Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 2 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE JUNHO
A partir de agora somente mestres com mesas ativas no fórum terão o nick laranja
para ficar mais fácil a distinção. Fiquem atentos que em breve teremos
um novo modelo de pedido de mesa!




 

    FÚRIA EM URTH

    Dovahkiin
    Mutante
    Dovahkiin
    Mutante

    Mensagens : 721
    Reputação : 23

    FÚRIA EM URTH Empty FÚRIA EM URTH

    Mensagem por Dovahkiin Qua Fev 09, 2022 7:29 pm

    FÚRIA EM URTH

    FÚRIA EM URTH 1663145-box_primrage


    PRÓLOGO:






    FÚRIA EM URTH BBC%20Britain%20From%20Above%20002_905


            No início do século XXI, os homens acreditavam ter alcançado o ápice de sua evolução científica, tecnológica, social e econômica, mas nunca estiveram tão enganados. Acreditando que eram quase como semideuses, o homem entregou-se à luxúria, orgulho, egoísmo e descrença.



    FÚRIA EM URTH Dmitris-club-by-karl-fitzgerald



            Para preencher o vazio deixado por sua vida espiritual inexistente, os homens a substituíram por todo tipo de coisas que passaram a adorar em seu lugar: ideologias, a moda, vícios dos mais diversos, celebridades famosas, ou a si próprios. Alguns ainda se tornavam vítimas de um ciclo vicioso que os levava a um caminho negro que passava pelo pessimismo, cinismo, depressão, niilismo e finalmente conduzia ao suicídio.

            Muitos se esqueceram de antigas profecias, mas isso não as tornava irreais...
            Quando menos esperavam, o Dia do Julgamento parecia ter chegado.



    FÚRIA EM URTH Fiery-comet-heading-towards-the-Earth



            Um gigantesco asteroide, ainda maior que o que supostamente teria levado os dinossauros à extinção se aproximava da terra. No auge de sua soberba, o homem acreditou que o assunto não seria problema, mas suas mais poderosas armas não foram capazes sequer de arranhar o meteoro, que atingiu o planeta em cheio.


    FÚRIA EM URTH Asteroid_hit



           O impacto foi tão potente que dizimou quase que instantaneamente cerca de 1/3 da vida na terra. Mas este era apenas o início do tormento. Aparelhos tecnológicos pararam de funcionar em todo o planeta, mudanças climáticas aliadas a catástrofes naturais tornaram a vida na terra praticamente impossível, e amolecidos por um longo período no torpor da era moderna, muitos decidiram pôr fim à própria vida para não precisarem enfrentar tais adversidades.
    A população restante era pouca, esparsa e inepta demais para conseguirem reestruturar uma sociedade que já estava em ruínas muito antes da catástrofe. Doenças afligiam os povos que não tinha a quem recorrer, e os homens tinham dificuldades em caçar e colher alimentos que eram cada vez mais raros.
    Muitos se entregaram ao canibalismo e passaram a matar e saquear seus vizinhos por qualquer migalha que pudessem roubar. Aos poucos, a humanidade foi regredindo para uma nova e brutal idade da pedra...  




    FÚRIA EM URTH Apeslaves





            No entanto, das cinzas do mundo destruído, antigas formas de vida foram libertas de antigas prisões. Predadores gigantescos que há muito se acreditava extintos acordam de um longo sono.






    FÚRIA EM URTH Images?q=tbn:ANd9GcReXn1NwBrdRCRzFNclKM_OHonZZz4RkrsQZi_kEh9A5gOIFp4MZUoUxirnZvdmcou6WXA&usqp=CAU

    FÚRIA EM URTH Images?q=tbn:ANd9GcS_Jg-w-jHxn3PI00n3PanVjnKGVwz08WrWGxrJ_69fxRoxcj4ldy4Aw8s8aIaa4dN4d50&usqp=CAU





            Indefesos demais para enfrentar tais criaturas, os humanos restantes os adoram como seus novos deuses. Alguns destes pretensos deuses oferecem proteção aos homens em troca de ocasionais sacrifícios para apaziguar sua fome, outros os escravizam através da força e habilidades superiores. Estes passaram a ser conhecidos como os deuses Primordiais de Urth (como a Terra passou a ser chamada).





    Dovahkiin
    Mutante
    Dovahkiin
    Mutante

    Mensagens : 721
    Reputação : 23

    FÚRIA EM URTH Empty Re: FÚRIA EM URTH

    Mensagem por Dovahkiin Qua Fev 09, 2022 7:38 pm

    CAPÍTULO 1: A ALIANÇA PROFANA




    FÚRIA EM URTH Da-li-ste-znali-da-mordor-zaista-postoji736









            Eras se seguiram desde a catástrofe do meteoro. As antigas cidades humanas foram tomadas por uma imensa selva primordial e até mesmo as formas dos continentes foram modificadas.
            Em meio ao Oceano Pacífico, uma ilha vulcânica emerge das águas. Nela, um antigo mal em sua forma mais pura foi acordado por todo o tormento e sofrimento causado pelos grandes cataclismos.





    FÚRIA EM URTH Diablo10





            Em um passado muito distante, ele já fora adorado como o deus do Mal e da Destruição. Seu objetivo é nada mais do que reduzir Urth a um pesadelo coberto de magma infernal, onde pretende saciar seu desejo de atormentar as almas do planeta por toda a eternidade.
    Em seu primeiro contato com humanos após o cataclismo, eles não tinham outro nome para ele, exceto “Diablo”, e assim ele passou a ser conhecido pelos poucos infelizes que sobreviviam para contar a história.
            Diablo transformou vilarejos em cinzas e poupou apenas os homens mais cruéis para servirem-no. Após eras disputando territórios e seguidores com outros deuses primordiais, ele agora sentia possuir poder suficiente para uma campanha de conquista e destruição final.
    Seu servo mais cruel, Helicon, atuaria como seu emissário. Aqueles que se submetessem a ele poderiam ser poupados. Os outros, se tornariam cinzas.
    Todos os que o adorassem deveriam fazer uma marcação ritual na testa ou na sua mão direita, com o número que Helicon dizia representar seu mestre. A marca de três “6”.



    Helion:




            Seu primeiro alvo seria uma figura chave para sua vitória (e também um grande perigo caso se recusasse a servi-lo), Vertigo, uma poderosa deusa primordial capaz de controlar a mente de mortais.
            Assim, Diablo e seus seguidores rumavam para “A Tumba”, o local onde residiam a deusa da loucura e seus seguidores insanamente devotos.


            Para encontrar o templo de Vertigo, bastava seguir os estranhos monolitos e as hordas de cultistas perambulando como zumbis sem mente.









    FÚRIA EM URTH Aoka1_TEMPLEBANNER




            No altar estava aquela que parecia ser a principal sacerdotisa de Vertigo:



    Hexia:


    Helion: - Atenção, bruxa, eu venho com uma proposta para sua mestra!

    Hexia: - Quem é você que ousa trazer guerreiros para este local sagrado?

    Helion: - Sou Helion, sacerdote do deus Diablo e pedimos uma audiência com Vertigo. Negue-se e todos vocês se tornarão cinzas!

    Hexia: - Hahahaha, quanta ousadia, você já está falando com Vertigo!

            Então eles percebiam que Vertigo falava através da sacerdotisa, controlando sua mente e usando sua voz. Então, a sacerdotisa executava uma espécie de dança ritual, com gestos estranhos e sensuais, imitando os movimentos de uma serpente. Assim que ela terminava, a realidade a sua volta parecia líquida, então do nada surgia ela, Vertigo em carne e ossos:





    FÚRIA EM URTH Df09cb250792aa4f4f2db3531a152afa




             A criatura sibilava em direção aos seguidores de Diablo, mas sua porta voz ainda falava:

    Hexia: - Tremam ante a deusa! Digam ao que vieram ou enfrentem a feitiçaria de Vertigo!

    Helion: - Diablo deseja apenas o domínio total de Urth, tornar toda a terra seu inferno e aqueles que se negarem perecerão. Você está do lado de Diablo ou...

    Hexia: - Preste atenção ao que dirá, serviçal, poderão ser suas últimas palavras!

    Helion: - ... Vertigo se juntará à conquista de Diablo, ou ficará contra ele?

    Hexia: - O que Diablo tem a oferecer que Vertigo não possa conquistar sozinha?

    Helion: - Podemos ajuda-la contra seus rivais. Juntos, podemos derrotar nossos inimigos em comum e Diablo pode até mesmo poupar sua Tumba no final!

    Hexia: - Poupar a Tumba?! Que blasfêmia. Fale assim novamente e Vertigo irá arrancar seu coração demoníaco do peito.

    Helion: - Uma ameaça?! Então a resposta é não?

    Hexia: - Não tão rápido, serviçal. Vertigo sente-se atraída pela proposta, mas exigirá algo em troca.

    Helion: - E o que seria?

    Hexia: - Que a ajude a conquistar A Cova de Sauron e As Ruínas de Chaos!

    Helion: - Destruir dois de seus inimigos e dar-lhe seus territórios? Isso é muito!

    Hexia: - Então considere esta conversa acabada!

    Helion: - Espere! Dê-me um tempo para ponderar!



            Helion olha nos olhos reptilianos de Diablo e tenta interpretar suas intenções, antes de responder:

    Helion: - Diablo tem assuntos inacabados com Sauron. Se nos ajudar a destruí-lo, Sauron pode lhe conceder A Cova. Sobre este “Chaos”, Diablo não o conhece, mas pode ajudar a destruí-lo e até mesmo lhe conceder seu território se ajudar Diablo a conquistar o norte do continente!

    Hexia: - Vertigo é suprema e não marcha sob as ordens de ninguém. Ela foi aprisionada pelo maldito mago Balsafás na lua por milênios, o mesmo mago que aprisionou Diablo e os outros abaixo da terra. Ela possui conhecimentos ocultos aos quais nenhum de vocês jamais poderia sequer sonhar. Ela viu coisas que vocês nem imaginam. Agora tudo o que ela deseja é escravizar as mentes de todos os humanos da terra e construir para si um palácio como nenhum outro jamais visto nesta e em outras dimensões. Estes são nossos termos. Ajudem-nos e nós os ajudaremos!

    Helion: - Que assim seja, até que todos os inimigos de Diablo e Vertigo estejam caídos aos nossos pés!
    Dovahkiin
    Mutante
    Dovahkiin
    Mutante

    Mensagens : 721
    Reputação : 23

    FÚRIA EM URTH Empty Re: FÚRIA EM URTH

    Mensagem por Dovahkiin Qua Fev 09, 2022 7:48 pm

    CAPÍTULO 2: O TIRANO REI LAGARTO




    FÚRIA EM URTH Sauron-421130-normal











           
            Diablo, Vertigo e boa parte de seus respectivos seguidores seguiam ao Oeste, em direção ao território de Sauron, o deus da fome. Seu apetite era famoso mesmo entre os outros deuses primordiais. Dizem que ele havia sido descoberto por um clã de aldeões pacíficos quando ainda era um filhote. Ele rapidamente desenvolveu um gosto por carne humana, e percebeu que enquanto devorasse os homens, seria imortal. Quando terminou com aquela primeira aldeia, saiu em busca de mais humanos para devorar. O resto da população humana rapidamente buscou refúgio com outros governantes. Logo, Sauron não teve escolha a não ser derrotar os outros para poder se banquetear com seus seguidores.

             Diversos de seus guerreiros foram avistados e abatidos pelo caminho enquanto procuravam por ele.

    Helion: - Estranho, Sauron nunca teve muitos seguidores. Sua fome não permitia isso!

    Hexia: - Ele precisou mudar de estratégia ao longo das eras. Ele percebeu que não poderia ser um deus sem seguidores, então não poderia devorar a eles todos. Com medo de serem devorados por Sauron, seus seguidores trabalham duro para criar gado, produzir alimentos abundantes e conquistar tribos vizinhas. Muitos seguidores de Vertigo acabaram sendo vítimas deles para serem sacrificadas a Sauron.

    Helion: - Interessante, nunca pensei que um bruto como ele pudesse pensar em algo tão complexo. Seria ele capaz de mudar seus planos e se juntar a nós?

    Hexia: - Não se engane, Sauron não serve a ninguém, exceto à própria fome.




    FÚRIA EM URTH Dada98ebca34fa09a79c33f7a1c988db



             Por pântanos, selvas e ruínas humanas de uma era já esquecida, eles procuraram por sinais do inimigo, porém, eles acabaram sendo encontrados primeiro, à beira de uma praia durante o nascer do sol.

             Por detrás de ruínas parcialmente submersas, o grande monstro surgia. Ainda maior do que Diablo e Vertigo, ele os olhava com um olhar predatório, mesmo estando em desvantagem numérica. Para ele, ambos eram apenas carne para aplacar sua insaciável fome.
             Seu rugido era o suficiente para amedrontar a maioria das criaturas de Urth:








             Mas Diablo e Vertigo não se abateriam. Ninguém recua, então os três seguem em direção à margem, para o combate decisivo.



    FÚRIA EM URTH Myd8cp

    FÚRIA EM URTH Vertigo-421191-normal


    VS


    FÚRIA EM URTH 2421b10cc641a74dff6e41b17055497c


            Urth treme neste dia abaixo de céus escarlates. Antes que a dupla o alcance, Sauron dispara uma rajada sônica contra os inimigos. Vertigo consegue se esquivar por pouco, desaparecendo entre as ondas do mar com seu corpo serpentino, mas Diablo acaba sendo atingido de raspão, perdendo o equilíbrio e caindo na beira do mar.
            Sauron aproveita a deixa e desloca-se em direção a Diablo antes que este se levante. Diablo sopra uma rajada flamejante contra Sauron, mas este golpeia as águas com sua enorme cauda, gerando uma grande onda que bloqueia a maior parte do ataque do oponente. Com apenas algumas queimaduras leves, Sauron joga-se sobre Diablo para devorá-lo ainda vivo.
    Porém, das águas surge a salvação do monstro escarlate, quando Vertigo cospe o veneno de suas presas exatamente nos olhos de Sauron, que se atrapalha e acaba atingindo as dunas.
            Diablo utiliza este tempo para se levantar, mas o som de seu enorme corpo é sentido por Sauron, que novamente se arremessa contra ele. Vertigo observa à distância a luta de Diablo e Sauron. Era uma tenebrosa simetria, como se ambos combatessem seu próprio reflexo, mandíbula contra mandíbula, as águas do mar se tornando rubras com o sangue derramado pelas duas bestas. Então, quando menos se esperava, Vertigo simplesmente desaparece nas ondas, e reaparece instantaneamente atrás de Sauron, atingindo-o com o ferrão venenoso de sua cauda.
            Diablo e Sauron se separam, ambos com ferimentos agora sangrando, mas o poderoso Sauron parecia cambalear entre as ondas, mesmo seus ferimentos parecendo menos graves que os de Diablo. O veneno de Vertigo já começava a fazer efeito.
    Furioso, Sauron dispara mais uma rajada sônica, desta vez na direção de onde a picada parecia ter vindo, e novamente errando o alvo, abrindo sua guarda para Diablo, que desta vez cospe sua chama infernal diretamente no adversário, carbonizando boa parte de seu corpo. O gigante ferido uiva de dor, mas se recusa a cair. Sua força de vontade era tão grande quanto sua resistência física, superada apenas por sua fome sem fim.
            Cego e mortalmente ferido, Sauron se recusava a perder, cambaleando em direção a Diablo, até que Vertigo surgia novamente das ondas e cravava em seu pescoço suas presas envenenadas. Diablo se adiantava e abocanhava o flanco de Sauron, que finalmente acabava caindo com o peso de ambos o puxando para dentro da água.
            O mar parece se tornar em sangue revolto e borbulhante. Então, o silêncio. Os servos dos três deuses observavam na beira do mar pelo desfecho do conflito de titãs. Então, súbita e surpreendentemente, o quem se erguia do mar escarlate era o próprio Sauron, que rugia para os céus. Seus seguidores urravam em vitória, mas o rugido de seu mestre era apenas o último sopro de vida que o dinossauro dava, para em seguida, desabar à beira do mar, aos pés de seus servos com um enorme estrondo que fez a praia tremer.
            Em seguida, Diablo e Vertigo surgiam do mar, feridos, mas triunfantes.

    Helion: - Rendam-se agora, ou todos servirão de alimento para os vencedores!

            Os servos de Sauron se entreolham, mas sem muitas opções, acabam se ajoelhando.

    Hexia: - Excelente, neste caso, apenas metade de vocês será devorado!

    - Mas... – Tentava argumentar, Tothus, o líder dos servos de Sauron.

    Helion: - Não se enganem, nossos mestres venceram, mas o preço foi alto. Eles precisam se alimentar para recuperarem as forças. Seus rebanhos, suas vilas e suas vidas agora nos pertencem!

    Hexia: - “Nos pertencem”? Pelo que me lembro não foi este o trato!

            Então ambos os exércitos começavam uma discussão sobre a divisão de terras, rebanho, entre outros detalhes da conquista futura de Diablo e Vertigo. Porém, a milhares de quilômetros ao Norte, além do oceano, uma criatura residindo nas cavernas cristalinas mais profundas sob a crosta terrestre podia sentir um desequilíbrio nos poderes da terra com a morte de um dos deuses primordiais. Telepaticamente ligada à biomassa do planeta, os cataclismos e as batalhas pela supremacia sobre o mundo em mudança o torturavam, e ele podia sentir que a nova aliança maligna colocaria em perigo não apenas o seu território, mas toda Urth. Mesmo o grande Sauron não foi capaz de combater a ameaça combinada de dois deuses primordiais, e Armadon, mesmo sendo o mais antigo deus primordial ainda vivo, dificilmente teria chances sozinho. Mesmo assim, ele não poderia esperar o inimigo se aproximar para agir. Então, após muito meditar, Armadon, o Guardião do Reino das Profundezas, se levantou para resolver as coisas de uma vez por todas.





    FÚRIA EM URTH 5d820958ce44639c4f6db053e948bbf2
    Dovahkiin
    Mutante
    Dovahkiin
    Mutante

    Mensagens : 721
    Reputação : 23

    FÚRIA EM URTH Empty Re: FÚRIA EM URTH

    Mensagem por Dovahkiin Qua Fev 09, 2022 7:55 pm

    CAPÍTULO 3: PRIMATAS E LAGARTOS




    FÚRIA EM URTH Himalaiareproiflscience









            Contra sua vontade, Armadon precisou abandonar temporariamente seu reino nas profundezas e seguir ao Nordeste com seus melhores guerreiros. O caminho era longo, e com o tempo, o frio ia se tornando insuportável para o sangue frio do grande dinossauro. Realmente era um local seguro contra invasões, mas Armadon sabia que isso não pararia a fúria de Diablo e Vertigo.
            Armadon seguia para os penhascos congelados onde residia aquele a quem os homens atualmente chamavam de “Blizzard”. Um enorme primata que foi congelado nas montanhas do Himalaia há muito tempo.
            Diferente da maioria dos outros “deuses primordiais”, Blizzard possuía apreço pelos humanos que o serviam. Ele parecia não possuir desejos de expandir seu território, apenas ser deixado em paz, mas ainda assim ele sempre estava pronto para a luta quando esta chegava até ele.




    FÚRIA EM URTH Bcd6a10c8f22676e1fce8cb5c553fb5f




            Após muito perambular, Modron, o principal servos de Armadon e seus seguidores encontram os monges de Blizzard.



    Modron:




    Taze:

    Modron: - Salve! Sou Modron. Eu falo por Armadon, que não foi capaz de subir tão alto. Não se preocupem, viemos em paz!

    Taze: - Salve! Sou Taze, vidente da tribo de Blizzard e já previa sua chegada. Podem entrar, está frio aqui fora!

            Lá dentro eles eram guiados a uma grande sala, onde repousava um símio gigantesco de pelagem branca como a neve sobre um enorme trono de pedra.




    FÚRIA EM URTH Israel-ayhllon-blizzard




            Taze se ajoelhava ante Blizzard e se comunicava com ele com uma língua estranha.

    Taze: - Yatha Butham.

    Blizzard: - Sabbe samkhara dukkha.

    Taze: - Annica.

    Blizzard: - Sabbe dhamma anatta.

    Taze: - Anicca, Dukkha, Anatta.

    Taze: - O Honorável Blizzard diz que deseja ouvir o que vocês têm a dizer!

            Assim, Modron lhe deixa a par dos últimos acontecimentos sentidos por Armadon. Taze os convida para jantarem a última caçada da tribo de Blizzard, no que Modron os agradece profundamente. Taze diz que tanto ele quanto Blizzard podem sentir uma tempestade se aproximando e acreditam que uma guerra entre os deuses primordiais é inevitável. Ambos os líderes discutem sobre uma possível aliança. Ambos apenas desejavam manter seus territórios a salvo, mas Diablo e Vertigo se moviam depressa.

    Taze: - Entendo. É realmente muito perturbador. Seu senhor, Armadon poderia localizar onde estes inimigos estariam agora?


    ...


    FÚRIA EM URTH Article-2110710-120AA0B5000005DC-72_634x478





            Diablo, Vertigo e seus respectivos homens perambulavam por um local de estranhas ruínas de concreto cobertas por vegetação. Era muito estranho que homens do passado pudessem ter construído tais edifícios.

    Helion: - Quem exatamente é este Chaos? Diablo sabe muito pouco sobre ele!

    Hexia: - Isso é por que ele nem sempre foi um deus primordial como Diablo e Vertigo. Ele já foi um homem, o maior feiticeiro do primeiro continente segundo as lendas!

    Helion: - Um feiticeiro humano?! E como ele se tornou...?

    Hexia: - O mais asqueroso deus primordial?! Conta-se que ele desejava guiar a evolução humana, usurpando o lugar do Criador Supremo, mas um de seus feitiços saiu pela culatra (ou ele foi punido pelos deuses, depende da versão). Enfim, ele se transformou em uma fera nojenta forçada a rastejar em seus próprios excrementos por eras, até orar por Throshti, o deus da Podridão. Não se sabe quanto ou se algo disso é verdade, mas se ele realmente fez um pacto com algum deus, é certo que ele deve ter prometido algo em troca.

    Helion: - Você tem ideia do que poderia ser?

    Hexia: - Na verdade, pouco me importa. Ele tem tentado invadir os domínios de Vertigo por séculos, será um prazer nos livrarmos del...

            A fala de Hexia era interrompida por um odor insuportável, acompanhado por horríveis sons emitidos por uma enorme besta de pelos avermelhados que saltava por entre as torres em ruínas.









    FÚRIA EM URTH Chaos2




            Diablo e Vertigo disparavam rajadas de fogo e veneno contra o primata, mas agilmente ele saltava de edifício em edifício rindo deles, defecando nas próprias mãos e arremessando as fezes contra os inimigos (e a pontaria dele parecia muito melhor que a de Diablo e Vertigo).

            Furiosos, Diablo e Vertigo o perseguiam por entre a selva de concreto, até que Vertigo por meio de um comando mental avisa a todos que aquilo parecia ser uma armadilha. Assim que todos paravam, eram cercados pelos seguidores de Chaos, armados com lanças, flechas e tacapes. Aquilo poderia ser o suficiente para derrotar os seguidores de Diablo e Vertigo, mas não os próprios deuses, que os exterminam com suas rajadas, até serem afastados por enormes blocos de concreto arremessados do alto (certamente por Chaos).
            Alguns servos de Diablo e Vertigo foram mortos pelos pedaços de concreto. Por dias os inimigos permaneceram neste combate de gato e rato, sem um vencedor definitivo. Os homens de Chaos conheciam bem o terreno e armavam armadilhas em diversos locais. Como estava em desvantagem numérica, Chaos continuava atacando à distância e enfurecendo os inimigos como podia, esperando atraí-los para alguma armadilha.
            Esse tipo de confronto não era o que Diablo e Vertigo estavam esperando, e mesmo que eles saíssem como vencedores no final, essa perseguição poderia levar muito tempo e custar todos os seus seguidores. Furioso, Diablo começa a carbonizar toda a cidade para que Chaos não tivesse onde se esconder. Em alguns dias, a cidade parecia um inferno ardente, mas Chaos ainda continuava recuando para as matas ao redor da cidade. Em retribuição à sua casa destruída, Chaos infectou diversos de seus próprios seguidores com estranhas doenças para que eles envenenassem Diablo e Vertigo ao devorá-los.




    FÚRIA EM URTH Artworks-000083105663-4pt9t8-t500x500



            Era uma batalha suicida onde todos estavam perdendo, e Diablo já estava ficando cansado.
    Dovahkiin
    Mutante
    Dovahkiin
    Mutante

    Mensagens : 721
    Reputação : 23

    FÚRIA EM URTH Empty Re: FÚRIA EM URTH

    Mensagem por Dovahkiin Qua Fev 09, 2022 8:02 pm

    CAPÍTULO 4: NOVAS ALIANÇAS




    FÚRIA EM URTH Blizzard_End_2




            Blizzard e Armadon chegaram à conclusão que uma união não era apenas útil, como também necessária. Em uma eventual guerra, os minerais e metais preciosos das Fendas subterrâneas de Armadon seriam vitais para a criação de ferramentas, armas e armaduras, ao passo que o clima e geografia dos Penhascos de Blizzard seriam um local ideal para se refugiarem. Porém, Armadon tinha conhecimento de outro deus primordial que ainda não havia escolhido lados na futura guerra: Talon.

    Modron: - Talon pode não ser tão benevolente com os humanos como Armadon e Blizzard, mas tudo o que deseja é proteger a si e a sua família. Precisamos encontra-lo antes que o outro lado o encontre!

    Taze: - Alguma notícia de como andam nossos inimigos?


    ...


            Enquanto as tropas de Diablo e Vertigo dormiam, os vigias foram repentinamente atingidos por um líquido escuro, espesso e mal cheiroso, vindo sabe-se lá de onde. Então, suas peles começaram a derreter em meio aos seus gritos, e em poucos segundos, haviam apenas manchas sangrentas de ossos e cabelo onde antes eles estavam. Um rugido de deboche acompanhado pelo som de flatulências indicava que Chaos era o responsável, e o restante das tropas preferia não imaginar o que era o líquido corrosivo disparado por ele...

            Diablo acordava e em sua fúria começava a queimar toda a floresta (sendo que Diablo havia sido prevenido de destruí-las para não acabar com as fontes de alimento no local).
            Porém, Vertigo ainda permanecia adormecida. Na verdade, adormecida não era a palavra ideal. “Em transe” seria mais apropriado. Quando saía desse estado, ela utilizava sua porta voz, Hexia, para dar um aviso imprescindível:

    Hexia: - Diablo, pare! Tenho más notícias. Blizzard e Armadon descobriram nossos planos de alguma forma e decidiram se aliar contra nós, além disso, pensam em recrutar Talon para sua equipe!

    Helion: - O que? Como pode saber disso?

    Hexia: - Não espero que um ser simplório entenda sobre feitiçaria avançada e vidência, mas posso dizer que eu vi. Precisamos mudar nossos planos!


            Após um curto dialogo, Diablo/Helion e Vertigo/Hexia chegam à dura conclusão de que não poderiam permanecer perdendo tempo com Chaos. Pior do que isso, eles precisariam chegar até A Faixa de Talon antes de seus inimigos, o que só conseguiriam se Chaos permitisse passagem livre, e mesmo assim, não tinham certeza se conseguiriam chegar a tempo. A única forma de equalizar a balança era recrutando mais um deus primordial, e o único ao seu alcance era Chaos...


            No dia seguinte, Helion e Hexia decidem se encontrar com o representante dos seguidores de Chaos: Zulo.




    Zulo:


    Zulo: - E como meu mestre saberá que não se trata de um truque barato para capturarem-no?

    Hexia: - Prometemos deixar metade de nossos soldados como “reféns” com vocês. Mas precisaremos que Chaos reponha nossas tropas devido às nossas perdas!

    Zulo: - Repôr suas tropas? Vocês destruíram as Ruínas de Chaos e mataram muitos dos nossos!

    Hexia: - Apenas escute o que temos a dizer, Chaos pode escolher um dos territórios que conquistarmos como seu. Faremos um tratado de paz após vencermos a guerra!

    Zulo: - Será muito difícil perdoar o que nos fizeram... permitam-me um dia para ponderar com meu mestre.

    Helion: - Certo, mas apenas um dia. Nosso tempo é curto!


            No dia seguinte, Zulo tenta explicar a Chaos do que se trata a negociação. Chaos não confia em Diablo e muito menos em Vertigo, mas a oportunidade de destruir o restante dos deuses primordiais o agrada, afinal, a proposta que fez a Throshti incluía a morte dos outros deuses primordiais em troca de recuperar sua forma humana. Assim restariam apenas dois para matar após isso. Honrar o pacto de paz após a guerra? Chaos não era inocente a este ponto, era óbvio que ambos iriam cravar as presas no pescoço um do outro após o conflito. Na noite do mesmo dia, Chaos e seus mais fiéis seguidores se uniriam aos seus novos “aliados”.


    ...



    FÚRIA EM URTH Cretaceous-forest





            A Sudeste dos Penhascos de Blizzard, uma enorme selva primitiva se formou em boa parte do continente. O clima mais quente e úmido era o ideal para a proliferação da espécie de Talon. Modron diz que, segundo Armadon, Talon veio de uma ilha onde a espécie de dinossauros conhecidos hoje como “Raptors” não foi extinta. Com o cataclismo e a reconfiguração dos continentes, a ilha acabou alcançando a costa, e os Raptors se espalharam pela região.

            Com o tempo, Blizzard e Armadon encontram diversos homens caçando e coletando nas matas, mas estes humanos pareciam mais como escravos do que adoradores opcionais.


    FÚRIA EM URTH 377838_4



            Próximo a cada colônia humana, haviam pequenos grupos de Raptors comandando-os.




    FÚRIA EM URTH DwljUHaWsAArBw2



            Estes Raptors não gostaram nada da aproximação dos intrusos e se preparavam para ordenar os escravos a atacarem, até que Modron e Taze conseguem se comunicar com os escravos, dizendo que eles vinham em paz.
            Ao que parecia, Talon preocupava-se apenas com a sobrevivência de sua espécie, e quando teve contato com o continente, percebeu que os humanos eram um perigo aos seus filhos, então decidiu escraviza-los e mantê-los sob controle, trabalhando para os Raptors e os alimentando, em troca da proteção contra outros deuses primordiais e da promessa de não serem eles próprios devorados. Os homens caçavam, cultivavam plantações e criavam gado, mas eram exclusivamente herbívoros, pois toda a carne servia apenas para a alimentação de seus senhores.

            Com certa dificuldade, os servos de Blizzard e Armadon conseguem convencer os Raptors a levarem-nos até seu líder. Eles não estavam de acordo com isso, mas perceberam que não seriam páreo para dois deuses primordiais e seus homens, então decidiram buscar a orientação de Talon.



    FÚRIA EM URTH Artworks-PaOA9AYjglrPsmY9-RMxMUQ-t500x500



            Em ruínas de um antigo tempo perdido na selva, residem os Raptors, e no topo da construção, seu enorme líder, Talon, senhor de todos os Raptors, tido como o deus da Sobrevivência:




    FÚRIA EM URTH EDbSqdWWkAEZt0Z




    Oaxca:

            Seu principal escravo pessoal, Oaxca, falava com os intrusos por ele:

    Oaxca: - Quem são vocês e o que desejam nos terrenos de Talon?

    Taze: - Somos os servos de Blizzard e Armadon e viemos alertá-los sobre um perigo que segue em direção às suas selvas e pode colocar toda Urth em perigo!

    Oaxca: - Que tipo de perigo seria este?! Nossas selvas são muito bem protegidas e patrulhadas pelos filhos de Talon e seus escravos!

    Modron: - Uma aliança maligna de três deuses primordiais sórdidos que buscam apenas a conquista de todos os territórios e a morte de seus rivais.

    Oaxca: - ... Como podemos acreditar em vocês e o que nos sugerem?

    Taze: - Vocês podem acreditar em nós ou não, a escolha é de vocês, mas se três deuses primordiais se uniram para nos destruir, o melhor a se fazer era se unir a nós para equilibrar a balança!

    Oaxca então olha para Talon, esperando sua resposta.
    Dovahkiin
    Mutante
    Dovahkiin
    Mutante

    Mensagens : 721
    Reputação : 23

    FÚRIA EM URTH Empty Re: FÚRIA EM URTH

    Mensagem por Dovahkiin Qua Fev 09, 2022 8:09 pm

    CAPÍTULO 5: FÚRIA PRIMORDIAL



    FÚRIA EM URTH C207ae884d8b0bdaeb5cef64a7fc25dd







            Diablo, Vertigo, Chaos e seus seguidores paravam por um momento para descansar e devorarem as carcaças dos Raptors e humanos que mataram no caminho desde que adentraram a floresta.
            Ocasionalmente, quando a fonte de alimento não era suficiente, Diablo e Vertigo devoravam alguns de seus próprios seguidores. Já Chaos tinha outras formas de driblar a fome: regurgitar a própria comida em processo de digestão, para em seguida ingeri-la novamente. Ocasionalmente ele também fazia isso com a própria urina e fezes. Hábitos como arrotar, soltar flatulências de odores atrozes, lamber as próprias partes íntimas e introduzir o indicador no ânus para em seguida expirar seu odor, faziam com que a convivência com ele beirasse o insuportável, mesmo para homens primitivos e dinossauros. Não era à toa que ele era tido como o deus da Decadência por seus cultistas. Porém, sua presença era necessária para aumentar a força do grupo.

            Subitamente, Vertigo dava um sibilo alto, indicando que todos ficassem atentos. O trio de monstros faz um círculo, com seus seguidores à volta, observando todas as direções. De repente, Chaos percebe que eles estavam cercados, e alguns momentos depois, um exército de Raptos e humanos portando lanças e flechas surgia por entre as árvores. Atrás deles surgiam as figuras de três gigantes: Um enorme primata de pelos brancos:




    FÚRIA EM URTH A50bd28c7110f962b3a1f8ecda0a0e15



    Um gigantesco réptil coberto de placas e espinhos enormes.




    FÚRIA EM URTH 1e1dbca2b9f090219bf1e7a1bf663190--rage-alien



    E um enorme Raptor:


    FÚRIA EM URTH Primal_rage__talon_by_busasami-d4j7nec.jpg?token=eyJ0eXAiOiJKV1QiLCJhbGciOiJIUzI1NiJ9.eyJpc3MiOiJ1cm46YXBwOjdlMGQxODg5ODIyNjQzNzNhNWYwZDQxNWVhMGQyNmUwIiwic3ViIjoidXJuOmFwcDo3ZTBkMTg4OTgyMjY0MzczYTVmMGQ0MTVlYTBkMjZlMCIsImF1ZCI6WyJ1cm46c2VydmljZTppbWFnZS5vcGVyYXRpb25zIl0sIm9iaiI6W1t7InBhdGgiOiIvZi9jNDMwNDAwNi03YjMwLTRlY2MtYTgzYy0yNDhkYjViYTZlZTUvZDRqN25lYy0wYWFjNTA0NC0wOTJiLTQ0YTItOTA2OC01YTk5NDQ4MTZjMWEuanBnIiwid2lkdGgiOiI8PTEwMTciLCJoZWlnaHQiOiI8PTc4NiJ9XV19



            Os porta-vozes dos três faziam uma última tentativa de evitar o conflito:

    Taze: - Vocês invadiram terras que não são suas e mataram servos de outro deus. Deem meia volta e retornem para suas terras e podemos até mesmo pensar em esquecer o ocorrido. Pensem bem no que irão fazer, vocês estão cercados e em menor número. Desistam ou perecerão!

            Os servos de Diablo, Vertigo e Chaos apenas olham para seus mestres, que não pensam duas vezes. Diablo e Chaos atacam os servos dos inimigos, o primeiro cuspindo uma rajada ardente e o segundo um vômito verde-escuro de aspecto nocivo, enquanto Vertigo simplesmente desaparecia em pleno ar (para em seguida reaparecer logo atrás de Talon, o inimigo menor e de aparência mais frágil).

            E assim, o conflito estava iniciado. Os Raptors e servos não tinham muita escolha a não ser afastarem-se e torcerem para que os monstros do seu lado vencessem.

            Vertigo era surpreendida pela velocidade de Talon, pois ao tentar olhar em seus olhos para dominá-lo, o Raptor salta no ar e desfere um golpe com as garras de suas patas traseiras no peito da deusa da Loucura. Ela revida tentando golpeá-lo com seu ferrão venenoso, sem sucesso, pois o rei dos Raptors desviava-se agilmente de todos os seus ataques, até finalmente saltar sobre ela, arranhando-a com suas garras e preparando-se para abocanhar sua garganta.
            Vertigo escapa por pouco do ataque, agarrando Talon pelo pescoço com sua cauda serpentina e arremessando-o longe. Ainda assim, o Raptor continuava a irritá-la, desviando de seus ataques e esperando por uma brecha para atacar.

            Não muito longe, Armadon tentava esmagar Chaos com golpes da maça em sua cauda, mas o primata saltava de árvore em árvore, soltando grunhidos de deboche e um jato de urina ácida contra o inimigo. Armadon consegue se defender com sua poderosa carapaça, que lentamente começava a ser corroída, então o dinossauro percebe o quão perigosos poderiam ser os ataques do rival.

            Perto dali, Diablo abocanhava um braço de Blizzard, que se defendia dando múltiplos socos na cabeça do inimigo, até ele soltá-lo e se afastar. Ambos grunhiam um para o outro à distância como forma de intimidação. Blizzard batia com os poderosos punhos no peito estufado, mas isso acabava abrindo brecha para Diablo lhe atacar com seus pequenos chifres, derrubando-o no chão. Blizzard quase é abocanhado novamente, conseguindo rolar para o lado no último instante, apenas para ser novamente derrubado por um golpe da cauda do dinossauro. À distância, Diablo disparava uma rajada de fogo contra o inimigo, que a bloqueava parcialmente com um bafo gelado. O vapor produzido pelo encontro do fogo com o ar gelado nublava a visão de Diablo, impedindo-o de ver o primata de pelos carbonizados vir em sua direção, surpreendendo-o com múltiplos golpes rápidos e fortíssimos com seus punhos.
            Tonto, o dinossauro cambaleava para trás, perdendo o equilíbrio, mas não antes de Blizzard agarrá-lo por trás e começar a esmaga-lo com sua tremenda força física. Diablo arranha e se contorce tentando desesperadamente escapar do terrível abraço, chegando a tirar o equilíbrio do símio, caindo ambos no chão com um grande estrondo, mas ainda assim, Blizzard não desiste e esmaga a cintura do rival até ouvir-se um sonoro estralo que ecoava em seus ouvidos.
    Ferido, ele finalmente soltava o inimigo derrotado e analisava o campo de batalha em busca de outro possível rival. À distância podia ver Talon e Vertigo em uma espécie de dança mortal.

            O Raptor continuava desviando-se dos ataques de Vertigo, mas isso fazia com que ela aos poucos fosse dominando o combate, fazendo-o deslocar-se para onde ela queria, até finalmente conseguir olhar nos olhos reptilianos do inimigo. Sem saber, Talon havia sido pego por uma ilusão mortal. Repentinamente, o céu parecia escurecer e Talon se via sozinho no campo de batalha. Não, ele podia ver Blizzard e Armadon se aproximando. Bom, isso queria dizer que eles haviam vencido. Porém, ambos deslocavam-se rapidamente em sua direção como se fossem ataca-lo. Talon se desviava e fugia o mais rápido possível, à procura de seus filhos, então os via, todos mortos no chão. A visão triste o distraia e ele se via cercado por todos os outros cinco oponentes que o atacavam de uma só vez. Ele era mordido, arranhado, jogado no chão e finalmente esmagado pelo peso de seus atacantes enquanto esperava pela morte.
            A visão era interrompida por uma forte picada em seu coração, e Talon percebia que havia sido hipnotizado e em sua distração, a inimiga o atingia em cheio com seu ferrão venenoso. Enfraquecido, ele caía no chão, sem forças e a visão escurecendo. Vertigo preparava um de seus feitiços para acabar de vez com Talon, até ser interrompida por uma rajada de gelo disparada por Blizzard à distância, que a congela logo antes de terminar o feitiço.

            Os únicos que ainda continuavam a lutar eram Armadon e Chaos. O dinossauro já estava coberto por manchas de vômito e fezes, e diversas partes de sua carapaça estavam corroídas, mas ele não desistia, apenas esperando o momento em que o inimigo fosse cometer um erro, e isso ocorria quando o primata subia em uma árvore frágil e isolada das outras, na tentativa de escapar de Armadon. O dinossauro corre em direção à árvore, chocando sua cabeça protegida contra seu tronco e derrubando-a. Chaos conseguia cair de forma a não ferir-se gravemente, mas não era capaz de se esquivar do golpe de cauda de Armadon que vinha em seguida, atingindo a maça da ponta de sua cauda em cheio no estômago do símio, que caía sentado e vomitando sobre si mesmo. Antes que ele pudesse escapar, Armadon corria em sua direção, perfurando as costas do primata com seus chifres. Chaos finalmente ia ao chão, afogando-se em seu próprio sangue e vômito.

            Ainda que bastante feridos, parecia que Blizzard e Armadon eram os únicos de pé no final da luta. Os Raptors corriam para socorrerem Talon, enquanto os servos dos vencedores encurralavam os cultistas dos derrotados e esperavam apenas uma ordem para mata-los. Blizzard e Armadon ordena que tragam os servos dos derrotados para ambos se alimentarem deles e recobrarem suas energias, porém, os servos restantes dos deuses malignos eram poucos, então Blizzard e Armadon tiveram de devorar alguns de seus próprios servos, que recuavam surpresos e apavorados.

            Apesar das perdas, a batalha havia sido ganha... ou ao menos era o que os vencedores esperavam. Não houve momento para comemoração, pois um som de enormes asas batendo era ouvido por todos quando uma enorme criatura alada cobria o sol, deixando todos temporariamente no escuro.




    FÚRIA EM URTH 86c9a13d1433de79340fb5e509a182f2



            A criatura era maior que qualquer um dos envolvidos no combate, e ele parecia mais uma carcaça do que uma criatura viva. Os vencedores mal tiveram tempo de reagir quando a nova criatura executa uma estranha magia em pleno ar, afetando toda a área, e essa foi a última visão que Blizzard e Armadon tiveram naquele dia...



    ...








            Necrosan esteve dormente por muito tempo em sua casca. O cometa que atingiu a terra eras atrás na verdade era o ovo de onde ele surgiu. Esperando pelo momento oportuno, ele previu a hora de atacar, quando todos os possíveis rivais estivessem fracos. Agora, sem oposição alguma, Necrosan planeja preparar Urth para a vinda de seus mestres. Por toda Urth, homens e mulheres são impregnados com seus parasitas. Suas vítimas vivem seus últimos dias em terrível agonia antes que crias semelhantes a larvas brotem de suas entranhas.




    FÚRIA EM URTH 9k=





              Os crescentes exércitos de Necróides crescem à medida que se alimentam da população humana. Estranhas cidades de aspecto completamente alienígena são construídas sobre as humanas. Os humanos são apenas pequenos escravos e saborosos alimentos.
    A adoração de falsos deuses nunca foi o objetivo original do Criador, e os homens pagaram caro por isso, e agora seriam escravizados pelo pior de todos os inimigos.



    FÚRIA EM URTH 45175403-sci-fi-scene-alien-ship-invading-night-city-illustration-painting
    Dovahkiin
    Mutante
    Dovahkiin
    Mutante

    Mensagens : 721
    Reputação : 23

    FÚRIA EM URTH Empty Re: FÚRIA EM URTH

    Mensagem por Dovahkiin Qua Fev 09, 2022 8:14 pm

    EPÍLOGO:



    FÚRIA EM URTH Neo%20Urth%201


             Sem o conhecimento dos habitantes de Urth, outro continente sobreviveu ao meteorito que causou o grande cataclismo.



    FÚRIA EM URTH Savanes_couv




             Em uma das inumeráveis selvas deste continente desconhecido, um predador espreitava nas relvas, seguindo sua presa furtivamente.




    FÚRIA EM URTH Tiger-with-glowing-eyes-in-the-dark-video-id1256911061?s=640x640



            Seus olhos brilhavam na noite, enxergando no escuro um grande mamífero que ignorava sua presença. Subitamente, o predador salta da relva sobre a pobre presa... apenas para ser pego no ar em pleno salto por um predador muito maior.




    FÚRIA EM URTH 6e997cdb66078b3106a8c0c10fa83951--sabretooth-tiger-far-cry-primal




             Um enorme felino semelhante a um Smilodon do tamanho de um ônibus devora rapidamente a presa. Slashfang é como as tribos locais o chamam, cultuando-o como o deus da Caça. Quando eles sentem o chão tremer, recuam, pois sabem que Slashfang está por perto. Ele permaneceu até agora alheio aos conflitos dos demais deuses primordiais, pois acredita que não haveria honra em enfrentar oponentes inferiores. Ainda assim, nos últimos dias ele tem sonhado com uma criatura semelhante a um esqueleto draconiano com asas residindo em outro continente. Teria finalmente Slashfang encontrado um rival à altura ou seriam apenas sonhos?!




    Conteúdo patrocinado


    FÚRIA EM URTH Empty Re: FÚRIA EM URTH

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Ago 18, 2022 2:55 pm