Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    O retorno de Myrella

    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 6038
    Reputação : 90
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    O retorno de Myrella Empty O retorno de Myrella

    Mensagem por Claude Speedy Dom Jun 09, 2024 12:03 am

    Myrella desembarcou no aeroporto JFK, sentindo a familiaridade do caos organizado de Nova York. A cidade era um pulso constante de vida e movimento, mas ela não estava ali para se reconectar com seu lar de infância. Sua mente estava fixada no pedido urgente de Arctos, um mago veterano da Ordem de Hermes, conhecido por sua sabedoria e habilidades excepcionais e por sua constante mistura de seres sobrenaturais de todo tipo ao seu lado.

    Os últimos anos haviam sido um turbilhão de descobertas e crescimento. Myrella se tornara uma figura respeitada tanto entre os Garou quanto entre os magos da Verbena. Seu conhecimento em medicina e sua habilidade com a esfera da Vida a tornaram uma curandeira valiosa. Ela também se aprofundara nos mistérios da esfera do Espírito, aprendendo a navegar entre os mundos físico e espiritual com uma destreza impressionante. Agora, ela enfrentava um desafio que poderia unir ou destruir as facções sobrenaturais de Nova York.

    Arctos havia escolhido um local discreto para o encontro, um café tranquilo em um bairro menos movimentado do Brooklyn. Myrella chegou pontualmente, sua aparência serena escondendo a tempestade de pensamentos e preocupações em sua mente.

    "Bem-vinda de volta, Myrella," disse Arctos, levantando-se para cumprimentá-la. Ele era um homem alto e magro, com cabelos grisalhos e olhos penetrantes que pareciam ver através da alma.

    Arctos suspirou, parecendo mais cansado do que de costume. "As coisas estão piores do que imaginávamos, Myrella. Morgan Hawkins, uma de nossas Verbena mais talentosas, desapareceu. Acreditamos que a Tecnocracia esteja por trás disso. Além disso, Kevin Macalister, conhecido como Escorpião, está envolvido. Ele está ajudando a Tecnocracia, fornecendo informações e talvez muito mais."

    Myrella franziu a testa, sentindo uma mistura de preocupação e raiva o nome do Escorpião sempre foi um problema, mas isso era traição. Precisavam agir rápido.

    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    Freya Stormborn
    Tecnocrata

    Mensagens : 471
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Freya Stormborn Dom Jun 09, 2024 1:25 am

    Legenda:
    Falas. | "Pensamentos." | Narração. | Outros.

    Havia muito tempo desde a última vez que eu havia estado em Nova York para fazer alguma coisa, apesar de não ser um motivo lá muito agradável. Havia crescido ali e o cheiro confuso de uma cidade daquele tamanho invadia minhas narinas, me fazendo sentir-me novamente em uma casa. Fumaça dos carros, poeira e uma série de outros odores que eu não era capaz de identificar naquele momento. "Não havia notado o quanto eu sentia falta desse cheiro", pensei enquanto franzia o cenho com aquela percepção. Mas não era só aquela sensação de saudade que me causou aquela inquietação toda em meu peito, mas sim o motivo de que havia sido chamada por Arctos para uma reunião feita de forma tão repentina e com uma urgencia tão grande. Porque eu sabia que o membro da Ordem de Hermes não era o tipo de pessoa que requisitava algo assim sem um motivo. Sem um ótimo motivo, para ser realmente sincera com o homem. Mas, antes de tudo, deixe-me explicar um pouco dessa bagunça.

    Eu era o que chamavam de Parente Sobrenatural por quem conhecia o mundo sobrenatural, além de ser uma Desperta Verbena. Não muito após meu Despertar, havia passado a fazer parte de um grupo conhecido como Aliança Mística a pedido do próprio Arctos. Foi quando eu havia conhecido um grupo de pessoas meio fora da curva para os padrões de cada "espécie", pessoas que normalmente não seriam aceitas ou vistas com bons olhos em outros meios. Tinhamos duas Abominações, uma Desperta da Irmandade de Akasha com sangue feérico, um outro Desperto que tinha sangue Garou e era um Órfão, meu irmão e eu. Haviamos ficado pouco tempo juntos para ser sincera, porém nós vimos coisas e passamos por coisas juntos que causaram uma mudança tremenda em cada um de nós.

    A garota da Irmandade havia sido morta em consequência de um encontro com o Escorpião, voltando como algum tipo de morta-viva que eu sequer sabia como chamar. Não era um zumbi como os que ocorriam em práticas voodoo e não tinha certeza se aquilo se encaixava no que era um Formosi. De qualquer modo, havia visto a garota e sua mestra entrando em um confronto e havia sido a última vez que vi tanto as duas quanto a vampira que outrora havia sido uma Garou. Olhando agora para aquele período, eu sequer conseguia lembrar seus nomes ou como gostariam de ser chamados — se é que eu havia aprendido quais eram em algum momento do passado.

    Seja lá o que causou o chamado, boa coisa não é... Só espero que não tenha relação com aquilo. — Murmurei para mim mesma enquanto quase podia escutar meus passos na calçada. Me dirigia ao café que tinhamos escolhido para ser o local daquela reunião com uma mistura de pressa com quase tranquilidade - a verdade era que apenas tentava não correr para não acabar sofrendo algum acidente. Termos deixado o Escorpião fugir ainda era um corte em aberto pulsando em minha memória, causando dores incomodas em minha mente. Por nossa incapacidade de impedir que escapasse do hotel, talvez agora estivessemos colhendo aqueles frutos de gosto desagradável. Havia visto o endereço do lugar com mais exatidão na internet, porque nunca havia ido ao local e não tinha ideia de como chegar até lá sem ajuda.

    Vestia uma calça jeans clara, camisa azul caneta de um tecido leve e um casaco leve, além de botas de couro até próximo dos joelhos e uma bolsa em que carregava coisas básicas para a sobrevivência nos dias modernos... Coisas como documentos, celular e essas coisas. Os cabelos ruivos estavam presos em um rabo de cavalo tão bem feito quanto possível, com duas finas mechas soltas ao lado do rosto por não ter conseguido prender com o resto do cabelo. Sentia ainda o cheiro leve do shampoo de ceramidas que havia usado há algumas horas no banho que tomei, mas sabia que provavelmente estava ciente porque era um dos meus preferidos para passar nos cabelos. Minha audição captava os sons da cidade, com buzinas, carros e outras tantas coisas que indicavam o fluxo constante de vida. Estava em alerta, tentando perceber qualquer ameaça que pudesse chegar... Mesmo que meus ouvidos mortais talvez não captassem nada que realmente fosse uma ameaça.

    Pontualmente, eu entrei no café e localizei o homem com uma rápida varredura no local. Aproximei-me da mesa com passos lentos e precisos, de tamanho medianos para não revelar a turbulência que agitava meu interior. Dei-lhe um sorriso amigável e apertei sua mão, sentindo alguma tranquilidade em estar diante do homem. Apesar de meus temores e auto-critícia que fazia com frequência, sentia algum conforto em estar com alguém que conhecia e com quem já havia trabalhado antes de alguma maneira. Quem sabe fosse um pouco de nostaugia me atingindo... Afinal, havia acabado de me descobrir até mesmo com saudades da confusão que era a própria Nova York.

    Obrigada, Arctos. É bom lhe rever depois de tanto tempo.

    Preocupada, assimilo seu cansaço e me sento de frente para ele, cruzando os tornozelos por baixo da mesa. Coloquei a bolsa que usava no colo, me deixando sentir o peso de seu conteúdo. Atentamente, escutei o que o homem tinha a dizer e franzi o cenho com a menção do Escorpião. Mas não era só sua relação com o desaparecimento que me preocupava. Estavamos falando de uma das nossas que havia desaparecido e, principalmente, alguém que fazia parte da mesma Tradição que eu.

    Como posso ajudar, Arctos? Resgata-la ainda é uma opção? Quer dizer, não sei se nós sabemos onde ela poderia estar sendo mantida ou se teriamos meios de trazer ela de volta. Não gosto da ideia de uma das nossas com aquelas... pessoas.

    Respiro fundo para tentar me acalmar depois de ouvir aquelas coisas e peço um café preto simples para tomar enquanto conversavamos. Meu tom de voz era tão controlado quanto eu conseguia, mas senti que havia tremulado mais de uma vez enquanto falava. Apesar de manter uma aparência tão serena quanto poderia, era inegável que estava realmente preocupada com aquela situação e sinais disso eram perceptívas enquanto me comunicava com o homem. Era mais fácil não chamar a atenção se estivesse consumindo alguma coisa.

    Ele está... está ajudando a Tecnocracia? — A repulsa era perceptível em minha voz ao escutar aquela traição. Nunca havia confiado ou gostado dele, porém aquilo era demais para que eu tivesse sequer cogitado a possibilidade. Tudo bem, sabia que a Tecnocracia vinha ganhando cada vez mais espaço, mas mesmo assim... — Já era ruim o suficiente ele ter escapado daquela vez... E agora isso... O que sabemos dos movimentos deles por aqui?


    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 6038
    Reputação : 90
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Claude Speedy Dom Jun 09, 2024 9:06 pm

    Arctos suspirou profundamente enquanto olhava para Myrella, a preocupação estampada em seu rosto. Ele começou a explicar a situação delicada que envolvia a cabala de Myrella e o Escorpião.

    — Myrella, o Escorpião está fugindo da Tecnocracia há meses. Ele usou essa cabala de Morgan como bucha de canhão em várias operações contra os tecnocratas, criando distrações e confusão para se manter um passo à frente deles. Infelizmente, isso também significa que sua cabala foi exposta a riscos extremos, e ninguém sabe ao certo se eles estão bem ou não... Sei apenas do sumiço de Morgan porque fui informado por parentes delas que são parte da Tradição Verbena e achei que você e seu irmão poderiam ajudar.

    O tom de Arctos era grave, refletindo a seriedade da situação. Ele continuou, procurando oferecer algum conforto mesmo diante da incerteza.

    — A última comunicação que tivemos deles foi há algumas semanas, e desde então o Escorpião tem sido ainda mais evasivo. Tememos que ele tenha colocado sua cabala em perigo sem pensar nas consequências. Estamos fazendo o possível para encontrar e resgatar todos os envolvidos, mas a situação é complicada.

    Arctos olhou nos olhos de Myrella, transmitindo sua determinação em resolver a situação da melhor maneira possível.

    — Estamos trabalhando em conjunto com outras cabalas e seitas para localizar e garantir a segurança de todos. Não estamos sozinhos nessa luta, e faremos o que for preciso para trazer todos de volta em segurança se ela estiver viva...

    Myrella absorveu as informações com um misto de preocupação e determinação. Ela sabia que precisava agir rapidamente para ajudar sua cabala e garantir que o Escorpião não causasse mais danos. A incerteza do destino de seus companheiros a impulsionava a agir com ainda mais determinação.
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    Freya Stormborn
    Tecnocrata

    Mensagens : 471
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Freya Stormborn Dom Jun 09, 2024 11:12 pm

    Legenda:
    Falas. | "Pensamentos." | Narração. | Outros.

    Eu gostaria de saber que soubessemos mais sobre aquilo tudo. No entanto, tinhamos o suficiente nem estavamos sozinhos de qualquer modo. Assinto algumas vezes com a cabeça enquanto eu assimilava tudo. Não tinha espaço ou tempo para que ficasse me lamentando ou pensando no que poderia ser diferente. Estava na hora de agirmos e começarmos a limpar aquela bagunça toda, além de permitir que meus próprios males se curassem. Ou, ao menos, começassem a se curar agora que estava disposta a me perdoar. Já estava na hora de deixar aquilo em um passado realmente enterrado.

    Claro, Gael e eu iremos ajudar a encontrar tanto Morgan quanto a cabala.

    Respirei fundo, me controlando antes de voltar a falar. Provavelmente, se eu descobrisse mais sobre a garota, poderiamos reconstruir seus últimos passos. Com sorte, isso nos indicariam onde era possível que auxiliasse a elucidar melhor aquilo tudo. Pensei um pouco, franzindo ligeiramente o cenho enquanto processava todas as informações. Não sabia o que já haviam tentado para obter novas informações, todavia sabia que nem sempre os resultados poderiam ser iguais dependendo de quem ou como era feito. Os espíritos talvez soubessem de algo e tinha consciência de que nem sempre cooperavam muito com magos. Quem sabe fosse possível questiona-los se usassemos meios mais parecidos com os dos garou.

    Eu vou tentar reunir mais algumas informações para ver se isso nos ajuda em algo. Não sei se conseguriam que algum Theurge pergunte aos espíritos sobre isso aos espíritos...

    Deixei a frase em aberto, porém sabiamos bem o motivo de minha duvida. Os problemas entre Despertos e os Garou eram bem conhecidos por nós dois e não tinha certeza se tinhamos algum xamã disponível e disposto... Por isso, conseguia imaginar que talvez aquilo não fosse bem algo que fosse possível que tivessem feito. Com um pouco de sorte, quem sabe eu ou Gael conseguissemos convencer nosso pai a perguntar aos espíritos. Claro, sabia que não era exatamente um pedido comum e não sabia se estaria disponível para aquele tipo de favor. "Quem sabe ele concorde, se fizesse algum favor para a Tribo em troca", pensei e depois concluí que talvez ele nem pedisse algo para realizar aquilo se eu explicasse qual era o problema.

    Também era interesse da Nação que algumas coisas não acontecessem, ao menos não novamente. Depois dos acontecimentos envolvendo o Máscara, eu não achava que seria impossível convencer meu pai daquela situação toda. Depois do que tinha visto aquele homem fazer, talvez até mesmo os próprios espíritos desejassem ajudar... Todavia, quem sabe o que mais poderia estar envolvido?! De qualquer maneira, isso teria que ser conversado com o mais velho. Colocando os pensamentos em ordem, meus olhos de um verde claro - dessa vez herdados de meu pai e não de minha mãe - se focalizaram no homem para me voltar para aquele momento para que eu pudesse retornar nossas conversas.

    Dou um pequeno sorriso para o homem, tentando tranquilizar um pouco o mais velho naquele momento. Sabia que estava preocupado com toda aquela situação, mas queria que sentisse ao menos um pouco mais de confiança de que poderiamos superar tudo aquilo juntos. Com a informação de que não estavamos sozinhos me deixava um pouco mais confortável, porque era impossível resolver tudo sozinhos. Sentia os temores relaxando um pouco, apesar de ainda existir um pouco em meu coração e entranhas.

    Nós vamos conseguir achar eles, Arctos, com vida e tão bem quanto a situação permitir. Obrigada por me deixar auxiliar vocês nisso, significa muito para mim. Não vamos desistir de salva-los ainda.

    Minha voz tinha uma mistura de otimismo e pesar com tudo, talvez tentando mais me convencer de que tinha ainda alguma esperança. Desejava ainda acreditar que podiamos sim salvar todos os envolvidos: os membros da Cabala, Morgan e quem mais poderia ter sido lançada naquela situação louca.


    Na aventura passada, a Myrella conseguiu por meio dessa postagem aqui descobrir mais sobre os Formori aqui, quando lidaram com o Máscara que era um aliado do Escorpião na época. As descobertas dela estão aqui para a consulta, caso tenha se esquecido. Como a criatura é um Maldito, imagino que seja algo que possa atrair a atenção dos Garou e por isso ela considerou que talvez o pai fique mais pré-disposto a ajudar.

    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 6038
    Reputação : 90
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Claude Speedy Qui Jun 13, 2024 9:03 pm

    Arctos assentiu lentamente, seus olhos cinzentos refletindo a seriedade da situação. Ele parecia ponderar sobre as palavras de Myrella, absorvendo a complexidade de seus sentimentos e planos.

    Arkham, — ele finalmente disse, sua voz grave quebrando o silêncio tenso. — Acho que devemos começar por lá. É uma cidade antiga, cheia de mistérios e histórias sombrias. Não é um lugar fácil, mas parece ser o ponto de partida mais lógico. É onde Morgan estudava e lá ela estava com uma pequena Cabala

    A menção de Arkham trouxe à mente de Myrella as lendas que cercavam a cidade. Quase um ícone do terror, um lugar onde a realidade e o sobrenatural se entrelaçavam de maneiras perturbadoras.

    Arctos continuou, observando a expressão pensativa de Myrella. — Vamos precisar de um voo para Massachusetts. Eu já cuidei das passagens. Partimos amanhã ao amanhecer. Lá, teremos que investigar cada pista, cada indício que possa nos levar a Morgan e à cabala. E não se preocupe, eu já contatei alguns aliados que poderão nos fornecer suporte local.

    Gael assentiu, sentindo um misto de apreensão e determinação. A cidade de Arkham, com seus segredos e perigos, representava um desafio que ela estava pronta para enfrentar. As palavras de Arctos, embora sombrias, carregavam uma promessa de ação e união.

    — Certo, Arkham então. — Sua voz era firme, embora seus olhos mostrassem a complexidade de seus pensamentos. — Vamos encontrar Morgan e os outros, e vamos resolver isso. Obrigado por cuidar das passagens e por se preparar para essa jornada conosco.

    Arctos esboçou um sorriso discreto, mas seus olhos brilhavam com uma esperança renovada.

    — Estamos juntos nessa... E não vamos descansar até encontrarmos todos eles. Prepare-se para o que vier, Arkham não será fácil, mas acredito em nossa capacidade de superar isso.

    Com um último aceno de cabeça, eles se separaram para fazer os preparativos finais. A jornada para Arkham prometia ser cheia de desafios, mas também de possibilidades. Myrella sabia que precisava estar pronta para enfrentar os horrores e mistérios que a cidade guardava, tanto do ponto de vista mundano quanto sobrenatural.
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    Freya Stormborn
    Tecnocrata

    Mensagens : 471
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Freya Stormborn Sex Jun 14, 2024 6:12 pm

    Legenda:
    Falas. | "Pensamentos." | Narração. | Outros.

    Concordei com calma com a cabeça, ouvindo o homem explicando sobre para onde iríamos fazer as pesquisas e que iria junto. Uma parte de mim ficava mais tranquila em saber que não estava sozinha ou abandonada, que havia mais pessoas envolvidas. Ao mesmo tempo, uma parte de mim se sentia terrivelmente preocupada e ansiosa pelo que poderia acontecer. Mesmo assim, sabia que não seria sensato ou seguro me deixar dominar pelo medo. Precisava continuar, apesar de todos os temores que eu sentia.

    Então nos veremos amanhã ao amanhecer, senhor. Tenha um bom descanso até lá.

    Respondi com calma quando nos despedimos. Estava na hora de eu começar meus próprios preparativos para a viagem e esperava que estivesse pronta até o dia seguinte. Esperava, de todo o meu coração, que tudo desse certo naquela empreitada.

    (...)

    O primeiro ponto foi pesquisar como o clima naquela cidade costumava se manifestar para preparar as malas de modo adequado. Não sabia se ia passar poucos dias ou semanas lá investigando, portanto precisava levar pelo menos roupas para duas semanas. Além disso, também queria aprender ao menos um pouco sobre a cidade e precisei fazer pesquisas na internet sobre isso.

    Isso também incluía alguns acessórios que podia adicionar e ponderei sobre quais focos deveria levar. Respirei fundo e comecei a ponderar sobre minhas opções. Como íamos de avião não daria para levar um athame na mala... Os detectores de metal provavelmente iriam pegar quando a bagagem fosse escaneada. Por isso, deveriam ser coisas mais inofensivas. Coisas que não levantariam suspeitas dos mortais em uma revista comum - no máximo, me achariam louca ou algo assim. Porém como não representava especificamente nenhum risco...

    Com base nisso, concluí que poderia usar algumas runas de bruxa como foco para magikas de Vida. Não era minha escolha primária, mas já havia feito outras vezes. Na verdade, a maior parte do meu tempo como Desperta nem sequer havia sido usando um Athame. Continuaria usando algumas ervas como foco para Mente e não seria difícil conseguir algumas ervas em lojas de boticário ou medicina alternativa, certo? Também usaria uma variante de incenso, comum em países orientais, que era em forma de pó e não na vareta conhecida no ocidente. Esse seria meu foco para espírito, uma vez que era comum uso deles com fins de purificação de espíritos e velórios em algumas culturas.

    O foco para primórdio continuaria sendo um colar com pingente de ágata que eu tinha, que era algo perfeitamente simples e que não iria levantar suspeitas de ninguém. Para Matéria e Forças eu ainda não tinha muita certeza, mas provavelmente manteria o bracelete de prata com pedras representando os quatro elementos básicos para a segunda esfera mencionada e a tornozeleira simples de aço inoxidável para a primeira.

    Pensando um pouco depois, percebi que seria uma boa idéia mandar um e-mail para meu pai informando que não estaria em Nova York pelos próximos dias. Normalmente, ele não se incomodaria se a gente ficasse um ou dois dias sem mandar notícias. Porém mais do que isso já poderia significar problemas e não queria um Theurge furioso conosco porque fomos para um local sem saber se teríamos comunicação. Por isso, sentada em frente ao notebook, comecei a redigir o e-mail.

    Papai, olá!
    Espero que esteja correndo tudo bem por ai e aqueles projetos em que estava envolvido estejam correndo bem. Sei que está em período tumultuado por ai e não quero que se preocupe. Eu e mo dheartháir* estamos bem, é claro. O vôo teve um pouco de turbulência, mas nada preocupante.
    Eu e Gael reencontramos um velho conhecido por aqui, com quem eu mantinha algum contato depois que fui fazer intercâmbio na Irlanda. Vamos nos ausentar por um tempo para conhecer alguns lugares e não sei quando conseguirei mandar notícias.
    As coisas aqui estão bem delicadas e sinto como se estivesse constantemente pisando em vidro prestes a se romper. De todo modo, depois gostaria da ajuda do senhor para algumas coisas. Nada com que precise se preocupar agora... Na verdade, gostaria de me aprofundar mais na tradição de nossa família e aprender algumas coisas com o senhor.
    Carinhosamente,
    Myrella

    A mensagem parecia simples, mas imaginei que o homem entenderia o que estava implícito. As pessoas com quem eu havia mantido contado eram, em geral, aqueles que sabiam do mundo sobrenatural. Em geral, a grande maioria deles eram Garous, Parentes ou Despertos, então imaginaria que ele sabia ser algum desses casos. Não queria dar detalhes demais porque não sabia quem mais leria o email... A Tecnocracia e alguns magos enxeridos poderiam estar de olho em qualquer um, afinal.

    Quanto aos projetos que eu havia mencionado na carta? Bem, além de ser um político, o homem também era um Ancião e isso lhe deixava sempre bastante ocupado. Quando não eram projetos de lei, era algum projeto relacionado ao Caern ou a Tribo. Portanto, seja qual fosse o caso, o homem provavelmente estava ocupado com alguma coisa.

    A menção das coisas delicadas dizia respeito principalmente aos problemas que haviam nos sido relatados. Meu pai sabia por alto o que havia rolado em relação ao Escorpião, então provavelmente iria inferir que ainda era algo ligado a isso. Com isso, ele poderia imaginar que estaríamos na verdade lidando com algo ligado a isso e não conhecendo pontos turísticos de verdade... E nem eram apenas visitas sociais, infelizmente. Suspirei ao perceber que saber a verdade sobre o mundo era um fardo muito maior do que os Adormecidos poderiam imaginar.

    No que dizia respeito a nossa família, torcia para o homem entender o que eu realmente estava pedindo. Eu queria aprender alguns Dons com os espíritos e também receber algum nível de treinamento vinculado as tradições mais profundas. Tinha certeza que meu pai havia percebido meu interesse nos assuntos espirituais e religiosos, portanto não acreditava que meu pedido seria uma surpresa real para ele.


    mo dheartháir é irlandês e significa "meu irmão". A maior parte da carta está em inglês e, por isso, só isso está em outro idioma.

    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 6038
    Reputação : 90
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Claude Speedy Sex Jun 14, 2024 8:43 pm

    Após enviar o e-mail, começou a fazer as malas e preparar todos os itens necessários para a viagem. A noite avançava e a ansiedade crescia, mas estava determinada a manter a calma e estar pronta para qualquer desafio que surgisse em Arkham.

    Arkham, conhecida por seu clima temperado, estava se revelando um desafio. Myrella verificou as previsões e se deparou com um panorama típico do nordeste dos Estados Unidos: manhãs e noites frias, tardes moderadamente amenas, uma umidade constante que tornava o frio mais penetrante, além de chuvas leves a moderadas e ventos moderados a fortes. Com essas condições em mente, ela começou a organizar suas malas.

    Ela sabia que as temperaturas variariam entre 10°C a 15°C (50°F a 59°F) pela manhã e à noite, subindo para 18°C a 22°C (64°F a 72°F) durante a tarde. A umidade alta e a constante ameaça de chuva significavam que precisaria se preparar para ficar seca e aquecida, sem se sobrecarregar de roupas.

    Para se adaptar às variações de temperatura, Myrella decidiu optar por roupas em camadas. Começou selecionando várias camisetas de manga longa de tecidos respiráveis, como algodão e misturas sintéticas, que poderiam ser usadas como base. Incluiu também algumas blusas de manga curta para as tardes mais amenas.

    Em seguida, escolheu dois suéteres de lã e algumas camisas de flanela. Estes itens intermediários proporcionariam calor sem serem muito pesados, permitindo ajustes rápidos às mudanças climáticas.

    Para se proteger das intempéries, Myrella decidiu levar um casaco impermeável com capuz, ideal para enfrentar a chuva e o vento, e uma jaqueta acolchoada para as noites e manhãs frias. Pensou também nos acessórios para o clima frio: um cachecol de lã, luvas à prova d'água e um gorro para manter a cabeça aquecida.

    Myrella sabia que o conforto era crucial. Incluiu leggings e meias-calças para usar sob as calças ou saias, garantindo uma camada extra de calor. Vários pares de meias de lã também foram adicionados, essenciais para manter os pés aquecidos.

    No que diz respeito ao calçado, optou por um par de botas impermeáveis, confortáveis para caminhar na chuva e em terrenos molhados, além de tênis para as tardes mais amenas e uso em locais internos.

    Por fim, Myrella se lembrou dos itens essenciais para sua viagem: um guarda-chuva compacto e uma mochila grande para carregar os itens do dia a dia, como um suéter extra, água e lanches.

    Com as malas prontas, Myrella se sentiu preparada para enfrentar o clima desafiador de Arkham. Estava determinada a conduzir sua investigação com conforto e proteção, sabendo que estava bem equipada para enfrentar qualquer condição climática que encontrasse.

    Na manhã seguinte, Myrella e Gael chegaram ao aeroporto com tempo de sobra para o check-in. Enquanto esperavam pelo embarque, Gael recebeu uma notificação no celular. Era uma resposta do pai deles. Ele olhou para a tela e, sem dizer uma palavra, mostrou a mensagem à irmã:

    Para: Gael
    Assunto: Re: Atualização

    Gael,

    Fico aliviado em saber que vocês estão bem e que a turbulência não foi preocupante. Reencontrar velhos conhecidos pode ser tanto uma bênção quanto um desafio, dependendo das circunstâncias. Imagino que vocês saibam o que estão fazendo.

    Lamento pela preocupação que causaram e pela perda do telefone, Myrella. No entanto, estou feliz em saber que continuam unidos e cuidando um do outro.

    Entendo que as coisas estejam delicadas. Estejam atentos e sejam cuidadosos. Se precisam da minha ajuda, estarei aqui para oferecer suporte. Quanto a se aprofundar nas tradições da nossa família, estou mais do que disposto a ajudar. Quando voltarem, faremos o que for necessário.

    Mantenham-se seguros e, por favor, mantenham-me informado dentro do possível.

    Que os espíritos guiem seus passos.

    Carinhosamente,
    Papai

    Lia a mensagem com atenção e um sentimento de alívio e renovada determinação tomou conta de Myrella. Era bom saber que o pai estava ciente da situação e disposto a ajudar quando voltassem. Isso dava um pouco mais de segurança para enfrentar o que quer que estivesse nos esperando em Arkham.

    Arctus, o Hermético que estava acompanhando, se aproximou e notou o semblante mais tranquilo de Gael. Ele tinha um jeito sério e reservado, mas havia algo reconfortante em sua presença.

    — Tudo certo por aí? — perguntou Arctus, olhando para nós com uma expressão neutra, mas curiosa.

    — Sim, nosso pai respondeu — disse Gael, ainda segurando o celular. — Ele está ciente de tudo e nos dará suporte quando voltarmos.

    Arctus assentiu, aparentemente satisfeito com a resposta. Era evidente que ele também sentia a pressão e a responsabilidade da missão, mas seu comportamento firme ajudava a manter a calma.

    O voo para Arkham foi relativamente tranquilo. Myrella aproveitou o tempo para revisar mentalmente tudo o que havíamos planejado e pensar em possíveis contingências. Gael parecia focado, e Arctus estava imerso em um livro antigo que trouxe consigo.

    Ao chegarem em Arkham, a atmosfera era palpavelmente diferente. A cidade tinha um ar antigo, quase intemporal, que fazia cada rua e edifício parecerem carregados de segredos e histórias sombrias. O táxi que os levou do aeroporto ao hotel passou por ruas estreitas e tortuosas, ladeadas por construções góticas e imponentes.

    Quando finalmente chegaram ao hotel, Arctus se dirigiu à recepção para fazer o check-in. Os irmãos pegaram suas malas e observando o saguão elegante e um tanto opressivo, decorado com móveis antigos e obras de arte escuras.

    — Bem-vindos a Arkham — murmurou Gael, com um misto de ansiedade e expectativa na voz.

    — Espero que este lugar nos revele seus segredos sem demasiada resistência — respondeu Arctus, entregando as chaves dos quartos. — Temos muito a descobrir e pouco tempo para hesitações.
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    Freya Stormborn
    Tecnocrata

    Mensagens : 471
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Freya Stormborn Sáb Jun 15, 2024 2:01 pm

    Legenda:
    Falas. | "Pensamentos." | Narração. | Outros.

    A resposta de meu pai me deixou aliviada e uma parte do meu nervosismo se dissipou. Saber que tudo estava correndo bem me tranquilizava. Mas ainda sim tinha aquele nervosismo de estar em um avião indo para outro local. Sabe a sensação de estar com um frio na barriga? Era essa mesma que eu sentia! Suspirei e me apoiei na cadeira do avião, me deixando aproveitar aqueles momentos de serenidade. Como não havia muito para fazer durante a viagem, o que podíamos fazer era aproveitar o momento para relaxar.

    Quando pousamos, eu prestei atenção em cada pequeno detalhe da cidade e do trajeto. Não entendia tanto de arquitetura em si, mas tinha alguns conhecimentos gerais sobre alguns estilos. Talvez ao analisar as coisas pudesse ter alguma ideia de como ou onde procurar mais informações - além de saber que as vezes um pequeno indicativo arquitetônico poderia indicar mais do que os mortais achavam. Também procurava quaisquer sinais de símbolos, pichações ou similares que pudessem estar relacionados a algo oculto ou místico, como runas mágicas, símbolos de Tradições ou Tribos e essas coisas.

    Mesmo no hotel eu buscava essas informações e detalhes, sempre atenta aos arredores. Os olhos buscavam quaisquer problemas ou indícios. Além disso, também trabalhava em silêncio para reunir informações e pistas que tivesse obtido - seja por ver algo ou sentir algo - para formular alguma teoria em minha mente. Quando pego a chave do quarto, dou um sorriso ao homem.

    Também espero que consigamos... — Concordo antes de subir para guardar as coisas lá em cima.

    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 6038
    Reputação : 90
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Claude Speedy Seg Jun 17, 2024 8:00 pm

    Enquanto a noite avançava, uma sensação de inquietude pairava no ar. Algo estranho estava acontecendo nas proximidades do hotel. Myrella sentiu uma leve brisa fria ao abrir a janela de seu quarto, e um ruído peculiar chamou sua atenção. Olhando para fora, ela avistou uma figura encapuzada se movendo furtivamente na rua abaixo que deu uma olhadela para onde eles estavam.

    Curiosa e cautelosa, Myrella percebeu alguma coisa ao olhar a janela e se voltou para Gael e Arctus, que estavam se preparando para descansar.

    — Viu algo errado, não é? Vou com você — respondeu Gael imediatamente, já prevendo as reações da irmã.

    Arctus pegou uma adaga, curiosamente como se não precisasse mais de nada além disso e seguiu os dois comentando.

    —Vou proteger o quarto, pode ser uma armadilha para nos atrair.
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    Freya Stormborn
    Tecnocrata

    Mensagens : 471
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Freya Stormborn Seg Jun 17, 2024 10:45 pm

    Legenda:
    Falas. | "Pensamentos." | Narração. | Outros.

    Meus olhos se estreitaram quando notei a figura encapuzada passando. Em qualquer outra cidade que eu conhecia, eu poderia considerar uma coincidência. Talvez alguém atraído pela luz da janela, por exemplo. Porém meus nervos estavam a flor da pele devido as circunstâncias que nos trouxeram até aqui. Pensando bem, fazia sentido estarmos alerta. Não era só com o Escorpião que tínhamos que nos preocupar: havia sempre outros inimigos ocultos nas sombras. Alguns eu sabia da existência, outros sequer suspeitava que não haviam sido extintos ou que existiam por ali.

    Uma pessoa encapuzada passou olhando pra janela... Como se estivesse nos observando... Como se soubessem que estávamos vindo e em qual hotel estaríamos.

    Eu estava um pouco paranóica, provavelmente. Então me lembrei da Tecnocracia e percebi que talvez eu não estivesse louca. Suspirei e ajeitei os cabelos, procurando o pequeno saco em que guardava as runas de bruxa. Eu não sabia se precisaria recorrer a magia, então achei melhor colocar um casaco fechado e levar o saquinho dentro dele para o caso de necessidade. Também coloquei os outros focos - em geral, eram acessórios fáceis de carregar e até esconder nas roupas.

    Respirei fundo e indiquei para Gael para sairmos. Estava na hora de darmos uma olhada para ver onde e com o que exatamente estaríamos lidando.

    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 6038
    Reputação : 90
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Claude Speedy Qua Jun 19, 2024 9:14 pm

    Enquanto Myrella corria escadas a baixo, Gael era bem menos discreto se tornando um Crinos enorme para saltar sem muita discrição pela janela e se esgueirando como humano pouco abaixo enquanto corria.

    Só quando os dois se encontraram lá embaixo viram que o rapaz estava já cercado por Arctus, que sabe-se lá como chegou antes dos dois por lá.

    O retorno de Myrella 68a25901d77a3f548f67b2f6fee9c0db--british-guys-im-done
    —Que você quer, cara?

    Arctus—Quem te mandou aqui?
    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    Freya Stormborn
    Tecnocrata

    Mensagens : 471
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Freya Stormborn Qui Jun 20, 2024 8:06 pm

    Legenda:
    Falas. | "Pensamentos." | Narração. | Outros.

    Primeira observação da noite: Gael era muitas coisas, porém discreto definitivamente não era uma delas. Tudo bem que imaginava que estava com pressa, mas precisava virar um bolo de quase três metros de altura e a metade isso em largura?! Bufei enquanto corria pelas escadas, não confiando em elevadores para agrem na velocidade que eu desejava e não era lá a pessoa mais indicada para tentar mexer com Correspondência para tentar acelerar as coisas. Eu havia chegado mais ou menos ao mesmo tempo que Arctus, que eu nem sabia como havia ido parar ali embaixo para começar. Mas eu não ia fazer muitas perguntas, porque se pensasse um pouco sabia que provavelmente havia sido com mágika.

    Foi então que as coisas realmente estranhas começaram a acontecer. Veja bem, caro leitor, eu estava acostumada a estranhices desde a minha infância, mas alguém que sequer pareceu ficar abalado a ver ao um Garou em Crinos? Aquele cara poderia ser muitas coisas, mas definitivamente não era um humano comum. Principalmente porque ele não ficou sem entender ou nem nada assim: ele parecia saber o que estava acontecendo ali bem o suficiente para perguntar o que Gael queria. Respirei fundo e murmurei uma oração baixa, pedindo que Luna e Gaia ajudassem-nos naquele momento.

    E por que está nos espionando?

    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 6038
    Reputação : 90
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Claude Speedy Ter Jul 02, 2024 9:00 am

    O sujeito parece ter sido pego de surpresa, mantendo a expressão intimidadora continuava a responder para Myrella, mas sem olhar para a Verbena e sim para Arctus e para o irmão dela de forma a parentemente ignorar a garota.
    O retorno de Myrella 68a25901d77a3f548f67b2f6fee9c0db--british-guys-im-done
    —Eu sei que vieram atrás de parar meu empresário, me contaram... Eu vim aqui trabalhar, falaram que vocês e eu escutei. Só quero que entendam que só vim para o torneio e nada mais?

    Tendo em vista que ele parecia ignorar Myrella, o irmão dela questionou ansioso e em seguida Arctus tomou a palavra para elucidar a cituação.

    Gael:—Quem seu empresário? E você vai para trabalhar com quem?

    Arctus:—Você... sabe muito bem...Ele é o novo "Ferrão" do escorpião... Qual seu nome, rapaz?

    Ed Bane: —Meu nome é Ed Bane, eu sou só um lutador de verdade, odeio esse papo de Ferroada que o Escorpião inventou, mas Marketing é marketing...

    Freya Stormborn
    Tecnocrata
    Freya Stormborn
    Tecnocrata

    Mensagens : 471
    Reputação : 12
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Freya Stormborn Dom Jul 07, 2024 7:38 pm

    Legenda:
    Falas. | "Pensamentos." | Narração. | Outros.

    Eu não sabia porque o homem estava, deliberadamente, me ignorando. Talvez ele não me visse como a maior ameaça ou, simplesmente, estivesse tramando alguma coisa. De todo modo, estava confirmando que era aliado do Escorpião, o que definitivamente era algo preocupante, porém o que mais me incomodava era que haviamos perdido completamente o elemento surpresa naquele caso. Claro que, lidando com qualquer coisa com poderes sobrenaturais, a gente sempre corria esse risco, sendo quase um 50% para as duas coisas. No entanto, como agora nós tinhamos quase a certeza que ele sabia, não tinha muitas formas de pegar o cara desprevenido. Mentalmente, eu suspirei e me preparei, aguardando qualquer movimentação suspeita e me mantendo em alerta para qualquer eventual armadilha.

    Veja, não era porque ele estava aparentemente me ignorando que não estava tramando algo. Poderia ser uma jogada para me fazer abaixar a guarda e não ter uma reação em tempo. No entanto, se eu já estivesse em alerta, isso poderia ser bem diferente e eu poderia conseguir fazer alguma coisa. Além disso, nunca se sabe que tipos de informações pode-se obter analisando alguém.

    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 6038
    Reputação : 90
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Claude Speedy Sex Jul 12, 2024 12:13 am

    Ele finalmente se virou para Mirella, um sorriso malicioso brincando em seus lábios. "Você realmente acha que vai conseguir me impedir?" ele perguntou, a voz gotejando sarcasmo. "A Aliança Mística é apenas uma sombra do que já foi, e Arctus... bem, ele não é páreo para o que está por vir."

    Seus olhos brilharam com uma intensidade que a fez estremecer. "Estou indo para o torneio. E não será um bando de seres sobrenaturais manipulados por um mago arrogante que vai me impedir." Ele deu um passo à frente, e ela sentiu uma onda de energia escura emanando dele, como uma sombra viva se espalhando pelo chão.

    "Vocês acham que têm tudo sob controle, mas estão cegos para o verdadeiro poder que se esconde nas sombras. O Escorpião não é apenas um aliado... ele é um precursor do que está por vir."

    Sem mais uma palavra, ele se virou e começou a se afastar, a escuridão ao seu redor parecendo absorver a luz do ambiente. Ela sabia que não poderia deixá-lo ir tão facilmente. Ele era a chave para entender o que estava por vir e, mais importante, como poderiam se preparar para isso.
    Conteúdo patrocinado


    O retorno de Myrella Empty Re: O retorno de Myrella

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Jul 22, 2024 9:03 pm