Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Dia de treino

    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1236
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Leomar em Dom Abr 28, 2019 10:07 pm

    Tirel

    Tirel escreveu:- Hmmmm... Não lembro de conhecer nenhuma sereia, aliás, não sei nem onde encontrar sirenos em Dafodil. E de cara, é meio difícil identificar um sireno pelas características físicas... Deve ter alguma parte da cidade onde podemos encontrá-los com mais facilidade...

    - É, não seria fácil sem algum contato. Talvez no porto... Mas encontrar um sireno pode ser quase tão difícil como negociar no mercado negro, em ambos os casos vamos precisar de alguém que nos ajude. E de dinheiro, de preferência muito.

    Quando Kapitulina chega, Tirel começa comentando sobre o olfato apurado da outra.

    - É, não são muitos de minha raça que tem este dom, embora algumas vezes é quase uma maldição. Mas sou do Quinto Círculo*, e vocês nem imaginam COMO os demônios podem ser fedorentos! Tipo, será que a maioria não pensa que não é só porque nascemos no inferno que eu obrigatoriamente não possa ser limpinha? Muitos tem até um tipo de fetiche com lugares imundos. Fala sério! Sou mais uma cama macia, forrada com cetim, num quarto limpinho, lírios no vaso e carne fresquinha...

    *Kapitulina não fala sobre o Círculo para se pavonear, mas acaba dando uma dica sobre si mesma. Quase todos em Akaŝa acreditam que no Plano Espiritual existam Sete Círculos Infernais e Sete Círculos Celestes. Os demônios, antes de vir para o plano material, moram nos seis primeiros círculos, e nem eles sabem o que existe no sétimo. O Primeiro Círculo Infernal é o "lar" dos demônios física e magicamente fracos, o Segundo Círculo Infernal possui alguns diabos fisicamente fortes, mas magicamente fracos, e o nível de poder vai crescendo de um Círculo para o outro. Um demônio do Sexto Círculo teria um poder pouco menor que um deus.

    A sorte de humanos e outras raças materiais (anjos e demônios são considerados raças espirituais e fadas raças mágicas) é que, quanto maior o Círculo, maior também a dificuldade de um demônio vir ao Plano Material. Para um demônio de Segundo Círculo, a dificuldade é o dobro de um de Primeiro, Para os de Terceiro a dificuldade é o quadruplo. Assim os mega-ultra-über-poderosos demônios de Sexto Círculo jamais conseguem vir ao Plano Material, embora sempre existam retardados que sonham ajudar trazer estes monstros capazes de destruir uma cidade sozinhos para este mundo.

    Se Kapitulina era de Quinto Círculo, ela pertencia aos demônios mais fortes do plano, mesmo que para ter entrado no Plano Material ela tenha abdicado parte do poder. (off: se quiser saber se sabe mais detalhes, ainda que boatos, sobre estes círculos, pode rolar História e Geografia, é Q.I. -2)

    - Mas é sorte de vocês não captar este nosso cheiro, é mesmo algo bem difícil se livrar dele para quem sabe percebê-lo. Ainda mais como de alguém como Keela. - Ele se vira para Tyrion: - Por sinal, você merecia "um cheiro" melhor do que de uma hibridazinha sani qualquer. Você deveria sair com uma de pele cinza...

    Depois o assunto muda para o despertar do dom:

    - Mm, então você vai ser uma maga rubra? Minha irmã é uma maga negra. Ela às vezes encanta armas também, e quando tem tempo ensina alguns promissores da Corte dos Milagres. Vez ou outra ela também trabalha com Keela. Haha, você nem imaginam como elas odeiam trabalhar juntas. Mm, se Keela te ajudou a não explodir, você deve ser promissora, afinal a especialidade de Keela é explodir coisas. Aliás, é a única habilidade que eu invejo...

    Sobre os materiais, ela não parece se importar, e nem com a falta de orçamento, por enquanto.

    - Não faço a mínima ideia. Isto não faz parte de minha lista de compras. Eu sempre compro armas prontas; Agora se quiser indicações de onde comprar roupas, sei onde fica TO-DOS os alfaiates realmente bons nesta cidadezinha tranqueira e pobre! Por outro lado, se precisar falar com alguém da Corte dos Milagres, procure Ĥarin, na Torre do Alquimista, estas coisas de sal talvez ele entenda. Ou pode ir na caverna dos Nokay, fica nas montanhas norte, sabe? Eles não são um pessoal dos mais agradáveis, mas pode falar para eles que, se eles te matarem, eu vou cortá-los em pedaços tão pequenos, que será possível fazer almôndegas com a carne deles depois, e eles vão implorar para eu matá-los antes de terminar de cortar a primeira mão.




    Nergal e Ka

    Jussara continua se mostrando um tanto envergonhada, mas tenta dar um sorriso amarelo, numa tentativa de ser simpática. Solta um longo suspiro enquanto ouve o anjo-negro, pensa um pouco, depois comenta:

    - Nesta cidade, os deuses não nos ajudam, e os demônios menos ainda, então peço mesmo que não se ofenda se não conhecemos muito sobre o amor. Nem mesmo a alegria nos visita, imagine o pai das virtudes! Meu filho cresceu no porto, ouvindo histórias sobre "os campeões de Akvlando", e também muitas sobre os "Guardiões de Anĝelina", e alimenta sonhos de que estes heróis possam um dia ajudar esta cidade ser melhor...

    Chega ser visível uma certa dor ou amargura (ou ambos) quando ela fala dos sonhos do filho; Jussara deve ser uma das mulheres que já desistiu de sonhar. Paira uns sete segundos de silêncio, e aquilo fica meio que como uma desculpa não explícita, então ela resolve que era melhor ir separando os pedidos. Jussara mostra extrema dificuldade com as contas, e Ka se propõe a ir somando para ela.

    - Obrigada, eu demoraria um dia inteiro para separar vinte e quatro kons de mercadoria se não fosse você!

    - Vinte e cinco. - Corrige Ka, ela separava as coisas e ia falando os preço, Ka somava.

    - Bom, esta, esta e esta são misturas para infusões que ajudam a mana branca, o gosto e o efeito variam, mas isto é algo que tem que ir testando. É só por água quente, um pouco de açúcar ou mel, e tomar. É bom usar a própria mana enquanto prepara qualquer coisa, para ter um efeito ainda melhor.

    Nesta momento Nergal percebe que as misturas herbais ficavam levemente quentes quando Jussara as manipulava e separava. Ela provavelmente tinha um pouco de dom mágico.

    - Esta outra, embora possa ser preparada de forma comum, aconselho tomar mais cedo, logo depois da aurora, e não aquecer muito a água, misture assim que as primeiras bolhinhas se formarem na água, e apesar do gosto ser ruim, é bom colocar o mínimo, ou nada de açúcar e nem limão, pois diminuiriam o efeito. Não tome também depois que Hélius Flava se põe.

    - Vai ser muita coisa para decorar, a senhora podia anotar para mim?

    Jussara suspira de novo: - Não posso. No máximo posso fazer desenhos para marcar.

    Ka ajuda novamente: - Só nos arrume carvão, nós dois escreveremos para você. - Jussara sorri para o ferreiro, ela era analfabeta. Depois de entregar o carvão, ela continua.

    - Para fluir o mana negro, tenho este aqui. É o que mais sai. Poderia fazer mais umas duas ou três misturas, mas basicamente só muda o gosto. Ao contrário das para mana branca, estas ervas reagem mais a noite. Tanto com Ânima quanto Psikê em cheias, também vai de pessoa.

    Os calmantes são estes, estes aqui são frutais, este para dormir, e o afrodisíaco é este aqui. Não precisa enganá-la dando dose dupla, garanto que a simples funcionará.

    Incenso para meditação quase qualquer um funciona para mana branco. Embora o de jasmim saia mais, mas este aqui também saem. Até este, que é embebido com sumo de limão e tangerina, mais próprio para desbloquear mana vermelha, mas magos brancos acham agradável também, vou por pelo menos um.

    Já para mana negro, ninguém nunca me pediu um assim, e nem sei se há incenso para isto. Até poderia tentar fazer um com o que tenho, mas não sei se funcionaria de primeira. Normalmente levar mais em forma de raízes para tempero ou mesmo sais para banho. Magos negros não costumam meditar, não que eu saiba.

    Poções, tecnicamente ditas, eu não tenho, mas esta base aqui, misturada com gel aloe e uma base mágica qualquer você consegue fazer várias poções de cura diferentes. E garanto que mesmo ingerida pura, minha base faz quase o mesmo efeito que de muitas poções por aí. Este outro unguento ajuda em vários tipos de lesão e dores musculares e tem efeito rápido, age contra contusão, distensão e inflamação, e também é cicatrizante. Tenho este outro contra envenenamento, que é praticamente uma poção de cura também, e pode ser diluída com leite e aplicada direto na veia. Tenho raiz de imbarí também, que ajuda na desintoxicação, mas é venenosa para demônios.

    Para anestesia, tem que levar estas duas. Amassando uma na outra você faz uma pasta anestésica, mas deve ser amassada só na hora, usar o produto "descansado" ou velho pode causar vários efeitos ruins. E a dose tem que ser bem calculada, isto é à base de márgara, e uma dose grande passa de anestésico para paralisante, e se exagerar mais passa ser venenoso.

    Esta ampola tem um antisséptico poderoso, ele ajuda também fluir a mana das mãos de um curador para a ferida aberta. Em uma ferida profunda ou grande ajudaria se fosse ministrado por um mago da terra, já por um mago do ar não sei se resolveria, mas a mana seria infundida, e embora talvez não regenere músculo como a mana da terra faz, mas pelo menos a dor passa.

    Ampliar os sentidos de percepção para conseguir encontrar a localização de uma pessoa?
    (pensa... pensa... pensa muito) Isto é muito específico, não tenho nem ideia de se existe alguma coisa assim.

    Por fim ela separa também as porções de tempero e ervas frescas que Nergal pediu até completar os vinte e cinco kons, o volume é grande e ele tem que levar num cesto. Ka e Nergal tinham feito várias tabuinhas escritas a carvão com as informações de Jussara.

    Ela também separa os preparados para as três manas que Ka pediu, e acaba fazendo porções levemente maiores.

    - Você me ajudou tanto! Ah, e não disse ainda se aquela que levou antes fez efeito. Como foi? Conseguiu desbloquear sua mana branca? Depois volte e me fala destas outras duas também, tá? - Ela dá um leve sorriso.
    Dycleal
    Antediluviano
    Dycleal
    Antediluviano

    Mensagens : 4097
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Dycleal em Dom Abr 28, 2019 11:59 pm

    Nadhull dá o seu melhor, mas seus esforços não são suficientes e o barulhos das suas tentativas chamam a atenção da súcubo e ouve seus passos chegando ao longe.

    Ela chega com uma travessa de frutas e outras guloseimas e com sua voz sexy confirma que prisioneiro acordou e pergunta se ele está com fome. O demônio sabe que enquanto ela não souber se pode ou não dobrar a sua vontade, a sua integridade física está preservada e ela o tenta através da sedução e seu perfume é doce e agradável porém um pouco exagerado para o gosto refinado do incubo e ela está com uma roupa colada que revela todas as suas curvas e um decote generoso e um vestido curto já mostram e transbordam o seu desejo.

    Ela se apresenta como Nasha, afirmando ser a dona do pedaço onde ele foi abordado e que pretende expandir seus domínios e um "passarinho lhe contou do demônio, provavelmente o único, com a capacidade de dobrar a mana branca e fala mordiscando uma maça e revelando um pouco mais do corpo e com a voz e gestos extremamente sensuais.

    Ela se encosta em Nadhull de maneira provocativa e diz ter uma proposta para o jovem e apetitoso demônio que pode aumentar o seu poder e apenas quer uma pequena porção para ela e que lhe dê um pouco de prazer também.

    O incubo olha com o olhar de quem entende da anatomia e fisiologia feminina, porém ainda mais da sua psicologia e satisfação de desejos e com os olhos vagos e voz com um leve desprezo e a entonação sensual e firme de quem tem o controle da situação fala: - Não sou de deixar uma bela súcubo carente do meu corpo e de uma conversa de negócios, você promete muito, mas fala com pouca objetividade, me diga que primeiro o sexo, ou quer primeiro me convencer a formar uma prazerosa e lucrativa aliança?
    Lalalady
    Samurai Urbano
    Lalalady
    Samurai Urbano

    Mensagens : 101
    Reputação : 0

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Lalalady em Seg Abr 29, 2019 1:57 pm

    Kapitulina escreveu:- Mm, então você vai ser uma maga rubra? Minha irmã é uma maga negra. Ela às vezes encanta armas também, e quando tem tempo ensina alguns promissores da Corte dos Milagres. Vez ou outra ela também trabalha com Keela. Haha, você nem imaginam como elas odeiam trabalhar juntas. Mm, se Keela te ajudou a não explodir, você deve ser promissora, afinal a especialidade de Keela é explodir coisas. Aliás, é a única habilidade que eu invejo...

    - Eu espero aprender a dominar a mana vermelha. Keela disse que eu tenho muito potencial e que apenas por isso aceitaria me ensinar.

    ...

    Kapitulina escreveu:- Não faço a mínima ideia. Isto não faz parte de minha lista de compras. Eu sempre compro armas prontas; Agora se quiser indicações de onde comprar roupas, sei onde fica TO-DOS os alfaiates realmente bons nesta cidadezinha tranqueira e pobre! Por outro lado, se precisar falar com alguém da Corte dos Milagres, procure Ĥarin, na Torre do Alquimista, estas coisas de sal talvez ele entenda. Ou pode ir na caverna dos Nokay, fica nas montanhas norte, sabe? Eles não são um pessoal dos mais agradáveis, mas pode falar para eles que, se eles te matarem, eu vou cortá-los em pedaços tão pequenos, que será possível fazer almôndegas com a carne deles depois, e eles vão implorar para eu matá-los antes de terminar de cortar a primeira mão.

    - Então você deve saber onde posso consertar minhas botas por aqui, né? Elas estragaram um pouco no treino, apesar do couro ser reforçado. E sobre os materiais, acho que vou procurar Harin por hora, depois vejo se vou nessa caverna...

    OFF:
    Após terminar a conversa com Kapitulina, saio da tenda em direção ao Templo de Piro, para falar com Harin.
    Christiano Keller
    Mestre Jedi
    Christiano Keller
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1106
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Christiano Keller em Seg Abr 29, 2019 5:33 pm

    Ka,

    Ajudar Jussara era sempre bom, ela sabia das coisas sobre as ervas e chás, mas não havia estudado.
    -- Ainda não desbloqueou, senti um efeito mas ainda estou travado. Talvez um destes desbloqueará as outras e fique mais fácil assim que começar a funcionar. Aquele chá que deu calor fez muito efeito da outra vez, talvez essa precise desbloquear primeiro.
    Guardo os saquinhos e pago Jussara. Fico pensando se poderia fazer algo a mais por ela, talvez organizar as instruções traria mais clientes, seria um bom sinal de esperança para Jussara e seu filho.

    Olho para Nergal antes de sair e indago:
    -- Não quero ser enxerido, mas você teria alguma informação sobre como desbloquear magia? Tenho feito alguns treinamentos na ICB mas não desbloqueio a mana.
    Kether
    Garou de Posto Cinco
    Kether
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2162
    Reputação : 89
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Kether em Seg Abr 29, 2019 8:12 pm

    Nergal, terminava de pagar e pega a cesta quando ouve Jussara falar sobre destravar o mana branco e então ele olha para Ka.

    -- Não quero ser enxerido, mas você teria alguma informação sobre como desbloquear magia? Tenho feito alguns treinamentos na ICB mas não desbloqueio a mana.

    Agora sim ele estava surpreso o armeiro era um aprendiz da Igreja do Cisne Branco.

    - Acredito que os melhores mestres do ar estão na Igreja do Cisne Branco. Eu mesmo estive a procura de um mestre para manipular o mana branco. Mas minha filiação é com La Cour des Miracles e a Igreja de Piro. Não sei como a ICB trataria quando um de seus perfilados busca auxílio com especialistas em mana negro e vermelho. Apesar de haver alguns magos brancos na Cour. Mas cada caminho tem um chackra específico

    Nergal observa o humano.

    - Façamos o seguinte Ka, caso você tenha permissão pela Igreja do Cisne Branco para buscar aprendizados em outras escolas, amanhã eu terei um treinamento com uma Mestra do Ar. Podemos tentar entrar em contato com ela ainda hoje para saber se você poderá participar do treinamento. Mas como lhe disse é uma mestra de La Cour des Miracles.


    Ele até pensou em falar sobre sua outra afinidade mágica, mas ficou quieto.

    - Como você me fez uma pergunta mais reveladora... Poderia me dizer quais os outros caminhos que você tem afinidade?
    Christiano Keller
    Mestre Jedi
    Christiano Keller
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1106
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Christiano Keller em Ter Abr 30, 2019 1:42 pm

    Ka,

    -- Nergal, eu já fiz trabalhos para a Corte dos Milagres. Eu não sei bem quais outros caminhos que tenho afinidade, estou tentando com o vermelho, verde e branco. Parece que eu tenho é resistência aos caminhos e não bem uma "afinidade". Eu não sei quase nada sobre estas coisas.
    Suspiro. Só sei que estou perdido com estas coisas e gostaria de ajudar as outras pessoas. Se tenho alguma afinidade, talvez possa tornar-me um mago e então ajudar mais pessoas do que como um simples trabalhador.
    Kether
    Garou de Posto Cinco
    Kether
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2162
    Reputação : 89
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Kether em Qua Maio 01, 2019 10:20 am

    Nergal acena afirmativamente para Ka, uma reação típica do anjo negro quando estava prestando atenção quando falavam com ele. E assim que o armeiro termina de falar Nergal cruza os braços levando a mão esquerda ao próprio queixo e fica quieto por alguns segundos pensativo.

    - O mais básico da magia são os meridianos e os pontos de poder. Podemos pensar que os meridianos são estradas que passam por todo o seu corpo e que ligam as cidades que seriam os pontos de poder. Cada uma destas cidades tem suas próprias peculiaridades, assim como são as energias mágicas ou manas. Não posso falar sobre como sentir o mana vermelho ou o verde. Ainda mais o verde que é opositor a mana branca, mas a mana branca é a mais suave e a que existe em todo lugar. O ar permeia tudo onde há vida e mesmo onde ela não existe.

    Nergal olha para o humano que estava todo vestido em ferro.

    - Quanto menor o contato do mago com o ambiente, menor a sua capacidade de sentir o mana a sua volta. Você está para o ar como um ser preso numa garrafa... por isso minha armadura é apenas um peitoral escamado e minhas botas são de couro. E minhas mãos não estão presas em luvas. O mago deve sentir o ambiente para sentir o mana que o permeia.

    Nergal faz uma pausa breve para que o humano assimile suas palavras e antes que ele fizesse alguma pergunta ele continua:

    - Alem disso cada mana tem sua emoção que pode ser usada como foco. O mana branco é a elevação, é o puro, é o amor. Então você deve focar em coisas boas que lhe trazem a sensação de bondade, de amor.

    Nergal termina com um questionamento

    - Com base no que eu disse senhor Ka, como você acha que pode alcançar esta mana?
    Christiano Keller
    Mestre Jedi
    Christiano Keller
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1106
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Christiano Keller em Qua Maio 01, 2019 1:32 pm

    Ka,

    Enquanto Nergal fala com Ka é possível ver em seu rosto que as palavras não fazem o menor sentido. Ka poderia ser um diamante bruto e todos sabemos que eles precisam ser lapidados. Ka certamente seria muito valioso, mas o trabalho seria grande. Ele escuta as palavras atentamente tentando absorver cada parte do conhecimento.
    -- Nergal, desculpe mas não entendi. Suas palavras não fazem sentido pra mim. Eu acho que poderei alcançar essa mana tomando o chá que a Jussara preparou.
    As palavras não fazem sentido, tem ar na garrafa e do lado de fora da garrafa, então poderia sentir o ar em qualquer lugar, mesmo dentro de uma garrafa longe de mim. Êlane usava armadura e era um mago branco da ICB. Usar a emoção como elemento de foco também é confuso, apenas se amar alguém que a mana branca funcionaria? Seria o desejo ou a raiva um elemento para a mana vermelha como o que ocorreu no mercado negro? Essas palavras não fazem sentido pra mim.
    Ka mantém uma expressão de confusão, seu olhar se move para Jussara e Nergal numa expressão de quem está perdido na conversa.
    Kether
    Garou de Posto Cinco
    Kether
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2162
    Reputação : 89
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Kether em Qua Maio 01, 2019 2:44 pm

    Ka escreveu:-- Nergal, desculpe mas não entendi. Suas palavras não fazem sentido pra mim. Eu acho que poderei alcançar essa mana tomando o chá que a Jussara preparou.

    Nergal para mais uma vez pensando numa forma mais fácil para ele entender.

    - Acho que fui muito frio como um livro... Então vou tentar usar outras formas para a sua compreensão. Pensemos que cada tipo de mana é um metal diferente, cada um tem o seu ponto de calor para poder ser manipulado, não é verdade? Assim é com a magia, mas o calor são as emoções que são a forma de entrar em sintonia com a magia, o mana branco necessita de tranquilidade, ordem, bons sentimentos. Estamos falando de sentir o mana branco.

    Nergal pega um pote e um pano sobre o balcão.

    - Não irei quebrá-lo. - diz o anjo para Jussara.

    Ele pega o pote e o mostra para Ka.

    - Veja bem, este pote é você sem roupas e a sua volta está o ar. O ar está em contato com todo o seu corpo, então a sua percepção dele é maior então é mais fácil você entrar em harmonia com o mana externo.

    O anjo cobre o pote com o pano.

    - Agora quando se coloca a armadura, você não tem muito acesso ao mana externo. Mas concorda que dentro do pote tem ar? Isso quer dizer que você tem mana interno que pode ser usado para os efeitos que você deseja. Porém o uso deste mana causa grande fadiga. Por isso os magos tendem a não usar armaduras.

    Nergal coloca o pote no lugar novamente.
    - Obrigado, senhora Jussara.

    O anjo se vira novamente para Ka e complementa.

    - Chás e incensos são ferramentas que facilitam a tarefa. Como uma boa bigorna e martelo, mas se as mãos do artesão não forem treinadas e ele não aprende como o metal se relaciona com o calor da caldeira. Ele não conseguirá fazer um bom trabalho podendo mesmo perder aquela peça de metal. Entende? Mas eu não sou um mestre, sou um iniciante que gosta muito de aprender de tudo. Como o bom Josan busco aprender como o mundo em si funciona, e desta forma não posso deixar de lado nenhuma de suas particularidades.


    Nergal para de falar e observa Ka.
    Christiano Keller
    Mestre Jedi
    Christiano Keller
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1106
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Christiano Keller em Qua Maio 01, 2019 4:07 pm

    Ka,

          Observo e escuto os comentários de Nergal. Enquanto ele fala balanço a cabeça em sinal de que estou ouvindo. O comentário sobre os metais e o calor é interessante pois alguns dos sentimentos poderiam criar momentos de descontrole emocional destravando a mana, ou o calor derreteria o metal. Sim, isto fazia sentido.

          Ao pedir o pote e usar o pano como referência a roupas dou um passo atrás. Esse anjo quer me ver pelado? Isso ai tá estranho, não é assim que a coisa funciona não. Os magos fazem magia vestidos e é bom eu ficar de olho aberto com esse cara. Ele deve tá pensando em me comer, pois devia pensar em comer a Jussara que é bem gostosa.
          Naquele momento em diante não entendo mais as explicações de Nergal, ele querima me ver pelado? Isso não ia acontecer. Mas a bigorna e o martelo seriam pra bater em quem ia tá pelado? Não fazia sentido. Ele não era mestre em fazer as pessoas ficarem peladas, bom eu não ia ficar pelado de jeito nenhum. E quem era o Jason pelado? Essa parte eu já não sabia, só sabia que não ia tirar as roupas mesmo.
          -- Nergal, o papo tá interessante mas lembrei que tenho um compromisso com alguns colegas de trabalho. Se quiser completar a armadura, passa lá na forja. Vou até mais perto da Jussara e dou algumas piscadas com o olho oposto ao Nergal. Então Jussara, você não quer ir também? Essa história do pote com roupa lembrou que tenho esse compromisso.

          Nota mental: evitar ficar sozinho com o Nergal, o cara quer me ver pelado.
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1236
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Leomar em Dom Maio 05, 2019 12:29 pm

    NADHULL

    - Não sou de deixar uma bela súcubo carente do meu corpo e de uma conversa de negócios, você promete muito, mas fala com pouca objetividade, me diga que primeiro o sexo, ou quer primeiro me convencer a formar uma prazerosa e lucrativa aliança?

    - Nós súcubos sempre preferimos a diversão primeiro, o trabalho para depois que não puder ser mais evitado.

    Nadhull estava acostumado com jogos de sedução de sua antiga dona, Taxicdril, mas agora estava mais forte, e acreditava poder dobrar a vontade da súcubo, ao invés de ser dobrado.

    Os dois trocam beijos, comem (ele até não tava com muita fome, mas comer frutas em Dafodil é sempre um luxo agradável) e começam a trocar carícias. Logo se ajudam tirar as roupas também.

    A súcubo tinha a pele macia e perfeita, seu cheiro enebriante era potencializado pela onda de sedução. O de Nadhull deveria ser potencializado para ela também. Nadhull sente ela abrindo mão de parte de suas defesas mágicas, e considera diminuir suas próprias defesas também. Embora estivessem num jogo, nenhum dos dois se mostra egoísta nas preliminares e o prazer é grande.

    Já que não podia canalizar magia e forma convencional, o íncubo resolve testar a teoria que tinha escutado sobre a troca de energias sexuais.

    Como era de esperar, Nasha sutilmente tenta drenar a energia dele, e ele cede até certo ponto. Nasha parece extremamente satisfeita, talvez pensando que tinha conseguido dobrar a vontade dele por completo.Quando ela então baixa mais suas defesas, é Nadhull que faz o movimento contrário, e agarrando-a forte, começa puxar a energia dela para si.

    Os dois entram em sintonia por um tempo, este movimento de ceder e roubar energia causava pequenas ondas de choque no corpo de ambos. Por um bom tempo o demônio acreditava estar ganhando o jogo, mas mesmo tomando a energia do corpo dela, ele se sente cansado.

    "Deve ser o êxtase físico." Se justifica a si mesmo.

    Ambos permanecem deitados e abraçados, bem satisfeitos.

    - Mm, você tem mais energia do que eu pensava!

    - Bom que gostou, você também foi maravilhosa.

    - Podemos controlar muito, juntos.

    - Vai ser maravilhoso.

    - Quer ser feliz com sua nova dona?

    - Claro! Por que não? - Aquilo realmente parecia uma ótima proposta para Nadhull, afinal o que poderia querer a mais? Estava bem naquela cama macia com aquela fêmea maravilhosa.

    - Será meu soldadinho preferido.

    - Huummrumm. - Sim, claro, por que não? Vai ser ótimo ter uma dona assim. Nadhull pensava meio sonolento.

    - Vamos ter que dar um fim no seu amigo anjo, para ele não nos atrapalhar.

    - Ele nem é meu amigo. - Para que se importar com os outros? Ainda mais com um anjo? Nadhull não vê nada de mal, se fosse para melhorar sua própria vida, por que não? Nadhull cochila, quando acorda, Nasha ainda estava a seu lado, nua.

    - Então? Como se sente?

    Ele ainda estava fisicamente cansado, mas feliz pelo sexo maravilhoso e já até considerava com sorte por ter sido pego naquela emboscada.




    TIREL

    Kapitulina não demonstrava muito interesse sobre os treinos de magia, mas dá três dicas de coureiros de primeira quando Tirel fala das botas.

    - As minhas são de couro de crocodilisco ancião, ele é bom por ser extra-macio e bem silencioso, hihi. Difícil achar tal qualidade aqui, mas pelo preço certo encontra algo muito bom. - Quando Tirel sai para o templo ela acrescenta. - Diga para Ĥarin não contar para Naĥaŝ que quebrei a Sussurro Esmeralda. Aliás, diga para não contar para nenhum espiritualista. E se ver a Keela, diz que eu perguntei se ela esteve no Inferno a poucos dias, hihi. Ah, e fique tranquila que seu irmãozinho me protege enquanto estou aqui vulnerável. Tenho certeza que ele não deixará nada de bom, digo, nada de mau acontecer comigo...

    A caminhada para o templo é ladeira acima, e Tirel acaba indo bem lenta. Chegando na Torre, ao perguntar por Ĥarin, dizem para procurá-lo no quarto andar. Ela sobe só para descobrir que ele não estava lá, e dizem para descer até os estábulos, ao lado do templo.

    Um dos tratadores diz que Ĥarin estava no fundo do estábulo, arrumando uma armadura em sua égua loira. De fato ela vê um meio-demônio arrumando uma nada discreta armadura no dorso de uma égua amarela, mas o que chama a sua atenção é que na baia ao lado estava uma égua mais negra que obsidiana e quem estava cuidado dela era Kapitulina. Estava sem as armas, mas com a mesma roupa, e com cara de poucos amigos. Será que algo saiu errado com ela e Tyrion para ter saído de lá correndo?

    Dia de treino - Página 6 180?cb=20111208105936&path-prefix=pt-br




    Ka sai meio apressado da casa de Jussara, só não corre pra não dar muita mancada, achando aquele anjo meio estranho. No fim não entendeu nada que ele disse sobre magia e o resto.

    Ao voltar à forja, fica sabendo que Kandel tinha procurado Lester, como indicara, talvez por pouco não encontra ele ali. Apesar da cabeça quente (ou dura?) pelo menos o rapaz serviu para negociar com seus colegas sobre cargas no porto. Lester diz que Kandel arrumaria as frutas que pediu, e que os demais concordaram em fazer um pequeno churrasco para comemorar o sucesso da armadura.

    Nester tinha comprado carne e até Ricardo participou da vaquinha. Ele tinha se recuperado (ou quase) e amaldiçoou-se por ter perdido a oportunidade de ir fazer a entrega, ele resmunga que você poderia ter cobrado mais caro, mas agora o negócio já estava fechado.

    Vocês combinam de fazer o churrasco por ali mesmo, já que Tiberys não deveria ir lá encher a paciência no dia.




    NERGAL

    O ferreiro lembra de algo para fazer, e sai com cara de quem não entendeu muito sobre o que falara sobre magia. Jussara despede falando "volte quando quiser."

    Dá um pouco de pena da herbanária, o filho era um tanto estourado, já o humano que ela parecia interessar era meio "devagar" (e isto é um eufemismo, um eufemismão).

    Nergal confere as anotações, e caso não tenha mais nenhuma dúvida a tirar com Jussara, também se despede.

    off: rola percepção quando for para a rua.
    Lalalady
    Samurai Urbano
    Lalalady
    Samurai Urbano

    Mensagens : 101
    Reputação : 0

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Lalalady em Dom Maio 05, 2019 7:11 pm

    Tirel subia a ladeira pensando em mudar a tenda de lugar para não ter mais que subir esse caminho toda vez que tivesse que ir ao Templo de Piro e, no final das contas, parecia que tudo sempre acabava lá. No entanto, a Praça dos Sonhos Pequenos ainda parecia uma opção boa em relação à neutralidade entre Yussek Kan e a Corte dos Milagres. Chegando na Torre do Alquimista, deu viagem perdida até o quarto andar, voltou para descobrir que Harin estava no estábulo.

    Seguindo dentro do estábulo, observa os cavalos de boa raça que ali se encontravam. Era um luxo ter animais como aqueles. Um meio-demônio selava uma armadura em uma égua loira no fundo do estábulo, deveria ser Harin. Ao lado dele, entretanto, na outra baia, estava uma égua negra muito bonita e Kapitulina (?) cuidava de sua crina com cara de mal humor. "Kapitulina? Aqui? - Tirel esfregou os olhos - não pode ser... Seria a tal irmã gêmea da qual tanto tagarelou das duas últimas vezes que a encontrou? Mas com a mesma roupa?"

    Ela se aproxima de Harin.

    - Mestre Harin? - ela diz em Moloke - Poderia falar com o senhor reservadamente um minuto? Meu nome é Tirel, venho em nome de Kapitulina, que me disse que o senhor talvez pudesse me ajudar - a última parte Tirel fala baixo, quase sussurrando, esperando que Kapitulina (ou a irmã dela) não ouvisse. Aliás, ela tenta ser o mais discreta possível, para não chamar a atenção da demônio de suas tarefas com a égua negra.

    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1236
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Leomar em Dom Maio 05, 2019 7:52 pm

    Quando se aproxima, a demônio age como se não a conhecesse. A semelhança era mesmo incrível, tirando o fato que Kapitulina parecia sempre rindo de forma até meio alucinada, já a suposta irmã tinha "DESPREZO" escrito na testa.

    Ainda que Tirel não fosse grande conhecedora de cavalos, o porte deles não deixava dúvida que eram ótimos animais. Haviam mais quatro cavalos, além das duas éguas que estavam com os demônios.

    A égua de Ĥarin tinha patas curtas, mas musculosas e um pelo brilhante que parecia até estar usando cosmético. Já a égua da cópia da Kapitulina era de um negro tão profundo que fazia uma ameixa preta parecer ameixa mulata. Além disto a armadura que ele arrumava na égua também impressionava. Mesmo se fosse de segunda linha, uma armadura para cavalo já impressionaria, mas aquela parecia muito boa. O metal brilhava como alumínio, e só uma pequena arte em alto-relevo era banhada a ouro. A armadura era apoiada num acolchoado de couro.

    - Mestre Harin?

    - Sim? Sou eu mesmo.

    - Poderia falar com o senhor reservadamente um minuto? Meu nome é Tirel, venho em nome de Kapitulina, que me disse que o senhor talvez pudesse me ajudar.

    Instintivamente ele olha para a outra demônio, Tirel consegue se segurar e olhar só com a visão periférica. A (meio?)súcubo continua alisando o pelo de sua égua, um leve arquear de sobrancelha e um movimento de cabeça é o máximo que ela faz para indicar (ou não) que teria ouvido o nome. Ĥarin termina de arrumar a última corda da barrigueira da égua, e responde sem interromper o trabalho:

    - E o que a "Campeã do Mercado das Almas" precisa? - Tirel se mostra um pouco insegura por apenas breves minutos. - Não adianta querer falar reservadamente perto de Desdêmona, as duas se comunicam à distância de mais de oitenta quilômetros, nem mesmo uma delas consegue manter segredo para a outra.
    Dycleal
    Antediluviano
    Dycleal
    Antediluviano

    Mensagens : 4097
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Dycleal em Dom Maio 05, 2019 8:28 pm

    Nadhull está curioso para saber a proposta de Nasha, mas como bom demônio primeiro os prazeres e as frutas estavam verdadeiramente suculentas e se tornaram um prazer à parte, digno de anteceder àquela suculenta súcubo que o incubo tanto queria devorar e quando o clima entre eles esquenta e as trocas de beijos e caricias formam um ambiente mágico, rapidamente as roupas repousam esquecidas em um canto da alcova e Nadhull faz e dá a sua oponente o que mais sabe fazer, dar prazer.

    No início a Nasha abre as suas defesas para que O incubo dê o seu melhor e as trocas energéticas são prazerosas e invade os dois corpos em ondas avassaladoras que matariam de êxtase quais humano ou raça humanóide e Nadhull na ânsia de agradar e mostrar seu poder superior esquece que a energia é um caminho de mão dupla e convicto do seu poder e feliz de fazer e gozar do que mais saber fazer e gosta de fazer, acaba fazendo o que aqueles que bebem sem ingerir alimentos concomitantes, literalmente se embriagam de amor, paixão carnal e prazer e a note se desenrola com a performance atlética e competente do incubo que relaxado satisfaz a sua parceira a ponto de cansa-la fisicamente, mas todo o tempo consciente de onde quer chegar.

    Nadhull se acha vencedor do embate, como todo bêbado e até mesmo o cansaço que sente, ele racionaliza como o resultado do êxtase prolongado e ela o elogia e ele tolamente, como todo alcoolizado, se acha o bom e o tal e la lança as suas ideias de dominação, e cada vez ele a vê mais bela e apetitosa e tudo que ela falava, ele julgava coerente e razoável, a ponto de aceitar a ideia de dar um fim em Nargal e de ser chamado por ela de Soldadinho e embriagado pelo prazer Nadhull transa com a súcubo de todas as formas, que nem humano imagina e por uma quantidade de vezes que um não demônio duvidaria ser possível.

    E então, o incubo sentindo-se fraco e não querendo revelar que só tem forças para o sexo, pede para se alimentar o que prontamente é atendido e aos poucos a lucides volta a sua mente e ele se lembra que ela ia propor um plano e pergunta: - Mestra, mas qual era a proposta que ias me apresentar, satisfeito meu sexo, meu estomago, por favor, satisfaça a minha mente e curiosidade. E fica pensando no porque a chama de mestra e lembrando de sua antiga mestra Taxicdril, começa a ficar Nauseado com a presença e atitude dominadora, que agora começa a enxergar em Nasha, mas de forma previdente procura evitar mostrar este fiapo de lucidez.
    Christiano Keller
    Mestre Jedi
    Christiano Keller
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1106
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Christiano Keller em Seg Maio 06, 2019 12:28 am

    Ka,

           Já na forja era hora de começar a preparar um lugar para o churrasco. Como queimavam qualquer coisa haviam coisas que deixavam sabores estranhos na comida, fora os cheiros. Essa não era a primeira refeição de Ka no fogo da forja e apesar de não ser cozinheiro e nem saber fazer um ovo frito direito, sabia que queimar algumas coisas deixava gosto na comida. Fuligem e fumaça também não eram bons. Sendo assim fui preparar um local para fazer a comida.
           Ao fazer a limpeza do local pensava nas coisas que Nergal falou. Algumas coisas faziam sentido e outras não. Porém outros pensamentos estavam em minha mente:
    + tinha raiva do ingrato do Ricardo por dizer que se ele estivesse lá teria consegui mais dinheiro, FDP tava fudido porque tinha feito merda e não deveria reclamar;
    + tinha desejo ao ver a Jussara chupando o dedo quando ele foi embora, podia ter chupado meus dedos;
    + queria agradar aos seus colegas de trabalho.
           Naquele processo sujo e trabalhoso era possível ver uma camada de sujeira se formar sobre as luvas e a armadura. Não poderia comer daquele jeito e fui me limpar em um balde de água próximo usado para esfriar as peças. Ao mergulhar a luva na água demorou para sentir a água tocar minhas mãos. Será que era sobre isso que o tal anjo falava? Ao retirar as luvas minhas mãos sentiram a água rapidamente. Será que a minha roupa de trabalho era mais do que uma proteção, mas sim um isolamento de mim para o mundo? Retiro o torso para fazer a higiene do mesmo.
           Agora boa parte da armadura que está secando, olho para o fogo na forja e penso em magia. Assim, sem o isolamento, será que a magia funcionaria? Seria eu, o meu maior obstáculo? Teria sido um bobo durante toda a minha vida já que a resposta estava literalmente de baixo do meu nariz? O sentimento de raiva é incomensurável, é como uma peça prestes a explodir no fogo cheia de bolhas de ar ou água. Estendo levemente os braços com as palmas pra cima na direção do fogo e digo baixinho, baixinho como o barulho da primeira fissura se abrindo na barreira de raiva:
           -- Fogo. Agora queima caralho.
    Kether
    Garou de Posto Cinco
    Kether
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2162
    Reputação : 89
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh34.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Kether em Ter Maio 07, 2019 10:48 am

    Após conferir todas as anotações com Jussara, Nergal se prepara para sair. Tão logo ele se vê na rua ele pressente uma presença ruim pairando sobre as suas asas. Ele então olha para os lados e para cima (estranho que os humanos nunca olhassem para cima quando estão se sentindo observados). Ele então alça vôo, afinal no ar seu perseguidor não teria muito onde se esconder e ele sobe até uma altura onde flechas não teriam como alcança-lo.

    Claro que agora ele não teria como identificar quem estava o observando, mas esta era a última coisa que ele desejava agora. Uma vez que ele sabia que era "procurado" pelos servos de Hades desde aquele dia no qual usando a mana negra havia se desdobrado e pelo plano astral havia entrado numa das fortalezas de Hades.

    Essa era uma situação que ele deveria levar para a corte. Pois se ele estava sendo seguido, provavelmente os outros também, principalmente Nadhull por eles serem os únicos conhecidos magos negros e brancos. E pior do que isso anjo e demônio magos dos elementos opositores as suas próprias naturezas. E para Hades poderiam ser armas poderosíssimas.

    "Tinaffe disse que estaria a serviço da corte nestes dois dias. Então não poderei encontrar com ela, mas existem outros membros da corte na cidade e talvez Mestre Fah possa me ajudar com isso..." ´pensa o anjo negro que parte voando rápido para o Templo de Pyro fugindo da presença que o observava.

    "Quando chegar ao Templo se ainda estiver sendo observado irei tentar encontrar esse observador magicamente. Da maneira que Tinaffe me ensinou na caverna. No Templo de Pyro há salas com bastante mana que poderá me ajudar. Mas precisarei da ajuda da mestra de magia branca." - concluo.
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1236
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Leomar em Dom Maio 12, 2019 9:36 pm

    NADHULL

    (R.Oc.)

    Nasha parecia satisfeita e animada, se não fosse uma súcubo poderia-se até dizer que apresentava um ar quase apaixonada, mas não se pode confiar em ares de uma súcubo.

    Ela tinha baixado suas defesas e deixou que Nadhull tomasse muito da energia dela, mas aparentemente ela tomou uma quantidade ainda maior. Era talvez a primeira vez que Nadhull experimentava esta troca em mão-dupla e apesar de ser uma disputa, aquilo era melhor do que esperava. Ele imagina se não estivessem competindo então.

    - Mestra, mas qual era a proposta que ias me apresentar, satisfeito meu sexo, meu estomago, por favor, satisfaça a minha mente e curiosidade.

    Ela sorri, comendo junto com Nadhull e se espreguiçando na cama, manhosa como uma felina.

    - Mmm, como imaginei, sua energia pode ser canalizada do modo certo, sem precisar me afetar por ser proveniente de mana branca. Não sei como você faz, mas vou lhe dizer, este poder vindo da mana branca é ainda mais gostoso que qualquer outro de mana negra que eu tenha provado! Você mexeu comigo de uma forma que eu não esperava. Você não pode ser apenas um escravo qualquer, vou precisar de muito mais. Pela primeira vez na minha vida penso até na possibilidade de arrumar um consorte...

    Demônios, em geral, não são criaturas de se apegar. Embora pelas regras de Piro eles possam até contrair matrimônio de fato isto é algo que só os muito "doentes", a maioria sequer chega a ter concubinos(as). O concubinato seria uma relação mais "nobre" que a servidão, o consórcio por sua vez seria uma honra maior que o concubinato, mas não tão "séria" como o casamento. Para diabos, principalmente de baixa casta, ser eleito como concubinos de um íncubo ou súcubo pode ser considerado uma honra, como consorte então era quase um sonho. Entre súcubos e íncubos, ser tido como consorte ainda pode ser considerado certa honra ou até uma loucura romântica. (R.Oc.) De qualquer forma o "Você não pode ser apenas um escravo qualquer" não passa totalmente batido para Nadhull. Possivelmente o plano original dela era simplesmente escravizá-lo e "arrancar o poder dele dos ossos". Um humano talvez se ressentisse de imaginar isto, mas do ponto de vista de demônios, mesmo isto podia ser uma certa forma de orgulho, pois apesar dos planos dominadores dela, Nadhull mostrava que era bom demais para ser subestimado (ou pelo menos a energia dele).

    Nasha beija o pescoço dele, se aninhando enquanto vai explicando:

    - Você tem energia bastante para dois, mas pode expandir. Como diz Ades "não há limites para o poder, a não ser o limite da ambição". Pode ficar com energia bastante para quatro pessoas, e dividindo comigo, cada um consegue o poder de dois. Assim, juntos, poucos poderiam se opor a nós.

    A referência a Ades faz soar um pequeno alerta em Nadhull:

    - Ades? Você é alguma adepta dele?

    - Arg! Que os Infernos sequem antes de eu querer render devoção a Ades, Piro ou qualquer outro deus idiota! A visão do poder dele é boa, mas porque dividir este poder com algum deus? Nenhum deus fez nada para nós, então porque bajulá-los? Quero ser sempre rainha de meu próprio destino.

    Mais uma vez Nasha parecia fazer sentido. Nos últimos dias Nadhull teve algumas experiências religiosas, mas se pensasse, não foram assim tããão profundas. O pessoal do templo o tratou bem, mas a gratidão era motivo para se tornar um feroz devoto de Piro? Ele mal conhecia seus ensinamentos. E afinal, demônios ateus causavam menos problemas que demônios seguidores de Ades, não era? (pequena nota: ateu no cenário não é quem necessariamente não ACREDITE que os deuses existam, você pode acreditar e não seguir nenhum, isto também é ser ateu).

    - E depois, enquanto expandimos esta fonte de poder, podemos aprender novas formas de usá-la também. Você é o único demônio no universo capaz de usar magia branca, já pensou nas possibilidades? Só a surpresa já é uma carta na manga, como quando devolveu aquele outro demônio para os Infernos na Copa de Ânima. Queria ter visto isto!

    Se Nasha sabe ou planeja algo bem maior do que isto, por enquanto ela não fala. Os dois começam falar sobre temas mais banais, gostos pessoais, Nasha incentiva Nadhull contar suas proezas e ele acaba contando algumas histórias das quais ele nem sabe porque vieram a mente e talvez nem se lembre muito. Nasha também fala um pouco de si, basicamente é uma demônio ressurreta de Ĵokona (demônios ressurretos passam anos, décadas, para reconquistar o poder que perdem na ressurreição e são fracos neste processo, mas quando recuperam podem ficar mais fortes que demônios reencarnados, além disto a ressurreição não os faz perder a memória, como e reencarnação), durante sua ressurreição, liderou um pequeno grupo de servos que a protegiam, depois ela foi procurando um grupo maior e mais seleto. Veio para Dafodil porque a concorrência era menor. Aparentemente o grupo dela ainda não é muito grande, mas parece forte o bastante para comandar uma parte da cidade. Como era de se esperar, não tem outros íncubos e súcubos no grupo, pois a maioria dos de suas raças não se sente muito confortável em dividir lideranças.

    Por fim ela pergunta se o íncubo gostaria de alguma coisa (comida, bebida, diversão específica ou algum agrado), diz que,se for bonzinho, depois de descansar mais um pouco, poderia mostrar a parte da cidade onde está para ele, isto significa que ele poderia pedir quase qualquer coisa, menos ir embora, pois ainda seria vigiado. Certamente ela vai querer aprofundar o feitiço de sedução nele mais tarde, mas este meio tempo Nadhull terá chance de voltar a aumentar suas barreiras mentais. Se ela for esperta, não dará muito tempo a ele.

    OBS:
    Enquanto estiver sobre influência dela, por enquanto pode agir normalmente, talvez até tentar fugir, só não conseguirá fazer nenhuma ação que a agrida diretamente, mesmo se ela estiver distraída e desarmada. Ela não conseguiu (ainda) dobrar toda sua vontade, então não será obrigado seguir nenhuma ordem dela, embora por enquanto ela não pediu nada que você não gostaria de ter feito. Fisicamente ainda não se sente pronto para canalizar nenhuma magia, mas sua força está normal, embora ainda esteja com uma preguiça dos diabos e passar um tempo sendo mimado parece especialmente atraente.




    NERGAL

    Sua parte vai meio off por enquanto:
    Pensei em fazer uma rolagem de percepção focada, já que disse que ia olhar pra cima, mas como descreveu que levantou voo alto e rápido, sem observar muito e já rumou pro templo, nem vou rolar percepção focada (mas para jogadas futuras lembre que pode fazer isto). As de destreza dos "potenciais" também não acrescentaria nada a mais. Porém faça um teste de vitalidade só para confirmar. Até 13 não dá nada mesmo; 14 sentirá uma pequena dor em alguma parte do corpo quando pousar (pode escolher que parte), nada muito grave, do tipo que poderia parecer até um esbarrão daqueles que nem sentimos na hora; 15 já sente uma dor como se alguém tivesse te jogado alguma coisa quando começou voar, com 1/4 de chance de ter feito também um pequeno ferimento. Mais do que isto você tem certeza que jogaram algo pontiagudo em você, e chega no templo sangrando (mas mesmo assim não é nenhum sangramento letal).

    De uma forma ou de outra, você chega no templo, mas chegando bem ou não, rastreamento mágico não dá para ser feito no templo. Como da outra vez, o mana alto do ambiente favorece a canalização, mas no caso da percepção você perceberia tanta coisa que não conseguiria separar a informação que precisaria. Até tem salas que poderiam ajudar devido a preparação especial e com ajuda de algum mago (não necessariamente branco) você até poderia tentar algo assim, mas quando falar com o sacerdote que estiver responsável no momento, quando dizer que não tem certeza de quem ou o que está procurando, aí vão lhe falar que não tem como ajudar (lembrando que se tirar menos de 15 na vitalidade é capaz de nem ter certeza se estava de fato sendo seguido).

    Apesar disto, você poderia levar a impressão que teve para o bispo, ele te receberá no particular se quiser. Caso tenha sido mesmo atingido, pode fazer um pequeno curativo na parte da enfermaria e trocar alguma ideia com o(a) enfermeiro(a) que tiver lá ou até o médico. Niréia (já que comentou sobre ela) não está no templo, mas você pode achá-la numa loja de alquimistas, o pessoal do templo te falará onde ir e ela vai estar lá olhando alguns cristais. Gaíla você já sabe onde é a casa dela, já o Fah acho que ainda não foi na dele. No mais as funções do templo continuam as mesmas: biblioteca, enfermaria, cultos, etc.

    Pensei em algumas coisas para colocar no on, mas como o que queria era rastreamento e este não dá para ser feito no templo, o que eu colocar vai ficar parecendo spoiler ou indução, então vou esperar você pensar pra que lado ir, depois eu continuo.




    KA se sentia frustrado, irritado até. Ele canaliza esta raiva para as chamas da fornalha, desta vez sem a armadura e...

    ...nada acontece.

    Não adiantava, por mais que estivesse irritado, aquilo ainda não era raiva de verdade, podia ser parecido, mas Ka ainda era bonzinho demais para ficar com muita raiva. E mesmo que não fosse, tinha mais fatores por trás disto.

    Ele pensa um pouco: a primeira vez que vira Jussara, ela afastou as mulheres com chamas nas mãos porque estava sendo agredida. Quando Ka sentiu a magia fluir em si, também estava correndo risco, no mercado negro. Ele também se lembra de já ter ouvido comentários sobre alguns magos funcionarem melhor "na pressão" quando suas vidas correm perigo, talvez até o anjo tenha dito algo assim.

    Também estava em perigo quando enfrentou aquelas bestas demoníacas na névoa, e foi também com este perigo que Êlane pôs fim nelas com sua espada mágica. Será que para ser um bom mago teria que se colocar em perigo mais vezes?

    Quanto a armadura, ele lembra que quando esteve na Igreja Cisne Branco, uma das primeiras coisas que os sacerdotes e magos disseram foi para tirar a armadura. Na hora poderia parecer apenas uma formalidade por estarem em terra sagrada e a igreja tinha rituais próprios, mas a formalidade poderia ter origem em alguma questão mágica.

    Puxando a memória agora, quando viu Êlane DENTRO da igreja, ele também estava sem armadura, mas tinha combatido com armadura, embora sua armadura pode muito bem ser especial, como sua arma benta; uma coisa era certa, a armadura dele era bem mais leve que a de Ka.

    Ka estava acostumado com a armadura pesada por ser mais musculoso (aliás era uma coisa que sentia um pouco de orgulho, não exageradamente, mas sentia, e sabia que era um diferencial para as mulheres, já que de rosto ele era bem normalzinho). Até Jussara comentou sobre sua armadura, quando ele a tirou brevemente na casa dela para ela passar unguento em seus músculos cansados.

    Por mais que não quisesse, seus sentimentos para Jussara ainda eram confusos. Certamente uma relação de carinho tinha começado, mas será que poderia haver algo mais?

    Pensando novamente em magia e em Jussara ao mesmo tempo, ele lembra como ela também se mostrava um tanto frustrada por ser travada na magia, e não conseguir mais do que invocar algumas chamas de vez em vez (o que era legal, mas não era tão impressionante), Jussara tinha comentado também que nunca tivera professor real de magia por não ser alfabetizada; Seria parte do problema dela ser tão travada para magia? Talvez não fosse obrigatório, mas ter capacidade de ler um livro de magia certamente seria uma facilidade bem vinda.

    Agora que teria dinheiro por alguns dias e um pouco mais de tempo também já que terminou a encomenda, poderia passar um pouco mais na ICB. Quem sabe não lhe emprestavam algum livro, além de possíveis treinos com os magos deles? E talvez poderia arrumar alguma desculpa para ir falar com Êlane também, já que ainda tinha o cartão dele.

    Enquanto pensava nisto, arrumava o espaço para festejarem. Era a segunda vez que limpavam a forja em pouco tempo (tiveram que fazer uma limpeza antes, quando os vapores se espalharam) e até que o ambiente parecia um pouco mais agradável depois deste esforço. Enfim eles têm um momento de descontração, Ka aproveita a desculpa de deixar a armadura secar para ficar sem ela durante o churrasco. Ele e os outros ferreiros aproveitam para beber uma cerveja boa, algo que não podem fazer todas as noites, até Naaria, a ajudante de Lester, participa um pouco do churrasco (não fica bem certo quem a convidou, mas nenhum dos ferreiros reclama dela dividir um pouco a comida e bebida, mesmo não tendo pago, pois ainda que não demonstrasse interesse mais romântico por nenhum deles, uma mulher sempre era uma companhia agradável, mesmo que só pra ficar vendo).

    off:
    Assim como o Nergal, como sua rolagem deu falha, não tinha muita coisa on para eu acrescentar, mas deixei algumas dicas sobre fatores que podem influenciar na magia para desenrolarmos um pouco.
    Christiano Keller
    Mestre Jedi
    Christiano Keller
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1106
    Reputação : 36
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Christiano Keller em Seg Maio 13, 2019 12:35 am

    Ka,

    Participar da pequena festa com os companheiros foi bom, estava com muita frustração e muitos pensamentos conturbados. A raiva que havia sentido era a mais profunda em toda sua vida, mas mesmo assim não parecia suficiente para acionar a magia vermelha. Tinha a impressão de estar vivendo um pouco naquela festa do que apenas sobrevivendo. Lester, Nester, Naaria e até Ricardo poderiam render uma boa grana se conseguissem mais serviços.

    Após a festa tento organizar os pensamentos sobre os eventos que estavam relacionados a magia. Precisava entender melhor como aquilo funcionaria, precisava de um plano e então executar o mesmo. Sabia algumas coisas:
    + Sentimentos eram importantes, possivelmente raiva e desejo para o mana vermelho e alguma paz ou bondade para o mana branco;
    + Risco de morte pode fazer alguma coisa funcionar "na pressão", no entanto não era uma boa ideia;
    + Tirar a armadura, definitivamente tinha que fazer alguma coisa sobre isso, talvez consultar o coureiro sobre o couro do peixe para armadura ou a torre do alquimista sobre algum material para armadura de magos? Coleta de informações era necessária.
    + Alfabetização ou treinamento, sim, havia algo ai. Será que conseguiria um livro na ICB? Outra visita seria necessária.

    Pouco antes de dormir fazia planos para o dia seguinte: passar na ICB para buscar um livro ou Êlane, depois passar na torre dos alquimistas e buscar alguma coisa sobre materiais que facilitam a magia e por último mas não menos importante iria ao coureiro consultar algo para uma armadura de couro que fosse boa pra magia.
    A ideia era comparar as informações pois o objetivo era um só: conseguir uma roupa nova que facilitasse mágicas.
    Talvez desse tempo de passar na casa da Jussara? Não sabia nem se conseguiria fazer tudo isso amanhã. A barriga estava cheia, o calor da forja era aconchegante e o sono estava chegando. Escondia os pertences, vestia a armadura e arrumava um cantinho seguro para dormir. Amanhã seria um novo e longo dia em busca de informações.
    Leomar
    Mestre Jedi
    Leomar
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1236
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Leomar em Dom Maio 19, 2019 8:21 pm

    KA

    No dia seguinte Ka acorda cedo. Estava em dúvida entre ir à ICB ou procurar o caçador de demônios, então tira cara ou coroa.

    Ka calcula que se Êlane fosse ajrense, ele também deveria acordar cedo, mas se fosse akvlandano ou gajano deveria estar dormindo ainda (era pouco provável que fosse gajano, mas não tinha como ter certeza). Ele dá sorte, quando chega ao endereço o caçador de demônios já estava de fora, fazendo uma série de exercícios que pareciam alongamento. Fazia gestos lentos com as mãos, parecendo puxar ou empurrar objetos imaginários, às vezes dando pulinhos.

    Ka não queria atrapalhar, então aproxima-se em silêncio. Ele observa que Êlane estava apenas com seu vestido, sem armadura. Apesar de não ser comum homens vestirem vestido, Dafodil tinha gente de tudo que era banda do mundo, e Ka já vira outros homens vestindo saia ou saiotes de couro (estes mais comuns em marinheiros de Akvlando).

    - Anesmá! - Ele cumprimenta sem parar os exercícios.

    - Anesmá!

    - Gostaria de se juntar a mim?

    Ka fica em dúvida por um tempo, mas calcula que o máximo que poderia acontecer era parecer um pouco bobo para alguém que passasse e visse dois caras dando tapinhas no ar. Ele fica do lado de Êlane e tenta imitar os gestos dele. Vendo os gestos graciosos do ajrense (pois se acordou tão cedo para fazer exercícios então ele provavelmente era mesmo de Ajros), Ka se sentia um boneco de madeira. Êlane comenta sobre a postura dele algumas vezes, dizendo para manter a coluna ereta ou afastar os pés.

    Ele termina os exercícios com uma expressão em Yrdok e só então convida para entrar. A casa dele era simples, e na entrada tinha um papiro pregado escrito "Teobald Kelan, Caçador de Demônios" e algo em Yrdok. Por ser um simples papiro e não uma placa de madeira, Ka deduz que ele não deveria estar naquele endereço a muito tempo ou não pretende ali ficar, para colocar uma indicação mais permanente.

    Ao entrar, Teobaldo coloca o peitoral, e Ka observa que ele usa só peitoral de metal, nada nos braços ou pernas. Suas luvas, embora de longe pareçam couro, são na verdade de pano. Êlane oferece um copo de leite de cabra enquanto começam conversar (o mais comum era oferecer café ou chá, às vezes uma xícara de taúna, leite era a primeira vez que ofereciam a Ka, mas Dafodil tinha costumes de tudo que é jeito...)

    Depois de pequenos "quebra-gelo", Ka começa conversar mais informalmente e logo começa questionar sobre as dúvidas que estava tendo.

    Êlane começa esclarecendo que não era um mago, pelo menos não no sentido técnico.

    - "Magia" é algo que pode ter "camadas". Uma arma benta não é exatamente uma arma mágica, embora em alguns contextos possamos admitir que é.

    Ele explica que o conceito mais amplo de magia abrangia as manas (que são responsável pela magia elemental, e quem as manipula são os chamados magos no sentido técnico), a mente e o espírito. As armas bentas, bem como os que as empunham, como Teobald Kelan, estão mais intimamente ligados às propriedades espirituais, depois às mentais do que às propriedades mágicas elementais. Ele comenta que o mesmo acontece entre mestres magos e mestres espiritualistas, todos podem partilhar conhecimentos, mas se baseiam em conhecimentos diferentes.

    Quanto à armadura, ele confirma que a maioria dos magos prefere usar o mais leve possível, pois dependem um pouco mais do corpo. Já os espiritualistas (incluindo sacerdotes, bentos e outros) não tem tantos problemas com usar armaduras, pois seu maior poder está na mente e não no corpo. Ainda assim são aconselhados usar o menos possível.

    Quelane diz que usa o peitoral pois Dafodil é um lugar violento, mas que usar algo nas pernas ou braços atrapalharia-o demais, por isto se exercita todos os dias, pois prefere confiar na velocidade dos músculos que na força deles. Ka obviamente preferia o contrário, Teobald diz que é a diferença entre o caminho militar (força) e o marcial (destreza), nenhum dos dois era ruim, mas algumas pessoas se adaptavam bem melhor em um, outras no outro.

    Ele também confirma também a suspeita de que o risco de morte pode fazer o dom despertar "na marra". Isto funciona tanto para magos como para espiritualistas. O porquê ele não sabia explicar com precisão, mas é como se a parte mágica e espiritual do corpo fosse mais "inteligente" que a parte física, e portanto agisse de forma mais rápida e intuitiva. Os exercícios podiam ajudar as pessoas confiar mais no próprio corpo. Para os elementistas isto podia ser ainda mais sério, já que dependiam mais do corpo, mas não podiam deixar que se perdessem o fator intuitivo por conta disto. Quanto maior a auto-confiança e algo que Kelan chama de "centro", menos se precisava contar com o risco de morte.

    Dos sentimentos, ele só poderia falar sobre a mana branca. Em Ajros a pureza é treinada nos mínimos exemplos, e muita coisa era derivado da pureza: paz, tranquilidade, amor, bondade... alguns magos branco podiam separar 27 níveis de sentimentos derivados da pureza. Os sentimentos não eram exclusivos também (até onde ele sabe), a "clareza de pensamento", por exemplo, era importante para todos os quatro elementistas, embora muito mais importante para magos do ar.

    Sobre elementos que influenciam magia, Êlane não sabia nada além do senso comum. Quanto a ter algo que pudesse ler, Êlane pergunta se Ka sabia falar Yrdok, como não sabia, então ele também não tinha nada para ajudar.

    Torre do Alquimista:
    Êlane falava de forma fraca e fácil, não se mostrava apressado, portanto Ka poderia ficar ainda um bom tempo conversando, caso quitesse, mas depois que terminasse ali, pretendia ir à Torre do Alquimista.

    Para não ficar dependendo muito de Ĥarin, Ka procura outro responsável por ali, uma diaba o atende, mas não se mostra tão disposta a perder o tempo com Ka, ela basicamente diz que a Torre não é lugar para "pessoas que não sabem o que querem". Havia O Alquimista que comandava a torre e haviam alguns alquimistas que também cuidavam de seus assuntos por ali.

    Estes "alguns" podiam fornecer trabalhos diversos para pessoas e preços que quisessem (obedecendo, claro, as regras dO Alquimista), mas em geral eram sempre serviços específicos para quem sabia o que procurava, não havia ninguém na Torre por conta de ensinar ou tirar dúvidas de neófitos. Eles até podiam vender pergaminhos com informações específicas, como fizeram com o pergaminho sobre liônio, mas para isto era preciso dizer que tipo de informação queria comprar e que algum dos alquimistas estivesse afim de lhe receber, o que não parecia ser o caso no momento.

    A diaba diz, de forma não muito delicada, que se quisesse estudar sobre algo, tinha o Templo de Piro do lado da Torre do Alquimista justamente para isto.

    NERGAL chega ao templo sem maiores problemas, a não ser a sensação estranha de que tinha alguma "coisa" atrás dele.

    O Bispo o recebe, mas quando comenta sobre a vontade de usar magia de percepção para alguém que ele não tinha certeza de quem era, o Bispo lhe corta na real:

    - A magia tem seus paradoxos, e um deles é que este tipo de magia que fala (ele comenta como se não soubesse muito sobre o tipo de magia que Tinafe tinha ensinado) não pode ser feita aqui no templo, pois a mana do templo facilita as magias que trabalham mecanismos opostos. E além disto, não tem como identificar algo que não se sabe exatamente o que é, não com segurança!

    Sendo um wanamko, eu levarei sua intuição a sério, mas o que posso fazer é instruir alguns de nossos magos e espiritualistas a ficarem atentos. Muitos deles conseguem identificar distúrbios no Planos Mágico e Espiritual, neste caso avisarei se descobrirem algo. Porém não prometo nada, pois se não fosse um wanamko eu nem me preocuparia com isto.


    Nergal teria de se contentar com a promessa, por enquanto. Ele pergunta sobre Niréia, e recebe indicações de onde ela provavelmente estaria.

    Ele a encontra numa loja, observando atentamente alguns cristais.

    - Oh, Anesmá!

    - Anesmá, mestra!

    - Estou observando algumas pedras. Dependendo de como as usemos, elas podem ajudar focalizar ou acumular magia. Mas provavelmente veio atrás de mim procurando algo...

    Nergal explica. Niréia pensa.

    - Quando se desperta o dom, nossa aura reage a qualquer coisa que interfira nela. Isto acontece até com os quietos, embora neles a percepção é 100% instintiva. Isto pode ser treinado, embora esteja na parte mais passiva da magia, e portanto a mais difícil de ser treinada. Outro problema é que, aqui em Dafodil TUDO pode ser considerado hostil para sua aura, até mesmo ondas de energia residual que poluem o ar imperceptivelmente e são resultado do "lixo" energético de toda a cidade. Isto já me deu dor de cabeça às vezes, e a Níron mais ainda.

    Eu suponho que, como wanamko, isto pode lhe atingir de forma maior. Mas nunca trabalhei com nenhum wanamko antes e tudo que posso dizer é muita suposição mesmo. Tente me dizer, com o maior tipo de detalhe que puder, precisamente qual foi a sensação que teve.
    Dycleal
    Antediluviano
    Dycleal
    Antediluviano

    Mensagens : 4097
    Reputação : 99
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Dycleal em Dom Maio 19, 2019 9:34 pm

    Nadhull está bem, senti-se forte, porém com muito pouca disposição, exceto para transar e comer e ele acha estranho isto e medita sobre a fala da súcubo Nacha, a sua declaração sobre a troca de energias, sob a ótica dela foi interessante e sabia que ela ficara impressionada pois a magia branca fluindo com segurança no corpo dela era algo novo e provavelmente prazeroso, porém deve ter amplificado a sua ganância por poder e ele não podia confiar nele de maneira alguma e com certeza ela logo ampliaria os seus encantamentos mentais sobre ele, precisava ganhar tempo e fora isto que tentara obter fingindo estar empolgado com a proposta de ser o seu consorte e não um mero escravo e que precisava meditar para absorver aquela nova ideia e entender os planos de domínio, o que ele falara colocando um brilho que simulava interesse no olhar, mas precisava se prevenir e se fortalecer.

    O incubo pediu um tempo de meditação e disse que depois queria conhecer a sua nova área de domínio da sua amada e queria conhecer as suas novas escravas para infundir seu poder entre as coxas delas e ver a qualidade do material que ia dispor e observou a reação que isto provocava na súcubo e com alegria observou uma ligeira pertubação no seu semblante, notando que realmente atingira e surpreendera a sua nova "mestra" e enquanto meditava, começou a fazer exercícios de circulação da sua energia, e mesmo ela não estando abundante, sentiu-se mais forte com isso e levantou algumas barreiras mentais para si, pois sabia que NAcha iria aumentar o espectro do seu domínio sobre ele pois ele sentia este poder sobre ele e também entendia que concordar e achar as falas da demônio coerentes, já era um grau razoável de poder de domínio e por isso não podia subestimar a sua oponente.

    E continua seu plano de ganhar tempo para recuperar o máximo de energia e fazer o jogo do deslumbrado com a ideia de ser um consorte da mestra e quando se opor, ser um ato de surpresa e com esta vantagem ter êxito na sua liberdade e Nadhull usa toda a manha que aprendeu quando era um demônio escravo e age como se fosse um e sente as suas forças gradativamente voltando e manipula seus sentimentos para potenciar suas energia de Wanamko e suas proteções mentais estão cada momento mais robustas e concentra-se nestas ações a que se propôs. E pensa em como tentará ganhar tempo com o passeio na sua nova área de domínio e com o sexo com as escravas da sua consorte.
    Conteúdo patrocinado


    Dia de treino - Página 6 Empty Re: Dia de treino

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Jul 16, 2019 3:51 pm