Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Wordspinner em Sex Maio 01, 2020 7:53 pm

    Irraka é ótimo. Mas na verdade todos os augúrios são. Mas é maravilhoso ouvir que pode ser que tenhamos um irraka.
    Bravos
    Antediluviano
    Bravos
    Antediluviano

    Mensagens : 4387
    Reputação : 333
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Bravos em Sex Maio 01, 2020 8:17 pm

    Normalmente eu sempre joguei de galliard, que é o antigo paralelo do cahalith, então talvez mude um pouco os ares, talvez elodoth
    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Wordspinner em Sex Maio 01, 2020 8:29 pm

    irraka e elodoth. Bom demais.
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7294
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Dycleal em Sex Maio 01, 2020 9:58 pm

    Eu ainda estou bem dividido kkkkk
    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Wordspinner em Sex Maio 01, 2020 10:56 pm

    Me conta, em dúvida entre quais? Very Happy
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7294
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Dycleal em Sex Maio 01, 2020 11:45 pm

    Rahu e Ithaeur
    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Wordspinner em Sab Maio 02, 2020 11:07 am

    Talvez ler o Juramento da lua ajude. Um rahu sempre vai ser julgado pelo juramento da lua. Por si mesmo e por todos os outros. De todos os augúrios ele é o que mais vai ser chateado e torturado com isso. Agora o ithaeur vai estar sempre sendo procurado pelos espíritos. provavelmente até quando seus companheiros ou outras alcateias são o problema. Já olhou o juramento ?
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7294
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Dycleal em Sab Maio 02, 2020 11:23 am

    Juramento da lua? Não li não. Onde o acho?
    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Wordspinner em Sab Maio 02, 2020 12:13 pm

    URUM DA TAKUS —
    THE WOLF MUST HUNT (O lobo tem que caçar)
    No werewolf can transgress against this tenet, for it is the
    beating heart of his existence. The People hunt. They revere
    Siskur-Dah as their most holy purpose. To them, it is not just a
    way of life; the hunt is life. It is Father Wolf’s greatest legacy.
    Only werewolves can hunt like Urfarah once did. Every pack
    has its own rituals of the hunt, as does every Ghost Wolf.
    Like any religious law, this tenet is a point of contention
    among rivals and enemies. A pack’s solemn duty is to hunt,
    whether things of flesh or spirit or both. Failure to do so
    causes other packs to doubt the pack’s commitment, using it
    as an excuse (real or feigned) to move on its territory. Bloody
    clashes under the moon usually follow, threatening the sanctity
    of the Oath’s next most important clause.


    IMRU NU FIR IMRU —
    THE PEOPLE DO NOT MURDER
    THE PEOPLE (O Povo não mata o Povo)
    A subject of many tribal debates and heated blood feuds,
    this tenet says that murdering other Uratha is a grave sin. It is
    both specific and ambiguous, which of course only adds to the
    confusion. Most agree the law makes it taboo to kill anyone
    with the blood of the Wolf except at great need. Many Uratha
    think of Wolf-Blooded and human pack members as part of
    the People, and thus their lives are equally sacred.
    Nearly as many interpretations of this law exist as there are
    packs in the world. Open challenges of dominance resulting
    in accidental death might be considered acceptable to some,
    while murder of an unaware victim is a heinous crime. Lunes
    offer little help interpreting the law, their words every bit as
    contradictory as clashing Forsaken beliefs.
    Most werewolves assume that beating another werewolf
    is acceptable within the Oath. Slaying a defeated foe is
    murder. Killing when unnecessary — whether
    prey or fellow werewolf — is a sin, especially
    when the victim is one of your own kind.
    Elodoth argue with their packs and with one another about
    whether or not the law includes the Pure Tribes. Some Pure
    seem to believe that killing Forsaken is taboo, although torture
    doesn’t violate the law. Likewise, some Forsaken refuse to kill
    the Pure except when the Pure would murder them, and even
    then sing their lament to wolf and moon.


    SIH SEHE MAK; MAK NE SIH —
    THE LOW HONOR THE HIGH;
    THE HIGH RESPECT THE LOW (O baixo honra o alto, o alto respeita o baixo)

    Uratha are intimately familiar with dominance and
    submission. Many humans and spirits feign distaste at the
    idea, but they, too, abide by hierarchies. The world simply
    won’t allow equality for everyone, and the Forsaken know it.
    If the prey is stronger than the pack, the pack must bring it
    to its level. If one pack is stronger than another, the stronger
    will wins out. It is the law of the wild. Younger werewolves
    with heads full of pride rebuke the authority of the elders.
    They feel the elders enforce this law, or perhaps made it up
    entirely, simply to wield power. In turn, the elders bear their
    scars, sing of their bloody glories, and take what they feel is
    their due. Wise elders know that the second half of the clause
    demands they show respect for pups and young hunters, and
    afford their less experienced kin that respect. Even the old
    and strong can have their throats torn out by angry pups.
    Attitudes toward this law vary within protectorates. In
    some, elders are given proper deference both for their ability as hunters
    and their wisdom as Forsaken.
    Some grow cruel or brutal. They fall out of balance and meet their
    ends at the claws of the oppressed. Some keep young werewolves in line when even the Oath can’t always guide them.
    All respect the Firstborn and the ways that the Forsaken have
    followed since prehistory. If wise elders know that they should
    respect the young hunters, then wise pups know to respect the
    scarred veterans for their knowledge and prowess.


    NI DAHA — RESPECT YOUR PREY (Respeite a sua presa)
    Humans long ago abandoned this law and suffer for it.
    Werewolves fully know the dangers of imbalance. Their ability
    to hunt suffers. Their territories fall into decline. They grow
    weak, as did Urfarah in his final days, and soon meet their ends.
    Wisdom teaches that werewolves should respect their
    prey. Strong prey shapes strong predators, and vice versa. It is
    a precarious balance. A pack that kills callously gains enemies
    among spirits who see them as cruel barbarians. Indifference
    to the deaths of animals and spirits leads to losing respect for
    the hunt itself. A true predator kills out of necessity, not mere
    desire. Respect your prey, and it in turn respects your place as
    its predator. Spirits lash out at needlessly vicious werewolves,
    but those who properly respect the hunt earn the Shadow’s
    begrudging respect as a necessary part of the natural order.
    Even the most selfish spirits can recognize the honor and
    savage nobility of the Uratha.
    Some Uratha take this a step further. When one of these
    werewolves kills a deer, she understands that the animal has
    given its life that hers can continue. She respects the weight of
    the act. For most, killing is simply about necessity. Creatures
    like the Hosts and Claimed must be killed before they kill
    werewolves in turn. Respecting your prey means respecting
    the need for werewolves to hunt it. These creatures are deadly
    monsters in their own right.
    Even humans are not exempt from Uratha predation,
    something which younger werewolves often have difficulty
    grasping. Humans can be prey, and in many cases must be,
    though the Oath forbids consumption of human flesh. Older
    werewolves, and those who quickly take to their roles as the
    ultimate predators, feel no more remorse for killing humans
    than they do for any other creature. Merciful werewolves might
    warn humans off first through various terrifying means. Just
    as many kill them as readily as they would their next meal.


    NU HU UZU EREN —
    DO NOT EAT THE FLESH OF MAN
    OR WOLF (Não coma da carne do lobo ou do homem)
    The act provides power and pleasure, a rush of Essence
    and a perverse satisfaction of basest urges. It is a surrender of
    honor and control, and no meat is sweeter upon the tongue of
    a hungry werewolf. The rush of power is too much, though.
    To a werewolf, eating her own kind, or her close kin, is a grave
    temptation that also drags her closer to the spirit than the flesh.
    Forsaken lorekeepers have long wondered at the truth
    of the matter. This clause is one of the oldest and certainly
    the clearest. Some Uratha then wonder if the temptation has
    always existed, deliberately left by the mad moon-goddess —
    or born in Father Wolf’s death at the claws and teeth of his
    own progeny. Perhaps it is an eternal reminder of that grave
    act. Whatever its origin, it remains a temptation and a threat
    to a werewolf’s soul. In the throes of Kuruth, even the most
    disciplined Uratha might devour her kill — and remember
    the taste through the mists of Rage. No werewolf is safe from
    this temptation, even those who have never tasted the power
    of the sweetest meats.



    NU BATH GITHUL —
    THE HERD MUST NOT KNOW (O rebanho não deve saber)
    Werewolves are mightier than any human, but not invincible. Angry, determined humans threaten even a pack.
    Guns and bombs quickly even up the score, and those few
    hunters capable of standing against the Uratha know some of
    their weaknesses. Younger werewolves laugh at the thought,
    thinking themselves immortal. This law protects against
    that headstrong thinking; it was born of a need to protect
    werewolves, not humans. A large-scale war between humans
    and werewolves would end badly for the werewolves. Even if
    the Uratha won a protracted war against their human kin,
    the results would devastate the world.
    Cunning werewolves stick to the shadows, hunting at
    night or across the Gauntlet. While it’s easy to dismiss “Bigfoot sightings” and isolated animal attacks, danger follows
    increased scrutiny. Werewolves already face enough challenges
    on the hunt.



    URATHA SAFAL THIL LU’U —
    THE URATHA SHALL CLEAVE TO
    THE HUMAN (O uratha deve se apegar a humanida)
    Uratha mate among themselves and humans. They count
    humans among their packs, including the Wolf-Blooded.
    While they feel kinship with wolves, they crave socialization
    among humans. It grounds them, keeps them in touch with
    humanity, helps them maintain balance. Werewolves cannot
    forsake their human sides, lest they become remorseless monsters as selfish as spirits.
    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Wordspinner em Sab Maio 02, 2020 12:47 pm

    Sombras Descarnadas

    Essa história é verdadeira. Depois da morte de Pai Lobo, quando os destituídos estavam espalhados como grãos pela terra e caçados pela carne e pelo espírito. Uma grande hoste saída da sombra persegue nossos ancestrais sem misericórdia. Saindo de espelhos para nos matar, viravam homens das cidades e bestas do campo contra nós e não havia nada que pudéssemos fazer contra eles. Em desespero nosso ancestrais procuraram Kamduis-Ur, através das profundezas do segundo mundo a lugares onde os mortos não dormem e muito pior. Por fim a encontraram e imploraram por sua ajuda. A Loba da morte disse que a deles, seria uma estrada difícil e ingrata, mas todas as dívidas seriam pagas e todas as contas balanceadas no fim. Dessa história tiramos nosso juramento “Pague cada espírito o que lhe é devido”


    Apelidos: Buscador (na tribo), Espectros (Entre os destituidos, Informal as vezes derogatorio), Amarradores (Entre espíritos e Puros)
    Conceito: Cartógrafo do segundo mundo, exorcista, facilitador do oculto, explorador do submundo, aquele que fala com os mortos, caçador de demônios, procurador de antiguidades.

    Dons: Death, Elements, Insight

    Renome: Wisdom (sabedoria)

    Estereotipos

    Blood Talons: O que você faz quando garras e presas não são o bastante?

    Hunters in Darkness: Nosso objetivo é o mesmo, mas eles têm uma visão estreia e nós ampla.

    Iron Masters: Harmonia tem duas faces, irmãozinho.

    Storm Lords: Porque se ancora em carne ao invés de pedra, a presa é sua? Nem fodendo.

    Puros: Quão fácil é se tornar um escravo...

    Spirits: Vamos fazer um acordo.

    Mages: Seu conhecimento é nascido de livros e lógica. O que eles sabem de sangue e ossos?

    Na caçada: Um típico sombra descarnada caça mais como uma investigação. A não ser que o caçador já conheça sua presa, até descobrir o que ela é pode ser um desafio. Nenhum sombra descarnada quer ser surpreendido por um anjo máquina enquanto esperava um espírito de letargia. Até quando a natureza da presa é aparente, desvendar duas proibições e flagelos requer cuidadosa observação e pesquisa diligente - ambas especialidades dos sombras descarnadas. Armados com conhecimento, os caçadores garantem que o abatedouro esteja preparado e que os presságios sejam positivos. Quando a presa finalmente sente as mandíbulas da armadilha se fechando. É tarde demais. Mesmo quando caçando outras presas os sombras descarnadas tem uma habilidade quase sobrenatural de descobrir suas fraquezas. Seja a incapacidade de um vampiro cruzar água corrente ou qual segredo usar para chantagear um senador. Eles, de alguma forma, sabem exatamente onde por a faca e o quanto torcer.

    Fora da caçada: Graças a sua grande conexão com o segundo mundo e com os estranhos limites do mundo das trevas, os sombras descarnadas são mais propensos a pensar magicamente o seu dia a dia. Quase todos eles tem pequenos rituais, presságios de sorte ou azar e carregam encantos e talismãs de proteção. Até aqueles que não tem proibições reais acabam por demonstrar estranhos tabus e aversões.

    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Wordspinner em Sab Maio 02, 2020 12:49 pm

    Aqueles que caçam nas sombras


    Essa história é verdadeira. Depois da morte de Pai Lobo, quando os destituídos estavam espalhados como grãos pela terra e caçados pela carne e pelo espírito. Hostes de corvos, ratos, aranhas e caranguejos eram uma praga descontrolada que sujava o mundo. O Povo ainda não entendia o dromo. Em desespero, um jovem caçador, cujo nome se perdeu no tempo uivou uma prece ao maior caçador entre os primogênitos. Hikaon-Ur, o lobo negro, respondeu. Ela mostrou ao jovem caçador os mesmos truques que mostrou a seu pai. Assim a alcateia do jovem caçador, com a ajuda de Hikaon-Ur, afastou os sharta, as hostes. Dessa história tiramos nosso juramento “Não permita que lugares sagrados do seu território sejam violados.”

    Apelidos: Fantasmas (entre os destituídos), retalhadores ( casual), Filhos d’Ela(dentro da tribo, coletivo), perseguidores (entre espíritos e puros)

    Conceitos: Perseguidor, Historiador local, líder da patrulha da vizinhança, Especialista em segurança, Explorador urbano, exterminador.

    Dons: Nature, Stealth, Warding (proteção)

    Renome: Pureza

    Estereótipos

    Blood Talons: Violência é só o fim da caçada, irmão.

    Bone Shadows: Se sangrar, eu mato. Se não, você mata.

    Iron Masters: Eu respeito o que vocês fazem. Porra, não entendo mesmo, mas respeito.

    Storm Lords: Parece que se você tem que estoicamente suportar isso tudo, alguma coisa já deu muito errado.

    The Pure: Heh. Heheh. Hahahaha!

    The Hosts: Não toco nesse assunto com vocês.

    The Fae: Não é nada justo quando a presa pode alterar o terreno a sua volta.

    Na caçada: Suas caçadas são as que mais se parecem com histórias de lobisomem do ponto de vista do humano. A alcateia persegue a presa com cada membro o guiando para o abatedouro selecionado. Esse, pode ser qualquer coisa desde um lugar sagrado a um porão mofado, mas sempre tem um significado espiritual para a alcateia. Mesmo quando não estão caçando Sharta, aqueles que caçam nas sombras tem um talento sinistro pra para controlar as rotas das presas. Eles são mestres em guiar a caçada por becos e trilhas. Dentro do próprio território, esses caminhos são semeados de armadilhas arquitetadas para atrasar, aleijar, e mais importante de tudo, deixá-los em pânico: Ganchos pendurados em correntes, poços com estacas, armadilhas de urso e até caltrops afiados. Essas armadilhas não imaginadas para serem fatais, pois o golpe final é sagrado.

    Fora da caçada: O comprimento mais comum entre aqueles que caçam nas sombras é “Ni-zu tag?” que traduzido literalmente seria “O que tem caçado?” Os meninna não tem, realmente, um modo fora da caça; quando não estão atrás de uma presa estão procurando a próxima.


    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Wordspinner em Sab Maio 02, 2020 2:15 pm

    Mestres do Ferro

    Essa história é verdadeira. Depois da morte de Pai Lobo, quando os destituídos estavam espalhados como grãos pela terra e caçados pela carne e pelo espírito. Sagrim-Ur se alegrava, pois nada seria o mesmo novamente. Mas enquanto ela corria pelo mundo se deleitando com todas as novidades maravilhosas, ela ouviu um uivo pequeno e penoso. Era um dos mestiços, filhos de pai Lobo, que uivava seu luto para a noite. “Irmãozinho” Disse Sagrim-Ur “Porque lamenta?” o lobisomem respondeu “Eu lamento pela minha família e pela família de todos onde eu vivia. Estão todos mortos. Os espíritos do céu os sufocaram e os espíritos da água os afogaram e os espíritos de suas próprias lanças os atravessaram. Então Sagrim-Ur entendeu que a mudança nem sempre é boa. Dessa história tiramos nosso juramento “Honre seu território em todas as coisas”


    Apelidos: Gardiões (Dentro da tribo), Tratador(derogatorio fora da tribo, informal na tribo), Provocadores (entre espiritos e puros).

    Conceitos: Lenda urbana encarnada, Futurista teimoso, Coach do fim do mundo, advogado do sindicato, Engenheiro civil /Geomante, caçador de assassinos em série, Diplomata sobrenatural.

    Dons: Knowledge(conhecimento), Shaping(moldar), Technology

    Renome: Cunning (sagacidade)

    Estereótipos

    Blood Talons: Quando esses caras chegam na cidade é como jogar uma colina num lago, nada de ondinhas. Tsunamis.

    Bone Shadows: Se ta enterrado e esquecido a mil anos. Como isso pode ser maneiro?

    Hunters in Darkness: Faça novos amigos, mas mantenha os antigos. Um é prata, mas o outros é… quer saber? Essa rima é uma merda.

    Storm Lords: Mano, era pálido e bebia sangue! Como, diabos, eu ia saber que era um cara possuído por uma sangue-suga?

    The Pure: Tão anos 2000… antes de Cristo.

    The Created: Pode não parecer, mas eles são problema. Um deles põe a cara no seu território e tu pega logo as tochas e os camponeses putos.

    Na caçada: Como aqueles que caçam nas sombras, os mestres do ferro são muitos focados em seus próprios territórios. As duas tribos se diferem no proposito por tras disso. Os Meninna caçam para vingar violações e destruir os responsáveis. Enquanto os Farsil Luhal(mestres do ferro) são mais proativos. O mestre do ferro procura por caçadas que vão melhorar seu território, desenvolvem um plano de ação e o executam. Às vezes a caçada do mestre do ferro nem parece uma caçada: Os filhos do Lobo Vermelho estão tão confortáveis invocando a caçada sagrada (Siskur-Dah) para bloquear uma nova lei quando para destruir um culto de adoração espiritual. Até quando não estão caçando sua presa favorita eles tem um talento especial para virar os aparatos da humanidade contra o seu alvo. Eles sabem em qual banco cortar o dinheiro da sua presa( e quando fazer isso para o maior efeito possível), quem subornar para condenar o esconderijo do alvo e prender seus capangas e por aí vai. Não importa sua força sobrenatural, se um mestre do ferro está atrás de você, é melhor fugir para um deserto e torcer para algo novo distraí-lo.



    Fora da caçada: Os mestres do ferro são tenazmente inquisitivos - Não como os sombra descarnadas que procuram por conhecimento esquecido e verdades secretas. Mas eles são fascinados por como sistemas complexos respondem a novos estímulos. Eles são igualmente fascinados pela psicologia humana e biologia evolucionária e sempre que uma grande mudança ocorre, pode ter certeza que os mestres do ferro estarão lá para ver como as coisas mudam.

    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Wordspinner em Sab Maio 02, 2020 3:20 pm

    Senhores das tempestades

    Essa história é verdadeira. Depois da morte de Pai Lobo, quando os destituídos estavam espalhados como grãos pela terra e caçados pela carne e pelo espírito. Um caçador esperto perseguia um monstro. O monstro era mais forte que o caçador, mas o caçador resistiu a seus golpes, mesmo que ele tenha rasgado a sua carne e derramado seu sangue. O monstro era mais rápido que o caçador, mas quando o monstro parava para descansar o caçador prosseguia. Mesmo com seus músculos doendo e seus ossos cansados. Por fim a perseguição seguiu até uma grande montanha, onde amargos ventos congelantes atrasaram a presa para que o caçador a alcançasse. Após uma grande batalha a presa estava morta. Mas o caçador mortalmente ferido. Nessa hora, Skolis-Ur emergiu de seu covil atraído pelo som da batalha. Eles se oferece para atar as feridas do caçador, mas ele recusa e as enche de neve para diminuir a dor. Ele se oferece para carregá-lo montanha abaixo, mas ele recusou e começou o caminho tortuoso sobre suas próprias patas. Quando o caçador não podia mais andar, ele se oferece para findar sua dor. Mas ele recusa e agoniza por um dia e uma noite antes de morrer. Quando seu espírito deixou seu corpo, Skolis-Ur curvou sua cabeça em respeito e disse “Aqui há um verdadeiro herdeiro de Urfarah” É dessa história que tiramos nosso juramento. “Não permita que ninguém veja ou ampare sua fraqueza.”
    Apelidos: Herdeiros de Urfarah (Dentro da Tribo), Bastardos frios (Entre os destituidos, informal/derogatorio), Uivadores(entre espiritos e puros).

    Conceitos: Amantes do extremo, Conselheiro familiar, guru espiritual, Lobo solitário, exorcista.

    Dons: Evasion, Dominance, Weather(clima)

    Renome: Honra

    Estereótipos

    Blood Talons: Matar era somente um dos deveres de nosso Pai.

    Bone Shadows: Cace seus fantasmas, irmão, mas quando eles andarem com carne, você deixa a caça para nós.

    Hunters in Darkness: O escuro e o frio andam lado a lado.

    Iron Masters: Você anda com o rebanho— Mas não esqueça quem és.

    The Pure: Eles são crianças negligenciadas lutando por atenção.

    Sin-Eaters: Possuído pelos mortos ainda é possuído.

    Na caça: Como os sombras descarnadas os senhores da tempestade devem estar preparados para qualquer coisa na caça. Os poderes de um adolescente possuído por um espíritos de temeridade são muito diferentes dos poderes de um velho possuído por um espírito de assassinato. Senhores da tempestade preferem agir com cautela e coletar o máximo de informação que puderem sobre a presa antes de investirem para a matança. Quando possível eles empurram a presa para ambientes extremos que a debilitam antes de a matarem. Um espírito de fogo levado até um frigorífico, um possuído por um espírito de deserto levado até um aquífero. Até quando não estão caçando os possuídos eles conseguem ver os pontos críticos: o fraco de vontade, o isolado, o vulnerável, o tipo de pessoa que precisa preencher aquele vazio dentro de si. Senhores das tempestades são peritos em encontrar essas pessoas orbitando sua presa, eles sentem o cheiro da sua necessidade e não tem nenhum pudor em usá-la.

    Fora da caça: Um senhor da tempestade atoa é um senhor da tempestade falhando com a sua tribo. Se o mote dos mestres do ferro é “Adapte-se ou morra”, o dos Iminir seria “Aprimore-se ou pereça”. Eles precisam ser melhores para que possam ser dignos do legado de Mãe Lobo e da patronagem de Skolis-Ur. Esse aprimoramento pode tomar muitas formas. Desde desenvolver as habilidades de um caçador a se jogar em situações perigosas para ver se eles sobrevivem. De todas as tribos os senhores da tempestade são os mais propensos a sair para a caçada sem sua alcateia. Se sobreviver, se provaram dignos do Lobo do Inverno. Se não, talvez o próximo senhor das tempestades o seja.


    Igor Hit
    Forasteiro
    avatar
    Forasteiro

    Mensagens : 1
    Reputação : 0

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Igor Hit em Sab Maio 02, 2020 3:27 pm

    olá queridos amigos!
    mais um companheiro de matilha se apresentando!
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7294
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Dycleal em Dom Maio 03, 2020 11:40 am

    Que achou das minhas escolhas? Lendo o juramento e um pouco da história
    Faor
    Tecnocrata
    Faor
    Tecnocrata

    Mensagens : 319
    Reputação : 10

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Faor em Dom Maio 03, 2020 12:06 pm

    Imagino que o próximo passo seja escolher a Tribo e nisso eu estou meio perdido.

    Estou tendendo aos Garras de Sangue, mas gostei também dos valores dos Aqueles que caçam nas sombras e dos Senhores das tempestades. Desses dois eu fiquei em dúvidas sobre quais sobre o que eles caçam.
    Dycleal
    Semi-Deus
    Dycleal
    Semi-Deus

    Mensagens : 7294
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Dycleal em Dom Maio 03, 2020 12:30 pm

    Tribo também fiquei em dúvida entre 3 kkkkkk
    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Wordspinner em Dom Maio 03, 2020 12:37 pm

    @Dycleal não existe escolha ruim com augúrio. Rahu sempre adiciona conflito. Sempre. a próxima coisa que eu vou colocar são os renomes. São mais um guia de valor moral entre os lobisomens. o principal de rahu é a pureza. que liga ele mais que os outros ao juramento.

    O ithaeur é sensacional também. é o que explora mais profundamente a sombra( o segundo mundo, o hisil, é tudo o mesmo lugar). é fundamental em lutar contra a metade mais perigosa dos inimigos dos lobisomens. O personagem ithauer tem mais desculpas pra fazer coisas estranhas e ter manias esquisitas tb o que é legal.



    @Faor os garras sangrentas tem como presa favorita outros lobisomens. Mas é pecado? Sim também. É contraditório e gera atrito, sim. Mas é melhor ter um garra de sangue do seu lado quando os puros baterem na porta. A não ser quando eles vem pegar um dos seus companheiros de alcateia para matar o cara.

    Os sombras descarnadas caças os espíritos. essa é a presa favorita deles. e mortos e fantasmas. Mais as criaturas do efêmero.
    Os senhores da tempestade caçam os possuídos. Pessoas ou coisas ( um vampiro pode ser possuído? sim, claro, um lobisomem tb) mesclados a um espirito numa criatura terrível cheia de poderes mais alienígenas ainda que quando morre libera um espirito muito puto.
    Faor
    Tecnocrata
    Faor
    Tecnocrata

    Mensagens : 319
    Reputação : 10

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Faor em Dom Maio 03, 2020 1:03 pm

    Beleza, estou confirmando sobre os garras sangrentas e já ajudou deixando claro que a "escolha" de caça deles é útil mas contradiz o juramento, ok!

    Agora, vc falou um pouco sobre um tribo que eu já tinha pulado fora, os sombras deacarnadas. O que me diz dos Aqueles que caçam nas sombras? Curti a proteção territorial deles, mas o que eles caçam?
    Wordspinner
    Troubleshooter
    Wordspinner
    Troubleshooter

    Mensagens : 814
    Reputação : 27

    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Wordspinner em Dom Maio 03, 2020 1:30 pm

    CUNNING (sagacidade)

    Uratha caçam coisas maiores que eles.
    Eles nem sempre podem ganhar com força bruta ou números maiores.
    As vezes eles pura criatividade e planejamento esperto salvam o dia.
    Sagacidade, o renome do irraka e dos mestres do ferro, governa esses comportamentos.

    Atos de Sagacidade: Se infiltrar no ninho do inimigo,
    atrair a presa para uma armadilha,
    convencer um parente dos puros a grampear seu território,
    convencer um espirito a aceitar um acordo desbalanceado,
    usar brechas legais para conseguir direitos sobre um território,
    provar que não precisa ser feito ao invés de faze-lo
    e atrair um espirito para longe de um locus.


    GLORY

    Uratha se mantem firmes e lutam até seus músculos rasgarem.
    Eles fervem em fúria épica, se lançam na batalha e permanecem no fronte mesmo contra ameaças esmagadoras.
    Glória, o renome dos Cahalith e Garras sangrentas, reflete esses comportamentos.

    Atos de glória:
    Derrotar um inimigo superior,
    enfrentar uma ameaça esmagadoramente maior (ganhando ou não)
    atrasar um inimigo assustador para que inocentes se salvem,
    enfrentar um uratha em kuruth
    participar de uma missão suicida (Com a intenção de sobreviver) para contar a história,
    desafiar um líder uratha


    HONOR

    Os destituídos não lutam porque precisam, mas porque é certo.
    Um lobisomem poderia abandonar seu dever ancestral e arranjar um lugar para se esconder.
    Um honrado uratha agarra seu papel com orgulho como juiz e pastor.
    Honra, o renome dos elodoth e dos senhores da tempestade comanda esses comportamentos.

    Atos de honra: Agir como uma parte neutra quando um companheiro de alcateia é julgado por alguém de fora,
    ser mediador em uma disputa dentro da alcateia,
    se submeter a julgamento,
    restituir uma vitima de sua transgressão,
    anunciar um ataque antes dele acontecer,
    tentar diplomacia com rivais,
    diminuir suas habilidades para uma luta justa,
    se manter honesto mesmo quando isso poderia prejudicar sua alcateia,
    ceder território para urathas mais merecedores,
    se recusar a caçar um inimigo inferior.

    PURITY
    Os destituídos representam Pai lobo, Luna e os primogênitos em tudo que fazem.
    Um lobisomem cortejando a pureza adere ao Juramento da Lua excluindo tudo mais.
    Põe seu dever ancestral acima de amizades, trabalho, amor e até território.
    Puresa, o renome dos rahu e aqueles que caçam nas sombras governam tais comportamentos.

    Atos de pureza: Se sacrificar em nome do Juramento da Lua,
    mostrar respeito a um inimigo de renome mais alto,
    mostrar respeito a presas,
    manter um parceiro,
    matar testemunhas a um uratha que revelou sua natureza,
    poupar um uratha inimigo,
    não comer fora das caçadas,
    ser humilhado para manter o juramento tribal.


    WISDOM

    Os uratha favorecem a sabedoria para contrapor sua fúria selvagem.
    As vezes é melhor tomar a aproximação holística a um problema, mesmo quando o sangue do lobo grita por violência.
    Afinal, os uratha são seres metade espirito e tem respostas esotéricas para muitas questões.
    Sabedoria, o renome dos ithaeur e dos Sombra descarnadas governa isso.

    Atos de sabedoria: Fazer um acordo com um espirito perigoso,
    curar uma ressonância negativa,
    procurar a solução não violenta,
    criar um fetish,
    descobrir e explorar as proibições de um espírito,
    ajudar alguém a descobrir e merecer um dom raro,
    assegurar um território,
    criar um ritual novo,
    descobrir conhecimentos secretos,
    amplificar a essência de um locus

    Conteúdo patrocinado


    Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas - Página 3 Empty Re: Sangue sob a sombra da Lua  - (Werewolf the Forsaken 2E) 06 vagas

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Set 27, 2020 9:48 am