Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado

    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2264
    Reputação : 52
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado - Página 3 Empty Re: Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado

    Mensagem por GodsCorpse em Qui Nov 19, 2020 1:54 pm








    Franco está trajando uma blusa branca de linho e um kevlar, calças e botas escuras.

    Ficha


               


    Até Francis não esperava a repercussão do disparo, desde o estrondo ao cheiro. Já conhecia como as coisas funcionava deste lado do universo e ainda assim tudo parece a primeira vez, o impacto, o estouro, a "alienisse" de tudo. Francis puxa a guarda e averigua a situação novamente: foi precoce. Os rapazes fizeram o serviço completo sem estresse e esforço que faria necessário para um tiro de espingarda. Antes de por uma nova bala na arma, o oponente havia virado um resto de bosta preta no chão.


    Ver os lobos correndo sentindo e mudando a direção e o olhar do alfa fazia-o sentir culpa no primeiro momento, praguejando nervoso, mas ao fungar bem o cheiro de sangue, sabia que aquilo era muito mais atraente que qualquer tempestade de disparos. Não que sua mente conseguisse ficar tranquilo. Ainda estava lá, rasgando em seu cérebro. "A pior gozada da vida"? Sim, ele era.. E é melhor que todos saibam disso mesmo.


    - E tudo que cheira tá atrás do cabelinho lambido retalhado! - retrucou, mas não para se defender ou se justificar, aceitava a culpa do barulho, e precisava se preocupar com aquilo que não se ouvia. Ainda assim, o som saía quase que como um rosnado raivoso com aquilo em sua mente.


    Wordspinner
    Mestre Jedi
    Wordspinner
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1084
    Reputação : 43

    Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado - Página 3 Empty Re: Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado

    Mensagem por Wordspinner em Qui Nov 19, 2020 5:47 pm

    As sombras não duram muito. Elas são fracas e agora a alcateia age com intensidade. Com velocidade e mais do que uma gota de desespero e medo. Dentro de uma casa espíritos são assassinados. Do alto de um prédio uma sombra se joga para morte. Os gritos são familiares demais. Asia tenta levá-los até o centro do problema. O centro da questão.

    As sombras continuam chegando. A cada esquina. A cada curva. Elas se jogam nos urathas. Atrasando. Machucando. Cansando. Deixando as mentes dos urathas expostas a toda tristeza e solidão do lugar. A vontade de saborear a própria dor. Axel vê a si mesmo em uma das janelas. Mastigando um pedaço de carne fresca e crua ainda pulsando com espasmos na sua boca. Sangue escorrendo do canto boca. Ethan aberto na mesa a sua frente. Vivo. Implorando.

    Francis continua vendo os lobos chegando. Em reflexos no ar. Ele vê os corações de prata ainda pulsando. Vê a si mesmo e os amigos derramando sangue neles. Sangue negro e vazio. Sangue feito de uma fome sem fim. Um clarão e ele se vê arrancando os dois das raízes negras. Limpos e perfeitos.

    Connor se vê deitado com Millie em uma das poças pretas. Em volta da cama tranquila o chão está cheio de sangue e dos cadáveres de todos aqueles que matou. Seus amigos de escola. Seus companheiros de alcateia. Seus pais. Seu sangue molha o lençol, mas nenhum dos dois se importa.

    Ethan está sozinho. Abandonado outra vez. Ninguém se importa. Eles riem. Eles nem se importam. Nem quando ele pula do precipício.

    ----

    Shaw nem precisava ser tão bom em ser silencioso. O infectado está ocupado. Ele maior que a anterior. Ele grande. Grande mesmo. Sombra Vermelha está com as quatro patas fora do chão. Ela não consegue a vantagem. Arranha e rasga. Mas ele se cura tão rápido. Quase como um gauru deveria. Pedaços de carne jogados no chão e ele continua apertando. Os dendos fundos na carne dela. Os braços afastando os ombro da uratha menor.

    Shaw desliza até lá. Os dentes fundos na carne corrompida. O uratha se joga para o lado soltando Amy. O rosto traído. A voz... A voz é... "Porque filho? Eu não entendo..." A voz da mãe do jeito que ele se lembra. O choque é físico. Um momento inteiro lançado profundamente em confusão. O instinto do lobo perdido. A certeza. A convicção. Quebradas. Impossível...

    Impossível algo tão grande ser rápido assim. Shaw sente o chão batendo forte no queixo. Sente as garras fundas na nuca. A bocarra aberta na frente do rosto. Sente os dentes afundando no rosto. Ele forte demais. Pesado demais. Sente a pele sendo puxada. Sente a cabeça rachando. As patas não conseguem força para se levantar. O mundo fica apertado no espaço entre as mandíbulas.



    OFF:
    Shaw precisa usar o teste de perseverança + instinto primitivo.


    --


    Os urathas correm. Ethan consegue correr mesmo com os ferimentos que nem a regeneração uratha conseguem curar. O rastro de sangue. As pegadas no chão. Os pés escorregando na tinta. Uma porta aberta, uma oferta de santuário. Os urathas ignoram o espirito sorridente com dentes feitos de facas afiadas. As ruas são tão parecidas. Tantos becos. Impossível Asia saber para onde está indo. Uma chuva fraca e deprimente começa a cair. Tinta. Sangue. Água fria. Eles correm. O uivo gela os ossos. O uivo longo e imponente do predador. O uivo que os ithaeur sabem bem como funciona. "Olhos Vermelhos" Asia pragueja. Ninguém precisa ser um gênio para saber que ela está com medo. Mas só Ethan sabe o que aquilo realmente significa.

    Os prédios. O ar. O chão onde andam. Tudo parece estar contra os urathas agora. Os passos grudam e escorregam. A chuva é agora carrega por um vento malicioso e frio sempre contra eles. Os caminhos parecem mudar enquanto eles andam e Asia tem que mudar de direção mais de uma vez. Até mesmo forçando passagem com todos juntos por cima de barreiras de tijolos. Por dentro delas se necessário. É impossível se guiar.

    Mas finalmente um espaço aberto. Um parque. Árvores e lampadas. Bancos de ferro e grama. Sombras sob a luz da lua. Das luas. Ela faz com o focinho que deveriam continuar por ali. Ela parece aliviada por um instante. Saber que está no caminho certo. Ela é a primeira a correr. Rosnando. Os olhos furiosos como se visse um inimigo no lugar vazio. Mas Ethan mais que os outros sabe que tudo que vêem é inimigo. No momento cada espírito está contra eles.

    Os algozes seguem em frente. Os algozes vêem o parte de olhos vermelhos bem a frente. A forma da guerra. As pinturas no pelo. As marcas. O corpo forte curvado pronto para a atacar. Entre as árvores do parque eles estão mais vulneráveis do que nunca. Ali cada folha está contra eles. Raízes reais saindo do chão para pegá-los. A grama dançando afiada, cortando e furando seus pés. Uma onda de espinheiro sai dos pés do uratha corrompido. Famintos por sangue.

    Connor sabe que pode usar Ethan como escudo para atravessar o espinheiro. Axel sabe exatamente o que Connor está pensando.

    OFF:
    Além dos testes que quiserem pra mais um combate, todos começam sendo agarrados e precisam de 1 sucesso em força+briga para agir normalmente.

    Todos tomam dois de dano letal por turno.

    To chamando o teste que fizeram antes de vigor mais instinto primitivo.

    ----

    O irraka sente seu corpo ser erguido do chão e batido nele de novo. Tudo que vê é a parte de dentro daquela boca. Nada. Vazio.

    Braços fortes como aço se fecham sobre suas patas. Impossíveis de mover. Os ossos estalando nas patas. Os pensamentos parecem fugir dá cabeça de Shaw. Só dor. Dor e confusão.

    A pressão diminui. O sangue escorre quente pelo rosto. O cheiro do próprio sangue invade as narinas. Finalmente ele consegue pensar o bastante para sentir medo.

    Uma parede bate rápido demais nas suas costas.

    Os olhos só podem ver vermelho. Só um deles pode ver. O outro destruído por um dente afiado. Amy está novamente na forma de guerra. Por trás do outro gauru. Ele está abaixada, as mãos afundadas nas pernas do uratha maior. A boca fechada na sua virilha. Ela se esforça para trazê-lo a baixo, mas ele é forte demais. Além de não sentir dor nenhuma. Ele fala com uma voz doce. Uma língua estranha. Ela redobra a ferocidade do ataque lutando contra a fúria.

    As patas de Shaw estão funcionando, por mais que doam como se tivessem em chamas. Seus companheiros de alcateia se afastam. Mas não estão seguros.

    OFF:
    Acabaram os testes de briga
    Ankou
    Mutante
    Ankou
    Mutante

    Mensagens : 605
    Reputação : 17

    Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado - Página 3 Empty Re: Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado

    Mensagem por Ankou em Qui Nov 19, 2020 8:27 pm






    PThwhox.png

    Connor corre na frente, mas sempre com um olho em Asia e constantemente virando a cabeça pra observar Ethan, ele escuta o uivo, mas ele não tem certeza do que significa – Nós declaramos guerra com um tiro e eles com um uivo, isso é tão patético. – Ele para, visivelmente insatisfeito e se volta pra Ethan. – Uivo da Morte, uiva de volta, mostra pra eles que você não se importa da sua carne estar rasgada, faz o coração deles tremer, avisa que a gente tá chegando trazendo a paz eterna. – Uivo da Morte não existia, ninguém nunca tinha dado um nome pra Ethan até agora.

    Ele espera o comando ser obedecido e segue, não se importa ou se aproxima dos espíritos, ele quer terminar aquilo o mais rápido que pode. A cada instante as coisas ficam cada vez mais claras, a parede de espinhos Ethan virando uma “escada” era o que os poderes do luno o avisavam, mas ele contraria tudo aquilo, ele tromba em Ethan numa tentativa de tirar ele do caminho e contraria todos os instintos de usar o corpo do Ithaeur pra passar pela coisa, a cena que se segue é grotesca pela quantidade de sangue, pedaços de músculos e pelo que ficam presos as vinhas, ele avança entregue a dor sem se importar com o próprio corpo, normalmente a expressão seria de pura dor, mas a coisa toda cheia de espetos e navalhas pareciam mais irritar do que doer.

    A forma dele muda dentro das vinhas e o Gauru era assustador, não era apenas gigantesco mas havia algo muito pior e indiscernível, olhar pra ele instilava medo até mesmo pra alcateia, eles sabiam que ele nunca apelava pra forma de guerra, quase como se ele mesmo tivesse medo dela, havia algo de muito errado ou perigoso demais naquela situação.

    Ele caminha em direção a Olhos Vermelhos deixando um rastro de sangue e pedaços pequenos do corpo que o Gauru teimavam em regenerar, ele ruge e enfia o pé no peito dela fazendo força pra ela ir ao chão se aproveitando de seu tamanho, a garra esquerda desce em direção a garganda e parte da cabeça dela a direita em direção ao tórax e ele bate ao mesmo tempo em que tira o pé de cima, fazendo ela rolar metro e mais metros ao chão.

    Ele parece não se importar, dá pra ver a expressão da loucura e ódio na face dele, mas essa não era a expressão padrão do gauru? – Uivo... Fora... Das...Vinhas... – A voz difícil de sair como se fosse uma pitada cansada de humanidade dentro daquele monstro dizendo pra Ethan que aquela luta não era dele.

    Ele continua caminhando como um rolo compressor em direção a uratha enlouquecida, tão assustadoramente sereno ao mesmo tempo que parecia pronto pra explodir em uma espiral de ódio, loucura e carnificina.

    Off:
    Gastei um de força de vontade pra alcançar o sucesso no teste de vigor (4 em Urshul) + instinto primitivo e não prejudicar o Ethan, isso ativou o Aspecto do Primogênito.
    Abaixo segue a rolagem da explosão do 10 no teste se necessário.
    O empurrão é fluffy mas se quiser pode lascar o dano no Connor e tirar o Ethan fora da área das vinhas.
    @Dycleal Ethan ganhou um nominho, como nem vc ou o narrador escolheram até agora, então que se lasquem, faça uma cena bonitona.
    Killer Instinct ativado na cena.
    Ankou efetuou 1 lançamento(s) de dados Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado - Página 3 D10 (d10.) :
    5

    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4557
    Reputação : 348
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado - Página 3 Empty Re: Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado

    Mensagem por Bravos em Sab Nov 21, 2020 10:40 am




    Axel Brown

    Avançavam lutando contra tudo e contra todos. Lobo Partido via imagens terríveis em janelas. Ao mesmo tempo repulsivas e chamativas. Ele não queria aquilo. Talvez ele quisesse. Balançava a cabeça veementemente tentando desfazer aquelas imagens. O que Connor teria a ver com aquilo? Sabia a resposta, preferia ignorar.

    Asia os guiava em caminhos ilógicos e parecia tão perdida quanto qualquer um deles. Mas eles tinham que confiar nela. E em Ethan. Finalmente chegaram a um parque, que usualmente seria um local mais agradável para todos, mas aquele estava, como tudo ali, contra eles. Mesmo as vinhas os agarravam e Lobo Partido esforçou-se para não se deixar prender. Olhos Vermelhos estava ali. Uma dos uratha perdidos. O elodoth sentia um ímpeto de sacrificar seu amigo, mas o soterrou profundo na alma. Eles deveriam lutar juntos. Quando Connor avançou contra o outro gauru, Lobo Partido sentiu um outro ímpeto, que lhe parecia mais natural: complementar.

    Por isso, correu pela direita, passando por trás e ainda à distância de Connor. Ele só se aproximaria quando o rahu já estivesse golpeando Olhos Vermelhos e, aproveitando que ela estaria ocupada, Lobo Partido avançaria com sua bocarra, mordendo seu braço, pronto a parti-lo.

    Rolei os dados para largar as vinhas e se for preciso para atacar, se tiver sucesso, quero dar Arm Wrack na lobisoma Rolling Eyes a gente vai morrê






    Faor
    Tecnocrata
    Faor
    Tecnocrata

    Mensagens : 401
    Reputação : 10

    Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado - Página 3 Empty Re: Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado

    Mensagem por Faor em Seg Nov 23, 2020 9:55 am






    Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado - Página 3 268_2610



    Infectado escreveu:"Porque filho? Eu não entendo..."

    - Não pode ... - Não tem o que pensar, não tem tempo. Ele sabe que está sendo mastigado, a coisa não para. Shaw não reconhece posição, referência, nada. Mas o nada não deveria doer tanto!

    - Porque filho? Eu não entendo... - Shaw tenta responder protestando, mas a respiração só reforça o óbvio: ele é um saco de sangue, incapaz de se  mover. Ossos e músculos destroçados. Mas é erguido novamente, tudo outra vez. As patas ardem quando a pressão diminui. O cheiro do próprio sangue ajuda a recuperar a consciência. E isso não ajuda em nada.

    A visão só traz terror. O corpo mal se sustenta. - Algozes. - Ele sente os irmãos mas agora só gostaria de poder pedir socorro. Não pode ajudar em nada. - Amy.

    O corpo em chamas se alonga e se move na direção daquela coisa. Amy está tentando prender e arrancar as pernas. Shaw se sente incapaz de correr e o desespero faz o sangue ferver. Mas o lobo avança com alguma firmeza e sente a pele rasgando ainda mais enquanto se projeta para o alto. Alcançar a forma de guerra intensifica todas as dores ao mesmo tempo que liberta. O salto não foi longo mas Shaw quer derrubar o desgraçado, enquanto Amy está agarrada e atacando a base dele.

    OFF:

    No turno anterior, foi considerado o Eviscerate? Imagino que sim, por isso o gasto já está computado:
    Essência até aqui: 04
    Dano letal: 07

    No tópico de rolagens vou refazer o teste de Perseverança + Instinto Primitivo - gastando o re roll.
    A intenção do ataque é conseguir alguma vantagem atacando em conjunto com a Amy. A manobra Broaden do Tactical Shifting não vai dar dano no Gauru mas eu estou usando isso com ideia de derrubá-lo para tentar sustentar o ataque.

    Eu não tenho clareza se Shaw absorve o dano letal ao se transformar ou se só os próximos serão absorvidos a cada turno. Estou considerando que ele se recupera de alguma formas, mas se eu estiver fazendo besteira, favor avisar. O bicho não precisa da minha ajuda para matar o Shaw...

    Eu procurei rapidamente e vi colegas usando Força de Vontade para ganhar 3 dados num teste de Briga. Farei o mesmo aqui, qualquer problema, favor avisar. Vi que dependendo da surra que se leva, deveria gastar Força de Vontade simplesmente para seguir agindo, então...

    Por fim, vou fazer o teste de Força + Briga e provavelmente vou tentar o Eviscerate na sequência para ampliar o efeito. Neste turno em Gauru, não usarei o Hit and Run.




    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco
    GodsCorpse
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2264
    Reputação : 52
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado - Página 3 Empty Re: Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado

    Mensagem por GodsCorpse em Qua Nov 25, 2020 8:21 pm


        
           
           
        

               

               
    Franco está trajando uma blusa branca de linho e um kevlar, calças e botas escuras.
                   

    Ficha


                   
    • Essência Atual: 10/10.

               

           

               

    Olhos do quê?! - Franco respondia em quase um grito enquanto corria pelo chão maleável. Água fria, chuva fraca. Prédios, então parque - Não se preocupa chefe, eu tenho um em resposta também.


               

    Se tudo que havia visto e compreendido da situação, esses lobos estão sob controle, estão consumidos pelo vácuo, pelo vazio, pelo nada... Lobos são apenas os instintos que os guiam. Eles uivaram, porque o instinto dita na caça, mas eles estão longe de serem os lobos que deveriam ser. Ele mostraria um uivo de verdade, e uivou de volta. Foi só um momento, um grito de resposta. Para afugentar. Para enlouquecer. Para afugentar. Para intimidar.


               

    E ali estava em frente, em forma de guerra, pintado, pronto para o ataque. Maldito seja - Oh esses olh... MERDA PUTO! - gritou enquanto se desfazia das vinhas que rasgavam-lhe a pele. E a frente, Connor se transformava para equilibrar o campo.... Merda, como o desgraçado fazia uma sombra gigante...


               

    Franco lembrava dos tentáculos aos corações de prata... Havia resistência... Deixem-nos lutar - Asia! Lutar ou Correr?! Temos que cortar a raiz! - Franco insistia, contra todos instintos, se manter em hishu. Lutar era muito fácil, e os pesadelos insistiam que havia uma solução, uma que todo mundo iria para casa ainda.


           
    Conteúdo patrocinado


    Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado - Página 3 Empty Re: Siskur Dah - A Infecção do Vazio Estrelado

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Nov 29, 2020 10:53 am