Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Hylian
    Troubleshooter
    Hylian
    Troubleshooter

    Mensagens : 771
    Reputação : 104
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Hylian em Seg Out 12, 2020 2:10 pm









    Este é o Meu Pecado ...




    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... YfwQoWh


    @Mystic Stranger @Raijecki @Bravos

    31 de Agosto de 2019 D.GH
    Estação: Outono, Temperatura: 5ºC, Previsão: ---
    Localização: A Grande Floresta de Payon.


    OS PROTAGONISTAS:



    Aaron



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 16
    Armaduras 03
    Classe: Mercador
    Dano Base: 1D4
    Experiência: 05/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 14/14
    Zeny$: 150

    Aaron Digby


    Whixa



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 18
    Armaduras 02
    Classe: Noviço
    Dano Base: 1D6
    Experiência: 05/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 05/09
    Zeny$: 150

    Whixander Vaee


    Violet



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 19
    Armaduras 01
    Classe: Gatuno
    Dano Base: 1D8
    Experiência: 05/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 07/11
    Zeny$: 150

    Violet Hallan



    OS VÍNCULOS:


    Hergos



    Saúde: Incomum
    Pontos de Vida: ---
    Armaduras ---
    Classe: Espadachim
    Dano Base: ---
    Experiência: 00/00
    Nível: --- +1
    Carga Máxima: ---
    Zeny$: 0


    Marin



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: ---
    Armaduras ---
    Classe: Feiticeira
    Dano Base: ---
    Experiência: 00/00 +1
    Nível: ---
    Carga Máxima: 06/07
    Zeny$: ---









    TODOS



    Tanto tempo eles vagaram sem rumo como se pouco existissem. Talvez estivessem mortos realmente, pois não estavam lúcidos, e é possível que jamais se lembrassem de qualquer coisa que pudesse ter acontecido depois que deixaram a grande torre de Geffen, eu me arrisco dizer que deixaram aquele lugar sem se quer terem a mais pura noção do que aconteceu com a cidade mágica há dois mil e vinte anos atrás...

    Por um momento eu sucumbi ao total desespero, mas os encontrei e eles estão vivos, sim vivos, mergulhados em um longo e profundo sono, provavelmente vagam na calmaria de seus devaneios, esbarrando em suas melhores e mais bonitas memórias e eu me pergunto, eles se lembram de mim? Eles se lembram de quem realmente são?


    Eles se lembram de seus pecados?


    O Grupo que vagava quase sem rumo por onde quer que estivessem nos últimos vinte anos, sentiram ao mesmo tempo seus corpos serem atirados com violência por algo invisível, então sentiram um impacto doloroso em suas barrigas que os trouxeram de volta de seus sonhos e pesadelos, mas era impossível enxergar, escutar ou mesmo sentir qualquer coisa, era como se estivessem mergulhados no mais baixo nível do oceano profundo, embora não sentissem água.

    Finalmente uma luz que quase os cegava atingiu seus olhos obrigando-os a levarem as mãos sobre o rosto para se protegerem. Cada um sentiu seus corpos caindo sobre um “chão” sólido, finalmente algo sólido, depois de tanto tempo flutuando em “nada”. Sentiram um doce aroma muito agradável que Aaron identificou no exato momento em que suas narinas cultivaram aquele odor, era a Floresta Élfica de Payon. Aaron concluiu que se estavam nos domínios de Payon, não estavam longe das terras e mares de Alberta, sua terra natal.

    Finalmente tão bem quando todos puderam abrir os olhos, não tiveram tempo de se entreolhar, e tão pouco puderam contemplar o cenário bonito que dava boas-vindas. O característico som abafado de um punhal perfurando carne fresca fez com que cada um deles ficassem alerta e buscassem por quem quer que fosse a vítima entre eles. Hergos era o único que não possuía carne em seu corpo, portanto estava salvo. Finalmente o corpo atingido desabou diante deles com um baque surdo sobre as folhagens verdes ao pé de um salgueiro que se destacava das outras árvores por seu tamanho.

    Marin, a feiticeira possuía um punhal cravado em seu peito no exato local de seu coração. Ela tão pouco pudera ver a luz de novo, ouvir o canto dos passarinhos, ou mesmo cultivar o aroma da floresta, seus olhos enegreceram. O punhal estava envenenado e aqueles poucos segundos eram suficientes para que  o veneno entrasse na corrente sanguínea da maga e Violet, mais do que ninguém ali, sabia disso e também tinha consciência de que ao se aproximar do corpo quase sem vida, aquele veneno pertencia a  Morroc, embora ela nunca tivesse visto antes, exceto nas adagas que perfuraram o corpo de Leones.

    Quando Violet decidira pela única atitude plausível ali que era retirar o punhal do corpo daquela que talvez fosse sua irmã, ela sentiu sua cabeça latejar, um gosto amargo dominou seu paladar e de repente ela já não estava mais na floresta, pelo menos não mentalmente. Suas memórias vieram com força como tapas que desejavam fazê-la acordar a qualquer custo.






    VIOLET





    Em sua memória ela vagava, mas não sem rumo, ela tinha um desejo de puro ódio, estava dominada por um sentimento que jamais imaginou que alguém pudesse chegar a tanto. Diante dela estava uma das entradas de Payon, curiosamente a mesma que a Violet do presente entrou com seus amigos há vinte anos atrás. Haviam dois guardas ali e um deles ao notar sua presença aproximou-se sem perceber com quem estava falando.

    Mostre seu rosto e o que vem fazer no reino de Gef...

    Com um rápido ataque utilizando-se de uma adaga de lâmina perfurante, o homem caiu de joelhos diante da princesa do deserto, ele não podia respirar, pois tinha sua garganta cortada formando uma segunda boca abaixo de seu queixo. O outro saldado ao assistir aquela cena horrenda se colocou a correr, mas nem mesmo chegara no grande portão, pois foi morto com duas shurikens que com maestria atingiram seu crâneo e ele caiu sem vida.

    Gritos, desespero, correrias eram ouvidos no interior das muralhas de Geffen. Geffen, o reino mágico estava sendo invadida e atacada da maneira mais vil e covarde que se poderia imaginar. Violet ao finalmente entrar no reino, podia ouvir os barulhos dos tiros de um mosquete atingindo suas vítimas e flechas que eram disparadas sem dó ou piedade para qualquer um, não apenas magos e bruxos, mas também crianças, mulheres e outros civis pagaram com a vida, afinal...


    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... YKZ0Gqu
    Olho por olho...







    TODOS





    Violet sentiu seu corpo ser empurrado e ela voltou de seu transe antes talvez do que gostaria. Hergos a havia empurrado não muito forte, mas o suficiente para que a gatuna largasse o punhal e voltasse a realidade. A feição facial de Hergos estava mudada e seus olhar diferente de uma maneira que ninguém jamais viu ali.

    Hergos... – gemeu Marin que lutava pela vida esforçando-se para levantar o braço na direção do boneco.

    Naquele momento era possível ouvir passos pesados de um grupo de cavalos que se aproximavam daquele lugar, era difícil contar, mas pelo barulho poderia ter mais de dez aproximando-se deles.

    Meu nome não é Hergos e vocês sabem disso... – Retrucou o boneco tão sério quanto jamais fora antes.

    Hergos aproximou-se ainda mais de Marin e com o pé direito pisou sobre o punhal cravado no peito da maga. – Desculpe, Marin, mas esta vingança deve ter fim! – e com a força que tinha fez com que o punhal terminasse de perfurar o corpo da feiticeira e sua vida esvair como a de um inseto qualquer. Antes mesmo que os outros pudessem ter qualquer reação, o boneco pegou a esfera vermelha que acompanhava Marin onde quer que fosse e pulou para longe num salto mortal e fugiu desaparecendo na mata fechada.

    O corpo de Marin ficou finalmente preto como carvão e então pegou fogo parecendo uma grande fogueira até que finalmente ele foi reduzido em cinzas, e não havia mais corpo algum, exceto...

    O choro de um bebê que ecoou pela floresta...

    Pelo menos vinte flechas eram apontadas para os trios de protagonistas e eles se viram rodeados por vários elfos de Payon soldados que os olhavam com cautela até que um deles, o líder aproximou-se.


    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... HnCwlAk
    O Líder


    Ora, ora... O que temos aqui? – Brincou ele maldosamente – Três forasteiros, não... Quatro, o que é isso? – ele aproximou-se das cinzas espalhando-as com o pé – Um bebê?! – ele assustado tentando entender o que ali se passou e olhou para Violet e Whixa como se esperasse uma resposta – Qual das duas imundas se atreveu a sujar nossas florestas ao dar a luz?!

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... YKZ0Gqu Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... YKZ0Gqu – disse um dos soldados apontando para o único cadáver que ali havia, o corpo de Leones.

    Um bruxo?! – vociferou o líder enojado – Como pode existir bruxos? Eles foram extintos de nossas terras há mais de mil anos! EXPLIQUEM-SE! – Ele voltou a olhar para o trio de protagonistas exigindo uma resposta!







    Infos - OFF escreveu:
    Capítulo novo, vida nova! (ou não?)

    VocÊs precisam distribuir os pontos ganhos por evoluirem de nível, queridos e me dizerem para que eu atualize as fichas de vocês!

    Caso não tenha ficado claro, passou-se 20 anos depois que vocês se teletransportaram de Geffen. Para vocês o sentimento que ficou foi de que não passou mais do que poucas horas de sono, então o único indicio de que passou-se muitos anos será que vocês envelheceram durante esse tempo todo, embora os humanos de Midgard não envelheçam na mesma rapidez que nós mortais do mundo real... Fisicamente é como se vocês tivessem envelhecido não mais do que 10 anos.

    Avançar de Nível escreveu:AVANÇAR DE NÍVEL
    Quando acampar e possuir uma quantidade de XP igual ou superior ao dobro do seu nível atual + 8, você poderá refletir a respeito de suas experiências e subir de nível. Faça o seguinte:
    • Gaste o dobro do seu nível atual +8 de XP.
    • Aumente seu nível em 1.
    • Escolha um atributo e o aumente em 1. Em seguida, se for o caso, ajuste o modificador.
    • Pegue uma habilidade avançada de sua classe, raça ou genérica.


    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi
    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 164
    Reputação : 60

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Mystic Stranger em Sex Out 16, 2020 10:37 am






    Violet, a gatuna

    Após um tempo flutuando e em um sono profundo, quando finalmente seu corpo pesou e finalmente pode sentir a gravidade reagindo contra seu corpo. Violet, se sentiu mais tranquila. Aquela viagem, pelas asas da borboleta de Marin fora completamente estranha. Pareciam ter mergulhado em um mar feito de nada, mesmo que não tivesse demorado tanto assim aquela viagem.

    Mas esse pequeno tempo de paz não durou, e agora que podia abrir seus olhos e admira a sua volta, a primeira coisa que seus olhos veem é o corpo de Marin se estatelar em cima da vegetação. Sua única reação foi de se levantar e ir até a mulher, que havia os tirado da Torre. Ao constatar que essa tinha um punhal em seu coração e seus olhos jaziam sem a luz da vida, a ladra só pode lamentar o ocorrido. - Que Hel a receba bem em seu lar. - E para analisar melhor e tomar posse daquele punhal, Violet  tentou retirá-lo do corpo, mas ao tocar aquele objeto. Sua mente foi mais uma vez invadida por memórias, que não sabia que estavam lá.

    Em sua memória ela parecia está atrás de vingança, matava sem nenhum pingo de arrependimento. Gritos, sangue e muita correria pelo local. Ninguém era poupado do seu ódio, da sua busca por vingança. Quem havia morrido para lhe deixar assim, cega e com sede de sangue?

    Violet voltou a si depois de alguém esbarrar em si, era Hergos, que tinha a empurrado e ela acabou soltando o punhal. Hergos tinha as feições diferente, um vinco se formou na tes de Violet. “O que estava acontecendo?” ela se sentia totalmente perdida naquele momento, Hergos estava mudado na fisionomia e também nas atitudes. Violet não conseguiu reagir a tempo e após terminar o trabalho, ele se foi levando consigo a esfera. E como não bastasse Hergos agindo de uma forma estranha, o como de Marin agora se desmanchava em cinzas, para logo depois virar um bebe.

    -MAS QUE MERDA ESTÁ ACONTECENDO AQUI? - Ela se encuentra totalmente perdida naquela situação. Flechas então eram apontadas na direção deles e acabavam de entrar em mais uma enrascada. - Whixa, acho que você não está rezando direito. A gente só entra em emboscadas desde que começamos essa missão.

    Violet então se levantou de mãos para o alto, mostrando que não ia reagir. -Sou Violet de Marroc, estamos procurando Tartan de Payon. Existe algo que precisa ser discutido apenas com ele.

    Nivel:
    Quero aumentar um ponto em Inteligência de 5 para 6.

    Habilidade nova

    LEQUE DE FACAS
    Quando disparar armas de arremesso com munição, você pode gastar munição para atingir todos os seres em uma área. Se disparar dessa forma contra um grupo de criaturas, simplesmente cause seu dano dobrado.






    Raijecki
    Adepto da Virtualidade
    Raijecki
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1561
    Reputação : 123
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Raijecki em Sab Out 17, 2020 3:28 pm






    Whixa Vaae, a Noviça Rebelde


    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... QApfyp1

    ***

    - Marin! - Gritava a noviça, logo após despertar de um mar profundo de memórias e momentos marcantes e horripilantes. Ela ainda tentava se recompor após o choque com o gramado quando Hergos se dirigia até suas supostas irmãs e tirando Violet do caminho, finalizava Marin sem dó nem piedade, fugindo com a esfera vermelha de Marin logo em seguida.

    - NÃOOOO! COVARDE! MALDITO!!!! - Ela esperneava e engatinhava - ainda sem forças para ficar de pé - até os restos mortais de Marin. Quando de fato os atingia, tinha uma surpresa ainda maior, pois o uma pequena explosão acontecia - a cegando momentaneamente - e no lugar do que deveria haver um corpo falecido, jazia um bebê que chorava como se a pouco tivesse nascido.

    - Mas o que infernos está acontecendo???!!! - Ela repetia para si mesma, enquanto suas lágrimas escorriam livres e salgadas por seu rosto. Então várias flechas surgiam apontadas para ela e seus colegas aventureiros, e imediatamente ela segurava o bebê em seus braços, no típico movimento de reflexo de proteção, o que em seguida se provava uma ação acertada.

    Eram pelo menos vinte elfos de Payon - o que provava que pelo menos o portal teria funcionado - e seu líder pisava nas cinzas carbonizadas junto aos trapos de Marin e com uma atitude ofensiva e agressiva tentava intimidar Whixa e os demais, os perguntando - praticamente interrogando - em como ousavam dar a luz em seu território. Eles também tinham suas atenções voltadas para o corpo - em situação decrépita - de Leones, e demonstravam uma grande preocupação por ter um mago junto aos interrogados.

    - Ah! Leones! - Whixa se levantava abruptamente com o bebê em mãos e seguia até o corpo do antigo arquimago, ignorando os guardas - e Violet, a gatuna - elfos, que ainda tentavam entender - assim como eles próprios -  o que estava acontecendo.

    - Nem tudo deu errado! Ainda posso tentar falar com ele! - Ela dizia, totalmente desesperada á seus amigos. - Segure o bebê, Aaron seu inútil! - Ela então entregava o a criança ao mercador - que Whixa nem notara que tinha envelhecido consideravelmente - e tentava invocar sua magia de falar com os mortos.

    Avanço de Nível:


    • Vou aumentar minha INT em +1, ficando assim com 9.
    • Escolho ter a habilidade avançada:

    MEU DEUS ME PROTEGERÁ

    Quando comungar, perca toda a Fé que possuía e ganhe Fé 1. Quando você ou um aliado sofrer dano, você pode gastar Fé para invocar seu deus. Ele irá intervir através de uma manifestação de seu Domínio e negará todo o dano.

    Off:

    CONJURAR FEITIÇO (INT)

    Quando conjurar um feitiço preparado, role +INT. Com 10+, o feitiço é conjurado com sucesso. Com 7-9, o feitiço é conjurado, mas escolha um:

    • Você atrai atenção indesejada ou se coloca em perigo.
    • Adicione o rótulo demorado ao feitiço. Se ele já tiver o rótulo demorado, substitua pelo rótulo muito demorado.
    • Você recebe uma debilidade à escolha do Mestre. Caso já possua todas as debilidades, você não pode escolher essa opção.

    Falar com os Mortos

    Um cadáver dialoga rapidamente com você, respondendo a até três perguntas com todo o conhecimento que ele tinha em vida e aquele que adquiriu após a morte. Depois disso, não é possível voltar a perturbar o mesmo cadáver.






    Raijecki
    Adepto da Virtualidade
    Raijecki
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1561
    Reputação : 123
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Raijecki em Sab Out 17, 2020 3:28 pm

    Teste de CONJURAR FEITIÇO (+ 2 INT):

    Raijecki efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    4 , 1
    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi
    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 164
    Reputação : 60

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Mystic Stranger em Ter Out 20, 2020 3:14 pm

    Teste lembrar
    Mystic Stranger efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    4 , 1
    Raijecki
    Adepto da Virtualidade
    Raijecki
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1561
    Reputação : 123
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Raijecki em Ter Out 20, 2020 8:08 pm

    1º Teste de "Lembrar" (+2 INT +2 Escolástico):

    Raijecki efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    4 , 6

    2º Teste de "Lembrar" (+2 INT +2 Escolástico):

    Raijecki efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    5 , 4

    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4560
    Reputação : 348
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Bravos em Qua Out 21, 2020 11:58 am






    Aaron, o Mercador

    Olhou os olhos de Violet passando ao seu lado e então... A coisa toda começou a desmoronar, ele correu enquanto sua arma caía duma altura sem fim. Então eles eram levados pela magia a flutuar... A coisa pareceu acontecer toda fora do tempo, quando de volta, eles estavam em outro lugar. Aaron reconheceu o perfume das terras de Payon. - Estamos em Payon... - Disse tão baixo que só ele mesmo poderia ter escutado.

    Ainda se levantava enquanto Violet se aproximava de Marin, ferida de morte. Praticamente sem entender sentiu seus olhos encherem de água para depois se arregalarem confusos ao ver o empurrão de Hergos deu na ladina. - HERGOS, NÃO! - Mas era pior, ele pisou sobre a adaga, terminando a pouca vida que restava a Marin. - NÃO! - Aaron voltou a cair de joelhos, impotente diante daquilo. Havia sido ele mesmo quem havia desenhado aquele robô? Era culpa dele, então?

    Aaron só voltou a se mover quando Whixa lhe deu o bebê que surgira da morte de Marin nos braços. O mercador pega a criança nos braços e se ergue, enquanto eles são ameaçados por elfos. Depois que Violet anuncia que estão buscando Tartan, Aaron aproveita a deixa: - Sim, ele nos conhece. Estamos todos confusos e um pouco desnorteados. Solicitamos que nos dê o que beber e o que comer e ai então poderemos explicar tudo a Tartan. Nos conhecemos de muito tempo, diga-lhe que Aaron está aqui. - Arriscou, sem saber como seu nome seria recebido pelo arqueiro.

    Vou aumentar minha Constituição para 5, ficando com CON +1 agora.

    Vou pegar a Habilidade Multiclasse Armadilha Engenhosa que me dá a Habilidade Montar Armadilha:

    MONTAR ARMADILHA (INT)
    Você se especializou no uso de armadilhas para caçar suas presas. Quando gastar um tempo montando uma armadilha, gaste um uso de materiais de armadilha, diga como ela é ativada e escolha dois itens da lista:

    • A armadilha causa dano.
    • A armadilha dispara um alarme barulhento.
    • A vítima fica presa até que consiga quebrar a armadilha ou seja liberta.
    • A vítima é aleijada e tem dificuldade para se locomover até que seja curada.

    Quando uma vítima cair na sua armadilha, role +INT. Com 10+, os dois efeitos são verdadeiros. Com 7-9, apenas um deles, escolha qual.

    ---

    1º Lembrar (INT) +2
    Bravos efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    2 , 6

    2º Lembrar (INT) +2
    Bravos efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    1 , 6

    Evitar o Perigo (CAR) +1
    Bravos efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    3 , 5






    Hylian
    Troubleshooter
    Hylian
    Troubleshooter

    Mensagens : 771
    Reputação : 104
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Hylian em Sex Out 23, 2020 2:57 pm









    Este é o Meu Pecado ...




    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... YfwQoWh


    @Mystic Stranger @Raijecki @Bravos

    31 de Agosto de 2019 D.GH
    Estação: Outono, Temperatura: 5ºC, Previsão: ---
    Localização: A Grande Floresta de Payon.


    OS PROTAGONISTAS:



    Aaron



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 16
    Armaduras 03
    Classe: Mercador
    Dano Base: 1D4
    Experiência: 08/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 14/14
    Zeny$: 150

    Aaron Digby


    Whixa



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 18
    Armaduras 02
    Classe: Noviço
    Dano Base: 1D6
    Experiência: 08/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 05/09
    Zeny$: 150

    Whixander Vaee


    Violet



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 19
    Armaduras 01
    Classe: Gatuno
    Dano Base: 1D8
    Experiência: 08/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 07/11
    Zeny$: 150

    Violet Hallan



    OS VÍNCULOS:


    Hergos



    Saúde: Incomum
    Pontos de Vida: ---
    Armaduras ---
    Classe: Espadachim
    Dano Base: ---
    Experiência: 00/00
    Nível: --- +1
    Carga Máxima: ---
    Zeny$: 0


    Marin



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: ---
    Armaduras ---
    Classe: Feiticeira
    Dano Base: ---
    Experiência: 08/00 +1
    Nível: ---
    Carga Máxima: 06/07
    Zeny$: ---









    TODOS




    A atitude de Hergos levantou muitas indagações e suspeitas por parte do resto do grupo. Teria o criador responsabilidade nas ações de sua criação, ou não? Já não era mais possível ouvir Hergos quando ele desapareceu entre a mata fechada, quando naquele segundo o grupo de elfos aparecera diante daqueles que ficaram.

    Tartan? – perguntou-se o Líder encarando Violet com um olhar malicioso, um misto de curiosidade com ira era possível ver surgir em sua expressão facial – Algo que precisa ser discutido apenas com ele? Não me faça rir, Tartan hoje é apenas um “morto-vivo”, em estado vegetativo consumido pela maldição que o encarcerou há mais de mil anos... Todos riam! – ele ordenou e o grupo todo forçou uma gargalhada sem baixar a guarda – Você me parece muito alguém, uma doce dama de um conto antigo que eu li há muito tempo... – O líder aproximou-se do rosto de Violet até quase tocarem a ponta do nariz – Tão bela quanto o deserto...

    O líder se via interrompido pela a atitude nada sensata de Whixa que se levantou, ignorando a ameaça eminente e segura de si resolvera dar por fim algumas duvidas que incomodavam o grupo. A noviça tocou o corpo sem vida de Leones e a princípio era como tocar um corpo gélido qualquer, mas não demorou muito para que seus ouvidos deixassem de escutar os demais e seus sentidos como um todo focassem completamente em uma comunicação com aquele que outrora governara o reino mágico de Geffen.





    WHIXA




    Spoiler:

    Arcebispa, Whixa! – cumprimentou o Arquimago Leones beijando-lhe sua mão cordialmente, abaixando sua cabeça em sinal de respeito, afinal, embora estivessem em mesmo nível hierárquico para com o reino dos  homens, Whixa ocupava o cargo mais próximo dos deuses e isso era levado muito em consideração – A que devo o prazer de sua visita? – ele levantou o rosto encarando-a nos olhos enquanto esperava a resposta.

    Quem te matou, Leones? – perguntou Whixa.

    Imaginei que esta seria a primeira pergunta! – comentou Leones ao se levantar – Mas acho curioso que você me faça essa pergunta quando, em realidade, você viu quem me matou...

    Whixa lembrara-se de uma de suas ultimas lembranças que a chocara de forma indescritível. Nem bem sua carruagem cessou diante dos portões da cidade mágica, a Arcebispa pulou flita para fora. Geffen estava em chamadas, parcialmente destruída. A grande muralha que protegia a cidade não cumprira seu papel e todos os quatro grandes portões que levavam a quatro diferentes direções jaziam abandonados e destruídos. A religiosa correu para dentro do reino o mais rápido que era possível fazê-lo, desejando que os deuses lhe dessem uma velocidade sobre-humana, ainda que talvez fosse pedir demais.

    Já vários cadáveres de civis, mulheres e crianças caídos sem vida sobre as várias estradas de pedra que compunham o reino. Casebres e casas maiores quase todas em ruínas. Whxia poia ouvir choros, gritos e pedidos por misericórdia, mas a energia que era emanada por três pontos principais, ela tinha consciência de que não estavam ali para poupar nenhuma só vida.

    Ouvira flechas sendo atiradas para todos os cantos, corpos perfurados tanto por flechas, quanto por adagas e até mesmo muitos deles foram baleados. Naquele momento enquanto corria para a grande praça central onde existia a Escola de Geffênia, Whixa escutou vários tiros disparados de um mosquete, ela não tinha duvidas só poderia ser ele, Aaron Digby que ao lado de seus homens montava o que parecia ser uma grande e poderosa catapulta que trazia consigo a bandeira do reino de Alberta. Vários outros homens carregavam uma grande esfera de aço que seria a munição da catapulta, o desejo do governante do reino das águas era claro, a destruição de Geffen.

    O que está fazendo? – Whixa perguntou completamente assustada com tudo aquilo, ela jamais imaginou que pudesse ver Aaron chegar a tal atrocidade.

    Honrando a memória de Gowther... – Aaron resmungou. Ele não estava lidando com a razão, mas perdido nos sentimentos mais perturbados que um ser humano pudesse ter.

    Convencida de que não haveria como ter uma conversa racional com ele, ela correu para dentro da grande torre, talvez no fundo, Whixa tinha certeza de que Aaron não ousaria destruir a torre com ela lá dentro e muito menos com Violet e outro alguem que ela já tinha percebido suas presenças há pouco. Entre gritos e correrias, Whixa se colocou a subir o mais rápido que pode andar por andar, tentando se lembrar de atalhos já que há muito tempo não visitava a torre.
    Então finalmente ela ouviu uma voz infantil:

    Mate-o Violet, mate! Vingue a honra de Gowther!

    Quando Whixa finalmente avançou para dentro da biblioteca, já era tarde. Violet havia lançado a oitava adaga e dado fim pelo sofrimento que o arquimago tivera nos últimos minutos que provavelmente pareceram horas para a vítima.

    O reino da magia deve sucumbir a sua própria destruição... – murmurou Violet incapaz de raciocinar, os olhos avermelhados denotavam uma profunda raiva e desespero que a enlouquecia.

    Então que assim seja! – Exclamou a voz infantil – A partir de agora será proibido o uso de magia não religiosa nas terras dos homens... Marin deve ser encontrada e sentenciada a morte sobre a acusação de traição!

    O que aconteceu em Geffen há dois mil anos? – perguntou Whixa.

    Leones pareceu um tanto quanto resistente em responder tal pergunta, mas não podia se negar a fazê-lo, uma vez que estava sob o efeito da magia de Whixa.

    Um erro, eu devo dizer! – começou ele num tom de voz melancólico, frio – Violet, Aaron e Tartan, sucumbidos pela fúria, ira e o desejo destruidor da vingança não puderam enxergar nada além de sua dor mais profunda. Os três aniquilaram cada um dos cidadãos vivos do reino mágico, nem mesmo crianças foram poupadas tamanha a dor e o ódio que culminavam dentro de si... – Leones parecia suspirar uma profunda tristeza.

    O que esperar de Tartan? – perguntou Whixa por fim.

    O meio irmão de Aaron? Detestável era sua personalidade! – comentou Leones enojado – Nunca gostei e jamais confiei em sua índole, mas devo admitir, o quão curioso era a sua relação com aquele menino, eram tão próximos, tão confidentes e cumplices... O que esperar dele? Certamente deve ser alguém importante para vocês!




    TODOS




    Whixa fora trazida de imediato de volta a sua dura realidade e quando dera por si, o líder asqueroso dos elfos a encarava com uma expressão de profunda fúria e nojo ao mesmo tempo. Ele segurava o cajado da noviça com as duas mãos e logo que notou que a moça voltara a si, um som característico de madeira se rompendo fora a primeira coisa que Whixa ouvira, juntamente com seu cajado se partindo ao meio. O líder atirou o cajado divido em dois para longe e ambas as partes sumiram na vegetação.

    BRUXA! – vociferou ele – Deve queimar no inferno junto com seus antepassados...

    Quando finalmente Aaron resolveu se manifestar, após a insensata atitude da noviça, o líder se distanciou dela, garantido que seus homens a mantivesse sobre a mira de, pelo menos, cinco flechas bem afiadas. O chefe aproximou-se de Aaron olhando-o com curiosidade, até que de repente, seus olhos arregalaram-se.

    Aaron? AARON DIGBY?! – gritou ele como se tivesse visto um fantasma. Os demais elfos começaram a cochichar algo entre si em seu próprio idioma – CALEM-SE! – exigiu o líder e naquele momento aquela área da floresta mergulhou em um silêncio incomodo – O traidor de alberta aqui? Nas minhas mãos? Então vocês são aqueles que há vinte anos fugiram com o grande tesouro de Prontera? E há duas décadas que Porntera faz buscas incansáveis atrás de vocês!  E VOCÊS APARECEM AQUI NO MEU QUINTAL!

    O líder começou a caminhar em círculos ocupado com seus próprios pensamentos gananciosos e o que ele poderia lucrar com aquela situação que lhe caíra como uma dádiva dos deuses. Finalmente, após alguns minutos que pareceram horas ele fez seu pronunciamento – Eu, Kjaack, Regente oficial do reino de Payon sentencio vocês ao calabouço e posteriormente a morte, sobre a acusação de traição, bruxaria e invasão das terras sagradas de Payon!

    Depois ele recitou algumas palavras em seu idioma que nenhum dos três protagonistas fora capaz de interpretar e dois elfos foram o suficiente para amarrarem suas mãos como algemas de modo que não pudessem fugir, mais dois elfos recolheram todo e qualquer pertence separando-os de seus donos, inclusive seus familiares. Aaron, Whixa e Violet foram jogados em uma “jaula” móvel que era guiada por dois cavalos. Dentro desse transporte jazia um dos elfos munido de uma adaga e um arco, preparado para qualquer que fosse a intenção de um dos prisioneiros. Whixa naturalmente ficou responsável por Marin e então a viagem começou...

    Embora guiado por dois cavalos, a jaula dos prisioneiros não atingia velocidades muito altas, de modo que a viagem até o reino de Payon levaria algumas horas como explicado pelo próprio líder que não se comunicaria mais com eles durante a viagem.

    Whixa parecia de alguma forma estranha curtir a sensação maternal que Marin lhe proporcionava, de alguma forma talvez ela já teria sentido isso antes, mas sua cabeça estava confusa, já que não era muito fácil processar tantas revelações que tivera em tão pouco tempo, mas ainda  o seu pouco tempo de vida lhe dera experiência suficiente para não crer tão facilmente em tudo o que lhe  era dito, exceto se dito por um deus. Talvez Leones tenha mentido, era difícil saber.





    WHIXA




    Spoiler:




    “I'll always remember... It was late afternoon, It lasted forever And ended so soon...”


    De novo a noviça havia mergulhado em suas memórias, enquanto tudo o que sentia era o peso do recém-nascido em seus braços. Era um dia chuvoso e entristecido, o céu coberto por uma névoa densa e o vento gélido fazia as maçãs de seu rosto corar, mas Whixa estava protegida no interior de uma confortável carruagem que somente a realeza poderia ter naqueles tempos. Era difícil descrever o que se passava em sua mente naquele momento, mas a arcebispa encontrava-se em declínio total de suas emoções, de seu psicológico, talvez ainda tentasse processar tamanha perda que tivera recentemente. A sua frente, a jovem noviça Yuffaa a olhava com preocupação, mas se quer dissera uma única palavra. Finalmente a carruagem cessou e a portinhola se abriu com o motorista estendendo a mão para que sua majestade pudesse sair. Ele já dispunha de um guarda-chuva para evitar que um único pingo a molhasse.

    Ali, estavam foram do reino de Glast Heim, próximo a um rio, um lugar que Whixa costumava passar certas horas entre estudos e orações. Lá estava um homem, alto, magro e ele era um bruxo já conhecido, mas não era Leones, e sim Ulrich. O homem se virou para a arcebispa, olhando-a com respeito e se ajoelhou para ela educadamente beijando-lhe sua mão.

    Ulrich... – murmurou Whixa quase sem poder falar – As horas passam, o tempo flui e minha vida não durará muito mais do que alguns meses... – Whixa respirou fundo, como se quisesse evitar chorar naquele momento e então continuou da melhor maneira possível – Não há mais esperança para nós, se não para esta pequena, eu preciso que você suma com esta criança, Marin é o nome dela, ela é a esperança de Midgard...

    Marin? A rainha de Geffen? – perguntou Ulrich recebendo o embrulho com o recém-nascido.

    Exatamente! Vinte e quatro horas é o suficiente para que ela atinja a idade que tinha antes de morrer, não mais do que isso... Uma vez que ela chegue nessa idade, suas lembranças virão a tona e ela precisara de você e Lady Griselna para que a guiem e eu lhe peço, Ulrich, eu lhe suplico como alguém que já não tem mais nada a oferecer e muito menos a perder – Whixa colocou-se pela primeira vez e sua vida de joelhos diante de alguém, seus olhos levemente vermelhos e cobertos por uma lágrima amarga – Proteja a Marin, pois é a única esperança, se ela falhar, tudo acaba aqui... Lembre-se, ela deve sair das terras dos homens, sair de Midgard, ela deve fugir para Vanaheim, o lar dos deuses Vanir, aqueles que criaram a magia...




    AARON





    Spoiler:




    A palavra dita pelo líder como seu nome “Kjaack”, o seu significado de alguma forma trouxera o mercador para uma viagem prazerosa, porém suas lembranças confusas poderiam ser um problema. Aaron estava num ponto muito curioso, seus olhos contemplavam a imensidão do horizonte do deserto coberto pelo mar de areia interminável. No ponto mais longínquo que seus olhos conseguiam enxergar ele podia ver a torre mais alta do palácio de Morroc, onde jazia a varanda de Violet. Aaron segurava um artefato misterioso, metálico, redondo nas mãos, mas se quer olhava para o objeto, já que seus olhos estavam fixos na beleza do horizonte escuro da noite.


    “Imagine um reino, bem longe daqui...
    Onde vagam as grandes caravanas e seus camelos...
    Um lugar com tantas culturas distintas, dialetos incomuns,
    É caótico, mas ei, o lar comum...
    Quando o vento sopra do Leste...
    E o Sol se ergue do Oeste...
    A areia do vidro é como um tempo a passar...
    Essas são as NOITES DE MORROC...
    Como os dias também!”


    Outra vez aqui? – a voz infantil de um menino soou atrás de Aaron, mas ele demorou um tempo considerável para lhe dar ouvidos.

    Diga-me, Tartan... – murmurou Aaron, talvez com dificuldade de se expressar naquele momento – O que podemos esperar de você?

    Tartan se aproximou em silêncio, seu famoso arco criado por mãos élficas bem presos a suas costas, ele trajava uma vestimenta típica de sua terra, muito diferente do resto de Midgard. A verdade era que existia uma discussão nunca antes resolvida sobre se as terras élficas faziam parte de Midgard ou não, mas Tartan, o elfo mais importante dizia que “talvez”.

    O que eu posso esperar de vocês, Aaron?

    Tartan respondera com uma nova pergunta, dessa vez retórica, e sua mão adolescente segurou a de Aaron, o que era mais do que uma resposta em palavras visto que Tartan era o último ser vivo no mundo que demonstraria afeto físico daquela maneira.

    Enquanto você vai brincar de casal feliz com aquela que brinca de ser princesa, quando já deveria ter assumido o trono, eu vou visitar aquele que cuja coroa lhe foi negada...




    TODOS




    Quando Whixa e Aaron retornaram de seu transe encontraram Violet há pouco menos de um metro de distância, já que a carroça-jaula não era lá grande coisa. O trio seguia viagem, podendo contemplar as belezas da famosa e incrível floresta élfica de Payon. Ali até mesmo a vegetação, as folhas e flores eram diferentes do que se poderia encontrar no resto de Midgard, até mesmo algumas criaturas da natureza que só poderiam ser encontradas naquele lugar. No entanto, o trio percebeu que talvez estivessem sendo vigiados de longe, de fora da trilha que os elfos seguiam em fila que os levaria para o destino final, o reino propriamente dito.






    Infos - OFF escreveu:
    Vocês ganharam 3 XP pelos bons dados da Whixa e Aaron. Parabéns!

    Como dito no post, todos os seus pertences e os familiares foram tomados de vocês, exceto a roupa obviamente que vestem! Vocês podem tentar uma fuga dali, mas acho dificil, ou apenas conversarem e tentarem entender as peças das lembranças de vocês! Vocês ainda podem fazer um teste de percepção para descobrirem quem os está vigiando de longe!

    É isso!



    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi
    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 164
    Reputação : 60

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Mystic Stranger em Dom Out 25, 2020 10:52 am






    Violet, a gatuna

    Violet tentou se comunicar com o líder do grupo, seguindo a ordem das coisas. Já que se encontravam fora de seu território, e foram pegos de "calças arriadas". O mais sensato era dançar conforme as regras do local. Violet tinha a atenção do líder - até de mais - pode quase sentir o leve roçar do nariz dele no seu e ela sequer fraquejou ao encarar os olhos, que lhe transmitia curiosidade e irá.

    O pequeno momentos deles foi interrompidos por uma noviça que ignorava tudo e a todos ali, não sabendo o real perigo que estavam correndo ali. Violet só pode lamentar pela hora inoportuna que Whixa escolheu fazer o que tinha que ser feito. Violet pois as mãos na têmpora e respirou fundo, enquanto passava a mão de modo doloroso pelo rosto. E quando Aaron, disse quem era ao líder, as coisas só pioraram, e Violet jogou os braços para o ar revoltada com a situação. Mas tudo ficou ainda mais confuso quando Kjaak falou sobre eles terem desaparecido a 20 anos. Aquilo deixou a gatuna com dúvidas e agora reparando bem:  Whixa e Aaron, aparentavam estar mais velhos fisicamente a Magia de Marin havia lhes teleportado para 20 anos a frente, ou eles ficaram presos no tempo por 20 anos por justamente Marin ter sido aquela que o punhal acertou.

    O líder dos grupo, fazia seus planejamentos mentalmente e logo dava a sentença para que eles fossem presos, aquilo fez os olhos de Violet saltarem e ela se agitou tentando entender e explicar o que aconteceu com eles.  

    -Es-Espere, aconteceu… Podemos expli… - Violet foi pega de surpresa por dois elfos que ja prendiam suas mãos, ela tentou se soltar e ir até o líder. - VOCÊ PRECISA NOS OUVIR!

    Mas fora ignorada, e agora ela estava carrancuda dentro de uma jaula indo para saber la onde. Seus companheiros pareciam estar em transe e isso a deixava ainda mais irada. Cansada daquilo, ela bateu com o punho fechado no chão.

    -Não podemos deixar eles nos levar assim, algo deve ser feito. - Ela então olhou para fora, queria falar com Kjaak, mas como ela conseguiria isso não sabia. Sentiu estarem sendo vigiados por alguém de fora e ficou um tempo olhando ali em volta. Sua atenção depois voltou para os guardas que guardavam a jaula. - Ei! Eu exijo falar com seu líder, tenho algo para dizer a ele. Como prisioneira eu tenho direitos!

    Teste para vê quem os vigia de longe (PER+2)
    Mystic Stranger efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    4 , 3






    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4560
    Reputação : 348
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Bravos em Sab Out 31, 2020 3:23 pm






    Aaron, o Mercador

    Aaron viu o cajado de Whixa ser quebrado e então eles receberam ordem de prisão daquele tal Kjaack. Especialmente porque ele havia dito seu nome. E acusado de traição de Alberta. O mercador sequer teve reação. Se deixou ser preso e arrastado. Uma vez dentro da jaula ambulante, teve novas lembranças.

    Lembranças de Tartan. Quando tornou a si, estavam já à caminho. A sensação de estarem sendo observados era grande, mas ele não reunia em si ânimo para reagir. - Amigos, acho que estamos sendo vítimas de algo que não lembramos ter feito... - Disse sem vida. - Acabo de me lembrar de Tartan, dizendo que iria encontrar aquele que lhe teve a coroa negada, enquanto eu "brincava" de casal com aquela que "brincava" de ser princesa. - Olhou para Violet. Aquilo era a confirmação?

    - Não faço ideia do que Tartan fez, o que pode ter lhe causado toda essa maldição... - Ele virou-se então para Whixa. - O que Leones respondeu? - O mercador parecia ter perdido o brilho dos olhos.






    Raijecki
    Adepto da Virtualidade
    Raijecki
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1561
    Reputação : 123
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Raijecki em Seg Nov 02, 2020 4:27 am






    Whixa Vaae, a Noviça Rebelde


    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... QApfyp1

    ***

    Whixa não conseguia controlar suas emoções após as respostas nada agradáveis de Leonas e de horrendas memórias que vinham logo a tona. Lagrimas jorravam de seus olhos enquanto tentava lutar contra raiva, indignação e confusão que todas aquelas revelações lhe causavam. Ela nem reagia a ação ofensiva do elfo em quebrar seu cajado ao meio. Estava completamente catatônica.

    Ela então voltava aos poucos de seu mergulho de consciência e existência após Aaron e Violet tentarem argumentar com os elfos, e puro ódio brilhava seus olhos, em um olhar maligno contra Aaron e Violet.

    - Vocês... Foram vocês... - Ela repetia, ainda sem forças para sequer se mexer. Então eles eram presos pelos elfos e Whixa nem se dava conta de como chegara naquela situação. Estava o tempo todo ao lado dos verdadeiros vilões da história, e o pior, ela nem desconfiava, havia confiado neles, pensava que Violet era sua irmã. Ela apertava firme o bebê que acreditava ser Marin, e jurava mentalmente que faria os dois ali presentes pagarem com suas vidas o terrível crime que cometeram. Odin se deliciaria com o sangue dos dois, tão breve quanto possível.

    Então ela voltava a um transe memorial e a confusão se alastrava ainda mais em sua mente, a deixando ainda mais irritada, sem entender bem tudo o que acontecia em sua volta. Leones poderia ter mentido? Talvez, mas suas memórias não. Aaron a perguntava sobre sua conversa com o arquimago, e ela o respondia com outro pergunta, com um olhar feroz.

    - Quem é Glowther?! - Ela perguntava não só a Aaron como também a Violet, com uma feição de raiva e indignação. - Vou atrás dele depois de acabar com vocês dois... Sim, matar vocês eu devo...

    Ao notar que Violet tentava ludibriar os guardas, ela então tentava o mesmo, empurrando a gatuna para o lado com total desdém e lhe lançando um olhar de desprezo.

    - Eu sou Whixander Vaae, Rainha de Glast Heim e exijo uma audiência com seu líder, caso contrário os amaldiçoarei com a maldição do morto-vivo e então me servirão para todo o sempre! Vocês já presenciaram meu poder! Sabem bem do que sou capaz!


    Off:
    Não sei o movimento certo para isso, mas vou rolar com meu modificador de CARISMA (+2)

    Raijecki efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    5 , 3










    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi
    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 164
    Reputação : 60

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Mystic Stranger em Seg Nov 02, 2020 10:56 am

    Teste lembrar (INT+1)
    Mystic Stranger efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    2 , 3
    Hylian
    Troubleshooter
    Hylian
    Troubleshooter

    Mensagens : 771
    Reputação : 104
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Hylian em Seg Nov 02, 2020 4:14 pm









    Este é o Meu Pecado ...




    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... YfwQoWh


    @Mystic Stranger @Raijecki @Bravos

    31 de Agosto de 2019 D.GH
    Estação: Outono, Temperatura: 5ºC, Previsão: ---
    Localização: A Grande Floresta de Payon.


    OS PROTAGONISTAS:



    Aaron



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 16
    Armaduras 03
    Classe: Mercador
    Dano Base: 1D4
    Experiência: 09/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 14/14
    Zeny$: 150

    Aaron Digby


    Whixa



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 18
    Armaduras 02
    Classe: Noviço
    Dano Base: 1D6
    Experiência: 09/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 05/09
    Zeny$: 150

    Whixander Vaee


    Violet



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 19
    Armaduras 01
    Classe: Gatuno
    Dano Base: 1D8
    Experiência: 09/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 07/11
    Zeny$: 150

    Violet Hallan



    OS VÍNCULOS:


    Hergos



    Saúde: Incomum
    Pontos de Vida: ---
    Armaduras ---
    Classe: Espadachim
    Dano Base: ---
    Experiência: 00/00
    Nível: --- +1
    Carga Máxima: ---
    Zeny$: 0


    Marin



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: ---
    Armaduras ---
    Classe: Feiticeira
    Dano Base: ---
    Experiência: 09/00 +1
    Nível: ---
    Carga Máxima: 06/07
    Zeny$: ---









    TODOS




    Por mais que tentassem, Kjaack não estava disposto a ouvir quaisquer reivindicações que o grupo tivesse em sua autodefesa. Amarrados e sem seus pertences, exceto apenas a roupa que vestiam, eles se acomodaram no interior da jaula-móvel como podiam. Diante deles um elfo-guarda de payon se mantinha imóvel, pronto para revidar com flechar sob qualquer tipo de tentativa mal intencionada do trio.

    No lado exterior, as quase duas dezenas de equinos muito bem tratados de pelagem do mais alto nível eram guiados pelos elfos e atrás vinha a carruagem em forma de prisão e eles avançavam por uma trilha estreita adentrando cada vez mais a Floresta de Payon. Uma floresta sagrada e muito especial que o trio de protagonistas já havia muito ouvido falar, principalmente Aaron já que suas origens ficavam ao sul da floresta, no litoral.

    Violet fora a única que percebeu que estavam sendo vigiados e seguidos não muito de perto. Ela pode ver através das grandes árvores e arbustos a silhueta de alguém que andava a passos largos tentando seguir o ritmo que viajavam os elfos, já que eles não podiam atingir grandes velocidades com a jaula pesada. Era Hergos que os vigiava de longe, camuflado entre a vegetação incomum da floresta, Violet pode, ainda ver que ele carregava junto de si o cajado rompido de Whixa que ele provavelmente recolhera de onde Kjaack, há alguns minutos havia atirado.

    No momento em que Whixa respondia seus companheiros com ferocidade, atormentada por suas memórias e as respostas ditas pelo rei há muito assassinado. Marin, o bebê, se mexeu seus olhos pareciam brilhar e o choro não tardou a romper o silêncio amargo que havia se instaurado com a pergunta da noviça. Nem Aaron ou Violet foram capazes de lembrar de nada que tivesse relacionado com o nome Gowther, mas por alguma estranha razão, aquele nome parecia mexer profundamente com suas emoções, como se ele trouxesse um sentimento estranho, mas gostoso de cultivar, ainda que triste de sentir. Whixa ainda desconfortável, ousou de suas artimanhas para persuadir o elfo-guarda que os vigiava de dentro da jaula.

    Rainha de Glast Heim? – perguntou-se o guarda confuso, mas ele estava sério e por mais que não acreditasse muito nas palavras de Whixa, algo em seu tom de voz, ou em seu olhar o fizera repensar – Falarei com o nosso regente, o Sr. Kjaack quando chegarmos ao palácio, rainha do reino destruído... – em tom completamente sarcástico, o elfo não pode evitar de zombar da falsa afirmação da noviça – Rainha de Glast Heim HAHAHAHAHA! – ele rompeu em uma gargalhada gostosa.

    A viagem então seguiu-se e não somente o trio de aventureiros, mas os elfos em geral mergulharam em um silêncio tranquilo que apenas era quebrado pelos sons da natureza local. Violet já não podia mais ver Hergos, embora algo dentro de si dizia que ele continuava seguindo a caravana dos elfos. Em determinado momento, já haviam passado pelo menos duas horas desde que haviam sido presos, eles avançaram por uma campina aberta que era difícil ver o outro lado, tamanho era o lugar, repleto de animais que ali descansavam e faziam seu lanchinho vespertino. Um pequeno campo de treinamento improvisado era visível de perto pelos três, ali jazia alguns  alvos feitos de madeira e pintados amarrados em diferentes alturas, havia também alguns bonecos feitos de palha e pedaços de madeira que se assemelhavam muito com uma pichorra, e pareciam ter sido muito bem usados, já que estavam todos destruídos.





    VIOLET & AARON




    Spoiler:

    Aaron e Violet mergulharam em uma lembrança muito profunda, pois aquele cenário era de seus completo conhecimentos. Eles caminhavam ao lado do jovem Tartan e havia outro jovem de mais ou menos mesma idade que Tartan, embora não fosse possível ver-lhe o rosto em suas lembranças.

    Tartan, levante o arco, você deve mirar com precisão, usar a força para equilibrar a flecha no ponto central do arco e então usar a força do vento ao seu favor... – dizia Aaron a Tartan que não deveria ter mais do que 6 anos.

    Querido, a espada deve estar sempre de forma defensiva quando você não desejar atacar, mantenha os braço flexionado, para que você possa golpear e mover sua espada com agilidade! – dizia Violet ao garotinho de rosto oculto que não deveria ter mais do que 6 anos.

    Aaron se virou e viu que o outro garotinho cuja face parecia um borrão em suas lembranças avançava com uma espada curta contra os bonecos de palha e, por alguns momentos, era possível ouvir apenas os gritos de guerra do garoto que empunhava uma espada curta e as flechas que rompiam o vento na direção de seus alvos. Enquanto que Aaron guiava os movimentos de Tartan, Violet não muito longe fazia o mesmo com o outro garotinho.

    Triste, não é? – murmurou Tartan para que apenas Aaron pudesse ouvir, mas  o que quer que ele tenha dito depois, se perdera em suas lembranças.




    TODOS



    Quando Aaron e Violet voltaram a si de sua curta lembrança encontraram Whixa em silêncio, provavelmente buscando respostas dentro de si mesma, o que parecia ser uma atitude desesperada. O guarda que os vigiava parecia em seu posto, apenas a cabeça movia para contemplar o belo horizonte de seu lar e, finalmente o bebê, que já não parecia mais tão um bebê assim, Marin parecia ter envelhecido alguns poucos anos e já não chorava mais. Tinha a aparência de uma garotinha de 3 anos, os cabelos longos e escuros caídos quase ocultando sua face e a franja que ia até os olhos. Ela brincava naquele momento com a barra da saia de Whixa que pareceu não ter notado a metamorfose.

    Naquele momento, todos ouviram o que parecia ser um berrante incomodar o silêncio e chamar a atenção e todos. Não muito longe dali, jazia o reino élfico de Payon e seu majestoso e belo palácio. Aaron, Violet e Whixa podiam se recordar vagamente que já estiveram naquele lugar antes e não foram poucas vezes, embora seus pensamentos estivessem confusos e doídos. Em fileira estreita eles atravessaram a grande ponte que os levava aos domínicos élficos, onde já era possível ver mais elfos sobre o arco de entrada da ponte, todos munidos de arcos-e-flechas que os vigiavam de cima. Várias residências decadentes haviam ali, talvez dezenas delas, que caracterizavam um povo triste, pobre e sem esperança e era possível notar isso nos olhos dos civis, que mais pareciam prisioneiros de seu próprio reino, do que realmente habitantes, mas existia uma única construção, a maior delas, que mais parecia uma mansão antiga majestosa de vários andares.. Era o único edifício bem cuidado e limpo do reino. Finalmente a carruagem-jaula cessou e os equinos também e eles estavam diante de uma das entradas da lateral do palácio.


    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... YSbyfjz
    O Reino Élfico de Payon


    O quarteto fora guiado para dentro do palácio com a promessa de que Whixa teria sua audiência, mas que deveria se contentar com sua realidade nua e crua, já que agora os quatro pertenciam ao regente de payon, Kjaack. O guarda que os guiava ia a frente, enquanto que outras duplas levavam o trio e mais um se assegurava da pequena Marin e, por alguma estranha razão, nenhum deles pareceu perceber a mudança drástica de Marin, ou apenas não se importavam com o que pudesse acontecer, talvez achassem que fosse alguma tentativa falha de Whixa para amedronta-los. Eles percorreram os corredores do calabouço do palácio e finalmente encontraram uma cela que aparentemente estava vazia, onde Marin, Violet e Whixa foram jogadas de qualquer modo no interior.


    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... D20bedaaad65fa6e1c962c046b8d72af
    O Calabouço de Palácio de Payon


    Aproveite a cela real, majestade de Glast Heim, logo, logo voltaremos para o seu banho de espuma real... – debochou o mesmo elfo-guarda que os acompanhara na prisão acompanhado das risadinhas dos demais – Vamos, o traidor de Alberta deve valer uma boa fortuna se negociarmos.... Kjaack deve saber o que fazer com ele...

    Violet e Whixa notaram que não estavam sozinhas junto com Marin, havia alguém mais ali, este alguém parecia ser uma mulher cuja uma das pernas estava acorrentada e o rosto entre seus joelhos. Tinha uma aparência suja, descuidada e fedia como alguém que não tomava banho talvez há anos.


    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Ee8ac2fe101aee3c62626002fc00fdd8
    Mulher Estranha


    Os elfos trancafiaram elas ali, e continuaram pelo corredor falando em seu próprio idioma e rindo, provavelmente da rainha de Glast Heim, Aaron, por um segundo teve a impressão de entender um comentário feito por eles “Talvez ela seja fronteiriça, quem sabe...” dizia o guia em tom debochado. Desceram pelo menos dois lances de escada e adentraram a um corredor bastante frio que o mercador sentia que suas poucas roupas seriam incapazes de protege-lo da falta de calor do lugar e finalmente fora jogado em uma cela.  

    Na cela Aaron também não estava sozinho, havia um homem de aparência muito envelhecida. A barba inteiramente branca, porém, suja e expeça parecia ter pelo menos um metro. Completamente careca o velhinho se protegia como era possível, mas sua pele estava azulada de frio e ele não tinha mais músculos ou gordura que pudesse protege-lo, visto que mesmo da penumbra era possível ver a silhueta de um homem raquítico que constantemente tremia em um pedido de socorro.  


    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... NPBSwv8
    Velho Esquisito





    Infos - OFF escreveu:
    Vocês ganharam 1 XP pelos bom teste feito por Whixa. Parabéns!

    Lembrem que todos os teus pertences, exceto a roupa que vestiam foram tomado e vocês podem conversar durante a viagem e reagir a metamorfose de Marin e, ou conversarem no interior de cela no palácio...



    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi
    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 164
    Reputação : 60

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Mystic Stranger em Sab Nov 07, 2020 5:02 pm






    Violet, a gatuna

    O pequeno momento que teve, olhando para fora. Pode ver Hergos ao longe, carregando consigo o cajado de Whixa. " O que ele está planejando agora?" Pode ver ele sumir na mata e com isso Violet tentou chamar atenção dos guardas que estavam ali para escoltá-los até o seus destino. Mas a noviça estava fora de si, desde o momento que fez contato com a alma de Leones. "O que ela viu para ficar assim?" Após o show de dizer que era alguém que naquele momento não era, fez Violet ficar furiosa. E nesse pequeno momento de ira, a ladra pegou impulso e se ergueu por cima da noviça. - CHEGA DISSO! NÃO VÊ QUE ESTAMOS EM UM MOMENTO COMPLICADO! - Seus olhos demonstravam total indignação sobre a forma que a noviça agia. - O que aconteceu quando esteve com Leones, o que ele disse? - ela estava totalmente furiosa com Whixa que até  agora só havia dito coisas que não faziam sentido. E não satisfeita com a ira sobre a noviça, Violet ainda deu um chute em Aaron. Que também se encontrava em um estado de depressão. - E VOCÊ! VOLTE A SI E PENSE NO AGORA. - ela respirou fundo e se afastou de perto de Whixa, que provavelmente estaria furiosa por ter sido agredida daquela forma, mas Violet achou foi pouco. Na verdade queria ter dado na cara dela. E por sorte, sua mão estava atada, frustrada ela apenas se jogou ao lado de Aaron, ela tentou dizer a Aaron o que viu minutos atrás. Sua voz saiu baixa, para que só o mercador ouvisse. - Vi Hergos, parece esta nos seguindo.

    Após esse momento entre a pergunta de Whixa sobre alguém e a loucura de dizer ser alguém que não era. Violet mergulhou em uma lembrança enquanto olhava para o céu, onde só podia se ver as longas árvores da floresta. Dessa vez estavam ela e Aaron, e mais duas crianças. Uma podia ser reconhecível e a outra seu rosto era um borrão. Quando voltou a si, tudo estava calmo demais. Marin havia mudado e ninguém havia percebido isso.

    -Aaron, eu vi algo que não faz sentido algum nesse momento. O que aconteceu no passado para estamos passando por isso agora? - Violet, dessa vez se dirigiu sem brincadeiras ou implicância com aquele que ela havia crescido junto. O que ela mais queria naquele momento, eram respostas para todas as suas dúvidas.

    Não esperou por uma resposta, talvez ainda não tinham uma. Logo eles chegaram ao reino de Payon, onde foram levados até o calabouço do palácio. Uma vez dentro da cela, Violet deu uma boa olhada pelo local. Não se encontravam apenas elas dentro da cela, também havia uma outra mulher. - E imaginar que um dia eu estivesse em uma cela, meu mestre nunca irá ficar sabendo dessa vergonha. - Violet se lamentava por esta passando por isso. - Tenho certeza que se tivesse sozinha, isso não estaria acontecendo. ISSO É TUDO CULPA SUA! - Violet mais uma vez rosnava para a noviça. Deu uma última olhada mortal para Whixa e se sentou perto da mulher que estava ali também.

    -O que fez para estar aqui? - Violet perguntou a mulher, que estava acorrentada ali. - Como se chama? - Violet não ligava para o mau cheiro que saia dela. Sua mente estava arquitetando alguma saída dali, só precisava de tempo. O caminho todo prestou atenção em cada detalhe e por onde poderia sair dali. Não parecia ser fácil, mas precisava tentar. Violet tentava se soltar de suas algemas com algumas coisas que tinha por ali.

    EVITAR O PERIGO (DES +2)
    Mystic Stranger efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    4 , 6

    Truques do ofício (DES +2)
    Mystic Stranger efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    4 , 1






    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4560
    Reputação : 348
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Bravos em Dom Nov 15, 2020 10:21 pm






    Aaron, o Mercador

    O chute de Violet pareceu fazer pouco efeito. O mercador olhou com olhos opacos para a ladina. As acusações de Whixa também significaram pouca coisa. Na verdade, só voltou mais a si depois de ter sido novamente assaltado por lembranças. Ele e Violet ensinando dois garotos, inclusive o próprio Tartan. Quando ela disse que teve lembranças como as dele, aí sim, algo pareceu se mover em Aaron: - Lembrou-se de nós dois ensinando dois garotos, um deles o tal Tartan? Eu não sei o que significam... Lembrei-me também de, junto com Leones, descobrirmos que os deuses queriam algo terrível, que envolviam você como princesa... Violet, o que fizemos? - Ele pareceu até mesmo se lembrar que ela havia falado sobre Hergos. - Também não sei o que aconteceu com ele... Sei que a próxima vez que nos encontrarmos eu irei desmontá-lo.

    Foi quando se deu conta que Marin já havia crescido por anos naqueles poucos minutos. - Whixa, olhe Marin, o que está acontecendo? - Mas então eles chegavam a Payon, que parecia pobríssimo. Foram levados para celas. E foram separados. Aaron foi levado para uma cela aparentemente masculina, já que as mulheres ficaram em uma outra onde havia uma mulher. O velho que esteva lá claramente já havia morrido e não fora avisado.

    Quando à sós com ele, Aaron perguntou: - Como se chama? - Esperou ele responder. Então lançou uma outra pergunta: - Por acaso você já ouviu falar sobre Aaron Digby? O que sabe sobre ele?






    Raijecki
    Adepto da Virtualidade
    Raijecki
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1561
    Reputação : 123
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Raijecki em Qua Nov 18, 2020 8:02 pm






    Whixa Vaae, a Noviça Rebelde


    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... QApfyp1

    ***

    Os elfos gargalhavam de Whixa e ainda por cima a provocavam com nítidas atitudes sarcásticas e tudo o que ela poderia fazer era esperar por uma oportunidade de se vingar. Inúmeros planos e ações horrendas e tortuosas passavam por sua perturbada mente, todas direcionadas para seus inimigos, em especial os piores deles, Aaron e Violet.

    A noviça dava uma cabeçada violenta e raivosa contra a cara de Violet quando a mesma tentava lhe passar uma lição. Sua face era de um vermelhidão tão grande que podiam até enxergar o suor de sua raiva expelindo em forma de vapor por cima de sua cabeça, e por debaixo de seus loiros cabelos desgrenhados e banhentos, uma fina linha de sangue começava a despencar.

    - Como ousa sua piranha assassina! Foi você! Você e Aaron que mataram a todos! Eu vi tudo, eu me lembrei de tudo, eu senti tudo o que aconteceu! Vi vocês queimando Geffen e vi você sua assassina maldita cravando todas aquelas adagas em Leonas! Vocês são os vilões dessa história! - Ela ficava com a mão livre - a outra segurava Marin, que do nada crescia aos três anos de idade e brincava com a saia de Whixa - em posição de combate para a gatuna e também ao mercador.

    - Vou fazer vocês dois pagarem por tudo! VOCÊS! VOCÊS ASSASSINOS VÃO MORRER ANTES DO NATAL!

    Após os ânimos exaltados, Aaron observava a situação de Marin e chamava a atenção da noviça, que sabia da tal magia que jazia no corpo da garota, mesmo não sabendo como ela de fato funcionava, nem o motivo de tudo aquilo.

    - Tire os olhos dela seu monstro asqueroso. - Ela lhe respondia, com total desdém, repulsa e ódio em sua voz.

    Então eles chegam em Payon, agora um reino totalmente decadente, o que a noviça pensava ser consequência do trabalho ineficiente do regente metido a autoritário. Separavam as mulheres dos homens nas celas, e antes de levarem o mercador a outra cela junto a um velho, eles debochavam mais uma vez de Whixa, que não se aguentava e berra á eles:

    -  AHHH!!! VOU MATAR TODOS VOCÊS!! MORRAAAM! - Havia uma velha juto á elas, que a julgar pelo mau cheiro, estava lá a muitos anos. Violet tentava fugir dali e Whixa apenas a observava e também esperava as resposta da velha, esperando a melhor chance de agir. Uma ação mal calculada naquele momento poderia por tudo a perder.

    - Como você está pequenina? - Ela perguntava a garotinha Marin. Após isso, rezaria á seu deus Odin por orientação e poder para enfrentar seus inimigos quando a hora chegasse.


    Off:
    Vou utilizar:


    PRECE POR ORIENTAÇÃO


    Quando rezar por horas pedindo por uma orientação, seu deus lhe concederá algum conhecimento útil ou um benéfico relacionado ao seu Domínio.


    COMUNGAR


    Quando passar algum tempo rezando para o símbolo sagrado do seu deus, deixe preparado um total de feitiços da sua lista cujo soma dos níveis seja igual ao seu próprio nível +2. Você não pode preparar feitiços cujo o nível seja maior que o seu.






    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi
    Mystic Stranger
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 164
    Reputação : 60

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Mystic Stranger em Sab Nov 21, 2020 12:45 pm






    Violet, a gatuna

    As ameaças da noviça causou uma pequena crise de risos em Violet, até aparece que ela iria conseguir isso. - Vá  em frente, mas depois não reclame quando for a minha vez.- Sua face voltou a ficar séria, perde a cabeça só iria piorar as coisas. - Você está dizendo que fomos nós… - Violet olhou para Aaron e depois para Whixa. - Só pode ser engano, provavelmente formos forçados a fazer isso, tive uma visão parecida. Parecia ter muito ódio dentro de mim, algo que não conseguia controlar. O que aconteceu para que fizéssemos algo assim? - Violet, passou a ficar pensativa. Tinha algo que não se encaixava direito.

    Violet, ainda estava com raiva de Whixa que estava sendo a rainha do drama, ao invés de se concentrar no que estava acontecendo. E ainda mais, por Aaron que se quer fazer algo. A vontade era de deixar os dois e ir embora, agora dentro da cela. Podia se concentrar melhor, estava tendo se soltar enquanto vigiava e tentava falar com a senhora que estava ali com elas. Então algo em sua mente despertou. - Hey, Marin! Se lembra do que esta acontecendo, sei que é apenas uma criança agora. Mas sua mente, ainda é a mesma? - Marin, talvez pudesse por algum juízo na cabeça de Whixa e ajudar a pensar. Se ela tivesse as lembranças.

    Teste de lembrar (INT +1)
    Mystic Stranger efetuou 2 lançamento(s) de dados Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Dice10 (d6.) :
    1 , 4






    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4560
    Reputação : 348
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Bravos em Seg Nov 23, 2020 12:56 pm






    Aaron, o Mercador

    - O quê?! - Reagiu às acusações de Whixa. - Como isso pode ter acontecido se nós estávamos juntos esse tempo todo? Como nós poderíamos ter feito isso? - Se perguntava sem ter certeza de mais nada. Qual era o tempo presente? Quão longínquas eram as memórias do seu passado? - Eu estava conversando com Leones sobre como Geffen estava preparada para lutar contra Morroc para proteger Marin. - Seus olhos pareciam desprovidos de brilho e vazios. - Violet deveria matar Konnan, o rei de Morroc, era um desígnio dos deuses. Íamos buscar a ajudar de Tartan.

    Davas as pistas que havia recolhido na sua mente durante aqueles transes em que se lembrava do passado, que não sabia quão passado era. - Estamos sendo usados e enganados, agindo de modo que não agiríamos. Ou então não sabemos das circunstâncias.

    Olhou para Violet e para Whixa e para a pequena Marin. Não podia contar com nenhuma delas, mas só tinha elas para contar.






    Hylian
    Troubleshooter
    Hylian
    Troubleshooter

    Mensagens : 771
    Reputação : 104
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Hylian em Ter Nov 24, 2020 8:50 pm









    Este é o Meu Pecado ...




    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... YfwQoWh


    @Mystic Stranger @Raijecki @Bravos

    31 de Agosto de 2019 D.GH
    Estação: Outono, Temperatura: 5ºC, Previsão: ---
    Localização: A Grande Floresta de Payon.


    OS PROTAGONISTAS:



    Aaron



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 16
    Armaduras 03
    Classe: Mercador
    Dano Base: 1D4
    Experiência: 09/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 14/14
    Zeny$: 150

    Aaron Digby


    Whixa



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 18
    Armaduras 02
    Classe: Noviço
    Dano Base: 1D6
    Experiência: 09/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 05/09
    Zeny$: 150

    Whixander Vaee


    Violet



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: 19
    Armaduras 01
    Classe: Gatuno
    Dano Base: 1D8
    Experiência: 09/12
    Nível: 03
    Carga Máxima: 07/11
    Zeny$: 150

    Violet Hallan



    OS VÍNCULOS:


    Hergos



    Saúde: Incomum
    Pontos de Vida: ---
    Armaduras ---
    Classe: Espadachim
    Dano Base: ---
    Experiência: 00/00
    Nível: --- +1
    Carga Máxima: ---
    Zeny$: 0


    Marin



    Saúde: Normal
    Pontos de Vida: ---
    Armaduras ---
    Classe: Feiticeira
    Dano Base: ---
    Experiência: 09/00 +1
    Nível: ---
    Carga Máxima: 06/07
    Zeny$: ---









    TODOS




    O conflito entre o trio de protagonistas parecia crescer a cada segundo, após terem seus destinos interrompidos pelo regente das terras élficas, Kjaack! Whixa, Violet e Aaron levaram algum tempo para notar a incrível mudança de Marin que há poucos segundos eram uma recém nascida, mas agora havia mudado surpreendentemente, um fenômeno fora do comum, até mesmo para os grandes possuidores de magia no mundo humano. Os três já haviam ouvido falar sobre a grande árvore Yggdrasil, o que há muito tempo se conhecia mais como um mito, do que real, já que o elixir produzido a partir de sua folha era capaz de ressuscitar quem quer que fosse, não importasse onde ou porquê, nem mesmo os deuses eram capazes de trazer a vida ao seu bel prazer, exceto, talvez um único. Mas era claro que ninguém havia utilizado ressurreição em Marin, aquilo talvez fosse (o mais provável) magia obscura e tão antiga quanto as terras em que viviam.

    A carruagem-cela seguia num ritmo lento, já que seu peso impedia que os equinos a levassem em maior velocidade. Em passos quase tão lentos quanto e silenciosos, Hergos os seguia sem produzir quaisquer sons, como se fosse um assassino de alto nível, Violet podia ainda sentir seus movimentos, como se seu treinamento como gatuna lhe tivesse dado conhecimentos extras para identificar alguém mergulhado na furtividade.

    Quando as vozes dos três se elevaram no momento em que Whixa finalmente revelara sua angustia e descoberta sobre seus “colegas”, talvez não mais amigos, o único guarda ali presente fechara a cara e os mandara calar a boca, virou-se  para o lado e voltou a cochilar, já que não havia jeito melhor de passar o tempo em uma viagem que demoraria horas.

    Marin naquele momento quando todos se voltaram a atenção sobre ela, brincava aparentemente com um graveto apodrecido que talvez tenha encontrado ali. A menina de três anos aproximadamente levantou a cabeça quando ouvira seu nome ser repetido mais de uma vez e seus olhos encararam os três protagonistas com preocupação – A maldição da Succubus foi quebrada... – disse com sua voz infantil, enquanto os olhos naquele momento pareciam vagar sem rumo no horizonte – Ele... ele sabia, aque..la... Su..ccubus foi invocada para me aniquilar, ele sabia... Eu era... – sua voz ficara ainda mais chorosa e aguda, os olhos umedecidos pelo desespero e o choro eminente, mas a garotinha tentava se manter calma – a última bruxa de Midgard... Sinto minha mente confusa, uma dor, um desespero me consome, mas aquele não era o Hergos... A..a..rron... acho que há mais segredos naquele boneco do que poderíamos imaginar...

    Whixa fora a primeira a notar, após alguns segundos incômodos um pequeno “pombo” estranho, talvez estranho para os outros, mas nada estranho para a noviça que tanto estava acostumada em assistir sua superiora, Yuffaa que recebia mensagens diretas de Odin através de pombos de cor azul quase branco e aquele era o costume de como um “mortal” se comunicaria com seu deus, já que eram muito poucos aqueles que tinham a honra de conhecer uma divindade de perto, talvez nem mesmo o líder da igreja tivesse tal sorte. No caso, o pombo ali tinha um tom vermelho-sangue cujo bico era em tom dourado, ele trazia consigo um pequeno envelope preso a uma das pernas e repousou com graciosidade diante de Whixa.


    “Qual é o seu pecado?
    Aquele que se encontra sobre a maldição de Niflheim, outrora tomado de seu lar para sobreviver e então usurpando o trono de outrem”.


    Impossível, somente um líder religioso recebe mensagens dos deuses... – disse Marin ofegante e assustada.





    AARON




    Spoiler:

    Aaron sentiu sua mente mergulhar em mais uma lembrança, não demorou muito até que tudo sumisse e seu corpo se sentisse leve como se sobrevoasse sem rumo, até que finalmente seus olhos se abrissem:

    Não havia nada no céu estrelado naquela noite que explicasse as coisas estranhas que aconteciam nos últimos tempos. Aaron sentia um aperto no coração à medida que se aproximava das ruinas de Geffen. O grande portão que protegia a cidade estava destroçado diante da entrada do mesmo e ali não havia mais vida humana e nos últimos meses era compreensível que as criaturas tivessem invadido o reino atraído pelo cheiro de carne fresca dos corpos abandonados ao relento.  Diante da entrada sobre uma rocha Whixa jazia de joelhos segurando um amuleto que emanava uma energia tão forte que poderia incomodar qualquer um que fosse contra o seu deus.

    Whixa! – exclamou o criador – Já faz tempo...

    Aaron... – Whixa suspirou, a voz tão frágil que parecia estar com dificuldades para falar – Se Gowther estiver vivo, então cometemos um erro absurdo, mas então aquela que domina o mundo dos mortos pode ter descoberto nossas falhas, se ela sabe da existência de Gowther, ou Tartan, então estamos em grandes problemas...

    Ela sabe... Eu a conheci! – respondeu Aaron sentindo um gosto horrível descer sobre sua garganta, um desejo de vomitar ao simples lembrança de Hell – O reino mágico de Geffen nunca aceitou a soberania de He.. Desculpe, daquela que domina as terras mortas, você sabe, todos nós sabíamos que ela não aceitaria isso...

    Há quinze anos, Aaron... – dizia Whxia cuja as lagrimas faziam seu rosto brilhar na penumbra da noite – Eu tive que fazer uma das mais difíceis escolhas da minha vida, mas não sou Arcebispa a toa, você sabe a que viemos a Midgard e estamos todos a mercê da vontade dela, mas eu jamais me perdoei, há quinze anos me pergunto se cometi um pecado... E a verdade é que a resposta é simples, não é?

    Todos nós, curioso como ela conseguiu nos colocar um contra o outro, como se fossemos inimigos e sim, eu a culpo! Dois reinos foram destruídos em menos de uma semana, Morroc, o reino do deserto está completamente destruído, Konnan está morto e Violet está em Alberta, inconsolável...

    Contou a ela?

    Contarei assim que chegar lá, eu queria ter certeza de que Gowther estivesse vivo e que realmente aquela maldita havia nos traído...

    Whixa começou a chacoalhar seu amuleto, enquanto eu tocava com uma mão sobre o que sobrara das muralhas destruídas de Geffen e não demorou muito, o grito estridente de um demônio, Succubus surgiu há aproximadamente dez metros de distancia para dentro da cidade e a criatura encarou a arcebispa com profundo respeito colocando-se de joelhos. Aaron sentiu uma energia muito poderosa ser emitida da criatura demoníaca não muito longe, mas e não sentia medo, mas repulsa, já que seres do submundo eram comumente asquerosos, de qualquer maneira, por mais poderoso que fosse a Succubus, ela não ousaria enfrentar dois grandes líderes de Midgard.

    O que está fazendo? – perguntou Aaron assombrado.

    Aquela que domina as terras mortas deseja que não nasça uma vida se quer neste reino e que assim seja, mas eu acredito que ainda haja esperança para todos nós e este demônio asqueroso poderá nos ajudar, talvez em um futuro breve...






    WHIXA & VIOLET




    A mulher em situação deplorável demorou alguns minutos para virar o rosto e responder a gatuna, seus olhos estavam sujos e sua boca fedia mesmo de longe – Vocês parecem um grupo que conheci há vinte anos em prontera... – a voz da idosa parecia mais um chiado – Eu sou Judia, ex regente das terras élficas e também ex líder do clã dos caçadores e arqueiros...

    Então a donzela conseguiu se libertar, não foi? – disse a voz arrastada de um elfo que nem mesmo se parecia com um, já que em sua grande maioria o povo élfico era magro por natureza e aquele homem era tudo menos magro. A grande pança que carregava espremida contra as grades da cela e o rosto com um sorriso maldoso encarava Violet, atrás dele aparecia um guarda que apontava uma flecha para a gatuna. E o gordo abriu a cela e com movimentos rápidos, puxou Violet para fora – Agora, olha que gracinha, uma garota do deserto, já ouvi falar muito como vocês são “interessantes” ... – Ele segurava Violet com uma das mãos, muito seguro de que ela não ousaria ter atitudes tolas ou ganharia uma flecha direto no coração.

    SOLTE-A! – berrou Judia com a voz tão fraca que nem era possível ouvi-la direito – Mal..d..to!

    Marin estava imóvel ainda segurava o mesmo graveto em uma das mãos, assistindo em silêncio a situação, como se estivesse estudando ou mesmo esperando algo...






    AARON




    O homem claramente não era um elfo, já que não possuía as características mais marcantes como as orelhas pontudas e o corpo mais magro, ainda que não fosse gordo. O idoso virou-se lentamente para Aaron, encarando-o por de trás de sua grande barba branca espessa e mal cuidada e sorriu, ainda que fosse um sorriso falso que mais demonstrasse dor e agonia do que alegria.

    Me chamo Gryffin Torbeck, acho que já ouviu falar de mim, não? Arquimago chefe do clã dos magos e bruxos...

    O homem ficou em silêncio ao ouvir a segunda pergunta de Aaron, o estudando encarando com os olhos – Aaron Digby, foi um dos nossos que recebeu a missão de levar o tesouro de Prontera para Geffen, mas... Foi um erro, pois o perdemos, acreditei que tivesse morrido quando eles entraram na Floresta dos Sussurros! Fomos busca-los, pois nem mesmo Marin havia dado noticias desde que foi atrás deles, sinto que os mandamos para a suas covas... Ah, bobagem, eles sumiram nunca encontramos os corpos, há quem diga que eles ainda podem estar vagando sem rumo naquela Floresta... Curiosamente, depois disso encontramos o corpo de Ulrich sem vida... E você, por que está preso? Vejo que nem se quer é elfo, prisioneiro de onde?





    Infos - OFF escreveu:

    Lembrem que todos os teus pertences, exceto a roupa que vestiam foram tomados de vocês! Agora podemos seguir com o momento em que vocês chegaram na cela! Olha-só, descobriram mais coisas! Já sabem quem matou Lineu, ops, Leones!




    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4560
    Reputação : 348
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Bravos em Sab Nov 28, 2020 2:09 pm






    Aaron, o Mercador

    - Nós fomos enganados... - Disse então voltando do seu transe. - Whixa! Violet! Hell, a aquela que domina as terras mortas, foi ela quem nos enganou, nos colocando uns contra os outros. - Exclamou sem ter muita certeza. - E nós entramos numa enrascada, que não sei qual é, porque Tartan e Gowther estavam vivos. Quem é Gwother? - Perguntou-se.

    - E Whixa, foi você quem invocou a Succubos em Geffen. Você esperava que ela pudesse nos ajudar. Como ela nos ajudou? - Perguntou, pois isso poderia fazê-la se lembrar de alguma coisa.

    * * *

    Aaron escutou com atenção aquilo que dizia o velho. E era surpreendente que ele fosse Gryffin. Podia se lembrar como se fosse ontem de como ele era jovem. - Porque veio parar aqui, mestre Gryffin? - Esperou que ele respondesse antes de dizer porque ele estava preso ali. - Eu estou preso por ser Aaron Digby. - Esperou alguma reação. - Nós, de alguma forma, viajamos no tempo e perdemos muito das nossas memórias. Agora estou tentando entender o que aconteceu.Arquimago, sua sabedoria vai ser muito útil, mas precisamos sair daqui. Ajude-me a encontrar algo para fazer uma alavanca.

    Começou a vascular a cela atrás de algo que pudesse ser útil.






    Conteúdo patrocinado


    Capítulo UM -  Este é o Meu Pecado ... Empty Re: Capítulo UM - Este é o Meu Pecado ...

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Dez 02, 2020 12:38 am