Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Francis James Welsh

    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 949
    Reputação : 35

    Francis James Welsh Empty Francis James Welsh

    Mensagem por Wordspinner em Ter Maio 12, 2020 11:17 am

    “Porra que bagunça do caralho!”

       A voz parece lixa e cacos de vidro. Alguém com a voz assim é sempre perigo e mesmo no meio do seu sono confortável ela te assusta. Não mais do que a carnificina. A pista de skate estava vazia quando você chegou arrastado. Claro que passou do ponto com eles, mas esse mês tem sido o mais intenso da sua vida. Pelo menos até aqueles caras te juntarem. Quatro caras eram uma luta difícil pra caralho, mas nove era impossível. Mesmo que um deles talvez tivesse uma buceta. Não deu pra saber.

       Quando você chegou a pista só tinha pichações mesmo sendo uma das grandes feitas com um casco de navio. Tem algumas dessas por aqui no velho estaleiro. Daí pra frente foi só dor. Não, também tiveram insultos, já que era tudo que você podia jogar neles. Cuspe também. Cuspe claro. Mesmo quando usaram um alicate para tirar o seu polegar direito. Um dos pontos altos da noite. Se não tivesse chovendo talvez alguém fosse pensar que tava chorando. Não daria para ver na cara todo inchada e cortada.

       O dedo teria sido o ponto alto da noite. Ou talvez a hora em que eles esfregaram cocaína na sua cara para te acordar. Mas a chuva já tinha parado nessa parte. Alguns pedaços estão faltando, mas quem pode contar uma história diferente? Com os patinhas pisando na água vermelha um cachorro lindo daqueles red nozes ou algo assim. Deram um pedaço seu pra ele. Mas qual? Não dava para saber já que tudo tava doendo pra caralho. “Ele gosta de olho” uma vozinha chata disse de algum lugar que não dava para ver. “Dá um olho pra ele.” Quem dá olho pra cachorro comer? Deu até pra rir. Rir até sentir a faca cortando o seu olho fora.

       A dor foi tudo. O mundo inteiro era dor. Mas ela parou e então começou algo pior. Enquanto o cão mastigava eles tiraram o outro olho. A escuridão absoluta então. Ela era vermelha. Dà para imaginar isso? Sem luz nenhuma era tudo vermelho. É tudo vermelho.

    “Que merda, malandro, conhece o cara?” Aquela voz de novo. “Porque eu nunca vi mais gordo” Ele ri depois, como se você não estivesse ali sentado no meio da bagunça. Avaliando os corpos como se fosse uma obra de arte moderna que não faz sentido não importa em que ângulo você olhe.

    Ele tá no fundo da pista na poça de água e sangue com tripas boiando. Você pega uma parte de um braço, ou talvez perna, uma dedos que não deveria ter. Nesse momento parece tão estranho que você nunca viu tão bem. “Vai ser uma bosta arrumar isso Atiçador” Ele abaixa ainda rindo e segura a cabeça do cachorro pela orelha. “Ele matou até a porra do cachorro. Que filho da puta.” Ele olha nos seus olhos, mas o que ele falou é um elogio. “Avisa o Simon que a gente vai precisar de ajuda pra limpar essa bosta. A, claro. É seu trabalho decidir isso.” cínico e abusado o careca.
    O homem na parte de cima se afasta sem responder, mas o careca te estende a mão. “O nome é Krantz seu filho da puta louco. Mas vai me chamar de Coração de Prata antes do sol nascer. Sabe se algum deles chamou a policia? Lembra de alguma coisa? Não lembro se falou o seu nome… falou?”
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2108
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por GodsCorpse em Qua Maio 13, 2020 2:22 pm








    Franco's Fucking Big Adventure


    Que dia de merda.


    Foi fácil quando voltei arranjar trabalho com a rapenzi. Joe tinha um irmão que eu salvei de virar um queijo Emmentaler em um sábado de manhã. É, e sei que é a porra de um queijo Emmentaler, eu sei ler caralho. Enfim, Pequeno Joe tinha um problema com um valentão no sudeste de Dover que estava pegando o lugar dele de heroína e o filho da mãe adora frequentar um bar com pint fedendo a mijo ali por perto. E quando há injustiça, tio Franco é chamado para lidar com a sujeira.


    Foi um serviço fácil. Aproveitei uma meia-hora para beber o pint e me por mais no clima eh, mas a merda cheirava e fedia a mijo. Quando estava me servindo do quinto copo o filha da mãe teve a sorte de se esbarrar em mim e eu não precisava de mais nada para já começar o serviço. Quebrei a caneca em cima da testa dele e comecei a malhar o babaca com minha bota. "Meus olhos! Meus olhos!", ele gritava. Tadinho dos olhinhos dele!! Seu fodido de merda! - Heheheh... É quase poético.


    Umas duas horas depois, estou cuidando da minha vida após um belo boquete de uma das garotas do Joe eh, fumando meu cigarro, andando na rua quando um filha da puta acertou minha cabeça. Cambaleei e virei com um soco mas tinha um bando inteiro deles. Filhos da puta não conseguem 1 a 1 com tio Franco. Eu inventei muitos palavrões depois disso enquanto os babacas faziam da minha cara uma obra dadaísta. Os fodidos arrancaram meu dedo e meu olho... Que fodido faz isso? Tio Franco apagou depois dessa. Sem os olhos, é tudo vermelho.




    Porra que bagunça do caralho!


    Quando dei conta de mim, eu parecia um bebê sentado na minha própria merda olhando para as paredes que esfreguei meu cu. Só pedaços para todo lado enquanto uma gangue de bodybuilders falava disso como se não fosse o primeiro rodeio deles


    "O nome é Krantz seu filho da puta louco. Mas vai me chamar de Coração de Prata antes do sol nascer. Sabe se algum deles chamou a policia? Lembra de alguma coisa? Não lembro se falou o seu nome… falou?", ele estende a mão e eu estou tão perdido olhando os pedaços que nem atendo de primeira. Fico voltando com as palavras na cabeça até finalmente me ligar que estão falando comigo. Instintivamente, me afastei.


    - Mas que porra do caralho de merda... Que merd.. que... Mas que porra?! - sacudi meus braços como se pudesse soltar aquele sangue de mim - Mas que... Que porra aconteceu? Seu filho da puta o caralho. Quem na porra é vocês?



    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 949
    Reputação : 35

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por Wordspinner em Qua Maio 13, 2020 3:19 pm

    "Cê ouviu?" O careca olha para onde o companheiro estava um momento antes "Sem chororó. O cara só quer um banho quentinho." Ele recolhe a mão ignorada sem ofensa aparente. O filho da puta não para de sorrir como uma criança no parquinho. "Levanta dessa porra dessa merda de sopa que cê fez! Sabe quem a gente é? Somos os seus salvadores! Somos a porra do seu Jesus!" Ele parece se divertir cada vez mais e falar mais alto, na ultima palavra ele  fala cuspindo um monte de perdigotos. "Ha! Ou é a gente ou canas. Quer passar a noite com os assassinos peladão assim?" Ele passa a linguá nos dentes como se pudesse imaginar a cena e estivesse gostando muito.

        O filho da puta arrogante balança a cabeça como se tivesse concordando com alguém. Será que ele tá te ouvindo? Se ouvindo? Alucinando? Ou será que você tá no pior bad trip da história e o pint é pior que mijo. Ele pula e segura na borda antes de subir raspando os coturnos nas laterais. As marcas de sangue riscando as bordas enquanto ele escorregava para fora. "Qual seu nome mesmo? Eu acho difícil filtrar as palavras no meio disso tudo. Faz a barriga roncar né?" Infelizmente era verdade. Mesmo com o nojo. Talvez a real razão do nojo é que mesmo por cima do choque, ao olhar em volta da pra sacar como uma adolescente de TPM se sentiria em uma piscina de chocolate. Uma piscina de chocolate feita de morte e granulada com ossos. "Tá sentindo, né? Tira essa ideia da cabeça, todo mundo sente, mas coloca um desses bifes na boca e cê cavando uma briga que não vai ganhar."

        Ele tira um maço de cigarros do bolso de dentro do blazer e aproveita para deixar bem visível uma pistola cromada polida para brilhar. "Quer?" Ele pergunta, cínico de novo. Uma pessoa difícil de julgar. Depois da sua resposta ele aponta um polegar para uma caminhonete velha e alta, mas sólida e limpa. "Vombora? Ou vai esperar a limpeza? É um bagulho brutal" Ele solta a fumaça começando pelo canto direito e passando por toda boca até terminar do outro lado enquanto bate o pé quatro vezes fazendo um barulho chato grudento e molhado.
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2108
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por GodsCorpse em Qua Maio 13, 2020 6:06 pm








    Foi como se eu olhasse em um espelho... Se o espelho tivesse saído do cu de um presidiário que foi servido na refeição. O merda era um babaca que se achava o prevalecido. E não era uma situação que me prevalecia... A essa hora que eu olhasse para um filho da puta lambendo os beiços enquanto to com minhas vergonhas de fora, teria feito do crânio dele meu brinquedo molhado para socar dentro.


    Mas esses merdas tinham a resposta para esse show de merda.


    - Tá bom, Vic Mackey, não tem que dizer duas vezes. Só arranja uma calça para o Franco aqui eh? Aposto que ta gostando de me ver peladinho, mas já ta fazendo frio no meu rego.


    E o puto tava certo. O odor do lugar atiçava minhas fuças como se estivesse num churrasco. Isso tá errado mano...  Homem não come homem, só os depravados. E o puto me lia como se fosse um livro aberto, o que me fazia mais bravo.


    - Não tem que dizer duas vezes... Krantz eh? Me passa o crivo. - aceitei o cigarro, tinha que me acalmar os nervos. Tenho que jogar no jogo dele por agora - Tá bom, rapaz. Desde que não tenha um vídeo meu currando esses cadáveres para me chantagear, vamos nos lidar bem. Só me vê um chuveiro pro Franco aqui



    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 949
    Reputação : 35

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por Wordspinner em Qui Maio 14, 2020 7:51 pm

    O cigarro é contrabando com certeza. Não se vende legalmente aquele tipo de porcaria por ali. Era como comer merda vomitada com carvão e o finalmente tem um gota de empatia no escroto que passou ele. "Ajuda com fome. É a pior bosta de cigarro merda que eu achei, uma nota." Ele sopra de novo, dessa vez sem esconder o desgosto. Dá vontade de cuspir na mesma hora e o cheiro desgraçado parece ir fervendo o cérebro. É quase como se nunca tivesse sentido o cheiro de cigarro antes.
       
        Olhando de cima aquela porra toda parecia pior ainda. Não dava para deixar de sentir um certo orgulho daquela coisa macabra. Se pelo menos tivesse um vídeo. Aí daria para contar essa história. Ver a cara das pessoas se borrando com os detalhes. Que puta desperdício do caralho. O Joe ia ficar sem falar uns dois dias. Nenhum desgraçado ia arrancar seus dedos. Quanto mais os seus olhos. Sem nem tentar uma mão procura o dedo que faltava, tá lá. Melhor que antes. A voz do outro cara falando no telefone parece alta demais. Mas uma olhadela garante que ele tá conversando baixo. O cara é grande do tipo rasgado. Anda como quem sabe brigar, mas tem um rosto de criança sem uma marca e com um bronzeado que ele só pode ter comprado. Deve tomar whey com esteroides no café da manhã.

        "Ele parece idiota e é meio molenga, mas é o melhor dos nossos. Franco." Ele parece mastigar o nome. Como se pudesse sentir o gosto. "Posso confiar? Por umas duas horas ? Porque a gente vai entrar no carro e dar uma parada na praia. Um banho de água congelante faz bem. Depois disso a gente passa no cafofo pra cê cobrir os bagos. Tamo sem pressa nenhuma. A gente vai conversando sobre essa sorte toda que cê tem. Depois o Atiçador vai te contar as mentiras boas." Entusiasmo. Parece que ele gosta dessa parte e tenta esconder. "Depois disso a gente te apresenta a Chaya e ela faz umas ameaças bem serias. A cereja do bolo é o Simon. Simon vai te falar a verdade. A única porra de verdade que me faz fumar essa porcaria nojenta que da ânsia de vômito." Ele bufa e joga o cigarro na piscina de sangue. A brasa fraca morre na mesma hora. "Vou te dever a porra do vídeo. Esses ai não queriam que ninguém visse."
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2108
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por GodsCorpse em Dom Maio 17, 2020 10:32 pm








    Se tudo que tinha acontecido não fosse me matar, certamente tentaram com a droga desse cigarro de bosta. Puta que pariu querido Franco, um cachorro vomitaria, comeria e vomitaria de novo uma merda dessas.


    - Tá tentando me matar? Inferno que merda nojenta. - evitei barfar em cima deles cuspindo no chão e pisando no cigarro e merda, esqueci que to sem botas - Inferno de caralho porra...


    Olhando a carnificina que o grupinho colocou no colo do tio Franco chega a dar um resquício de orgulho. Eh, nunca fui de virar a cara para violência mas não tinha ninguém na minha consciência até agora... E não sei, mas essa aqui não pesa tanto. Filhos da puta tavam dando meus membros para um cachorro comer. Tadinho do bicho ia engasgar na hora da linguiça se não fosse fatiada. O garotinho de praia era musculoso, mas cara de quem nunca tomou um soco. Krantz continua a apresentar o amiguinho e me faz um convite.


    - O que o pirralhete ta falando no telefone eh? Quero confiar mas não quero acordar com formiga na minha boca ou ser dissecado pelo teu entusiasmo Krantz. Os putos estavam me arrancando os pedaços aqui e a mesa virou, o que tu quer de um escocês ensanguentado? Não seriam a primeira vez que fossem me ver correndo com meu Principe Charles balançando para fora após descer porrada num verme. - eu lato para ver se Krantz morde ou fisga. Eu vou andar com os filhas da puta, só tenho que testar o chão antes.


    - Não sei no que estão inseridos, só quero confiar o que querem e não me foderem.



    Perdão a demora, semana cheia.
    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 949
    Reputação : 35

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por Wordspinner em Ter Maio 19, 2020 1:18 pm

    Krantz abre a porta do carro e cospe o cigarro para longe. Ele começa a falar e ao mesmo tempo risca com os dedos alguma coisa na porta. "O cara tá pagando o serviço de limpeza. A gente foi bem escroto com os caras, mas eles vão fazer pra gente. Sabe porque? Por causa de tu, Franco. Tu é novo e se tem uma bosta em comum na vida de todos nos, é que a gente passou por uma droga dessas." Ele entra no carro satisfeito atrás do volante e abre a porta do passageiro. Até limpa o banco que já estava limpo com a mão. "Essa merda em tu tá hoje, eu passei na guerra. Com o atiçador foi assim que ele voltou do Iraque. Não conheço nenhum história pior que a dele, mas é dele pra contar. O cara vai limpar essa barra pra você e depois encontra com a gente."

        O motor ronca bem cuidado. O carro todo é certinho. Mas de alguma forma cheira a armas de fogo. Tem algo oleoso no ar. Nada fora do lugar. Espaçoso. A porta que fechou ao entrar é larga e pesada. No painel tem um monte de rabiscos cuidadosos que fazem os olhos doer. Doer de verdade. Como agulhas bem geladas e não dá para parar de olhar. Porque elas fazem sentido. Mesmo se nada mais fizer. Em algum lugar você sabe o que tá escrito ali. Sempre soube. Como se essas porcarias marcadas em plastico fossem um pedaço da sua alma. O carro para no sinal e a frenada brusca te liberta.
     
        "É foda acreditar que um lunático vomitando palavrões quer te ajudar? Eu acharia ruim pra caralho engolir isso. Pedi baixa no serviço quando rolou comigo. Tinha certeza que tava doido pra caralho. Quem me achou primeiro foram os caras do outro lado. Se eu sou um cuzão, cê não tem noção dos caras. Os caras me caçaram por uma semana. Eu nem conseguia dormir. Me deram um monte de surras. Mas não me matavam. Eles tavam me usando pra atrair uns filhos da puta escorregadios pra caralho. Quando eles... To te enchendo né!?" Ele cospe pela janela tentando tirar o gosto da boca, da para sentir o cheiro daquela merda que ele queimou. "O papo é que agora cê é Uratha." Tem uma gota de solenidade na fala dele que ainda não tinha aparecido, mas isso se perde na palavra não era nem na sua língua. Que em um instante o significado fica claro como um relâmpago. Uratha é você. Mais que isso, essa palavra torna aquela carnificina lá atrás uma coisa sagrada. Uma porra de revelação divina.

      "Chegamos." Ele aponta para o mar, com o carro parado quase na areia. A lua brilhando na água faz seu coração bater mais forte, com uma paixão que não existia antes. Um desafio que faz querer gritar. Será que é assim que os crentes sentem quando as estatuas deles choram sangue?
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2108
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por GodsCorpse em Qui Maio 21, 2020 10:19 am








    Minha bunda coçava no couro, mas sentei de bom grado. Não entende errado porra.


    - Caralho... Então tem monte disso acontecendo? - me sinto igualmente aliviado e assustado. Esse tipo e caralha acontecendo por aí, porra, não faço contas mas deve ser bastante serviço de limpeza. Se bem que os filhos da puta não devem diferenciar entre serviço de gangue e serviço de cachorro. De novo não tenho nada... Mais cinco anos e eu posso ser neto da rainha. - dei minha risada de hiena fodida, mas eu entendi o que ele quis dizer.


    Eu olhei para aquelas rabiscos e senti como fosse uma hemorróida nos olhos, que caralho. Eu entendia sem entender como entendia, ta entendendo? - Quem te ensinou a dirigir? Que merda é essa?




    Krantz entrou na tangente da vida dele, mas Franco gosta de uma historinha - Não não, porra, continua. Se parar de falar, vai ouvir meu cu rasgando o estofado. Heheheheheheh... Quem são os putos?


    Uratha


    Eu gosto dessa palavra.


    Finalmente, me deparei para o mar, a areia e a lua. Ali e agora eu senti... Isso sim é o mundo real Franco. É como se ela cantasse de volta para mim. É como se as histórias que vão ser contadas fossem melhor que qualquer baboseira escrita por cadáveres de mil anos atrás.


    Ooooh Franco... Conseguiste agora. Seu filha da puta.


    Inspirei o ar até não haver mais e nadei... Nadei nadei. Brinquei como uma criança embaixo do luar. Uivei para a lua, que era para ser uma brincadeira, mas meu coração disse que estava certo.


    Voltei para Krantz, mais leve. Eu normalmente não teria me banhado pois a primeira coisa que penso é que o filha da puta que eu me der as costas vai me foder... Mas não foi.


    - Estou a todos ouvidos, Coração de Prata.


    OFF escreveu:O que já posso atuar que sei das minhas capacidades?

    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 949
    Reputação : 35

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por Wordspinner em Sex Maio 22, 2020 10:14 am

    Ele parece bem satisfeito, mas não diz nada sobre isso. "Entra aí, você dirige até a sua casa." Ele te entrega uma toalha cinza e aponta para a chave na ignição. "Mas se eu mandar parar cê para. Porque se um filho da puta adolescente traiçoeiro pegar o meu carro pra ele porque você não parou quando devia eu mesmo explodo seu rabo com uma doze." As palavras podem ser duras, mas o tom não é tão ruim. Pelo menos a pior parte não está apontada para você. "Se seu cafofo for um lugar onde a gente não possa ir a gente pega alguma coisa da caridade pra você." Ele senta no banco do carona.

        Quando finalmente põe o carro pra andar ele volta a falar. "Eu tenho uma bala no peito. Feita de prata. Por isso meu nome. Ela entrou ai e eu não quis tirar. Ai dentro ela nem incomoda, mas tirar essa porra vai doer demais." Ele fica olhando pela janela enquanto fala e sem motivo nenhum assusta uma pessoa qualquer com uma batida forte na lataria quando passam por ela. Rindo, ele continua. "Esquece anestesia. Se tu gosta de pó esquece também. Acabou. Até café pode fuder pra caralho. Álcool ainda vai rolar. Mas passa rápido. Dependendo da droga pode te fazer acordar numa poça de gente igual aquela lá. Só que a moleza acabou. Aqueles presuntos tão na conta da Mãe, os próximos, cê paga do bolso." Novamente um lampejo de solenidade quando ele diz mãe e aponta para a lua. Isso, é difícil racionalizar, mas fácil entender.

    O carro roda suave, mas nada especial. A direção é meio dura. Do banco do motorista dá para ver uma arma na porta e outra perto da marcha. Pendurados na chave como se fosse um chaveiro quatro dog tags. Theodore krantz escrito em um deles.

        "Bom, onde eu tava? Os filhos da puta me fuderam legal. E a porra do corpo se recusava a parar, cada surra devia me deixar um mês no hospital ou mais. Horas depois eu tava de pé. Eu procurei a policia três vezes. Até acreditavam em mim mesmo quando eu já tava fedido pra caralho e doido de pedra. Mas os desgraçados continuavam vindo. De noite e de dia em qualquer lugar, sempre tinha um deles me vigiando. Eu tava desesperado, porra. Eu tentei atirar neles. Esfaquear os filhos da puta. Porra eu taquei fogo em um dos caras e roubei um carro pra atropelar outro. Mas eles vinham de novo e eu sempre terminava com uns pedaços faltando." Ele mastiga a boca vazia e cospe de novo. "A ultima vez que eu vi os caras eles tavam vestindo os últimos policiais que tentaram me ajudar. Exceto um deles que era o cara de verdade. Um dos primeiros que me deram atenção. Ele tava todo cagado, a cara marcada bem fundo. Quase um esqueleto. O muleque tava sendo carregado porque não tinha nem perna mais. Os caras me bateram de novo como se eu fosse um cachorro que roubou picanha, braços e pernas quebrados pra caralho. Mas quando eu tava bem na merda e achei que iam finalmente me matar logo, começaram a cortar o maluco. Eu entendi o que tinha acontecido com as pernas deles. Os caras tavam comendo ele aos poucos. Ele tavam retalhando e enfiando pedaços dele, com o filho da puta vivo e vendo, na minha boca. Era uns monstros do caralho. O pior? Cê sabe o pior. Nunca comi nada melhor." Ele bate a mão no painel irritado num susto. Os olhos transtornados de raiva. "Merda! Para essa porra"

         Duas quadras. já dá para ver dali. "Caralho! Odeio essas porras de pirralhos do caralho. Bando de sociopata fominha!" Ele respira fundo. Parece até aliviado. "Falta muito?" A voz que estava distante e tinha começado a parecer alguém lixando pedras com ossos tinha volta ao normal. Normal que era meramente o tipo de voz que indica que não deve se meter com esse preso.[/font]
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2108
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por GodsCorpse em Dom Maio 24, 2020 11:58 pm








    Entrei suave no carro, aconcheguei minha bunda com a toalha no assento e acendi o o carrinho para me levar pra casa. - O senhor manda. - os chiliques de Krantz começaram a irritar, mas to começando a confiar nele. A todos os fins, o maldito pelo menos vai me dar informação o suficiente do que fazer com essa porra toda. Dou risada com ele quando assusta um merdinha na rua - - Não se preocupa. A galerinha do meu bairro é gente boa, nem vai perguntar se me ver pelado. Sabem nunca tive uma bala, mas já tomei uma facada. Aqui ó... Na prisão, cê consegue uns descontos e uma grana protegendo uns, batendo em outros, e esse merdinha quis vir para cima do mano, então tive que tomar esses doze pontos na cintura que estragam meu biquini heheheheheh


    - Porra mano, com a quantidade de coisa que tu listou, sobre o quê? Foder? - merda... Eu entendi o que ele quis dizer e a ficha desceu mais que tinha descido. Eu virei um bicho e passei o rodo com os caras e não posso culpar minha nova forma. Olhei o chaveiro, olhei as armas, cocei a barba - Cê tá me lembrando... Muito tempo atrás. Não vejo filmes, mas eu tenho um amor por aqui, eh, gosto daqui. Sou escocês mas até aguento os pints com cheiro de mijo e afim. Outro dia, tava ganhando uma chupada enquanto via TV e passou esse filme. Uns putos tavam na minha terra e vem o bando de soldados britânicos perdidos fazendo treinamento e acham monte de outros soldados mortos. Eles se escondem numa casa e começam ser mortos um por um. Sabe pelo quê? Lobisomens. Caralho... Cê vê... - dei uns tapinhas nos dog-tags - Qual história desses aqui?




    - Puta merda! - parei o carro e fiquei acompanhando Krantz - Quem são os putos? Não falta muito não. Desvio ou passo por cima?... - sigo conforme ele faz.


    - Agora essa história ai, puta que pariu... Os merdas fizeram tu comer o cara.... Merda... Eles são Uratha também? Não tá certo isso. Porra. - quanto mais ele fala, mais eu escuto. Tô até me sentindo um franguinho nessa merda. Porra... Mas é uma história bacana de ouvir. Ser o grande Lobo Mal... Difícil de quebrar, ruim de queimar e de matar... Eu sorrio para mim quando começo a pensar onde posso levar esse tipo de coisa. Os merdinhas do leste não vão me ser mais problema se não tem como me por no chão.



    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 949
    Reputação : 35

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por Wordspinner em Seg Maio 25, 2020 8:31 am

    Ele segura os dog tags e rosna. Faz vários barulhos esquisitos pra caralho. Mas as palavras que são os grunhidos logo fazem sentido "Mudança de planos. O filhote mora na casa dos Seis Uivadores. Separa qualquer coisa pra ele vestir." Ele solta dos dog tags xinga mais uma vez olhando pra fora irritado. Krantz abre a porta para sair do carro, mas desiste. "Vamo, eu mostro o caminho. Os tags são da minha família de verdade, eu fiz pra falar com eles. Começa dando a volta aqui. Os donos desse território são uns palhaços. Eu precisei passar aqui com meu outro carro e os desgraçados quebraram ele quando eu estacionei. Tava caçando então não podia parar pra ver. Quando eu voltei não tinha nem uma porca no lugar. Devem ter desmanchado." Depois que começam a rodar ele para de dar indicações falando. Usa somente as mãos como se estivessem em alguma operação secreta. O que é bem idiota, mas lá pra quinta vez que ele faz fica comodo. Fácil de seguir e simples. Ainda assim idiota.

        "Qual nome desse filme mesmo? Parece bom. Eles matam o lobo no final? A história do filme é melhor que a minha. Os caras são Anshega. Os puros." Ele pega mais um cigarro horrível e acende. Traga bem fundo. "Eles queriam me levar pro território de um caras que eles tavam a fim de matar. Mas fizeram tanta bagunça me ferrando que antes de eu chegar lá os caras emboscaram eles. Acredita que eles iam esperar mais? Só decidiram que já tava na hora de parar de assistir e começar a agir por causa do rebanho. A policia tava vindo porque os puros deram mole e iam meter o segredo num monte de bosta quente." Ele para e sopra a fumaça fedida para fora do carro. "Alguém deve ter visto os idiotas vestindo pele de gente. Quando os caras entraram pra pegar eles parecia a swat de filme. Entraram metendo bala de tudo que buraco ao mesmo tempo. Tudo de colete e o caralho. Eu tava acostumado a achar que um fuzil de assalto mata. Mas agora é mais uma aproximação não letal. Eu só enfiei a cara no chão e esperei tudo acabar. Um deles me catou no chão e rasgou as minhas roupas procurando as marcas. Eu já tava menos quebrado, e nem tentei lutar não. Só tava pensando nas paredes acolchoadas e quentinhas de um manicômio. Era tudo que eu queria. Ele sumiram com os caras de um jeito que eu não entendi na hora. Me levaram embora e me limparam. Até que me trataram bem. Me contaram que eu era um daqueles monstros que nem eles." Ele aponta para você com o cigarro fedido. "Que nem cê é."

        Ele pede para para e joga o cigarro fora quando sai do carro. "Eventualmente eles me contaram que tavam de olho em mim o tempo todo, vigiando os caras e tentando decidir se eu tava colaborando com Anshega. Já deu vontade de matar os caras, mas eles me salvaram, né? Aí eles me contaram que não mataram os desgraçados, que quebraram e mutilaram eles, mas deixaram eles num lugar merda pra eles se virarem. Foi a gota d'água. Farsil Luhal." Mestres do Ferro. O significado é claro feito a luz da lua. "Bando de covarde. Fui atrás dos caras e teria ido até o final sozinho. Mas encontrei minha tribo no encalço deles desde então a vida é uma merda de um paraíso." Você parou o carro em frente a uma cabana perto da área da reserva. Um homem negro sai da cabana com uma calça camuflada e uma camisa parda na mão. Ele está vestido exatamente assim. Um rifle de caça pendurado no ombro. "Bem vindo irmão! Essa é a primeira noite da sua vida." A voz é agradável e animada. Ele coloca as roupas no carro. "São suas." Eles esperam você se vestir. "Tinha que ver a zona que essa ai fez. Era pedaço pra todos os lados, parecia um fatality do mortal kombat" Krantz ri. O negro não.

    Ele vira para você com empatia em cada movimento. "Eu entendo cara. A gente entende. Eu sou Simon. Krantz é o nosso idiota." Krantz ri e aperta o braço de Simon como tivesse sido elogiado e não soubesse como reagir. Ele faz um sinal que voce já sabe ser uma direção e começa a dar a volta na cabana. Simon o acompanha e começa a falar com você "O atiçador ainda não chegou, mas lá atrás a gente te passa a parte chata. Já tá enlouquecendo ou acha que vai sobreviver? Krantz te falou que a gente vai entregar o grossa da sua educação pra uma outra galera com experiencia nisso?" Ele não olha para você enquanto fala, mesmo assim parece genuinamente interessado nas respostas.
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2108
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por GodsCorpse em Ter Maio 26, 2020 1:05 am








    Puta que pariu... A bala de prata não entrou no coração, sim na cabeça do indivíduo. A pouca confiança que tinha no puto já se esvaiu... Mais tarde talvez eu fosse entender e engolir minhas palavras, mas agora, caralho. Perdi meu sorriso de quando assustamos o moleque.


    - Do filme? Sei lá... Dormi, o boquete não era bom heheheheh... Os Puros... Nada sai bom de uns filhos da puta com esse nome. Acho que é para eu ficar feliz que sua ilustre figura me encontrou, Prata... Viu o que os putos iam fazer com tio Franco aqui no parquinho... imagina se não conseguisse revidar.. Porra, os putos ficaram só olhando cê mijar sangue de tanto apanhar? Foda-se essa galera.


    Finalmente tio Franco e tio louco da Cabeça chegam ao novo destino. Quase me mijei de feliz ao ver as roupas novinhas vindo até mim. - Porra, vou ter que perder a aposta de passar a noite pelado pra dormir com mãe de vocês. Heheheheheh... Brincadeira, e aí... Acho que é mesmo então. Ta na hora do bebê se vestir. Cheers - Vesti as roupas, final-fucking-mente - Ainda bem que vocês já tem um idiota. Dois com Franco é para enfiar os dedo no cu e rasgar... Vou sobreviver sim... Pior passou, né?


    Dexei cair minha guarda, o mano é gente boa. Não queria acordar numa banheira de sangue de novo. Não como aquilo - Não não... Krantz me contou a história de vida dele em seis episódios, com comentário do diretor. Mestres de Ferro tem haver com isso?



    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 949
    Reputação : 35

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por Wordspinner em Ter Maio 26, 2020 9:20 am

    Simon cutuca Krantz claramente irritado. O careca dá de ombros como se respondesse o bastante. "Não, Mestres do Ferro são aliados. Todas as tribos da lua são. Não deixa essa cria de nazista com gangster te dizer o contrário. Ele só fica duplamente magoado com os caras" Krantz para de andar pronto para arranjar confusão, Simon o empurra e ele volta a se mover entre o riso e o rosnado. "Primeiro os caras deixaram ele sozinho na rabuda e provavelmente vão deixar você também, o juramento deles é 'Honra teu território em todas as coisas' nada de salvar bundão com o cu sujo. Mas é verdade que pra cada canalha escroto que nem o Coração de Prata tem cinco piores entre os Farsil Luhal. Eu prefiro agradecer que eles tão do nosso lado e não dos puros." Atrás da cabana tem uma mesa grande de madeira e bancos de plastico em volta dela. Uma churrasqueira de tijolos bem grande. Grande o bastante pra umas duas pessoas. Cheiro de cinzas. Cheiro de terra molhada de sangue. Eles não param, vão seguindo direto por uma trilha lateral.

       "Sabe o que o velho não consegue perdoar? Um bando de adolescente que nunca serviu em exercito nenhum, não foram nem escoteiros, quebraram a gente três vezes. Roubaram o carro dele e ainda pegaram um naco do nosso território depois que a gente invadiu eles duas vezes." Krantz para de andar e se vira para encarar Simon bem de perto. Eles ficam perto demais para ser confortável "Vai me beijar agora nazistinha?" O careca começa a rir e volta a andar pela trilha "Tá vendo esse cara Franco. Os pivetes chutaram o seu traseiro preto também, porra, não tem orgulho não? Ele quer deixar pra lá. Ser amiguinho dos caras." Ele passa a mão numa árvore e deixa uma marca de sangue.

        Simon volta a atenção totalmente para você. "Não adianta. Ele não entende. Nossa guerra não é com os mestres do ferro e nem com os pivetes. A gente descobriu tudo que deu da vida e história dos caras e eles são limpos. Fizeram um monte de merda de amador, Franco. Um monte. Se enfiaram em mais de uma briga que não podiam vencer. A gente tá aqui a cinco anos e três deles foram dessa pra melhor. Além disso eles pararam de recrutar. Eles treinam todos os filhotes da regiam e depois que começaram com isso não aceitam mais ninguém na alcateia deles. krantz te falou que a gente vai te entregar pra eles?" Chegaram em uma clareira Coração de Prata corre para pegar um machado cravado em um toco. "Esse cara quer te entregar pra jogar fazendinha feliz com as crianças." Ele encosta o machado no rosto e sussurra o que só pode ser uma oração antes de devolver a arma para o seu lugar. Simon não o responde. Mas faz o mesmo com o machado.

        Uma mulher de cabelo preto e pele branca já estava na clareira, mas eles estão completamente confortáveis com ela. Esperavam ela ali. Simon finalmente volta a falar. "Essa é a Chaya. Ela precisava estar aqui para essa parte. Normalmente a gente não faria isso. É parte do trabalho dos Seis Uivadores. Mas Coração de Prata gostou de você e o Atiçador aprovou. É nessa hora que você faz o juramento Franco." A mulher beija uma bala de prata que estava no seu cordão. É prata e você sabe. dá para sentir o arrepio frio de medo correndo na sua espinha. A pele de Simon estica e rasga. Os ossos estalam e se torcem. A carne cresce e muda. O homem negro se transforma em segundos em algo muito diferente. Alto o suficiente para te olhar como uma criança. A cabeça é quase a de um lobo, mas feito para matar, com mandíbulas largas e mais dentes grandes do que deveria. Os pelos cinza cascateando por todo corpo. Os dedos, agora enormes, terminam em garras afiadas. A coisa a sua frente é larga e solida como um muro de concreto.

    Gauru é a palavra. Ela fala com algo dentro de você. "URUM DA TAKUS" As palavras ecoam na sua cabeça ao mesmo tempo escapam da bocarra exigente a sua frente.
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2108
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por GodsCorpse em Qui Maio 28, 2020 1:10 am








    Finalmente alguém com alguma consciência porque puta que pariu Krantz. Que merda. Quase suspiro com calma, acreditando que saí do saco de malucos desde que ele me tirou da banheira de sangue que eu fiz para mim mesmo. Sem querer né porra, eu lá ia saber que ia ser um lobisomem, mas né. Simon fala mais dos Mestres de Ferro e convenhamos, eu teria feito o mesmo. Não devo nada a ninguém né porra. Eu olho o Simon com uma cara de "Que porra hein".


    - Porra... E não arrancaram um naco dos pirralhos também não? - to tentando me manter neutro aqui, mas sei lá. Caralho. Eu ia querer foder os filhos da puta que me deixaram na mão. Esse puto fez. Me tirou da frauda ensanguentada. Devo algo para eles ao menos - Tanta tensão gurizes... To sentindo cheiro de churrasco e vocês assim... Calma calma... Tio Franco paga uma ceva pra cês.


    - Não falou não. Os muleques novatos que perderam gente que vão nos treinar? É isso? Heheheheh - ri com pouco do meu veneninho.




    - Qualé do machado? - eu chego até estender a mão para pegar, mas a cara deles deve ser bem desaprovadora. Não provoca agora Franco, agora não - E aí Chaya, prazer, Franco. - Simon continua a falar e fico sério. Essa coisa ritualista... Sempre achei uma porra estranha, mas to nisso até o pescoço agora, que merda. Tirei o sorriso comedor de merda meu e prestei atenção.


    Puta merda. Sem palavras para o que vejo. Agora entendo.


    - O Lobo deve Caçar. - eu sei o que ele quer dizer... Eu acho... Acho que sei o que devo fazer.


    OFF: Franco vai tentar tomar a forma de Gaurou.
    Se contraditório o papo do Franco, é intencional.



    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2108
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por GodsCorpse em Qui Maio 28, 2020 3:41 pm








    Porra, dói.


    É como se tivesse passando por toda a merda de me arrancarem e me surrarem de novo. Parece quando fui esfaqueado na prisão, mas em todo o corpo. Parece que arrancaram meu olho de novo, mas em lugares que não eram para ficar. O que não é estranho é quando sinto como se me arrancassem um dedo em toda parte, só que isso é para tar acontecendo mesmo.


    A pele está sendo arrebentada, eu sei disso. Me coça tudo pior do que ir num dentista. É agoniante. Sinto algo na minha canela torcer e depois se esticar. Outro estralo e acho que perdi um tendão. Puta que pariu. Os pelos começam a surgir e meus músculos começam a ficar maior e puta merda... Parece quando os putos tavam me arrancando os pedaços. Mas não dá para parar... Quanto mais dói, mais forte sinto que to ficando. Era para ser assim mesmo, caralho!


    Grande Lobo Mal... Franco, você é o monstro. Uivei para as estrelas e olhei para o Simon grandão na frente. Me senti um garotinho de novo, querendo brigar de lutinha e corri para o abraço.



    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 949
    Reputação : 35

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por Wordspinner em Seg Jun 22, 2020 1:44 pm

    Olhando em retrospecto provavelmente foi provavelmente o estresse do dia. Sua cabeça estava em qualquer lugar, mas não no lugar certo. A porta de casa talvez estivesse aberta, você nem lembra. Na verdade, nada antes de estar de frente pra tv com os pés na mesinha e uma cerveja na mão é realmente claro. Talvez nada antes do Joe realmente tenha sido uma escolha. Só vivendo no automático. Enquanto andava até o barulho deu pra ouvir de novo. Quando abriu a porta do banheiro minúsculo lá estava ele.

    O chão coberto de plastico. Plastico coberto de sangue. Joe sentado pelado na privada. Sangue e baba escorrendo da boca em uma mistura menos nojenta do que deveria. Parece que ele sorriu quando te viu, mas podem ter sido as meias enfiadas na boca dele. As mãos dele penduradas para cima e pregadas na parede com pregos em forma de 'u'. Um dedo faltando em cada uma. Os pés amarrados na base da privada com arame. Na parede, entre as mãos, escrito com sangue já seco 'Devolve meu'. Riscado no peito de Joe em cortes fundos entupidos de sal 'Irmão'. Talvez seja esse o momento em que realmente saiu do piloto automático.

    Ele geme de novo tentando sair. Os olhos vendados com uma faixa suja. O cabelo raspado pela metade. Os pés sem unhas. O cheiro de mijo e merda e sangue. Cheiro de medo e dor e desespero. Um celular vagabundo na pia, o display indica uma mensagem não lida.

    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2108
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por GodsCorpse em Ter Jun 23, 2020 12:39 am


       
           
           
       

               

                   

    "Easy go, go easy, Franco." - se tivesse um animal na casa, tinha mordido ele, pois a vida facilitando seu conforto fora o que deixou distraído até chegar a Joe. A porta estava aberta: entrar mais fácil. A cerveja estava na geladeira: perfeito. Caralho, estava até dando filme na TV que ele curtia com uma atriz boa para imaginar o prazer no banheiro depois. Tirou o casacão, ficou de cueca e aquela regata do "pai bêbado" dos filmes. Se olhou no espelho: estava mais cabeludo e tinha que escolher entre gel ou a máquina. Terminou a latinha num gole só, coçou a barriga, e foi tirar água do joelho quando ouviu o gemido e empurrou a porta sem esforço.


                   

    - Porra. - disse sem tom enquanto absorvia a imagem que transformaram do banheiro dele em Jogos Mortais. Franco não era estranho à violência, mas era estranho ao sadismo. Quebrar uns dentes, uns dedos, até vai. Dá para rir as vezes do magrelo se contorcendo com a mão ao avesso... Mas porra, era um tapinha ou outro e foi - Merda Joe.. Por que tinha que se cagar?


                   

    Primeira coisa: cuidado onde pisar. Foi até o rapaz e tirou devagar a meia da boca dele. "Vai ter dentes.", pensou -  Quem foi o filho de uma égua que te fez de papel de parede?


                   

    Depois, foi tirar os pregos e usar uma toalha de baixo da pia para ele segurar o sangue. Tinha visto o celular, mas isso seria por último. "Devolve meu irmão", só podia ser um augúrio próprio da mãe Luna de estar lembrando da primeira noite quando viu a brincadeira que fizeram com o coitado. Depois da primeira mudança, não iam querer restos dos putos que tinham atacado o Franco solto por ai. O Atiçador fez questão disso.


                   

    - Que você se meteu Joe... Cê é um puto infeliz mesmo... - ficou agachado diante de Joe enquanto ele se recompunha e pegou o celular para ler a mensagem.


               

           
    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 949
    Reputação : 35

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por Wordspinner em Ter Jun 23, 2020 10:05 am

    Assim que ouve a sua voz ele começa a chorar. Soluços sacudindo o corpo. O rosto fica vermelho rápido e parece que ele vai sufocar com as meias. Ele sacode com ainda mais violência e o gemido é muito urgente. Desesperado. Quando a meia sai da boca ele ela leva sangue e uma crosta grudenta de sangue seco. Ele tenta falar, mas só solta um longo gemido de dor e alivio. O choro fica ainda mais solto. Ainda mais penoso. O homem está completamente entregue.

    Você fica feliz em ver que ele tem dentes. A boca está inchada e e fede a sangue velho e meia podre. A coisa toda ta inchada e colorida de um jeito ruim. Pus. Inflamação. Veias. Sangue velho escuro e seco. Quase preto. Os dentes amarelos de Joe. O sangue novo brotando das cascas que vieram com a meia. Ainda vendado ele tenta falar. Mas só te dá trabalho para libertá-lo. As mãos estão presas os pregos que você tira são compridos e grossos. Ele sabe mesmo sem ver que você está soltando dele. Ele tenta ajudar, mas é demais. Antes de a primeira mão estar solta ele desmaia. Antes da segunda mão estar solta ele acorda de novo. "Franco!" Ele teria gritado se tivesse forças. Mas o que saiu foi um engasgo penoso. Um engasgo de sangue numa boca inchada e seca e agora pingando sangue. Ele se debate tentando sair. Esqueceu onde está? Os pés presos não deixam ele levantar, mas ele consegue cair e faz isso muito bem. Só não rasgou a outra mão aumentando a bagunça porque você estava ali para impedir.

    "Nunca... vi..." As palavras são forçadas para fora. "Nunca vi... antes." Seu ouvido novo consegue entende-las. Mas ele também consegue ouvir as costelas de Joe estalando fora do lugar quando ele fala. Ele deve ser feito de dor nesse momento. "Vamo sair... Vam..." Ele consegue cuspir. algo nojento feito ele. "Sair... sair pra longe... qualquer lugar... me ajuda a fugir..." Ele começa a chorar de novo. Convulsionando sem conseguir sair do lugar. As mãos arruinadas te apertando forte e sangrando em você. Os nós dos dedos brancos com o esforço. A respiração sofrida e torturada a cada inspiração forçada. Lagrimas escorrem enquanto ele se balança e sacode com as pernas moles. O cheiro de sangue e medo é exitante e isso faz você pensar em quem é o pior monstro. Quem fez isso? ou você?
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2108
    Reputação : 47
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por GodsCorpse em Qui Jun 25, 2020 11:05 am


       
           
           
       

               

                   

    - Oh porra Joezinho... - Franco olhava aquele estado dele com a mesma pena que sentiria ao ver um cachorrinho com a pata machucada - Nunca viu? Novos na área? Merda garoto...


                   

    Franco começa a raciocinar a respeito do estado do rapaz. Era deplorável demais. Se levasse a um hospital, sobreviveria? Na verdade, importa para ele? Joe ajudou com uma grana com alguns serviços, mas não é a mesma vida que tinha agora. Agora, ele era um resquício passado que estava sujando o apartamento do Franco. E o lobo está falando com ele. O lobo gosta do estado que Joe está.


                   

    - Shh shh shhh.. Tá tudo bem. - mas antes de decidir, pegava para ler o que o celular da pia tinha de mensagem não-lida.


               

           
    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 949
    Reputação : 35

    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por Wordspinner em Qui Jun 25, 2020 7:39 pm

    "vc tem 24h" As letras escuras no display brilhante do celular, nem precisou destravar a tela. Ele cheira a álcool como se tivesse sido limpo cuidadosamente. Assim como a pia. A ameaça incompleta é um pouco frustrante. Mas e depois? O que rola depois? Um premio não é. Mas podiam ter deixado isso melhor. Fizeram um bom trabalho até ali. Até aquele ponto era uma ótima porra de uma história. Mas agora? Frustrante. Claro que o numero do remetente estava ali, mas provavelmente era de um telefone descartável. Não é?

    "A gente precisa... Precisa ir... Eles vão te matar cara." Ele parece um pouco mais controlado. Mas ainda poderia estar em um filme de horror. "Cê matou o cara. Eu não queria... Não queria." Bom, você precisa pelo menos ver qual o numero, não é? abrindo a tela o plano de fundo é você. A cara toda arrebentada sentado no chão. Talvez sentado seja uma palavra forte. Mas a bunda tava no chão. A cara tava sendo levantada por um filho da puto que já nem lembrava mais. Ele tinha um canivete encostado no rosto. Seu rosto.

    Joe segura a sua mão com força tentando chamar sua atenção e te sujando um pouco mais. "Me ajuda Franco, porra." Ele já deu um jeito de tirar a venda mesmo com as mãos fodidas. Um corte no rosto dele exatamente onde o canivete da foto está. Bem embaixo do olho direito.
    Conteúdo patrocinado


    Francis James Welsh Empty Re: Francis James Welsh

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Out 21, 2020 3:56 pm