Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 2 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE JUNHO
A partir de agora somente mestres com mesas ativas no fórum terão o nick laranja
para ficar mais fácil a distinção. Fiquem atentos que em breve teremos
um novo modelo de pedido de mesa!




 

    Morcego Negro - Andrade

    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5515
    Reputação : 83
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Claude Speedy Qua maio 04, 2022 3:04 pm


     
         
         
     

             

                 
                 
                     
                 
             

         

             

                 



    Ouvindo aquelas palavras todas, apenas entre elas a sensação era melhor que pensava. —Esta dizendo que nascemos lob... digo, como Garous? Apenas isso era relevante, mais do que relevante, era sobre humano. Sequer precisava evoluir, apenas aceitar a iminente superioridade natural dada por deuses.

    —Eu sequer sou... Humano...?

    Um sorriso de satisfação se tornou um riso e dele uma gargalhada.

    hahahaHAHAHAHA

    E não era qualquer divindade, Gaia gerou filhos para derrubar simplesmente Zeus de seu trono pela traição de seu filho...
    E pelo parco conhecimento que tinha sobre mitologia e esse nome dentro de lidas rápidas sobre ocultismo, os filhos de Gaia como Tífon e outros monstros eram os mais poderosos.

    Insanidade pela revelação ou consciência do que era óbvio.

    Não só pela necessidade inerente da vontade de potência em se concentrar unicamente em ser um exemplo de sucesso, mas também pela total falta de didática, talvez intencional de praticamente vomitar um livro inteiro de histórias dos Senhores das Sombras que faziam quase nenhuma informação fazer sentido.

    Muitos nomes que nada queria dizer, além de grupos, tribos, metamorfos eram citados sem que primeiramente tivessem sido apresentados como se fosse necessário já os conhecer ou como se tudo lhe fosse verdade.

    Era difícil pinçar alguma informação que se conectava com algo que soubesse.

    Apenas era compreensível alguns grupos citados bem específicos que os Presas de Prata, pareciam estar ligados aos lobisomens que controlavam o Czar. Isso era falado muito por algo e apenas um comentário sutil para tentar extrair mais informações sobre o período pré-revolucionário da Rússia poderia esclarecer.

    —Entendo que os Lassombra... digo nós, Senhores tivemos nossa participação então contra a URSS porque eles tiraram nossa dinastia... Sim, eles regem o governo da fragilidade contra a astúcia e a habilidade, defendem que todos devem ser iguais como os cordeiros cristãos. Essa é a força corruptora maior... realmente. E apenas a centralização disciplinadora pode impedir os soviets de se tornarem comunistas... Graças ao apoio aos bolcheviques a instabilidade pode ser feita. Pelo que você me diz, os Presas eram os comandantes do Czar? E então os Senhores das Sombras assumiram com Lênin...? Mas os vampiros estariam com quem...? É confusa sua fala... Acusar os Roedores de Ossos e uma guerra de Vampiros, mas parece carente sobre conhecimento da política russa...faltam detalhes como a formação dos conselhos populares em 1906 e a tomada da Ucrânia em 1917 parece ser totalmente por causa dos Tzsimisce, mas e os anarquistas de Nestor Makhno?  

    Isso levava a pensar sobre gerar mais apoio aos governos que flertavam com o pensamento comunista por um instante.

    —Só não consigo compreender o que  Garra-Negra-da-Vingança esperava que eu pudesse fazer de benefício ao espírito do Morcego, se ele sabia que vocês não me acolheriam. Falavam muitos outros nomes sem sentido, como Sabá, Margrave e outras coisas que faziam uma sugestão muito genérica de uma ideia de um plano espiritual assim como o do nome de seu familiar mexicano Miguel Gutierrez eram poucas das referências que se poderia ouvir além da informação de que lobisomens e vampiros eram inimigos.

    —Então, o plano é claro. Me mandaram para cá para fazer parecer que as ações dos Garou que contrariem a lei da Wyrm que os homens criaram recaiam sobre nós e que possamos usá-la contra os Vampiros... Para "meus guias" me afastar de Oxaxá e dizerem que eu precisava estar aqui, para vocês me dizerem não vão me aceitar, certamente isso foi para criar uma distração... Vocês devem saber onde estão os vampiros dessa cidade e como podemos usar todo tipo de armadilha para destrona-los de Nova York e dar para nós o poder!

    Era a única conclusão lógica que chegava ao ouvir comentários contra o México.

    Educação deturpada ou não, o que importava era que o foco do plano tinha agora ficado claro, era evidente o direito natural sobre os cadáveres que enfraqueciam o rebanho dos humanos.


             

         
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5515
    Reputação : 83
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Claude Speedy Qua maio 18, 2022 2:49 pm


     
         
         
     

             

                 
                 
                     
                 
             

         

             

                 



    Depois de um momento de sensação de triunfo em finalmente sentir que era herdeiro direto e de ser parte espírito, notou que estava diante de pessoas tão perdidas em definir o que sabiam sobre a história que era complicado conversar com precisão.

    Só depois daquele orgulho fútil sobre sua origem passou, é que que as questões quanto à imigração, era completamente incoerentes entre as falas de Derik e do Sombra, de novo era pouco importante.

    Recordando então gradativamente das perguntas de Derik.
    Só agora elas faziam sentido.

    Derik escreveu:- Quem são seus pais?
    —Meus pais eram descendentes de parte do maior conglomerado de empresários de construção do Brasil desde o presidente JK.

    Derik escreveu:- Tem certeza que eles são mesmo seus pais?
    —Sim.

    Derik escreveu:- Quando você descobriu que era um lobisomem?
    —Eu fui mordido por um morcego gigante no México, achei que ele quem me transmitiu algum tipo de doença.


    Derik escreveu:- Quem te falou dos Senhores das Sombras?
    —Assim que saí uns dias com febres terríveis e visões de fantasmas, mas fisicamente um grupo parecido com o de vocês chamado"Senhores do Cume" disse que vigiava os meus pais e que eu era importante para o "grupo"...Esse grupo me abordou dizendo serem... "Lassombra"... bom, penso que meu espanhol ruim distorceu meu entendimento sobre o assunto....  Mas pelo que o Sombra comentou, no fundo eles se aproveitaram para me explicar tudo superficialmente e com duplos sentidos. Queriam me usar contra os vampiros... Acho que me queriam como um tipo de bucha de canhão para ser sacrificada enquanto eles abriam espaços aqui. Mas eu...senti uma forte inclinação a lidar contra a poluição gerada pelos humanos... humanos...Nunca fui humano então... Sou um servo de uma entidade, pelo que disseram, chamada Gaia. A mesma deusa grega?

    Derik escreveu:- Por que cometeu os crimes pelo qual a Interpol está te procurando?
    —Não cometi exatamente crimes. É complicado dizer que fui eu, mas o que meus pais fizeram foi jogar a culpa de todos os crimes de que eles estão sendo acusados como uma forma de me arrastar de volta para o Brasil. Eles são influentes tanto na polícia do meu país quanto aqui... Na verdade é difícil você dizer até onde são crimes, mas os tons de cinza sobre o desvio de dinheiro investido em pequenas propinas para fazer seu negócio funcionar vão assumindo proporções gigantescas... Impostos altos deixam difícil o trabalho do empresariado, mas a verdade é que eu pessoalmente não cometi crime algum, pelo menos não oficialmente. Minha ideia na fuga era deixar pistas de criminoso que se passar por um tipo de lenda urbana, assim eles correriam atrás de pistas falsas antes de que eu reaparecesse como herói.

    Derik escreveu:- O que você quer?
    —Penso que acumular riquezas pela sobrevivência. As vozes... Elas se dizem meus ancestrais...elas me guiaram... senhor Kirk. Falam que eu deveria achar vocês, explicaram como prever as ações de meus inimigos. Disseram que sou da "Raça Pura" dos demais Senhores das Sombras... Eu achei que fosse o grau do quanto sou amaldiçoado, mas vocês dizem então que nasci assim... Penso que Os Senhores do Cume do México não me queriam lá... Não sei se eles existem em algum outro lugar, mas estou inclinado a pensar que foi porque eu poderia expor o erro de todos Senhores das Sombras sobre os Camazotz e me sacrificarem nas mãos de algum vampiro ou quebrar com eles aqui em Nova York... Penso que quero achar meu propósito real com todo poder nesse mundo para me proteger de males, não é o que todos queremos?  



             

         


    Off: como eram muitas páginas de Texto esqueci de responder as perguntas iniciais. Enviei conectando que ele foi aprendendo o que disseram e respondendo sobre isso ou fez isso antes...mas como foi uma longa conversa eu penso que a ordem de quando ele respondeu depende do que lhe for melhor, @Alexyus.

    As respostas foram as mais sinceras possíveis e todas essas falas constam no background do personagem.
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 4099
    Reputação : 274

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Alexyus Ter maio 24, 2022 5:16 pm

    Derik suspirou e reconheceu:

    - Suas dúvidas sobre o curso da história são compreensíveis, mas eu lhe conto a história tal como a nossa tribo a conhece. Não presuma que nós controlamos a Rússia ou a União Soviética em qualquer ponto da história; nossa parte foi mais tentar influenciar os humanos, e infelizmente os vampiros são melhores nisso do que nós. Nem nós nem os Presas de Prata tínhamos controle total sobre o governo, como aliás tem sido desde o fim do Impergium.

    Natasha acrescentou:

    - Os Lasombra são uma tribo de vampiros, não existe nenhuma tribo garou com esse nome. Quem quer que tenha instruído você, mentiu e te enganou direitinho.

    Sombra então se adiantou, irritado:

    - Muito bem, chega de história. E então, Liana, o que você descobriu?

    A moça ruiva chamada Liana respondeu:

    - Nenhuma mácula, ele não parece estar mentindo e nem corrompido.

    Sombra bufou e então sentou-se diante de Andrade:

    - Ok, você então vai ter que entender que tudo que você imaginava estava errado. Vai ter que começar a aprender tudo do zero. Enquanto isso, você está sob nossa responsabilidade, e vai ter que nos obedecer em tudo. Recusar isso vai nos obrigar a te matar para manter o Véu intacto. Estamos entendidos?

    Sombra encarou Andrade por trás dos óculos escuros, mas ele conseguia ver que ele estava muito sério.
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5515
    Reputação : 83
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Claude Speedy Qua maio 25, 2022 12:44 pm



     
         
         
     

             

                 
                 
                     
                 
             

         

             

                 



    Lassombra são vampiros! Nada tem haver com lobisomens que nascem assim!
    Aquelas palavras confusas de novo.

    —Véu? Explique o que é esse tal véu e o quanto é importante.

    Sentando perguntava.

    —Derik falou muito sobre Margrave... Quem é?

    Aguardava a resposta e dizia.

    —Sobre eu ser enganado, Sombra, o que parece é eu tenho uma grande responsabilidade para com os Camazotz ao mesmo tempo em que os "Senhores do Cume" queriam que eu parecesse algum tipo de vampiro enquanto eu caçava vampiros... Entenda, eu não sabia nada e achei que virei um lobisomem porque fui mordido, ainda mais um lobisomem que ouvia vozes e que sentia morcegos voando por toda parte...Eu pensei que lendas de fantasmas , vampiros e metamorfos eram sobre o mesmo tipo de maldição...mas pelo visto é uma benção de nascimento.

    Tudo parecia parte de um plano para sacrifício, do qual os espíritos ancestrais livraram.
    Porém talvez esse plano poderia ter outro rumo.


             

         
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 4099
    Reputação : 274

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Alexyus Qui Jun 02, 2022 12:04 am

    —Véu? Explique o que é esse tal véu e o quanto é importante.

    Sombra suspirou cansamente e explicou com paciência:

    - A Nação Garou, que reúne doze tribos de lobisomens, tem um conjunto de leis chamada de Litania, e um dos mandamentos mais sérios dela é "Não levantarás o Véu". O Véu é uma barreira psico-mística que supostamente foi implantada no subconsciente humano durante os 5 mil anos anteriores ao surgimento da agricultura. Nesse período, os garous tinham uma práatica chamada Impergium, que consistia em limitar o crescimento reprodutivo da humanidade através da eliminação de seus membros mais fracos. O efeito que a visão da forma crinos, a do lobisomem clássico, varia conforme os indivíduos; a maioria é tomada por uma sensação tão forte de pavor que pode levá-los a fugir ou lutar desesperadamente; alguns deles vão racionalizar isso por acreditarem que foram atacados por algum tipo de besta-fera; mas existem alguns, talvez um em cem, que vai se lembrar perfeitamente de tudo que viu, e pode incitar uma reação da humanidade contra as criaturas sobrenaturais, e se isso acontecesse, não teríamos condições de sobreviver a esse conflito. É por isso que estamos fazendo todos os esforços para abafar qualquer registro de sua exposição pública de sua natureza garou, e nos certificar de que você não vá fazer isso de novo...

    —Derik falou muito sobre Margrave... Quem é?

    O próprio Derik respondeu essa, sucintamente:

    - É um ancião de nossa tribo, europeu, uma das vozes mais fortes dentro da política tribal.

    —Sobre eu ser enganado, Sombra, o que parece é eu tenho uma grande responsabilidade para com os Camazotz ao mesmo tempo em que os "Senhores do Cume" queriam que eu parecesse algum tipo de vampiro enquanto eu caçava vampiros... Entenda, eu não sabia nada e achei que virei um lobisomem porque fui mordido, ainda mais um lobisomem que ouvia vozes e que sentia morcegos voando por toda parte...Eu pensei que lendas de fantasmas , vampiros e metamorfos eram sobre o mesmo tipo de maldição...mas pelo visto é uma benção de nascimento.

    Sombra recostou-se para trás em seu assento e cruzou as pernas. Fez um muxoxo e disse:

    - Sobre essa coisa de destino, maldição, Camazotz, e toda essa coisa espiritualista, você pode discutir o tema com a Liana aqui. 

    A moça ruiva assentiu, sagaz.

    Sombra prosseguiu:

    - Eis o que vamos fazer: você vai ficar escondido sob nossa supervisão até conseguirmos abafar todo o estrago que você fez (e se você não aceitar isso, não sai daqui vivo). Pra resolver tudo isso, teremos que verificar se será possível manter sua identidade humana ou se você vai ter que passar para a clandestinidade, talvez adotar uma nova identidade. Enquanto isso, vamos treinar você para ser minimamente digno de ser um Senhor das Sombras, talvez tentar descobrir mais sobre esses caras dos Senhores do Cume, alguma investigação espiritual... apresentá-lo para a seita vai demorar um pouco ainda, mas se você se sair bem, pode acontecer...

    O phillodox olhou fixamente para Guterrez:

    - Está de acordo com isso?
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5515
    Reputação : 83
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Claude Speedy Qui Jun 02, 2022 11:33 am



     
         
         
     

             

                 
                 
                     
                 
             

         

             

                 



    Aquelas vozes, que pareciam parentes espirituais realmente trouxeram ele para o grupo que lhe mostraria a verdade ou eram inimigos que criaram um cárcere? Eles pareciam querer ajudar, mas o que propunham praticamente me detruiriam permamentemente e eu nem comecei a jogar.

    —Escute, Sombra. Porque expliquei várias vezes e vocês não estão me ouvindo...Ouvi por horas o que vocês disseram ser o história de nossa tribo assim como ela tem vários buracos em pesquisas cientificas sérias na ciência política em que me formei com louvor em uma universidade pública para gerenciar os negócios privados da família... E preciso contar tudo na minha versão, se depois disso você se preferir a versão apenas dos humanos, então não farei nenhum tipo de objeção ao quer que vocês queriam decidir.

    Comentava em seguida calmamente.

    —Eu tomei certa iniciativa para forjar que fui sequestrado por alguém que se diz uma força sobrenatural, que eu mesmo coloquei como "O Vampiro" e exigi um resgate sobre mim... Se vocês já sabem do ocorrido ontem, sabe que alguém pode estar pesquisando sobre isso. Fortalecer que há um maluco se passando por sanguessuga pode ser nossa melhor resposta contra os inimigos que vocês mesmos estam dizendo que temos de combater. E os Senhores do Cume certamente queriam que eu me virasse matando Lassombras sozinhos, pelo visto estavam me testando... Mas acho que os espíritos acreditavam que eu encontraria aqui uma matilha.

    Ao falar de novo sobre espíritos dos mortos, lembra que Sombra não gosta muito do tema então vai voltando-se para Liana.

    —Pensei que eu estava ficando louco, eu até tenho uma tia Kardescista que fala de fantasmas de antepassados nos ajudando a evoluir, mas como estudei na univesidade um pouco de psicologia eu não acreditava. Mas se que me disseram é verdade, os espíritos que disseram para que eu encontrasse em vocês refugio estão corretos, certo?

    E vocês acreditam que são de fato ancestrais meus, então penso que vocês tem algum tipo de consideração pelas escolhas deles. E alguma tradição que se ligue a respeitar o que eles dizem, correto? É claro que vou colaborar com vocês e aprender o que tenho de aprender, mas se me jogarem completamente na clandestinidade sem que a fraude do sequestro que criei seja reforçada, tenho certeza que se tentarem simplesmente eliminar minha figura pública perdemos como tribo. Eu sou muito mais útil como alguém "sequestrado por um vampiro" que segundo vocês são nossos inimigos do que alguém morto por um vampiro que fará com que todo tipo de inimigo da tribo continue achando uma ponta solta.


    Aquilo tinha de fazer sentido finalmente, mas virar um escravo em meio a deuses era algo impensável. Além de não fazer nenhum sentido essa tal "salvação espiritual" ir na contra-mão do que eles mesmos diziam que era o papel de um Senhor das Sombras. Para que as coisas fizessem realmente sentido, apenas se realmente haviam entidades espirituais realmente ajudando.

    —Onde eu vejo que tudo se encaixa é que talvez os "Senhores do Cume" queriam me tirar da jogada nacional ao mesmo tempo que destruir um inimigo aqui em Nova York. E estou disposto a ser treinado a aprender com vocês... Mas sem que minha personalidade, herança e reputação morram! E meu retorno deve ser como de um sequestro, não é possível que vocês não conheçam nenhum vampiro influente na cidade que vocês queiram destruído e que possa ser o bode espiatório para voltar as investigações para eles e dessa forma não só manter o "Véu Abaixado"... Se forem tentar esconder minha identidade da existência eu deixo de ser útil , seria melhor mesmo já me matar porque eu me torno um mero fardo e só mais um novato sem qualquer moeda de troca. Entendam que eu ainda não sou acusado de nada, apesar de estarem querendo me levar preso. Eu não tenho esse "defeito"...só tenho pais insistentes em me levar de volta, acham que eu tenho um "sonho hippie" em vir pra cá perseguir quem esta destruindo a Amazônia no Brasil e com certeza estão tentado agir contra mim. Por isso estão mexendo uns pauzinhos pra me implicar, o hálibe que criei se reforçado fará a polícia pensar que fui sequestrado para não testemunhar e pode fazer meus pais se voltarem para fazer apelos na imprensa a minha procura... A minha influência pode ser útil ao clã...digo à tribo. Se eu for instruido corretamente e se os espíritos dizem a verdade... Agora se vocês não acreditam nos espíritos, como ainda estou querendo acreditar... Aí realmente não vejo utilidade na minha existência para o coletivo e sou um fardo e não penso que nesse caso eu sequer sirva.

    Baixando a cabeça, voltei a me sentar.

    —Se fortalecerem meu hálibe, poderei escapar das inciais que ainda não viraram acusações e usar minha influência que será agora de um herói que foi sequestrado por um psicopata e sobreviveu graças ao esforço da polícia, o rebanho humano vai passar a querer mais e mais me ajudar e penso que isso pode ser útil para vocês, mas se quiserem destruir seguir na mesma linha dos humanos e destruir minha personalidade que ainda pode sair dessa.. então tudo que os meus ancestrais me prometeram e disseram que eu poderia ajudar aqui era uma mentira e já esta acabado e não serei útil para vocês de maneira alguma. Se quiserem podem me provar que não existem espíritos e que sou louco e que o plano deles de pressionar os vampiros é na verdade uma esquizofrenia minha. Seria mais útil eu deixar de viver e vocês podem voltar a se esconder também dos vampiros e outros agentes da Wyrm que controlam a cidade...

    Era um fato. Ele tinha uma dívida com espíritos vampiros deixada por um antepassado que eles mesmos citaram, mas pareciam ter falado aquilo como robôs recitando um livro e não com paixão por Gaia. Entidade que ele sentiu quando falaram que ele tinha de proteger o planeta contra as criações dos homens. E aqueles ancestrais lhe pediram para comungar com a Wyld maiormente, também anteriormente disseram que ele teria um papel importante no norte e pelas falas a caça aos vampiros parecia ser o objetivo de tudo aquilo.

    Mas essa fala sobre fortalecer seu hálibe matando vampiros era constantemente ignorada em cada vírgula da conversa, até a condição economica social que poderia ser útil queria ser arrancada tanto por homens quanto por Garous. Ser aleijado dessa maneira não fazia sentido, muito menos as ameaças de morte.

    Mas ali, se não aceitassem esses termos de ajuda-lo nos planos que lhe foram dados, realmente era melhor morrer justamente para que a tribo pudesse voltar a se esconder covardemente dos vampiros e sobreviver.



             

         
    [/quote]
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 4099
    Reputação : 274

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Alexyus Sáb Jun 11, 2022 8:24 pm

    Todos os ocupantes da sala encararam Andrade com um olhar feroz e hostil. Sombra, provavelmente um dos menos pacientes do grupo, falou rispidamente dessa vez:

    - Arrogante, você, não? Acha que nos impressiona com sua fortuna, reputação e diplomas, filhotinho perdido? Você não sabe nada sobre nós! Derick, por exemplo, formou-se em Jornalismo na faculdade Princeton, DEPOIS da primeira mudança, e mesmo sendo um garou, virou um dos principais jornalistas do país! Natasha é herdeira de uma companhia de segurança e formou-se na Universidade de Chicago. Liana era uma modelo internacional de sucesso antes da mudança. Dalborg e eu temos laços com organizações criminosas, mas não somos tão incompetentes a ponto de colocar toda a polícia e Interpol na nossa cola! Para nós, você já é um incômodo, e com certeza teria sido mais fácil apenas te matar! Estamos tentando descobrir se você pode ter um mínimo de utilidade para nós, mesmo que seja só como força de combate descartável! Então, acho bom você rever sua atitude, latino almofadinha!

    Derik limpou a garganta, interrompendo o Sombra, que já  estava quase avançando contra Andrade:

    - Eu tenho fontes internas na polícia, e precisei fuçar bastante para ter acesso ao seu caso. É uma investigação de grande sigilo. O que eu posso te dizer é que eles já descartaram aquela encenação de sequestrador vampiro. Você é considerado criminoso foragido, e os assassinatos estão sendo atribuídos a você. Não sei como isso funciona no Brasil, mas aqui é um pouco difícil influenciar o sistema judiciário e a polícia internacional. E o que você talvez não saiba é que existem muito mais vampiros do que lobisomens, e eles são melhores em influenciar a sociedade humana do que nós. Nós não estamos em guerra aberta contra os vampiros porque isso levaria à uma derrota fragorosa, pelos dados que mantemos atualizados. Se confiássemos totalmente em você, poderíamos deixar que você limpasse essa bagunça toda sozinho, mas a verdade é que mesmo seus pais estão presos no Brasil, onde sua família acumula alguns processos judiciais bem vultosos. Sua situação jurídica, pelos parecer de advogados que consultamos, é péssima, e você dificilmente escaparia de uma prisão imediata. A longo prazo, a condenação é uma possibilidade menos forte, mas ainda considerável. Por isso consideramos apagar sua identidade como uma das alternativas em aberto.

    Liana aproveitou a pausa de Derik para explicar algumas coisas:

    - Há vários assuntos complexos que você ainda não está a par. O mundo espiritual, por exemplo, é bem mais amplo do que os humanos acreditam. Espíritos dos mortos são os menos frequentes em nosso caminho. Basicamente, tudo ao nosso redor tem seu próprio espírito, e se esse espírito for destruído, sua forma física também será, pois é matéria morta. A maioria dos espíritos ao nosso redor estão em modorra, um estado de dormência e semi-consciência. Os espíritos podem ser corrompidos  pela Wyrm, tornando-se Malditos, e infelizmente essa é a categoria da maioria dos espíritos que encontramos. Espíritos ancestrais são raros e normaalmente têm um elo forte apenas com seus descendentes; a maioria é honrada, mas alguns deles podem ser garous em penitência por crimes cometidos em suas vidas mortais.

    Ela  deu de ombros e continuou em outro tema:

    - Os vampiros também estão divididos em tribos, e os chamados Lasombra são bastante perigosos, capazes de manipular as próprias trevas do Abismo. É raro encontrar um deles, principalmente aqui em Nova York, mas suspeitamos de que eles tenham infiltrados em estruturas humanas poderosas, como governos, empresas e igrejas. Quando localizados, eles geralmente têm muitos lacaios para protegê-los. Derrubar um vampiro exige muita investigação, preparação, trabalho cooperativo em equipe e até um pouco de sorte.

    Natasha se meteu na conversa:

    - Se algum senhor das sombras do campo dos Senhores do Cume te lançou contra eles, deve ter tido algum motivo para isso, porque é uma missão suicida para um filhote recém-mudado. Sua educação como garou está toda errada, e você vai precisar de humildade para aprender toda a verdade. Podemos driblar a polícia indefinidamente, mas comprar briga com vampiros iria dificultar muito a nossa vida, não apenas a sua e a de nós que aqui estamos, mas de todos os lobisomens da cidade e talvez até do país! Nossa dúvida é se você consegue ser esperto para trabalhar junto conosco ou vai se apegar a algum plano estúpido improvisado na última hora que não deu certo nem no primeiro segundo.

    Dalborg, o grandalhão careca, tirou os óculos, revelando olhos muito vermelhos, tão antinaturais quanto ameaçadores. Ele rosnou, exprimindo uma fúria assustadora, ainda maior do que a do Sombra:

    - Acha que estamos nos escondendo de alguém, filhote idiota? Estamos escondendo o caern! Se não tivéssemos nada de valor, poderíamos ser todos kamikazes como você, mas proteger os últimos lugares onde o poder de Gaia é forte é mais importante do que perseguir vampiros, se jogar na boca da Wyrm ou salvar filhotes mal-agradecidos!

    Derick, aparentemente o mais calmo depois de Liana, interpôs:

    - Ainda não decidimos o que fazer. Seu papel na sociedade humana, junto com seus recursos, poderiam ser úteis se forem possíveis de ser restaurados, mas ainda estamos discutindo se isso é possível e se for, a melhor maneira de fazer isso. Por enquanto, a única certeza que temos é que não podemos deixar que você caia nas mãos de quem poderia expôr o Véu a ameaças. Podemos mandar você para longe daqui até as coisas se acalmarem, podemos mantê-lo aqui mesmo enquanto te instruímos melhor ou... matar você também seria uma solução para todos nós, menos para você, é claro! O que você tem a dizer sobre isso?
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5515
    Reputação : 83
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Claude Speedy Ter Set 13, 2022 10:45 am

    —Arrogância? Por Diplomas? Ou Fortunas? Não... Eu acho que estão tentando me desmerecer desesparadamente mesmo eu tendo tido simplesmente que eu fui trazido para cá, segundo os próprios rituais que vocês utilizaram por ancestrais espirituais que queriam o bem da Tribo como um todo. Uma das informações que o Bote Oculto me passou é que vocês me ensinariam sobre a relação com a "Wyld"... Então não me culpem se é confusa a fala de vocês. Ora vocês se dizem mentores da Wyld, ora dizem que meus recursos não importam , mas parecem teme-los... Eu só vim porque fui guiado até aqui, não fiquem preocupados sobre "não confiamos em você"...Se vocês tem realmente alguma conexão espirutual verdadeira como me disseram, então deveriam confiar nela e não em mim.

    Comentava então sobre a encenação não funcionar e os Lassombra.

    —Os policiais devem achar que sou um gênio da fuga então e que eu tinha algum animal treinado na sala. Se não acreditaram na fraude, pensei que seria mais útil se fosse uma cooperação vocês forçarem para a encenação realmente funcionar. Se os Lassombra são dificeis de achar e eles queriam me jogar de frente com eles, talvez fosse para eu ser mesmo destruído... Talvez colocando qualquer coisa, não necessariamente um vampiro real, para fingir meu sequestro. Mas se não confiam em mim, eu posso compreender. Eu esperarei por alguém que tenha mais fé nesses espíritos então para me ensinar...

    Era engraçado pensar se é possível de tudo ser travado, afinal, sequer tinham sido usados e haviam separações legais diversas.

    —Vocês realmente acreditam que meus pais sabem de tudo que tenho e onde...? Meu defeito é ter apenas "pais insistentes" e não ser um criminoso objetivamente cuipado. Não fiz nada de ilegal até os policiais me atacarem... Eles só me querem de volta.

    (off: Já que vc usou a meta-linguaguem de descrever literalmente o defeito "educação deturpada", estou relembrando que a insistência deles é bem distante de um defeito objetivo para bloquear as contas antes do jogo sequer começar)
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 4099
    Reputação : 274

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Alexyus Qua Mar 22, 2023 11:12 am

    A próxima coisa que Andrade viu foi uma nuvem vermelha embaçar-lhe a visão, turvando-a e escurecendo-a.

    Quando ele começou a recuperar a capacidade de distinguir as coisas, ele viu que estava numa montanha coberta de gramas e árvores, com uma enorme lua de sangue sobre ele. 

    Por toda parte, havia grandes lobisomens correndo na forma crinos, e todos convergiam para ele.

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Bacf85927ccd63b49bba800643a3312c--leap-of-faith-werewolves

    As vozes deles soavam como trovões:

    - Filhote estúpido!

    - Criança petulante!

    - Infante obtuso!


    Uma das vozes menos estrondosas se preocupou em em formular mais do que apenas insultos:

    - Andrade Guterrez, você é nosso descendente, mas está perdido! Não consegue se libertar das crenças que tinha anteriormente e agora foi rejeitado pelos membros da tribo a que deveria pertencer! Você não respeitou aqueles superiores a você, e por isso sua vida está pairando no precipício, arriscando o fim de nossa linhagem em você! 

    Outro gritou:

    - Fora com ele! Deixe-o para a danação da Wyrm!

    Mas a voz mais branda, com um timbre feminino, retomou a palavra:

    - Nós podemos salvá-lo, mas alguns de nós, talvez a maioria, se perguntam se vale a pena fazer isso. O que você diz disso?
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5515
    Reputação : 83
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Claude Speedy Ter Abr 04, 2023 11:10 am

    Andrade não havia rejeitado o que ouviu, apenas questionado...

    Aliás, ele acreditou em partes do que eles disseram e até estava de acordo em algumas das coisas que disseram, mas outras não batiam com o que ele aprendeu e ele meramente questionou. Porém, percebeu que não poderia ser sincero... Ele teria de usar das ferramentas que aprendeu a muito tempo ao se envolver com políticos e entrar na dança... Ele precisava controlar a euforia que sentia em seu peito ao contemplar uma verdade que ele sequer imaginou que existia nem mesmo no dia que foi mordido por um morcego e responder diante da platéia antes que eles resolvessem matá-lo.

    Mesmo sobre sua tal "educação deturpada" ou se ele não tinha realmente acesso aos recursos financeiros que ele tinha...
    Afinal uma coisa é o que a imprensa dizia, outra é o que ele havia ocultado e outra era a insistência de seus pais em coloca-lo de volta nos negócios da família.

    De fato ele precisava mesclar mentiras e verdades para sobreviver ao local onde estava. Era o que ele fazia bem.

    E notava que todos aqueles ao seu redor, pareciam querer o jogar na Wyrm...Ele notou que o conceito de Wyrm era muito parecido para ele do que era para eles, uma força de destruição que ameaça a vida dos Garou.

    Ele deveria estar com medo de morrer nas mãos de seus ancentrais, mas a verdade é que abraçar de vez tudo que disseram o tornava ainda mais intenso.

    Ele olhou tudo aquilo admirado, achava anteriormente que o que via, ouvia e sentia eram alucinações depois que foi mordido pelo Morcego gigante...

    ...mas não...ao que parece ele sempre foi o que foi e as vozes em sua cabeça nunca foram uma esquizofrenia.

    Há, era tudo tão claro! Ele era nascido de uma raça superior, tão superior e tão grandiosa que mesmo os demais de sua espécie tão aprimorada e adaptada o viam como inferior e indigno.

    Aquilo fazia seu coração bater acelerado e o encher de orgulho por quem ele era e de fazer por merecer.

    Ele se orgulhou do que era, mas temeu que isso fosse demais e fez perguntas dentro do que aprendeu estudando política na universidade.

    O que ele não aprendeu estudando,aprendeu convivendo a vida toda com uma família de canalhas gananciosos que queriam sugar dinheiro de impostos e o suor de trabalhadores em todo país...Era preciso ter uma boa lábia e manipulação para sobreviver ali...E ainda assim, por falta de conhecimento jurídico mais profundo, Andrade foi enganado.

    Mas diante desse jurí cósmico... Ainda em sua forma hominídea, aproveitou porque era assim que ele sabia falar.

    Tendo apenas suas palavras como arma... Andradade se sente confiante como poucos poderiam.
    Mesmo ainda não crendo totalmente no que ouviu, ele percebeu que isso não importa diante da fé dos poderosos.
    Era momento de mentir e dizer que confiava em tudo que eles falavam.

    —Alguns de vocês irmãos, querem me entregar para Wyrm? Achei que ela fosse nossa inimiga, senhores... Achei que acabei de ouvir que é papel do povo Garou a eliminar em nome de Gaia, a esposa de nosso Pai Trovão.

    Tinha algo que Guitierrez acabava de levar em conta. As palavras Senhores da Sombra não eram apenas adaptados para serem o dono desse mundo , como também lutavam se adaptando para serem os donos dos mundos espirituais também. Era curioso, pela primeira vez que seu questionamento buscava alguma humildade, ele era visto como arrogante.

    Afinal era muito mais elevado ter nascido um Lobisomem do que ter virado algum, mas ele estava errado em sua falsa modéstia.
    Era hora de se colocar como um deles, crendo ou não no que falava, ele era muito bom em usar de sofismo e manipulação de acordo com o que tinha de informação sobre os outros.

    De todos apenas um dos Garou, era isso que ele era e era isso que ele precisava entender o que era, o ouviu.

    Eu como servos da Wyrm como aperitivo no café da manhã...E com muita fome, meus caros ancestrais...

    Escutou ser parte da linhagem deles , escutou um deles dizendo que ele foi rejeitado e respondeu...

    Eu entendo que sou novo nesse caminho, que tenho muito o que aprender... mas se tem algo que aprendi é que essa tal força da Wyrm não é páreo para nós! Especialmente porque sou um novato e vi o que  EU SOU CAPAZ de fazer é o poder que tenho contra a Wyrm, sei que vocês que vieram antes de mim... Todos vocês, devem ter ainda mais poder!

    Voltando-se para voz feminina, Gutierrez continuou.

    Se o que me dizem é verdade, o Morcego Caramazotz que achei é um de nós... De nosso cl...digo de nossa Tribo! E alguém quis deturpar meu caminho para não redimir algum erro ligado ao Campo Dos Filhos do Morcego...Eu não sei se sou o mais apto realmente para conduzir a conversa entre esse campo e nossa Tribo, sou de fato um iniciante, mas temo muito mais pelos que me rejeitam e acreditam que uma força tão pífia diante da grandeza dos FILHOS DO PAI TROVÃO possam ter de usar a WYRM como ferramenta de sua grandeza!  

    Com isso Andrade usou sua oratória , apesar de suas palavras serem aquecidas tendo por objetivo pegar a contradição de um grupo de velhos anciões matarem um descendente promissor em treinamento e em renovar suas esperanças diante do que ele já conquistou, o seu coração estava frio como a brisa daquela dimensão avermelhada.

    Se essa matilha composta apenas de Garou Senhores da Sombra me rejeitou... Já pensaram que é porque talvez o papel dos Senhores das Sombras reger a luta mais eficiente possível dos garou guiando TODAS as tribos? Estão questionando a sabedoria do Pai Trovão em tentar simplesmente fazer com que o fluxo siga?  

    E concluia sua fala, mesmo ainda não crendo metade do que dizia e suspeitando apenas de metade, sabia que seus julgadores todos acreditavam nisso.
    Se ele conseguisse, para ele ficava claro que existiam espíritos de seus ancestrais e eles não o guiara até aqui para morrer

    (off: vou rolar Manipulação+Lábia dele)

    Rolador de Dados
    Moderador
    Rolador de Dados
    Moderador

    Mensagens : 845
    Reputação : 1

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Rolador de Dados Ter Abr 04, 2023 11:10 am

    O membro 'Claude Speedy' realizou a seguinte ação: Lançar dados


    'd10' :
    Morcego Negro - Andrade - Página 3 D10
    Resultado : 3, 4, 9, 2, 1, 5, 8, 1
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5515
    Reputação : 83
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Claude Speedy Ter Abr 04, 2023 11:12 am

    (bom não sei se o discurso foi bom e isso abaixa a dificuldade, mas de qualquer forma é isso... Rolei sem nem saber se poderia, então..agora é contigo)
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 4099
    Reputação : 274

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Alexyus Seg Abr 24, 2023 2:13 pm

    Andrade achou que poderia enganar aqueles lobisomens ancestrais com sua lábia.

    Mas antes mesmo que eles falassem, ele percebia que suas palavras não tinham sido bem recebidas.

    - Filhote tolo!


    - Tentar nos enganar agora mostra o quão despreparado está!


    - Nós enxergamos seu coração, Morcego Negro! Sabemos que mente quando fala! Mas não mente para nós, e sim para si mesmo!

    O uivo dos lobisomens foi acompanhado do trovejar de relâmpagos riscando o céu vermelho, estremecendo tudo, até mesmo os ossos de Andrade.

    - Sua conduta frente aos Senhores das Sombras que deveriam ser seus companheiros é vergonhosa para a tribo, para o Pai-Trovão e para Gaia!


    - Se não consegue nem ser aceito pela tribo, é incapaz de liderar quem quer que seja!


    - É preciso aprender a andar antes de correr, mas você nem aprendeu a engatinhar!

    O latido coletivo dos lobisomens parecia uma gargalhada de deboche que demorou demais para silenciar, na opinião torturada de Andrade.

    - Você está morrendo, Andrade, e a fagulha de sua vida está prestes a retornar à Mãe Gaia. Neste momento, nós, espíritos ancestrais dos Senhores das Sombras, estamos julgando se há alguma utilidade em salvá-lo ou se devemos apenas deixá-lo ir como o fracasso desperdiçado que foi até agora. Tem algo mais a dizer em defesa de si? 
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5515
    Reputação : 83
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Claude Speedy Dom maio 14, 2023 1:36 am

    Andrade abaixou a cabeça por um instante, pensativo e frustrado, era estranho pensar que havia muita verdade no que disse para seus ancestrais naquele momento e seus aliados o mataram.

    Apesar de tentar os enganar, eles mesmos comentaram que isso fazia parte.

    Era tudo confuso, era como se fosse impossível argumentar e tudo era uma armadilha cruel.

    Quando ele seguiu "Bote Oculto" acabou sendo levado para morte?
    Ele estava se saindo muito melhor sem essa guia.

    Seria Gaia uma inimiga dos Garou?

    —Então, estou morrendo? Mas...eu sequer queria vir até aqui... Fui trazido aqui para morrer por vocês? Mas... Por quê? que seja. Eu sinceramente achei que o objetivo era me preparar... E se acham que eu menti..Eu realmente devo ter falhado... Eu realmente acreditava que fui enviado até aqui pela tribo e que isso já era o inicio da aceitação. Mas se desejam então me destruir, sem aparente razão alguma e negar qualquer auxílio, talvez seja essa a única via... Há uma tribo que precisa se fortalecer. Mas se acredita que posso ser útil, parece que seja essa a linha de ação.

    Realmente por tudo que falaram , em essência qualquer coisa pode ser útil de todas maneiras, era estranho imaginar que ele não pudesse objetivamente ingressar em sua tribo simplesmente por razões que não ficaram claras, sequer minimamente definidas.

    —Vocês me guiaram até o parque..as vozes...então...isso é o que queriam? Eu...não entendo.

    Será que ele estava certo? Será que era só vozes da sua cabeça ? A voz soava como um pedido de ajuda ou dúvida sincera... Mas não havia qualquer compreensão nessa voz sobre as razões de tamanha arbitrariedade.

    Deixou que seu destino ficasse nas mãos daquelas sombras, achava que instantes antes estava diante do grupo que ia treina-lo que precisava volta-se mais para Wyld e do nada, passou a morrer naquela sala? Será que tudo foi um delírio?

    Talvez seja isso tudo um delírio, os Caramazotz realmente são só um sonho do povo mexicano e Deus esta morto.
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5515
    Reputação : 83
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Claude Speedy Sáb maio 20, 2023 12:01 pm

    Claude Speedy efetuou 2 lançamento(s) de dados Morcego Negro - Andrade - Página 3 D10 (d10.) :
    7 , 10
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 4099
    Reputação : 274

    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Alexyus Seg maio 29, 2023 2:58 pm

    Apesar da tensão da situação, Andrade tentou desvendar o que estava acontecendo, tentando entender alguma coisa.

    Reconstituindo suas últimas lembranças, ele começou a deduzir o que deveria ter acontecido com ele, mesmo que não se lembrasse de tudo.

    Aquela matilha de Senhores das Sombras tinha discutido com ele sobre o que fazer sobre a confusão que fôra criada com sua fuga do hotel onde a Interpol o procurara. Com a morte de alguns agentes, ele tinha sido considerado um criminoso perigoso, e suas tentativas de incriminar vampiros por suas ações tinham sido consideradas desastrosas por aqueles garous que o tinham resgatado.

    Eles tinham sugerido forjar a morte de Andrade e dar-lhe uma nova identidade para tirar a polícia do seu encalço, mas Guterrez recusara essa opção, não querendo abrir mão dos recursos que sua vida humana anterior lhe proporcionavam. Os Senhores das Sombras não ficaram contentes com a postura dele e ameaçaram até mesmo matá-lo para encerrar a questão, pois estavam mais preocupados com cumprir a lei do Véu, que proibia expor a existência dos lobisomens aos humanos em geral. 

    Andrade tinha ameaçado aceitar a execução.

    Depois disso, sua mente era um borrão vermelho, até o momento em que acordara cercado daqueles lobisomens que se diziam ancestrais da tribo.

    Aqueles ancestrais diziam que Andrade estava morrendo e que eles estavam ali para decidir se valeria a pena salvar-lhe a vida.

    Andrade estava chegando à conclusão de que a matilha dos Senhores das Sombras tinha realmente executado sua ameaça e atacado-o tão rápida e mortalmente que ele nem sequer percebera o que causara sua morte. Com aqueles ancestrais, eles deveriam ter algum modo de curar-lhe daquele dano letal e restaurar-lhe a plena saúde, mas até agora ele não conseguira convencê-los de que era digno do salvamento. 

    Os argumentos de Andrade sobre deixar que ele caísse para a Wyrm não parecia ter afetado em nada os ancestrais, e isso parecia significar que sua morte não o colocaria sob a influência da Wyrm. Os sonhos com o Morcego, que o prenunciavam como uma espécie de salvador ou reconciliador da tribo com o espírito, também não pareciam ter nenhum apelo junto aos espíritos ancestrais.

    Avaliando suas opções, Andrade achou que deveria achar uma forma de argumentar sobre seu valor para a tribo, quer fosse prometendo se comportar de alguma forma específica, ou jurando trilhar alguma jornada de redenção. Mas sentia que teria que ser sincero e convincente, pois aqueles ancestrais  eram bastante perceptivos e maliciosos.
    Conteúdo patrocinado


    Morcego Negro - Andrade - Página 3 Empty Re: Morcego Negro - Andrade

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Jun 07, 2023 6:25 pm