Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Missão 1: O Sequestro

    Compartilhe
    Tia da Cantina
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 375
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Tia da Cantina em Ter Maio 05 2015, 18:12






    Marly Franway


    Marly também pousou a mão sobre a da amiga, embora as suas estivessem longe de ser tão macias ou bem cuidadas. Ofereceu a ela um sorriso enquanto remoia as informações obtidas em sua mente.

    Não era de se surpreender que ele fizesse parte de uma empresa grande e que fosse assim tão "desejado" - tão pouco era inesperado que possuísse inimigos. Aparentemente, Chris não tomara conhecimento sobre o desaparecimento dele, e provavelmente era melhor assim : quanto menos envolvesse a amiga, melhor.

    - Eu sei... Por isso vim falar com você e não com outra pessoa. Eu confio realmente em você, e 'cê sabe que tem total permissão pra se meter na minha vida! - disse 'num tom mais descontraído, tentando subir o astral da amiga e espantar qualquer clima tenso - Eu imagino que tenha que voltar a trabalhar agora, mas vê se tenta dar uma "fugida" qualquer dia desses e eu te apresendo um lugar que vende os melhores drinks de Seattle... E Chris, fico te devendo mais essa.

    Esperaria que a amiga se levantasse primeiro para se retirar em seguida. Não queria se prolongar nesse papo com ela dentro de um ambiente como aquele. Ainda era cedo demais para voltar ao Quimera, sentiu um calafrio só de pensar na cara de Markus se soubesse que ela retornou cedo demais... Havia mais uma pessoa a quem consultar, mas não tinha certeza se era uma boa ideia espalhar tanto... Bufou, passando os dedos pelos cabelos já bagunçados e subiu em sua Rapier. "Que se dane"

    Chris podia não saber nada sobre o desaparecimento do Contador, mas, se a policia estava envolvida, sabia de um certo policial que poderia lhe passar algumas informações... Pelo preço certo.

    "Sorte tem o Onimaru que não tem que ficar rodando por aí que nem uma barata". Deveria repassar para Onimaru também a informação da inimizade do Contador com Autrok Machines, era provavel que alguma pesquisa sobre a empresa também fosse necessária. "Vou ligar para me encontrar com ele assim que tiver com o policial", decidiu.





    zasalamel
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1040
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por zasalamel em Ter Maio 05 2015, 22:03



    Kevin deixava as facas passarem ao redor de seu abdômen, desviado com movimentos calculados de quadris e bloqueando algumas com o bastão. O Troll estava acostumado a travar batalhas com inimigos poderosos nas brigas de rua e nos serviços de Shodowrunner que prestava, moleques arruaceiros geralmente não chamavam sua atenção, porém ele não curtia a ideia dos anti meta humanos, discriminar as outras raças remontava em sua memória a época em que fora escravizado como raça inferior e isso o deixava levemente irado. Kevin não perdia tempo tentando dialogar com os garotos e assim que desviava o último ataque, soltava um urro e com um giro de 180° com o tronco, passava a barra de metal no ar, de forma a acertar os 4 oponentes com o golpe.

    OBS:

    Minha primeira rolagem foi merda, gastei um BENE para refazê-la.
    Usei o varredura nos punks com redutor de -2, mas vi ali q tem o -1 do cano tbm no lutar, mas msm assim consegui o 5 q precisava.
    Rolei o dano separado para cada um deles.
    Lukas
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4341
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Lukas em Qua Maio 06 2015, 16:28







    Seattle, 01 de janeiro de 2053, 11 horas da manha


    Onimaru ate que sentia-se melhor ao ter que adentrar a Rede, já que o cheiro do apartamento de seu conhecido não era dos melhores. Ele entra na Matriz e a formação virtual toma forma em sua mente: linhas e mais linhas de informação cruzando para todos os lados, alem das estruturas geométricas que compunham o espaço virtual da Matriz.

    Após uma breve vasculhada no seu ponto de conexão, nem ele e nem seu programa avistam qualquer tipo de programa vigilante ou ameaça. O caminho estava limpo.





    - Sem problemas, diz ela dando uma piscadela para Marly. – Quando precisar me liga! Diz ela tomando o ultimo gole de seu café e se despedindo da ork com um abraço.


    Seattle, 01 de janeiro de 2053, 12 horas da manha


    A Ork sobe em sua moto e vai em direção ao distrito policial que ficava na fronteira entre Redmond e Bellevue. Na verdade o policiamento realizado era mais p proteger Bellevue DE Redmond, algo que nunca seria admitido pelas autoridades.

    A delegacia era velha, com aparência desgastada e com a tinta quebradiça e saindo do lugar. Algumas viaturas estavam estacionadas do lado de fora, pois talvez o estacionamento delas fosse pequeno e estivesse lotado. Assim que Marly chega, um camburão que estava parado no meio da rua desembarca 2 homens algemados e 4 policiais, que os encaminhavam para dentro da delegacia.

    Do lado de fora, havia um grupo de policiais fumando e conversando, junto com Carl, o contato de Marly. Ele nota que a moto de Marly se aproximava e rapidamente a reconhece – não era difícil. Ele joga seu bitoco de cigarro no chão, pisa em cima e se afasta do grupo de policiais, indo pela calçada em direção a Marly.

    - Ta precisando de um escapamento ou carenagem p essa Rapier? Conheço um cara que vende bem abaixo do preço...se precisar me avisa.

    - Ta bem arrumada hein! Quase não te reconheci Marly. E ai, alguma dica pra mim? Droga, armas...que que tu qué?








    Kevin gira o cano metálico do trem, atingindo todos os punks que estavam a sua volta. Os dois da esquerda caíram no chão, atordoados, forçando-se para se levantar e com as mãos na cabeça; os dois da direita não tiveram tanta sorte: foram imediatamente ao chão, desacordados e com um vão em suas cabeças de onde o cano tinha batido.



    atenção:

    1 – os dois que estao de pe estão abalados, tu age primeiro neste turno



    zasalamel
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1040
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por zasalamel em Qua Maio 06 2015, 22:56



    Após o primeiro movimento de combate o sangue viscoso dentro das veias de Kevin começava a circular com mais vigor, seu coração batia forte e rápido, impulsionando seus músculos a ficarem ainda maiores do que eram. Um sorriso em seu rosto marcava o gosto por vez dois de seus alvos caírem aos seus pés e os outros dois meio tontos com a pancada. Esperava derrubar todos com aquele golpe, os dois ali pareciam ser mais resistentes, mas não por muito tempo.

    - Seus amigos já estão tirando um cochilo, agora é a sua vez!

    Aumentando agora mais um pouco um sorriso e encarando os jovens atordoados, Kevin partia sem piedade com o objeto metálico em um movimento descendente em direção ao membro da gangue do seu lado direito, ignorando o outro por enquanto, pronto para manda-lo encontrar Morfeu.
    Tia da Cantina
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 375
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Tia da Cantina em Qui Maio 07 2015, 17:03






    Marly Franway


    - Hm... Não, obrigada, eu evito peças de segunda mão. Mas aceitaria um cigarro - Ela havia parado sua rapier e estava apoiada na mesma, de frente para o policial.

    Carl era o tipo de cara que fazia o seu dever de forma muito preguiçosa e despreocupada, tanto que ela provavelmente não era a única que conseguia informações com ele em troca de algum dinheiro. Mas ele já havia sido útil antes, então não havia motivos para não tentar novamente.

    - Hmm... Olha só, eu tava querendo alguns detalhes dos últimos desaparecimentos acontecidos em Bellevue nas últimas 48 horas - ela ainda esperava o cigarro - Não deve ser tão difícil, estamos falando de Bellevue, não de Redmond, não deve demorar... E sim, pretendo pagar por isso, já sei como funciona






    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Darkwes em Qui Maio 07 2015, 17:28



    DAMIEN 'ONIMARU' RAINIER







    Onimaru e sua 'parceira' Akane observam os arredores do ambiente virtual e nada parecia se esconder em meio às formas geométricas e linhas coloridas que se entrelaçavam por toda a parte. Alguém menos preparado para todo aquele fluxo de informações poderia se sentir desorientado rapidamente, mas não era o caso do hacker.

    A representação virtual do elfo então se virou olhando em direção à sua parceira que confirmou acenando com a cabeça, por enquanto estava tudo sob controle.

    - É uma pena. - disse com um sorriso.

    A avatar do hacker então ergueu a mão direita, fazendo com que diversos pequenos painéis luminosos surgissem ao seu redor. Auxiliado por seus programas, o tecnauta rapidamente analisava a estrutura da TRT de Seattle, buscando a TLT da Faculdade Digital Science, a qual planejava adentrar. Movendo dezenas de telas rapidamente, fechando e abrindo novos painéis a representação do elfo analisava enquanto comentava com sua parceira.

    - Nós podemos estar sozinhos aqui, mas na Faculdade é bem provável que encontremos alguma resistência. Mas certamente não será algo tão perigoso quanto o que encontraríamos na Renraku... tentar adentrar lá dessa distância seria loucura, divertido e desafiador, mas insano... se não conseguirmos nada na faculdade, será a segunda opção... ah, achei.

    O hacker já havia encontrado o que procurava, fechando todas as telas inúteis. Em seguida pressionou a tela restante que fez com que os nós que interligavam as TLTs se iluminassem. O demônio virtual logo se moveu adentrando no atalho, gesticulando para sua parceira para que esta o acompanhasse.

    - Vamos logo que o tempo está correndo...

    Damien pretendia adentrar no sistema da Faculdade e assim que chegasse lá, iria tentar encontrar o banco de dados responsável em guardar as informações das câmeras de segurança da Faculdade. O elfo sabia que provavelmente haveriam programas restringindo o acesso ao mesmo, mas se conseguisse hackeá-lo, seria possível obter as últimas imagens do Contador e, quem sabe, da movimentação dos sequestradores antes e depois do apagão. Talvez fosse possível observar as rotas utilizadas pelos mesmos para entrar e sair do local o que também daria um pontapé inicial para o shadowrunner, além de esclarecer algumas dúvidas.



    Lukas
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4341
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Lukas em Seg Maio 11 2015, 15:59







    Seattle, 01 de janeiro de 2053, 11 horas da manha

    Onimaru e Akane se deslocam a varios gigabytes de velocidade e chegam na rede de dados da Faculdade, uma grande torre com linhas de energia azuladas piscando em sua composição, como uma mítica torre de mago.

    Haviam duas portas: uma aberta com diversos arquivos em seu sistema, o que Onimaru julgou ser a rede publica de dados de estudantes, um local para divulgação de eventos, acesso a grade de cursos, matriculas e boletins; a outra porta era branca e brilhava com uma luz...o GELO Branco. Aquilo era com certeza um Guardião Eletronico de Linhas e Operações (GELO) do tipo branco: caso Onimaru não conseguisse passar por ele sem ele perceber, o elfo conheceria o tipo de proteção que a faculdade possuía.

    Testes:

    Hackear teu e da akane





    - Toma, diz ele, dando um cigarro e o acendendo para Marly.

    - Ih, hoje vai ser difícil. O sistema ta com problema. Mas olha so, não teve nenhum seqüestro recente não, so o de sempre: execuções, brigas de gangues, roubo, assalto, latrocínio...pode escolher, docinho, diz ele, fumando.

    - Hoje vou ficar te devendo, mas vo fica de olho, se alguma coisa aparece eu te falo ta. Toma cuidado, diz ele, se despedindo de Marly e se juntando ao outro grupo.

    O celular de Marly toca. Era seu irmão.







    O trem seguia seu caminho e balançava em um ritmo freqüente, enquanto o cano de Kevin atinge verticalmente o rosto do punk, amassando seu queixo, quebrando seus dentes da frente, seu nariz e afundando sua testa. Seu colega se levanta do chão e recupera sua consciência, embora não consiga realizar nenhum ataque por hora.




    zasalamel
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1040
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por zasalamel em Ter Maio 12 2015, 13:18



    Assim que termina de aniquilar mais um dos punks, esmagando seu rosto com o ataque potente e que daria trabalho para quem fosse limpar aquele vagão, Kevin voltava seu olhar agora para o último oponente em pé, um olhar furioso e bestial, com os dentes bem fechados e a mostra na boca enorme.

    Sem esperar o punk recobrar totalmente a consciência, ele partia com um de suas pesadas mãos em direção ao homem, com o intuito de agarrar-lhe o pescoço e tirar seus pés do chão.

    - Não se deve mexer com o que não se conhece, todos seus parceiros caíram, só resta você agora. Meu nome é Kevin, o esmagador de ossos, o chifre do sofrimento, o destruidor de corpos, trate de levar meu nome pelas ruas desse lugar e diga que quem cruzar meu caminho terá o mesmo destino que seus parceiros tiveram.

    Kevin falava olhando nos olhos do homem, enquanto sua mão pesada esmagava seu pescoço, erguendo o corpo do humano no ar.
    Tia da Cantina
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 375
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Tia da Cantina em Ter Maio 12 2015, 14:01






    Marly Franway


    Marly tragou o cigarro e deixou que a fumaça escapasse pelas narinas antes de agradecer ironicamente ao policial enquanto ele se afastava, acenando com a mão. Ele não tinha sido muito útil, mas as informações que conseguira com Chris certamente seriam úteis e, pelo menos, tinha conseguido um cigarro.

    Antes que tivesse a chance de subir em sua moto e sair do lugar, o telefone tocou. Era um de seus irmãos. Fez uma careta enquando a fumaça escapava-lhe entre os dentes, provavelmente era alguma coisa sobre ela ter saído da casa do colega sem ter avisado ou, ao menos, dado qualquer cumprimento ao dono do local.

    Apesar de serem um ano mais novos que ela, eles agiam como se fossem os irmãos mais velhos, dez vezes com mais "juizo" e reclamavam com muita frequencia das atitudes despreocupadas da irmã ( apesar de ela nunca dar ouvidos pra eles ), ela, por sua vez, sempre caçoava de seus nomes rimados "Hunter e Gunther", chamando qualquer um dos dois por ambos, algo que os gêmeos não gostavam nem um pouco. Mas eles se davam muito bem de uma forma geral.

    - Opa, e aí, HunterGunther. - disse em um tom descontraído - Precisando de algo da sua amada irmã?






    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Darkwes em Ter Maio 12 2015, 14:52



    DAMIEN 'ONIMARU' RAINIER







    Onimaru e sua 'parceira' Akane acabavam de chegar na rede interna da Faculdade Digital Science após uma rápida viagem na matrix. O avatar do elfo deu uma olhada em volta, observando a estrutura da torre que tomava a forma de algo arcaico e ao mesmo tempo tecnológico.

    - Pra uma instituição acadêmica, até faz sentido... - disse olhando em direção ao programa que o acompanhava.

    A avatar do hacker então ergueu a mão direita e estalou os dedos duas vezes, imediatamente suas vestimentas e as de Akane mudaram de aparência. As armaduras deram lugar a roupas sociais, óculos escuros e um grande crachá branco pendurado na lateral do terno. Era uma clara tentativa de burlar o sistema, passando-se por funcionários autorizados a cruzar aquela porta.

    - Vamos lá. - disse enquanto caminhava em direção à porta iluminada.

    O hacker já sabia como agir diante de guardiões deste tipo, se tratavam de programas de defesa passivos, que não atacariam a menos que a farsa fosse mal sucedida. Com sorte, ele poderia até mesmo reprogramar o GELO para que o auxiliasse em sua busca.

    - Manutenção de rotina, precisamos de acesso livre! - disse em alto e bom som.

    O avatar do elfo então se aproximou da porta e removeu o crachá do paletó, passando-o em um leitor que ficava ao lado da porta iluminada. Apesar da encenação, toda a ação era um ataque direto ao sistema, uma tentativa de hackeá-lo e ganhar acesso ao seu interior. Se tudo desse certo, o tecnauta adentraria pela porta, invadindo o sistema da faculdade para procurar os dados que veio buscar.



    Lukas
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4341
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Lukas em Qua Maio 13 2015, 17:13







    Seattle, 01 de janeiro de 2053, 11 horas da manha



    O GELO não resiste ao “ataque” de Onimaru: o programa pisca lentamente, antes de conceder acesso ao elfo e sua Agente. Ao passar pela porta, ela se fecha rapidamente e ambos chegam a um longo corredor, composto por linhas de conexão que davam em mais 5 portas: RH, Pesquisa, Financeiro, Currículo e Sistemas de Informação.

    As aparências das portas eram diferentes:

    RH: Porta branca com leve brilho;
    Pesquisa: Uma porta composta inteiramente por muros de tijolos;
    Financeiro: Porta em tom metálico com uma fechadura semelhante as de cofres;
    Currículo: Porta branca com um leve brilho;
    Sistemas de Informação: Uma porta composta inteiramente por muros de tijolos;

    testes:

    hackear de novo








    - Mana...não tenho boas notícias. O mano (Gunther) tava tendo uns problemas la no apartamento dele...faz um mês que ele me contou que invadiram la e reviraram TUDO, quebraram e destruíram as coisas, alem de pichar bem grande na parede “Va embora”. Ai ele começou a receber umas ameaças por telefone, do mesmo tipo: “va embora daí ou vou acabar com você”, e um dia me disse que tava sendo seguido quando entrou no bairro, diz Hunter.

    - Então, parece que a maioria dos vizinhos dele começaram a sair do prédio, sem explicação alguma. Ai, to eu de boa aqui no meu trampo, quando o hospital San Flore de Redmond me liga, me dizendo que ele ta todo machucado la e com traumatismo craniano...Hunter não resiste e começa a chorar, mas consegue disfarçar a tempo.

    - Mana...desculpa ta te dizendo isso agora, mas ele pediu p mim não falar nada p ti. Não achei que a coisa fosse tão séria, não achei mesmo. Eu to aqui no hospital com ele, colocaram ele em coma induzido, mas não sei ate onde o plano dele cobre. Eu...não sei o que fazer, finaliza ele, acabado.








    O punk voa em direção a parede, quicando nela e sujando o banco, parede e tubos de sangue. O trem para, estação Bellevue – Centro. Quem entra, se espanta com o tamanho do troll, para depois se espantar mais ainda com os 4 punks espancados la dentro.

    Aquela estação era bem cuidada, não haviam as pichações de Redmond, lixos atirados no chão, gangues brigando ou usando drogas. Era tudo limpo, havia ate uma lanchonete e um restaurante, as pessoas se vestiam bem e ate tinham um bom odor. O problema era...os guardas.

    Na saída do metro haviam 2 guardas armados com cassetetes, certamente da guarda contratada pela empresa que administrava o metro; mas o que preocupava mesmo Kevin era os dois policiais armados com coletes pesados e fuzis, alem da viatura com a sirene acesa bem na saída da estação. Os 4 homens não tiravam o olhar de Kevin.




    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Darkwes em Qui Maio 14 2015, 14:27



    DAMIEN 'ONIMARU' RAINIER







    Após conseguir a permissão para adentrar no sistema da faculdade, o hacker olhou em volta observando todo o ambiente que tomava o formato de um longo corredor com cinco portas devidamente identificadas e representadas de diferentes formas.

    - Três níveis de segurança diferentes, tá aí uma coisa curiosa... aposto que nos arquivos financeiros tem algumas informações valiosas no mercado das sombras, mas não estou aqui pra isso... quem sabe dê uma olhada depois de encontrar o que procuro.

    O hacker então caminhou até a porta com a identificação "Sistemas de Informação", observando a formação dos tijolos.

    - Isso é tão clichê que parece um filme antigo... - disse se virando e olhando para Akane, que continuava a acompanhá-lo.

    Onimaru havia interpretado a formação e já começava a agir, ele começou a apalpar os tijolos que formavam o bloqueio, buscando um que estivesse em falso. Pressionar o tijolo correto poderia fazer com que a porta fosse aberta como uma passagem secreta comumente vista em filmes antigos.

    A ação aparentemente inconsequente, tratava-se novamente de uma forma de hackear a proteção que bloqueava o acesso às informações as quais o tecnauta buscava.



    Tia da Cantina
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 375
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Tia da Cantina em Sab Maio 16 2015, 10:28






    Marly Franway


    -O Gunther o quê?! - a voz de Marly misturava preocupação com raiva por não terem contado nada para ela antes. Esses dois imbecis. - Não se importe com isso de plano, mano, eu posso cuidar dos gastos. Eu tô indo pra lá agora. - provavelmente qualquer melhoria que poderia ser feita em sua moto com o dinheiro desse trabalho estava indo pelo ralo, mas a vida de seu irmãozinho era mais importante.

    E isso precisava ser feito rápido.

    Jogou o cigarro no chão e pisou nele, subiu em sua Rapier e foi o mais rápido que podia em direção ao hospital San Flore.






    zasalamel
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1040
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por zasalamel em Sab Maio 16 2015, 14:07



    Assim que Kevin terminava de abater o último punk, ele dava uma boa encarada nas pessoas que também estavam no metrô, no outro vagão, com as narinas abertas e olhos selvagens. Após o olhar, ele jogava novamente o gorro do sobretudo sobre sua cabeça, enquanto o som característico da porta do metrô se abrindo era ouvido.

    Aquele cidade era o oposto dos locais que Kevin gostava de frequentar. Devido a sua aparência feia, era fácil chamar a atenção naquele lugar limpo e de gente bem arrumada. Para evitar chamar a atenção dos guardas, que poderiam associar a presença do troll ali com a sujeira no metrô, ele caminhava pelos cantos da estação, até que tivesse a chance de entrar em um beco qualquer e sair dali sem ser percebido, mesmo que isso fosse um pouco difícil. Caso os guardas percebessem seu movimento e fossem questioná-lo de algo, Kevin não pensaria duas vezes em partir em retirada em uma corrida alucinada por becos onde o carro dos guardas não pudessem entrar, caso necessário, até escalaria um prédio para evitar ser encontrado, antes que sua identidade fosse revelada.

    Seu objetivo era chegar até o bar que tinha seu contato.
    Lukas
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4341
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Lukas em Seg Maio 18 2015, 15:11








    Seattle, 01 de janeiro de 2053, 11 horas da manha


    Após algum tempo procurando e pressionando a parede, finalmente Onimaru acha o tijolo mais solto. Ele o pressiona e ele levemente entra, emitindo uma luz clara e desfragmentando toda a porta.

    Dessa vez, uma escadaria o levaria para o andar de cima. Lá, haviam dezenas de portas, mas não demora muito para que Onimaru localizasse a que procurava: segurança. Essa certamente tinha informações de câmeras, alarmes de roubo e incêndio, empresas terceirizadas que faziam a vigilância e outros.

    A porta da segurança era de tijolo, como a outra. Mas havia uma ratoeira, do tamanho de um skate, bem na frente da porta. Aquela coisa parecia um pouco mais pesada que o enfrentado ate agora pelo elfo.

    Atenção:

    – faça 2 testes de hackear





    Marly se apressa e chega no hospital. Era um hospital de médio porte particular, mas mesmo assim o volume de pessoas era considerável. Em um dos piores bairros de Seattle, onde brigas entre gangues e péssimas condições de saneamento andavam de mãos juntas, havia muito serviço para a área da saúde.

    La dentro, a Ork é encaminhada a sala onde seu irmão estava. Assim que Hunter a vê, ele corre e da um forte abraço nela, um abraço de esperança.

    Por cima de seu ombro, ela vê seu irmão pela grossa folha de vidro que a separava do corredor do quarto.

    Ele estava de olhos fechados. Grande parte de seu corpo estava engessado, a testa estava enfaixada. O olho estava roxo e havia sangue seco no canto da sua boca. Um enfermeira conversava com o medico sobre o estado dele e seus raios X estavam expostos la dentro. A coisa parecia feia.

    - Eu...eu vou descobrir quem fez isso e ele vai pagar, vai pagar mesmo! Dizia Hunter para a Irma. Enquanto isso, medico e enfermeira saiam do quarto dele.







    A tentativa de passar furtivamente não funciona: os guardas percebem sua intenção e gritam em sua direção, mandando-o parar. Como Kevin corre, os policiais também vão em seu encalço

    O troll e os dois policiais passam a correr freneticamente e já tinham saído da estação, passando pelas ruas limpas e bem cuidadas de Bellevue. O troll tinha aberto uma boa vantagem dos dois policiais, mas ate quando ele conseguiria?

    atenção:

    1 estamos usando as regras de perseguição. Role agilidade para ver qtas cartas eu vou sacar p ti, daí tu mantem a melhor
    2 se for atacar me avisa, dependendo da carta tem bônus ou penalidades




    Tia da Cantina
    Tecnocrata
    avatar
    Tecnocrata

    Mensagens : 375
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Tia da Cantina em Seg Maio 18 2015, 19:31






    Marly Franway


    Marly abraça Hunter. Naquele abraço, pela primeira vez em muito tempo, ela se sentiu como a irmã mais velha com seu irmãozinho, o que foi muito estranho, e, por um segundo, ela se pergunta quando ele ficou mais alto que ela.

    Ver Gunther naquela situação fez o seu estômago embrulhar. NINGUÉM poderia fazer isso com seu irmão, e ela compartilhava o sentimento de Hunter de acabar com qualquer filho de uma p**a que tivesse tido qualquer participação nisso, mas não podia permitir que o irmão fosse inconsequente.

    - Nem pense em fazer nenhuma merda sozinho. Se você sequer tentar, eu mesma quebro a sua cara. Entendidos? - ela afastou-se antes que ele desse qualquer resposta. Não estava afim de discutir aquilo e aquele não era o lugar apropriado. "Eu vou descobrir quem fez isso. E ele vai pagar muito caro, não se preocupem.".

    - Sou Marly Franway, irmã do Gunther - ela observou as reações deles e esperou que eles falassem sobre a situação do irmão, torcendo para que os fatos fossem melhores que as aparências.





    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Darkwes em Ter Maio 19 2015, 14:09



    DAMIEN 'ONIMARU' RAINIER







    Onimaru adentra no novo ambiente e observa a escadaria, subindo os degraus em seguida, avistando diversas outras portas. O avatar virtual do elfo analisa com calma cada uma das portas até visualizar a que deveria guardar as informações que procurava.

    - Duas proteções... isso tá começando a ficar interessante.

    O hacker olhou em direção de Akane e deu um sorriso, em seguida fazendo um sinal para que sua Agent ficasse de guarda, enquanto ele tentaria desarmar as proteções presentes na porta à sua frente.

    Onimaru sabia que a ratoeira devia ser uma proteção mais perigosa que as encontradas até então, buscando analisar a formação do mecanismo para que pudesse desarmá-lo sem imprevistos. Caso fosse bem sucedido, ele tentaria abrir a passagem de tijolos como havia feito anteriormente.

    - Vamos lá... estamos quase acabando aqui...

    O elfo imaginava o que seus companheiros shadowrunners poderiam estar fazendo nesse momento para conseguir informações, mas tentava não se distrair muito, concentrando no que estava buscando realizar.



    zasalamel
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1040
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por zasalamel em Ter Maio 19 2015, 21:00



    Passar despercebido pelos guardas realmente seria algo difícil para um troll daquele tamanho, mas Kevin agora começava a pensar que correr suspeitosamente não fora a melhor ideia que já teve.

    Aproveitando que abrira uma distância considerável dos guardas, o troll tentava então arrombar alguma casa por ali para se esconder, possivelmente a que estivesse  mais vulnerável. Assim que passava por uma casa simples, ele socava o pé no porta e adentrava o recinto, em seguida a mantendo fechada escorando algum móvel que estivesse em fácil alcance. Assim que entrava, sacava sua Shotgun e apontava para o interior, mandando ficar quieto qualquer um que estivesse por ali, lembrando que ainda estava encapuzado.
    Lukas
    Antediluviano
    avatar
    Antediluviano

    Mensagens : 4341
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Lukas em Sex Maio 22 2015, 10:26








    Seattle, 01 de janeiro de 2053, 11 horas da manha


    A ratoeira se dirarma facilmente, deixando de ser um obstáculo para Onimaru. O elfo fazia aquilo parecer fácil, mas essa pratica exigia muitos anos de experiência. A porta no começo deu um pouco de trabalho, mas o tecnauta localiza a peça solta e o abre, como a porta anterior.

    E então, a porta se abre para um longo corredor. Nas paredes, tampas de gavetas, como um arquivo gigante...esse corredor ia muito alem, Onimaru não conseguia localizar o final. Na “tampa” da gaveta, haviam nomes de arquivos, como “gravações do dia x”, “cadastro de funcionários”, “empresas da licitação”, “cotação de equipamentos”, etc.

    Cabia ao elfo decidir por onde começaria sua busca.






    - O-ok, diz Hunter. A mutação por que Marly havia passado afetara pessoas de maneira aleatória no mundo, pelo menos é o que se dizia, e ate mesmo seu irmão se impressionava com sua força e tamanho as vezes.

    - Vocês é...? Irma? Ok, diz o medico.

    - Seu irmão esta com um quadro bastante complicado, Sra. Franway. Varias costelas quebradas, braço, perna e o traumatismo. Com o tratamento certo, ele vai se recuperar e ficar sem seqüelas. Mas claro que isso vai demorar alguns meses...o que me preocupa é o plano de saúde de seu irmão, ele não abrange esse tipo de tratamento por muito tempo. É uma boa hora para que você converse com a Administração do Hospital a respeito, diz o medico.

    - É...Gunther me disse que ia pegar um plano mais simples na renovação, tava economizando pra comprar moveis novos...que droga! Diz Hunter.

    A situação era complicada, Marly precisaria de dinheiro em breve. A raiva que estava entranhada em seu peito era grande, mas ela precisaria investigar o ocorrido para descobrir quem fizera aquilo. Agora sim ela precisava que sua missão atual desse certo, para que obtivesse neoyenes suficientes para o tratamento de seu irmão...despesas medicas são caras.







    A fuga de Kevin continua, ele vai em direção a um beco e chuta a porta de uma casa, fazendo-a voar em direção a outra parede. Ele atravessa varios, cômodos, dando de cara com uma velha em uma cadeira de balanço costurando de fica de queixo caído quando lhe vê. Mas ele não demora muito e passa por uma janela, dando nos fundos de uma escola onde havia uma campo de futebol. No momento, uma partida estava acontecendo e muitas crianças estavam jogando.

    Os policiais continuam lhe perseguindo, embora estejam ficando para trás pouco a pouco.


    atenção:

    Mais um teste de agilidade (3 de 5). Se quiseres atacar, corpo a corpo ou tiro, faça os testes de pericia lutar p corpo a corpo; atirar p a distancia, depois va nos equipamentos e ache a arma para rolar o dano





    Darkwes
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1390
    Reputação : 0

    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Darkwes em Sex Maio 22 2015, 11:50



    DAMIEN 'ONIMARU' RAINIER







    As duas proteções que impediam o acesso de Onimaru são desativadas e o avatar do hacker adentra em meio ao grande arquivo observando as indexações. Enquanto isso, Akane fica parada na entrada do corredor, apenas observando a ação de Onimaru, que atentamente observa a organização dos arquivos, em busca das informações que precisava.

    O elfo estava à procura das gravações das câmeras de segurança referente ao dia anterior, quando ocorreu o sequestro. Apesar de não saber exatamente o horário do sequestro, o elfo tentaria encontrar as gravações efetuadas antes e depois do apagão, que poderiam possuir alguma caracterização especial, como uma interrupção de alguns minutos. Ele copiaria os arquivos para a memória interna de seu datajack e só depois de desconectado planejava transferi-los para seu computador portátil, agilizando o processo.

    O hacker não pretendia analisar as gravações ali mesmo, mas sim após deixar a Matrix, ou poderia perder muito tempo e chamar atenção indesejada permanecendo no local.

    Como já se encontrava no arquivo responsável em conter informações relacionadas à segurança da Faculdade, o elfo aproveitou para coletar informações a respeito da empresa responsável pela segurança na instituição. Apesar de não haver nenhuma indicação a respeito, a empresa poderia estar envolvida no sequestro, então ele tentaria obter alguns dados da mesma, nome da empresa, de alguns superiores responsáveis, endereço da sede e qualquer outra informação relevante que estivesse disponível.

    Após conseguir o que queria, se não houvesse nenhum empecilho, o tecnauta deixaria a TLT da Faculdade Digital Science, retornando ao ponto inicial por onde entrou na matrix através do terminal de Theo. Certamente teria muitas imagens para analisar e não podia perder mais tempo. Antes de se desconectar, no entanto, o elfo analisaria quaisquer informações que tivesse obtido a respeito da empresa que faz a segurança da Faculdade.



    Conteúdo patrocinado


    Re: Missão 1: O Sequestro

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Set 19 2017, 23:11