Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bravos Seg Jul 27, 2020 1:33 pm




    Axel Brown

    A risada de Amy sobre as ervas de Sebastian fazem Axel rir junto. Asia explica que a bebida ajuda em rituais também. - Então é mais que recreação? Eu até retiro o que disse, você já tem todos os barris vendidos. - Traz de volta a conversa à Olena. Mas alguém fala sobre o totem. Ele não ia cometer aquele erro de novo, e responde, seu olhar para ninguém, do modo mais casual possível: - Sabemos que vamos procurar bem.

    Quando falou sobre fazer as coisas com as próprias mãos, o riso se generalizou, talvez por conta da resposta não-verbal de Olena. Ele tinha chegado lá. Quando ela bota a mão no rosto, ligeiramente constrangida, Axel ri também. - Eles riem, mas eu demorei muito para dar valor a essas coisas. Tudo que é feito com as mãos tem mais alma. - Não ia se alongar sobre isso não, pois não daria chance de falar abobrinha diante de uma ithaeur.

    Olena explicou que era irlandesa e que a mãe era uma faz-tudo. - Fazer cabanas com as mãos eu até sei, só que me senti um filhote perto dessa descrição dela. Acho que um ano atrás, se me deixassem na floresta sem nada, eu morreria de infecção em dois dias. - Ele saberia se virar, talvez... Mas contaria mais com seu instinto primitivo que com sua sabedoria. A dona do bar mostrou o anel dado pela mãe e Axel se inclinou para mais perto, por sobre a mesa, para vê-lo, pegando delicadamente a mão de Olena para trazê-lo para perto da vista. - Ela que deve ter feito, não é? - A pergunta era retórica - Eu gostaria de conhecê-la. - Ergueu os olhos até fitar os de Olena. Sustentou o olhar enquanto voltava o tronco para o encosto da cadeira.

    Connor passou e lhe cutucou, dando-lhe a chave do carro. Olhou apenas de soslaio, ele tava visivelmente puto. - Okay, praia em meia hora... - Mas não se abalou. Depois ele explicaria. A festa parecia estar quase no fim. O que era uma pena. Enquanto uma dupla saia para fazer coisas, uma outra chegava. Axel olhou bem o recém chegado. Ele não parecia estar vestido para um churrasco. - Melhor aproveitar, porque a festa parece tá terminando. - Apontou a churrasqueira e os baldes de cerveja que tinham por ali.






    GodsCorpse
    Sacerdote de Cthulhu
    GodsCorpse
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2788
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por GodsCorpse Qua Jul 29, 2020 1:38 pm

    Primeiramente, mil desculpa a demora. Li rápido demais e achei que não tinha coisa para eu agregar

       
           
           
       

               

                   
    Connor escreveu:- Da próxima vez que você meter um trash talk pra cima de um cara mais marcado que tu ainda mais na casa dele, eu juro que vou dar uma xulapada mole nessa sua cara xerecuda, toma tenência cara! Tu quer verdades, vou te dar um monte delas, cada uma mais bosta que a outra. Eu devia ter gravado o que tu falou pra te mostrar daqui um tempo.
                   

    Franco ouviu as palavras de Connor com desdém. Toda raiva cessou depois de voltar do banheiro e, mesmo com os músculos para pagar as ameaças, não se assustaria, apenas palitou os dentes e sorriu - Heh, xerecuda.


                   
    Connor escreveu:- Praia em meia hora!
                   

    Não era para ele, mas era um chamado para alcateia. Franco terminou mais uma carne ali e começou a acenar para o pessoal - Faço minha saída, galerinha. Foi prazeroso. Que a gente se esbarre por ai, nos lugares certos. - uma indireta a respeito dos territórios: ninguém entra no do outro à toa, então... melhor não se esbarrar a toa. Já ia também adiantar sua ida até a praia e passou pelo Richard também, acenando sem ressentimentos, o que poderia ser muito estranho para o rapaz, mas para Franco, já passou.


                   

    No caminho, passou pelos Urathas chegando. Parou na frente deles, sorriu com dentes largos sem falar nada e foi embora. Era a primeira impressão que queria dar.


               

           
    Faor
    Mutante
    Faor
    Mutante

    Mensagens : 703
    Reputação : 27

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Faor Qua Jul 29, 2020 4:39 pm



    - Sim senhora... vamos trabalhar sim. - Ele já apertava a cintura de Anne por baixo da blusa e saia apressado.

    - Ok mãe, meia hora! - Uratha ou não, Shaw obviamente está menos "sombrio" que de costume. Especialmente com tempo contado. - Ou meia hora e meia... - Ele, meio besta, brinca com as palavras, sussurrando mas não tem dúvidas de que Connor escutou.

    Quando ele vê Loba sem Sombra chegando, Ed aperta Anne com pouco mais de força e menos carinho do que antes e perde um passo. Ele fuzila o sujeito com ela por um segundo mas logo sorri. - Bem vindo, a carne está boa, tchau. - Ele força algum humor mas logo ignora todos voltando todas suas atenções para Anne.

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner Qui Jul 30, 2020 8:15 pm


    Axel escreveu:Sabemos que vamos procurar bem.

    A resposta que deu sobre o totem parece agradar bastante todos na mesa. Asia parece ter ficado mais leve quando ouve, talvez não pelas palavras, mas pelo tom. Quando ele fala sobre as coisas feitas a mão terem mais alma ele percebe uma concordância geral. Cabeças balançam positivamente em volta da mesa.

    Axel escreveu:Fazer cabanas com as mãos eu até sei, só que me senti um filhote perto dessa descrição dela. Acho que um ano atrás, se me deixassem na floresta sem nada, eu morreria de infecção em dois dias.

    Sebastian parece positivamente chocado. "Eu disse que a gente devia ter incluído sobrevivência, não que nem fizeram com a gente. Mas devia." Ele fala alto, mas alto que o normal para ele, mas fala olhando para Amy "Não é nosso trabalho." Ela diz olhando para a mesa, ou algum lugar no passado. "A gente ajuda eles a saber mudar, a conhecer as tribos, a conhecer o juramento... E nunca do jeito que treinaram a gente."

    Olena parece surpresa de outra forma "Mamãe nem é isso tudo cara. Ela é só que nem vocês." Mas dá para sentir na voz dela o quanto fica feliz com o que diz. Ela aprecia a mãe e sua admiração por ela está ajudando.

    Axel escreveu:Eu gostaria de conhecê-la. -

    Olena tira o anel e o gira lentamente para mostrar todos os cantos. Axel consegue imaginar como foi feito. Pelo menos uma maneira. O polimento da peça parece ter sido manual pelas imperfeições. Não é um trabalho de mestre, nem parece ter usado as ferramentas mais modernas. Mas é bonito de olhar. Ela teria puxado a mão de Axel para colocar o anel em sua palma. Mas nessa hora Connor chega com a chave.


    Connor se despede de Asia que deixa seus dedos escorrerem pelo braço do rapaz enquanto ele se vai. Quando Franco se despede ele percebe Sebastian com os olhos fixos nas costas de Connor. Pelo que parece ele não gostou nem um pouco de como o rahu fez sua saída. Jay também pareceu ofendido, mas os parentes que estavam conversando uns com os outros nem parecem ter notado. James faz questão de levantar para se despedir com um aperto de mãos, Laura levanta um copo e depois vira, Jay tira os olhos da chave do conversível e "A gente se vê." e parece que ele tem certeza. Amy para de rir do Shaw e Anne para, colocando um braço no pescoço de Sebastian, sorrir pra Francis "Foi mal por mais cedo, boa sorte com a casa nova e se acharem qualquer pista por menor que seja... me liga." . Sebastian? Ele agora estende sua clara reprovação a Anne e Shaw, tira os deles um instante para sorrir radiante para Francis e acenar.

    Loba sem Sombra oferece um sorriso tranquilo e neutro a todos que passam por ela. Depois avança com Ethan até a mesa mais cheia. "A peça mais importante da alcateia, Ethan, o meia lua." Ela aponta para Axel e faz um sinal para que Ethan se sente. Ela cumprimenta os outros com muita seriedade e coloca uma xícara bem pequena na mesa que Sebastian logo completa com o mesmo chá que está tomando. Jay se levanta sem cerimonias e vai falar com Richard assim que as costas de Franco desaparecem. Maria não parece incomodada com a nudez de Amy, ela aponta uma marca no ombro da garota. "Eu lembro disso, três invernos atrás. A revolta da termo-elétrica. Incrível como conseguiu tanta ajuda." Ela levou a xícara a boca, mas um instante antes parecia que ela ia falar mais.

    Ao invés disso ela se volta para Axel. "Amanhã eu começo a mostrar os contratos que foram feitos com os espíritos do seu território. Melhor não marcar nada a noite nos próximos dias. Esse comigo é Ethan, um lua crescente da minha tribo. Como vocês ele ainda não tem uma alcateia ou um totem. Espero que vocês possam trabalhar juntos. Ele vai ajudá-los a cuidar do território que era dos Patas de Ferro." Ela olha na direção da porta depois de novo para o meia lua. "Parece que vai ter trabalho hoje Axel." Ela usa um tom humorado, mas parece aberta para ouvir.

    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bravos Qui Jul 30, 2020 10:48 pm




    Axel Brown

    Sentiu um certo alivío ao ver que havia escolhido as palavras certas. Era esperado dele as palavras certas. Quando falaram sobre sobrevivência, parecia que eles tinham passado uns maus bocados. - Pelo visto o treinamento de vocês não foi tão empático quanto o que vocês deram a gente. - Dava corda para se eles quisessem comentar algo mais, mas sem se intrometer.

    Quando Olena fala que sua mãe também é uratha, Axel ri: - Então de fato eu sou um filhote diante dela. - Talvez por ingenuidade, não havia imaginado essa opção. Isso não o fez, porém, perder o interesse no anel. Olhando mais de perto, como Olena o mostrava, ele parecia ligeiramente tosco. Mas perfeição era sobrestimada. Talvez, só talvez ele tivesse se motivado a fazer algo semelhante. As chaves lhe caíram na mão e as pessoas começavam a se despedir. Sebastian parecia não ter ficado muito satisfeito com o comportamento dos colegas. Axel se volta mais uma vez para Olena. - E o que mais você aprendeu de inusitado?

    Quando Loba sem Sombra lhe apresentou ele sorriu e esticou a mão, sendo agradável, se apresentando: - Axel Brown. Se eu mantiver as outras peças girando no ritmo certo, tudo está bem. - Ela se sentou e pegou um chá com Sebastian enquanto Ethan ia pegar sua prova do churrasco. E meio que de súbito ela voltou a falar com ele. - Ok...! Vou garantir que as agendas estejam livres. Agradeço pelo auxílio com os espíritos. - A verdade é que sem um Ithaeur as coisas seriam complicadas. - Sobre Ethan, com ele fechamos um time completo. - Sorriu. Afinal os augúrios não foram dados à toa. Eles se complementavam e ter um de cada era sim uma sorte.

    Axel ri com o comentário sobre o trabalho que teria. - É verdade... É verdade... O Connor pelo menos já nos conhecemos um pouco melhor. Com os outros vai ser a primeira vez que sentaremos cara a cara. Se não se formarem polarizações eu já considerarei um sucesso. - O último comentário saiu baixo. Mas talvez ela tivesse algum conselho para dar. Depois de ouvi-la um pouco, Axel se levanta. Eles tinham uma reunião para fazer.

    - Foi um prazer estar com vocês, galera. Obrigado pelo churrasco, pelo som, pela cerveja, pela conversa... - Falava para todos, acenando com a mão. Então se voltou para Olena. - Especialmente pela conversa. - Achegando-se mais perto dela e lhe falando privadamente: - Eu curtiria conversar mais. Aceitaria até uma cerveja. Um almoço, daqui há dois dias?

    Depois da resposta dela, ia assobiar para Ethan e chamá-lo com a mão.






    GodsCorpse
    Sacerdote de Cthulhu
    GodsCorpse
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2788
    Reputação : 82
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por GodsCorpse Sex Jul 31, 2020 6:59 pm


       
           
           
       

               

                   

    Franco fica bem feliz com a despedida das pessoas do lugar. Dá um aperto bom de mão de James, uma piscadinha para o Jay, aceno e sorriso para Sebastian.


                   
    Amy escreveu:Foi mal por mais cedo, boa sorte com a casa nova e se acharem qualquer pista por menor que seja... me liga.
                   

    - Não tem nada a se desculpar, minha querida. Novamente, obrigado pela hospitalidade. - juntou as mãos num "namastê" fajuto, mas honesto.


                   

    Depois de sair, Franco até sentiu um pesinho no peito de deixar o novo rapaz para trás, sem cumprimentar e sem se apresentar. Quis parecer igual Krantz apareceu na primeira vez que o viu, como estivesse donos da situação. Deu uma volta, pegou um cigarro em um posto e uma ceva e os usou sentado na calçada - Quando traírem a lua... Quando nos trair... Vai fazer o necessário? - falou consigo mesmo enquanto se servia da bebida - Vou sim, Zé Brabinho. Vou sim...


                   

    Ficou olhando a fumaça do cigarro por um tempo e depois foi para casa. Precisava chegar antes do Connor para poder tirar uma soneca, e esperar que venha um insight da situação antes da reunião definitiva com Connor (onde ele tinha certeza que o Rahu iria xingar ele na frente dos outros).


               

           
    Dycleal
    Wyrm
    Dycleal
    Wyrm

    Mensagens : 8038
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Dycleal Sab Ago 01, 2020 6:25 pm

    Ethan estava ansioso, não gostava de ir para lugares onde não conhecia ninguém, seus pais o fizeram passar por isso muitas vezes, nas diversas viagens atrás de artefatos e ruínas... As histórias e lendas que vivia eram legais, mas a rotatividade de amigos e sempre estar convivendo com pessoas que não conhecia e todo aquele ritual de conhecer se repetindo numa frequência maior do que valia a pena... E ali ia conhecer seus irmãos de alcateia, e seria o último a chegar, com todos se conhecendo e ele perdido perguntando como um tolo quem era quem...

    As preocupações da historiadora deviam ser palpáveis, ela temia que os meus brother fosse procurar encrenca com os puros na cidade vizinha... Mas ela não se alongou muito quando falou na legião de Sangue e do Atiçador que está ferido... Acho que posso descobrir isso depois... Bem na porta do bar, começo a lembrar daquele lugar, acho que é de uma moça loira e bonita que estuda na universidade... Olena. Já participamos de grupos de pesquisa juntos... Não digo que somos amigos, mas nos damos bem e as bebidas que ela leva para as festas, são muito boas. Sou um tanto tímido, mas as moças se aproximam de mim porque me acham bonito e carente, pois apesar de forte e atrético, mas sem exageros e de jogar basquete, sou calado e sensível participando de grupo de declamação, teatro e poesia... E isto faz um certo sucesso com a mulherada, pena que minha mãe faz passar alguns micos...

    Enquanto estava absorvido nestes pensamentos, apenas por puro reflexo não colido com um rapaz que sai apressadamente do bar, ele para fala com a Maria e me cumprimenta perguntando se sou o Parker e eu confirmo com um sinal de cabeça e ele aponta para um rapaz sentado na mesa e diz o nome dele e para ir com ele em meia hora para a praia nos reunirmos... Por acaso, o rapaz que ele apontou estava conversando com Olena e faço um sinal para eles e nos dirigimos para a mesa onde estão. Na mesa tem uma moça bonita com os seios de fora e bem suada e alguns lhe oferecem camisa o que ela rejeita dizendo que está com calor eu me apresento com Ethan e faço uma brincadeira que sou o Ethan de missão impossível e para evitar ficar encarando aquelas mamas eu vou na mesa onde estão as carnes e me sirvo de uma porção generosa, pego uma cerveja e volto para a mesa e confirmo que sou um lua crescente das sombras descamadas, como disseram e digo sério: - Pessoal, é um honra estar aqui como convidado... Desculpem eu estar parecendo perdido, mas é que por enquanto só conheço a Maria e a Olena que estuda comigo na universidade e acho que você é o Axel, que vai me levar até a praia, pelo menos foi o que aquele que saiu a pouco me falou... Se quiserem podem se apresentar, mais não sei se vou lembrar de todos de uma primeira vez... Mas se quiserem pode tentar, mas parece que tenho pouco tempo... E o Axel me cumprimenta formalmente e eu digo para ele: - Eu sou uma pessoa que joga para o grupo, você sempre vai poder contar comigo. E finalmente me dedico a farta porção de carne regada com uma boa cerveja local que tinha pego.
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner Seg Ago 03, 2020 1:19 pm

    Sebastian fala "Uma história pra outro dia" Quando se toca novamente no seu treinamento. Olena bebe um pouco da sua própria cerveja. Arrota como resposta para pergunta de Axel "Desculpa, mas foi isso e xingar. Mamãe me ensinou a xingar." Sebastian está olhando para ela como se tivesse visto um fantasma. Amy e os outros riem. Até James. Quando fala sobre o almoço Olena parece dividida. "Eles te chamaram de meia lua e eu aprendi que eles são... complicados. Vai se comportar comigo? Se prometer que vai eu te digo onde me encontrar daqui a dois dias na hora do almoço." Ela tenta parecer confiante.


    Jay volta junto com Richard para mesa e os dois tem tempo de se juntar a despedida. Dá para ouvir Jay insistindo para poder pedir para dirigir o carro que está com Axel mais uma vez. Todos se despedem com diferentes níveis e proximidade. Sebastian não mais que um movimento de cabeça e um aceno. Amy sorri e diz que tem que fazer algo assim de novo e que estão convidados para o 'clube da luta'. Richard e jay dão apertos de mão. Assim como Laura e James, mas deles todos James é o mais caloroso. Ele é tão atencioso, cuidadoso e firme que parece que ninguém mais se importa. Rebeca mal percebe que vocês saem. Asia tenta abraçar os dois ao mesmo tempo. Loba sem Sombra dá um toque no braço de Ethan e acena com a cabeça para Axel, mas não chega a se levantar.
    Dycleal
    Wyrm
    Dycleal
    Wyrm

    Mensagens : 8038
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Dycleal Ter Ago 04, 2020 12:33 am

    A comida era boa, um bom churrasco e suculento até, ou talvez era a sua fome, vai saber, né? O clima era de fim de festa, despedidas, algumas conversas cifradas, tipo piada interna, isso na faculdade era comum, piadas e desafios que só entendem completamente aqueles já mergulhados naquele universo particular... Ele logo entenderia melhor.

    Quando já está limpando a boca com um guardanapo e enfrentando o último copo de cerveja, ouve um assobio alto e um gesto com a mão o chamado, é o cara que chamaram de Axel e Ethan faz um gesto de que já vai e pega uma garrafa de cerveja para beber no caminho, pega suas coisas, vai apertando mãos no caminho e dando alguns beijos nas faces de algumas mulheres de volta do que recebeu e ouvindo vários seja bem vindo e corre para o carro e desculpando-se por uma eventual espera do motorista, se reclina no banco e começa a beber e diz: - Fiquei um pouco perdido com tanta gente nova, mas você é Axel e os outros, você vai me contando aos poucos...E alterna goles de cerveja com algumas estrofes de More Than Feeling: "I looked out this morning and the sun was gone"...

    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bravos Ter Ago 04, 2020 3:30 pm




    Axel Brown

    Sebastian diz que é uma história para outro dia e Axel assente sem tocar mais no assunto. Quando Olena emite um bestializado arroto, Axel ergue as sobrancelhas surpreso e quando vê a cara de Sebastian desata numa gargalhada. - Eu sou quase um anjo... Onde você preferir. - Disse piscando o olho e sorrindo.

    Enquanto se despediam, Amy dizia que deveriam repetir. - Com certeza. - Retrucou rápido. Tão rápido quanto levou o dedo indicador em riste diante dos lábios fazendo um gesto de silêncio: - Shh... A primeira regra é: não fale sobre o clube da luta. - Distribuiu apertos de mãos até chegar em James, que fora bastante atencioso. - Amanhã ou depois passo para falar com os rapazes. Vamos tocar isso aí. - Retribuiu o abraço de Asia e o aceno de Loba sem Sombra.

    Chegou ao carro e deu partida naquela máquina. Ele nunca havia dirigido algo daquela potência. Nem mesmo os 4x4 do pai. Estava com o motor ligado quando Ethan entrou. - Sim, muitos rostos novos. - Deu partida e logo estava se dirigindo para o ponto de encontro. - Essa reunião é importante. Vamos de fato conhecer uns aos outros e por em comum o que passamos. Sugiro não esconder nada. Se formos ser uma alcatéia, e iremos, não pode haver segredos entre nós. Talvez você não tenha notado, mas os Uivadores agem como se fossem um só. Isso é o grande trunfo deles. - O ar úmido da praia batia contra a pele deles e Axel tinha vontade de pisar mais fundo no acelerador. Mas não iria fazê-lo. Tudo tinha que estar sob controle.






    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bastet Qua Out 06, 2021 11:48 am



    Samantha
    Doiley

    @thendara_selune  @Wordspinner

    Vindo da: Clínica

    Depois de deixar Ted no canil, Samantha foi se banhar e trocar. Em seguida, foi para o Bar, como tinha combinado com Chloe.

    Mandou uma segunda mensagem para Asia ainda de casa “Traz o James, se ele tiver dando bobeira aí. Ele e a Chloe precisam de um momento descontraído.”

    Ao chegar, foi até o balcão, cumprimentando Olena e pedindo uma coca, enquanto aguardava.

    Roupinha:
    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 WKcX9tF

    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 56

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por thendara_selune Qua Out 06, 2021 4:17 pm

    Chloe tinha demorado algum tempo para escolher uma roupa, a maioria das peças eram delicadas demais, não mostrando muito de sua pele e sempre tinha aquele ar de senhora recatada. Escolheu um vestido que comprou recentemente e estava esperando alguma ocasião para usá-lo. Fez uma maquiagem simples, se encarou no espelho e se deu por satisfeita.

    Quando chegou ao lugar logo ficou encantada com os enormes barris de bebida expostos, centenas de garrafas se exibindo nas prateleiras. Ela leva um dedo aos lábios pensando em que extravagância podia fazer. Andava se sentindo sufocada, a rotina pesada e as contas lhe assombrando. Antes não precisava se preocupar com dinheiro, mas agora sentia o peso das responsabilidades. As joias acabando, a situação da farmácia e para piorar os sentimentos confusos sobre tudo. Aquilo era ser adulta em mundo desconhecido. Ficou com inveja de Sam que lhe parecia mais livre, então mirando uma garrafa desejou pelo menos por aquela noite não se importar com contas, com postura ou com os problemas. Os olhos vagueiam até as choperias que chamam sua atenção. Então como um aviso para esquecer o mundo lá fora, o relógio bate em sua badalada alta e faz ver  Sam no balcão.


    Olena é simpática, tinha uma coisa doce e conseguia entender porque Axel tinha se apaixonado por ela. A ruiva abre um sorriso. - Oi meninas, como estamos essa noite?-O humor na voz. - No meu caso estou pronta para beber e fazer maldades!- Ela riu olhando as duas. -Na verdade não sei como fazer maldades, mas depois de algumas doses estarei apta para fazer!-
    Roupinha  <3:
    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 99ad9611

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner Qui Out 07, 2021 6:17 pm

    O lugar estava cheio de universitarios com Duas girias e casacos de turma. Um deles vestia o próprio Grifurso com a cabeça grandona cheia de garrafas em cima da mesa. Toda madeira bem limpa e polida. As mesas mais cheias que a metade. A música era the Strokes e depois Panic at the disco só para se transformar em The Killers. Na area reservada nos fundos rolava alguma festa exclusiva separada por uma faixa vermelha e uma cortina quase transparente.

    É de lá que Asia sai vestindo uma saia jeans rasgada que estaria na moda vinte anos atrás r um moletom rosa mácio e pesado que estava aberto mostrando o top branco branco curtissimo que tinha por baixo. Ela estava completamente fora da moda e tinha brilho na pele que parecia estar desenhando algo debaixo da roupa. Mesmo assim ela era linda. O riso branco radiante. O cabelo solto numa cascata dourada.

    "Garotas!" Ela diz pegando o primeiro copo que encontra no balcão. Ela olha Samantha de cima a baixo e depois faz o mesmo com Chloe. "Eu tenho um quarto aqui, sabia?" Ela joga as palavras na direção de Chloe. Se aproximando só o suficiente para ficar perto demais. "Eu posso te mostrar umas maldades antes dos meninos chegarem." Ela nem fala baixo. O convite é tão descontraido quanto sério.

    A tensão é tão densa que Sam nem percebe quando sua coca chega, uma parte orgulhosa dela queria estar ouvindo aquilo. Asia faria qualquer coração Bater mais rápido. Ali na meia luz do bar ela parecia irresistível como o mar. "Meninas, Axel vem?" Chloe ouve Olena e sabe que ela tinha dito alguma coisa antes. Sam tinha ouvido da primeira vez que ela perguntou mas não conseguiu desgrudar os olhos do reação de Chloe.

    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bastet Qui Out 07, 2021 10:57 pm



    Samantha
    Doiley

    Samantha se surpreende com a roupa que Chloe escolheu, dando um sorriso – Uau!  Você veio pra matar mesmo... Pobre James – comentou quando Chloe chegou. Ia responder sobre as maldades, mas aí, como naquelas cenas de filmes adolescentes, a loira saiu da Área vip... Sam podia jurar que ela andou em câmera lenta, com o vento balançando os cabelos. A Sangue de Lobo nem entendia muito de moda, mas sabia que Asia tava gata demais. Se surpreendia de Anne ter tido um affair com a Amy e não com a loira (que ela soubesse).

    E então a cena passou pra um tipo de filme bem mais adulto. Asia quase comendo Chloe com o olhar, muito perto, falando frases sacanas. Sam até esqueceu como engolir... A mente não conseguindo evitar pensar no que foi proposto... As duas numa cama fazendo “maldades”...

    - Celular... – respondeu pra Olena, pegando o copo sem olhar... E então Olena fala novamente e Sam percebe que tava secando as outras duas. Ajeita a jaqueta, se virando pra falar com a mulher de Axel, as bochechas vermelhas, meio desnorteada.

    - Mandei uma mensagem mais cedo, deixa eu ver – tinha mandado mensagem pro Axel (@Bravos), avisando onde estariam, chamando ele, afinal, era o bar da buchudinha do alfa. – Ele disse que tá terminando umas coisas lá no trabalho e vem pra cá depois. Como vocês tão? – indicou a barriguinha ainda discreta dela – Tenho algumas calças do começo da gravidez, se você quiser. Os jeans param de servir muito cedo – riu e apontou pra torneira da cerveja – Aquelas duas ali precisam de Alcool – olhou pra trás, pra saber se a começão tinha diminuído, bebendo um pouco de coca gelada. Queria evitar que a mente fosse pra onde não devia.  

    Mandou uma mensagem pra Anne, enquanto Olena pegava as bebidas. “os lobos a diesel tão convocados aqui no bar da Olena. Motivo: to de vela... e com saudades...”

    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 56

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por thendara_selune Sab Out 09, 2021 1:49 am


    A música tocando enchia o ambiente assim como a alegria de quem ali estava. Chloe ri mais um pouco, pedindo a Olena uma dose de algo forte. Abraça Sam com carinho e elogia a barriga das duas. - Vocês estão lindas!-  Dava um tapinha na mão de cada uma e quando Sam fala da roupa ela estala os lábios. - Bem, temos que usar as armas que possuímos para fazer as coisas acontecerem.- Puxava da bolsa um batom vermelho. - Viu Sam, estou seguindo sua dica e se pudesse me dar uma apelido hoje seria algo como “ruiva sacana”!- Chloe fazia uma carinha inocente e depois riu. Estava cansada e solitária demais para negar-se um momento de alegria genuíno.


    Pedia uma dose de algo forte, bebia fazendo uma careta e depois abria um sorriso caloroso ouvindo a música. A pele quente, uma vontade imensa de ser apenas uma mulher como outra qualquer até que a visão de Asia surgindo a fez beber mais um golinho. Quando a loira chega perto o suficiente era impossível não admitir que aquela loba era com certeza a musa de muitos caras que já esbarram com ela.  A voz de Asia cheia de energia, aquele apelo sexual dela era tão natural que Chloe nem conseguiu desviar os olhos e quando entendeu o que ela tinha dito ficou corada, mas resolveu dar uma resposta bem humorada.

    -Que audição incrivel!- Depois dava um abraço suave em Asia e prosseguiu sorrindo tentando não ser absorvida pela atmosfera provocante da loira. - Maldade mesmo seria não dançarmos a noite toda...Quero sair daqui hoje sem nem lembrar do meu endereço! Conto com ajuda de todas as envolvidas para ter o meu primeiro porre!- Erguia o próprio copo com um sorriso largo e descontraído.  Então se dá conta da pergunta de Olena. Sam respondia, Chloe fica feliz em saber que Axel também apareceria.- Seu príncipe encantado deve chegar em breve.-  Malícia nos olhos cor de âmbar. - Vocês precisam aproveitar, depois que o bebê nascer as coisas mudam, podem aproveitar até o último mês…- Pedia mais uma dose e depois pensou no que ia falar. - Deixa eu ser bem explícita agora...A ocitocina é o hormônio do amor… Então façam muito sexo, mil posições possíveis existem, deixem fluir  e pode ter certeza que essa criança vai escorregar tranquilamente na hora do parto…- A ruiva deu uma nova risadinha, não estava bêbeda, mas com toda certeza estava relaxada de um jeito que Sam nunca tinha visto.
    - Se você quiser adoraria ajudar na hora, mas também pode fazer isso com um obstetra decente, nada de enfiar agulhas e hormônios artificiais para adiantarem o momento, curte muito cada contração, da uma dançadinha, manda ele fazer umas massagens é um momento pra vocês se conectarem magicamente!- Depois olha Sam. - Isso vale para você também, pra mim o que tá valendo hoje é dançar e beber muito!- Depois passa um braço pela cintura de Asia muito mais como um gesto de amigas do que algo sexual. - Você vai ser minha madrinha de porre, Sam não pode beber...Está de castigo!- Chloe faz um biquinho desdenhando da morena.
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner Qua Out 13, 2021 9:34 pm

    Olena coloca as duas mãos na barriga com a pergunta de Sam. "Super bem. Super bem assistida em casa. Se eu aparecer lá com uma calça sua ofendo umas cinco pessoas." Ela gargalha. Então presta atenção em Asia e Chloe. Um suspiro longo antes de pegar uma garrafa escura de barro. "Depois não reclama Asia bebada é muito difícil." Ela pausa antes da última palavra.

    Anne manda uma carinha rindo de cabeça para baixo. "Minha fofinha, eu to em Willow Crest e ainda ia precisar pedir permissão pro Rich. Aposto que cê tá a vela mais gata de todas."

    Olena ri alto da piada de Chloe e repete o apelido baixinho. O abraço que dá em Asia a deixa tão perto, a mão da loira no final das costas da ruiva. A perta entre as dela. O rosto se aproxima para um beijo na bochecha que é um pouco alto demais, quase na orelha. Olena para de servir os copos quando entendo o que Chloe está dizendo. A cor logo se torna vermelha. "Aaacho que tão me chamando." Ela foge com os olhos arregalados.

    Sam vê um copo cheio e outro pela metade, liquido licoroso escuro com um pouco de roxo. O cheiro era bom, mas forte.

    Asia pega a garrafa do balcão. "Madrinha? Quer um pouco? Isso é uma delicia." Ela bebe da garrafa com uma sensualidade desnecessária. Oferece a garrafa para Chloe, mas leva a garrafa para longe e deixa seus lábios no meio do caminho.

    --

    "Yo." Era Bran sentado bem ao lado de Samantha. "Isso é veneno." Ele diz pegando uma garrafa de água mineral se esticando para dentro do balcão. O cordão dourado pendurado no pescoço. "Beca e Jun vieram com o James também. Amy disse que vão abrir uma exceção e a gente vai lá pros fundos." Ele ri torto olhando de Asia para Chloe. "É doidera... James tá estacionando e eu vim na frente." Ele não oferece a garrafa e nem se importa com o garçom olhando preocupado para ele.

    --

    James, Jun e Rebeca entram juntos. James com um dos braços nos ombros do irmão e Rebeca segurando graciosamente o outro. Jun está usando o mesmo moletom preto de Bran, como se tivessem combinado, mas o braço tinha dois ou três gadgets e a calça jeans tinha pedaços de metal e uma faixa de leds coloridos no lado direito. James com uma camisa azul muito escura aberta o bastante para aparecer as contas claras de madeira de algum cordão que se perdia por baixo. Rebeca claramente tinha suas roupas escolhidas por Asia e escolhidas para expor e esconder taticamente o seu corpo. Os seios apertados a barriga quase toda a mostra, um rasgo na saia deixava uma perna exposta quase até a virilha quando ela andava. Os ombros cobertos por um bolero de gola alta com um enforcador que parecia custar uma fortuna.

    Os três andam devagar até eles negociando espaço para passar.
    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 747
    Reputação : 56

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por thendara_selune Sex Out 15, 2021 10:05 am


    -Estou cansada de conter aquilo que não se pode prender em uma garrafa!-
    Deu com os ombros e ficou olhando a garrafa escura de barro. Olena ri e Chloe mostra a língua desdenhando de si mesma. Sente o gesto de Asia e fica vermelha, nunca foi do tipo de se soltar, mas naquela noite uma pequena porta se abria. O aperto da loira causa um arrepio quente. Não se afasta dela, mas os olhos percorrem novamente o lugar antes de falar.

    - Essa cidade precisa de uma placa de alerta “Cuidado, você acaba de entrar em terras com alto nível de tesão!- Ela abria as mãos no ar como se tentasse mostrar o tamanho da placa. Depois de uma risada suave, o rosto fica quente e sentindo a pele ferver de um jeito perigoso. “Seria o álcool falando?” Ela nem tinha como saber, tinha bebido a dose no copo e agora virava uma nova fazendo uma carinha boba.- Não foge...Tenho um livro legal para mostrar pra você!- Ela ri, mas ri de um jeito tão solto que chega a ser engraçado. Olena é uma gracinha em todos os sentidos possíveis. Depois olha Sam. -Eu nunca fiquei de porre. Nunca fiz nada que eles não queriam, até que vim parar aqui...Alguns diriam que estou tendo forte tendência a vulgaridade e indecência, mas sinceramente que se fodam!- Piscou para morena. - Quando tudo passar…- Diz apontando para a barriga da outra. - Depois que parar de amamentar, a gente marca de novo algo assim, me sinto culpada, você parece mais festeira do que eu, mas certamente não ganha da Asia!- A dose acaba ao mesmo tempo que a loira repete sobre ser madrinha de porre. -Isso ai deve ser pesado demais pra mim…- Olhando Asia era impossível não se contagiar com o jeito que ela leva a vida.

    ******

    -Veneno?- Arqueando as sobrancelhas delicadas fica olhando o homem sentado ao lado de Samantha. Lembrava dele, observava o cordão dourado, o corpo se move junto com a mão que vai até o objeto e diz.

    - E todos nós não bebemos o veneno diário que a vida oferece? Talvez esse seja mais doce ou até amargo o suficiente pra fazer a gente esquecer as porcarias todas que ficam espetando a mente!- Ela solta o cordão e se afasta de Bran e olha o copo com  um ar nostálgico. Nunca viveu algo assim. Chloe tinha que sorrir sem mostrar os dentes, sentar-se feito uma boneca, não podia usar aquele tipo de roupa, quanta coisa ela conteve para ser o que família queria que fosse? E mesmo depois de tudo eles tentaram matar o homem mais decente que conheceu. Tenta pegar o tal veneno da mão de Asia ou de Bran(Eu fiquei na dúvida com que estava aquela lindeza de barro escuro)e bebe um gole imaginando que aquilo rasgaria sua garganta ou causaria uma sensação nova ao seu paladar que poderia abrir mais uma porta.

    - Eu ando tão irritada, tão frustrada que por mim me jogava dentro de um lago cheio de álcool e só saia de lá ano que vem quando tudo não passasse de um pesadelo mofado em um canto qualquer da minha cabeça!- A voz dela era doce, mas começou a ficar vermelha, os olhos brilhando, extasiada com a sua breve liberdade e sorrindo de um jeito caloroso demais para resistir. Lasciva ardendo lenta em cada gesto que o corpo fazia.

    - Ir pros fundos? Tem alguma fonte termal nesse lugar ou por acaso é uma passagem pro Nirvana ou pra outro lugar perigoso demais para um pobre moça da alta sociedade ir?- Faz uma carinha inocente, os lábios formam um biquinho ingênuo e pisca uma vez cheia de humor. Um risinho suave, o corpo quente quando nota Rebeca fica olhando pra ela por um tempo. “Beca é espertinha” o pensamento é travesso, coisas que nunca pensou antes ficam ali a provocando. Os olhos presos nos três Depois se volta para Sam, Bran e Asia.
    - Hoje estou aberta ao primeiro porre graças a Sam, se não tivesse dado a ideia estaria trancada em casa agora!-


    Carinha da Chloe está assim quase o tempo todo  tongue ahuauhahuuhaBar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 68747470733a2f2f73332e616d617a6f6e6177732e636f6d2f776174747061642d6d656469612d736572766963652f53746f7279496d6167652f4f3436365a33456f4c5635624d773d3d2d3835353533343333372e313566666666656138643139393464373232383930323534393639352e676966
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5255
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bravos Ter Out 19, 2021 10:57 pm




    Axel Brown

    Axel chega logo depois de James, Jun e Rebeca. Eles ainda estão falando com as pessoas quando ele entra e acena. Obviamente ele se encaminha primeiro para Olena, que está ocupada fazendo algumas coisas no balcão. Antes da moça se virar e vê-lo, ele fala: - Olha, dona, faz tempo que eu frequento esse bar e você é sempre a mais deslumbrante do local... - Ele espera ela virar com a cantanda para beijá-la na testa e nos lábios. - Parece que as meninas vieram com vontade de lavar a burra. - Ele diz olhando de longe ainda. - E a Rebeca parece que não escolheu a própria roupa hoje. - Dá uma risada com a conclusão que havia tirado.

    Ele depois se vira para ela: - Como você está? E esse bebê? - Sua mão desliza na barriga de Olena.

    * * *

    Ele vem com Olena quando chega na roda. - Dá pra sentir de longe a quantidade de hormônios que tão volatilizados aqui. - O comentário bem humorado vem junto de uma long neck esticada para brindar com cada um dos presentes que estivesse bebendo. - A gente já tem uma aposta pra noite de hoje? Nenhuma ida num bar está completa sem uma aposta.






    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bastet Qua Out 20, 2021 11:54 pm



    Samantha
    Doiley

    - Bom, a oferta está de pé, de qualquer forma. – deu uma piscadinha pra Olena e assentiu – Asia já escolheu o alvo dela. O James que vai reclamar, não eu – riu, não imaginava que fosse rolar algo ali, pelo lado de Chloe... Ou talvez rolasse com os três. “Nossa”, pensou, os pensamentos indo novamente pra onde não devia. Por sorte a mensagem de Anne apitou.

    Sam mandou a figurinha do cachorrinho chorando ao som da música do naruto, ao ler a resposta. “A mais gata eu não sei, a com mais bebês, com certeza. Sempre bom ganhar em algo haha Tô com saudade, volta logo. Preciso te mostrar como a cama ficou bonita no AP novo” uma carinha safada. E guardou o celular, percebendo que tinha ficado de vela mesmo.

    ---

    - “Ruiva Sacana” – Sam repetiu com uma risada – Essa eu nunca pensei ouvir de você – a morena sorriu, achando divertido ver Chloe se soltar. Pegou o copo oferecido por Olena e quase botou coca cola pelo nariz quando a ruiva sacana começou a falar sobre os benefícios do sexo para o parto. Não estava esperando MESMO aquilo.  Olhou pra dona do bar, com uma expressão de espanto divertida – Vou fingir que não ouço você e o Axel treinando pro parto, pode deixar – disse quase em confidência. Sam estava com vergonha daquele papo todo em público, mas era possível ver que Olena estava prestes a se enfiar dentro da geladeira de bebidas e se trancar lá.  Não demorou muito pra mulher sair de perto mesmo.

    - Claro, vou adorar você lá... Mas sem dancinhas. – disse, dando uma risada. Não sabia dançar, não sóbria. E estaria muito sóbria no parto. – De castigo... Viva! – disse em tom dramático – Claro, aí vocês que vão ter de me levar pra casa bêbada – entrou na brincadeira quando Chloe falou que deviam repetir aquilo após ela parar de amamentar, mas logo lá estava a ruiva e Asia quase se beijando de novo, bem na frente da Sangue de Lobo – Vocês sabem que eu sou muito bissexual né? E to muito grávida pra ficar excitada num bar... – falava sério, olhando elas de cima a baixo e suspirando... Malditos hormônios da gravidez. Mas estava curiosa na reação das duas. Riu, por fim, ouvindo Bran cumprimentar.

    - E aí? – estendeu a mão, agora sabia fazer o toquinho que ele e Jason tinham inventado. Se virou pra ele, evitando o soft porn ao vivo. – Isso? – ergueu o copo com coca, mas logo Chloe pegou a bebida. Sam estendeu o copo pra ruiva brindar, incentivando ela a beber. Já tava tontinha sem nem encostar em uma bebida. – Tem um local secreto lá nos fundos, é? Vão fazer rinha de Sangue de Lobo, tenho certeza – deu uma risadinha – Você vai ter vantagem, injusto isso aí – Procurou no ambiente as pessoas chegando e pegou Bran espiando as sexy girls logo ali do lado – Bonito né? – falou baixinho, tomando o restinho da coca.

    - Eu nunca vi a Rebeca sair... Ainda mais com tão pouca roupa. A noite vai ser interessante hoje mesmo. E só a gente vai lembrar – ela, por causa dos bebê e Bran por não beber. Acenou pros que chegavam, os chamando pra se juntar a eles, caso quisessem.  

    Ouviu sobre as opções que Chloe imaginou sobre os “fundos”.  Deu uma risada. Aproveitou pra responder Axel, que chegou praticamente junto com toda a muvuca. – Eu acho que a gente devia apostar no que Asia aprontou lá nos fundos... – deu um sorriso – Ela escolhe a prenda pra quem chegar mais perto. Chloe começa, vai lá!


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner Sab Out 23, 2021 12:45 am

    Olena se agarra a Axel aliviada, um cara confusa, mas feliz e bem humorada. "Quero mais um pouquinho." Ela o beija de novo quando o primeiro acaba. "Sua amiga tá doida e a Asia também." Ela ria alto com o que ele fala sobre Rebeca. "Beca nunca sai de casa bem arrumada se tiver a opção de vestir um pijama. Uma criança ambulante comprando tudo que sente vontade. Ali!" Ela aponta um disco de madeixa na parede que era a tampa de algum barril pirografado com o nome do bar. "Ela comprou dez desses. Dez. O que ela faz com eles? Deve usa para empilhar os eletrônicos repetidos." Ela ri de novo, mas de nervoso.

    As duas mãos envolvem a barriga com carinho e ternura. "A gente tá bem melhor agora." Ela passa uma das mãos por cima da dele e deixa os olhos passeando no seu rosto.


    --

    Chloe escreveu: Depois que parar de amamentar, a gente marca de novo algo assim, me sinto culpada, você parece mais festeira do que eu, mas certamente não ganha da Asia

    "Tem festa pra todo mundo menina, não é uma noite pra ter pena." Ela pisca para Sam. Um sorriso caloroso no rosto.

    Chloe escreveu: E todos nós não bebemos o veneno diário que a vida oferece? Talvez esse seja mais doce ou até amargo o suficiente pra fazer a gente esquecer as porcarias todas que ficam espetando a mente!-

    Ele sorri pacifico para Chloe. "Que cês deram pra essa mina?" Ele coloca o cordão para dentro da camisa de novo.

    Sam escreveu: Isso?

    "Refri, cara...Essa porra te ferra." A ruiva pega a garrafa na mão de Asia, porém a loira não a solta e sim leva a garrafa até a outra assistindo bem de perto. O licor doce e cheio de sabores é quente e inebriante. Assim como o toque de Asia cuidadosamente apoiando a nuca da outra.


    Chloe escreveu:Ir pros fundos? Tem alguma fonte termal nesse lugar ou por acaso é uma passagem pro Nirvana ou pra outro lugar perigoso demais para um pobre moça da alta sociedade ir


    Bran olha para Sam algo constrangido e também confuso. "Cês nunca foram lá atrás?"

    "Posso te mostrar fontes quentes e nirvana. Tá tudo tão perto." Ela segura a mão de Chloe e a leva até o próprio rosto, bem perto da boca.


    Sam escreveu:Bonito né?

    Ele balança a cabeça. "É sim, pegou emprestado comigo." Ele puxa o próprio moletom rindo rouco e curto. "Acho que tá na hora então." Ele se levanta enquanto Samantha faz seu desafio, mas só balança a cabeça e cumprimenta os recém chegados, incluindo Axel que vinha com Olena.


    Axel escreveu:A gente já tem uma aposta pra noite de hoje? Nenhuma ida num bar está completa sem uma aposta.

    As respostas chegam umas por cima das outras. Bran balança a cabeça em negativa. Olena belisca Axel de lado. "Meu bar..." Um aviso, uma ameaça. "Aposto que eu bebo uma garrafa de vodka mais rápido que o rockstar." Ela aponta para Axel e se vira para cochicar para Chloe. "Você vai adorar o meu beijo com um pouco de vodka."

    Jun materializa na mão, eles brilham uma luz própria quando ele os sacode. Rebeca diz cheia de dúvida "Pode apostar tudo? Aposta em que?". James se aproxima para cumprimentar Chloe e Asia por ultimo, mas é puxado pela cintura pela ithaeur. "Quer apostar ela hoje?" As palavras algo entre um convite e provocação. "Ela não é minha para apostar." Ele responde assim que consegue forçar as palavras a sair.

    "Que cês acham de a gente apostar lá atrás? Devem tá esperando a gente." Bran fala já andando e Olena concorda veementemente com a cabeça. Ela aperta Axel contra o corpo, mas não se move esperando o elodoth.

    --

    Atrás da fita vermelha é um lugar que Sam e Chloe é frustantemente comum. Axel já o conhecia, tinha estado ali com os outros Algozes quando foram criados, tinha estado ali depois com Olena. As mesas e as árvores. O painel grafitado que era uma das paredes do lugar. Caixas de bebida em mais de um canto. Caixas de pizza empilhadas em uma mesa. Richard acena com pizza na boca quando eles chegam. Sebastian tinha o terno obviamente caro rasgado, mas um rosto radiante de felicidade. Ele tinha Amy presa em aperto que deixava com os pés balançando fora do chão e o rosto vermelho se esforçando para sair. Jenny e Jenna dançando com pulseiras coloridas tentando se mover igual em alguma coreografia ensaia. Edrick que é a copia exata de Jun larga o rodo e corre para abraçar o irmão e é o primeiro a cumprimentar os outros.
    Conteúdo patrocinado


    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Out 26, 2021 1:48 am