Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    No esconderijo Harper

    shamps
    Sacerdote de Cthulhu
    shamps
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2990
    Reputação : 242
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por shamps Seg Jun 10, 2024 7:19 pm






    Na cozinha, Kima viu John elogiar outra pessoa e sorriu.

    - Maria... Aparecida - o nome latino saiu com o sotaque americano carregado da moça - é a sua mãe?


    Com todos reunidos na sala, foi a hora em que corações se abriram e tristezas extravasaram, além de alguns pedidos de perdão. Kima era uma dessas pessoas tumultuadas que tentava se encontrar e fez todas aquelas coisas. Ainda tinha dúvidas e inseguranças, mas se esforçava para supera-las e as palavras gentis dos presentes ajudavam. Contudo, ver Alex abraçar a alienígena deu uma pontada em seu coração, mas ela tentou afastar qualquer pensamento ruim, mas uma cabeça em ebulição não deixava tal coisa acontecer "Alex é gentil, é isso... receptivo... ele me abraçou pra me acalmar... abraça ela pra acalmar a alien... nada de especial..." ela suspirou "ela é de outro planeta, deve ser muito mais interessante do que uma garota que não sabe de nada feito eu... ela é bonita também... as roupas são estilosas... e ela voa... passeios com pessoas que voam devem ser muito mais legais... " ela esfregou o cabelo e puxou o capuz do casaco mais para frente.

    A conversa de Hana com o garoto planta pareceu surtir efeito, já que ele ficou mais receptivo a ela. Kima levou as mãos à boca em consternação ao ouvir que o menino passou por experiências terríveis naquele lugar, sendo solidária à sua dor. Como a Tríade podia ser tão cruel?

    - V... você estava no prédio que explodiu? Nós também estávamos - apontou para ela e Hana.

    Achou melhor não se aproximar dele que ainda parecia muito arredio e para evitar problemas, continuou do sofá.

    - Oi - acenou com a mão - eu... sou a Kima B... o sobrenome você sabe - esfregou os dedos nervosamente - bem-vindo... quer dizer, a casa não é minha, mas... - olhou rapidamente para Alex - é dele... acho que não sou eu que tem que recepciona-lo... aish... desculpa!

    Voltou a sentar-se e Alex começou a falar, pediu que dessem as mão e Kima, sem entender muito, segurou na mão de quem estava perto "Rezar?... não costumo rezar" De fato, não era um hábito da família rezar, Vince era um cientista sem religião, sem nada de bom no coração, mas sua mãe, ela sim tinha um pouco de fé e frequentava a igreja dA City. "Será que ele era padre de verdade ou era mais um ator? Minha mãe rezou com estranho mentiroso... Desgraçado". De qualquer forma, as palavras de Alex eram animadoras, Kima queria ter aquela energia que ele tinha, ele ficou triste e agora tentava animar os presentes, enquanto ela se sentia podre. "Fracassada!" Mas eu nem fiz nada!!!" Ah... mas e se eu for o elo fraco da corrente?"

    Sem entender nada, ela viu Jack sair da sala e até Mila "mas o que? Ela muda de cor... e... e fica linda" - ela esfrega a cabeça e se joga contra o encosto do sofá, bochechas infladas "é isso... Alex só tem olhos para ela... e ela... aish... fica encarando ele por que?" Kima queria sair correndo dali "mas como você vai fazer amigos fugindo?" "Como alguém consegue pensar em caramelos numa hora dessas?"

    - Eu... vou pegar um pouco de água - fala tão baixo e sai para a cozinha "ao menos fugir para a cozinha eu posso" Ela suspira diante do filtro enquanto enche o copo e fica olhando para o nada. Talvez arrumar a bagunça da cozinha ajudasse a espairecer, ao menos ela se sentiria útil.
    No esconderijo Harper - Página 2 53783317638_9f4e206415_n

    thendara_selune
    Antediluviano
    thendara_selune
    Antediluviano

    Mensagens : 3183
    Reputação : 145
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_10.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por thendara_selune Seg Jun 10, 2024 11:02 pm

    Hana.Ah, don't be afraid of the chaos.


    Falas
    Pensamentos/FalasNPCS







    Antes de ir para o círculo.



    Mun escreveu:— Eu não nasci assim, a parte planta foi implantada à força pela Tríade. Nas primeiras semanas, eu conseguia sentir todas essas folhas crescendo de dentro para fora do meu corpo. Foi... terrível. — virando o rosto para o lado, eu olhei para as vinhas que agora se enroscavam em meu ombro e desciam pelos braços. Ao fazê-lo, cruzei o olhar com a Dra. Rebecca. Foi ela que me incentivou a ir ali e confiar naquelas pessoas, e eu percebi o sorriso de alívio por me ver pelo menos tentar.


    As palavras de Mathews pairavam no ar, carregadas de emoção. Seus sentimentos eram palpáveis, como se emanassem de seus poros e se condensassem em volta de nós. A timidez permeava seu ser, evidente no modo como seus dedos acariciavam uma mecha de cabelo, traindo um nervosismo cativante.



    No esconderijo Harper - Página 2 Oig2_111





    "Na próxima eu aviso quando for tocá-lo," eu disse, a minha voz hesitante, mas firme. Uma promessa genuína, um respeito genuíno. Meus lábios se curvaram em um sorriso compreensivo. A delicadeza de seus gestos, a sensibilidade de suas palavras, tudo me encantava. Ele era um enigma, um livro ainda por ser desvendado, e eu estava ansiosa para mergulhar em suas páginas.
    "Bem-vindo, Matt," respondi, estendendo a mão em um gesto de recepção. "Sua amiga também é bem-vinda aqui."


    shamps escreveu:- Eu não aguento mais! O que eles querem da gente? - Kima deslizou as mãos pelos cabelos - mas a Hana está certa. Eu só confio em vocês agora... Tenho medo da Tríade e não quero ser capturada de novo... - ela suspirou e olhou para o Matt - meu pai é o Vince, o terceiro pilar da organização - falar aquilo em voz alta era nojento e Kima se sentia suja - eu sempre fui uma mera experiencia para aquele homem. Todo o meu crescimento foi anotado como dados científicos... etapas 1, 2 e 3... a quarta seria saber como a dor afetaria o experimento Kima01 - ela fungava e secava os olhos. Olhou para Hana sentindo a dor da garota demônio, dores tão parecidas - eu odeio isso... sempre fui um mero rato de laboratório... me desculpem... - ela queria correr, sumir dali, mas apenas teve força para esconder o rosto entre suas mãos e se encolheu apoiando-as nos joelhos.


    “Kima, respire. Nenhum de nós vai permitir que a Tríade nos toque novamente, nem que seus tentáculos de ganância e poder se estendam sobre nós.” Minha voz era apenas um fio, mas carregava a chama da esperança. "Juntos, somos invencíveis", sussurrei, buscando seus olhos.

    Desejava confortá-la, mas  @Alexyus  Alex precisava ser seu porto seguro. Ele era a tábua de salvação que a erguia da escuridão, e eu podia sentir a conexão entre eles, um laço invisível que prometia cura e redenção. Era mais do que amor, era um bálsamo para as feridas da alma.



    Mellorienna escreveu:Não era tão íntimo quanto o toque no seio, mas significava mais, na minha opinião. Eu estendi a mão dela para ele, e dei um passo para trás. Meu coração rachou mais um pouquinho e engoli o choro. Tentei transmitir para Matt a ideia não verbalizada de que Hana era confiável... e adorável. Tentei esconder do elo telepático a desesperança que me roubava o ar dos pulmões.


    Instantes após a tensa conversa, Mila, tomou a iniciativa. Sem palavras, ela expressou sua empatia, deixando um rastro furta-cor que, embora belo, carregava um quê de tristeza. Seus olhos já haviam derramado lágrimas suficientes. Fiquei emocionada, mas dessa vez funguei e segurei o choro.

    O gesto silencioso de Mila me comoveu profundamente. Sua gentileza e nobreza emanavam de cada fibra de seu ser, tornando impossível não se encantar por ela e por Kima. Aceitei o que ela propunha, acho que que Matt entenderia no fim das contas o que Mila queria dizer.

    Alexyus escreveu:Quando Kima se sentou para comer e começou a se lamentar, Alex deixou que ela terminasse antes de dizer a todo o grupo:

    - Por gentileza, me escutem! Tenho algo importante a dizer! Sentem-se aqui em círculo e dêem as mãos. Vamos, dêem as mãos! Não vamos rezar nem nada disso, mas quero que sintam isso. Cada um de nós passou por coisas terríveis, alguns mais, outros menos, e ainda estamos passando, mas agora estamos juntos! Eu vi vocês em ação e sei que querem fazer a coisa certa, apesar de tudo que sofreram, e isso faz com que eu considere cada um de vocês heróis. Ter superpoderes é apenas uma vantagem, mas esse espírito heróico, o altruísmo de se arriscar para salvar outros, isso não se ensina, é uma medida do valor moral que cada um de vocês tem. Todos sabemos que as coisas estão complicadas e podem ficar ainda mais, e como Hana disse, sozinhos nós não temos capacidade de vencer tudo que vem pela frente. Mas juntos... juntos... eu tenho certeza que podemos superar qualquer coisa! Olhem ao redor e vejam uns aos outros: cada um de nós é o elo de uma corrente, uma corrente de poder, de coragem, de respeito, de confiança e de amizade! Se formos honestos e sinceros uns com os outros, poderemos fazer coisas juntos que farão a Tríade e quaisquer outros inimigos tremerem! Eu já fiquei irritado com tudo que está acontecendo, ainda estou assustado com algumas coisas, percebo que alguns de vocês estão inseguros e preocupados, mas acreditem em mim: o apoio que cada um de nós pode dar ao outro nesse grupo vai nos fortalecer, nos reerguer e nos impulsionar avante! Obrigado por estarem aqui comigo!.


    "Alex," sussurro seu nome, apertando sua mão com carinho. "Estou com você, e tenho certeza que os outros, em algum momento, também sentirão essa conexão." Um sorriso honesto brota em meus lábios enquanto inspiro profundamente.
    "Acho que tirei um pouco do peso que carregava sozinha," confesso, meus olhos transmitindo a sinceridade das minhas palavras. "Obrigada por isso." Aquilo de círculos e mãos dadas era uma novidade, um território inexplorado para mim. Mas, mesmo assim, participo com entusiasmo, desejando demonstrar meu apoio incondicional ao HB.



    Quando a situação se acalmou, observei Jack se afastar, seguido por Mila e Pablo. Muitas palavras foram ditas, mas eu não podia saber o que se passava no coração de Jack. No entanto, tinha certeza de que o Fantasma e Vênus poderiam oferecer a ele o acolhimento que eu, no momento, não tinha condições de dar.


    vontheevil escreveu:— Sabe o que seria bom agora? Uma ou duas doses de tequila!

    "Com certeza, JP!" Respondi com um sorriso enquanto observava-o se afastar com os amigos. "A tequila junto com Caramelos" Um piscar de olhos travesso acompanhou minhas palavras observando  @Mellorienna ,  @vontheevil e  @Dante sair. Talvez eles nem escutassem o que falei, mas torcia que Jack voltasse pra nós.


    No esconderijo Harper - Página 2 Oig2_q11




    "Vou tomar um banho. Mostre a casa para eles,  @Alexyus Alex, e a senhora, com certeza, precisa descansar", disse com um sorriso gentil. "Todos nós precisamos descansar...", completei, reconhecendo o cansaço que pairava sobre nós.


    Cena no quarto.











    Me afasto da cena principal e me refugio no quarto. Coloco minha playlist favorita para tocar, melodias que acalmam a alma. A banheira, com sua espuma perfumada e convidativa, me chama para um momento de imersão. Me entrego à água quente, deixando os pensamentos fluírem livremente. As pálpebras pesam e meu corpo relaxa. Não sei se foram segundos ou minutos, mas a imagem da mulher do helicóptero e suas palavras ecoam em minha mente: "Eu serei a escolhida." Uma risada cruel soa, seguida por uma linha vermelha que vibra, brilha e queima. A visão do garoto de longos cabelos prateados e olhos gélidos retorna, dessa vez tão perto que me parece real. Quando me dou conta, acordo enrolada na toalha em cima da cama.


    No esconderijo Harper - Página 2 Oig3_711



    Minha mente está pregando peças em mim ou estou realmente caminhando na estrada que me levará ao meu destino? Não quero pensar nisso agora. Pego minha mochila e escolho um vestido rosa de babados, com um toque Fairycore. Ao me olhar no espelho, me sinto satisfeita. Nada vai tirar meu brilho ou minha certeza de vencer, nem mesmo aquela visão perturbadora. Fico no quarto por um tempo, um momento só para mim me faria bem. Com um toque de expectativa, tiro minhas cartas de tarot e as espalho à minha frente. Cada carta, um símbolo intrigante, um portal para o desconhecido. Fecho os olhos, concentrando-me em todos que cruzei meu caminho até agora. As experiências vividas, as lições aprendidas, os laços formados e desfeitos.



    No esconderijo Harper - Página 2 200w.gif?cid=82a1493b6or26qpw5otlx100r4i9tvnuwamzn1lu5ia76rd8&ep=v1_gifs_related&rid=200w


    Lembro-me das raras visitas da minha mãe, dos momentos fugazes em que tentávamos nos conectar. Ensinou-me a arte da leitura de tarot, mas sua indiferença à minha paixão pairava no ar como uma névoa fria.


    @Nazamura Atual estado da Hana é de assustada.




    Informações sobre Hana:

    OFF:  @Alexyus ,  @Dante ,  @Nazamura , @vontheevil, @Mellorienna  ,  @shamps  e  @Mun Onde eu marquei um de vocês, é porque deduzi que fossem coisas que vocês poderiam ler, quem sabe até gere aquela coisa de "Hum, entendi porque a Hana me olha assim ou porque ela revirou os olhos." Ou simplesmente para garantir que não esqueci de reagir a ninguém e tem a questão das influências e escolhas que colocamos na ficha Cool . Depois ajusto se errei em algo Cool


    Nazamura
    Mutante
    Nazamura
    Mutante

    Mensagens : 594
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Nazamura Ter Jun 11, 2024 9:55 am

    Do lado de fora do esconderijo Harper:
    Mi'larhys (@Mellorienna), Jhon Pablo (@vontheevil), e Jack Dawson (@Dante) estão do lado de fora

    De repente, um carro luxuoso estaciona na entrada do esconderijo. Do veículo, saem Hypergirl (Alethea Harper), uma garota mascarada ao seu lado, e seus pais, Hyperwoman (Belinda Hunter) e Hyperman (Bruce Harper). Hypergirl (Alethea ) está animada, falando rapidamente com sua mãe e com a garota mascarada. Hyperwoman e Hyperman, os pais de Alex, estavam logo atrás, parecendo preocupados.

    — Você viu esse vídeo? Viu, viu? Está em todas as redes sociais, foi transmitido ao vivo! — exclamou Hypergirl, mostrando algo no celular para sua mãe  e para a garota mascarada ao seu lado.

    A garota mascarada, com longos cabelos alaranjados caindo sobre os ombros, olhou em volta curiosamente, seus olhos brilhando por trás da máscara. Quando viu Jhon Pablo, ela sorriu, uma mistura de curiosidade e interesse evidente.

    — Uuh... quem serr aquele latino? — perguntou ela, com um sotaque levemente russo e um interesse evidente.
    — Hola, que guapo! — Alethea disse, acenando para JP e rindo com sua amiga. — Eles são os amigos do meu irmão! olaaaaa! — acenava para Mila — foi você que derrubou aquele helicoptero né? conta conta como foi!
    — Seus amigass ser interrressante Aletiia — ela diz ainda meio sem jeito.
    Alethea riu, apreciando a forma de falar da amiga.
    — Eu já disse que adoro o jeito que você fala Ivanova. — Alethea ri da amiga.

    A Janus:

    Hyperwoman fez uma expressão mista de surpresa e decepção ao ver a situação e ter certeza pelo video que viu que alguns membros do time lutaram contra Ominiman e sobreviveram para contar a história, mas que Alex não estava nas filmagens.

    — Essa conversa com o Alex (@Alexyus) já está na hora de acontecer — disse Hyperman, sua voz firme e resoluta enquanto ele entrava em casa e ela ficava la fora junto da filha e da heroina mascarada, proximo do carro.


    --
    Dentro do Esconderijo Harper:

    Enquanto isso, dentro do esconderijo, Dra. Rebecca observava a interação de Matthew (@Mun) com os outros heróis.

    Dra. Rebecca sorriu, reconfortada com a cena. — Parece que estamos todos tentando encontrar nosso lugar, não é mesmo? — comentou ela, observando Matthew com um olhar esperançoso. — Quem será que chegou? — ela diz, olhando pela janela e vendo o carro. — São os harpers, acho que está na hora de eu agradecer pela ajuda — ela sorri olhando para Alex Harper e para Kima Brown (@shamps) que estava cuidando da louça

    --
    Cartas de Tarot tiradas em ordem por Hana (@thendara_selune)

    Cartas:
    Dante
    Cavaleiro Jedi
    Dante
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 271
    Reputação : 29

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Dante Ter Jun 11, 2024 11:46 am

    Jack escuta a voz de Mila, mas só se detém quando ela para a sua frente. As palavras de Mila desconcertam Jack completamente. Ele foi um idiota. Como pode? Ele estava irritado porque achava que tinha sido julgado e ele fez exatamente a mesma coisa com a Mila. Ele lembrou que ela não era da terra. Fazia sentido o que ela dizia. Envergonhado Jack reconhece seu erro.
    — Mila eu... Nossa! Me desculpe... Eu pensei que... Bom é que normalmente é assim que me veem e ai...

    Jack desiste de falar e resolve só abrir sua mente para que Mila entenda todo o acontecido. Ele finaliza tudo com um pedido de desculpas sincero.

    Quando Pablo se aproxima. Jack volta a se retrair fingindo normalidade. E logo vê o veiculo chegando. — Bom, acho que o superperfeito vai levar um sermão e não quero estar presente. – Jack sabia o quanto poderia ser constrangedor para Alex então ele não queria deixar tudo pior. — Vou espairecer um pouco. Nos vemos depois cher.

    Resultado do Confortar de Mi'larhys para Jack Dawnson:
    Mun
    Neófito
    Mun
    Neófito

    Mensagens : 23
    Reputação : 12

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Mun Ter Jun 11, 2024 1:14 pm

    a unwanted new me

    [Antes da roda de oração motivação]

    Kima e Hana pareciam ser gente boa. Hana (@thendara_selune) tinha aberto seu coração para me fazer acreditar em sua índole, o que certamente era um ponto positivo, embora eu ainda me reservasse o direito de ainda não aceitar tudo que ela disse como verdade. Da parte de Kima (@shamps), ela parecia ser mais sensível, mas seu comentário me deixou curioso. Levantando uma sobrancelha e cruzando os braços, eu pensei um pouco para tentar processar se aquilo fazia sentido.

    — No prédio? Sim. Bom, mais ou menos. Eles me prendiam no subterrâneo, mas a explosão fez o sistema de segurança dar pane e não foi muito difícil fugir depois disso. Foram vocês?

    Enquanto esperava a resposta, acenei com a cabeça para Hana quanto à sua afirmação de sermos bem-vindos e respirei mais aliviado. Depois do que aconteceu, eles cobrariam a Dra. Rebecca por não ter me entregado de imediato e isso a deixava sob risco de vida. Eu sabia que sua ligação com a Tríade era por necessidade, mas seria ainda pior para ela arriscar voltar para lá e acabar morta igual meu pai. Deixá-la sair de perto não era mais uma opção. Foi quando eu percebi que a telepata (@Mellorienna) parecia estar abalada com algo, e na falta das outras meninas terem percebido, achei que seria bom indicar discretamente para elas. Digo, todos ali já se conheciam e pude perceber eles interagindo com certa intimidade entre si, então parecia fazer sentido que elas a consolassem.

    — Você está bem? — perguntei, ainda mantendo os braços cruzados e olhando brevemente em sua direção. Minha expressão era mais séria do que preocupada, mas o tom de voz indicava certo cuidado em não parecer rude. O conteúdo do bilhete de antes passou pela minha mente e eu segurei meus braços ainda mais próximos do corpo ao perceber que talvez ela sequer respondesse minha pergunta. Achei dramático da parte dela insinuar que não falaria mais perto de mim quando li o papel, mas eu não sabia exatamente o que mais ela tinha ouvido e sentido quando entrou na minha mente. No fim das contas, não era só eu que estava lá, e os outros conseguem me fazer ser bem cruel quando tomam de conta.

    [Durante e depois da roda de oração motivação]

    Eu estava entretido em meus próprios pensamentos quando tive aquela mesma sensação esquisita de antes e procurei imediatamente pela alienígena com os olhos. Ao encontrá-la com a visão, percebi ser ela novamente e por um breve segundo eu senti meu corpo querendo esquentar de raiva novamente. Só que daquela vez não foi tão forte e eu logo percebi que era apenas um resquício da consciência compartilhada de mais cedo, então só precisei me acalmar e relaxar para conseguir controlar o impulso. A garota não apenas entrou desta vez e agora parecia pedir permissão para se conectar. Como eu bem tinha pedido antes, eles não precisavam me pedir, mas apenas avisar; naquele momento, eu entendi que ela estava apenas respeitando o meu pedido e, por isso, decidi retribuir com a permissão para que se conectasse. Para minha surpresa, nenhuma palavra veio, mas apenas um forte sentimento de empatia, culpa (?) e coleguismo.

    Nós tínhamos começado de uma maneira ruim, eu admito, mas eu realmente não tinha mais nada contra ela, principalmente agora que ela tinha se submetido aos limites que impus a todos e não mais estava violando minha própria autonomia psíquica ou seja lá como os telepatas chamam isso. De onde eu estava, tentei transmitir o mesmo sentimento de parceria, uma vez que colaboraríamos a partir daquele dia para destruir a Tríade. Ao vê-la estender a mão de Hana na minha direção, no entanto, eu recuei um passo e balancei discretamente a cabeça para os lados em sinal de negação, ao passo que pedi mentalmente para que fechasse o canal. Movendo os lábios sem realmente falar, eu formei as palavras "foi mal"; ainda não me sentia confortável com eles para participar de um momento como aquele.

    A partir daí, todos começaram a se dispersar. A roxinha decidiu que compraria caramelo e o garotinho (@vontheevil) de repente verbalizou sua ideia de deixar a Dra. Rebecca em outro lugar. Segundo ele, um lugar "seguro". Me virei em sua direção e por um segundo a minha expressão se tornou a mesma daquela de quando precisei sair debaixo da escada sozinho.

    — Ela já está em um lugar seguro. — respondi seco, lembrando que ele era um dos dois garotos que se recusou a ajudar. Ao passo que a alienígena se redimiu do desastre de antes ao pedir para entrar na minha mente há poucos segundos ao invés de só sair invadindo, ele e o outro rapaz não pareciam ter percebido muito bem o que tinham feito (ou melhor, o que não fizeram) e talvez por causa disso ele agora pensava que estava tudo bem entre a gente. Bom, não estava, e eu não iria contar o motivo de tratá-lo assim; se ele não entendeu, então é porque não se importava mesmo.

    Foi quando Rebecca mencionou ter chegado alguém e eu parei para ouvir o som automotivo do lado de fora. Me sentindo estressado pela aglomeração de gente naquele lugar, eu deixei que a doutora fosse falar com sua amiga e então segui até Alex (@Alexyus), já que pelo o que disseram a casa era da família dele e provavelmente seria ele a ter a resposta para o que eu queria.

    — Escuta, tem algum computador com internet aqui que eu possa usar?
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5357
    Reputação : 419
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Alexyus Ter Jun 11, 2024 3:18 pm

    Alex ficou um pouco decepcionado com a falta de reação dos companheiros à sua tentativa de fazer uma dinâmica de equipe.

    Querer lavar louça ou comprar caramelos eram reações estranhas, mas ainda bem que não tinham álcool ao alcance do JP, pois já tinham problemas suficientes sem adolescentes se embebedando. Jack, Mila e Jhon saírem da companhia do grupo parecia uma repetição da cena daquela manhã. Pelo menos não tinha nenhum Sentinel ali, mas isso não aliviava a gravidade da cena repetida.

    "O que estou fazendo de errado?"

    Kima foi lavar louça e ele até pensou em oferecer ajuda, mas a pia era tão pequena e as encilladas do Fantasma tinham sujado tão pouca louça que Alex só iria atrapalhar a garota.

    O garoto novo, Matthew @Mun , abordou Alex com um pedido:

    — Escuta, tem algum computador com internet aqui que eu possa usar?

    Harper suspirou e pegou sua mochila, dizendo:

    - Claro, usa o meu tablet. Toma aqui!

    Depois de entregar o dispositivo para o garoto verde (que ainda lhe parecia muito familiar), Alex viu pela janela o carro da família estacionando e vários parentes descendo. Pai, mãe, irmã, não conhecia aquela ruiva com eles, mas não devia ser uma boa notícia. Ele ainda não tinha supersentidos para ouvir o que estavam dizendo, mas sabia o que estava prestes a ocorrer.

    Ele olhou para Kima e suspirou profundamente, como deveriam ter feito os gladiadores de Roma ao entrarem na arena para morrer.

    - Meu pai está aqui... Eu vou falar com ele.

    Alex gostaria de ter o apoio de alguém nesse momento, principalmente de Kima, mas sabia que era algo que tinha que enfrentar sozinho. Ele era o sucessor do legado. A responsabilidade era toda dele.

    Ficou de pé de frente para a porta, esperando que o pai entrasse.
    Mellorienna
    Mutante
    Mellorienna
    Mutante

    Mensagens : 604
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Mellorienna Ter Jun 11, 2024 4:47 pm









    ☆A FORASTEIRA☆
    Mi'larhys
    ☆VÊNUS☆
    Mila Rhys




    Jack demonstrou ter compreendido não apenas o que eu disse, mas também o fundamento por trás da comunicação telepática. Tudo ficaria bem. Haveria um lugar para todos nós na "Terra". Poderíamos contar uns com outros e fazer daquele tempo uma coleção incrível de memórias.


    "Você é um herói, Jack.
    Não deixe que os olhos dos outros
    ceguem a luz dos seus próprios olhos.
    Seja verdadeiro com você mesmo."


    Sorri e dei um abraço breve no garoto, sem evitar que ele partisse. O veículo que chegava trouxe o fim para a conversa, mas não para a amizade. Acompanhei com o olhar, sem agonia, Jack se distanciando antes que os Harper descessem do carro. A aproximação das garotas, no que me pareceu um flerte agressivo com John Pablo, me deixou um pouco surpresa.


    "É assim que se faz?
    A garota veio com tudo para você!"


    Falei com John Pablo através do elo telepático, expressando uma dúvida verdadeira. Era assim que se fazia? Para ter os olhos de um garoto mi'wanish sobre si, era preciso ser incisiva, direta e corajosa? Pensei em Kima e Alex, único casal que havia visto até então. Mas eles não se beijavam. Talvez não contassem como casal? Pensei em Hana. Ela era bastante enfática e isso parecia agradar os rapazes. Ela tinha falado sobre ver Sentinel e Jack sem roupa, tinha flertado com John Pablo e... eu não queria pensar no que ela havia feito com Matt. O Hyperboy estava fora do radar da Hana por serem parentes de sangue?


    "De onde eu venho, não existe romance.
    Se eu quisesse ter os olhos de um garoto sobre mim...
    ... é assim que eu deveria fazer?"


    Sorri para a irmã de Alex e a garota de cabelos ruivos e máscara, enquanto transmitia meu questionamento para John Pablo. Estava partilhando com ele uma insegurança e pedindo conselhos sobre como melhor me adaptar à "Terra", enquanto outra parte da minha mente verificava a situação. Quando perguntaram se eu havia abatido o helicóptero, corei — com aquele rubor avermelhado que vinha com o tom de pele que usava agora, e muito também pela pergunta telepática que havia feito para John Pablo. Só então percebi o desagrado da Hyperwoman e fiquei apreensiva. Eu tinha trazido problemas para o Alex ao interferir para que não capturassem Matt?


    "Sra. Harper, eles iam...
    Iam levá-lo de volta àquele lugar.
    Torturá-lo."


    Meu pensamento foi para a Hyperwoman, com justificativas que ela talvez não entendesse, e sem arrependimento pelo que fiz aos vilões naquele helicóptero. Hyperman ia praticamente marchando para a casa e meu coração foi batendo no ritmo dos passos duros do pai de Alex. O que os Harper fariam quando vissem Matt e a Dra. Rebecca? Eles o mandariam de volta para aquele lugar horrendo, agora que ele não tinha pais que o defendessem?

    Não era educado ignorar as interações de Thea Harper e sua amiga, mas eu apenas sorri para elas e voltei minha atenção para dentro da casa, para a mente dele:


    "Matt?"


    Descumpri minha promessa. Senti o laço entre nós eletrificar-se em centelhas. Achava que Matt não sentiria o laço irradiar, que não conseguiria identificar o brilho daquela ponte de luz em meio à bagunça corriqueira da mente humana, e não me preocupei em ocultar a ligação incomum que sentia com ele.


    "Os Harper estão aqui.
    Não sei o que eles querem.
    Hyperman não parece feliz.
    Seja lá o que acontecer,
    você está seguro.
    Você está onde deveria estar.
    Nós vamos apoiar você.
    Tudo vai ficar bem."


    Aquele nós tinha gosto de eu, e nem sei porque havia feito aquilo. Os pais do Alex poderiam ser compreensivos e simpáticos com Matt, oferecer hospitalidade e abrigo, como a Hyperwoman havia feito comigo. Mas algo me dizia que as coisas iriam mal dali a alguns tiks. Senti a consciência de Alex, atento, parado do outro lado da porta.

    John Pablo distrairia as garotas recém-chegadas? Quando nossos olhos se cruzaram, esperei que sim. Lancei outra parte da minha khatnis pela casa: buscando Kima e Hana.


    "Hyperman está aqui.
    Alex precisa de nós."


    Só então, tendo alertado a todos que não estavam no quintal sobre a chegada da família Harper, busquei a mente de Alex.


    "Estamos aqui.
    Estamos com você.
    Kayran, Alex-den."


    Tive o cuidado de não retransmitir nada entre os elos e de liberá-los, todos, após os contatos. Se meus companheiros de equipe quisessem falar comigo, bastaria que me chamassem. Mas não nos conectei, como teria parecido mais natural para mim. Estava, aos poucos, aprendendo a lidar com eles. Ou ao menos esperava que sim.




    No esconderijo Harper - Página 2 Ewc81wm
    vontheevil
    Elder God
    vontheevil
    Elder God

    Mensagens : 5199
    Reputação : 133
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh35.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por vontheevil Ter Jun 11, 2024 5:23 pm

    John Pablo
    reagindo a diálogos das cenas anteriores:

    - Maria... Aparecida ... é a sua mãe? (@shamps)
    rio coçando a cabeça
    — Ela... trabalhou na tua casa? Ela é braba demais, mas cozinha bem! Ela tem um food truck que trabalha em algumas festas da cidade também, você conhece ela?

    “Kima, respire. Nenhum de nós vai permitir que a Tríade nos toque novamente, nem que seus tentáculos de ganância e poder se estendam sobre nós. Juntos, somos invencíveis" (@thendara_selune)
    Encaro as duas e bato palmas, sim era essa a sensação de hoje, mesmo perdendo a batalha, estamos juntos e somos invencíveis.

    Tento ajudar com relação ao menino planta, mas sou mal interpretado
    — Ela já está em um lugar seguro!
    Levanto as mãos com o sinal de que me rendo e dou uns passos para trás, não era minha intenção provocá-lo

    "Com certeza, JP! A tequila junto com Caramelos" (@thendara_selune)
    meu deus, a koreaninha tatuada aceitou meu convite, agora eu preciso de uma tequila mesmo, e caramelos?
    "Vou tomar um banho...
    nem escutei mais nada, agora só me passa pela cabeça a imagem da pele branca e tatuada da Hana sendo ensaboada lentamente. Preciso sair agora, comprar Tequila!


    Saio em tempo de ouvir a despedida de Jack para Mila
    — Vou espairecer um pouco. Nos vemos depois cher.
    Caralho que burro! eu penso, vou precisar de você meu amigo, a Hana quer beber comigo, vamos beber juntos
    mas só consigo falar
    — Volte depois Jack, vou fazer umas coisas na rua e já voltarei — sem saber como agir na frente de Mila


    (Alethea e Ivanova)
    — Uuh... quem serr aquele latino?
    — Hola, que guapo! Eles são os amigos do meu irmão!

    Meu Deus, meu deus, uma russinha linda, e a irmã do Hyperboy, o que eu faço?
    excitado demais e inseguro eu gaguejo um
    — Hola, que tal, soy John... e não sei como continuar a conversa e fico parado sentindo o coração pulsar e mandar sangue diretamente para longe da minha cabeça.

    — Seus amigass ser interrressante Aletiia
    — Eu já disse que adoro o jeito que você fala Ivanova.
    Sotaque? ter sotaque é .... legal? eu sou legal? será que a irmã do Alex me adoraria? (rio por dentro nervoso demais)

    "É assim que se faz? A garota veio com tudo para você!"
    sinto a voz (agora mais confortável) da Mi'laris dentro da minha cabeça
    Tento responder pensando
    "Na verdade eu não sei o que houve, eu... nunca... fui tratado assim- faço uma pausa e termino com uma piada - nunca cheguei nessa fase do jogo e desisto da piada e abro a meus pensamentos completamente - sou virgem Mila, nunca nem beijei uma menina, não conte para ninguém não falo isso com vergonha, falo isso como uma confissão que eu não faria para nenhuma outra pessoa"

    "De onde eu venho, não existe romance. Se eu quisesse ter os olhos de um garoto sobre mim... ... é assim que eu deveria fazer?"

    Meu coração pulsa dentro do peito tão rápido e tão alto que eu acho que até as pessoas dentro da casa estão achando que algum gigante vem correndo pela rua. Tomo a decisão mais corajosa que eu poderia tomar.
    Encaro Mila, dentro dos olhos e deixo ela olhar dentro da minha cabeça
    "você tem os olhos de quem quiser, você é linda!" e solto toda a minha tensão sexual e minhas sensações dos últimos minutos em cima dela, tento me manter comportado e não encarar o corpo da venusiana. Mas essa coragem do fantasma dura pouco e me torno o John novamente. Bloqueio meus pensamentos e olho para baixo com medo de a encarar e perceber que ela me rejeitou.
    shamps
    Sacerdote de Cthulhu
    shamps
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2990
    Reputação : 242
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por shamps Ter Jun 11, 2024 7:29 pm






    - Trabalhar para mim? Não, eu morava do outro lado do país - ela deu uma leve risada - não a conheço, mas gostaria - respondeu ao adorável garoto latino.


    Hana sempre tinha uma palavra amiga para Kima, que em seu desespero, encontrava apoio da jovem de cabelos brancos. "Será que ela é minha amiga?"

    - É o que eu mais quero, Choi. Eles presos ou derrotados... qualquer coisa assim.

    Como tudo tinha o seu tempo, a desconfiança de Matt também tinha, ele precisava se acostumar à situação e Hana foi de grande ajuda nisso. Kima sentiu que ele se abriu um pouco mais, até respondendo-a.

    - Sim, eu estava presa lá e eles apareceram... Alex disse que estavam no lugar certo e na hora certa. Eles atenderam um chamado, um pedido de ajuda dela - e apontou para Mila.


    Enquanto encarava o nada e esfregava um prato sem parar, divagando em seus pensamentos, como poderia voltar a ser a Kima de antes, que sempre sorria, que acreditava mais nas coisas e que não tinha todo aquele medo dentro de si, Mila lançou uma mensagem para ela e aquilo a tirou do transe. Ela desligou a torneira e correu para a sala enquanto secava as mãos. Jogou o tecido molhado sobre o ombro e parou ao lado de Alex.

    - Harper? - falou enquanto deixava a cozinha - será que você vai levar uma bronca - seu tom de voz era preocupado. Ela puxou de leve a manga do casaco dele, como uma criança que busca atenção, e falou mais baixo, próxima ao ouvido dele - lembre-se do que falei hoje de manhã... você não está sozinho - e sorriu timidamente "o que que eu tô fazendo? Tão perto assim... eu vou parecer uma estranha assim".

    No esconderijo Harper - Página 2 53785579093_0996026afc_n

    Nazamura
    Mutante
    Nazamura
    Mutante

    Mensagens : 594
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Nazamura Qua Jun 12, 2024 8:19 am

    Bruce Harper, conhecido como Hyperman, passava pela sala e por Alex que estava a porta com uma expressão séria, ele lançou um olhar severo para o filho, sem dizer uma palavra. Com uma postura rígida e determinada, Bruce seguiu em direção ao corredor, esperando que Alex o seguisse.

    O corredor estava escuro e estreito, com paredes adornadas por troféus e lembranças das batalhas da família Harper. Bruce parou diante de uma estátua que Alex nunca havia notado antes. Com um gesto firme, ele encostou na estátua, revelando uma passagem secreta que levava a uma sala de reuniões. A sala era impressionante, com uma mesa no formato do símbolo da família Hyper — O simbolo da aguia —  uma tela ao fundo e cadeiras estrategicamente posicionadas ao redor da mesa. Esta era a sala de debriefing secreta da família, um local reservado para discussões importantes.

    Bruce entrou na sala e se posicionou na cabeceira da mesa. O silêncio era pesado, preenchido apenas pelo som distante do caos que haviam deixado para trás.

    — Alex, você sabe por que estamos aqui? — começou Bruce, sua voz firme e carregada de desapontamento. — Vocês receberam uma ordem direta de Hyperwoman, sua mãe, para ir para a escola com a equipe enquanto os adultos tentavam abaixar a poeira dos eventos do laboratório Prometheus que você e sua equipe estouraram no sábado, e relatos chegaram até mim dizendo que a metade de vocês não cumpriram com a ordem.

    Bruce respirou fundo, seus olhos fixos em Alex, esperando algum sinal de compreensão.

    — Além disso, você desafiou Sentinel, discípulo de Harland Drake, o Guardião, que foi enviado como escolta para garantir que vocês fossem à aula. No relatório de Sentinel ficou claro que ele via você como um líder jovem que precisa de mais tempo para se desenvolver, não como alguém incompetente. —  Embora ele seja notoriamente conhecido por sua arrogância, Sentinel é um herói veterano de inúmeras batalhas. Suas ações imaturas, sem entender que a intenção de Sentinel era apoia-lo nesse momento, me envergonharam.

    Bruce fez uma pausa, permitindo que suas palavras penetrassem profundamente. Ele se aproximou da mesa, apoiando as mãos nas bordas, seu olhar nunca deixando o de Alex.

    — Eu soube que suas ações não conseguiram unir a equipe. Você deixou que cada membro da equipe tomasse a decisão que quisesse, acreditando que isso é liderança. Suas ações resultaram na cisão da equipe, onde três membros quase foram capturados por Ominiman e Estrela Prateada. E onde você estava? — nesse ponto ele olhou para Alex com seriedade — Estava de namoro na escola, mostrando uma total falta de liderança e responsabilidade. Isso envergonha não só a mim, mas todo o legado de justiça e honra da nossa família.

    A expressão de Bruce se suavizou um pouco, mas sua voz manteve a firmeza.

    — Meus contatos me informaram que a garota de Vênus, Jhon e Jack resgataram com sucesso a Dra. Rebecca e um garoto vítima da Tríade. As ações dela mitigaram as forças do seu tio, permitindo que nós capturássemos a Estrela Prateada e frustrássemos os planos dele de obter a hypercélula. Mas isso não pode ser chamado de vitória se quem estava liderando era ela, se ela estava à frente para ser o estandarte da equipe. Quase custou a vida deles se não fosse pela intervenção de Sentinel. Aprenda a liderar pelo exemplo e a honrar o emblema da família que você carrega no peito.

    Bruce fixou seus olhos em Alex, a intensidade de suas palavras pairando no ar. Seu rosto mostrava uma mistura de desapontamento e esperança, esperando que seu filho compreendesse a gravidade da situação.

    Ele inspirou profundamente e continuou — Ser líder é puxar para si a responsabilidade, é conhecer cada um deles, liderar pelo exemplo, dar direcionamento, ganhar o respeito e a admiração de nossos liderados com nossas ações. Alex, você entende o que significa ser um líder? Você está preparado para assumir essa responsabilidade?

    O silêncio tomou conta da sala enquanto Bruce esperava a resposta de Alex.




    Bruce está dizendo para Alex como o mundo funciona, aumente Mundano +1 e diminua Superior em -1, ou faça um teste de rejeitar influência se quiser ir contra as palavras dele.
    Mellorienna
    Mutante
    Mellorienna
    Mutante

    Mensagens : 604
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Mellorienna Qua Jun 12, 2024 9:35 am









    ☆A FORASTEIRA☆
    Mi'larhys
    ☆VÊNUS☆
    Mila Rhys





    Enquanto a porta de entrada da casa se abria para Bruce Harper e eu encerrava os diversos canais telepáticos que havia aberto com os membros da equipe, John Pablo abriu uma porta mental para mim e dividiu comigo um segredo. Eu vi as memórias dele e os pensamentos não-formados sobre beijos, virgindade e (falta de) sucesso na busca por intimidade física com garotas. Senti a insegurança que isso gerava nele e o quanto ele estava confuso — ainda que feliz — com a aproximação incisiva da Hypergirl e sua amiga mascarada.

    Eu estava pronta para estender a ele minhas próprias experiências com (ausência de) romance e dividir mais das minhas dúvidas, quando aquilo aconteceu.

    "Que assustador!
    Você rugiu pra mim!
    Minhas pernas ficaram moles
    como se estivesse sendo caçada
    por um goren faminto!"

    A surpresa divertida na minha mente borbulhou em uma risada telepática que se refletiu em um sorrisinho no meu rosto. Por dentro, eu estava gargalhando. Não de forma rude e nem com desprezo, mas com real cumplicidade e feliz por dividir aquele momento com alguém em quem eu confiava.

    "Que vontade de sair correndo!
    Mas não muito rápido.
    Para que te desse tempo de seguir."

    A risada mental continuava, tranquila e sincera, partilhando daquela emoção com John Pablo.

    "É uma sensação estranha!
    Mas eu gostei!
    É como as bolhas da Coca-Cola
    e caramelo quente.
    E tudo que eu tenho fazer é ser bonita?
    Ou tenho que rugir de volta?"

    A risada foi diminuindo, deixando aquela sensação de conforto no lugar, e olhei para Thea Harper e a amiga mascarada.

    "O cabelo dessa aí parece a juba de um goren."

    Transmiti para John Pablo a imagem telepática do grande predador de topo de cadeia do meu mundo — uma fera magnífica que tinha certa semelhança com uma mistura de urso e leão mi'wanish. Tomei o cuidado de enfatizar o rugido do goren e como fazia tremer as pedras em Lynn.

    "Não vou contar seu segredo
    para ninguém. Mas a juba de goren
    e a Hypergirl parecem querer resolver
    a questão para você, uh?"

    A risada mental cheia de diversão e cumplicidade voltou, mas dessa vez se traduziu num brilho irreverente nos meus olhos.

    "E se elas não resolverem,
    vamos a Pueblo Alto,
    você me ensina a dançar
    e a rugir desse jeito.
    E damos nosso jeito, né?"

    Ajeitei meu cabelo para trás da orelha e sorri para o Farol, me encaminhando para a casa a dentro, no rastro de Bruce Harper, que ia pelo corredor naquele momento.

    (A personagem vai parar na sala caso não existam ordens de Alex para que a equipe o siga para a "BatCaverna")




    No esconderijo Harper - Página 2 Ewc81wm
    Nazamura
    Mutante
    Nazamura
    Mutante

    Mensagens : 594
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Nazamura Qua Jun 12, 2024 10:42 am

    Jhon Pablo escreveu:Meu Deus, meu deus, uma russinha linda, e a irmã do Hyperboy, o que eu faço?
    excitado demais e inseguro eu gaguejo um
    — Hola, que tal, soy John... e não sei como continuar a conversa e fico parado sentindo o coração pulsar e mandar sangue diretamente para longe da minha cabeça.

    Ivanova e Alethea caem nos risinhos e gargalhadas, achando a reação do garoto adorável.

    — Меня зовут Иванова (menya zovut Ivanova) — a garota de cabelos alaranjados diz enquanto aponta para si mesma — E eu acharrr seu sotaque fofo.

    — Oh, para onde Jack está indo? Jaaaack! — Alethea chama por Jack Dawson. (@Dante)

    — Quem serrr aquele no telhado?

    — Oh, é o Sentinel! Meu deus, estamos todos aqui hoje?

    Sentinel apenas ignora.
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5357
    Reputação : 419
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Alexyus Qua Jun 12, 2024 12:25 pm

    Cena: Na Porta dos Desesperados

    Alex ouviu em sua mente o contato telepático da Mila enquanto esperava seu pai entrar.

    Mila  @\"Mellorienna" escreveu:
    "Estamos aqui.
    Estamos com você.
    Kayran, Alex-den."

    Hyperboy imaginava que o canal telepático da Mila estivesse aberto e assim poderia apenas receber a resposta mental dele, então respondeu:

    "Eu agradeço a todos pelo apoio. Vou cuidar disso sozinho e depois podemos nos juntar pra ver o que vai acontecer."

    Não era o que ele queria fazer, mas era o que sabia que precisava ser feito. Os assuntos do legado eram responsabilidade dele, e os outros não deveriam nem entender nem se submeter a aguentar essa responsabilidade.

    Mas então Kima se pôs ao lado dele, brandindo um ousado pano de prato sobre o ombro.

    Kima  @\"shamps" escreveu:- Harper? - falou enquanto deixava a cozinha - será que você vai levar uma bronca - seu tom de voz era preocupado. Ela puxou de leve a manga do casaco dele, como uma criança que busca atenção, e falou mais baixo, próxima ao ouvido dele - lembre-se do que falei hoje de manhã... você não está sozinho - e sorriu timidamente "o que que eu tô fazendo? Tão perto assim... eu vou parecer uma estranha assim".

    Alex sentiu o puxão na manga de sua jaqueta e, instintivamente, segurou a mão de Kima com a sua, apertando-a com a força de quem estava realmente assustado. A questão não era se levaria uma bronca, mas se sobreviveria à bronca. Mesmo assim, seu coração se encheu de carinho e gratidão a Kima, que estava ali antes mesmo dos outros reunidos telepaticamente.

    - Obrigado, Kima! Eu vou me lembrar disso...e você também... lembre-se de que não importa o que aconteça...eu te amo!

    Aquilo saiu espontaneamente, sem esperar ou prever. Talvez fosse a sensação de morte súbita que o levara a se declarar, talvez na última oportunidade que teria, mas a coragem para dizer aquilo foi como uma explosão solar, súbita, repentina e irresistível.


    Cena: Na Sala Secreta com o Hyperman

    O Hyperman passou como um anjo da morte por Alex e o jovem Harper soube mesmo sem palavras que era esperado que ele o seguisse.

    Foi hesitando mais do que o decoro indicaria que Alex soltou a mão de Kima e despediu-se dela com um olhar triste e emocionado, procurando gravar na memória o rosto dela para ajudá-lo a suportar a hyperbronca que tomaria.

    A sala secreta que o pai revelou foi uma surpresa completa para o Hyperboy. O símbolo da águia ostentado pelo avô Hyperion e o H que o pai e a mãe usavam estavam em toda parte. O Hyperboy adotara a águia como seu emblema ao contrário da Hypergirl, que usava o H no peito como os pais. O ambiente familiar mas desconhecido fez crescer o medo no coração do Hyperboy, sabendo que poderia ter trazido indignidade ao legado da família.

    E então começou.

    Hyperman escreveu:— Alex, você sabe por que estamos aqui? — começou Bruce, sua voz firme e carregada de desapontamento. — Vocês receberam uma ordem direta de Hyperwoman, sua mãe, para ir para a escola com a equipe enquanto os adultos tentavam abaixar a poeira dos eventos do laboratório Prometheus que você e sua equipe estouraram no sábado, e relatos chegaram até mim dizendo que a metade de vocês não cumpriram com a ordem.

    Alex assentiu com a cabeça, procurando um ponto qualquer no chão que pudesse abrir um buraco e enterrá-lo para poupá-lo daquela bronca. 

    Ele, temerariamente, ainda tentou argumentar:

    - Todos nós estávamos indo para a escola, e eu estava convencendo até os que não queriam...

    Mas o pai ainda tinha mais coisas a dizer:

    — Além disso, você desafiou Sentinel, discípulo de Harland Drake, o Guardião, que foi enviado como escolta para garantir que vocês fossem à aula. No relatório de Sentinel ficou claro que ele via você como um líder jovem que precisa de mais tempo para se desenvolver, não como alguém incompetente. —  Embora ele seja notoriamente conhecido por sua arrogância, Sentinel é um herói veterano de inúmeras batalhas. Suas ações imaturas, sem entender que a intenção de Sentinel era apoia-lo nesse momento, me envergonharam.

    Dessa vez o Hyperboy se exaltou. Não iria aceitar broncas que achava que não merecia.

    - Só para registrar, o Sentinel chegou aqui xingando e ofendendo todo mundo, e eu tive que separar uma briga que ele estava provocando com o Fantasma! Eu não fui agressivo em nenhum momento, nem quando o Sentinel lançou uma bomba de concreto contra mim, dentro da sala, que poderia ter ferido os outros menos resistentes! A presença do Sentinel só piorou as coisas e depois dissso eu não consegui mais unir a equipe!

    — Eu soube que suas ações não conseguiram unir a equipe. Você deixou que cada membro da equipe tomasse a decisão que quisesse, acreditando que isso é liderança. Suas ações resultaram na cisão da equipe, onde três membros quase foram capturados por Ominiman e Estrela Prateada. E onde você estava? — nesse ponto ele olhou para Alex com seriedade — Estava de namoro na escola, mostrando uma total falta de liderança e responsabilidade. Isso envergonha não só a mim, mas todo o legado de justiça e honra da nossa família.

    Aquelas palavras - " envergonha não só a mim, mas todo o legado de justiça e honra da nossa família." - bateram no fundo do ego do Hyperboy. Ele realmente se esforçava ao máximo para honrar o legado da família, e aquilo era o que ele mais temia na vida. Se já estava assustado antes, agora mais ainda. E sua reação foi de revolta e incompreensão.

    - Eu realmente não sei o que eu poderia ter feito nessa situação! Eu e metade da equipe cumprimos a ordem de ir para a escola! Isso foi errado? E como eu poderia ter impedido a outra metade de ir para o evento da Hypercélula? À força? Como eu poderia impedir cada membro da equipe de tomar decisões por conta própria sem virar o tipo de ditador que os vilões são? O tipo do Omniman?

    Falar do meio-irmão de Bruce Harper era um golpe abaixo da linha da cintura, Alex sabia. Seu tio Brad era como um espelho maligno do pai, uma versão mais poderosa e impiedosa dele. Hyperboy desconfiava que o maior medo do pai fosse se tornar igual ao Omniman, mas não poderia ter certeza. estava apenas agarrando qualquer argumento que pudesse servir de defesa naquele momento. 

    — Meus contatos me informaram que a garota de Vênus, Jhon e Jack resgataram com sucesso a Dra. Rebecca e um garoto vítima da Tríade. As ações dela mitigaram as forças do seu tio, permitindo que nós capturássemos a Estrela Prateada e frustrássemos os planos dele de obter a hypercélula. Mas isso não pode ser chamado de vitória se quem estava liderando era ela, se ela estava à frente para ser o estandarte da equipe. Quase custou a vida deles se não fosse pela intervenção de Sentinel. Aprenda a liderar pelo exemplo e a honrar o emblema da família que você carrega no peito.

    Como o pai conseguia fazer aquilo? Transformar um elogio de uma vitória à uma crítica de derrota? A lógica dele era tão tortuosa que o Hyperboy nem conseguia começar a entendê-la.

    - Desde que eu encontrei esses jovens, tudo que eu tento fazer é ser um exemplo de união e confiança mútua! Eu dou o exemplo certo, mas talvez eles queiram agir sozinhos! Talvez nem todos queiram ser uma equipe! Eu não acho que eles me veem como o líder dessa equipe, acho que alguns nem sequer veem uma equipe! Eu não sei o que fazer, então se você souber, me diga que eu faço!

    — Ser líder é puxar para si a responsabilidade, é conhecer cada um deles, liderar pelo exemplo, dar direcionamento, ganhar o respeito e a admiração de nossos liderados com nossas ações. Alex, você entende o que significa ser um líder? Você está preparado para assumir essa responsabilidade?

    O momento de silêncio se estendeu enquanto Alex pesava cada palavra dita. Ele entendia a responsabilidade. Mais uma responsabilidade.

    Falando lentamente, do modo mais controlado possível, Hyperboy respondeu:

    - Eu assumo a responsabilidade. Me responsabilizo por todos os erros. Minha equipe ainda está se conhecendo e se adaptando uns aos outros. Nós precisamos de tempo para atuar melhor em conjunto. Tenho certeza de que Vênus, Fantasma e Sombra agradeceram ao Sentinel por salvar a vida deles, mas você e os outros heróis deveriam agradecer a ajuda deles na captura da Estrela Prateada. Eu agradeço a ajuda de vocês, heróis mais experientes, mas não posso ser o líder se ficar recebendo ordens de vocês. Se vamos ser uma equipe, precisamos que vocês nos deem respeito e autonomia. Só assim posso assumir responsabilidade pelos nosso erros e acertos.


    OFF: Hyperboy aceita a Influência do Hyperman, diminui -1 de Superior e acrescenta +1 de Mundano.
    Nazamura
    Mutante
    Nazamura
    Mutante

    Mensagens : 594
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Nazamura Qua Jun 12, 2024 1:39 pm

    Alex estava reclamando do comportamento de Sentinel, sua voz carregada de frustração e indignação. Bruce Harper, mantendo-se firme, respondeu com uma voz calma, mas cheia de autoridade:

    — Eu entendo que Sentinel pode ser difícil, mas como líder, você deveria ter encontrado uma maneira de neutralizar a situação sem perder o controle da equipe. Um líder deve saber lidar com conflitos internos sem permitir que eles desestabilizem a missão. Não apontar culpados ou cair em provocações.

    A conversa avançou, e Alex expressou suas preocupações sobre a equipe não seguir suas ordens, reclamando que cada um fazia o que queria. Bruce respirou fundo, tentando manter a paciência enquanto respondia com clareza:

    — A liderança não é sobre controle absoluto, mas sobre inspirar e guiar. Se metade da equipe não seguiu sua liderança, isso indica uma falha em ganhar a confiança e o respeito deles. Você precisa mostrar que suas decisões são para o bem do grupo, e não apenas uma imposição. Mas tome uma decisão, planeje, antecipe. O fardo da liderança pode vir com a impopularidade de uma decisão, mas quando provar ser a correta, eles te seguirão e te admirarão por isso.

    Bruce deu um passo para trás, observando Alex com um olhar de avaliação. Ele soltou um suspiro longo, pesado com a responsabilidade de ser um pai e mentor.

    — Está certo, Alex. Se você quer liderar, terá que conquistar o respeito e a autonomia que tanto deseja. A responsabilidade que você assume não é leve, e você terá que provar seu valor não só para sua equipe, mas para todos nós. Mostre que pode ser o líder que o emblema da nossa família merece. Nós estaremos observando, e quando precisar de orientação, estaremos aqui. Agora vá, e faça o que precisa ser feito.

    Bruce fixou seus olhos em Alex por um momento mais longo, transmitindo tanto a dureza da expectativa quanto o apoio incondicional de um pai. Em seguida, ele começou a operar o teclado da mesa de reunião e imagens e fotos começaram a aparecer na tela, provavelmente de algum banco de dados ou de suas missões.
    Mellorienna
    Mutante
    Mellorienna
    Mutante

    Mensagens : 604
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Mellorienna Qua Jun 12, 2024 2:57 pm









    ☆A FORASTEIRA☆
    Mi'larhys
    ☆VÊNUS☆
    Mila Rhys




    O valor que os mi'wanish davam ao que os olhos podiam perceber os distinguia como os únicos não-telepatas daquele sistema solar. A prevalência da beleza física sobre o vasto mundo interno de cada um era a marca do temor que sentiam de mergulhar nas águas alheias — mas eu estava apenas começando a perceber isso. Enquanto entrava na casa, minha mente de trabalho se perguntava como eu poderia parecer mais bonita. O conceito de beleza já variava muito entre indivíduos — entre o que seria belo para um lynnish e um mi'wanish certamente haveria um abismo estético.

    Sabia que, para os ke'tanish (que ali eram chamados de "marcianos"), a aparência física era secundária — exatamente por serem telepatas e metamorfos, como os lynnish. Tive professores ke'tanish, de combate corpo-a-corpo. Alguns, eram masculinos em essência, apesar de assumirem forma neutra diante de nós, por respeito. E houve aquele que... bem, minhas amigas falaram no assunto por uns três raknas inteiros. Tivemos um belo incidente diplomático em mãos, porque certas lynnish tiverem certas partes ke'tanish também em mãos... Enfim.

    O rugido de John Pablo ainda reverberava em mim quando seccionei a khatnis mais uma vez: criando um espaço mental para escanear a casa. Era algo muito natural para mim. Parte da minha mente de trabalho estava atenta a Alex — e qualquer necessidade que ele comunicasse. Outra parte estava atenta aos meus companheiros de equipe — se me chamassem, eu os ouviria imediatamente. Outra parte se preocupava em como incrementar minha beleza — seguindo o conselho que John Pablo me ofereceu. Outra, tinha se detido sobre Matt e o laço — que deixava minha khatnis perplexa: não era um elo telepático surgido na mente de trabalho; era algo mais enraizado e que eu não conseguia romper, apenas abafar.

    Mas com aquela nova seção de trabalho, percebi a presença de Sentinel no telhado. Apoiei a mão no ombro de (@shamps) Kima (que estava ali na sala comigo), em um gesto de força e confiança, e então girei nos calcanhares de volta para a parte de fora da casa. E bem a tempo de ouvir Thea Harper gritar para que Jack, que já estava quase na esquina, voltasse para a companhia delas.


    "Melhor voltar, mon ami @Dante ,
    ou a Hypergirl é capaz de te seguir."


    Havia uma risadinha na comunicação com Jack, que logo encerrei, deixando suspensa como estavam os demais vínculos.

    A Hyperwoman continuava ali, parada perto do carro, e fiquei um pouco incomodada com isso.


    "Sra. Harper, a Dra. Rebecca
    está na sala. Acho que ela
    gostaria de ter um minuto
    da sua atenção, se puder?"


    Talvez a mulher de jaleco pudesse ser a melhor forma de garantir que os Harper abrigariam Matt. Valia a tentativa. Adultos costumavam se ouvir e ignorar os jovens — em qualquer planeta.

    John Pablo (@vontheevil) continuava sendo alvo dos avanços das meninas recém-chegadas, e um sorrisinho brincou no meu rosto quando nossos olhos se cruzaram. Era bem como ver um destacamento lynnish cercando um goren durante a Grande Caçada. Fiquei pensando o que elas fariam se o Farol rugisse para elas — e como ele faria isso, sendo obrigado a vocalizar para que entendessem.

    Destino cruel esse dos não-telepatas.

    Olhei ao redor e não havia outras pessoas pela rua. Então, voei até o telhado, passando pela janela do quarto de Hana (@thendara_selune) e tentando chama-la para fora da casa (sem comunicação telepática, apenas com um aceno breve de mão). Parei no ar, flutuando diante de Sentinel por um instante, com sol do meio-dia coroando meu cabelo em matizes de lilás. Pousei, girando o corpo ao mesmo tempo, para me sentar ao lado dele — o que acabou fazendo com que algumas mechas resvalassem em seu rosto.


    "Desculpa."


    Puxei o cabelo sobre o ombro, do outro lado, corando mais do que pretendia ao continuar:


    "Segunda vez que você foi
    ao meu socorro. Duas, só hoje!
    Eu te daria caramelos, se tivesse.
    Mas ainda não consegui ir comprar..."


    Ele tinha olhos cor de folhas, o que eu achava bonito — me fazia pensar em Matt (@Mun) e em como beleza era um conceito realmente individual. Sorri com a doçura mais caramelística possível.


    "Eu não sabia que
    meu pulso telepático te alcançaria.
    Mas fiquei feliz que sim.
    E agradecida também."


    A parte da minha mente de trabalho que ainda se perguntava sobre beleza física teve uma ideia:


    "Você me viu em três
    formas diferentes até agora, né?
    Me disseram que beleza é...
    importante aqui em Mi'wan.
    Para ter os olhos de alguém."


    Àquela altura, minhas bochechas estavam queimando. Mas eu o fitava diretamente mesmo assim, com aquela minha aparência mista — cabelo e olhos nas cores lynnish, pele em tons mi'wanish.


    "É assim mesmo, Aiden?
    Que se tem os olhos de alguém?"





    No esconderijo Harper - Página 2 Ewc81wm
    Dante
    Cavaleiro Jedi
    Dante
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 271
    Reputação : 29

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Dante Qua Jun 12, 2024 3:06 pm



    Jack já estava saindo quando ouviu a garota o chamar. Ele pensou em ignorar, mas quando se deu conta que se tratava da irmã do superperfeito um estalo lhe ocorreu.
    — Olá Cher! Preciso dar uma saída, mas não faria mal ter companhia. Vem comigo? – E sua piscadela tradicional para a garota.

    A mensagem telepática de Mila fez ele repensar seu “plano” por um instante, mas resolveu seguir em frente. Queria ver a cara do Alex quando souber que sua irmã saiu com ele. Jack precisava desestressar e aliviar sua culpa e achou que ali estava uma ótima oportunidade para ambas as coisas e ainda se divertir no processo.
    vontheevil
    Elder God
    vontheevil
    Elder God

    Mensagens : 5199
    Reputação : 133
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh35.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por vontheevil Qua Jun 12, 2024 3:24 pm

    "Que assustador!
    Você rugiu pra mim!
    Minhas pernas ficaram moles
    como se estivesse sendo caçada
    por um goren faminto!"


    Rugir? Meu deus, rugir? Essa menina ta maluca, ela sabe o que ta acontecendo? Eu penso tentando esconder minha confusão
    estou assustado com a situação, nunca fui o centro das atenções sem ser com relação a bullying - será que essas meninas estão me provocando, penso olhando para Alethea e Ivanova
    "Desgraçadas, querem que eu relaxe só para me sacanear"

    "Que vontade de sair correndo!
    Mas não muito rápido.
    Para que te desse tempo de seguir."


    "eu te seguiria minha Mi'laris, até teu planeta se fosse preciso" agora eu (penso em voz alta para ela escutar)

    "É uma sensação estranha!
    Mas eu gostei!
    É como as bolhas da Coca-Cola
    e caramelo quente.
    E tudo que eu tenho fazer é ser bonita?
    Ou tenho que rugir de volta?"


    "Você é bonita, mas eu gostaria de te ver rugir"

    "Não vou contar seu segredo
    para ninguém. Mas a juba de goren
    e a Hypergirl parecem querer resolver
    a questão para você, uh?"

    "E se elas não resolverem,
    vamos a Pueblo Alto,
    você me ensina a dançar
    e a rugir desse jeito.
    E damos nosso jeito, né?"


    "Confio em você" continuo "podemos ir dançar, sim, ou comer churros hellenos, buenotes e choflan - você iria gostar de bolo de chocolate com pimenta? é ardido na boca, mas é doce. Podemos ir pra qualquer lugar que você queira. Sobre as meninas, é maldade delas, elas fazem isso para provocar, depois vão me cortar e fazer eu passar vergonha, mas agora eu não vou passar vergonha porque tenho vocês."

    Fico ali fora sem saber como reagir às meninas ou ao Matt indo embora ou mesmo o que me dói mais: a Venusiana indo voando para o telhado falar com outro garoto. Sem querer entrar na casa e tomar bronca do superpai eu me sento na mureta do jardim atirando pedras para longe. Com os olhos voltado para o outro lado para ninguém mais entender o que eu tô pensando.


    Nazamura
    Mutante
    Nazamura
    Mutante

    Mensagens : 594
    Reputação : 74
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Nazamura Qua Jun 12, 2024 3:52 pm

    Jack Dawson (@Dante), Jhon Pablo (@vontheevil) Ivanova e Hypergirl:

    Jack escreveu:Jack já estava saindo quando ouviu a garota o chamar. Ele pensou em ignorar, mas quando se deu conta que se tratava da irmã do superperfeito um estalo lhe ocorreu.
    — Olá Cher! Preciso dar uma saída, mas não faria mal ter companhia. Vem comigo? – E sua piscadela tradicional para a garota.

    Hypergirl se animou imediatamente, um brilho de empolgação nos olhos.

    — Claro! Ivanova, vem com a gente! — chamou ela, acenando para a amiga russa e já foi correndo na direção de Jack.

    Ivanova, compreendendo rapidamente as intenções de Jack, sorriu de maneira insinuante e se aproximou de Jhon Pablo, que estava sentado na mureta do jardim, arremessando pedras para longe. Seus olhos estavam voltados para o outro lado, evitando contato visual para que ninguém entendesse o que ele estava pensando. A russa mudou de expressão ao ver ele olhando para Mi'larhys, que voava até Sentinel no telhado, percebendo o ressentimento em seu rosto.

    Ela se aproximou e, com um sorriso acolhedor, disse algo em russo.

    — «Доверяй ветру, он знает, куда дует. Иди вперед и наслаждайся временем, которое у тебя есть.» (Doveryay vetru, on znayet, kuda duyet. Idi vpered i naslazhday'sya vremenem, kotoroye u tebya yest'.)

    Ela traduziu, com um toque suave no ombro de Jhon Pablo.

    — Confia na vento, ele saberr para onde sopra. Siga em frrrente e aproveite a tempo que tem.

    Ivanova então sorriu calorosamente e perguntou:

    — Você quer virrr conosco?




    Hyperwoman e Dra. Rebecca:

    Perto do carro, Hyperwoman estava triste, apoiada contra a lataria. Ela parecia perdida em pensamentos, até que recebeu a mensagem telepática de Mi'larhys.

    Mi'larhys escreveu:— Sra. Harper, a Dra. Rebecca está na sala. Acho que ela gostaria de ter um minuto da sua atenção, se puder?

    Hyperwoman levantou a cabeça e fez um gesto afirmativo, entrando na casa para conversar com a Dra. Rebecca.




    Mi'larhys e Sentinel:

    Mi'larhys (@Mellorienna) flutuou até o telhado, passando pela janela do quarto de Hana e acenando brevemente para chamá-la para fora. Depois, parou no ar diante de Sentinel, algumas mechas de seu cabelo resvalaram no rosto dele, que sorriu.

    Mi'larhys começou a falar sobre como Sentinel a ajudou, e ele, em seu tom misterioso e de poucas palavras, respondeu:

    — Não se preocupe com isso.

    Sentinel sorriu ao ouvi-la falar de como o pulso telepático dela o alcançou e então respondeu, olhando para ela com um sorriso carinhoso.

    — Eu estava na vizinhança.

    Uma imagem telepática veio à mente de Mi'larhys, vinda de Sentinel. Ele estava fazendo parkour na escada, ganhando altura em direção ao topo do prédio, sentado no parapeito do terraço, observando para onde ela iria. Quando ela voou em direção aleatória para chorar, ele quis ir até lá, mas se deteve. O Guardião o chamou para dar suporte no evento da Hypercélula, e ele fechou o punho inconformado.

    Mi'larhys fez mais perguntas sobre a aparência das humanas, tentando de forma inocente imitar os olhos de alguém. Sentinel percebeu a tentativa dela e sorriu.

    — Escuta — ele levantou o queixo dela levemente com os dedos, fazendo-a olhar para ele — Seja você mesma, não se preocupe em impressionar ninguém.

    Sentinel olhou profundamente nos olhos de Mi'larhys.

    — Você já é especial do jeito que é. Não precisa mudar nada para ter os olhos de alguém. Lembre-se disso.
    Mellorienna
    Mutante
    Mellorienna
    Mutante

    Mensagens : 604
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Mellorienna Qua Jun 12, 2024 6:32 pm









    ☆A FORASTEIRA☆
    Mi'larhys
    ☆VÊNUS☆
    Mila Rhys






    Os mi'wanish podiam ser bastante literais às vezes: não era aquilo que "ter os olhos de alguém" queria dizer. Sentinel não tinha me entendido. Não como John Pablo tinha.

    Mesmo assim, era um bom conselho — bem parecido com o que eu dei para Jack minutos antes. Teria sido bom explorar um pouco mais aquela conversa, aprofundar a questão filosófica por trás da "verdade de si mesmo" e, quem sabe, sedimentar a amizade com Sentinel em boas bases.

    Mas a juba de goren se moveu pelo gramado, até John Pablo, e meus olhos foram direto para eles.

    Ela se movia como se fosse dona do mundo e sorria como se fosse dona de John Pablo. Jack e a Hypergirl estavam indo ninguém sabia para onde. E a mascarada queria levar o Farol junto.


    "Obrigada, Aiden.
    Você é um cara legal.
    Espero que possa acertar
    as pontas com Alex-den.
    Por falar nele, vou ver como estão
    as coisas lá dentro, tá?
    A gente se vê.


    Dei um beijo no rosto de Sentinel, agradecendo os conselhos, a ajuda e a amizade. Pensei em ir para minha nave, que estava ali no telhado, logo atrás de nós. Mas a ruiva continuava lá, sorrindo para John Pablo. Eu apenas flutuei para o gramado, tocando o chão com os olhos cravados neles.

    Cheguei a ouvi-la dizer "você quer virrr conosco?", com aquele vibrato esquisito no R. Ela era assertiva quando se tratava de conquista — e nisso me lembrava a Hana. John Pablo definitivamente sairia muito menos virgem daquele passeio para o qual a ruiva queria levá-lo.

    Eu não sabia o que eram as comidas das quais ele falou, mas senti que o bolo de chocolate com pimenta estava sendo tirado dos meus lábios logo antes da primeira mordida. Sempre haveria outra beleza mais especial que a minha em Mi'wan. Fazia parte de ser uma Forasteira num planeta estranho. E eu não deveria me importar.

    Mas me importava, sim.

    Sem comunicar nada daquilo, sorri para John Pablo e me virei para a porta de entrada da casa, caminhando devagar para dentro. Não tinha pressa. Ninguém me esperava lá.

    Eu ainda corria o risco de interromper a conversa entre a Hyperwoman e a Dra. Rebecca, mas pretendia só passar pela sala, talvez ir a cozinha ajudar Kima com a louça. Talvez ir para o quarto que haviam destinado para mim.

    Ele tinha dito que me seguiria até o meu planeta, mas não era verdade: era um jeito de falar, como dizem por aí. Apesar disso, a sensação borbulhante de antes, que tinha me feito rir por dentro, estava sumindo.

    Eu apostava que a mascarada fedia como um goren — mas logo reconheci que era inveja da minha parte. Ela era bonita, atraente e ousada. Ela sairia dali para comer doces, dançar e sentir borbulhas por dentro. E eu ia ficar, me sentindo sozinha.

    Alex logo estaria livre do pai e iria querer ficar com Kima. E Sentinel estava sentado no telhado logo acima do quarto da Hana, com certeza por um motivo. Eu poderia procurar Matt.

    Mas não queria lidar com desprezo velado naquele momento.

    Só entrei, mais flutuando que caminhando, para fazer o mínimo de ruído, e fui indo para o meu quarto. Para fazer o quê, nem eu sabia. Nem eu.




    No esconderijo Harper - Página 2 Ewc81wm
    shamps
    Sacerdote de Cthulhu
    shamps
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2990
    Reputação : 242
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por shamps Qua Jun 12, 2024 8:40 pm






    O clima estava tenso desde que Alex decidiu encarar seu pai, algo ali dizia que seria algo horrível, senão por que Mila teria avisado sobre tal? A feição preocupada do garoto em nada combinava com a música adorável que vinha da rua, uma canção que ela não conhecia, mas que tinha uma letra que a fazia sentir as borboletas do estômago revoarem com força.

    "É forte e repentino".




    Ela sentiu a mão dele segurar a dela, o que fez sua bochecha esquentar na hora, ele a encarou e disse aquelas palavras. O coração de Kima parou. "E... ele disse o que ele disse?" Depois foi o momento do coração voltar a bater e em alta velocidade, "ele disse que me ama...?" seus olhos se iluminaram e sem reação "parva, faz alguma coisa", ela o viu se afastar para o que seria a morte certa. Na fração de segundos em que tentava entender o que acontecia entre eles, Alex se afastava mais um passo.

    "Mas pode salvar a sua vida..."



    A música continuava lá fora. "Ele não pode morrer sem saber como eu me sinto".
    O pai passou por eles e ela tinha que alcançar Alex antes que ele sumisse no corredor.

    - Alex... - ela deixou a formalidade de lado ao chama-lo pelo nome, foi inesperado e espontâneo - você não pode partir sem saber dos meu sentimentos - sentia um frio na barriga, sem saber exatamente o que devia fazer e deixou-se levar pela emoção. Caminhou até ele, segurou em seus ombros e se ergueu um pouco nos pés, na altura ideal para seus lábios tocarem os dele. Lábios aquecidos e salgados pelas lágrimas anteriores atingiram de maneira desajeitada pela inexperiência e pela timidez a boca do assustado rapaz. Uma fração de segundos que pareceu infinita para Kima, que agora sentia suas orelhas queimando também. Tinha parado de respirar naquele momento, o ar só voltou aos seus pulmões quando ela se afastou - eu... eu... "não tenha medo, Kima... ele disse..." te amo... - e sorriu "eu disse... eu disse mesmo?" - vai... vai ficar tudo bem... eu vou estar bem aqui - suas mãos deslizaram pelos braços dele até chegar às mãos e aperta-las, mas não com medo como ele tinha feito antes, mas para passar confiança - vou te esperar...

    "Você pode sentir?"



    Por fim, Alex seguiu pelo corredor atrás do pai e seu coração apertou. O homem pareceu assustador "ele não vai matar o próprio filho... ou vai?" Ela esfregou o braço e ficou parada no início do corredor, esperando, vivenciando aquelas palavras e aquele singelo gesto selando a cumplicidade entre eles.

    "Mais duro que o diamante, mais forte que o aço"



    Ela sorriu feito boba e suspirou ao escutar as últimas frases da música. Encostou-se na parede do corredor para esperar por Alex.

    "Alex... Alex..."

    No esconderijo Harper - Página 2 53787536451_f11a2f82a0_n

    Conteúdo patrocinado


    No esconderijo Harper - Página 2 Empty Re: No esconderijo Harper

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Jun 17, 2024 7:10 am