Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Prólogo Sayaka (Luxi)

    Compartilhe
    Nazamura
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 268
    Reputação : 5

    Prólogo Sayaka (Luxi)

    Mensagem por Nazamura em Seg Set 12, 2016 6:26 am


    - Sayaka, eu vou pra universidade de Tokyo assim que me formar, vai ser uma nova vida no curso de arquitetura

    Antes que pudesse dizer uma só palavra, Mimi aparece e diz


    - E ele vai se casar comigo - rouba-lhe um beijo - Desapareça tampinha ho-ho-ho-ho

    Então o relógio toca 7am, Sayaka desperta, o baile do dia das bruxas se aproxima na escola e ao que parece, ninguém pediu pra ser o par de Kaworu

    - sayaka, o café está servido! depois que comer, leve esses ingredientes pro seu pai terminar o mochi a caminho da escola viu, eu to de saída, tenho que aproveitar as ofertas do mix-extra

    Instruções:
    Descreva a cena do despertar, o sonho e suas ações na parte da manhã até a saida de casa, utilize o que eu postei como roteiro. poste sonhos, pensamentos, medos, descreva seu quarto e as coisas que tem nele e se vc possui alguma lembrança de kaworu que guarda com vc - tal como uma camisa dele ou algo assim.
    Luxi
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1468
    Reputação : 412
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Prólogo Sayaka (Luxi)

    Mensagem por Luxi em Seg Set 12, 2016 1:13 pm

    OFF: Desculpa, eu não tinha visto a orientação em spoiler. Vou completar. Vale este.

    ----

    - AAAAAAAAAH

    A voz da garota misturou-se com sonho e realidade e ela sentou na cama rapidamente assim que despertou do pesadelo. Tinha vários sonhos com Kaworu, mas geralmente estava tentando se declarar para ele, ou alguma boa lembrança estendida de sua infância. Tinha saudade e alguma tristeza às vezes quando pensava que tinham se distanciado um pouco em relação à infância, mas se recusava a aceitar isso. Gostava muito do jeito protetor e forte de seu amigo de infância, misturado com gentileza e tudo mais. Doía de verdade seu coração por não ficarem juntos e sentir que poderia perdê-lo por não ter crescido como a bela rival.
    Sonhar com ela era péssimo, já que notadamente reconhecia a superioridade, beleza e delicadeza daquela dama japonesa chamada Mimi. Ela nunca admitiria isso em voz alta e continuava tentando achar defeitos e imperfeições.

    - Puff puff puff

    Bufou assustada e olhou em volta, fazendo uma careta irritada para o relógio. Por que ele não tinha a acordado antes? Só era inconveniente assim quando estava quase sendo beijada nos sonhos?

    O relógio era em formato de coelho, um animal que gostava muito e talvez ela guardasse isso porque Kaworu, na infância, sabia que ela gostava de coelhos e inclusive tinha lhe dado um chaveirinho com o bicho. O chaveiro sofreu com o bullying na infância, e estava permanentemente sujo de tinta azul e com uma orelha arrancada, mas ela o guardava remendado e com carinho, no fundo da mochila, sem nunca mostrar para ele.

    Como a família não tinha muito dinheiro, muitas de suas coisas ainda tinham traços infantis e eram reaproveitados de outros anos.

    -A senhora boazinha tirou as garras para fora no meu sonho! Ahh, Kaworu-kun, por que você não percebe que ela cresceu e não é mais a garota de antes? Não é possível que ela seja tão boa assim. Eu aposto que esse sonho foi uma revelação. Não!

    Uma coisa que ela sabia é que Mimi gostava de atenção. Então achava que às vezes ela fazia charminho para que Kaworu se preocupassse e desviasse atenção para ela. Achava sincaeramente que ela tinha algum lado manipulador horrível e não se sentia nada confortável com a ideia dos dois namorando, pois isso significaria perdê-lo para sempre.

    No entanto, lá no fundo, achava que isso aconteceria de verdade, mas não queria aceitar de jeito nenhum. Kaworu tinha sido o único garoto, ou talvez a única pessoa, que se importou com ela de verdade a vida toda. As outras todas caçoavam de seu tamanho, ou do seu jeito "rural" de falar, ou das roupas de segunda mão, ou até da atitude agressiva ou, mais tarde, da pouca comissão de frente. Kaworu era para ela seu porto seguro contra o bullying, pois sempre a defendeu e ela não podia perder isso. Não sabia viver sem isso.

    Usa-chan, o coelho:


    Esticou os braços. Tinha essa mania de falar sozinha mesmo, já que nem tinha muitos amigos. Levantou-se em seguida. A cama ficava no chão mesmo, um futon tradicional japonês coberto com uma manta de coelhinhos. O quarto era pequeno, cabia o futon estendido, um armário de correr. Então ela enrolou novamente o futon e guardou no armário, onde também puxou uma caixa que guardava as meias da escola e outros pertences para se arrumar. O quarto não tinha muito espaço para ficar espalhando bagunça.

    - JÁ VAI, MÃE  - gritou do quarto, se arrastando para o pequeno armário e pegando o uniforme.

    - Ah, essa não. Eu não quero que o Kaworu-kun se case com aquela lá... TÁ BOM - choramingou e depois encarou o uniforme em mãos como uma faixa de guerra e depois e vestiu.

    - Acorda, Sayaka, você precisa ficar linda e tão feminina e linda e cheirosa que o Kaworu-kun vai me notar hoje! Mwahahahaha

    - Sayaka. O que você está fazendo? - a voz da mãe soou lá embaixo. A casa era um sobradinho, próxima a um conjunto de apartamentos muito simples.

    - Nada!Já vai

    Mais um pouco para a menina terminar a rotina de beleza, penteando os cabelos e separando-os em duas mechas altas, depois passou protetor solar e protetor labial, corando ao imaginar o dia em que Kaworu-kun tocaria aqueles lábios.

    - Waaaaa  - fechou os olhos e cobriu o rosto todo vermelho, balançano a cabeça. - Ai não! a fita saiu  - resmungou.

    ----

    Pouco depois, estava lá embaixo já pronta, onde comeu o café da manhã um tanto distraída e depois saiu apressada para o belo dia, caminhando até o ponto de ônibus.

    - Kaworu-kun, gostaria que você fosse comigo ao baile... Hm, não, muito oferecida.  Kaworu-kun, vai ao baile? Sim, com a Mimi. Nããão! Ah... Kaworu-senpai~~  vai ter um baile na escola, que tal... AH, jura!? Hmm... Kaworu-kun, posso ser sua abóbora? NÃÃO! Ai que droga!  - ela fechou o punho e deu um soco breve no poste que guardava as informações dos horários dos ônibus e olhou em volta, envergonhada. Escondeu o punho como se nada tivesse acontecido e lembrou-se que precisava tomar cuidado com aquelas reações explosivas.

    Ela resolveu sentar, um pouco desanimada e esperou pelo ônibus com um suspiro, imaginando como faria para se tornar o par dele. Tinha até feito um esforço para estudar em uma escola longe de casa  por causa dele... deveria valer a pena.
    Nazamura
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 268
    Reputação : 5

    Re: Prólogo Sayaka (Luxi)

    Mensagem por Nazamura em Seg Set 19, 2016 6:43 am

    Nova Rodada

    Sayaka passa pela loja de seu pai completamente distraida falando sozinha ele tende em acenar mas continua trabalhando com afinco e provavelmente chegará em casa tarde tendo que se virar sem os ingredientes.

    Então ela chega no ponto, acerta a placa indicativa dos horarios e o timer dos onibus reinicia, mostrando que os proximos 3 onibus chegariam em 1 minuto, isso provavelmente vai dar confusão e seria uma cena engraçada de se ver, mas por sorte da garota, o ponto está relativamente vazio nessa manhã de sexta feira. Logo seu onibus chega,

    Alguns minutos de viagem quando o onibus para no sinal, Sakaya nota pela janela do onibus um conversivel sem capota, e eis que lá estavam Mimi e suas amigas rindo umas com as outras, provavelmente era um mordomo dela ao volante. Em meio ao papo animado das amigas ela consegue ouvir


    - Ah o Kaworu-senpai é um gato mesmo, eu vou convida-lo ao baile, ele não me escapa garotas, voces vão ver.

    Logo o sinal abre e o carro arranca na frente. Algum tempo depois, Sakaya salta no ponto junto com alguns alunos e vêem um principio de confusão envolvendo uma aluna de longos cabelos rosados que é da mesma sala. Se chama Akemi e tem a fama de kanji-girl pois sempre é vista sozinha no fundo da sala escrevendo papeis, mas logo a confusão se dispersa. Entretanto, Sayaka vê que Akemi deixou cair algum papel ou bilhete, embora ainda não tenha se dado conta disso

    Sayaka vê tambem Mimi e seu grupo de garotas que a seguem, tambem comentarios invejosos e elogios a aparência de Mimi, mas nenhum sinal de Kaworu. Terá ele se atrasado ?

    Instruções:
    Detalhe que você saiu de casa e esqueceu os ingredientes pra levar pro pai no caminho até o ponto de onibus Very Happy Essa cena acontece do ponto de oninbus, com a viagem até a escola chegando aos portões, onde os alunos ficam esperando o sino da escola tocar. Você viu que Akemi deixou cair algum bilhete ou papel, mas que ninguem mais reparou e se resolver ir até ela deixe indicado que eu abro uma cena pra vcs duas. No bilhete está escrito em simbolo kanji "Destino"
    Luxi
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1468
    Reputação : 412
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Prólogo Sayaka (Luxi)

    Mensagem por Luxi em Qui Set 22, 2016 2:55 pm

    Que Sayaka era bastante avoada não era novidade em casa. O pai muitas vezes resmungava para a mãe sobre a "inutilidade" da filha e como ela vivia com a cabeça nas nuvens. Ele sinceramente não entendia por que a garota fazia o colégio tão longe de casa, mas nada disso conversava com a menina, que só parou para pensar no ponto de ônibus.

    - Acho que meu pai tinha falado comigo alguma coisa...

    Ela pegou o celular e viu uma anotação que tinha feito: "levar mais gengibre, beni shoga e kinomi".

    - Aaaaaaahh! - a menina levou as mãos a cabeça e rapidamente digitou no celular a mensagem para sua mãe, pedindo mil desculpas e que ela fosse no lugar dela.

    A mãe tinha um telefone exatamente para anotações e coisas do trabalho do marido, como receber encomendas, mas não era habilidosa com ele e provavelmente ignoraria a mensagem...

    - desculpa papaizinbo, mas hoje é muito importante chegar na hora!! Er... - olhou o reloginho que quebrara - bem, espero que me desculpem.

    Mas como ninguém tinha visto, estava era satisfeita e entrou no ônibus determinada.

    Quando viu a bela Mimi rodeada de amigas e falando igual ao sonho, ficou azul de susto e fez esforço para olhar pra frente fingindo não ver.

    "O quê? Está colocando as garrinhas para fora, hein!? Vai motorista, vai logo!!!"

    Ela sapateou raivosa no chão, nervosa que a outra chegaria mais rapido por ir de carro.

    A ansiedade burbulhava em seu corpo, quando um burburinho começou. Era muito baixinha pra enxergar o que acontecia, entao só identificou a kanji girl no meio daquilo.

    - olha, ela derrubou...

    Sayaka sempre quis saber o que tanto a garota desenhava no fundo da sala, pegou o papel do chão, mas logo esqueceu de ir devolver, porque Mimi estava logo ali!

    Destino.... Seria um sinal para ela? Seu coracao batia forte.

    Arregalando os olhos, arrancou em velocidade pra dentro do colégio, querendo dar bom dia a Kaworu-senpai.

    Off: tive que postar pelo celular. Desculpe a ausencia de cores.
    Nazamura
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 268
    Reputação : 5

    Re: Prólogo Sayaka (Luxi)

    Mensagem por Nazamura em Seg Set 26, 2016 6:35 am

    Sayaka logo fica esperando que Kaworu-kun chegasse para cumprimenta-lo, mas os minutos disparam e logo bate 8h, o sino da escola toca e os alunos começam a subir. Um leve trovão marca o inicio de uma chuva de outono e a temperatura cai um pouco

    Quando subia as escadas, ela no entanto vê, na outra ponta do corredor que Kaworu chegou correndo, estava molhado da chuva, ele vê Sayaka e acena de longe com um sorriso gentil todo ensopado

    logo adentra a sala do terceiro ano, Mimi adentra a sala tambem

    Instruções:
    Você pode aproveitar para postar aqui toda a angustia que Sayaka sentiu por não ver o Kaworu, até a chegada dele molhado de chuva, mas não houve muita oportunidade pra conversar. Depois clique nesse link pra sala de aula

    http://www.novaerarpg.com/t1729-1-ano-aula-de-matematica-do-yome-sayaka-yumi-brenna#83751
    Luxi
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1468
    Reputação : 412
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Prólogo Sayaka (Luxi)

    Mensagem por Luxi em Ter Set 27, 2016 4:27 pm

    O sino para a aula já tocava e Sayaka não tinha encontrado seu querido amigo, andando em círculos nervosamente. Será que sua arquirrival tinha encontrado antes dela? Ou será que algo tinha acontecido no caminho? De repente, um trovão fez sua preocupação ir às alturas.

    - NÃÃÃÃO -
    Sayaka dramaticamente tocou o vidro das janelas do corredor enquanto choramingava derrotada.

    Como estaria Kaworu-kun? Deveria ter trazido um guarda-chuva extra para caso chovesse. No dia seguinte certamente leria a previsão do tempo para ajudá-lo. Subiu o restante das escadas completamente desanimada quando um brilho celestial imaginário surgiu com seu querido subindo as escadas e fazendo-a corar pela roupa colada ao corpo.

    - K-a-ka-... - estremeceu dos pés a cabeça, mas sacudiu a cabeça. O mais importante é que ele podia pegar uma pneumonia.

    "Oh, querido Kaworu-kun, venha se aquecer em meus abraços, eu o aquecerei com o meu amo--"
    , a mente da garota fantasiava e a deixava totalmente paralisada. Assim, suspirou profundamente e quase desmaiou quando o viu acenando para ela. Ela tontamente balançou a mão de volta, esquecendo-se completamente da sua missão ali, pisoteando o chão com força quando avistou Mimi entrando na sala. Ela trotou até a própria sala, nervosa.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Prólogo Sayaka (Luxi)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Out 15, 2018 6:35 pm