Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Em Heséd

    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu
    Christiano Keller
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2884
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Christiano Keller Dom Maio 09, 2021 10:29 pm

    Ka,

           A batalha era uma loucura mas Ka achava que poderia fazer alguma diferença jogando as pedras daquela forma. Os golpes com pedras são fortes e de certa forma surpresa. Se Ka conseguir derrubar alguns dos inimigos com aquelas pedras, serão menos inimigos para lutar na rampa. Por um momento Ka pensa em jogar as boas pedras do Altar, mas com tantos malucos religiosos por ali era provável que alguns deles prefiram ser arremessados do que arremessar as pedras do Altar. Então Ka pega outras pedras. Para o futuro talvez umas 10 bolotas de metal possam fazer uma boa diferença.
          A escuridão envolve a todos e ao mesmo tempo que parece uma vantagem também é um problema. Amigos podem acertar amigos, soldados escondidos tem mais vantagem em suas ações. Ao menos os soldados não verão os corpos de seus aliados caídos no chão e podem ser de qualquer um. O cheiro de sangue, ferro, sobre ao ar em poucos minutos, loco também o cheiro de excremento solto pelos mortos em batalha. O campo que parecia limpo agora está sujo de diversas formas. A missão de Ka e seus companheiros parecia desvirtuada e comprometida por aquela batalha. Seu objetivo não era lutar na guerra daquela forma. A sensação de que algo errado estava acontecendo parecia tomar conta de Ka, porém o suor não tão quente parece ter o cheiro de medo. A batalha estava acontecendo e se não ajudar agora todos irão morrer, se ajudar apenas alguns morrerão. Ka espera que os outros morram e que ainda não é sua hora.
          Ka põe uma pedra no chão e prepara o lançamento quando acha que escuta um cara falar: Joga a mãe! Então Ka fala sozinho em resposta:
          - Vou jogar a sua que é mais gorda! Ka ergue o martelo, pensa no fluxo da magia para fazer o balanço e faz o balanço com o martelo para lançar uma pedra na direção dos soldados inimigos na esperança de que derrube ou ao menos cause ferimentos em alguém. Ao derrubar um deles ali, teria feito mais pelas vidas na rampa. Porém as pessoas na rampa precisam de ajuda. Era burrice, mas Ka queria ajudar as pessoas ali. Após lançar mais um grupo de pedras com magia era a hora de lutar.
          Com uma corrida até o local da batalha Ka já vai na linha de frente tentar ajudar alguém. No entanto a sorte parece que não está mais ao seu lado.
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2097
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Leomar Seg Maio 10, 2021 6:39 pm

    Kate acha melhor deixar esta coisa de destravar os chacras na força bruta para depois, sabia como isto terminaria: com bastante dor (e possivelmente uma dose de humilhação). Não parecia a opção mais saudável no momento, usava sempre este tipo de tática com as súcubos e até funcionava, mas que tal mudar um pouquinho?

    Nos poucos minutos que esteve com aquele grupo, as respostas a suas perguntas vieram de forma indireta e seca, além disto eles já começavam a discutir entre eles ao invés de prestar atenção à novata. Aparentemente não tinha mesmo muita diferença entre demônios e humanos na parte social.

    Não conseguira muita informação sobre a guerra, mas também geopolítica não era o forte de Kate que ainda não teve tempo de estudar muito sobre. - off: se quiser contradizer esta afirmativa role História - Então sabia que Sibrah (Kate decidiu se era ele ou ela?) veio de Akvlando, mas o que as informações do continente acrescentavam a Kate?

    Tinha também duas indicações secundárias, um raizeiro e um cozinheiro, ela até passara perto do raizeiro novamente, mas não queria chegar atrasada para ser cobaia no que ela esperava ser uma técnica de "força não tão bruta". As casas ali não eram muito afastadas, então não é difícil seguir as informações de onde seria a tal aula da Corrente.

    O galpão era bem simples, quatro paredes feitas de madeira clara e um teto. Haviam oito pequenas aberturas próximas ao teto que permitiam entrada de um pouco de luz, mas as duas janelas principais estavam fechadas, o que forçava a terem de usar a luz de tochas em grandes pedestais próximos ao centro. No centro do galpão tinha uma banheira (relativamente grande, mas não muito luxuosa) e algumas cadeiras meio espalhadas dos dois lados da banheira, num canto tinha um biombo, mais algumas cadeiras, uma mesa, um tipo de quadro para se escrever com giz e alguns objetos menos importantes em cima deles, nisto se resumia o local.

    Além da Corrente - ela ainda usava a bata cinza-azulada e o lenço escondendo todos os cabelos, não dando para saber se era loira, ruiva ou careca, mas pelo menos não usava mais no rosto, podendo ver seus olhos e boca. Não tinha traços muito diferentes, era uma mulher com quase ou pouco mais de 40 anos. - haviam mais nove pessoas na sala, a Corrente fala o nome delas:

    - Bem, esta é Kate Nenomata, ela veio procurar nossa comunidade pois supostamente é uma maga rubro-celeste, mas como boa seguidora de Piro, conseguiu arrumar um jeito de anular o Sekian do Vishuddha totalmente, - Ouve-se algumas risadinhas no lugar, possíveis sinais de preconceito contra seguidores de Piro? Kate não entendera os termos técnicos que a Corrente usou - então vamos aproveitá-la como exemplo, Leyly, você fica para a próxima! - Leyly era a mais nova ali, devia ter uns 12-13 anos, e estava do lado da banheira, enrolada numa toalha. - Estas são: Ahana Cäua - pronuncia Arrana, 23-25 anos, cabelos castanhos compridos e olhos azuis - Ag'na Nenomata - cabelos pretos curtos, 23-27 anos, tinha cara (e corpo) de amazona, se não era, serviu o exército a pouco, ou só gostava de malhar - Bræno Ruĝalum - pode pronunciar Brâê-no ou Brêê-no Rudjalum, ele se destacava ali por ser o único homem e também pela altura, Kate calcula entre 1,80-1,85 - Caoilain Nenomata - Cabelos castanhos, olhos entre verde e azul, gordinha, parecia meio tímida - Fiona Finaguala - o sobrenome pronuncia gu-ala e não gua-la, mas Kate provavelmente só lembraria do nome, loira, olhos verdes, ela tinha uma cicatriz do lado do olho direito e também parte da orelha deste lado cortada, apesar de loira tinha a pele morena, seus pais deveriam ser um de Fajr-Regno e outro de Ajros - Dolfen - esta era a típica akvlandana, alta (pouco menos que Bræno), magra e com pernas longas, mais fortes do que os braços, cabelos negro totalmente lisos e o queixo em forma de triângulo, os olhos também negros seguiam levemente o ângulo do queixo, dando a ela uma beleza exótica, A Corrente não disse "Nenomata" portanto Dolfen devia ser um tipo de apelido, talvez nome de um peixe? - Daânavá Bucardei - Esta já era uma mulher típica do norte de Fajr-Regno principalmente pela pele negra, os cabelos crespos usava curtos, tinha 24-27 anos, braços fortes mas pernas finas (o contrário da anterior) - e Cerenis' Nenomata - Tirando Leyly, era a mais baixinha ali, mas Leyly tinha menos de 15, enquanto Cerenis' tinha pouco mais de 30, fazendo dela a segunda mais velha ali.

    - Estamos sem nosso elyn, então vamos ter que nos virar com esta banheira mesmo.
    - A Corrente dá uma toalha para Kate, ela entende que como vai subistituir Leyly como a cobaia da vez, era pra tirar a roupa e entrar no "elyn" improvisado. Ela se despe atrás do biombo e volta enrolada na toalha.

    - Posso entrar com a toalha? - Toalhas são normalmente usadas para se enxugar, não para se molhar, e em se tratando da magia da água, Kate já treinou com Kevla em rios e lagos, ambas nuas, mas teria de se expor direto no primeiro dia? Se fosse tradição ela não teria escolha.

    A Corrente revira os olhos, demonstrando pouca paciência com novatos: - A maioria se sente mais confortável com a toalha, ela permite contato suficiente com o elemento.

    - Mas é só pra sentir confortável. - Diz o Kito2, digo Bræno, provavelmente já pensando em trabalhar os dois primeiros chacras de Kate - Não é obrigatória de forma nenhuma, e ninguém vai reclamar se não quiser usar. Somos bem profissionais, fica até melhor.

    Kate entra enrola na toalha, e a aula começa:

    - A água e o ar são os dos elementos femininos, por isto são também os mais potentes em cura. - até fazia um pouco de sentido, apesar de Velora não ensinar nada de cura pra Kate (vai que ela nem sabia), todas que tinham dom da água que Kate conheceu eram fêmeas, Braeno provavelmente seria a primeira exceção. Já os dominantes de fogo da Corte dos Milagres eram na maioria machos, Keela era uma exceção óbvia. Entre humanas, as que conheceu não conseguiam mais do que esquentar uma panela de água com magia vermelha. - Por isto que os homens são tão fracos para doença, a mulher pode estar gripada, menstruada e com fome, mas ainda consegue arrumar uma casa, já um homem pega um resfriadinho e já fica de cama, homem doente é mais inútil que um demônio, ou olho verde em gente feia (risinhos). Como na natureza a água é o elemento que flui facilmente entre tudo, no corpo a mana da água é o que flui melhor. Quando a água passa entre pedras, ela simplesmente dá a volta, esta é a visualização mais básica e batida para dominantes de água, mas tudo que forem usar em cura vai depender de fazer a mana fluir entre as pedras do paciente. No caso você (Kate) está cheia de pedras, portanto sua função será única e exclusivamente baixar suas defesas mágicas, pois elas são as pedras no seu riacho. Você deve imaginar seu fluxo de mana sendo um riachinho correndo no seu corpo, indo da esquerda pra direita e da direita pra esquerda, mudando a cada chacra.

    A magia de cura é muito mais suave que a magia ofensiva, portanto ela causa menos dor, mas o mais importante é usar também gestos suaves e femininos em sua evocação...


    - Mas magia de cura não devia ser para ACABAR com a dor... a princípio, embora não somente? - Kate começa se preocupar.

    - Magia de cura branca pode ser, mas nem tudo é fácil. Para curar, o fluxo mágico muitas vezes precisa diluir as porcariadas que tem no seu corpo, muitas pedras. Quando se tem muita mana negra nas veias, a magia de cura pode causar enjoos e cólicas fortes. Aproveitando que você questionou sobre o ponto, tem um balde do lado da banheira, se você tiver problemas, procure não vomitar na água, pois além de nojento, teríamos de começar tudo da zero, preparar a água novamente, etc. Além da mana negra, ou no caso de alguns de vocês, a vermelha também, a magia de cura também causa muita dor quando se encontra com fatores infecciosos, pois ela tem que expulsá-los do corpo. Quando porém o problema é causado por fatores de desidratação, aí sim a magia tende a causar conforto e aliviar a dor. Porém fique feliz de não precisar de magia de cura verde, pois esta sim causa dor aguda. Já ouvi casos de pessoas que desistiram de regenerar um membro por não aguentar a dor.

    O pouco que Kate sabia sobre magia de cura aprendeu com Kevla, mas talvez as magias dela fossem indolores porque ela era alvi-celeste e não uma rubro-celeste, suas magias consistiam em purificação, entorpecimento, bênção, e uma que Kevla chamava de "magia de pulsão" onde infundia a mana no corpo de Kate através de pontos de energia nos dedos e punho, às vezes com pequenos cortes que deixou o braço de Kate com algumas cicatrizes. Além disto lembra que foi tirada da quase morte por Mortalha com mana negra e ainda era capaz de lembrar do gosto ruim que isto deixou na garganta, A Corrente falou que podia ter enjoos...

    - Bem, por ser uma bênção da grande deusa Jara, normalmente usamos gemas* em Damba ou Dutannês, que deram origem aos modernos Palla e Sella, mas podemos também usar gemas Asokay que alguns acreditam ser o verdadeiro idioma de Ýar, ou pelo menos bem p´roximo disto.

    * Gema em magia são componentes, neste caso palavras mágicas ou mantras ou semelhantes, mas gemas podem ser também gestos, objetos ou mesmo algo mais subjetivo como dogmas.

    A Corrente começa fazer movimentos sinuosos com as mãos perto da corpo de Kate, do cóccix para a cabeça, declamando: Alilama ma madaia. Li-la-ma lelama taia. A-alilama ma-madaiataia... Alilama ma madaia. Li-la-ma lelama... os outros começam repetir com ela, pequenas e finas linhas de luz azul podiam ser vistas em volta dos dedos e braços da Corrente, as vezes ela corrigia um ou outro "Daânavá, é taia, não traia, quase não tem r em Asokay, Ag'na, atenção na cadência, é importante"

    - Temos que prestar atenção aos pontos de energia, quando temos problemas de bloqueio, normalmente temos problemas perto das glândulas que ficam perto deles, nos homens os testículos ficam quase junto do Muladhara, nas mulheres os ovários estão mais próximos do Svadhisthana, você já parece ter problemas aqui. - a mão da Corrente estava bem no local onde Kate levara uma facada, se estivesse sem toalha veriam a cicatriz - depois tem os nefros, perto do Manipura, e por sinal os seus também não estão dos melhores, depois temos o Vishuddha que é um ponto crítico de fluxo, e claro que é seu problema principal, e a glândula principal está no Ajna, quase no fim da Kundalini.

    Kate não entendia metade do que a Corrente falava, talvez só Kundalini, que ela já ouviu muito Velora falar sobre Kurdal-i, que se for a mesma coisa, representa a coluna mágica que fica em volta da coluna vertebral e termina no cérebro.



    (off: se quiser pode fazer um rápido resumo do que sabe sobre cura pra Corrente, e levantar algumas questões, depois rola misticismo pra ver quanto você consegue baixar sua proteção mágica para permitir a magia dela no seu corpo.

    19-20 - Fudeu tudo, você tem tremores, tontura, e mesmo que consiga alcançar o balde a tempo, a água fica cheia de uma gosma preta. A corrente diz que você não reestabelecerá seus poderes mágicos tão cedo, rola 1d12 para ver o mínimo em semanas que vai demorar com muito trabalho.

    18 - Seu bloqueio é forte e ainda vai demorar um tempo para dissolver isto. Rola 1d8 para ver o mínimo em semanas que vai demorar com muito trabalho. Você acaba vomitando na banheira e tendo fortes dores. Além do vômito, algumas coisas pretas, parecidas com larvas, aparecem na água, A Corrente chama isto de "miasmas".

    16-17 - Não há muito progresso (visível pelo menos), você se sente enjoada (rola 1d12, se der mais de 5 vou consegue não vomitar), apesar de estar dentro da água você sente sua pele estranha, como se tivesse uma camada de óleo em volta, aparecem alguns miasmas na água também. A Corrente diz que você ainda tem muita energia densa e energia negra no corpo, ela vai ver depois o que terão de fazer pra ir diluindo isto, mas nos próximos dias já é certo que não poderá nada de álcool, nada de carne, nada de sexo, sal e açúcar regrados, a água que beber tem que ser abençoada ou mágica (várias pessoas sabem preparar água mágica, tem até lugares especializados em vender isto), três banhos por dia, seções de meditação, e ela ainda vai avaliar mais algumas coisas.

    15 - Você ainda se sente bem, alguns lugares, como na cicatriz que tem no abdômen e qualquer outro que você possa achar que pode estar infeccionado/inflamado causam uma dor pulsante, sente um pouco de enjoo também (rola 1d12, com 1 ou 2 acaba vomitando), apesar disto a Corrente diz que boa parte do problema é sua defesa mágica, que você não aprendeu a reduzir, o que é ruim "mas nem tanto".

    14 - Você sente pequenos arrepios causados pelo fluxo tentando se reestabelecer, porém ainda tem muitos problemas (energia negra, energia densa, defesa mágica, baixo magnetismo espiritual, etc.) A Corrente diz que vai demorar um pouco para recuperar suas capacidades (rola 1d4) e diz que tem pelo menos três pontos para trabalhar. Você pode escolher trabalhar o fluxo de baixo para cima, primeiro com o segundo chacra (ovário) e seguir o caminho natural da Kundalini, que é mais natural em cura, mas isto vai demorar um pouco mais. Ou pode escolher desbloquear os chacras superiores mais prejudicados, isto pode ser um pouco mais difícil, mas há uma possibilidade de que, destravando os superiores, os inferiores destravem em reação, sem precisar trabalhar. Você ainda fica um pouco tonta quando sai da banheira, e acaba ficando de quatro pra vomitar no balde, mas pelo menos não vomitou dentro da banheira.

    13-12 - Você sente a energia da Corrente te tocar algumas vezes, ele vai explicando sobre os canais de energia, os pontos, resistência, fluxo, etc. mas depois de uma hora vocês ainda estão basicamente no mesmo ponto, e ela parece esgotada. "chega por hoje, trabalhamos o que deu, mas você ainda precisará de uns dias, talvez uma semana ou duas." Depois ela vai passar algumas recomendações para isto. Você ainda fica um pouco tonta quando sai da banheira, e acaba ficando de quatro pra vomitar no balde, mas pelo menos não vomitou dentro da banheira.

    11-10 - A Corrente consegue superar suas defesas mágicas, causa certa estranheza em alguns pontos, calafrios, mas pelo menos nenhum enjoo forte. Em pelo menos três pontos você sente dor, e algo como se tivesse alguma coisa mexendo dentro das veias. mas A Corrente diz que a seção estava bem pro primeiro dia, você tinha conseguido "funcionar" com energia externa, agora ainda ia ter que reaprender usar a sua própria.

    9-8 - Ela vai dando as explicações de cada parte do corpo que estava usando a magia, os movimentos, as gemas, etc. Sempre que ela fazia um gesto perto de seu corpo (algumas vezes só perto, outras pressionando pontos específicos) você sentia a temperatura da água baixar e um calafrio correr a coluna, fazendo arrepiar. Alguns desconfortos eventuais também, mas era sinal que alguma coisa estava funcionando. Você consegue até relaxar um pouco, no fim ainda não consegue usar nem a percepção mágica, mas sente que deve estar melhor, talvez depois de uma noite de sono e uns exercícios no dia seguinte esteja ainda melhor.

    7-6 - Você sente o fluxo de mana forçando para reestabelecer seu caminho normal. O processo é lento, as vezes gelava, outras pulsava,
    Srta. Moon
    Semi-Deus
    Srta. Moon
    Semi-Deus

    Mensagens : 5785
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Srta. Moon Sab Maio 15, 2021 5:57 pm

    Assim que conseguia pedaços da conversa inimiga sobre o ataque entregava a mensagem a quem estava no comando, logo concentrou a mana e atacou o maior numero de humanos agrupados possível.

    OFF: ataque com a plana

    Percepção: 9 +2 = 11
    Misticismo - Profissional (20pp) Per

    Resultado 6.9
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2097
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Leomar Qua Maio 19, 2021 11:23 am

    Finalizando turno:

    Geral
    Spoiler:
    Apesar da inferioridade numérica, Fajr-Regno consegue segurar bem o exército invasor de Gaja, reduzindo bastante a diferença entre os dois, se continuar assim em dois ou três turnos as forças se igualam. Poucos soldados morreram do lado de Fajr-Regno, os arqueiros amarrados à encosta ainda estão operantes, a linha norte resiste bem, só a linha sul foi um fiasco total. Ninguém sabe o que aconteceu com o grupo de meio-demônios.

    rolagens para arqueiros, não precisam ler isto.:
    tiros
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    1 , 6
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    2 , 4
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    7 , 10
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    7 , 8
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    3 , 10
    Reação
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    3 , 8
    +1
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    2 , 3
    +2
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    3 , 5
    +3
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    2 , 3
    +4
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    5 , 10
    Desvio
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    9 , 1
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    4 , 5
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    10 , 9
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    9 , 9
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    7 , 10

    Linha Norte
    Spoiler:
    Nenhum inimigo conseguiu ainda driblar a tática de funil do inimigo, e estão perdendo no 1X1. Aparentemente Gaja resolveu mandar seus soldados mais fracos primeiro, e embora os de Fajr-Regno não sejam primores de habilidade, estão se saindo melhor.
    Ka porém chegou afoito à linha, emparelhou com um espadachim de Fajr-Regno, mas na hora de defender do adversário foi lento, recebendo o ataque certeiro da espada do inimigo bem no peito. Sorte dele estar quase o tempo todo com sua armadura, mesmo assim não podia vacilar assim novamente, ou estaria em maus bocados.
    Off: Ka não vai ter outra opção senão começar tentando defender novamente, então já vou fazer as rolagens, se quiser pode postar reações, senão vai ter que esperar um turno só pra se defender.
    Defesa
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    9 , 4
    Ataque do inimigo
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    6 , 4
    Rolagens de npcs, não precisam ler isto:
    Ataque do carinha que tá do lado
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    7 , 2
    Defesa do inimigo
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    2 , 2
    Controle do tenente no gargalo
    Leomar efetuou 1 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D12 (d12.) :
    1

    Na parte de cima do Planalto
    Ka, Mortalha e Azriel conseguem causar alguma confusão no oponente com seus poderes mágicos ou espirituais, mas dano real ainda é pouco.

    Spoiler:
    Principalmente Mortalha se encontra frustrada. Ela conseguiu fazer um soldado oponente atacar um amigo, mas o resto de sua magia não sai como esperado, havia algum tipo de barreira lhe atrapalhando, e agora ela estava já sem mana para continuar com as mesmas estratégias.
    Mortalha:
    Se quiser partir para ataque físico, pode escolher a linha norte ou sul, se quiser ficar no suporte dos outros soldados é só declarar (não precisa de rolar nada, mas se quiser rola 1d12), se preferir voar, pode ir a vontade para qualquer ponto, pois os inimigos não vão conseguir lhe enxergar durante o voo mesmo.
    Azriel preferia evitar ao máximo envolver fisicamente. Não era (totalmente) proibido aos anjos lutarem contra humanos por uma causa honrada, mas talvez ainda não fosse o caso, portanto ficava no suporte, afinal bênção e cura nunca eram pecados, nem quando se cura um inimigo.
    Mas algo chama sua atenção: o fluxo de mana, que até então não estava ajudando ninguém ali, muda de repente, de forma linear que só podia indicar ação de magos preparando para uma grande magia.
    A maior possibilidade era de que tentariam arrebentar as bordas da encosta com magia (quase todos ali acreditavam que se o pessoal de Gaja tivesse magos, seriam magos de terra, claro que pode ser uma dedução errada, mas certamente algum tipo de magia eles fariam nos próximos segundos).

    Meio do Campo
    Spoiler:
    O campo inimigo estava uma balbúrdia (off: já falei no outro tópico que, se quiser colocar detalhes do pq pode, não vou esticar aqui), o que facilita Nadhull dar cabo dos patrulheiros mais fracos sem suar.
    Será que conseguiria atacar também um dos cavaleiros mais robustos, já que parecia clara a estratégia de Gaja mandar primeiro seus soldados fracos e deixar os mais fortes por último?
    Nadhull estava em vantagem, ninguém tinha lhe visto chegar ali, então parte pro ataque, se desse erro, poderia atacar e já levantar voo em seguida, evitando um contra-ataque, no melhor estilo "prudência vale mais que coragem".
    Apesar da vantagem, provavelmente traído pela própria excitação da batalha, Nadhull ainda não era tão bem treinado com espada, e não acerta apenas o pescoço do oponente, mas a ponta de sua espada bate na armadura dele, perdendo um pouco da eficácia, e o cavaleiro cai, mas não totalmente morto.
    outro carinha:
    Percepção para o carinha que tava na frente
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    9 , 8
    Iniciativa, caso ele passe
    Leomar efetuou 1 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D12 (d12.) :
    10

    Off: para Kate esperando se vai fazer primeiras impressões como dito no outro tópico ou se posso adiantar.
    Pikapool
    Mestre Jedi
    Pikapool
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1425
    Reputação : 47

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Pikapool Qua Maio 19, 2021 11:41 pm

    A alegria só pode brotar de entre as pessoas que se sentem iguais!
    Não via as bênçãos como algo realmente efetivo em questão de poder, mas se elas fortalecessem a confiança e a coragem de todos, isso já poderia significar uma vantagem para o nosso lado.

    No entanto, a mana que pairava pelo local começava a fluir de forma continua. Seguramente aquilo só poderia significar que algo maior a influenciava. Magos.

    - A MANA ESTÁ SENDO CANALIZADA!! - Bradei ao alçar voo. - AVISEM A TODOS PARA QUE SE PREPAREM PARA ALGUM ATAQUE MÁGICO!! - Conclui tentado alertar os soldados próximos e torci para que passem a noticia a diante.
    Srta. Moon
    Semi-Deus
    Srta. Moon
    Semi-Deus

    Mensagens : 5785
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Srta. Moon Qui Maio 20, 2021 11:00 am

    Voava em direção aos arqueiros, queria atacar eles corpo a corpo.

    OFF: Iniciativa e ataque
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2097
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Leomar Seg Maio 24, 2021 1:48 pm

    Mortalha mergulha em direção a um arqueiro. Seu golpe com cajado não é dos melhores, porém o oponente fica olhando algo voar em sua direção, e ao invés de defender fica apontando e perguntando: "É um pássaro? É um dragão? Não! É uma demônio! Ih caral..." mas quando ele percebe já levou uma bordoada diretona na cara.

    Assim que ela faz isto, logo atrás, Azriel, percebendo uma mudança no fluxo de mana, anuncia:

    - A MANA ESTÁ SENDO CANALIZADA!! AVISEM A TODOS PARA QUE SE PREPAREM PARA ALGUM ATAQUE MÁGICO!!

    Por sorte ela alça voo, mas os humanos terrestres não tem tanta sorte. Alguns até conseguem se afastar, mas cinco segundos depois que a anjo dá o alerta parte da borda do paredão de pedra que estavam se parte, levando alguns soldados junto.

    baixas no exército:
    número de soldados caídos d12+d8
    Leomar efetuou 1 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D12 (d12.) :
    9
    Leomar efetuou 1 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D8 (d8.) :
    7

    para a arqueira que estava amarrada na área sobreviver vai ter que tirar <10 na destreza
    Leomar efetuou 2 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D10 (d10.) :
    8 , 1

    Off: queria fazer uma armadilha pra pegar a Azriel também, mas falar que já saiu voando atrapalhou o esquema, mesmo assim joguei um pá de dados aqui pra ver se o ataque seria com magia verde ou negra e se desse uma negra conseguia te pegar, mas só deu verde.

    Do lado do Nadhull o campo está um verdadeiro caos (mas como o Dycleal tava com preguiça de descrever pq, tb não vou) ele aproveita isto para dar fim em alguns soldados rasos que patrulhavam o lugar. Os outros deveriam estar muito confiantes que um ataque não viria daquele ponto para deixar caras tão novatos fazer este trabalho de vigilância.

    Nadhull ainda pega um arco e algumas flechas dos carinhas e amarra no cinto, pra quem sabe ter oportunidade de fazer algum ataque de longe. Escondendo atrás de uma árvore ele analisa o terreno, como ninguém estava olhando para trás, ele poderia atacar o cavaleiro mais próximo, e quem sabe ainda teria chance de reagir antes do cara da frente perceber. Assim faz, desferindo forte golpe no pescoço, porém o inimigo deveria ter a bênção de Tamuz, pois a ponta da espada de Nadhull bate na armadura dele, impedindo por muito pouco que o golpe seja perfeito.

    O cavaleiro cai, mas devido reflexos treinados em anos de combate, cai rolando e assume posição defensiva em seguida. Nadhull acha melhor correr, ele queria uma vantagem total, e não apenas parcial. Por incrível que pareça, nenhum oponente do lado conseguiu ver o ataque, e mesmo o cavaleiro atingido só vê as asas de Nadhull de relance, sem saber se foi um urubu ou um monstro que atacou (claro que ele vai deduzir depois do susto que urubus não usam armas).

    O carinha marcado de amarelo é o que você acertou, agora os outros na parte de baixo estarão mais alertas, você tem vantagem do escuro e de ter achado um lugar alto, mas está no campo de visão inimigo, se algum der a sorte de olhar direto na sua direção, pode lhe enxergar. Os que estão acima da rampa ainda não foram alertados.
    Apesar do alerta, você conseguiu dividir um pouco a atenção do inimigo, pois parte deles vão procurar na parte de trás (onde você estava antes) e outros vão falar para darem outra vasculhada na área das barracas.
    Por estar no alto, você consegue ver ainda mais um ponto de confusão, perto da área das barracas, mas mais pro centro do campo, está fora da área aí do mapa, mas seria abaixo e à direita a referência. PROVAVELMENTE estariam descobrindo alguns cadáveres deixados pelo grupo dos meio-demônios que chegaram ali antes.
    Por fim, da distância que está você não consegue ver a parte alta do planalto onde estava o exército de Fajr-Regno, então não vê o efeito do ataque mágico do oponente, mas percebe que a mana foi alinhada. O ambiente mágico estava meio travado, mas talvez com isto você ainda consiga usar um pouco de magia (mas também está com pouca mana).

    Em Heséd - Página 3 011

    Logo a direita tem aqueles que estavam em cima da primeira rampa na imagem anterior e mais para cima estava a linha de frente do norte, onde o Ka já estava combatendo, e a Mortalha tá chegando alí no cantinho tb. Provavelmente a Azriel vai atrás depois.

    Em Heséd - Página 3 012

    Ka tinha agora assumido posição de defesa, mas ainda recebe um segundo golpe, embora desta vez tenha conseguido aparar parte do dano. O soldado emparelhado a ele estava empatado com seu próprio oponente. A sorte era que as arqueiras do lado de Fajr-Regno que estavam mais próximas (duas que Ka ajudou deixar seus anteparos levemente menos improvisados) estavam conseguindo acertar alguns soldados que estavam atrás do carinha que Ka estava confrontando. Além disto Mortalha pousa ali perto para ajudar a linha.
    Olhado para o lado Ka vê que o tenente que estava organizando a linha de frente também tinha se emparelhado com um oponente a cavalo. Se ele perdesse, o inimigo poderia tentar forçar mais a passagem por aquele canto.

    Em Heséd - Página 3 013

    opções Ka:
    @Christiano Keller você levou dois golpes, mas ainda está de pé, a dor não é forte por causa da adrenalina. Você pode continuar mais um turno no combate normal com a marreta, neste caso faz duas rolagens normais: primeira defesa, segunda contra-ataque.

    Você pode também tentar uma esquiva para sair da posição desfavorável. Como você tem arte marcial, a dificuldade de esquivar ou defender com a marreta é a mesma, mas se o oponente errar, mesmo que por pouco, com esquiva você pega vantagem no próximo movimento (sai de posição de defesa para ataque, e dependendo dos dados até algo mais), embora o combate possa demorar ainda mais.

    Você pode também optar por tentar usar magia de combate, já que raiva é combustível para magia do fogo, você pode transformar isto em força (ou resistência, mas força seria mais interessante por enquanto), neste caso rola normal defesa, contra-ataque e depois uma terceira de misticismo, se acertar ambos o dano no inimigo vem ampliado. (como é magia de combate, a mana vai pra dentro de seu corpo, e não pra fora).

    Se preferir usar também com a esquiva para ganhar velocidade (neste caso usa ar e não fogo), aí são duas rolagens. Pode, se preferir, usar ar para anestesiar a dor (eventualmente recuperar PV), neste caso faz três rolagens, mas se for usar ar acho que com esquiva seria mais coerente, mas mesmo usando a segunda opção pode dar um efeito legal caso o acerto seja bom.

    Por fim, terra é sua mais fraca, e o ideal seria usar com escudo para defesa, mas como está armadurado sua manopla mesmo pode dar este efeito de escudo de força mágico. Se quiser ir para este lado, também são três rolagens, mas ao invés do misticismo vir depois do contra-ataque, virá depois da defesa. Como não é sua magia mais forte, vai ter mod-1 e portanto pouco mais difícil que usar fogo, mas também se acertar o efeito será mais massa.




    @DariusNovadek você tinha feito a rolagem errada, não era d20, concertei lá e deu um pouco melhor, considere então que só vomitou depois de sair da banheira, você consegue manter sua resistência mágica baixa e com isto sente a energia da Corrente tentando harmonizar a sua. Depois de vomitar você se sente fraca, mas o incômodo que sentia com o excesso de mana negra diminui bastante, você acredita que depois de uma noite de sono e um pouco de exercício no dia seguinte, esteja melhor.

    você pode fazer observações sobre o outro grupo (apesar de que a maioria só ficou observando) e sobre dúvidas que possa ter tido durante a aula dela, pode, se quiser, falar resumidamente para a Corrente sobre o que sabia, ou achava que sabia sobre magia de cura até então.

    No final ela diz para voltar no dia seguinte para uma segunda seção, e diz que era para se manter longe do álcool por um tempo, também fala que é para não fazer sexo, pois no estado que está ia passar sua energia negra pra outra pessoa, e o que é pior, ia pegar a dela mais fácil também. Era também para não comer carne até a próxima seção, se não aguentasse podia comer ovo, de preferência cru. Era bom comprar água mágica ou abençoada para beber, a Corrente diz que não era para você mesma tentar encantar/abençoar pois não faria isto direito na condição que estava, era bom também comprar 3 kons de ameixa preta ou vermelha (vai dar uma quantidade relativamente grande pra comer sozinha, mas compensa o resto que não poderá comer) e, se encontrar, também tomar uns copos de suco de folha de moguro. Fora isto estava livre para caminhar nas dependências deles a vontade até o fim da noite e manhã do dia seguinte. Caso não fosse dormir numa estalagem a parte, pode dividir o quarto com alguém do primeiro ou segundo grupo (menos a Leyly e a Ahana, que as duas já dividiam um quarto), mas eles provavelmente vão te cobrar depois que você ficar boa.

    @Pikapool pode usar uma das imagens anteriores para decidir em que ponto vai parar, já que também escolheu ir para linha norte.
    Srta. Moon
    Semi-Deus
    Srta. Moon
    Semi-Deus

    Mensagens : 5785
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Srta. Moon Seg Maio 24, 2021 4:17 pm

    Continuou atacando quem estava por perto, queria eliminar os arqueiros.

    OFF Força: 12
    Bastão e Lança - Curioso (2pp) Des

    (2d10) 6
    (1d8) 3
    Dycleal
    Wyrm
    Dycleal
    Wyrm

    Mensagens : 8038
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Dycleal Seg Maio 24, 2021 6:47 pm

    OFF:
    Eu estou com pouco mana? Acho que full da negra e pelo menos 50% da branca mestre.
    Pikapool
    Mestre Jedi
    Pikapool
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1425
    Reputação : 47

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Pikapool Qua Maio 26, 2021 11:03 pm

    A alegria só pode brotar de entre as pessoas que se sentem iguais!
    Mal alçava voo e a magia cria o caos levando quem pudesse para baixo. Parei assustada e por alguns instantes fiquei imaginando o que eu poderia fazer. Mas acho que descer para tentar procurar sobreviventes tornaria-me um alvo para os conjuradores lá em baixo.

    Estava ficando impaciente e apreensiva com tudo. Talvez fosse hora de tomar outra postura diante desse combate. Pronta para calçar as cestus, encarei o anel que havia comprado daquele senhor baixinho. Achava que era o momento para tentar descobrir o que ele poderia fazer.
    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2097
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Leomar Dom Jun 13, 2021 5:16 pm

    Ka começa a disputa em desvantagem: seu oponente era mais ágil que ele. O primeiro golpe vem com tudo em seu ombro, e o segundo quase termina o trabalho. Quando escolhera sua armadura pesada Ka se colocou na posição corriqueira de contar mais com a força que agilidade, graças a isto não arrebentou o ombro logo de primeira, mas mesmo tendo feito melhorias significativas na armadura, não era confortável ficar naquela posição.

    Sua visão periférica mostrava que os demais lutando por Fajr-Regno também estavam com suas dificuldades, sendo assim não adiantaria esperar ajuda nos próximos segundos. Alguma coisa vinha à frente, voando, pelo menos isto era bom sinal, pois devia ser Nadhull, ou possivelmente Mortalha (na noite não dava pra ter certeza) mas a chance de ser aliado era bem maior do que ser problema, e Ka se manteve focado, o que infelizmente não foi a mesma atitude de outros que estavam lutando a seu lado, mas não esperavam nada (de bom pelo menos) vir voando.

    Continuar contra-atacando era continuar em desvantagem, então Ka precisava de uma boa esquiva, resolve então tentar algo diferente (que talvez conhecera apenas teoricamente e não ia preocupar-se em lembrar onde ou talvez lhe viesse como inspiração na hora) relaxando de uma só vez os músculos e girando o tronco para o lado esquerdo, sem preocupar-se em defender. Se desse certo, o próximo golpe do oponente passaria direto E ele ainda ficaria surpreso pela mudança súbita de postura, nem que se fosse por um segundo, se desse errado, aí Ka receberia mais um golpe sem resistência e, mesmo que o oponente também errasse o golpe, no segundo seguinte ele teria uma vantagem pois Ka estaria com a guarda aberta.

    Ao deixar-se "pensar com o corpo", instintivamente Ka também inspira profundamente, deixando seu fluxo energético fluir velozmente, e com isto a mana branca corre em sua coluna, produzindo um súbito arrepio, mas mil vezes mais importante: aumentando sua velocidade de reação, o que faz com que o golpe do oponente passe rente a seu corpo, mas sem atingi-lo. Com isto Ka consegue ganhar um pouco de terreno na luta.

    Mortalha não estava conseguindo nada lá de cima, ela abandona seu disfarce mágico e mergulha segundos antes daquilo desbarrancar, pois seus instintos eram para a praticidade. Se chegou ou não a ver os humanos caindo na armadilha do inimigo, isto não deve ter-lhe importado muito, só esperava que o Cusco não fosse burro de ter ficado lá na beirada.

    Ela desce direto para a linha norte, onde estava o maior ponto de tensão da luta, se acabasse com aquilo naquela área, já era. Se ganhasse o oponente não teria pra onde correr, e se perdesse, também perderia mais rápido.

    Com sua visão de demônio não é difícil acertar o primeiro oponente (que além de tudo é pego pelas costas) e ainda tem a vantagem que os aliados dele não conseguem vê-la no mergulho. A diferença de visão aqui era bem relevante, e os oponentes eram todos humanos.

    Por sinal Mortalha pousa bem perto de onde Ka estava pelejando. O inimigo se volta para ela, mas Mortalha ainda tinha a vantagem da iniciativa, e pode atacar primeiro.

    Nadhull também se aproveita desta vantagem de visão e acha alguns pontos falhos no campo inimigo. Se fosse um estrategista, Nadhull poderia fazer um grande estrago ali, mas prefere a técnica de bater e correr, e acaba se dando bem com ela. Chegou a derrubar um cavaleiro robusto, mas logo procura outro ponto mais estratégico. No primeiro lance acima do vale onde estava a maioria do exército haviam três soldados vigiando sua posição. Se Nadhull conseguisse derrubar os três de uma vez, conseguiria um bom terreno, ainda mais que os inimigos estavam meio perdidos com a baixa luz e muito barulho.

    Ele calcula derrubar os três com aeroataque e finalizar com a espada, e ainda aproveitar para infundir a lâmina com mana negra, se conseguisse cortar a pele do oponente, mesmo que pouco, poderia, com certa técnica, força a mana para o corpo dele para desequilibrar ainda mais a luta.

    Concentrar-se em dois elementos opostos era difícil, portanto ele prepara a espada primeiro, empunhando-a na destra e manipulando a mana branca com a canhota. O ataque surpresa dá vantagem, embora ele não consiga derrubar ao mesmo tempo os três inimigos. O golpe de Nadhull também sai mais fraco do que o esperado, pois estava preocupado em atacar e canalizar ao mesmo tempo, mas acerta o inimigo o suficiente para usar sua técnica.

    A mana negra não chega causar dano, mas Nadhull percebe que no mesmo instante que o oponente perdia boa parte de sua coordenação. Em seu rosto a surpresa do ataque, mas também um grande susto da arma lhe parecer estranha.

    Já Azriel resolve voar pro sul, ela alça voo segundos depois de Mortalha, e vê o chão abrir a sua frente, levando alguns humanos para morte certa. Isto a faz congelar uns segundos, pensando se podia fazer alguma coisa, mas era bem pouco provável.

    Os dois exércitos se bloqueavam na passagem mais estreita ao sul, mas um grupo de cavaleiros ia a galope, sabendo que a probabilidade de um doido de infantaria tentar parar um cavalo de guerra era pouca, neste grupo Azriel se foca, e evoca uma bola de fogo. O clarão repentino na noite escura assusta, mas os cavalos eram bem treinados e os cavaleiros também, seguindo sem parar para ver o que estava acontecendo atrás deles. Acaba que o único derrubado foi um cavaleiro de Fajr-Regno, que olha sem entender:

    - Eeeeiiiii!!!




    Christiano Keller:
    Perguntei se você ia performar ou não, como não respondeu segui na esquiva normal, coloquei uns floreios de leve.

    Se quiser atacar normal, agora que não está em desvantagem, pode fazer uma rolagem normal de arma desbalanceada.

    Se quiser aproveitar o despertar da mana branca, pode tentar atacar direto com ela, como a Azriel e o Nadhull já usaram aeroataque perto de você, pode tentar repetir o que eles fizeram, imaginando uma coluna de vento a sua frente e canalizando a mana para as pontas dos dedos, rolagem simples de misticismo neste caso.

    Se preferir aproveitar a onda da esquiva e canalizar a mana pra dentro do corpo, conseguirá dar um ou dois golpes mais rápidos, considere mod+1 para cada 2PM que quiser gastar (max. 8) neste caso pode atacar normal rolando arma desbalanceada (2d10) e o bônus já virá no ataque, sem precisar rolar misticismo. Se quiser pode até fazer duas rolagens, uma de ataque e já conta a outra de contra ataque, escolhendo quanto PM vai usar.

    Se quiser arriscar ainda mais, pode usar a mana só na defesa, neste caso pode atacar normal, e ao invés de rolar contra-ataque, rola arte marcial depois do ataque. Pode até aproveitar o despertar do dom e rolar arte marcial duas vezes (mas neste caso não atacará com a marreta)

    Dycleal:
    Você tem vantagem nos dois primeiros inimigos, mas não no terceiro, que resistiu ao aeroataque. Se quiser só esquivar ou talvez empurrar o primeiro, que está atrapalhado com a mana negra, poderá focar nos outros dois.

    Pode tentar fazer o mesmo movimento novamente, aeroataque mais Técnica da Meia Noite, aí diz se vai focar aeroataque nos três, nos dois de trás, só no último que está vindo pra cima com mais raiva, e também se vai usar a técnica com espada em qual deles.

    Se quiser atacar o primeiro normalmente, aproveitando que ele está fraco, pode também, com ou sem magia, neste caso o segundo ainda fica um turno levantando e só o terceiro poderá chegar até você.

    Moon cosplayer:
    Você acertou o primeiro golpe, mas o oponente não caiu ainda, se quiser pode atacar normal, aproveitando que tem a vantagem da iniciativa.

    Darius:
    Além de não postar fica esnobando os outros, jogando na cara que ia comemorar o dia dos namorados, vai ganhar mod negativo pra cada dia que enrolar só porque esnobou quem tá sem namorada.
    Dycleal
    Wyrm
    Dycleal
    Wyrm

    Mensagens : 8038
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Dycleal Dom Jun 13, 2021 8:54 pm

    OFF:
    Pode atacar o primeiro com a espada e fazer aero ataque focado no terceiro?
    DariusNovadek
    Tecnocrata
    DariusNovadek
    Tecnocrata

    Mensagens : 488
    Reputação : 9

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por DariusNovadek Seg Jun 14, 2021 3:24 pm

    Kate chega ao local em que ia ser cobaia, vê o rosto da Corrente pela primeira vez, Kate pressupõe que era um bom sinal, ela já não estava mais desconfiada de Kate.

    Ao chegar Kate é apresentada por Corrente aos demais, ela apenas acompanha as pessoas com o olho, fazendo um leve aceno com a cabeça para cada um que Corrente a apresentasse. Porém um leve burburinho de risadas a deixa com a cara um pouco mais fechada. Kate fica com um pouco de dó de Leyly, que já estava pronta pra ser cobaia, porque será que Corrente escolheu ela para ser cobaia tão rápido assim? Kate se pergunta mentalmente.

    Por fim, após conhecer uma dúzia de pessoas, que Kate pensou em conhece-los melhor mais tarde (alguns mais e alguns menos), a aula começou. Kate entrou de toalha, não sem antes ouvir a brincadeira de Braeno, pelo jeito absolutamente todos os homens eram assim no mundo todo. Kate não teria tanto problema em se despir nua, fazia isso comumente com Kevla, mas ali, por ser a primeira vez, preferiu não ficar despida.

    Kate vai ouvindo as instruções da Corrente, e tentando obedece-la da melhor forma possível. Porém muito do que ela falava, Kate não entendia nada. Apenas vai tentando a abaixar as resistencias de seu corpo.

    As coisas estavam indo bem, porém Kate não conseguiu segurar e vomitou, por sorte, só depois que tinha saído da banheira. Por fim, Kate acha que fez um ótimo trabalho, se sentia bem melhor, pergunta para a corrente:

    - Como fui?

    Ainda conversa um pouco com a corrente, fala tudo o que sabia sobre magia de cura, e conta sua experiencia com a mana verde e de quando tentaram inutiliza-la enfiando uma faca em seu útero. Depois sai em busca de comprar tudo o que a corrente tinha pedido para comprar de comida.

    A noite, procura ou Dolfen e puxa assunto sobre o nome ou apelido. Ou procura Sibrah, e tenta puxar assunto com ele (a) também.

    Tenta a sorte em qual das duas pessoas a deixaria dormir junto naquela noite
    Srta. Moon
    Semi-Deus
    Srta. Moon
    Semi-Deus

    Mensagens : 5785
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Srta. Moon Seg Jun 14, 2021 6:32 pm

    Atacou novamente o inimigo mais a frente. alguma coisa teria que fazer além de ficar voando e andando de um lado para outro sem sentido.



    OFF: Força: 12
    Bastão e Lança - Curioso (2pp) Des

    Ataque 6,8
    Dano 1

    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2097
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Leomar Dom Jun 20, 2021 10:09 am

    KATE

    - Como fui?

    Num tom que Kate poderia chamar de "didático como um livro", A Corrente analisa:

    - Seu corpo certamente reagiu, porém a resistência ainda é muito alta. Pode ser que consiga se recuperar em dois dias, ou duas semanas, mas vai ser possível sim ter progresso nos próximos dias. A resistência pode ter alguns fatores: Pode ser algo natural, neste caso você não seria uma dominadora de água tão boa quanto você acha que é, mas não é totalmente refratária, então creio não ser o pior problema. O segundo é que a merda que fez para bloquear seus chacras foi realmente grande, o que vai dar um grande trabalho para arrumar. Bom disto vai ser que teremos bastante material para aprendizado. - Isto esclarecia porque Kate era uma melhor, literalmente, cobaia - Poderemos, se os métodos normais não funcionarem, tentar métodos mais agressivos...

    Neste ponto Kate comenta que o outro grupo sugeriu-lhe usar técnicas mágicas de força bruta.

    - É meio óbvio que eles pensem em usar força bruta primeiramente, são dominantes de fogo. Mas já que escolheu participar de minha aula, é melhor não usar as técnicas de força bruta antes de eu esgotar os caminhos mais tradicionais. Por fim seu problema pode ser questão de disciplina, o que é o problema de 90% dos membros Izete. Os rubro-celestes são os duais mais complicados, e a disciplina para se tornar, de fato, um rubro-celeste é das mais difíceis pois são elementos que exigem formas diferentes de pensar. A grande maioria, como Kito ou Fiona só conseguem desenvolver muito mediocremente o segundo elemento. Mas quando isto não é um problema para o membro, não o é para nós também. Seu conhecimento de magia de cura está abaixo de nossos padrões de "básico", isto pode ser pela disciplina com que foi ensinada ou questão de aptidão. Se for aptidão não há muito a fazer, a não ser treinar formas de continuar diminuindo suas defesas naturais quando tiver de receber tratamento de outros. Se for questão de disciplina, poderei ajudar um pouco mais. (pausa) A água é um elemento versátil, mas nem todo mago celeste é versátil. A maioria se especializa: Eu mesma tenho aptidão bem maior para cura, Caoilain é uma das que se conformou de que jamais será uma maga ofensiva, enquanto nossa Finaguala tem bem pouca aptidão para cura, embora eu acredite no poder latente dela, ela não tem disciplina para magia de cura.

    Kate procura se enturmar, mas Sibrah e Kito resolvem fazer uma disputa de bebidas, e sentem pena de Kate estar proibida de competir. Kate também não consegue engatar uma conversa profunda com Sibrah, embora ele(ela?) não chegasse ser mau educado(a?), parecia ter uma atitude sutilmente arrogante, e a conversa simplesmente não fluía, talvez num dia depois que tivesse podendo beber novamente.

    O suco de folha de moguro era meio amargo (algo como carqueja ou boldo, talvez um pouco menos que estes) não era a pior coisa que Kate já tinha tomado, mas não chegava ser agradável. Ia disfarçando o gosto com as ameixas (deu uma baciada bem grande, se era para comer aquele tanto então A Corrente deveria querer manter Kate presa "na casinha" quando aquilo começasse soltar seu intestino).

    Então Kate procura falar com Dolfen. Como dava pra imaginar, ela era mesmo akvlandana, inclusive seu Esperanto era cheio de sotaque, que fazia Kate ter que pedir pra repetir coisas vez ou outra, e ela não falava Moloke. Seu nome também era um apelido, ela comenta que seu nome real "não era importante, pois não ficaria famosa com ele". Ela também comenta que "Dolfen" vem mesmo de uma criatura marinha, mas não era um peixe, embora parecesse, e sim um tipo de mamífero, ela até explica mais ou menos para Kate, que intende mais ou menos também. Dolfen pergunta se Kate tinha conhecido bem a costa, Kate fala que ficou um tempo em Burnabad, mas a outra diz que Burnabad não era um lugar onde se encontraria o tipo de criatura que ela diz, então deixam a conversa por isto mesmo.

    Igual com Sibrah, Kate também acha que Dolfen tem a personalidade levemente arrogante, e novamente a conversa não flui, mesmo que a outra não demonstre hostilidade. Talvez fosse coincidência, ou talvez fosse puro azar; ou vai ver que o estado de Kate ainda não estava no seu melhor social também.

    Na rua, Vent'Kapo mastigava alguma coisa, provavelmente um gato, já que Kate tinha estado ocupada a tarde, ele deve ter caçado o que achou. Se não tivesse visto ele comendo algo ela nem teria percebido uma menina na rua procurando uma tal de "Xuxa" (alguém viu minha gatinha? ela é meio vesguinha, mas é boazinha). Esfria levemente, em breve anoiteceria. Nesta época e lugar as noites eram bem curtas e ainda bem quentes, se alguém distraísse podia emendar um dia no outro sem nem se dar conta.




    MORTALHA

    O arqueiro que Mortalha atacou se atrapalha todo, com o golpe deixa o arco cair, e até conseguir sacar a espada Mortalha já lhe deu outro. Ela nem precisava se esforçar muito, dada a incompetência do soldado de Gaja. A cena é tão patética que Mortalha quase poderia sentir pena do oponente, se ela sentisse alguma coisa.

    Em Heséd - Página 3 016

    obs off escreveu:Se fizer questão de finalizar o oponente, pode atacá-lo com mod+2, caso contrário pode só desviar, ou empurrá-lo pra um canto, chutar, algo assim, pq a atuação dele é patética, caso resolva poupa-lo/ignora-lo, pode ajudar o Ka que está logo na frente, ou focar num oponente que não chegou perto da linha ainda. Quando o Ka e o Nadhull terminar o confronto deles encerro esta fase de combate pra todos.




    NADHULL

    Em Heséd - Página 3 017

    O primeiro oponente vai tentar fugir, se não permitir, pode atacar com vantagem de mod+2 na próxima vez, você consegue, com o aeroataque, manter o outro inimigo longe, mas ele é bem parrudo e pesado, consegue se segurar pela segunda vez.

    KA

    Se não for tentar nada especial, seguirei o combate normal, ok?
    Srta. Moon
    Semi-Deus
    Srta. Moon
    Semi-Deus

    Mensagens : 5785
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Srta. Moon Dom Jun 20, 2021 2:17 pm

    Tentava dar um fim a vida do soldado miserável , não tinha motivos para deixar algum inimigo vivo e assim que pode tentou esmagar a cabeça do inimigo com o bastão.




    OFF: Força 12 ( d1,5), dANO BASTÃO , LANÇA (DES) 7
    Dycleal
    Wyrm
    Dycleal
    Wyrm

    Mensagens : 8038
    Reputação : 151
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/612.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Dycleal Dom Jun 20, 2021 3:02 pm

    OFF:
    Penso em atacar o que está ferrado e próximo e manter o aeroataque para impedir sua aproximação ou dano por queda
    DariusNovadek
    Tecnocrata
    DariusNovadek
    Tecnocrata

    Mensagens : 488
    Reputação : 9

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por DariusNovadek Seg Jun 21, 2021 10:38 am

    - Seu corpo certamente reagiu, porém a resistência ainda é muito alta. Pode ser que consiga se recuperar em dois dias, ou duas semanas, mas vai ser possível sim ter progresso nos próximos dias. A resistência pode ter alguns fatores: Pode ser algo natural, neste caso você não seria uma dominadora de água tão boa quanto você acha que é, mas não é totalmente refratária, então creio não ser o pior problema. O segundo é que a merda que fez para bloquear seus chacras foi realmente grande, o que vai dar um grande trabalho para arrumar. Bom disto vai ser que teremos bastante material para aprendizado. - Isto esclarecia porque Kate era uma melhor, literalmente, cobaia - Poderemos, se os métodos normais não funcionarem, tentar métodos mais agressivos...

    - Acho bem mais provavel ser a segunda opção do que a primeira. *Kate da um risinho envergonhado* - Se bem que já tenho a consciência de que talvez tenha afinidade muito maior com o fogo do que a agua.. Mas pode ser também que é porque até hoje fui doutrinada somente por seguidores de Piro.. Agora conhecendo mais os ensinamentos e métodos de Jara, talvez isso mude. Ela deve ter visto algo em mim para me dar o dom.

    Depois saiu e comprou as comidas que a corrente tinha passado. Nada era muito ruim, mas era meio broxante passar uma noite sozinha comendo comidas meio "xoxas".. Tentou arrumar papo, mas sem muito sucesso. Se interessou por Dolfen, mas mesmo assim a conversa não fluiu, talvez não fosse um dia bom para Kate.

    Por fim se viu voltando para Vent'Kapo, ele pelo menos estava amigável com ela, estava comendo um gatinho, que depois Kate percebeu que provavelmente era de uma menina. Mas kate não ficou brava com Vent'Kapo, muito pelo contrário, ficou um pouco com vergonha de o ter negligenciado naquele dia, e ficou feliz por ver que ele sabia se virar.

    Andou um pouco com Vent'Kapo pela região da escola, aproveitando a noite, e depois procurou algum lugar para dormir.. Era estranho para Kate não estar participando da batalha, e ainda não estar bebendo ou se engraçando com algum rabo de saia.

    - É meio óbvio que eles pensem em usar força bruta primeiramente, são dominantes de fogo. Mas já que escolheu participar de minha aula, é melhor não usar as técnicas de força bruta antes de eu esgotar os caminhos mais tradicionais. Por fim seu problema pode ser questão de disciplina, o que é o problema de 90% dos membros Izete. Os rubro-celestes são os duais mais complicados, e a disciplina para se tornar, de fato, um rubro-celeste é das mais difíceis pois são elementos que exigem formas diferentes de pensar. A grande maioria, como Kito ou Fiona só conseguem desenvolver muito mediocremente o segundo elemento. Mas quando isto não é um problema para o membro, não o é para nós também. Seu conhecimento de magia de cura está abaixo de nossos padrões de "básico", isto pode ser pela disciplina com que foi ensinada ou questão de aptidão. Se for aptidão não há muito a fazer, a não ser treinar formas de continuar diminuindo suas defesas naturais quando tiver de receber tratamento de outros. Se for questão de disciplina, poderei ajudar um pouco mais. (pausa) A água é um elemento versátil, mas nem todo mago celeste é versátil. A maioria se especializa: Eu mesma tenho aptidão bem maior para cura, Caoilain é uma das que se conformou de que jamais será uma maga ofensiva, enquanto nossa Finaguala tem bem pouca aptidão para cura, embora eu acredite no poder latente dela, ela não tem disciplina para magia de cura.

    - Sou uma sobrevivente, sempre aprendi a atacar ou resistir, mas antes de ter o dom, no meu meio não se tinha a oportunidade de curar, ou aguentava o tranco, ou ia pro saco. Acredito que por isso minha aptidão sempre penderá para a ofensiva, e pra falar a verdade, é o que eu quero mesmo. Acredito que posso ajudar muito mais atacando do que curando. Mas isso só os nossos treinos dirá, acredito eu.

    Leomar
    Garou de Posto Cinco
    Leomar
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2097
    Reputação : 28
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh26.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Leomar Dom Jun 27, 2021 1:18 pm

    (...)Ela deve ter visto algo em mim para me dar o dom.

    - Nem todo dom é dado pelos deuses. O elever ascendente é mais importante que o elever descendente. Poucas vezes o dom revela é obra de destinium, mas o contrário normalmente é mais comum.

    Kate faz cara de ??

    - Talvez pode parecer estranho uma representante da Igreja Central falar isto, afinal o elever descendente é enaltecido em toda tradição das deusas-mães, mas não podemos ignorar verdades amargas da inimortalidade* aqui na Escola Izete. Mesmo seguidores de Piro, como você demonstra, romantizam este destinium. Obviamente é proveitoso conhecer a doutrina de Jara por qualquer motivo, mas ganharás mais fazendo por busca própria que esperando responder a um chamado.

    * "A Inimortalidade" é um dos livros mais conhecidos e polêmicos escrito por seguidores de Piro, com várias partes diretas do deus em que eles comentam sobre resultados das nada ortodoxas e seguras pesquisas mágicas de Piro. O livro é extremamente controverso e "dá dor de cabeça aos outros deuses" pois cria várias polêmicas (pra dizer o mínimo) sobre vários dogmas. Entre outras coisas, o livro descreve que a diferença entre deuses e mortais é a QUANTIDADE absurda de poder mágico a mais, mas que na essência a Prana dos deuses não seria diferente das dos humanos. Várias das pesquisas polêmicas de Piro mais famosas foram as em que ele reduz/gasta propositalmente muito de seu poder, chegando ao ponto de chegar a ser ferido por mortais. Ele também comenta sobre modificações que fez em seu próprio livro sagrado (Piro Sutra) demonstrando que até deuses podem arrepender-se de algumas decisões que tomam. Várias partes deste livro, incluindo todo ele, foram proibidas e tratadas como heresias por vários deuses e sábios por diversos motivos.

    Conversar com a Corrente era complicado por ela usar vários termos como se fossem corriqueiros, mas que Kate nem fazia ideia do que realmente representavam. Mas pelo menos ela nunca desistia de aprender:

    - Sou uma sobrevivente, sempre aprendi a atacar ou resistir, mas antes de ter o dom, no meu meio não se tinha a oportunidade de curar, ou aguentava o tranco, ou ia pro saco. Acredito que por isso minha aptidão sempre penderá para a ofensiva, e pra falar a verdade, é o que eu quero mesmo. Acredito que posso ajudar muito mais atacando do que curando. Mas isso só os nossos treinos dirá, acredito eu.

    - Só poderemos ver isto depois que for purificada e seu fluxo realinhado. No processo você trabalhará as defesas mágicas, e, vendo, poderá aprender sobre princípios básicos de cura. Até terminar o processo pode aprender um pouco da cultura de nossa Divina Mãe. Então poderemos avaliar se pode continuar em nossa escola.

    Kate arruma um lugar barato pra passar a noite, seria uma noite curta, pois era o último dia em que Hélius Flava e Hélius Blua apareceriam juntas, a partir de amanhã as noites seriam de apenas poucos minutos. Começariam os Dias Azuis do outono, quando Hélius Blua pela primeira vez ficaria mais tempo no céu do que a estrela amarela.

    Sendo assim ela procura deitar antes de escurecer, mas só três horas depois o tempo já clareava. Ela tem que jogar a coberta na cara pra conseguir dormir algumas horinhas a mais. O dia já começa quente (como era comum em Fajr-Regno), Kate levanta às 6h, mas já parecia umas 11h. Psikê, a lua vermelha, parecia feita de sangue, estava próxima de Hélius Flava, deveriam ter um eclipse parcial lá pelas 10h (com duas luas e duas estrelas principais, eclipses não eram tão raros em Akaŝa, mas como em qualquer lugar, normalmente eram rápidos).

    Voltando para a base improvisada da Izete, Kate encontra Caoilain, esta oferece um copo de leite com alguma coisa (especiarias?) misturada.

    - Será que devo perguntar pra Corrente se posso beber? Ela me proibiu de comer qualquer coisa ontem...

    - Ma'bah! Eu não sou uma curacista também? Posso não ser tão experiente quanto, mas sou a melhor aluna da Corrente. Ela disse para não comer nada pesado ou que atrapalhe a purificação: carne, óleo, álcool... Leite faz bem, ainda mais preparado por mim.

    Caoilain mistura um pó ao leite, mexendo em sentido horário com os dedos. A medida que faz isto o leite vai ficando mais quente, ação de sua magia de fogo. Quando atinge um ponto desejado ela dá para Kate. O gosto não era de bovino ou ovino (fontes de leite mais comuns por ali).

    - Obrigada!

    - Ah, não foi nada! Graças a você tivemos oportunidade de ver a Corrente operacionando alguém com bloqueio no Svadhisthana, no Manipura e no Vishuddha ao mesmo tempo! Impressionante você ainda estar de pé com tanta energia densa dentro de si. Estou ansiosa para ver mais na aula de hoje. - Caoilain cutuca alguns pontos na coluna. - Pensei que os cabeças de tocha iam te pegar primeiro. Eles iam acabar estragando tudo.

    ***

    obs escreveu:Se for procurar algo pra aprender sobre Jara, tem alguns livros/pergaminhos básicos no galpão deles, A Corrente está lá, junto com o Kito, ela sentada, com os pés em uma bacia de água, enquanto ele está ajoelhado, esquentando a água com sua mana e massageando os pés dela. Você pode procurar algo aleatório D8 ou ver se dá uma olhada nos títulos (tem pergaminhos dos julgamentos de Jara, Jara Sutra, Livro da Sabedoria Antiga, Livro dos Dias da Primeira Mulher, um hinário, "Recomendações" de Daspen, alguns escritos em Sella ou Palla (A Corrente poderia ler pra você), Alguns Conhecimentos de Hagreb (parecia algo de magia, e estava em Moloke) além de alguns tomos sobre Piro (como "A Inimortalidade" e "Piro Sutra") e coisas diversas.

    Fora isto vão te esperar as 11h pra outra seção de cura, na parte da manhã pode fazer o que quiser.

    ***

    Como o Christiano só falou que atacaria normal, o Dycleal esqueceu dou outros dois carinhas que estavam atacando e a Re-L Moon não quis narrar a morte do inimigo com efeitos especiais, vou rolar o resto que precisa até terminar.

    Ka: Consegue derrubar o oponente, mas o aliado ao lado tem dificuldades e o oponente dele ataca ambos ao mesmo tempo, Ka leva mais uma porrada (rola 1D8, se sair 1 quebrou o braço direito, se sair 2 velou uma flechada no ombro, fora isto só dano mesmo, já tirei na ficha) mas no fim consegue usar a marreta na canhota com velocidade extra pela mana branca.

    Nadhull: leva um crítico do segundo oponente (o corte vai em rola 1d6 1: braço direito 2: braço esquerdo 3: perna direita 4: perna esquerda 5: rosto 6: asas) mas apesar disto, depois de bastante dificuldade, ele consegue dar um crítico no terceiro. Nadhull vê o exército inimigo recuando, se quiser fugir rola força, qualquer coisa abaixo de 14 deu pra fugir sem levar mais dano, se for tentar segurar o oponente para dar chance dos soldados de Fajr-Regno avançarem mais contra eles, rola Vitalidade.

    Mortalha: desvia nada menos do que de 3 flechas, já dá pra ser chamada de dançarina da esquiva. Se quiser ajudar um dos outros dois, rola 1d8, cada 2 pontos reduz a perda de 1PV do que ajudar.

    Azriel: Depois de alguns cavaleiros terem passado pela sua bola de fogo até rindo, mais quatro oponentes tentam furar o bloqueio, o objetivo deles é chegar na cidade, nem estão muito preocupados em batalhar, rola Destreza, para cada ponto acima de 12 é um oponente que passa por você.

    O dia já começa clarear, a noite foi mesmo extremamente curta pois vocês entraram no primeiro dia do outono, e neste período, quando uma Hélius está se pondo a outra já está quase nascendo. O exército de Gaja começa sentir dificuldade e vai começando recuar, quem está do lado de Fajr-Regno começa preparar para avançar até o vale, mas eles dão um tempo para os feridos voltarem pras últimas filas. Vocês perdem o tenente, e os que estavam nas linhas de frente "meio que deixam" o oponente recuar "um pouquinho a mais", para não gastarem soldados a mais do lado de vocês.

    Quem quiser recuar, é só esperar depois a avaliação de danos que os soldados farão assim que o campo terminar de se definir.
    Srta. Moon
    Semi-Deus
    Srta. Moon
    Semi-Deus

    Mensagens : 5785
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Srta. Moon Qua Jun 30, 2021 2:48 pm

    Não tinha muito o que fazer, no mais apenas deu apoio ao indivíduo que parecia mais ferido e necessitar de sua ajuda no momento.


    OFF: Ajudar o que estiver mais ferido.

    Srta. Moon efetuou 1 lançamento(s) de dados Em Heséd - Página 3 D8 (d8.) :
    4
    Conteúdo patrocinado


    Em Heséd - Página 3 Empty Re: Em Heséd

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Out 26, 2021 1:56 am