Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    A Chegada dos três. +18

    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 904
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Chegada dos três. +18 Empty A Chegada dos três. +18

    Mensagem por AndréMarrão em Ter Ago 06, 2019 12:58 pm


    Parte I: Linnevin e sua sede de poder.

    Linnevin era uma bruxa. Não de histórias de fadas. Uma bruxa de verdade. Sempre houve dúvidas quem era seu senhor. Mas nunca duvidou-se de que era poderoso e cumpria o que prometia, em troca do que era solicitado. Linnevin sofreu tantas alterações, que alguns acreditavam que nem humana ela era mais.
    Linnevin Tinha uma irmã Liana.
    Quando jovens, tinham apena um ano de diferença, Liana era a boazinha, a que fazia o que a irmã pedia, e pegava todas as obrigações da casa para si. Deixando assim Linnevin livre pra brincar, mesmo que liana nem sempre conseguisse ver os amigos da irmã. E dos que via, mesmo que às vezes não gostava muito. Mas sua irmã sempre a protegia. Sempre tomava a frente quando um perigo aparecia. E eram muitos. Um carcaju raivoso quase mordeu Liana. Mas os poderes que Linnevin já demonstrava, mesmo cedo, conseguiram encaminhar o animal para dentro de uma armadilha e liana nunca perguntou a irmã que fim levara o bicho. E foram crescendo. Liana cuidava da casa e ia a igreja com a mãe. Linnevin brincava e brincava, sempre arrumando uma desculpa para não ir ao templo. E assim iam crescendo.
    Para a família Linnevin era a rebelde.
    Para com seus amigos imaginários Linnevin não questionava, fazia.

    De início foram animais especiais. O carcaju por exemplo, atacou a irmã a mando dela. Isto pois os animais Deveriam ser sacrificados de uma forma tal, apenas após terem passado a confiar e gostar dela. Alguma coisa dos animais ficava com ela. Um sentido mais aguçado. Uma melhor capacidade de equilíbrio. Poder ver na penumbra, na escuridão, ver sem precisar de olhos. O processo era demorado, mas valia a pena.
    Cresceram , Liana passou a, cada vez mais, frequentar o templo de Apollo e logo já tinha sonhos de ser sacerdotisa, cleriga de Apollo.
    Linnevin cada dia se tornava mais uma outra pessoa. Mas ainda com a proximidade com a irmã atenuando seus piores traços.
    Chegaram a se aventurar e por anos e anos a fio, mais de 30, sempre que podiam saíam em aventuras, a cada aventura Linnevin alcançava mais um animal diferente e exótico. A irmã nunca questionou, mas com o treinamento de clériga avançado começou a entender a fundo os amigos de Linnevin. Apesar do animal sempre ficar com Linnecin por mais que os animais sempre ficassem um bom tempo com Linnevin e parecerem gostar dela quando mais estavam perto de sua irmã mais dependentes dela. Eles sumiram ou morriam de alguma doença. Até que se confirmou para Liana, depois de conseguirem um gato élfico para a irmã, não era um gato élfico qualquer, era um gato élfico pelo curto das florestas dos altos elfos, que odiaram que um de seus gatos fossem retirados de lá. Liana percebeu que a irmã passou a apresentar os olhos fendidos iguais aos do gato.
    Pela primeira vez as irmãs brigaram.
    E foi uma briga feia. Já tinham mais de 30 anos. Liana acusava Linnevin de usá-la para fins nefastos e Linnevin dizia que era uma cega que só via o que queria, que o mundo é daqueles que estão dispostos a tomar o poder para si.  Não se falaram mais por muitos e muitos anos.

    Um dia Linnevin quis ter juventude de volta, mas isso era mais difícil, exigiria mais que tirar uma vida, exigia criar uma vida, e não poderia criar em outra pessoa, ou usar uma vida que outra pessoa havia criado, tinha que ser a dela mesma. Mas ela não queria viver pouco, ela queria, também, longevidade
    vontheevil
    Elder God
    vontheevil
    Elder God

    Mensagens : 4972
    Reputação : 108
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh35.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por vontheevil em Sex Ago 09, 2019 8:15 am

    é uma boa história cara

    agora um crítica como amigo:

    O carcaju atacou e foi retirado atravez dos poderes de Linnevin?

    e o fim precisa de uma "polida" mas acredito que o texto revisado pode ficar excelente

    mesmo textos feitos em partes com continuação, precisam "funcionar" sozinhos ter começo (que aqui ta muito bom) meio e fim
    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 904
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por AndréMarrão em Sex Ago 09, 2019 12:43 pm

    Ele foi instigado por linnevin e depois TB retirado por ela... Para reforçar a gratidão da irmã.
    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 904
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por AndréMarrão em Ter Out 08, 2019 1:50 pm

    Parte II - Ladra de formas.

    Queria muito ter alguns anos de volta. Mas seu mestre disse que primeiro ela deveria aumentar seu intelecto e para isso tinha que fazer o processo com um filho seu, tinha que gerar a criança dentro de si. Mas que ele a iria ajudar. Como sempre ela já tinha muito e resolveu juntar o útil ao agradável.
    Seduziu um jovem aventureiro com auxílio de seu mestre. Um druida. Foi difícil, mas ela conseguiu, ela queria poder se transformar em animais, mesmo que de uma forma corrupta, ela iria conseguir. Fingia ser alguém preocupada com as florestas e que gostava de animais, mesmo que eles não gostassem dela. O jovem druida ficou apaixonado, mesmo contra os conselhos de seu companheiro animal. Era uma ursa. Hranillar era o nome do druida. A ursa se chamava Bellisia.
    Hranillar nascera com o dom de mudar de forma. Desde sempre virava um urso e foi por isso deixado aos cuidados dos druidas e criado por eles para também ser um druida. Sempre sentiu falta de contato humano e quando sabiam de sua capacidade achavam estranho e se afastavam. E aquela linda mulher admirava sua capacidade de se tornar animais. Chegou, numa noite, a pedido dela, virar urso para que dormissem mais quentinhos. Tanto ela fez que, mais que apaixonado, ele confiava completamente nela. Tanto amor que ele pediu para ter um filho com ela. Queria chamá-lo de Hranson. E assim foi feito.
    Consumou-se a criança dentro da bruxa. Eles passaram nove meses como um casal feliz. Até a criança nascer. Ela parecia ter as mesmas características de transformação do pai.
    Um dia Hrannilar acordou amarrado de cabeça para baixo. Com seu filho logo abaixo dele, sobre um pentagrama de metal que também estava suspenso. Abaixo do pentagrama estava seu amor. Linnevin, se possível, estava mais bela que nunca, nua. Havia um aparato estranho, parecia um caixão com facas em seu interior, na posição certa para fechar em torno dele. Quando a bruxa perguntou se ele a amava e teve a confirmação puxou uma corda e a dama de ferro se fechou entorno ao druida. Que ainda tentou se transformar em urso, mas morreu em uma forma híbrida. Um meio termo entre homem e fera. O sangue dele foi guiado todo para que caísse sobre seu filho e depois sobre a mãe da criança.
    Assim a mãe ganhava a possibilidade da criança de toda inteligência que ela poderia desenvolver e ao mesmo tempo recebia o dom de se tornar um animal, uma ursa, a seu bel prazer. Uma ursa que sempre aparece ensanguentada. E quando se transformava sujava o entorno dela todo com uma gosma que tornava a área escorregadia. Ela também não podia se transformar de forma rápida entre as formas. Tinha sempre que demorar um tempo numa forma para poder reverter a outra.
    Ao mesmo tempo que sua capacidade de intelecto cresceu a da criança diminuiu, até tornar-se quase um animal. Foi deixado na frente da igreja de Apollo onde a irmã de Linnevin, Liana, residia, e o jovem Hranson nunca aprendeu a falar, realmente tinha a mesma capacidade que o pai e cada vez mais, com o tempo, ficava na forma de urso. Um dia, alguns meses depois, Bellisia apareceu na frente da igreja. Liana tinha uma outra visita. O Chefe do círculo druidico da floresta de Guardiana também junto estava a sacerdotisa do templo de Dao e com sua sabedoria e capacidade divina conseguiram falar com a ursa. E entenderam que ela queria cuidar de Hranson. E essa foi a última vez que viram Hranson, se transformando em urso e deixando a cidade por muitos e muitos anos. O jovem Hranson foi treinado e ensinado a mudar para outras formas a se tornar um shifter. O protetor do círculo druídico era um sacerdote de Dao, Throkar, um anão que cuidou de Hranson como se fosse um filho em conjunto com a ursa Bellisia.
    Lady_Atalanta
    Neófito
    Lady_Atalanta
    Neófito

    Mensagens : 39
    Reputação : 7

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por Lady_Atalanta em Qui Nov 14, 2019 4:45 pm

    Bem bacana e esperando por mais I love you
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7083
    Reputação : 147
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por Dycleal em Sex Nov 15, 2019 10:49 am

    Linnevin é mãe de uma personagem minha e dele, (dois personagens que são irmãos) acredita? Precisaremos de anos de terapia kkkkkk
    Lady_Atalanta
    Neófito
    Lady_Atalanta
    Neófito

    Mensagens : 39
    Reputação : 7

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por Lady_Atalanta em Sex Nov 15, 2019 11:09 am

    @Dycleal escreveu:Linnevin é mãe de uma personagem minha e dele, (dois personagens que são irmãos) acredita? Precisaremos de anos de terapia kkkkkk

    Muita terapia viu Shocked
    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 904
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por AndréMarrão em Sab Nov 16, 2019 9:56 am

    Parte III - Ladra de passados e futuros.
    Linnevin não estava satisfeita,e conseguiu logo o que queria, rejuvenescer, teve um filho
    de um elfo, um ferreiro élfico de uma vila próxima, uma vila que ela e a irmã salvaram certa
    vez de uma pantera deslocadora comandada por um goblin Shaman. Foi fácil conseguir a
    confiança do Elfo que já a conhecia de anos. E apesar disso ela fez o mesmo e roubou do pai
    e do filho coisas parecidas, do pai roubou o tempo que ainda tinha para viver e do filho a
    juventude, voltou a ser uma jovem de 15 anos, e assim quis mais força, mais poder.
    Parte IV O mal cria as ferramentas de sua derrocada.
    Mais uma vez a criança não morreu. Guiados por algo mais forte Bellisia e Hranson
    acabaram chegando até o local onde o bebê fora deixado para morrer. Bellisia se viu
    naquele momento capaz de amamentar a forma, enrugada como de um velho e pequena
    demais para se sustentar.
    O leite da ursa operou milagres no pequeno e apesar de nunca ter crescido muito, não ter
    nem a altura de um jovem humano, acabou ganhando forças e devido a sua forte herança
    élfica, mesmo tendo perdido tanto tempo de vida e seu corpo responder como alguém de
    centenas de anos, seu pai passou para ele força, tempo de vida, conhecimento sobre como
    fabricar armas e armaduras, mundanas ou mágicas , de sua mãe absorveu experiência,
    lembranças de como fazer e ser o que ela era. Em início aquilo o revoltava, ele tinha as
    mesmas capacidades que a mãe, mas, diferente dela seu patrono logo apareceu, era um
    celestial ou um Deus.
    Nunca revelou-se de todo, mas deu ao jovem a capacidade de alterar e até, quem sabe,
    reverter o mal que sua mãe havia feito. Ele cresceu próximo a Bellisia e Hranson.
    Se denominou como Sọnu Kọja.
    Mesmo de longe seguia os passos que a mãe dava, apesar de saber por onde ela estava indo
    e por onde ela foi, tomou um caminho muito melhor, tentando auxiliar seus irmãos
    alquebrados pela sanha maldita de sua mãe.
    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 904
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por AndréMarrão em Sex Dez 13, 2019 11:31 pm

    Parte V -Ladra de saber.

    Linnevin queria a capacidade de criar luz e trevas sem necessitar usar sua magia, queria poder fazer isso de forma mais eficiente, rápida e sem limitações, mais ainda, queria resistir aos elementos e fortalecer ainda mais suas capacidades de bruxa. Queria uma beleza de outro mundo.

    E assim solicitou novamente ajuda de seu patrono. Ela teria que seduzir alguém tocado por Planos e, como ela queria coisas tanto com características divinas quanto demoníacas, tinha que encontrar um descendente tanto de Aasimares quanto de Tieflings. E foi isso que ela foi procurar.
    Seduziu e roubou de um dos responsáveis da grande biblioteca do reino seus conhecimentos e capacidades de pesquisa em livros. E depois foi pesquisar histórias de famílias e acabou encontrando.

    Parte VI Recebendo mais do que se espera.

    Galdannon era filho de Alstrisia e Solennon. Alstrisia é uma Feiticeira Aasimar de renome e Solennon um ranger Tiefling, que, em suas vidas de aventuras, se encontraram e se apaixonaram. Após muitas aventuras se casaram e constituíram família.
    Os filhos nasceram todos normais.
    Cresceram sem manifestar afinidade com a parte celestial ou demoníaca de seus pais. Galdannon virou um guerreiro muito competente, e era um aventureiro decente e exatamente pelo coração de Ternura foi presa fácil pra maldita bruxa. Fingiu-se ela de donzela em perigo. Quando foi salva fingiu um derretimento de amores pelo jovem guerreiro
    Galdannon já havia passado parte da vida em viagens, acompanhando vendedores viajantes como segurança de caravanas. E por mais viajado que fosse Linnevin era, além de bela, muito boa em fingir. Viajou e ajudou Galdannon em variados momentos. Recuperaram artefatos e até se tornaram um casal de renome, e como seus pais Galdannon quis constituir família.
    Em pouco tempo Linnevin estava grávida. E ela se assustou logo, pois nunca em tão pouco tempo aparecera tão grande volume em seu ventre. havia algo diferente.
    Apesar do volume a gestação foi mais fácil do que esperava, e mesmo ela sempre tendo se virado sozinha, desta vez foi auxiliada por uma parteira, uma clériga de Dao.
    E Galdanon ficou em êxtase ao saber que eram três crianças, a primeira a sair era um primor, com plumas brancas entre os cabelos já existentes, olhos de uma furta cor. Quase brilhava e asas vestigiais minúsculas, que nunca sustentaram seu peso. Galdannon já acostumado com os traços de sua mãe ficou muito feliz em ser agraciado com tão bela menina. o segundo foi mais difícil de sair, a pele cinza como fuligem sobre uma pele clara, dois chifrinhos, algumas escamas espalhadas pelo corpo, orelhas mais pontiagudas que de um elfo, olhos negros como carvão, uma cauda que parecia estar segurando em algo e conforme puxaram, havia mais uma cauda, as duas estavam entrelaçadas, como se não quisessem ser soltas uma da outra. Este jovem tinha patas com cascos fendidos. Assim como o pai de Galdannon, portanto pra ele, nada mais auspicioso. e por fim o nascimento mais difícil. os dois primeiros tinham um tamanho normal, mas este terceiro, foi necessário intervenção da clériga, com os milagres de Apollo para conseguir manter a mãe viva, quase que literalmente o terceiro bebê saia rasgando a mãe. A terceira criança também era linda de uma coloração e maciez de pele perfeita, tinha asas bem desenvolvidas, mas tinha também chifres e cauda. Assim que saiu Iluminou o quarto todo com uma auréola que aparecia em sua fronte. Ninguém dali jamais imaginaria isso, um híbrido de Aasimar e Tiefling. Lindo de se ver. E parecia um bebê de muitos meses e não apenas um recém nascido. Quando Linnevin viu aquilo, aquelas belas crianças eram dádivas para seus sonhos mais pervertido, chegou a sorrir, mas dos olhos do terceiro bebê ela viu que não confiava nela, e estremeceu e por fim desmaiou.
    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 904
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por AndréMarrão em Sab Dez 21, 2019 6:12 pm

    Parte VII - O Amor pode ser a salvação ou a destruição do mal.
    A, agora, jovem bruxa, achou muito estranho, mas nunca tinha um tempo a sós com marido
    e filhos. Sempre havia um alguém por perto. Fossem os pais de Galdannon, a clériga que
    trouxe as crianças ao mundo e salvou sua vida, um amigo distante que precisava de guarida
    e ajudava com as crianças. E por fim sem que ela esperasse Liana um dia entrou portas a
    dentro. Olhou para a irmã agora tão jovem. E disse: "Agora a mais velha sou eu, veja a
    família tão linda que você criou. Não a destrua. Ame-a. Faça dela seu chão e sua base. Nada
    falarei a teu marido mas se fizer algo as crianças, você terá uma paga maior do que estás
    preparada a receber." Assim como entrou Liana saiu, só aí Linnevin percebeu que todos os
    outros seres, o próprio tempo havia parado. Menos para ela e para a irmã e
    repentinamente, o tempo voltou ao normal. Ficou estupefata.
    As crianças eram muito espertas e apesar de tudo as três eram cativantes, quase que
    Linnevin sentia pena do que em breve iria fazer.
    A pequena Shared, com suas plumas entre os cabelos e o sorriso sempre bailando nos
    lábios.
    O pequeno Nicolas que pegava tudo com e enrolava sua longa cauda em tudo, tão logo fez
    três meses já tentava se por de pé.
    E por fim Alstrennon a quem um dia parecia uma semana e um mês anos. crescia em ritmo
    acelerado e aos 2 meses já começava a falar e andar, aos quatro ensaiou vôos, aos cinco já
    era uma criança de 6 ou 7 anos e foi assim até que em um ano já tinha atingido a
    desenvoltura de homem de 18 ou 19 anos e repentinamente estacou de crescer. A mãe por
    mais que tentasse não conseguia se aproximar do filho que ela mais desejava, pensava ela
    que fazendo com ele, não seriam necessários os outros dois. Alstrennon era tudo que ela
    queria ser. No dia em que decidiu que iria de uma forma ou de outra ter o que queria, tudo
    preparou, para parecer um ataque de inimigos do pai de Galdannon. Que iriam sequestrar
    a família e levar ela, as crianças e Galdannon pro lugar onde faria o ritual..
    Alstrennon entretanto frustrou a tentativa de rapto. Com a ajuda de Um urso gigantesco,
    uma ursa, e um velho que parecia um gnomo ou um halfling bem velho. Não conseguiram
    raptar a ele, ou ao pai. Mas Nicolas, Linnevin e a bela Shared não estavam em lugar algum.
    Alstrennon explicou então ao pai tudo que ocorrera, que ele naturalmente crescia mais
    rápido, mas de tempos em tempos Sonu Konja e a irmã de sua mãe Liana paravam o tempo,
    mantinham-no treinando em um lugar onde o tempo passava enquanto o tempo no mundo
    estava parado, treinou, aprendeu e observou, disse que Hranson, o urso que por alguns
    momentos e muito sem graça se tornou um homem e o próprio Sônu Konja eram seus
    irmãos e também dos pequenos raptados. Que todos eles foram gerados para satisfazer as
    anseios de poder de sua mãe.
    Galdannon era, entretanto, apaixonado pela esposa, e apesar de acreditar no filho em
    partes, não conseguia crer que sua esposa não o amasse, ele acreditava que seu amor a
    havia tornado diferente e por isso ela fora levada contra a vontade. Saíram todos em busca
    dos raptados. Liana ficou sabendo pouco depois e os seguiu atrasada em alguns dias devido
    a suas obrigações no templo. No terceiro dia da busca Galdannon, durante seu turno de guarda, o último próximo ao nascer do Sol recebeu uma mensagem entregue por um
    diabrete. Nela dizia que se ele não fosse sozinho a um lugar bem para dentro da floresta sua
    esposa e filhos morreriam. E assim ele o fez. Seguiu as instruções e quando viu as crianças
    amarradas em um pentagrama de ferro suspenso e sua amada esposa desmaiada bem
    abaixo das crianças correu para salvá-los. Não percebeu uma armadilha de cordas e foi
    puxado com força para o alto, enquanto gritava o nome de Linnevin, neste momento ele de
    cabeça para baixo encarando diretamente sua bela e jovem esposa, viu que ela não estava
    machucada e por alguns momentos sentiu alívio, quando olhou ao lado e percebeu uma
    dama de ferro pronta pra se fechar ao seu redor.
    Ele gritou.
    "Se quiserem me matem, mas não machuquem meus filhos ou minha mulher."
    Neste momento Linnevin virando-se para o marido, disse :
    "Não, eu quero você vivo." com os olhos marejados, não entendia bem o que sentia, mas
    seus sentimentos sobrepujaram sua sede de poder.
    Fez menção de sair do círculo, de nada adiantaria ter poder e a eternidade se se sentisse só
    e desamparada, como via nos olhos do marido naquele momento, cheio de desespero e dor,
    além de medo por aqueles que amava, mesmo a contra-gosto. Neste momento apareceu um
    vulto logo do lado de fora do círculo, sem dúvida um demônio, com grandes chifres olhos
    em chamas, patas de cascos fendidos e asas coriáceas.
    "Eu sempre te ajudarei minha protegida."
    As feições de Galdannon se crisparam em decepção de sentir-se traído, mas logo
    suavizaram pois vou que a esposa atacava o demônio, tentando tirar uma corda de sua mão.
    Com um safanão o demônio a jogou de volta ao círculo, puxou uma corda. A dama de ferro
    se fechou, Linnevin gritou de desespero, assim como em um outro momento, a dama de
    ferro matou um de seus esposos. O sangue jorrou e logo passou, e encharcou as crianças
    que não paravam de chorar. Gritavam de susto e desespero. nada alterou-se muito nas
    duas crianças, fora uma marca que apareceu em suas mãos, uma marca que gerava certa
    repulsa nos bons corações. E foi assim que Nick e Shared foram encontrados,
    ensanguentados em meio a dois mortos. Acima seu pai o bom Galdannon, Preso em um
    sarcófago de tortura, com os últimos pingos de seu sangue a cair sobre a cabeça das
    crianças, abaixo sua mãe, Linnevin, era uma visão infernal. Seu corpo tentou absorver
    mudanças de muitos corpos diferentes de uma só vez, acabou quase partida em três. Com
    órgãos pendendo para fora do corpo, um coração, ainda em seus últimos batimentos,
    pendurado para fora de um peitoral de urso, um rosto ursineo mas com penas no lugar de
    pelo e chifres gigantescos como os de um cabrito montês.
    Larissa Aprill
    Troubleshooter
    Larissa Aprill
    Troubleshooter

    Mensagens : 859
    Reputação : 84
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por Larissa Aprill em Ter Dez 31, 2019 2:27 am

    Eu gostei da história. Só achei que ela ficou corrida demais.

    Na próxima tenta escrever com mais detalhes do cenário e dos personagens Smile
    AndréMarrão
    Troubleshooter
    AndréMarrão
    Troubleshooter

    Mensagens : 904
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por AndréMarrão em Ter Mar 24, 2020 10:16 pm

    @Larissa Aprill era o histórico de um personagem... já era bastante longo mesmo... por isso não entrei nestes detalhes.
    Askalians
    Moderador
    Askalians
    Moderador

    Mensagens : 900
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por Askalians em Seg Jul 27, 2020 1:14 am

    Partilho da mesma opinião. Acredito que possa ser mais desenvolvida e detalhada para que deixe de ser um BG e vire realmente uma boa história ^^
    precisando de ajuda para isso, estamos aí...
    Conteúdo patrocinado


    A Chegada dos três. +18 Empty Re: A Chegada dos três. +18

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Ago 14, 2020 11:27 am