira não tinha intenção de ser atenuada. Bakasura já havia feito jogos o suficiente. Deve ser purificado com fogo. Fogo consumidor de toda treva residente nele e nos outros.

    Intimidation +7 :
    Jezreel efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    3
    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 870
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Jezreel em Seg Jan 29, 2018 11:28 am

    OFF. :
    Copiei o power errado. É esse aqui
    Fúria calorosa (12pp)
    *EFFECT: Environment / TYPE: Control / DESCRIPTORS: Biological
    *ACTION: Standard / RANGE: Rank / DURATION: Sustained
    -Flats:
    -Extras: Selective 1 per rank
    -Flaws:
    RANK: 4
    DESCRIPTION: Póllux pode gerar de si mesmo um calor extremo, aumentando a temperatura do local de forma intensa, na área que desejar. Podendo tomar todo o local ou não. Também escolhendo quem vai ser afetado com a temperatura e quem não irá.
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1173
    Reputação : 23

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Claude Speedy em Qua Jan 31, 2018 10:55 pm

    Quando Pollux surge o pânico é geral, com exceção de um rapaz, o que estava no centro...

    Seis dos sete assustados correm, mas o guia, um velho senhor segurando um cachimbo caminha rápido com dificuldade para longe.

    Já Tim Drake saca velozmente da mochila uma pequena pistola de onde ele começa a disparar esferas de gelo...


    Off::
    Role um teste de fortitude, irei descrever o resultado do tiro de acordo com o que você tirar no dado
    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 870
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Jezreel em Qua Jan 31, 2018 11:34 pm

    Fortitude +5

    Jezreel efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    12
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1173
    Reputação : 23

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Claude Speedy em Dom Fev 04, 2018 12:32 pm

    Tim atira diretamente, o primeiro disparo pegando de surpresa Pollux, mas o frio do ataque se dissolve no calor ao redor do corpo do viajante das estrelas.

    Enquanto os outros fogem, o homem rola no chão enquanto mantém os olhos em Pollux, atirando de novo e de novo, as outras tentativas de atingir podem tentar ser esquivadas...

    Tim Drake: -Não ouse nos ameaçar! Nós sete somos os defensores da liberdade...

    O agente enquanto rola mantém a arma congelante sempre apontada, sem tentar recuar o ataque. Por alguma razão estranha, ele esta trazendo uma arma gelo, como se estivesse já preparado...
    Mecânica:
    Off: Role dois testes de esquiva, dificuldade 13. Passando pode descrever que saiu dos disparos como bem entender e fazer sua ação livremente...
    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 870
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Jezreel em Dom Fev 04, 2018 12:42 pm

    Esquiva +7

    Jezreel efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    12

    Esquiva +7

    Jezreel efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    2
    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 870
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Jezreel em Dom Fev 04, 2018 1:06 pm

    Fortitude +5

    Jezreel efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    16
    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 870
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Jezreel em Dom Fev 04, 2018 2:47 pm

    O primeiro disparo é dado e Póllux aproveita para conhecer as armas que o inimigo utiliza.

    "Elemento gelo, porém não vejo a aura mágica do cinzento. Provavelmente utiliza aquele artifício para canalizar magia."

    O segundo disparo é desviado por reflexo, mas é quando ouve a frase:

    Tim Drake escreveu:Não ouse nos ameaçar! Nós sete somos os defensores da liberdade...

    Que Póllux para e deixa o terceiro disparo ser atingido em si mesmo, porém a temperatura de seu corpo é tanta que nem mesmo há tempo do gelo atingir seu corpo.

    - Defensores da liberdade? Então seu país está enfrentando opositores da liberdade?

    "Será que aqueles 6 já causaram tanto dano neste planeta? Aqueles talismãs..."

    O soldado Nartaki pondera por alguns minutos e restaura a temperatura original daquele lugar.

    - Cinzento. - Faz uma pausa e o olha mais atentamente. - Percebes o quanto é vão usar esta arma contra mim? Meu fogo consome este gelo de magia inferior. Saiba seu lugar. Póllux estuda a nova criatura com seu olhar. Suas palavras eram duras, porém quanto mais demorasse à encontrar aqueles 6, pior seria para ele e este planeta. Era intrigante, mas se tinha algo que conhecia era o medo. E o medo não se escondia naquele. Aproveitando-se disto, lançou-lhe um olhar ameaçador para que as respostas fossem soltas assim como fazia em seu planeta. Eram poucos os que permaneciam intransigentes após perceberem onde realmente estavam a respeito de poder.

    Improved Critical 4 (Free action):
    Assessment: Insight +10 Jezreel efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    2


    Intimidation +7 (Fascinate: Intimidation) Improved Critical 4:
    Jezreel efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    2

    - Não quero retirar sua vida, contudo, se continuares intransigente, terei que te erradicar e conseguir informações de outro cinzento como você. Você diz que é um defensor da liberdade. Por quem você luta? Minhas últimas lembranças... Tenho certeza que estamos na terra, mas preciso encontrar os fugitivos de meu planeta e não tenho muito tempo para isso aqui. Este planeta é bem menor que o meu, talvez não seja tão difícil você ter ouvido falar de Molag ou Bakasura. Se forem eles os que tiraram a paz deste planeta, poderá ficar tranquilo pois eu os farei enfrentarem o julgo. - Ele eleva as mãos à altura de seu peito e cerra os punhos com brutalidade - A punição ardente os aguarda. Esta punição está reservada somente à eles, por este motivo, não quero ter que usar em mais ninguém. - Encerra olhando nos olhos do humano. - Aquele homem com... vocês chamam de cachimbo. Ele parecia saber de mais coisas. Caso você não saiba, quero que o traga até mim.


    OFF:
    Eu tenho Improved Critical Rank 4 conforme minha ficha, por isso considerei que o último disparo nem chegou a me tocar já que foi um crítico (Tirei 16 no dado com mais 4 de bônus do improved eu ganho um 20 natural)
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1173
    Reputação : 23

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Claude Speedy em Dom Fev 04, 2018 5:37 pm

    Tim Drake: -Cinzento?

    O rapaz dá um passo para trás, mas não se mostra nem um pouco intimidado. Ele ainda aponta a arma, mas parece disposto a conversar depois do comentário que a arma não irá ser suficiente para ferir Pollux.

    Tim Drake: -Não estou usando o máximo do potencial da arma do "Senhor Congelador"... Eu conheço esses nomes, você diz ser um alienígena. Bem, as razões de virmos para cá são na verdade a possibilidade de conseguirmos ver daqui o planeta Hercólubus, a estrela vermelha que surgiu no céu... Agora fique onde esta... Nós estamos protegendo esse lugar, para armarmos o acampamento e o observatório... Não sei nada sobre esses tais "Molag" ou "Bakasura"... mas pelo visto você deve ser um alienígena. Contenha-se e não precisamos entrar em embate... Talvez estejamos atrás das mesmas coisas. [/center]

    Algo no olhar do rapaz é bem firme.
    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 870
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Jezreel em Dom Fev 04, 2018 11:40 pm

    A irritabilidade em sua voz escorre ligeiramente de sua fala.

    - Você não está em posição de exigência, cinzento! - Retorna a firmeza de olhar para ele - Façamos um desafio então. Tu dizes que esta arma não está no máximo de seu potencial. Se conseguires me ferir no potencial máximo dessa arma eu faço conforme tu dizes, se não, você reconheça sua inferioridade e faça como eu digo. O imperador precisa de mim, não posso ficar muito mais tempo aqui, porém não posso tolerar cinzentos como você com tamanha arrogância.
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1173
    Reputação : 23

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Claude Speedy em Ter Fev 06, 2018 1:42 am

    Tim ergue a arma, em sinal de voto de confiança.

    Tim Drake: -Acalme-se, meu senhor. Não ganharia nada medindo forças com você se estiver disposto a conversar... Acho que deve estar assustado...Sinceramente eu ainda não sei do que esta falando... Nós estamos em Krakatoa... O que aqui te preocupa tanto? Você é um viajante do tempo? Meu mestre ficou preso no tempo uma época, mas eu descobri isso, já que sou o maior detetive do mundo. Peço que não se precipite.

    Com a arma levantada ainda, Tim observa calmo apesar das ameaças, tentando entender melhor a situação.
    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 870
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Jezreel em Qui Fev 08, 2018 4:15 pm

    Póllux aproxima-se o suficiente para pousar as mãos na mão do cinzento forçando levemente a arma para baixo.

    - Vamos começar abaixando esta arma. Conte-me o que sabe e vejamos o que podemos fazer.
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1173
    Reputação : 23

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Claude Speedy em Qua Fev 14, 2018 2:08 pm


    Drake recebe o toque e abaixa a arma devagar.

    Tim Drake: -Você é de fora, posso ver... Bem, eu sei que caiu aqui alguma coisa, talvez uma nave tripulada. Há algum tempo estamos monitorando anomalias no céu... Talvez sejam quem você esta procurando. De que planeta você veio? Marte? É um Kree? [/center]

    Ao longe os demais ainda correm
    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 870
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Jezreel em Seg Fev 26, 2018 10:01 pm

    Póllux acalma-se ao perceber que o cinzento coopera.

    - Tudo bem. Vamos conversar. Me chamo Póllux e sou do planeta Krakatoa. Estou atrás de 6 fugitivos de meu planeta que fica na galáxia Olho Negro.



    OFF:
    Eae, Claude. Preferia que os posts fossem maiores pra eu poder desenvolver melhor o personagem. Não me importaria de esperar mais tempo, mas é que post de uma fala só desanima um pouco. Valeu!
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1173
    Reputação : 23

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Claude Speedy em Sex Mar 09, 2018 11:33 am

    No instante em que Póllux comenta sobre sua missão pela primeira vez é perceptível "cinzento" fica totalmente fora de uma posição agressiva, o ex-atirador acaba de baixar a arma de gelo e se volta para seus "corajosos" aliados e sorri, ele observa a trupe de corredores se esconder e depois grita...

    Tim Drake: -Obrigado pela cobertura, meus aliados valentes... Ele veio em paz... Que apenas prender criminosos. Exatamente igual eu no começo de minha carreira. Aproximem-se...

    Os outros começam a se esgueirar preocupados e se aproximam lentamente.

    Tim Drake: -Sua história é interessante, então você veio de um planeta que tem o mesmo nome dessa Ilha... Acho que não sabia disso... Os seis fugitivos então devem ser assassinos ou algo do gênero,não?

    Guia: -Ah... Ele parece-se com... As chamas de...

    Tim Drake: -Fudo-Myo, eu sei... Além de outros elementos hindus

    O aparente líder dos sete se volta novamente para Pollux e continua.

    Tim Drake: -Acabamos de voltar do Japão, lá é descrito sobre um guerreiro ancestral que parece muito com você, senhor... detetive...? Bom, vou chama-lo de oficial...  Eu sou Tim Drake, um agente das autoridades desse planeta. E estou estudando mudanças no tempo, variações que podem ter sido geradas por uma intervenção alienígena em um passado remoto da Terra que podem ter despertado um recente fenômeno no céu que algumas pessoas acham que é um meteoro e como te disse antes eu penso que pode ter sido o pouso de uma nave, meu antigo mentor e tutor pode ter sido guiado por essas forças e é por isso que eu pretendo entende-las... Ao que parece é como se algumas pistas levassem à há várias épocas diferentes partindo de datas diversas... Fale-me mais sobre os fugitivos que procura, oficial Pollux... Algum deles é capaz de manipular o Tempo?

    Off:
    Tive uns problemas mesmo, estava tentando mais não perder o ritmo de atualização, mas ok... Vou  postar tudo quando eu puder.

    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 870
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Jezreel em Seg Mar 12, 2018 5:42 pm

    Póllux é indiferente pela volta dos outros cinzentos.

    Tim Drake: -Sua história é interessante, então você veio de um planeta que tem o mesmo nome dessa Ilha... Acho que não sabia disso... Os seis fugitivos então devem ser assassinos ou algo do gênero,não? escreveu:

    - Mesmo nome? Então. Por este motivo que que o cinzento embranquecido falou o nome de meu planeta. Perdoe-me meu temperamento. Estou em um mundo desconhecido. O depósito de minha confiança custa toda minha missão, meu sucesso e meu retorno.

    - Fudo-Myo, eu sei... Além de outros elementos hindus escreveu:


    - Fudo-Myo? O que teria eu de parecido com isto?

    Tim Drake: -Acabamos de voltar do Japão, lá é descrito sobre um guerreiro ancestral que parece muito com você, senhor... detetive...? Bom, vou chama-lo de oficial... Eu sou Tim Drake, um agente das autoridades desse planeta. E estou estudando mudanças no tempo, variações que podem ter sido geradas por uma intervenção alienígena em um passado remoto da Terra que podem ter despertado um recente fenômeno no céu que algumas pessoas acham que é um meteoro e como te disse antes eu penso que pode ter sido o pouso de uma nave, meu antigo mentor e tutor pode ter sido guiado por essas forças e é por isso que eu pretendo entende-las... Ao que parece é como se algumas pistas levassem à há várias épocas diferentes partindo de datas diversas... Fale-me mais sobre os fugitivos que procura, oficial Pollux... Algum deles é capaz de manipular o Tempo?

    - Agente das autoridades desse planeta? Vejo que neste planeta títulos também são de grande importância. Em meu planeta são os definidores de uma vida feliz ou desgraçada. Por este motivo, não me apetece receber um título sem ter feito algo para merecê-lo. Por enquanto chame-me de Póllux. E caso eu faça algo por merecer, de a mim um título. Na verdade, alguns dos nossos, conquistam títulos em outros planetas para poderem compartilhar suas histórias quando voltam para seu mundo nativo. Boas histórias já foram contadas. Lendas já foram formadas por tal motivo. Talvez eu esteja trilhando o mesmo caminho sem a intenção inicial de traçá-lo. Pois bem, Tim Drake. Não tenho certeza se os que persigo tenham a ver com esta história, pois os mesmos, não vieram para cá com qualquer tipo de transporte e sim por meio de magia de teletransporte. Caso você considere isto manipulação do tempo, talvez estejamos caminhando juntos. O fato é que, existem 3 dos 6 que não manifestaram hostilidade pois não estavam nas linhas de combate. Então não tenho como informá-lo sobre as habilidade de todos os seis. Você disse que sou parecido com algum guerreiro das lendas. Conte-me mais sobre este guerreiro.
    Claude Speedy
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1173
    Reputação : 23

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Claude Speedy em Seg Abr 02, 2018 7:52 am




    - Mesmo nome? Então. Por este motivo que que o cinzento embranquecido falou o nome de meu planeta. Perdoe-me meu temperamento. Estou em um mundo desconhecido. O depósito de minha confiança custa toda minha missão, meu sucesso e meu retorno.

    Tim Drake: -Eu nem imaginava que poderia existir um planeta com esse nome, é realmente um curioso acaso... Eu espero poder ajudar e desculpe o ataque, mas soubemos que o inimigo matou alguns civis.

    - Fudo-Myo? O que teria eu de parecido com isto?

    Tim Drake: -Ele é uma divindade admirada por vários lutadores e guerreiros, é um simbolo para artistas marciais na região e no mundo. Ouvimos sobre ele estar vivo e caminhando pelas montanhas daquele país. Curiosamente ele manipula chamas igual você nas lendas, mas o diferencial foi o fato que ouvimos relatos que ele tinha vários braços igual você. Mas como não pode me dizer se seus "conterrâneos" tem algo parecido com você eu creio que ficará difícil sabermos... No caso eu suponho que teleporte seja uma manipulação do espaço já que são para nós a mesma grandeza desde um cientista de nosso mundo chamado Einstein, que descobriu a chamada Teoria da Relatividade. Onde toda energia e matéria esta apenas vista de outro ponto... Eu não sou bom nisso, não tanto quanto meu mentor, ele provavelmente poderá te ajudar muito mais.

    Guia: -Ele é uma criatura de chamas... e de sabedoria sobre-humana. Mas o que realmente é você, Pollux? Um deus de outra dimensão?


    Tim Drake: -Já lidamos com deuses antes... Eles não vão voltar, sabe tão bem quanto eu que fazemos agora o que é possível e não mais o que somos obrigados... Ele já explicou que é um alienígena.

    Guia: -Eles eram todos astronautas...

    Tim Drake: -Não faça caso, Pollux. Se quiser vir conosco, vamos agradecer sua ajuda. Talvez não seja acaso, se eles se teleportam isso explica que pistas da presença de "deuses" de fogo tenham aparecido tanto aqui quanto no Japão. Gostaria de nos acompanhar? Nossa nave esta aqui perto. 


    Jezreel
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 870
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Jezreel em Seg Abr 02, 2018 8:00 pm

    Guia: -Ele é uma criatura de chamas... e de sabedoria sobre-humana. Mas o que realmente é você, Pollux? Um deus de outra dimensão? escreveu:

    - Ainda não sou deus algum.

    Tim Drake: -Não faça caso, Pollux. Se quiser vir conosco, vamos agradecer sua ajuda. Talvez não seja acaso, se eles se teleportam isso explica que pistas da presença de "deuses" de fogo tenham aparecido tanto aqui quanto no Japão. Gostaria de nos acompanhar? Nossa nave esta aqui perto. escreveu:

    - Seria interessante acompanhá-los. Ainda tenho curiosidade sobre essa divindade que você comentou. No que mais este povo acredita e o que eles esperam de tal entidade.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Ato 1.4: A Dor que Caiu do Espaço

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Set 21, 2018 6:16 pm