Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 2 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE JUNHO
A partir de agora somente mestres com mesas ativas no fórum terão o nick laranja
para ficar mais fácil a distinção. Fiquem atentos que em breve teremos
um novo modelo de pedido de mesa!




 

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1773
    Reputação : 72

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por thendara_selune Seg Out 25, 2021 1:25 pm



    Antes de Asia chegar.


    Seu sorriso de lábios vermelhos se ampliou, exibindo dentes brancos, perfeitamente alinhados. Os olhos pareciam licor dourado quando ouviu a morena repetir o apelido que ela havia dito segundos antes. - Hoje estou mais para “ruiva sacana”, mas talvez seja igual a um carro velho...apenas arranque e depois pare de funcionar!- Ela pediu uma dose de  Bourbon ao garçom. Assim que o funcionário se afasta ela diz com um tom sério olhando Sam.  -Eu não sou tão inflexível, o problema é que sempre fui educada demais para falar um palavrão, nunca explodi, me deixar levar por sentimentos impulsivos antes de Dover seria impensável...Não sei talvez tenha passado tempo demais vivendo em mundinho rosa e sendo tratada como algo frágil e que não merecia saber a verdade!- Ela virou o copo sem fazer careta dessa vez. - Nem beber assim tinha permissão, não que houvesse uma ordem clara era uma questão de lógica comportamental e acredite isso acaba criando amarras fortes!-


    -Dançar faz bem a você e seus bebês, qualquer atividade que libere boas sensações, mas no geral os médicos ainda acreditam na baboseira de parir deitada, enfiar agulhas e soro cheio de lixo químico...Você não aprecia nada do momento, fica inchada parecendo um balão cheio de água e passa os dias meio grogue até que seu corpo excreta tudo e amém por isso!- Ela se virou olhando o movimento no bar. - Um homem pode ser um doador de vida, mas a grande criadora de tudo e de si mesma é a mulher, não sei como funciona nesse mundo atrás da cortina, mas de onde veio quando havia uma de nós grávida acontecia uma festa agradável, as mulheres se reuniam em uma casa de campo e minhas tias mais velhas usavam um pêndulo esotérico para adivinhar o sexo do bebê!- Havia nostalgia na voz e os olhos ficam brilhando. Ficou lembrando de casa e dos familiares que talvez não pudesse reencontrar nunca mais.

    -Enfim, hoje não é uma noite para me perder em lembranças.- Um novo sinal para ser servida pelo garçom. Uma gorjeta generosa e se afastou um pouco do balcão e um tempo depois Asia chegou com Bran.

                                                                       
    ***


    Quando Asia e Bran já estavam ali.




    -Quando você ficar de porre a levamos pra casa ou vamos pedir ajuda a Anne que pode gostar de ver a sua companheira toda solta!- Ela pisca cheia de malícia para Sam. - Esse é o espírito!- Sam brinca sobre o castigo e Chloe ri de novo. As palavras sobre a possível excitação da morena fazem a ruiva mordes os lábios e olhá-la. -Pelos céus...Você me mata assim Sam…- A risada sonora ecoando. - Prometo que ninguém vai pra casa parecendo um rio!-


    Asia fala sobre ter festa pra todo mundo cheia daquela energia calorosa e Chloe assentiu enquanto bebia mais um gole. Então após a resposta de Bran ela dizia com alguma doçura na voz. - É uma questão de princípios, não quero me negar a possibilidade de vivenciar os dois lados da jornada...Uma vai ser amarga, tipo ferro enferrujado na pele rasgando tudo e  o outro é doce, quente e preenche as veias com tudo que você não consegue nomear!- A ruiva falava sobre si mesma de uma forma íntima. Aquele passeio com Dione rompeu amarras, não era só sobre sexo era sobre viver e agarrar cada momento de uma maneira única. Sem falar do episódio na Clínica, foi o segundo homem que a tocou depois de Ian, por mais que quisesse apagar aquilo não tinha como negar que tinha sido algo novo e inquietante demais para esquecer fácil. Por isso pensou mais de uma vez que devia se manter longe dele e ficou feliz quando ele se foi. Aquilo reduzia danos e qualquer vestígio do erro.

    Os olhos ficam presos a Bran e prossegue com um sorrisinho bobo.- Não liga pra mim mocinho, sou como se diz mesmo…- Fica buscando a palavra.- Ah...Sou muito “viajada”, começo a crer que nunca fui a ovelha certinha da família, só que precisei fugir e passar pelas coisas que passei  pra entender que não posso viver com uma coleira me apertando a garganta só para agradar os outros!-


    Asia não a deixou segurar livremente a garrafa. Mesmo assim, a ruiva não desiste de beber aquilo, ao experimentar a sensação do líquido causa calor. A mão da outra na nuca a faz ficar vermelha e então diz em tom teatal. - Vou beber da vida e apreciar os mais longos tragos...Como quem degusta dos licores das deidades promíscuas e hora tudo é doce e noutras tudo amargo tais como se passam os dias e anos…- Então afasta-se de Asia e faz uma mesura graciosa e o sorriso felino. Volúpia nos olhos incendiando a ruiva tão livre naquela pequena noite que mais parecia uma oferta generosa  de alguma entidade que apreciava a alegria e a frágil paz que tinham naquele momento.

    -Desculpa é efeito da bebida, sei lá estou fervendo ou aqui tá quente?! - Então aceita o brinde de Sam. Bebendo agora outra coisa. O licor a deixou solta. O corpo se movimenta um pouco ouvindo a música. - Isso não é veneno...É doce demais, se beber mais um gole vou apagar em um lugar quente e cheio de mel!- Sam podia ter certeza que Chloe estava solta demais e se continuasse a beber tinha duas possibilidades: a ruiva ia apagar ou faria coisas que causariam nela uma onda de vergonha no dia seguinte. Ela ri quando Sam fala de Beca. -  Diria ousada e quente demais pra ser ignorada!- Olena fala dela e Chloe então volta a observar o visual e a imagina em um pijama fofo. Depois da uma risadinha maliciosa. - Se morasse na mesma casa com James não usaria pijamas, com toda certeza usaria coisas como essa aqui, a lingerie separa mulheres de meninas...É sua arma secreta que pode causar um efeito visual incrível especialmente para o felizardo que for desembrulhar o presente diante dele!- Chloe puxava o celular pra mostrar a peça, adorava renda e aprendeu desde cedo que uma mulher deve usar de todo tipo de acessório para criar uma fantasia para quem ama. Ela nunca hesitou em manter-se atraente, arrumada e especialmente quente quando estava sozinha com o marido. Então o afasta da mente e voltar a rir cheia de provocação. - Não concorda comigo Bran ou prefere que a sua acompanhante surja como veio ao mundo sem florear muito as coisas?!-  Fica rindo e depois responde sobre nunca terem ido lá atrás. -É minha primeira vez aqui!-  

    O que ela mostrou no celular.:

    Asia sussurra coisas quentes em seu ouvido Chloe ruborizou no mesmo instante.  Não tinha uma resposta e fica aliviada quando os três chegam.  Axel logo atrás com Olena e aquele sorriso fofo que ela tem. A ruiva se afasta um pouco para ouvir o alfa e depois ri do comentário dele para logo dar atenção a tal ideia de apostar.  Sam parecia adorar aquilo. Quando a morena fala, a ruiva se apressa em responder com um ar inocente.

    -Apostar?!- Ela respondeu após ouvir a provocação de Asia com Axel . - Nem me atrevo a pegar essa estrada!-   Chloe guarda o celular. O rosto quente vendo James, acenando para Beca e Jun que não conhecia bem. Lembrou do pai dos dois, se conteve para não revirar os olhos imaginando quantos filhos espalhados por aí ele não teria?! Mas acaba enterrando William para só observar James. Quando ele a cumprimenta, Chloe o beija com ternura, mas assim que Asia tem uma chance o puxa pela cintura e a ruiva olha a cena com algum divertimento. A loira provoca o homem, então depois de um tempo ele solta a resposta que parecia causar alguma coisa nele que a ruiva tenta ler cheia de curiosidade.

    Então com graciosidade se aproxima e pega na mão dele. -Vamos lá Asia o deixe em paz!- Bom humor na voz enquanto o puxa pro lugar que Bran indicou. Tentando se adiantar um pouco assim que os demais passam por eles ela puxa James para que a olhe.
    - Me responde...O que você queria dizer para Asia, o que realmente queria responder pra ela?!- A mão desliza pelo rosto dele e depois o beija de novo não com ternura, mas era quente e provocante. As mãos vão até as costas dele passeando lentas. Ela morde o lábio inferior dele cheia de excitação. Se afasta o suficiente para encará-lo. - Dependendo da resposta vou acabar punindo você quando estivermos sozinhos!- Então o puxa para que encontrassem com os outros.

    Ao entrar vê Sebastian em um abraço apertado com Amy. Depois olha Richard e acena pra ele e as duas garotas dançando a fazem lembrar da noite no clube de Dione. Então a cópia idêntica de Jun aparece, havia algo nele que a deixava inquieta, talvez o fato dele estar no sítio com William e a cena toda que se desenrolou ali. O cumprimenta assim que ele se afasta do irmão, um aperto suave. Caminha até Sebastian para dizer um "OI'' e ao ver Amy da um sorriso.- Como estão?- Olhou Sam a deixando ter espaço para andar e cumprimentar todos.


    Assim que fala com todo mundo chega perto de Sam e Axel .- Nem acredito que dá pra viver uma noite dessas!- Olha Olena e passa a mão no braço dela. - Seu bar é um lugar incrível, gostei daqui e espero ter chance de voltar outras noites!-
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5439
    Reputação : 402
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bravos Ter Out 26, 2021 11:02 pm




    Axel Brown

    Depois do beijo de Olena, vê-la comentando sobre Chloe e Asia o fez rir. - Quando Asia não está? Já Chloe... Bem, vamos ver no que dá. - Ele olha a tampa do barril, olha Rebecca versão only fans e conclui: - Dez tampas de barril... Vou ficar devendo essa resposta. - Olena envolve a barriga e olha para ele, que enlanguesce o sorriso e a beija na testa.

    * * *

    - Exatamente, seu bar, por isso aqui as apostas podem ser mais loucas! - O elodoth se diverte em jogar lenha na fogueira. Asia aposta esvaziar uma garrafa de vodka, Axel sorri e aponta na direção dela. - Você tá me desafiando? - Franje o cenho, fingindo uma certa indignação, que se desfaz em seguida. Ele olha de rabo de olho para Olena. - Mas aposta é aposta... O que estamos apostando?

    Sam fala sobre os fundos. A imaginação poderia levar a coisas bem diversas e, apesar de nos fundos acontecerem coisas bem diferentes do que as pessoas estavam acostumadas, não era bem naquele sentido que ela imaginava. - Asia já fez uma apresentação de Dirty Dance por lá... - Deixou o comentário no ar. Logo em seguida eles se dirigem aos fundos. Axel acena para Sebastian e Amy, embora Amy não pudesse ver naquele momento. Ele vai até Richard, cumprimentá-lo de perto. - Então, como vão as coisas? - Ele deixa Richard por os temas que quiser na conversa.

    Quando Chloe chega, Axel ri consigo. - Quem vai com muita sede ao pote se lambuza! - Disse aquilo como se fosse um provérbio de sabedoria.






    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1801
    Reputação : 105
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bastet Sex Out 29, 2021 3:31 pm



    Samantha
    Doiley

    - Parece até coisa de filme essa criação que você teve. Mas agora você é livre mulher, aproveita que estamos em ambiente seguro pra fazer besteira – riu, não impedindo ela de pegar a dose. Ainda não parecia estar além do limite.

    - To muito sóbria pra Dançar, Chloe – rejeitou educadamente - Quer tentar adivinhar o sexo dos meus bebês? – Sam deu uma risada, mas não parecia estar rejeitando a ideia. Se divertiu com aquele lado maluco da família dela... Até nos filhos da puta tinha os loucos dos signos.

    Brindou com a ruiva, assentindo que aquela não era noite pra se lembrar de coisas tristes.

    ---

    - Tarde demais – provocou, quando Chloe falou que “ninguém iria pra casa parecendo um rio” e riu. Logo a ruiva começou um monólogo, sobre vida, calor e ousadia. Sam só ficou meio agitada quando ela pegou o celular pra mostrar uma lingerie pra Bran. Antes disso, Samantha pegou o celular da mão dela – Celular fica com as pessoas sóbrias. A bebida fica com as pessoas bêbadas – olhou a lingerie, pensando que inferno devia ser pra vestir e depois pra tirar tanta peça na hora do sexo.

    Procurou James com o olhar... Era melhor ele não dar mole, Chloe parecia solta. Solta demais. Será que a paixão por um cara certinho era só um reflexo da criação? Bem, essas coisas se provavam no momento de bebedeira. Se ela gostasse dele, em algum momento ia agarrar ele e perturbar o resto da noite.

    ---
    Sam dá de ombros, com uma pequena risadinha. – Por enquanto, destilados  e um copo daquela coisa só – indicou o que Olena tinha servido... A bebida que aparentemente Chloe também achava que era veneno e tinha deixado ela doidona.

    Ela olha pro copo de coca na mão e suspira – De vez pode, po. Já não posso beber, pelo menos açúcar deixa a gente feliz. -Enquanto a ruiva e a loira se pegavam,  Bran só conseguiu pensar que a Sangue de Lobo falava do moletom de um dos meninos. Um sorriso cheio de dentes surge nos lábios de Sam – Vocês estão lindos de par de jarro – ela estica a mão, tocando com a ponta de um dedo no maxilar dele e apontando pra coisa “bonita” que ela tava falando... Asia e Chloe quase comendo – Mas era disso que eu tava falando – riu.

    - Nunca... – respondeu, terminando o copo de refri – Tô até com medo... – se levantou e até chegou a sugerir uma aposta que foi prontamente ignorada por todos. Sorriu quando Axel comentou sobre o que Asia supostamente já tinha aprontado e entrou logo atrás de Bran. Ao ver Sebastian todo rasgado e segurando Amy, ela cutucou Bran – Eu falei que tinha algo a ver com luta. Mas é rinha de lobo, não de Sangue de lobo – o local parecia ser um refugio pra todos serem eles mesmo. Sebastian sem toda a pose, Amy sem precisar se dividir em ser mãe, Richard relaxado num canto... As garotas dançando como se nada tivesse acontecendo lá fora.

    O rosto de Sam fica mais sério quando vê Edrick, saindo de perto quando ele veio abraçar Jun, cumprimentando as outras pessoas ali. Foi se sentar perto do alfa dos uivadores e de Axel, de olho na “luta”.

    - E aí – falou com Richard - Qualquer aposta aqui vai ser mais barata que aquele terno rasgado ali – indicou pra Axel e sorriu pra Chloe que se aproximou deles.

    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2780
    Reputação : 140

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner Qui Nov 04, 2021 5:01 am

    Chloe escreveu:Anne que pode gostar de ver a sua companheira toda solta!

    "Nah." Diz sem pensar. "Quanto mais louca menos graça."

    Chloe escreveu:...só que precisei fugir e passar pelas coisas que passei pra entender que não posso viver com uma coleira me apertando a garganta só para agradar os outros!

    "Nisso cê tá certa, tira as coleiras." Ele mostra a água como se fosse um brinde.

    Sam escreveu:...aproveita que estamos em ambiente seguro pra fazer besteira

    "Exatamente. Experimenta, pode ser bom." Ela olha para Sam de um jeito faminto. "Muito bom." Quase um sussurro.


    Sam escreveu:Celular fica com as pessoas sóbrias. A bebida fica com as pessoas bêbadas

    "Aí perde metade da graça." Ele faz que não veementemente. "Foi por isso que eu vim." Ele diz rindo.


    Sam escreveu:Por enquanto, destilados e um copo daquela coisa só

    Bran faz uma careta. "Olena faz cada coisa com o Sebastian. Algumas são literalmente veneno." Ele fala sério. Muito sério.

    Chloe escreveu:felizardo que for desembrulhar o presente diante dele!

    "Eu posso desembrulhar você hoje..." Não era uma pergunta. "Eu prefiro que minha companhia esteja a vontade, mas não vou negar que fantasias são legais." A voz dele lutando contra algum constrangimento.

    Sam escreveu:De vez pode, po. Já não posso beber, pelo menos açúcar deixa a gente feliz.
    "Nah, cara. Isso é horrível cara. Vai te foder." Ele balança a cabeça, mas fala sem força.

    Sam escreveu:Mas era disso que eu tava falando

    "Ah, eu percebi. Mas aquele lá cheio de luz não é bonito nada." Ele diz brincando. "Mas obrigado, bom saber que não me deformaram de porrada." Ele diz rindo.

    Chloe escreveu:Dependendo da resposta vou acabar punindo você quando estivermos sozinhos!

    "Eu disse a verdade. O que eu queria. Não tem nada que não falaria para ela." Ele diz sério, com a voz feita lenta pelos beijos.

    Axel escreveu:Bem, vamos ver no que dá.

    "Não faz bagunça demais, por favor..." Ela recebe o beijo na testa e suspira muito satisfeita.

    Axel escreveu:Mas aposta é aposta... O que estamos apostando?

    "Você aposta a Chloe e eu aposto... O que você quer?" As últimas palavras ditas de um jeito que faz o coração bater mais rápido e os pensamentos correrem em círculos. Quando Axel acena, Sebastian responde com um sorriso e balança a mão de Amy, que se sacode furiosa. Mas ela só se solta quando para e Sebastian a deixa no chão.

    Axel escreveu: Então, como vão as coisas?

    "Senta aí, tem pizza." Ele mastiga mais um pouco. "Muita preocupação. Algum sangue. Tem gente de patrulha vinte e quatro por sete. Tamo caçando feito doido pra pagar propina. Temos três babás agora. Pelo menos eu não tenho emprego. Como anda o seu lado do paraíso?" Ele coloca um pedaço de pizza com muito molho e escorre pelo canto da boca.

    Chloe escreveu:Como estão?

    Amy a cumprimenta do chão mesmo, sem querer se levantar. Sebastian sorri. "Boa noite Chloe. Bem vinda, desculpe as roupas. Estávamos brincando." Até parece verdade quando ele fala. Amy recuperando o ar segurando a perna dele com carinho.

    Sam escreveu: Eu falei que tinha algo a ver com luta. Mas é rinha de lobo, não de Sangue de lobo

    "Isso é carinho. Cê tem que ver esses caras brigando. Gritaria e sangue pra todo lado." Ele diz rindo, mas parecia assustado.

    Sam escreveu:Qualquer aposta aqui vai ser mais barata que aquele terno rasgado ali

    "Cês não deviam apostar comigo." Falando de boca cheia com uma tranquilidade lenta e gordurosa. "Cartas? Eventos? O que?" Ele olhava para a roupa rasgada de Sebastian.

    Asia logo se junta as meninas dançando. Jun e Edrick começam a tagarelar alto com barulhos que talvez sejam palavras, sorrisos enormes e idênticos nos rostos. James anda calmamente cumprimentando as pessoas com carinho até segurar Sebastian num meio abraço antes de provocar a irmã no chão. "Caiu baixinha?" Ele oferece uma mão para ela pegar, mas ela nega. "Toda suja." Ela fala como se fosse calda de chocolate, mas era sangue. Rebeca assiste as garotas dançando com olhos brilhando.
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1773
    Reputação : 72

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por thendara_selune Sex Nov 05, 2021 1:42 pm

    -Loucura pode ser dosada ao gosto do cliente…- Os lábios de Chloe se  curvaram em um sorriso indecifrável. Bran concorda sobre as coleiras e ela dá uma risada satisfeita.  Asia adorando cada palavra e fazendo ar todo ficar quente ao redor dela. Sobre o celular, Chloe não protesta e assentiu com Sam, mas Bran parece não pensar na mesma coisa que a morena e a ruiva não se mete nisso. Ficou atenta ouvindo ele falar sobre a química secreta executada por Olena e Sebastian, história para outra ocasião e faz Chloe sentir uma vontade de aprender sobre aquilo algum dia.  loira se solta mais quando a ruiva mostra a foto e Bran fica meio constrangido e Chloe acha isso fofo nele. - Enquanto Asia é solta como o vento, temos Bran que ficou sem jeito ao que parece...Que fofo!-
                                                                                             
                                                                                                         
                                                                                                               
    ***
    Escuta a resposta de James dando um sorriso cheio de cumplicidade. Quando já estavam lá dentro a conversa fluiu divertida. Asia provoca mais, a tal aposta e Chloe ruborizou até  a raiz dos  cabelos, teve a impressão de parecer uma brasa. Dá um tapinha suave no loiro com pinta de Rockstar  apelidado dado segundos atrás por Asia. -Axel pode brincar de lançar dados, quem sabe cartas como Richard falou, mas sinceramente não me arrisco. - A cara dela transborda ingenuidade que brilha nos olhos âmbar. - Vocês devem saber todo tipo de coisa sobre jogos e eu não faço ideia de como jogá-los, estou em desvantagem!-  Levanta as mãos mostrando que estava se rendendo e depois ri de novo.- e devo seguir a sabedoria ancestral do nosso Rockstar e evitar ir com muita sede se não acabarei lambuzada, mas não faço ideia de como chegar em uma situação dessas?!- Olha Sam com curiosidade. - Sabe como raios faço pra ficar lambuzada? - O rosto dela está quente e vermelho. Depois apenas iria rir das possíveis explicações, sentindo-se tão humana e bem humorada. Chloe fica esquivando-se das provocações de Asia, vai brincando com o possível constrangimento de Bran, escutando Sam que poderia soltar algo engraçado e vendo Axel com Olena em um momento tão doce da vida.

                                                                                                     
    ***


    A ruiva sabe que Asia é provocante, ela passa impressão de ter uma fome voraz e a capacidade de vibrar todas as facetas da alegria. Dione tem motivos de sobra pra gostar da loira que Chloe chamava mentalmente de “ loba do verão.” Combinava com Asia, os cabelos loiros formavam ondas bonitas, o rosto marcante e os olhos cheios de uma luz chamativa. A ruiva sentia grande estima por ela e ficou imaginando quantos corações ela não partiu ou quantas vezes não se sentiu incompleta? Seria possível os lobos amarem ou se apaixonarem a tal ponto que isso ficaria gravado em seus ossos ou a vida deles tinha que ser apenas desfrutar de uma noite de sexo intenso e acordar no outro dia prontos para caçar suas presas entre os dois mundos? Chloe não tinha como saber, mas sentia o quanto a loira apreciava viver e deleitar-se em momentos felizes de corpo e alma.
                                                                                                 
    ***



    Escutando Bran depois olha Sebastian e Amy. - Se vocês brincam assim, não quero pensar como resolvem quem vai lavar a louça!-  Riu baixinho. Observou o carinho de James com a irmã, passou os olhos nas meninas dançando, logo Asia se junta a elas e olha Beca. - Vai logo dançar. Sei que você gosta de se mover e o faz tão bem!-  Sorri para ela. - A gente nem pode curtir direito naquela noite, pelo menos hoje você pode exibir seus movimentos Beca sem preocupações.- Chloe pega uma garrafa e bebe o líquido que aquecia seu corpo inteiro. Observa James um tempinho, mas prefere dar espaço pra ele conversar sem que tenha a ruiva pendura em seu pescoço. Acena para Sam e puxa Beca. - Vem dançar Sam!- A ruiva tenta levar Beca pra perto das outras que se divertiam, sabia que aquilo era algo raro, na noite do clube as coisas foram caóticas lembrou que a mente prego peças sobre a presença de Ian, mas ali era diferente, os únicos monstros estavam escondidos em sob as peles humanas e a noite era apenas uma fusão de sentimentos divertidos.

                                                               
    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Katherine-pierce-vampire-diaries
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5439
    Reputação : 402
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bravos Seg Nov 08, 2021 8:17 pm




    Axel Brown

    Chloe parecia estar no cio. Asia sempre estava no cio. Quando ela diz que ele poderia apostar Chloe e então pergunta o que ele quer, Axel nem tenta esconder o rubor causado por aquela pergunta. Ele arregala os olhos e olha para um canto fixamente. - Arreguei, nada de apostas com a senhorita Asia. - Ele ergue as mãos em rendição. Logo mais estava sentando com Richard, pegando um pedaço de pizza. Sam também estava por perto. - Tudo fora do lugar. Praticamente recomeçando do zero. Nem o Caminhante é mais o mesmo. - Ele dá um suspiro. - A Sombra está uma bagunça. A corte do Medo nos odeia por não termos tomado um lado e por Connor tê-los caçado incansavelmente. - Ele morde a pizza. - É uma bomba relógio essa treta... - Ele deixa no ar.

    Sam comenta do terno de Sebastian. - Tem razão. - Ele sorri com a situação. - Eu sou pior em jogos do que eu gostaria de admitir. Mas apostar em eventos parece uma proposta interessante. - Ele corre o olhar no ambiente. Chloe chama Sam para dançar mais uma vez. - Eu aposto que ela só vai parar quando você der o braço a torcer. - Ele diz para a ithaeur. - E ainda assim, não vai ficar satisfeita.






    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2780
    Reputação : 140

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner Sex Nov 26, 2021 7:23 pm

    Amy só aperta Sebastian em um abraço carinhoso quando a louça é citada.

    "Louça nunca é problema." Ela diz e o o lua cheia beija o topo da cabeça colorida dela.

    Beca se deixa levar por Chloe e entra na dança. As Duas urathas param tudo e recomeçam a coreografia para ficarem todas no mesmo tempo.

    Axel: ... Nem o caminhante é o mesmo.

    "Hora difícil para estar ligado a corte do medo e ser odiado por ela ao mesmo tempo. Terror no Escuro ainda tá tentando entender qual é a sua." Ele fala devagar usando um pedaço de pizza para pontuar a fala.

    "Eu também gosto de apostar em eventos. Eu aposto que vocês e o medo vão ser o primeiro passo. Os dragões e a irmandade correm quase fora da cidade. Eles tem problemas com todas as cortes e tem usado a força para se segurar, acabam sendo nossa primeira linha se os puros voltarem. Mas vocês? Vocês vão acabar errando com eles ou sendo os primeiros a ver algo impossível de ignorar." Ele logo em seguida morde um pedaço que parece particularmente delicioso de calabresa. "Essa tá muito boa. Pega um."

    Os irmãos idênticos alcançam a fonte da música e subitamente a batida se tornaum J-pop nada conhecido. Em segundos algumas pessoas estão rindo, outras dançando e mais algumas discutindo com os dois pelo controle do som.

    "Ei garota, dá um gole." Jenna estica a mão enluvada para Chloe. Beca faz uma careta e tenta dançar outra vez. "Aí vou precisar do seu namorado na quinta, ele tá ajudando a gente com um projeto especial. No espírito de cooperação, ouvi dizer que os nazi-ricaços tão pondo as garras para fora de novo, quer ajuda?" Ela diz tirando uma mecha suada da cara.
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1773
    Reputação : 72

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por thendara_selune Ter Nov 30, 2021 11:35 pm



    Antes a vida dela era interligada a tantas regras de conduta que aquele breve momento parecia algo precioso e tão verdadeiro que era impossível resistir. Quando Beca aceita ir pra perto das outras, Chloe tenta acompanhar as meninas, ela ri sonoramente, divirta-se de uma maneira espontânea sem precisar se preocupar se sua roupa subia, se estava rindo alto ou se estava agindo como uma “despudorada”.
    Seus parentes revirariam os olhos se a vissem, mas quanto não perdem por viverem aquela vida falsa dentro da redoma que continha Chloe há um tempo atrás?!

    - Obrigada.- Ela responde a outra aceitando o gole e dá um sorriso. Quando escuta a palavra “namorado” a ruiva olha para James por um segundo que devia estar entretido  conversando com os outros e depois volta sua atenção a Jenna. O tom  de sua voz era cheio de preocupação.  - Me devolve ele inteiro por favor.- Chloe fala perto do ouvido da outra. Estava suada, parecia que uma corrente elétrica percorria seu corpo fazendo-a sentir um calor agradável enquanto dançava. Quando os irmãos mudam o estilo de música podem ouvir os protestos, não segura o riso e então Jenna toca naquele outro assunto fazendo a ruiva olhar pra ela.

    - Toda ajuda é bem-vinda especialmente sobre esse assunto...- O suor a faz sentir sede, então pede um novo gole a outra e depois respondia com um sorriso amigável. - Antes que possa me aprofundar nisso, é bom saber onde estou pisando e as possibilidades que podem me levar a enfiar os pés em uma poça profunda de sangue e vísceras nojentas.- Havia uma leve sombra de divertimento, ela não sentia mais medo, não depois de tudo que aconteceu até ali, na verdade a possibilidade de resolver esse assunto era como se provasse a si mesma que não era tão frágil quanto parecia.
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5439
    Reputação : 402
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bravos Qui Dez 09, 2021 9:18 pm




    Axel Brown

    - Você está coberto de razão... E acho que, no fim das contas, ele é menos pior. - Comenta. - Estive pensando que deveríamos ter algum acordo com Vingança que Espera. Tenho um pressentimento que ele poderá ajudar quando chegar o momento. - Richard faz sua aposta e Axel abre um sorriso agridoce. - Sua aposta é muito óbvia, não vale! - Ele estica a mão para a pizza e toma também um pedaço. - E vocês? O que estão preparando pra quando esse esgoto estourar? - Ele pergunta de forma casual, mas era a pergunta pela qual ele havia ido ali.






    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1801
    Reputação : 105
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bastet Dom Dez 26, 2021 2:00 am



    Samantha
    Doiley

    Antes de ir pra área VIP:

    Sam ri quando Bran comenta que a interação de Amy com Sebastian é só carinho. – Que forma linda de demonstrar amor que eles tem – e logo cumprimentou Richard, vendo que o assunto de apostas ali era algo que rendia. Como Axel tinha respondido sobre a aposta em eventos, Sam, assim como Chloe, preferiu seguir o conselho de Richard e não se meter em apostas com ele naquele momento, dando um sorrisinho ao reparar em James provocando Amy no meio do “carinho” dela e Sebastian.

    Quando Chloe fala sobre “ficar lambuzada” e pergunta se Sam sabia como ficar nessa situação... A morena dá uma olhada para os dois meninos perto delas, um tanto constrangida pelos próprios pensamentos inapropriados. Riu – Hoje, a melhor forma, é você chamar seu homem num canto e pedir pra ele te ajudar com isso – “que tipo de pergunta é essa, meu deus?”, pensou, depois de responder, mas acreditava que James daria conta da ruiva chegar onde a mente de Sam chegou com aquela indagação.

    Já ia negar novamente a dança, mas percebeu duas coisas. Uma, Axel estava certo sobre Chloe não dar o braço a torcer... E duas, o Alfa parecia querer conversar com o outro alfa a sós. Sam suspirou e se levantou, assentindo e seguindo a ruiva pra pista de Dança.

    Deu graças aos céus por Jenna aparecer, distraindo Chloe, e deu um perdido nela e em Becca, tentando sair de fininho. Os olhos nos gêmeos que tinham acabado de mudar a música... Em Edrick na verdade. Começando a andar pra tentar observar ele melhor e mais de perto.


    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2780
    Reputação : 140

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner Qui Jan 06, 2022 3:26 am

    Chloe: Me devolve ele inteiro por favor.-

    "Ele Vai voltar andando... Eu acho..." Ela diz com tom claro de brincadeira.

    Chloe: Antes que possa me aprofundar nisso, é bom saber onde estou pisando e as possibilidades que podem me levar a enfiar os pés em uma poça profunda de sangue e vísceras nojentas.

    "Normalmente não vai saber e vai ter visceras e sangue e morte." Ela tira um pouco de suor do rosto. "É uma merda, eu sei. O ruim é que você se acostuma." Ela dá de ombros. "Os humanos tão todos loucos. Real. Os marginais tão todos agitados e os Nazis são marginais cheios de grana."


    Axel: Estive pensando que deveríamos ter algum acordo com Vingança que Espera. Tenho um pressentimento que ele poderá ajudar quando chegar o momento.

    "Parece bom. Vindo de você pode soar como redenção, arranja uma boa fala e um acordo e isso vai te dar mais poder do que está esperando. Vai ser bom. Vai me dizer o seu Plano?" Ele parece intrigado. Intrigado o bastante para deixar o pedaço de pizza na mesa.

    Axel: E vocês? O que estão preparando pra quando esse esgoto estourar? -

    "Reforçando a tampa. Guerra é ruim. Se a guerra do medo der o próximo passo tá todo mundo fodido." Ele pega a pizza de novo e morde um pedaço antes de voltar a falar. "Claro que no fim a gente empurra esses caras de volta ou puros empurram depois que a gente morrer. Mas a gente vai morrer. Vai ter sangue na água e os tubarões vão vir. O que a gente tá fazendo?" Ele parecia pensar, talvez relembrar o que tinha feito ou pensar se valia a pena falar.

    "A gente pede desculpas. A gente suborna. A gente pede ajuda pros Mestres do Ferro pra tirar uma coisa ou outra da internet ou fazer umas fakes e até pra sumir com una caras tipo Sussurros sem Voz ou  o Companheiro Sombrio. Tecnicalidades? É. Tamo mais ganhando tempo que qualquer coisa. Esperando uma oportunidade. Porque tão assistindo a gente. Alguma coisa tá além dos puros." Ele mastiga um outro pedaço lentamente. Esperando Axel falar alguma coisa.

    Sam: Será que pode ser tão bom mesmo?

    "Vai ter que provar pra saber..." Ela diz com uma voz parecia andar dentro de Sam do ouvido a nuca e escorrendo quente pelo corpo todo.


    Sam: Não me entenda mal. Venenos podem ter uso medicinais...

    "Veneno pra qualquer um cara. Pra sociedade. Pras tartarugas. Pra todo mundo." Ele diz rindo do próprio exagero. Provavel exagero


    Sam: – Que forma linda de demonstrar amor que eles tem

    "Parece que não, mas é isso aí mesmo." Com adimiração e perplexidade na voz. "É cada briga que nem faz sentido."

    Os gemêos falam alto um com outro. Rindo e implicando. Nenhuma palavra é inglês até "Sua amiga chegou." A voz era exatamente a mesma. Jun sorri e finalmente eles estão diferentes. "Samantha, esse é o meu Irmão Edrick. Metade da minha alma." Uma reverência e "A amiga dos Lobos a Diesel, a garota que irritou Olhar Curioso. Espero que tenha gostando da ponta de flecha, ela é única." O mesmo tom amigável do irmão. Agora os dois pareciam iguais de novo.
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1773
    Reputação : 72

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por thendara_selune Sex Jan 07, 2022 8:35 pm

    @Bastet resposta antes do papo com Jenna

    -Eu fiz uma pergunta capciosa demais!?-
    Segundos antes, Chloe apenas agiu como ingênua por divertimento. Vendo Sam entrar na brincadeira se deu por satisfeita com a resposta da morena. Os olhos brilham cheios de divertimento antes de falar. - Não verei nada verter mel essa noite, a maior possibilidade que vejo é dormir como uma mocinha casta e serena. - A risada dela foi espontânea, antes de Dover jamais teria falado daquele jeito. A ruiva passou dias cheios de estresse após o sítio, depois o que ocorreu com James, aquilo feriu fundo sua alma. Sentia que tinha coisas que devia carregar sozinha e por sorte graças a ideia de Sam tinha a chance de arejar a mente em um lugar seguro. -Mas pra mim essa noite se resume a um porre, treinar piadas de duplo sentido e se possível dançar ao som de Arctic Monkeys - Do I Wanna Know?- A ruiva cantou um trecho dançando feliz com seu copo na mão. Depois quando Sam dá sinais de que ia dançar, a ruiva assobia com malícia nos olhos. Foi nesse meio tempo que Jenna capturou atenção de Chloe que acabou deixando Sam escapar.

                                                                                                                                         
    ***

    Deu uma risada suave ouvindo a brincadeira de Jenna sobre James. A resposta que vem a seguir sobre os “N”  faz Chloe ter certeza que nunca teriam paz. -Parece que nessa vida  se você não está vivendo no limite, então está vivendo errado.- Deu um sorriso cheio de frustração.- É bem complexo eliminá-los sem atrair atenção?- O corpo dela nem se movia mais, o assunto a fez ficar séria e interessada nas informações da outra. Ela fala sobre serem ricos e Chloe assentia porque sabia que ter recursos era uma arma útil para eles.- O problema do dinheiro é que ele serve a todos os senhores indiferente dos objetivos deles.- Pensou nos Moore e nos Byrne imaginou como os recursos deles financiavam atrocidades. Aquilo fez o estômago dela revirar e ficou nauseada lembrando do que viu no sítio. Praguejou mentalmente por ter bebido tanto e olhou a loba com o interesse dobrado sobre o assunto.- Bem se quiser falar sobre isso ou tiver informações que não me custem um rim, adoraria ouvir tudo que estiver disposta a falar Jenna.- O assunto sério no meio da animação deu a ela uma incômoda dose de realidade e gerou preocupação porque não era o mesmo que lidar com lobos, era lidar com humanos cheios de más intenções e cruéis o suficiente para fazerem o pior.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1801
    Reputação : 105
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bastet Ter Jan 18, 2022 6:17 pm



    Samantha
    Doiley

    Sam não ouviu uma ou duas perguntas de Chloe por culpa de Asia. A loba não precisava nem fazer muito, uma ou duas palavras tinha um poder... incrível. A morena respondeu apenas com um sorriso de canto de lábios e uma piscadinha pra loira, pedindo uma água pra Olena. Tava quente ali, não tava? . - Arctic Monkeys tá mais pra playlist de sexo que de balada – riu com a resposta da ruiva, que já parecia bem mais soltinha e procurou James com os olhos e indicou com a cabeça – Mas tenho certeza que ele vai gostar se você dançar...

    Olhou pra Bran quando ele falou sobre os venenos – Você anda muito com o Richard, Bran. Liso igual ele nas respostas – riu, claramente brincando, já que percebeu que ele não queria falar muito mais sobre aquilo. Devia ser coisa de alcateia.

    ---

    Já na área VIP, Samantha ainda olhava a briga de Amy e Sebastian, não acreditando como eles ainda estavam inteiros. - Posso imaginar. Numa dessa ai a gente já tava no hospital – constatação assustadora, mas, por sorte, a força dos urathas raramente era usada contra os sangue de lobo.

    (...)

    Enquanto se aproximava, Sam tentava perceber qual gêmeo era qual. Em geral, era fácil distinguir pela postura... Mas os dois descontraídos e brincando, não era uma tarefa fácil. Tava tão concentrada nisso que nem percebeu que tava dando bandeira perto deles.

    - Ah, oi... – diz e corresponde o sorriso de Jun, dando um aceno de cabeça para Edrick – A gente já se esbarrou por aí. De toda forma, é um prazer – ficou sem jeito com a reverência, mesmo acostumada a ver Jason fazer isso com os primos e o tio. Ficou mais sem graça ao perceber pelo que Edrick a conhecia – Eu gostei, mas seu pai não me disse muito. Por quê ela é única? – olhava pra eles, ainda confusa ao perceber a semelhança deles quando tavam juntos.

    Aguardou a resposta, depois pedindo pra Jun... Ou achava que sim – A Chloe tava doida pra dançar Do I Wanna Know, tem ela aí?

    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5439
    Reputação : 402
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bravos Dom Jan 23, 2022 9:51 pm




    Axel Brown

    — Não penso em fazer esse acordo por causa de mim, mas por causa dessa guerra. Iremos precisar se não quisermos ser soterrados em duas frentes. - Richard pergunta de um plano. — Eu esperava que você me dissesse o seu. - Axel sorri de forma franca, sem meias palavras. — Por enquanto a melhor idéia é conseguir aliados. Do outro lado. - Ele olha os demais se divertindo. Era maravilhoso poder esquecer certas coisas durante algum tempo. — Ganhar tempo e terreno devagar é o que todos nós deveríamos estar fazendo, mas estamos muito ocupado com os puros.

    Richard não parecia ver um horizonte bonito. — Bem, também não tenho motivos para estar otimista. Acha que estão nos assistindo? O que poderia estar nos assistindo? - Axel pergunta também de forma franca, sem querer parecer entender de algo que não entendia. — Acha que tudo que tem acontecido foram cordas puxadas por um titereiro? - O elodoth o olha, procurando ver bem o que quer que Richard pudesse querer omitir.

    Scent Beneath teh Surface nele pra não deixar de me contar nada Rolling Eyes






    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2780
    Reputação : 140

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner Ter Jan 25, 2022 8:35 pm

    "Eliminate humanos? O que te da esse direito?" A pergunta de Jenna para Chloe era feito em tom de desafio com algo afiado esperando uma resposta.

    "Por um carpinteiro a tarde toda você merece saber que não pode sumir com os caras do nada. Se eles não merecerem de verdade. Mas foder o dinheiro deles? Foder a cabeça deles? Isso é de bom tom. Os desgraçados se alimentar de medo e odio e estão de barriga cheia e querendo mais." Ela ainda tinha um olhar de quem quer briga.

    --

    Os dois inclinam a cabeça ao mesmo tempo difeções opostas. "Ela é única porque tem história. Ela foi feita por um campones." Um deles fala parando quando o outro começa. "Um homem supersticioso que usava feitiços em tudo que fazia. Também usava sangue para esfriar o metal." Imediatamente o outro interrompeu. "Dizem. Mas é certo que marcava tudo que fazia, ainda dá para ver a marca nela. Ele acreditava que era magia e deixava suas obras quase inquebráveis."

    Do I wanna know começa a tocar e um dos gêmeos para de falar. "Essa ponta foi feita e marcada antes de ser usada por outro campones para acertar um Rei. Ela atravessou o coração e o homem morreu."

    "Ela é a única flecha feita com sangue a vencer uma guerra. Isso e ela foi enterrada com o rei e roubada do seu esqueleto. Deveria ter virado nada. Enferrujado até o pó."

    "Magia? Química? Mentira?" Eles fazem umas brincadeiras com LEDs que desaparecem e aparecem onde não deveriam. "De um jeito ou de outro agora você sabe a história foi contada outra vez, está ainda mais única." Eles dois sorriem como se tivessem feito sentido. Como se ela estivesse sorrindo junto.

    --

    "Meu plano é por os puros na puta que pariu e tirar vantagem dos conflitos no Hisil enquanto garanto que eles não vazem para cá." Ele parece um pouco decepcionado com Axel não ter um Plano. "Meio vago? É, bota fé que é. Mas nossa missão não é controlar a Sombra e escolher quem ganha. Nossa missão deixar as merdas de um lado nesse lado. Mas as coisas vão se alimentado uma da outra. Caos de um lado? Tem consequências do outro. Agora, toda mudança é ruim? O mundo vai ser melhor se Medo Atrás do Espelho for o Manda chuva da Corte do medo? Ou o outro? Ou o desgraçados que a gente prendeu na cadeia? Não sei. Não é a minha missão." Ele mastiga mais um pouco.

    "Os puros são uns putos, mas tem outra coisa esquisita na area. Não sei o que é mas os caras levaram um baita chega pra lá e tão voltando de mancinho enquanto a gente tenta arrumar a casa. Eu esperaria o inesperado deles. Isso. Isso e um Luno não apareceu quando a gente chamou. Não é incomum, mas eu tinha certeza que tava tudo certo. Que tinhamos botado tudo no lugar, com Tanta's vozes chamando alguém tem que ter ouvido. Não apareceu ninguém." Ele dá de ombros.

    "Nos assistindo? A sim. Tem sim. Pode ter certeza. O jogo tá errado. São pequenas coisas. Detalhes. Uns obvious pra caralho feito as cartas que a galera recebeu. Outros nem tanto como doenças. Espíritos de praga e doença fortes demais aparecendo onde não deviam. Por todo o pais." Ele dá de ombros como se não soubesse explicar.

    "Ninguém teria puxado tanta cords assim. Mas Acho que sim, na real. Mais de um. Jogando com a gente. Um puxando a corda do outro." Ainda de Boca cheia. "Sabe quando cê acha que as coisas se encaixaram? Que faz até um click lá no fundo da cabeça? É essa sensação. A sensação de que alguém armou isso ou aquilo. Quem quer a gente preso numa guerra com os puros? Não sei, mas isso uniu a gente que nem nunca antes por aqui. Esse era o plano? Ou foi só o efeito colateral?" Ele empurra pizza com alguma coisa que tem um cheiro forte de alcool em uma caneca.

    "Ou será que o plano era a gente arrebentar tanto os puros que eles achassem a porra do rei que os cahalith tão sonhando? Ou será que é alguma coisa que eu não vi e o resto todo é só o resultado da gente lidando com o caos? Porra eu não sei onde apostar então eu abro o olho, sigo as pistas que tenho e planejo na escala que eu consigo." Ele lambe os lábios saboreando o molho gorduroso.

    "Pensei em apagar esse fogo com dinamite. Que tu acha? Arranjar um outro espírito do medo forte e ganancioso. Apoiar o cara e dividir o poder da Corte ainda mais. Lembrança do Fim é um desses. Tá preso. Quando for solto vai se juntar a quem chegar nele primeiro ou vão acabar com ele. Nuclear demais?" Ele pergunta como quem pede o ketchup.



    Off:

    Richard está sendo sincero na maior parte do que diz. Mas tem omissões quando ele fala de espíritos de praga e doença e também quando ele fala sobre existir um titereiro.

    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1773
    Reputação : 72

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por thendara_selune Qui Jan 27, 2022 3:57 pm


    - Não estamos falando de pessoas que tenham direito a viver é diferente!- O rosto dela exibe raiva, mas depois ela suspira pesadamente tentando enxergar as coisas através dos olhos de Jenna. -Desculpe, mas não sinto que devam viver e sei que existem regras claras que garantem o equilíbrio das coisas…- A ruiva faz uma pausa tentando conter a frustração sobre o assunto. - Também sei que entregar-se a raiva nos leva a consequências perigosas na maioria das vezes.- Chloe soou amarga, demonstrando que não gostava da ideia de manter os “N” vivos, mas não era experiente  o suficiente para entender as complicações que extermina-los poderia causar. (To partindo da ideia que nessa época Chloe ainda é sangue do lobo.) - Mas certamente atingi-los nos bolsos é o mais inteligente, embora não existam garantias que suas finanças serão de fato afetadas por um longo tempo,partindo da possibilidade que tenham investimentos diversos ou laranjas espalhados por aí.- Chloe ouviu algumas conversas do marido, podia não ser um gênio do ramo financeiro, mas nada a impedia de supor que os “N” não eram idiotas para deixarem seus recursos centralizados.

    - Compreendo que alimentar neles o medo é algo que pode ser feito, até porque a atmosfera na cidade mudou muito após tantos eventos violentos, seja aqui onde posso sentir o chão sob meus pés ou até mesmo do outro lado não é mesmo ou estou equivocada?!- Ela batia um dos pés no chão sólido, sentia-se quente, contrariada e ao mesmo tempo excitada por poder ser útil. Achava importante demonstrar eficiência e utilidade dentro da alcateia. -  Penso ainda que possível sumir com eles ou fazê-los perder a sanidade, existem combinações específicas de medicamentos que são perigosas quando misturamos e isso me parece uma possibilidade de ação bem discreta caso seja necessário. -

    Chloe sabia fazer uso dos medicamentos de uma maneira que parecesse um acidente, tudo dependia da dose e começou a pensar como podia chegar nos “N”. Parecia que o desejo de obter a aprovação do alfa tinha sido semeado nela desde aquela reunião. - Primeiro preciso saber quem são e depois criar o caminho até eles.- Agora seu tom era ameno como se falasse de algo corriqueiro. Uma leve alteração no semblante da ruiva que dava a entender que sentia uma preocupação genuína pelo homem. -James não é um objeto para que me pertença Jenna!- Os olhos dela se fixam na loba com seriedade. -  Ele é adulto com obrigações, deveres que vem antes dele mesmo, aquele carpinteiro vale muito, é adorável, gentil e nobre…E não estou brincando quando digo para cuidar dele...- Quando ia falar mais alguma coisa “Do I wanna know” toca e ela dá um sorrisinho malicioso. - Podemos conversar mais sobre isso depois…Vem dançar lobinha?!- O traço de seriedade se desfaz assim que começa a dançar.- Adoro essa música!- O humor dela volta a ficar solto de novo.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1801
    Reputação : 105
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bastet Qua Fev 02, 2022 6:56 pm



    Samantha
    Doiley

    Samantha inclinou a cabeça também, sem nem perceber. Ouve a história com uma grande interrogação no rosto. Os olhos acompanham cada um deles falando, tentando distinguir os dois. Depois os LEDs. Por fim ela suspira.

    - Por que todos vocês tem de ser tão enigmáticos? – riu, mas assentiu sobre a história – Única, realmente, mas por que o pai de vocês daria a “única flecha feita com sangue a vencer uma guerra” pra uma sangue de lobo que acabara de chegar em Dover? Estamos sempre em guerra... E, mesmo que seja só uma história, vocês são todos muito ligado a essas coisas pra não acreditar... – revezava entre os olhos de cada gêmeo. Estava claramente curiosa com tudo aquilo. Eles tinham conseguido captar a atenção dela com a história.


    [/quote]
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2780
    Reputação : 140

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Wordspinner Dom Fev 20, 2022 9:29 am

    Chloe escreveu:Não estamos falando de pessoas que tenham direito a viver é diferente

    "Claro que tem Chloe. São uns cuzões arrombados, mas não é meu o direito de caçá-los." Jenna fala com paciência e um pouco de surpresa.

    Chloe escreveu:afetadas por um longo tempo,partindo da possibilidade que tenham investimentos diversos ou laranjas espalhados por aí.

    Ela ri como se Chloe tivesse dito algo engraçado. "Isso é uma doença da mente. Uma doença social, né? Quebra as coisas deles. Quebra a imagem e reputação. Quebra o sucesso deles. Carros, casas, empresas. Tudo quebra. Tudo vira pó. A doença deles é muito menos contagiosa da sarjeta, gracinha."

    Chloe escreveu:lado não é mesmo ou estou equivocada?!

    Ela balança a cabeça confirmando. "O outro lado é nosso para resolver. Se liga não. "

    Chloe escreveu:existem combinações específicas de medicamentos que são perigosas quando misturamos e isso me parece uma possibilidade de ação bem discreta caso seja necessário.

    "Isso é algo que queira fazer? Transformar uma pessoa num vegetal? Tudo que tem de bom e ruim cortado para sempre?" Ela inclina o rosto prestando atenção em Chloe. "Sujar as mãos e quem sabe até terminar atrás das grades? É seu plano?" A voz cuidadosamente neutra.

    Chloe escreveu:E não estou brincando quando digo para cuidar dele...

    "O irmãozão da Amy? Podeixá, ele vai voltar inteirinho, sem um arranhão." Ela diz antes de acompanhar a dança.

    Sam escreveu:Por que todos vocês tem de ser tão enigmáticos?

    "A gente não tá tentando ser." Eles dizem em uníssono.

    Sam escreveu:... vocês são todos muito ligado a essas coisas pra não acreditar...

    "Não sei dizer, o pai faz coisas sem explicações as vezes." diz Edrick. Mas logo Jun passa a mão com um led na sua cara gerando uma careta. "A gente gosta da Anne, ela gosta de você. Então... Não sei que tipo de justificativa você precisa pra fazer um agrado pra quem gosta." Edrick coloca um dos braços no ombro do irmão. "Isso e cê vai ter um dos nossos. Sei que aqui é diferente, mas a gente tenta cuidar da comunidade lá. Unir e prosperar."

    Amy ainda bem descabelada e um tanto rasgada chega andando bem rápido. "Hey meninos, eu preciso roubar a Sam aqui um minuto. Vem comigo, por favor? Tenho uma surpresinha, vai ser bem legal. Vem?" Ela diz sem parar mais que um segundo antes de continuar animada como uma criança prestes a exibir suas barbies.

    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1773
    Reputação : 72

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por thendara_selune Dom Fev 20, 2022 3:25 pm

    A conversa toda transcorre em meio aquele momento de paz aparente. Ela assentiu com Jenna sem ter mais o que pensar, planos tem riscos e nem sempre podemos garantir que tudo vai ser perfeito. Ela respira fundo, satisfeita pela paz que desfrutou ali, mas sentiu que já era hora de ir. Chloe se despedia de todos e depois pegava um uber para casa.

    Encerrando aqui minha participação no barzinho.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1801
    Reputação : 105
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Bastet Dom Mar 20, 2022 12:49 pm



    Samantha
    Doiley

    off:

    Sam ergueu uma sobrancelha quando eles disseram que não estavam tentando ser enigmáticos, um pouco em dúvida. Depois olha pra Edrick – Seu pai é... – Samantha dá um passo pra trás, levando um susto com o led em seu rosto e ri – Não precisa de justificativa, só fiquei curiosa. O pai de vocês é um mistério pra mim. Eu gosto de entender as coisas e, bem, ele tá bem longe disso – deu de ombros e logo pousa a mão na barriga, suspirando. Talvez a primeira vez naquela conversa entendendo as motivações – Isso é algo que sempre admirei em vocês lá na vila. Mesmo separados, ainda prezam pela união e se ajudam.

    Talvez fosse dizer algo mais, mas a presença de Amy, toda bagunçada, faz a Sangue de Lobo perder o foco. – Ahm, claro. Obrigada – o obrigada completa o que ela ia dizer para os meninos antes. Faz uma reverência leve, que tinha aprendido nas aulas de luta e se despede, indo com Amy.

    - O que você tá aprontando, Amy? – estava curiosa, sem nem ter ideia do que era a surpresa.

    Conteúdo patrocinado


    Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores - Página 4 Empty Re: Bar da Olena - No limite do território dos Seis Uivadores

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Set 25, 2022 9:25 pm