Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Sons, gostos e cheiros

    Tellurian
    Tecnocrata
    Tellurian
    Tecnocrata

    Mensagens : 318
    Reputação : 24
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png

    Sons, gostos e cheiros - Página 2 Empty Re: Sons, gostos e cheiros

    Mensagem por Tellurian em Seg Mar 16, 2020 9:33 am

    A preocupação de Clement se desfaz no momento que as primeiras notas soam, doces e harmônicas. Apesar da aparência desgastada pelo tempo e abandonada, as teclas de marfim claro e a afinação impecável eram sinais claros que alguém havia dado atenção ao instrumento. A casca exterior estava suja, mas isso era apenas marca do desuso pelos frequentadores e funcionários da casa de chá. A despeito disso, os mecanismos internos estavam bem lubrificados, as teclas estavam leves ao toque e o som, impecavelmente afinado.

    -"Ara... Kurementu-san sabe tocar, então? Pode tocar algo pra nós?"- Hana tinha um grande sorriso de satisfação ao ver Clement dedilhar o piano. Ela havia apanhado uma bandeja e o objeto agora estava aninhado entre seus braços, enquanto a moça aguardava.
    Dalek
    Neófito
    Dalek
    Neófito

    Mensagens : 14
    Reputação : 0

    Sons, gostos e cheiros - Página 2 Empty Re: Sons, gostos e cheiros

    Mensagem por Dalek em Seg Mar 16, 2020 1:09 pm


    Clement sorri satisfeito, enquanto olha para Hanna desconcertado. Ela o olhava atentamente como se tentasse decorar uma mágica de seus dedos, então ao olhar atras dela nota uma pequena cascata de bambú, que deixava uma pequena quantidade de água cair sobre um bambu um pouco maior provavelmente vindo de canos atras da casa de chá, aquilo dava um som fluido e tranquilo no ambiente e com isso percebe que ele nao incomodou ninguem ao contrário, se fez a atenção no pequeno estabelecimento. Nesse momento um silêncio sombrio ecoava junto das águas e de pequenos sons de cuias de porcelana sendo postas sobre a mesa. Enquanto passa a mão sobre um banco guardado sobre o instrumento, ele o observa e decide aceitar o convite.
    Tirava a poeira com leveza para nao espalha-la pelo ambiente, tambem nao queria fazer bagunça nao viera para isso, mas enquanto passava suavemente suas mãos empurrando a poeira do movel para se sentar, sua mente viajava pensando no que iria tocar que agradasse Hanna e seus colegas de trabalho, algo dançante, um soneto mais profundo, uma melodia dramática não sabia, aquele piano viajara longe ate aqui, não eram instrumentos comuns fora do ocidente isso ele tinha certeza. Arranhando seu idioma ele fala para Hanna com tranquilidade "- Eu saber tocar... Algo". Sentou-se, olhou a parede verde desbotada a sua frente, imaginou um jardim, uma plateia sobre um jardim desconhecido. Um rio cortando vastas planices. Ele levanta as mangas de sua camisa ate seu antebraço e então colocando suas mãos sobre as teclas; Ele sorri, dizendo em seguida *- Com todo prazer* e começando de leve ele se aprofunda em seus pensamentos, deixando livre a mais sutil nota de sua imaginação.



    Após terminar a ultima nota, ele suspira, e sai do seu transe calmo, e devagar baixa a tampa do antigo instrumento a fim de proteger seu precioso patrono, os campos de sua mente vieram a tona e se foram lentamente com o final de sua melodia, agora pode olhar para a real motivação de suas ideias. Hanna estava ali ainda com o mesmo sorriso empolgado. então pigarriando ele fala "- me perdoa eu demorei muito, nao vi tempo passar."

    *

      Data/hora atual: Qua Abr 01, 2020 5:14 am