Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Stroller - Anderson Van Korbecki

    Alexyus
    Adepto da Virtualidade
    Alexyus
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1883
    Reputação : 76

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Alexyus Qui Dez 02, 2021 2:13 pm

    OFF: Para Stroller, passou-se apenas um mês desde sua chegada ao caern do Pássaro de Fogo. Os pontos estão computados na ficha acima, mas o antecedente FEtiche não pode ser comprado com pontos de experiência.

    * Tinha a tempos enviado a localização de GPS para o satélite, com isso, estava mais tranquilo de sua missão.*
    "A localização exata já estava determinada e entregue a Devorador da Weaver Rhya, agora tenho que entender pra onde caminha, pra qual dos lados.. .a loucura da wyld ou a perversão da wyrm"

    Anderson já percebera um efeito curioso e bastante irritante: mesmo as transmissões via satélite estavam sujeitas a variações na qualidade, tendo picos de estabilidade perfeita, períodos de interferências variadas e momentos de absoluta ausência de sinal. Isso não impedia sua comunicação com o Devorador-da-Wyld, mas limitava os momentos em que era possível, e o adren andarilho não tinha explicação para aquilo, achando o efeito tão interessante quanto suspeito.

    Durante duas horas com Megumi, decidiu que tinha que se aprimorar, então se apresentou para a prender o ritual de conjuração de espíritos
    -- Sei das nossas diferenças ideológicas sobre a tríade, mas seria uma ignorância minha não me aproveitar de um Portador como Tutor. Com isso, gostaria de sua orientação para aprender como Conjurar os espíritos, já sei como falar com eles e entender suas palavras. Então o próximo passo seria poder conjura-los para negociar.

    Megumi não se negava a ensinar Stroller, mas o fazia segundo suas próprias crenças, tratando os espíritos como indivíduos de sabedoria ancestral a serem abordados com respeito e reverência extremos. Todos os rituais de conjuração que ela demonstrou para Karbecki eram plenos de objetos, frases e ações pré-definidas que visavam honrar os espíritos, apreciando-os em vez de compeli-los. Como theurge dos andarilhos, Anderson sabia haver métodos mais simples de convocar os espíritos, mas Megumi não os ensinaria.

    Ainda assim, o aprendizado do ritual estava completado após um mês de treinamento, e Stroller já conseguia realizá-lo sem auxílio. Porém, a hierarquia do caern exigiria que a Mestra do Ritual da seita, MEgumi, estivesse presente se Stroller quisesse performar o ritual; obviamente, ele poderia tentar fazê-lo clandestinamente, sem avisar ninguém.

    Passava o tempo sendo ensinado e também tentando se desenvolver na vida de mochileiro ripster que agora se encontrava. Trazia pro caern algumas baterias de lítio, assim podia usar seus equipamento mais distante do pessoal, e tb trouxera uma barraca Nautica 3 quartos, um fogão a lenha e pederneira nova. Fazia o seu camping completo, assim garantia um bom conforto e até uma falsa privacidade no local.

    Essas medidas valeram a Stroller o desprezo generalizado de todos os outros garous da seita.

    A maioria dos outros cliaths imitara o exemplo de Megumi e não tinham trazido nada para o caern, e mesmo os que tinham algum objeto pessoal não tinham desejado tantas coisas quanto Anderson. 

    Megumi impusera a Stroller que montasse seu acampamento fora da divisa, que se resumia à colina, de modo que o andarilho tinha que subir e descer toda a colina quando trouxesse algo novo para sua área de camping. 

    Os outros garous não eram avessos ao uso do fogo, mas faziam pequenas fogueiras artesanais, muito menos eficazes que o fogão a lenha de Von Karbeki. 

    O acampamento de Stroller o isolou ainda mais dos ohtros membros da seita.

    Contudo era pego muitas vezes tentando decorar as rotinas dos espíritos e quem visitava a seita, pois como Megumi nunca saia de lá,  fazia questão de 'estar disponível' para ver todos os rituais que eram performados no local, sempre tentando agradecer ao Pássaro de Fogo, por aceitar a sua presença no local.

    A presença dele nos rituais não era vetada em momento nenhum, embora o desprezo dos outros garous fosse quase palpável.

    Os espíritos menores eram indiferentes a Stroller, tratando-os conforme eles os tratava, sem pré-julgamentos.

    Mas o totem do caern continuava a não lhe responder.

    Quando estava novamente na presença de Megumi aproveitava a oportunidade
    -- Rhya, estamos a um tempo juntos, e como fui colocado nesta situação por outros, quero entender como posso ajudar aqui, mas por mim... Muito grato pelo ensinamento com os espiritos, mas gostaria de saber mais sobre o nosso proposito neste caern e como posso ajudar a cumprir a sua missão, neste 1 ano aqui, creio que o mínimo de confiança já deve ter surgido entre nós, não desejo nada alem de servir a Gaia e evitar a vitória da Wyrm nesta terra e na Umbra

    Uma coisa Stroller já perceberra sobre Megumi: ela não era nem um pouco política, falava sempre direta e francamente, sem rodeios.

    Ela olhou para Anderson como se visse diretamente seu interior, respondendo com palavras vagarosas mas ddecididas:

    - Este caern é diferente de qualquer outro que eu tenha conhecimento. O totem já estava presente antes do ritual de criação do caern e ele atraiu os membros da seita através de sonhos e visões. Ele transmite uma sensação de perigo e urgência, como se a Nação Garou estivesse ameaçada e precisasse ser salva, de um modo que eu não consegui ainda expressar em palavras humanas. A sua presença não perturbou o totem como eu temia que poderia acontecer, mas não sei como você poderia ajudar sem ter conexão com o Pássaro de Fogo. Talvez possa executar as funções que teria numa seita comum, mantendo a rotina tão suave quanto possível, mas para o grande propósito do totem, você não é útil.
    Alexwalker
    Investigador
    Alexwalker
    Investigador

    Mensagens : 84
    Reputação : 0

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Alexwalker Qui Dez 02, 2021 8:17 pm

    Anderson já percebera um efeito curioso e bastante irritante: mesmo as transmissões via satélite estavam sujeitas a variações na qualidade, tendo picos de estabilidade perfeita, períodos de interferências variadas e momentos de absoluta ausência de sinal. Isso não impedia sua comunicação com o Devorador-da-Wyld, mas limitava os momentos em que era possível, e o adren andarilho não tinha explicação para aquilo, achando o efeito tão interessante quanto suspeito.
    * Agendava uma conversa em Tim Horton com o Em suas conversas com o Devorador-da-Weaver.
    Aroveitava que tinha que passar nos laoratórios da empresa para atualizar seu trabalho e queria falar com o Andarilho longe dos olhos e ouvidos dos dois caerns*
    -- Bill, come essere sottile qui, lá no meu acampamento já notamos que o espiritos conseguem realmente interferir na física do lugar... nossa conexão as vezes falha e então tb não queria ter esta conversa no meio do Central com a nobreza validando o nosso ponto.

    -- Duas perguntas, está tranquilo sobre a localização? Creio que a 1° parte da missão está concluída, certo? Pelo que notei de lá, o Totem me aceita no recinto, mas se nega a qualquer comunicação formal. Em outras palavras, não tenho a confiança dele e não fui eleito pros seus planos. Megumi, sabiamente, ainda me mantem no escuro, mas me dá a liberdade necessária. Estou me isolando, pois os garous lá são da turma que andarilho é lixo, então nada de novo... mais liberdade.

    -- Pergunta 2. O que é este pacto que existe com os vampiros... pode me explicar direito... pq ainda me custa entender como isso é possível uma central grande não limpar de North Vancouver, Coquitlam até Richmond.
    -- Entendo olhar a Jean Grey (Fenix Negra), mas como ter um acordo com Mobius? Ainda não entendo isso.

    -- Quais são estes limites que "tenho" que respeitar? afinal, ser independente tb significa não causar barulho demasiado.
    Alexwalker
    Investigador
    Alexwalker
    Investigador

    Mensagens : 84
    Reputação : 0

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Alexwalker Qui Dez 02, 2021 8:42 pm

    Olhava em volta com um sorriso...
    "Dentro do centro de Vancouver, num Tim Horton, lugar totalmente solidificado pela crença canadense... será difícil para Sumé ficar bisbilhotando do outro lado, mas mesmo assim minhas perguntas são todas de conhecimento da Portadora, vamos deixar minhas intenções só pra mim neste momento... vamos ver o quanto confiar no Bill"
    -- Lembrando que Sumé pode estar na área do outro lado... ou mesmo por aqui... é um Nível 1 como eu, mas não sei até onde se estendem as suas habilidades.
    -- Ele tem a missão de estar no meu pé rsrsrs


    * As palavras da Portadora ainda ressoavam na sua cabeça *

    - Este caern é diferente de qualquer outro que eu tenha conhecimento. O totem já estava presente antes do ritual de criação do caern e ele atraiu os membros da seita através de sonhos e visões. Ele transmite uma sensação de perigo e urgência, como se a Nação Garou estivesse ameaçada e precisasse ser salva, de um modo que eu não consegui ainda expressar em palavras humanas. A sua presença não perturbou o totem como eu temia que poderia acontecer, mas não sei como você poderia ajudar sem ter conexão com o Pássaro de Fogo. Talvez possa executar as funções que teria numa seita comum, mantendo a rotina tão suave quanto possível, mas para o grande propósito do totem, você não é útil.
    *Após ouvir aquilo, ficara pensante e se retirava, pois sabia que ela não tinha mais nada a falar naquele momento e ele precisava então achar um motivo para si... vir falar com outro andarilho ajudaria ele a ter novas ideias pra se mostrar ao Totem e ainda assim tirar isso da cabeça no momento*
    Alexyus
    Adepto da Virtualidade
    Alexyus
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1883
    Reputação : 76

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Alexyus Sex Dez 03, 2021 3:40 pm

    Stroller passava pela ponte da Lua sob os olhos vigilantes e discretos do impuro Pêlos Azuis. Na outra ponta, ele era recepcionado pelo olhar mal-humorado e judicioso do wendigo que mantinha o trânsito sob controle e não parecia gostar especialmente do andarilho do asfalto.

    Era impossível saber até onde o uktena Sumé ainda o seguia, mas pelo menos na cidade o campo de familiaridade funcionava a favor do andarilho e contra o indígena sul-americano.

    No Tim Horton mais próximo da divisa do caern do urso, Anderson encontrava Bill Wallace, o andarilho adren Devorador-da-Weaver, que o tinha colocado naquele caso.

    O Espertinho mais experiente tinha confirmado a localização do caern do pássaro de fogo, embora a região fosse bastante inacessível por terra.

    -- Pergunta 2. O que é este pacto que existe com os vampiros... pode me explicar direito... pq ainda me custa entender como isso é possível uma central grande não limpar de North Vancouver, Coquitlam até Richmond.
    -- Entendo olhar a Jean Grey (Fenix Negra), mas como ter um acordo com Mobius? Ainda não entendo isso.

    Bill suspirou enquanto tomava um gole de seu café, para só então responder com voz baixa e vagarosa:

    - Isso é história antiga, mas eu conheço os fatos principais. O caern mais antigo da região de Vancouver era cuidado pelos wendigo, que chamavam não muito criativamente de Grande Caern, e ninguém nunca pensou em trocar. No tempo em que os europeus chegaram na região, eles começaram a explorar a indústria madeireira, e com ela vieram os sanguessugas. Como sempre, enquanto as tribos brigavam entre si, os negócios da cidade eram tomados pelos cadáveres ambulantes, e quando todos se deram conta, já tinha uma cidade em volta do caern, que se resumia a um parque com fama de assombrado. Felizmente, os vampiros que vieram pra cá não eram das facções que vivem brigando, e o ancião deles impôs que nenhum novo vampiro seria criado aqui na cidade, então eles não aumentavam muito e nossos Parentes não corriam riscos. Nossa tribo não era a mais bem-quista, pra variar, mas fomos nós que conseguimos a solução para o problema crescente das madeireiras: negociando com os legisladores humanos e os diplomatas dos vampiros, conseguimos aprovar leis que reduziram o corte de árvores para um número sustentável e descobrimos os interesses dos sanguessugas. Como essa solução impopular vinda de uma tribo já impopular seria mal vista pelas outras tribos, negociamos com os Presas de Prata para que todos pensassem que a ideia tinha sido deles, deixando tanto o crédito quanto o ônus para suas altezas, em troca de eles apoiarem nossa tribo e nossas atividades na cidade. Acabou sendo um bom acordo, que está em vigor até hoje...

    - Entendo olhar a Jean Grey (Fenix Negra), mas como ter um acordo com Mobius? Ainda não entendo isso.

    -- Quais são estes limites que "tenho" que respeitar? afinal, ser independente tb significa não causar barulho demasiado.

    Bill deu uma risada:

    - Gostei dos apelidos, podemos adotar! Sobre o acordo, Stroller, todo mundo sabe que não é perfeito, mas isso mantém a cidade em paz, sem guerras abertas entre vampiros e garous, sem madeireiras agindo fora dos limites, e sem ameaças ao nosso Grande Caern. Depois dele nós conseguimos ajuda dos Roedores de Ossos e dos Filhos de Gaia para abrir um caern modesto em Abbotsford, bem mais discreto e menos exposto que o primeiro, e em algum momento os Presas tomaram posse do caern do urso pardo, tão poderoso quanto o primeiro mas na área mais selvagem da área urbana e desde então a seita se reúne lá em ocasiões importantes, e o velho caern é mantido por todas as tribos de modo coletivo.

    Ele terminou o café e foi mais objetivo:

    - As regras do pacto:
    # atos de violência na área urbana são totalmente proibidos.
    # o trânsito de garous na cidade é livre para acessar o caern, mas nós não devemos nos meter nos assuntos dos vampiros e nem eles nos nossos.
    # nenhum novo vampiro pode ser criado em Vancouver, mas os que chegarem de fora por avião ou barco e aceitarem as regras do ancião deles recebem permissão pra ficar.
    # qualquer vampiro que for pego fora dos limites urbanos, nas matas ou florestas, pode ser executado na hora; pois esse território é totalmente nosso.
    - De tempos em tempos, alguém sai da linha e precisa ser punido, geralmente com a morte, mas no geral é fácil obedecer essas regras, não acha?
    Alexwalker
    Investigador
    Alexwalker
    Investigador

    Mensagens : 84
    Reputação : 0

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Alexwalker Sex Dez 03, 2021 6:14 pm

    - As regras do pacto:
    # atos de violência na área urbana são totalmente proibidos.
    # o trânsito de garous na cidade é livre para acessar o caern, mas nós não devemos nos meter nos assuntos dos vampiros e nem eles nos nossos.
    # nenhum novo vampiro pode ser criado em Vancouver, mas os que chegarem de fora por avião ou barco e aceitarem as regras do ancião deles recebem permissão pra ficar.
    # qualquer vampiro que for pego fora dos limites urbanos, nas matas ou florestas, pode ser executado na hora; pois esse território é totalmente nosso.
    - De tempos em tempos, alguém sai da linha e precisa ser punido, geralmente com a morte, mas no geral é fácil obedecer essas regras, não acha?
    -- Bill, eu trabalho num laboratório de biotecnologia da Famiglia aqui em Vancouver...
    -- Não fico aqui por transito... moro em North Vancouver, trabalho aqui... sabemos que tenho liberdade nos horários devido ser quem somos, mas bem, isso por si seria uma violação ao item 2.

    -- Bem, se seus escravos não cruzarem meu caminho e nem de nossos parentes ok...
    -- Se os assuntos nossos não passarem junto ao governo, sobre patentes, ações de compra de licenças de terras pra pesquisa e outros coisas da Famiglia. Será cobrada uma ação do caern e sobre você como líder da Famiglia aqui. Então creio que você já tem isso bem coordenado, e só me envolverei em qualquer coisa disso se você assim solicitar.

    -- Os demais, acho interessante, deixa aberto muita coisa, um bom acordo por assim dizer.
    -- Afinal, se eles nos veem como caipiras que só se preocupam com a mata, ficamos livres pra não sermos culpados de nada, certo?

    -- Mas irei agir dentro do acordo. Afinal, ser independente é melhor não ficar dando moloe...rsrsrs

    -- BTW, achei excelente isso estar na conta dos presas, realmente isso é muito nossa cara. Que os reis fiquem com o Darma, e o Carma tb kkk

    -- Sabemos quem são seus lacaios e quem são os vampiros?


    * Este assunto o intregava e Bill notava isso claramente, pois sendo um andarilho vindo da Italia, sabia que tomar conta da cidade e encontrar/proteger o espirito da cidade era uma missão sagrada para um Andarilho, e não caminhar na sua cidade ainda era um caso curioso. *
    Alexyus
    Adepto da Virtualidade
    Alexyus
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1883
    Reputação : 76

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Alexyus Sab Dez 11, 2021 2:12 pm

    -- Bill, eu trabalho num laboratório de biotecnologia da Famiglia aqui em Vancouver...
    -- Não fico aqui por transito... moro em North Vancouver, trabalho aqui... sabemos que tenho liberdade nos horários devido ser quem somos, mas bem, isso por si seria uma violação ao item 2.

    Bill se mostrou curioso:

    - Que laboratório é esse que eu não conheço? E como você concilia o trabalho lá com suas missões para a tribo? 


    - Mas nós podemos morar e andar em Vancouver, o que não podemos fazer é agir como lobisomens na cidade. O único lugar que podemos fazer isso é no Velho Caern, onde os vampiros são proibidos de ir.


    -- Bem, se seus escravos não cruzarem meu caminho e nem de nossos parentes ok...
    -- Se os assuntos nossos não passarem junto ao governo, sobre patentes, ações de compra de licenças de terras pra pesquisa e outros coisas da Famiglia. Será cobrada uma ação do caern e sobre você como líder da Famiglia aqui. Então creio que você já tem isso bem coordenado, e só me envolverei em qualquer coisa disso se você assim solicitar.

     Bill se mostrou um pouco mais contrariado com isso:

    - Se você encontrar algum vampíro mexendo com nosso Parentes, fale pra ele respeitar o Pacto, e se ele não te escutar, bata nele mas o traga vivo. Os Presas de Prata podem levá-los aos anciãos dos vampiros para eles mesmo julgarem o infeliz. Matá-lo você mesmo dentro da cidade violaria o pacto, e se a seita descobrisse, você seria severamente punido.


    - Essa situação não é nem de longe a ideal, o ideal seria um mundo sem vampiros, com Gaia saudável e os humanos conscientes de como agir. Obviamente, a realidade não é assim. Quando eu cheguei a Vancouver, a situação já era essa, estabelecida por Andarilhos anteriores a mim, e minhas ordens foram para não irritar os Presas nem as outras tribos. Então nossa alternativa é respeitar esse acordo ou cair fora daqui antes que os outros garous nos trucidem.

    -- Os demais, acho interessante, deixa aberto muita coisa, um bom acordo por assim dizer.
    -- Afinal, se eles nos veem como caipiras que só se preocupam com a mata, ficamos livres pra não sermos culpados de nada, certo?

    Um sorriso discreto apareceu nos lábios de Bill, e um brilho divertido em seus olhos:


    - Sem dúvida, dá para agir contornando o acordo, se você for bem Espertinho... Mas nunca seja pego, ou vai ser bem difícil se defender!

    -- Sabemos quem são seus lacaios e quem são os vampiros?

    A voz de Bill ficou vaga:

    - Todos? Não, não, há muito que não sabemos, mas eu continuo minhas pesquisas, e já sei bastante. Se você agir bem, também pode descobrir parte dos esquemas deles...
    Alexwalker
    Investigador
    Alexwalker
    Investigador

    Mensagens : 84
    Reputação : 0

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Alexwalker Sab Dez 11, 2021 4:27 pm

    - Que laboratório é esse que eu não conheço? E como você concilia o trabalho lá com suas missões para a tribo?
    Ria um pouco...
    -- Somos Andarilhos, os mais adaptáveis do nosso povo...
    Trabalho na Biogate, um dos braços de pesquisa genética e farmacêutica da tribo.


    https://biogatelab.com/pharmaceutical-rd.html

    -- Sou o chefe de R&D, o que me permite ler artigos e usar os computadores pra fazerem as integrações genéticas e teste de conceito que preciso, pra então nossos parentes e funcionários realizarem os teste reais e me passar o resultado. Por isso sou mais velho e mesmo assim um Cliath... Elizabeth "Leitora de Genes" que o diga. Problema dos andarilhos né?

    -- Como eu disse, por ser quem sou, tenho mais liberdade e mais acesso as pesquisas que a Tribo quer que pesquisemos, e como uma tribo de Theurges, eu pesquiso essa união de mundos. Lembre-se que existem padres cientistas e fui educado na Itália... Grandes investimentos da Famiglia estão em Laboratórios e aceleradores de partículas lá, com isso, temos muitas terras pra reservas animais e terras... Mas as demais tribos não são fãs de reservas né?

    -- Por isso que no camping eu tenho acesso à rede pra continuar trabalhando...rsrs


    * Ouvindo atentamente ele colocando as claras sobre as regras do pacto e era visivel um ultraje no olhar dele*
    -- Um Presa de Prata, filhos do Sol, levando garous para serem entregues a vampiros... impensável uma coisa dessa hein...rsrsrs

    -- Mas, se você tem o nome de um dos peixes grandes, me fala... como Theurge, já sei o que eu quero fazer, gostaria de ver um deles pra poder entender como funciona, afinal quero ver, mas não ser visto hahahaha. Mortos vivos que ficam preso a este lado da película, desconhecendo o que esta no outro lado...


    * Olhando em volta ainda meio que procurando pelo Ragabash Uktena *
    -- Bem, isso tb será um motivo de conversa com os outros, ver como eles pensam sobre este pacto.

    -- Megumi me ensinou e versão dela de uns rituais, bem interessante, depois terei que adaptar a nossa cultura, mas primeiro preciso dominar este conhecimento... e esse nome que vc vai me passar, vai ajudar bastante no meu processo hahahaha
    Alexwalker
    Investigador
    Alexwalker
    Investigador

    Mensagens : 84
    Reputação : 0

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Alexwalker Sab Dez 11, 2021 9:07 pm

    * Olhava pro Rhya com uma seriedade repentina e olhando pra ele, com seriedade e respeito*
    -- Este é o momento do "Salto de Fé". Preciso que me dê o nome de um dos vampiros grandes, um místico deles, se é que isso existe, seria melhor.

    -- Isso me garante duas coisas... sua confiança em mim, e minha confiança em você.
    -- Como esses seres não conhecem esse lado nosso, irão buscar culpados nas fileiras deles primeiro... mas vão questionar vocês.

    -- Tenho sua benção Rhya?
    Alexyus
    Adepto da Virtualidade
    Alexyus
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1883
    Reputação : 76

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Alexyus Sab Jan 01, 2022 5:44 pm

    - Um Presa de Prata, filhos do Sol, levando garous para serem entregues a vampiros... impensável uma coisa dessa hein...rsrsrs

    Bill sacudiu a cabeça, negando:

    - Não, meu caro, não é assim que funciona. Se os vampiros identificarem você e reclamarem para nossos reis presas de prata, eles farão justiça segundo a lei dos garous, mas não duvide da severidade deles. Nós podemos matar os sanguessugas fora da cidade, mas dentro da cidade também precisaríamos entregar qualquer delinquente deles para os nossos reis que deixariam a justiça deles na mão do Príncipe, o manda-chuva dos cadáveres.

    -- Mas, se você tem o nome de um dos peixes grandes, me fala... como Theurge, já sei o que eu quero fazer, gostaria de ver um deles pra poder entender como funciona, afinal quero ver, mas não ser visto hahahaha. Mortos vivos que ficam preso a este lado da película, desconhecendo o que esta no outro lado...

    Bill assumiu um ar conspirador ao dizer:

    - Há dois figurões que você precisa prestar atenção para não irritar: Siegfried, um ancião bem antigo que controla os jornais The Vancouver Sun e The Province, uma estação de tv, várias emissoras de rádio, e mais importante, a Macmann & Blundel, a famosa companhia florestal M&B, que domina a maior parte das operações lenhadoras da Colúmbia Britânica. Além dele, existe uma vampira chamada Julie Foster, que até onde eu sei parece ser uma espécie de amante de Siegfried e controla todo o acesso a ele. Os dois geralmente são encontrados em boates como a Luv-A-Fair e a Graceland. Eu não te aconselho a ir lá pessoalmente nem a mandar qualquer pessoa importante ou que não seja descartável.
    Alexwalker
    Investigador
    Alexwalker
    Investigador

    Mensagens : 84
    Reputação : 0

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Alexwalker Seg Jan 10, 2022 8:16 pm

    — Bem Rhya, um bom ponto é que vc falou é eles nos verem, ok.. vantagem pra nós, se eles se colocaram como donos destas empresas, até no LinkedIN eu consigo fotos reais deles… uma validação com outras ferramentas de buscas vão me dar as fotos corretas…
    Outra coisa, tenho o nome deles… tb muito bom.

    — Creio que o lugar que eles se encontram durante o dia deve ficar sob sigilo, mas estarem numa cidade pequena como Vancouver, vai nos ajudar tb… então tenho como evita-los.

    — Os demais, bem, ai vamos descobrindo com o desenrolar das coisas… creio que o conselho destas empresas devem ser de pessoas associadas a eles… se estiverem marcadas pela Wyrm, podemos ver como lidar com elas e suas filiações. A empresa florestal me deixa curioso… mas se fizermos uma tomada de empresa de forma agressiva, seria muito ruim, então tb tenho outros planos pra isso rsrsrs


    — Muito Grato por estas informações, agora já tenho uma ideia de como não me meter em problemas por aqui e como respeitar as ordens dos Rhyas.


    * Se despedia do Garou com as mensagens na cabeça e com a certeza que ele foi colocado num vespeiro preste a cair… *

    “Se por um lado, houve uma criação de um caern, com muitos mortos e uma Portadora da Luz que estava ‘Protegendo’ o local, temos uma seita que faz acordos claros com vampiros e ainda apresentando seus membros… qual dos dois pecados temos que conviver…”

    * Voltava ao seu recinto e rapidamente fazia uma checagem pelo nome dos dois vampiros e buscando suas fotos nos conselhos das empresas, portais governamentais, investigando pra garantir que as imagens sejam de fato dos Vampiros. Como os vampiros tb frequentavam a Boate, então vazia uma busca nas fotos do local, com isso aumentando a acertividade da investigação.

    Terminando esta parte,  olhava em volta da sua casa e pensava *
    "Tvz ele esteja por aqui"

    — Meu caro Ragabash, está na imediações??
    — Preciso de um trabalho que é mais afeito aos seu augúrio… confirmar uma localização de algo que não deveríamos saber… topas?? Mas Será durante o dia, topas?


    * Não esperava uma resposta dele, apenas deixava a porta aberta pra ele entrar caso seja do interesse dele, afinal, era desvendar um segredo, e sua tribo era afeita destas atividades.

    Ia dormir calmamente e ao amanhecer, fazia seus rituais menores e se preparava para seu objetivo.

    Caminhando para o outro lado da película com as votos e os ingredientes consigo.

    Olhando a Penumbra local, pensava em como seria interessante o equilíbrio entre a weaver e a Wyld e como North Vancouver era um exemplo disso… tranquilamente sentia as energias do local e começava a fazer o ritual da pedra caçadora. *

    — Sumé, bem, como você tem que saber todos meus passos, acho que agora, caso esteja perto, é o momento de se apresentar e seguirmos juntos… como garous, não é do meu feitio agir sozinho, uma ajuda de um irmão seria interessante.

    * Continuava a realizar o ritual, focando inicialmente em descobrir a localização da Julie Foster. *
    Xafic Zahi
    Neófito
    Xafic Zahi
    Neófito

    Mensagens : 28
    Reputação : 0

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Xafic Zahi Sex Jan 14, 2022 4:13 pm

    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 5a6cd258c173f400d5eb68c5770d2b81




    O ragabash apreciava ter iniciado um trabalho de campo, que embora exigisse menos da sua capacidade intelectual, dava oportunidade de aperfeiçoar suas habilidades de furtividade e vigilância. Para ficar de acordo com suas novas funções, deixou o cabelo e parte dos pelos do rosto crescerem e aderiu a alguns acessórios típicos da sua tribo e ancestrais, aparência esta que com certeza não poderia ser sustentada anteriormente, em razão do seu contato constante com o povo dito civilizado e seus magistrados e autoridades.

    No entanto, a calmaria das atividades do Stoller durante as primeiras semanas foi o suficiente para Sumé se sentir entediado. O acampamento que o Andarilho montou despertou interesse em um primeiro momento, porém, em poucos dias, Sumé percebeu que nada além de trabalho mundano era feito ali. Dessa forma, o uktena passou a utilizar do tempo que Stoller estava em seu acampamento trabalhando para reportar detalhes que julgasse pertinentes à anciã Megumi e também para ficar em contato e criar e fortalecer laços com os demais membros da seita, em especial outros cliath.

    O último dia, em especial, tinha sido mais agitado. Sumé havia conseguido muitas informações do que estava acontecendo em Vancouver. Os dados iam de nomes, tanto daquele que dava ordens para Stoller, quanto das criaturas da Wyrm que controlavam a mídia da cidade, até sobre a existência e regras de um pacto de paz entre garou e cainita. Nos últimos anos Sumé havia aprendido muito sobre relatividade moral e que, algumas vezes, é necessário ceder para poder avançar. Dessa forma, não se incomodava e não fazia qualquer juízo de valor sobre o pacto de paz existente.

    Aproveitando-se do momento de descanso de Stoller, Sumé retorna ao caern do Pássaro de Fogo e reporta à Megumi as novas informações colhidas, em especial os objetivos e intenções dos Andarilhos, inclusive o pedido de ajuda dirigido a ele, solicitando orientação de como deveria proceder quando retornasse a Stoller na manhã seguinte.

    Conteúdo patrocinado


    Stroller - Anderson Van Korbecki - Página 2 Empty Re: Stroller - Anderson Van Korbecki

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Jan 23, 2022 10:25 pm