Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Compartilhe
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1193
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Hellkite em Ter Jul 04, 2017 7:31 pm

    Dustan observa o terreno e traça o melhor caminho para surpreender os inimigos por trás. Com todo o cuidado o guerreiro move-se como um felino na caça de sua presa, silencioso e despercebido. Os guardas azuis são então totalmente surpreendidos com a presença de Dustan e Vorpal, deixando suas armas irem ao chão com um “klang” metálico sonoro.

    O homem que tinha falado antes levanta as mãos. “Tudo bem, tudo bem, já largamos as armas. Mas já vou avisando que fazemos parte da guarda azul, e qualquer ação contra nós, é uma ação contra o reino de Darkover!”
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1472
    Reputação : 88
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Gakky em Ter Jul 04, 2017 8:18 pm

    Dustan continua ameaçando os homens, mas agora que tinha tomado conta de situação, que percebe que as garotas estavam tomando banho, e que estavam ainda dentro da água e com poucas roupas. Seu rosto começa corar, até suas orelhas ficam vermelhas, ele desvia o olhar e faz com que o homem também vire para o lado e diz:

    - Já disse, tire os olhos delas! É um guarda azul mesmo? Que tipo de guarda não tem honra? Isso me faz duvidar se são mesmo da guarda azul ou bandidos que roubaram o uniforme. Um guarda pediria permissão para entrar, nada justifica esse ato tão depravado. Agora vamos para fora, já perturbamos demais essas damas. Deixem elas se vestirem, e vamos, andando! Conversaremos lá fora com decência! Certo, Vorpal?
    Iyue
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 104
    Reputação : 0
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Iyue em Qui Jul 06, 2017 9:38 pm

    Ao ver os dois guardas, os olhos da elfa se estreitaram, ficando mais raivosos ao perceber o como eram observadas pelos dois homens. Em momento algum tinha abaixado a sua arma. "Ora, ora meus caros guardas, se não se importam, ainda estamos... Mal vestidas para a companhia da vossa presença, se no mínimo pudesse permitir colocar roupas mais adequadas do que uma mera camisola e bem, nada..." Ela diz tentando ser cordial, mas o frio a deixava extremamente mal humorada. Ainda mais por estar apenas de camisola. Por outro lado, agradecia por estar de camisola, já que esta escondia pelo menos as cicatrizes que tinha de quando escrava.

    Mas ao verificar os seus companheiros se aproximando, ela abaixa a arma dela lentamente, permitindo-se se virar para as companheiras e ajudar elas a saírem das águas quentes, e se trocarem, escutando apenas algumas palavras trocadas entre o guerreiro e os guardas. "Por mais que eu odeie isso, guerreiro, melhor ficarmos próximos. Não sabemos se eles possuem mais alguma arma no corpo." Rubra comenta, enquanto finalmente pegava suas roupas. "Tirem as armas deles do alcance deles" Ela pede, enquanto tirava a camisola que a protegia, expondo seu corpo por completo. Ela evita os olhares dos companheiros, enquanto tenta vestir as roupas o mais rápido que podia. Uma vez que estava completamente vestida, e com o seu manto cobrindo os longos cabelos húmidos, ela sopra um pouco em suas mãos e coloca as mesmas por cima de suas orelhas, pois tinha quase certeza de que elas estavam roxas já.

    "Deixe-me fazer algumas perguntas meus caros guardas reais... Quantos de vocês, guardas existem atualmente?" Ela indaga, se aproximando dos guardas, e os observando, enquanto verificava se eles tinham mais alguma arma nos corpos. "E qual a sua posição dentro da guarda?" Ela volta a indagar, procurando agora sacolas de moedas. Caso não encontra-se nem armas e nem moedas, ela iria pegar o manto deles, e entregar para as companheiras, enquanto se enrolava em um. "Se não se importam, eu estou com extremo frio..." Ela diz, cheirando levemente a capa e fazendo uma careta. 'Ew... Fede a militares...' Ela comenta baixo.
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1193
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Hellkite em Dom Jul 09, 2017 12:11 pm

    A situação na fonte estava complicada, mas felizmente a ação de Dustan e Vorpal foi rápida e eficaz. Vendo que seus colegas haviam rendido os guardas azuis, Rubra se permite baixar a arma, e ajuda as amigas, que estavam envergonhadas com a presença dos homens no local, a sair das aguas e se cobrirem com as toalhas. O frio do lado de fora estava cortante, e logo as garotas começaram a tremer, parte pelo frio, parte pela adrenalina que haviam sentido.

    Apesar da vergonha, Rubra toma a decisão acertada de se vestirem por ali mesmo. Amandia comenta que a guarda azul possuía poderes mentais misteriosos, e que estando em grupo poderiam tomar providencias caso algum deles resolvesse tentar fugir ou domina-los. O guarda azul que as estava observando antes mira com desejo as formas das garotas, e por isto recebe um tapa na cara de Dustan, que por sua vez também começava a corar.

    Vorpal, que mantinha os olhos para baixo e estava amarrando os pulsos dos prisioneiros com nos firmes, diz, “é uma grande desonra permitir que estes infelizes vejam nossas amigas nestas condições, mas Rubra tem razão... Pelo menos eles podem se dar como felizardos por poderem ver as belas formas femininas, antes de se encontrarem com minha deusa...”

    Após alguns minutos todas já estão devidamente vestidas, com Rubra e Messina aquecidas com os mantos dos guardas, que agora tiritavam de frio. A maga elétrica vai para o lado de Dustan, olhando para baixo e corada. Com um sorriso sem graça ela começa, “Dustan, eu... nem sei como agradecer... Naquele momento eu me senti tão desprotegida e desamparada que fiquei como uma idiota, sem reação nenhuma para enfrentar estes... porcos. Você veio junto com Vorpal e nos salvou. Aceite isto como um gesto de gratidão...” Messina então se aproxima, ergue o rosto e com a mão busca a cabeça de Dustan, que era mais alto. Os dedos entre seus cabelos, ela força para baixo e beija suavemente sua bochecha. O guerreiro sente uma leve estática no seu couro cabeludo, e sem perceber fica com o cabelo arrepiado. A maga, ruborizada, se afasta e vai para o lado de Amandia. “Nem acredito no que acabei de fazer”, comenta para a ruiva, que da uns tapinhas em seu ombro demonstrando apoio.

    Rubra estava entretida com os militares. Vendo-se preso e cercado, apesar da relutância, ele responde as perguntas da elfa. “A guarda azul tem centenas de integrantes, zelando pela segurança de nossa querida ilha contra os estrangeiros que maculam a nossa terra. E somos uma força poderosa, e por isto exijo que nos soltem! Minha posição é importante, e serei condescendente com vocês.”

    A elfa sorri feliz enquanto vasculha a bolsa. 50 peças de ouro! Talvez ele fosse importante mesmo. Quanto as armas, não haviam muitas, apenas o básico: espadas curtas, adagas escondidas, o de sempre. Se bem que a espada curta do chefe era bem trabalhada e com um bom balanço, uma obra-prima!

    Vorpal se aproxima das garotas e comenta sobre o achado que ele e Dustan descobriram: o enviado de Nova Karzek, o embaixador que tinham vindo procurar, havia passado pela estalagem, e que provavelmente iria dormir ali novamente em sua viagem de volta. “Porém o incidente com os guardas azuis agora nos deixa com pouco tempo disponível, em breve o resto da guarda azul vira em peso aqui procurar pelos dois infelizes. Precisamos decidir o que fazer,” comenta com sua calma habitual o clérigo da morte.
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1472
    Reputação : 88
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Gakky em Dom Jul 09, 2017 9:30 pm

    Dustan estava com raiva daqueles guardas pervertidos e tenta garantir que eles não olhem para as mulheres. Quando elas vão se arrumar, ele desvia o olhar, seu rosto ainda estava corado, por isso não vê Rubra se trocar. Vorpal concordava com o guerreiro.

    - Esses homens se são mesmo da guarda azul, deveriam ter vergonha de manchar este nome pelos seus atos.

    Então Messina se aproxima de Dustan e começa a falar algumas palavras de agradecimento. O guerreiro já ia responder quando a maga puxou seu rosto e lhe deu um beijo na bochecha. No mesmo instante o guerreiro cora mais uma vez. Seus cabelos ficam arrepiados, mas ele nem nota, já que não poderia se ver.

    - Ahn... - O guerreiro tenta pronunciar alguns palavras, mas não sabe exatamente o que dizer - Eu só fiz o que deveria fazer... Acho que... Que é...

    Por sorte os militares responderam as perguntas de Rubra. Eles precisavam decidir o que iriam fazer. O guerreiro pensa um pouco e em seguida diz sua ideia:

    - Eu acho que temos que partir então, antes que os outros cheguem. E tentar concluir nossa missão.
    Iyue
    Samurai Urbano
    avatar
    Samurai Urbano

    Mensagens : 104
    Reputação : 0
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Iyue em Seg Jul 17, 2017 8:32 am

    Rubra continua a pensar enquanto os guardas respondem as suas perguntas. "Milhares e milhares... E aparentemente estão falando a verdade" A elfa morde os lábios carnudos, deixando eles mais vermelhos ainda enquanto pensava levanto seu olhar para os guardas novamente "Me digam, o porque a outra ruiva ali é considerada criminosa?" Ela indaga interessada no que talvez os demais guardas iriam falar, ignorando as ações de suas companheiras.

    Ela continua a observar as armas, jogando relativamente longe dos guardas, mas mantem a espada curta, analisando ela. "Bem bonita, contratou algum ferreiro específico para fazer ela?" Ela comenta jogando um pouco da conversa fora, mantendo a espada com ela ainda assim. Não queria manter uma linha de raciocínio específica em sua mente, caso acontecesse deles conseguirem ler sua mente tal como Amandia, então sempre que começava a pensar em algo muito específico, fazia questão de explodir com novas coisas aparentemente aleatórias, quando Vorpal comenta sobre o enviado de Nova Karzek. Olhando ao redor. "Moon, aonde você está meu querido?" Ela solta a questão no ar, na esperança que o fado aparecesse do nada, tal como se estivesse espiando elas todo esse tempo.


    "Sabemos agora que ele irá utilizar essa rota, podemos começar a planejar algo para essa missão a partir de agora com mais foco. Enquanto a esses queridos aqui" Ela faz um bico com seus beiços e chega próximo deles. "Temos que cuidar deles logo, antes que eles abram o bico deles e comentem sobre nós" Ela diz, quase que insinuando para o guarda que ela queria algo a mais, mas logo se vira para ir de encontro com os colegas. "A menos que por algum motivo nós tivéssemos algo que os impediriam de gritar, ou de usar seus poderes da mente em conjunto. Afinal de contas, uma bucha de canhão para os primeiros ataques sempre me parece algo divertido~" Ela diz com um sorriso maquiavélico no rosto.
    Hellkite
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1193
    Reputação : 57
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Hellkite em Ter Jul 18, 2017 6:19 am

    Sentindo o vento frio em suas peles, Dustan, Vorpal, Messina e Amandia acompanham o interrogatório promovido por Rubra. Os guardas, que estavam amarrados, visivelmente estavam indignados com a situação, mas parecia que aquele grupo não estava para brincadeira.

    Rubra escreveu:Me digam, o porque a outra ruiva ali é considerada criminosa?

    O chefe da dupla lança um olhar furtivo para Amandia, e então encara a elfa. “Ela é procurada pela Guarda Azul, e isto é o que me importa. Recebemos informações de que ela estava na estrada, e por isto viemos prende-la. Ordens superiores.”

    Rubra escreveu:Ela continua a observar as armas, jogando relativamente longe dos guardas, mas mantem a espada curta, analisando ela. "Bem bonita, contratou algum ferreiro específico para fazer ela?"

    O membro da guarda azul cerra as sobrancelhas ao ver Rosa manipulando a arma. “Sim, economizei durante meses para faze-la sob medida...”

    Rubra escreveu:"Moon, aonde você está meu querido?" Ela solta a questão no ar, na esperança que o fado aparecesse do nada, tal como se estivesse espiando elas todo esse tempo.


    Do nada, “plimp”, aparece o fada. “Aqui estou, minha deusa...” diz, fazendo uma reverencia para Rosa. Ao sentir o olhar mortal de Messina, Moonbeam ruboriza, e olhando para todos os lados, tenta se explicar. “É que, veja bem, nossa! Membros da guarda azul! Que bom que vocês prenderam eles, né? Eu estava bem longe, tomando um cha quente na estalagem, quando ouvi barulhos, então vim correndo para ca! Eu estava preocupado, gente, ainda bem que vocês estão bem!”

    Dustan escreveu:Por sorte os militares responderam as perguntas de Rubra. Eles precisavam decidir o que iriam fazer. O guerreiro pensa um pouco e em seguida diz sua ideia:

    - Eu acho que temos que partir então, antes que os outros cheguem. E tentar concluir nossa missão.

    Messina acena com a cabeça, irritada. “Esta porcaria de missão já demorou mais do que devia! Este frio me irrita, este povo me irrita... Sem ofensas, Amandia! Vamos emboscar este maldito embaixador, botar ele num saco e voltar pra casa!”

    Rubra escreveu:"Sabemos agora que ele irá utilizar essa rota, podemos começar a planejar algo para essa missão a partir de agora com mais foco. Enquanto a esses queridos aqui" Ela faz um bico com seus beiços e chega próximo deles. "Temos que cuidar deles logo, antes que eles abram o bico deles e comentem sobre nós" Ela diz, quase que insinuando para o guarda que ela queria algo a mais,

    O que muda a expressão do guarda para o de alguém que teme por sua vida.

    Rubra escreveu:mas logo se vira para ir de encontro com os colegas. "A menos que por algum motivo nós tivéssemos algo que os impediriam de gritar, ou de usar seus poderes da mente em conjunto. Afinal de contas, uma bucha de canhão para os primeiros ataques sempre me parece algo divertido~" Ela diz com um sorriso maquiavélico no rosto.

    Vorpal diz, com uma total calma em sua face enquanto observa os guardas, “sou a favor da solução final. São perigosos, traiçoeiros e desonrados. Não há porque continuarem vivos.”

    Messina concorda. “Senti os olhos deles de cobiça. Por nós! Sei do que eles seriam capazes!”

    Amandia nada diz, porem a raiva em seus olhos deixava clara sua posição.

    Moonbeam, por sua vez, se interpõe aos colegas e aos guardas azuis. “OOllllaaaa! Galera, calma! Qual a diferença deles com os ladrões que a gente deixou ir embora! Ta certo que minha poção de esquecimento acabou, mas de repente podemos deixar os caras em algum lugar amarrados e desacordados! Ou podemos levar eles como reféns, caso a gente esteja numa pior! E se fosse a gente no lugar deles, hein?”

    Messina cutuca o peito de Moonbeam com a ponta do dedo, o que o faz quase desmaiar. “Voce esta surdo? O que eu acabei de falar? Sei muito bem o que eles fariam se a gente estivesse no lugar deles,” diz, cuspindo na cara do chefe da dupla.
    Gakky
    Mestre Jedi
    avatar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1472
    Reputação : 88
    Conquistas :
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i11.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Gakky em Sex Jul 21, 2017 1:38 pm

    Dustan presta atenção nas palavras de Rubra, ela sempre parecia saber o que fazer. Era estranho o fato de Amandia ser procurada pela guarda azul, mas o guerreiro se considerava amigo dela, por isso jamais a entregaria. De repente finalmente o fada resolveu aparecer. Dustan ficou até aliviado por voltar a vê-lo. Messina sugeria que matassem aqueles homens, Dustan não gostava de fazer justiça com as próprias mãos, mas nesse caso, ela tinha razão. Vorpal também era a favor da decisão mais mortal. O guerreiro não queria tomar atitudes drásticas e pensa em voz alta:

    - Seríamos mais lentos carregando eles com a gente... E eles podem acabar se soltando e nos prejudicando. São homens maus que não teriam piedade nós caso tivessem a chance. Então eu acho melhor não os subestimarmos e matá-los agora.

    O guerreiro desembainha a espada e mira no pescoço de um dos homens, lança um olhar para Rubra antes de prosseguir:

    - Não vou arriscar a vida dos meus amigos por homens assim, é uma questão de sobrevivência.
    Conteúdo patrocinado


    Re: Grupo 2 - Rosa Rubra/Iyue e Dustan/Gakky

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Set 22, 2017 6:37 am