Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Michel Vega - Toreador Camarilla

    Compartilhe
    Cantarzo
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 55
    Reputação : 0

    Michel Vega - Toreador Camarilla

    Mensagem por Cantarzo em Seg Jun 12, 2017 4:06 pm

    Personagem: Michel Vega
    Jogador: Cantarzo
    9a Geração
    Natureza: Celebrante
    Comportamento: Competidor

    Atributos (3/7/5)
    Físicos:
    Força 1
    Destreza 4 (Reflexos Felinos)
    Constituição 1

    Sociais:
    Carisma 4 (Eloquente)
    Manipulação 3
    Aparência 3

    Mentais:
    Inteligência 3
    Percepção 2
    Raciocínio 3


    Habilidades 13/ 9 /5

    Talentos:
    Prontidão
    Esporte 1
    Briga 1
    Esquiva 1
    Empatia 4 (Emoções)
    Expressão 1
    Intimidação 1
    Liderança
    Manha
    Lábia 4

    Perícias:
    Empatia com Animais
    Ofícios 1
    Condução 1
    Etiqueta 1
    Armas de Fogo 1
    Armas Brancas 4 (facas/punhais - cinzel)
    Performance
    Segurança
    Furtividade 1
    Sobrevivência

    Conhecimentos: (2 ptos bonus)
    Acadêmicos 1
    Finanças
    Computador 1
    Investigação
    Direito
    Linguística
    Medicina
    Ocultismo 1
    Política
    Ciência 3

    Disciplinas: (7 ptos bonus)
    Auspícios 1
    Rapidez 1
    Presença 2

    Antecedentes: (1 pto bonus)
    Geração 4
    Contatos 1
    Recursos 1

    Virtudes:
    Consciência 4
    Autocontrole 2
    Coragem 4

    Força de Vontade 7 (3 ptos bonus)

    Humanidade 6

    Qualidades:
    Amor Verdadeiro +4ptos
    Ingerir Comida +1pto
    Ambidestria +1pto bonus
    Língua +1pto
    Sono Pesado -1pto
    Exclusão de presa - crianças -1pto
    Exclusão de presa - mendigos -1pto
    Repulsa ao Alho -1pto
    Artista de Coração Partido -1 pto
    Cantarzo
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 55
    Reputação : 0

    Re: Michel Vega - Toreador Camarilla

    Mensagem por Cantarzo em Seg Jun 12, 2017 4:09 pm

    Prólogo: Michel
    Tyler nasceu na 4a geração de uma família de músicos em New Orleans. Infelizmente, segundo o pai de Tyler, este tinha pouca aptidão, apesar de grande apreciação, pela música. Não importa qual instrumento ou estilo ele praticasse, ele jamais mostrava evolução.

    Sempre foi interessado pelas ciências, principalmente por mecânica. Desde pequeno desmontando seus brinquedos e montando outros diferentes com as peças. Mesmo quando se formou engenheiro seu pai parecia ressentido pela falta de habilidade musical do filho. Tyler considerava a prática de várias áreas da ciência formas de arte: "máquinas, ferramentas e até aparatos eletrônicos são obras de pura criatividade e engenhosidade ."

    Porém não importa o quanto se esforçasse pelo respeito do pai, nunca o obteve. Ao mesmo tempo que trabalhava como engenheiro em diversas empresas, adaptou seus conhecimentos científicos para produzir arte propriamente dita. Venerando escultores peculiares, como Da Vinci e Alexander Calder, criava esculturas, móveis de diversos tamanhos e materiais. Mas estas obras não lhe rendiam sustento, apenas prazer e uma tentativa fútil e inconsciente de buscar a aprovação do pai artista.
    Tyler se casou cedo, sentia (e ainda sente) um amor recíproco e verdadeiro pela sua amada Sarah. Porém a frustração dele o fez decidir por buscar uma troca na sua profissão e buscar maneiras de ganhar seu sustento e de sua família a partir das suas esculturas. Decidiu que ia viver de sua arte e prover sustento para sua família - Sarah e seu recém nascido filho Jack.

    Viajou sozinho, para a frança, para estudar escultura e ter contato com as obras de seus artistas favoritos. Como todo turista que passa pela frança, se encantou com todos os seus aspectos - arte, arquitetura, cultura, gastronomia, urbanismo... Estudou a fase inicial das esculturas de Calder e seu "circo de marionetes". Ainda no 1o mês de sua viagem, foi de Paris para Amboise no vale do Loire para conhecer o museu Da Vinci e foi nesta breve passagem que Tyler encontrou sua maldição. Em uma visita noturna ao castelo de Amboise conheceu a bela Marine...

    Imediatamente encantado pela leveza das maneiras da jovem enquanto discutiam sobre uma das esculturas no castelo, foi facilmente persuadido a passear pelos bosques nos arredores da cidade. O tempo todo Tyler se sentia culpado por ter viajado sem Sarah e Jack, mas se convencia que a viagem era para o bem deles e tinha certeza que jamais teria outra mulher, mas naquela noite de lua crescente em um bosque no sul da frança, parecia que nada mais importava, que a noite não iria acabar e que apenas ele e Marine existiam. Se lembra claramente do beijo e da pele gelada de Marine, mas a partir daí tudo não passa de um borrão, um pesadelo confuso. Acordou em um quarto barato de motel, ao seu lado Marine chorava, lágrimas vermelhas que pareciam sangue. Ela pedia perdão dizendo que não sabia por que tinha feito aquilo. Dizia que não tinha intenção de matá-lo mas que depois de perder o controle, não podia deixar que o mundo perdesse uma alma bela, ingênua e dedicada as artes morrer por um acidente, um descuido.

    Tyler passou o restante de sua viagem com Marine. No início não sem importava com mais nada, queria apenas mais tempo com ela, com sua presença intoxicante, queria saber mais sobre ela e sobre essa nova condição. Ela passou algumas breves semanas explicando as leis e tradições da sua sociedade e até apresentou Tyler para alguns outros que ela chamava por vezes de membros e por outras de amaldiçoados. Ele aprendeu que é membro do clan Toreador, uma distinta linha de artistas. Reconhecimento chega das maneiras mais estranhas e irônicas." Marine parecia ter forte influência sobre os membros da cidade de Orleans, onde segundo ela uma grande quantidade de membros residia.

    Uma noite Marine havia sumido, deixando apenas para ele um cinzel de escultor de prata, talhado com uma rosa em baixo relevo. Uma ferramenta de um escultor feita de algfuma liga de prata enrolada uma carta escrita apenas "pardon".

    Estranhamente toda aquela paixão e admiração de Tyler por ela havia sumido, como uma mágica, apenas um rancor pela bela imagem mental que tinha dela. Lembrou de Sarah e Jack, do que havia deixado para trás por causa dela e sabia que jamais poderia voltar para a sua antiga vida.
    Viajou para Nice e conseguiu subornar o capitão de um pequeno navio a leva-lo de volta para a américa. Ao longo de sua viagem conheceu pessoas na tripulação que lhe deram documentos espanhois de um homem chamado Michel de la Vega. Esta seria a sua nova identidade. Ao atracar no porto de Nova Orleans a tripulação informou as autoridades sobre a morte do viajante Tyler que havia embarcado em Nice e que seu corpo havia se perdido no oceano. Ao tempo em que Michel desembarcou e adentrou na noite de nova Orleans.

    Alugou um pequeno galpão com porão na área industrial próxima ao porto e fez seu covil para passar as horas do dia. Nos dias seguintes esteve do lado de fora de sua antiga casa onde viu de longe Sarah e Jack e chorou lágrimas de sangue ao ver o sofrimento deles. Disse para si mesmo que ainda iria garantir o sustento deles mas que agora faria da sua maneira.

    Passou as noites dos próximos meses trabalhando nas suas esculturas e depois de ter um acervo inicial, barganhou por espaço nas exposições e eventos locais. Ganhou dinheiro rapidamente e notou que seu sucesso não se dava apenas pelo seu ofício, mas principalmente pela sua habilidade social. Após meses com uma renda respeitável, começou a depositar dinheiro na conta bancária de Sarah, disfarçando com o nome de um seguro de vida. guardava apenas um mínimo par a sua sobrevivência, afinal não precisa mais de comida ou água potável, nem vinhos nem plano de saúde.
    O sucesso de Michel atraiu a atenção de muitos mortais e por fim dos membros da cidade. O zelador da Camarilla o encontrou se alimentando de uma garçonete em um beco nos fundos de uma galeria de arte e o intimou para se apresentar ao príncipe (não são pessoas que você localiza pelo google). Michel conhecia as tradições, mas não conhecia os membros da cidade, muito menos as suas regras específicas, como a da proibição de se alimentar diretamente dos mortais.

    Em outras circunstâncias sabia que um membro "clandestino" não apresentado ao príncipe seria eliminado ou expulso, mas outros membros, principalmente os de seu clan rogaram pela sua absolvição - Michel ainda não sabe dizer se prezavam a sua arte ou se apenas simpatizaram com seu carisma natural.

    Passou noites racionalizando sobre sua arte, e sobre o que é beleza, e considerou uma tragédia as regras dos cainitas da cidade. Claro que pode ver os benefícios, mas um vampiro impedido de caçar é como um pássaro engaiolado que também não canta.
    Tentar se adaptar as demandas de outros jamais surtiu bons resultados para Tyler e Michel se recusa a se adequar. Claro que fará de tudo para não ser pego e para sobreviver, mas fará o possível para continuar se alimentando de mortais. "Continuarei sob meus termos, devo lealdade apenas a Sarah e Jack".

    Michel terá prazer todas as noite que conseguir seduzir e se alimentar de uma bela mulher nas noites quentes de Nova Orleans - e não for descoberto. Apenas o amor por Sarah e Jack poderá lhe dará força de vontade e colocará freios nos seus anseios e mantendo o reinado de sua humanidade sobre a besta.

    Todas as noites ele sofre imaginando se um dia terá oportunidade e coragem de revelar a verdade para seu amor e pedir perdão pelo sofrimento que ainda causa. Ao mesmo que o sofrimento e a saudade atrasam o seu trabalho, o sofrimento é o que lhe permite imprimir emoção nas suas "esculturas".
    Cantarzo
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 55
    Reputação : 0

    Re: Michel Vega - Toreador Camarilla

    Mensagem por Cantarzo em Seg Jun 12, 2017 4:10 pm

    Língua adicional: Francês

    Carrega seu estimado cinzel prateado preso por uma tira de couro dentro da manga da camisa.

    Pilota uma motocicleta triumph

    covil no seu modesto atelier próximo ao porto

    Possui diversas ferramentas de todos os portes no atelier (serras, martelos, maçarico, correntes, etc).
    Carrega uma pistola automática escondida na cintura (área portuária é muito perigosa no período da noite.
    Cantarzo
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 55
    Reputação : 0

    Re: Michel Vega - Toreador Camarilla

    Mensagem por Cantarzo em Seg Jun 12, 2017 4:21 pm

    Lord_Suiciniv
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 13
    Reputação : 0

    Re: Michel Vega - Toreador Camarilla

    Mensagem por Lord_Suiciniv em Qua Jun 14, 2017 9:27 pm

    Oi Primeiramente, desculpe a demora, estou naquela boa e velha correria de final de semestre, só tive tempo agora para olhar o fórum. Espero que entenda.

    1. Em habilidades, os niveis 4 e 5 estão restritos para serem comprados com pontos bônus. Você distribuiu 4 pontos em empatia, lábia e armas brancas.

    2. Você não comprou o conhecimento Linguistica, porém sabe falar duas línguas.

    3. Que qualidade é essa, língua? e Artista de coração partido?

    4. Você tem 17 pontos bônus para gastar, mas gastou apenas 13.

    5. Seu personagem subornou um capitão, comprou identidade falsa, e aparentemente ganhou a vida com as esculturas... Porém ele só tem recursos 1. Mesmo que você envie tudo que recebe para a esposa e filho, o personagem deveria ter mais recursos que isso.

    6. Sua sire é contraditória, ela agiu como uma verdadeira criança da noite, ao perder o controle na hora de se alimentar e acabou matando seu personagem, sentindo remorso, ela abraçou o seu personagem. Porém, ela também tem grande influencia em Orleans, frança... O que significa que ela é no minimo uma ancillae em ascensão... Porém como uma ancillae, ela nunca perderia o controle assim, muito menos quebraria uma das tradições da camarilla, por simples remorso.

    7. Se bem me lembro, da cronica da Aline, se um membro é pego se alimentando de um mortal, ele será punido com a morte final, porém o seu personagem alem de ser pego, era um recém-chegado, que não se apresentou, um estrangeiro, coisa que também é punido com morte final. Por que motivo seu personagem não foi morto no ato? Por que motivo o clã intercedeu por você? Uma criança da noite, sem sire para tomar responsabilidade, recém-chegado e que se alimentou de um mortal contra as regras? Seu personagem não valia a pena ser salvo pelo clã.



    Obs:Neste topico aqui Criação de Fichas existe o modelo que usamos por aqui, gostaria que quando você fosse fazer as correções da ficha, você atualizasse para o nosso modelo.


    Seja bem vindo ao nosso sub-forum, e espero que se diverta muito conosco ^^
    Cantarzo
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 55
    Reputação : 0

    Re: Michel Vega - Toreador Camarilla

    Mensagem por Cantarzo em Sex Jun 16, 2017 1:40 pm

    Valeu pela avaliação, seguem abaixo minhas respostas

    1- OK posso arrumar, mas por algum motivo não consigo editar meu post. Como faço pra alterar? Posto a ficha novamente?

    2- Qualidade language do VTM edição de 20 anos (Language +1pt) pag, 484
    Não dá o skill, apenas vc sabe uma língua a mais.

    3- Artista de coração partido é do clanbook toreador : Tortured Artist (1-pt. flaw)
    "You must suffer for your work. Your work is never good enough to suit you. You often suffer ennui for extended periods of time, preventing you from working steadily. In addition, you constantly find yourself in heartbreaking positions; perhaps you subconsciously lead yourself into those situations to acquire the experience you need for your work"

    4- Se voce somar os ptos bonus mais as qualidade verá q somam 15 (13 em "dots" e 7 em qualidades com 5 de defeitos=15). Os ptos estão distribuidos corretamente.

    5- Ele ganha uma boa quantidade de dinheiro, mas manda quase tudo apra a esposa. Oq ele fica pra ele equivale ao recurso 1. É apenas para a história, no jogo ele não terá acesso ao dinheiro grande, ele simplesmente tem o recurso 1.

    6- Acredito q qqer cainita pode perder o controle, essa é a natureza da besta. Se quiser posso tirar a parte dela ter grande influência, não é importante pra mim. Mas por favor não tome os seus parâmetros como regra.

    7- Como no item 6, isso não é importante pra mim tbem. Poderiam ser 200 motivos diferentes algum toreador (criaturas extremamente emocionais) term intervido pelo meu personagem (simplesmente o carisma, medo de perder a arte dele, quererem me usar de bode expiatório em maquinações, etc. - a lista pode ser infinita.

    Para os itens 6 e 7: a minha ficha conta apenas a história vista pelo personagem, como ele percebeu os fatos, os motivos e a real situação dele fica a critério do mestre querer usar ou não, eu não tenho domínio do cenário, apenas escrevi uma história que me agrada. Prólogos servem basicamente para dar o contexto para o mestre usar.



    Lord_Suiciniv
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 13
    Reputação : 0

    Re: Michel Vega - Toreador Camarilla

    Mensagem por Lord_Suiciniv em Dom Jun 18, 2017 7:50 pm

    1- OK posso arrumar, mas por algum motivo não consigo editar meu post. Como faço pra alterar? Posto a ficha novamente?
    Isso mesmo ^^

    2- Qualidade language do VTM edição de 20 anos (Language +1pt) pag, 484
    Não dá o skill, apenas vc sabe uma língua a mais.

    3- Artista de coração partido é do clanbook toreador : Tortured Artist (1-pt. flaw)
    "You must suffer for your work. Your work is never good enough to suit you. You often suffer ennui for extended periods of time, preventing you from working steadily. In addition, you constantly find yourself in heartbreaking positions; perhaps you subconsciously lead yourself into those situations to acquire the experience you need for your work"

    Qualidades e defeitos do v20 não estão sendo aceitos, uma vez que os narradores do sub-forum não leram esta edição, sinto muito

    4- Se voce somar os ptos bonus mais as qualidade verá q somam 15 (13 em "dots" e 7 em qualidades com 5 de defeitos=15). Os ptos estão distribuidos corretamente.

    Refiz os cálculos aqui novamente e continua faltando, vou te mostrar.

    Pontos bonus iniciais: 15
    Qualidade e defeito: 6 Pontos em qualidade e 4 em defeitos = 2 pontos bonus
    Distribuição:
    Força de vontade: 03/17
    Antecedentes: 04/17
    Disciplinas: 11/17
    Conhecimentos: 13/17
    Resta: 04 pontos bonus.


    5- Ele ganha uma boa quantidade de dinheiro, mas manda quase tudo apra a esposa. Oq ele fica pra ele equivale ao recurso 1. É apenas para a história, no jogo ele não terá acesso ao dinheiro grande, ele simplesmente tem o recurso 1.

    Bom, por mim de boa, mas vou logo avisando, se em algum momento do jogo, seu personagem decidir que não vale a pena dar dinheiro pra mulher, seja qual for o motivo, ele não vai ter acesso ao dinheiro grande. Com recursos 1, significa que o dinheiro nem passa na conta do seu personagem, já entra direto na conta da sua ex-esposa, seria preciso mudar essa sistematica in game para poder recuperar esse dinheiro, se você estiver de acordo, não irei obstar nada.

    6- Acredito q qqer cainita pode perder o controle, essa é a natureza da besta. Se quiser posso tirar a parte dela ter grande influência, não é importante pra mim. Mas por favor não tome os seus parâmetros como regra.

    7- Como no item 6, isso não é importante pra mim tbem. Poderiam ser 200 motivos diferentes algum toreador (criaturas extremamente emocionais) term intervido pelo meu personagem (simplesmente o carisma, medo de perder a arte dele, quererem me usar de bode expiatório em maquinações, etc. - a lista pode ser infinita.

    Eu conversei com os outros envolvidos no projeto deste sub-forum, e ficou concordado que apesar de ser improvável alguém de renome na cidade, com uma idade já avançada de vampirismo, perderia o controle mataria uma vitima sem querer, e quebraria uma tradição da camarilla por impulso motivado pelo remorso, isso ainda é bem possível de acontecer. Então quanto a isso, ta tudo bem.

    E também, quanto a parte do clã todo intervir pra salvar a sua vida, ficou decidido que isso só é provavel de acontecer se o clã tiver algum plano oculto que o seu personagem desconhece, e precisava de um membro descartavel para isso. Em outras palavras, você está dando uma carta branca para o mestre justificar da forma que achar melhor a sua vida, podendo ser algo bom ou ruim para o personagem. Novamente, se estiver de acordo, está tudo bem ^^
    Cantarzo
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 55
    Reputação : 0

    Re: Michel Vega - Toreador Camarilla

    Mensagem por Cantarzo em Seg Jun 19, 2017 9:12 am

    @Lord_Suiciniv escreveu:


    Qualidades e defeitos do v20 não estão sendo aceitos, uma vez que os narradores do sub-forum não leram esta edição, sinto muito

    Ok, vou retirar/trocar

    @Lord_Suiciniv escreveu:

    Refiz os cálculos aqui novamente e continua faltando, vou te mostrar.

    Pontos bonus iniciais: 15
    Qualidade e defeito: 6 Pontos em qualidade e 4 em defeitos = 2 pontos bonus
    Distribuição:
    Força de vontade: 03/17
    Antecedentes: 04/17
    Disciplinas: 11/17
    Conhecimentos: 13/17
    Resta: 04 pontos bonus.

    Cara, 6 ptos de qualidade e 4 de defeitos - > isso me dá -2 ptos pra usar, não +2. Ao invés de 17 eu tenho 13... Mas se vc quiser me dar +4 eu estou aceitando Very Happy

    @Lord_Suiciniv escreveu:
    Bom, por mim de boa, mas vou logo avisando, se em algum momento do jogo, seu personagem decidir que não vale a pena dar dinheiro pra mulher, seja qual for o motivo, ele não vai ter acesso ao dinheiro grande. Com recursos 1, significa que o dinheiro nem passa na conta do seu personagem, já entra direto na conta da sua ex-esposa, seria preciso mudar essa sistematica in game para poder recuperar esse dinheiro, se você estiver de acordo, não irei obstar nada.

    Sim, pra termos práticos esse dinheiro não existe, o personagem tem apenas o que estiver na ficha.

    @Lord_Suiciniv escreveu:

    E também, quanto a parte do clã todo intervir pra salvar a sua vida, ficou decidido que isso só é provavel de acontecer se o clã tiver algum plano oculto que o seu personagem desconhece, e precisava de um membro descartavel para isso. Em outras palavras, você está dando uma carta branca para o mestre justificar da forma que achar melhor a sua vida, podendo ser algo bom ou ruim para o personagem. Novamente, se estiver de acordo, está tudo bem ^^

    Ok. Sempre considerei que esse tipo de coisa sempre é prerrogativa do mestre. Ele pode usar qqer personagem em qqer plano que ele julgue adequado pra narrativa Smile
    Lord_Suiciniv
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 13
    Reputação : 0

    Re: Michel Vega - Toreador Camarilla

    Mensagem por Lord_Suiciniv em Qua Jun 21, 2017 4:57 pm

    Ok, vou retirar/trocar

    Certinho, no aguardo.

    Cara, 6 ptos de qualidade e 4 de defeitos - > isso me dá -2 ptos pra usar, não +2. Ao invés de 17 eu tenho 13... Mas se vc quiser me dar +4 eu estou aceitando Very Happy

    Caralho!! Você tem toda razão... bem que meu professor de matematica na epoca do colegio sempre me mandou prestar atenção nos sinais >.< kkkkkk Beleza ta certo sim, eu que lesei foda na hora de calcular.

    Creio então que esteja tudo em paz agora, falta só você postar a ficha atualizada e da minha parte ta em paz. Aprovada
    Cantarzo
    Investigador
    avatar
    Investigador

    Mensagens : 55
    Reputação : 0

    Ficha aprovada

    Mensagem por Cantarzo em Seg Jun 26, 2017 4:09 pm

    Blz! Obrigado!

    Não consigo criar um tópico nas fichas aprovadas então criei um novo em fichas sob análise.

    Very Happy
    Crios
    Neófito
    avatar
    Neófito

    Mensagens : 40
    Reputação : 0

    Re: Michel Vega - Toreador Camarilla

    Mensagem por Crios em Qua Jun 28, 2017 4:08 am

    Desculpe a demora. Falha minha. Enfim, cheguei atrasado, e pelo visto, todas as observações que o Lord fez foram bem pertinentes. Não há nada demais que eu possa falar. Desculpe a demora. Por mim, esta aprovado
    Conteúdo patrocinado


    Re: Michel Vega - Toreador Camarilla

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Ago 17, 2017 8:33 am