Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Ankou
    Mestre Jedi
    Ankou
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1375
    Reputação : 55

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por Ankou Sex Jul 23, 2021 12:31 am





    Blackwood Manor

    Blackwood Heights - Blackwood Manor OHTp890

    A casa é antiga construída no século XIX assim que os Blackwood e demais famílias fundadoras de Brimstone expulsaram os indígenas das terras, ela foi construída no ponto mais alto do bairro que foi posteriormente nomeado por causa da família.
    Ela trás consigo ainda aquele ar europeu, incluindo o jardim não natural com pinheiros e plantas não nativas, a família a mantém a propriedade o mais original que que podem até os dias atuais, ainda que parte dela tenha sido consumida pelo fogo 1945 ironicamente por um incêndio começado por um relâmpago.
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 250
    Reputação : 3

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por JTaguchi Sex Jul 23, 2021 8:36 am

    Ainda é constrangedor lidar com Anastácia. Morgan sabe que, numa situação sem tantas formalidades, ele não pensaria duas vezes em abordá-la, ainda mais sabendo que a garota vem acompanhada de uma família influente, rica e com sangue de lobo correndo nas veias. Talvez os pais devessem simplesmente ter dado mais um daqueles bailes antiquados e deixado que os jovens fizessem o resto sozinho, mas as antigas manias saídas de algum livro do século XIX pareciam importar mais que o desembaraço.

    Anastácia escreveu:- Sim, tudo bem, tudo indo conforme planejado… Eu acho.Sua mãe foi me mostrar o mercado hoje, a gente passou no seu escritório, mas a secretária disse que você tinha saído.

    "Uma pena", responde. "Quando for passar no mercado, me liga antes. Eu dou um jeito de fazer uma pausa com você."

    Então ela lhe dá passagem para entrar no quarto. Ele observa o cômodo grande e opulento que Eleanor Blackwood fez questão de preparar para sua nora, com móveis antigos e luxuosos para que a garota não se sentisse tão fora de casa. Morgan entra e observa os desenhos na cama. Um deles retrata uma garota mestiça, de aparência um tanto exótica para os seus padrões tão ingleses - e lembrar que Anastácia chamou atenção justamente por ser a única loira no meio de uma família inteira de morenos o faz pensar em como a família conseguiu passar duzentos anos no Novo Mundo agindo como se a América ainda fosse uma extensão da Inglaterra. É justamente este desenho que ela mostra, e, de repente, o desenho da runa lhe salta aos olhos.

    Morgan não sabe que ela desenha. O que sabe da garota são informações que lhe foram entregues como se fosse o currículo de uma possível funcionária. Bailarina desde os quatro anos. Fala francês como segunda língua. Praticou hipismo durante a adolescência. Gosta de vinho cabernet. Apaixonada por arquitetura.

    Ainda de pé, ele analisa o desenho, entendendo instintivamente o significado da runa - Pureza. A garota foi marcada como uma Rahu, uma guerreira da Lua.

    Anastácia escreveu:- A runa dela brilha igual a sua e a do vovô, mas é diferente, o desenho dela é diferente do de vocês.

    Então é isso. Ela pode ver as runas e ele percebe que não é a primeira vez que a dele é vista. Surpreso tanto com a habilidade artística quanto com a sobrenatural, ele ergue os olhos para ela ainda sem saber o que dizer.

    Anastácia escreveu:- Eu não sei se isso é importante mas…

    Morgan pega o papel e olha para o número. Não o conhece, mas deve ser importante. Sua mente começa a trabalhar rápido, pensando nas possibilidades. Mais do que uma mãe para uma linhagem forte, mais do que influência e dinheiro, mais do que a manutenção das tradições da família, Anastácia é espantosamente eficiente. Ele quase se sente um idiota por não ter pensado nisso antes. Quando seus pais o apresentaram para ela, há algumas semanas, eles disseram que a garota é uma joia rara. Ele não sabia o quanto estavam certos.

    "Você é realmente uma joia rara", diz, por fim. "Eu estou muito curioso em saber de toda a história sobre como você conseguiu este número e quem é o dono dele e quem é a garota do desenho, mas acho que precisamos fazer isso do jeito certo. O que você acha de jantar fora hoje?"

    ***


    Se Anastácia aceitar, Morgan dá tempo para que ela se arrume e vai tomar um banho em seu quarto. Veste uma camisa azul e uma calça de sarja, mais descontraído que as roupas escuras que usa no trabalho. Assim que ela estiver pronta, ele a leva para fora e abre a porta de seu Alfa Romeo para ela.

    "Hoje eu vou te apresentar a uma das maiores antiguidades da cidade", conta, animado. "Para alguém que gosta de arquitetura, você vai ver uma construção com quase duzentos anos. Ninguém vem a Brimstone de fato até passar por lá."

    Ele aciona a ignição e dirige em direção ao Saloon & Goldfiend. No caminho, decide puxar conversa.

    "Seus desenhos são muito bonitos", elogia. "Aprendeu sozinha?"
    Ankou
    Mestre Jedi
    Ankou
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1375
    Reputação : 55

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por Ankou Dom Jul 25, 2021 6:54 pm





    Morgan Blackwood


    Morgan escreveu:"Quando for passar no mercado, me liga antes. Eu dou um jeito de fazer uma pausa com você."

    - Tudo bem, a gente foi meio de surpresa mesmo, nada planejado, ela só precisava de coisas pra casa - ela responde levemente sem graça, mas aparentemente genuína.

    A Garota cora quando ele a elogia, sorri e o olhar desvia pra baixo, ela parece gostar do que ouve, distraída por um instante, ela balança a cabeça que sim com um sorriso sem mostrar os dentes e assim como ele se recolhe pra se arrumar antes de sair pro jantar.

    --

    - Parece legal. - ela responde contagiada pela animação dele, o cheiro que vem ela é adocicado e leve, rosas com qualquer outra coisa que Morgan não sabe identificar pelo cheiro, a roupa dela é um vestido preto com um casaco de peles sintéticas por cima, a noite do deserto é bastante fria e ela já tinha comentado antes que tinha aprendido isso da pior maneira possível, Morgan sabia disso melhor do que ninguém.

    - Ela tem uma loja perto do mercado. - ela fala aquilo de maneira meio abrupta - A menina com a runa, o telefone que eu anotei provavelmente é do celular comercial dela, tava na placa da loja. - ela diz sem certeza nenhuma na voz.

    - É só um passatempo, meus pais nunca gostaram, nunca tive aulas, coisa de vagabundo eles diziam. - O que ela falava sobre os pais era verdade absoluta, e provavelmente ela nunca teve aulas, mas ela dedicada demais e boa demais pra encarar aquilo apenas como passatempo, Morgan não sabia dizer exatamente, mas tinha algo que não encaixava.
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 250
    Reputação : 3

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por JTaguchi Seg Jul 26, 2021 7:23 am





    Vento de Inverno


    Morgan Blackwood
    Elodoth  |  Senhores da Tempestade


    “Cada época é salva por um
    punhado de homens que têm
    a coragem de não serem atuais.”

    _______________________________________________________________________


    Indo: Saloon


    O cheiro dela é uma coisa que faz o lobo dentro de si se remexer e querer acordar. Não porque lhe causa raiva, mas porque o faz se lembrar das coisas mais básicas da vida: comer, caçar, dormir, procriar. Por um segundo, Morgan pensa em parar tudo aquilo e possuí-la ali mesmo, mas logo se lembra de seguir o protocolo e manter os bons costumes. Falando num sentido muito pragmático, é uma questão de tempo até ele e Anastácia acabarem na mesma cama, mas existe um roteiro a ser seguido até lá por uma questão de decência.

    Anastácia escreveu:- Ela tem uma loja perto do mercado. A menina com a runa, o telefone que eu anotei provavelmente é do celular comercial dela, tava na placa da loja.

    "Se é comercial, acredito que ela já tenha encerrado o expediente por hoje", comenta, de forma tranquila. "Você gostou de alguma coisa em específico no mercado?"

    Anastácia escreveu:- É só um passatempo, meus pais nunca gostaram, nunca tive aulas, coisa de vagabundo eles diziam.

    Ele pensa por alguns segundos, sem entender muito bem a postura da família. Os Blackwood valorizam certo apreço pela arte e toda geração tem seus artistas, que são incentivados a aprender música ou pintura para que seus talentos sejam exibidos perante o resto da alta sociedade da cidade. Mesmo assim, ele prefere não fazer uma crítica muito aberta a esse tipo de atitude. É necessário demonstrar respeito à família de sua noiva antes de mais nada.

    "Bem, você pode ficar tranquila quanto a isso por aqui", diz, sem tirar os olhos do trajeto. "Pode encher a casa com seus desenhos, se essa for sua vontade. Se quiser transferir seu curso para universidade local e estudar arte, sinta-se livre para isso. Posso providenciar um espaço para você em casa, assim você pode ter seu ateliê."

    Faz uma curva, e começa a pensar nos aspectos práticos da vida. Tem uma série de coisas que precisa ser feita para concluir a chegada dela em Blackwood Heights.

    "Vou te mostrar o que é que eu estava fazendo quando você e minha mãe foram ao meu escritório hoje.", começa, mantendo o tom de naturalidade para passar segurança. "Abra o porta-luvas, por favor. Ali, você vai encontrar um cartão com seu nome. Ele está vinculado à minha conta e você pode usá-lo como quiser. Além disso, vamos numa concessionária o mais rápido possível. Vou comprar seu carro para que você tenha total liberdade de para ir e vir sem depender de ninguém

    Espera a reação da moça, depois continua.

    "Se você quiser, podemos começar a pesquisar pela nossa casa.", propõe. "Blackwood Manor é um ótimo lugar, mas acredito que você queira um espaço para decorar da forma como quiser. O que você acha?"

    Assim que eles chegam ao Saloon, ele estaciona o carro, abre a porta para ela e a ajuda a descer, segurando sua mão. Morgan sabe que ser visto com ela num lugar como esse vai fazer a fofoca correr muito mais rápido do que aconteceu com Mark, mas sua intenção é justamente essa - Anastácia precisa ser vista como uma integrante da família para que seja tratada como tal.

    "Anastácia, apresento a você o Saloon&Goldfield", faz um gesto mostrando o lugar e oferece o braço a ela. "Vamos entrar. Lá dentro está mais quente."

    Uma vez lá dentro, ele pede uma mesa e a conduz até lá. Então puxa a cadeira para ela e se senta à sua frente, curioso para ver sua reação.
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 250
    Reputação : 3

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por JTaguchi Sab Ago 21, 2021 12:01 pm





    Vento de Inverno


    Morgan Blackwood
    Elodoth  |  Senhores da Tempestade


    “Cada época é salva por um
    punhado de homens que têm
    a coragem de não serem atuais.”

    _______________________________________________________________________





    Morgan dirige calmamente para casa, mostrando o caminho para seus novos amigos. Assim que chega, leva a todos para o estacionamento e os conduz para a entrada principal do casarão.

    "Meus caros, sejam bem-vindos a Blackwood Manor", diz, num tom cortês. Não há nenhum traço de ostentação em sua voz. "Sintam-se em casa."

    Ele cumprimenta quem encontrar pelo caminho, sempre chamando os empregados pelo nome e os tratando com educação e respeito. A maioria o conhece desde muito cedo, porque a família mantém um quadro de funcionários bastante fiéis. Os Blackwood são exigentes, mas conservam a fama de ótimos patrões, tratando todos com generosidade e respeito.

    O gabinete é antigo, todo trabalhado em madeira escura e móveis antigos. Possui uma prateleira enorme e abarrotada de livros, uma decoração clássica e um ar de austeridade. É aqui que Morgan trabalha quando não está na empresa e onde passa boa parte do tempo cuidando de assuntos da família ou do mercado. A lareira apagada se encontra sempre acesa quando é inverno e nas noites mais frias. Ele abre a porta do lugar para seus convidados e os deixa passar, então fecha a porta atrás de si. Indica uma cadeira para Serge e puxa outra para Mercedez. Senta-se por último, de frente para os dois.

    George chega logo depois, trazendo a refeição. O cheiro enche suas narinas e ele sorri de satisfação, sabendo que aquilo está ótimo.

    George escreveu:- Espero que esteja ao seu agrado Senhor.

    "Está perfeito", diz, satisfeito. "Muito obrigado."

    Então se vira para seus convidados.

    "Espero que vocês gostem", diz, e dá um olhar divertido para a Rahu. "Eu me dei a liberdade de pedir comida mexicana, espero ter acertado. Até a nossa próxima reunião, pretendo descobrir o menu perfeito para Serge. Não se acanhem, por favor. É tudo para vocês."

    Morgan abre uma garrafa de cerveja e serve uma taça para cada um, mantendo o clima o mais agradável possível. Serve-se de um pouco de guacamole e aproveita alguns minutos em silêncio. Então decide começar a conversa novamente.

    "Então, Serge", diz, "Você trabalha com o que?"

    Ele toca no assunto para incentivá-lo a falar sobre algo que se interessa. Dessa forma, espera conduzir a conversa para um tópico mais neutro, para depois abordar o assunto mais sério.

    Gabinete:
    Blackwood Heights - Blackwood Manor E8a57c038c32019d088e568a0c7355ed
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5227
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por Bravos Dom Ago 22, 2021 9:44 am




    Serge Senat

    O rapaz os chama para sua casa, mas Serge não estava preparado para aquela mansão. Mercedez que já o conhecia certamente entendeu seu olhar quando chegaram ali. Adentrar aquele lugar cheio de empregados soava até estranho. Quase um filme de época ligeiramente deslocado.

    - Mexicana está nada mau. - Ele disse, pegando um burrito e comendo sem pressa alguma. Bebe da cerveja também, mas ainda com certo desconforto pelo lugar. Morgan lhe pergunta de trabalho. - Eu sou cuteleiro. - Aquilo costumava soar 'cool', mas naquela mansão soava apenas 'pobre'. Mas Serge não deixou isso transparecer. Ele meteu a mão num dos bolsos e tirou uma pequena faca de bolso.

    Spoiler:
    Blackwood Heights - Blackwood Manor 8a8e7e037119670dd1f06c5bb2af470e

    - Isso, é claro, é só decorativo. O tipo de coisa que se dá de presente. - Dizia, sem deixar claro que não era aquele tipo de coisa que lhe agradava fazer. Mantinha a mão espalmada com a faca aberta para que pegassem e vissem com as próprias mãos. Armas se veem empunhadas. - E você, Morgan? Parece ser herdeiro.






    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 708
    Reputação : 54

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por thendara_selune Dom Ago 22, 2021 9:04 pm

    Os olhos de Mercedez não escondiam o assombro em conhecer aquele lugar por dentro. Cresceu vendo aquela construção imponente sempre olhando as ruas de cima e sem jamais deixar brecha para que alguém achasse que poderia se envergar mesmo diante de uma tempestade avassaladora.
    Observou tudo com curiosidade, mas era educada o suficiente para não sair perguntando, quem sabe outra hora e quando são conduzidos por Morgan ia olhando o caminho em silêncio. Ela cruzou os olhos com os de Serge dando um sorriso de canto quando chegaram ao gabinete.

    - Ah, então na verdade você deve ser Bruce Wayne? - O tom bem humorado era seu mecanismo de defesa diante de situações novas. A taça acomodando a cerveja parecia divertida aos seus olhos como se o líquido estivesse tão deslocado quanto ela mesma se sentia ali dentro. O requinte do lugar não combinava com os dois ali, mas para Morgan era uma pele tão natural quanto o ar que compartilhavam agora. - Desculpa, mas não resiste a piadinha.- Ela deu com os ombros e pegou uma quesadilla tomando cuidado para não sujar tudo por ali. O tempero na medida, lembrou até dos pais de novo e quando Morgan pergunta sobre Serge fica escutando em silêncio os dois trocarem algumas palavras. Acomodou-se na cadeira que Morgan puxou e ficou ouvindo os dois com curiosidade.
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 250
    Reputação : 3

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por JTaguchi Seg Ago 23, 2021 7:58 pm





    Vento de Inverno


    Morgan Blackwood
    Elodoth  |  Senhores da Tempestade


    “Cada época é salva por um
    punhado de homens que têm
    a coragem de não serem atuais.”

    _______________________________________________________________________



    Morgan se permite relaxar um pouco mais, agora que está em casa. Ao ver que seus convidados não se inibem diante da comida, ele se sente mais satisfeito, embora saiba que os dois não estão acostumados com o requinte que rodeia Blackwood Manor.

    Mercedez escreveu:- Ah, então na verdade você deve ser Bruce Wayne?

    Ele ri e dá um gole na cerveja.

    "Não, meus pais ainda estão vivos", responde. "Mas, agora que você disse, talvez eu procure um Batmóvel para mim. Só que esse tem que ser grande, para caber vocês e os próximos."

    Então Serge fala de seu trabalho. Morgan repara que ele se solta um pouco mais quando fala de algo de seu mundo, o que mostra que sua estratégia funcionou. O rapaz mostra um canivete para os dois e ele o inspeciona mais de perto, com interesse genuíno.

    "Fantástico", elogia. "Então, temos entre nós uma jovem empreendedora e um artífice. Gostaria de encomendar uma machete com você. Uma coisa resistente e bastante afiada, algo que possa ser usado por alguém que gosta de passar vários dias em ambiente selvagem. Use o que você tiver de melhor. Pretendo presentear meu irmão com ela."

    Serge escreveu: - E você, Morgan? Parece ser herdeiro.

    Morgan então faz um gesto em direção a alguns retratos na parede mais próxima. Dois deles, em especial, mostram dois homens bastante parecidos com ele.

    "Gostaria de ser, mas não sou", diz, num tom divertido. "Na verdade, sou o irmão do meio. Represento a família no conselho acionista do mercado e o administro. William, meu irmão mais velho, já é casado e me deu um casal de sobrinhos de presente. Ele não vive mais conosco e cuida das nossas ações no mercado financeiro.", ele então faz um leve trejeito com a boca, indicando desagrado. "Matthew, o mais novo, está em viagem. Estava escalando nas Montanhas Rochosas e deve voltar nos próximos dias. Tem apenas dezenove anos e ainda não assumiu seu trabalho na família. Vamos dizer que a fase aventureira e rebelde está demorando um pouco mais para passar, como é comum em irmãos mais novos. A machete é um presente para ele."

    Ele morde seu burrito e dá um gole na cerveja.

    "A cutelaria é uma tradição familiar?", pergunta.

    Ouve a resposta com atenção, então decide envolver Mercedez na conversa.

    "E você, Mercedez? Tem planos para sua loja?"

    William Blackwood:
    Blackwood Heights - Blackwood Manor 12abad29c983a165bd1c8a5330057807

    Matthew Blackwood:
    Blackwood Heights - Blackwood Manor 5e5025fc9f60f63f67b339d7f5c1434b
    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 708
    Reputação : 54

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por thendara_selune Qua Ago 25, 2021 4:25 pm

    -Vejo que aprimorou seu hobby Serge.- Mercedez exibiu um sorriso ao ver o objeto e lembra de uma coisa que o pai dizia enquanto os dois arrumavam a motinha juntos. - A faca é como uma chave afiada, ela divide tudo em dois mundos Serge...Espero que saiba onde e quando cortar!-  Ela bebeu um gole da cerveja, ainda se achando parecida com o líquido, tão deslocada em meio ao requinte do lugar. Pensando em quanto aquela lâmina fria parecia com eles mesmos, afinal são carne, ossos e sangue que se desprendem de maneira tão afiada quanto uma faca sedenta no escuro.


    Quando Morgan faz o elogio ao amigo dá brecha para que Mercedez aproveite  o momento para afastar da mente qualquer pensamento mais denso. Ela abre um sorrisinho malicioso e depois dispara sem vergonha alguma. -Inegavelmente Serge leva jeito com as mãos!-

    Quando ele retribuiu a piada sobre Bruce Wayne ela apenas ri e depois respondia bem humorada. -Batmóvel é uma opção, mas sinceramente preferia um jatinho com o nome da nossa futura alcateia! -

    Mercedez levanta-se movendo-se pelo lugar, passando os olhos pelos livros e ouvindo Blackwood falar sobre si, mas também sobre a família. - Uma vida cheia de responsabilidades, tensões e pressões...Nem me atrevo a me comparar a vocês no quesito empreendedorismo.- Dá com os ombros e então uma nova pergunta para Serge. Depois a curiosidade de Morgan também a alcança. - Herdei a loja, mas sinceramente sempre me vi viajando pelo mundo, me virando por ai, curto uma vida livre, mantenho a loja porque paga os boletos, tenho um funcionário honesto, mas nunca foi uma meta principal, mas quem sabe mais adiante se estiver viva tente expandir as coisas ou acabe mudando de ramo a depender do futuro!- Parecia realmente ter preocupações com o futuro, não apenas sobre a loja, mas sobre si mesma e aquela nova vida.

    - Sei lá Morgan, não quero perder a sensação de ser humana,  ser parte do mundo comum, tem horas que nada disso faz sentido e outras que acho uma grande piada esses velhos territorialistas, marcando tudo como se o mundo fosse um grande pasto e eles fossem os únicos com direito de vagar por ele...Desculpa, sei que agora não é o foco, mas ainda estou emputecida com a Chloe!-   Por um breve momento uma centelha de irritação nos olhos escuros. - Catalina e ela foram atingidas por um taco lunar no meio cara...Sem falar da família Adams, caso não esteja entendo tô falando da turma de Dartmoor Hills, os esquisitos dos Andarilhos-do-Vale aquele povo parece que saiu de um filme  de terror dos anos 70 e não ficaria surpresa se fossem todos pirados!- O tom jocoso se misturava a uma dose de medo e  antipatia pura. - Mas o momento pede que a gente se junte de alguma maneira, quem sabe morder um pedaço de território, até porque pela minha breve noção das coisas filhotes sozinhos no asfalto ou no deserto são uma presa fácil!-  


    Falas em branco
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5227
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por Bravos Sex Ago 27, 2021 1:09 pm




    Serge Senat

    - Cuteleiro. - Serge o corrige. Não que ele não soubesse o que era um artífice, mas não gostava daquelas palavras pavoneadas. Morgan fala sobre um machete a ser encomendado. - Um de verdade então? Tem quem goste de ter armas 'decorativas'... Aí o processo é outro. - Ele comenta, sem dar mais detalhes sobre. Mercedez fala sobre sua habilidade com as mãos e ela pode notar que sua pele ficou um pouco mais brilhante. Ele engole um riso e sorri sem mostrar os lábios. Os olhos fuzilam ela com certa malícia quase perguntando 'por que?'

    Morgan continua descrevendo toda sua família. No fim Serge sorri de leve. - Então você é herdeiro. - Ele dá um gole na cerveja. - Sabe, hoje em dia não é só o primeiro filho que recebe herança... - Pousa ela no porta copo chique. - Farei o machete do seu irmão. Me mande umas fotos dos equipamentos que ele costuma usar. - Ele cata um outro burrito enquanto Mercy começa a falar da loja. - Aquela loja era incrível... Quer dizer, pra mim, naquela época, era. - Depois ela pareceu perder um pouco a calma. Serge a olha com curiosidade. - O que houve?






    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 708
    Reputação : 54

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por thendara_selune Sex Ago 27, 2021 2:51 pm

    Ela pega a expressão silenciosa de Serge. O "porquê?" torna a situação divertida, então ele fala sobre a loja do jeito que o pai falaria. Os olhos dela brilham cheios de saudade.

    -Com a morte dos meus pais tudo perdeu a cor, o som e brilho...Sempre lembro deles, só evito pensar na parte que eles não estão aqui...- Serge já sabia disso, Mercedez não gosta de perder nada e nem ninguém. Os olhos escuros ficam ali fixos no amigo, mas depois ela inclina  a cabeça pro lado como se estivesse lembrando de outras coisas e a pergunta de Serge reacende uma brasa.

    -Território, meu amigo!- O sorriso dela se abre, os  caninos afiados aparecem, o olhar predatório a fazia parecer uma coisinha bonita e cruel. Havia duas existências brigando dentro de Mercy ao longo daquele mês; A loba que sentia que podia correr até as estrelas sem jamais cair no vácuo e a menina órfã que perdeu os pais, que tinha medo, mas não queria a pena ou caridade de ninguém. Ela ficaria forte, teria uma alcateia e não importava o que tivesse que fazer, mas cuidaria dos seus, mesmo que precisasse matar meio mundo ou se perder na violência que aquele mundo dos lobos exalava. - Aquela linha imaginária que não podemos cruzar sem sentir presas e garras espreitando nossas jugulares...Macabro mas tão perceptível que parece que algo puxa sua espinha quando você cruza a linha! - Ela olha Serge e depois Morgan com o ar de quem parecia irritada demais, mas preferia se conter.
    -Passei pelo território da Inquebrável, então ela fez aquela cara de “ Eu vou morder você tão forte que não vai sobrar um osso pra contar história!’’-

    Depois pensa sobre a Cahalith da sua tribo. - Catalina não me queria tribo, talvez a Lua tenha sussurrado uma onda de coisas caóticas no ouvido dela...Se não fosse Willy acho que seria uma Fantasma correndo de lá pra cá tentando não ser mordida ou apanhar...Seria um inferno pra mim!-

    Recosta-se em uma parede e suspira pensando nas coisas. - Sou jovem nisso, ninguém acorda um dia e diz “Quero ser uratha ou compreendo perfeitamente o que tenho de fazer!”- A voz já não tinha irritação era apenas ela sendo verdadeira.- e penso no juramento, a coisa ecoa na minha cabeça...Sem falar que tudo foi amplificado, cheiros, sons, sensações e a fome que me corrói por dentro…- Mercedez se achava controlada sobre como lidar com as vontades que tinha, mas vez ou outra sentia que poderia possuir o mundo, as pessoas nele e muito mais. Tomar através da força, da trapaça ou apenas não deixar os outros encontrarem um ponto frágil nela que pudessem arruinar. Era a sua loba falando ou aquilo sempre esteve dentro dela? Não tinha como responder isso.

    - Preciso de uma alcateia, sem isso tenho medo de perder o que sou e virar algo ruim...Vocês são um caminho, Serge posso contar, confiar e você Morgan é tudo só parte de um plano bem organizado ou você realmente sente que uma Alcateia é uma família que precisa ter?- Agora olhou Blackwood e Serge com uma cara séria, mas os olhos pareciam esperançosos em ouvir que eles também queriam fazer parte daquilo tanto quanto ela.

    Falas em branco

    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 250
    Reputação : 3

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por JTaguchi Seg Ago 30, 2021 7:55 pm





    Vento de Inverno


    Morgan Blackwood
    Elodoth  |  Senhores da Tempestade


    “Cada época é salva por um
    punhado de homens que têm
    a coragem de não serem atuais.”

    _______________________________________________________________________



    Morgan ouve a piada de Mercedez, satisfeito por ver que Serge está mais relaxado e desinibido no ambiente, até fazendo piadas. Evidentemente, ele tem tato o suficiente para entender que os dois já dormiram juntos e, particularmente, pensa que esse tipo de piada é um ótimo pretexto para relembrar os velhos tempos. Pensar nisso o faz pensar em Anastácia e especular em como ela vai voltar depois de um dia no salão.

    Ele mostra algumas fotos dos equipamentos do irmão, sem entender direito do que se trata.

    "Depois do machete, quero encomendar três facas com você.", diz. "Mas estas você está totalmente livre para pensar no design e no material que vai usar. Só tenha em mente que devem ser extremamente letais, porque serão nossas. Depois disso, podemos colocar alguns espíritos nelas. Obviamente, você vai precisar nos ensinar como usá-las. O que me diz?"

    Mercedez escreveu:- Preciso de uma alcateia, sem isso tenho medo de perder o que sou e virar algo ruim...Vocês são um caminho, Serge posso contar, confiar e você Morgan é tudo só parte de um plano bem organizado ou você realmente sente que uma Alcateia é uma família que precisa ter?

    "Todos nós precisamos, Mercedez", responde, num tom calmo. "A força do lobo está na alcateia. É como as coisas são. Você sabe que quero isso tanto quanto você. Só vamos ter respeito e poder nesta cidade se estivermos juntos e fortes o suficiente para protegermos os nossos e eu não recebi a marca do Lobo do Inverno para me recusar a cumprir meus deveres. Sim, minha cara, você e qualquer um que correr comigo será minha família."

    Então ele se vira para Serge, que até agora foi o único que hesitou. Morgan sente que agora é um bom momento para saber se ele vai aceitar ou não.

    "E você, Serge? Quer se juntar a nós?"

    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5227
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por Bravos Qua Set 01, 2021 10:59 am




    Serge Senat

    Morgan mostra os equipamentos do irmão. Serge os olha com algum cuidado. Ele nota que Morgan parece não entender. - É para que o machete pareça uma parte de um todo. Você já viu um mendigo com um blaze LOuis Vuitton novinho? Ou um cara como você com um jeans rasgado de verdade e cheio de manchas de graxa de verdade? Então... - Ele sorri enquanto devolve o celular. - Botar espíritos dentro de objetos não é tão simples quanto parece. É algo que ainda preciso aprender. - Ele diz de modo simples. Sem rodeios. Não é fraqueza reconhecer desconhecimento, fraqueza é fingir sapiência sem tê-la.

    Mercy fala dos territórios. Sim, uma outra ou outra eles deveriam ter um território próprio. Mas Serge se preocupava mais com o lado de lá do que com o lado de cá. Ele acena com a cabeça, como que concordando. - Acho que o fato de estarmos cada um sem uma alcatéia já é motivo o bastante para nos organizar e formar uma. Mas toda alcatéia nasce da caçada de um totem, não de acordos entre nós. Quem vocês tem em mente?






    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 708
    Reputação : 54

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por thendara_selune Qui Set 02, 2021 10:39 pm

    - A vida não é uma cama de rosas e as pessoas têm que fazer trabalhos duros, cuidar de uma família é uma responsabilidade imensa, cuidar de uma com lobos que sentem tudo fluir dentro deles triplicado exige muita vontade de fazer dar certo.- Os lábios exibem novamente um sorriso sincero. -Fico feliz que você sinta o mesmo que estou sentindo agora e que possamos correr juntos! - Os olhos dela vão até Serge ele sabe que apesar de fazer várias coisas de maneira impulsiva no geral ela era  determinada e gostava de pensar em si mesma como durona, uma ilusão agradável que a mantinha focada na ideia da alcateia e de se esforçar para ajudar no que fosse necessário. Serge menciona sobre caçar um totem, aquilo foi um pulso elétrico correndo sob a pele cor de terra e os olhos escuros brilharam. -Fiquei até arrepiada olha!-  Ela mostrava o braço com pelos eriçados, e mente a mil e aquela euforia que o amigo conhecia. Tava na cara o quanto a ideia de caçar tal coisa a fazia sentir cada novo sentido berrando dentro dela. Usar o pouco do que sabia e dobrar uma entidade dessas junto de uma alcateia.

    - Queria um que fosse um fácil de entender e que não tente passar a perna na gente ou estou falando besteira?- Isso era algo que pertencia muito mais a Serge interpretar os tais seres do outro lado. - Eu não entendo sobre essas coisas, mas imagino que devemos ter cuidado ao escolher um.- Afastou-se da parede em que estava encostada e moveu-se de novo por trás deles os medindo e riu sem vergonha alguma. - Eu sei que posso cuidar da pele delicada de vocês, mas não sei quase nada sobre caçar uma coisa dessas!- Fez um beicinho bobo e  o tom que veio em seguida era um tanto cômico. - Agentes espirituais em forma de lobos, combatendo as forças sobrenaturais e uivando pra lua!- Falou com a voz cheia de uma emoção juvenil e humor. - Isso dá um filme tosco,mas acho que dá pra vender a ideia e o Blackwood financiar uma pobre menina imaginativa.- Mercedez riu alto da propria ideia e depois ficou olhando os dois. -AH, mas tem a outra moça também que o Willy falou, acho que você não ouviu sobre ela Serge. - Dava pra sentir animação na voz de Mercy.- Podemos ter mais alguém para correr conosco e ajudar a fortalecer a ideia de buscar um totem juntos!- Os olhos brilham cheio de uma alegria verdadeira. Sem família para voltar, Mercedez talvez fosse a mais propensa a entrar de cabeça na ideia de ter na alcateia um porto seguro.

    Falas em branco
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 250
    Reputação : 3

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por JTaguchi Dom Set 05, 2021 8:28 am





    Vento de Inverno


    Morgan Blackwood
    Elodoth  |  Senhores da Tempestade


    “Cada época é salva por um
    punhado de homens que têm
    a coragem de não serem atuais.”

    _______________________________________________________________________



    Morgan fica mais animado com o avanço da conversa. A ideia de terminar o dia com a alcateia formada o agrada bastante.

    Serge escreveu: - Botar espíritos dentro de objetos não é tão simples quanto parece. É algo que ainda preciso aprender.

    Ele balança a cabeça, em concordância.

    "Vamos ter tempo para aprender", diz.

    Serge escreveu:- Acho que o fato de estarmos cada um sem uma alcatéia já é motivo o bastante para nos organizar e formar uma. Mas toda alcatéia nasce da caçada de um totem, não de acordos entre nós. Quem vocês tem em mente?

    Ele se recosta na cadeira e pensa alguns segundos. De fato, vai precisar pensar mais sobre isso. Com sorte, seus companheiros tenham ideias que possam ser aproveitadas.

    "Confesso que não entendo muito de espíritos", admite. "Gostaria de ouvir o parecer de um Lua Crescente antes de tomar qualquer decisão."

    Então Mercedez começa a brincar de novo. Morgan aprecia seu bom humor e admite que, sem ela, a conversa entre ele e Serge seria muito mais soturna. Dá um gole na cerveja e sorri de canto, discretamente.

    "Eu acho que suas habilidades como empreendedora são mais dignas de um investimento do que as suas de cineasta", fala, num tom bem-humorado. "E falando nisso, gostaria que você reservasse um dia para almoçar comigo, o mais rápido possível. Quero conhecer sua loja e falar mais detalhadamente sobre os rumos que você pretende dar para o seu negócio.", depois se vira para Serge. "Assim que você tiver um espaço em sua agenda, gostaria que me apresentasse seu local de trabalho."

    Mercedez escreveu:-AH, mas tem a outra moça também que o Willy falou, acho que você não ouviu sobre ela Serge. Podemos ter mais alguém para correr conosco e ajudar a fortalecer a ideia de buscar um totem juntos!

    "De fato, mais um lobo iria acrescentar bastante", fala, depois tira do bolso da camisa o número que Willy lhe deu. "Tenho aqui o contato de Zana Horvath. Ela pode intermediar um encontro para conhecermos a moça e fazermos o convite. Por mais que minha vontade seja partir nesta caçada o mais rápido possível, quatro é um número melhor do que três. O que vocês preferem: ligo agora ou esperamos que eles façam contato? Se ela estiver na mesma situação que nós, é uma questão de tempo até que bata em nossa porta."
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1577
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por Bastet Dom Set 05, 2021 11:33 pm







    Coração de Tinta


    Beatrice Thompson
    Sombras Descarnadas   |  Cahalith


    “Sim, eu sei o que eu tô fazendo...
    Mas filma direito, se der merda pelo
    menos dá views”



    _______________________________________________________________________





    Vindo de: Arredores - Dartmoor Hills



    Beatrice não tinha noção real da distância até a delegacia... Tinha ido correndo como Lobo, para a casa dos Horvath, encantada durante todo o caminho. Quando percebeu que não estavam nem na metade do caminho, parou e avisou Makya que iam pegar um Uber. Dessa forma, não demorou até estarem na frente do prédio da polícia e a sua queridinha Kombi estava parada lá, no meio de vários carros chiques.

    Era uma Kombi azul e branca, com um alarme esganiçado. Por dentro, uma “mini casa” estava montada, com um sofá que virava cama, balcões, água, uma mini geladeira e uma pia improvisada. Bea abriu, indicando pro outro entrar.

    - Essa é a Britney, minha casa – apresentou como se fosse uma pessoa, o volante grande e duro parecia ter a direção mais pesada que uma guria como ela podia dirigir de forma confortável.

    Britney:
    Blackwood Heights - Blackwood Manor TFkGITH

    Blackwood Heights - Blackwood Manor MgT6PH6

    Blackwood Heights - Blackwood Manor XXCycfm

    O interior não estava 100% organizado, mas parecia bastante funcional. O barulho, entretanto, quando ela começou a dirigir, era alto e chamativo.

    - Você acredita em profecias? – perguntou, indicando pra ele colocar o cinto de segurança – Quer saber o que fazia no meu sonho? – colocou o celular pra indicar o caminho que deveriam seguir, começando a seguir pelas ruas parcamente conhecidas. – Eu não sei se quero encontrar três pessoas no endereço onde vamos. Ainda mais levando em conta isso aí – indicou o “pretume” que nunca saía do horizonte, pra todas as direções. Estavam dentro daquela bolha, qualquer local que quisessem atravessar para a Sombra, ia ser naquilo. - O que você acha sobre aquela história toda?

    ---

    Quando já estavam perto da casa, Beatrice diminuiu a velocidade de forma quase suspeita, olhando boquiaberta a casa – Porra... Eu subestimei a grana desse pessoal. – olhou pra Makya ao estacionar – Vão pensar que a gente veio pedir dinheiro ou que roubamos esse pipoco aí. Tá pronto pra dar o seu melhor sorriso? – desligou a chave, dando um sorriso e esperando ele o fazer também – Vamos planejar algo ou deixar fluir? – ela nem fazia ideia como abordar um pessoal granfino daquele... Granfino e potencialmente assassino.  Com sorte Makya já tinha lidado com mais urathas que ela.

    ---

    Na porta, ela ajeitaria o cabelo e o vestido pra se ajustar nas curvas bonitas de seu corpo, antes de tocar a campainha. Tinha deixado a caixa com o outro lobo que estava junto dela.


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 127

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por Wordspinner Qua Set 08, 2021 3:47 pm

    "Brit é uma beleza. Tu cuida dela sozinha?" Olhava o carro prestando atenção nos detalhes que podia. Abaixou do lado de fora olhando bem os pneus. "Ela não te merece lindona. Pode falar..." ele começa a sussurras. "Ela não te dá valor, né?" O irraka dá um tapinha carinhoso na maquina antes de entrar.

    Ela pergunta sobre profecias e ele olha para fora. "Posso sentar na cama? Esse banco aqui..." Ele faz uma careta e passa por cima do banco para o sofá. "Eu não sei até onde eu acredito ou não, mas é claro que quero saber. Talvez seu sonho tenha um pé no que pode vir a ser." Ele olhava para fora de novo. Para o cenário correndo em volta deles. Ou pelo menos andando rápido. "Que isso aí, garota?" Makya olha para Bea tentando com muito esforço entender, procurando o que tem na estrada que pode ter a ver com três pessoas. "A gente sempre pode parar num bar mandar uma mensagem pro mano Black. Facebook, sabe? É fácil uma pessoa assim." Ele dá de ombros, não tinha pressa de entregar a arma. "Não estamos nada específicos, né? A coisa do velho ser fechamento e o Horvat mais maneiro da cidade? Achei bom, achei sorte também. Conveniente." Ele dá um tapinha de leve na caixa com a arma.

    "Agora a história dos malucos se matando antes de eu nascer? Viagem, mas parece legitimo. Nego se mata mesmo, aposto que tem um bando de gente lutando pela vida nesse segundo, cuspindo sangue e dentes e se arrastando para tentar continuar respirando. Porque o Povo não seria assim? Nunca vi um Anshega, mas dizem que os caras querem nosso couro pra fazer bota." Ele puxa o rosto com um pensamento estranho na cabeça. "Eu daria uma bota horrível."

    --

    "Na real a gente tem a vantagem até tocar a campainha. Talvez o cara nem saiba que essa porra existe. " Ele acompanha as curvas do lugar. Os ângulos. "A gente espera do lado de fora e faz ele vir falar com a gente. Testa a curiosidade e boa vontade do cara. Assim a gente descobre um pouco mais sobre o sujeito e se a gente mudar de ideia enquanto espera podemos dar no pé fácil. " Ele dá de ombros. "Pode sorrir pra quem você quiser, essa grana toda tem um gosto amargo de olhar. O jogo é seu na real, ele deu a caixa para você entregar. Eu só to tentando ser legal." Então ele lembra que a verdade sempre funciona melhor com ele. "Isso e passar um tempo na sua companhia é melhor que ficar sozinho." Ele não sorri, o irraka olha a entrada do lugar e procura presença humana. Um segurança? Jardineiros? Um mordomo? Cães? Um dedo na frente da boca e os ouvidos esperando algum sinal de dentro da casa.

    O lugar em si era um argumento e tinha mensagens escritas em todo o canto, ele só não sabia ler todas. O irraka cobre os olhos com as mãos e se esforça para olhar o outro lado. Ia ter uma mensagem lá também, uma que ele queria ler.
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi
    JTaguchi
    Cavaleiro Jedi

    Mensagens : 250
    Reputação : 3

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por JTaguchi Sab Set 11, 2021 10:48 pm





    Vento de Inverno


    Morgan Blackwood
    Elodoth  |  Senhores da Tempestade


    “Cada época é salva por um
    punhado de homens que têm
    a coragem de não serem atuais.”

    _______________________________________________________________________



    O telefone em sua mesa toca, anunciando uma chamada do mordomo. Com sua típica eficiência, ele anuncia a chegada dos dois visitantes. Da janela, é possível vê-los: um casal. A moça se parece muito com a tal Beatrice Thompson.

    “Pode recebe-los”, diz. “Diga que não demoro. E, por favor, acrescente mais dois lugares na mesa, com mais cerveja. Nós vamos precisar.”

    Então, olha para Mercedez e Serge.

    “Peço desculpas pela interrupção”, começa. “Mas temos visitas. Como eu disse, não demoraria muito até que batessem em minha porta. Por favor, meus caros, fiquem à vontade. Vou receber nossos possíveis novos amigos e volto num instante. Com licença.”

    Enquanto ele desce, George recebe os convidados. De uma maneira bastante formal, ele os convida a entrar e os leva até uma pequena sala onde os recém-chegados são recebidos. O chão é coberto por um carpete marrom, os móveis são antigos e um grande quadro exibindo uma paisagem da Inglaterra ocupa a parede oposta à da janela. À esquerda dos convidados, uma grande lareira permanece apagada, acesa apenas quando faz muito frio. O mordomo lhes pergunta se gostariam de beber alguma coisa e, caso aceitem, providenciará imediatamente. Logo depois, Morgan chega.

    Ele não é exatamente alto: no máximo, um e oitenta de altura. Fica evidente, logo de cara, que ele não é atlético, nem dado a atividades ao ar livre — é magro e tem a pele branca, num tom claro acima da média para quem vive no deserto. Veste uma camiseta polo branca de alguma marca cara, jeans escuro sem nenhum rasgo e um par de sapatos italianos. Como todo Blackwood, Morgan tem cabelos escuros e olhos de um azul acinzentado que analisam rapidamente seus novos visitantes. Reconhece Beatrice logo de cara e pensa que é difícil acreditar que um dia ela já foi um homem como ele. O outro, no entanto, é totalmente desconhecido. Mas claramente, é um Uratha.

    “Boa tarde”, cumprimenta, e estende a mão. “Meu nome é Morgan Blackwood. Sejam bem-vindos.”

    O aperto de mão é firme, mas sem exageros. Morgan transparece confiança e a tranquilidade de alguém que está em seu habitat natural.

    “Eu estava à sua espera, senhorita Thompson”, comenta quando a cumprimenta. Então, se vira para o homem ao lado dela. “Mas você é uma surpresa. A quem devo a honra?”

    Feitas as apresentações, ele decide leva-los para o gabinete, onde poderá apresentar aos demais.

    “Vocês chegaram num momento bastante oportuno.”, conta. “Por favor, me acompanhem. Gostaria de falar com vocês num lugar mais apropriado.”

    Morgan os conduz escada acima até o gabinete. Abre a porta e deixa que os dois passem, então faz um gesto em direção aos seus companheiros.

    “Estes são Serge e Mercedez, meus futuros companheiros de alcateia”, apresenta. “Pessoal, conheçam Makya e Beatrice.”

    Quando as apresentações terminam, ele puxa a cadeira para Beatrice e indica outra para Makya. Caso os dois tenham pedido alguma coisa ao mordomo, chega agora. Senão, o próprio Morgan oferece uma bebida para eles. Assim que os cinco ficam sozinhos, ele toma seu lugar e recomeça a conversa.

    “Acho que agora é necessária uma apresentação mais apropriada”, diz. “Eu sou Vento de Inverno, Elodoth dos Iminir."

    Então faz um gesto em direção a Mercedez, incentivando que ela se apresente como Uratha. É hora de começar a conhecer os recém-chegados.

    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5227
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por Bravos Dom Set 12, 2021 9:56 pm




    Serge Senat

    Serge riu de leve talvez pela primeira vez ali com eles. - Espíritos nunca são fáceis de entender, o pensamento deles é muito diferente do nosso. Quase alienígena. Nem tudo que é importante para nós, é para eles e vice-versa. - Ele ri de fato com o roteiro ruim de filme proposto por Mercy. - Como roteirista você é ótima lojista.

    Mercy fala de outros possíveis integrantes e, como se fosse a porra de um filme, Morgan recebe visitas surpresa. Quando ele sai, deixando Serge e Mercy sozinhos, o ithaeur olha para ela e faz uma cara de 'o que está acontecendo aqui?' junto com um dar de ombros. - Ele é sempre almofadinhas assim? Onde você fez essa amizade? Puta merda. - Pegou um pouco mais de taco e molhou na guacamole. Daqui há pouco eles estavam de volta. Serge aperta as mãos dos novos convidados. De repente aquilo virou um petit comité. Morgan iniciou uma apresentação uratha way of life. Na sua vez ele manda: - Escuta Afiada, ithaeur dos Iminir.






    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 708
    Reputação : 54

    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por thendara_selune Dom Set 12, 2021 10:58 pm

    Depois que Morgan sai, ela se aproxima de Serge.

    Mercy abriu a boca para dar uma resposta sarcástica, sobre o roteiro, mas preferiu alfinetá-lo de outro jeito já que estavam sozinhos.

    -Posso fazer um roteiro diferente dependendo do que você tenha em mente!- O sorriso bonito e aquela voz cheia de energia. Mercedez era inconsequente. Serge sabia que a amiga não era famosa por ter limites. Por isso era briguenta, agressiva e falava o que dava na telha. A provocação dela já era algo que ele conhecia tão bem quanto o fato dela esconder doces embaixo do balcão da loja ou o quanto tinha medo de ficar sozinha. Para ele é fácil ler a pequena e espevitada Mercy.

    Depois o tom dela muda de algo provocador para um cheio de seriedade ao falar sobre Morgan.

    -Lobinho do meu coração, não precisa ficar cheio de dedos, ele é almofadinha, mas sinto que podemos confiar nele.- Ela olhou pra ele e fingiu um rosnado baixo quando se aproximou de Serge mostrando as unhas cheia de uma falsa ferocidade. - A gente tem que se apoiar uns nos outros Serge, Morgan tem esse jeitão de tio chato, mas é alguém que pode nos ajudar. - A mão dela repousa no peito dele e os olhos escuros tinham aquele brilho de travessura infantil.    Chega perto o suficiente pra sentir o cheiro dele que era fácil de gravar na mente. - Você é nosso espiritualista, o Morgan um possível negociador e eu sou apenas a lança que vai perfurar as coisas que vocês apontarem...Não consigo sobreviver sozinha e posso admitir isso pra você sem me sentir idota!- Mercy sentiu a propagação de calor  no próprio corpo, em seguida sentiu o rosto quente demais. Muita coisa para lidar, os sentidos todos aguçados brincando com a gotinha trêmula de racionalidade que tinha. -Caramba!- Engoliu em seco olhando pra ele. -Estou com sede…- Ela pega uma cerveja sem se importar com aquela taça chique e vira em um gole desengonçado. - Lua do céu…- Quase engasga quando a porta se abre com dois rostos desconhecidos. Uma moça muito bonita, estreitou os olhos reconhecendo-a e depois um cara que não sabia quem era. Mercy estava perto da mesa, com uma cerveja na mão e queimando por dentro. Morgan apresenta-se e ela meio sem ação ainda dá um sorriso largo chegando perto dos dois. -Mercedez a sua disposição, mas pode me chamar de Mercy!- Ela sorri calorosa e solta. - Uma lua cheia e Mestre do Ferro, prontinha para morder, arranhar e rir!-  A mão dela segura a outra por um breve tempo e depois olha o rapaz uma linha forma um sorriso simpático.

    Falas em branco
    Conteúdo patrocinado


    Blackwood Heights - Blackwood Manor Empty Re: Blackwood Heights - Blackwood Manor

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Set 25, 2021 3:26 pm