Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Taz Archier

    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1701
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Taz Archier Empty Taz Archier

    Mensagem por Xafic Zahi Seg Jan 29, 2024 11:21 am

    HÁ ALGUMAS SEMANAS:

    Depois de um dia exaustivo de trabalho, Taz afundou na cama de um quartinho cedido por um casal de agricultores, como pagamento pela reforma do portão de madeira da propriedade. Seus olhos pesados se fecharam lentamente enquanto a exaustão o envolvia. O brilho fraco da lua infiltrava-se pelas frestas da janela, criando sombras dançantes no chão de madeira do cômodo. Por um breve momento, ele se sentiu à deriva em um vazio, antes de mergulhar em um sono agitado.

    No sonho, Taz estava encolhido, tremendo de medo, enquanto escutava a conversa entre sua mãe e seu pai, Niel, na pequena casa onde passara sua infância. Niel, já ferido, segurava a mão da esposa, buscando confortá-la em meio à confissão que pesava como chumbo em seu coração há tantos anos.

    - Minha querida, antes de partir, há algo que preciso lhe revelar.

    Niel soltou um suspiro carregado, como se cada palavra exigisse um pedaço de sua própria vitalidade.

    - Eu... eu me envolvi com o Culto do Dragão, minha amada. Fui seduzido por suas promessas de riqueza e poder, e me vi preso em uma teia de mentiras.

    O olhar de Niel caiu para o chão, o peso do remorso curvando seus já frágeis ombros.

    - Na época, eu era imprudente e tentei me desvencilhar quando percebi no que estava me envolvendo. Mas agora eles retornaram e vejo que esse erro custou nossas vidas.

    Com um último suspiro, os olhos de Niel se fecharam. A sua respiração final foi sussurro quase inaudível entre os gritos de desespero que vinham do lado de fora. Não demorou até que os invasores, sombras sinistras na penumbra, entrassem pela porta, com rostos distorcidos pela raiva e pela crueldade.

    E então, subitamente, Taz acordou. Seu corpo estava coberto de suor, seu coração batendo descontroladamente em seu peito. Uma lembrança vívida, agora somada às palavras do pai que até então estavam esquecidas.

    ATUALMENTE:

    Nos últimos dias, Taz tem percorrido uma estrada sinuosa que serpenteia pelas pastagens ondulantes da região de Campos Verdes, em direção à pequena cidade Ninho Verde. Após relembrar os eventos traumáticos de seu passado em um sonho vívido, talvez Taz tenha sentido uma forte compulsão para buscar respostas sobre o envolvimento de seu pai com o Culto do Dragão e ter coletado pistas ao longo do caminho que o estavam levando até Ninho Verde, ou talvez tenha considerado o sonho apenas como uma manifestação do subconsciente e seguido em frente com sua vida, encarando aquela cidade como mais uma parada em sua jornada como carpinteiro itinerante.

    A cidade de Ninho Verde, como já era de conhecimento de Taz, foi fundada pela halfling Dharva Scatterheart, uma ladra que se imaginou a rainha dos Campos Verdes. Scatterheart morreu sem nunca alcançar esse nível de eminência, mas sua cidade cresceu em uma comunidade próspera. O seu sucesso não é surpreendente, uma vez que Ninho Verde é a única cidade, qualquer tamanho que seja, a uma cavalgada da Trilha em Uldo, a estrada mais direta entre as cidades orientais da Costa do Dragão, Cormyr e Sembia com o caminho da costa correndo ao sul para as grandes cidades de Amn, Tethyr , e longe Calimshan. As caravanas comerciais que passam por Campo Verde trazem ouro para os comerciantes e artesãos da cidade, e o Governador Nighthill administra a cidade a pedido dos habitantes.

    O pôr-do-sol se aproxima, quando Taz chega ao topo de uma elevação e enxerga a cidade. Mas, em vez da pacífica e acolhedora comunidade que esperava encontrar, a visão que tem é de colunas de fumaça negra subindo de edifícios em chamas, figuras correndo e um som distante de tumulto e destruição, uma forma sombria e alada que circunda baixo sobre o forte que se eleva acima do centro da cidade. Ninho Verde está sendo atacada!

    Taz Archier 59b79bd70792c32b4502ac5572ac53be
    Pallando
    Mestre Jedi
    Pallando
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1068
    Reputação : 35
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Taz Archier Empty Re: Taz Archier

    Mensagem por Pallando Seg Jan 29, 2024 7:38 pm

    Com passos curtos e o olhar perdido no chão, Taz Archier caminhava alheio aos seus arredores quase como se não tivesse rumo, mas a verdade era que estava tão acostumado com suas viagens que as vezes sentia que não precisava nem estar acordado para que seus pés o levassem para o próximo destino. Naquele dia assim como nos anteriores, seus pensamentos sempre voltavam para o sonho com seus pais que tivera algumas semanas atrás, remoendo aquilo como se a qualquer momento alguma resposta fosse aparecer em alguma lembrança, qualquer coisa.

    No dia seguinte ao tal sonho, Taz sentiu-se inclinado a acreditar que era apenas fantasia, um pesadelo. Queria acreditar nisso. Mas aquele sentimento ruim que o acordou continuou a acompanha-lo por algum tempo, fazendo-o repensar algumas vezes. Percebeu que sabia bem pouco sobre o tal Culto do Dragão, então se perguntava como aquele nome havia aparecido em seu sonho. Até que começou a realmente pensar que talvez não fosse só um sonho.

    Enfim, Taz escapou de seus pensamentos e suspirou com cansaço. "Não adianta continuar assim", pensou. No final das contas, não tinha respostas e talvez nem as quisesse. O que faria se soubesse a verdade, afinal? Seria melhor continuar sem se envolver em situações complicadas demais... ou pelo menos era isso que dizia para si mesmo sempre que queria afastar essas ideias.

    Agora próximo de chegar ao seu destino, Taz apressou o passo e começou a subir por uma elevação no terreno para conseguir ter uma boa vista da cidade já na chegada. De certa forma estava até animado porque haveriam boas distrações no Ninho Verde. Porém, o que queria ver era bem diferente da imagem que seus olhos vislumbraram assim que chegou ao topo.

    Ninho Verde estava em chamas. Era possível ouvir os sons da destruição e ver as pessoas correndo até ali de onde estava, o que deixou Taz completamente sem reação nos primeiros instantes.

    - Mas o que diabos... - Murmurou ainda incrédulo, sentindo o coração disparar no peito.

    Não era uma situação fácil e o carpinteiro certamente não tinha certeza do que fazer, mas uma vez que havia assimilado tudo seu corpo praticamente se moveu sozinho. A decisão consciente veio depois, enquanto já estava correndo em direção a cidade para fazer alguma coisa. Não tinha ideia do que estava acontecendo de fato, mas precisava ao menos tentar ajudar algumas pessoas a fugir. Se chegando lá percebesse que era muito perigoso, poderia pensar no que fazer depois.
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1701
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Taz Archier Empty Re: Taz Archier

    Mensagem por Xafic Zahi Dom Fev 11, 2024 1:06 pm

    À medida que Taz avançava em direção a Ninho Verde, o cheiro de fumaça e o barulho de creptar ficavam cada vez mais intensos. Cavalos e outros animais, buscando se afastar do incêndio, cruzavam o seu caminho, correndo em desespero. Quando chegou à familiar entrada da cidade, uma cena caótica se desenrolava diante de seus olhos.

    Os edifícios em chamas queimavam pelas ruas estreitas, enquanto destroços em brasa caíam iluminando o início da noite. Os estalos das vigas que se partiam ecoavam, intercalados com o som de vidro estilhaçado. Os invasores, uma mistura de bandidos, kobolds e mercenários, avançavam pela cidade. Alguns brandiam tochas acesas, enquanto outros empunhavam armas improvisadas, prontos para atacar qualquer um que resistisse. Os moradores corriam amedrontados, com os gritos de dor e desespero. Os mais ousados, ou covardes, tentavam uma rota de fuga através do riacho que cruzava pela cidade.

    Os poucos guardas estavam engajados em pequenos combates, espalhados pelas ruas. Apesar de não serem numerosos, lutavam bravamente para proteger seus lares, enfrentando os invasores com uma coragem digna de admiração.

    Taz Archier Ninho_10
    Pallando
    Mestre Jedi
    Pallando
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1068
    Reputação : 35
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png

    Taz Archier Empty Re: Taz Archier

    Mensagem por Pallando Sex Fev 16, 2024 10:11 pm

    Quanto mais próximo chegava da cidade em chamas e dos gritos, mais rápido o coração do carpinteiro batia no peito e menos certeza tinha sobre o que estava fazendo. Se lhe fosse perguntado naquele momento se sentia vontade de dar meia volta e fugir dali, Taz mentiria se respondesse que não. Ainda assim seguiu com sua decisão de prestar suporte àquela cidade que já o havia abrigado algumas vezes, e quando finalmente chegou na entrada do Ninho Verde pegou-se mais uma vez duvidando de seus olhos. Ver todo aquele caos de perto era ainda mais aterrorizante.

    Depois de algum tempo e de recuperar um pouco o fôlego da corrida, Taz já havia conseguido observar bem os arredores e reconhecer onde estavam alguns dos atacantes que em alguns casos pareciam ser bandidos comuns e outros mercenários. Não parecia haver um padrão entre eles, no sentido de que não foi conseguiu identificar nenhuma bandeira ou brasão, nada que pudesse indicar quem era o inimigo e o porquê de estarem espalhando o caos em Ninho Verde. Entre todos os detalhes, o que mais lhe chamou a atenção era o fato de alguns utilizarem armas improvisadas... algo que não era característico de pessoas que fizeram um planejamento antes de atacar. Talvez aqueles peões fossem só arruaceiros sem respostas, instigados ao ataque por aqueles que de fato tinham um plano.

    Enfim, assim que sentiu-se minimamente situado a situação, Taz resolveu como agiria naquele momento. Sua ideia inicial era ajudar algum dos bravos guardas que ainda lutavam por seus lares, mas eles não eram muitos em números e isso significava que não conseguiriam proteger todos os lugares que precisavam. Provavelmente haviam pessoas que estavam sozinhas e em apuros, sem poder contar com os poucos guardas que estavam ocupados. E eram essas pessoas que mais precisariam da ajuda improvisada do carpinteiro Taz.

    Movendo-se apressado e tentando estar sempre próximo a algum muro ou lugar onde pudesse se esconder, Taz seguiu por trás dos edifícios mais próximos rumo ao interior da cidade. Sabia que havia inimigos próximos, e queria chegar mais perto sem chamar a atenção deles para poder analisar direito a situação antes de se meter em um briga. Tentaria chegar o mais perto possível sem ser notado, mantendo-se escondido atrás dos edifícios ou enfiado em algum arbusto, e observar com cuidado o que os inimigos mais próximos estavam fazendo e se havia alguém precisando de ajuda.


    Taz Archier Ninho_10
    Conteúdo patrocinado


    Taz Archier Empty Re: Taz Archier

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Abr 14, 2024 11:49 pm