Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Compartilhe
    Neith
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 247
    Reputação : 30

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Neith em Ter Nov 15, 2016 2:06 am

    Resposta a atualização e a GodsCorpse

    MindGame escreveu: Greenwood, com medo, tenta se aproximar da escuridão, observando melhor o rosto de Ward que permanece com um sorriso cruel.
    Jeniffer Greenwood - "P-por favor, Evelyn! Por..."
    Repentinamente os símbolos entalhados no corpo da jovem ardem e, com uma dor excruciante, Jeniffer cai ao chão. Ela sente frio e um vazio tomando conta de seu ser. Isabel sente que a jovem está prestes a morrer quando o poder cessa.
    [Pensamento Isabel] Não! O que essa maldita está fazendo?! Ela não tem esse direito. NINGUÉM TEM
    MindGame escreveu:Evelyn Ward - "Espera. Tem mais alguém aqui. Hum..."
    Greenwood está sem forças e à beira do colapso. O terror a faz usar suas últimas forças para engatinhar para longe da escuridão. Eis que um homem surge da escuridão e se aproxima dela com uma expressão amigável.
    Homem - "Shhh, calma! Isso já vai acabar."
    Jeniffer Greenwood - "Quem é você? O que vocês querem de mim?"
    Homem - "Meu nome é Presto Magno. Não se preocupe... eu vim te salvar."
    [Pensamento Isabel] Cheirando a mais pura encenação. Se pretendia salvá-la de fato não a teria largado aqui.
    MindGame escreveu: Repentinamente, o corpo de Greenwood é envolto por folhas de outono, que parecem surgir do nada, e a lembrança se encerra.

    [Pensamento Isabel] Seja lá quem ajudou-a momentaneamente utilizou-se de magia. Se quer restaram cicatrizes em seu corpo. Estou surpresa que ela tenha aguentado tanto... [Descrição] Isabel tenta despertar a garota. Ela não podia permanecer ali.[Pensamento Isabel] ... mas nenhum um pouco surpresa dela não esboçar reações. Pobre menina.

    MindGame escreveu: Mais profundamente na mente da jovem, pesquisando especificamente o livro roubado da Equinox, Isabel o vê, sobre o mesmo banco de pedra em que a garota está deitada. A imagem surge apenas como um flash, como se ela o tivesse visto de relance antes de apagar, mas a maga nota algo diferente nessa cena: a câmara em que elas estão agora tinha o dobro do tamanho nas lembranças de Jeniffer.
    [Pensamento Isabel] O livro está aqui!!!! Não posso abandonar essa garota aqui. E nem o livro. Eu preciso de ajuda! Mas que santa demora Twinkle!!! Tá, tá, eu não dei o minimo sinal. Mas pra alguém tão focada... O mesmo vale pro loirinho, queria tanto salvar Rita e distraiu-se tanto.

    GodsCorpse escreveu: (...)ele chega até Isabel e passa com sua faca por baixo do pescoço da mulher, encostando a lâmina levemente contra seu pescoço. A camuflagem se desfazia aos poucos, ficando visível para a garota que Isabel averiguava.
    - Você é Equinnox?
    [Pensamento Isabel] Tem maluco pra tudo nessa vida. Eles perdem tanto tempo e energia a toa.

    [Fala Isabel] Sim. [Descrição] Isabel permanece calma, pessoas como ele pararam de assustá-la a partir do momento que passou a experimentar cotidianamente a experiencia da morte. Obviamente contra sua vontade.

    GodsCorpse escreveu: Tire a garota daqui. Eu lido com a bruxa.
    [Descrição] Isabel desativa o Invasões de segredos para utilizar-se de Conversão a fim de transformar a lamina em algodão doce. Assim que percebe que a lamina já havia sido convertida em algodão doce ela prossegue dizendo:
    [Fala Isabel] Infelizmente...

    Godscorpse escreveu:Não banque a heroína.
    [Descrição] A lamina, que agora não se passava de algodão doce, amassa com o contato mais intimo com a pele de Isabel. A maga se levanta voltando-se frente a frente ao homem enquanto pensa.[Pensamento Isabel] Não seja idiota, me deixe terminar a frase.[Fala Isabel]... se o que vi for verdade. Sozinho você tombará. Posso dar um jeito de tirá-la daqui, sim. Mas há outra jovem nas mãos dessa Lunática e não saio daqui sem ela.[Descrição] O tom e as feições de Isabel eram tranquilos e firmes. [Fala Isabel] Morrer não me assusta mais. Você terá minha ajuda, mas teremos que rever os termos desse acordo.


    GodsCorpse
    Tecnocrata

    Tecnocrata

    Mensagens : 326
    Reputação : -3

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por GodsCorpse em Ter Nov 15, 2016 2:33 am

    Emir fica a encarando e joga o algodão doce ao lado e olhou para o objeto como fosse uma criança perdendo um brinquedo - "Droga, minha faca..."
    E encarou Isabel. Não ficou irritado - pelo contrário - gostou da atitude - "Determinada e corajosa. O quando isso irá durar..." - e continuou a encarando. Não se posicionava agressivamente ou como se fosse dar um bote. Apenas buscava estar estático, a fins de deixá-la desconfortável. Com a máscara, parecia um robô de ficção científica e, assim, ficava mais estranho vê-lo apenas parado.
    "Outra vítima..." - levou as palavras em conta.
    - Temos menos de 20 minutos... E não fique no meu caminho. - falou enquanto sumia aos poucos da visão de Isabel, ficando invisível novamente.
    "Vamos ver onde isso vai nos dar..."
    Emir agora procurava ficar à frente na busca de Lótus e, logo, buscava encontrá-la neste subsolo... ou abaixo.
    MINDGAME
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 861
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por MINDGAME em Ter Nov 15, 2016 7:56 am

    @Balth:
    Tommas Gates escreveu:Bom trabalho menina qual o seu nome?
    Twinkle fez uma pausa antes de responder. Claramente estava desconfortável com o fato de Tommas ter alvejado aquele homem.
    Lara Tolstói - "Lara."
    Assim que Gates passa as informações ao comissário, ele comenta que acabara de enviar duas viaturas para esse endereço atendendo uma denuncia de tiroteio. As viaturas devem chegar em dez minutos e, perante as novas informações, ele enviará reforços que devem chegar dentro de vinte minutos.
    O detetive então segue até o subsolo.
    Drake Walker escreveu:Twinkle, resolva isso com esse cara... Preciso encontrar Rita e Isabel o quanto antes...
    Lara Tolstói - "Se precisarem de ajuda, gritem. Eu seguro eles até a polícia chegar."
    Subsolo:
    É um lugar frio e isolado. Iluminado apenas por pequenos feixes de luz do sol que atravessam a estrutura abalada. A medida que se afasta da escadaria por onde desceu, o silêncio torna-se cada vez mais absoluto, interrompido apenas pelo pingar de algumas goteiras e uma conversa abafada, vinda de uma das câmaras. Ao seguir na direção da conversa, Gates se depara com Jeniffer, mais pálida do que das fotos e visões, dormindo, encolhida sobre um banco de pedra, com uma manta sobre seu corpo. Há marcas de sangue em suas roupas, mas ela não parece estar ferida. Junto a ela, Tommas pode ver a loira que estava do lado de fora há pouco (Isabel) conversando com um soldado de armadura tecnológica (Talon) que rapidamente fica translúcido e desaparece.
    Ao se aproximar da câmara, Tommas vê flashes temporais, como um mal contato.
    Poscognição:
    A câmara em que elas estão, está vazia, mas tem o dobro do tamanho que tem agora. Como se uma parede tivesse sido construída nesse meio tempo.
    Tempo atual:
    Apenas Jeniffer e a loira (Isabel) estão na câmara.
    Poscognição:
    A câmara ainda está vazia e ainda tem o dobro do tamanho. Repentinamente, o corpo de Greenwood surge, envolto por folhas secas, e ela desmaia sobre o banco de pedra ao lado de um livro.
    Livro:
    Precognição:
    A estrutura do prédio colapsa e implode em um buraco negro que suga tudo e todos para dentro.
    Poscognição:
    Jeniffer permanece desmaiada, então Evelyn surge magicamente, em meio a folhas de outono, e cai de joelhos, com um ferimento em seu ombro que parece necrosar em segundos. A bruxa expressa um semblante de dor enquanto tenta tocar o ferimento.
    Precognição:
    Em meio a devastação, várias criaturas disformes e colossais emergem
    Criatura:
    Poscognição:
    Ainda ajoelhada ao chão, com os dentes cerrados de dor, Ward rasga a manga de seu vestido, revelando que a necrose se alastra rapidamente por seu braço.

    Informações atuais
    Data: Sexta feira 16/12/2016 - Manhã
    Vitalidade: Ok
    Condição: Fatigued (moves at half normal speed = –1 speed rank)
    Pontos heroicos: 0
    Pontos de poder: 115 (NP 7)
    @Daik:
    Tommas Gates escreveu:Bom trabalho menina qual o seu nome?
    Twinkle fez uma pausa antes de responder. Claramente estava desconfortável com o fato de Tommas ter alvejado aquele homem.
    Lara Tolstói - "Lara."
    O detetive então segue até o subsolo e Drake o acompanha furtivamente.
    Drake Walker escreveu:Twinkle, resolva isso com esse cara... Preciso encontrar Rita e Isabel o quanto antes...
    Lara Tolstói - "Se precisarem de ajuda, gritem. Eu seguro eles até a polícia chegar."
    Subsolo:
    É um lugar frio e isolado. Iluminado apenas por pequenos feixes de luz do sol que atravessam a estrutura abalada. A medida que se afasta da escadaria por onde desceu, o silêncio torna-se cada vez mais absoluto, interrompido apenas pelo pingar de algumas goteiras e uma conversa abafada, vinda de uma das câmaras. Ao seguir na direção da conversa, Drake se depara com uma jovem pálida dormindo, encolhida sobre um banco de pedra, com uma manta sobre seu corpo.
    Garota:
    Há marcas de sangue em suas roupas, mas ela não parece estar ferida.
    Junto a ela, Walker pode ver a Isabel conversando com um soldado de armadura tecnológica (Talon) que rapidamente fica translúcido e desaparece.

    Informações atuais
    Data: Sexta feira 16/12/2016 - Manhã
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 3
    Pontos de poder: 115 (NP 7)
    @GodsCorpse:
    Agora o detetive que alvejou Trojan se aproxima da câmara. Já se passaram quase dez minutos desde o ataque e o prazo parece estar se esgotando.
    Talon investiga o lugar minuciosamente, mas não encontra sinais da presença de mais ninguém além daquele grupo de magos.

    Informações atuais
    Data: Sexta feira 16/12/2016 - Manhã
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 2
    Pontos de poder: 110 (NP 7)
    @IsabelMuller:
    Assim que o soldado desaparece e Tommas se aproxima, Isabel vê flashes temporais, como um mal contato.
    Poscognição:
    A câmara está vazia, mas, como viu antes, tem o dobro do tamanho que tem agora. Como se uma parede tivesse sido construída nesse meio tempo.
    Tempo atual:
    Apenas Jeniffer dormindo e Gates se aproximando da câmara.
    Poscognição:
    A câmara ainda está vazia e ainda tem o dobro do tamanho. Repentinamente, o corpo de Greenwood surge, envolto por folhas secas, e ela desmaia sobre o banco de pedra ao lado do livro da Equinox.
    Precognição:
    A estrutura do prédio colapsa e implode em um buraco negro que suga tudo e todos para dentro.
    Poscognição:
    Jeniffer permanece desmaiada, então Evelyn surge magicamente, em meio a folhas de outono, e cai de joelhos, com um ferimento em seu ombro que parece necrosar em segundos. A bruxa expressa um semblante de dor enquanto tenta tocar o ferimento.
    Precognição:
    Em meio a devastação, várias criaturas disformes e colossais emergem
    Criatura:
    Poscognição:
    Ainda ajoelhada ao chão, com os dentes cerrados de dor, Ward rasga a manga de seu vestido, revelando que a necrose se alastra rapidamente por seu braço.

    Informações atuais
    Data: Sexta feira 16/12/2016 - Manhã
    Vitalidade: Ok
    Condição: Ok
    Pontos heroicos: 3
    Pontos de poder: 115 (NP 7)



    Balth
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 53
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Balth em Ter Nov 15, 2016 11:18 am

    -Droga..está meio escuro aqui*pegava a lanterna e acendia tentando ver detalhes do local*...*me aproximo da menina*--Hey loira quem era o esquisi*via o sujeito de armadura desaparecer*--Bem esquece. A policia estará aqui em 30 mins.*após as rápidas visões se ajoelhava porque tudo foi muito rápido e intenso*...*balançava a cabeça*--Merda..*se virava para olhava para Drake e isabel*--VOCÊS DOIS PEGUEM A GAROTA E O LIVRO..ESSE LUGAR VAI DESABAR!*penso: merda esse lugar é uma armadilha. eu não devia ter chamado reforços*...*ajudava Drake a carregar com cuidado a menina Jenniffer de volta para o galpão*--Não se preocupe guria..você vai sobreviver..só vai precisar de uns anos de terapia.
    Neith
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 247
    Reputação : 30

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Neith em Ter Nov 15, 2016 12:28 pm

    Resposta a GodsCorpse, a atualização e a Balth.
    Parte 1 - Resposta a GodsCorpse.  

    GodsCorpse escreveu: Emir fica a encarando e joga o algodão doce ao lado e olhou para o objeto como fosse uma criança perdendo um brinquedo.
    [Pensamente Isabel] Homens e seus brinquedos, tão sentimentais.
    GodsCorpse escreveu: (...) e continuou a encarando. Não se posicionava agressivamente ou como se fosse dar um bote. Apenas buscava estar estático, a fins de deixá-la desconfortável. Com a máscara, parecia um robô de ficção científica e, assim, ficava mais estranho vê-lo apenas parado.
    [Descrição] Müller não tinha certeza das intenções de Tallon com aquela postura. O fato é que ela não se importava. De qualquer forma, recentemente, pra assusta-la precisaria de mais que aquilo.
    GodsCorpse escreveu: Temos menos de 20 minutos... E não fique no meu caminho. - falou enquanto sumia aos poucos da visão de Isabel, ficando invisível novamente.

    [Pensamento Isabel] É só você não ficar no meu.


    Parte 2- Resposta a atualização e a Balth.

    Balth escreveu:(...)*me aproximo da menina*--Hey loira quem era o esquisi...
    [Fala Isabel] Gostaria de saber... [Descrição] Isabel não se importava realmente quem ou o que Tallon era. Não sabia seu nome e não se importava com isso. Sua unica preocupação era naquele momento era o bem-estar de Rita. Não importava quem a ajudasse, ela só desejava que a irmã ficasse a salvo daquela bagunça toda.
    Balth escreveu:(...)via o sujeito de armadura desaparecer*--Bem esquece. A policia estará aqui em 30 mins.
    [Fala Isabel]Não temos 30 minutos, se quer temos 20 minutos.
    [Descrição] As visões de Isabel começam tão repentinamente e começam a saltar entre as linhas temporais. Müller teme por instantes perder-se no tempo. Queria pedir a Balth que tirasse Jenifer dali, mas no momento tentava manter-se consciente da linha de tempo em que se encontrava. Ao voltar e estabilizar-se no tempo presente Isabel sente-se tonta e procura restabelecer seu equilíbrio. Tantas noites mau dormidas e toda aquela correria começaram a ter efeitos em seu corpo com a queda da resposta a adrenalina.
    [Fala Isabel] Droga...[Descrição] Ela olha para o detetive ajoelhado a sua frente e suspeita de que não foi a unica a viajar por ali. Se não fosse pelo tempo que dedicou praticando a utilização de seus dons provavelmente estaria no chão também. A maga estende a mão ao detetive. Ela sabia que ele não precisava de ajuda para se levantar, apenas tentava ser gentil.
    Balth escreveu:(...)Merda..*se virava para olhava para Drake e isabel*--VOCÊS DOIS PEGUEM A GAROTA E O LIVRO..ESSE LUGAR VAI DESABAR!
    [Fala Isabel] Ele está correto. A situação vai ficar feia por aqui.[Descrição]Isabel olha para Drake.
    [Fala Isabel] Ward está gravemente ferida. Não sei dizer se viverá, mas espero que não. Ela é um risco ao universo. Não sei se Rita está aqui. Já temos um aliado temporário atrás dela. Mesmo assim ainda vou atrás dela. Não sei quanto tempo esse lugar vai durar, mas ele vai a baixo.
    [Descrição] Enquanto fala Isabel encosta na parede recém construída com uma das mãos para checar se era uma ilusão ou realmente estava ali enquanto utiliza a outra para telefonar para Twinkle. Se fosse uma ilusão ela provavelmente se desfaria. Caso fosse real a jovem a transformaria em isopor e quebrando-a em seguida. Assim Twinkle poderia acessar o livro e levá-lo de volta.[Pensamento Isabel] Mas que Diabos Twinkle. Perdeu o foco foi?[Descrição] Assim que Twinkle atente Isabel dispara a falar:
    [Fala Isabel] Desça imediatamente, esse lugar vai a baixo em breve. O livro está aqui.[Descrição] Isabel desliga o telefone imediatamente após concluir a frase. Em seguida tenta usar a precognição para saber se Rita está no prédio ou não. Caso não consiga nada com a precognição Isabel ativara Invasão de pensamentos e tentará buscar os pensamentos de Rita para o caso de que ela esteja próxima.



    [off] Como não consegui colocar a rolagem de dados dentro do post. Pura incompetência de minha parte. Rolarei em seguida. A rolagem será para precognição.[on]



    Neith
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 247
    Reputação : 30

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Neith em Ter Nov 15, 2016 12:29 pm

    Rolagem para precognição.
    Rolador de Dados
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 217
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Rolador de Dados em Ter Nov 15, 2016 12:29 pm

    O membro 'IsabelMuller' realizou a seguinte ação: Lançar dados


    'd20' :

    Resultado : 13
    GodsCorpse
    Tecnocrata

    Tecnocrata

    Mensagens : 326
    Reputação : -3

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por GodsCorpse em Ter Nov 15, 2016 2:41 pm

    Talon havia verificado todo o local, mas não encontrará mais nada.
    - Não há nada aqui. - surgiu novamente, ao lado de Isabel - Mas os capangas de Lotus falaram que ela está aqui. Ela deve estar mais abaixo... O foço do elevador. - sumiu novamente, mas havia deixado claro seu destino.
    Fez seu caminho de volta e viu o estado de Trojan. Por um momento, hesitou continuar, mas voltou firme para frente, resolvido a eliminar Lótus.
    "Merda... Não se preocupe Trojan: não vai sair de graça."

    Emir era como um martelo: tudo ao redor eram pregos. Sua solução agora era acabar com Lótus e vingar Trojan. Nunca resgatar, tentar estancar sangue ou algo do tipo. Ele matava antes que outros matassem mais e, assim, salvava vidas.
    "Eu sou uma Garra... Eu sou uma Garra... - repetiu em sua mente como um mantra, para justificar a morte do rapaz.
    Ao chegar no foço, usou seu grappling-hook para descer.


    OFF escreveu:Espero que eu esteja certo e mudei a cor de pensamento para amarelo já que não dá para escolher cinza no novo esqueminha de cores.
    Daik
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 89
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Daik em Ter Nov 15, 2016 6:05 pm

    - Que porra é essa que tá acontecendo? - Drake buscava compreender a sucessão de eventos mostrada ao seu redor. Uma menina dormindo, um homem futurista desaparecendo. Isabel, Rita ainda desaparecida. Tiros no peito. Sangue. - Caralho... Eu já vi muita coisa na minha vida, mas esse dia tá foda... - Deu uma pausa, enquanto retirava um cigarro do maço e o acendia. - Preciso urgentemente disso... - Dava uma tragada, jogando a fumaça para o alto em seguida.

    - Você está bem? Quem diabos era aquele cara? - Perguntou a Isabel, referindo-se ao ciborgue que havia desaparecido a sua frente momentos antes. - Agora teremos que lidar com o "Predador"? - Questionou, ouvindo as palavras do investigador e de Isabel em seguida, que alertavam sobre o possível futuro daquela estrutura. - Claaro, claaro... Por que a merda já não era grande o suficiente... - Drake ajoelhou na frente da garota que dormia e gentilmente tocou a testa dela com dois dedos, buscando ler seus pensamentos. Não perdia tempo com lembranças aleatórias, sua busca destinava-se a encontrar algum sinal de Rita naquela cabeça.

    Como um momento de iluminação, Drake tivera uma idéia. - Hey! Isabel! Vocês bruxos tem o costume de deixar suas vítimas desacordadas, não é?! - O Agente então fechou os olhos e se concentrou. - Acho melhor vocês correrem... Se isso que eu quero fazer der certo, o quanto antes vocês chegarem para ajudar, melhor... - Utilizando-se da menina que dormia como um meio de entrada, Drake teleportava-se para Rita.



    Esses dias os posts estão com pouca qualidade pq to sem tempo, passando essa semana, devem melhorar.

    Gasto 1 ponto heróico, caso necessário, para mudar a cena e tornar esse movimento de teleporte possível.
    MINDGAME
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 861
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por MINDGAME em Ter Nov 15, 2016 6:37 pm

    [Off = Acho que vocês não entenderam, o livro não está ali. Vocês só o viram com poscognição. Ele estava lá quando a Jeniffer foi trazida pela Lotus.

    GodsCorpse, se quiser, basta usar color=grey ^^]

    Agrupados - Drake Walker, Emir Bassari, Isabel Müller e Tommas Gates

    Galpão na Hell's Kitchen (Subsolo)


    Drake Walker
    Emir Bassari
    Evelyn Ward
    Isabel Müller
    Jeniffer Greenwood
    Rita Smith
    Tommas Gates

    Antes que Tommas pegue Jeniffer, Drake se aproxima da garota com cuidado enquanto Isabel tateia a parede. Então, repentinamente, Walker desaparece e, com um golpe simples, a maga derruba parte da parede como se fosse feita de isopor. O buraco feito por Müller tem por volta de 50cm², ainda não é suficiente para alguém atravessá-lo com facilidade, mas revela outra câmara onde Lotus está com Rita e Drake.
    Smith está inconsciente, sem ferimentos aparentes, deitada sobre um altar de pedra. Lotus está em pé, com o livro da Equinox em uma das mãos e uma adaga na outra, atrás do altar e de frente para o buraco feito por Isabel. Drake se teleportou para junto de Rita, ao lado de Lotus. É possível ver que a bruxa nota a presença do grupo, seu timbre de voz desafina por um instante, mas tenta se manter concentrada no ritual que está realizando. Há um círculo mágico rodeando o altar com onze velas brancas em sua borda, apenas uma delas está apagada. Os quatro ali reconhecem símbolos naquele ritual que remetem a forças externas, tanto sagradas quanto profanas, e fica claro que, através daquele ritual, forças muito poderosas estão agindo. A voz de Lotus ecoa poderosa, em uma linguagem desconhecida e é possível notar um ferimento que se espalha a partir de seu ombro por todo o seu corpo.
    @IsabelMuller:
    Isabel Müller escreveu:Desça imediatamente, esse lugar vai a baixo em breve.
    Lara Tolstói - "Jesus! Estou indo!"
    Ao usar precognição, Isabel vê Rita, em pé, com as mãos ensanguentadas e sobre uma pilha de corpos humanos esquartejados. Na visão, é dia, mas nuvens espessas e escuras cobrem o céu e ela parece ser a única pessoa viva no centro da cidade, em meio a penumbra. É possível sentir que toda aquela destruição e morte tem a ver com ela, mas sua expressão não revela remorso. Ela desce, com um ar de orgulho, pisando nos corpos como degraus e olha para cima. Os céus começam a se abrir e a visão termina.
    Perante o ritual de Evelyn, Isabel entende a língua falada. É um dialeto arcaico, uma variação do hebraico.
    Evelyn Ward - "(...) e ouça o coral da ira dos inocentes! Que seu canto toque o altíssimo e o profano! Eu evoco todos os esquecidos, do parque dos deuses ao jardim do bem e do mal!"
    À primeira vista, Müller não entende a maioria dos símbolos presentes naquele circulo, mas, os que conhece, fazem referência ao céu e ao inferno.
    A maga entende o grau de poder de um ritual pela quantidade de círculos arcanos presentes em uma única mandala. O ritual mais poderoso que Isabel já conseguiu realizar possuía nove círculos e aquele possui trinta.
    [Off = Como você rolou precognição e teve sucesso, joguei uma visão ainda mais para o futuro]
    @Daik:
    Ao penetrar as camadas de pensamento da garota, Drake consegue algumas informações superficiais e o último evento nas memorias dela. Seu nome é Jeniffer Greenwood, tem 18 anos de idade, é estudante do primeiro ano de direito e é apaixonada pelo namorado de uma estudante da mesma universidade, chamada Evelyn Ward.
    Lembrança:

    Jeniffer Greenwood

    Evelyn Ward

    Presto Magno
    Na lembrança, Jeniffer estava em um galpão enorme, possivelmente um hangar de aviões abandonado, com as portas e janelas obstruídas e iluminado apenas por velas espalhadas ao chão. Ela parecia ter acabado de acordar, sentia dor e entrou em desespero ao passar a mão sobre a testa e ver a mão ensanguentada. Greenwood foi até um pedaço de espelho quebrado e se viu com marcas arcanas entalhadas por todo o seu corpo, claramente revelando a origem do sangue que Walker vira à pouco em suas roupas. Drake reconhece o significado de algumas marcas e imagina que se tratam de símbolos que, posicionados naquela ordem, tem a função de drenar a energia vital.
    Uma voz feminina, que é familiar a garota, surge da escuridão.
    Evelyn Ward - "Jeni, Jeni, Jeni... Tão jovem... e aprendendo uma lição tão dura."
    A garota estava aterrorizada perante a silhueta de Ward mesclada a escuridão. A primeira coisa que passou em sua mente foi que Evelyn a estava punindo por dar encima de seu namorado.
    Jeniffer Greenwood - "E-Evelyn, eu não f-fiz nada! Eu juro!"
    Evelyn Ward - "Ah, não. Evelyn não. Aqui você deve me chamar de Lotus. E você não está aqui pelas coisas que fez. Não se preocupe."
    Greenwood chora, desesperadamente.
    Jeniffer Greenwood - "O que v-você fez?"
    Evelyn Ward - "Nada... comparado ao que ainda está por vir."
    Jeniffer Greenwood - "Não... me deixa ir! Por favor! E-eu não queria... e-eu não sabia. M-me deixa ir!"
    Evelyn Ward - "(Tom de deboche) V-v-v-v-você não vai a lugar algum!"
    Greenwood, com medo, tenta se aproximar da escuridão, observando melhor o rosto de Ward que permanece com um sorriso cruel.
    Jeniffer Greenwood - "P-por favor, Evelyn! Por..."
    Repentinamente os símbolos entalhados no corpo da jovem ardem e, com uma dor excruciante, Jeniffer cai ao chão. Ela sente frio e um vazio tomando conta de seu ser. Drake sente que a jovem está prestes a morrer quando o poder cessa.
    Evelyn Ward - "Espera. Tem mais alguém aqui. Hum..."
    Greenwood está sem forças e à beira do colapso. O terror a faz usar suas últimas forças para engatinhar para longe da escuridão. Eis que um homem surge da escuridão e se aproxima dela com uma expressão amigável.
    Homem - "Shhh, calma! Isso já vai acabar."
    Jeniffer Greenwood - "Quem é você? O que vocês querem de mim?"
    Homem - "Meu nome é Presto Magno. Não se preocupe... eu vim te salvar."
    Repentinamente, o corpo de Greenwood é envolto por folhas de outono, que parecem surgir do nada, e a lembrança se encerra.
    Walker não consegue encontrar nenhuma lembrança relacionada a Rita na mente de Jeniffer, mas consegue se teletransportar até ela.
    O Agente não entende muito de rituais, mas reconhece símbolos que remetem a Deus e ao demônio.
    Balth
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 53
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Balth em Ter Nov 15, 2016 6:57 pm

    --Sabe qual foi o seu erro bruxa?*mirava na cabeça dela*--Trazer uma faca para um tiroteio!*descarregava todo o pente da arma na bruxa*
    Rolador de Dados
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 217
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Rolador de Dados em Ter Nov 15, 2016 6:57 pm

    O membro 'Balth' realizou a seguinte ação: Lançar dados


    'd20' :

    Resultado : 12
    MINDGAME
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 861
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por MINDGAME em Ter Nov 15, 2016 7:32 pm

    O primeiro tiro de Tommas resvala sobre o topo da cabeça de Lotus. Ela treme, sua voz desafina novamente e um filete de sangue escorre por sua testa. A bruxa tenta manter a concentração, mas seu olhar expressa desespero.
    Balth
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 53
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Balth em Ter Nov 15, 2016 7:48 pm

    *recarregava a pistola*...*fazia mira novamente mas no pescoço*--Adeus.*atirava*
    Rolador de Dados
    Moderador
    avatar
    Moderador

    Mensagens : 217
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Rolador de Dados em Ter Nov 15, 2016 7:48 pm

    O membro 'Balth' realizou a seguinte ação: Lançar dados


    'd20' :

    Resultado : 6
    GodsCorpse
    Tecnocrata

    Tecnocrata

    Mensagens : 326
    Reputação : -3

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por GodsCorpse em Ter Nov 15, 2016 8:29 pm


    - Sem tempo. - exclamou para o detetive enquanto saia de sua camuflagem. Usando seu gancho, acertou-o atrás da bruxa e "voou" em sua direção e colocava o antebraço na frente em direção ao seu pescoço.

    GodsCorpse efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    3
    + 6


    • Se acertar, dano corpo-a-corpo (DC 23) e Fast Grab :

    GodsCorpse efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    8
    +8

    • Se agarrar:
      Talon golpeia a garota com seu braço e puxa seu garrote. Num giro ao redor do corpo dela, ele passa o cordão ao redor do pescoço de Lótus e puxa, começando a estrangular-la.
    • Se não agarrar:
      Talon golpeia a garota com seu braço e puxa seu garrote. Num giro ao redor do corpo dela, ele passa o cordão ao redor do pescoço de Lótus, mas ela se esquiva, enquanto o assassino de magos escorrega para trás.


    • Se errar:
      Talon erra o ataque e rola por trás de Lótus, ficando pronto para o próximo ataque.
    MINDGAME
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 861
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por MINDGAME em Ter Nov 15, 2016 9:18 pm

    Talon atravessa a parede, levando consigo parte dela e deixando um grande buraco de aproximadamente 3m² por onde agora todos podem passar sem dificuldades.
    Seu ataque atroz acaba sendo impreciso e erra a bruxa que novamente vacila em uma expressão aflita. Sua voz sai do tom e, em resposta, uma das velas se apaga. Imediatamente o altar se racha com uma força tremenda.
    Claramente acoada, Lotus tenta continuar recitando o feitiço em um tom mais alto e mais rápido enquanto o soldado rola para trás dela, se preparando para o próximo ataque.

    [off = Como o alvo não está em posição de revidar, estou considerando a ordem das postagens para as ações. Tommas será o primeiro a atacar no próximo turno.]
    Neith
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 247
    Reputação : 30

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Neith em Ter Nov 15, 2016 10:16 pm

    Resposta a atualização, a GodsCorpse, a Daik e a Balth.
    Parte 1 - Resposta ao post de Daik e GodsCorpse antes da atualização.



    Daik escreveu: Você está bem? Quem diabos era aquele cara?
    [Descrição] Isabel sorri mediante ao seguinte pensamento: [Pensamento Isabel] Que mudança Mr. Walk?! Preocupado comigo. Ok. [Descrição] Müller não podia deixar de ver um ar de graça naquilo.
    Estou. Terá que perguntas a ele.

    GodsCorpse escreveu: Não há nada aqui. - surgiu novamente, ao lado de Isabel - Mas os capangas de Lotus falaram que ela está aqui. Ela deve estar mais abaixo... O foço do elevador. - sumiu novamente, mas havia deixado claro seu destino.
    [Pensamento Isabel] Sorry Mr Machine. Eu tenho outros planos.
    [center]Parte 2 - Resposta a atualização e aos posts de Daik e GodsCorpse.[center]

    MindGame escreveu: O buraco feito por Müller tem por volta de 50cm², ainda não é suficiente para alguém atravessá-lo com facilidade, mas revela outra câmara onde Lotus está com Rita e Drake.Smith está inconsciente, sem ferimentos aparentes, deitada sobre um altar de pedra. Lotus está em pé, com o livro da Equinox em uma das mãos e uma adaga na outra, atrás do altar e de frente para o buraco feito por Isabel. Drake se teleportou para junto de Rita, ao lado de Lotus.
    [Descrição] Aquela cena faz com que Müller sinta-se extremamente desconfortável. Era um mix de sentimentos, a maioria ruins, que ela não conseguiria descrever com facilidade. Faltariam-lhe palavras, mesmo possuindo conhecimento sobre diversos idiomas.
    MindGame escreveu: A voz de Lotus ecoa poderosa, em uma linguagem desconhecida e é possível notar um ferimento que se espalha a partir de seu ombro por todo o seu corpo.
    [Pensamento Isabel] Aquilo ali está feio ein. O pode é estar causando aquilo?

    MindGame escreveu:Ao usar precognição, Isabel vê Rita, em pé, com as mãos ensanguentadas e sobre uma pilha de corpos humanos esquartejados. Na visão, é dia, mas nuvens espessas e escuras cobrem o céu e ela parece ser a única pessoa viva no centro da cidade, em meio a penumbra. É possível sentir que toda aquela destruição e morte tem a ver com ela, mas sua expressão não revela remorso. Ela desce, com um ar de orgulho, pisando nos corpos como degraus e olha para cima. Os céus começam a se abrir e a visão termina.
    [Pensamento Isabel] Não permitirei que isso aconteça.

    MindGame escreveu:Perante o ritual de Evelyn, Isabel entende a língua falada. É um dialeto arcaico, uma variação do hebraico.
    Evelyn Ward - "(...) e ouça o coral da ira dos inocentes! Que seu canto toque o altíssimo e o profano! Eu evoco todos os esquecidos, do parque dos deuses ao jardim do bem e do mal!"
    À primeira vista, Müller não entende a maioria dos símbolos presentes naquele circulo, mas, os que conhece, fazem referência ao céu e ao inferno.
    A maga entende o grau de poder de um ritual pela quantidade de círculos arcanos presentes em uma única mandala. O ritual mais poderoso que Isabel já conseguiu realizar possuía nove círculos e aquele possui trinta.

    [Pensamento Isabel] Aqueles símbolos... Não pode ser... Ela está mexendo com algo que... talvez nem mesmo ela possa controlar. Chama-la de Insana, neste momento, é muito pouco. [Descrição] Isabel é arrancada de qualquer um de seus pensamento pelo tiro disparado por Balth. [Pensamento Isabel] Mas será que a única coisa que ele sabe fazer é puxar o gatilho daquela coisa?! Apesar de que... adoraria vê-lo acertando em cheio, dessa vez.

    MindGame escreveu: O primeiro tiro de Tommas resvala sobre o topo da cabeça de Lotus. Ela treme, sua voz desafina novamente e um filete de sangue escorre por sua testa. A bruxa tenta manter a concentração, mas seu olhar expressa desespero.

    [Descrição] Isabel sorri ao ver o desespero nos olhos de Evelyn. Vê-la com medo lhe trazia satisfação. Antes que pudesse seguir em frente e terminar de quebrar a parede...

    MindGame escreveu: Talon atravessa a parede, levando consigo parte dela e deixando um grande buraco de aproximadamente 3m² por onde agora todos podem passar sem dificuldades.

    [Pensamento Isabel] Obrigado Mr. Machine.[Descrição] Ao vez cada investida sobre Ward falhar Isabel se sente decepcionada. [Pensamento Isabel] Ela nem esta se mexendo!!! Vamos lá!!!! Qual é?! Acertem algo... ou melhor continuem distraindo ela... [Descrição] Repentinamente surge uma ideia na mente de Isabel. Ela poderia tentar se aproveitar daquela distração toda para entrar na mente de Evelyn. [Pensamento Isabel] Ward deve ter se preparado por muito tempo pra isso. Ela deve conhecer as falhas de seu ritual. Deve ter tentado contorná-las. Talvez, acessando suas memórias eu possa achar um jeito de impedi-la.[Descrição] Isabel adentra ao recinto onde a pancadaria está rolando intensamente e ativa Invasão de segredos. Tentaria buscar na mente de Evelyn uma forma de parar aquele ritual. [Pensamento Isabel] Garotos, não deixem ela respirar.



    MINDGAME
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 861
    Reputação : 41
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por MINDGAME em Ter Nov 15, 2016 10:38 pm

    Por mais que Isabel se esforce, ela não consegue penetrar a mente de Lotus. A maga já havia entrado em mentes poderosas antes, mas aquela era um labirinto de muros intransponíveis. Nem mesmo a mente de Müller é tão protegida.
    Ainda assim, pelo nível de concentração que a bruxa está se esforçando para manter, bastaria quebrar o vínculo dela com o rito para cessar o ritual, mas seria preciso um certo nível de delicadeza para que as forças envolvidas ali não ricocheteiem na realidade. Apenas Lotus poderia interromper o ritual de forma amena.
    Daik
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 89
    Reputação : 0

    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Daik em Ter Nov 15, 2016 10:46 pm

    Tragou o cigarro no instante que seu corpo tomou forma no ambiente. Seus olhos fitaram o estranho cenário que se formara por um instante, focando-se logo em seguida no que interessava, Rita. Esboçou um sorriso quase instantâneo por vê-la ali. Era como se todo o seu esforço estivesse sendo recompensado com a simples figura da sua amiga...

    Finalmente olhou para Lótus, uma jovem mulher ruiva que entoava palavras em uma língua arcaica e esquisita. Julgando pelos símbolos, aquele ritual só poderia significar uma coisa: Merda. - Agora você tá fudida! - Drake moveu-se em direção a mulher enquanto seu punho fechava. Canalizou energia de sua terra de origem ao redor desse mesmo punho. Encarou Lótus nos olhos enquanto seu tronco se movia uniformemente, junto com seu braço e o próprio punho, agora envolto por uma imensa luva de energia azulada. Um belo e perfeito Direto, bem no meio da cara daquela vagabunda. Por Mr. Morgan, por Ângela Wilson, por Maze, Nexus e principalmente, por Rita.


    Daik efetuou 1 lançamento(s) de dados (d20.) :
    4

    Close Damage (6)  linked with Progressive Weaken Will (6)
    Descrição: Por um instante, o Agente consegue transportar sua influência sobre os sonhos para a realidade. Sua mão é envolta por uma espécie de luva gigante e então usada como ataque. Caso o golpe atinja seu alvo, a essência da energia trazida diretamente do plano Sonhar passa a causar um grande efeito de desgaste mental no indíviduo.
    (Similar ao que o Green Lantern costuma fazer, visualmente falando, Link Exemplo: http://ifanboy.com/wp-content/uploads/2011/12/Green-Lantern_4_panel.jpg )
    Conteúdo patrocinado


    Re: O Sepulcro dos Falsos Deuses - Capitulo I

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Set 21, 2017 12:17 am