Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    ON - Rumo a Mortigny

    Alexyus
    Tecnocrata
    Alexyus
    Tecnocrata

    Mensagens : 351
    Reputação : 20

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Alexyus em Dom Jun 14, 2020 4:33 pm

    Andrei escreveu:O cheiro da comida do elfo é uma provocação que Andrei não suporta e ele chama a Sra. Brown, pedindo para a anfitriã trazer o complemento da refeição que o mago dispensou

    A garçonete de vestido preto e cabelos castanho-claros explicou que o preço da refeição incluía tudo que estava no cardápio e, em poucos minutos, trouxe os itens completavam o menu: um prato com um grande peixe assado que ela explicou tratar-se de um linguado, uma travessa quadrada com cinco filés de bife acebolado bem quentes, e uma forma redonda com um macio e apetitoso bolo de leite.

    Krystofor escreveu:- Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão satisfeitos. Hmmm o passar da hora creio que irei solicitar a atendente o preparo de um banho restaurador para recuperar-me da viagem e ter uma noite de sono mais tranquila.

    O Sacerdote polidamente irá solicitar o mencionado preparo do banho.

    A Sra. Brown ouviu o pedido de Krystofor com um sorriso bondoso e imediatamente pôs-se em ação:

    - Ah, mas é claro, querido! Nada melhor que um banho quente para curar as dores da estrada! Ainda mais nessa época de fim de outono, as viagens são de resfriar até o homem mais resistente! Aguarde alguns minutos, sim?

    Ela chamou uma arrumadeira e instruiu:

    - Sarah! O sr. Krezkov quer tomar um banho! Esquente a água e leve a tina ao quarto dele, sim?

    A empregadinha saiu apressada para cumprir suas ordens. Menos de dez minutos depois, ela voltou e chamou Krystofor:

    - Seu banho está pronto, senhor! Me acompanhe, por favor!

    Sarah levou o sacerdote até o quarto que tinha sido preparado para ele, no andar de cima. Era de bom tamanho e no centro dele tinhasido colocada uma tina de madeira cheia de água quente, com uma barra de sabão e uma escova ao lado.

    - Fique à vontade, senhor!

    A arrumadeira fez uma reverência e saiu, fechando a porta.

    Os quartos de Krystofor, Denna, Andrei, Bloody e Anurag ficavam um ao lado do outro, na ala leste. Ladeados aos quartos de Krezkov e Anurag estavam dois banheiros de uso coletivo, um em cada canto daquele lado do andar.


    OFF: Fiquem à vontade para descrever qualquer ação feita durante a noite.


    A manhã seguinte chegou com uma claridade sutil e ventos frios da direção do mar, mas felizmente a ala em que estavam dava para o lado oposto, de modo que não sentiram essa friagem.

    Ninguém da estalagem incomodaria os hóspedes, e a qualquer momento que quisessem descer ao salão e pedir o desjejum, seriam servidos.


    OFF: Qualquer atividade matinal que desejarem fazer, podem descrever.


    As irmãs Weathermay-Foxgrove chegaram pouco antes do meio-dia, e sua chegada foi avisada aos visitantes pelas arrumadeiras.

    Elas permitiram que os aventureiros recebecessem seus pratos requisitados para o almoço e se reuniram numa mesa redonda grande o bastante para acomodar todos.

    Enquanto comiam, Gennifer disse:

    - Se há algo que ainda desejem perguntar, podem fazer agora.


    OFF: Espaço aberto para qualquer pergunta que vocês tenham.


    Após elucidar as dúvidas dos aventureiros, Laurie disse:

    - Vamos tratar agora sobre a sua missão! Gennifer, quais os detalhes?

    Gennifer pegou uma bolsa de couro e abriu-a, tirando alguns papéis, enquanto explicava:

    - Recebemos essa carta da senhorita Charlotte Isabelle Haurie, de Mortigny, Richemulot.

    Ela passa a carta aos aventureiros que quiserem ler. Ela diz:

    "Prezado Doutor Rudolph Van Richten,

    Escrevo-lhe esta missiva na esperança de que possa me ajudar neste momento de desespero. Sua reputação me indica que não há ninguém mais capacitado para desvendar o mistério que cerca a trágica morte de minha irmã gêmea, Jules. O corpo dela foi encontrado num beco deserto, vitimado de graves ferimentos letais, que as autoridades locais concluíram ter sido causados por uma besta desconhecida. Essa explicação, além de ser mais do que insatisfatória, me parece intrinsecamente falsa. Eu gostaria que o senhor pudesse vir em meu auxílio para descobrir a verdade e permitir que a alma de minha irmã repouse em paz, sabendo que seus assassinos não ficaram impunes.


    Ansiosa por sua colaboração,
    Charlotte Isabelle Haurie."

    Gennifer prossegue:

    - Para aqueles não familiarizados com Richemulot, trata-se de um conjunto de cidades bastante urbanizadas e de um povo bem civilizado. Mortigny é uma pequena cidade localizada no sul de Richemulot. Como nas cidades de Richemulot, é um nexo para o comércio, mas seu artesanato também é digno de nota. A influência e o encorajamento da nobreza no mundo das artes são particularmente notáveis, embora a razão desse encorajamento esteja em um jogo constante de status e poder ainda mais intrincado e obscuro do que o de Pont-a-Museau, a capital. Felizmente, a separação de Mortigny da esfera de poder da regente Jacqueline Renier geralmente elimina a natureza fatal de tais competições por prestígio.

    Ela estende um mapa sobre a mesa, apontando as direções:

    Mapa:
    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Mapa_p10

    - Vocês têm duas opções para chegar a Mortigny partindo de Mordentshire. A primeira, mais comum e segura, é seguir a Estrada do Moinho para o norte, passando pela Floresta dos Antigos até o povoado de Hope's End, continuando até Chateaufaux, já em Dementlieu, onde vocês virariam para o leste seguindo a Estrada dos Sussurros, descendo em seguida para o sul, passando pelas cidades de Silbervas, Pont-a-Museau, Ste. Ronges, até finalmente chegar a Mortigny. Seriam semanas de viagem por estradas relativamente confiáveis. A única vantagem talvez seja que vocês poderiam acompanhar o outro grupo até Chateaufaux.

    O dedo elegante da moça deslizou no mapa em outra direção, enquanto ela explicava:

    - A segunda opção é seguir a Estrada do Moinho para o Sul ou subir o Rio Arden na mesma direção, até passarem pelo Grande Pântano. Neste ponto, vocês cruzariam o Rio Arden e passariam até o Lago Ofegante, alcançando a Estrada dos Sussurros pouco depois de Sainte Ronges. Então seria só seguir para o Sul, acompanhando o Rio Musarde, até chegar a Mortigny. Bem mais rápido, mas mais perigoso, e provavelmente vocês não encontrariam nenhuma grande cidade até chegar ao seu destino.

    Laurie indagou, ligeiramente ansiosa:

    - Então, o que vocês vão fazer?
    Faor
    Cavaleiro Jedi
    Faor
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 194
    Reputação : 6

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Faor em Dom Jun 14, 2020 5:02 pm



    O bárbaro estava claramente contente com todo o serviço e as acomodações daquela estalagem. Pouco acostumado, achou justo todo o dinheiro gasto e se considerava absolutamente preparado para qualquer empreitada. Estava de bom humor.

    Participou alegre de todas as refeições, acompanhou Denna em suas orações e se mostrou grato e satisfeito o tempo todo.

    Quando as irmãs chegaram, o que marcou o início de outra bela refeição, Andrei prestou atenção em tudo e acompanhou as indicações no mapa.


    Gennifer escreveu:- Vocês têm duas opções para chegar a Mortigny partindo de Mordentshire. A primeira, mais comum e segura, é seguir a Estrada do Moinho para o norte, passando pela Floresta dos Antigos até o povoado de Hope's End, continuando até Chateaufaux, já em Dementlieu, onde vocês virariam para o leste seguindo a Estrada dos Sussurros, descendo em seguida para o sul, passando pelas cidades de Silbervas, Pont-a-Museau, Ste. Ronges, até finalmente chegar a Mortigny. Seriam semanas de viagem por estradas relativamente confiáveis. A única vantagem talvez seja que vocês poderiam acompanhar o outro grupo até Chateaufaux.

    O dedo elegante da moça deslizou no mapa em outra direção, enquanto ela explicava:

    - A segunda opção é seguir a Estrada do Moinho para o Sul ou subir o Rio Arden na mesma direção, até passarem pelo Grande Pântano. Neste ponto, vocês cruzariam o Rio Arden e passariam até o Lago Ofegante, alcançando a Estrada dos Sussurros pouco depois de Sainte Ronges. Então seria só seguir para o Sul, acompanhando o Rio Musarde, até chegar a Mortigny. Bem mais rápido, mas mais perigoso, e provavelmente vocês não encontrariam nenhuma grande cidade até chegar ao seu destino.


    - Eu e Denna chegamos aqui pelos rios, primeiro usando o Pequeno Arden e depois o maior até aqui. Foi em um pequeno barco mercante, tem vários deles subindo e descendo toda a semana. Não acho ruim. Quais perigos existem entre os pântanos e a Estrada dos Sussurros, senhora Gennifer?

    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2925
    Reputação : 3

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por gaijin386 em Dom Jun 14, 2020 6:27 pm

    Ano do Senhor 755

    "Mas, sejam fortes e não desanimem, pois o trabalho de vocês será recompensado".

    Crônicas 2:15-7


    O sacerdote pede sopa para o almoço...

    - O caminho mais rápido sem duvida é o indicado, porém é dito que não encontraríamos lugares para repor suprimentos e descanso sendo assim teríamos que carregar mais provisões... A não ser que existam pequenos vilarejos que não costumam ser registrados nos mapas. Todavia o caminho regular é muito mais demorado o que não recomendo.
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 6685
    Reputação : 139
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Dycleal em Dom Jun 14, 2020 7:26 pm

    Denna come e bebe bem e espera todos irem dormir e pede discretamente para a Sra. Brown para que se coloque uma tina com água quente no seu quarto e logo está mergulhada na tina relaxando naquela maravilhosa mordomia. Não era fácil para uma mulher que vivia no ermo, fazer uma higiene bem feita e conseguir relaxar nua num banho como aquele sem ser molestada e fica pensando na missão que fora separada para seu grupo e como conhecia aquela região e por coincidência o mesmo caminho que fizera para chegar, poderia ser feito para alcançar o seu novo destino. Se enxuga com cuidado e veste roupas limpas e dorme o sono dos justos.

    Pela manhã acorda antes do sol e veste a sua armadura que escovara bem e faz o seu desjejum farto, preocupada se não vai ficar mal acostumada e sorri quando chegam os primeiros companheiros e que sem dúvida era seu amigo bárbaro que faz as orações juntos. Os outros vão chegando e ela mantêm uma conversa amena e animada. Na hora do almoço as irmãs chegam em tempo de almoçarem todos juntos e ficarem a disposição para tirarem dúvidas e seu amigo sempre calado, desta vez revela que o melhor caminho era voltar por onde chegaram e descreve toda a rota, logo tendo a concordância do clérigo e Denna bate no seu ombro e diz: - Mandou bem!

    A ranger levanta a mão para pedir a palavra e quando ela lhe é franqueada, pergunta: - Quanto tempo foi passado desde o transcorrer dos fatos relatados e teremos a colaboração das autoridades locais? Eu gostaria de ver o corpo da falecida e examinar o local onde ela foi encontrada, vai ser possível?
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2976
    Reputação : 0

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por anderson em Dom Jun 14, 2020 7:48 pm

    Blöodgar'mindel, segue para seu quarto quando termina a comida e todos se dispersam. Hoje estava mais ansioso que nos outros dias. Deita para sua meditação noturna. Não dormia como outrora. Ficava num transe descansando. O dia era mais longo para o elfo. Logo antes do sol nascer, já estava de pé. Pensara em se preparar magicamente como no dia anterior para magias, mas decidiu esperar o mapa aparecer com o destino do lugar para onde deveriam ir. Já começava a fazer cálculos e montar esquemas em sua mente. Não lembrava quando fora a última vez que estivera numa viagem. Descera para ver se havia alguém de fácil acesso. Caso não houvesse iria para um rio se banhar. Água gelada despertava pela manhã.

    Não fizera questão de se apressar. O universo era mais belo aquela hora da manhã. Havia pássaros, flores e muito, muito frio. Ainda não estava movimentado quando voltara à estalagem. Subira ao seu quarto e estudara os tomos que as gêmeas lhe presentearam. Com os primeiros barulhos do dia, descera para um desjejum. Esperava um de seus novos companheiros para comer. Na língua élfica a palavra comer tinha uma origem curiosa. No início a palavra era "edere", o equivalente ao atual "er", mas havia uma prática de comer sobre a mesa com outras pessoas. A preposição com, é assim na língua Mordentiana também, era uma palavra usada para demonstrar o acompanhamento. Assim desde sempre comer era uma palavra que indicava que o ato de ingerir alimento se fazia acompanhado.À palavra "er" adicionou-se a preposição com e o resto é história. O elfo passara toda essa história novamente em seu cérebro onde podia jurar que haviam outras partes de sua mente com quem podia dividir histórias e tarefas.

    As gêmeas chegaram para o almoço e, neste tempo, o mago já tinha se preparado com as mesmas magias do dia anterior. Não poderia estar desprevenido numa necessidade. Com elas em cena tentou ser o mais simpático possível. Era uma investigação de um possível assassinato. Não era uma de suas especialidades, mas havia uma caçadora entre eles. Ela era a mais indicada para a tarefa. Veríamos no que ele poderia contribuir. Não conhecia os caminhos do mundo de Mordent, então deixou que os que conheciam escolhessem. Para ele quanto mais rápido, melhor. Afinal a moça queria observar o corpo, o que era bem improvável de acontecer. Ficou aguardando maiores elucidações.
    Alexyus
    Tecnocrata
    Alexyus
    Tecnocrata

    Mensagens : 351
    Reputação : 20

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Alexyus em Dom Jun 14, 2020 9:22 pm

    Andrei escreveu:Quais perigos existem entre os pântanos e a Estrada dos Sussurros, senhora Gennifer?

    Gennifer disse:

    - Temos relatos de assombrações nos pântanos, licantropos nas florestas, e as cidades de Richemulot são notoriamente povoadas por homens-ratos. Além disso, há os animais selvagens comuns desses ambientes. Claro, pode (e deve) haver muitas ameaças que não temos ciência.

    Denna escreveu: - Quanto tempo foi passado desde o transcorrer dos fatos relatados e teremos a colaboração das autoridades locais? Eu gostaria de ver o corpo da falecida e examinar o local onde ela foi encontrada, vai ser possível?

    Laurie respondeu essa:

    - Recebemos a carta faz uma semana, mas como podem ver, ela não menciona datas. Isso acontece muito, as pessoas não dão todos os detalhes, e precisamos investigar mais. Então, todas as informações que não temos, vocês terão que apurar in loco.
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2976
    Reputação : 0

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por anderson em Dom Jun 14, 2020 9:51 pm

    O mago já havia feito contas sobre que tipo de viagem seria mais interessante. Na prática ele estava em dúvida se valeria a pena viajar voando, mas como o tempo não era muito, talvez a troca não valesse. Seria um cartão de visitas sem igual. Isso se ao chegar no primeiro ponto de descanso eles não fossem atacados e mortos. Não. Não valia o perigo.

    Não tinha medo de licantropos, bestas e afins. Na verdade tinha mais medo de não encontrá-los. Estava ali para conhecer as bestas do outro mundo. Pensava que deveriam chegar lá o mais rápido possível. Quanto mais tempo passasse, mais as pistas desapareceriam. Aliás, os assassinos, se houvessem, já poderiam estar longe.

    - A senhora saberia de alguma embarcação que esteja indo naquela direção, caso esta seja a forma que escolhamos para ir? Para ele era notório que os sacerdotes de ambos os grupos seriam antagônicos e a chuva de conversa inútil seria cansativa de acompanhar. - Há algum local próprio para comprar provisões para a viagem? Preparar-se é fundamental!
    Faor
    Cavaleiro Jedi
    Faor
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 194
    Reputação : 6

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Faor em Dom Jun 14, 2020 9:55 pm


    Gennifer escreveu:- Temos relatos de assombrações nos pântanos, licantropos nas florestas, e as cidades de Richemulot são notoriamente povoadas por homens-ratos. Além disso, há os animais selvagens comuns desses ambientes. Claro, pode (e deve) haver muitas ameaças que não temos ciência.


    Andrei ficou sério com a resposta da moça. - São perigos realmente sérios, senhora. Ainda acho que o melhor caminho é o mais curto... nada impede de encontrarmos um único problemão no caminho maior que condene toda a viagem, não é? Mas a certeza de que vamos enfrentar essas criaturas, não deixa de ser uma preocupação. Mas nós temos uma caçadora sem igual aqui! Enfim, eu iria para o sul, mas vocês é quem sabem... - O bárbaro aguardou as outras opiniões e acenou concordando com o elfo preocupado com as provisões.

    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 6685
    Reputação : 139
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Dycleal em Dom Jun 14, 2020 10:17 pm

    Denna olha para Andrei e depois para os outros e diz: - Por mim, vamos pelo mais curto. Licantropos, homens ratos ou feras selvagens... Azar o deles se cruzarem o nosso caminho, vamos ter que mata-los e não se preocupem, é só cada um fazer seu papel e para isso eu oriento vocês... Sem problemas por mim, só não quero perder tempo. Vamos comprar nossas provisões e partir.
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2925
    Reputação : 3

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por gaijin386 em Dom Jun 14, 2020 11:24 pm

    @gaijin386 escreveu:Ano do Senhor 755

    "Mas, sejam fortes e não desanimem, pois o trabalho de vocês será recompensado".

    Crônicas 2:15-7


    Fazendo uma prece silenciosa por uma discussão bem sucedida.

    - Acredito que estejam bem equipados para encontros com tais criaturas? Bem a fé é inabalável e útil contra tais criaturas e farei uso dela.
    Alexyus
    Tecnocrata
    Alexyus
    Tecnocrata

    Mensagens : 351
    Reputação : 20

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Alexyus em Sex Jun 19, 2020 5:00 pm

    Bloody escreveu:- A senhora saberia de alguma embarcação que esteja indo naquela direção, caso esta seja a forma que escolhamos para ir? Há algum local próprio para comprar provisões para a viagem? Preparar-se é fundamental!

    Assim que o grupo chegou a um consenso, Laurie disse:

    - Nós duas temos que almoçar com o outro grupo, mas depois do almoço, Gennifer pode acompanhar vocês ao mercado enquanto eu procuro no cais um barco que suba o Arden que possa levar vocês.


    OFF: Tempo de livre de aproximadamente duas horas pra vocês fazerem o que quiserem.

    No início da tarde, Gennifer Weathermay-Foxgrove voltou à Estalagem da Grande Lareira para conduzir o grupo nas compras das provisões.

    Ela os levou até a praça central do mercado. Era uma extensão circular, asfaltada com paralelepípedos, em volta de uma fonte de pedra cinzenta adornada com uma estátua em mau estado de algum nobre antigo. Havia bancos de pedra perto da fonte, circulando sua extensão. O projeto original deveria ser belo, mas o resultado final era de um cinza pálido e triste.

    Nas bordas mais afastadas da praça jaziam armadas várias barracas de mercadorias diversas, seus vendedores apenas observando os transeuntes num silêncio discreto. Nas ruas mais próximas ficavam as lojas instaladas em prédios, simples e modestos em sua maioria, dentre os quais também o Herbanário Van Richten.

    - Muito bem, do que vocês precisam? - perguntou Gennifer.


    OFF: Todas as mercadorias do Livro do Jogador podem ser adquiridas pelo preço listado no livro. Devido à proximidade do inverno e da presença de Gennifer, os comerciantes podem ser convencidos a baixar o preço mediante um teste bem-sucedido de Diplomacia, para aqueles que desejarem rolar.  

    No final da tarde, reunidos de novo na Estalagem da Grande Lareira, Laurie informou ao grupo:

    - Encontrei um barco que subirá o rio Arden até Helbenick, em Valachan. O capitão Mainard Rivers, do Pantera do Rio, concordou em levá-los sem cobrar nada, e vai aportar no ponto onde vocês precisam desembarcar. Enquanto estiverem com ele, vocês não precisarão se preocupar com comida, a tripulação vai dividir as refeições com vocês. Na verdade, o capitão pareceu satisfeito por ter viajantes armados a bordo e lamentou que vocês não o acompanharão durante toda a viagem. Ele partirá ao amanhecer, então antes disso precisamos levar vocês às docas para embarcarem. Sugiro que jantem e depois acertem o preço das refeições com o senhor e a senhora Brown; os quartos dessa noite e da anterior podem ficar tranquilos que nós pagaremos. Durmam cedo e descansem bem, e estejam prontos para partir antes da primeira luz da manhã. Nós vamos pernoitar aqui para sairmos bem cedo com vocês.
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 6685
    Reputação : 139
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Dycleal em Sex Jun 19, 2020 10:30 pm

    Denna era uma mulher simples e pratica, perguntou se tinha uma rede para ser armada e repousar, e procurou se poderia fazer o seu repouso com uma vista para o mar. Ela amava a natureza e vez a imensidão do mar lhe lembrava da bondade do senhor da manhã e a sua generosidade, demonstrada em cada detalhe da sua obra. Repousou e meditou sobre a missão e disse para si mesma que não descansaria enquanto não desvendasse o que realmente ocorreu e fazer a justiça acontecer após ter em mãos essas informações.

    Quando chegou a hora da Srta. Gennifer os encontrar para fazerem as compras, ela pediu apenas para ir na barraca de ervas, afinal, com as ervas, ela podia fazer os melhores medicamentos para todas as eventualidades que podiam aparecer na viagem. Foi uma tarde divertida onde experimentou aromas e sabores de várias ervas e preparou um pequeno kit com elas em seu bornal que ficava acomodado no seu cinto e no fim desta agradável tarde a Srta. Laurie informou que conseguiu o barco que ela e Andrei haviam sugerido, pois tinha usado essa via, a ribeirinha na vinda e de forma tranquila. A forma que ela conseguira, foi interessante, pois a passagem e os alimentos seriam em troca de darem segurança durante a viagem, algo que para ela não era uma tarefa nova ou difícil.

    A noite, após comer e beber bem e conversar com seus companheiros durante o jantar, se retira para os seu aposentos, onde ora junto com Andrei e depois dele se retirar para o quarto dele, ela pede um novo banho de banheira com água quente, pois precisava relaxar para no dia seguinte acordar com as galinhas e comer seu desjejum e partir para as docas com o grupo e as duas irmãs.
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2925
    Reputação : 3

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por gaijin386 em Sex Jun 19, 2020 11:47 pm

    Ano do Senhor 755

    "Mas, sejam fortes e não desanimem, pois o trabalho de vocês será recompensado".

    Crônicas 2:15-7


    - Muito bem, do que vocês precisam? - perguntou Gennifer.

    A pergunta é muito bem feita e necessária a vista de Krystofor e ele respondeu

    - Precisamos de suprimentos para podermos explorar a região só que não sou um viajante muito experiente e não teria como estimar a quantidade de suprimentos para tal tarefa... Teria uma estimativa? Sei que teremos alimento enquanto embarcados, mas depois... será o que tivermos. Por via das duvidas eu solicita comida pra trinta dias e ah sim eu gostaria de estacas de madeira ao menos 5. Não vou rolar diplomacia ... porque não quero explorar os comerciantes locais. (Custo 5 silver por ração x 30 dias = 150 silver /10 valor em ouro = 15 moedas de ouro).

    Quanto ao posterior depois quando foram para jantar ele agradece a hospitalidade do senhor e a senhora Brown insistindo em abençoar o estabelecimento com uma prece do Senhor da Manhã para que traga prosperidade aonde fora tão bem tratado... E também agradece ao pessoal das cozinhas e criadas solicitando por fim novamente uma tina de agua quente para um banho restaurador, mas diz que poderia atender qualquer um que precisasse de serviços de um clérigo antes disso.
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2976
    Reputação : 0

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por anderson em Sab Jun 20, 2020 11:25 am

    Depois do primeiro encontro com Gennifer, Blöodgar'mindel, fica sentado ainda. Caso subisse e começasse a trabalhar, não teria vontade de descer. Sabia que logo seria hora de almoçar e pediu comida. Caso alguém tivesse descido para almoçar, não teria problema em pedir toda a comida, mas só se interessava no ensopado de peixe e batatas. Após o almoço tinha intenção de ficar por ali por baixo socializando. Pedia histórias de seus novos companheiros. Ele saberia avaliar quais seus costumes através delas. Se houvesse tempo contaria de si também e como eliminaram um culto numa masmorra uma vez com um grupo de humanos.

    Logo, Gennifer chega e eles saem para as compras. Ele olha uma bolsa de componentes e a compra e também algumas poucas coisas que lhe eram necessárias para as magias. A dele se perdera na viagem para o mundo de Mordent. Compra também um bordão para lhe ajudar a caminhar e então rações de viagem. Como Kristofor, pensava quanto precisaria comprar. Não queria ter que acampar tantos dias, mas comprou para 15 dias. Sua bolsa ficaria pesadíssima e o máximo que pudesse fazer para se satisfazer com frutas do caminho, faria. Para suas rações durarem o máximo. Não é que fosse sovina. Não suportaria carregar tanto por muito tempo. Havia pensado numa opção, mas seria custosa demais em termos de magia. Era melhor andar com o grupo tranquilamente.

    Chegaram perto do horário da ceia. Ceara com os companheiros. O mesmo que ceara na noite anterior. Procurou a dona da estalagem e lhe agradeceu prometendo que voltaria outras vezes e acertara suas refeições. Fora o último do seu grupo a sair do salão. Subiu. Deitou-se. Entrou em seu transe tranquilo para o repouso.

    Despertou no mesmo horário do dia anterior. Seguira o mesmo protocolo. Fora caminhar e banhar-se no rio.  A escuridão da noite era sua amiga. Conseguia enxergar bem com poucos pontos de luz, o que outros não poderiam. Retornou. Subira para seu quarto e estudara seu grimório para saber o que fazer durante aquele dia. Descera, pedira e pagara o desjejum. Estava aguardando no salão o horário de saída. Estava ansioso.

    Magias preparadas:
    1- Neverskitter, Névoa Obscurescente, 3x Aumentar pessoa, recuo acelerado; 2- Invisibilidade, 2x Teia, 2x Alterar-se, visão no escuro; 3- Armadura Arcana Maior, 2x Velocidade,  vôo
    Faor
    Cavaleiro Jedi
    Faor
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 194
    Reputação : 6

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Faor em Seg Jun 22, 2020 2:16 pm


    O bárbaro costuma acompanhar Denna na rotina diária e estava contente em ter a companhia de todo o grupo nas refeições. Sempre com boa vontade, Andrei partilhava aos alimentos com todos, contribuindo com os custos sem restrições. Andar pela vila também foi agradável, apesar da falta de jeito do homem rude. Ainda assim, Andrei é acostumado ao mundo selvagem e não costuma carregar suprimentos para mais de alguns dias de viagem. É capaz de encontrar água, comida e abrigo nas matas fechadas, aproveitando os recursos da Natureza. * - Quem tem o apoio de uma caçadora não precisa carregar tanto peso, não é?! *

    A proximidade do inverno, porém, sempre traz dificuldades para a vida selvagem e Andrei iria conferir suas provisões e sua capacidade de enfrentar o frio e as chuvas.

    Alexyus
    Tecnocrata
    Alexyus
    Tecnocrata

    Mensagens : 351
    Reputação : 20

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Alexyus em Seg Jun 22, 2020 11:15 pm

    PARTE 2:
    RUMO A MORTIGNY

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 A6d18910

    O Sol nem raiara sobre a Estalagem da Grande Lareira e as irmãs Weathermay já estavam de pé no salão, junto com o mago elfo Bloody. Anurag, Denna, Andrei e Krystofor logo se juntaram a eles.

    Na noite anterior, já tinham fechado a conta de cada um na estalagem, e as irmãs pagaram o desjejum madrugador para os que desejassem comer. A falante e acolhedora Senhora Brown e o sisudo e solícito Senhor Brown tinham se levantado cedo para se despedir dos hóspedes, desejando-lhes boa sorte; eles aceitaram piamente a prece oferecida pelo sacerdote Krezkov, mostrando-se crentes e respeitosos.

    Gastos:
    OFF: Os gastos na estalagem e na feira somaram:
    Krystofor - 1 p.o. e 2 p.p.
    Denna -  1 p.o. e 7 p.p.
    Bloody - 2 p.o. e 6 p.p
    Andrei - 1 p.o.
    Anurag - 1 p.o.
    Com exceção de Bloody e Anurag, os gastos já foram lançados no tópico das fichas.

    As senhoritas Weathermay esperaram que todos se aprontassem e saíram para o ar gelado da madrugada, guiando os cinco aventureiros; ambas vestiam casacos para se protegerem do frio matinal.

    As ruas estavam escuras mesmo com as luzes fantasmagóricas dos postes de lamparinas, insuficientes para fornecer visibilidade por mais do que dez metros à frente. Um nevoeiro glacial movia-se por todas as vias de Mordentshire, aumentando a dificuldade para ver claramente até para os que enxergavam no escuro.

    Aos poucos, o grupo deixou as ruas calçadas de paralelepípedos e começou a descer por longos degraus de madeira antiga até o porto. As docas eram constituídas por deques de madeira apoiada por colunas de troncos, entre os quais os barcos aportavam. Às vésperas do inverno, havia poucos navios se preparando para partir, não mais do que cinco, e foi para um deles que Laurie guiou o grupo.

    Havia homens checando as velas e as cordas, a âncora e as cargas, o leme e o casco de um navio de madeira escura com dois mastros. No alto do casco, logo abaixo da amurada, letras rústicas mas elegantes anunciavam o nome da embarcação: Pantera do Rio.

    Um homem velho e forte assistia a todo o trabalho, tirando o cachimbo da boca e gritando ordens de vez em quando, e foi a ele que Laurie se dirigiu:

    - Capitão Rivers, bom dia! Esses são os aventureiros que pedi que transporte!

    Capitão Maynard Rivers:
    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 E440f610

    Laurie foi apresentando um a um, e o capitão Maynard Rivers saudou cada um com um toque em seu cachimbo.

    - Bem, senhores, será muito bom ter vocês a bordo! Vou pedir para um dos marinheiros mostrar suas acomodações. Sr. Gates! Leve nossos novos tripulantes até o dormitório para guardarem suas coisas!

    Um jovem loiro apareceu sorrindo e respondeu:

    - Aye, capitão! Sejam muito bem-vindos, pessoal! Queiram me acompanhar, por favor!

    Gallen Gates:
    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Galles10

    Subindo a prancha até o convés na frente dos aventureiros, Gates levou os cinco para o piso inferior por uma escada bem abaixo da cabine do capitão. Havia um corredor com alcovas dos dois lados, uma em cima da outra como beliches, com espaço para uma cama apenas.

    Gates, sempre sorridente, explicou:

    - Podem pegar qualquer leito que estiver vazio! Não precisam se preocupar, cada leito tem uma cortina para isolar vocês do ronco dos outros marinheiros, hahaha! Acomodem-se e fiquem à vontade, vou voltar a ajudar o pessoal com a partida. Qualquer coisa, podem me chamar, eu sou Gallen, é um prazer conhecê-los, pessoal!

    Gallen Gates beijou a mão de Denna muito galantemente, deu tapinhas camaradas no ombro de Andrei e Krystofor e um aceno de cabeça cortês para Bloody e Anurag enquanto passava por eles, voltando ao convés.


    OFF: Fiquem à vontade para definir o que farão antes, durante e depois da partida.


    As irmãs Weathermay ficaram no cais até a hora da partida, observando o barco que levava seus aliados. Bem acima do mastro principal, uma ave negra rodeava o navio mercante, acompanhando-o discretamente.

    Quando os primeiros raios da alvorada despontaram de trás das montanhas a leste, o navio se pôs em movimento. A perícia da experiente tripulação guiou o veleiro contra a potente corrente do Rio Arden até que eles deixassem a foz e entrassem no curso, içando velas contra o vento. As águas escuras do rio corriam ao redor do barco, enquanto a cidade de Mordentshire ficava para trás, projetando sombras alongadas sobre o Mar das Mágoas.

    Assim que qualquer um dos cinco aventureiros subir ao convés, o capitão Rivers o aborda e explica:

    - Não vou pedir que trabalhe no barco, sei que tem suas próprias coisas pra cuidar, e contamos com vocês para nos defender de qualquer coisa estranha... mas se quiser aprender alguma coisa de navegação, pode falar com qualquer um dos tripulantes.

    As opções de trabalho a bordo incluíam acompanhar a navegação no leme com o capitão Maynard, rastreamento náutico no cesto do mastro com Moses Marsh, cuidar do cordame com Galles Gates ou ajudar Ed Eaton na cozinha.

    OFF: Vocês podem escolher uma função no barco para conversar com os tripulantes (e talvez conseguir alguma dica) ou decidir outras ações independentes.

    Tripulantes:
    Ed Eaton
    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Dungeons-dragons-the-wormwood-mutiny-pathfinder-roleplaying-game-dwarf-cook-png-favpng-MNJKPctvTpAZj2ZvbhTsSuVKn_t
    Moses Marsh
    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 586b7910
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu
    anderson
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2976
    Reputação : 0

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por anderson em Ter Jun 23, 2020 10:06 pm

    Blöodgar'mindel já descera com todos os seus pertences e quando as gêmeas chegam, ele se senta com elas e aproveita o desjejum aguardando os companheiros que chegaram sem demora. Depois da despedida seguiram para o transporte. Se esforçara para seguir o ritmo dos passos. Não queria retardar o grupo. Por fim avistam o navio e os tripulantes fazendo toda sorte de trabalhos para iniciar jornada.

    Havia um justificável frio na barriga. Não lembrava mais há quanto tempo fora a última vez que fizera um trabalho deste calibre, somado ao tempo que zarpara ao mar. Sua comunidade era pesqueira, estava acostumado ao balanço das embarcações, mas isso não quer dizer nem que dominava aquela arte, muito menos que gostava. Eles tinham pernas por um motivo muito óbvio. Haviam elfos forjados para nadar. Ele não era um!

    As acomodações não o agradaram. Soubesse onde ficava o lugar, iria tentar de todas as formas ir sozinho com o auxílio de uma ou outra magia. Mas isto lhe custaria os laços de companheirismo que precisava forjar com os colegas. Veremos como será a ida e na volta, talvez, todos pudessem desfrutar de uma bela visão e viagem.

    Antes que alguém se voluntariasse, o mago indaga ao capitão sobre o direcionamento da embarcação:

    - Senhor Mainard, por acaso o ofício do timoneiro é conhecido de toda a tripulação? É algo muito difícil? Gostaria de ouvir falar e talvez aprender sobre ele, se não for pedir muito.
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 6685
    Reputação : 139
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Dycleal em Qua Jun 24, 2020 12:15 am

    Denna comeu bem e já estava bem relaxada e estava ansiosa para estar na natureza, segue o grupo até o cais e sente a brisa marinha que lhe dá prazer. Gosta do jeito do capitão Rivers, com sua firmeza e fala direta, mas já não se sente bem com Galles Gates que achou muito meloso e dissimulado. As acomodações são simples e austeras e não lhe darão nenhuma privacidade, porém isso não será importante para ela e murmura para Andrei que fique de olho nela e escolha uma catre próximo do dela de modo que tenha ela em vista sempre.

    Quando é flanqueado fazer trabalhos no tempo livre, ela olha para o cesto do mastro e pensa que ali, com a brisa do mar assanhando os cabelos, a sensação de liberdade deve ser o máximo e começa a subir pelos cordames pulando para o cesto e diz: - Senhor Marsh, gostaria de aprender um pouco de rastreamento náutico, pode me ensinar?
    Faor
    Cavaleiro Jedi
    Faor
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 194
    Reputação : 6

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Faor em Qua Jun 24, 2020 11:41 am


    O dia da partida começa bem e Andrei sempre fica grato quando há boa comida à mesa. Muito respeitoso e um pouco desengonçado, ele se despede do casal responsável pela estalagem e acompanha todos até o cais. Também cumprimenta as irmãs do Herbanário e não vê mal no capitão ou no encarregado. Assim que Denna chama sua atenção para a própria segurança e privacidade, o bárbaro assume uma postura de vigia e avalia onde ficarão alojados. Depois que ela fez um breve sinal na direção do tal Gates, Andrei passou a ficar de olho no rapaz.

    Quando foram oferecidos oportunidades de conhecimento sobre a lida à bordo, Andrei logo se identificou com o trabalho braçal e procurou Galles Gates.

    - Meu camarada, eu aceita alguma ajuda com o cordame? Acho que aqui posso ser útil e ainda aprendo alguma coisa. - O espaço aberto também era um bom diferencial.

    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu
    gaijin386
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2925
    Reputação : 3

    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por gaijin386 em Qua Jun 24, 2020 12:50 pm

    Ano do Senhor 755

    "Mas, sejam fortes e não desanimem, pois o trabalho de vocês será recompensado".

    Crônicas 2:15-7


    Foi saudado pelo capitão e respondeu educadamente e de forma cortês.

    - Não te preocupas na viagem, pois o Senhor das Manhãs está conosco. e Seguiu o como indicado o senhor Gates vendo as acomodações. Durante o tempo livre Krystofor passava-o na frente do barco onde tinha mais sol e claro com o passar do tempo ele passou a pregar como todo sacerdote que se preza...

    Ó Senhor das Manhãs abençoado seja vosso nome
    Pois ele estende os céus
    e anda sobre as ondas do mar.

    Pois és tu que dominas o revolto mar;
    quando se agigantam as suas ondas,
    tu que as acalmas.





    Conteúdo patrocinado


    ON - Rumo a Mortigny - Página 2 Empty Re: ON - Rumo a Mortigny

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Jul 06, 2020 6:13 am