Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Centelha (Yoosuke)

    einherji
    Troubleshooter
    einherji
    Troubleshooter

    Mensagens : 879
    Reputação : 49

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por einherji Sex Ago 18, 2023 11:48 am

    Yura sorriu com as palavras de Yoosuke, era bom ter um golpe de esperança e sabia que, independente da situação, sempre conseguiria esse tipo de retorno dele. As reações mais realistas com a realidade complicada em que estavam costumavam vir dela, mas sabia que Yoosuke tinha um olhar mais esperançoso sobre tudo.

    O velho padeiro gigante continuou encarando os dois por um longo tempo, não respondeu a nenhuma das falas de Yoosuke inicialmente, ouviu - impaciente tudo o que ele tinha a dizer, mas estava impassível. Não esbouçou reação sobre a destruição da vila, sobre o nome de Kamai ou sobre não serem soldados. Apontou o dedo indicado para Yoosuke e logo depois para Yura, equanto colocava a outra mão na cintura.

    - Não se vê isso todos os dias.

    Era difícil entender para onde apontava, mas parecia indicar os cabelos alvos de ambos.

    - Não é todo mundo mundo, ainda mais por essas bandas, que descende de uma linhagem assim.

    Ele deu um leve sorriso e girou o corpo, dando espaço para que os dois pudessem entrar em sua casa. Não tinha ficado ainda muito claro se ele tinha acredito neles. Talvez todo o mundo de informações que Yoosuke soltou surtiu efeito e alguma coisa atingiu o velho. Mas, ainda assim, apesar de tudo, ele não parecia tão preocupado.

    - Venham, vamos conversar longe de outros olhos.

    O interior da casa era quente. Tinha um calor seco e logo se via o motivo, havia um forno grande de tijolos. O cheiro da massa crescendo no forno enchia os narizes dos dois e era de certa forma, um acalento para o corpo que tinha passado por tanto estresse nas últimas horas. Ele se sentou de costas para o forno em uma cadeia que parecia pequena demais para ele e indicou cadeiras para os dois pudessem se sentar, também.

    - Quero ouvir toda a história. Meu nome é Mokuzai.
    Zireael
    Mutante
    Zireael
    Mutante

    Mensagens : 741
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por Zireael Dom Ago 20, 2023 10:54 pm

    Yoosuke ficou apreensivo com a falta de reação do padeiro. Ele olhou Yura de relance, procurando ajuda.

    - Será que ele fala outro idioma?

    Quando o padeiro fez o menor sinal de movimento Yoosuke institivamente arrepiou-se, ergueu as mãos em uma quase posição de luta, um tanto ridícula. Não era um combatente, mas faria o necessário caso a situação se mostrasse perigosa. Mostrou os dentes em uma careta de ameaça e quando não houve nenhum tipo de ataque, ele arregalou de leve os olhos. Olhou para Yura parada e a cara de "não impressionado" do padeiro.

    - Ah... Desculpa.

    Abaixou as mãos, sem graça, e tentou entender o que o homem estava apontando. Algo que ele e Yura tinham em comum.

    - ??? - olhava Yura e ergueu os ombros em confusão.

    Quando entendeu o que ele queria dizer, Yoosuke levou uma mão até sua mecha de cabelo alvo e mexeu nele, puxando-o como se quisesse coloca-la em seu campo de visão.

    - Há quem diga que não são bom agouro.

    Suspirou, baixando a mão e encarando o homem.

    - Linhagem, é?

    O homem deu espaço para entrarem. Yoosuke, desconfiado, olhou de novo de relance para Yura, que retornou seu olhar. Corajoso e querendo fazer-se prestativo, deu o primeiro passo para dentro, como se aquilo fosse garantir a segurança dele e mais importante, de Yura. Olhou para um lado, olhou para o outro e deu mais um passo.

    -....

    O rosto de Yoosuke iluminou-se com o fogo que saía do forno. Pareceu viajar, tendo uma lembrança da infância. Eles e seus irmãos sentados ao redor de seu pai dobrando o fogo. Fechou os olhos longamente, saudoso. Espantou aquela visão e ainda desconfiado, sentou-se em uma das cadeiras. Tinha a coluna ereta e sua expressão era preocupada. Tentava ler o que aquele homem sentia ou escondia. Ele... Ele entendia o que tinha dito? Sabia da gravidade da situação? Parecia tão calmo.

    Respirou fundo e sentiu o ar quente e doce do local. Parecia que tinha entrado em outra dimensão, alheia aos perigosos de fora.

    - Bem, chegamos até você graças a um soldado. Hide. Vou contar as circunstâncias em que nos encontramos e como cheguei aqui.

    Yoosuke contou sua aventura desde que chegara à quele local. Não escondeu - muito - seus objetivos. Contou que eram dois viajantes da Nação do Fogo e estavam em busca de algumas células rebeldes. O motivo, não deixou muito claro, apenas que não estavam do lado de Kamai. Reforçou, de novo, que a vila estava em problemas.

    Tentou não tocar no assunto de quem era de verdade. Falou seu nome, mas não disse de que família era.

    Contou em como dois guardas da Nação do Fogo esbarraram com eles e em como se defenderam. Não comentou que Yura fora responsável por uma morte. Disse apenas que os dois jovens viajantes estavam se defendendo. Com os olhos cheios de espanto, contou o que aconteceu com o soldado que perdera sua vida no ataque e como voltara a vida, ameaçando a vila usando o nome de Kamai. Achou melhor não contar, num primeiro momento, que era o próprio que falara com eles.

    No fim, Yoosuke olhava o padeiro. Tinha uma mão apoiada, fechada, em cada joelho, nervoso.

    - Eu sei que parece mentira, mas se não fizermos alguma coisa, não tenho consciência do que pode acontecer aqui!

    Não sabia se o homem iria acreditar. Afinal, não é todo dia que um soldado volta á vida e ainda é usado como fantoche pelo Avatar.
    einherji
    Troubleshooter
    einherji
    Troubleshooter

    Mensagens : 879
    Reputação : 49

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por einherji Qua Ago 23, 2023 5:35 pm

    Mokuzai ouviu ao conto de Yoosuke com atenção - seu olhar era calmo, mas via-se que toda sua atenção estava dedicada a ele naquele momento. Em certos momentos os olhos cerravam e quase se fechavam, como se absorvesse as palavras, as digerisse e tentasse entender do que se tratava. Em certos momentos de todo o conto, até esboçou um sorriso convencido, de como soubesse do que Yoosuke estava falando e tudo aquilo que lhe dizia corroborava com suas próprias ideias. Yura, por outro lado, estava apreensiva - manteve-se em silêncio e deixou que Yoosuke falasse, mas era possível notar nervosismo em seu rosto a medida que as palavras eram ditas, ouvir todo o relato era difícil pois era reviver em palavras. Em certos momentos, quando achou que ele descreveria o que ela tinha feito, seu coração acelerou - mas acalmava-se ao ver que Yoosuke a poupara de reviver aquilo em toda a completude.

    - Hmmm. Às vezes as coisas caem no nosso colo, huh? E sim, parece mentira. Mas vivemos em um mundo controlado por uma única pessoa que tem o poder de destruí-lo, então... A mentira é uma história.

    O homem suspirou após as palavras e bateu as duas mãos nos joelhos. As manteve ali e se ergueu, as forçando para baixo. Retirou um pano da mesa, cobria pão redondo que ainda saía fumaça.

    - Comam.

    Ele deu as costas brevemente para os dois enquanto procurava por algo em algumas prateleiras altas. Passava as mãos por ali. Tirava alguns papéis, livros, utensílios de cozinha - as coisas iam caindo no chão enquanto ele procurava. Yura observou, mas fez como indicado - partiu o pão em um pedaço que cabia em sua mão e desse pedaço, partiu novamente em dois, oferecendo uma das metades para Yoosuke. Antes de comer o olhou e ergueu os olhos, parecia confiar no velho padeiro. Então, levou seu pedaço a boca.

    - Hah, aqui!

    Ele retornou para os dois, abriu um espaço na mesa e desenrolou um mapa. Olhou os dois com um sorriso fraco no rosto e apontou breve para os cabelos de ambos.

    - São um ótimo agouro. Agora, é minha vez de contar uma história que vai parecer mentira, mas eu acreditei em vocês e vou ajudá-los - espero que me ajudem, também.

    Mais uma vez se afastou, foi até a porte de entrada e bateu com força um sino que tinha ali. Uma... Duas... Três... Quatro vezes. Tão logo, voltou e quase debruçando-se sobre o mapa, começaria a falar. O mapa, pelo que Yoosuke podia ver, lembrava pouco o continente - conseguia identificar as ilhas da nação do fogo, as terras do norte das tribos da água, as montanhas dos nômades do ar e as vastas extensões de Ba Sing Se, reinto da terra. Contudo - as linhas estavam todas erradas, parecia um mapa desenhado por alguém que tinha apenas uma vaga noção de como era o continente - além disso, os nomes estavam todos errados. As ilhas da não do fogo, por exemplo, estavam nomeadas como Vuur Wat Dryf.

    - Bom... Sim, eu faço parte de uma célula rebelde. Fazia... Eles não querem saber muito das minhas ideias. E os métodos que estão utilizando não vão nos levar a nada, devem imaginar que é impossível vencer um Avatar no combate. Ainda mais um Avatar como Kamai que tem um exército colossal à sua disposição. Minha abordagem é diferente, vamos ter que vencê-lo de igual para igual. No mundo espiritual. Esse é um mapa de lá.

    Falou com naturalidade, como se o que disesse fosse comum.

    - Vocês são tocados pela criação, essa parte branca é algo que ficou no mundo espíritual de alguma forma. O grande artesão deixou esse pingo de tinta por lá quando vocês estavam sendo finalizados e por isso, vocês podem acessar esse local sem serem avatares!

    Ele sorriu, como se estivesse dando a melhor notícia. Yoosuke, em tudo o que tinha estudado - nunca havia lido nada parecido. Nunca se quer tinha ouvido teoria como aquela, nem os estudiosos mais excêntricos do palácio tinham uma noção como aquela do mundo espiritual.

    - A entrada, claro, não é fácil. Mas é possível.
    Zireael
    Mutante
    Zireael
    Mutante

    Mensagens : 741
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por Zireael Sex Set 08, 2023 11:38 pm

    Yoosuke contava os fatos. Seu olhar estava perdido dentro da história, como se a revivesse. Não acompanhava Mokuzai com os olhos. Estava imerso no que dizia, sem reparar no que Mokuzai realmente estava pensando. Não reparou nas expressões que Mokuzai fazia ou que Yura fazia. Quando terminou, Yoosuke finalmente respirou e observava, apreensivo, o velho padeiro digerir toda a informação. Sentiu o peso dos ombros caírem quando o homem pareceu acreditar no que ele dizia.

    - Sim... – ele disse com um leve sorriso de alívio se formando em seus lábios. Ele olhou Yura e depois, voltou a olhar o homem mais velho. – Coisas assim são só fatos no cotidiano.....

    Pensou naquelas palavras. Ele estava certo. Toda aquela loucura era parte da vida de todos agora. Engoliu em seco. E ele estava bem no meio daquilo. Sentia isso.

    Diferente de Yura, Yoosuke não reparou no pão oferecido. Seus olhos curiosos iam para Mokuzai e ele ergueu uma sobrancelha. Observava os objetos caindo e estreitou os olhos, mais curioso ainda. O que ele estava procurando? Só reparou que havia comida quando Yura a ofereceu. Ele pegou, sorrindo e comeu um pedaço. Não se lembrava que estava com fome e quando mordeu o primeiro pedaço, Yoosuke teve vontade de devorar o pão de uma vez.

    - Hun? – ergueu os olhos ao padeiro quando ele achou o que procurava. Yoosuke engoliu seu pedaço. Ele fez uma careta de quem não estava entendendo e apontou sua mecha branca.

    - Isho? – disse com a boca cheia. – Nhão, nhão! Shão péshimos!

    Finalmente engoliu a comida. Suspirou e olhou sério para Mokuzai.

    - Eu sofri minha infância inteira por causa disso! – disse um tanto triste. Disseram que era mau agouro.... Sequer podia dobrar seu elemento...

    - E Yura...

    Yoosuke não terminou. Ele olhou Yura de relance e calou-se, comendo mais um pedaço para disfarçar sua falta de tato.

    O jovem Shufen ergueu-se e foi até onde estava o mapa. Ele tentou entender o que estava lá, mas não fazia muito sentido.

    - Acho que te venderam um mapa errado. – Yoosuke disse meio sem graça enquanto olhava o padeiro. Porém, calou-se assim que ele fez menção de continuar.

    -.... – Yoosuke olhou Yura e depois o padeiro de novo. – Essa também é difícil de acreditar.

    Yoosuke deu um sorriso amarelo quando o padeiro olhou para ele como se tivesse dado a melhor notícia do mundo. Ele olhou de relance para Yura e depois, voltou seu olhar ao padeiro.

    - Por que o Grande Artesão deixaria uma parte nossa no mundo espiritual? Ele simplesmente esqueceu? Aliás, de onde o senhor tirou essa teoria? Nunca... Ouvi falar nisso.

    Suspirou e levou uma das mãos ao queixo, pensativo. Olhou para o teto, como se procurasse respostas lá.

    - Entrada para o mundo espiritual.... O senhor acha que podemos lutar com o Avatar, detê-lo, por lá? Eles não ficam mais fortes lá? O que o senhor pretende?

    Yoosuke finalmente baixa o olhar para o homem. Tinha uma expressão séria.

    - O que houve conosco e o soldado... O senhor sabe?
    einherji
    Troubleshooter
    einherji
    Troubleshooter

    Mensagens : 879
    Reputação : 49

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por einherji Ter Set 19, 2023 5:13 pm

    Ouviam uma movimentação do lado de fora - talvez foi ele ter batido o sino na frente de sua casa, era o que fazia mais sentido naquela situação naquele momento. Ou isso, ou Hide tinha causado algum problema. De qualquer forma, o volume das vozes parecia aumentar assim como a quantidade delas e todas, ali atrás da porta pela qual entraram. Seja como for, o vilarejo tinha sua atenção direcionada para aquele local, de alguma forma. Yoosuke percebia luzes de tochas tremulantes do lado de fora, como a escuridão já começava a tomar conta do dia, era como tinham meios para clarear os caminhos, mas ali, com aquelas quantidade de pessoas, não parecia algo atrativo.

    Enquanto isso, toda a conversa desenrolou. Uma coisa boa, foi o pedaço de pão que comeu - não sabia explicar e mesmo tendo crescido de forma privilegiada, parecia o melhor pão que já tinha comido em sua vida. Não... Não o melhor pão, o melhor alimento de toda a sua vida.

    "Por que o Grande Artesão deixaria uma parte nossa no mundo espiritual? Ele simplesmente esqueceu?"

    - HAHAHA! - o padeiro riu alto e de boca aberta, parecia bastante satisfeito com o senso de humor de Yoosuke, ou pelo menos como ele tinha entendido.

    - Não sei, pode ser que tenha esquecido. Pode ser que não tenha achado a tinta que faltava, hehe! Mas é um bom sinal e vai nos ajudar nessa empreitada contra o canalha do Kamai. E o melhor de tudo é que a primeira parte, vocês já fizeram.

    Ele caminhou alguns passos na direção da porta de entrada, abriu e dali - via-se um grande grupo de pessoas. Provavelmente, os moradores do vilarejo. Tinha uma senhora um pouco mais velha a frente, liderando o grupo. Ao seu lado, Hide.

    - Mokuzai! Deve ser sério mesmo... Esse rapaz estava desesperado e causando problemas na estalagem. Mas quando ouvidos os seus sinos, talvez ele pudesse ter razão.

    Hide tinha os olhos baixos - ainda não tinha visto os dois ali dentro.

    - Ah, sim. Sim, senhora Urgat. Tive uma conversa interessante com esses dois jovens, eles disseram que -̷̭͐̆̊-̷̛̟̩̞̝̀̀-̷̛̝̭͋̓͝ͅ-̷̙̺̲̟̃̄-̸̻͎̆-̸̮͚̤̘̐-̶͚͓͛̀̉̕-̴̨̥͝ͅ-̶̗̞̹̌̾̈̀-̷̬̜̼̳̀. Acredito que -̷̭͐̆̊-̷̛̟̩̞̝̀̀-̷̛̝̭͋̓͝ͅ-̷̙̺̲̟̃̄-̸̻͎̆-̸̮͚̤̘̐-̶͚͓͛̀̉̕-̴̨̥͝ͅ-̶̗̞̹̌̾̈̀-̷̬̜̼̳̀ e tão logo vamos -̷̭͐̆̊-̷̛̟̩̞̝̀̀-̷̛̝̭͋̓͝ͅ-̷̙̺̲̟̃̄-̸̻͎̆-̸̮͚̤̘̐-̶͚͓͛̀̉̕-̴̨̥͝ͅ-̶̗̞̹̌̾̈̀-̷̬̜̼̳̀.

    As palavras ditas por Mokuzai não faziam sentido. Tinham um som metálico, que parecia ser ouvido pelo fundo da cabeça de Yoosuke. Yura avançou alguns passos na direção do padeiro, tinha as mãos cerradas. Cambaleou um pouco e Yoosuke, no mesmo momento também sentiu a mesma tontura.

    - Vamos para o navio. E para o mar de -̷̭͐̆̊-̷̛̟̩̞̝̀̀-̷̛̝̭͋̓͝ͅ-̷̙̺̲̟̃̄-̸̻͎̆-̸̮͚̤̘̐-̶͚͓͛̀̉̕-̴̨̥͝ͅ-̶̗̞̹̌̾̈̀-̷̬̜̼̳̀. Preciso que me ajude com os dois, eles irão entrar no mundo espiritual. São -̷̭͐̆̊-̷̛̟̩̞̝̀̀-̷̛̝̭͋̓͝ͅ-̷̙̺̲̟̃̄-̸̻͎̆-̸̮͚̤̘̐-̶͚͓͛̀̉̕-̴̨̥͝ͅ-̶̗̞̹̌̾̈̀-̷̬̜̼̳̀.

    Yura cambaleou e caiu. Yoosuke sentia-se cada vez mais zonzo. Mokuzai se voltou para os dois.

    - -̷̭͐̆̊-̷̛̟̩̞̝̀̀-̷̛̝̭͋̓͝ͅ-̷̙̺̲̟̃̄-̸̻͎̆-̸̮͚̤̘̐-̶͚͓͛̀̉̕-̴̨̥͝ͅ-̶̗̞̹̌̾̈̀-̷̬̜̼̳̀ pão -̷̭͐̆̊-̷̛̟̩̞̝̀̀-̷̛̝̭͋̓͝ͅ-̷̙̺̲̟̃̄-̸̻͎̆-̸̮͚̤̘̐-̶͚͓͛̀̉̕-̴̨̥͝ͅ-̶̗̞̹̌̾̈̀-̷̬̜̼̳̀ um ingrediente -̷̭͐̆̊-̷̛̟̩̞̝̀̀-̷̛̝̭͋̓͝ͅ-̷̙̺̲̟̃̄-̸̻͎̆-̸̮͚̤̘̐-̶͚͓͛̀̉̕-̴̨̥͝ͅ-̶̗̞̹̌̾̈̀-̷̬̜̼̳̀, vai -̷̭͐̆̊-̷̛̟̩̞̝̀̀-̷̛̝̭͋̓͝ͅ-̷̙̺̲̟̃̄-̸̻͎̆-̸̮͚̤̘̐-̶͚͓͛̀̉̕-̴̨̥͝ͅ-̶̗̞̹̌̾̈̀-̷̬̜̼̳̀ na -̷̭͐̆̊-̷̛̟̩̞̝̀̀-̷̛̝̭͋̓͝ͅ-̷̙̺̲̟̃̄-̸̻͎̆-̸̮͚̤̘̐-̶͚͓͛̀̉̕-̴̨̥͝ͅ-̶̗̞̹̌̾̈̀-̷̬̜̼̳̀, fique -̷̭͐̆̊-̷̛̟̩̞̝̀̀-̷̛̝̭͋̓͝ͅ-̷̙̺̲̟̃̄-̸̻͎̆-̸̮͚̤̘̐-̶͚͓͛̀̉̕-̴̨̥͝ͅ-̶̗̞̹̌̾̈̀-̷̬̜̼̳̀!

    O velho padeiro tinha um largo sorriso ainda no rosto. A sensação não era das melhores, mas ele, de alguma forma, passava alguma confiança. O tempo passou um pouco mais e a voz de Mokuzai se tornou impossível de entender, ao mesmo tempo, Yoosuke ouvia cores e via sons e processar tudo isso, apagou seu cérebro.

    ---

    Yoosuke acordou num porão de um navio - era o que conseguia fazer sentido de onde estava. Yura estava ao seu lado, em alerta - segurava um pedaço de madeira nas mãos e parecia fazer a guarda de Yoosuke. Não estavam presos e o porão, por se tratar de um porão, parecia até que bastante confortável. Yura virou-se rapidamente quando percebeu Yoosuke acordar, soltou a madeira e o abraçou:

    - Você ficou muitas horas assim!
    Zireael
    Mutante
    Zireael
    Mutante

    Mensagens : 741
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por Zireael Qua Set 20, 2023 7:40 pm

    Yoosuke institivamente olhou na direção dos barulhos e estreitou os olhos. Desconfiado, ele olhou Yura, e depois o padeiro. Seus olhos então foram de novo para a porta. Ele podia sentir a aproximação das pessoas enquanto observava a porta por onde tinham entrado. Era como se sua mente já formasse toda a situação lá fora.

    “Hide...” Será que ele conseguiu atrair a atenção e todos? Será que algo saiu errado? Será que seriam presos? Yoosuke engoliu em seco e tentava focar no que o padeiro dizia. Aos poucos, sua curiosidade tomou conta e agora sua atenção estava no que Mukuzai dizia. As preocupações lá de fora deram espaço às falas do homem grande e Yoosuke ia tentando acompanhar o que ele dizia. Tentava lembrar-se de alguma fonte ou qualquer situação que tornasse aquelas informações confiáveis.

    Depois de dar a primeira bocada no pão e lembrar-se que estava com fome, Yoosuke arregalou os olhos e começou a comer mais do alimento. Ele pegava um pedaço e partia-o, oferecendo à Yura. Estava impressionado com o sabor! Como aquele homem vivia numa casinha no meio do nada sabendo fazer um pão daquele jeito???? Se um dia voltasse para casa, o levaria junto!

    Por fim, Yoosuke levou um susto com a risada do padeiro. Ele abriu um sorriso sem graça, pensando se deveria ficar feliz com aquela risada. Pelo menos tinha feito o homem rir.

    - Pro Grande Artesão, ele é bem esquecido. Ou perdeu nossas tintas ou esqueceu de fazê-las. Ou compra-las, sei lá. Mais gente tem essa característica? E aliás, você não disse de onde tirou essa ideia, Mokuzai.

    Deu os ombros. Ainda achava aquela possibilidade louca. E não deixou de dizer isso:

    - Mas acha mesmo que nós podemos fazer algo lá no mundo espiritual? Eu imagino que o Avatar tenha muito poder lá. Talvez... Mais do que aqui!

    E acompanhava os movimentos do padeiro com os olhos, se perguntando se o homem estava escutando suas suposições. Balançou a cabeça em negativo e olhou para Yura. Ia dizer alguma coisa, mas Mokuzai abriu a porta e Yoosuke olhou por cima dos ombros do homem e deu um leve sorriso:

    - Hide! Conseguiu, hein! - ele olhou Yura. – Viu? Acho que... Deu certo?

    Yoosuke levantou-se e ia acompanhar a conversa entre os presentes e Mokuzai, mas....

    Um som metálico. Um som que parecia não fazer nenhum sentido, mas que ele tentava encontrar qualquer coisa que trouxesse alguma explicação ou sentido a ele. Yoosuke sentiu-se ficar tonto. Deu uma cambaleada e de novo mais palavras vieram.

    “O que é isso? Algum idioma antigo? Palavras mágicas? São os nomes no mapa?”

    Yoosuke cambaleou mais uma vez e olhou Yura cair. Arregalou de leve os olhos, drogado pelo que quer que houvesse no pão. Ele tentou andar na direção do padeiro, com o cenho franzido, mas...

    Inconsciência.

    ****

    Sentia um leve balanço. Ainda de olhos fechados, sentia seu corpo leve, sendo levado por algo que se assemelhava a ondas. Um balanço gentil e aconchegante. Abriu os olhos levemente.

    -.............. ???

    Reconheceu Yura. Forçou a vista e entendeu que ela estava... Protegendo-o? De que?

    - Yura... – Yoosuke sussurrou levantando-se lentamente. Ficou sentado e esfregou os olhos. Levou um susto bem-vindo quando Yura o abraçou.

    - Ah, me desculpa. Não quis te deixar preocupada!

    Abraçou a jovem de volta e afastou-a um pouco, olhando seus olhos. – Você está bem? O que aconteceu?

    Olhou em volta. Um navio mesmo?

    - Bem, ele disse algo sobre um navio e um mar. Aqueles nomes estranhos. Você também ouviu? Entendeu alguma coisa?

    Agora, ele levantava-se e ia até a porta. Colocou a mão na maçaneta e antes de abri-la, olhou Yura.

    - Vamos com cuidado. Preparada?

    E tentou abrir a porta.
    einherji
    Troubleshooter
    einherji
    Troubleshooter

    Mensagens : 879
    Reputação : 49

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por einherji Ter Set 26, 2023 1:59 pm

    - Eles não desceram aqui ainda. Eu acordei, faz... Não sei. Cinco ou seis horas? Mas dá pra ouvir que tem muitos lá no convés e não tem nada ao redor.

    Yura disse brevemente, tentando colocar Yoosuke a par do que ela tinha observado até então. Apontou para uma pequena janela de vidro grosso no casco do navio, dava para fora onde se via um mar sem fim e nada de terra naquela direção. Era possível que estivessem virados para o oceano e a terra estivesse do outro lado, mas, também, era possível que de fato estivessem muito distantes. Pelo tempo que Yura indicou, era possível - ainda mais que não sabia quanto tempo ficaram desacordados. Yura pegou novamente o pedaço de madeira e uma corda próxima, usaria o que tivesse à disposição para proteger-se. Ali, no meio do oceano - ela não teria o que fazer utilizando sua dobra. Olhou a corda e percebeu que não poderia fazer muita coisa com ela, só iria lhe atrapalhar - então a jogou no chão e ficou apenas com o pedaço de madeira.

    A porta se abriu vagarosamente e o porão onde estavam foi invadido pela luz do sol forte. Deviam estar bem ao sul, aquele calor e claridade lembravam bastante as ilhas.

    De onde estavam, não podiam ver todo o convés - mas viam Mokuzai no timão no navio e a velha senhora com quem ele tinha trocado algumas palavras antes, Urgat. Conversavam e pareciama preocupados - era possível ouvir outras vozes no navio, assim como cantoria.

    "Acima da quilha virada
    Escale com um coração de aço
    Oceano e suas ondas geladas
    E seu dia está chegando
    Com todos você fez sua vontade
    Com donzelas você satisfez sua vontade
    E todos devem morrer de verdade"

    Ali perto, haviam outros pedaços de madeira. Mas bastante comida, tapetes, tecidos, temperos, barris... Nada de armas.
    Zireael
    Mutante
    Zireael
    Mutante

    Mensagens : 741
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por Zireael Seg Out 02, 2023 10:11 pm

    Yoosuke levantou os olhos para o teto quando Yura disse que conseguia ouvir muitos no convés. Observava, atento, aos trejeitos preocupados da moça.

    - Hmmm.... Acho que não somos prisioneiros, Yura. Apesar do jeito que fomos trazidos pra cá.

    Yoosuke levantou-se, meio tonto e foi até a janela. Sem muita expectativa, olhou por ela e...

    Arregalou os olhos e seu rosto encostou-se no vidro da escotilha.

    - Mas... pelos deuses e espíritos dos meus antepassados! Yura! Estamos no meio do mar! Do mar! – disse espantado!

    Não que fosse uma primeira vez estar no meio do mar, mas foi uma grande surpresa! Estavam, há poucas horas, no meio de uma vila a procura de insurgentes que queriam juntar-se contra Kamai. Agora, estavam no que parecia ser o meio do oceano, indo para sei lá onde para encontrar uma passagem para o mundo espiritual.

    Yoosuke, ainda com as mãos apoiadas na escotilha, olhou Yura com os olhinhos verdes brilhando.

    - Será que esse lugar que eles falaram existe de fato?

    Ele finalmente soltou a escotilha e caminhou até a porta. Novamente, observou Yura adotar um padrão mais protetor. Porém, não disse nada. Deixou que ela agisse da forma que pensava ser a mais segura e correta.

    - Preparada? Vou abrir!

    E abriu a porta. Fechou os olhos, por um segundo, devido à luz forte do Sol. Yoosuke abriu rapidamente os olhos, piscando-os. Acostumou-se aos poucos com a claridade e sentiu a brisa do mar invadir suas narinas. Sentia calor e gostou da sensação. Ele não deixou de sorrir, apesar da confusão. Yoosuke olhou para um lado e para o outro, depois olhou Yura e deu espaço para ela sair.

    - Estamos, parece, muito ao sul. Viajamos bastante, eu acho.

    Yoosuke ouvia a música, arriscando sair de onde estava e andar pelo convés. Enxergou o padeiro e a senhora que estava na casa conversando. Ele suspirou e foi até eles, andando entre as mercadorias e pessoas que estavam cantando. Olhava com certa desconfiança para elas, mas de uma maneira velada.

    Chegou até o timão e fez sua voz ser ouvida:

    - Bem, acho que eu dormi demais, né.

    Ele deu um leve sorriso na direção de Mukozai e Urgat.

    - Onde estamos? E aliás, pra onde estamos indo mesmo?

    E olhou Yura e depois, para seus...Captores?

    - Aliás, o que tinha no pão, hein? Estava delicioso!
    einherji
    Troubleshooter
    einherji
    Troubleshooter

    Mensagens : 879
    Reputação : 49

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por einherji Qui Out 05, 2023 4:39 pm

    Yura o seguiu, mas ficou um pouco mais atrás, não estava muito segura da atitude que Yoosuke tinha tomado - mas os que olharam sua aproximação, nada fizeram. Ele teve o caminho livre até Mozukai e Urgat.

    O navio estava bem cheio e parecia maior, agora que tinha uma visão melhor. Era fácil dizer que toda a vila estava ali e se forçasse sua mente para visualizar alguns dos rostos que tinha visto na multidão, era isso o que iria perceber. Um navio bem grande e toda a vila ali dentro. No final das contas, o local foi esvaziado e Kamai não teria como os atingir, então de certa forma salvaram aquelas pessoas de um destino terrível.

    Teve que subir um pequeno lance de escadas para chegar no mesmo nível do deck onde estava o padeiro e a velha senhora e ao término, viu também Hide - um pouco mais atrás. Ele estava sem os trajes do exército, com exceção do casaco - que agora estava aberto. Usava roupas bem mais leves e tinha um chapéu de palha o protegendo do sol, outro ponto marcante é que ainda mancava, mas sua perna estava enfaixada e tinha uma tala limitando o movimento do tornozelo. O soldado abriu um largo sorriso ao ver seus breves companheiros.

    - Yoosuke! Y... Yura! Sou um pirata agora! HAH!

    Urgat olhou para Hide com desdém. Mokuzai mantinha o mesmo sorriso satisfeito, o mesmo desde o primeiro encontro que tiveram. Ele não deixou que Hide continuasse a falar e respondeu Yoosuke.

    - Sim, um pouco. Talvez tenha sido um pouco demais para você. Vi que sua guardiã acordou bem antes, mas achamos melhor não incomodar... Claro que ninguém estava com coragem suficiente para falar com ela sozinha, também. O pão foi feito com um cogumelo que cresce perto da vila, totalmente seguro, mas dormiram um pouco.

    Yura cerrou os olhos. Ninguém estava sendo hostil, mas a forma como foram trazidos ali, parecia a incomodar muito. Não sorriu se quer ao ver Hide e o mesmo soltar a 'piada' sobre ser um pirata. Ela falou brevemente e talvez fosse o máximo que falaria sobre aquilo.

    - A próxima vez que agir pela nossas costas ou tentar nos forçar a algo, vamos todos para o fundo desse oceano.

    Yura então deu as costas e soltou o pedaço de madeira que tinha pego no porão do navio. Parecia irritada, mais por conta de muita coisa ter saído de seu controle e talvez por achar que estava falhando em todos os aspectos para proteger Yoosuke.

    - Sinto muito, senhorita Yura. Não irá se repetir. Não tínhamos muito tempo e achei que seria mais rápido do que convencê-los. Mas, vocês me convenceram.

    Parecia sincero, mas Mokuzai mantinha o mesmo sorriso no rosto, o sorriso que alguém pedindo desculpas não teria. Urgat tomou a palavra, então.

    - Não fomos devidamente apresentados, sou Urgat, a capitã do Kraken. Peço desculpas por Mokuzai, também. As coisas parece que se alinharam de alguma forma, parece um sinal do mundo espiritual. Estamos bem ao sul das ilhas da nação do fogo, o Kraken é muito rápido. E como Mokuzai disse antes, estamos indo para uma entrada no mundo espiritual, o mar de tinta - onde o grande artesão atravessa o véu dos dois mundos. Temos uma longe viagem ainda, então fiquem á vontade com suas perguntas.

    O som das conversas se misturava facilmente com a cantoria dos tripulantes que cuidavam de diversos afazeres no navio.
    Zireael
    Mutante
    Zireael
    Mutante

    Mensagens : 741
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por Zireael Sex Out 13, 2023 9:46 pm

    Yoosuke abria seu caminho entre os tripulantes e parecia não se importar. Como fora criado em uma família com prestígio, talvez estivesse acostumado a andar e ter seu caminho livre sem ter que pedir licença. Ela olhava em volta e começou a reconhecer alguns rostos.

    -.... - um leve sorriso formou-se em seu rosto. 

    Ele deixou Yura aproximar-se e falou baixo para ela:

    - Será que conseguimos salvar a vila? Será que tudo deu certo?

    Não ousou ter essa esperança enquanto não tivesse a certeza, mas... Sentiu seu peito ficar um pouco mais aquecido. 

    Ele subiu até o encontro do Mokuzai e Urgat. Porém, ao contrário deles, não ignorou Hide:

    - Hide! - ele abriu um sorriso ao ver o homem que antes o havia ameaçado. Yoosuke foi até ele e bateu de leve nas costas do rapaz. Não tinha porque tratar mal um homem que havia escolhido ser melhor do que havia sido.

    - Esse chapéu combina com você. Hide D. Luffy? Acho um bom nome de pirata!

    E abriu um sorriso. Por fim, Mokuzai e Urgat começaram a falar com o rapaz e seu sorriso foi sumindo, tomando um ar um pouco mais pesado e sério:

    - Não era necessário apagar a gente. Poderíamos ter acompanhado vocês de bom grado. Quer dizer....

    Yoosuke olhou Yura de relance quando seu nome foi tocado. 

    - Acho que precisaríamos ser convencidos, mas... Nada de nos drogar de novo. Podemos combinar assim?

     Suspirou e deu um meio sorriso quando Yura respondeu:

    - Ela está certa. Duvido que ela não jogaria todo mundo aqui no oceano. 

    Yoosuke observou discretamente o comportamento de Yura. Suspirou novamente. Não sabia como dizer a ela que ela não estava lá como sua "protetora" ou "empregada". Queria fazer Yura entender que ela tinha uma escolha, mas... Agora não era a hora. 

    - De qualquer forma...- Observou o sorriso de Mukozai e arqueou uma sobrancelha. Não era mesmo o sorriso de alguém pedindo desculpas. - ...... Estamos aqui agora.

    Yoosuke balançou a cabeça em negativo, ainda tentando engolir a história do Grande Artesão. Ele olhou Urgat e depois Mukozai. Depois, olhou para o Kraken em si. Olhou para o chão, onde seus pés estavam. Em seguida, olhou para os lados. 

    - É um navio impressionante. 

    E seus olhos foram para cada rosto ali que ele tentava se lembrar:

    - Toda a vila está aqui? O que aconteceu depois que apagamos? 

    E ele tinha muitas perguntas. Esperava cada resposta e completava com mais uma pergunta. Primeiro, olhou Mokuzai:

    - Mokuzai, de onde veio essa história do Grande Artesão e esse mapa? Eu... Eu estudei sobre a lenda do Avatar e nunca vi nada sobre aquilo. O que eram aqueles nomes que não entendemos? 

    Ele olhou na direção que Kraken estava indo:

    - Como sabem para onde temos que ir? De onde tiraram essas teorias? 

    E suspirou. Piscou longamente os olhos e continuou:

    - E o mais importante: o que faremos quando chegarmos lá? Como vamos derrotar Kamai? Se é que isso é possível. 
    einherji
    Troubleshooter
    einherji
    Troubleshooter

    Mensagens : 879
    Reputação : 49

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por einherji Sex Nov 10, 2023 2:03 pm

    Mokuzai era uma figura exótica em todo o seu conjunto, o conhecimento que tinha parecia ser inventado, era um homem corpulento, com muitos quilos a mais - mas ao mesmo tempo, era fácil de perceber que seus braços tinham trabalhado muito e por fim, escondia uma célula rebelde de tripulantes em um navio - o significava que pelo menos aquelas pessoas acreditavam nele, enquanto cuidava de uma padaria. Não era fácil de ler e as preocupações de Yoosuke faziam sentido, não dava para confiar de olhos fechados. Talvez vendo por esse ponto de vista, a irritação de Yura fosse um pouco mais justificada - era óbvio que ela não gostava de não ter controle das coisas, mas ali, tinha perdido completamente, até mesmo sua maior vantagem, que era sua dobra - nada poderia fazer no meio do mar.

    - Ah... Bem.

    Mokuzai coçou a barba grisalha no queixo, pensando nas perguntas feitas por Yoosuke. Talvez estivesse pensando em como responder, o que iria inventar ou simplesmente organizando suas ideias. Mas naquele momento, escutar parecia ser o caminho mais fácil. Tentar entender de onde tudo aquilo tinha saído talvez os fizessem acreditar, também. Afinal de contas, não havia muitas outras pistas para seguir nesse momento.

    - Do começo... Conheço alguém que já esteve lá, é o que posso dizer. E as coisas funcionam de forma diferente, ele não teria motivos para mentir, ainda mais pra mim e trouxe tanta informação que em todos os meus anos pesquisa, consegui bater algumas coisas. Eu sei que parece tudo muito vago, mas quando você ver a entrada, vai entender. Eu sugiro que descanse um pouco, temos pelo menos um dia inteiro de viagem ainda. Mas hei! Sim, toda a vila está aqui. Quando estávamos distantes deu pra ver alguns soldados chegando, como acharam que não tínhamos como fugir, não estavam preparados - mas tenho certeza de que logo veremos alguns navios da Nação do Fogo vindo atrás de nós, heh!

    E, o homem, que agora também atuava como timoneiro do navio, manteve seu sorriso enquanto guiava toda aquela vila, mais os dois aventureiros. A música parecia não ter fim no convés, a vila cantava enquanto faziam suas atividades.

    "Quanta coisa boa!
    Nada é de ninguém da popa à proa!
    Nosso lar é o navio, se o oceano for hostil...
    Erga a bandeira e comece a navegar!"

    Hide se mantinha próximo, observava tudo em silêncio. Yura, ainda com a cara fechada, tinha os braços cruzados na frente do corpo e arriscou uma pergunta:

    - Nada faz sentido. Mas acho que não temos muita escolha agora... Vamos ver a entrada. Você disse que só eu e Yoosuke podemos entrar? Alguma coisa a ver com nossos cabelos?

    - Ah, sim, sim. Isso é raro. Não só cabelo - às vezes as pessoas também nascem com alguma mancha assim na pele, é uma condição espiritual. E é o que permite não-avatares entrarem. - Foi a curta resposta de Mokuzai. Hide, que estava em silêncio até então, falou, apressado.

    - Huh! Eles são os únicos que eu já vi assim. Tem os velhos também, que tem cabelo branco. Isso conta?

    - Não... Infelizmente não. - Apontou para a própria barba branca.

    Bem ao longe, era possível ver uma espécia de afundamento no oceano, onde a paisagem parecia dobrar.
    Zireael
    Mutante
    Zireael
    Mutante

    Mensagens : 741
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por Zireael Seg Jan 08, 2024 10:07 pm

    Yoosuke cruzou os braços e ficou observando o maneirismo de Mukozai.

    -.....

    Yoosuke arqueou uma sobrancelha.

    - Então uma pessoa simplesmente foi lá e te contou? E você conseguiu cruzar estes dados com os dados de sua pesquisa....

    Yoosuke o observava enquanto dizia aquelas palavras. Era mais uma maneira de Yoosuke tentar organizar os próprios pensamentos e tentar observar algum tipo de lógica naquilo.

    - E eu tenho que simplesmente confiar em você? Mas me diga, que dados são esses de sua pesquisa?

    Discretamente ouviu o homem cantar. Yoosuke não podia negar que Mukozai havia algum espírito de liderança e parecia saber o que estava fazendo. Afinal, ele reuniu a vila inteira dentro daquele barco.

    Yoosuke assentiu diante das observações de Yura.

    -Quais outras marcas as pessoas têm para entrarem no mundo espiritual? Se for assim, podemos encontrar gente lá. E gente costuma ser pior que espíritos.

    Ao comentário de Hide, ele apenas arqueou uma sobrancelha e fez uma careta sem paciência. Não virou os olhos para o recém-pirata.

    Yoosuke suspirou e olhou para Yura.

    - Acho que realmente não temos escolha agora. – ele dizia olhando Yura, mas as palavras eram para Mukozai. – Vamos seguir este plano. Se lá há uma maneira de impedir Kamai, vamos acha-la e utilizá-la.

    Suspirou.

    - E como sairemos depois do mundo espiritual? É apenas esta saída? Há outras não? Lembro do mapa que havia na sua casa. E mais importante, como vamos nos encontrar depois se a Nação do Fogo te alcançar?


    (mestre, queria rolar um "intuição", pra saber se o Mukozai está falando a verdade)
    einherji
    Troubleshooter
    einherji
    Troubleshooter

    Mensagens : 879
    Reputação : 49

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por einherji Seg Jan 15, 2024 6:20 pm

    Mokuzai, com o seu tamanho, pousou as mãos sobre os ombros de Hide e o arrastou de forma bruta, mas cautelosa - considerando que o mesmo estava com a perna debilitada - para a frente do timão do navio.

    - Agora é fácil, só manter em linha reta. Veja isso aqui na frente, huh? Essa ponta vermelha precisa sempre apontar em frente, se sair para qualquer lado, você está nos levando no caminho errado, então corrija o curso. Se virar para a direita, o navio vai para a esquerda e vice-versa. Entendido?

    Hide assentiu com a cabeça, um pouco atrapalhado com a nova funcão. Mas havia um brilho em seu olhar, talvez por conseguir se sentir útil novamente. Não era a mais poderosa das adições ao grupo, mas com certeza era importante ter alguém que tivesse vivido sob as ordens de Kamai, talvez isso fosse importante no futuro. Sem se preocupar com o navio, Mokuzai voltou a atenção para Yoosuke e à certa medida, Yura.

    - Sim, uma pessoa me contou. Bem, não qualquer pessoa. Eu o conheço bem. Ele não é das melhores pessoas, mas não tem motivos para mentir.

    Mokuzai deu um largo sorriso.

    - Ninguém gostava dele antes e continuam não gostando. Nem Kamai tolera o coitado. Está apodrecendo em uma cela nas ilhas. Talvez você o conheça, hm... Seo-joon.

    Havia algo de estranho na história, mas Yoosuke, pois mais que tentasse seguir sua intuição para entender ou tirar alguma pista daquilo, não conseguia. Tudo o levava a crer que o que Mokuzai dizia, era verdade. Pelo menos no que dizia respeito a história do mundo espiritial e tudo que isso envolvia. E claro, era óbvio, Yoosuke conhecia o homem - ou pelo menos a história de Seo-joon. Era uma criminoso bastante famoso, já estava preso antes mesmo de Yoosuke nascer, então desvia ser muito velho hoje em dia. Ele liderou a primeira revolução contra um avatar, na época, o avatar anterior - era um símbolo para o mundo e não um fardo, então ir contra o mesmo era como se opor a ordem natural das coisas. O que o fazia famoso não era o fato de não gostar do avatar, mas sim de sua dobra ter uma particularidade, sabia como dobrar o ar e o fogo ao mesmo tempo, o que lhe fazia extremamente perigoso.

    - Estamos próximos, veja!

    Onde o mar parecia dobrar, as cores perdiam seu sentido e tudo parecia... preto e branco. Tons de cinza. Yura caminhou pelo convés e se aproximou o máximo que pôde para olhar melhor, cerrou os olhos e ali, viu.

    Caso Yoosuke fosse mais adiante, também veria - o mar afundava num determinado ponto e parecida calmo, mas era como se um buraco tivesse se formado ali, esse buraco parecia sugar as cores ao redor. Era difícil para os olhos assimilarem, mas a escuridão era densa, quase como se fosse possível pegar um punhado nas mãos.

    - Imagino que... A gente vai entrar ali?

    Disse Yura, com a resposta logo a seguir de Moku.

    - Não a gente. Vocês dois, heh.
    Zireael
    Mutante
    Zireael
    Mutante

    Mensagens : 741
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por Zireael Sáb Jan 20, 2024 12:31 am

    Yoosuke não deixou de sorrir ao ver que Hide estava enturmado no grupo. Considerava uma vitória ter o homem como adição ao famigerado bando de rebeldes. Era bom ver que as pessoas conseguiam mudar seu caminho e tentavam tornar-se úteis e consertar o erros que haviam feito no passado. Ás vezes, precisavam de apenas uma chance.

    Porém, o sorriso de Yoosuke foi se desfazendo enquanto sua atenção ia para Mokuzai.

    - Uma pessoa. Sei....

    Yoosuke arregalou os olhos ao ouvir o nome:

    - Seo-Joon?? AQUELE Seo-Joon???? Mas como...?

    O rapaz tinha a impressão que havia algo de... Diferente na história de Mukozai, mas não soube muito bem o que. Também não tinha muito conhecimento sobre o mundo Espiritual. O que sabia era dos poucos livros que seu pai possuía. Além disso, Yoosuke era, acima de tudo, um explorador e estudioso. Algo no fundo da mente de Yoosuke sussurrava a ele que era uma chance de descobrir mais. Como todo bom curioso, não poderia perder.

    Não seria perigoso.... Seria? Poderia confiar em Mukozai. Olhou em volta. pareciam não ter muita escolha.

    - Desculpa, ams quantos anos você tem e onde conheceu Seo-Joon? - ergueu uma sobrancelha ao fazer aquela pergunta. Olhou Yura e depois voltou a olhar Mukozai.


    Ia fazer mais perguntas, mas tinham chegado ao seu destino. Yoosuke olhou por cima de seu ombro e não acreditou no que viu! O jovem Shufen correu até a beirada do navio e apoiou-se sobre o parapeito e olhava maravilhado para a falta de cor que começava tímida nas bordas, mas que se adensava à medida em que ia para o meio. Yoosuke sentiu um arrepio na espinha ao notar o tom negro que prendia todas as cores e não as deixavam escapar.

    -..... Isso é a entrada para o mundo espiritual?

    Imaginava algo mais amigável e até mesmo, belo.

    - Talvez a corrupção de Kamai tenha afetado lá também.... - pensava consigo mesmo, falando em tom alto.

    Ele olhou na direção de Mukozai e suspirou.

    - O mundo espiritual deve refletir o que está acontecendo aqui. Ou vice-versa. Acho que não será tão amigável conosco, já que o Avatar está corrupto.

    Suspirou.

    - O que devemos procurar lá? Como vamos saber que encontramos?
    einherji
    Troubleshooter
    einherji
    Troubleshooter

    Mensagens : 879
    Reputação : 49

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por einherji Qua Fev 07, 2024 8:30 pm

    - Para a maioria das suas perguntas, não tenho resposta, meu jovem. Eu nunca entrei nesse buraco, apesar de saber o que ele representa - acho que eu simplesmente iria começar a cair e não parar mais, morreria de velhisse caindo. É uma suposição. Eu já joguei muita coisa aí, HAHA!

    Riu, pensando em seus testes com aquela possível entrada para o mundo espiritual e era possível imaginar, de fato, tudo o que ele poderia ter despejado ali dentro. O navio parecia perder velocidade, até que parou por completo, paralelo ao buraco negro. A cantoria do grupo cessou e assim, passaram a prestar atenção também no buraco, toda a tripulação parecia estar do mesmo lado, segurando onde podiam com força, como se tivessem algum receio daquilo. É bem possível que era a primeira vez que muitos deles viam aquela paisagem.

    - E eu acho que você tem razão, talvez o local não seja tão amigável por conta do que acontece com o avatar aqui fora. Talvez, se estivesse tudo como deveria estar, nós nem conseguíssemos ver. Vai ver é um pedido de ajuda, huh?

    Hide segurava ainda firme no timão, não se atreveu a sair dali e desrepeitar o pedido. Não poderia ir muito longe com aquela perna, de qualquer forma.

    Yura, por sua vez, quebrou uma haste fina de madeira do navio com um golpe rápido e sem cerimônia, mergulhou na parte enegrecida do mar, tirando logo em seguida - na ponta da haste, aquela água parecia viscosa, sem brilho - uma tinta bastante espessa.

    - Yoosuke... Se entrarmos aí, tem uma chance de não voltar. E não digo nem pela história que ele está contando, mas por que se isso entrar nos nossos pulmões, não sei como vai sair.

    Mokuzai se aproximou de Yura, na beirada do navio, onde também ficava mais próximo do buraco.

    - É, é bem espesso. Um dos testes que fiz foi beber um pouco disso. Gosto horrível, passei mal por algumas semanas. Enfim... Como eu disse, vocês vão conseguir passar sem problemas. Lembrem-se dos cabelos. Tem uma parte de vocês lá dentro que quer encontrá-los - não literalmente um pedaço de cabelo, mas alguma coisa. É isso o que vocês precisam encontrar. Não para derrotar Kamai, isso vocês tem que descobrir por conta - mas para voltar.

    Ele coçou a barba.

    - Agora... Tudo é especulação e coragem, meus amigos. O que me dizem?
    Zireael
    Mutante
    Zireael
    Mutante

    Mensagens : 741
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por Zireael Dom Fev 18, 2024 11:15 pm

    Um dos olhos de Yoosuke deu uma tremida involuntária diante da resposta de Mukozai.

    -............... Espero que não tenha jogado nada vivo dentro do buraco. - a imagem de algum animal perdendo-se naquele redemoinho estranho era amedrontador. Uma coisa era ele descer porque queria descer. Outra era ser arremessado.

    Yoosuke suspirou. Ele seria.... A primeira coisa viva a entrar naquela passagem? Só de pensar aquilo, congelou por um segundo. Não tinha ideia se tudo aquilo era delírio do velho padeiro ou se fazia algum sentido. Tentava lembrar-se de alguma lição, alguma imagem de livros que roubara da biblioteca do pai. Queria pelo menos ter a vaga ideia do que estava fazendo.

    - Ajuda...? Hmmmm....

    Novamente, Mukozai fazia sentido. Um sentido que, talvez, fosse Yoosuke forçando a barra, já que o assunto lhe interessava e não podia mentir para si mesmo: estava morto de curiosidade! Ávido por explorar um local que ninguém - talvez apenas o Avatar e o velho Seo-Joon - jamais pisou. Aquilo chamava sua atenção! Aos poucos, um sorriso começava a brotar nos lábios de Yoosuke. Um sorriso de quem acabara de redescobrir sua vocação.

    Pensava nas infinitas possibilidades daquela desventura: Conheceria espíritos? Como eles eram? Eram inteligentes? Veria pessoas mortas? Elas estavam por lá? E a parte dele que chamava por ele? O que significava aquilo??

    Pensava e pensava e pensava quando Yura chamou sua atenção. Yoosuke espremeu um lábio contra o outro ao ver aquela gosma nojenta. O pensamento lhe causou falta de ar: conseguiriam mesmo passar por aquilo? Yura tinha razão. O que poderia fazer? E se ficassem presos naquela gosma estranha que claramente gritava "NÃO SE APROXIME"?

    - Parece um piche. Será que... Queima?

    Pensava alto e perdia-se nas possibilidades quando Mukozai falou que bebera aquele líquido. Yoosuke engoliu em seco e sentiu dificuldade de fazê-lo. Será que haveria o que comer naquele buraco? Tantas variáveis..... A mente de Yoosuke fervilhava com tudo que poderia achar! Com as descobertas que poderia fazer e com os perigos que poderia encontrar.

    Perigos... Seu sorriso foi se perdendo.

    - Yura. - Yoosuke respirou fundo. Olhou para o buraco negro que havia ao lado do navio. Agora, sentiu medo. Medo por ele e por Yura.

    - Yura, você não precisa ir comigo. Não sei o que vai acontecer se a gente pular nesse buraco negro. Não sei sequer se há fundo. Podemos ficar vagando por aí até morrermos de fome, frio, sede, devorados, qualquer coisa...

    Como poderia forçá-la a fazer aquilo? Yoosuke sabia que quando escolhesse saltar naquela suposta entrada para o mundo espiritual, estaria selando também o destino de Yura. Porém, tinha que deixar claro que ficaria bem.

    - E eu entendo se não quiser ir. Já disse, você não me deve nada e é livre para escolher. Apesar de tudo, eu consigo me virar.

    "Apesar de tudo". Yura sabia o que aquilo queria dizer. Yoosuke conseguia apenas uma dobra. E ao preço de sua saúde.

    - Eu...

    Yoosuke sentiu sua espinha arrepiar. Parte de seu ser dizia que era uma péssima ideia descer no desconhecido. Entretanto, uma parte mais forte desejava aquilo.

    - Eu vou. quero ver o que há lá. Se há uma chance... Uma chance de ver o que ninguém viu. Uma chance de deter Kamai.

    Yoosuke olhou firme para Mukozai.

    - Eu irei, Mukozai. Vou testar sua teoria. Reze para eu voltar vivo.

    Sim!!! Yoosuke segurou o sorriso que queria dar. Iria ao mundo espiritual! Viajaria para onde ninguém mais foi!

    Bastava entrar e...

    -Hmmm....

    Yoosuke pensou e por fim, disse:

    - Haveria uma corda muito grande por aqui? Talvez para nos amarrar e vocês terem algum tipo de controle.

    (Mestre, vou querer levar suprimentos tb! Nunca se sabe, né!)
    einherji
    Troubleshooter
    einherji
    Troubleshooter

    Mensagens : 879
    Reputação : 49

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por einherji Ter Fev 27, 2024 11:09 am

    Mukozai fez um sinal para alguém no navio enquanto Yoosuke falava. Prestava atenção nas palavras do jovem, porque aquilo também lhe interessava - muito. E era bom ter alguém que estivesse tão ansioso para testar suas teorias como ele estava, as coisas - desde o começo, pareciam ter se alinhado muito bem. É claro que, não poderiam nunca mais voltar para a vila e tinham uma frota da nação do fogo os procurando nesse exato momento, mas para além disso, tudo se encaixou de uma forma única e que qualquer outro aspecto nesse bolo de acontecimentos, talvez pudesse mudar completamente. Até o ocorrido com Hide e Zhao.

    - Ótimo! Não precisamos rezar, você é o nosso amuleto da sorte, vai dar tudo bem! E pode deixar que cuidaremos de Yura como se fosse do nosso bando!

    O tripulante que tinha recebido o sinal de Mokuzai estava vindo com um saco de pano nas mãos, médio - mas parecia um pouco pesado. Tinha uma corda o fechado, quando ele estava próximo o suficiente, Yura entrou na frente e tomou o saco das mãos dele, colocando sobre seus ombros. Sem pontas soltas, Mokuzai deve ter já preparado algumas coisas que lhes poderiam ser úteis na viagem, pode ser que as mesmas regras do mundo atual não funcionassem ali dentro, mas de qualquer forma, era bom ter algum preparado.

    - Eu vou com você. Qual é minha alternativa? Ficar aqui com ele?

    Meneou o cabeça, apontando para Hide que ainda estava entretido no timão, mesmo com o navio "parado".

    - Além disso... Se você for sozinho e não voltar, o que acha que vai acontecer?

    Era óbvio. Ela iria pular ali sem pensar duas vezes para buscá-lo - se essa era a alternativa, fazia sentido ir logo de uma vez. Mokuzai olhava a interação dos dois um breve sorriso. Não sabia se satisfeito por ter duas pessoas testando suas ideias ou pelo que pareciam sentir um pelo outro. Outro tripulante se aproximou logo em seguida, com uma corda enrolada no braço - entregou para o corpulento padeiro.

    - No saco tem um pouco de comida, faca, coisas para fazer fogo e mais três potes, um vazio - com ar, um com terra e um com água. Eu não sei como as coisas funcionam lá e nem quem estaria nessa expedição, mas acho que é importante levar os materiais de dobra do nosso mundo. Pode ser útil. E, aqui.

    Estendeu a corda para Yoosuke.

    - É a maior que temos, mas tenho a impressão de que não é exatamente assim que funciona. Mas podemos tentar do seu jeito.
    Zireael
    Mutante
    Zireael
    Mutante

    Mensagens : 741
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por Zireael Seg Mar 04, 2024 10:08 pm

    Yoosuke se forçou a sorrir.

    -Errr....Sim, vai dar tudo certo.

    E deu um suspiro de alívio quando ele falou que iria cuidar de Yura. Olhou a jovem de relance. Ficou um pouco mais tranquilo sabendo que ela estaria a salvo enquanto ele se aventurava. Pensou que seria mais difícil sem ela, já que não podia se defender muito bem, mas... Queria que ela estivesse a salvo. E mais ainda: queria que ela entendesse que tinha uma escolha.

    - Hm?

    Yoosuke arqueou uma sobrancelha e viu Yura pegar a sacola de mantimentos - Yoosuke achou que era a sacola de mantimentos, ao olhá-la com mais atenção. Yoosuke piscou longamente e enquanto tinha os olhos fechados, ele disse com calma:

    -Sim, essa é a alternativa. Você pode escolher, Yura. Ficar com eles e me esperar ou ir comigo. Isso que eu tento deixar claro. - falou da forma mais meiga que conseguia. Não queria soar como se estivesse brigando com ela.

    deu os ombros, tentando não soar tão sério:

    - Err, por mais que eu não volte. Você não precisa ir se jogando assim por minha causa.

    Ele não sorria. Cruzou os braços e ficou um tempo calado, esperando a jovem absorver as palavras e até pensar nelas. Entretanto, ele logo desfez a cara mais séria e deu um leve sorriso, assim como também descruzou os braços e pegou a sacola dos ombros de Yura com delicadeza:

    - Mas desde que seja uma escolha sua, ficarei feliz se for comigo, Yura.

    "Apenas quero que seja uma escolha sua." Ele não teve coragem de dizer isso. E também não quis se aprofundar no pensamento do significado que ele queria que aquela escolha tivesse: de acompanhá-lo ou de, de fato, estar com ele. Yoosuke escondeu aquele pensamento, focando-se no que tinham que fazer.

    - Fazer fogo. Sei.

    Disse, um pouco sem graça. Lembrou-se de Hide dizendo que ele era o filhote Shufen que não podia dobrar o fogo. Era... Triste e vergonhoso.

    Yoosuke viu a corda e depois olhou Yura e Mikozai.

    -Vamos deixar a corda como um possível caminho de volta. Também acho difícil que ela vá até onde devemos ir, mas... Quem sabe. Melhor ter alguma segurança, por mais falsa que ela seja.

    Yoosuke deu um sorriso nervoso. "Pelo menos ela nos ajuda a ter menos medo." era quase como acreditar que a luz manteria espíritos da noite afastados.

    Ele suspirou e soltou o ar. Deu um sorriso e olhou para Mukozai.

    - Vamos fazer isso! Vamos entrar no mundo espiritual!!

    (Mestre, se quiser adiantar pra essa parte, fique à vontade.

    Uma outra coisa: queria saber se posso, talvez, mudar a imagem da Yura. Seria possível? Deixarei com cabelos brancos haha!)
    einherji
    Troubleshooter
    einherji
    Troubleshooter

    Mensagens : 879
    Reputação : 49

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por einherji Qua Mar 06, 2024 5:40 pm

    (Vou escrever um pouco mais aqui, mas fica a vontade pra interagir com o Yoosuke em qualquer momento se quiser colocar na construção da cena! E, sim, podemos trocar a imagem da Yura, vou "controlar" o Yoosuke em alguns momentos para acelerar a primeira parte da cena.)

    Em um momento, quando tudo já tinha sido dito e falado - todos eles ali se entreolharam e por um breve momento, houve confiança plena - Yoosuke sentia que de fato, havia um interesse genuíno em Mokuzai de consertar aquele mundo, embora suas palavras e ações fossem confusas e até tivessem problemas - no final das contas, ele parecia se preocupar com qual seria o resultado daquilo tudo. E mais, embora animado com os dois fazendo aquele experimento, também parecia preocupado com os dois.

    Yura avançou para a beirada do navio, jogou a corda e meneou pular. Yoosuke não permitiria que fosse a primeira, estava fora de cogitação e foi ele - o jovem da família Shufen fechou os olhos e deixou o corpo cair com seu peso, virando sob a beirada das guardas do navio, enquanto caía - o tempo pareceu ter parado, viu ao longe três navios muito maiores ao longe, vindo na direção de seus companheiros, a fumaça que aqueles navios soltavam não deixa dúvidas, a nação do fogo havia os encontrado e logo em seguida, antes que pudesse fazer qualquer coisa, sentiu todo o seu corpo gelado e nada mais viu.

    O frio ao encostar naquele líquido enegrecido era tanto que sem ter controle de seus pulmões, tentou respirar - aquele líquido entrou por sua narinas e boca, parecia ir congelando todo o seu corpo até chegar nos seus pulmões. E não parecia estar sobre a água, mas caindo - continuava a cair sem fim - tudo ficava cada vez mais frio, mais escuro, mais distante. Com um baque seco e surdo, seus olhos se abriram vagarosamente.

    ---

    Estava de volta no palácio ancestral de sua família. Sentia algumas dores no corpo e mesmo sem ver, sabia que seu corpo tinha queimaduras - seu braço direito estava completamente queimado, com cicatrizes profundas, havia também uma cicatriz que cortava seu olho esquerdo de cima para baixo, o qual tinha dificuldade para enxergar mais do que vultos por este. Sentia melancolia, uma tristeza profunda e não sabia o motivo. Estava sentado em uma espécie trono e parecia estar recebendo algumas pessoas, até que a primeira chegou. Um primeiro homem se aproximou, um servo da família Shufen.

    - Jovem Mestre, tem um casal de velhos que quer vê-lo, já falamos que você não pode ajudar, mas estão acampados há dias na frente do palácio. Os guardas já os expulsaram, mas eles voltam sempre. Tomei a liberdade de marcar essa breve reunião para resolvermos isso de uma vez por todas - infelizmente, não sei do que se trata, uma vez que eles não querem dizer nada se não diretamente a você.

    Um casal de velhos entrou logo em seguida, usavam roupas características do reino da terra. Estavam apressados, foram rápidos até a frente de Yoosuke e se ajoelharam logo em seguida.

    - Senhor do Fogo, por favor, nos diga onde está nossa filha! A família Shufen a comprou quando era muito nova, não pudemos fazer nada. Mas agora você não precisa mais dela, por favor, nos diga onde ela está e nos deixe procurar por nossa querida Yura.

    Como o relâmpago que saia da ponta de seus dedos, sentiu o mesmo atravessar seu corpo e uma lembrança surgiu em sua cabeça. Ele e Yura lutaram contra Kamai e Yura se comprometeu com o impossível, entregando sua vida para que Yoosuke pudesse sair vitorioso. O custo foi alto demais.

    Seus olhos se fecharam, deixando aquela cena para trás.

    ---

    Yoosuke estava no meio de um campo arado. Tinha uma casa bem simples próxima dali, não tinha mais os ferimentos de outrora - com a diferença de seu cabelo, que estava bem mais comprido e amarrado atrás das costas, tinha a saúde perfeita. O campo arado parecia ser obra de suas próprias mãos - tinha uma enxada nas mãos, machados próximos e um cavalo que o auxiliava roçando a terra marrom daquele local. Estava feliz. O sol brilhava forte e o calor lhe fazia bem. Tinha pensamentos positivos em sua cabeça e como dois raios, duas crianças de aparentes idades iguais passaram correndo por ele, pisando sobre seu trabalho.

    - Vocês dois! Não atrapalhem o pai de vocês!

    Da casa próxima, saiu com um cantil, Yura. Usava roupas mais folgadas - não era um vestido, não combinaria com ela. Mas parecia mais a vontade. Não tinha sua expressão estóica e preocupada, mas estava tranquila. Podia-se dizer que estava feliz, também. Aproximou-se e deixou o cantil de lado, para Yoosuke.

    - Vou atrás deles.

    Sorriu, com olhos gentis e tocou o rosto de Yoosuke, dando um beijo breve.

    Sentiu calor, sentiu-se como pensou se sentiria um dobrador de fogo enquanto estivesse executando sua dobra. Num estado sublime, fechou os olhos - deixando tudo aquilo para trás.

    ---

    Acordou uma terceira vez. E agora, parecia que estava no controle - um sonho antigo voltou em sua mente.

    O céu estava escuro e cuspia relâmpagos em Yoosuke, eram absorvidos na ponta de um dos dedos, passando por todo o seu corpo e sendo disparados pela ponta dos outros dedos. Sentia calor. Seu peito estava quente e seu sangue fervia. Yura estava ao seu lado, ajoelhada e observando. À frente dos dois, estava Kamai, ajoelhado e entregue à sorte, o homem responsável pela destruição da nação do fogo como Yoosuke conhecia. Os raios que viajavam por seu corpo se tornaram chamas, envolto em um turbilhão de fogo, parecia controlar o fogo com facilidade e restava uma decisão.

    Disparou um relampago contra Kamai - seu alvo foi atingido em cheio e caiu de costas. Sem vida.

    ---

    Acordou, uma última vez. Agora, parecia estar em uma praia - mas via as coisas diferentes - espíritos pairavam no ar, as cores pareciam alteradas de várias formas e por fim, alguma coisa começava a fazer sentido. Não sabia como explicar, mas sabia - tinha atravessado aquele portal e estava no mundo espiritual, mas tudo o que aconteceu durante a passagem parecia tão real que se misturava com suas lembranças.

    Yura estava próxima, tinha pulado atrás dele, então. Estavam os dois no mundo espiritual. Ela pegou o saco de suprimentos e fez um rápido movimento com as mãos, parecia estar tentando usar sua dobra na areia da praia. Em vão, não conseguiu.
    Zireael
    Mutante
    Zireael
    Mutante

    Mensagens : 741
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por Zireael Dom Mar 10, 2024 9:09 pm

    (obrigada, Ein! =)  Desculpa. Minha ação ficou um pouco grande, acho!)

    Yoosuke sentia seu corpo caindo em direção á água. O último vislumbre antes de encontrar a água trouxe apenas mais preocupação: tinha que ser vitorioso em sua missão.
    Rangeu seus dentes enquanto amaldiçoava-se por ter que partir. Amaldiçoava-se por não poder lutar. Tinha que retornar com alguma resposta. E tinha que voltar rápido para pelo menos tentar ajudar seus amigos. Ele fechou os olhos e antes de sentir a água fria – ou o frio do líquido negro – rezou e pediu para que conseguisse voltar a tempo. A tempo e útil para ajudar como pudesse.

    A primeira sensação que teve foi que iria se afogar. Não sabia se poderia, de fato, respirar no meio daquele estranho líquido. Yoosuke fez o que podia para segurar ao máximo sua respiração, mas ao fim, o corpo ganhou e ele respirou fundo, sentindo o gelado invadir seu corpo. Seria aquilo a morte? Yoosuke sentia-se cair. Caía e caía. Fechou os olhos entregando-se à sensação da queda e até mesmo de um certo acalento, como se estivesse sendo abraçado por aquele estranho líquido negro.
    Por fim, sentiu que....




    ...Abriu os olhos rapidamente. Havia adormecido?

    Ele sentia-se estranhamente cansado e em sua mente, a impressão de ter dormido sentado era reflexo do trabalho exaustivo que estava tendo. Mas não se lembrava de estar envolto em tanto trabalho. Então.... Por quer?

    Primeiro, olhou em volta. Estava em casa. Sua casa! Mas não havia fugido? Quanto tempo se passou? Quando mexeu seu braço, sentiu-o doer. E pior, quando baixo sua visão, viu-se em roupas suntuosas. Mas... O que houve?

    Ele olhou em volta e parou os olhos em uma superfície brilhante próximo de onde estava...

    -!!!

    O braço queimado. A cicatriz. A rápida memória da luta com Kamai invadiu sua mente. Lembrava-se do que aconteceu. Pelo menos em parte. Queria pensar mais, porém, algo chamou sua atenção: Na cabeça, a tiara que indica sua posição. Arregalou os olhos. Ele era mesmo o...

    “Senhor do Fogo?” Ouviu seu servo lhe chamar e pareceu que tudo ficou claro. E com aquela clareza, o sentimento avassalador de tristeza. Yoosuke sentiu um buraco em seu coração, mas ainda parecia confuso. Por que se sentia assim? Tudo parecia fazer sentindo, mas...

    - Fez bem em deixá-los entrar. – ele respondeu com peso em sua voz. Os olhos tristes. Olhos de quem carregava uma cicatriz não só no corpo, mas na alma.

    Ao observar o casal de idosos e ouvir seu apelo, Yoosuke sentiu o coração gelar. As memórias vinham como os raios que invocava com tanta facilidade. O golpe foi certeiro. Um golpe que não poderia, jamais, se recuperar.

    “Yura....” Aquilo tudo havia valido a pena? Não ousava dizer que sim.

    Ele fechou os olhos longamente e ao abri-los, encarou o casal de idosos. Pensou no que seria possível de dizer.

    Fechou os olhos novamente e....




    Abriu-os novamente e viu-se no campo arado que, de alguma forma, sabia ser de seu feito. Ele respirou fundo e sentiu-se bem. Sentiu-se bem como há muito não sentia. Além disso, sentia-se em paz.

    Seus olhos curiosos e um pouco confusos olharam os dois relâmpagos passarem e enquanto estreitava o olhar e arqueava uma sobrancelha, viu Yura e seu coração novamente sentiu-se alegre. Aquele tipo de vida parecia combinar com ela.

    “Pai?” Yoosuke arregalou os olhos e ficou vermelho quando entendeu o que havia se passado lá. Ele ficou olhando Yura com o mesmo olhar impressionado e corou mais ainda com o beijo que recebera. Porém, não achou ruim.

    Vendo os três ao longe, não deixou de pensar que não ter uma dobra não era tão ruim. Tinha exatamente o que precisava para aquecer seu coração.

    E com um sorriso nos lábios, fechou os olhos.




    Para os abrir de novo.

    Era aquele mesmo sonho. O vento quente passava por seu cabelo. Um turbilhão de ar e fogo circundavam a figura agora imponente de Yoosuke.  Yoosuke abriu os olhos para ver a figura prostrada de Kamai a sua frente. A cada passo que dava, o calor aumentava. Yoosuke soltava vapor de suas narinas e ao chegar mais próximo, apontou os dedos para o ar e sua postura indicava o que vinha. Os olhos atentos e bem abertos. Olhos de quem sabia o que tinha que fazer.

    Yoosuke sentia o calor passar por todo o seu corpo e sabia que a fonte não era apenas o calor que emanava das chamas que controlava com tanta facilidade agora. Sabia que vinha de seu estado de espírito: sentia raiva. Raiva por tudo que Kamai fizera, raiva por tudo que ele fez com que ele e Yura passassem. Raiva pela tristeza que ele trouxe.

    Enquanto respirava e dominava os raios, Yoosuke controlava não só sua respiração e suas chamas. Sabia que deveria domar aquele sentimento.

    “A Raiva pode ser uma ótima professora. Lembre-se que ela é uma boa defensora. Ela nos leva a dar limites. Só não a deixa dominar.” Lembrava-se dessas palavras. Mas onde as havia ouvido?

    A Raiva deu lugar ao entendimento e em como as rodas das vidas deveriam girar. Com aquela sabedoria que achava entender, Yoosuke atirou contra Kamai.

    Viu seu corpo cair.

    E fechou os olhos.




    Arregalou os olhos quando os abriu e encarou o céu de onde estava. Um céu que era familiar, mas, ao mesmo tempo, extremamente diferente. As cores pareciam misturar-se em um balé que ele não conseguia compreender, mas que, de alguma forma, parecia fazer sentido.

    Ele sentou-se e olhou em volta com curiosidade, ainda com os olhos arregalados. Tinha morrido? A sensação era estranha.

    Ele levantou-se com calma e olhou em volta. A sensação era certeira: não estavam mais em seu mundo de origem. Havia conseguido passar para o Mundo Espiritual? Diante da possibilidade, Yoosuke sorriu.

    Porém, seu sorriso logo se perdeu. O que eram aquelas visões, que agora pareciam muito vivas, parte dele mesmo? Ele viveu aquilo? Poderá viver? Eram escolhas e consequências? Não sabia.

    Virou-se para trás e viu Yura.

    - Yura!

    Correu até ela e fez uma careta enquanto ia parando de correr ao se aproximar da moça. Observou-a fazer os movimentos da dobra da terra, mas sem efeito.

    - O que será que houve? Um efeito colateral...?

    Disse pensativo. Queria tentar acalmá-la:

    - Mas nãos e preocupe. Deve ter um motivo.


    Seus olhos foram de novo ao redor.

    - Então isso aqui é o mundo espiritual? Bem parecido com o nosso.

    Disse com uma careta de decepção. Andou um pouco pela praia.

    -Acho que vamos ter que escolher uma direção.

    Colocou uma das mãos em cima dos olhos, girou e apontou qualquer direção:

    -Lá!!

    Yoosuke deu um passo, mas parou de repente. Olhou Yura e olhou suas próprias mãos. Se ela não conseguia... Será..

    -Hmmm...

    Yoosuke arriscou um soco. Será que conseguiria dobrar no mundo espiritual?
    Conteúdo patrocinado


    Centelha (Yoosuke) - Página 3 Empty Re: Centelha (Yoosuke)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Abr 21, 2024 8:00 am