Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Ethan K. Packer

    Wordspinner
    Investigador
    Wordspinner
    Investigador

    Mensagens : 97
    Reputação : 7

    Ethan K. Packer Empty Ethan K. Packer

    Mensagem por Wordspinner em Qui Maio 21, 2020 8:03 am

    Você nem lembra como veio para casa. Sua mente está tranquila, mas confusa. Não era para acordar na sua cama. Seu quarto aconchegante, seus livros e peças velhas lhe assistindo dormir. Quando levanta percebe que dormiu por cima do lençol. Deve ter comido algo que fez mal pelo gosto estranho no céu da boca. O caminho até o banheiro é rápido e sem eventos. Mas não se olhar no espelho. Essa parte é...

    Seu rosto coberto de sangue te olha de volta. A parede as suas costas borbulha e derrete. Insetos que nunca viu antes se batem contra o vidro do outro lado tentando passar. O zumbido das asas chamam o seu nome. Centenas de vozes minusculas gritando o seu nome. Seus olhos são escuros como o céu noturno e pontilhados de estrelas do outro lado. Quando abre a boca os insetos jorram para fora numa torrente escura que cobre tudo e racha o espelho.

    O som da campainha o trás de volta a realidade. No reflexo o seu banheiro de todos os dias. Mas o rosto ainda está sujo de sangue. As mãos que logo tentam senti-lo também estão sujas. Como se tivesse esquartejado um cervo e dormido nele. Nenhuma memória justifica isso. O panico começa a crescer no escuro dos pensamentos mais básicos. O banho é a saída imediata. É uma necessidade para poder pensar de novo. A água no começo é fria demais e depois quente demais. O sangue que escorre pelo ralo faz trilhas saindo da sua pele. Os dedos tateiam em busca de um ferimento que explicasse aquilo. Nada. Nunca esteve melhor. Nenhuma acne sequer. Nem aquela velha cicatriz na testa de quando caiu da estante.

    Limpo. O pesadelo devia ter acabado, mas ver todo aquele sangue te deu fome. Sentir aquele cheiro metálico fez seu corpo gritar por alimento. Não era certo. Ainda pingando começa a ouvir vozes vindo do andar debaixo. Devem estar falando alto demais. Sua mãe nunca fala alto demais. A toalha que pega primeiro está velha. Parece limpa e boa, mas dá para sentir nela o cheiro de pele morta. sua pele. Melhor pegar uma nova no armário. A porta abre e o rangido que ela tinha piorou. Ficou mais alto e ofensivo. A toalha branca cheira a lavanda. Macia e suave.

    Se vestir também é automático. Assim como uma olhada no espelho da porta. Normal. Como deveria ser. Mas lá no fundo as vozes. Se arrastando para perto. Se aproximando pelas bordas. Você fecha os olhos com força e elas param. Sons metálicos no andar debaixo. Uma voz desconhecida. Um cheiro estranho que diz perigo bem lá no fundo.
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 6414
    Reputação : 134
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Ethan K. Packer Empty Re: Ethan K. Packer

    Mensagem por Dycleal em Sex Maio 22, 2020 8:38 pm

    O paradoxo de estar tranquilo e ao mesmo tempo confuso não ajudava. Mesmo em casa, a realidade e o imaginário se alternam, sem permitir a percepção de um limite. O rosto com sangue, onde esteve, a memória não ajuda e a ausência da sua cicatriz, a toalha cheirando a pele morta... Vozes que não se identificam, a voz da mãe não soa como soa normalmente, baixa e meiga, tudo muito estranho, familiar porém desconhecido, mas ao fechar os olhos as vozes lhe dão uma pausa e sua sensibilidade se mantém no máximo.

    De certo apenas, um cheiro estranho... Muito estranho, mas que indica perigo. Não sabe qual perigo, mas sabe que é perigo e real!

    Ethan para e tenta pensar no que está acontecendo, algumas coisas ainda estão nebulosas em sua mente, mas a presença da mulher de branco e a paz que ela irradiava em seu peito, acalmando-o, era forte e uma lembrança agradável. Ela lhe prometia que tudo no fim estaria bem, que ela o treinaria ou providenciaria quem fizesse isto e que fosse para casa, que ela cuidaria de tudo ali.

    O Jovem estudante não lembrava dos detalhes da noite, apenas que uma tragédia e muita morte acontecera, mas ele estava ali, tira os olhos do espelhos e abre a torneira de água quente e lava o rosto, deixando o líquido quente relaxar a pele e as vozes do térreo realmente o incomodam, ou estão falando alto, ou sua a sua audição melhorou muito, assim como a sua percepção e força estão em um patamar bem superior a qualquer estágio da sua vida.

    Por fim, enxuga o rosto, chega a roupa se está em ordem e segue em direção a escada, de forma furtiva e se abaixando para ter uma visão da sala antes que seja visto, afinal, tudo estava diferente e era melhor ver o que o esperava, antes de ser visto.
    Wordspinner
    Investigador
    Wordspinner
    Investigador

    Mensagens : 97
    Reputação : 7

    Ethan K. Packer Empty Re: Ethan K. Packer

    Mensagem por Wordspinner Hoje à(s) 8:03 am

    A porta do quarto faz um barulho enorme e longo. Um rangido penetrante. Mas as vozes no andar debaixo mal parecem notar. Mais alguns passos até a beira da escada. De cima, pode ver a mãe servindo café a uma bela moça ruiva que está recusando a xícara insistentemente. Elas estão sentadas na mesa da cozinha. As vozes são definitivamente delas. Porque soam tão alto? Elas riem amigavelmente. A mulher ruiva tem uma pasta de um amarelo claro na mesa com o brasão da universidade Grififith. Ela se veste de forma casual e despreocupada com o frio. Uma camisa de botões xadrez e uma calça jeans clara. Ela cheira a incenso, perfume e alguma outra coisa. Alguma coisa familiar e perigosa. Algo que demanda respeito.

    O cheiro do seu café da manhã favorito chega até o topo da escada. Sua mãe normalmente usa ele para te acordar. Em alguns minutos ela deve subir e te encontrar. Ela faz isso quando quer conversar. Seja bom ou ruim. Pela janela dá para ver que o carro do pai não está na frente de casa. Mas um desses modelos novos esportivos e azul bem escuro está no lugar. Um rapaz bem vestido de cabelos escuros está encostado no carro, de costas para casa. Com um celular na mão ele mal percebe a rua a sua frente.

    Sua mãe finalmente desiste com a xícara de café e decide tomar duas. Ela sempre gostou mais do que devia. Ela pega biscoitos e um pote de manteiga fresca e coloca na mesa. A moça parece pronta para negar, mas aceita. "Senhora Mcleary, eu já li um artigo seu sobre a história pré feudal de Dover. Mas eu sinceramente achei que era mais velha." No topo da escada ainda observa escondido. Agora, as vozes são mais claras. Fáceis de ouvir.
    Conteúdo patrocinado


    Ethan K. Packer Empty Re: Ethan K. Packer

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Maio 24, 2020 11:46 pm