Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Ignis Angelus
    Troubleshooter
    Ignis Angelus
    Troubleshooter

    Mensagens : 915
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Sophie Empty Sophie

    Mensagem por Ignis Angelus Ter Abr 11, 2023 11:28 am


     

    Sophie andava pelas ruas de Londres, exibindo sua beleza em um traje elegante e provocante. Seus cabelos ruivos e sedosos
    caiam em cascata pelos ombros e suas curvas sensuais podiam ser vistas através do tecido fino e bem ajustado ao corpo. Ela parecia
    uma dama, com sua pele clara e lábios vermelhos, como se estivesse indo para um baile no palácio. No entanto, sua presença nas ruas
    era para um propósito muito diferente.

    A cidade estava em um estado caótico, com a guerra e a peste negra varrendo a população. Muitas casas foram deixadas vazias, seus
    habitantes mortos ou fugidos em busca de refúgio.Sophie caminhava pelos becos e vielas sombrios, olhando para cada homem e mulher
    que cruzava seu caminho com um olhar provocante. Ela era a luz que brilhava em meio à escuridão, oferecendo conforto e alegria a quem
    estava disposto a pagar por isso.

    Enquanto andava, Sophie podia sentir o cheiro do desespero e da morte no ar. Corpos apodrecidos jaziam nas ruas e os sobreviventes se
    amontoavam em barracas e abrigos improvisados. Ela sabia que estava correndo um grande risco, mas sua luxúria e ambição, eram mais
    fortes do que o medo.

    Ela estava em busca de um cliente, alguém disposto a pagar pelo que ela oferecia. As ruas estavam cheias de homens e mulheres, desesperados
    e solitários, e ela não tinha dificuldade em atrair atenção. Alguns hesitavam em se aproximar, temerosos da peste, mas alguns eram mais corajosos
    e avançavam em sua direção, atraidos pelas suas curvas e beleza.

    Até que dentre os becos tomados pela neblina gelida, uma voz a chamou pelo seu nome

    _A quanto tempo Sopheriel...


     

    Pikapool
    Antediluviano
    Pikapool
    Antediluviano

    Mensagens : 3109
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh31.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Pikapool Qua Abr 12, 2023 4:22 am


     
         
         
     

             

             
    Informações

    • Mote: Eu, Sopheriel juro que minha majestade chegara acima das estrelas... Construirei meu palácio sobre a estrela de Deus... Colocarei meu trono sobre a montanha sagrada que está no fim do norte... Subirei até a nuvem mais alta... E então eu serei a Rainha Suprema de tudo e de todos!

    • Itens Carregados: Eberfänger


         

             

                 

    Enquanto andava pelas ruas de Londres, eu me sentia como uma sombra em meio à escuridão. Vestida com trajes provocantes e elegantes, eu caminhava pelos becos e vielas sombrios, atraindo a atenção de homens e mulheres solitários e desesperados com um olhar cobiçoso e provocante.



    A cidade estava em um estado caótico, com a guerra e a peste negra ceifando vidas e deixando o ar impregnado com o cheiro de morte e desespero. Eu sabia que estava correndo um grande risco ao sair nas ruas em busca de clientes, mas a sensação de poder e controle que eu sentia era inebriante.



    Enquanto me movia pelas ruas, eu sentia os olhos dos desesperados fixos em mim, desejando a sensação de calor e prazer que eu oferecia. Mas eu também podia sentir o medo e a apreensão que permeavam o ar, o sentimento de que a morte estava sempre presente, esperando para ceifar mais vidas.



    Eu era uma presença sinistra e tentadora, uma figura misteriosa que atraía a atenção dos solitários e dos desesperados. Mas, ao mesmo tempo, eu também era uma lembrança constante da fragilidade da vida humana, um lembrete de que a morte estava sempre à espreita, pronta para reclamar mais vítimas.



    Ao mesmo tempo, eu não podia deixar de lamentar. Se tivesse desenvolvido mais meus poderes angelicais, eu poderia agora estar negociando algumas almas em troca da cura para essa doença. No entanto, eu ainda podia me aproveitar do desespero deles. Era só uma questão de tempo até que encontrasse alguém aflito o bastante que acabasse fazendo um péssimo acordo.



    Quando ouvi meu nome sendo chamado em meio à neblina densa e gelada, um arrepio percorreu minha espinha e meu coração começou a bater mais rápido. Não sabia ao certo quem poderia ser a pessoa por trás daquela voz misteriosa: seria um possível cliente em busca dos meus serviços ou alguém que representasse uma ameaça? Para me chamar de Sopheriel, eu apostava na segunda opção.



    Com meus sentidos aguçados, virei-me lentamente na direção da voz, preparada para avaliar a situação e tomar a melhor decisão. A neblina dificultava minha visão, mas eu permaneci firme e determinada a não deixar que o medo me dominasse. A confiança em minhas habilidades e instintos era meu maior trunfo naquele momento de incerteza.



    - Não a tanto tempo quanto eu gostaria, meu querido! - Esbocei um sorriso debochado. - O que o trazes aqui? Veio a negócios ou sentiu saudades de mim? - Questionei em um tom malicioso.


             

         
    Ignis Angelus
    Troubleshooter
    Ignis Angelus
    Troubleshooter

    Mensagens : 915
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Ignis Angelus Qua Abr 12, 2023 12:55 pm


     
     

    _Como sempre insensivel e direta, mas sem deixar de lado a cordialidade
    E de dentre a nevoa saia um homem alto, loiro e de pele clara, com belissimos
    olhos azuis em um impecavel uniforme branco do exercito.
    Ele a olhava de forma que cobiçava seu corpo, da mesma forma que um predador
    estreitava sua presa, e que a qualquer momento fosse lhe dar o bote

    _Infelizmente vim a negocios, mas não nego que senti saudades de você mestra...
    E com um estalar de seus dedos, vocês ja não estavam em meio a sujeira de uma
    decadente Londres, e sim em um jardim florido e exuberante, com o sol brilhando resplandescente
    em meio a um limpido ceu azul. Ao olhar com mais atenção era possivel ver um palacete, do qual
    o jardim onde estavam fazia parte, tinha ao longe uma belissima floresta que cercava o local e um
    lago proximo...
    Mas de repente o homem misteriosote jogou contra uma das pilastras de marmore do jardim,
    e começou a te beijar, e suas mãos como serpentes a despiram com tamanha rapidez que nem você
    conseguiu acreditar, e quando você tomou ciencia da situação, ja estava completamente nua diante
    dele, mas em vez de prosseguir ele subitamente parou e ficou a fintar seu olhar.

    _Me descupe mestra, estava com saudades, e a senhora disse que eu poderia pedir qualquer
    coisa como minha recompensa, se eu sobrevivesse aquela minha ultima missão, e nesse momento
    tudo que eu mais quero é você...

    Ele sabia o que tinha acontecido nos ultimos 10 anos que você não se recordava, e a forma
    como ele te tratava era de certa forma respeitosa. Era visivel que ele não sabia que você tinha
    perdido a memoria, mas teria que tomar cuidado, e nesse momento seder a ele talvez fosse o
    caminho mais facil para conseguir tais informações sobre seu passado esquecido.

    _Tudo bem...
    Após proferir tais palavras ele voltou a te beijar mais intensamente do que antes, com uma
    das mãos ele acariciava um dos seus seios, com os dedos da outra mão ele a penetrava na sua
    região mais intima. Logo após isso ele parou de beijar tua boca, e começou com seus labios a beijar
    seu corpo, descendo lentamente primeiro beijando sutilmente seu pescoço, era possivel sentir a
    respiração quente dele contra a sua pele, ele continuou a descer até chegar em seus seios, onde
    ele levemente mordeu um de seus mamilos, seu corpo começou a reagir as provocações dele.
    Nesse momento você estava quente, pegando fogo, nisso ele continuou, mas dessa vez mordeu com
    força o seu seio esquerdo, que começou a sangrar, mas você não sentia dor, pelo contrario sentia
    prazer, e ele continua a descer e a te beijar, até chegar na sua região mais intima, e nisso você ja não
    conseguia mais se segurar, ele cravara suas garras em suas nadegas que tambem começaram a sangrar,
    e novamente você não sentia dor e sim prazer, ja com a respiração ofegante e pronta para o que viria a
    seguir, ele fintou mais uma vez seu olhos e disse:

    _Aqui não... 

     
     

    E mais uma vez com um estalar de dedos, vocês foram teletransportados para um quarto de casal,
    com uma sutuosa decoração em vermelho e dourado, e la ele te tacou na cama e consumou o ato...
    Você acordara toda dolorida, completamente exaurida de suas força, todo seu corpo doia, tinha
    um espelho na sua frente, você se levantou com uma certa dificuldade e foi se olhar, tinha marcas de
    cortes e mordidas por todo o seu corpo, era como se você tivesse sido atacada por um animal selvagem,
    quase todas eram bem profundas e iriam deixar cicatrizes...
    Nisso a porta se abre, mas não foi possivel reagir apropriadamente, a dor que você sentia estava nublando seus
    sentidos e sua capacidade de raciocinio, tudo que você pode fazer foi virar o pescoço e ver quem entrou no quarto...

    _Perdão mestra acho que me excedi um pouco - Era possivel notar na sua voz um certo arrependimento,
    mas ao mesmo tempo uma satisfação pelo ocorrido...

    Ele tinha entrando no quarto com uma bandeja de prata tampada, e quando ele tirou a tampa estava todas
    as comidas que você mais gostava.

    _Aqui, trouxe todos os pratos que a Sra mais aprecia comer, madei meus homens até sua cabana trazer
    todos os seus pertences, eles chegaram em 1 hora.

    Tudo que você pode fazer era se sentar na cama, e se encostar na cabeceira. Estava doendo demais aqueles
    ferimentos, seu corpo inteiro estava dilacerado pelas presas e garras daquele homem, exceto seu rosto, quando você
    foi se servir ele começou a dar a comida na sua boca, te tratando como uma rainha, logo após isso, ele pegou algumas
    ataduras e fez curativos e ajudou você a se vestir novamente, e lhe entregou uma carta.

    _Agora tenho que levala até Barcelona, foram as ordens do nosso mestre, e nessa carta estão as instruções dele,
    fique tranquila que eu não li nada, seus pertences ja chegaram, tem algo mais que posso auxiliala antes de partimos mestra ?


    Pikapool
    Antediluviano
    Pikapool
    Antediluviano

    Mensagens : 3109
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh31.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Pikapool Qui Abr 13, 2023 5:07 am


     
         
         
     

             

             
    Informações

    • Mote: Eu, Sopheriel juro que minha majestade chegara acima das estrelas... Construirei meu palácio sobre a estrela de Deus... Colocarei meu trono sobre a montanha sagrada que está no fim do norte... Subirei até a nuvem mais alta... E então eu serei a Rainha Suprema de tudo e de todos!

    • Itens Carregados: Eberfänger


         

             

                 

    Olhei para o homem que surgiu diante de mim, sentindo uma mistura de surpresa e desconfiança. Seus olhos azuis me cobiçavam de forma predatória, fazendo com que eu me sentisse desconfortável. Senti um frio na espinha ao perceber ele se aproximando. Meus instintos me alertavam para algo perigoso, mas eu tentei manter a calma e ser cordial ao responder suas perguntas. Quando ele se apresentou como alguém que eu conhecia no passado, minha mente foi inundada por um turbilhão de pensamentos confusos e incompreensíveis.



    De repente, tudo ao meu redor mudou e me vi transportada para um lugar paradisíaco, cercado por um jardim florido e um belo palacete ao fundo. Fiquei surpresa com a mudança repentina e ainda mais confusa com as intenções daquele homem misterioso. Ele parecia cobiçar meu corpo, e isso me incomodava profundamente.



    Quando me vi completamente despida diante dele, senti uma mistura de raiva e vulnerabilidade. Mas, ao mesmo tempo, uma pequena voz dentro de mim sussurrava que ceder a ele poderia ser a melhor maneira de descobrir mais sobre meu passado perdido. Então, decidi arriscar e concordei com suas intenções.



    Enquanto ele me beijava e suas mãos percorriam meu corpo, eu tentava ignorar a sensação de desconforto e me concentrar em obter informações. Porém, o desejo que ele despertava em mim era inegável, o que só aumentava minha confusão e indecisão. No final, eu me sentia perdida e vulnerável, sem saber se tinha tomado a decisão certa ou não.



    Meu corpo estava quente, pulsando de desejo e excitação, enquanto aquele homem me provocava beijando meu pescoço intensamente e descia pelo meu corpo até chegar aos meus seios. Eu mal conseguia conter os gemidos que escapavam de meus lábios. Eu senti um misto de dor e prazer quando ele mordeu um dos meus mamilos, eu arfava e tremia de sensações. Eu não conseguia acreditar que estava tão entregue àquele homem, mas não conseguia resistir ao que sentia. Ele então continuou a descer, até chegar à minha região mais íntima. Quando ele cravou as garras em suas nádegas, eu gritei de prazer, e meu corpo implorava por mais. Eu não conseguia mais me segurar, minha respiração estava ofegante e eu estava pronta para o que viria a seguir. Mas então ele fintou meus olhos e disse: "Aqui não..."



    Fiquei confusa e um pouco decepcionada, mas ainda estava tão envolvida pelas sensações que mal conseguia pensar direito. Olhei para ele, com os olhos arregalados e a respiração pesada, sem saber o que esperar a seguir. Eu estava completamente entregue a ele, disposta a ir aonde ele quisesse me levar.



    - Onde seria então? - Murmurei ofegante.



    Pela manhã, eu me vi jogada na cama, completamente exausta e dolorida, meu corpo todo latejava, eu mal conseguia me mexer. Meu corpo doía, cada movimento era uma agonia. Olhei para o espelho e fiquei assustada com a visão do meu corpo, todas as marcas de cortes e mordidas, mas ao mesmo tempo me lembrava dos momentos intensos de paixão com aquele homem. Maldito íncubo. Tentei me levantar, mas minhas pernas tremiam e minha cabeça girava. Quando a porta se abriu, tentei me preparar para qualquer coisa, mas minha mente ainda estava confusa e turva.



    Ouvi a voz do homem, que parecia arrependido mas ao mesmo tempo satisfeito com o que havia acontecido. Eu não sabia o que pensar. Vi a bandeja de prata com minhas comidas favoritas, e senti um misto de emoções: raiva, medo e desconfiança, mas ao mesmo tempo, um pouco de gratidão por ter trazido algo que eu gostasse.



    - Não se preocupe, querido. Pelo menos seu que apreciou seu prêmio. - Acaricio a face dele com um das mãos. Embora, a expressão de dor tomasse minha face. - Você é uma amor por se lembrar de minhas comidas favoritas. - Sorri afetuosamente para ele.



    Com dificuldade, Sentei na cama e encostei na cabeceira. Ele se aproximou e começou a me alimentar, como se eu fosse uma rainha. Eu sentia uma mistura de vergonha e humilhação por ser tratada dessa maneira, mas ao mesmo tempo, um pouco de conforto em ter alguém cuidando de mim.



    - E então, querido. Como foi a missão? - Levantei as sobrancelhas curiosa. - Creio que temos tempo. Então não me poupe dos detalhes. - Torcia para conseguir alguma informação (Manha) que pudesse ser relevante durante sua história (Empatia).



    Quando ele começou a fazer meus curativos, fechei os olhos e me concentrei em minha respiração. Eu sentia uma dor lancinante em todo o corpo, mas tentava me manter calma. Eu estava confusa com o que estava acontecendo, mas não conseguia expressar meus sentimentos em palavras. Tudo o que podia fazer era aceitar a ajuda que me era oferecida. Quando finalmente ele me entregou a carta e perguntou se havia algo mais que pudesse fazer antes de partirmos, eu simplesmente balancei a cabeça, sem ter certeza do que queria ou precisava.



    Minha única opção antes de pedir por um de seus favores, era ler a tal carta. Bem, eu também precisava me vestir, mas algo dizia que aquele homem tão prestativo não se importaria de me ajudar mesmo que eu não pedisse. Antes de prosseguir, levantei a mão mostrando-lhe o indicador como quem pede por um momento. Então abri a carta...


             

         
    Ignis Angelus
    Troubleshooter
    Ignis Angelus
    Troubleshooter

    Mensagens : 915
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Ignis Angelus Qui Abr 13, 2023 9:50 am


     
     

    Trilha Sonora:

    Ele sentara em uma poltrona proxima, e continuou a te admirar...

    _Acho que não tem problema, afinal mestra você devera estar lá apenas amanhã,
    em todo caso vou poder ter o prazer da sua companhia por um pouco mais de tempo...


    Era visivel que sua relação com ele era muito mais do que apenas servo e mestre, chegava a ser
    quase tangivel os sentimentos que ele tinha por você, ele te amava, o olhar que ele dirigia a você,
    sua expressão, gestos e trejeitos, você era o mundo dele...


    _Por onde começar, não nego que eu achei que fosse morrer, afinal me infiltrar em Paradisia
    e ainda mais na Cidade de Prata, sendo um Íncubo e sair vivo, não nego fiz muitos demonios ficarem com
    inveja, até mesmo Angmar, onde um jovem Incubo o superou, e agora o nome que se mais fala no Inferno
    é o de Devan.


    O orgulho que havia em suas palavras, mais parecia uma criança que conseguiu se sobressair perante as
    demais e estava se gabando por isso. Pelo menos agora você sabia o nome dele Devan, seria bom anotar
    em algum lugar para não esquecer, e esse Angmar, seja quem fosse era alguem importante.


    _Mas enfim continuando, como a mestra disse queria saber os detalhes, as instruções que
    a mestra me deu foram muito precisas e detalhadas, graças a Amstiel foi facil entrar na Cidade de Prata.
    -
    Ele se levantou e pegou um taça de vinho e serviu outra taça para você - A parte complicada
    foi adentrar o palacio onde morava As Espadas de Miguel, mas graças a minha extrema inteligencia, raciocinio
    rapido, consegui me infiltrar lá, e roubei o Centro de Marte
    (Ocultismo Dificil) de Auriel,
    sinceramente pensei que iria ter mais trabalho, nunca imaginei que um Captare deixaria tal objeto sem nenhum
    encantamento ou proteção, foi tão facil, hahahaha...


    Devan ria enquanto bebia o vinho, parecia se divertir com aquilo, mas não era nada divertido, quem era esse
    Amstiel, ninguem em sã consciencia seria louco de mexer com um Captare, pior ainda roubar um, ainda mais
    se tratando do lider da Espada de Miguel, grupo esse que era conhecido por atuar em missões dadas apenas
    pelo Conselho ou segundo diziam os rumores, pelos proprios Arcanjos...


    _Bom e depois disso voltei para a Terra, onde a mestra estava e entreguei o cetro, voltei para o
    Inferno, até por que a mestra tinha um outro compromisso em outro plano se não estou enganado, acho que era
    em algum lugar de Spiritum, perdão não lembrar com detalhes, creio que isso deva ser um teste e espero ter
    passado
    - Em sua voz era possivel notar uma certa ansiedade em busca de sua aprovação.

    Aquilo era uma complicação, se ao menos ele se lembrase onde em Spiritum você tinha ido seria de grande valia,
    mas tinha conseguido informações importantes e nomes importantes.

    Agora tinha a carta, era possivel sentir uma aura magica emanando dela, a mesma tinha sido selada por magia,
    para que apenas você conseguise abrir, assim que o selo foi quebrado, o envelope se incendiou e uma voz ressoou em
    sua mente:


    _Em Barcelona procure por Aquel, e se aproxime de Chrystine Lancaster, faça dela sua amiga, sua amante,
    mas seja como for, a conquiste, ela é uma Sibila e sera muito util futuramente...


    _E então mestra, pode compartilhar comigo as informações da carta ?

    E Devan olhou para você como uma criança curiosa, independente do que tivesse acontecido antes, uma coisa era certa,
    ele era leal a você e estava disposto a te ajudar, desde que você soubesse levar a situação
    (Contato e Aliado 1)

    Pikapool
    Antediluviano
    Pikapool
    Antediluviano

    Mensagens : 3109
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh31.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Pikapool Sáb Abr 15, 2023 5:41 am


     
         
         
     

             

             
    Informações

    • Mote: Eu, Sopheriel juro que minha majestade chegara acima das estrelas... Construirei meu palácio sobre a estrela de Deus... Colocarei meu trono sobre a montanha sagrada que está no fim do norte... Subirei até a nuvem mais alta... E então eu serei a Rainha Suprema de tudo e de todos!

    • Itens Carregados: Eberfänger


         

             

                 

    Enviar Devan para Paradisia era praticamente o ter sentenciado a morte. Naquele momento, sentia uma mistura de emoções enquanto ouvia Devan contar sobre suas façanhas perigosas. Estava aliviada por ele ter conseguido sobreviver, mas ao mesmo tempo preocupada com o quão perigoso havia sido o trabalho que ele fez. Ao fim, sorri para Devan, agradecida pela sua dedicação e lealdade. Ele era um servo muito valioso e eu sentia que poderia contar com ele em momentos difíceis.

    - E você acha que eu iria correr o risco de te perder, Devan? - Talvez ainda estivesse sob efeito da noite passada, mas o sorriso que em minha face era genuinamente amoroso. - Também fico feliz em saber que Amstiel não é um completo incompetente. - Mas que diabos era Amstiel? Pelo nome parecia ser um anjo. - Os anjos são arrogantes o suficiente para achar que são intocáveis. Eles não creem que alguém possa invadir a Cidade de Prata com sucesso. - Dei de ombros com uma cara debochada. Hmm, então esse Centro de Marte estava sobre minhas posses? Se ao menos eu soubesse como ele se parecia...

    Quando Devan serviu vinho, pegou a taça com uma das mãos e a outra segurei o cós da calça dele. Com alguns esforço me ajoelhei diante dele e olhei para cima, o encarando com um sorriso malicioso.

    - Tentando me embebedar desde cedo? Não precisa disso, Devan. Acho que meu menino corajoso merece ter uma recompensa extra. - Virei todo o vinho em um só gole, fazendo com que escorresse pelo meu rosto e deslizasse pelo meu corpo nu. - Que tal agora eu ser sua serva, mestre Devan?" - Vagarosamente aproximava-me do fecho de sua calça, abrindo a boca e pondo a língua para fora. Mas parei, abrindo um sorriso. - Pensando bem, acho melhor deixarmos isso para nosso próximo encontro. Não acho que você vá se conter e eu mal consigo me mover sem sentir dor.

    Estendi a mão para que ele me ajudasse a me levantar. De frente para Devan, sorri e o beijei.

    - Espero que consiga esperar nosso próximo encontro. - Sentei-me na cama mais uma vez.

    Ele então continuou com sua história. E eu me esforçava para lembrar exatamente onde eu tinha ido, mas minha mente estava confusa e turva. Droga, isso só tornava as coisas mais difíceis. Por que eu não conseguia me lembrar?

    Finalmente abri a carta. Parecia que alguém havia se certificado de que eu seria a única a ler a carta. Assim que a voz soou, senti um calafrio percorrer sua espinha. Respirei fundo antes de responder a Devan. Eu sabia que teria que ser cuidadosa com as informações que compartilharia com ele. Então decidi que era melhor não revelar tudo de uma vez e sim ir compartilhando aos poucos, conforme fosse necessário.

    - Acho que é o que provavelmente você já saiba, Devan. Diz que tenho que ir a Barcelona encontrar Aquel. - Disse como se soubesse que era esse tal Aquel que era citado enquanto olhava para Devan, tentando avaliar sua reação.

    Embora achasse melhor ocultar parte da informação, não consegui deixar de sorrir para ele, sentindo-me grata por ter alguém em quem pudesse confiar.

    - Eu ainda não tenho certeza, Devan. Mas vou precisar de sua ajuda quando chegar a hora. Preciso de um banho. Poderia ser gentil e me dar um banho? - Mais uma vez, aquele sorriso malicioso vinha à minha face. - Prometo até gostar caso uma mão boba vá parar em algum lugar indevido. - Estendi a taça para que ele me servisse mais vinho.

    Sabia que o que estava por vir seria perigoso e incerto, mas estava determinada a cumprir minha missão, custe o que custasse. Principalmente se isso me trouxesse respostas. E com Devan ao meu lado, eu sentia que poderia enfrentar qualquer desafio que viesse pela frente.


             

         
    Ignis Angelus
    Troubleshooter
    Ignis Angelus
    Troubleshooter

    Mensagens : 915
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Ignis Angelus Dom Abr 16, 2023 3:08 am


     
    Trilha Sonora:
     

    Ele te servira outra taça de vinho, mas não sem antes dar ordens ao servos de preparar seu banho.
    Enquanto você tomava o vinhos ele ficou acariciando seu cabelo e beijando seu pescoço, era obvio que ele
    queria mais, porem ele te respeitava, quando a criada bateu na porta para informa que o banho estava pronto,
    ele te pegara no coloco com a mesma facilidade que um adulto pegava um bebe, e te levou para o banho,
    era notavel que ele tinha braços fortes.
    A bainheira era esculpida no chão lembrando quase uma piscina, o ambiente era luxuosamente
    decorado, com estatuas e quadros, e o chão era do mais fino marmores, até uma lareira lá tinha. Com todo
    o cuidado do mundo, ele a colocara na aguas que estavam pelando de quente, mas para você estava otima,
    mergulhar naquelas aguas era quase como um balsamo, aquilo estava perfeito.
    Pouco tempo depois Devan tambem entrou na banheira, mas para te bainhar, você entendera por ele te
    carregara com tamanha facilidade, ele tinha um corpo forte, mas apesar de musculoso tinha um corpo bonito,
    sendo seus musculos muito bem denifidos e na medida certa, pareciam ter sido esculpidos em pedra, mas o
    que mais te chocou foi quando ele chegou mais perto de você.
    Era visivel por que ele sempre usava roupas de gola alta, tinha uma cicatriz em seu pescoço, ele
    tinha sido um escravo, e não era só no seu pescoço como tambem em seus pulsos e tornozelo, e conforme ele te
    banhava, você começou a acariciar o corpo dele, todo ele era coberto de cicatrizes, mas as mais notaveis eram
    duas em suas costas de onde deviam estar suas asas, elas tinham sido arrancadas...
    O que ele tinha sofrido, e mesmo assim continuava a sorrir, mesmo depois de você quase o sentenciar
    a morte, ele tinha todo o cuidado do mundo com seus ferimento ao passar a esponja, e sempre que podia ele
    roubava selinho de você, ele podia ser um Incubo mas era notavel que ele tinha um bom coração, o Inferno não
    conseguira tirar isso dele, você quase não mais se reconhecia, você tinha sua ambição, mas mandar alguem que
    claramente te amava e queria seu bem para a morte, que tipo de monstro você tinha sido...
    Mas antes que você pudesse pensar, ele ficara de frente e te encostara na borda da banheira e a beijou profundamente,
    suas linguas se entrelaçaram, e quando você deu por si ja estava abraçando ele, e com seus potentes braços ele te
    levantara segurando sua bunda, você entralaçou suas pernas na cintura dele e naquele momento ele te penetrou mais
    uma vez, diferente da noite anterior, ele fora gentil e carinhoso dessa vez, quanto vigor ele tinha, você perdera a conta
    de quantos orgamos tivera, e de quantas vezes ele derramara a semente dele dentro de você...
    Você estava exaurida, mas era uma exaustão boa, você voltara pro quarto envolvida em um macio robe de algodão e
    novamente ele te carregara, e ao chegar no quarto o almoço estava la servido, e mais uma vez ele fez questão de te
    alimentar na boca...
    Aquilo parecia um sonho, você poderia viver assim para sempre, mas infelizmente você tinha responsabilidades,
    e tinha que fazer seus preparativos...
    Nisso ele notara sua inquietação e disse:

    _Não esta do seu gosto mestra ?
    Nesse momento tudo que você pode fazer foi abraçalo e beijalo, querendo que a aquele momento se tornase
    eterno, pois muito em breve esse sonho terminaria, dando lugar a uma realidade cruel e brutal, que estava por vir,
    e mais uma vez teria que vestir sua mascara de Sophie...


    Pikapool
    Antediluviano
    Pikapool
    Antediluviano

    Mensagens : 3109
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh31.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Pikapool Ter Abr 18, 2023 7:24 am


     
         
         
     

             

             
    Informações

    • Mote: Eu, Sopheriel juro que minha majestade chegara acima das estrelas... Construirei meu palácio sobre a estrela de Deus... Colocarei meu trono sobre a montanha sagrada que está no fim do norte... Subirei até a nuvem mais alta... E então eu serei a Rainha Suprema de tudo e de todos!

    • Itens Carregados: Eberfänger


         

             

                 

    Enquanto ele me servia outra taça de vinho, eu me deixava levar pela sensação de prazer e luxúria que ele me proporcionava. Seus toques, seus beijos e seus cuidados comigo me faziam sentir amada e desejada. Eu sabia que ele queria mais, mas ao mesmo tempo, ele me respeitava e esperava pelo meu consentimento. Quando a criada avisou que o banho estava pronto, ele me pegou no colo com uma facilidade surpreendente, mostrando a força de seus braços.



    Ao entrar na banheira, eu me surpreendi com o ambiente luxuoso e sofisticado. A água quente era como um bálsamo para o meu corpo, e eu me deixei levar pelo prazer de ser banhada e cuidada por ele. Quando Devan entrou na banheira para me banhar, eu percebi que ele também tinha um corpo forte e musculoso, mas ao mesmo tempo bonito e bem definido. Suas cicatrizes me surpreenderam, e eu comecei a acariciar seu corpo enquanto ele me banhava. Eu sabia que ele tinha sofrido muito como escravo, mas mesmo assim, ele continuava sorrindo e sendo gentil comigo. Fiquei chocada ao ver duas grandes cicatrizes em suas costas, onde deveriam estar suas asas. Como ele podia ter passado por tanto sofrimento e ainda ter um coração tão bondoso?



    Eu me sentia dividida entre a minha ambição e o meu sentimento por ele. Eu não conseguia acreditar que quase o tinha sentenciado à morte. Eu me sentia um monstro por ter pensado nisso. Mas ao mesmo tempo, Devan era gentil e cuidadoso ao me banhar, sempre roubando selinhos e me deixando ainda mais excitada, e acabava por me entregar aos prazeres que ele me proporcionava, deixando-me envolver pelos seus beijos e pelos seus braços fortes. Eu perdi a conta de quantos orgasmos tive, e de quantas vezes ele derramou sua semente dentro de mim.



    Ao chegar no quarto, eu me envolvi em um robe de algodão macio, e ele me carregou como se eu fosse uma princesa. O almoço estava servido, e ele fez questão de me alimentar na boca. Eu me sentia como se estivesse vivendo em um sonho, e desejava que aquele momento durasse para sempre. Mas eu sabia que a realidade cruel e brutal estava por vir, e que eu precisava me preparar para enfrentá-la. Eu me sentia inquieta e preocupada, mas ao mesmo tempo, me apegava a ele, desejando que aquele momento fosse eterno. Assim, que me questionou, eu sorri para ele.



    - Está perfeito, Devan. Mas acho que deixamos nos levar pela luxuria e aquela hora que tínhamos se estendeu e agora estamos atrasados. - Levantei-me pegando meu vestido. A dor naquele momento já não era tão incomoda quanto antes. E assim que terminei de me vestir, dirigi-me à Devan. - Vamos? Se nos atrasarmos mais, teremos que recorrer aos portais. - Ri ao me aproximar e lhe beijei logo em seguida.



    Droga, eu parecia enfeitiçada. Tudo me fazia desejar o toque de Devan mais uma vez. O que ele havia feito comigo? Respirei profundamente e me contive. Apenas, aguardei para que ele me conduzisse até a carruagem. Embora, tivéssemos um longo caminho até Barcelon... Porra Sophie se controle...


             

         
    Ignis Angelus
    Troubleshooter
    Ignis Angelus
    Troubleshooter

    Mensagens : 915
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Ignis Angelus Qua Abr 19, 2023 3:09 pm

    DariusDarkLord escreveu:

     

       

       
    Emily:
     

     

       

    Sophie

    Trilha Sonora:


    Com um sorriso maroto no rosto e levando a mão direita a nuca ele disse:
    _Na verdade mestra, era para a senhora estar lá a 3 meses atrás, porem só agora
    eu consegui encontrala.

    Ele se levantou com aquele mesmo sorriso e te abraçou forte e sussurou em seu ouvido:
    _Queria muito passar um tempo com a senhora, senti muito a sua falta durante
    esses 10 anos, não sei o que a mestra fez, que não consegui rastreala por nenhum
    meio, sinceramente estava me preparando para o pior...

    _Mas Lorde Suriel disseme que a mestra estava na Inglaterra, depois disso acionei
    toda a minha rede de espiões e contatos para localizala, quando um deles me disse
    o que a mestra fazia, minha vontade foi de abrir o peito dele e arrancar seus pulmões,
    mas quando a encontrei, vejo que agora terei de recompensalo.

    Ele acariciou seu rosto e volto a beijala...
    _Nesse meio tempo enviei para Barcelona uma jovem meretriz que tinha morrido
    por conta da peste e foi para o inferno e virado uma sucubus, creio que nem ela saiba que
    se torno um demonio, nesse meio tempo ela tem se passado pela Sra afim de manter as aparencias...

    Depois disso ele se afastou e começou a olhar pela janela:
    _Tudo que eu queria era passar apenas mais um dia ao seu lado mestra, mas os
    relatorios que Emily me envia de Barcelona são preocupantes, as brujas, refugiados
    da guerra e o mais alarmante deles sobre a Inquisição, que parece ter uma nova liderança,
    e parece que algo mudou em relação ao inquisidores, onde parece que eles se tornaram
    mais implacaveis do que antes, como se não bastasse essa maldita guerra entre mortais...

    Era notavel a preocupação em suas palavras...
    _Queria muito acompanhala, e dessa vez estar ao seu lado, mas infelizmente, tambem
    tenho compromissos a cumprir, Espanha, Portugal, França, Dinamarca, Italia e Novgord,
    em resumo estarei bem ocupado pelos proximos meses...

    Ele abriu um gaveta e tirou de dentro dela tirou um anel e para sua surpresa uma adaga,
    que lembrava muito a sua Eberfänger...

    _Aqui mestra sua arma, não precisa mais carregar essa imitação, e esse anel,
    bom se precisar de mim e estiver em serios apuros, chame pelo meu nome 3 vezes e eu virei em
    seu encontro...

    Após fazer seus preparativo e separar o que levaria Devan a teletransportou para Barcelona...
    Chegando lá até o ar era diferente, em vez de limpedo cheiro de flores, era um ar denso
    carregando o cheiro da maresia, sujeira e podridão, o aposento perto de onde você estava
    era bem menos luxuoso, mas ainda assim bem cuidado, e deitada nua na cama havia uma mulher
    extremamente bela, ainda acordando, quando ela percebeu que tinha visitas ela prontamente
    se levantou e fez um reverencia.

    _Lorde Devan, Mestra Sophie, sejam bem vindos...
    Antes que ela pudesse terminar de falar Devan lançara sobre ela um olhar de extrema severidade,
    e ela encolhera de medo nisso Devan se aproximara dela e sussurrara algo em seu ouvido
    (Teste de Percepção).
    Não fora possivel saber o que ele dissera, mas fosse o que fosse, a postura dela mudara, o ar antes de alegria
    sumira, e agora adotara uma posição de total servidão e submissão.

    _Mestra, Emily passara todas as atualizações e informações sobre a cidade, deixo ela a seus serviços
    como sua serva pessoal...

    Algo subto pareceu incomodar Devan
    _Mestra terei de me ausentar por alguns instantes, Emily faça a sala, voltarei em breve.
    Com um estalar de dedos ele desaparecia no ar deixando para tras uma leve nevoa luminescente.
    _O que desejas de mim minha mestra, esta serva esta aqui
    para servila de todas as formas que minha mestra assim desejar...

    Disse Emily com lagrimas nos olhos, ao fazer uma reverencia perante ti...


     

     

       

       
     

    Pikapool
    Antediluviano
    Pikapool
    Antediluviano

    Mensagens : 3109
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh31.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Pikapool Qui Abr 20, 2023 12:03 am


     
         
         
     

             

             
    Informações

    • Mote: Eu, Sopheriel juro que minha majestade chegara acima das estrelas... Construirei meu palácio sobre a estrela de Deus... Colocarei meu trono sobre a montanha sagrada que está no fim do norte... Subirei até a nuvem mais alta... E então eu serei a Rainha Suprema de tudo e de todos!

    • Itens Carregados: Eberfänger


         

             

                 

    Eu fiquei completamente atordoada com tudo que Devan havia dito e feito. A mistura de surpresa, alegria, saudade e medo me inundou. Seus braços fortes ao me abraçar, seu beijo apaixonado e a sua voz rouca e sedutora em meu ouvido me fizeram tremer.

    - Devan, fico feliz por ter conseguido me encontrar. Também senti sua falta durante esses 10 anos. - Droga, mais um nome do qual não me recordava... - Eu estava vivendo uma vida tranquila na Inglaterra e não queria ser encontrada. - Sorri docemente para Devan. - Só por curiosidade, o que ele disse que eu fazia? - Levantei a sobrancelha, curiosa.

    Ao ouvir sobre a jovem meretriz que se passava por mim em Barcelona, uma pontada de preocupação tomou conta de mim. Era perigoso ter alguém se passando por mim, mesmo que fosse uma sucubus.

    - Sobre essa jovem meretriz que você enviou para Barcelona, o que você esperava que ela fazesse exatamente? Não quero nenhum problema com a Inquisição ou qualquer outra autoridade. Precisamos agir discretamente. - Disse em tom apreensivo.

    Ele, então, me entregou a minha Eberfänger, e um anel com a promessa de que estaria sempre lá para mim em momentos de necessidade. Eu me senti mais segura, mas ainda preocupada com seus comentários sobre a situação em Barcelona.

    - Agradeço pela Eberfänger e pelo anel. Espero não precisar usá-los, mas é reconfortante saber que tenho minha arma novamente e um meio de entrar em contato com você em caso de emergência. - Sorri agradecida.

    Quando Devan me teletransportou para Barcelona, eu imediatamente senti a mudança no ar e no cheiro. O quarto era muito menos luxuoso do que o que eu estava acostumada, mas ainda assim bem cuidado. Eu fiquei chocada ao ver a bela mulher nua na cama, mas então Devan sussurrou algo em seu ouvido, e ela se curvou em submissão. Eu não sabia o que ele havia dito, mas sua expressão severa e a mudança na postura da mulher me deixaram desconfortável.

    Quando Devan se ausentou, eu fiquei sozinha com Emily. Ela se ofereceu para me servir em todas as formas possíveis, mas eu ainda me sentia perturbada com tudo que havia acontecido. Eu não sabia em quem confiar, e sentia que estava em uma situação muito perigosa. Minha mente estava confusa e cheia de pensamentos conflitantes.

    - Emily, não precisa ficar assim. Não vim aqui para maltratá-la. Só quero que saiba que não tolerarei nenhum tipo de traição ou deslealdade. Confio que você irá me ajudar a cumprir meus objetivos em Barcelona. - Passei a mão em seus cabelos. - Vamos, vista-se! - Sento-me na cama e dou dois tapinhas ao meu lado. - E depois sente-se aqui para conversarmos.

    Assim que se vestisse e sentasse ao meu lado, eu prosseguiria:

    - Emily, gostaria de saber mais sobre essa nova liderança na Inquisição. O que você sabe sobre ela? E quanto aos refugiados da guerra e as bruxas, precisamos agir para ajudá-los de alguma forma? - Sem mais, aguardei atenciosa por sua resposta.


             

         
    Ignis Angelus
    Troubleshooter
    Ignis Angelus
    Troubleshooter

    Mensagens : 915
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Ignis Angelus Sex Abr 21, 2023 12:51 pm


     

       

     

     
    Sophie

    Trilha Sonora:
       

    O clima começara a mudar de uma forma subta, você sentia sua coluna se arrepiar, Emily pegara uma camisola
    para se vestir, ela ainda tremia da cabeça aos pés, mas não sabia dizer se pela queda de temperatura ou medo...
    Ela sentou ao seu lado da cama, parecia até um cachorrinho de tão obediente, e de um modo inesperado ela te abraçou
    e começou a chorar e soluçar, era possivel notar o desespero dela, você lembrara das palavras de Devan, e se perguntava
    qual foi o destino de Arvid para deixar Emily naquele estado, foi possivel notar que ela tinha uma pequena e estranha
    tatuagem em suas costas do lado esquerdo do corpo
    (Teste - Ritual ou Ocultismo Dificil).
    Depois de se recompor, você notara que o dia se tornara noite, uma tempestade começou a cair e varrer Barcelona, não
    era apenas agua e sim granizo, as pessoas começaram a correr para se abrigar, e os relampagos iluminavam o ceus, e o
    ressoar dos trovões estremeciam até a torre onde você estava, e nisso Emily começou a falar:
    _Lady Sophie, o mestre Devan é um monstro, tenha cuidado, pois a forma como ele nos trata...
    Nisso um trovão quase ensurdecedor cortara a fala dela, e a tempestade começara a cair com maior intensidade do que
    antes e a temperatura caira ainda mais, onde mesmo ao respirar era visivel uma pequena nevoa, Emily se levantara e
    colocara lenha na lareira, e com um estalar de dedos, similar a forma que Devan usava magia, uma chama surgiu e
    começou a queimar a madeira...

    Como se aquele trovão fosse um sinal, Emily se sentou e adotou novamente a postura submissa e começou a responder
    apenas aquilo que você perguntara...

    O nome do novo lider da Inquisição era Auriel, aquele nome era conhecido de algum lugar (Teste - Inteligencia Dificil),
    ele reestruturou a forma como a Inquisição devia agir, e seu irmão Haniel
    (Teste - Inteligencia Dificil) estava atuando
    junto aos membros da Gladius Dei, criando uma nova facção ou exercito dentro da Igreja, recrutando membros de dentre
    os cruzados para as suas fileiras.

    Quanto a guerra ela comentara que estavam vindo refugiados dos vilarejos proximo para escapar do conflito, e que a cidade
    estava ficando superpopulosa, principalmente a região da periferia, proxima aos suburbios, ja a quanto as bruxas a Inquisição
    não estava dando tregua, fato que aqueles que não foram capturados e morto, abandonaram a cidade ou fugiram para os
    esgotos e catacumbas subterraneas da cidade afim de sobreviver

    _E é isso tudo o que eu sei Mestra, tem algo mais em que possa ajudala ?

    (Off: Se quiser se aprofundar em conhecer a Emily melhor fazer ela se abrir, você pode usar suas pericias sociais
    como Empatia, para fazer ela baixar a guarda e um teste de Carisma para ela confiar em você, Labia se quiser enganar ela, Sedução, sim a Emily tambem é afeta por você dessa forma,
    ou mesmo Interrogatorio - Facil, se quiser ser um pouco mais invasiva e amedrontar mais ela)


     

     

       

     

    Pikapool
    Antediluviano
    Pikapool
    Antediluviano

    Mensagens : 3109
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh31.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Pikapool Sáb Abr 22, 2023 12:05 am


     
         
         
     

             

             
    Informações

    • Mote: Eu, Sopheriel juro que minha majestade chegara acima das estrelas... Construirei meu palácio sobre a estrela de Deus... Colocarei meu trono sobre a montanha sagrada que está no fim do norte... Subirei até a nuvem mais alta... E então eu serei a Rainha Suprema de tudo e de todos!

    • Itens Carregados: Eberfänger, anel de Devan.


         

             

                 

    A tempestade parecia cada vez mais intensa, os trovões pareciam ensurdecedores e a chuva de granizo batia forte contra as janelas. Eu olhava para Emily, que tremia em um misto de medo e frio, também, vestida com uma camisola fina. Eu sabia que ela estava em choque, e provavelmente ainda se recuperando das palavras de Devan. Ela me abraçou de repente, e começou a chorar. Eu sentia o desespero dela, e me perguntava o que tinha acontecido com Arvid para deixá-la assim.



    Foi então que notei uma pequena tatuagem em suas costas, do lado esquerdo do corpo. Era estranha e misteriosa, e me perguntei o que poderia significar. Encarei-a tentando decifrar o significado da tatuagem, mas não obtive sucesso.



    Enquanto Emily se acalmava, a tempestade lá fora ficava cada vez mais forte. O dia tinha virado noite, e a cidade de Barcelona parecia estar sendo varrida por uma força da natureza. Eu não conseguia acreditar no que estava acontecendo. Emily começou a falar sobre Devan, e como ele era um perverso. Eu sabia que ela estava com medo, e tentei acalmá-la.



    - Escute, querida. Enquanto eu... - Mas um trovão quase ensurdecedor cortou sua fala, e a tempestade ficou ainda mais intensa. A temperatura caiu ainda mais, e era possível ver a névoa se formando enquanto eu respirava.



    Emily se levantou e colocou lenha na lareira, enquanto eu tentava me recompor do susto. Ela usou um estalar de dedos para acender o fogo, e eu me perguntei se ela também era capaz de usar magia como Devan. Enquanto isso, Emily adotou uma postura submissa novamente, e começou a responder apenas às minhas perguntas (Empatia pra tentar compreender se os sentimento, principalmente o medo de Devan eram reais).



    Ela me contou que o novo líder da Inquisição se chamava Auriel, e que ele havia reestruturado a forma como a organização devia agir. No mesmo instante, eu imaginei se ele não estaria por trás disso tudo para recuperar o Centro de Marte. Droga, se ao menos eu me recordasse de algo. E para piorar, seu irmão, Haniel, estava atuando junto aos membros da Gladius Dei, criando uma nova facção ou exército dentro da Igreja, recrutando membros de dentre os cruzados para as suas fileiras.



    - Malditos anjos! - Murmurei.



    Quanto aos refugiados que estavam chegando aos montes aos vilarejos próximos, fugindo do conflito. Poderiam ser de alguma ajuda no futuro. Mas, por ora as bruxas poderiam ser de maior serventia contra a Inquisição. Afinal, o inimigo do meu inimigo é meu amigo. O problema seria encontrar as poucas que sobraram pelos esgotos e catacumbas subterrâneas da cidade.



    - Obrigada pelas informações, Emily. Elas são muito úteis para nós. - Sorri estendendo o mão até seu rosto e então acariciando sua face. - Que tal descansarmos até que essa chuva passe? - Sorri docemente (Carisma para torna-la mais amigável).



    Enquanto Emily se deitava para descansar, eu me levantei e fui até a janela, observando a tempestade lá fora. A situação em Barcelona parecia ainda mais grave do que eu imaginava, com a guerra e a perseguição às bruxas deixando a cidade em estado de caos e desespero. Eu sabia que precisava agir rapidamente e encontrar uma forma de neutralizar aquele anjos e principalmente diminuir a influencia da igreja sobre toda a cidade. Mas para isso, precisava de mais informações e recursos.



    Pensei em Devan e em sua possível conexão com tudo o que estava acontecendo em Barcelona. Talvez ele soubesse mais do que estava deixando transparecer. Mas ao mesmo tempo, eu sabia que precisava ter cuidado com ele, especialmente depois das palavras de Emily sobre seu comportamento monstruoso.



    Decidi que precisava conversar com mais pessoas e obter mais informações sobre a situação na cidade antes de tomar qualquer decisão. Contudo, eu estava ilhada até que a chuva cessasse. Sem mais, seguia até a cama e me deitei ao lado de Emily.



    - E então, Emily. O que faz para se divertir aqui em Barcelona. - Viro-me para ela. - Acho que vamos ficar um bom tempo aqui até que a chuva passe. Gostaria de te conhecer melhor. Pode me falar de você? - Conclui com um sorriso gentil e afetuoso.


             

         
    Ignis Angelus
    Troubleshooter
    Ignis Angelus
    Troubleshooter

    Mensagens : 915
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Ignis Angelus Dom Abr 23, 2023 11:23 am


     
     

    Sophie

    Trilha Sonora:
    Ela te olhou com um olhar diferente, se aconchegou na cama com se vocês fossem velhas amigas e começou falar:
    _Não que ele seja totalmente um monstro, ele tenta ser como a antiga mestra dele, até por que somos
    demonios, mas ele é nobre e gentil demais, sendo apenas uma sombra do que ela era na palavras dele...

    Ela se levantou pegou outra manta no bau e volto a se deitar:
    _Fico imaginando o tipo de monstro que ela era, tudo bem que ela salvou ele de Dis, onde ele foi
    encarceirado por Angmar, mas fazer ele invadir a Cidade de Prata, sinceramente...
    - Era possivel notar um
    sentimento especial que ela tinha por Devan e uma certa antipatia pela sua antiga eu.

    Mas isso te fez relembrar, o que as Espadas de Miguel estavam fazendo aqui na Terra, se Auriel e Haniel, estavam aqui,
    então com certeza Mael, Mariel e Dominiel, tambem estavam, a duvida era, se eles estavam aqui seria por ordem do Conselho
    ou de algum Arcanjo, uma coisa era certa, teria que ter cautela, eles ja exterminaram mais demonios e anjos rebeldes
    que qualquer outra facção celestial, e eles eram conhecidos por serem enviados em missões onde falhar não era uma opção
    para Cidade de Prata.
    Ela deu um outro estalar de dedos e o calor da lareira começou a se expandir por todo o quarto, apesar da tempestade que
    castigava a cidade pelo lado de fora, aquele quarto se tornara um paraiso, tirando seu foco dos seus pensamentos...

    _Eu tenho uma certa inveja de quem ela era, apesar de eu estar aqui me dedicando a ele de corpo e alma,
    ainda sou incapaz de vencer uma memoria, se ele me amasse um decimo do que ele ama a memoria dela, eu seria a mulher
    mais feliz desse mundo.
    - Agora era possivel entender o que Emily sentia por ele, não era apenas lealdade era amor.
    Nesse momento ela pega na gaveta da comoda um pequeno relogio com uma pintura em miniatura, e é possivel ver que
    era um retrato de Devan.

    _Me desculpe se estou te incomodando, mas raramente tenho com quem conversar sobre meus sentimentos,
    Frederick, nosso comandante aqui em Aragão, diz que eu sou uma sonhadora e que nunca que eu vou estar no patamar de Lorde
    Devan, eu discordo, até por que antes da Inquisição atuar com mais rigor, eu ja tinha conseguido a posição como Diacono no conselho
    do Arkanun Arcanorum, tirando uma Bruja ou devo dizer sumindo com ela
    - ela dizia isso com um certo orgulho -
    Não que ele não reconheceu meus esforços, ele não só reconheceu, como até me recompesou a altura do meu feito, mas não era
    a recompensa que eu queria...
    Ela volto a guarda o relogio...
    _Queria voltar para a Inglaterra, para ficar ao lado dele, auxilialo, e destroçar os invejosos que antes queriam meu mal, assim como ele
    destroçou Arvid, só de lembrar dá até calafrios
    - Ela se estremeceu toda - Mas acho que não conseguiria fazer o mesmo,
    não sou tão fria e cruel, até por que estou aqui por conta do meu talento com a magia, ele temia pela minha segurança,
    e disse que eu tinha talento e que esse talento atraia inveja, e para isso me trouxe para Barcelona, para que eu pudesse florescer...

    Ela se levantou, se despiu do robe e começou a mexer no guarda roupa.
    _A cidade em si tem muitos eventos, mas quase todos são exclusivos para a nobreza, e hoje teremos um baile, venha eu te empresto um
    dos meus vestidos
    - te chamando para escolher - Você sera a prima do Marques David Nortúmbria, a identidade mortal
    de Lorde Devan, e eu serei sua dama de companhia, agora tenho que ver qual minha identidade, afinal não posso mais me passar por você

    - Dizia ela com um sorriso no rosto, aquilo para ela era como se fosse um jogo, mas pelas conquistas dela na cidade, ela era boa nesse jogo, boa até demais,
    conhecia a nobreza, tinha uma posição no Arkanun Arcanorum, estava despistando a Inquisição e ao mesmo tempo coletando informaçoes sobre eles,
    que mais segredos ela guardava dentro de si, pois era certo que mesmo com a conversa, ela escondia algo, mas pelo visto era algo que ela não estava
    disposta a compartilhar com mais ninguem...

    _Fico feliz em te conhecer Sophie, sera bom ter uma amiga...


    Pikapool
    Antediluviano
    Pikapool
    Antediluviano

    Mensagens : 3109
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh31.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Pikapool Sáb maio 13, 2023 9:26 am


     
         
         
     

             

             
    Informações

    • Mote: Eu, Sopheriel juro que minha majestade chegara acima das estrelas... Construirei meu palácio sobre a estrela de Deus... Colocarei meu trono sobre a montanha sagrada que está no fim do norte... Subirei até a nuvem mais alta... E então eu serei a Rainha Suprema de tudo e de todos!

    • Itens Carregados: Eberfänger, anel de Devan.


         

             

                 

    Fiquei surpresa com a abertura de Emily e com a intensidade de seus sentimentos por Devan. Senti empatia por ela, entendendo sua busca por reconhecimento e a luta para superar a sombra da antiga... eu. Ao mesmo tempo, a menção das Espadas de Miguel e a presença de outros seres celestiais na Terra despertaram minha curiosidade e preocupação.



    Enquanto Emily se levantava para escolher um vestido para o baile, eu a observei cuidadosamente, percebendo que havia mais segredos e habilidades ocultas em sua vida do que ela estava disposta a compartilhar. No entanto, sua oferta de amizade me deixou reconfortada, afinal, ter uma amiga em um lugar novo e desconhecido seria uma bênção.



    Sorri para Emily, agradecendo sua gentileza.



    - Estou feliz em ser sua amiga e acompanhar você nessa jornada em Barcelona. Aceito sua oferta de emprestar um vestido para o baile. Mas, já te conhecem como a prima do Marquês David Nortúmbria. Então, creio que seja melhor eu ser a dama de companhia. - Levanto-me e aproximo-me de Emily. - Será melhor assim. Afinal, nunca saberemos por onde olhos atentos nos observam. - Encaro os vestidos. - Adoro vermelho, mas não quero nada pomposo. As atenções devem ser voltadas para você e não para sua dama de companhia. - Sorri para ela e apenas aguardei pela escolha/sugestão que ela faria.


             

         
    Ignis Angelus
    Troubleshooter
    Ignis Angelus
    Troubleshooter

    Mensagens : 915
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png

    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Ignis Angelus Sáb maio 13, 2023 11:03 am

    Sophie
    Trilha Sonora:
     


    Nesse momento Emily da uma risada gentil e com um piscar de olhos se transformou em você,
    era como se você estivesse olhando para um espelho, ela era identica em todos os aspectos, depois
    disso ele se transformou em Devan só que mantendo seu corpo de mulher, o que fez você dar uma
    pequena risada e depois ela voltou a ser ela mesma:

    _Fica tranquila Sophie, nas ruas de Barcelona, principalmente na corte eu sou você, literalmente,
    então não a necessidade de tal, além disso, eu ja estou sobrecarregada com meus afazeres como
    Diacono de Barcelona, você não faz ideia da imensidão do trabalho que é ser a responsavel por todos
    os misticos e seres sobrenaturais da região...

    Era possivel notar em sua voz um certo tom de cansaço e uma dose de tensão, isso enquanto você
    escolhia entre os vestidos, porem todos os vestidos da Emily eram muito "recatados" para o seu gosto

    _Fora aqueles que se acham os donos do mundo e tem o rei na barriga, não nego que gostaria de
    resolver esses casos de uma forma mais pratica
    - nisso o punho dela se incendiou - Mas como diz Lorde
    Devan a diplomacia é o melhor caminho, ainda mais se eu quero manter minha posição.
    - Ela suspirou
    fundo -
    Mas falar dos mortos é errado, pelo menos minha parte eu fiz, alertei e deixei claro dos riscos,
    fora que ainda vou ter que encarar uma criança que é igual a mãe ao que tudo indica, o que não é uma
    coisa reconfortante, só espero que ela não seja tão arrogante quanto a mãe, e seja um pouco mais
    sensata, mas se não, temo que ela muito em breve encontrara o mesmo destino da mãe, ainda mais
    do jeito que as coisas vão aqui na cidade.

    Era nitido que a pessoa que Emily falava estava morta, mas quem seria essa pessoa que a irritou tanto,
    porem era nitido que ela tinha uma certa preocupação com a filha dessa mulher, por mais que ela a odiasse,
    ao que tudo indicava Emily não era um completo monstro, apenas em partes por ser uma succubus...

    Arca:
     


    _Bom tenho que ir lá em baixo rapidamente para falar com alguns convidados de ultima hora, como eu
    disse afazeres de Diacono
    - Ela pegou um vestido branco simples e se manteve na sua forma original - Assim
    Sophie
    - ela apontou a arca - Ali tem alguns outros vestido mais "ousados" se você tiver interesse, pois pela
    sua cara é nitido que você não gostou dos que apresentei
    - ela disse isso com um sorriso no rosto e logo em
    seguida te abraçou e sussurou no seu ouvido -
    Me deseje sorte e muito obrigado por ser minha amiga
    - o abraço dela era quente e reconfortante, no fundo parecia que você estava abraçando uma criança, solitaria
    e sem amigos, que encontrara em você uma pessoa especial (Aliado 1 ou Tutor 2 - Emily)

    Indo em direção a arca que a Emily apontou, após Emily sair do quarto, ao abrila, agora sim tinha alguns bons
    vestidos, em cores forte e chamativa, além de serem como você gostava, um pensamento lhe passou pela cabeça,
    o quão perigosa era Barcelona, bom mas agora não era tempo para isso, tinha que se apressar e se arrumar
    para o baile, e qualquer coisa Emily poderia te dar maiores informações, e além disso nada e nem ninguem iria
    te deter, fosse em busca das suas memorias perdidas ou alcançar seus objetivos...




    (OFF: Fim do Prologo)
    Conteúdo patrocinado


    Sophie Empty Re: Sophie

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Abr 21, 2024 8:19 am