Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    1. O novo Conselho

    Compartilhe
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1335
    Reputação : 46
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    1. O novo Conselho

    Mensagem por Kether em Ter Mar 06, 2018 2:11 pm

    Castelo de Volken


    O exército de Vallys comandada pelo Rei Rayghan consegue enfim romper os portões e iniciam a invasão do Castelo de Volken. Lothar e seus tenentes (Karl Roland e Glim Sympony) fazem parte da vanguarda e seguem abrindo caminho para o restante das tropas.

    Karl Roland comandando um grupo composto por guerreiros e soldados seguem avançando baixando suas espadas e machados inspirados pela música de Glim Sympony. Aos poucos eles conseguem chegar até aos portões internos que dão acesso ao Castelo do Imperador propriamente dito. E como havia sido informado na reunião antes do ataque, de fato havia uma barreira mágica que bloqueava o acesso aos portões.

    Uma segunda leva de inimigos ataca flanqueando o grupamento principal que era liderado por Sir Lothar, Karl e Glim quando iriam inciar as movimentações de sua tropa, percebem que os magos e paladinos chegavam também liderados diretamente pelo Rei. Mas os problemas não cessaram  e o alívio da chegada dos reforços é substituída pelo desespero ao reparar que os portões do castelo se abrem e de lá uma ossada gigantesca de um Dragão ruge e rompe numa carga em direção aos primeiros guerreiros que são jogados para muito longe ao sofrerem o ataque.



    Uma pilha de cadáveres de ambos lados toma conta das ruas e vielas da capital de Volken. Em pouco tempo as poucas tropas de Volken, formada por mortos vivos e criaturas abissais começam a tombar frente a força dos guerreiros, paladinos e bardos que seguiam na vanguarda.
    Os poucos focos isolados são exterminados pelos magos dentre eles Abramelin Semiramis e Idril, feiticeiros e clérigos que começam a entrar e seguem diretamente para o portão da fortificação principal enquanto o restante das tropas passa por embates com as milícias.

    A visão daquele Dracolich começava a enfraquecer o ânimo das tropas, os bardos (mesmo os mais experientes) já começavam a pensar em canções para os mortos daquela batalha, tudo neste momento estava desfavorável. Mas o destemido mago elfo, não é afetado pela magia que causava medo aos companheiros e então utilizando de uma das magias que havia aprendido a pouco tempo com um Mestre Abjurador, ele consegue Dissipar a Magia de Ilusão que criava a vil criatura.

    Fortaleza Eris


    Etho, Kyrio, Chang Lee e Sulivan acompanhados por Akmus e Luan Yjo começam simultaneamente com a tomada de Volken, o ataque ao covil de um Arquiduque infernal. O pequeno, mas poderoso invadem a fortaleza onde um Arquiduque infernal vivia. Pelo preço de muitas vidas de espiões e aliados queridos é enfim desvendada a fonte de poder do Imperador Negro de Volken, então o pequeno grupo de heróis atacam com o intuito de findar a guerra ou morrer tentando.

    Os heróis avançam sem muitos problemas até um salão onde havia no centro um altar de sacrifícios e uma linda elfa estava nua e suspensa por correntes que esticavam seus membros superiores e inferiores formando um 'X', a sua frente de costas para os heróis estava uma criatura de manto e longos chifres que parecia segurar um punhal de lâmina negra e abaixo dela estava um ser ajoelhado olhando para baixo. Quando abrem a porta o ser cornífero num único golpe corta a genitália da elfa e o sangue começa a cair como se fosse uma cachoeira.



    Assim que entram no salão e veem a cena, o Etho e o jovem Akmus reconhecem a criatura que se banhava no sangue da elfa que ainda não estava morta mas não haveria salvação para ela. Aquela criatura era Ogulash o demômino que sequestrava mulheres.



    Com um gesto, Ogulash indica para o outro o grupo de aventureiros. Chang Lee, Sulivan, Kyrio e Luan Yjo partem para o combate com o demônio cornudo e então reparam que ele não segurava punhal algum eram as garras dele que eram os punhais.

    [..]

    Os combates corriam e não pareciam ter fim, quando numa combinação de ataques de Etho e Akmus eles conseguem vencer Ogulash, alguns segundos depois a criatura que era enfrentada pelos outros membros do grupo.

    No exato momento que a ilusão é desfeita, há uma reverberação de energia, a barreira havia sido dissipada. Abramelin sabe que sua magia apesar de forte não seria o suficiente para desfazê-la. Então, talvez o plano de Sir Lothar tenha dado certo. Agora era questão de tempo para que eles conquistassem toda Volken.

    Os Generais e seus tenentes, os magos e o Rei chegam até a sala do trono onde encontram o casal Imperial. O Rei de Vallys deixa algumas lágrimas verterem, sua irmã, aquela a quem ele queria salvar estava ali sentada ao lado de seu marido. Mas ambos não eram mais como todos se lembravam
    Estavam imóveis em seus tronos como duas estátuas de pedra.

    Correndo o risco de que esta guerra não terminasse. Rayghan se reúne com o filho de seu tio, filho bastardo do Imperador e lhe passa os termos gerais da rendição de Volken.

    Nos termos, Vallys conquista 1/3 do território de Volken a Região de Valkeiskylä e Volken ficará proibido de criar um exército por 10 anos e a cada 5 anos seria feita uma nova avaliação de Volken, onde ele podreia reivindicar a permissão de ter um exército próprio. O casal Imperial que estava petrificado, teve as magias mantidas por um trio formado por um Druida elfo, uma clériga de Silf e um Mago de Vallys.

    Após uma longa viagem os dois grupos se reúnem na Cidade de Valkeiskylä, durante o caminho tudo era destruição. Mas podiam ver que o povo de Volken, em sua maioria os mais simples, aplaudiam o grupo que passava. Eles eram os libertadores, mas diferente do que o povo pensava um grupo de membros de Vallys fora nomeado como o Conselho de Valkeiskylä, apenas um Volkenense fazia parte e mesmo assim era uma cria dos demônios membro da Guarda Imperial de Volken. "Como isso era possível?" era a pergunta que todos se faziam.

    Alheios ao que ocorria, o Conselho é chamado até o Grande Salão onde encontrariam com o Rei e seu Conselho.

    Agora na mesma sala se encontravam:

    - O Rei Rayghan

    - Os irmãos elfos Greenfield, Etho e Kyrio

    - O Arquidruida humano de Vallys, Sulivan

    - O Monge humano Chang Lee

    - Sir Lothar o General de Todos os Exércitos de Vallys

    - E a maga elfa Idril.

    Além dos cinco Conselheiros de Valkeiskylä e suas respectivas companheiras:

    - Karl Roland
    - Luan Yjo  
    - Glim Sympony  
    - Abramelin Semiramis
    - E Akmus Abissys

    Para cada um deles lhes é dado o pagamento de 20.000po (dinheiro inicial de vocês), a título de seu pagamento por fazerem parte do exército, além dos títulos de nobreza e dada a permissão para criarem os seus próprios brazões (que devem conter o Dragão Coroado de Vallys).

    Além das honrarias não lhes é reivindicado o equipamento mágico que utilizaram na última batalha, que até então não havia sido informado se seria necessário entregá-los.

    Mithral Plate Armor (Karl Roland, Akmus Abissys) - pág 182 Livro do Mestre
    Elven Chain (Luan Yjo, Glim Sympony e Abramelin Semiramis) - pág 168 Livro do Mestre
    Braçadeiras de Defesa (Abramelin Semiramis, Luan Yjo e Glim Sympony) - pág 156 Livro do Mestre

    Espada da Retaliação - Ametista (Concluder) (Karl Roland) - pág 206 Livro do Mestre
    Espada da Retaliação - Granada (Scather) (Akmus Abissys) - pág 206 Livro do Mestre
    Cajado das Florestas (Luan Yjo) - pág 204 Livro do Mestre
    Cajado do Fogo (Abramelin Semiramis) - pág 201 Livro do Mestre
    Citara de MacFuirmidh (Glim Sympony) - pág 176 Livro do Mestre

    Após receberem os itens mágicos apenas para os magos foi entregue um grimório para cada com as magias:

    lvl 1
    Absorver Elementos (Absorb Elements) 1º nível de abjuração (Guia de Xanathar para tudo pg 150)
    Causar Medo (Cause Fear) 1º nível de necromancia (Guia de Xanathar para tudo pg 151)
    Faca De Gelo (Ice Knife) 1º nível de conjuração (Guia de Xanathar para tudo pg 157)

    lvl 2
    Lâmina Sombria (Shadow Blade) 2º nível de ilusão (Guia de Xanathar para tudo pg 164)
    Vento Protetor (Warding Wind) 2º nível de evocação (Guia de Xanathar para tudo pg 170)
    Pirotecnia (Pyrotechnics) 2º nível de transmutação (Guia de Xanathar para tudo pg 163)

    lvl 3
    Flechas Flamejantes (Flame Arrows) 3º nível de transmutação (Guia de Xanathar para tudo pg 155)
    Meteoros Momentâneos De Melf (Melf's Minute Meteors) 3º nível de evocação (Guia de Xanathar para tudo pg 161)
    Passo Trovejante (Thunder Step) 3º nível de conjuração (Guia de Xanathar para tudo pg 168)

    lvl 4
    Destruição Elemental (Elemental Bane) 4º nível de transmutação (Guia de Xanathar para tudo pg 155)
    Esfera Aquosa (Watery Sphere) 4º nível de conjuração (Guia de Xanathar para tudo pg 170)
    Esfera Cáustica (Vitriolic Sphere) 4º nível de evocação (Guia de Xanathar para tudo pg 170)

    Além disso os cofres da cidade receberam a quantia de 1.000.000 PO para sua reconstrução.
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2856
    Reputação : 201
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Bravos em Qua Mar 07, 2018 9:07 pm

    - Eu muito tenho a vos agradecer, milordes, pela  mão generosa com que nos tem tratado. É mais do que merecemos e nos deixa uma enorme dívida de gratidão, bem como de honra de ter estado ao vosso lado enquanto lutávamos por Vallys e pelo povo desse reinado. A vós, na pessoa do rei Rayghan, nosso agradecimento! Espero ter-vos sobretudo como amigos. Pois é dito e tido como certo que mais vale um amigo na praça que dinheiro no bolso. Tenho experimentado isso de diversas formas desde que fui inserido em meio a vós! - Disse essas coisas todas com uma taça simples na mão, cheia de vinho o qual ele mesmo havia trazido. Era certo que aquela não era uma reunião de festejos pela vitória, mas isso não poderia simplesmente passar batido. Afinal, não haviam vencido eles a guerra? Era preciso pelo menos fazer um brinde em honra aquilo.

    Por isso, ele havia trazido uma das garrafas de vinho da guilda a fim de fazer aquele brinde. Não era exatamente o vinho mais fino, mas era um vinho bom. Não seria de bom tom fazer uma extravagância com vinho logo após o fim da guerra. Também só tinha o bastante para uma taça para cada um dos presentes e, ainda assim, uma taça não muito cheia. Ninguém queria que dissessem que o Conselho estava se embriagando por conta da vitória bélica e sim que eles estavam focados na reconstrução da cidade e, em certa medida, do reino.

    - É preciso também que pensemos no porvir e nos próximos passos para reerguer das cinzas da guerra essa cidade. Tenho observado que estamos num ponto adequado para um cruzamento de rotas comerciais e já deixo aqui essa primeira sugestão. A experiência mostra que os lugares com comércios mais vivos tendem a prosperar em vários outros aspectos e, afinal de contas, essa é nossa maior preocupação aqui penso. - Dizia depois de ter tomado seu gole de vinho, mas então notou que talvez tivesse sido descortês. - Perdoem-me a iniciativa temerária! Talvez o Rei e seu Conselho tenham algo a nos direcionar antes de colocarmos nossas idéias em debate.

    Dizendo aquilo, Glim Sympony, o mais novo Lorde da Moeda de Valkeiskylä, recostou-se no encosto de sua cadeira e desmonopolizou a palavra que havia tomado.
    Dycleal
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2132
    Reputação : 34
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Dycleal em Qui Mar 08, 2018 4:53 pm

    Um homem alto, sereno e de certa forma um misto de belo e rústico se adianta ladeado por três belas mulheres e com seu cajado recém adquirido, empunhado, fala: - Sou um homem de poucas palavras, me perdoem, porém, a hora as exige e eis que as apresento. A vitória alcançada não foi o fim, na verdade é apenas o começo. Ela veio com um alto preço, a vida do melhor sangue das nossas forças e o esgotamento de nossos recursos humanos e naturais. A missão é grande companheiros e digo que o mundo que conhecemos precisa de nós, do nosso foco e do nosso empenho. O mundo precisa de sua ajuda, a ajuda de cada um de nós. Existem pés a firmar, mãos a segurar, espíritos a encorajar, corações a inspirar e almas a salvar! Olha para todos, abre os braços e os levanta em direção ao alto e continua: - Que a deusa nos ajude e nos suporte. E começa a andar para trás ocupando seu lugar anterior a sua fala.
    Gelatto
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1106
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh19.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Gelatto em Sex Mar 09, 2018 9:04 pm

    Um humano de meia-idade com a barba curta e cabelos até o ombro, ambos castanhos, e de olhos escuros, se aproxima da mesa, cabisbaixo. Uma bela elfa de longos cabelos loiros e olhos verdes amendoados o acompanhava, e, diferente do seu companheiro humano, mantinha um porte nobre.

    Todos nesta sala os conheciam. Karl Roland era um ferreiro recrutado para a guerra que se destacara pela sua coragem, sinceridade, perspicácia e capacidade de inspirar os soldados. Anya Valya, uma maga-esgrimista que auxiliou Vallys nos primeiros anos da guerra, mas que não era vista há mais de dez anos - até este momento, onde todos ficaram sabendo que ambos eram agora marido e mulher.

    Karl puxa a cadeira e a oferece para sua esposa sentar, mas ela responde com um olhar sério, dizendo algo em sua língua natal. Para os que não conheciam o idioma, tiveram a impressão que ela lhe chamara a atenção sobre sua posição, como se a cadeira no conselho fosse dele, não dela. Para os que conheciam o idioma, não havia dúvidas disso.

    Karl senta-se, ainda cabisbaixo. Alguns olhares caem sobre ele, e os olhares mais atentos percebem que Anya, que permanecera em pé ao seu lado, pisa forte no seu pé e ele começa a falar após um gemido baixo:

    -"Todos sabem que venho de um berço simples, pobre, que nunca almejei muito na vida. Que desejava apenas que a guerra acabasse para voltar à minha vila, à minha antiga vida, ao sossego do lar, à minha família. E aqui estou eu, a pedido do rei, para ajudar na reconstrução do reino. Como eu poderia ter sossego na minha terra sabendo da destruição que participei? Da dor que causei a este povo? Não tenho o sangue nobre da maioria de vocês. Não tenho a educação necessária para esta posição. Mas eu tenho a confiança do rei. Tenho a confiança do general. Tenho minha esposa ao meu lado, me apoiando. Como poderia negar este pedido?

    Se me permitem a ousadia da palavra, foram catorze longos anos. Catorzes longos anos compartilhando o campo de batalha com vocês. Catorze longos anos. E ainda sinto que esta é a primeira vez que nos encontramos. Nos conhecemos na guerra. Compartilhamos perdas e glórias, sofrimento e conquistas, amizades e rivalidades. E mesmo assim, sinto que somos todos estranhos. Estávamos acostumados à guerra. Será que poderemos nos acostumar à paz?"


    Karl olha aliviado para sua esposa, mas seu nervosismo ainda era aparente.
    A elfa pega na mão do seu marido e firmemente a aperta enquanto sorri em resposta.
    Sayd
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 942
    Reputação : 36

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Sayd em Sab Mar 10, 2018 11:22 am

    Mantenho-me com um sorriso discreto e arrogante enquanto os colegas se apresentam, surpreso com a nova posição e já calculando mentalmente o custo e trabalho necessário para a restauração da cidade, ao mesmo tempo em que sopesando os melhores movimentos a partir dali.

    Aceito a taça de vinho oferecida por Glim. "É muita gentileza. Obrigado", eu digo amavelmente.

    Quando chega minha vez de falar eu apenas me levando e, do mesmo lugar onde estou, digo sem muita pompa: "Bom, estou surpreso, mas positivamente surpreso. Eu sou Abramelin Semiramis, dos reinos élficos do leste, mas vocês já me conhecem e sabem disso. Espero poder realizar um bom trabalho. Quis o destino que meu serviço para sua majestade não terminasse com o fim da guerra..."

    E então, me voltando para os demais conselheiros prossigo: "Senhores... lordes... será uma honra para mim trabalhar com vocês. Saibam que podem contar comigo."

    Meu olhar para o paladino é levemente desconfiado, mas não hostil.

    Sem mais palavras sento-me novamente e prossigo planejando meus primeiros passos como conselheiro, um pouco alheio aos acontecimentos ao redor.
    Lyvio
    Wyrm
    avatar
    Wyrm

    Mensagens : 7677
    Reputação : 26
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Lyvio em Ter Mar 13, 2018 11:42 am

    Um Tiefling de pelem acinzentada, cabelos brancos e olhos vermelhos levanta-se fazendo uma breve reverência a todos com sua mão direita em seu peito esquerdo, ele vestia roupas mais "comuns" afinal não estava portando sua armadura, mas todos sabia que se tratava de Akmus, filho e algoz de Ougulash, considerado traidor de Volken pelo Rei Vampiro e a Rainha Lich, hoje aliado de Vallen.

    Ele olha lentamente nos olhos de cada um ali presente e sua postura era séria e altiva, então, depois de passar alguns segundos observando os demais ele decide tomar a palavra:

    -Majestade, Milords...é com gratidão e sensação de dever cumprido que venho até esta reunião. Pois nosso trabalho foi árduo, sofrido e mortal. Muitas vidas foram findadas, mas finalmente conseguimos deter o Rei Vampiro, a Rainha Lich e o meu pai e demônio Ougulash. Tudo que estamos recebendo hoje de suas mãos é nada mais que o reconhecimento do bom serviço prestado que agora, com essas nomeações vamos levar para a vanguarda esse vilarejo destruído! O reergueremos com nossa força e extirparemos todos aqueles que se colocarem em nosso caminho, aplicaremos a lei e manteremos a ordem que é fundamental para o desenvolvimento de qualquer local ou pessoa. Aquele que andar fora da linha será uma ameaça para a segurança social e deve ser re-doutrinado para manter-se na ordem e justiça!

    Prometo-lhes, que como o conselheiro do povo, cuidarei deles para que jamais possam sofrer algo idêntico ao que ocorreu nesta guerra, farei de todos soldados, homens, mulheres e crianças apara que um dia caso falhemos, eles poderão morrer com honra, como guerreiros e não como fracos e covardes!

    Agradeço imensamente a oportunidade e trabalharei arduamente para o bem estar de todos!


    O tiefling se inflama com seu discurso de agradecimentos e promessas, sem dúvidas ele tem vários planos em sua mente para por em prática e ajudar a reerguer o vilarejo. Ele encerra com mais uma reverência e volta sua atenção para os demais.
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1335
    Reputação : 46
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Kether em Ter Mar 13, 2018 4:37 pm

    Após todos os conselheiros de Valkeiskylä se apresentarem com seus discursos, alguns mais breves, outros com um tom mais forte que foram ouvidos atentamente pelo Rei e sua corte. Então o Rei se levanta com sua taça de vinho que levanta para todos como se os convidassem para um brinde.

    - Meus prezados amigos, sim amigos, não são todos os que estão neste grande salão apenas companheiros de guerra. São todos meus amigos sem distinção. Com todos tive o prazer de conviver em algum momento desta triste página para a história dos Reinos irmãos de Vallys, Volken e Skuld. Alguns estiveram comigo por mais tempo, outros em pouco. Mas sem a ação de cada um de vocês desde a menor delas até as imbuídas com maior custo, sem elas nada disso poderia ter acontecido.

    O Rei Rayghan faz uma pausa e olha nos olhos de um a um dos envolvidos na reunião.

    - Glim Sympony, suas estratégias e planejamento sempre precisos mantiveram as nossas linhas de mantimentos e provisões sempre em funcionamento. Sem a sua coragem em ir de encontro com os pensamentos mesquinhos daqueles que buscavam tirar proveito de ambos lados em guerra e nos guarnecer nunca teríamos conseguido vencer esta guerra.

    - Karl Roland, um bom homem de origem humilde. Sabe o preço a ser pago pela paz. Um senhor da forja, e da guerra. Um homem da paz forjado na guerra, um herói do povo. Um exemplo para todos de Vallys que um coração nobre e a coragem de lutar por aquilo se acredita todos podemos fazer a diferença. É uma honra para mim e para toda família Real ter um herói como você ao nosso lado neste momento de reconstrução.

    - Abramelin Semiramis, o Sábio. Seu título já diz muito sobre você velho amigo. Ter a sabedoria de seu tão antigo povo ao nosso lado é uma dádiva. Outrora tive em seu mestre um grande conselheiro, e assim como ele tinha eu tenho toda a fé em seus julgamentos para que possamos fazer destas terras um exemplo para Vallys e para Volken.

    - Akmus Abyssis, sei que muitos se perguntam o por quê? Enquanto outros possuem a desconfiança devido a sua origem. Mas para mim, desde que você passou para nosso lado, serviu para mostrar que quando a causa é justa e quando estamos lutando pelos valores corretos até o mais improvável pode acontecer. Todos aqui tem a certeza de que você terá no momento correto a força necessária para fazer o que deve ser feito. E não esperamos nada diferente disso.


    - Por fim, mas não por último, Luan Yjo. Sua missão solitária pelo ermo algumas vezes com ajuda de Sulivan e de Kyrio foram indiretamente cruciais para dar fim a toda a Guerra. Sua habilidade na administração dos campos druídicos, as suas participações em conjunto com Arthon nas missões diplomáticas em Volken, Skuld e no Reino dos Elfos também foram comentadas várias vezes nas reuniões com meu Conselho de Guerra e Paz. Por estas entre outras razões aceitei a indicação de seu mestre e dos demais conselheiros.

    Rayghan faz nova pausa e abre um sorriso.

    - A guerra terminou meus amigos, mas agora começa o mais árduo trabalho para todos nós. A reconstrução de Vallys e Volken que passará a ter um novo governo. Cujo seu soberano será Etho Greenfield e sua esposa Artanys que além de novos Regentes de Volken eles irão guardar o casal Imperial de Volken para impedir que eles despertem e possam trazer seu reinado de terror, ou até que seja possível desfazer as maldições e que eles retornem a ser humanos novamente. Brindemos a isto!

    Aquela informação pegou todos os jovens membros do Conselho de Valkeiskylä de surpresa. Logo após todos brindarem o Rei convoca os conselheiros para uma sala onde estavam apenas os membros do Conselho de Valkeiskylä, Rayghan, Lothar, Kyrio e Sullivan. Tão logo todos se acomodam ao redor de uma grande mesa, que outrora deve ter sido a mesa de discussão de estratégias de guerra.


    - Eu os convoquei nesta sala para informar o que desejo que façam no período que governarão a região de Valkeiskylä. Vocês serão o Governo desta região mas estarão sob os olhos dos Lordes Kyrio e Sullivan que residirão no norte de Valkeiskylä como sabem. Eles são os meus embaixadores em Valkeiskylä. Poderão ser consultados e servirão de consultores para vocês, mas o destino de Valkeiskylä estará nas suas mãos. Compreendem?

    - Todos no Reino contam com o sucesso de vocês em fazer Valkeiskylä próspera e que se torne uma região de Vallys que seja a principal região no abastecimento de alimentos, como grãos, carnes e peixes para toda Vallys. Durante os primeiros dois anos vocês terão uma redução das taxas de impostos. Estes impostos serão mensais no valor de mil moedas de ouro, nos dois primeiros anos como eu disse. Nos seguintes haverá um aumento de mil peças de ouro até chegar a dez mil. Quando este valor for alcançado vocês terão mais cinco anos com os impostos congelados. E então deverão passar a pagar a taxa igual ao valor de 8 peças de ouro a cada 100 peças de ouro arrecadadas. Estes impostos deverão ser enviados para o Castelo Greenfield, lar de Kyrio.
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2856
    Reputação : 201
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Bravos em Qua Mar 14, 2018 2:50 pm

    As novas notícias foram recebidas com palmas e agitação. Intimamente, Glim sentiu-se aliviado de saber que ficaria sob a tutela de Kyrio. Assim teria mais liberdade de ação. Mas era também uma grande notícia que Ethos e sua esposa reinariam em Volken. Ele certamente era alguém capaz de fazê-lo. Depois disso, o rei passou a tratar do regime de tributação sobre Valkeiskylä e isso certamente era um ponto importante para o Lorde da Moeda. Enquanto o rei falava, ele traçava cálculos e fazia considerações.

    - Vejo um justo regime, Rei Rayghan. Desta forma teremos nos primeiros dois anos meios para fazer os devidos investimentos e nos anos seguintes o bastante para consolidar o que foi feito. - Virando-se para Luan Yjo, falou: - Como você calcula a capacidade dessas terras de produzirem? Poderemos tirar esse sustento da terra? Mesmo para toda Vallys?
    Dycleal
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2132
    Reputação : 34
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Dycleal em Qua Mar 14, 2018 7:28 pm

    Luan sorri ao ouvir a pergunta do conselheiro Glim Sympony, era uma excelente oportunidade de relatar o seu diagnóstico, de anunciar algumas ações e discorrer um pouco sobre o provável prognostico. Luan sabia, que a produção e abastecimento de viveres era crucial para aquela fase do pós-guerra e era importante que o lorde da moeda de forma responsável fissesse tal pergunta e ele, apenas dá um passo à frente e começa a sua fala: - Excelente pergunta, meu colega conselheiro e me sinto honrado que leves em conta a minha opinião para que faças um planejamento calculado com base no meu diagnostico e que avalies o meu prognostico com base nas ações que iniciei e que pretendo implementar.
     
    Como alguns sabem, escolhi os pedregais ao norte do povoamento, em virtude de ser o solo mais pobre do condado e pela possibilidade de usar as rochas solidas como instrumento de defesa e locomoção e também em virtude do proposito de não ocupar as terras mais cobiçadas pelos agricultores ao sul. Chegamos em número de seis druidas, uma patrulheira e quatro serviçais e implantamos a nova humilde vivenda. Estudamos o solo e o trabalhamos, enriquecendo-o e trabalhando a nossa costa lacustre e ribeirinha, a distribuindo e moldando-a e apesar de encontrarmos a terra completamente depauperada pela guerra e magia vil, conseguimos reverter consideravelmente com o crescimento de um bosque profuso em verde e em variedade e isso nos mostra que as possibilidades são alvissareiras e por certo, com muito trabalho e planejamento seremos o celeiro de toda Volken, Vallys, Skuld e até as terras élficas!
     
    E me congratulo com nosso novo soberano destas terras conquistadas, o Sumo Sacerdote Etho Greenfield e sua esposa Artanys e muito feliz por sermos supervisionados pelos meus mentores e amigos Mestre Sulivan e Kyrio, saibam que terão meu apoio e dedicação neste trabalho e o prazer de trazer a alegria, a felicidade e a paz aos filhos de Mielikke e de todos os credos na nossa região, tudo isso cristalizado por uma abundância de insumos. Espero ter respondido a contento a sua pergunta. E estou a sua disposição para mais esclarecimentos e planejarmos juntos o nosso futuro.
    Sayd
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 942
    Reputação : 36

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Sayd em Qua Mar 14, 2018 8:15 pm

    Sem fazer alarde, pego em minha mochila uma folha de papel, tinteiro e pena e começo a anotar as informações sobre impostos mencionadas pelo rei. Aproveito e anoto algumas coisas sobre o parecer do druida Luan.

    "Obrigado pela generosidade com a cobrança de impostos nesse inicio, majestade. Com a terra arrasada não vai ser fácil coletar muito dos produtores. Creio que vamos nos sair bem dessa forma."

    Anoto em um pedaço da mesma folha algumas orientações para Cassandra, solicitando que ela localize e de instruções aos servos que pretendo ter em meu serviço e dando ordens para que a construção da minha torre se inicie. Faço um pequeno cilindro com o papel e o entrego a Corax, o corvo familiar, telepaticamente ordenando a ele que entregue a mensagem.
    Dycleal
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2132
    Reputação : 34
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Dycleal em Qua Mar 14, 2018 9:39 pm

    Uma bela mulher ao lado de Luan Yjo, sussurra no seu ouvido e o druida, olha para todos com um sorriso e anuncia: - Minha esposa, Mylune, a esposa responsável pela administração da nossa vivenda, me avisa que aqueles que precisarem de uma morada provisória enquanto a sua residencia definitiva é construída, poderá morar conosco em uma tenda particular com todos os confortos básicos que precisarem. Podem fazer uma visita antes, para verificarem se a nossa simplicidade e acomodações um tanto rústicas são adequadas para servir como alojamento provisório, sem nenhum compromisso. Será uma honra abriga-los pelo tempo que precisarem.
    Lyvio
    Wyrm
    avatar
    Wyrm

    Mensagens : 7677
    Reputação : 26
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Lyvio em Qua Mar 14, 2018 9:47 pm

    Akmus ove atentamente as informações explanadas por todos e principalmente a do rei, afinal saber como funcionariam as coisas inicialmente seria de suma importância para traçar estratégias. Os demais conselheiros já começam a traçar seus planos e Akmos não poderia ficar de fora, ele como Lorde da Cidade deve priorizar que o povo esteja bem e isso envolve tudo desde a agricultura, comercio, finanças, defesa etc. Era uma grande responsabilidade.

    -De fato, sua generosidade quanto aos impostos iniciais e o crescimento progressivo é justo e eficiente, além é claro das boas escolhas como Etho e Arthanys para governar Volken, com isso, teremos tempo e segurança para erguer tudo e aos poucos avançar, mas creio, Milords, que como Conselheiro da Cidade eu estarei constantemente em trato com vocês, afinal, tudo que se fizer nessa cidade é em nosso benefício que somos o povo, desde a agricultura, passando por transporte, finanças, saúde, educação, segurança, comércio... Enfim, uma infinidade de coisas que eu estarei atento e em trato constante com vocês.

    Tenho muito a fazer e inicialmente queria me preocupar com as necessidades básicas das pessoas, tais quais água e alimentação. Creio que Luan possa nos informar sobre veios de água que possam ser consumidas e sugerir que o início das plantações sejam com plantas que não demorem muito a crescer para serem consumidas com mais rapidez. Além disso falar sobre a caça e o desmatamento que será necessário para fazer as moradias, pastos e plantações.


    O Tiefling termina de se pronunciar voltando sua atenção para o druida. Mas logo sua atenção e tirada para a proposta de Luan Yjo.

    Uma bela mulher ao lado de Luan Yjo, sussurra no seu ouvido e o druida, olha para todos com um sorriso e anuncia: - Minha esposa, Mylune, a esposa responsável pela administração da nossa vivenda, me avisa que aqueles que precisarem de uma morada provisória enquanto a sua residencia definitiva é construída, poderá morar conosco em uma tenda particular com todos os confortos básicos que precisarem. Podem fazer uma visita antes, para verificarem se a nossa simplicidade e acomodações um tanto rústicas são adequadas para servir como alojamento provisório, sem nenhum compromisso. Será uma honra abriga-los pelo tempo que precisarem.

    O tiefling parece lisonjeado com o convite, mas recusa:

    -É muito gentil da parte de vocês nos oferecerem um teto, mas já cuidei de tudo isso e creio que posso sugerir outra opção no meu caso. Tenho duas tendas, uma para mim e uma para meus trabalhadores, além disso possuo dois Mastiffs treinados como caça e guarda, queria indaga-los se seria possível, por segurança, inclusive, eu armar as tendas próximas a tenda de vocês, assim, meus Mastiffs e meus trabalhadores poderão nos auxiliar. O que me dizem?
    Dycleal
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2132
    Reputação : 34
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Dycleal em Qua Mar 14, 2018 10:13 pm

    Luan ouve a resposta simpática de Akmus e reafirma o seu convite de que a área que ele reservou para os seus companheiros está disponível para ele armar suas tendas e se incorporar a rotina do grupo, mas com total independência e privacidade. Adiantou também que na manhã seguinte irão fertilizar as terras ao sul da cidade, onde fica a grande maioria das fazendas e redistribuir a água conforme a necessidade as necessidades de cada cultura escolhida e que consultará os fazendeiros sobre suas demandas e necessidades para providenciar as ações. Precisam decidir sobre a construção de uma local de armazenamento e da sua gestão compartilhada pelos conselheiros, pois suas ações logo criarão um superavit a ser administrado com sabedoria.
    Kether
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1335
    Reputação : 46
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Kether em Qui Mar 15, 2018 9:52 am

    Sulivan, bem como os demais, observava atentamente a conversa que girava ao redor dos conhecimentos da área. Fato que deveria ser pensado e planejado. Por isso ele resolve tomar a palavra e assim que tem a atenção de todos ele começa a falar.

    - Parabéns a todos pelos cargos que conquistaram. Mas eu gostaria que todos observem bem as condições de toda a terra compreendida desde o litoral no extremo norte que deverá ser revitalizado assim como a capital até a fronteira com Volken no Sul onde há a maior incidência de saques e ataques de ladrões. Isto sem contar na parte central das terras que vocês administram onde há uma maior quantidade de forças que são ainda aliadas do antigo Imperador de Volken.

    Ele faz uma breve pausa para que suas palavras sejam bem absorvidas pelos jovens e antes que eles falassem ele continua com a palavra apenas gesticulando para que esperassem mais um tempo.

    - O uso da magia é uma coisa boa, ela é uma ferramenta. Seria muito fácil para mim e meus amigos recuperar todos os problemas que a guerra causou usando-a, mas não seria uma conquista do povo. Eles devem ser incluídos, eles devem ter ciência de que são parte da reconstrução e que eles fazem a diferença. E mais, uma construção feita por magia pode ser desfeita com mais facilidade por outra magia. Quando são construídas pelas próprias mãos estas construções são imbuídas com os sentimentos de todos os envolvidos. Sentimentos de esperança, dor, angústia, felicidade, ódio, amor... tudo está lá. E por isso possuem um significado maior, há uma devoção maior pela manutenção daquilo que foi construído com tanto suor e vontade.

    Ele bebe um pouco de água e continua

    - A magia pode tudo meus jovens, mas nem tudo deve ser feito por ela. Fazer tudo com a magia tornará as conquistas de todos menores. Vocês devem pensar no povo, eles são pessoas comuns e as conquistas deles devem ser alcançadas com métodos que eles possam duplicar. Vocês conseguem enxergar o que eu estou falando?

    Neste momento Kyrio toma a palavra.

    - Se todos os problemas fossem resolvidos por nós que podemos soltar magias ou que tem o poder de ceifar vidas com armas, ou aqueles que escrevem os feitos para que os mais simples possam ter uma inspiração para fazer o melhor que podem para alcançarem suas vitórias pessoais. Me respondam aqueles que podem evocar magias. Se sempre que alguém sentir fome alguém conjurar uma magia que cria comida, para que iremos plantar? E se esta pessoa que pode criar a magia morrer?

    Kyrio olha para os jovens.

    - Vocês conquistaram estes cargos pois durante a Guerra souberam usar suas habilidades secundárias e não seus poderes. Foram criativos, corajosos, surpreendentes e até imprevisíveis em suas tomadas de decisões. Usem isso e não seus poderes mágicos, sejam a fonte de inspiração para as pessoas comuns, mostrando sobretudo humildade.
    Dycleal
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2132
    Reputação : 34
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Dycleal em Qui Mar 15, 2018 6:42 pm

    Luan presta atenção nas palavras do seu mestre e amigo e balança a cabeça algumas vezes assentindo com as falas e continua atento quando seu companheiro de negociações diplomáticas Kyrio complementa as sábias palavras do Arquidruida e solenemente faz uma mesura e diz: - Que dádiva os ter como supervisores e conselheiros, me sinto seguro em saber de tão régio recurso e companhia em meus futuros passos. Olha para suas esposas e discípulos presentes e continua: - Nós, os druidas, sabemos que a natureza é sabia e justa na sua neutralidade e pensando nisto que eu e meus companheiros decidimos usar apenas a magia necessária neste primeiro momento para evitar um período de fome inercial, porém como falei, amanhã iremos ter com os fazendeiros ao sul, deliberar com eles as ações nas suas terras e não usaremos de magia na semeadura, apenas moldaremos os cursos de água obstruídos e anularemos os efeitos deletérios da magia vil.
     
    Olha para os amigos e mestres e diz: - Mas o conselho é importante para que não percamos o foco, além revitalizar as terras e os espíritos, precisamos dar condições do povo se reorganizar à sua nova condição e confiar que com fé e bons exemplos o povo fará o seu melhor, ou toda mudança ou vitória será em vão, será apenas o adiamento de uma nova queda. Somos os líderes do amanhã e não os tutores de crianças inocentes. A experiência nos mostra que quando bem estimulado e confiantes de suas capacidades as pessoas se superam e são capazes de fazer maravilhas.
     
    Dá uma pausa e conclui: - Exorto a todos os conselheiros a acolherem as palavras do Arquidruida Sulivan, particularmente meu mestre e do Lord Kyrio, com quem convivi por um bom tempo no serviço diplomático e usufruí da sua sabedoria. Coloco-me como um discípulo das vossas palavras que com sabedoria nos darão um norte seguro nestes tempos de mudanças e desafios.
    Gelatto
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1106
    Reputação : 9
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh19.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Gelatto em Qui Mar 15, 2018 8:00 pm

    [OFF: desculpem a demora! /OFF]

    Em resposta à apresentação do Rei Rayghan, Karl responde:
    -"Eu só fiz o meu dever, alteza! Tudo pelo bem do povo, não para ganho pessoal! Sou grato pelas suas palavras e mais grato ainda por servir um rei benevolente e tratá-lo como amigo."

    Em resposta ao novo governo de Volken (Etho e Artanys), bem como a indicação dos embaixadores de Valkeiskyla (Kyrio e Sullivan), Karl apenas consente positivamente com a cabeça.
    E sobre as taxas para reconstrução do condado, Karl apenas se mantém em silêncio, confiante na decisão do seu rei.
    -"Sabemos que altas taxas tendem a deixar o povo descontente, ainda mais no pós-guerra. Creio que fora uma sábia decisão, alteza."
    -"Mas temos que nos ater a melhorar nossa receita se quisermos cumprir com estas obrigações."
    , lembra ao conselho.

    Os outros conselheiros começam a discorrer sobre a reconstrução do condado, e partem para a necessidade mais básica: o alimento. Karl não é um homem da terra, mas é agradecido àqueles que podem prover sua mesa.
    -"Eu concordo que prover alimentação para o condado é nosso primeiro passo, ou melhor, nosso dever para com este povo que sofreu durante a guerra. Muitos perderam tudo. Alimentar seus corpos é o mínimo que devemos a este povo."

    Em resposta ao oferecimento de um local para repousar até nossas moradias estarem devidamente prontas, Karl é bem grato:
    -"Mestre Luan Yjo, sou muito grato pela oferta. Não tenho qualquer objeções e minha família aceita uma tenda simples. Confesso que estava curioso com o dia a dia do povo druídico, e ainda mais com a vida simples do campo. Lhe aviso que será somente até que nossa moradia esteja concluída, e não prolongaremos nossa estadia e nem lhe traremos quaisquers complicações. E pagaremos todos os gastos que porventura vamos ter."

    Em resposta a ao lorde Sullivan:
    -"Vamos nos lembrar que muitos destes ditos bandidos podem ser desertores de ambos os exércitos. A guerra foi muito longa, e muitos a deixaram em busca de outra forma de sobreviver. Ex-soldados só conhecem uma forma de viver: oprimindo. Talvez alguns deles possam ser persuadidos a retornarem ao seu posto em troca de perdão, pois precisaremos de toda ajuda que pudermos encontrar. Uma guerra longa e a dizimação de grande parte da população, termos áreas isoladas abandonadas, inabitadas, inclusive nobres que podem se opor ao nosso governo."

    Em resposta ao lorde Kyrio:
    -"Apesar de conhecer alguns efeitos mágicos que usei na guerra, usar magia durante a paz é um jeito ocioso de fazer as coisas. A magia não é eterna. O que o homem constrói é. Eu concordo veemente nesta linha de reconstrução mais braçal, onde cada um terá uma gota de suor em cada pedra e madeira do condado, chamando-o de lar."

    E, para finalizar:
    -"Como todos sabem, venho do povo, e sei o que do que gostamos, do que precisamos. Precisamos de comida e segurança. Se estivermos bem alimentados e nos sentirmos seguros em nossas casas, nas ruas, nos campos, aceitaremos de bom grado tudo o que possa vir depois. Lembrem-se que o Grande Exército de Vallys foi facilmente regimentado devido a esta estrutura. Creio que nossa pauta inicial deve se dedicar à alimentação. Depois, temos que discutir em como proteger nosso povo."
    Bravos
    Sacerdote de Cthulhu
    avatar
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2856
    Reputação : 201
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Bravos em Qui Mar 15, 2018 9:40 pm

    As colocações vão surgindo e na cabeça de Glim ele vai traçando as oportunidades. Respondeu primeiro ao druida:

    - Um terreno rochoso? Acho que isso trás para nós um valor importante. Minérios e gemas podem ser para nós um respiro importante para agilizarmos a entrada de lucros. Gostariam muitíssimo de passar os primeiros dias convosco para averiguar essas rochas. - Claro que dar de comer ao povo é importante, mas as plantas tem seu tempo para crescer. Minérios e pedras, não. Eles já se formaram ao longo dos séculos e estão todos bem guardados esperando o momento de serem trabalhados e talhados pelos ourives. - O Lorde da Cidade também ficaria muito feliz se por ventura encontrássemos lugares capazes de prover minas. Agricultura e minério precisam de muitos braços e nós temos muitos braços querendo trabalhar.

    Ouviu atentamente as considerações de Sullivan e de Kyrios e assentiu espirituosamente. - Corretíssimos, mislordes! É dito comum: os deuses estão do lado dos que cedo madrugam. É a força do braço na labuta diária que provém o sustento de uma cidade. E vejo bem que nenhum aqui tem o intuito de fazê-lo de outra maneira.
    Lyvio
    Wyrm
    avatar
    Wyrm

    Mensagens : 7677
    Reputação : 26
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Lyvio em Sex Mar 16, 2018 9:26 pm

    Akmus ouve com total atenção as palavras de todos, ele observa e analisa cada frase e monta em sua cabeça algumas ideias com base nelas que possa de alguma forma beneficiar a si e a população, de fato,ele não estava alí apenas pelo povo, e sim primeiro para ele e depois para os demais, ajudando o povo e os demais conselheiros e o rei ele estaria ajudando a sí. Queria muito mais que um simples conselheiro, mas sabia que tudo deve ser galgado no seu tempo.

    O tiefling ouve o conselheiro de defesa com suas ponderações e e constantemente balançava a cabeça de acordo. Não era de hoje que ambos tinham muitas ideias parecidas talvez os ideais que seriam diferentes, mas ali, naquele momento o que estava em pauta eram as ideias.

    Os outros conselheiros começam a discorrer sobre a reconstrução do condado, e partem para a necessidade mais básica: o alimento. Karl não é um homem da terra, mas é agradecido àqueles que podem prover sua mesa.
    -"Eu concordo que prover alimentação para o condado é nosso primeiro passo, ou melhor, nosso dever para com este povo que sofreu durante a guerra. Muitos perderam tudo. Alimentar seus corpos é o mínimo que devemos a este povo."

    -Esta seria nossa principal obrigação inicialmente!

    Em resposta a ao lorde Sullivan:
    -"Vamos nos lembrar que muitos destes ditos bandidos podem ser desertores de ambos os exércitos. A guerra foi muito longa, e muitos a deixaram em busca de outra forma de sobreviver. Ex-soldados só conhecem uma forma de viver: oprimindo. Talvez alguns deles possam ser persuadidos a retornarem ao seu posto em troca de perdão, pois precisaremos de toda ajuda que pudermos encontrar. Uma guerra longa e a dizimação de grande parte da população, termos áreas isoladas abandonadas, inabitadas, inclusive nobres que podem se opor ao nosso governo."

    -Os que aceitarem se unir a nós devem ser acompanhados de perto os demais só tem um caminho, a morte...Todos os atos que forem praticados fora da linha devem ser severamente punidos, para que todos tenham essa punição como exemplo e não façam o mesmo, pois saberão as consequências!

    O tiefling entonou essa frase com firmeza e rigor, pois era uma convicção sua inabalável.

    "Como todos sabem, venho do povo, e sei o que do que gostamos, do que precisamos. Precisamos de comida e segurança. Se estivermos bem alimentados e nos sentirmos seguros em nossas casas, nas ruas, nos campos, aceitaremos de bom grado tudo o que possa vir depois. Lembrem-se que o Grande Exército de Vallys foi facilmente regimentado devido a esta estrutura. Creio que nossa pauta inicial deve se dedicar à alimentação. Depois, temos que discutir em como proteger nosso povo."

    -Concordo plenamente, em gênero, número e grau, sem tirar nem por uma vírgula sequer! E digo mais...

    Akmus toma a frente e circula ao redor da mesa enquanto expõe sua ideia.

    -Esse ponto, nobres conselheiros é o que está também em minhas prioridades, como falei inicialmente, todos os homens, mulheres e inclusive crianças DEVEM ser treinadas na arte da magia e do combate, nossos soldados deverão ter o suporte e apoio necessário, assim como todo o nosso futuro aparato de defesa inclusive inteligência de espionagem. É inadmissível ser fraco pior que isso, ser inútil.

    A lei da natureza é clara e objetiva quanto a isso, os fracos sucumbem perante os fortes com merecimento pois são fracos. Por esse motivo quero que nosso povo saiba se defender, que busquem a força pois ela dobra tudo e ninguém resiste a ela! Eu quero que os homens, mulheres e crianças mesmo que morram numa guerra, morram com orgulho de sí, com honra! Pois tinham meios para lutar e não fugir como covardes e inúteis, eles seriam apenas fracos pois sucumbiram, mas jamais inúteis e covardes.

    Depois de alimentados meu nobre amigo e conselheiro da defesa Karl, o povo deverá ser protegido!


    - O Lorde da Cidade também ficaria muito feliz se por ventura encontrássemos lugares capazes de prover minas. Agricultura e minério precisam de muitos braços e nós temos muitos braços querendo trabalhar.

    As palavras de Glim também animam Akmus que imediatamete lhe responde em acordo:

    -Sem sombras de dúvidas caro Glim! Gemas seria uma fonte de renda inicial rápida para nosso povo, minério de ferro dentre outros e até pedras que serviriam para a construção da cidade e para vendas! Terei que me dobrar em muitos para poder acompanhar todos vocês, mas farei isso com prazer!

    Ele encerrava com maus uma reverência e voltava a sua posição na mesa.




    Sayd
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 942
    Reputação : 36

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Sayd em Sab Mar 17, 2018 11:15 am

    Escuto tão atentamente as falas dos demais que até me esqueço de beber o vinho, tomando notas disso e daquilo, para só no final falar.

    "Certamente há muita coisa para ponderar", eu digo. "Estou de acordo com o que disseram os outros conselheiros. Quanto à moradia, agradeço pelos convites, mas já enviei ordens para a construção de uma torre próxima ao castelo. Enquanto isso creio que ficarei instalado provisoriamente em meu escritório... vários desses planos podem necessitar de dinheiro. Dependendo da situação nos campos é possível que tenhamos até mesmo que comprar sementes. Por isso acho que é fundamental não descuidar da segurança do tesouro público. Ficar por perto me parece uma boa ideia. Amanhã tomarei precauções para aumentar essa segurança, antes de qualquer outra coisa.

    Faço uma pausa brevíssima e então prossigo com outro tópico.

    "Peço ao lorde do Comércio que, na medida em que se informar, me repasse uma relação dos comerciantes em atividade na cidade. Vou precisar me reunir com eles eventualmente para discutir os impostos. O mesmo vale para os agricultores, mineiros, madeireiros e quase todo o resto. Peço ajuda dos demais conselheiros para ir me iterando sobre isso."

    Então mudo um pouco de tom e completo meio numa piada:

    "E conforme forem elaborando seus planos de restauração do condado me enviem os orçamentos."
    Dycleal
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2132
    Reputação : 34
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Dycleal em Ter Mar 20, 2018 2:45 pm

    Luan ouve as palavras do Lorde Abramelin, e sorrindo diz: - Assim que me reunir com os agricultores da região sul do condado amanhã, eu lhe passarei o cadastro atualizado de todos eles com tamanho das terras, investimentos e produção e cultura. Mas meu amigo, se é segurança que procuras, podemos fazer um cofre na solidez da rocha e moldarei um escritório ou vivenda anexa ao cofre para você, ou conhece algo mais inexpugnável que uma rocha bruta?
     
    Sem dar tempo de uma resposta ao amigo e colega de conselho, faz um semblante mais sério e continua: - Concordo com todos sobre a urgência dos alimentos, pois alimentos não são um luxo, mas condição para a vida e mesmo antes do meu chamamento ao conselho, preocupado com as condições que a mãe natureza tinha encontrado nestas paragens, me desloquei para cá com o meu séquito e entramos em comunhão com a deusa por três dias e três noites em jejum pleno e a deusa me deu uma visão e vi a deusa caminhando ao meu lado até próximo da divisa sul com Volken e colhia uma flor bela chamada Nek’Mani. É uma flor rara que só vi nos meus caminhos da vida ainda muito jovem, próximo as ruinas sagradas que restaurei.
     
    Após uma breve pausa, continua: - Depois a deusa me levou a terra de Silf e me convidou a banhar com ela nas águas de uma fonte sulfurosa e após relaxarmos voamos até as extremidades leste do condado e vimos um grande dragão negro sendo sacrificado em um ritual demoníaco e queimado até ficar apenas o pó de um amarelo âmbar e brilhante. A deusa virou para mim e disse, "reúna esses três elementos: A flor, as águas e o pó dos ossos daquele dragão e faça uma poção para administrar no solo de todas as regiões devastadas e as terras serão recuperadas e seu período de produção e colheita nos três será acelerado em três vezes o seu tempo" e beijando-me a face falou: "- Agora ide e fazei o que vistes eu fazer" e ao sair do transe, um pequeno pote com a poção estava aos meus pés e apliquei no terreno pedregoso e deteriorado do nosso refúgio e tudo foi recuperado em um tempo assombrosamente rápido.
     
    Finalmente conclui: - Portanto é como o meu mestre, o Arquidruida falou, preciso de homens e mulheres corajosos e dispostos a irem nestes três objetivos e me tragam os insumos para recuperarmos a terra e garantir um futuro para todos. Preciso de mais ou menos cinco voluntários para cada missão e as missões em ordem de dificuldade são, a mais fácil adquirir as plantas e a mais difícil recolher o pó dos ossos do dragão negro sacrificado. Aos interessados darei mais detalhes. Espero o apoio e a ajuda de todos vocês.
    Conteúdo patrocinado


    Re: 1. O novo Conselho

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Dez 13, 2018 12:37 am