Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Capítulo 2: Na Escola

    Mellorienna
    Mutante
    Mellorienna
    Mutante

    Mensagens : 667
    Reputação : 111
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Mellorienna Qua Jul 03, 2024 9:14 pm









    ☆A FORASTEIRA☆
    Mi'larhys
    ☆VÊNUS☆
    Mila Rhys




    "Não somos mais crianças" — era a segunda vez que Kyon me chamava daquela forma, o que começou a me incomodar.

    Enquanto ele me puxava escadarias acima, ouvi passos atrás de nós. Rápidos. Mal tínhamos chegado ao terraço quando John Pablo nos alcançou.

    Chorando.

    Ele me pediu desculpas aos gritos. Eu percebi Kyon se colocando entre nós e, quando ia dizer que aquilo era desnecessário, ouvi John Pablo falar no idioma ke'tanish.

    "Como você ousa." — Kyon tinha falado aquele absurdo para John Pablo e agora estava ali, palestrando sobre quem era ou não digno de mim — "Como você ousa insultar meu kayden! Como você ousa falar por mim! EU SOU LYNNISH! Eu não sou propriedade de ninguém!"

    Eu estava tão nervosa que sequer reagi quando aquela garota surgiu. Por um momento, tudo que fiz foi olhar para ela. Ivanova era tão linda. Ela era inteira feita de tons quentes, com os olhos castanhos e os cabelos alaranjados, e aquela pele bonita em cor de areia. Ela estava discutindo com Kyon, exigindo que ele pedisse desculpas ao "Jêpê" dela. Por que teve que ser assim?

    Meus olhos foram para os de John Pablo. Criei um elo telepático apenas para nós, isolado de todos aqueles gritos.

    "Eu não sou prometida de ninguém. Alianças com meu povo se mantém por tratados, não por casamentos. Eu não sou mercadoria para pagar a paz da galáxia. Sou uma pessoa."

    Kyon me segurou nos braços, mas eu estava usando toda minha concentração para manter a telepatia com John Pablo estável. Meus olhos continuavam fixos nos dele mesmo quando senti a oscilação causada pelo impulso dado pelo ke'tanish.

    "Eu farei o Kyon entender. Eu farei o Kyon pagar. Sem impunidade. Sem misericórdia."

    Achei que o ke'tanish nos tiraria de lá voando. Mas ele pousou com estrondo no chão — provavelmente para exibir a proeza física necessária para um salto daqueles. Antes de partir o elo telepático com John Pablo, completei:

    "E então eu e você vamos conversar. Na praia da base. Ao pôr-do-sol."

    Meus olhos foram para os alunos nas janelas. Kyon queria platéia? Descendo do colo dele, eu tirei um dos meus brincos e joguei no chão, produzindo um clarão como de um flash. E os estudantes simplesmente não se lembravam mais de ver o ruivo pular do prédio para o chão comigo nos braços.

    Gasto 1 Controle para usar a Habilidade "Manipulação de Memórias", da Amaldiçoada.
    Resta 1 Controle.

    "Pra onde agora? E escolha bem, Kyon. Porque é onde eu vou quebrar a sua cara."




    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Ewc81wm
    vontheevil
    Elder God
    vontheevil
    Elder God

    Mensagens : 5289
    Reputação : 162
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh35.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por vontheevil Qua Jul 03, 2024 9:52 pm

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 C94b6310

    "Como você ousa. Como você ousa insultar meu kayden! Como você ousa falar por mim! EU SOU LYNNISH! Eu não sou propriedade de ninguém!"

    O cor de rosa dos olhos dela me pareciam serenos apesar de tudo, essa é a mulher que o destino me deu! essa é a sensação que eu tenho, como uma clareza irreal, um momento de confiança me preenche, não sei se meu, ou se enviado pelas ondas telepáticas de minha princesa Lynnish


    "Eu não sou prometida de ninguém. Alianças com meu povo se mantém por tratados, não por casamentos. Eu não sou mercadoria para pagar a paz da galáxia. Sou uma pessoa." Eu farei o Kyon entender. Eu farei o Kyon pagar. Sem impunidade. Sem misericórdia."

    [color=#00ff00]"eu confio em você, minha princesa amada, o destino escolheu-nos um para o outro. Resolva esse problema, eu tenho certeza de que você é poderosa o suficiente, mas fique a salvo"[color=#9966ff]

    [color=#9966ff]"E então eu e você vamos conversar. Na praia da base. Ao pôr-do-sol."[color=#9966ff]

    "Nada vai me impedir de estar lá. Eu tenho outras situações para resolver de uma vez por todas"


    Vou até a borda do terraço e vejo eles saindo rapidamente da minha visão. Rezo para Deus como eu vejo minha mãe fazendo todas às vezes, peço para San Valentin o padroeiro dos namorados proteger minha Princesa do sofrimento.

    Limpo o meu rosto e respiro fundo antes de me virar e encarar Ivanova.
    Faço uma anotação mental, estou falhando em minha função de Kayren, de general e de protetor, nunca mais vou sair desarmado. Estarei pronto a dar minha vida para defender minha equipe.

    — Ivanova, venha e sente ao meu lado, desculpe, eu tenho algumas explicações para te dar. Minha situação como herói e parte do grupo do irmão da sua amiga é complexa demais, e, embora eu não soubesse quando a gente saiu eu tenho um vínculo de dever com Mi'larhys, você é uma menina linda demais e eu fui sortudo demais em ter teus olhos pousados em mim por algum tempo. Mas... não foi escrito para ser assim.
    Venha e me dê um abraço como amiga, não quero te magoar, quero te ver feliz, mas não fomos feitos um para o outro.

    Me afasto rapidamente
    — Me desculpe por ter te feito pensar alguma coisa a mais, não era pra ter acontecido nada disso, mas você é especial, vai achar alguém melhor que eu.

    Saio rapidamente descendo as escadas e em direção à saída da escola. Não posso voltar para a sala de aula ou participar de reuniões. Vou até Pueblo alto, pegar uma scooter emprestada do Pachuelo, ir até a base e ver se o meu crachá permite a entrada no armorial. Essa foi a última vez que alguém coloca Mila em perigo e eu fico sem meios para defendê-la.

    No caminho para a base eu mando uma mensagem no grupo de chat do whatsapp
    Mila foi sequestrada pelo marciano, não foi uma artilharia marciana que atacou a casa Harper? estou indo pra base me armar
    Dante
    Tecnocrata
    Dante
    Tecnocrata

    Mensagens : 313
    Reputação : 42

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Dante Qua Jul 03, 2024 10:10 pm

    “Opa! Calma ai meu consagrado. Tu é grande, mas não é dois. Eu sou pequeno, mas não sou metade. Eu não sabia que vocês tinham um lance sério. Só convidei para dançar e foi ela, não você. Calma aí xará. Não sou fura olho como uns e outros aqui não. Se o lance de vocês é sério eu respeito… E aí Madson acho que ficamos sem par. Tá afim de ir comigo? Mas agora quero ouvir da Kima o motivo dela estar chateada comigo pode ser?’’

    Vi de soslaio toda a confusão quando a russa chegou e beijou o Pablo, aquele garanhão, então eu estava certo sobre as intenções dela com a Mila. Então é isso meu amigo, no amor e na guerra vale de tudo nesta terra. Mila saiu o novo babaca foi atrás dela e então o JP e a russa também. Por um momento achei que a Thea apareceria também, mas ainda bem que não apareceu, acho que não era uma boa hora.
    Nazamura
    Mutante
    Nazamura
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Nazamura Qua Jul 03, 2024 10:27 pm

    vou acionar o movimento de MJ pela ação do @Dante e pela falha do @Alexyus ,
    virar movimento contra os jogadores. (Regra de combate PvP)

    Jack ganhou um 10+ em provocar e Alex Harper vc deve agir de acordo, no caso

    "Calma aí xará. Não sou fura olho como uns e outros aqui não. Se o lance de vocês é sério eu respeito…"




    Kima Brown (@Shamps) deve rolar provocar por ameçar a cheerleaders com força bruta, entretanto, por não ter o movimento adequeado, deve rolar com superior.
    Mas já adianto que provocar pra brigar com o professor olhando pode dar ruim haha...
    [Falhou: react virá depois: XP entregue]




    Jhon Pablo (@vontheevil) a viagem de scouter vai demorar, mas vc vai chegar la, a Base não tem estradas por perto (mencinoei que não tem como chamar uber ainda no capitulo 1). Como você pilotou a nave sabe "mais ou menos" como navegar na floresta pra encontrar a base (vo exigir uma rolagem customizada de +superior pra usar o intelecto pra lembrar qual arvore eu passei? onde fica o noroeste, era pra cá? etc...

    role contra 2d6+Superior pra rastrear a base confiando na sua memoria visual
    10+ sussa
    7-9 a scouter quebra e vc chega la a pé
    6- vc se perde

    [Falhou: está perdido: XP entregue]
    Mun
    Investigador
    Mun
    Investigador

    Mensagens : 57
    Reputação : 26

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Mun Qua Jul 03, 2024 11:18 pm

    school break

    [Naquela manhã]

    Eu sabia que Lyra era algum tipo de assistente-subordinada-supervisora-responsável daquele lugar, mas não pensei que ela tivesse privilégios menores. O fato de eu tê-la sentido na rede de plantas, bem como ter percebido que ela estava limitando e até mesmo impedindo por completo meu acesso a certos, deixou a ideia de que ela tinha um pouco mais de autossuficiência do que ela realmente tinha, o que era uma pena. Eu tinha pensado sobre aquilo e sendo Mila a pessoa que mais tinha me incentivado (ou pelo menos tentou) a manter minha aparência eu considerei que não seria legal ficar pedindo o tempo inteiro para que ela me desse formas de me esconder. Eu conseguia imaginar que ela não me negaria, mas talvez fosse chato ter que continuamente repor algo para que ela própria não aprovava. Assim, não que eu precise da aprovação dela sobre como eu pareço ou me apresento, mas a minha chance de escolha só pode vir através dela então... é, eu estava de mãos atadas.

    Ver a parte aparentemente vegetal de Lyra foi legal. Pelo o que Mila explicou, ela era um tipo de androide. Na terra, um androide seria um humano transformado em meio robô, então me peguei refletindo se Lyra algum dia foi apenas mais uma venusiana normal.

    [Na escola]

    — Colônias em Vênus. Você podia levar a gente lá um dia, né? — respondi à Mila mentalmente, transmitindo meu interesse genuíno em conhecer o seu planeta e um pouco mais do enorme sistema solar que vivíamos.

    Eu recebi de volta o bilhetinho de Kima e acenei para ela depois de ler indicando que concordava em nos reunirmos para ela me contar sobre a entrevista. Eu realmente não gostava daquilo, mas entendia que era uma forma de ganharmos autonomia enquanto grupo e, naquele momento, a coisa que eu mais queria era não ter que ficar se explicando para a Hyperfamília como eu bem sabia que teríamos que fazer enquanto não provássemos pros Legados que somos capazes.

    — Sua quem? — apesar do sussurro de Taylor para não atrapalhar a aula, seu flerte de bobão e todo errado fez um tipo de bomba explodir na minha garganta ao ponto de eu ter que lutar para abafar a risada que saiu. Afundando a cabeça na mesa e cobrindo a boca com as mãos, precisei de uns breves segundos até me recuperar e então discretamente dar um chutinho na perna dele — Dorothy é do Mágico de Oz, se liga. Mas podemos ser... a Rainha de Copas e seu Valete. — falei, apontando primeiro para mim e depois para Pradhan. A ideia de participar da peça estava crescendo em mim e depois de ouvir Hana eu estava disposto a tentar, mas foi só falarem daquele Romeu e Julieta batido e chato que senti como se um balde de água fria tivesse despencado bem na minha cabeça — Ai, é claro que os casaizinhos votariam nisso. — resmunguei baixinho enquanto acompanhava a movimentação do outro lado da sala.

    Jack estava ali e, que surpresa, sequer tínhamos percebido. Eu ainda não sabia nada sobre ele e seus poderes, mas imaginava que ele tivesse algo mais furtivo para justificar ninguém tê-lo notado antes dele se expor. Ele ter caminhado até Kima foi inesperado para mim por um momento, mas então eu percebi que, na verdade, estava bem na marca dele flertar com qualquer garota. "Mesmo as comprometidas, pelo visto", pensei, sem perceber que o Delinquente simplesmente não sabia do relacionamento de Alex e Aileen. Sabendo que aquilo ia dar em uma briga feia e sem demora, cutuquei a perna de Taylor com um dedo e indiquei com a cabeça para que olhasse para o outro lado. Foi quando Alex se levantou e colocou o dedo no peito de Jack, empurrando-o. "Tá se segurando", pensei, uma vez que eu sabia que o queridinho da nação teria muito mais força em seu corpo de Hyperfilho. E aí, como um dominó caindo que dá início a uma reação em cadeia de desastres, a russa apareceu passando pela porta e indo direto em Jhon. E chamou ele de meu. E o beijou (OFF: interpretarei assim pelo drama, mas foi só ângulo).

    — É uma longa história, mas resumidamente de cabelo roxo me largou sozinho no nosso passeio na praia em uma crise de ciúme depois de ver uma foto do baixinho com a russa. Aquela foto ali na mão dela, mais exatamente. — fofoquei baixinho para Taylor, afinal eu queria que ele acompanhasse todo o drama. O lance Alex, Kima e Jack era óbvio, mas como Mila não vocalizaria sua fúria não tinha como meu bestie saber o que tava rolando. Antes eu fiquei em dúvida se a reação de Mila foi mesmo só o mais puro suco de ciúme, mas agora depois de tudo o que rolou não tem como ter dúvidas; eu não sou idiota.

    O tumulto de Ivanova, Kyon, Pablo e Mila era grande o suficiente do lado de fora, mas Mila era forte e conseguiria lidar com aquilo em um primeiro momento. Ainda assim, me levantei e fui rapidinho até Hana e deixei uma ideia sussurrada em seu ouvido antes de ir até o restante do grupo que ainda estava na turma.

    — Cuida de Mila e Pablo que eu dou conta de impedir que esses três aqui se matem. — falei para a recém-cintilante antes de me afastar. Enquanto eu andava de um lado para o outro da turma era difícil segurar a risada. Aquela situação toda era tensa, mas principalmente engraçada porque era só uma sequência de desentendimentos facilmente resolvidos com três segundos de conversa. Estava claro que ninguém ali era muito nessa parte da socialização, então alguém tinha que intervir. Levantei as mãos com as palmas para cima e movi os ombros no mesmo sentido olhando para Taylor pouco antes de alcançar o Hypercasal e o Delinquente. Era como se eu tivesse dizendo "fazer o quê, né".

    Em um primeiro momento, eu tentei acompanhar o que estava rolando para pensar em uma forma certeira de simplesmente encerrar aquele tumulto de uma vez por todas. Mas eram tanta gente, tantas vozes e tanta hostilidade que minha cabeça simplesmente não conseguiu focar em nada muito concreto. Me senti burro por um instante, quer dizer, normalmente eu saberia lidar com uma situação como aquela com apenas quatro palavrinhas bem articuladas. Bom, fiquei meses preso sem falar com ninguém, então talvez eu só estivesse com minhas habilidades sociais um pouco enferrujadas.

    — Ei, galera, foi só um desentendido, não precisa disso. — soltei, mas eu mesmo achei uma frase bobíssima para se usar na tentativa de separar não uma, mas duas brigas. Bem, não podiam negar que eu estava tentando.



    @Nazamura Utilizei o movimento "avaliar a situação" para tentar achar uma forma de resolver a confusão se elevando na sala de aula da forma mais rápida e menos prejudicial para a equipe saber como agir melhor para acabar com essa confusão toda. O rolamento pode ser encontrado clicando aqui
    Nazamura
    Mutante
    Nazamura
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Nazamura Qui Jul 04, 2024 8:24 am

    Ivanova sorri ao ouvir as palavras de Jhon Pablo (@vontheevil), observando sua afobação com um olhar compreensivo. Ela nada diz, apenas se aproxima e o abraça com ternura, um abraço que transmite aceitação e amizade.

    — Você sempre serrrr especial para mim, JêPê. — Ela sussurra em seu ouvido antes de se afastar.

    Jhon Pablo corre pelas escadas, atravessando a escola apressadamente. Ele chega até Pueblo Alto, onde pega uma scooter emprestada de seu primo Pachello. Determinado a chegar até a base nas montanhas, ele segue seu caminho, mas a falta de estradas e de coordenadas precisas o deixa perdido no meio do mato. Sem combustível e sem ter como voltar, Jhon Pablo se vê sozinho, cercado pela natureza.

    De repente, ele ouve uma voz familiar.

    — Eu saberrr que você não me amarr. — A voz vem de uma fenda dimensional acima de Jhon Pablo, próximo a algumas árvores. Ivanova surge, sentada em um galho, balançando as pernas como uma garotinha feliz.

    — Eu saberrr da outrraa, Alethea me disserrr, mas ela tambem falarr de seu grrandhi corazon. — Ivanova continua, olhando para ele com um sorriso gentil.

    Ela pisca várias vezes, segurando uma lágrima que teima em cair.

    — Ivanova gostar verdade de Jhon Pablo, mas tambem querer serrrr sua amiga. Minha mãe Sharon me falar sobre sentimentas. — Ivanova diz, mencionando sua mãe, a Dra. Sharon Supreme, uma aventureira saltadora de dimensões.

    Nos registros da base Prometheus, Jhon Pablo havia encontrado informações sobre a Dra. Sharon Supreme, que era casada e tinha uma filha.

    — Minha mãe sempre dizerrr que sentimentas são complexos, especialmente para aqueles que vêm de lugares difirenthiss. Ela falarrr que ser imigrante é como ser um peixe fora du água, mas que podemos encontrar nosso lugar. — Ivanova continua, seus olhos cheios de compreensão e empatia.

    — É por isso que eu grudarr em você. Mas eu querer aprenderr a deixar você solto, livraa. — Ivanova finaliza, olhando para Jhon Pablo com um sorriso caloroso.

    Ivanova ainda sentada, balançando os pés na árvore e com a fenda dimensional aberta atrás dela, diz:

    — Então, quererrr voltar para escola com sua amiga?




    Kyon olhou para Mi'larhys (@Mellorienna), seu olhar sério suavizado por um toque de compreensão.

    — Eu sei que seu coração não me ama, Lhys, mas eu sempre estive ao seu lado e nunca a magoei. Sempre a amei pela honra dos Ke'tanish, mas não me atrevo a dizer que você me ama. — Ele sorriu e, segurando sua mão, puxou-a. — Venha.

    Kyon levou Mi'larhys até um ginásio vazio com um ringue de boxe. O local estava silencioso, pois todos estavam em aula - era o clube de boxe da escola.

    — Você carrega o peso do mundo nas costas. Meu lado guerreiro sente que você quer extravasar e nunca ninguém foi até o fim para te ouvir. Nunca ninguém brigou com você até o fim. Se quebrar minha cara é uma prova do meu amor e lealdade para você, que minhas palavras são sérias, então venha. Mas, como guerreiro e seu protetor, eu não vou pegar leve.

    Kyon estava feliz por ver sua amada irritada e ele só sabia resolver de uma maneira, em combate, a maneira dos Ke'tanish.

    — Só se conhece alguém verdadeiramente em combate, mas vou dizer uma coisa: se eu vencer, eu lhe darei um beijo.

    Movimento escreveu:Kyon está te convidando para uma batalha com punhos, se aceitar role efrentar a ameaça usando perigoso. Mas você pode usar outro movimento se preferir para lutar




    As líderes de torcida não se intimidaram. Amber, de cabelo prateado, riu alto e desdenhosamente.

    — Ai, por favor, Kima (@Shamps), você acha que pode nos assustar? — Amber disse, revirando os olhos. — Quem você pensa que é? Você chegou ontem e já quer mandar aqui?

    Madson, a loira, deu um passo à frente, sorrindo maliciosamente.

    — Querida, você pode ser forte, mas não é nada sem estilo — ela zombou. — Talvez devesse tentar uma coisa mais apropriada pra você. Que tal carregar nossos equipamentos de treino?

    Tiffany, de cabelo preto, lançou um olhar de desprezo para Kima, enquanto deslizava o dedo no braço musculoso dela.

    — A Kima e a Aileen? — Tiffany repetiu, com um riso debochado. — Parece que alguém tem problemas de personalidade. — Ela olhou para Madson e Amber, rindo. — Boa sorte tentando se encaixar, novata.

    Madson, aproveitando a confusão, aceitou o convite de Jack para ir ao baile.

    — Eu sei reconhecer uma oportunidade quando vejo uma — disse Madson, com um sorriso provocador, jogando o cabelo para trás.




    Taylor ouvia a fofoca baixinha de Mat (@mun) sobre ter sido abandonado na praia e ria - Há! ela nao abandonou você seu tolinho, ela fugiu com dor no coração - ele sussurrou de volta.

    Ele ficou observando Matt indo até Kim, entrou como um amigão no meio de Alex (@Alexyus) e Jack (@Dante), mas não achou uma maneira de acabar com a confusão.



    Turno da Hana (@thendara_selune)


    Quando a gente tinha alguma coisa que impedia de postar na mesa, o Spinner permitia que outra pessoa postasse por nós ou ele mesmo postava. Ou, se estava com problemas, pedia para a gente postar. Eu li a cena e, para não ficar totalmente para trás, estou mandando meu post para você. Acho que mereço XP pelo esforço e, mais uma vez, sou grata pela compreensão. Estou meio banida das mesas enquanto ele não se acalma, pelo menos na sua posso mandar assim e você posta por mim. Pode ser? Estou me sentindo tão adolescente, haha! Assim não fico tão atrasada, mas se der trabalho demais pra você de boas, mas é notório que to querendo continuar jogando viu.



    Antes da escola

    Ly'ra, com uma expressão séria mas compreensiva, insiste:

    — Eu insisto, esse crachá deve ficar com todos os membros da equipe, mesmo que você não vá utilizá-lo. Ele é sua identificação ao caminhar pela base. Sem ele, os sistemas de segurança irão te reconhecer como ameaça.

    Ly'ra colocou o crachá no bolso de Hana com delicadeza.

    — Tenham uma boa aula — desejou Ly'ra, sua voz transmitindo uma mistura de autoridade e cuidado.


    "Você não aceita um 'não' como resposta, não é?" Dei um sorriso, tentando esconder minha admiração. "Tudo bem, dona Ly'ra, você me convenceu." Dei um xauzinho brincalhão para ela, balançando a mão de forma exagerada antes de me virar e seguir meu caminho.
    ________________________________________


    Na Escola
    Taylor me observou com curiosidade e sorriu para mim. Eu retribuí, reconhecendo que era o mesmo garoto que curtiu minha foto e comentou sobre “Meu Matt”. Fiquei bem curiosa sobre o lance entre eles, mas não ia perguntar nada ainda.
    O professor Yome interrompeu quando Jack (@Dante) sugeriu Romeu e Julieta.
    — Muito bem, temos duas propostas — disse ele, escrevendo no quadro. — Podemos iniciar a votação?
    "Romeu e Julieta é perfeito! Posso ajudar no figurino e na caracterização." Levantei a mão com entusiasmo, minha voz carregada de animação. Se era para ser normal e me livrar do rótulo de filha de dois loucos vilanescos, ia agarrar a chance. Era agora ou nunca. "Podemos combinar isso e trocar contatos…" acrescentei, com um sorriso confiante. Mas logo percebi o burburinho ao redor. Talvez fosse a leitura corporal dos meus amigos de equipe, e o tal Kyon claramente era a centelha de discórdia brilhando ali. Meu sorriso vacilou por uns segundos. "O ruivão quer causar, mas é muita ousadia." Rolei os olhos, sentindo a irritação subir. Embora eu fosse a garota sem rótulos de amor e paixões eternas, não apreciava ver aquele pentelho que tomou trebolona demais se meter onde não deve.
    Enquanto isso, Kima abaixou para responder um bilhete quando Tiffany e Madson se aproximaram dela, o que me fez ficar ainda mais inquieta no meu lugar. Minhas pernas começaram a balançar involuntariamente. Então meus olhos captaram a cena e escutei o marrento do Jack convidar a Kima pro baile? Mentira? Dei um berro interno vendo a cena e fiquei sem reação, minha boca se abrindo em choque. Então eu estava errada? Ele não tem uma queda pela Mila? Ele deve estar querendo levar um soco do HB. Ao mesmo tempo, Madson, uma dessas garotas que deve usar o decote para deixar o cara sem fala, abordava HB. Achei que tinha que me meter, ou sabe-se lá o que a Kima podia fazer, ou o HB. Minha pergunta era para tentar tirar todo mundo daquele redemoinho, mas não deu tempo. Uma sequência de coisas começou a acontecer, me deixando com a sensação de ser uma figurante sem saber exatamente como agir. Nunca estive em uma escola normal antes. HB empurrou Jack e o professor chamou atenção. Me sentei mais perto, mordendo o lábio inferior, tentando pensar em como acalmar os ânimos, mas a gente não tinha um segundo de paz. Aquela ruiva surgiu do nada, alta, bonita e cheia de si, indo direto ao JP e foi como se uma gota de coca além da conta fizesse o copo transbordar. Ela deu um beijo em John Pablo e entregou uma foto com uma marca de batom. Fiz uma cara de "Mas que vadia ousada é essa?" Aquela ruiva é amiguinha da irmã do Alex, tinha que ser. Aquela menina banca a certinha, mas deve ser uma verdadeira... Censurei a última palavra, respirando fundo para manter a calma. Mas aí o ruivo se meteu e tudo foi rolando rápido, como se alguém chutasse o balde e quando dei por mim, a Mila saiu correndo, logo seguida de perto pelo ruivo sem noção, JP atrás deles seguido pela ruiva.
    Um tempo depois Chego perto dos garotos e digo: "Se acalmem, pessoal..." Mas eles estão entretidos em provar quem pode mais." O professor não consegue conter a gente. Que belo momento para sair correndo da sala, mas digo: "Ah, professor, preciso ir ao banheiro, coisa de garota... Desculpa..." Tenho que achar a Mila.
    Mun
    Investigador
    Mun
    Investigador

    Mensagens : 57
    Reputação : 26

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Mun Qui Jul 04, 2024 9:49 am

    school break
    Quando as Poderosas-wannabes começaram a se alternar para tentar debochar de Kima, imediatamente eu levantei uma sobrancelha. Para quem pareciam trigêmeas de tão padronizadas, elas tinham mesmo muita confiança em suas palavras para tentar falar algo de alguém. Até onde eu conseguia lembrar, as pessoas normalmente são abaixavam a cabeça para a hostilidade daquelas três. De minha parte, eu nunca precisei fazer nada a respeito porque nunca chegou a me envolver nem indiretamente, mas naquele momento eu percebi que era a chance de empurrá-las do pedestalzinho que pensavam estar de pé.

    — Pra quem só tem a cor do cabelo pra se diferenciar vocês realmente tem coragem de falar do estilo de alguém? — soltei, me colocando entre Kima e o trio de feiosas. Eu estava com um sorriso debochado no rosto e me sentia muito confortável para fazer o que estava prestes a começar. Taylor bem entenderia, mas fazer aquele tipo de coisa era natural para a gente — O que foi? Passam tanto tempo no salão que o calor do secador já derreteu o cérebro de vocês? Aliás, que perda de tempo, né? Cheios de pontas duplas, ressecadas e essas raízes horrorosas que não sabem nem o que é serem retocadas. Eu até diria que posso passar o nome de uma boa cabeleleira pra vocês, mas nem a melhor esteticista de Nova Aeternia conseguia dar um jeito nessas perucas da 25 de Março que vocês usam na cabeça. — de onde eu estava, movi uma mão para trás das costas e procurei as mãos de Kima. Eu sabia que ela podia se defender sozinha com seus punhos, mas eu emprestaria minhas palavras com prazer para colocar aquelas barangas nos lugares delas — Vocês se acham tão incríveis, que todos querem ser ou estar com vocês, mas a verdade é que todos apenas aturam vocês porque são obrigados já que estamos na mesma escola. Vocês são inseguras, sem graça, mal vestidas e mal amadas. Qual foi? Tão populares e precisam sair por aí procurando pares pro baile? Deus pode ter abençoado vocês com Barbies, um quintal com um pônei, um namorado chamado Jake e uma gravidezes indesejadas que os seus pais pagaram para interromper para que vocês pudessem vir para escola e se graduar em serem vadias básicas. Nada disso torna vocês melhor do que ninguém. Essas roupas da época da minha avó, colares falsos e brincos de cinquenta centavos não podem esconder o fato de que vocês não sabem quem vocês são. Eu sei que a presença da Kima intimida vocês. Ela é tudo o que vocês querem e nunca vão conseguir ser. Agora, por favor, recolham seus queixos do chão e voltem para o cantinho da turma para suas risadinhas irritantes e conversas fúteis. Ninguém aguenta mais sequer olhar para essa cara toda rebocada de vocês.



    @Nazamura Eu utilizei o movimento "Defender alguém de uma ameaça" para proteger Kima do deboche das Poderosas. O rolamento pode ser encontrado clicando aqui
    Dante
    Tecnocrata
    Dante
    Tecnocrata

    Mensagens : 313
    Reputação : 42

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Dante Qui Jul 04, 2024 10:17 am

    Eu ainda estava esperando alguma resposta de Kima, mas a discussão delas com as garotas acabou mudando o curso de ação da situação. Bem, pelo menos a Madson, ou será que foi a Amber? Sempre confundo elas, aceitou ser meu par, pena que eu acho que a Mila não viu essa parte.

    Até estava achando engraçado a briga das meninas – garotas brigando pelo Jack -, mas ai o Visconde resolveu se meter e deu um chilique. Eu já tava com um pé atrás com esse cara antes por ele tá se enxerindo pra Mila então achei que seria uma boa hora para unir o útil ao agradável. Quando ouvi ele falar meu nome ai já levei pro pessoal e como ele tava mandando as gatinhas pegarem o queixo resolvi entrar na onda e mandei o “Soco Sério do Jack!” no queixo dele. Acho que ter vindo pra escola foi uma boa ideia afinal.
    vontheevil
    Elder God
    vontheevil
    Elder God

    Mensagens : 5289
    Reputação : 162
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh35.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por vontheevil Qui Jul 04, 2024 10:39 am

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 C94b6310

    — CARALHO CARALHO CARALHO.....
    a moto sem combustível, no meio do mato, eu sei que se o mar está a minha direita e continuar a minha direita eu posso achar a base, mas são quantos km daqui? quantos eu consigo fazer por esse bosque por hora?
    Estou disposto a andar até meus joelhos doerem e minhas pernas quererem desistir, porém....

    Ivanova

    Rio quando ela apareceu na minha frente. Não sei se de alívio, de vergonha ou para disfarçar meu susto

    — Eu saberrr que você não me amarr.

    — Desculpe rir Ivanova, não estou rindo da situação, se eu soubesse que as coisas tomariam esse rumo a nossa tarde de ontem teria sido diferente.

    — Eu saberrr da outrraa, Alethea me disserrr, mas ela tambem falarr de seu grrandhi corazon.

    Sento em uma raiz de carvalho e bato no meu lado convidando ela para chegar perto de mim.
    Suspiro e a encaro

    — Desculpe, eu não devia ter falado assim com você na sala de aula, tudo aconteceu tão rápido. Eu, não.... eu.... me desculpe eu não sei como me explicar. Eu era um garoto normal até muito pouco tempo atrás, Mila me descobriu e me convenceu que eu posso ser um herói, mesmo não tendo poderes. Minha vida é uma zona gigante.


    Ela pisca várias vezes, segurando uma lágrima que teima em cair.

    — Ivanova gostar verdade de Jhon Pablo, mas tambem querer serrrr sua amiga. Minha mãe Sharon me falar sobre sentimentas.


    — Desculpe não poder gostar reciprocamente de você Ivanova.
    limpo a lágrima no rosto dela
    — Não chore, por favor. Eu não mereço isso. Eita, não peraí, tua mãe é a dra Sharon? Sharon Supreme? Ela é minha heroína favorita desde sempre. Você é.... linda igual ela!
    Sorrio triste
    — Desculpe, não é hora de falar sobre tua mãe. Quer dizer... diga pra ela que eu sempre fui fã dela, que antes eu achava que ela devia continuar na política, eu votaria nela. Odeio o governador!

    Movo a cabeça de um lado para o outro e seguro as mãos dela.

    — Eu não quero te chatear, nem te dar esperanças que eu não posso. Alguém vai ser muito feliz ao seu lado como namorado algum dia. Você é incrível, não só por fora, mas como pessoa também. Torço para que a felicidade te abençoe.


    — Minha mãe sempre dizerrr que sentimentas são complexos, especialmente para aqueles que vêm de lugares difirenthiss. Ela falarrr que ser imigrante é como ser um peixe fora du água, mas que podemos encontrar nosso lugar.

    — Sim, ela é latina como eu, nosso sangue é complicado dentro do peito. Você tem isso também?... é a vida é .... FODA!

    — É por isso que eu grudarr em você. Mas eu querer aprenderr a deixar você solto, livraa.

    — Vamos ser amigos, igual eu disse, eu sou bobo demais pra estar convivendo com tanta gente poderosa, posso precisar da tua ajuda.

    — Então, quererrr voltar para escola com sua amiga?

    — Isso, ajuda igual agora: para voltar para a escola, não sei se você notou, mas estou completamente perdido e ferrado. Você acha que a Mila está bem?
    Abraço Ivanova e apoio a cabeça em seu ombro rapidamente
    antes de seguir com ela, penso como minha vida mudou em menos de uma semana
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5512
    Reputação : 440
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Alexyus Qui Jul 04, 2024 12:18 pm



     

     
    School Fight

     

    Cena: Treta na aula

    Kima escreveu:- Alex tem par para o baile sim - ela estava furiosa- e ela se chama Kima Aileen Brown e você quer conhecer quem primeiro? A Kima - ergueu o punho direito em riste, fechando os dedos com estalos fortes- ou a Aileen- repetiu o gesto com a mão esquerda enquanto se aproximava dela- posso apresentar as duas ao mesmo tempo- e socou a palma da mão com um estampido seco. Ela segurou a gola do casaco dela e ergueu o punho ao lado da cabeça.

    Alex gostou de ver Kima tendo a mesma postura que ele, repelindo qualquer talaricagem daquelas patricinhas from hell. Kima não era tão indefesa quanto ela se sentia, e perceber que ela percebia isso deixava o jovem Harper satisfeito.

    Mas a postura de Jack ainda era problemática.

    Jack escreveu:“Opa! Calma ai meu consagrado. Tu é grande, mas não é dois. Eu sou pequeno, mas não sou metade. Eu não sabia que vocês tinham um lance sério. Só convidei para dançar e foi ela, não você. Calma aí xará. Não sou fura olho como uns e outros aqui não. Se o lance de vocês é sério eu respeito… E aí Madson acho que ficamos sem par. Tá afim de ir comigo? Mas agora quero ouvir da Kima o motivo dela estar chateada comigo pode ser?’’

    O rompante de fúria de Alex foi rapidamente controlado com a reação de "saída lateral" de Jack, e Harper deu de ombros, esperando que Kima dissesse alguma coisa se quisesse. Ele mesmo já tinha decidido ignorar o encrenqueiro.

    Pelo canto do olho, Alex registrou a confusão dentre JP, Mila, Ivanova e Kyon, que saíram da sala todos ao mesmo tempo. Bom, esse era um problema particular deles, e Harper não iria se meter nisso. 

    Matt tomou a frente para confrontar as patricinhas que zombavam de Kima, o que surpreendeu mas também agradou Alex. Era um sinal de união da equipe.

    Matt escreveu:— Pra quem só tem a cor do cabelo pra se diferenciar vocês realmente tem coragem de falar do estilo de alguém?— soltei, me colocando entre Kima e o trio de feiosas. Eu estava com um sorriso debochado no rosto e me sentia muito confortável para fazer o que estava prestes a começar. Taylor bem entenderia, mas fazer aquele tipo de coisa era natural para a gente— O que foi? Passam tanto tempo no salão que o calor do secador já derreteu o cérebro de vocês? Aliás, que perda de tempo, né? Cheios de pontas duplas, ressecadas e essas raízes horrorosas que não sabem nem o que é serem retocadas. Eu até diria que posso passar o nome de uma boa cabeleleira pra vocês, mas nem a melhor esteticista de Nova Aeternia conseguia dar um jeito nessas perucas da 25 de Março que vocês usam na cabeça. — de onde eu estava, movi uma mão para trás das costas e procurei as mãos de Kima. Eu sabia que ela podia se defender sozinha com seus punhos, mas eu emprestaria minhas palavras com prazer para colocar aquelas barangas nos lugares delas — Vocês se acham tão incríveis, que todos querem ser ou estar com vocês, mas a verdade é que todos apenas aturam vocês porque são obrigados já que estamos na mesma escola. Vocês são inseguras, sem graça, mal vestidas e mal amadas. Qual foi? Tão populares e precisam sair por aí procurando pares pro baile? Deus pode ter abençoado vocês com Barbies, um quintal com um pônei, um namorado chamado Jake e uma gravidezes indesejadas que os seus pais pagaram para interromper para que vocês pudessem vir para escola e se graduar em serem vadias básicas. Nada disso torna vocês melhor do que ninguém. Essas roupas da época da minha avó, colares falsos e brincos de cinquenta centavos não podem esconder o fato de que vocês não sabem quem vocês são. Eu sei que a presença da Kima intimida vocês. Ela é tudo o que vocês querem e nunca vão conseguir ser. Agora, por favor, recolham seus queixos do chão e voltem para o cantinho da turma para suas risadinhas irritantes e conversas fúteis. Ninguém aguenta mais sequer olhar para essa cara toda rebocada de vocês.

    A esculhambação de Matt contra o trio de mosqueteiras abelhudas foi quase cômico, e Alex teve que conter um riso.

    Mas alguém não gostou de ter sua atuação de Don Juan interrompida.

    Jack escreveu:Quando ouvi ele falar meu nome ai já levei pro pessoal e como ele tava mandando as gatinhas pegarem o queixo resolvi entrar na onda e mandei o “Soco Sério do Jack!” no queixo dele.

    Alex se moveu rapidamente, dizendo apenas:

    - Vamos, Kima!

    Ele deteve o soco de Jack com a palma de sua mão enquanto Kima afastava Matt de ser atingido.


    - Pare com isso agora! Já passou dos limites!


    Dante
    Tecnocrata
    Dante
    Tecnocrata

    Mensagens : 313
    Reputação : 42

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Dante Qui Jul 04, 2024 3:18 pm



    Não podia passar vergonha na frente das gatinhas. A esculhambação do Visconde tinha que acabar. Mas olha só que surpresa.

    Alex escreveu: Pare com isso agora! Já passou dos limites!

    Ele deteve meu soco, mas qual era a desse cara? Se era assim que ele queria brincar, o Jack iria brincar.

    “Então é assim que vai ser Alex? Então vamos resolver isso de uma vez por todas só você e eu, nada de levar a namoradinha porque não quero que ela presencie como você vai ficar. Te encontro no terraço em 10 minutos. Vamos ver se você tem mesmo coragem.”


    Mellorienna
    Mutante
    Mellorienna
    Mutante

    Mensagens : 667
    Reputação : 111
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Mellorienna Qui Jul 04, 2024 3:18 pm









    ☆A FORASTEIRA☆
    Mi'larhys
    ☆VÊNUS☆
    Mila Rhys




    Kyon escreveu:— Eu sei que seu coração não me ama, Lhys, mas eu sempre estive ao seu lado e nunca a magoei. Sempre a amei pela honra dos Ke'tanish, mas não me atrevo a dizer que você me ama. — Ele sorriu e, segurando sua mão, puxou-a. — Venha.

    Ba'kha. Puxei minha mão, olhando para Kyon como se pudesse fuzila-lo ali mesmo (o que, de fato, eu podia). Mas o segui, pisando tão duro quanto meus um metro e meio de altura permitiam. A voz de John Pablo ainda reverberava pela minha memória:

    John Pablo escreveu:"eu confio em você, minha princesa amada, o destino escolheu-nos um para o outro. Resolva esse problema, eu tenho certeza de que você é poderosa o suficiente, mas fique a salvo."

    Ele tinha descoberto. Provavelmente por causa do show dado por Kyon, o que já valeria uma boa surra! John Pablo tinha descoberto o que -dena queria dizer e agora sabia o que eu era. Sei que tive oportunidades de contar, mas me sentia roubada da chance, mesmo assim. E me sentia traída. Em diversos níveis.

    O ginásio estava vazio e o ringue de boxe era um octógono um pouco elevado, como uma plataforma. Tão silenciosa quanto os arredores, vi Kyon subir e passar as cordas, estufando o peito daquele jeito ke'tanish ba'kha.

    Kyon escreveu:— Você carrega o peso do mundo nas costas. Meu lado guerreiro sente que você quer extravasar e nunca ninguém foi até o fim para te ouvir. Nunca ninguém brigou com você até o fim. Se quebrar minha cara é uma prova do meu amor e lealdade para você, que minhas palavras são sérias, então venha. Mas, como guerreiro e seu protetor, eu não vou pegar leve.

    "Você fala como se eu precisasse da sua condescendência, moleque." — voei sobre as cordas e aterrissei com impacto no ringue, fechando os punhos, que se iluminaram no dourado-iridescente da energia cósmica — "Eu não sou uma das suas fêmeas que precisam ser protegidas. Eu sou lynnish. Eu sou a Dena do meu povo. E você não é meu kayden."

    "Nada vai me impedir de estar lá" — foi o que o meu kayden havia prometido. E sem misericódia, foi a minha promessa.

    Kyon escreveu:— Só se conhece alguém verdadeiramente em combate, mas vou dizer uma coisa: se eu vencer, eu lhe darei um beijo.

    Eu fiz um barulho de desdém e levitei uns bons dois palmos, para alinhar nossos olhos.

    "É por isso que você mentiu na minha cara e está jogando mais de trinta raknas de amizade fora?! Por um pouco de saliva?!" — cuspi no chão, aos pés dele (uma ofensa em qualquer planeta que eu já tivesse visitado) — "EU sempre estive ao seu lado! EU sempre cuidei de você! Você é um----"

    Eu me detive. Estava furiosa, mas havia fronteiras que, se cruzássemos ali, jamais poderíamos voltar atrás. Se eu acusasse Kyon de ser um traidor, ele nunca mais olharia para mim. Com aqueles olhos que nem se dignavam a fender as pupilas, mesmo com todos os meus "gritos telepáticos". O ke'tanish maldito não me considerava nem minimamente uma ameaça!

    Puxei o braço, armando um belo soco com toda a minha força, mas não tive coragem de atingi-lo com a energia cósmica — e, enquanto a luz nos meus punhos se apagava, Kyon me acertou tão rápido e tão forte que nem entendi bem como. Parei nas cordas e teria voado para fora do ringue se não fossem elas. Senti uma dor tão forte que não conseguia falar, nem telepaticamente. Por um momento, pensei que aquilo tinha sido um erro.

    Tossi, o ar voltando aos pulmões queimava e o gosto do sangue me veio à boca. Virei para Kyon, sorrindo.

    "Foi o moleque? Ou eu dizer que sempre cuidei de você?" — eu estava irritada e insegura, temendo que eu não tivesse chances de vencer aquela luta, mas — "Você não me assusta." — ajeitei a postura para combate novamente — "E você não me ama."

    Parti para cima dele de novo. Isso terminaria ali. De um jeito ou de outro.




    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Ewc81wm
    shamps
    Antediluviano
    shamps
    Antediluviano

    Mensagens : 3029
    Reputação : 251
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por shamps Qui Jul 04, 2024 7:08 pm




    "Que dia, hein, puta que pariu!"

    As três fedidas riram de Kima, mas ela não se importou, apesar da raiva que começou a sentir. Kima nunca tinha sofrido bulling escolar e odiava ver pessoas passando por aquilo diante dela, ela via claramente nas três o tipo de pessoas que praticariam tal ato vil, mas Kima não seria essa vítima. Se elas soubessem quantas pessoas Kima já defendeu em sua antiga escola, elas nem ousariam a falar tais besteiras. "Se elas soubessem do que sou capaz... Sorte delas que não quero estragar meu dia na escola..."

    - Se liga, sua sem sal - respondeu à Amber, fazendo uma cara de deboche -  sou sem estilo? Quem é que estava recebendo convite para o baile até agora? Hein, Madisooooon? - fez uma voz monótona - Olhe bem para você - Kima era bonita e vaidosa, sempre foi muito estilosa, por mais que agora não estivesse no seu melhor momento, mas ela sabia de sua beleza exótica - Carregar seus equipamentos? Ah... As ferraduras! Dispenso! - respondeu a Madson e quando Tiffany tocou no braço de Kima, ela afastou sua mão com um tapa - não toque em mim - disse entre dentes e cara de poucos amigos.

    Ela riu com a pretensão de Amber e Tiffany, um sorriso debochado, cruzando os braços.

    - Problemas de personalidade, é? - ela riu vendo as três moças iguais, com os mesmos comportamentos, mesmas roupas, mesmo tudo. Deprimente! - as últimas pessoas a falarem de personalidade aqui seriam vocês. Vão arranjar o que fazer!

    Kima olhou para Jack e ergueu as sobrancelhas rapidamente, como se dissesse: eu ainda quero falar com você, mas olhou com cara de desprezo quando ele convidou uma das trigêmeas. Ele não valia seu precioso tempo. Depois balançou as mãos como quem dissesse: faça como como quiser.

    Matt se aproximou e com uma atitude que Kima não esperaria de mais ninguém, doce e defensor. A garota aceitou a mão dele e se aproximou. Ouvia emocionada cada palavra dele, era meigo e engraçado ao mesmo tempo. Então era assim que amigos de verdade deveriam ser? Ela repetiu o gesto de Matt estendendo a mão atrás dela para chamar Alex. "Kima" e "Aileen" estavam bem melhores segurando as mãos deles do que socando aquelas mocorongas, mas elas ainda queriam socar aqueles rostinhos rebocados.
    A cada frase dele, ela ficava mais animada e feliz, quase dando pulinhos de felicidade. Falou também um monte de coisa que ela nem entendia, mas isso não importava àquela altura do campeonato, ele estava falando, então que falasse mais.
    Contudo, sem o menor motivo, Jack chegou ameaçando socar o Matt, o que fez Alex e ela se colocarem entre eles.

    - Jack! Você enlouqueceu? - Kima teve que puxar Matt para trás. Sorte que Alex foi rápido e segurou o soco do rapaz, mas causando mais alvoroço ainda no revoltado garoto.

    Ele desafiou Alex para uma briga? "Ele é louco?"

    - Me deixar de fora? Quem é você para decidir para onde EU vou? - ela ficou indignada, mas sorriu com a outra frase dele - e por que esperar 10 minutos? Por que não agora, Jack? - ela socou a palma da mão, empolgada, afinal, ela não tinha as mãos raladas à toa - e aí? Qual vai ser?

    Nazamura
    Mutante
    Nazamura
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Nazamura Sex Jul 05, 2024 7:59 am

    Kyon ria quando Mi'la (@Mellorienna) disse sobre 'as femeas que precisam ser protegidas' e soltou um

    - Não pretendo ser seu kayden e sim seu marido, como eles dizem aqui na terra.

    Mas quando ela fala que ele mentiu na cara dela por um pouco de saliva e cuspiu nos pés dele alegando que sempre esteve ao lado dele Kyon apenas sorriu, ele não considerava Lhys uma ameaça. Ela continuava batendo na tecla da fronteira da amizade, dizendo que ele não a assustava e que tambem não a amava.

    A luta se iniciou e Mi'la distraiu sendo levada as cordas. Enquanto se recompunha ela viu Kyon desaparecer e reaparecer atrás de Mi'la rhys (na verdade, ele se moveu muito rapido - movimento marciano de investida) e ergue Mi'la pelo pescoço e a joga no chão fazendo-a cair de barriga para cima.

    - Voce está enganada, na epoca, me faltava a coragem para sair do que os terraqueos chamam de friendzone, nunca menti para você sobre minha devoção. Agora pare de tentar me acertar com palavras e me acerte com golpes.

    Ele caminha dando as costas (literalmente) até a posição no ringue que marcava onde os competidores humanos ficam para iniciar a luta. Então se vira e diz.

    - Levante-se, ponha essa raiva pra fora. VENHA!! - A voz de Kyon era grave e potente, como um lider militar teria. Ele olhava para Mi'larhys com um olhar fechado e focado, corpo arqueado, punhos fechados em uma combinação de defesa e ataque perfeitas e sem brechas.

    Kyon está usando da influência construida pela amizade de anos com Mi'larhys para aumentar o perigosa em +1 e diminuir Mundano. Caso recuse, rejeite a influencia.




    Jhon Pablo (@vontheevil) limpou a lágrima nos olhos de Ivanova, e a menina corou visivelmente. Ele a abraçou, apoiando a cabeça dela em seu ombro. Ivanova lutou para resistir, mas estava vulnerável, e o movimento de Jhon Pablo não estava facilitando para ela em sua resolução de deixá-lo livre.

    — Ahh... Jhon Pablo... eu...

    Ivanova tentou roubar um beijo de Jhon Pablo ali mesmo. Ela era decidida, sabia o que queria.

    — O que ela saberrr de você? O que você saberrr d'ela? O que ela saberrr de nós? Apostar você na sabe nome da mãe dela, a comida preferida dela. Jêpê não apaixonadih porrrr elha, você estarrr impressionada porque ela seerrr alienígena. Ela ficarrrr terra para sempre?

    Ivanova estava com o mesmo batom cereja da última vez.

    — Eu estar aqui, - dizia visivelmente emocionada - eu poderrr terrrr futurró ao lado de JêPê, eu poderrrr apresentarrr mãe. Poderr fazerrr diferrrenssa juntos! Cuidar dos imigrantes maltrrratados.

    Ela olhou profundamente nos olhos dele, tentando captar qualquer hesitação.

    — Você não gostarrr de ficarrr eu? Não foi beijo bom? gostar quando estávamos juntos?

    Ivanova suspirou, seus olhos brilhando com determinação. Ela se inclinou ainda mais, seus lábios a poucos centímetros dos dele.

    — Eu estar aqui, agora. Eu acharrr você na mata, nao ela, Ela não veio!

    Ivanova se aproximou mais, o aroma doce do batom cereja se misturando a cada respiração e suspirinho dela junto com seu peito que subia e descia rapidamente...

    ---
    Movimento Customizado: Evitar Beijo Surpresa caso queira!

    Quando Ivanova tenta beijar Jhon Pablo de surpresa, se quiser resistir.
    Role + Mundano.

    10+: Você percebe a intenção dela a tempo e desvia ou gentilmente recusa, mantendo a situação sob controle e evitando qualquer constrangimento.
    7-9: Você percebe a tempo e desvia ou recusa, mas a situação fica um pouco embaraçosa e você ganha +1 adiante com Ivanova.
    6-: Você é pego de surpresa e Ivanova consegue beijá-lo, o que pode levar a consequências inesperadas e complicações no relacionamento com ela e/ou Mi'larhys. Marque uma condição.




    O caos estava instaurado na sala de aula. Alex (@Alexyus), Matt (@Mun) e Kima (@Shamps) tinham conseguido deter o ataque de Jack (@Dante), mas a tensão continuava alta. Jack, provocador como sempre, desafiou Alex para uma briga no terraço. Kima, não querendo ficar de fora, desafiou Jack para lutar com ela. Enquanto isso, Hana Choi (@thendara_selune) saiu correndo pelo corredor, possivelmente em busca de Jhon Pablo e Mi'larhys.

    O professor Yome, percebendo a confusão, começou a andar pela sala, mas Taylor, rapidamente, se levantou e interceptou o professor. Ele sussurrou algo, e o professor parou. Matt percebeu que Taylor estava usando seus poderes de feitiçaria para atrasar o professor. Em sua mente, Taylor disse a Matt: "Vão lá pra fora, só vou conseguir segurar ele mais alguns instantes. Para os demais alunos da sala, parece que eu e ele estamos conversando."

    Dentro da sala, os alunos começaram a puxar um coro de "Briga! Briga! Briga!", batendo nas carteiras em ritmo e sync, como em um estádio de futebol. As trigêmeas, irritadas, soltaram grunhidos de raiva. Madson, uma delas, disse:

    — Vamos, meninas, deixem essa bruta rosnar o quanto ela quiser. E Jack, acabe com esses dois, por nós!

    No entanto, a intervenção de Matt teve um efeito inesperado. Alguns alunos começaram a tacar papeizinhos nas trigêmeas, gritando "Mal-amadas! Mal-amadas!" e rindo delas.

    O ambiente estava cada vez mais fora de controle. Taylor continuava a segurar o professor, mas sabia que não poderia manter a ilusão por muito mais tempo. O caos na sala de aula estava prestes a explodir em uma batalha campal.

    Alex Harper, Kima Brown, Matt Callanghan e Jack Dawnson estavam no centro enquanto outros alunos faziam rodinha pra assistir e afastavam as carteiras. Muitos apontavam o celular pra filmar tudo e outros começavam a fazer apostas.

    Nico chegou ao lado de Jack com alguns amigos — É hora de eu retribuir tudo o que você por mim meu amigo, eu fiquei sabendo de Pueblo Alto. Três contra um não me parece justo. Disse enquanto ele e seus amigos ajustavam o soco inglês

    --
    Jack role contra "Tá prestando atenção" e diga o que fez pra tentar enganar, dissimular ou trapacear na luta.
    vontheevil
    Elder God
    vontheevil
    Elder God

    Mensagens : 5289
    Reputação : 162
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh35.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por vontheevil Sex Jul 05, 2024 10:25 am

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 C94b6310

    — Ahh... Jhon Pablo... eu...

    fico em silêncio, paralisado sem saber como reagir. Eu não deveria ter... já ta feito

    — O que ela saberrr de você? O que você saberrr d'ela? O que ela saberrr de nós? Apostar você na sabe nome da mãe dela, a comida preferida dela. Jêpê não apaixonadih porrrr elha, você estarrr impressionada porque ela seerrr alienígena. Ela ficarrrr terra para sempre?

    — As coisas não são fáceis, e não é por isso que elas acontecem, sim eu sei a resposta dessas perguntas. Se o amor fosse fácil não iriam existir romances nem filmes nem nada disso.

    — Eu estar aqui, - dizia visivelmente emocionada - eu poderrr terrrr futurró ao lado de JêPê, eu poderrrr apresentarrr mãe. Poderr fazerrr diferrrenssa juntos! Cuidar dos imigrantes maltrrratados.

    — Sim, esse é um objetivo nobre! Mas não precisamos ser namorados para isso, podemos atuar nisso como uma equipe.

    — Você não gostarrr de ficarrr eu? Não foi beijo bom? gostar quando estávamos juntos?

    Penso em voltar a tentar impressionar ela, mas decido falar a verdade, mas desisto no meio do caminho
    — Foi a p... foi...eu tava achando que você e a Alethea iriam nos sacanear. E usar a gente para fazer bullying comigo ou com o irmão dela. Eu tinha certeza disso. Não seria a primeira vez que eu seria sacaneado.

    — Eu estar aqui, agora. Eu acharrr você na mata, nao ela, Ela não veio!
    Desvio os olhos dela, não posso ficar olhando o decote ofegante e a boca semiaberta com o batom brilhante de Ivanova, preciso fazer as coisas direito

    — Ela está em perigo, ela precisa de mim, por isso eu me perdi estava tentando achar (a base? não posso falar isso a mãe dela que a construiu mas é um segredo dos Lynnish) o lugar para onde o marciano à levou!

    Espero que esteja tudo bem, mas vou voltar para a escola com a Ivanova

    shamps
    Antediluviano
    shamps
    Antediluviano

    Mensagens : 3029
    Reputação : 251
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por shamps Sex Jul 05, 2024 11:30 am

    Que alívio foi para Kima ver as sebosas saindo de perto dela e ainda sobre a chuva de papeis, tão gloriosa quanto elas mereciam, e abrilhantado pelo coral de "mal-amadas".

    - O que deu em você, Jack? Bater no garoto sem motivo e do nata desafiar o Alex? Além do fato de querer me deixar de fora... - Kima sentia um misto de raiva e confusão relacionado ao garoto Jack.

    Contudo, as coisas esquentavam na sala de aula, os colegas empolgados com a briga, tanto que estavam até abrindo a rodinha no meio da sala de aula. Naquele contexto, até que Jack tinha razão de querer brigar no terraço. Uma briga ali causaria muitos estragos e feridos. E o caldo só engrossava com a chegada dos amigos do jovem invocadinho. "Eles tem um soco inglês? Quem leva soco inglês para escola?" Kima sorriu de canto quando viu os garotos armados. Não era bem isso que ela queria, mas agora iria até o fim. Talvez fosse divertido.

    - Vamos para o terraço! - e caminha para a porta.
    Mellorienna
    Mutante
    Mellorienna
    Mutante

    Mensagens : 667
    Reputação : 111
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Mellorienna Sex Jul 05, 2024 3:00 pm









    ☆A FORASTEIRA☆
    Mi'larhys
    ☆VÊNUS☆
    Mila Rhys




    Mi'larhys está irritada e insegura.


    Era como se a última Travessia Estelar nunca tivesse acontecido. Eu me via repetindo as mesmas coisas, explicando as mesmas coisas, tendo a exata mesma conversa — mas com punhos envolvidos agora.

    Kyon escreveu:— Não pretendo ser seu kayden e sim seu marido, como eles dizem aqui na Terra.

    "Pelos tentáculos do Abismo, Kyon, quantas vezes eu vou precisar repetir isso!? EU. SOU. LYNNISH! Eu te disse isso durante a Travessia Estel---"

    Ele sumiu. Bom, não exatamente, mas se moveu tão rápido que meus olhos não conseguiram acompanhar. Senti um arrepio na nuca e percebi, tarde demais, que Kyon estava as minhas costas. Quando as mãos dele se fecharam ao redor do meu pescoço, a insegurança apertou feio. A frase que eu ia dizendo morreu quando minha garganta sustentou o peso do golpe com o qual ele me atirou de costas no chão.

    Kyon escreveu:— Você está enganada, na época, me faltava a coragem para sair do que os terráqueos chamam de friendzone, nunca menti para você sobre minha devoção. Agora pare de tentar me acertar com palavras e me acerte com golpes.

    A culpa era toda minha: jamais deveria ter incentivado Kyon a ver programas de tv mi'wanish.

    Ele cruzou o ringue e finalmente assumiu posição de combate. Mas as pupilas continuavam lá, redondinhas e perfeitas, como se estivéssemos prontos para dançar um com o outro, e não para trocar socos.

    Kyon escreveu:— Levante-se, ponha essa raiva pra fora. VENHA!!

    "Não." — eu, de fato, me levantei, mas não me movi — "Não é a minha raiva que essa briga tem que pôr pra fora." — eu estalei o pescoço, sentindo um leve incômodo onde os dedos dele haviam me apertado, e fiz uma caretinha antes de completar — "É a sua."

    Sem impunidade.

    Meus olhos cintilaram com as imagens das nossas vidas que — telepaticamente — eu projetava em fantasmas translúcidos ao redor do octógono onde estávamos. Nós dois bem pequenos, correndo pela lama, enquanto ele atirava uma pedra em mim e eu desviava, sorrindo, e jogava um sapo gremnal na cara dele. Nós dois, ainda pequenos, colorindo com tintas em pó e fazendo guerra de pigmentos. Ele me ensinando xingamentos ke'tanish e o pai dele nos encontrando bem na hora e olhando para ele como se pudesse matá-lo. Ele derrubando uma torre imensa de taças porque tropeçou no pé que eu estendi, numa festa da embaixada. Ele voando até a minha janela, em Crna Gora, para me levar escondido para um festival na Montanha Baixa. Já éramos adolescentes ali e as imagens cintilantes iam e vinham entre Lynn e Ke'tan, nós dois rindo, chorando, brigando. Eu socando o ombro dele, nós dois dançando, ele ganhando a primeira comenda militar, nós dois passando mal depois de termos comido lesmas iridianas.

    E então a memória da tarde da Travessia Estelar, na colônia de K'nasha. Era a primeira vez que eu via a neve. Eu estava dançando sob os flocos e ele sorrindo para mim. E a imagem sumiu.

    "Eu sei que a sua raiva vem daqui. Eu sei que a sua dor vem daqui."

    Sem misericórdia.

    "Ter estado ao meu lado por tantos anos e conhecer tudo sobre mim te faz pensar que seríamos um bom casal. Mas, Kyon... pelos Sete Céus, Kyon!, como você beijaria uma pessoa que você viu vomitar lesmas iridianas?" — eu dei um chiliquinho de desgosto ao lembrar da sensação horrível — "Você é lindo e eu te amo. Mas não assim. Não assim, Kyon. Eu sou lynnish. Pela milésima vez! Eu. Sou. Lynnish. Você sabe que lynnish não se casam. Lynnish sequer se envolvem em romances. Não a maioria de nós. E as poucas exceções..." — engoli seco, sentindo meu peito apertar — "... não duram muito tempo."

    Meus punhos se fecharam e a energia cósmica estalou neles, enquanto meu sangue corria rápido.

    "Você tem razão. Eu estou irritada sim. Porque de todo lynnish sob os Sete Céus, a que se senta no Trono é a única para quem realmente não há uma escolha. Mesmo que eu desajasse de todo coração amar alguém e viver um casamento, ter filhos mistos com um parceiro e construir um futuro em que eu pudesse ser feliz... isso não é uma possibilidade para mim."

    Ergui o queixo e os punhos, pronta para os novos ataques.

    "Seu orgulho de macho ke'tanish está ferido porque, quando meus olhos se iluminaram por alguém, eu não escolhi você. É só isso, Kyon. Você também não me ama com fogo de estrela, como está achando que sim. Você só está bravo porque meus olhos passaram mil vezes por você, mas enxergaram outro." — eu ri, mas era um sorriso triste — "Extravasa essa raiva. Não vai ser nossa primeira briga, nem a última. Porque você é um irmão pra mim e irmãos brigam. Mas se amam, mesmo assim. E se amam o suficiente para que você perceba que deveria ter pena de mim."

    Uma nova imagem fantasmagórica projetou-se por telepatia da minha mente para o entorno do ringue. De uma versão mais velha de mim mesma, aninhando um bebê de olhos castanhos e quentes, e murmurando em lynnish uma canção impossível de escutar. E como veio, a imagem se foi, esvaindo-se em pleno ar.

    "As Sete Coroas do Trono da Denalynn protegem os sonhos de todos. E roubam os meus."





    Após o resultado 10+ em Resistir Influência, escolhi:
    • Aumentar Salvadora (que passa para +1)
    • Diminuir Mundana (que passa para -2)
    • Marcar Potencial (o que me levou ao 2º Avanço)


    Com o Avanço, escolhi um novo Movimento de Forasteira:
    • Tecnologia alienígena: Quando alterar um dispositivo humano com sua tecnologia alienígena, role + Aberração. Em caso de sucesso, você cria um dispositivo capaz de fazer o impossível apenas uma vez, mas depois falha. Com 10+, escolha um:
      • funciona excepcionalmente bem
      • um uso adicional

      Em caso de falha, o dispositivo funciona, mas tem um efeito colateral indesejado que o MJ vai revelar depois do uso.






    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Ewc81wm
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5512
    Reputação : 440
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Alexyus Sex Jul 05, 2024 9:43 pm



     

     
    School Fight

     

    Cena: Treta na aula

    Alex Harper queria acabar com aquela briga antes de começar, mas Jack quis tornar tudo pior chamando-o para a briga. Pior ainda, mexeu com Kima.

    Os arruaceiros de Pueblo Alto tomaram o lado de Jack, e exibindo seu soco inglês já mostravam que não iam lutar limpo. Alex se preocupou com Max, que não era tão resistente quanto Kima e ele próprio. Mas se a luta não seria justa, então os poderes não estavam fora de cogitação.

    Com toda aquela rinha de alunos montada e gente filmando, Kima teve o foco correto e decidiu que a luta iria ser no telhado mesmo. Longe dos professores, e com alguma sorte dos demais alunos também. Alex seguiu logo atrás dela para fora da sala de aula.

    No corredor, Harper encontrou o alarme de incêndio e o acionou, esperando que aquilo provocasse uma evacuação caótica no colégio e evitasse mais testemunhas para o acerto de contas com o Sombra e seus capangas.

    Ele só esperou para não deixar Matt para trás no meio daqueles bulliers.

    Nunca tinha brigado na escola, mas agora não tinha mais volta.

    Nazamura
    Mutante
    Nazamura
    Mutante

    Mensagens : 664
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Nazamura Sex Jul 05, 2024 10:01 pm

    Ivanova ficou em estado de choque por alguns momentos, ela não conseguia responder. Ela teria passado a Jhon Pablo (@vontheevil) a impressão que ela e Alethea iriam sacanear com os amigos dela?

    - Vo... você não me conhecer pra me acusar de bullying... - Nesse ponto ela não conseguia deter mais as lágrimas que escorriam em abundancia, desfazendo toda a maquiagem dela

    - Marrrciano, que marrrrciano? -  Ivanova começou a rir enquanto olhava para o céu e piscava multiplas vezes, tentando ver passarinhos que não estavam lá - Eu vi ela, ela não estar em perigo, os dois andar na chão, discutir e andar. Vem, voltar terraço.

    Ela ia segurar a mão dele mas se deteve e apontou para o portal aberto atrás dela - Ir primeiro, Ivanova ... ir depois... Alguem estar... interferrindo com poder de dimensão de Ivanova... alguem... poderhosoo.. ugghh...

    O nariz de Ivanova começou a sangrar e ela começou a desfalecer.

    - Vá, noon aguentar portal aberto por mais tempo... está frio... K'nasha... o que ser?? é.. frio... eu sentirrr... está na escola, interferrencia... uuggghh... eu conseguir rastrear posição da interrferrencia eu ver sua amiga...

    Jhon Pablo havia lido no acervo da base sobre esse local. Se atravessar o portal, chegará no casulo [ver turno de Mi'larhys], e Ivanova irá cair inconsciente.




    Kyon ouviu tudo abismado, o choque de realidade foi demais para ele

    - Não!

    Ele não conseguia acreditar nas palavras de Mi'larhys (@Mellorienna), que ela sempre o viu como um irmão, como histórias de vomitar lesmas e de correr como adolescentes em Crna Gora, a montanha baixa, o festival. A travessia Estelar, a neve

    - Não acredito que você preferee aquele... aquele... - Ele fechou o punho - Aquele traidor, você fica fazendo showzinho de telepatia projetando imagens mas esquece que é uma via de mão dupla, eu tambem li sua mente, eu sei da foto, eu vi tudo. Ele é um desonrado, merece morrer Mwhahahaha... eu devia te-lo desafiado para um duelo até a morte ali mesmo no terraço, mas você... vocêêêê... eu devia desconfiar que costumes da terra não iam funcionar, honra? você prefere um desonrado traidor?

    Kyon começava a assumir a cor verde caracteristica de um marciano guerreiro, e a ganhar musculos.

    - Você se apaixona por humanos desonrados que traem. Você quer que eu extravaze? pois considere seu pedido atendido.

    Kyon bate palmas e Mi'larhys é arrastada para uma dimensão paralela, onde haviam varias espadas no chão, como um cemitério de espadas. o céu era branco e pálido e com tons de cinza, refletidos, como a estar dentro de uma casca de ametista, cristalizado por dentro e fechado por fora. Estava frio, muito frio.

    - Bem vinda ao cemitério dos guerreiros, aqui estão todos os inimigos que eu já matei ou que lutaram comigo, cada espada que você vê é a fonte do meu poder...

    Ele passa correndo por Mi'larhys em investida e lhe dá um corte lateral na cintura com uma espada de gelo, um corte que arde e esfria, corte de gelo que não sangra, mas que queima.

    - Sabe, em K'nasha, não tem apenas neve, eles tambem são ótimos em fabricar essas belezinhas... Em K'nasha eu me apaixonei por você dançando pra mim, e em K'nasha você encontrará seu fim.

    Ele aponta para Mi'larhys e diz - Agora escolha uma espada.

    --
    Marque uma condição e role para tomar um golpe poderoso
    Kyon está irritado e está fora de controle.
    Você pode rolar uma ação livre "O melhor de dois mundos" pra encontrar uma espada venusiana adequada. O resultado determinará quantas cargas ela tem.
    vontheevil
    Elder God
    vontheevil
    Elder God

    Mensagens : 5289
    Reputação : 162
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/512.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh25.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh35.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por vontheevil Sex Jul 05, 2024 11:25 pm

    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 C94b6310

    por uma fração de segundo eu penso em me manter ao lado de Ivanova, ela está frágil e chorosa, porém preciso decidir rápido até para não sobrecarregá-la

    Olho triste para ela e agradeço apenas com os lábios sem usar minha voz
    OBRIGADO

    Pulo para dentro do portal preocupado com a princesa sequestrada e me encontro não no terraço da escola como Ivanova me prometeu, mas em um ambiente interno e cristalizado, com cheiro de lugar fechado a muito tempo, suor e sangue velho, como um abatedouro.
    Uma quantidade grande de espadas fincadas no chão de pedra formam cruzes como em um cemitério. Mas o que realmente me chama a atenção é a disparidade de tamanho entre a minha Mi'larhys e o marciano que se tornou verde e uma massa gigante de músculos. Ela encontra-se de pé, porém bastante ferida.

    — EI Cabrón Hijo de una puta vieja! Vai ganhar o que lutando com uma menina desse tamanho?

    Dou um passo hesitante para frente, deixando meu corpo tremer e propositadamente para que o homem me julgue inferior e toco com a mão a empunhadura da espada imitando a força para retirá-la do chão. Quando ele começar a falar ou for se exibir quero dar um salto acrobático enquanto tiro a espada do chão, cair antes de atingí-lo e rolar até próximo a ele. Ao alcança-lo levantarei empunhando a espada com as duas mãos e dando um golpe vertical em Kyon iniciando por sua virilha

    — Te chingarei depois de caído seu perrito de bosta!
    Conteúdo patrocinado


    Capítulo 2: Na Escola - Página 2 Empty Re: Capítulo 2: Na Escola

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Jul 22, 2024 7:52 pm