Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Assim na Terra como em Carcosa

    Compartilhe
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 682
    Reputação : 14

    Assim na Terra como em Carcosa

    Mensagem por Claude Speedy em Ter Nov 07, 2017 1:55 pm

    O Olympus - Estação Orbital Base do Panteão.


    Uma base secreta construída pela ONU e trilhões de Euros de impostos e recém descobertas tecnologias, também secretas, de onde todos os integrantes do Panteão monitoram o espaço e a Terra. Sua construção já era prevista, mas desde a chegada do meteoro várias agências governamentais por razões ainda não conhecidas começaram a ter grandes gênios e saltos qualitativos na nanotecnologia ao ponto de conseguir uma quantidade imensa de energia com pouquíssimo esforço, rapidamente as empresas mais perto do congresso dos Estados Unidos conseguiram o dinheiro necessário e a concessão mundial para tocar o projeto.

    Um deles foi o misterioso Diretor Clark Lannister, atual dono das faculdades Mackenzie e fanático por tecnologia. Pesam sobre ele várias acusações de fraude sobre sua real identidade e especialmente um envolvimento direto na crise econômica de 2008 que faliu bancos e arrecadou bilhões com especulações em hipotecas. A mais subterrânea das informações é que ele disputou com Donald Trump e outros republicanos uma vaga para se tornar o próximo líder dos Estados Unidos à contra gosto de sua filha que não queria ser chamada "do presidente", porém sua campanha mal se iniciou pois era uma manobra para que o partido apoiasse seu projeto da estação para tentar se livrar dele.


    Clark Lannister: -Presidente? Sabe de quanto poder eu teria de abrir mão para me tornar Presidente?

    Na estação podemos encontrar Miranda Tate ladeada sempre de alguns especialistas que trabalhavam na estação. Analistas, engenheiros, cientistas, um grupo bem grande de cerca de 300 pessoas que trabalhavam na estação orbital além das superequipes Alpha e Bravo.


    Vice Diretora Tate:-Clark... Eu... acho que é melhor ver isso.

    Clark estava na mais uma longa reunião reorganizando a ação para vender armas para Síria, muitos dizem que os Estados Unidos apoiam os anarquistas no Curdistão, outros que apoiam a Turquia. Somente Clark sabe a reposta que o fundamental para o interesse da democracia é apoiar os dois, afinal sem os pesados impostos de 40% sobre fortuna que todos grandes ricaços da América livre pagam e os equipamentos ele concede ao país, como poderia proteger os interesses do povo?

    A paz é algo complicado, burocrático, com prazos... Ele crê que fornece a verdadeira democracia! É por isso que depois de um tempo de testes feitos pelo grupo de mutantes mais poderoso da Terra ele finalmente continua sua busca, com um Sentinela robô pesquisando e observando enquanto sua vice-diretora garante todo resto da tela de um computador.

    A reunião estava tão exaustiva que o chamado de Miranda aliviou suas costas mesmo ele tendo de levantar de sua cadeira. Já estava ficando entediado com os números de custos e gastos porque ele sabia que no fim quem pagaria as contas seriam mesmo os bancos e os governos e a preocupação de seus analistas era vã... Ele então caminha até a tela.

    Clark Lannister: -Ora, vejam só! Parece um registro de um incidente curioso ano passado em Nova York. Um grupo de pessoas se matou coletivamente no Time Square Garden no mesmo momento que uma explosão em um hospital. Acredita que possa ter relação com alguma mutação ou foi alguma seita insana?

    Vice Diretora Tate:-Não sabemos ainda. Convoco a equipe?

    Clark Lannister: -Talvez a equipe Bravo.


    Nessa ora, ele observa no monitor os membros da equipe Alpha.
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 682
    Reputação : 14

    Re: Assim na Terra como em Carcosa

    Mensagem por Claude Speedy em Ter Nov 07, 2017 4:27 pm

    Antares, Rio Grande do Sul.

    No planeta Terra, somente apenas durante a madrugada, às três horas da manhã se pode ver o tão estranho meteoro que há esta sendo chamado "bólide" pelo rico e estudioso Érico Campolargo, que cada dia mais atraí uma constante revolta da família dos Vacariano, que atribuem a ele acusações de inventar mentiras com uso de algum balão meteorológico justamente para criar essa história tola de que existe um meteoro. Afinal, por que ele só pode ser visto da cidade?

    Nos anos sessenta rumores sobre uma lenda folclórica mortos-vivos e uma organização política contra os comunistas surgiram na cidade, pouco antes da ação militar de 1964. Dizem que a família Campolargo se uniu naquela única vez com os da família Vacariano. Depois da nova constituição de 1984, a cidade recebeu ajuda do governo federal para reforçar região da antiga igreja de Santa Fé, mas ação do tempo já começa a atingir as construções onde estão registrados escritos mais de 100 anos de história do Rio Grande do Sul e do Brasil.

    As paredes das casas são feitas de uma espécie de compensado, cobertas com reboco que já começam a cair. As telhas da igreja de Santa Fé também apresentam problemas. Funcionários da prefeitura fazem manutenções emergenciais. Um projeto está sendo elaborado e prevê a construção de um parque cultural no local. A iniciativa está em fase de captação de recursos públicos e da iniciativa privada.

    Prefeito Divaldo Lara: -Primeiro, temos que conseguir o recurso para o projeto executivo de Santa Fé, que estima-se em torno de R$ 1 milhão. Depois, temos a necessidade do recurso para a construção da capela de Santa Fé como uma monumento perene.

    Apoiado tanto pelos Campolargo quanto pelos Vacariano o prefeito não comenta sobre o fato do meteoro estar aparecendo no céu, nem mesmo fala qualquer coisa sobre o simples fato de que há uma velha briga política, familiar e ideológica entre esses dois grupos. Ele apenas torce para esses mistérios tragam investimentos.
    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 682
    Reputação : 14

    Re: Assim na Terra como em Carcosa

    Mensagem por Claude Speedy em Ter Nov 07, 2017 6:08 pm

    Ucrânia, vale do Lago Hali.

    Em visita a base no Leste, o líder Oleh Tiahnybok saúda a platéia do partido "União Todo-Ucraniana", fundado em 1991 como Partido Social-Nacional da Ucrânia, o grupo diante das cores amareladas da bandeira observam enquanto seu líder discursa. A empolgação do grupo nacionalista em suas vitórias na Crimeia fez com que pessoalmente eles viessem a ser saudados pelo fundador, que em seguida comenta sobre a importância da preservação da superioridade ucraniana diante dos constantes ataques russos.

    Ele fala ardorosamente sobre a importância de não recuar diante de fatores irrelevantes como a língua russa ser a mais falada na região da fronteira assim como reforça a total oposição a dominação de qualquer tipo e defende o expansionismo de seu país sobre o oriente. É o tipo de fala que a imprensa ao ouvir usa para acusa-lo de anti-semitismo e de nazismo, mas não há repórteres aqui para ouvir.

    Mas se alguém vê perversão nessas falas, ignora algo que enquanto o presidente discursa, um de seus mais importantes membros porém apenas esta na região para deixar seus aliados mais motivados e caminha para a região da escavação arqueológica que há cerca de oito anos iniciaram antes dos conflitos com as frentes da Rússia começarem.


    Ele se afasta da base, vendo um imenso círculo se formar no céu como um imenso olho que tudo observa, enquanto pessoalmente caminha em meio às areias por cerca de poucos minutos. Onde é recebido por seus agentes coordenados entre pesquisadores e muitos e muitos militares. Ele caminha entre eles ansioso, mas seu rosto não expressa muitas reações, apenas o olhar frio e distante oculto por trás de seus óculos escuros.

    Ele passa pelo simbolo de sua empresa... É só depois, quando se debara com um imenso computador com fios, parecendo uma nave de comando, ele para de caminhar pelos corredores de metal totalmente pintados de branco, que ele finalmente observa atentamente e questiona.


    Albert Wesker: -Pois bem, senhores. O que vocês tem para mim?


    Rip Hunter:-O que eu já tenho dito há muito tempo, presidente. Ao que parece "tempo" é a palavra mais apropriada... Acabo de descobrir que o mito sobre Artemis proteger o rei Agamenon para chegar até Tróia na verdade era uma ajuda alienígena do futuro. E que, entre o caminho de Fidonisi, a ilha das serpentes, em meio ao Mar Cáspio, foi onde Artemis achou um porto para parar. Ela se guiou pela constelação de Alberon.

    Albert Wesker: -Esta me dizendo que Ártemis era uma "deusa astronauta" de outro planeta?

    Rip Hunter:-Não de outro, do mesmo nosso... De uma linha do tempo diferente.

    Albert Wesker: -Teve essa ideia depois que foi atingido pela radiação, não é? Em 2012...

    Rip Hunter:-Pode achar que estou louco, mas não é o caso. Não é só questão de vendermos equipamento radioativo, comida e remédios. Convenci a diretoria que eu sabia a trajetória por uma época além dessa. Estavamos prontos para ligar a máquina quando o senhor chegou...

    Albert Wesker: -Sabe ligar isso? Mas... como?

    Em seguida a equipe move algumas alavancas recém soldadas e botões que claramente estavam ali antes, mas parecem extremamente avançadas e um rosto de um homem aparece na tela.

    Claude Speedy
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 682
    Reputação : 14

    Re: Assim na Terra como em Carcosa

    Mensagem por Claude Speedy em Sex Nov 10, 2017 4:52 pm

    Nova York, Departamento de Polícia da Ilha de Manhattan

    Kai Anderson: -Realmente não sou um criminoso, só enxergo o que esta além... Já notou que o céu esta desabrochando sobre nosso mundo em três locais diferentes? Um meteoro, o caos! A destruição... Estamos no começo do fim, não sente?



    Kathering Spencer: -Não sei nada sobre céu ou desabrochar ou histórias do fim do mundo, senhor Anderson. O caso é que o senhor é suspeito de assassinatos em série e conspiração...

    Kai Anderson: -Ah, pelas suas leis sim! Mas eu sou o escolhido! Eu posso talvez ter violado algum de seus pactos pálidos e mortos dessa sociedade decadente, mas o que estou seguindo é a lei antiga. Onde somos apenas pequenas sombras para eles... Você sabe e eu sei o quanto o tempo irá cobrar de nós explicações mais profundas? Eu só sigo "A Velha Lei"...


    Nessa hora a promotora é chamada para fora da sala de interrogatório por um pequeno  sinal sonoro ativado pelo detetive que assiste o interrogatório de trás de um espelho de vidro. Ele o faz ansiosamente ao ouvir as últimas palavras do suspeito. Kathering se afasta da mesa, caminha pela porta enquanto Kai tenta conter um sorriso cínico.

    Ao ouvir o que o seu colega policial comenta ela fica indignada.

    Kathering Spencer: -Acha que tenho de pegar leve com ele, detetive? Já viu o que esse sujeito fez? Essa semana o pegamos dirigindo o caminhão que atropelou e matou as oito pessoas no meio da cidade.

    Lloyd Johnson: -Que temos aqui, promotora, é uma forma de pegar um peixe maior. Vou por um agente na cola dele, vou saber quem o comanda e que tipo de culto maluco é esse que ele organizou. Se deixarmos ele mofando aqui não creio que seja bom para nós... Eu preciso pegar o chefe dessa operação.

    Kathering Spencer: -Ele é o chefe, droga! Não vê?

    Lloyd Johnson:-Não temos provas suficientes, a testemunha que iria depor contra ele desapareceu. Temos de ser racionais...Não deve deixar sua emoção te afetar. Temos de seguir as leis.


    Ela olha friamente para ele, retornando para a sala. Uma figura vestindo um jaleco branco e fazendo anotações em uma prancheta se aproxima.


    Derry Arkham: -E então, detetive Johnson? Que conclusão chegou?

    Lloyd Johnson: -Tenho de solta-lo. É parte da velha lei.

    Derry Arkham: -Ótimo. Acho que algum tempo de terapia comigo será extremamente libertador. Não podemos deixar uma alma como a dele presa ao fluxo de dinheiro das pessoas naquele bairro rico e monótono do Soho, não é? Ela precisa ser aliviada de toda essa pressão em uma de minhas celas.

    Lloyd Johnson: -Sim. Não podemos deixar ele voltar para o apartamento de cobertura, ele tem de ser liberto e dentro da cela assim será...
    Conteúdo patrocinado


    Re: Assim na Terra como em Carcosa

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Dez 12, 2017 5:50 pm