Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bravos em Seg Jul 27, 2020 1:33 pm




    Axel Brown

    A risada de Amy sobre as ervas de Sebastian fazem Axel rir junto. Asia explica que a bebida ajuda em rituais também. - Então é mais que recreação? Eu até retiro o que disse, você já tem todos os barris vendidos. - Traz de volta a conversa à Olena. Mas alguém fala sobre o totem. Ele não ia cometer aquele erro de novo, e responde, seu olhar para ninguém, do modo mais casual possível: - Sabemos que vamos procurar bem.

    Quando falou sobre fazer as coisas com as próprias mãos, o riso se generalizou, talvez por conta da resposta não-verbal de Olena. Ele tinha chegado lá. Quando ela bota a mão no rosto, ligeiramente constrangida, Axel ri também. - Eles riem, mas eu demorei muito para dar valor a essas coisas. Tudo que é feito com as mãos tem mais alma. - Não ia se alongar sobre isso não, pois não daria chance de falar abobrinha diante de uma ithaeur.

    Olena explicou que era irlandesa e que a mãe era uma faz-tudo. - Fazer cabanas com as mãos eu até sei, só que me senti um filhote perto dessa descrição dela. Acho que um ano atrás, se me deixassem na floresta sem nada, eu morreria de infecção em dois dias. - Ele saberia se virar, talvez... Mas contaria mais com seu instinto primitivo que com sua sabedoria. A dona do bar mostrou o anel dado pela mãe e Axel se inclinou para mais perto, por sobre a mesa, para vê-lo, pegando delicadamente a mão de Olena para trazê-lo para perto da vista. - Ela que deve ter feito, não é? - A pergunta era retórica - Eu gostaria de conhecê-la. - Ergueu os olhos até fitar os de Olena. Sustentou o olhar enquanto voltava o tronco para o encosto da cadeira.

    Connor passou e lhe cutucou, dando-lhe a chave do carro. Olhou apenas de soslaio, ele tava visivelmente puto. - Okay, praia em meia hora... - Mas não se abalou. Depois ele explicaria. A festa parecia estar quase no fim. O que era uma pena. Enquanto uma dupla saia para fazer coisas, uma outra chegava. Axel olhou bem o recém chegado. Ele não parecia estar vestido para um churrasco. - Melhor aproveitar, porque a festa parece tá terminando. - Apontou a churrasqueira e os baldes de cerveja que tinham por ali.






    GodsCorpse
    Adepto da Virtualidade
    GodsCorpse
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1842
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por GodsCorpse em Qua Jul 29, 2020 1:38 pm

    Primeiramente, mil desculpa a demora. Li rápido demais e achei que não tinha coisa para eu agregar

       
           
           
       

               

                   
    Connor escreveu:- Da próxima vez que você meter um trash talk pra cima de um cara mais marcado que tu ainda mais na casa dele, eu juro que vou dar uma xulapada mole nessa sua cara xerecuda, toma tenência cara! Tu quer verdades, vou te dar um monte delas, cada uma mais bosta que a outra. Eu devia ter gravado o que tu falou pra te mostrar daqui um tempo.
                   

    Franco ouviu as palavras de Connor com desdém. Toda raiva cessou depois de voltar do banheiro e, mesmo com os músculos para pagar as ameaças, não se assustaria, apenas palitou os dentes e sorriu - Heh, xerecuda.


                   
    Connor escreveu:- Praia em meia hora!
                   

    Não era para ele, mas era um chamado para alcateia. Franco terminou mais uma carne ali e começou a acenar para o pessoal - Faço minha saída, galerinha. Foi prazeroso. Que a gente se esbarre por ai, nos lugares certos. - uma indireta a respeito dos territórios: ninguém entra no do outro à toa, então... melhor não se esbarrar a toa. Já ia também adiantar sua ida até a praia e passou pelo Richard também, acenando sem ressentimentos, o que poderia ser muito estranho para o rapaz, mas para Franco, já passou.


                   

    No caminho, passou pelos Urathas chegando. Parou na frente deles, sorriu com dentes largos sem falar nada e foi embora. Era a primeira impressão que queria dar.


               

           
    Faor
    Tecnocrata
    Faor
    Tecnocrata

    Mensagens : 319
    Reputação : 10

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Faor em Qua Jul 29, 2020 4:39 pm



    - Sim senhora... vamos trabalhar sim. - Ele já apertava a cintura de Anne por baixo da blusa e saia apressado.

    - Ok mãe, meia hora! - Uratha ou não, Shaw obviamente está menos "sombrio" que de costume. Especialmente com tempo contado. - Ou meia hora e meia... - Ele, meio besta, brinca com as palavras, sussurrando mas não tem dúvidas de que Connor escutou.

    Quando ele vê Loba sem Sombra chegando, Ed aperta Anne com pouco mais de força e menos carinho do que antes e perde um passo. Ele fuzila o sujeito com ela por um segundo mas logo sorri. - Bem vindo, a carne está boa, tchau. - Ele força algum humor mas logo ignora todos voltando todas suas atenções para Anne.

    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner em Qui Jul 30, 2020 8:15 pm


    Axel escreveu:Sabemos que vamos procurar bem.

    A resposta que deu sobre o totem parece agradar bastante todos na mesa. Asia parece ter ficado mais leve quando ouve, talvez não pelas palavras, mas pelo tom. Quando ele fala sobre as coisas feitas a mão terem mais alma ele percebe uma concordância geral. Cabeças balançam positivamente em volta da mesa.

    Axel escreveu:Fazer cabanas com as mãos eu até sei, só que me senti um filhote perto dessa descrição dela. Acho que um ano atrás, se me deixassem na floresta sem nada, eu morreria de infecção em dois dias.

    Sebastian parece positivamente chocado. "Eu disse que a gente devia ter incluído sobrevivência, não que nem fizeram com a gente. Mas devia." Ele fala alto, mas alto que o normal para ele, mas fala olhando para Amy "Não é nosso trabalho." Ela diz olhando para a mesa, ou algum lugar no passado. "A gente ajuda eles a saber mudar, a conhecer as tribos, a conhecer o juramento... E nunca do jeito que treinaram a gente."

    Olena parece surpresa de outra forma "Mamãe nem é isso tudo cara. Ela é só que nem vocês." Mas dá para sentir na voz dela o quanto fica feliz com o que diz. Ela aprecia a mãe e sua admiração por ela está ajudando.

    Axel escreveu:Eu gostaria de conhecê-la. -

    Olena tira o anel e o gira lentamente para mostrar todos os cantos. Axel consegue imaginar como foi feito. Pelo menos uma maneira. O polimento da peça parece ter sido manual pelas imperfeições. Não é um trabalho de mestre, nem parece ter usado as ferramentas mais modernas. Mas é bonito de olhar. Ela teria puxado a mão de Axel para colocar o anel em sua palma. Mas nessa hora Connor chega com a chave.


    Connor se despede de Asia que deixa seus dedos escorrerem pelo braço do rapaz enquanto ele se vai. Quando Franco se despede ele percebe Sebastian com os olhos fixos nas costas de Connor. Pelo que parece ele não gostou nem um pouco de como o rahu fez sua saída. Jay também pareceu ofendido, mas os parentes que estavam conversando uns com os outros nem parecem ter notado. James faz questão de levantar para se despedir com um aperto de mãos, Laura levanta um copo e depois vira, Jay tira os olhos da chave do conversível e "A gente se vê." e parece que ele tem certeza. Amy para de rir do Shaw e Anne para, colocando um braço no pescoço de Sebastian, sorrir pra Francis "Foi mal por mais cedo, boa sorte com a casa nova e se acharem qualquer pista por menor que seja... me liga." . Sebastian? Ele agora estende sua clara reprovação a Anne e Shaw, tira os deles um instante para sorrir radiante para Francis e acenar.

    Loba sem Sombra oferece um sorriso tranquilo e neutro a todos que passam por ela. Depois avança com Ethan até a mesa mais cheia. "A peça mais importante da alcateia, Ethan, o meia lua." Ela aponta para Axel e faz um sinal para que Ethan se sente. Ela cumprimenta os outros com muita seriedade e coloca uma xícara bem pequena na mesa que Sebastian logo completa com o mesmo chá que está tomando. Jay se levanta sem cerimonias e vai falar com Richard assim que as costas de Franco desaparecem. Maria não parece incomodada com a nudez de Amy, ela aponta uma marca no ombro da garota. "Eu lembro disso, três invernos atrás. A revolta da termo-elétrica. Incrível como conseguiu tanta ajuda." Ela levou a xícara a boca, mas um instante antes parecia que ela ia falar mais.

    Ao invés disso ela se volta para Axel. "Amanhã eu começo a mostrar os contratos que foram feitos com os espíritos do seu território. Melhor não marcar nada a noite nos próximos dias. Esse comigo é Ethan, um lua crescente da minha tribo. Como vocês ele ainda não tem uma alcateia ou um totem. Espero que vocês possam trabalhar juntos. Ele vai ajudá-los a cuidar do território que era dos Patas de Ferro." Ela olha na direção da porta depois de novo para o meia lua. "Parece que vai ter trabalho hoje Axel." Ela usa um tom humorado, mas parece aberta para ouvir.

    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bravos em Qui Jul 30, 2020 10:48 pm




    Axel Brown

    Sentiu um certo alivío ao ver que havia escolhido as palavras certas. Era esperado dele as palavras certas. Quando falaram sobre sobrevivência, parecia que eles tinham passado uns maus bocados. - Pelo visto o treinamento de vocês não foi tão empático quanto o que vocês deram a gente. - Dava corda para se eles quisessem comentar algo mais, mas sem se intrometer.

    Quando Olena fala que sua mãe também é uratha, Axel ri: - Então de fato eu sou um filhote diante dela. - Talvez por ingenuidade, não havia imaginado essa opção. Isso não o fez, porém, perder o interesse no anel. Olhando mais de perto, como Olena o mostrava, ele parecia ligeiramente tosco. Mas perfeição era sobrestimada. Talvez, só talvez ele tivesse se motivado a fazer algo semelhante. As chaves lhe caíram na mão e as pessoas começavam a se despedir. Sebastian parecia não ter ficado muito satisfeito com o comportamento dos colegas. Axel se volta mais uma vez para Olena. - E o que mais você aprendeu de inusitado?

    Quando Loba sem Sombra lhe apresentou ele sorriu e esticou a mão, sendo agradável, se apresentando: - Axel Brown. Se eu mantiver as outras peças girando no ritmo certo, tudo está bem. - Ela se sentou e pegou um chá com Sebastian enquanto Ethan ia pegar sua prova do churrasco. E meio que de súbito ela voltou a falar com ele. - Ok...! Vou garantir que as agendas estejam livres. Agradeço pelo auxílio com os espíritos. - A verdade é que sem um Ithaeur as coisas seriam complicadas. - Sobre Ethan, com ele fechamos um time completo. - Sorriu. Afinal os augúrios não foram dados à toa. Eles se complementavam e ter um de cada era sim uma sorte.

    Axel ri com o comentário sobre o trabalho que teria. - É verdade... É verdade... O Connor pelo menos já nos conhecemos um pouco melhor. Com os outros vai ser a primeira vez que sentaremos cara a cara. Se não se formarem polarizações eu já considerarei um sucesso. - O último comentário saiu baixo. Mas talvez ela tivesse algum conselho para dar. Depois de ouvi-la um pouco, Axel se levanta. Eles tinham uma reunião para fazer.

    - Foi um prazer estar com vocês, galera. Obrigado pelo churrasco, pelo som, pela cerveja, pela conversa... - Falava para todos, acenando com a mão. Então se voltou para Olena. - Especialmente pela conversa. - Achegando-se mais perto dela e lhe falando privadamente: - Eu curtiria conversar mais. Aceitaria até uma cerveja. Um almoço, daqui há dois dias?

    Depois da resposta dela, ia assobiar para Ethan e chamá-lo com a mão.






    GodsCorpse
    Adepto da Virtualidade
    GodsCorpse
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1842
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por GodsCorpse em Sex Jul 31, 2020 6:59 pm


       
           
           
       

               

                   

    Franco fica bem feliz com a despedida das pessoas do lugar. Dá um aperto bom de mão de James, uma piscadinha para o Jay, aceno e sorriso para Sebastian.


                   
    Amy escreveu:Foi mal por mais cedo, boa sorte com a casa nova e se acharem qualquer pista por menor que seja... me liga.
                   

    - Não tem nada a se desculpar, minha querida. Novamente, obrigado pela hospitalidade. - juntou as mãos num "namastê" fajuto, mas honesto.


                   

    Depois de sair, Franco até sentiu um pesinho no peito de deixar o novo rapaz para trás, sem cumprimentar e sem se apresentar. Quis parecer igual Krantz apareceu na primeira vez que o viu, como estivesse donos da situação. Deu uma volta, pegou um cigarro em um posto e uma ceva e os usou sentado na calçada - Quando traírem a lua... Quando nos trair... Vai fazer o necessário? - falou consigo mesmo enquanto se servia da bebida - Vou sim, Zé Brabinho. Vou sim...


                   

    Ficou olhando a fumaça do cigarro por um tempo e depois foi para casa. Precisava chegar antes do Connor para poder tirar uma soneca, e esperar que venha um insight da situação antes da reunião definitiva com Connor (onde ele tinha certeza que o Rahu iria xingar ele na frente dos outros).


               

           
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7294
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Dycleal em Sab Ago 01, 2020 6:25 pm

    Ethan estava ansioso, não gostava de ir para lugares onde não conhecia ninguém, seus pais o fizeram passar por isso muitas vezes, nas diversas viagens atrás de artefatos e ruínas... As histórias e lendas que vivia eram legais, mas a rotatividade de amigos e sempre estar convivendo com pessoas que não conhecia e todo aquele ritual de conhecer se repetindo numa frequência maior do que valia a pena... E ali ia conhecer seus irmãos de alcateia, e seria o último a chegar, com todos se conhecendo e ele perdido perguntando como um tolo quem era quem...

    As preocupações da historiadora deviam ser palpáveis, ela temia que os meus brother fosse procurar encrenca com os puros na cidade vizinha... Mas ela não se alongou muito quando falou na legião de Sangue e do Atiçador que está ferido... Acho que posso descobrir isso depois... Bem na porta do bar, começo a lembrar daquele lugar, acho que é de uma moça loira e bonita que estuda na universidade... Olena. Já participamos de grupos de pesquisa juntos... Não digo que somos amigos, mas nos damos bem e as bebidas que ela leva para as festas, são muito boas. Sou um tanto tímido, mas as moças se aproximam de mim porque me acham bonito e carente, pois apesar de forte e atrético, mas sem exageros e de jogar basquete, sou calado e sensível participando de grupo de declamação, teatro e poesia... E isto faz um certo sucesso com a mulherada, pena que minha mãe faz passar alguns micos...

    Enquanto estava absorvido nestes pensamentos, apenas por puro reflexo não colido com um rapaz que sai apressadamente do bar, ele para fala com a Maria e me cumprimenta perguntando se sou o Parker e eu confirmo com um sinal de cabeça e ele aponta para um rapaz sentado na mesa e diz o nome dele e para ir com ele em meia hora para a praia nos reunirmos... Por acaso, o rapaz que ele apontou estava conversando com Olena e faço um sinal para eles e nos dirigimos para a mesa onde estão. Na mesa tem uma moça bonita com os seios de fora e bem suada e alguns lhe oferecem camisa o que ela rejeita dizendo que está com calor eu me apresento com Ethan e faço uma brincadeira que sou o Ethan de missão impossível e para evitar ficar encarando aquelas mamas eu vou na mesa onde estão as carnes e me sirvo de uma porção generosa, pego uma cerveja e volto para a mesa e confirmo que sou um lua crescente das sombras descamadas, como disseram e digo sério: - Pessoal, é um honra estar aqui como convidado... Desculpem eu estar parecendo perdido, mas é que por enquanto só conheço a Maria e a Olena que estuda comigo na universidade e acho que você é o Axel, que vai me levar até a praia, pelo menos foi o que aquele que saiu a pouco me falou... Se quiserem podem se apresentar, mais não sei se vou lembrar de todos de uma primeira vez... Mas se quiserem pode tentar, mas parece que tenho pouco tempo... E o Axel me cumprimenta formalmente e eu digo para ele: - Eu sou uma pessoa que joga para o grupo, você sempre vai poder contar comigo. E finalmente me dedico a farta porção de carne regada com uma boa cerveja local que tinha pego.
    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner em Seg Ago 03, 2020 1:19 pm

    Sebastian fala "Uma história pra outro dia" Quando se toca novamente no seu treinamento. Olena bebe um pouco da sua própria cerveja. Arrota como resposta para pergunta de Axel "Desculpa, mas foi isso e xingar. Mamãe me ensinou a xingar." Sebastian está olhando para ela como se tivesse visto um fantasma. Amy e os outros riem. Até James. Quando fala sobre o almoço Olena parece dividida. "Eles te chamaram de meia lua e eu aprendi que eles são... complicados. Vai se comportar comigo? Se prometer que vai eu te digo onde me encontrar daqui a dois dias na hora do almoço." Ela tenta parecer confiante.


    Jay volta junto com Richard para mesa e os dois tem tempo de se juntar a despedida. Dá para ouvir Jay insistindo para poder pedir para dirigir o carro que está com Axel mais uma vez. Todos se despedem com diferentes níveis e proximidade. Sebastian não mais que um movimento de cabeça e um aceno. Amy sorri e diz que tem que fazer algo assim de novo e que estão convidados para o 'clube da luta'. Richard e jay dão apertos de mão. Assim como Laura e James, mas deles todos James é o mais caloroso. Ele é tão atencioso, cuidadoso e firme que parece que ninguém mais se importa. Rebeca mal percebe que vocês saem. Asia tenta abraçar os dois ao mesmo tempo. Loba sem Sombra dá um toque no braço de Ethan e acena com a cabeça para Axel, mas não chega a se levantar.
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7294
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Dycleal em Ter Ago 04, 2020 12:33 am

    A comida era boa, um bom churrasco e suculento até, ou talvez era a sua fome, vai saber, né? O clima era de fim de festa, despedidas, algumas conversas cifradas, tipo piada interna, isso na faculdade era comum, piadas e desafios que só entendem completamente aqueles já mergulhados naquele universo particular... Ele logo entenderia melhor.

    Quando já está limpando a boca com um guardanapo e enfrentando o último copo de cerveja, ouve um assobio alto e um gesto com a mão o chamado, é o cara que chamaram de Axel e Ethan faz um gesto de que já vai e pega uma garrafa de cerveja para beber no caminho, pega suas coisas, vai apertando mãos no caminho e dando alguns beijos nas faces de algumas mulheres de volta do que recebeu e ouvindo vários seja bem vindo e corre para o carro e desculpando-se por uma eventual espera do motorista, se reclina no banco e começa a beber e diz: - Fiquei um pouco perdido com tanta gente nova, mas você é Axel e os outros, você vai me contando aos poucos...E alterna goles de cerveja com algumas estrofes de More Than Feeling: "I looked out this morning and the sun was gone"...

    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bravos em Ter Ago 04, 2020 3:30 pm




    Axel Brown

    Sebastian diz que é uma história para outro dia e Axel assente sem tocar mais no assunto. Quando Olena emite um bestializado arroto, Axel ergue as sobrancelhas surpreso e quando vê a cara de Sebastian desata numa gargalhada. - Eu sou quase um anjo... Onde você preferir. - Disse piscando o olho e sorrindo.

    Enquanto se despediam, Amy dizia que deveriam repetir. - Com certeza. - Retrucou rápido. Tão rápido quanto levou o dedo indicador em riste diante dos lábios fazendo um gesto de silêncio: - Shh... A primeira regra é: não fale sobre o clube da luta. - Distribuiu apertos de mãos até chegar em James, que fora bastante atencioso. - Amanhã ou depois passo para falar com os rapazes. Vamos tocar isso aí. - Retribuiu o abraço de Asia e o aceno de Loba sem Sombra.

    Chegou ao carro e deu partida naquela máquina. Ele nunca havia dirigido algo daquela potência. Nem mesmo os 4x4 do pai. Estava com o motor ligado quando Ethan entrou. - Sim, muitos rostos novos. - Deu partida e logo estava se dirigindo para o ponto de encontro. - Essa reunião é importante. Vamos de fato conhecer uns aos outros e por em comum o que passamos. Sugiro não esconder nada. Se formos ser uma alcatéia, e iremos, não pode haver segredos entre nós. Talvez você não tenha notado, mas os Uivadores agem como se fossem um só. Isso é o grande trunfo deles. - O ar úmido da praia batia contra a pele deles e Axel tinha vontade de pisar mais fundo no acelerador. Mas não iria fazê-lo. Tudo tinha que estar sob controle.






    Conteúdo patrocinado


    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 3 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Set 27, 2020 3:20 am