Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Tornado-de-Sangue

    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5263
    Reputação : 395
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Tornado-de-Sangue Empty Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Alexyus Qua Nov 30, 2022 9:45 pm

    Tornado-de-Sangue Luzes10


    "A felicidade é simplesmente uma questão de luz interior."
    Henri Lacordaire

    Tornado de Sangue vivia ainda isolado dos demais garous do caern do Pássaro de Fogo.

    Ele sabia que eram todos pouco mais que filhotes, a maioria ainda cliath como ele. Megumi fizera o ritual de conquista com eles assim como fizera com o próprio impuro. Mas eles não eram impuros, pelo menos não a maioria. E nenhum deles era filho de Dançarinos da Espiral Negra.

    Havia apenas uma garou que era mais nova que ele, tanto em idade quanto tempo de chegada. Era uma métis também, uma garou nascida em crinos do pecado de dois garous cruzarem entre si. Megumi não revelara onde a tinha achado, mas acolhera a criança como todos os outros. Por tê-la trazido numa noite de inverno, dera-lhe o nome garou de Sangue-na-Neve,

    Tornado-de-Sangue Amina-10

    Megumi Testemunha-das-Estrelas, a theurge ancião dos Portadores da Luz Interior que acolhera os dois métis, parecia ter um fraco por defender os excluídos como Tornado e Sangue-na-Neve.

    Tornado-de-Sangue 86c66d10

    Todos sabiam que ela tinha iniciado aquela pequena seita após um ritual de criação de caern controverso ter invocado um totem desconhecido que a comandara a reunir garous do mundo todo que sonhavam com o Pássaro de Fogo, mas nem Tornado nem Neve tinham tido sonho algum, e alguns dos outros também não. Alguns dos privilegiados já tinham feito jornadas umbrais e até tinham liberdade para ir e vir para fora da divisa, inclusive via ponte da lua até o caern mais próximo da cidade de Vancouver; mas esses eram os que tinham nascido com sorte.

    Megumi não era carinhosa com ninguém, parecia sempre estar olhando por cima dos ombros das pessoas, como que vendo algo invisível. Mas a anciã era atenta, justa e exigia um certo código de conduta harmonioso aos membros de sua pequena seita, o que fazia Tornado ser apenas um isolado em vez de perseguido. O ahroun já ouvira os outros comentando que ela fazia grande esforço para manter o caern do Pássaro de Fogo fora da politicagem dos garous de Vancouver, que estavam prestes aa pular nas gargantas uns dos outros. Tornado não conseguia entender como a Nação Garou conseguia se perder em brigas políticas enquanto os Dançarinos da Espiral Negra e outros servos da Wyrm eram uma ameaça real e presente.

    Desde que fugira de seu cativeiro, Tornado-de-Sangue nunca tivera uma noite de sono tranquila, embora fossem muito melhores do que seus anos como prisioneiro. Além de lembranças desagradáveis assombrarem seus pesadelos, ele também tinha visões estranhas, enigmáticas: nunca vira nenhum pássaro em chamas como os outros, infelizmente. O que Tornado-de-sangue via em seus sonhos era sempre sangue e morte: ele via servos da Wyrm disfarçados de humanos enchendo as ruas das cidades de sangue; ele via os fluídos vitais de animais mortos encharcando a terra e os rios; ele ouvia animais antigos que nunca viveram gritarem com ecos seculares das profundezas de uma Terra mais pura e frágil do que a que ele pisava. O Leão vinha de longe, mas outros felinos também rugiam sua indignação diante da destruição iminente. Havia outros, lagartos, hienas, coiotes, peixes, todos revoltando-se diante da extinção que pairava sobre eles. Os únicos que não olhavam para o extermínio que Tornado não via, mas que sentia estar tão próximo, eram lobos nas ruas humanas, latindo uns para os outros como cães.

    Nas profundezas de sua percepção dormente, Tornado-de-Sangue viu uma imensa caverna, e no ponto mais interior dela, um rugido de um urso despertando fez com que cada pêlo de seu corpo tremesse.

    Tronado-de-Sanue acordou com a pequena métis, Sangue-na-Neve ao seu lado, observando-o.

    Tornado-de-Sangue Amina-10- Por que você estava gritando, Tornado-yuf? Você está bem? O que vai fazer agora?


    OFF: Desculpe a demora,  @Mandhros! Divirta-se no jogo!
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Mandhros Ter Dez 06, 2022 11:16 am

    Off: Não foi nada! Fim de ano... Copa do mundo... A gente se enrola mesmo! Muito obrigado e vamos que vamos!

    Que cheiro é esse?

    É preciso correr. A floresta está escura e fria. Não há som, não há luz. Mas esse cheiro...

    Patas fofas fazem folhas secas farfalharem e uma poeira estranha se elevar durante a corrida, até que surge uma caverna... Escura e fria. Sem som. Sem... Vida?

    Orelhas atentas perscrutam a escuridão, e grandes olhos amarelos se estreitam para ver o que nenhum homem ou lobo veria.

    ROOOOOAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAR!

    Os pêlos se eriçam, tanto pelo susto quanto pelo som vindo de dentro da caverna. Não era o rugido familiar de Leão. Era Urso. Havia algo errado.


    Com o peito arfando, abro os olhos e tento me habituar à claridade crescente. Os pêlos ainda estavam eriçados, mesmo na forma hominídea, e um suór fino empapava o corpo e os cabelos. O coração, palpitava, acelerado. O rugido de Urso ainda reverberava em meus ouvidos, mente e espírito, de uma forma que era difícil explicar...

    Primeiro Leão, e agora Urso?

    Sento o limpo o suór do rosto com as mãos, enquanto ouço a pequena Sangue-na-Neve e vejo a criança me fitando. Apenas neste momento me dou conta de que estava com as garras expostas. Será possível que a Fúria poderia me dominar ainda que eu estivesse dormindo?

    Procurando me recompor, viro-me para a criança, e ainda fazendo um esforço para tirar os cabelos do meu rosto e retrair as garras e dentes, respondo, com a voz rouca de quem acaba de acordar:

    - Pequena, há quanto tempo está aí?

    E então, já mais acordado, pigarreio e prossigo:

    - Você conhece minha história, criança. Sabe que só estou aqui porque fui guiado por Leão e encontrado por Testemunha-das-Estrelas. Desta vez foi Urso quem veio habitar meus sonhos. Ele estava no interior de uma caverna e rugia ao despertar...

    Por fim, falando mais para mim mesmo do que para a jovem Garou:

    - O que isso poderia significar?
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5263
    Reputação : 395
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Alexyus Dom Dez 25, 2022 9:54 pm

    - Pequena, há quanto tempo está aí?

    Sangue-na-Neve deu de ombros:

    Tornado-de-Sangue Amina-10- Uns dois minutos. O suficiente para ouvir você falando dormindo.

    - Você conhece minha história, criança. Sabe que só estou aqui porque fui guiado por Leão e encontrado por Testemunha-das-Estrelas. Desta vez foi Urso quem veio habitar meus sonhos. Ele estava no interior de uma caverna e rugia ao despertar...

    Os olhos da pequena métis se arregalaram e ela parecia confusa.

    Tornado-de-Sangue Amina-10- Ele acordou zangado?

    - O que isso poderia significar?

    A impura infante arriscou um palpite:

    Tornado-de-Sangue Amina-10- Será que a Megumi sabe alguma coisa disso?
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Mandhros Sex Dez 30, 2022 10:42 am

    Esfrego os olhos, que ainda ardiam do tempo de sono, e farejo o ar, suavemente, mais por instinto do que conscientemente.

    Meu próprio cheiro de suór se misturava ao odor peculiar da pequena Sangue-na-Neve. Ainda que não estivéssemos há tanto tempo juntos no Caern, o fato de ela ser uma das duas Garou que se aproximavam de mim ou que permitiam que eu me aproximasse fazia com que determinados detalhes se tornassem rapidamente familiares. O perfume natural da criança era um destes detalhes.

    Mas não era só o odor de suór e o cheiro de Sangue-na-Neve no ar.

    Fecho os olhos por um momento e sinto, também. Um odor que não é conscientemente percebido pelos humanos, e instintivamente evitado pelos animais. Um cheiro de fúria, de desejo de sangue, mas também carregado de corrupção. Algo ácido, tóxico, definitivamente mau. Meu próprio cheiro.

    Um lembrete nada sutil de porque apenas a pequena impura - que era indiferente a tudo isso, de alguma forma - e Mezumi - que conscientemente se mostrava indiferente ao fedor de Wyrm - interagiam comigo com alguma frequência.

    Era algo incômodo. Passar boa parte da vida trancado em um cômodo escuro, apenas esperando o próximo oponente - ou vítima - deu lugar a passar a maior parte da vida livre, mas isolado. Por mais que jamais fosse admitir a ninguém, a jovenzinha ao meu lado se tornava a cada dia mais e mais cara, exatamente porque ela, sozinha, me provinha com tudo o que o resto do mundo me negava.

    Uma fúria ardente ameaçou se libertar do meu coração, mas foi rapidamente contida pelos ensinamentos de Testemunhas-das-Estrelas. Ao me iniciar na vida Garou, ao me adotar como irmã de Tribo, Mezumi também notou que, mais do que os outros, minha fúria vinha acompanhada de uma vocação para mudança. Assim como o vento, que guia embarcações em segurança de um porto ao outro, mas também causa destruição imprevisível e inevitável, eu mesmo era uma potência que precisava ser direcionada e canalizada em prol do bem da Nação e do meu próprio bem.

    O Kailindô, a arte que Testemunha-das-Estrelas me ensinou, era muito mais que uma ferramenta de guerra para derrotar meus inimigos. Era um foco para balancear minha própria força e lidar com a dor e a solidão.

    Abro novamente os olhos. Ainda que esse turbilhão de pensamentos não tenha levado mais que alguns segundos, para mim pareceu uma eternidade.

    Encaro Sangue-na-Neve. Tão jovem, e já alvo de tanto preconceito por ter nascido como é. Tanta fúria em um corpo tão pequeno. Ela precisa de orientação, assim como eu preciso.

    Urso estava com muita raiva... Ou muita dor... Ou muito medo. Ou um pouco de tudo... Eu não sei dizer, pequenina... O fato é que um espírito tão nobre e poderoso não despertaria desta forma em condições normais....

    Você tem razão. Precisamos de orientação. Talvez Testemunha-das-Estrelas possa ajudar.


    Finalmente, ponho-me de pé e estendo a mão, convidando Sangue-na-Neve a me acompanhar até onde Mezumi estivesse.

    Antes mesmo de começarmos a caminhar, visando a aliviar a tensão de um sonho incompreendido, disparo à criança:

    Falamos muito de mim e do meu sonho. Conte-me de você, criança. O que tem aprontado por aí?
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5263
    Reputação : 395
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Alexyus Seg Jan 09, 2023 12:13 pm

    Sangue-na-Neve deu a mão para Tornado e eles começaram a subir a  extensa colina que marcava a divisa do caern do Pássaro de Fogo.

    Falamos muito de mim e do meu sonho. Conte-me de você, criança. O que tem aprontado por aí?

    A pequena métis disse:

    Tornado-de-Sangue Amina-10- Eu andei explorando as áreas ao redor da divisa. Os outros animais não tem tanto medo de mim quando eu tô na forma de lobo. Achei alguns esconderijos legais...

    No topo da colina ficava a Pedra do Ninho, uma estrutura rochosa que realmente lembrava um ninho de pássaro. Ele era o ponto focal onde a Ponte da Lua do caern se abria para se comunicar com o caern mais próximo. Desde que o último impuro desertara de seu posto, Megumi Testemunha-das-Estrelas assumira ela própria a incumbência de servir como Guardiã da Ponte da Lua. Foi lá que encontraram a anciã portadora da luz.

    Tornado-de-Sangue Field-10

    Ela os recebeu com a serenidade séria e imperturbável que Tornado-de-Sangue sempre a vira exibir. Megumi ouviu sobre os sonhos de Tornado sem dizer nada para interromper, deixando que ele se expressasse do modo como ele preferisse e por quanto tempo achasse necessário.

    Quando ele terminou, Megumi disse:

    Tornado-de-Sangue Megumi10- Você se lembra qual o caern mais próximo daqui, aquele com o qual estamos ligados pela Ponte da Lua? Ele se chama Caern do Grande Urso Pardo.

    Ela deixou que ele e a jovem métis absorvessem a informação. 

    Quando eles menos esperavam, Megumi falou de novo:

    Tornado-de-Sangue Megumi10- O caern tem como totem o Urso, um dos poucos do mundo em que o espírito Urso aceitou a aliança com os garous. Parece haver algum motivo para isso, mas eu não sei a resposta para isso. 

    Ela fitou diretamente Tornado-de-Sangue:

    Tornado-de-Sangue Megumi10- É algo que você deseja realmente saber? Posso dar permissão para que vá para o caern, mas lá estará sob o comando dos anciões daquela seita.  
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Mandhros Ter Jan 10, 2023 9:52 am

    Caminhamos lentamente pelo caern do Pássaro de Fogo. Era um local único, e eu reconhecia isso. Nos meus anos passados, confinado, tudo o que conheci era fúria e sangue. Não havia vento, chuva ou neve. Não havia dias de sol ou noites de lua. Um dia a mais, garras e presas e, ao fim, sangue.

    O cheiro ferroso quase anulou meu faro, e o vermelho vivo envelhecia e cedia lugar a tons de marrom e negro, mas era sempre a mesma coisa.

    Aqui, definitivamente, não.

    Uma simples caminhada me brindava com sensações que eu jamais poderia cogitar conhecer, algum tempo antes. O farfalhar das folhas ao vento, a grama sob os pés... Flocos de neve no rosto e no pêlo durante o inverno, ou o simples toque do sol na pele.

    Não era só.

    Eu não conhecia as pessoas. Não conhecia os Garou. Não sabia nada dos lobos.

    Desde que cheguei, Testemunha-das-Estrelas, serena e solene, me instruiu sobre como canalizar a Fúria. Eu não tinha a ilusão de ser tão bom quanto ela nisso, mas com certeza tinha progredido. O vento que balançava meus cabelos passo após passo era, naquele momento, uma carícia de Gaia, mas também poderia representar, no minuto seguinte, a vingança da deusa. Assim era a vida, afinal.

    A criança ao meu lado também representava algo totalmente novo.

    Durante anos, eu não passava de uma máquina de matar. Treinado para não pensar. Treinado para não sentir. Lutar e vencer, matar e sobreviver.

    Os pequenos dedos de Sangue-na-Neve entre os meus tinham um calor único, uma textura única. Mesmo com toda a dor da lembrança de dias passados, a voz da criança era capaz de despertar algo bom em mim. Algo que eu nem sabia que existia. Eu conhecia bem a fúria dela, que era como a minha e igual à dos outros Luas Cheias. Podia vê-la arder nos olhos da criança.

    Eu também sabia que, mais cedo ou mais tarde, ela seria chamada a esmagar a Wyrm. E sabia que ela, mais dia ou menos dia, iria se machucar. Será que eu estaria lá para defendê-la? Para cuidar dela?

    Em que pese o pouco tempo inserido na sociedade Garou, certamente Sangue-na-Neve me ensinou o que é o amor, o que é uma família.

    Eu andei explorando as áreas ao redor da divisa. Os outros animais não tem tanto medo de mim quando eu tô na forma de lobo. Achei alguns esconderijos legais...
    Sem olhar para a criança, olhos postos na parte mais alta do caern, no Ninho, respondo:

    Eu queria ter a sua sorte, pequena. De mim, todos têm medo ou ódio. Exceto você e Testemunha-das-Estrelas, que são as mais corajosas da seita.

    Abro um sorriso largo e prossigo:

    Depois vamos conversar sobre esses esconderijos, mocinha. Pode ser que eles sejam bem úteis. O que você acha?

    Quando finalmente alcançamos o topo do caern, lá estava Testemunha-das-Estrelas. Não apenas líder, guia, professora e irmã, mas também nossa guardiã.

    Respiro fundo antes de começar a conversar com a Garou mais velha, contando sobre o sonho enigmático e e buscando alguma orientação sobre como interpretá-lo. Megumi não me daria uma resposta clara e direta. Esse não era o estilo dela e, até onde ela própria me ensinou, cada Portador-da-Luz-Interior deveria desvendar seus próprios mistérios.

    Ainda assim, suas palavras certamente seriam sábias, fossem quais fossem.

    Observo da anciã ouvindo atentamente e falando sobre o caern próximo e a seita vizinha.

    Pondero, por um momento.

    O Caern do Grande Urso Pardo era um local que eu não conhecia, regido por uma seita da qual eu apenas havia ouvido falar. Certamente eu não seria muito bem vindo, e evidentemente eu não encontraria lá a tolerância (ainda que entre os dentes) que o Pássaro de Fogo me proporcionava.

    Lá não seria minha casa.

    No entanto, decididamente havia algo errado. Urso necessitava de algum tipo de auxílio - como eu mesmo necessitei um dia - e que tipo de Garou eu seria se recusasse o chamado?

    Eu sabia a resposta para essa pergunta. Sabia que negar um servo da Deusa era negar a própria Deusa. Era retroceder ao meu eu anterior. Me omitir diante da Destruidora. O mero pensamento me causava arrepios.

    Dirigindo-me a Testemunha-das-Estrelas, falo:

    Nobre professora... Meu tempo aqui tem sido de paz e aprendizado. Por sua intercessão tenho um lar...

    E, voltando brevemente meu olhar para Sangue-na-Neve:

    ... e uma família.

    Continuo, desta vez me voltando novamente à líder:

    Gostaria de sua permissão e sua benção para visitar nossos irmãos do Caern do Grande Urso Pardo. Não conheço nada nem ninguém naquele lugar, no entanto. Há alguém lá que possa me ajudar? Não sei se serei capaz de resolver esse enigma sozinho.

    Ajoelho-me diante de Megumi, em sinal de puro respeito - de um resgatado, de um pupilo, de um amigo - e aguardo a resposta da sábia.
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5263
    Reputação : 395
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Alexyus Qua Jan 11, 2023 12:03 pm

    Gostaria de sua permissão e sua benção para visitar nossos irmãos do Caern do Grande Urso Pardo. Não conheço nada nem ninguém naquele lugar, no entanto. Há alguém lá que possa me ajudar? Não sei se serei capaz de resolver esse enigma sozinho.

    Megumi anuiu.

    Tornado-de-Sangue Megumi10- Você não deve ir sozinho. É tempo de você pertencer à uma matilha. Assim serão melhor tratados na outra seita e terão mais chance de descobrir alguma coisa. Esperem aqui, vocês dois.

    A anciã desceu a colina, deixando Tornado e Neve na Pedra do Ninho.

    A pequena métis aproveitou para dizer ao portador da luz:

    Tornado-de-Sangue Amina-10- Posso te mostrar alguns dos meus esconderijos, mas não todos, senão não vou ter onde me esconder de você! E de qualquer jeito você nem ia caber em alguns deles...

    Ela ria, despreocupada apesar de tudo.

    Passou-se um longe tempo antes que Megumi voltasse, ou assim pareceu a Tornado-de-Sangue. Quando ela voltou, estava acompanhada de mais três pessoas, que Tornado já conhecia de vista mas com que nunca falara. 

    Spoiler:

    Testemunha-das Estrelas fez as apresentações.

    Tornado-de-Sangue Megumi10- Esses são Fúria Sonora, hominídea galliard fúria negra; Morde-a-Wyrm, lupino theurge uktena; e Pé-no-chão, hominídeo ragabash peregrino silencioso. Junto com Sangue-na-Neve e Tornado-de-Sangue, vocês deverão formar uma matilha equilibrada antes de ir para o Caern do Grande Urso Pardo. Hoje à noite faremos o ritual para ligá-los a um totem. Até lá, podem se acostumar uns com os outros.

    Megumi sentou-se de novo diante da Pedra do Ninho para meditar, deixando os cinco garous à vontade.

    Foi Sangue-na-Neve quem quebrou o constrangimento do momento:

    Tornado-de-Sangue Amina-10- É um prazer conhecer vocês, eu sou Sangue-na-Neve, muito prazer.

    A fúria negra respondeu condescendente:

    Tornado-de-Sangue Zoeava10- Pode me chamar de Zoe, que é meu nome humano. Zoe Lang. Se vamos para o outro caern, é melhor todos termos nomes para usar com os humanos.

    O peregrino silencioso disse:

    Tornado-de-Sangue Mattav10- Isso é uma boa ideia. Meu nome é Matt Tyson, e posso ajudar vocês a conseguirem documentos se não tiverem identidades humanas ainda.

    O lupino uktena disse:

    Tornado-de-Sangue Mohawk10- Eu não tenho papéis humanos, mas meus Parentes de duas patas me chamaram de Will Mohawk.

    Sangue-na-Neve disse de modo perdido:

    Tornado-de-Sangue Amina-10- Eu nunca tive outro nome além do meu garou que a Megumi me deu...

    Zoe Fúria Sonora deu de ombros alegremente:

    Tornado-de-Sangue Zoeava10- Não tem problema, podemos arrumar um para você agora! Vejamos, Sangue na Neve.... que tal Samantha Snowblood? Podemos apelidar você de Sam!

    A pequena métis sorriu, parecendo enturmada pela primeira vez.

    Tornado-de-Sangue Amina-10- Eu gostei! Samantha Snowblood! Eu vou ser a Sam agora!

    Todos riram, e Matt Pé-no-Chão virou-se para Tornado:

    Tornado-de-Sangue Mattav10- E você, grandão? Precisa de ajuda também ou já tem alguma ideia?

    Eles não demonstravam medo nem asco por Tornado, eram apenas jovens garous tentando se acostumar uns com os outros.
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Mandhros Qui Jan 12, 2023 11:21 am


    - Você não deve ir sozinho. É tempo de você pertencer à uma matilha. Assim serão melhor tratados na outra seita e terão mais chance de descobrir alguma coisa. Esperem aqui, vocês dois.
    Pela segunda vez na vida, Megumi Testemunha-das-Estrelas tinha me pego de surpresa.

    Uma matilha? Mas já?

    Sem perceber, ergo uma sobrancelha em sinal de pura confusão, para logo depois ceder lugar a uma pensamento mais racional. Ao me treinar no Kailindô, Megumi tinha me ensinado que mente e espírito são tão fortes e necessários quanto fúria e intinto, e que o segredo era tentar manter homem e fera, corpo e espírito, em equilíbrio.

    Não que fosse uma tarefa fácil.

    Todavia, as coisas eram como eram, e eram como deviam ser. Não havia razões para questionar a sabedoria da Anciã.

    Então, restava esperar.

    - Posso te mostrar alguns dos meus esconderijos, mas não todos, senão não vou ter onde me esconder de você! E de qualquer jeito você nem ia caber em alguns deles...
    Pela primeira vez em muitos dias, eu me permiti rir. Uma gargalhada despreocupada e natural, algo que nem parecia caber na caranca de um métis mal encarado. Sangue-na-Neve sabia ser uma companhia muito divertida, afinal.

    E por que você iria querer se esconder de mim, lobinha? Você sabe que eu não ia sobreviver dois minutos aqui no Caern ou lá fora sem você para me proteger!

    A gargalhada diminui para um riso mais contido, mas ainda bastante largo e descontraído, e bagunço os cabelos de Sangue-na-Neve, de brincadeira.

    A companhia da pequena fez o tempo passar rápido, e por um momento afastou da minha mente as preocupações com Urso, com a viagem ao outro Caern e mesmo com o fato de eu não me encaixar em lugar algum, até o momento.

    E então Testemunha-das-Estrelas retorna, e não está sozinha.

    - Esses são Fúria Sonora, hominídea galliard fúria negra; Morde-a-Wyrm, lupino theurge uktena; e Pé-no-chão, hominídeo ragabash peregrino silencioso. Junto com Sangue-na-Neve e Tornado-de-Sangue, vocês deverão formar uma matilha equilibrada antes de ir para o Caern do Grande Urso Pardo. Hoje à noite faremos o ritual para ligá-los a um totem. Até lá, podem se acostumar uns com os outros.
    Aquilo definitivamente era algo muito novo.

    Eu já tinha visto os Garou diante de mim e de Sangue-na-Neve no Caern, mas nunca tinha interagido realmente com eles. Na verdade, nem sabia se, até aquele momento, eles tinham notado que eu existia.

    Constrangido, aceno a cada um dos outros lobisomens, quando me são apresentados. Não tinha muito jeito com essas coisas. Eu sabia lutar, e sabia matar, mas não tinha outras aptidões, e sabia bem disso.

    - É um prazer conhecer vocês, eu sou Sangue-na-Neve, muito prazer.
    Sangue-na-Neve toma a iniciativa de quebrar o gelo, e inicia uma conversa com os recém-chegados. Permaneço atento, mas quieto, e instintivamente farejo o ar, tentando reconhecer o odor característico de cada um deles. Isso poderia ser útil mais adiante, afinal.

    - Pode me chamar de Zoe, que é meu nome humano. Zoe Lang. Se vamos para o outro caern, é melhor todos termos nomes para usar com os humanos.
    Zoe "Fúria-Sonora" Lang, uma hominídea Fúria Negra, lua-quase-cheia. Ao farejar, sinto um cheiro doce, um perfume de flores (provavelmente) que eu não era capaz de identificar, ainda. Ela falava bastante, como era típico dos hominídeos, e lembrava que, em dois mundos, eram necessários dois nomes, duas identidades... Tolice ou inexperiência, eu não havia pensado em nada disso, até aquele momento.

    Pela primeira vez me ocorreu que, fora do caern, certamente minha singularidade, os olhos de Leão, poderia se revelar (mais) um problema.

    - Isso é uma boa ideia. Meu nome é Matt Tyson, e posso ajudar vocês a conseguirem documentos se não tiverem identidades humanas ainda.
    O segundo a falar, Matt "Pé-no-Chão" Tyson, também era hominídeo. Seu odor misturava suór com um cheiro mais ácido, cítrico. Havia nele uma nota de fuligem (fumo, talvez? ou quem sabe só o cheiro de cidade humana?).

    Ele evolui o argumento de Zoe e fala em documentos. Eu não entendia muito bem o que eram "documentos", mas sabia que os hominídeos tinham o hábito de usar papéis para dizer o que as coisas eram. Até onde eu sabia, "documentos" serviam para dizer aos homens o que nós somos. Preciso perguntar mais a respeito, em algum momento.

    - Eu não tenho papéis humanos, mas meus Parentes de duas patas me chamaram de Will Mohawk.
    Will "Morde-a-Wyrm" Mohawk. Eu saberia que ele é um lupino com os olhos fechados. Tem cheiro de lobo, muito mais que os outros. Tem cheiro de terra molhada e orvalho, odores muito mais familiares que os dos hominídeos.

    Também poderia dizer que ele é um lua-quase-nova sem muita dificuldade. Há algo decididamente estranho em sua presença, como se a Umbra o estivesse tocando mesmo no mundo físico, ou como se os espíritos estivessem estalando como faíscas ao seu redor.

    - Eu nunca tive outro nome além do meu garou que a Megumi me deu...
    Eu não conhecia de verdade o passado de Sangue-na-Neve, nem seus pais, mas sabia que a pequenina tinha nascido e sido criada no caern. O mundo de lobos e homens era estranho para ela, assim como era para mim.

    - Não tem problema, podemos arrumar um para você agora! Vejamos, Sangue na Neve.... que tal Samantha Snowblood? Podemos apelidar você de Sam!
    Zoe rapidamente sugere um nome humano para Sangue-na-Neve e a pequena gosta do que ouve. Samantha Snowblood... Sam... Eu teria que me acostumar com o novo nome...

    - E você, grandão? Precisa de ajuda também ou já tem alguma ideia?
    O Peregrino Silencioso me arranca das minhas próprias considerações e me lança, novamente, naquele momento confuso e desconfortável. Um nome de homem? Qual nome? Papéis de homens? O que realmente significavam? Que valor e utilidade teriam?

    As gargalhadas e descontração de outrora cedem lugar a um constrangimento genuíno. Abaixo um pouco a cabeça, em dúvida. Não sabia o que dizer ou fazer.

    As lições de Testemunha-das-Estrelas voltam à mente. As coisas são como são, e aqueles Garou seriam uma nova parte da minha família, afinal. Não havia motivos para não ser sincero com cada um deles, nem para desconfiar que não fossem leais - bem, talvez o Ragabash nem tanto...

    Meio atrapalhado com toda a situação, finalmente quebro o silêncio.

    É um prazer conhecê-los, cada um de vocês. Peço perdão se eu parecer desajeitado, mas isso é tudo muito novo para mim. Eu sempre vivi e lutei sozinho, até que Testemunha-das-Estrelas me trouxe até aqui, e Sangue-na-Neve... Agora também Sam, não é mesmo?... Decidiu se aproximar de mim.

    Acho que vou precisar de alguma ajuda... Não só com o nome de humano, mas também com os costumes deles... Não conheço nada do mundo fora deste caern. Também não conheço o mundo dos lobos. Nunca tive a oportunidade de correr com parentes pela mata, ou caçar com eles.

    Sou um bom lutador, mas no momento, não sou muito mais do que isso.

    Não sei se Testemunha-das-Estrelas já tinha falado a vocês algo sobre mim, mas sou Tornado-de-Sangue, Ahroun dos Portadores da Luz Interior, antes um filhote perdido que estava entre as presas da Wyrm.

    Procuro uma pedra próxima, e me sento, convidando os demais a que fizessem o mesmo, com um gesto. Não sei se aquilo era o certo a se fazer, mas foi o que meu coração sugeriu.

    Não sei muito do mundo, mas gosto de histórias. Se vamos formar uma matilha, acho que gostaria de saber um pouco de cada um de vocês, e de falar um pouco de mim, também - depois que conseguir escolher um nome humano, claro...

    Rio, sem graça. Um riso que não combinava com o rosto duro e marcado por uma cicatriz de tempos passados. Que não cabia sob os olhos de um predador hábil e violento. Mas que ainda assim estava lá.
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5263
    Reputação : 395
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Alexyus Seg Jan 30, 2023 3:34 pm

    ANTES

    - Posso te mostrar alguns dos meus esconderijos, mas não todos, senão não vou ter onde me esconder de você! E de qualquer jeito você nem ia caber em alguns deles...

    Pela primeira vez em muitos dias, eu me permiti rir. Uma gargalhada despreocupada e natural, algo que nem parecia caber na caranca de um métis mal encarado. Sangue-na-Neve sabia ser uma companhia muito divertida, afinal.

    - E por que você iria querer se esconder de mim, lobinha? Você sabe que eu não ia sobreviver dois minutos aqui no Caern ou lá fora sem você para me proteger!

    A gargalhada diminui para um riso mais contido, mas ainda bastante largo e descontraído, e bagunço os cabelos de Sangue-na-Neve, de brincadeira.

    Sangue-na-Neve respondeu:

    Tornado-de-Sangue Amina-10-- Eu poderia me esconder quando você dorme para não te ouvir roncar! Mas não se preocupe, eu te protejo se você estiver em perigo! Deixa comigo!


    AGORA

    - E você, grandão? Precisa de ajuda também ou já tem alguma ideia?

    - É um prazer conhecê-los, cada um de vocês. Peço perdão se eu parecer desajeitado, mas isso é tudo muito novo para mim. Eu sempre vivi e lutei sozinho, até que Testemunha-das-Estrelas me trouxe até aqui, e Sangue-na-Neve... Agora também Sam, não é mesmo?... Decidiu se aproximar de mim.

    - Acho que vou precisar de alguma ajuda... Não só com o nome de humano, mas também com os costumes deles... Não conheço nada do mundo fora deste caern. Também não conheço o mundo dos lobos. Nunca tive a oportunidade de correr com parentes pela mata, ou caçar com eles.

    - Sou um bom lutador, mas no momento, não sou muito mais do que isso.

    - Não sei se Testemunha-das-Estrelas já tinha falado a vocês algo sobre mim, mas sou Tornado-de-Sangue, Ahroun dos Portadores da Luz Interior, antes um filhote perdido que estava entre as presas da Wyrm.

    Procuro uma pedra próxima, e me sento, convidando os demais a que fizessem o mesmo, com um gesto. Não sei se aquilo era o certo a se fazer, mas foi o que meu coração sugeriu.

    - Não sei muito do mundo, mas gosto de histórias. Se vamos formar uma matilha, acho que gostaria de saber um pouco de cada um de vocês, e de falar um pouco de mim, também - depois que conseguir escolher um nome humano, claro...

    Rio, sem graça. Um riso que não combinava com o rosto duro e marcado por uma cicatriz de tempos passados. Que não cabia sob os olhos de um predador hábil e violento. Mas que ainda assim estava lá.

    No alto da colina, ao redor da Pedra do Ninho, havia muitas pedras onde se poderia sentar, o que fez com que fosse a área para reuniões e assembleias. Como já estavam por ali, Tornado de Sangue e seus novos companheiros sentaram-se ali, em roda.

    Zoe, a mais falante, foi a primeira a retomar o assunto:

    Tornado-de-Sangue Zoeava10- Então, Tornado de Sangue.... Que tal Harry Kane?

    Matt disse sério:

    Tornado-de-Sangue Mattav10- Não tem um jogador de futebol com esse nome?

    Zoe deu de ombros e falou:

    Tornado-de-Sangue Zoeava10- Pode ser Henry Kane se quiser. Ou então algo tipo Thomas, Tommy, Turner, Tyson...

    O ragabash Matt Pé-no-Chão sugeriu:

    Tornado-de-Sangue Mattav10- ...Tony?

    Zoe estralou os dedos agitada, dizendo rápido:

    Tornado-de-Sangue Zoeava10- Isso! Tony! Tony Blood! Assim o sobrenome combina com o da Samantha! Vocês podem até dizer que são irmãos!

    Matt assentiu com a cabeça e comentou:

    Tornado-de-Sangue Mattav10- Seria mais fácil conseguir documentos para irmãos...

    Zoe virou-se para Tornado, perguntando:

    Tornado-de-Sangue Zoeava10- E então, o que achou?

    (Off: Pode recusar e escolher outro nome se quiser)

    Com a questão dos nomes resolvida, Morde-a-Wyrm lembrou do outro assunto para discutirem:

    Tornado-de-Sangue Mohawk10- Nossas histórias. Eu nasci de uma loba e cresci numa matilha de lobos. Eu tinha pensamentos complicados e ouvia as vozes das coisas naturais, sem saber que eram espíritos. Quando mudei pela primeira vez, meus irmãos garous uktenas vieram me buscar. Eles me ensinaram e me treinaram para ser um bom garou theurge e chegar a cliath.

    O theurge era de poucas palavras, e aquela foi a vez em que mais falou. Os olhos de todos convergiram para Matt, que demorou-se a começar a falar, sem sustentar o olhar cruzado de ninguém.

    Tornado-de-Sangue Mattav10- Eu sou filho de um militar americano e uma diplomata iraquiana, que se conheceram durante a primeira guerra dos Estados Unidos e Iraque. Cresci viajando por várias partes do mundo e me alistei quaando fiz 18 anos. Infelizmente, minha Primeira Mudança ocorreu durante uma missão na Síria, e foi...sangrento. Ainda bem que uma Peregrina Silenciosa me encontrou e conseguiu me fazer me qualificar para cliath. E aqui estou.

    Sem nada mais para ele dizer, todos se viraram para Zoe, que apanhou seu violão e começou a dar alguns acordes. E de repente sua voz doce e forte acompanhou a melodia.

    Tornado-de-Sangue Zoeava10"Um belo casal
    Que muito amava música
    Morava numa cidade rústica
    Sua terra natal


    Mas caíram na armadilha
    De terem um filho e duas filhas
    E iniciando nessa trilha
    Descobriram uma verdade que agora brilha


    Seus antepassados eram da linhagem garou
    E mesmo depois que tanto tempo passou
    Uma de suas crias aindda mudou
    E uma Fúria Negra se tornou


    Mesmo tendo nascida e crescido humana
    Foi educada para servir à Mãe e Diana


    Através de uma inspiração divina
    Descobriu que a música também ensina
    E agora para esse papel ela se inclina


    Convidada para o Caern do Pásssaro de Fogo
    Ela atendeu prontamente a esse rogo
    Veio correndo e chegou logo
    E agora está pronta para o jogo!"

    Embora as rimas não fossem as melhores da história garou, Zoe conseguira uma combinação impressionante de palavras e executava sua composição com uma melodia instigante e uma voz aveludada.

    Ainda havia algum tempo antes do anoitecer, então a recém-reunida matilha poderia fazer mais coisas junta ou separada, mesmo que fosse apenas conversar.
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Mandhros Seg Jan 30, 2023 5:13 pm

    Tudo acontecia muito rápido, de uma forma que eu jamais poderia imaginar ser possível.

    Em um momento, eu era mais um filhote perdido. No momento seguinte, resgatado, era um filhote sob a tutela de Testemunha-das-Estrelas.

    Pouco depois, conheci a pequena Samantha, Sangue-na-Neve, e pela primeira vez na vida me senti parte de algo, parte de uma família.

    E agora...

    Como um tornado, como os ventos que aprendi a espelhar em cada movimento do Kailindô, surgem irmãos. Uma matilha. Uma nova família.

    De alguma forma eles não se importam com a minha condição de predador óbvio, nem com o fedor de Wyrm que sei que tenho.

    Apesar de confuso, não consigo descrever o quanto fico feliz por isso.

    Aguardo o desenrolar da conversa e me divirto com as sugestões de nomes humanos, que avançam até chegar a Tony Blood.

    É a primeira vez na qual intervenho:

    - Já ouvi alguém no Caern chamado Anthony ser tratado por Tony. Não sei bem como os hominídeos fazem isso, mas acho que Anthony Blood seria muito bom, ainda mais se me fizer parecer irmão da Sam, aqui. Muito obrigado, irmãos, pela ajuda e pelas sugestões!

    Em seguida, ouço atentamente as histórias de cada um dos presentes.

    - Nossas histórias. Eu nasci de uma loba e cresci numa matilha de lobos. Eu tinha pensamentos complicados e ouvia as vozes das coisas naturais, sem saber que eram espíritos. Quando mudei pela primeira vez, meus irmãos garous uktenas vieram me buscar. Eles me ensinaram e me treinaram para ser um bom garou theurge e chegar a cliath.
    Ouço atentamente o lupino. Sua fala era curta, simples, direta e muito sincera. Eu admirava isso nos lobos.

    - Eu sou filho de um militar americano e uma diplomata iraquiana, que se conheceram durante a primeira guerra dos Estados Unidos e Iraque. Cresci viajando por várias partes do mundo e me alistei quaando fiz 18 anos. Infelizmente, minha Primeira Mudança ocorreu durante uma missão na Síria, e foi...sangrento. Ainda bem que uma Peregrina Silenciosa me encontrou e conseguiu me fazer me qualificar para cliath. E aqui estou.
    O Lua-Nova, assim como eu, é um nascido em batalhas. Mas parece que foi forjado nas guerras dos homens, não no conflito contra a Devoradora. Eu certamente devia conversar mais com ele  a respeito.
    E, por fim, uma canção:

    "Um belo casal
    Que muito amava música
    Morava numa cidade rústica
    Sua terra natal

    Mas caíram na armadilha
    De terem um filho e duas filhas
    E iniciando nessa trilha
    Descobriram uma verdade que agora brilha

    Seus antepassados eram da linhagem garou
    E mesmo depois que tanto tempo passou
    Uma de suas crias aindda mudou
    E uma Fúria Negra se tornou

    Mesmo tendo nascida e crescido humana
    Foi educada para servir à Mãe e Diana

    Através de uma inspiração divina
    Descobriu que a música também ensina
    E agora para esse papel ela se inclina

    Convidada para o Caern do Pásssaro de Fogo
    Ela atendeu prontamente a esse rogo
    Veio correndo e chegou logo
    E agora está pronta para o jogo!"
    A voz da Galliard, aliada ao seu talento com aquele instrumento de música – acho que se chamava violão, mas não tenho certeza – produziam uma melodia que fazia bem aos ouvidos, antes só acostumados a gritos, ameaças e pragas.
    Todos contamos nossas histórias, exceto uma.

    Sam, Sangue-na-Neve, minha irmãzinha em Gaia... Todos contamos histórias e cantamos canções. Por que você não nos conta a sua, pequenina?

    Depois que Sangue-na-Neve falar, me volto aos demais, mostrando interesse.

    Morde-a-Wyrm, de onde vem seu nome? Nossas Luas estão em pontos distantes do céu, a minha cheia e a sua Quase-Nova. Gostaria muito de aprender aquilo que o Theurge da minha matilha tiver a me ensinar sobre esse e o outro lado do véu.

    Então, me voltando a Matt “Pé-no-Chão”:

    Você e eu somos nascidos no conflito, irmão. Mas enquanto eu só vi sangue, você já viu o mundo todo. Vai ser um prazer caminhar com você pela Lua Nova, seja ouvindo suas histórias, seja em silêncio.

    E, por fim, a Zoe:

    Acho que nunca ouvi uma voz tão bonita em toda a minha vida...

    Acabo me percebendo encabulado, porque o meu isolamento não tinha me dado qualquer tipo de tato com mulheres. Eu queria muito dizer que Zoe era tão bonita, que tocava tão bem e tinha uma voz tão linda... Mas simplesmente não sabia como dizer. Acho que era mais fácil estripar um fomori de seis braços do que conversar com a Galliard.
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5263
    Reputação : 395
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Alexyus Qua Fev 15, 2023 8:51 pm

    - Já ouvi alguém no Caern chamado Anthony ser tratado por Tony. Não sei bem como os hominídeos fazem isso, mas acho que Anthony Blood seria muito bom, ainda mais se me fizer parecer irmão da Sam, aqui. Muito obrigado, irmãos, pela ajuda e pelas sugestões!

    Zoe assentiu animadamente:

    Tornado-de-Sangue Zoeava10- Está resolvido então!

    Matt tomou nota de alguma coisa numa pequena caderneta e guardou-a no bolso.

    Sam, Sangue-na-Neve, minha irmãzinha em Gaia... Todos contamos histórias e cantamos canções. Por que você não nos conta a sua, pequenina?

    Sam pareceu ficar envergonhada e desviou o olhar, falando com voz contida:

    Tornado-de-Sangue Amina-10- Eu não tenho muito para contar - ou cantar. Megumi me trouxe para cá ainda filhote, quando eu não conseguia mudar da forma crinos para as outras, e teve paciência comigo até eu conseguir mudar. Eu não sei mais nada além disso...

    Morde-a-Wyrm, de onde vem seu nome? Nossas Luas estão em pontos distantes do céu, a minha cheia e a sua Quase-Nova. Gostaria muito de aprender aquilo que o Theurge da minha matilha tiver a me ensinar sobre esse e o outro lado do véu.

    Sangue-na-Neve disse com simplicidade e com seu jeito direto:

    Tornado-de-Sangue Mohawk10- Os lobos sabem: quando você vê o inimigo, morde ele! E a Wyrm é o inimigo. Você quer saber sobre os augúrios? Eu sou um theurge, lua crescente, o guia dos espíritos. Você é um ahroun, lua cheia, líder na luta. A Mãe dá a cada um o que é preciso para fazer seu papel. Mas posso ajudar se você ficar perdido.

    Você e eu somos nascidos no conflito, irmão. Mas enquanto eu só vi sangue, você já viu o mundo todo. Vai ser um prazer caminhar com você pela Lua Nova, seja ouvindo suas histórias, seja em silêncio.

    Matt assentiu, com seu tronco forte muito ereto e rígido. Ele demorou um pouco para falar e quando o fez, foi cautelosamente:

    Tornado-de-Sangue Mattav10- O mundo todo é um exagero. Sempre há novos caminhos a percorrer, e cada um tem uma história. Mas algumas são melhores aprendidas em silêncio mesmo.

    Acho que nunca ouvi uma voz tão bonita em toda a minha vida...

    Zoe abriu um largo sorriso, exibindo seus dentes brilhantes.

    Tornado-de-Sangue Zoeava10- Eu ainda vou ficar melhor que isso! Ainda estou aprendendo, mas posso garantir que vou representar a nossa matilha à altura quando a situação exigir!

    A conversa dos novos irmãos de matilha fluía facilmente e eles pareciam cada vez mais à vontade uns com os outros, e foi com surpresa que ouviram Megumi Testemunha-das-Estrelas chamando-os. 

    Tornado-de-Sangue Megumi10- A noite caiu sobre nós. É hora de fazermos o ritual de totem para unir vocês a um espírito totêmico. Já decidiram qual espírito seria o melhor para se aliarem?

    Eles tinham conversado muito, mas não tinham discutido nada disso.

    Sangue-na-Neve, a autoridade espiritual entre os jovens garous, foi o primeiro a falar:

    Tornado-de-Sangue Mohawk10-  O totem deve ter a inclinação certa para poder nos ajudar. Estamos indo encontrar irmãos garous, então não precisamos de um totem de guerra. Totens de astúcia, de honra e de sabedoria seriam bons. Mas se vamos procurar o espírito urso, um totem de sabedoria seria o melhor para isso.

    Zoe, a mais falante de todos, interveio:

    Tornado-de-Sangue Zoeava10- Sim, mas a nossa missão não é apenas achar o urso, também temos que descobrir o que está acontecendo com a seita do Grande Urso. É uma missão de espionagem também! Então deveríamos escolher um totem de astúcia para nos ajudar!

    Matt limpou a garganta e se pronunciou:

    Tornado-de-Sangue Mattav10- Eu entendo o raciocínio de vocês, mas não estamos indo contra os garous da outra seita. Podemos tentar uma abordagem diplomática, e se tivermos um totem de honra, seremos mais respeitados quando falarmos com eles.

    Parecia que o primeiro impasse entre os jovens garous surgira, cada um com um pensamento diferente.

    Megumi dirigiu-se a Tornado-de-Sangue:

    Tornado-de-Sangue Megumi10- O que você pensa disso?
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Mandhros Qui Fev 23, 2023 10:48 am

    Observo as respostas dos colegas de matilha e a chegada de Mesumi. Para mim, ao menos, não foi tanta surpresa. Na verdade, a chegada de Testemunha-das-Estrelas trazia consigo o alívio de um rosto conhecido e de uma professora dedicada e capaz.

    Quando todos começaram a discutir sobre que totem deveria abençoar e apadrinhar a matilha, um fogo começou a arder em meu peito, uma chama que ardeu até o seu ápice no exato momento em que a Portadora-da-Luz-Interior me concedeu a palavra.

    E o que eu disse saiu quase como impulso, sem reflexão mas com absoluta sinceridade.

    Não sou versado na Umbra e nos seus nobres espíritos como Morde-a-Wyrm, nem tenho os olhos cheios do mundo como Pé-no-Chão, mas se estou aqui, hoje, devo isso a Leão e a Testemunha-das-Estrelas. Sei que ele é um espírito de respeito e que tem boa influência com os anciões e com aqueles que respeitam as tradições. Sei, também, que sua força de vontade é lendária. Além disso, se precisamos espreitar, investigar e caçar, acredito que ele será um bom padrinho, caso nos aceite.

    Aguardo a reação de todos, inclusive Mesumi e Samantha.
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5263
    Reputação : 395
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Alexyus Dom Fev 26, 2023 9:48 am

    Megumi assentiu para a fala de Tornado-de-Sangue:

    Tornado-de-Sangue Megumi10- Você falou com sabedoria. Acredito que todos aqui concordaram com sua palavras.

    Ela aguardou um momento, e o silêncio foi uma concordância sem palavras. Não passou despercebido a Tornado que ninguém, nem mesmo Megumi, pensou em pedir a opinião de Sangue-da-Neve. 

    Tornado-de-Sangue Megumi10- Assim está decidido! Vamos partir agora!

    Testemunha-das-Estrelas purificou cada um dos membros da futura matilha e os ungiu com um óleo de cheiro fragrante, desenhando glifos sobre eles.

    Em seguida eles entraram na Umbra e se afastaram da Penumbra, seguindo uma trilha espiritual que Megumi parecia enxergar nitidamente, mas para os cinco garous mais novos estava apenas parcialmente perceptível.

    Depois de um tempo, finalmente e repentinamente, eles chegaram diante do espírito Leão, uma forma espiritual enorme do felino que existia no reino físico de Gaia.

    Spoiler:

    O espírito rugiu para eles ameaçadoramente, como um sinal de aviso.

    Testemunha-das-Estrelas então disse:

    Tornado-de-Sangue Megumi10- Agora vocês devem conquistar o favor e a aliança do Leão. Falem com ele e apresentem seus argumentos!
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Mandhros Seg Fev 27, 2023 5:58 pm

    Quando Megumi menciona que eu, um filhote perdido recém resgatado e não mais que apenas tolerado pela Seita, falei com sabedoria, algo quente surgiu dentro de mim. Depois de muitos anos, pela primeira vez eu me sentia aceito, realmente parte de algo.

    Mas o silêncio que envolvia Sangue-na-Neve contrabalançava esta felicidade. Eu havia falado no ímpeto, de fato, e nesta ansiedade não prestei atenção à minha irmã.

    Após os ritos de purificação, percorremos atalhos e deixamos o mundo físico para trás, seguindo uma trilha espiritual através da qual Testemunhas-das-Estrelas nos guiava, com habilidade.

    Aproveito este espaço de tempo para dedicar atenção à pequenina:

    Hey, Sam... Eu falei no impulso e sem pensar... Você acha que minha sugestão de procurar Leão foi uma boa escolha?

    Mais algum tempo e, finalmente, chegamos ao nosso destino.

    Diante de nós, um espírito dourado, grande, sábio e respeitado. Seu corpo guardava as cicatrizes de uma entidade que viu os Uivadores Brancos sucumbirem à Wyrm e teve vontade de ferro para emergir das mais profundas sombras e reassumir seu lugar.

    Eu não era muito versado na história dos Garou mas, em especial, a história de Leão me era familiar. Assim como eu sabia que os Uivadores deram origem aos primeiros Dançarinos da Espiral Negra...

    Enquanto estava em cativeiro, o Espírito que estava diante de mim era nominado como uma praga pelos meus pais e captores. E, quando minhas presas o viam em meu reflexo, se acovardavam e se encolhiam.

    Leão era mais que apenas um totem, ou um espírito respeitado. Para mim, era como um pai e um amigo, tão estranho quanto isso pudesse ser.

    Ao nos aproximarmos, faço um dos joelhos tocar o chão, em sinal de máximo respeito e, como era de se esperar, aguardo que Morde-a-Wyrm, o Theurge, tomasse a iniciativa. Ele certamente era mais capacitado nisso que eu.

    Todavia, não escondo, de forma alguma, a admiração e respeito que tenho pelo Incarna diante de mim.
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5263
    Reputação : 395
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Alexyus Sáb Mar 18, 2023 9:12 am

    ANTES

    Hey, Sam... Eu falei no impulso e sem pensar... Você acha que minha sugestão de procurar Leão foi uma boa escolha?

    A pequena métis sacudiu a cabeça e respondeu:

    Tornado-de-Sangue Amina-10- Acho que sim. Os outros estavam pensando num tipo de totem, mas você falou direto o espírito que você queria, e acho que era isso que Megumi queria saber. Acho que foi bom.

    AGORA

    Morde-a-Wyrm começou a conversa com o espírito totêmico do Leão na língua dos espíritos. Além de Megumi, nenhum dos outros parecia entender o que estava sendo conversado entre eles. O lupino traduziu a conversa depois para eles.

    Tornado-de-Sangue Mohawk10- Leão só aceita como seus filhos espirituais aqueles que prometerem caçar e matar todos aqueles que caçam animais selvagens. Posso prometer a ele que faremos isso?

    A concordância foi unânime e imediata. Poucas ações poderiam ser mais apropriadas para os garous.

    O theurge voltou a conversar com Leão na língua dos espíritos, e o pretendido totem respondeu alguma coisa.

    De repente, Morde-a-Wyrm uivou alto e longamente um Uivo de Saudação para o Leão, de um modo tão impressionante que todos acabaram por admirar-se daquele talento natural do lupino. Leão pareceu gostar daquilo e acenou com a cabeça, virando-se para os outros membros da matilha. Will Mohawk explicou para os demais:

    Tornado-de-Sangue Mohawk10- Leão exige uma chiminage de nossa parte para decidir se nos aceitará. Eu uivei e ele aceitou. Agora cada um de vocês deve apresentar sua própria chiminage a Leão.

    Zoe Lang, a Fúria Sonora, reagiu rapidamente e pegou seu violão, que parecia estar dedicado a ela, e começou a entoar uma canção, na língua humana mesmo:

    Tornado-de-Sangue Zoeava10-Ó majestoso leão,
    rei da selva, da savana,
    tua força e beleza
    são como um poema emana.

    Teu porte altivo e nobre
    inspira respeito e admiração,
    teus olhos selvagens e intensos
    revelam tua determinação.

    Teu rugido retumba forte,
    como uma sinfonia da natureza,
    anunciando tua presença
    e enchendo de temor a floresta.

    Mas também és gentil e amoroso,
    quando proteges tua prole com zelo,
    e tuas carícias são tão suaves
    como uma brisa em um castelo.

    Oh, leão, és uma obra-prima
    da natureza, do universo,
    e tua presença na terra
    é um presente, um tesouro imerso.

    Que sempre sejas lembrado
    como o rei da selva, o leão,
    pois tua majestade e grandeza
    merecem eterna admiração.


    Quando Zoe terminou, Leão assentiu com uma expressão que parecia um sorriso. Como ele entendera o que ela cantara, Tornado nem imaginava, mas o totem aceitara a chiminage dela.

    Matt Tyson, o Pé-no-chão, mexeu em algo da bolsa que trazia e pegou um colar de aparência rústica, e ergueu-o na direção de Leão. Havia coisas brancas pontudas e afiadas encaixadas como contas no cordão do colar.

    Tornado-de-Sangue Mattav10- Quando eu estive na África, vi um europeu usando isso. Quando perguntei a ele o que era, ele disse que era um troféu por ter matado um leão num safári anos antes. Naquela noite, eu fiz o sangue dele regar a terra por vingança pelo leão abatido. Eu lhe entrego isso como prova de que antes de ser seu filho, eu já o era.


    Matt colocou cerimonialmente o adorno diante de Leão, que observava tudo com olhares fixos. Um momento depois, o colar se rompeu, e os dentes de leão afundaram no solo. 


    O totem então se virou para Tornado-de-Sangue.


    Era a vez dele apresentar um chiminage.
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Mandhros Seg Mar 20, 2023 11:30 am

    Com admiração, acato e respeito, observo toda a interação de Morde-a-Wyrm com Leão, que culmina em um longo e belo uivo.

    Quando o Theurge menciona as oferendas, toda a matilha se deleita com a voz doce e os versos suaves de Fúria Sonora.

    Pé-no-chão, a seu turno, apresenta um colar com dentes de leão, e conta uma história sobre vingança e sangue.

    Restávamos eu e Sangue-na-Neve.

    Dou um passo à frente, e mudo para Crinos. Ao contrário do que pudesse parecer para um observador desavisados, minha forma guerreira não era exatamente comum. Com a pelagem alaranjada, olhos felinos e uma juba pronunciada em torno do pescoço, talvez eu lembrasse mais a um leão que a um lobo.

    Encurvo o corpo, de modo a colocar dois punhos enormes e cheios de garras, cerrados, no chão, assim como um dos joelhos. Então falo, em língua Garou, mais com o coração e o pensamento do que com a boca e a garganta:

    Nobre Leão... Eu era um filhote perdido que vivia na escuridão, e nos piores momentos você foi a luz que me guiou, como um farol. Seu poder e sua vontade, de alguma forma, estão marcados no meu corpo e sangue. Não tenho um belo uivo, canções bonitas ou provas de bravura comigo, mas apenas a promessa de que seus protegidos serão meus protegidos, e de que seus inimigos sentirão o horror que Você inspira antes de serem feitos em pedaços. Minha oferenda, Elevado Espírito, é meu corpo e sangue, e minha promessa de serví-lo daqui até as mandíbulas da Wyrm, e além.

    Finalmente ergo a cabeça e o olhar para encarar o espírito de frente, esperançoso de que ele tenha entendido minhas palavras e minha humilde oferta.

    Restava apenas a pequena Ahroun.
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5263
    Reputação : 395
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Alexyus Dom Abr 09, 2023 12:19 pm

    Tornado-de-Sangue Web3-l10

    Leão pareceu aceitar a oferta de Tornado-de-Sangue e lambeu os quatro garous.

    No mesmo momento, Tornado sentiu que fôra adotado como um filho do Leão, junto com seus irmãos de matilha.

    A pequena ahroun fôra deixada de fora.


    OFF: Mandhros, você tem 7 pontos de totem, já incluindo os seus, para gastar na criação do totem. Pode criar como quiser.
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Mandhros Seg Abr 10, 2023 11:28 am

    Off: @Alexyus, posso mandar os dados do Totem por MP, ou prefere que eu poste em algum lugar? Só me falar que eu faço o que for mais adequado

    On;

    A lambida de Leão, como a que um pai dá em um filhote, é reconfortante e acolhedora. É a sensação de um lar sem a necessidade de paredes. Nunca havia tido aquela percepção de pertencimento a algo maior que eu, e era um sentimento quente, gostoso...

    Mas e Sangue-na-Neve? A pequena, que me acolheu primeiro quando ninguém ousou fazer, e que na sua simplicidade infantil foi - foi não, é - minha primeira família. Como Leão poderia deixá-la de fora? Como poderiam os outros simplesmente ignorá-la?

    Ponho-me de pé, diante do espírito, pela primeira vez tão altivo e nobre como o próprio patrono - um filho que encara o pai como um igual.

    Sem pensar muito, falando na língua Garou mais com instinto do que com inteligência, interpelo Leão:

    Nobre Padrinho, tão logo deixei a escuridão, por obra sua e de Megumi, a pequena Sangue-na-Neve me acolheu como você, agora, me acolhe. Quando ninguém ousou se aproximar de mim, com medo da minha origem e do que eu tinha feito, ela, com a inocência e a coragem de filhote, se fez minha irmã. Não questiono sua sabedoria, Grande Leão, mas tenho certeza que Sangue-na-Neve merece, tanto quanto cada um de nós, seu espaço nesta matilha, nesta família, e também a sua benção.

    Talvez eu fosse um tolo, ou tivesse tomado a frente do Theurge da matilha, ou fosse apenas impertinente, mas era o que o meu coração queria dizer, e havia verdade em cada palavra.
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5263
    Reputação : 395
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Alexyus Ter Abr 25, 2023 8:10 pm

    Off: Pode mandar no off ou por mp, tanto faz. Eu incluirei os dados na sua ficha.

    ON:

    Leão rugiu baixo, e Tornado continuava sem entender o totem.

    Mas Will traduziu para Tornado:
    Tornado-de-Sangue Mohawk10
    - Leão disse que Sangue-na-Neve ainda é uma filhote e que ele só pode adotar garous reconhecidos oficialmente como parte da Nação Garou. Acho que ela precisa passar por um ritual de conquista para se tornar cliath e depois firmar um pacto com Leão.
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Mandhros Qua Abr 26, 2023 3:08 pm

    Off: Vou colocar as caractéristicas do totem. Se demandar qualquer correção, por favor, é só falar que eu ajusto, ok?

    Leão - Totem de Respeito

    Custo em Antecedentes: 5

    Os Garou desconfiam daqueles que deixam seus filhos cair, e assim o antigo totem dos Uivadores Brancos não é visto com bons olhos como um totem de sua força o seria. Porém, algumas matilhas apreciam a abordagem
    dominante do Leão à liderança, principalmente aqueles entre os Garras Vermelhas e Presas de Prata que dividem com ele o respeito pela tradição. O Leão é ávido para adotar tais matilhas.

    Características: As matilhas adotadas pelo Leão ganham 1 de Honra e +3 de Empatia com Animais. Suas matilhas podem usar até quatro pontos adicionais de Força de Vontade por história e fazem testes para
    impressionar um ancião com -1 de dificuldade (o Leão sempre soube como apelar à tradução. No caso de um ancião estranhamente progressivo, o Narrador pode ignorar esse bônus).

    Dogma: Os filhos do Leão devem destruir qualquer um que cace animais selvagens por prazer.

    Fúria 3
    FdV 3+3=6 (1 ponto de totem)
    Gnose 2

    Encantos:
    Reformar
    Sentido de Orientação

    Poderes extras:
    Sempre consegue encontrar os membros da matilha (1 ponto de totem)

    PS.: Estou interpretando Tornado como alguém que não sabe mesmo como determinadas práticas sociais e espirituais dos Garou funcionam. Ele pode parecer meio bobo, às vezes, mas é para refletir esse desconhecimento mesmo.

    On:

    Baixando a cabeça e curvando o corpo, em sinal de respeito e reverência, dou um passo atrás. Tomo o cuidado de olhar para Sangue-na-Neve, de mostrar que eu realmente me importava com ela, e de que, embora a matilha fosse uma nova família, ela permanecia minha irmã em Gaia.

    Ao me afastar de Leão e me aproximar da filhote, sussurro:

    Leão pode não ter te adotado ainda, mas eu sempre estarei aqui, não importa o que aconteça. Você é minha matilha tanto quanto os novos irmãos e irmã. Nada, nunca, vai mudar isso.

    Sorrio - tão bizarramente quanto um crinos poderia sorrir - e aguardo o que aconteceria a seguir. Será que Leão, ou Testemunha-das Estrelas, contariam algum detalhes sobre o que viria adiante?
    Conteúdo patrocinado


    Tornado-de-Sangue Empty Re: Tornado-de-Sangue

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sáb maio 25, 2024 4:11 am