Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Golu II (SP) - Bahamut

    Sailor Paladina
    Mutante
    Sailor Paladina
    Mutante

    Mensagens : 702
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Golu II (SP) - Bahamut - Página 4 Empty Re: Golu II (SP) - Bahamut

    Mensagem por Sailor Paladina em Qui Set 24, 2020 8:27 pm

    Golu decide dar ouvidos a Edelgard de forma sutil, fingindo que iria buscar sua arma, quando na verdade queria ouvir a opinião de seu primeiro contratante a respeito. O meio-ogro consegue encontrar com Tauro Tantos sem dificuldade e relata seu dilema pra ele. Tantos fica pensativo. Ele afirma que trabalhou pra Rarinho em questões de negócios relacionadas a arena por um curto período de tempo, mas que não aprovava seu estilo chapa branca. O minotauro percebe que Golu não entendeu a referência e explica que chapa branca são aquele tipo de gente que se rebaixa pro governo vigente pra conseguir algumas benesses e vantagens sobre seus rivais. Obviamente ele acha injusto impedir Golu de ter um segundo emprego, mas faz questão de lhe aconselhar: Rarinho com certeza iria querer muito mais do meio-ogro do que apenas ser um garanhão da fazenda dele. Tinha certeza que ele iria tentar usar a fama recém-adquirida de Golu pra dar algum apoio pro Rei e não demoraria até ele mostrar as suas verdadeiras intenções com essa amizade repentina. Tantos também diz algo que Golu já sabia de primeira mão: o Rei Frank Horrigan fomenta uma guerra contra as raças inferiores de Karzek, alegava ser pai de um semideus e que aguardava o momento certo pro avanço. Era com esse papo de "Faça Minoara Grande de Novo" que o Rei manobrava as massas. A verdade era que metade do reino era contra a ideia.
    - Minoara é grande e poderosa. Se as demais raças selvagens quisessem arrumar briga com a Imperatriz de Karzek, que fossem sozinhas.

    Obtendo o feedback do patrocinador, Golu responde algo caso desejasse, pega uma maça qualquer na sala de armas da equipe e decide retornar pra Rarinho. Ele também fica sabendo que Krizalid lutaria no dia seguinte, caso quisesse assistir a uma luta do elfo. Enquanto voltavam, Edelgard desce do ombro de Golu e para na frente dele, pedindo alguns minutos antes que continuassem:
    - Querido, o que o Tauro Tantos disse merece alguma consideração, você não acha?

    Edelgard diz imaginar que o Rei Minotauro provavelmente esperava que os colegas chefes guerreiros de Golu fizessem uma linha de frente, tomando tantos territórios quanto possível e depois tomando controle sobre eles.
    - Você teve piedade das futas e por isso te amo incondicionalmente. Mas tenho certeza que tanto Horrigan como os demais chefes vão agir como Zarazane e massacrar todos que se opuserem a eles.

    Sibil que até então estava calado apenas ouvindo, decide falar e escancarar a realidade pra futa.
    - Edel, o mestre Golu não foi "piedoso" com sua raça. Ele gostou de você e conquistou seu pequeno reino sem violência porque você se submeteu a ele. Se vocês tivessem atacado, acredito que o mestre Golu teria feito com você o mesmo que fez com a centaura na arena...
    - Como se atreve seu elfinho de meia pataca!?

    Edelgard se enfurece erguendo o punho pra Sibil, mas no fundo tinha a impressão de que ele dizia a verdade. Golu podia opinar, mas o próprio sabia que teria feito exatamente isso. Seu diferencial era ser um pouco mais civilizado que seus colegas, graças ao seu convívio com raças inferiores na juventude. Golu precisava pensar com carinho a respeito disso. Seria um apoiador do rei nessa guerra violenta contra as raças inferiores ou convenceria o povo de que uma guerra era algo ruim? Golu ainda lembra de seu encontro com Bloodrayne. Sabotar os planos do rei minotauro antes mesmo deles serem postos em ação teria resultado similar aos anseios da Deusa, portanto, era uma opção a se considerar. Precisaria de um bom tempo e ver como as coisa se desenrolariam. Golu chega onde Rarinho o aguardava e o grupo segue para a fazenda dele.
    - Estou contente que tenha aceitado minha proposta, Mister Golu. Como presente de boas-vindas vou lhe oferecer a prata da casa. Essa é Angelique, um amor de centaura. Nascida aqui mesmo, fruto das melhores combinações raciais que pude somar. Se puder fazê-la ter um potrinho, irei agradecer eternamente! Ah sim e aquelas duas são as irmãs Pietra e Lulu. São bem ariscas e não são muito de conversar. As vezes só se comportam na base da chibata.

    angelique e as irmãs :
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 4 3KkVBnPGolu II (SP) - Bahamut - Página 4 TaAwwcA

    Golu nunca vira tantas centauras num lugar só. Havia jovens centauros também, ainda adolescentes. Quando viraram adultos eram mandados pra arena. A maioria das fêmeas ou estava estava fazendo sexo ou sendo treinadas pra serem obedientes, fosse com frutas e ordens leves pras calminhas ou recebendo chicotadas no caso das rebeldes. A centaura que Golu enfrentou na arena era provavelmente uma desses tipos.

    treinamento:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 4 4AGwAmFGolu II (SP) - Bahamut - Página 4 CqrIyCU
    bahamut
    Tecnocrata
    bahamut
    Tecnocrata

    Mensagens : 496
    Reputação : 99

    Golu II (SP) - Bahamut - Página 4 Empty Re: Golu II (SP) - Bahamut

    Mensagem por bahamut em Ter Out 06, 2020 9:35 pm

    Golu escuta as palavras de seu contratante e por fim fica contente por elas. Fazendo uma reverência agradece a sinceridade e diz que irá levar em consideração os conselhos. No caminho suas esposas tomam partido e entram em uma leve discussão, forçando Golu a interromper seu caminhar e a intervir.

    Golu: - A guerra irá acontecer, com ou sem Golu. Mas Golu tem planos e esposas de Golu irão ajudar. Sibil fala a verdade, se futas fossem agressivas seriam subjugadas à força. Mas Sibil se esquece que sem Golu, Sibil estaria morto em vala com buracos rasgados e numa poça de porra.

    Saindo novamente até Moberto Rarinho. Moberto demonstra com um grande sorriso o que sente quando Golu retorna para juntos irem até sua fazenda de centauras. Uma vez lá, Golu se depara com um lugar vasto e belo. Grandes campinas com uma delimitação bem ampla e elevada. Centauros e centauras corriam à vontade. Normalmente fêmeas e seus filhotes. Os machos eram mantidos separados em outro grande cercado e as fêmeas sem crias eram mantidas em um local específico. Lá elas eram banhadas, bem alimentadas e curradas para procriação. Uma parte das fêmeas era arisca e insubordinada e para isso havia um treinamento específico. Imobilisadas, tinham seus traseiros ofertados para os machos liberarem suas tensões e em alguns casos punições mais fortes eram necessárias, como chibatas, marcações a ferro quente e até mesmo enviadas para a arena a fim de serem subjugadas por oponentes superiores em lutas compradas. Rarinho apresenta para Golu tres irmãs centauras. Uma dócil e muito atraente vestida com belos tecidos e duas outras arredias e de temperamento mais explosivo, mas igualmente gostosas ao paladar sexual de Golu. Moberto oferece como presente de boas vindas a mais bela das centauras que ali estava. Dócil e sensual. Golu gostou do que viu e seu pau começava a mostrar sinais de excitação.

    Golu: - Golu gosta do que vê, mas Golu ainda quer falar negócios. Moberto quer que Golu faça filhotes mas não disse o que Golu ganha em troca. Moberto faz proposta e Golu decide se quer e como quer.

    Golu não sabe falar bem sobre contra propostas e condições, mas tenta ao seu máximo. Suas esposas foram com ele obviamente. Golu esperará a proposta de Moberto para poder negociar e então, quem sabe, aceitar ou não. Golu odiaria não aceitar a proposta e perder a chance de foder aquela centaura deliciosa, mas se for o caso, ele terá que voltar sem o gosto dela na sua boca e no seu pau.
    Sailor Paladina
    Mutante
    Sailor Paladina
    Mutante

    Mensagens : 702
    Reputação : 29
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Golu II (SP) - Bahamut - Página 4 Empty Re: Golu II (SP) - Bahamut

    Mensagem por Sailor Paladina em Sex Out 16, 2020 9:27 pm

    Golu pergunta o que teria em troca do pequeno favor e Moberto já tinha a resposta na ponta da língua: o Meio-Ogro teria liberdade pra levar um casal de fêmeas com ele totalmente de graça. Machos ou fêmeas extras, seriam negociáveis, mas ele faria um preço abaixo da média de mercado. Um centauro macho não saía por menos de 30 mil peças de ouro (o preço de uma casa luxuosa na cidade), uma fêmea por quase a metade disso. O motivo: centauras costumam dar a luz a um número muito maior de fêmeas que machos e as mesmas raramente se tornam guerreiras quando adultas. Um centauro adulto e guerreiro rapidamente compensa o custo com algumas lutas. São excelentes lutadores. A oferta era boa demais pra Golu recusar. Rarinho traz uma documentação com os termos de contrato e Sibil o ajuda a ler as palavras mais difíceis. Nada nos termos proibia ou forçava Golu a terminar outros contratos ou patrocínios, significando que ele poderia continuar lutando por Tauro Tantos sem que houvesse problemas. O ponto crítico se referia apenas aos direitos recebidos, já mencionados anteriormente pelo minotauro sobre recompensa e futuras compras. E que caso Golu comprasse um centauro pra lutar na arena, teria que ser sob patrocínio de Rarinho e não de Tantos. Nada mais justo visto de onde viera a criatura. Caso Golu assinasse, então ele poderia visitar a fazenda sempre que tivesse tempo livre.
    - Tenho certeza que faremos uma boa parceria juntos, Mister Golu.

    Spoiler:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 4 WSmMR6T

    Nos dias seguintes Golu aproveita bem seu tempo. Assiste a uma luta do seu companheiro de time, Krizalid e percebe algo que nem ele e nem Fyson faziam igual. O elfo negro sabia como atiçar o ânimo do público: "brincando com a comida". Seus movimentos faziam jus ao estilo élfico. Com movimentos graciosos e rápidos, Krizalid parecia dançar evitando os golpes do monstro que o tacava. Por muitas vezes, a plateia achava que o elfo havia sido engolido, mas ele simplesmente aparecia esquivando de todos os ataques e vencendo o inimigo pelo cansaço. Não era lá uma tática para alguém grande e pesado como Golu ou que dependesse de espaço aéreo como Fyson. Krizalid era pequeno e magro, mas se movia tão rápido que parecia uma silhueta. Já no que parecia ser o final da luta de tantos cortes já recebidos pelo corpo, o monstro tenta inutilmente fugir, mas o elfo negro faz seu ataque final dividindo a bocarra do monstro em dois. Depois de alguns saltos acrobáticos e arremessar suas armas pro alto deixando que caiam direto nas bainhas, Krizalid faz a plateia ir ao delírio. Logo em seguida algumas mulheres e futanaris nuas, humanas e elfas entram na arena puxando bigas sob chicotadas, enquanto outras amarradas umas as outras com cordas participariam em jogos diversos como cabo de guerra e escalada. Edelgard pede a Golu pra que ele a permita ir pra casa. Não aguentava ver aquele tipo de coisa. Sibil aproveita pra pedir o mesmo.

    Spoiler:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 4 1ps1KZQ

    Após o termino dos eventos, Golu, Fyson e Tantos voltam pra sala da equipe pra comentar sobre o dia e futuros eventos. Krizalid já tinha voltado mais cedo pra descansar e é visto pelo trio tendo diversão com sua escrava particular. O elfo tinha predileção especial por altos elfos, fêmeas ou machos, desde que pertencessem a este sub-tipo de elfo em particular. Uma rivalidade antiga entre a raça.

    Spoiler:
    Golu II (SP) - Bahamut - Página 4 5wJ3Dr1

    Golu volta pra casa apenas pra ver Edelgard chorando no colo de Sibil. Ela tenta disfarçar que estava triste, mas Golu já havia notado. Normalmente não demora pra uma pessoa comum perceber que é insignificante e está fadada a ser subserviente pro resto da vida, mas talvez a ficha ainda não tinha caído pra alguém que até pouco tempo era uma Rainha...

    Offtopic:
    A história irá avançar em um ano a partir daqui. Informe se Golu vai visitar Kartak e Oasis, quantas vezes foi, o que fez, etc. Nesse meio tempo que ele ficou em Minoara, os chefes guerreiros partiram pra conquistar os reinos humanos e élficos do oeste. Fafnir continuou cuidando de Karthak enquanto Ashelia ficou em Oasis, mas ambas estavam morrendo de saudades de Golu e irritadas com seu sumiço. Obviamente treparam bastante com outros machos, mas não engravidaram. Isso é um benefício exclusivo do rei e a opção de gravidez é dada a qualquer fêmea de Erótika. Outras fêmeas comuns engravidaram ou tiveram filhos. Próxima atualização irá considerar o que você incluir no seu próximo post, e vai partir pro fechamento do segundo capítulo do Golu.
    Conteúdo patrocinado


    Golu II (SP) - Bahamut - Página 4 Empty Re: Golu II (SP) - Bahamut

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Out 24, 2020 2:37 am