Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    A Flor de Nek'Mani - A busca

    Compartilhe
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 993
    Reputação : 10
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Dycleal em Sex Abr 06, 2018 12:06 pm

    A aventura se desenrola aqui, o outro tópico fica as fichas, apresentações e conversas.
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 993
    Reputação : 10
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Dycleal em Sab Maio 26, 2018 12:05 pm

    Luan olha de cima do morro e muito ao longe estão as flores ao sul, alvo onde está o início da solução dos problemas e onde se esconde uma ameaça, olha para o lado e vê a vastidão do mar que banha Valkeiskyla e se transforma em uma grande águia e alça voo. Em largo arco passa por cima do mar e molha suas garras com o cimo das ondas aspergindo as gotas pelas asas para se refrescar e sentir aquele odor por mais tempo.
     
    Ao terminar o largo arco que iniciara, novamente está sobre outro mar, um mar verde, as florestas ao sul da cidade separada desta pelas fazendas cultivadas e semidestruídas pela guerra. A mata com várias clareiras carregadas de destruição, aperta o peito do druida que em sua mente clama a sua deusa por força e inspiração para manter-se forte até o fim e que ela lhe dê a sabedoria e a visão que ajudará seus pares a reerguer aquelas terras e seu sofrido povo. E com as asas abertas plana observando os detalhes do caminho e mapeia na mente algumas trilhas e passagens mais seguras.
     
    Finalmente, consegue visualizar o covil do Bugbear e as suas tropas, são renegados que não se entregaram após o armistício e observa goblins, orcs e alguns humanos também, possivelmente alguns elfos negros nas cavernas e após o acampamento dos renegados, após um bom pedaço de floresta, mais à direita encontra o primeiro campo de Nek'Mani e se alegra com a abundancia e se anima com a possibilidade de recuperar toda a terra e retorna.
     
    Ao chegar próximo do acampamento, vê na estrada a poucos metros de chegar, o seu amigo e discípulo Liadrys e uma forte moça ao seu lado que lhe pareceu com alguém do povo de Lenneth e faz a manobra de pouso no seu cepo de pedra, ao lado da entrada. Observa na descida que se encontram mais algumas pessoas em volta da mesa de reuniões e se anima com a possibilidade de o seu discípulo ter encontrado as pessoas necessárias para iniciar a tão importante tarefa de recuperação.
     
    Luan se destransforma no momento em que Liadrys se dirige ao seu mestre para relatar os resultados do seu trabalho e o Arquidruida o saúda: - Liadrys Sganakarish, folgo em vê-lo e acompanhado de rostos que desconheço, mas que são bem-vindos! Por favor meu amigo, relate seus trabalhos, apresente-os.
     
    Liadrys abraça o mestre e diz apontando para as pessoas que cita: - Mestre, após alguns dias de recrutamento quero lhe apresentar, Kenko Tsu e sua pequena irmã Mika, O Alquimista e estudioso Aphega Kss e a filha de Skuld a Senhorita Sunna Bjornsson. O mestre o interrompe e pede: - Senhores e Senhoras, apresentem-se para mim e logo após farei a explanação dos nossos trabalhos. Eu sou o Arquidruida Luan Yjo, Mestre e mentor deste círculo e Lorde da agricultura do condado de Valkeiskyla, sejam bem-vindos e espero que estejam bem alojados e a senhorita, que vejo que está chegando, é muito bem-vinda entre nós. Agora, por favor, apresentem-se.
    Necromancer Ignaltus
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2413
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Necromancer Ignaltus em Sab Maio 26, 2018 3:45 pm

    - Mestre Yjo, eu sou Aphega Kss, aluno da Acadêmia e membro da guilda de mercadores alquímicos da região, assim como um lutador, mas a minha especialidade é a manufaturação de produtos alquímicos, diz Kss especificando as suas habilidades.

    O alquimista já havia olhado ao redor entre as figuras, que não podiam deixa-lo menos intimidado: ao lado do belo rapaz que exalava um ar feérico, o rapaz fada (decidiu pensar sobre ele assim), Tsu, e da figura amazônica da clériga, a herdeira Bjornsson, que exibia um corpo forte mesmo embaixo do seu manto vermelho com adornos dourados. Não que o acadêmico fosse fraco ou feio, mas ele de longe não parecia ser uma figura mais atrativa entre eles, mesmo o draconato, Liadrys, que exalava simpatia.

    Ele não tem todo tato para se aproximar, mas iria precisar destas pessoas se desejasse juntar algum valor para os seus experimentos. Todavia, o maior tesouro que procura ali são as descobertas alquímicas que só poderiam ser encontradas em ermos belicosos ou esquecidos.
    Rosenrot
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 606
    Reputação : 49

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Rosenrot em Sab Maio 26, 2018 5:40 pm

    HAIL ODIN, HAIL VÖKTUN VETRAR
    Ela observava e o fazia porque eram duas coisas que tinha aprendido desde sempre: você tem duas orelhas, dois olhos e uma boca, use-os de acordo. Então Sunna observava e ouvia. Seus olhos azuis brilhantes passando de um cenário para outro, de um rosto para outro. Sua expressão séria talvez lhe entregasse pouca simpatia numa primeira olhada. Tinha os longos cabelos loiros presos num rabo de cavalo no topo da cabeça, os filhos caindo pelos ombros dividindo-se entre tranças e adornos.

    Vestia-se quase cerimonialmente, deixando sua leve armadura para quando fosse necessário, mas mesmo em suas roupas cerimoniais, a presença do escudo e do martelo lhe propagavam um ar menos santifico e mais guerreiro. O Olho Vigilante brilhava azul em seu peito, preso a corrente dourada. Não gostava de tirar conclusões precipitadas, portanto não começou seus pré julgamentos dos companheiros de tarefa. Sunna aguardou, como um corvo faria.

    [...]

    Fez silencio, quando aquela criatura transformou-se em homem novamente. Tinha tido algum tempo para estudar sobre os tais druidas e encontrar informações que talvez lhe pudesse ser útil durante seu tempo fora de casa. Olhou de um para o outro, enquanto falavam, mas manteve-se em silêncio, apoiando o escudo no chão e mantendo as mãos sobre ele. Seu rosto trazia pinturas típicas de sua região e runas espalhavam-se desenhadas em seus braços e mãos. Em sua testa, entre as sobrancelhas, estava pintado Ægishjalmr. Quando ninguém tomou à frente para se apresentar, Sunna resolveu fazê-lo, quebrando finalmente seu silêncio.

    - Sunna Björnsson, filha do Järl Björn Järnsidas, de Vöktun Vetrar em Skuld. Emissária de Vöktun e de Skuld, representante da Järl Lenneth. - Calou-se de novo, retornando sua atenção aos demais.


    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 224
    Reputação : 7

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Dom Maio 27, 2018 5:04 pm

    Kenko, chega com grupo em silêncio, sua grande espada amarrada em suas costas, pensativo, olhando em volta, utilizando seus sentidos ao máximo para identificar perigos ao seu redor, desde que saiu do bosque, não para de pensar em tudo o que ouviu Lyadris dizendo antes de partirem " A magia viu, hora, mas o que significa isso? Lembro-me de tudo o que o Sen-sei, meu mestre, me ensinou sobre magia, mas nunca tinha ouvido falar disso. Será isso o que tirou minha família de mim? " ... Para os demais membros do grupo, Kenko está visivelmente pensativo, seus olhos jovens estão perdidos na natureza ao redor, ele mal se lembra da presença dos outros.

    Aos olhos dos outros, Kenko não passaria de um garoto, aparentemente humano, de no máximo 15 anos, é natural que os demais desconfiem da utilidade do garoto na missão, porém, o menino é mais inteligente e maduro do que aparenta, o tempo em que viveu sozinho no bosque o obrigou a amadurecer prematuramente, e seu raciocínio desenvolveu muito enquanto aprendia magias simples com seu mestre, e desde já, está imaginando que desafios poderia encontrar pela frente. Neste momento, quanto todos param, e uma águia pousa, transformando-se diante de todos em um homem, seus olhos não escondem a surpresa, e Mika, uma Pixie miúda, que esteve todo o tempo escondida no bolço de sua camisa, agora revela-se um pouco tímida, está pouco acostumada a lidar com estranhos, e fica sobrevoando próximo do rosto de Kenko, mas seus olhinhos se iluminam quando vê uma ave transformar-se em um homem, e ela solta sem querer -- Uaaau! -- Chega o rosto perto do ouvido de Kenko e fala baixinho -- Kiko, você viu, viu aquilo!? -- ... e ele responde -- Vi. --

    Quando Luan Yjo se apresenta, como o humano que é, sua aparência embora humana trás a Kenko uma memória nostálgica, o garoto lembra imediatamente de seu pai, o Arquidruida Luan carregava em si a mesma postura austera, a mesma seriedade, aquele sentimento aperta o peito do garoto, mas ele mantem a seriedade lembrando-se do foco da missão, e quando se toca, há vários olhos olhando para ele, esperando uma resposta, Mika fica vermelha e mergulha no bolço, e Kenko fica todo desconcertado também, mas lembra-se da apresentação dos outros, e olhando para o arquidruida, prossegue tentando imitá-los -- Sou Kenko Tsu, meu pai era um grande Elfo, e minha mãe era uma gentil humana -- ... nesse momento ele olha para os outros, hesita um pouco, engole a saliva e continua -- Venho de Quenrion, e tive minha família tirada de mim, e agora quase perdi meu mestre e avô, e tudo graças a esta energia maligna da qual Lyadris fala, por isso estou aqui caro Sr. Arquidruida Luan Yjo, estou aqui para combatê-la, salvar meu avô, e estas terras de todo esse caos! -- ... Mika, bota apenas um olhinho para fora, e fica observando tudo atentamente.
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 993
    Reputação : 10
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Dycleal em Dom Maio 27, 2018 6:19 pm

    Após o grupo se apresentar, Luan observa os potenciais, todos bastantes inexperientes, como a deusa predisse, e o druida lamenta não ter um mago, mas já previra essa dificuldade e tomara suas providencias. Confiava em Liadrys e sabia que ele lideraria para o sucesso, o guerreiro meio elfo parecia decidido e aquela criatura pequena parecia uma pixie, a quanto tempo não via uma pixie. A moça lhe lembrou dos tempos da guerra, lutara ao lado de muitos guerreiros dos exércitos de Lenneth, ele pensa que vai ser bom ter uma filha de Skuld no grupo e finalmente o alquimista, muito conveniente te-lo no grupo, afinal ele poderá manipular a flor de forma preliminar para mim... Bem, sabe que agora tem que instrui-los.


    - Senhores e senhoras, fico feliz em terem respondido de forma corajosa o meu chamado, O Sr Kenko, é jovem, mas tem a ferocidade dos grandes guerreiros, é atento e tem uma pequena companheira para cuidar, uma pequena pixie, um simbolo da esperança, e é de esperança que estamos falando aqui, trazer a esperança de volta e destruir tudo que se ponha no seu caminho. Senhorita Sunna, amo o povo de Skuld, bravos e leais guerreiros, estive ombro a ombro com vários dos seus irmãos nesta sangrenta guerra, tem meu respeito, sabia que quando a necessidade é de coragem teríamos alguém das hostes de Lenneth e por fim um alquimista, preciso ter uma conversa técnica com você de como deve processar a flor que irão buscar, me procure durante o resto do dia. 


    Olha ao redor, massageia as mãos uma na outra e diz: - Bem senhores, vou direto ao ponto, estamos indo atrás desta flor e tira do seu embornal um exemplar da Nek'Mani, - Ela será o substrato primário do elixir que restaurará esta terra e este povo e ela floresce em uma floresta ao sul, na divisa com Volken. Esta floresta é o local onde está o covil de um Bugbear que lidera uma exercito de renegados que não se rendeu durante o armistício e em contato com o reino de Volken e com seu apoio, tem planos de invadir e destruir todo o condado e reanexa-lo a Volken. Precisamos destruir essa ameaça e pegar estes planos que está em posse do Bugbear e este plano, dará a posição de todos os focos rebeldes que precisamos debelar. O exército deles é mal treinado e ainda mal-equipado porém por pouco tempo. Não adianta ataca-los de frente em luta aberta, vocês terão que usar de vossas inteligência, furtividade e um tanto de tática de guerrilha.


    O druida faz um sinal para Liadrys, que se aproxima dele e lhe passa um papel e uma pequena caixa e diz: - Sei que vocês devem ter algumas coisas para fazer: preparativos, compras, despedidas. Estejam a vontade, Liadrys acomode a senhora Sunna, sei que os outros já estão com suas tendas organizadas e amanhã partiremos cedo, uma hora antes do amanhecer, eu sempre estarei os monitorando e por favor, aconteça o que acontecer, não deixem ninguém para trás, mesmo os mortos devem retornar para o círculo, estamos entendidos? Dúvidas? A hora de sana-las é agora.




    Off: Se os personagens tem perguntas façam agora, se a dúvida é do jogador, façam por PM e se não tem perguntas, descrevam seus preparativos até a saída.

    Responderei depois de todos postarem, ou no máximo, se demorarem muito, respondo em três dias.
    Rosenrot
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 606
    Reputação : 49

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Rosenrot em Dom Maio 27, 2018 8:47 pm

    HAIL ODIN, HAIL VÖKTUN VETRAR
    Sunna não pareceu se mover, para falar a verdade, mais parecida congelada no mesmo lugar onde fincará seu escudo no chão, seus olhos sobre aquele que falava a eles. Também mal moveu o rosto quando os demais falavam, apenas acompanhava as apresentações em silêncio e respeito. Porém conforme o assunto foi avançando, a jovem Godi começou a tecer suas dúvidas. Havia algo bastante estranho naquilo que era dito.

    Estava longe de ser alguma espécie de estrategista, apesar de seu pai poder dizer-se um, mesmo como um Godi, Sunna ainda não tinha alcançado nem mesmo metade da sabedoria do Ancião, mas mesmo assim tinha alguma leve noção de preparativos - seus irmãos eram guerreiros habilidosos e treinados - e ela podia dizer-se compreender uma coisa ou outro. Aguardou o momento mais oportuno para começar a falar.

    - Um exercito? - A calmaria em sua voz agora dando lugar a um tom mais ameno, um tanto quanto autoquestiono. - Pretendem mandar três ou quatro pessoas para combater... Um exército? - Agora sim, a jovem moveu o rosto para o lado, encarando seus possíveis futuros companheiros, para tentar notar se eles entendiam o teor de seu questionamento, mesmo para ela, habilidosa no que precisava ser para sobreviver em Skuld, aquilo soava bastante... Incoerente. Um exército, por mais mal treinado ou equipado que fosse ainda era um exército, eram números que poderiam fazer a diferença em algum momento ou situação. - E perdoai-me se não compreendo bem, mas... Qual é nossa missão afinal? Foi-me dito que seria recuperar a tal flor, mas agora tu falai sobre derrotar um algoz e recuperar planos... Odin é minha testemunha de que não levanto dúvidas a respeito dos companheiros que aqui se prostram e tão pouco temo qualquer destino que ele reservai para mim.... Mas isto não parecei certo para mim. O que esperai que façamos, afinal?


    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 224
    Reputação : 7

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Dom Maio 27, 2018 10:40 pm

    Kenko ouve atentamente o que Sunna tem a dizer, troca olhares com ela no momento em que questiona, ele não costuma confiar nas pessoas tão rápido, mas vê sentido na pergunta da garota, olha para o sul e projeta em sua mente a imagem de uma flor no meio de uma floresta cheia de feras e criaturas querendo matá-lo, nesse momento libera um sorriso sem mostrar os dentes, volta o olhar para o grupo de vai logo dizendo -- Encontrar uma planta como aquela no meio de uma floresta não me parece uma tarefa difícil, estou mais do que acostumado a sobreviver nas florestas! -- De repente uma vozinha interrompe -- Lá vai ele! -- Mas ele ignora e continua. -- Apesar de haver monstros, também existem muitos outros animais, muitos deles acabam ajudando se soubermos pedir com jeito ... Mas quanto a encontrar os planos que estão com este exército inimigo, isso não está parecendo nada fácil, concordo com a Sunna -- ... O garoto dá uns passos a frente e questiona o arquidruida -- O Sr. conhece este covil? Ao menos tem ideia de como é este lugar? -- Nisso, ele volta os olhos para Sunna de diz ... -- Eu já invadi muitas cavernas cheias de leões e outras feras para tirar a Mika de muitos apuros, estou acostumado com esse tipo de coisa, mas sempre achei bem mais fácil quando eu já conhecia o lugar por dentro! -- Então, volta os olhos para Yjo e fica esperando a resposta. Mika conclui -- Exibido! --
    Necromancer Ignaltus
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2413
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Necromancer Ignaltus em Qua Maio 30, 2018 7:16 pm

    - A tarefa é clara: encontrar a flor é prioridade, mas noto que nosso contratante desejar adicionar um bônus caso possamos trazer este mapa da localização inimiga. É por certo que também poderíamos desenhar um se chagarmos a identificar a sua posição. Afinal, em nada adiantara nossos esforços se houver um ataque antes que possamos administrar o remédio, analisa o acadêmico, que permanece ali imaginando os preparativos que terá de tomar.
    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 993
    Reputação : 10
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Dycleal em Qua Maio 30, 2018 9:03 pm

    O arquidruida ouve as colocações e dúvidas de cada um atentamente e sorri satisfeito ao terminarem as explanações. Faz um sinal para Liadrys e pega o papel que a pouco tinha entregue e o analisa atentamente e após alguns segundos o devolve para o draconato que o guarda no seu porta pergaminho. Olha para os aventureiros e sorridente fala: - Me perdoem, talvez quis resumir demais a introdução das informações e não me fiz entender corretamente, porém, este meu erro fez com que a deusa agisse no seu tempo e na sua sabedoria e me revelasse sobre cada um de vocês, algo que não podia aprender com uma simples pergunta, vocês me revelaram o espirito que os movem, a sua perspicácia e tirocínio, a fineza e rapidez do raciocínio e o quanto de prudência e coragem que cada um tem e fiquei muito satisfeito com o que descobri, agora vou esmiuçar as informações para acalmar os vossos corações.
     
    O Arquidruida segue até a mesa e pede que Liadrys abra o mapa que ele rabiscara antes do voo e no qual checara as informações que vira em sua viagem de reconhecimento. Chama os aventureiros e mostrou, a eles, onde estava a trilha principal da viagem e onde estava a caverna do Bugbear e as suas dimensões aproximadas, depois mostrou onde estava distribuída as forças que já estavam sob comando do globinóide e explicou que eles deveriam enfrentar, se fosse necessário, treze guerreiros fora o comandante e que esses guerreiros estavam distribuídos em quatro pontos de concentração sendo um deles a caverna, portanto, confirmou que cada confronto teria de quatro a seis oponentes, no máximo. Além desses quatorze inimigos, falou, tinha a montaria do Bugbear que era um grande Worg, mas que o restante do exército estava espalhado por todo o condado, fazendo emboscadas pelas estradas e arrecadando insumos e dinheiro para financiar a invasão. Esclareceu que a localização destes grupos que em breve se juntariam para se organizando fazerem a investida final contra a cidade de Valkeiskyla é que estaria nos planos em poder do Bugbear.
     
    Após estas explicações em torno do mapa, olha firme para os aventureiros e conclama: - Portanto, necessitam fazer uma estratégia de atacar separadamente os quatorze guerreiros como se fosse uma guerrilha e voltem com as flores e o plano, espero que tenha ficado mais claro agora, mas se tiverem duvidas ou quiserem estudar ou perguntar algo sobre o esboço que fiz no meu voo de agora a pouco estou pronto para dirimir estas dúvidas.









    Off: Esperarei até sábado as 10h, para que todos respondam e então postarei as respostas requeridas. Se todos responderem antes, antecipo as postagens.
    Necromancer Ignaltus
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2413
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Necromancer Ignaltus em Qua Maio 30, 2018 11:50 pm

    - Ladrões e assassinos seriam a escolha mais lógica, assim como caçadores que podem se mover no terreno selvagem com facilidade. Pelo visto teremos de improvisar, mas possuímos alguns destes elementos. As minhas armas são mais incendiárias, mas posso criar poções úteis com uma hora de serviço e material. Eu irei ficar por aqui e trabalhar o máximo que puder para ajudar, conclui Kss.
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 224
    Reputação : 7

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Qui Maio 31, 2018 1:36 am

    O garoto observa Kss enquanto exibe suas qualidades — Eu não gosto de estragar o fio, porém, a matadora nunca me deixa na mão. — Diz ele pondo a mão no cabo de sua grande espada. Volta-se para o arquidruida — Acaba de sobrevoar o local? Como está o lugar neste momento? —
    Rosenrot
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 606
    Reputação : 49

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Rosenrot em Sab Jun 02, 2018 9:48 am

    HAIL ODIN, HAIL VÖKTUN VETRAR
    A Godi estreitou os olhos, o semblante agora ficando mais sério e pesado do que antes, observou as coisas que o druida mostrava ainda mais desgostosa do que ouvia e via do que antes. Aquilo parecia uma grande armadilha ao seu ver, não era - como já tinha dito antes - a mais hábil das estrategistas, apesar de seu povo acostumado à guerra, Sunna tinha seguido outro caminho, poderia ser virar aqui e ali... Mas garantir? Ah, esta era outra questão. Respirou fundo levemente.

    - Com o que temos aqui, temo que tu tenha que escolher: ou traz-se os planos ou as flores. - Seu olhar subiu na direção do druida, atenta. Murmurou alguma coisa em sua rústica e estranha língua - talvez uma prece? - e voltou seu olhar para a floresta levemente, contemplativa. - O homem está correto, mas receio que improvisar neste tipo de situação não seja adequado. Se é sabido o que há de se enfrentar, por que não foi melhor arquitetado?


    Dycleal
    Troubleshooter
    avatar
    Troubleshooter

    Mensagens : 993
    Reputação : 10
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Dycleal em Sab Jun 02, 2018 11:05 am

    O Arquidruida ouve atentamente a todos e sente que os aventureiros estão receosos de que estão indo para uma missão suicida e realmente, se eles não forem prudentes e cautelosos a missão pode se tornar impossível de ser realizada, Luan voara até a região exatamente para obter as informações mais detalhadas e recentes e chamou todos para se aproximarem do mapa:



    Após se certificar que todos têm acesso a uma visão ampla do mapa aberto sobre a mesa, começa a explicar, apontando para os lugares que cita: - Quando descerem pela trilha e as montanhas a esquerda cederem espaço para o campo, logo verão esta estrutura em amarelo que é as ruínas de uma fortificação de Volken, destruída pela guerra e aí saberão que estão próximos. Depois do forte podem se encontrar com as patrulhas, mas não seria típico, eles geralmente ficam em um grupo de um orc e dois goblins acampados e a pé onde estão os círculos com um "g". São quatro grupos moveis que se movimentam pelos cinco acampamentos. Aconselho que se confrontarem os grupos nunca o façam quando eles se deslocam para a caverna pois o confronto ficaria desequilibrado e seria perigoso como a senhorita Sunna prevê, pois lá dentro sempre está o Bugbear e um goblin montado em um Worg, e eles raramente saem, pois, os insumos que estão recolhendo para sustentar a invasão estão lá dentro. Vi entrar apenas duas carroças lá dentro, mais podem ter mais e refugiados de Volken que moravam na região nos informaram que a caverna tem dois salões amplos, o que estou representando no mapa por informação de terceiros e com um destaque em branco para que se destaque os salões da rocha bruta que ao invés de marrom está branca e pelo que vejo, se usarem de observação e estratégia, os confrontos podem ser diminuídos ou mais facilitados pela diluição dos combatentes. É vital que façam uma observação e estudo das movimentações antes de agir, porém os acampamentos são fixos, a variável, são os deslocamentos entre eles.
     
     
    O Liadrys coça a grande cabeça e pedindo licença para o seu mestre, diz para os companheiros de aventura: - Para os que não estão acostumados com mapas rascunhados, o verde é mata, marrom são elevações como morros e montanhas, o branco é área desmatada, o azul é rio e como o mestre falou, o amarelo é o forte em ruínas, para servir como referência, eu pessoalmente acho que temos as informações necessária para sairmos amanhã antes do nascer do sol, mas terei prazer em ao lado do mestre responder qualquer outra pergunta, temos muitos desafios pela frente e o mestre Luan está focado em resolver estas questões e se ninguém perguntar, e ele sorri antes de continuar, onde tem um "N" dentro de círculos irregulares, são as áreas onde achamos as flores que procuramos!




    Off: Esperarei até quarta as 10h, para que todos respondam e então postarei as respostas requeridas. Se todos responderem antes, antecipo as postagens.
    Necromancer Ignaltus
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2413
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Necromancer Ignaltus em Sab Jun 02, 2018 9:38 pm

    - Hum... tomando a estrada, essas ruínas olham ótimas para arquitetar uma vigília, especialmente como os goblins são engenhosos. Eu colocaria um vigilante ali, enviando uma ave como aviso assim que visse um grupo estranho ou grande, coloca Kss apontando um indicador para o desenho em amarelo.

    - Já pelo sul, há uma enorme mudança de caminho, mas "SE" pudêssemos descer mais poderíamos retornar pelo rio em dois caiaques, dessemos antes de nos aproximarmos demais do ponto de vigília em G3, teríamos acesso à três das áreas de coleta da flor, e ainda a transportaríamos. Claro, nós teríamos de cuidar do orc e dos dois goblins da forma mais cautelosa possível, pois eu mesmo não mandaria guardas sem chifres para tocar ao longe caso precisassem alertar todos na área, diz ele imaginando a possibilidade em voz alta.

    - Claro, seria um problema se descobrissem o que planejamos. Um líder experiente deve ter olhos na região, assim nós teríamos de arrumar os dois caiaques de forma que não nos vissem os transportando pela estrada, ele aponta uma dificuldade para o plano.

    - Do contrário, se fossemos pelo norte, evitando a estrada e cortando pela mata, a velocidade seria reduzida, e ainda teríamos de lidar com o grupo em G5 e G4 antes de colhermos as flores na área mais próxima, ele explica a desvantagem geográfica.
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 224
    Reputação : 7

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Dom Jun 03, 2018 5:31 am

    Kenko ouve atentamente as ideias de Kss, seu descontentamento com a ideia de carregar caiaques por toda a estrada, em seguida atravessar com eles pela mata até atingir o rio, para depois "subir" o rio, tudo aquilo soava como muito trabalho em vão. A possibilidade de haver vigilha na ruína parecia provável, e nesse ponto, o garoto consente fazendo um gesto positivo com a cabeça "seria péssimo se eles detectassem a nossa presença logo de início, antes mesmo de conseguirmos alguma flor" pensa ele. Por outro lado, a ideia sobre chegar por cima parecia sem graça, e o garoto sempre gostou de aventuras mais emocionantes, muitas vezes se meteu em muitas enrrascadas para salvar Mika, pois além de se preocupar com ela, também adorava enfrentar os desafios da natureza.

    Quando Kss termina de falar, Kenko dispara a voz entusiasmado — Gostei mais da ideia de irmos por baixo, podemos fazer um desvio no começo, pela floresta, para não sermos vistos por possíveis observadores nas ruínas, em seguida, voltamos para a estrada e descemos até próximo do extremidade de baixo do mapa, finalmente, saímos da estrada para a direita, aqui acho que devíamos caminhar em rítmo normal, se corrermos, causaremos muito alarge nos pequenos seres, e não quero que nos vejam como ameaças, vamos para a direita até o rio, passando pela floresta e por entre os dois morros aqui de baixo, vejam! Kenko aponta no mapa. E continua ele — Nesse ponto, a Mika pode sobrevoar o acampamento G3 sem nos aproximarmos, não é mesmo Mika? Vocês então ouvem uma risadinha — Hihihi ... sim, vai ser muito divertido! E mais, continua ele — Não acho que precisamos carregar caiaques até lá, afinal de contas, vocês não acham que eles possuem canoas ou pequenos barcos em G3? Poderíamos raptar um, se quisessemos mesmo navegar pelo rio, e se não encontrarmos barcos, podemos atravessar o rio para a direita, tomando cuidado dependendo do que a Mika ver em G3, finalmente podemos avançar na floresta até o primeiro foco da planta! Termina ele com um belo sorriso no rosto, achando-se muito esperto. Mas de repente, uma dúvida bate em sua mente, ele se volta para o arquidruida e pergunta — Sr. Yjo, você disse que já coletou plantas nos lugares com "N"? Hora, isso significa que você precisam de várias, não só de uma como eu estava pensando no começo! Então é pra trazermos muitas dessas flores? O olhar de Kenko, nessa última pergunta, expressa um pouco de desmotivação, pois ele acaba de se imaginar colhendo flores uma após a outra, enchendo sua mochila de flores, e a Mika carregando mais flores, e tudo aquilo lhe parece chato e difícil. Volta seus olhos para o mapa, e um pouco desapontado diz — Hora, talvez seja melhor eu ir buscar os planos na caverna do meio, enquanto os outros coletam as flores. O que acham disso? Olha para os demais, esperançoso de que concordem, pois sabia que teria que trabalhar junto com eles para conseguir.
    Necromancer Ignaltus
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2413
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Necromancer Ignaltus em Seg Jun 04, 2018 12:05 am

    - Hum, este parece se rum bom plano, e sou forçado a concordar, pois apesar dos meus conhecimentos não eu sou nenhum caçador ou druida. Todavia, objeto me a dividir o grupo, eles tem a vantagem dos números e do terreno, como já observou a senhorita sacerdotisa, isso nos mataria. A vossa ideia é boa, mas ajamos com cautela, concorda Kss com o rapaz de ar feérico, mas apontando o que julgava ser um erro que Sunna já apontara.
    1o0oP (Lui)
    Cavaleiro Jedi
    avatar
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 224
    Reputação : 7

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por 1o0oP (Lui) em Seg Jun 04, 2018 2:36 am

    — Hora, hora ... também não sou caçador ou druida, só estou acostumado a viver no bosque! diz o garoto para Kss. — E o que tens a dizer Sunna? Pergunta ele, curioso.
    Rosenrot
    Mutante
    avatar
    Mutante

    Mensagens : 606
    Reputação : 49

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Rosenrot em Seg Jun 04, 2018 5:12 pm

    HAIL ODIN, HAIL VÖKTUN VETRAR
    Ela ficou em silêncio, quando suas perguntas não foram respondidas e enquanto os demais debatiam as informações que assim como ela, tinham recebido agora. Seu olhar vagou pelo mapa durante a explicação, mas depois ele se afastou para o céu acima deles e para todo o horizonte além. Sua mente flutuou para longe deles, para longe dos homens e para próximo aos Deuses, segurou o Olho Vigilante entre os dedos. Lembrou-se da clareira e de Máni, dos corvos da tempestade e dos sonhos, assim como também lembrou o realmente motivo de ter sido mandada lá pelo pai.

    Mas ela voltou a si quando Kenko falou seu nome, a jovem moveu o rosto na direção do rapaz, seu olhar frio -, mas sua expressão extremamente gentil - fixou-se no jovem. Ele podia lembrar-lhe um dos irmãos se fosse mais velho - afinal era ela a caçula da família -, moveu levemente a cabeça para ele.

    - O melhor lugar para conseguir a tal flor é o local entre as águas. Mas não precisaríamos de apetrechos para andar nas águas, basta uma corda. Em Skuld atravessamos pequenos pedaços de água assim. Finca-se uma corda de um lado e com ajuda alguém atravessa e finca a corda do outro lado, assim todos passam usando a corda. Podemos usar o mesmo método. - Ela silenciou-se por um instante, apontando para o ponto mais distante onde haviam flores. - Odin mostra que é o local mais seguro para conseguir o que queremos... Sobre os planos... Odin mostra que devemos trazer o inimigo à nós e não irmos a eles... - De novo ela se calou, seu olhar perdendo-se como se entrasse em um transe temporário, mas logo voltou a atenção aos demais.

    - Há histórias em Skuld, sobre plantas que causam... Coisas, alguns Godi usam essas plantas para tentarem se aproximar dos Deuses, para terem visões... Mas talvez possamos usá-las contra os inimigos, fazê-los acreditar que somos mais do que somos e assim, distraí-los. Algum de vocês tem essas pericias com ervas? - Suspirou. - Não precisamos enfrentá-los cara a cara todos, devemos usar do que podemos, como meu pai dizia: um inimigo morto é um inimigo morto, não importa como ele ficou assim.


    Necromancer Ignaltus
    Garou de Posto Cinco
    avatar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2413
    Reputação : 13
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Necromancer Ignaltus em Seg Jun 04, 2018 8:45 pm

    - Eu possuo algum talento em herbologia, como queres, e a ideia de cruzar o rio com cordas é boa, se mostrar-se necessário. Assim, levemos uma cada um e se preciso amarremos uma na outra, mas na verdade a irmanzinha fada poderia simplesmente levar uma ponta para o outro lado, se for preciso, o alquimista observa os positivos.positivos.

    - A não ser que já tenhamos plantas do tipo com a ajuda do mestre Sganakarish, a procura pelos exemplares pode levar um dia todo, mais por sendo mais fácil providenciar tóxicos, observa o estudante.
    Conteúdo patrocinado


    Re: A Flor de Nek'Mani - A busca

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Jun 25, 2018 9:05 am