Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2434
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    KATE. Empty KATE.

    Mensagem por Leomar Dom Abr 09, 2023 3:31 pm

    Heséd, dia 10 do mês de Águia, 1429 jar-Piro (ano-Piro), faltam 5 dias para começar o inverno.

    Lá fora um vento assobia anunciando que o outono está acabando, o melhor outono que Kate já viu. Hélius* Flava já começava brilhar menos que Hélius Blua, em breve as "noites azuis" não seriam apenas noites, mas o dia inteiro ficaria azulado.
    O vento esfria um pouco o clima na cidade, embora "esfriar" seja algo bem relativo em Fajr-Regno, mesmo estando próximos do inverno a temperatura ainda está uns 19°C. O ar nunca pareceu tão puro, seria "o sopro da liberdade"?
    Não dá pra negar que a cidade está diferente nestes meses. Toda destruída e cheia de gente ferida, ainda assim diferente.

    Hélius e Luas:

    Fazia uns meses que Kate não se preocupava com a guerra. Quase três meses? Não... na verdade mais de três! Mais de quatro aliás! Até meio difícil de acreditar! Assim, ela dorme despreocupada numa hospedaria de Heséd, afinal não dava para passar todas as noite na Escola Izete. As meninas não importavam de dividir seus quartos ocasionalmente, mas Kate não era indigente para fazer das acomodações da escola sua morada.

    A hospedaria era barata, mas o frescor do outono e relativo silêncio permitiam um sono confortável e despreocupado. Ânima estava em nova, mas a luz alaranjada de Psikê quase cheia passava de leve pela fresta das cortinas. Kate vira de lado, ajeitando o travesseiro, ressonando suavemente, sem se importar com a figura que entra pela sua janela e que ela finge não perceber.

    KATE. Rpg110

    - Mm, ruiva... - ele sussurra, levantando o lençol com que Kate se cobria - Não parece magrela, pelo contrário, isto aqui daria um bom caldo...

    Kate continua dormindo tranquilamente, enquanto o intruso se aproxima dos seus pés, exatamente como ela esperava que fizesse, enquanto ele ainda a admira dormindo, Kate prepara um chute certeiro em seu nariz.

    - PUUUUUUUUUUUTA QUE PARIU! VADIA!

    Ele leva as mãos até o nariz quebrado. Precisaria de 30 segundos para entender o que aconteceu, 10 segundos para vencer a dor repentina e mais 30 para se recompor, Kate só precisava de 20 segundos para pegar a adaga embaixo do travesseiro e mirar em sua garganta.

    Além da dor, um golpe no nariz faz a pessoa chorar na hora, atrapalhando sua visão, ele sente o braço de Kate envolver seu pescoço, enquanto a ponta da adaga dela encosta na sua pele, e tudo que pode fazer é segurar o nariz sangrando.

    - DESGRAÇADA! PARECE QUE VOCÊ QUEBROU!

    - Você escolheu a ruiva errada para perturbar meu caro! Eu não me preocuparia APENAS com seu nariz...

    - Pior que deve ser a errada mesmo!

    Aquilo não fazia muito sentido, e Kate esperava que ele se mostrasse menos calmo numa situação desta. Era preciso alto controle demais pra se manter calmo numa situação daquele, e estes eram os piores tipos de pessoas, portanto ela aperta bem o mata-leão, não queria perder a vantagem de ter agido quando o cara não esperava. Os gritos tinham alertado outras pessoas na hospedaria, que começam bater à porta.

    - Ei! O que está acontecendo ai?

    Kate pressiona mais a adaga na garganta dele:

    - Se não agir como um cachorrinho bonzinho agora, eu te mato fácil!

    - Já é um milagre eu estar vivo, tchutchuquinha!

    Kate fica surpresa por uma fração de segundos, solta o pescoço dele dando-lhe um tapa na cabeça:

    - Mas que merda! Você é da Cour des Miracles!

    - Aii! É, eu sou, agora me arruma um pouco de gelo que isto está doendo para um caralho, vadia!

    Continuam batem à porta: - Ei, o que está acontecendo aí esta hora da noite?
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1543
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por DariusNovadek Dom Abr 09, 2023 5:18 pm



    Kate
    Nenomata
    21 Anos
    1,67 m
    55 Kg
    Humana
    Corte dos Milagres grau 1
    Escola Izete
    Divindades: Piro e Jara

    EM TEMPOS DE PAZ
    Fazia muito tempo que Kate vivia em paz, ela estava aprendendo a fazer isso, alias. Nunca em toda a sua vida tinha vivido um tempo parecido. Desde antes de sair da cidade prisão, sua vida era sempre seguida de desafios, batalhas, conflitos, e tudo mais.. O mais próximo que tinha chegado disso foi quando viveu um tempo com Ápis em Jevura, porém mesmo assim a guerra continuava.

    Mas agora, era tudo diferente, a guerra tinha acabado. E Kate tinha que aprender a viver de boa. E fazia seu máximo, tinha voltado para Heséd, e vivia em uma  hospedaria. O inverno estava chegando, e isso significava o fim do suor a todo tempo, e menos corpo a mostra quando saísse para as ruas, mesmo assim, Kate não se iria enfiar em casacos, já que em Farj-Regno o inverno era só um tempo "menos" calor.

    Ela se ajeitava na sua cama, sem se importar com a figura que entra pela sua janela e que ela finge não perceber.

    (sequência no post do mestre)

    - Ei, o que está acontecendo aí esta hora da noite?

    Kate, ainda segurando o cara, grita para a porta:

    - Não foi nada! Só tive um sonho molhado, nada além disso. Podem voltar a dormir!

    Depois solta o moço, dando um chute em sua bunda para que ele caísse a sua frente.

    - Próxima vez que te mandarem para dar recado a alguém, queira pelo menos estudar um pouco com quem você irá falar. E preferencialmente, não queira abusar dessa pessoa, principalmente se for uma pessoa como eu!

    Pega algo que possa ajudar no sangramento do nariz e taca pra ele. Se envolve pelo seu cobertor, já que estava só com a roupa de baixo.

    - Vai, desembuxa! O que você tem pra mim?


    —Hakrabi

    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2434
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por Leomar Dom Abr 09, 2023 7:10 pm

    - Próxima vez que te mandarem para dar recado a alguém, queira pelo menos estudar um pouco com quem você irá falar. E preferencialmente, não queira abusar dessa pessoa, principalmente se for uma pessoa como eu!

    - Me falaram para procurar uma ruiva meiga, magrela com "perninhas de siriema", e eu estava só conferindo se você é a magrela. Mas parece que eu só acertei na ruiva, então melhor deixar para lá! Desculpe o incômodo.

    Sério que os "amigos" de Kate ainda faziam desta? Não importava que estivesse "dando um caldo" como o cara falou, ainda a chamavam de siriema, e praticamente fizeram da ave seu brasão, até hoje Kate tem a adaga com a ave estampada no cabo.

    - Eu sou a Siriema, Vai, desembuxa! O que você tem pra mim?

    - Eu me chamo Arlindo! Mas pode me chamar de Lindo, pois o ar eu perdi quando te vi de camisola! - Ele mostra um sorrisinho meio bobo, meio debochado.

    (...)

    - Não! Caramba, tu é secona heim! Devia se mostrar mais generosa, até porque perdi cinco dias a toa pois você deveria estar em Ĵevurá!

    (...) Kate continua esperando, e ele conferindo o nariz.

    - Acho que quebrou mesmo! Ai! Você não tem nada de meiga que me falaram. (...) Bom, espero que esteja aproveitando as férias. Antes de mais nada... - Ele põe a mão no bolso, pega um anel que entrega para Kate. - Isto faz parte da entrega, parabéns! Asafobkabidas, Kabidasbasafo.

    Os olhinhos cor de mel de Kate até brilham. O anel era um tanto escuro, parecia velho, mas na verdade é porque tinha muito ferro e menos ouro, algo provavelmente proposital para quem fez o anel, em alto relevo e num tom vermelho tinha os sinais:

    -+-+--+++-+-+

    Era exatamente igual ao anel de Kevla! Muito possivelmente não era O anel de Kevla, pois se Kate não estava enganada, o anel dela foi um presente do próprio deus, e ela nunca se desfaria dele, mas era um anel idêntico. Kate experimenta e... ficou um pouco folgado. Teria que ver isto depois.

    Kate não falava Traarnak, mas a expressão que o "Arlindo" usou era quase de conhecimento "comum". Asafo era 7, kabidas era 13, Asafobkabidas, Kabidasbasafo significava (sete em treze e treze em sete). Esta foi a expressão usada por Piro quando, depois do Ragnarök, Piro diz ter entendido a real natureza da Prana, e os sábios perguntaram "qual é?" ele disse: Asafobkabidas, Kabidasbasafo

    Pelo que Kate aprendeu com a Zaratkir, na numerologia traarnak, 7 significa abundância, mas acima da fartura (já que fartura seria 6) algo que sobra, que passa dos limites, e 13 é um mistério, o caos, algo que transcende, o inexplicável ou algo inesperado. Portanto a Prana seria "a abundância dentro do mistério, ou o inesperado dentro da fartura, ou o que é enormemente inesperado de uma forma inesperadamente misteriosa, ou uma abstração que transcende os mistérios que poderíamos acreditar, ou ainda algo que vai "além do óbvio ululante que pulula nas mentes humanas".

    E o que isto significava?

    Kate não fazia a menor ideia! Nem os sábios que ela leu parecem ter entendido o que é Asafobkabidas, Kabidasbasafo. E olha que ela tentou ler o livro "Além do Óbvio Ululante que Pulula nas Mentes Humanas".

    E não entendeu nada.

    Kate já tinha perguntado a respeito para Kevla, mas ela dizia:

    "Isto é a jornada de uma vida, e você tem que descobrir, ninguém pode lhe contar!"

    - Esta jornada tem 50 sentenças, mas com 30 você começa a entender, eu gastei 38 para chegar à conclusão!

    O cara tira Kate da sua imersão.

    - Oi? Como? Você fez A Jornada?

    - Não, é só algo que mandaram lhe dizer.

    Kate pula da cama para pegar um carvão, não tinha papiro à mão então anota no primeiro pergaminho que vê, nem sabe se é dela ou era da hospedaria, mas isto era algo que provavelmente ela se arrependeria se não anotasse.

    "50... 30... 38... Esta jornada......"

    - Foi a Kevla que mandou me entregar isto? Ou melhor, a Zaratkir?

    - Vai saber, né!

    - Era uma súcubo ruiva, de pele clara? - segura o anel - Com seis dedos em cada mão?

    Ele dá uma risadinha: - Não mesmo!

    Trabalho feitos para a Cour des Miracles frequentemente são anônimos. Quando ele diz, despreocupadamente "Vai saber, né?" indica que ele não vai falar o nome de quem o mandou, e quase certo que nem deve mesmo saber o nome, assim não teria como responder nem sobre tortura.

    - Isto é a próxima senha?

    - Não, e você quem deveria me dar a sua.

    - Um mais um é sempre mais que dois...

    - ... E quem não é tolo pode ver! Parabéns novamente, pois a senha para o grau 2 é "Faço de bandeira a minha pele".

    - Heim? Faço de bandeira a minha pele? O que isto significa?

    - É, tem quem prefere Com minha pele, ou De minha pele, ou Minha pele é minha bandeira, ou Uso minha pele... depende da ideia, mas deu para pescar, né?

    - Então agora estou no grau 2? E agora, o que faço?

    "Arlindo" ri debochado.

    - Se não sabe o que fazer, talvez não devessem te dar o grau 2.

    Kate às vezes odiava a Corte dos Milagres. Eles tinham o maldito "grau 0" que significava que você era o cocô-do-cavalo-do-bandido, menos que lixo. Ela demorou uns dois anos para chegar no grau 1, que era o cocô-de-cavalo e já estava a muito tempo nesta posição. Não tinha ideia de quantos graus tinha a Corte, uns falavam em 33, outros em 45 e outros ainda falavam em 100. Bom, agora ela podia se considerar o cavalo-do-bandido?

    O cara já se dirigia para a janela.

    - Mais uma vez: espero que tenha aproveitado bem as férias. Querem que você faça algo na Iniciadora.

    - Na Iniciadora? Mas é final de semana!

    - Ou começo, folga ou véspera de folga, não é admirável este Mundo Novo? Bom, esteja no templo verde de manhã. E se possível disseram pra você trazer um anjo. Boa sorte nisto se não conhecer nenhum!

    A Iniciadora será daqui 5 dias
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1543
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por DariusNovadek Ter Abr 11, 2023 11:55 pm



    Kate
    Nenomata
    21 Anos
    1,67 m
    55 Kg
    Humana
    Corte dos Milagres grau 1
    Escola Izete
    Divindades: Piro e Jara

    UMA NOVA MISSÃO

    .. Você não tem nada de meiga que me falaram..

    - Nisso concordo com você, erraram nessa parte da descrição

    Mas ao receber o que o invasor tinha para dar a ela, os olhos de Kate brilharam, o anel era igual o de Kevla! Já de cara Kate se sentiu observada por ela, e que ela não tinha esquecido de Kate!

    Logo ela anotou tudo que o tal do "Arlindo" estava falando. Infelizmente ele não confirmou quem tinha mandado entregar o anel a Kate, mas ela ja imaginava isso, e tinha certeza que, direta ou indiretamente, Kevla estava por traz disso.

    Mas as notícias boas não paravam por ai, logo Kate descobre que estava sendo promovida para o nível 2! O que isso significava? Kate ainda não sabia, mas pelo menos estava progredindo.

    - Mais uma vez: espero que tenha aproveitado bem as férias. Querem que você faça algo na Iniciadora.

    - Na Iniciadora? Mas é final de semana!

    - Ou começo, folga ou véspera de folga, não é admirável este Mundo Novo? Bom, esteja no templo verde de manhã. E se possível disseram pra você trazer um anjo. Boa sorte nisto se não conhecer nenhum!

    Ainda bem que Kate conhecia Azriel, pelo que ela sabia, ela estava no porto por estes tempos, mais tarde passaria por lá para conversar com ela.

    - Se você acha que isso seria um desafio pra mim, então não conhece direito a Corte..

    E deixa ele ir.

    Kate aproveita esse tempo para se arrumar. Suas roupas ainda são leves, mas o tempo já estava começando a mudar ali. De qualquer modo, iria aproveitar o conselho do cara, iria terminar de aproveitar as férias. Iria chamar Azriel para beber a noite, mas antes tinha tempo para outras coisas.

    Então, animada por ter recebido o anel de Kevla, sai da hospedagem e vai direto as termas, lá provavelmente encontraria alguém para falar sobre "A Jornada", ou pelo menos sobre uma súcubo ruiva de pele clara.


    —Hakrabi

    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2434
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por Leomar Qua Abr 12, 2023 4:09 pm

    A Pacificadora, dia 10 do mês da Águia, 1429 jP

    Apesar de já ser relativamente tarde, tanto Hélius Blua como Psikê estão iluminando a cidade. No outono Psikê fica com uma cor alaranjada desbotada e triste, ainda assim faz bem o seu papel.

    Boa parte das casas já estão fechadas, mas há movimento na rua, as termas só deverão fechar hoje depois das duas ou três da madrugada (e, se pá! ainda haverá iluminação suficiente mesmo neste horário), e como é uma Pacificadora, hoje e amanhã a entrada será apenas para fêmeas.

    Spoiler:

    Logo depois da entrada Kate recebe duas toalhas, uma para depois dos banhos, outra para se manter enrolada durante os banhos. Como é um dia de banhos femininos, algumas dispensam o uso da toalha. Se bem que algumas mulheres dispensam a toalha mesmo nos dias de banho misto, principalmente as súcubos.

    As roupas e qualquer outra coisa que esteja carregando são deixados num cesto que é deixado numa sala adjacente à entrada.

    A maior parte do piso é feito de ladrilho laranja, que a noite fico meio rosado pela influência de Hélius Blua, apesar que há poucas janelas nas termas, a maior parte da iluminação vem de grandes velas protegidas por grandes cúpulas de vidro ou cerâmica.

    Em alguns lugares de destaque aparecem brasões, relativos às famílias responsáveis por terem feito aquelas termas. Kate não conhece nenhum destes brasões, e também não lhe interessa isto. O piso é constantemente úmido, portanto é um lugar onde não é muito inteligente ficar correndo. Os únicos machos ali são o cara que fica vigiando os cestos (que não interagirá com ninguém ali) e o cara que fica na cozinha (que também não sairá de lá, no máximo ficará de olha grande para as que passarem ali na frente sem a toalha bem enrolada.

    A parte do Caldarium é popular pelo vapor, apesar que o tepidarium frequentemente costuma ser até mais frequentado. As termas não costumam receber um número muito grande de sereias (que aliás não são comuns na cidade), mas desde o final da guerra, de quando em quando se vê uma por lá.

    As termas são consideradas terreno "neutro" portanto disputas ali são proibidas, embora é claro que só lei não garante que todos cumprirão, mas costuma ser um ambiente bem tranquilo. Como demônios não gostam muito de banho frio e sereias não gostam muito de banho quente, então até nisto elas já ficam mais separadas mesmo.

    Neste lance há algumas piscinas e saunas privativas, que obviamente precisam ser reservadas, mas há um piso inferior com várias outras salas mais reservadas, que são usadas por clientes mais frequentes (ou mais importantes).

    Os frequentadores das termas, seja nos dias femininos ou mistos, normalmente são comerciantes mais bem sucedidos. As amazonas do exército do país tem se dado este luxo desde a retomada do porto também, pois nos últimos meses elas ganham desconto. Não é impossível encontrar "um pobre" aqui, pois a entrada não chega ser um absurdo, mas não é bem um lugar para pés-rapados.

    As pessoas não costumam comer dentro das piscinas (embora nenhum lugar do mundo esteja livre dos sem-noção) mas a parte da cozinha costuma ter uma variedade de satisfatória à alta em seus petiscos e bebidas, permitindo que alguns mais afortunados passem o dia inteiro curtindo, se quiserem.
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1543
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por DariusNovadek Qua Abr 12, 2023 5:31 pm



    Kate
    Nenomata
    21 Anos
    1,67 m
    55 Kg
    Humana
    Corte dos Milagres grau 1
    Escola Izete
    Divindades: Piro e Jara

    NAS TERMAS
    Kate aproveita o tempo para ir visitar as famosas termas, ela só tinha ouvido falar delas, mas nunca tinha ido. Não era um lugar que Kate poderia ficar visitando a todo momento, mas Kate já não era mais uma pobretona.

    Ao entrar, Kate deixa seus pertences no local, se enrola na toalha, e vai direto para o caldarium, o dia era feminino, então Kate não precisava se preocupar com taradões. A toalha foi mais mesmo por costume. Ela deixa em uma cadeira, e caminha nua para o Caldarium. Kate nunca tinha tido problemas com seu corpo, mas nos momentos atuais não tinha como negar que seu corpo já era outro, e não o trapo que era quando escapou da cidade prisão. Ela era bem orgulhosa com seu corpo, e aprendeu com os demônios a não ligar de expor tanto ele assim.

    Ela adentra na água, e aproveita o relaxamento que a água quente proporciona. Fica uns minutos em silêncio. Depois olha em volta, e tenta se enturmar, adentrando nas rodinhas de conversa. Kate colocou o anel de Kevla em uma espécie de colar, e era a única coisa que usava no momento, era pra chamar a atenção mesmo, pra ver se alguém o reconhecia.

    Depois de se enturmar, começou a conversar sobre "A Jornada"

    —Hakrabi

    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2434
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por Leomar Sex Abr 14, 2023 10:42 pm

    KATE. 35d4b2424b089e2279f34eb19054e0b5

    Não era horário de muito movimento nas termas mas ainda tinha um público razoável. O caldarium impressiona, tanto por ter o maior tanque, quanto pelo vapor, que preenchia quase todo espaço das termas, mas era realmente denso no caldarium. Kate se dirige para lá.

    Além do vapor, um forte cheiro de cedro pairava no caldarium (para sorte ou azar de Kate, dependendo de se ela gosta ou não do aroma). O público não era tão grande, Kate vê apenas seis mulheres naquela parte. Talvez quando o clima esfriasse mais, mais pessoas irão preferir aquela área.

    Haviam alguns bancos em volta do grande tanque com várias toalhas neles, quem preferia andar nua pelas termas deixava as duas toalhas num banco ou num canto, quem preferia entrar nas piscinas de toalha deixava só uma. Haviam várias andando nuas, mas muitas ainda preferiam entrar nas piscinas com as toalhas.

    Ali no caldarium apenas uma mulher tinha entrado com toalha, e uma outra estava com roupas de baixo (o que deve ser ainda mais desconfortável do que ficar com uma toalha molhada), as demais estavam nuas. Apenas uma era meio-demônio, a nadava de costas no meio da piscina. Uma negra de Jod se banhava sozinha num canto, era a que estava de toalha (Fajr-Regno tem uma população bem misturada, muitas pessoas de pele morena ou escura, mas os mais negros vem de Jod, uma cidade do norte. Kate não tinha certeza se aquela era uma mulher de lá, mas deu pra entender a expressão né?) outros dois grupos com duas mulheres estavam em pontos separados.

    Na parte mais "ao fundo" do tanque, do lado da parede, tinha um grande "incensório" de onde vinha o cheiro forte de cedro, mas em pontos específicos ao lado do tanque (ou piscina, como preferir) haviam alguns jarros grandes de porcelana com brasa, onde os frequentadores podiam jogar seus próprios aromáticos, se quisessem.

    Kate deixa suas toalhas num canto e entra na água, que estava mais quente do que ela imaginou que estaria. Depois de se adaptar, chega perto da primeira dupla de mulheres (uma delas era a que estava de roupas de baixo), puxa conversa, as duas pareciam um tanto tímidas, não se irritam por Kate ter ido puxar assunto, mas a conversa acaba não fluindo de qualquer jeito. Kate resolve ir puxar assunto com a outra dupla, se também não tivesse sorte, talvez voltasse pras duas primeiras.

    Aproximando-se, nota que falavam do exército, Kate tenta entrar na conversa, mas as duas a olham de "rabo-de-olho" como costumamos olhar para pessoas "entronas", mas mesmo sem demonstrar muito interesse, deixam Kate ficar ali.

    Uma delas comentava para a amiga que estava de saco cheio do exército, a outra comentava que já estava para sair. Pela conversa e aparência, uma devia ter acabado de fazer 18 e a outra estaria com 19 ou quase. O alistamento era obrigatório para mulheres e era o normal para Kate, mas pelo que ela sabia, em Ajros e Akvlando isto era facultativo para mulheres e em Gaja era até proibido. Kate não tinha se alistado, mas como trabalhou em cooperação com o exército, ganhou os documentos como se tivesse cumprido seu dever com a pátria.

    A mais velha comenta que este ano o exército está bem mais fácil em relação ao ano passado, quando ela entrou. Ela tinha bastante sotaque, e Kate pergunta se é de Jezod (pronuncia Iê-zod, como a maioria dos nomes de lugares com J).

    - Conhece Cobre Sujo? - Kate faz que não com a cabeça - Mm, é uma vila pequena, fundada ao lado de uma mina, de cobre, obviamente. Teve seu valor na resistência por alguns anos, mas quando a mina parou de produzir, fomos jogados ao esquecimento. Mas é sim uma vila ao lado de Jezod. Minha mãe acabou morrendo na guerra e, dois anos depois eu tive que servir o exército, mudei pra cá com meu pai, pois eles queriam as "carnes novas" defendendo as cidades mais importantes.

    Elas falam de frugalidades, Kate fica sabendo, por exemplo, que quando o caldarium não está cheirando a cedro, cheira a eucalipto ou pinho, parece ser os únicos três óleos que eles têm ali. A mais nova inclusive sai do tanque para ir por madeira de sândalo num dos vasos com brasa. A mais velha diz ter ido frequentemente nas termas no último mês, mesmo fora das Pacificadoras e Meditativas, quando tem que dividir os banhos com amigos homens do exército, mas nestes dias ela prefere permanecer de toalha, embora afirme que há outras mais ousadas que ela. Kate filosofa sobe "importância de Jornada da vida" ou algo do tipo, mas as duas, a principio não dão muita moral. A garota de Jozod responde:

    - Neste momento, a única jornada que estou querendo fazer, é apenas até a cidra mais próxima!
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1543
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por DariusNovadek Sáb Abr 15, 2023 1:08 am



    Kate
    Nenomata
    21 Anos
    1,67 m
    55 Kg
    Humana
    Corte dos Milagres grau 2
    Escola Izete
    Divindades: Piro e Jara

    NAS TERMAS
    Kate deixou as toalhas nos bancos e adentrou na agua fervente. Levou um tempo até se acostumar com a temperatura, aproveitou esse momento para observar o movimento, e qual das mulheres seria melhor puxar papo.

    Mas pelo menos ali, o movimento não estava tão forte. Tentou puxar papo com uma dupla de mulheres, mas não teve muito sucesso, então foi para outra dupla, que apesar de não ser tão promissora, pelo menos tinham aceitado ela na conversa.

    Elas eram um pouco mais novas que Kate, e estavam reclamando de estarem no exército.

    - Agora o pessoal do exército deve estar mais tranquilo mesmo, em tempos de paz.. Mas a junta militar daqui me pareceu bem organizada quando fui mandada para ajudar na guerra. Vocês não se sentiam bem valorizadas? E o que pretendem fazer, caso saiam mesmo do exército?

    Kate iria primeiro tentar se aproximar e ganhar a amizade das garotas antes de ir atrás de seus próprios objetivos. Mencionou de propósito o fato de ser "designada" para ajudar na guerra, de modo a tentar impressionar elas. Porém, com o continuar da conversa, Kate filosofa um pouco sobre a jornada da vida. Mas a garota de Jozod responde:

    - Neste momento, a única jornada que estou querendo fazer, é apenas até a cidra mais próxima!

    Kate ri.

    - Não seja por isso, vou encurtar essa jornada para você.

    Então sai do caldarium e vai até onde vendem cidras (cozinha?). Pega três cidras, e volta para junto da dupla.

    - Pronto, jornada concluída, pode me agradecer depois por atingir seu objetivo de vida *ri mais um pouco e faz um gesto de "brinde" antes de dar um gole na cidra*- Mas, brincadeiras a parte, não ouviram ninguém falar sobre a "importância de Jornada da vida" ou algo do tipo?

    —Hakrabi

    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2434
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por Leomar Sex Abr 21, 2023 7:59 pm



       
       


           

           
    A Pacificadora, dia 10 do mês da Águia, 1429 jP (faltam 5 dias para A Iniciadora e começo do inverno)

    Informações

    • QUIETOS - no cenário se refere a pessoas que não despertaram, nem de leve, o dom de alguma magia.

    • MESTRE ESPIRITUALISTA - Não é necessariamente um sacerdote, mas são grandes estudiosos tanto das doutrinas religiosas como assuntos ligados aos planos espirituais, e com isto trabalham em doutrinação e orientação nos templos.


       

           


    - Agora o pessoal do exército deve estar mais tranquilo mesmo, em tempos de paz.. Mas a junta militar daqui me pareceu bem organizada quando fui mandada para ajudar na guerra. Vocês não se sentiam bem valorizadas? E o que pretendem fazer, caso saiam mesmo do exército?
           

    A mais nova delas, que tinha se alistado a pouco, se apresenta como Samy, parecia mais tímida que a amiga, ficava apenas andando pela piscina, com a água quente até o pescoço:

    - Ah, esta coisa de exercício pesado e treino todo dia é coisa para homem! Vocês não acham que estaríamos melhores como as mulheres de Ajros, que ficam em casa fazendo comida enquanto os maridos se preocupam com a guerra?

    A outra, de Jezod, que ainda não tinha se apresentado, tinha expressões corporais mais amplas, se apoiava ou sentava na borda da piscina várias vezes, mostrando bem mais o corpo (não que Kate não tivesse visto o de Samy quando ela foi por madeira de sândalo no vaso com brasas para mudar um pouco o cheiro ali):

    - Valorizadas? É, diria que "talvez". De fato os homens gostam das amazonas do exército, e as pessoas têm nos bajulado de leve, como estes descontos que recebemos aqui nas termas. Mas não me vejo fazendo carreira. Como disse, minha mãe morreu na guerra, então meio que senti um gostinho leve de vingança quando expulsamos os gajanos daqui. Por outro lado concordo com Samy: Às vezes preferia arrumar um "lico", casar daqui uns dois ou três anos, ficar em casa cuidando dos filhos ou vendendo algo... Meu pai é ferreiro-artesão, fabrica armas mas também utensílios e até rodas de carroça, daria para eu administrar o trabalho dele e do lico, mexer com a grana e propaganda, enquanto eles pegam no pesado.

    Elas brincam um pouco mais na água, as duas falam sobre alguns soldados que trabalham e acham mais interessantes, mas a moça de Jezod não ignora (completamente) Kate:

    - Já você parece bem à vontade na vida militar. - Com 19 anos e 1 de exército, ela tinha um corpo atlético, braços e pernas até bem trabalhados, ela dá uma boa "sacada" na Kate, que também estava em boa forma, mas não tinha musculatura tão destacada - Você não tem corpo de infantaria. Esgrimista ou arqueira? (pausa breve) ... ou maga?

    Ter o dom não era algo que se precisasse esconder em Fajr-Regno, embora às vezes não se devesse gabar muito da potência para qualquer um.

    - Na verdade, não maga, mas feiticeira. Tenho dom do fogo e da água!

    - Sério!? Que legal!

    Ao poucos Kate ia rompendo a resistência da dupla, então propõe trazer cidra pra elas, a jezodense recebe a garrafa com um sorriso e finalmente se apresenta, se chamava Teäne Cobre-Velho (o ä é aberto e longo).

    - Mas, brincadeiras a parte, não ouviram ninguém falar sobre a "importância de Jornada da vida" ou algo do tipo?

    - Olha, para ser sincera com você, ticeira, não sou uma mulher muito religiosa ou espiritual. Sou uma quieta*, filha de quietos, e honro meus pais no fio da lâmina. Você, Samy, sabe de algo a respeito? Já ouviu algum mestre espiritualista?

    - Só quando vou ao templo... - ela tenta se lembrar de alguma coisa significativa. - Não seria aqueles lances de "caminhos Aduls?"

    - Mm, mas isto aí não é coisa daquela tal "filosofia Sen esquisita?" - Comenta Teäne

    - Na verdade não! - Kate se lembra de suas mestres comentando sobre os Aduls em situações isoladas - Mestres espiritualistas de outras linhas, inclusive do templo de Piro, também usam estes conceitos. Tipo: adul-nefesh significa caminho da morte, e adulas-an significa caminho da vida, mas creio que a filosofia Sen fala deles com mais ênfase.

    - Acho que é isto mesmo. Parece que tem caminho pra tudo: caminho da magia, caminho da música, caminho do sexo hihihi, caminho das trevas, caminho das artes marciais...Não lembro dos termos que usam. Seria algo assim?


       
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1543
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por DariusNovadek Seg Abr 24, 2023 1:47 am



    Kate
    Nenomata
    21 Anos
    1,67 m
    55 Kg
    Humana
    Corte dos Milagres grau 2
    Escola Izete
    Divindades: Piro e Jara

    NAS TERMAS
    Kate permanecia na água enquanto conversava com as moças, sem se importar se estava mostrando seu corpo ou não. Então, algumas vezes, pelos movimentos, seus seios ficavam fora da água, mas ela nem ligava, e nem era algo provocativo ou com segundas intenções, mas simplesmente uma naturalidade mesmo.

    Ouvindo as garotas, Kate fica desapontada em ver que elas queriam se conformar vivendo uma vida de madame. Kate nunca quis isso, sempre quis tomar as rédeas de sua vida, e fazer o que desse na telha. Até com Apis era assim.. Talvez por ter sido mandada todo o seu começo de vida, Kate agora queria ela própria mandar em sua vida. Porém, quando disse que era feiticeira, pelo menos a mais tímida mostrou um pouco de admiração. Foi bom para o ego de Kate, o grupo dela tinha ficado conhecido na cidade, mas todo mundo focava apenas em anjos e demônios lutando juntos, esqueciam de uma humana feiticeira.

    - Bom, aqui nas termas não posso fazer muita coisa, mas se quiser depois posso te mostrar uns truques que sei fazer. *Kate faz um pequeno e discreto truque com a água da terma.*

    Com o tempo, Kate foi quebrando o gelo, até falar sobre a tal da jornada, elas até que foram solicitas em responder, mas realmente não tinham muito conhecimento para isso.

    - É, realmente, sobre esse assunto devia estar procurando em outro lugar, mas queria vir aqui nas termas.. Já estou a muito tempo na cidade e ainda não tinha visitado. Acredito que em algum templo de Piro tenha alguém que possa me ajudar.. Ou vocês sabem de alguém do templo, ou uma fiel, que visita aqui?

    - Então, na verdade, estou atrás dessa tal de jornada, pois minha mentora aparentemete quer que eu siga isso, e me mandou esse desafio para eu desvendar. Ela falou algo como "Esta jornada tem 50 sentenças, mas com 30 você começa a entender, eu gastei 38 para chegar à conclusão"


    —Hakrabi

    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2434
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por Leomar Seg Abr 24, 2023 5:26 pm

    Samy bate palminhas quando Kate faz seus truques. As três bebem suas cidras e falam mal dos homens.

    - É, realmente, sobre esse assunto devia estar procurando em outro lugar, mas queria vir aqui nas termas.. Já estou a muito tempo na cidade e ainda não tinha visitado.

    - De fato... Não é o melhor lugar para meditações espirituais, mais fácil encontrar alguma grande trama política por aqui!

    - Muitos políticos vem aqui?

    Teäne faz cara e voz afetada, como se estivesse declamando uma propaganda ou narrando um conto erótico (como Fajr-Regno é liberal quanto a sexualidade, estes tipos de contos são relativamente populares), Samy entrava na brincadeira, fazendo caras e bocas:

    - As termas são um lugar para fazer amigos, para banhar-se e socializar com a nobreza. KATE. 1f609  É um lugar pacífico mas agitado onde a moda dá lugar à pele nua e toalhas brancas. KATE. 1f607  Sem poses ou costumes, joias ou palavras grandiosas, é um ponto em comum onde a elite pode falar de maneira simples e ficar à vontade. KATE. 1f60c
    Mas a casa de banhos é também um lugar de sussurros, ameaças, mentiras e conspiração! KATE. 1f631  Por trás de sua tranquilidade está um ambiente tenso, onde inimigos se enfrentam sem espadas ou escudos. KATE. 1f635 É um território neutro onde apenas o raciocínio, força de vontade, instinto e intriga importam. KATE. 1f47f É um bom lugar para negociar, intimidar ou ser assassinado. KATE. 1f635
    Mosaicos de ladrilhos e potes de cerâmica retratam benfeitores ricos e digno de nota. Shocked As paredes de algumas câmaras de banho privativas são pintadas com afrescos as vistas de janelas. Algumas representam paisagens enquanto outras mostram palácios dos visitantes mais ilustres.  KATE. 1f603 As câmaras mais privativas são adornadas com esculturas escandalosas e carnais, o material das fofocas. KATE. 1f633
    Carisma é importante nas termas, beleza faz você entrar pela porta, mas a astúcia faz todo o trabalho! KATE. 1f60d  KATE. 1f61a


    Depois que termina, a amiga fica batendo palminhas, Teäne faz um mesura teatral como se tivesse apresentado para um grande público.

    - Ou vocês sabem de alguém do templo, ou uma fiel, que visita aqui?

    - Ninguém que eu já tenha visto no templo, fofa. As pessoas boazinhas e santas não é para cá que vem.

    - Mas ela está falando do templo de Piro, fofa, não de algum templo de Anĝelina.

    - ?? Ma´bah?

    - Pessoas do templo de Piro nunca foram boas e santas. Desculpa a sinceridade, fofa.

    - Piro diz que não devemos amaldiçoar quem fala a verdade... - Isto sai no automático, pois ouviu a Zaratkir falar muitas vezes, Kate se amaldiçoa por acabar parecendo carola agora, a cara de Teäne meio que confirma.

    - Então, na verdade, estou atrás dessa tal de jornada, pois minha mentora aparentemete quer que eu siga isso, e me mandou esse desafio para eu desvendar. Ela falou algo como "Esta jornada tem 50 sentenças, mas com 30 você começa a entender, eu gastei 38 para chegar à conclusão"

    - 50 sentenças para uma coisa só? E você só começa entender depois de 30? Metal pesado esta mentora sua heim fofa! Muito pesado! Se ela não deu nem mesmo a primeira sentença, aí é sacanagem demais! Podiscrê! Que acha Samy, teriam os tais Aduls 50 caminhos? Acho que não: vida, morte, luz, treva, música, sexo, magia... mesmo se dividirmos em cinco... espada... ann... Espírito? Espirito! Mesmo se forçar, acho que chega em no máximo 30.
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1543
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por DariusNovadek Sáb Abr 29, 2023 12:59 am

    Kate continua sua conversa com suas novas "amigas". Era mais papo jogado fora mesmo, mas Kate já estava por ali. Ela permanece mais um pouco com elas, mas sabe que não tiraria mais nada de importante ali, então não força muito.

    Depois de um tempo na água quente, resolve ir para a natatio, aproveitar que seu corpo estava quente, para ativar a circulação. Lá, kate viu que tinha mais gente, e procurou alguma demônio, de preferencia alguma que possuisse algum símbolo ou tatuagem que se referisse a Piro
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2434
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por Leomar Seg maio 08, 2023 8:57 pm



       
       


           

           
    A Pacificadora, dia 10 do mês da Águia, 1429 jP (faltam 5 dias para A Iniciadora e começo do inverno)

    Informações

      Existem quatro marcas de Piro, feitas a ferro quente em rituais. Provavelmente a única pessoa a ter todas as quatro é Keela.

      Uma figura de uma cobra na coxa esquerda mostra que a pessoa é uma freĉia. Esta é marcada pelo próprio Piro e ele é o único que consegue marcar Keela a fogo.

      No peito à esquerda é marcado um escorpião, isto indica que o demônio é um(a) Sucursal do Inferno. Alguém que cuida dos interesses de Piro nos dois Planos, e portanto tem que ir aos infernos várias vezes. Sendo assim só demônios podem ter este cargo. A Zaratkir tem estas duas marcas. Keela, por ser invulnerável ao fogo, fez o escorpião em forma de tatuagem.

      Uma aranha marcada do lado direito do peito mostra que é um importante mago, conhecedor de alguns segredos iniciáticos da Corte dos Milagres. A Zaratkir poderia ter uma marca desta, já que é a única demônio que domina magia branca (era, antes do Nadhull), mas ela não quer ter que ficar ligada à Corte. Desdêmona, que é uma maga de grande poder e iniciada, poderia requerer a marca, mas como sua irmã não pode, ela também não quis ser marcada, a Keela foi tatuada.

      A última marca é a mais rara, na coxa direita. A primeira versão é a figura de um lagarto e só 12 pessoas receberam ela (a última foi a Keela, outro foi um herói antigo que Kate só conhece pelos livros, Sávaro). A segunda versão é um pássaro, não tenho certeza se é genérico ou se na verdade seria um corvo ou outro pássaro específico. Esta marca é dada para alguém que foi vítima de alguma injustiça, então às vezes são marcados mártires, postumamente, por isto ser muito raro alguém vivo ter a marca. Keela também recebeu esta de Piro, então ela tem duas marcas de fogo e duas tatuagens. Velora também tem um lagarto na coxa direita, mas ela foi marcada antes de Piro nascer, e pessoas como ela que devem ter inspirado o deus fazer tais marcas (como estamos no ano 1429 jar-Piro, dá pra ver porque ela é conhecida como Anciã Velora).

      Além destas marcas de Piro, Keela tatuou em cada palma das mãos a figura de um olho. Esta marca é conseguida quando um mago do fogo, não necessariamente ligado à Piro, consegue incandescer uma moeda de tungstênio com a própria magia.

      Estas moedas, chamadas de varmilas (Varma é o nome da segunda gran-elemental do fogo) têm a imagem de um olho cunhada em alto-relevo, e por isto deixa a marca na pele quando aquecida. Não é tão fácil encontrar uma varmila, mas não chega ser extremamente rara também, alguns magos usam como decoração ou em outros rituais, mas o ritual mas desejado mesmo é fazer a mana correr pela moeda tentando fazê-la incandescer, muitos conseguem apenas aquece-lá, se queimando mas sem conseguir uma marca nítida, que só fica perfeita mesmo se a moeda chegar a derreter. Mesmo a maioria dos magos de fogo nível A, que conseguem derreter ferro ou chumbo com sua magia, não são capazes de derreter uma varmila com magia.

      Kate vira poucas destas marcas, algumas com 99% de chance de não terem sido conseguidas num ritual honesto, como uma artista que tinha a marca do olho na testa. Uma das pessoas que tinha a marca era Austrégio, um neto ou bisneto de Piro que Kate vira uma única vez, mas que não tinha dado muita trela para ela.

       

           


    R.Oc.:

    Kate dá uma olhada na Natatio que estava mais movimentada. A primeira que lhe chama atenção é uma negra enorme, parecida com Daânavá (da Izete), mas ainda mais forte. Os braços dela eram maiores que as coxas de Kate, ao invés de uma toalha, ela tinha faixas enroladas no corpo, como uma lutadora. Tinha cara de poucos amigos. Kate sente um empurrão no ombro só com o olhar.

    Ao lado, uma morena clara, mais alta que Kate mas bem menor que a negona, também usando faixas, que dava maior mobilidade. Não era tão forte mas também tinha cara de lutadora, e olhava Kate como uma leoa observa um veado.

    Kate observa o local, e não é difícil notar que as duas são algum tipo de guarda-costas, elas estavam na beira da piscina, observando qualquer pessoa que se aproximasse (como Kate), mas dentro da piscina, a poucos passos delas, estava uma senhora (47-57) que Kate saca só pela cara que tinha posses, ela palestrava animada com uma mulher mais jovem e que também devia ter dinheiro (ali nas termas não tinha ostentação, pois todas ficavam no máximo de toalha, mas gente com posses tem suas particularidades), perto delas nadava uma garota (15-17) e pelo jeito as duas guarda-costas observavam as outras três.

    Em outro canto da piscina, duas mulheres estavam trocando carícias, e outras em volta não pareciam satisfeitas com a cena, pois uma discussão estava se formando.

    Kate tenta encontrar alguma demônio, elas eram minoria ali. Kate aproxima-se de uma com a pele vermelha, chifres pequenos, caninos duplos proeminentes, dedos compridos que terminavam em verdadeiras garras, provavelmente uma mastema. Kate percebe que ela tem um escorpião marcado a ferro no seio esquerdo e procura ver se teria outras marcas. Notando que é observada a demônio dispara:

    - Perdeu alguma coisa?

    - Desculpe, é que notei que é uma Sucursal.

    - E está querendo o que? alguma "encomenda" dos Infernos? - comenta de forma extremamente debochada, mas notando as intenções de Kate, ela põe as pernas fora da água. - Não tenho a marca da cobra, se é o que está procurando.


       
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1543
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por DariusNovadek Dom maio 28, 2023 12:56 am

    Kate vai para a Natatio e observa o local. parecia que ali tinha um conjunto de mulheres do dinheiro. Kate até sentiu vontade de conversar com elas, pois a maioria de seus contatos eram ou pobres, ou viviam uma vida mediana. Mas uma sucursal chama a atenção de Kate, que foi pega fitando o seio esquerdo dela.

    - Perdeu alguma coisa?

    - Desculpe, é que notei que é uma Sucursal.

    - E está querendo o que? alguma "encomenda" dos Infernos? - comenta de forma extremamente debochada, mas notando as intenções de Kate, ela põe as pernas fora da água. - Não tenho a marca da cobra, se é o que está procurando.

    Kate tenta incorporar seu lado mais educado possível, mesmo porque era ela quem estava sendo intrusiva.

    - Mas gostaria de ter?

    Kate se aproxima aos poucos da demônio.

    - Desculpa se pareci uma tarada ou outra coisa. É que sou devota de Piro também, e admiro a sua função.. Eu mesma já estive nos círculos infernais.. Mas apenas duas vezes.. Alias, meu nome é Kate, prazer em conhece-la.
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2434
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por Leomar Dom maio 28, 2023 6:42 pm

    Quando Kate pergunta se a mastema gostaria de ter a marca da cobra, ela simplesmente dá de ombro. Não era bem uma negativa, mas não parecia prioridade para a sucursal.

    Ela começa olhando Kate com olhar de desdém, mas logo que Kate diz ter ido aos Círculos Infernais duas vezes ela não se segura e começa a rir e passa a olhar com desconfiança.

    Kate começa polida, mas logo nota que a demônio não é de formalidades. Alguns íncubos e súcubos podem ser extremamente educados, verdadeiros "Gentlemen", e mesmo entre outras raças muitos podem ser ligados à etiqueta, mas boa parte dos demônios acha isto uma besteira, e Kate logo vê que os "desculpe, por favor e obrigado" não fazem diferença para aquela mastema, então passa falar sem rodeios, como de praxe entre demônios.

    A demônio diz que pode "ser chamada" de Nari, ou Nanari. Os dois motivos mais óbvios para um demônio não dar seu nome original é que ou ele é muito estranho para ouvidos humanos (como Schularkçiblark) ou que Nanari seria algum "título" em alguma língua demoníaca. Keela e Kevla mesmo não eram nomes originais, mas acrósticos, ninguém que Kate conheça jamais chamou Keela por outro nome, enquanto Kevla originalmente era Tonimi, mas era chamada por mais de trinta nomes diferentes e respondia a qualquer um deles.

    Nanari começa interrogar Kate, que nota que ela começou duvidando das aventuras de Kate, mas como não era mentira, Kate não tem problemas em descrever algumas particularidades do Inferno, detalhes que nem Kate prestara atenção, mas que pelo jeito um sucursal saberia bem, e pegaria Kate numa mentira. Por fim, Nanari acaba acreditando em Kate, embora diga que uma Experiência de Quase Morte não conte como ter estado nos Círculos Infernais, apenas a "visita" por portal, então TECNICAMENTE Kate só esteve uma vez nos Infernos, mas isto é mera questão técnica, talvez fosse importante para sucursais do Inferno, não para humanos. Kate sente que, se tivesse blefado, a sucursal teria se tornado hostil.

    De qualquer forma, o quebra-gelo acaba funcionando. Nanari "trabalha" numa parte do Primeiro Círculo Infernal chamada Soames, que pelo que Kate entendeu deve ter umas três ou quatro cidades inteiras lá. Nanari nunca tinha ouvido falar de Vedra, embora segundo Kevla Vedra seja uma cidade muito importante, os infernos são um verdadeiro mundo à parte, talvez eles tenham o mesmo tamanho que toda Akaŝa, ou poderiam ser até maiores, sendo assim, Soames e Vedra poderiam ser tão diferentes quanto Ouro Preto e Pyongyang.

    Depois do verdadeiro interrogatório, em que Nanari pergunta vários detalhes de Vedra e da E.Q.M. que Kate teve, ela não prolonga a conversa sobre os Círculos. Os sucursais do Inferno nunca falavam muito sobre suas funções com Kate, não que fosse proibido, mas normalmente não eram serviços muito agradáveis e/ou não eram coisas que alguém do Plano Material tivesse condições de entender. Keela, Kevla, Ŝarlu ou mesmo Nanari poderiam falar vários detalhes dos Infernos para Kate, mas mesmo que algumas destas informações fossem interessantes, não passariam de curiosidade para ela.

    Então elas voltam para a informalidade. Nanari diz que não se preocuparia se Kate parecesse uma tarada, mas que na verdade ela pareceu foi uma sem-noção mesmo. Claro que uma "encarada" pode não ser algo saudável , mas Nanari comenta que além disto, a cara de boba de Kate (opinião dela, tenho nada com isto) e também seu colar denunciam Kate como uma sem-noção.

    Era a primeira vez de Kate nas termas, e ela realmente achou que usar o colar pudesse chamar atenção, mas pelo que Nanari diz, foi uma ideia de merda. Primeiro que era fácil perder um colar nas águas mesmo por acidente, pois nadando ou mesmo só brincando na água era fácil sair do seu pescoço, e como o pingente de Kate era de wibarita (gema de cor amarela, que fica alaranjara quando iluminada pela luz da lua Psikê) ficava ainda mais fácil de se perder ali nas termas que tinha pisos de cor alaranjada. Além disto não seria difícil rouba-la também, e se fosse uma joia um pouco mais cara, Kate poderia encontrar até quem não exitaria em afoga-la para rouba-la. As termas COSTUMAM ser um lugar calmo e tranquilo, mas isto não quer dizer que ali não propiciasse boas oportunidades para assassinos treinados.

    Kate até tenta se justificar, falando que viu outra mulher com um colar muito mais espalhafatoso que o dela quando vinha da água quente para o natatio, mas Nanari é cirúrgica: "Isto só mostra que ela é mais sem-noção que você".

    Kate também nota que as mulheres que realmente pareciam ter mais grana, não estavam usando nada de joias ali, só a sua aparência, postura, e sobretudo as duas guarda-costas denunciavam sua posição. Portanto fica a lição: nada de colar nas termas.

    (obs. fiz um R.Oc. de inteligência e a Kate foi bem, então já adiantando um pouco aqui)

    Já quanto ao anel, Nanari diz que não tem tanto problema, pois não é tão chamativo e não sairia fácil dos dedos, embora mesmo anéis não são uma boa ideia, pois a água pode faze-los escorregar dos dedos.

    Nanari comenta que, se quer aparecer ali nas termas, o melhor é usar só o corpo mesmo. Por sinal agora é Nanari que dava altas encaradas em Kate, principalmente em seus peitos, que provavelmente pareciam bem apetitosos.

    As mastemas não eram tão atraentes como as súcubos, Nanari mesmo era o que se podia chamar de "Raimunda", talvez uma nota 6 na escala de atração, já que Kate não tinha problema com mulheres de pele vermelha, chifres ou rabo, ainda assim ela não era tão bonita. Já a sucursal estava só de boas admirando, mas não parecia disposta a ir além, a menos que Kate realmente quisesse parecer um pouco mais tarada...

    Voltando ao anel, Kate pede pra Nanari analisar, falando que foi presente de sua mestra, ela olha os símbolos:

    - Menos, mais, menos, mais, menos, menos, mais, mais, mais, menos, mais, menos, mais... É... Não significa nada para mim.

    - Mas pode significar alguma coisa?

    - PROVAVELMENTE significa, ainda mais se o anel original foi dado por Piro para esta tal Kevla, mas saber isto só é possível com uma chave. Se a tal Kevla não lhe deu esta chave, ou ela quer que signifique outra coisa para você, ou ela está te testando feio. (pausa pensativa) Ou vai ver que ela é outra sem-noção como você. (pausa) Ou ainda vai ver que ela deu, mas você que é lerda e não percebeu.

    Em momento oportuno Kate também comenta se "A Jornada" é algo que teria significado especial para os Sucursais, já que tanto ela como Kevla eram Sucursais do Inferno. Nanari ri:

    - Ser Sucursal do Inferno é viver de jornadas. Você sai de uma, entra em outra, é um círculo sem fim. (Ela não parece muito animada dizendo isto) Só continuamos porque... Bom, deus prometeu um futuro melhor. Mas nossas jornadas nada tem a ver com uma humana, se você está destinada a uma, aí é só você com você mesmo.
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1543
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por DariusNovadek Ter maio 30, 2023 5:37 pm

    Kate gostava quando alguém duvidava de suas experiências. Isso mostrava a ela mesma que ela não era uma humana normal, e isso alimentava seu ego. Kate também explica para a Sucursal que o fato de ter deixado o anel era mais para chamar a atenção de quem soubesse algo sobre ele, e não para ostentar muito, mas aprende com a lição.

    Kate ouve tudo o que ela tem para falar, e responde:

    - Esse anel com certeza significa alguma coisa, só não sei o que é ainda.. Ei! Eu não sou lerda druzu! Ela com certeza não me deu nenhuma chave.. Ou talvez essa Jornada seja a chave.. Será que alguém no templo de Piro vai saber algo sobre isso?

    Se a resposta fosse positiva, iria sair imediatamente de lá e ir para um templo.

    Off: Dei um post rapidinho, porque to vendo que se eu puxar papo vou acabar atrasando os outros jogadores
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2434
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por Leomar Ter maio 30, 2023 9:22 pm

    Ela dá de ombros.

    - É Claro que é lerda, se não sabe nem o que é que tem. Se a jornada fosse a chave, você deveria saber no mínimo qual o objetivo final ou pelo menos qual o primeiro passo. Se não sabe nem para onde vai, nem onde tem que chegar, você não tem nada.

    Nanari sai da água, iria em direção à água quente. Já fora da piscina, ela da um último pitaco:

    - Mesmo se for a um templo, para ter ajuda deles você precisa saber alguma passagem, algum trecho de escritura, alguma profecia, ditado, mandamento, qualquer ponto de partida que esteja relacionado com o que você quer. Todo problema tem que ter uma chave, senão você terá que estudar toda teologia deles até que algo lhe chame atenção. Isto pode demorar anos! Boa sorte, druzu!

    As pessoas nas termas iam de uma piscina para a outra, aproveitando as temperaturas diferentes. Porém o movimento já começa diminuir, pois já estava ficando tarde. Se Kate quisesse ir a um templo, teria que fazer na manhã seguinte. Estamos numa Pacificadora, a manhã seguinte seria uma Meditativa, dia da semana que tem pouquíssimo movimento nos templos.

    Ela usaria o fim da noite para pensar no que estaria esquecendo, qual poderia ser a chave para a declaração de Kevla. Teria que ser algo que ela teria dito antes, e que Kate não deveria ter esquecido, ou, na pior das hipóteses, algo que o "Arlindo" deveria ter dito ao lhe entregar o anel.

    off:
    Spoiler:
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2434
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por Leomar Qua maio 31, 2023 10:42 pm

    Kate volta para casa. Até que as termas tinham sido divertidas, apesar dela não ter aproveitado tanto, pois estava concentrada em achar um significado para sua jornada. Mas procurar num lugar totalmente aleatório dá nisto: tempo perdido.

    Talvez outro dia ela vá para aproveitar mesmo.

    Já era tarde, apesar de ter muita luz de Hélius Blua ainda, outono em Heséd era um tempo de bastante luz, bom para quem gosta de ficar nas ruas até tarde. Ao voltar ela pensa no que poderia ser uma "chave". "É preciso saber para onde se quer chegar, ou pelo menos de onde partir".

    A chave teria de estar no seu anel?

    Ela analisa tentando usar a inteligência:

    O anel era de ouro vermelho, ou ouro pobre, pois tinha muito ferro e pouco ouro. Isto dava ao anel um aspecto de envelhecido ou rústico, mas usar ouro pobre não era incomum quando se tratava de Piro. O ouro rosa (que também era pobre, provavelmente 14 quilates ou até 12 quilates) era usado em joias dos Atemenses, em algumas confrarias e algumas linhas de alquimistas. Keela tinha uma enorme espada feita de ouro rosa, de valor obviamente incalculável, mesmo sendo ouro pobre, e que não deveria ser tão versátil como espada, pois pesava um absurdo. O ouro vermelho tinha ainda menos ouro e mais ferro.

    O metal poderia ter algo a ver com magia, mas não havia sinal de magia naquele anel, então a linha de raciocínio não poderia ser nesta direção.

    Restavam os símbolos, e como o anel poderia ser colocado nas duas direções, Kate nem sabia qual ordem certa. Poderia ser -+-+--+++-+-+ ou +-+-+++--+-+-

    13 símbolos, 6 menos (ou negativos) e 7 mais (ou positivos)

    Quando entregou o anel, o cara da Corte disse: "Asafobkabidas, Kabidasbasafo"

    Kate não sabia traarnak, mas a expressão significa sete em treze, treze em sete, ela já ouviu isto antes, provavelmente até da Kevla, mas a expressão não fazia sentido para Kate. Aliás é uma expressão normalmente usada para quando as coisas ultrapassam do sentido.

    Mas eram treze símbolos, então a chave deveria ser algo relacionado.

    Num sistema binário, ficaria 0101001110101 ou 1010111001010

    Num sistema de sequencia ficaria 1111231111 ou 1111321111

    Isto é tudo que ela lembra. Asafobkabidas, Kabidasbasafo

    O dia seguinte seria A Meditativa, quarto dia da semana. 90% das pessoas de Heséd só se importam com o fim de semana, alguns fazem o dia de descanso semanal na Terminadora, outros na Iniciadora, alguns poucos fazem celebrações no Dia dos Deuses, mas no meio da semana o movimento nos templos é basicamente morto.

    As portas ficam abertas das 8:00 às 10:00 e das 16:00 as 18:00 para quem quisesse ir lá fazer uma oração ou oferta, mas seriam basicamente aleatórios.

    Ainda assim, havia uma minoria bem minoria mesmo que seguia liturgias dia-a-dia, e portanto As Meditativas eram dias de se meditar. No começo do dia haveriam mestres espiritualistas fazendo meditações guiadas "sente-se, ou deite-se... procure um posição confortável... agora sinta seu corpo relaxar... imagine que você está..."

    Dependendo da quantidade de pessoas no templo, talvez alguém fizesse uma texteta (palestra tipo sermão, mas menor) provavelmente ligada à importância da meditação. Não era garantia que algum clérigo aparecesse na parte de manhã, talvez apenas a tarde. De manhã deixariam o templo sobre supervisão dos mestres espiritualistas. Mas isto se não tivesse algum culto marcado, como casamento ou algo parecido, caso contrário, como já foi dito, o templo deverá estar quase vazio.
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1543
    Reputação : 38
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por DariusNovadek Sáb Jun 03, 2023 2:22 pm



    Kate
    Nenomata
    21 Anos
    1,67 m
    55 Kg
    Humana
    Corte dos Milagres grau 2
    Escola Izete
    A Pacificadora, dia 10 do mês da Águia, 1429 jP

    DE VOLTA AO QUARTO
    Kate volta para a hospedaria depois de seu dia nas termas, não tinha aproveitado muito, mas também, não era esse seu objetivo, mas de qualquer forma, sentia seu corpo revigorado pelos efeitos das aguas quentes e frias. Ao chegar na hospedaria, fica um tempo socializando no salão comum, mas logo sobr ao seu quarto.

    Lá ela fica relembrando todas as coisas que tinha ouvido nas termas e fica raciocinando algo que pudesse ajuda-la.

    Sentada em sua escrivaninha, com a luz da vela acesa, ela fica olhando suas anotações que tinha feito enquanto o cara da corte falava. Nisso pegou seu anel e o analisou.

    O metal poderia ter algo a ver com magia, mas não havia sinal de magia naquele anel, então a linha de raciocínio não poderia ser nesta direção.

    Restavam os símbolos, e como o anel poderia ser colocado nas duas direções, Kate nem sabia qual ordem certa. Poderia ser -+-+--+++-+-+ ou +-+-+++--+-+-

    13 símbolos, 6 menos (ou negativos) e 7 mais (ou positivos)

    Quando entregou o anel, o cara da Corte disse: "Asafobkabidas, Kabidasbasafo"

    Kate não sabia traarnak, mas a expressão significa sete em treze, treze em sete, ela já ouviu isto antes, provavelmente até da Kevla, mas a expressão não fazia sentido para Kate. Aliás é uma expressão normalmente usada para quando as coisas ultrapassam do sentido.

    Mas eram treze símbolos, então a chave deveria ser algo relacionado.

    Num sistema binário, ficaria 0101001110101 ou 1010111001010

    Num sistema de sequencia ficaria 1111231111 ou 1111321111

    Isto é tudo que ela lembra. Asafobkabidas, Kabidasbasafo.

    Lembrando disso, Kate faz uma relação. Nanari disse que Kevla não a daria uma jornada sem uma chave. No anel tinham 13 simbolos, que subtraídos os simbolos negativos, ficavam 7. Isso casava com a fala do Cara da corte: "sete em treze, treze em sete".

    Então talvez o anel seja a chave!

    Ta, mas o que isso queria dizer? Kate se condena por não ter a inteligencia de um sábio.. O que teriam 7 em Akasa?

    7 círculos infernais.. 7 dias na semana.. Mais alguma coisa?

    Será que Kevla estava tentando falar que ela se encontrava em algum plano infernal? Ou que existiam mais planos que os conhecidos?

    Ou quisesse falar de um tempo? Mas o que isso queria dizer?

    E o que teriam 13 em Akasa?

    Kate apenas se lembra de 13 meses.. Mais uma vez falando sobre tempo, Mas Kate não acha que seria sobre isso..

    Fica chateada por não chegar em uma conclusão, mas pelo menos soube que o anel tem alguma relação com tudo, e que talvez ele seria a chave. Apaga sua vela e vai dormir. O outro dia seria A Meditativa, e Kate se lembra que o movimento seria bem menor.. Não ia se dar bem e acabar perdendo seu tempo quase igual nas termas. Então, decidiu visitar o pessoal da Escola Izete, iria treinar, e aproveitar a Corrente, ela com certeza iria saber alguma coisa.

    —Hakrabi

    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2434
    Reputação : 31
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por Leomar Qui Jun 08, 2023 12:44 pm

    @DariusNovadek faz as rolagens lá no tópico de rolagens, depois já pode postar diretamente aqui, as regras pros encontros está lá.

    A Escola Izete recuperou sua sede, perto do porto, mas a sede/templo da escola estava toda suja, depredada e estragada depois da invasão dos gajanos por muito tempo.

    Mas o Elyn (tanque cerimonial) ainda estava lá, e o pessoas passou os últimos meses tentando arrumar tudo.

    Porém, o mais importante da escola é a estátua de Jara, que não foi saqueada. Apesar de ser valiosíssima, os gajanos também adoram e temem a deusa Jara, por isto não mexeram na estátua. Se bem que é capaz de, se alguém tentar destruir esta estátua, a própria Jara dar uma lição no infeliz.

    A estátua é toda de prata, e não foi esculpida por ninguém, por a deusa em pessoa se deixou cobrir de prata derretida e esperou ela solidificar. Só há três estátuas assim no mundo, a outra fica na sede Izete em Mahijar e outra em Jarailê. A de Heséd é menor, mas é uma baita estátua com 1,80 de prata pura, onde a deusa está em pé, totalmente nua (em Mahijar ela está na sua forma sirena, mas em Heséd na forma humana) e todos os detalhes, músculos, veias e até fios de cabelos estão na estátua.

    A sede da escola é relativamente grande, embora seja menor que a maioria dos templos da cidade (contando só as naves, não os alojamentos)
    Conteúdo patrocinado


    KATE. Empty Re: KATE.

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Jun 20, 2024 11:56 am