Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Um mundo melhor para poucos

    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5923
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Claude Speedy Sex Abr 12, 2024 1:09 am

    Oliver conseguiu uma boa recepção de som e imagem vindos da boneca.

    Claude, ainda sentado continuou a responder.
    —Leonardo Davincci em suas obras deixou um código, a família Jones assim como o Robert acreditam ter decifrado esse código...

    Speed olhou para as imagens vindas da boneca e continuou.

    —...mas achamos que é outra coisa, que ele estava indicando os meios para criar a pedra filosofal. Talvez o Coração Estrelar da Lanterna Verde seja fruto dessa descoberta... não sabemos.

    Quando ouve sobre o deus cristão ser egoista, Claude apenas perguntou de volta.

    —Não acredito em Deus, Oliver... Especialmente se Deus for mesmo Randall Flag.

    Ele então falou sobre Nova York e sobre "quem ele era realmente" ,  o ladrão aparentemente ignorou essa parte e continuou.

    —Tive informações de lá também... E sei bem como Nyrlathotep atua... Ele usa o nome de Randall Flag... E tem poderes quase ilimitados sobre os Estados Unidos. Eu não sei o que Nyrlathotep é...mas ele se diz todas as religiões que em a humanidade já teve fé...

    Quando ela perguntou sobre as garotas, Claude continuou.
    —Não era exatamente isso, mas sim...as garotas eram iludidas que iriam enriquecer diante do grupo de Alyson e eram enganadas também pela máfia aqui nos EstadosUnidos... Eu mesmo fiquei refém de ter de trabalhar para eles...Achei que eram apenas serviços como prostitutas, mas...Na verdade eles sacrificavam pessoas para Enchantress... Eu salvei a maioria, matei Enchantress apesar do Bispo ter tentado me impedir, acabou no final entendendo que tinha de me ajudar... Enchantress era alguma coisa a serviço dele...Algo que não sei o que é direito...

    Oliver continuava a ouvir a conversa na outra sala.

    Zireael
    Troubleshooter
    Zireael
    Troubleshooter

    Mensagens : 777
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Zireael Sex Abr 12, 2024 11:19 pm

    Oliver continuava a prestar atenção no que acontecia na sala e ao mesmo tempo, conversava com Claude.

    - Essa cópia no departamento de polícia de Nova York. Por que estava lá? É alguma pista ou foi só coincidência? O Morcego foi até lá, roubar sei lá o que, que estava relacionado a este quadro.

    Oliver ergueu rapidamente os olhos para Claude:

    - Você conhece o Morcego?

    Deixou que Claude visse as imagens da sala. Estava preocupada com Regina:

    - Que louco. E além do Coração. Ainda tem a Máscara.

    Oliver falou junto com Marreta. Ouvia seus pensamentos e falas, ecoando. Algumas vezes, chegavam mais fortes:

    - Lionel tinha um objeto ocultista poderoso: uma máscara. Não sei o que ela faz, mas é importante.

    Continuou:

    - Uma máscara que Nyar deu para Lionel. É o que o Marreta procura. Você sabe o que é isso?

    Oliver suspirou com a resposta de Claude sobre Deus. Deu os ombros:

    - Eu acho que ele se apresentou diferente pra mim. Ele se apresentou pro Marreta de um jeito bem... Diferente.

    Oliver arqueou uma sobrancelha:

    - O cara que representa os Sete! É verdade! Mas... Como ele atua? Por que ele tem todo esse poder?

    Oliver reparou que Claude não respondera sobre seus poderes. Ela o olhou desconfiada. Iria perguntar de novo, mas as coisas na sala pareciam tensas:

    - Ela é tipo a Bathory.

    Oliver disse, pensativa.

    - Quem é essa Mei Ling? Se ela atacar a Regina, nós vamos salvá-la, não?
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5923
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Claude Speedy Dom Abr 14, 2024 11:09 am

    —Até onde sei, o quadro é uma cópia exata do afresco da Última Ceia, carrega informações que o professor Robert Lagdon via com fundamentais para decifrar o Código Da Vinci. O Morcego parece obcecado em tomar os objetos ligados à esse código... Em 1481, o Duque de Milão contratou Leonardo Da Vinci, que na época era pouco conhecido, para erigir uma imensa estátua de um cavalo. Esta estátua, a "Sforza", foi idealizada para ser a maior estátua de bronze, mas veio a guerra, então ele construído apenas uma pequena maquete do que seria essa tal estátua...Foi a primeira coisa que o Morcego roubou...Mas os jornais apenas disseram que foi uma tentativa de vandalismo de um um grupo de "Black Blocs" que repudiavam a casa de leilões. O quadro que você alega ter visto, provavelmente também uma cópia da cópia... Suspeitamos que alguém esta encobrindo os roubos do Morcego. Não sabemos quem...Mas os dois próximos objetos estão bem distantes...seria o Códice de Davincci no Vaticano e uma réplica de um modelo de helicóptero no Louvre em Paris...

    Claude via as imagens da sala. Regina e Mei Ling vestiam roupas exóticas como para uma festa de gala:

    —Sobre a Máscara, eu ouvi de alguns que ela tem origem entre o povo orubá e de outros que tem origem Viking, com capacidades incompreensíveis. Uns alegam que é a máscara de Exu, uma entidade em meu país que é um intermediário entre deuses e homens e outros que é máscara de Loki quando Odin o expulsou de Valhalla e ele precisou se esconder... Eu ainda encontrei escritos de uma arqueóloga que alega que seja de Hermes Trismegistro, um tipo de sacerdote que foi considerado Deus e Homem ao mesmo tempo em uma província egípcia pelo Império Romano.

    Claude respondia parecendo falar com Oliver e o Marreta ao mesmo tempo, mas terminava.

    —Se Nyrlathotep esta envolvido com essa máscara tanto quanto o Coração Estrelar, então temos mais problemas do que eu pensei, de fato há quem diga que ele foi Tesla, que influencia a religião e a ciência para manter um rebanho dominado no mundo todo sobre o controle de uma elite rica...Não é raro ouvirmos histórias de conspiração sobre os Bildeberg, ou sobre rituais de sacrifício à Moloch feitos até hoje por pessoas que controlam a política mundial...

    Quando Oliver tentou perguntar mais sobre Enchatress e a comparou com uma condessa húngara da renomada família Báthory que entrou para a História por uma suposta série de crimes hediondos e cruéis que teria cometido, vinculados a sua obsessão pela beleza... ele tremeu e sacou um frasco de algum tipo de bebida de seu casaco.

    —Eu não bebo há quinze anos...Lembrar do que vi ali esta me forçando a isso recentemente. Não sei te dizer se era algo desse tipo, talvez... tem coisas que não entendo direito... E coisas que... Eu não sei se quero saber...mas as garotas eram usadas em alguma coisa do tipo...A seita de Alison e o mestre dela ficaram discretos nessas transações até agora...

    Enquanto bebia, Claude ouvia mais da garota Blake sobre Mei Ling e o tom que Regina falava com ela.

    —Mei Ling é uma das maiores artistas marciais do mundo, se vende como a maior, ela nasceu em Hong Kong onde os comunistas não unificaram o Kung Fu nos estilos únicos do Sanda e Wu Shu especialmente porque por muito tempo foram uma colônia britânica desde o fim da Guerra do Ópio...aliás acho que por isso Regina esta falando disso... Ela esteve presente na Igreja massacrando as garotas que eu levei para lá , para ficarem escondidas como freiras... Recebeu uma dica de que elas portavam armas da Tríade. O que de fato era verdade, eu quem consegui o armamento...Mas quem a mandou para lá queria me pegar...

    Ele bebe bem mais agora quando fala isso.
    Zireael
    Troubleshooter
    Zireael
    Troubleshooter

    Mensagens : 777
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Zireael Dom Abr 14, 2024 8:28 pm

    - Então o Morcego não estava atrás das joias ou outras coisas na delegacia, mas sim da própria cópia da cópia do quadro?

    Oliver continuava a ouvir o que Claude dizia com interesse. Pensava nas possibilidades enquanto ele terminava sua história:

    - Será que ele está ligado ao professor Lagdon? Se está tão interessado nessas coisas, talvez seja a família Lagdon ou Jones que esteja encobrindo seus crimes.

    De repente, Oliver ouve a voz de Marreta lhe dizer que alguém queria vê-la. Oliver balança a cabeça meio confusa ao sentir a mesma sensação de Marreta: que.. Lex queria vê-la? Ficou confusa. Por que ele iria querer vê-la de novo?

    "O que? Quem? Lex? Por que?" Perguntou a Marreta. Ainda não havia se acostumado com Dylan falando diretamente com ela. Era estranho e não sabia se gostava daquilo.

    De qualquer forma, afastou o pensamento e agora, Oliver acompanhava as imagens com Claude.

    - Nyar está atrás da Máscara. Ele fez um pacto com alguém através da máscara. Não sei de muito mais coisa.... Só que..

    Oliver engoliu em seco ao lembrar-se daquela informação:

    - Parece que tem algo a ver... Comigo e minha avó?!

    Arrependeu-se de ter dito aquilo. Olhou Claude rapidamente, um pouco temerosa. O que ele faria?


    Oliver ficou encarando Claude enquanto ele bebia e contava sobre o que havia passado. A primeira vista, ficou um pouco sem graça. Não por causa de Claude, mas... Olvier percebeu que não sabia como lidar com aquilo. Percebeu que era difícil lidar com pessoas e sentiu-se mal por isso.

    Ela olhou direto para ele e baixou os olhos, ainda sem saber o que deveria dizer. Sentiu pena do homem, mas resolveu não dizer nada. Não sabia muito bem o que dizer para fazê-lo sentir-se melhor. Acompanhou com os olhos ele retirar a bebida do casaco e dar um gole. Parece que tudo ficou um pouco pior. Lembrou-se de Hughie e dele morto. Queria dizer a Claude que ninguém deveria passar por isso, mas... Oliver não conseguiu. Engoliu em seco, triste com ela mesma. Por não entender bem as nuances dos relacionamentos humanos.

    Contou quantas vezes ele bebeu e reparou se havia alguma mudança no comportamento dele. Também sentia que aquilo havia quebrado Claude de alguma forma.

    -..... - ficou calada. Tinha a visão de que Claude nunca se abalava, mas... Deveria dizer que sentia muito? O que deveria de fato dizer?

    - Cara, que bad. - disse, meio sem graça. Não sabia se aquilo o deixaria mais tranquilo.


    Oliver ouvia o que o homem dizia e comentou junto com Marreta:

    - Credo.

    Ela continuava pensando nas possibilidades:

    - Vai ver querem achar essas coisas para trazer a Enchantress de volta. Ele deve ser tipo uma vampira. Quem sabe não é a seita que encobre os roubos do Morcego... Sei lá.

    Comentou. Sabia que incomodava Claude, mas tinha que falar sobre aquilo. E ela não sabia bem como falar sem ser diretamente.

    E agora, ouvia sobre Mei Ling. Oliver engoliu em seco, ainda preocupada com Regina:

    - Será que Regin.. Ellane! Vai ficar bem?

    Olhou Claude bebendo de novo:

    - Eu... Err... É uma boa beber agora?

    De novo, Oliver desviou os olhos para a tela do controle, meio perdida na situação.

    "Esteja pronto" Disse a Marreta.
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5923
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Claude Speedy Ter Abr 16, 2024 10:46 am

    —Tem haver com sua avó? Como assim sua avó? Qual o nome dela?

    Quando Oliver demonstrou alguma empatia sobre o assunto ao falar que era algo ruim o que houve, rapidamente mudou para o que via na tela pelos olhos de robô.

    Claude então fechou a pequena garrafa e guardou no bolso do sobretudo, ao ouvir sobre o problema de talvez terem de intervir com Elainne e beber ele respondeu.

    —Tem razão... Melhor você então se vestir.

    Ele se levantou pegou a calça jeans dobrada sobre a penteadeira e entregou para Oliver.

    —A empregada de Ellane dobrou sua calça.

    Parecia que ela tinha se deitado por uma só noite, mas quanto tempo realmente passou? Eles estavam sendo vagos sobre isso, mas o nome da avó de Oliver foi algo que ele perguntou...
    Zireael
    Troubleshooter
    Zireael
    Troubleshooter

    Mensagens : 777
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Zireael Ter Abr 16, 2024 7:15 pm

    Oliver achou estranho aquele interesse de Claude em sua avó. Por que ele iria querer saber tanto sobre ela? O que Claude sabia de verdade?

    - Hun? - chegou até a engolir em seco. - Err... Dora. Por que?

    Oliver ficou um tempo muda, pensativa:

    - Acho que Dylan sabe mais sobre isso. Mas Tem algo a ver com ela. - disse, receosa.

    E baixou seu olhar. Oliver via seu controle. Foi a melhor maneira que conseguiu lidar com aquela situação de ver Claude bebendo e abrindo-se de uma maneira que ela não esperava. Achava que ele estava no controle de tudo. Pelo menos, no pouco tempo que passaram juntos, ele parecia estar. Não estava? Bem, pelo menos ele parou de beber.

    - Hun?

    Oliver levantou as cobertas para ver suas pernas. Só agora tinha reparado que estava mais confortável:

    - Ah!

    Ia dizer mais alguma coisa, mas Claude se adiantou e começava a se levantar. Assim que ele ofereceu a calça que estava dobrada, Oliver pegou sua calça e ao mesmo tempo, estendeu a mão com o controle para que ele segurasse.

    - Fica de olho aí. Eu vou me vestir e vou trocar com o Marreta, pra deixar ele aqui. Acho que vai ser mais útil, né.

    Oliver suspirou e esperou Claude virar-se para poder levantar e vestir-se. Foi até o banheiro e lavou o rosto.

    - E eu sei que você tá se esquivando das minhas perguntas! - falou um pouco mais alto do banheiro da suíte, mas tomando cuidado para não falar muito alto. Mei Ling podia ouvir.

    - Mas fica pra depois. - disse, voltando ao quarto já vestida.

    Oliver ficou em pé no meio do quarto e com um olhar destemido, disse ao ladrão:

    - Melhor se afastar.

    E comunicou-se com Marreta: "Vamos trocar. Se prepara."

    E assim que Marreta estivesse preparado, ela iria trocar com ele.
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5923
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Claude Speedy Qui Abr 18, 2024 5:43 pm

    Oliver estranhou sobre Claude se focar no nome da avó dela, mas parecia que ele já supeitava de algo.

    —Você então é neta de Dora Blake...da família Blake? Acho que esta mesmo fadada a investigar mistérios... Soube que Dafne Blake foi uma grande investigadora nos anos setenta... Achei que vocês fossem parentes.

    Ele pegou o controle visual oferecido por Oliver e passou a espiar a cena onde Ellane Prince estava , pouco dando importância para jovem de camiseta e calcinha enquanto essa colocava suas calças ou caminhava pouco depois disso até o banheiro.

    A fala à distância do banheiro da suíte não foi respondida, mas Oliver sabia que ele estava ouvindo, ao voltar para o quarto ela ouviu no tablet Mei Ling perguntar sobre Claude Speed pouco antes de pedir para ele se afastar ...

    Tudo começou a tremer... Sons apareceram, sussurros e risos abafados...em meio a tudo isso um turbilhão se inicia , uma viagem de pelo Espaço Fantasma de Costa à Costa arranca Oliver e a joga do outro lado dos Estados Unidos de novo... No que parece ser um lugar fechado de um banheiro coletivo em uma das divisórias em algum lugar.
    Zireael
    Troubleshooter
    Zireael
    Troubleshooter

    Mensagens : 777
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Zireael Qui Abr 18, 2024 10:22 pm

    Primeiro, Oliver estranhou o interesse de Claude por sua avó. Não entendia como uma senhorinha podia despertar a atenção de um ladrão internacional:

    - Sim. Sou neta dela. Você... Conhece minha avó? De onde?

    Oliver estreitou os olhos e tentou lembrar-se se havia alguma Dafne em sua família.

    - .... Dafne...? Quem sabe...

    Deu os ombros e foi trocar-se e arrumar-se para trocar de lugar.

    Ouvia os sons da sala e Oliver tinha uma expressão preocupada enquanto focava para trocar de lugar com Marreta:

    - Cuide da Regina, tá? Não deixe que nada aconteça a ela.

    Ela falava para... Claude? Ou para Marreta? Não importava. Oliver queria que Regina ficasse bem. Até mesmo Claude. Estava cansada de ver gente sofrendo para heróis wannabes.

    Enquanto estes pensamentos e súplicas rondavam sua mente, Oliver ouvia risadas, sons estranhos e sussurros. Fechou os olhos com força, não ousando abri-los e encarar o que quer que estivesse lá por onde ela viajava. Ao mesmo tempo que era instantâneo, sentia que demorava-se no meio dos mundos.

    Respirava rápido e soltou um gemido baixo de medo ao sentir-se em outro local. Os sons, cheiros e tudo parecia diferente. Depois de controlar sua respiração e sentir-se mais corajosa, Oliver abriu os olhos.

    - Puta merda. - Olhou em volta e percebeu-se no banheiro que Marreta estava antes. Isso a deixou mais calma. Ter certa noção do que Marreta vivia e sentia, assim como ele tinha dela, era, de certa forma, reconfortante.

    Ela colocou a mão na porta e tentou abri-la. Depois, irritada, lembrou-se que precisava destrancar a porta.

    "Calma, Oliver." Disse a si mesma enquanto destrancava a porta e olhava em volta.

    Tinha que sair de lá rápido e continuar a investigação de Marreta.
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5923
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Claude Speedy Ter Abr 23, 2024 8:26 am

    Oliver abriu a porta do banheiro, o lugar parecia completamente destruído, porém das memórias que viu de Dylan em algum momento já foi o escritório do jornal onde Lex trabalhava...

    ...os espelhos estavam já deteriorados em pontos prateados e quebrados, o lugar todo estava sujo de poeira, mas o pior de tudo é que haviam trepadeiras enormes parecendo tentáculos avermelhados por toda parte, crescendo com algo que parecia um musgo e uma trepadeira ao mesmo tempo...era aparentemente um vegetal estranho com algum tipo de fungo sobre ele...

    ...Ela viu isso ainda da cabine individual do banheiro, os mictórios e a pia pareciam ter mais desse tipo de ser e ele estava em toda a parte.

    O som de pássaros, raramente ouvidos na cidade grande podia ser escutado, havia uma grande ausência de pessoas...

    ...conforme caminhou viu mais e mais dessa raiz em toda parte, só quando achou uma janela grande que voltava-se para avenida viu então que essa raiz crescia em vários e vários prédios em toda parte.
    Um mundo melhor para poucos - Página 6 ?imgmax=800
    Zireael
    Troubleshooter
    Zireael
    Troubleshooter

    Mensagens : 777
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Zireael Sex Abr 26, 2024 10:06 pm

    Oliver deu alguns passos para fora da pequena cabine onde estava. Ela olhou em volta, assustada com o que via. Oliver costumava processar as coisas rápido, mas diante daquele cenário horrível e saído de um filme de ficção científica, demorou mais do que o necessário. E aquilo deixava tudo pior.

    - Mas o que...?

    Ela olhou de onde tinha visto: a cabine com o vaso seco, cheio de pequenos fungos. E eles subiam pelas paredes de madeira compensada. Oliver colocou uma das mãos na barriga enquanto sentia o vômito subir pelo esôfago. Segurou e deu alguns passos cambaleantes para longe, e logo esbarrou em uma das pias. Levou um susto e virou-se depressa, olhando-se no espelho quebrado! Várias Olivers retornando o olhar assustado e as bochechas pálidas.

    Não poderia encostar em nada ali! Era tudo... Sujo e...

    "Alienígena!!" Ela finalmente levantou os olhos cinzas para aquela estranha raiz vermelha que cobria partes das paredes. Ela passou o olhar por toda sua extensão e... Parecia que Marreta sabia o que era aquilo!

    Oliver deu alguns passos para trás, mas logo parou, lembrando-se que poderia encostar em alguma coisa dentro daquele espaço pequeno.

    "Dylan??" Tentou contato com Marreta, mas a única coisa que ouviu foi um "Só não deixem que me enterrem!"

    Ele estava lutando..? Estava! Ela conseguia ver. Mais ou menos, mas sabia o que estava acontecendo. E constatou o óbvio: estava por si. Não podia trocar de lugar com ele. Não agora.

    Oliver parou no meio do banheiro e olhou em volta mais uma vez. Controlou seu medo e sua respiração. Fechou os olhos e começou a pensar: era a segunda vez em que trocava com Marreta. E dessas vezes, ela foi para Nova York no tempo do arruaceiro. E ele foi para o tempo dela, em National City.

    -....

    Mas teve uma vez que ela foi parar em Nova York de seu tempo.

    -...................!

    Havia duas possibilidades: eles trocavam no espaço tempo, já que ambos eram a mesma coisa nos moldes da física. Logo, poderia haver qualquer combinação. Era, afinal, uma simples troca de lugar. Ou sempre que ela trocava, ela iria para o tempo dele e quando ele trocava, ela iria para o tempo... Dela?

    Muito confuso. E Oliver parecia ser quem tinha a voz para ordenar a troca. Era mais seguro afirmar a primeira opção. Porém, precisaria de mais dados.

    Ela abriu os olhos, mais calma e olhou em volta.

    - É, não tem o que fazer. - disse, mais calma, enquanto dava os ombros e saía pela porta do banheiro. Sua voz era trêmula.

    Assim que abriu a porta, o som dos pássaros invadiu seus ouvidos. Ela parou e viu toda aquela redação destruída. A natureza tomava conta, junto com aquelas estranhas raízes vermelhas.

    - Por Melissa! - Lembrou-se de Marreta dizendo isso. Aquilo era Melissa? O que exatamente era Melissa?

    Ela ficou um tempo parada olhando aquelas raízes, tentando tirar alguma informação daquilo.

    -....

    Oliver suspirou, cansada e assustada. Olhou em volta e deu mais alguns passos cuidadosos pelo local.

    Ela foi até a frente da mesa que achava ser de Lex e parou por lá. Ficou olhando um tempo e depois, olhou em volta. Lembrou-se de tê-lo encontrado por um acaso num café. Tinha a impressão de que, se o chamasse, ele apareceria. Passou de novo os olhos pelo local, como se ele fosse brotar de qualquer esquina, mas...

    Oliver arregalou os olhos. Já imaginava que não haveria ninguém por perto, mas o que viu a deixou impressionada e amedrontada.

    Ela deu passos receosos até a janela. Um pé de cada vez. Firmou as pernas e parou na frente da janela meio quebrada, enquanto sentia o vento passar pelo vidro trincado.

    Engoliu em seco ao ver a paisagem desolada que cobria aquela parte do que era....

    - Melissópolis. - disse baixinho enquanto constatava o que havia acontecido com Nova York.


    Calada, permaneceu um tempo olhando a paisagem que ao mesmo tempo era tão pacífica e tão aterrorizante. Estava sozinha. E tinha que fazer alguma coisa. Deveria ficar lá? Sair? O que fazer?! Não sabia. E não saber a deixava mais ansiosa ainda.

    Fechou os olhos de novo e ficou um tempo conversando consigo mesma. Não podia entregar-se.

    Por fim, andou pelo escritório, olhando em volta atrás de algo que poderia ser útil para ela: água, utensílios de escritório, documentos que diziam o que aconteceu lá ou qualquer informação. Qualquer coisa!

    Se lá dentro e lá fora estavam daquele jeito, deveriam estar em algum local ermo. Tinha que se virar para sobreviver.

    Sobreviver. Pensar aquilo a assustou. Era mesmo desolador.

    Movimentou-se com cuidado, sem fazer barulho. Sabe-se lá o que haveria naquele lugar.
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5923
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Claude Speedy Dom Abr 28, 2024 12:09 am

    Notava que água era alguma coisa rara , aparentemente drenada por tentáculos negros e amarelados que eram dificeis de definir do que se tratavam, tentou a furtividade diante de algo que sequer sabia que deveria evitar.

    Andou mais um pouco e viu que quase toda redação estava tomada, muito parecida com como era ainda na época de Lex... Era dificil dizer o que houve, mas foi relativamente recente ou durante tempos em que ainda tinha falado com o garoto.

    Ouviu então um som quebrando o horizonte, de pássaros aparentemente fugindo de alguma coisa.

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Lead-Jet-pack-bike-1

    Uma moto vindo com tudo, aparentemente passando pela regiãoe seguindo em frente para o leste.
    Zireael
    Troubleshooter
    Zireael
    Troubleshooter

    Mensagens : 777
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Zireael Seg Abr 29, 2024 8:11 pm

    Nada. Oliver vasculhava cada gaveta e cada armário, mas não encontrou nada do que pudesse indicar o que havia acontecido.

    Parou de novo e olhou em volta. Sentiu-se cansada de repente. Sua vontade era sentar-se em alguma cadeira e esconder o rosto entre as mãos e gritar.

    Deu mais uma olhada para fora da janela e nada: não conseguia ver se havia pessoas ou até mesmo uma civilização por perto. Olhou um lado e depois virou o rosto para o outro. Apenas árvores e árvores no meio de uma selva de pedra.

    - Vai ser uma caminhada longa... - disse desanimada. Colocou o rosto para dentro do escritório novamente e foi até perto da mesa de Lex.

    Cedeu à sua vontade e puxou a cadeira que achava ser dele e sentiu-se nela, segurando a cabeça com as mãos e balançando nervosamente o pé. Ficou assim algum tempo até parar de sentir pena de si mesma.

    Ergueu-se e respirou fundo. Ela andou mais uma vez pelo escritório e conseguiu materiais para fazer um facão improvisado.

    -Acho que isso vai dar. - dizia enquanto erguia a lâmina na altura de seus olhos e a virava.

    Estava pronta para sair do prédio e andar sabe-se lá quanto tempo até achar alguém ou um lugar.

    Mas...

    Oliver começou a escutar um som diferente. Não eram pássaros. Era um som contínuo. Um som de algum tipo de motor e junto com ele, de pássaros fugindo!

    Ela correu para a janela e, primeiro, observou escondida o que vinha na direção do prédio. Uma moto cortava o céu, deixando um rastro que a fez lembrar dos rastros deixados por aviões no céu.

    Oliver engoliu em seco e pensou rapidamente: poderia ser uma carona. Ou poderia ser enrascada. Porém, essa pessoa teria algum trabalho para pegá-la, seja lá qual for a intenção dela.

    Oliver respirou fundo e guardou sua faca escondida, mas deixou em fácil acesso. Colocou o rosto e um braço para fora, fazendo sinal para a moto:

    - EEEEEEEEEEEI! AQUI!!! PRECISO DE AJUDA!

    Ficou preparada para, caso precisasse, sair correndo pelo escritório e esconder-se.
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5923
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Claude Speedy Ter Abr 30, 2024 9:49 pm

    A moto faz uma volta, ouvindo o som de uma distancia quase impossível e aproximava rapidamente, sua silhueta se destacando contra o céu quase sem nuvens. Conforme se aproximava do prédio onde Oliver estava, era possível notar detalhes estranhos: a moto não emitia o som usual de um motor a combustão, mas sim um zumbido suave e contínuo, e suas luzes piscavam em cores vibrantes que não pareciam estar de acordo com nenhum padrão convencional.

    À medida que a moto se aproximava mais, Oliver pôde ver que não era conduzida por uma pessoa, mas sim por uma criatura humanoides robótica. Seu corpo metálico brilhava ao sol, e seus olhos emitiam uma luz azulada intensa, semelhante a faróis de um carro.

    A criatura robótica parou a moto diante do prédio, olhando diretamente para Oliver com seus olhos luminosos. Uma voz mecânica e suave saiu de um alto-falante na moto:

    - Oliver, fui enviada para encontrá-la. Sou um modelo de assistência pessoal desenvolvido para situações de emergência. Como posso ajudá-la?

    A surpresa de ver uma criatura robótica tão avançada deixou Oliver momentaneamente sem palavras.
    Zireael
    Troubleshooter
    Zireael
    Troubleshooter

    Mensagens : 777
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Zireael Ter Abr 30, 2024 11:04 pm

    Oliver demorou um tempo para perceber o que de fato era aquela criatura diante dela.

    Primeiro ela olhou a moto, pensando no tipo de energia que ela poderia utilizar. Reparou nos padrões brilhantes e diferentes do veículo.

    Depois, seus olhos foram subindo para a criatura que a pilotava. Oliver ficou boquiaberta.

    -....!!!

    Demorou um tempo para processar toda aquela informação: um robô estava atrás dela? Um...

    - Modelo de Assistência pessoal? Como..?

    E ele procurava por ela!! Como ele sabia que ela estava lá?

    - Como é que você sabe que eu estava aqui?!

    E ele sabia seu nome:

    - Como sabe meu nome?! Como sabe quem eu sou e tudo mais?

    Balançou a cabeça em negativo, confusa:

    - Err.. Que ano estamos? Preciso saber em que ano estamos e o que aconteceu aqui!

    Ela olhou em volta. Depois, olhou o robô:

    - E preciso ir para onde tem gente! Você... Vai me ajudar mesmo?
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5923
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Claude Speedy Qui maio 02, 2024 11:39 am

    —Fui programada por você em 2024 para esse dia, pois você depois de hoje saberá que estará aqui... Através do software que você já conhece em seus pequenos robôs gladiadores de batalha, conseguiu ampliar ainda mais seus conhecimentos. Você esta em Melissópolis, o ano é 2134 Depois de Cristo. A antiga Nova York foi tomada por forças antigas alienígenas cujo nome "Melissa" se tornou o apelido principal. Mas isso esta ocorrendo na época em que seu aliado e conexão mental, Marreta, teve suas principais referências...Eu estou aqui porque você, hoje chegaria.

    A moto, parando de flutuar pousa, a robô continua falando através de um sistema de áudio no capacete.

    —Em 2026 os índios da comunidade Hopi conseguiram expulsar, com ajuda da bruxa Keziah Mason, praticamente devolveram uma grande área da Califórnia para o México... Foi mais ou menos quando a mente da heroína conhecida como Aranha se voltou totalmente para uma causa de "proteção do modo de vida americano" e veio para Nova York, deixando para atrás o conflito com anarquistas e maoístas que avançaram sobre o território... A consciência dela se expandiu...em um nível inimaginável... Conforme a miséria cresceu na cidade de Nova york, ela tentou encorporar toda vida humana e proteger... e o simbionte aracnídeo começou a mesclar-se a tudo que era humano... Isso acontecerá daqui a muito tempo para você, mas já é um passado bem distante para mim.

    Ao ouvir sobre ajudar, continuou.

    —Sim, posso auxiliar perfeitamente, a data e os dados de encontro seus foram bem claros. Desde os registros da luta que se iniciou quando você saiu do quarto que Claude Speed usa quando esta na cidade. Vim inicialmente lhe alertar que é fundamental que me programe para te encontrar nessa data onde estamos agora...Saiba , que vocês dois se movem simultaneamente no tempo, de forma linear... Todo tempo que você usa aqui, passa exatamente na mesma proporção que ele.
    A questão é que a mudança entre os dois pode resultar tanto na variação para 2134 quanto para 2024... Você precisa pensar em maneiras de levar isso em conta quando mudar de lugar. Isso será útil no passado/futuro.
    Zireael
    Troubleshooter
    Zireael
    Troubleshooter

    Mensagens : 777
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Zireael Sex maio 03, 2024 10:51 pm

    Oliver ouvia o que a robô dizia, ainda boquiaberta. Até mesmo para ela era difícil registrar tudo o que estava ouvindo.

    - Isso foi... - Oliver, aos poucos, foi abrindo um sorriso. - Incrível!

    Ficou orgulhosa de si mesma por pensar naquela possibilidade. Na verdade, não esperava menos de si mesma. Seu sorriso foi se tornando um meio sorriso vitorioso.

    - Ah... - Oliver apontou as enormes raízes de coloração diferente. - Então aquilo ainda não é Melissa? OU é seu começo?

    Oliver, intrigada, prestava atenção no que a robô dizia. Ela se aproximou para ver a moto enquanto escutava a explicação.

    - Aranha? Que nem aquele quadrinho?

    Oliver arregalou os olhos de leve.

    - Ah, mas é uma garota. Entendi. É outra que existe de verdade então.

    Deixou a cabeça pender para o lado:

    - Em que ano a Melissa toma tudo então? Se estamos em 2134, não passou taaanto tempo assim.

    Ao pensar no ano, Oliver perdeu o ar. Constatou que... Ela não existia mais naquela época!

    - Eu estou... Morta, né? - Pensar aquilo era aterrorizante. Ela e tudo que conhecia estava morto! Sua avó, pais, amigos, Lex, ela mesma! Tudo que tinha com o "normal" em sua vida tinha acabado. Era um pouco assustador pensar naquilo.

    Balançou a cabeça em negativo. Queria perguntar mais sobre como ela era no futuro, mas não achou aquilo uma boa ideia. Era melhor se concentrar no que a robô dizia:

    - Eu tinha percebido isso. Movemos no espaço tempo, como na física. Mas é bom saber que somos limitados a apenas duas eras.

    Respirou um pouco aliviada. Era mais fácil lidar com isso. E fez uma nota mental: iria programar a robô assim que voltasse.

    - Você pode me levar pra onde tem gente? Eu tenho um laboratório ou algo assim? Pode me levar lá?

    De repente, Oliver sentiu uma pontada na costela. Não era uma dor verdadeira, mas uma dor fantasma.

    -Dylan!!

    Oliver lembrou-se de Marreta e conseguia ver sua luta com Mei Ling. Ela levou a mão até onde sentira o reflexo da dor de Dylan e respirou fundo, triste.

    "Aguenta aí, Marreta. Desculpe por isso."

    Foi o que pensou, arrependida de ter trocado de lugar com ele. Agora, vendo o sacrifício que ele fazia, parecia mais disposta a conhecê-lo.

    "Eu vou ajudar a gente de alguma forma! Segura ela e depois foge! Vamos despistá-la!"

    E depois, Oliver olhou o robô.

    - Temos que pensar em um jeito de eu me virar sozinha por essas viagens. E ajudar o Dylan.
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5923
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Claude Speedy Sáb maio 04, 2024 1:04 pm

    —Mais do que o começo, é já sua transição. A simbionte recebeu o nome de Melissa por conta da influência do contato com a hospedeira, uma adolescente idealista... que foi aos poucos tomando uma postura mais fria... Temos poucas informações sobre o processo que levou a isso, mas sabemos que começou com uma organização religiosa chamada Eterna Primavera...cuja religião acreditava no enfrentamento da entidade conhecida como Nyx.

    A robô fala ainda sem erguer o capacete e ao ouvir sobre Oliver estar morta, responde de forma protocolar e evasiva.

    —Isso é um erro. Esta tendo dificulades de pensar quadrimensionalmente, esta viva agora nesse momento.

    E a vida surge como a dor de Marreta sendo chutado por um poderoso chute lateral capaz de amassar metal, depois da dor, a garota se volta para o robô e comenta sobre a necessidade de pensar em uma forma de ajudar o aliado, ela meramente responde.

    —Sim, você pensou nisso...
    A robô tira da nave um pequeno aparelho e entrega para Oliver.

    —Precisa levar isso... é uma a informação sobre o rastro do seu DNA da Grande Raça de Yrth e a forma como o Coração Estrelar se concentra nos arredores de São Diego, isso irá ajudar que possa proteger a sua avó... Entenda que sua vingança pelo Piralho é uma prioridade que com o tempo se tornará menos relevante, mas não seja afetada pela lógica que precisará dos Sete para resolver o problema.




    Zireael
    Troubleshooter
    Zireael
    Troubleshooter

    Mensagens : 777
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Zireael Dom maio 05, 2024 5:52 pm

    - Melissa não é um nome tão ameaçador, mas... Talvez seja por isso que tem alguma graça nisso tudo.

    Oliver suspirou, pensando em tudo o que havia passado desde 2024.Olhou para fora da janela, observando o estrago que Melissa havia feito.

    - Mas... Melissa é o último solo estadunidense, não é? O resto está... - olhou a robô. - Em transição para ser outra coisa. Não é?

    Oliver esperou a robô responder e completou com mais perguntas:

    - Não tem como a gente impedir isso? Que esse culto aconteça?


    Oliver coça a cabeça quando a robô a corrige:

    - Foi mal. É um pouco novidade pra mim ter que pensar assim. Mas acho que você tá certa. - mas aquele pensamento não a deixou mais feliz. - Eu posso saber como a minha eu daqui morreu? A Eu que já te fez?

    Achava que não era uma boa pergunta a se fazer, mas... Estava curiosa. E era sempre bom se prevenir.

    Sentiu a pontada da dor de Marreta. Oliver engoliu em seco, triste por ele.

    Pelo menos, havia o que fazer por ele lá naquela época.

    Oliver olha com curiosidade o pequeno mecanismo que a robô lhe entregou. Analisava para saber se conseguiria rodar aquele dispositivo em seu tempo:

    - Que tipo de mecanismo é esse? - sorriu, interessada naquela tecnologia. E também, estava um pouco satisfeita por ter conseguido algo sobre o Coração Estelar.

    - Hmmm.. Imagino que aqui eu consiga ver todas as informações sobre o Coração. O que mais tem pra mim?

    Ergueu os olhos para a robô ao ouvir sobre o Coração Estelar e a ligação com sua avó:

    - Espera aí!! Minha avó? O que houve com ela? Por que protegê-la?

    E estreitou os olhos:

    - Ajuda dos Sete? Eu? Nunca!!
    Claude Speedy
    Semi-Deus
    Claude Speedy
    Semi-Deus

    Mensagens : 5923
    Reputação : 86
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh30.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh21.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh17.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh38.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh36.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Claude Speedy Seg maio 06, 2024 9:50 am

    Os questionamentos sobre o lugar e sobre o nome Melissa são respondidas em uma voz metalizada e monótona.

    —Melissa foi um nome gerado em uma amizade pela humana que entrou em simbiose com a alienígena descoberta na lua, mas isso foi antes da Aranha entrar em contato com Nyx... Os americanos chamam a cidade que pertence à Melissa de "Melissópolis"... mas de fato, toda cidade é em partes ela hoje em dia... Há muitos territórios aqui que estão em disputa direta , mas o abastecimento foi completamente abandonado e as industrias se voltaram para cooperativas e produções bem distantes daqui. O governo dos Estados Unidos esta leiloando esse território todo, as poucas pessoas que sobreviveram negociam enquanto os Juizes caçam e prendem quem ainda esta morando nessa cidade que legalmente esta alienada para ser vendida... A América de fato mudou-se para Lua, onde a entidade Melissa e Nyx não conseguem chegar.

    Enquanto ouvia sobre o fim de sua vida, a máquina meramente começa a fazer pequenos chiados e responde em seguida ainda no mesmo tom.

    —Dados corrompidos, gravações deletadas.

    A dor na costela era sentida, assim como também o som das ameaças de Mei Ling. Enquanto agoniava de dor, pensou que Marreta era mais fácil de ser usado para espionar que sua boneca de combate, por um instante entendeu que a tecnologia diante dela parecia ter vindo justamente de uma expansão dessa tecnologia.

    Quando ouve sobre o coração Estrelar e a avó e questiona mais sobre os Sete, então o robô continua.

    —O Coração Estrelar preservou a região das mudanças que aconteceram com a Dança Fantasma que deu poder aos índios sobre a Califórnia. E por isso você vai ser tentada a se unir à Lanterna Verde ao invés de matá-la... Sua avó será afetada pela mágika eurocentrica e se transformou em uma elfa...Elfos vivem para sempre se não sofrerem violência. National City será transformada em uma cidade autonoma sem filiação à nenhum país... Los Angeles, Santa Mônica, Tijuana, San Diego e Bonita se unirão na cidade de San City... Uma cidade que fala uma mistura da lingua Hopi, inglês e espanhol na Costa Leste... Devido ao surgimento de anões e elfos, temos pessoas com vidas longas e isso preservou a cultura e ainda o inglês que esta desaparecendo aos poucos. Temos aqui um exército de garotos ainda sendo usados para um combate direto para treinar os juizes aqui na cidade...Melissa parece não se importar...
    Zireael
    Troubleshooter
    Zireael
    Troubleshooter

    Mensagens : 777
    Reputação : 20
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh46.png

    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Zireael Qua maio 08, 2024 10:23 pm

    Oliver ficou boquiaberta com aquelas informações. Sabia da história dos Juízes por causa de Marreta e também porque ela mesma passou por esta situação em Melissópolis. Jamais esqueceria da arma apontada para sua face e a cobrança de dois dólares.

    Oliver engoliu em seco pensando naquilo e tremeu. Focou nas partes que não sabia detalhadamente: de como Melissópolis tornou-se o que era e como os Juízes caçavam estas pessoas.

    - Quer dizer que os Juízes ficam arrancando as pessoas das casas pra vender isso aqui?!

    Oliver ficou triste, mas não chocada:

    - Eles podem fazer isso até hoje? - pensou que, em anos, a humanidade melhoraria, mas não foi bem o caso, parece....

    - A Lua... - sabia que eles queriam ir para a Lua. E sabia que haviam conseguido.

    Oliver apenas observou a robô quando perguntou de sua morte. Era previsível. Ela não deixaria informações para ela mesma. Isso seria... Perigoso.

    -.....

    Oliver não entendeu bem o que Marreta quis dizer com seus pais serem dentistas: "Mas não era um policial e uma ladra?"

    E sorriu tranquila. Estava atenta caso Marreta quisesse trocar de lugar. E pensou nas possibilidades. Ambos, ela e Marreta podiam ser usados para espionagem. Oliver ergueu os olhos pensativos para a robô:

    - Como posso começar a construir você? Apenas estudando minhas bonecas?

    Oliver ficou mais chocada com o resto que ouviu:

    -.... Isso é... Eu nem sei o que dizer. Quer dizer que, pra salvar minha avó, provavelmente vou me unir à Lanterna. - Oliver parou para pensar. -... Pra salvar o que eu acho que devo salvar dos Estados Unidos, se o Coração impede que as áreas sejam afetadas por Melissa e Nyx...

    Oliver ergueu os olhos para a robô:

    - Magia eurocêntrica. Coração Estelar. É mesmo o Santo Graal, não é? Ele tem propriedades mágicas, como Jones disse.

    Ficou calada por um segundo:

    - É por aí?

    Oliver sentiu-se cansada. Tão cansada que sentou-se em uma das cadeiras, desesperançosa.

    - Eu sinto que são problemas grandes demais pra mim. Ainda tem soldados crianças. Pra serem mortas pelos tais juízes. E isso tudo é só o começo.

    Oliver sentiu o peso de tudo aquilo em seus ombros. Detestava a sensação de não saber o que fazer:

    - Mas o que eu posso fazer pra impedir isso tudo?! Eu... Eu não quero me unir à Lanterna pra salvar os EUA! Ela não merece ser heroína! Como vou conseguir chegar perto dela, do Coração, de tudo?! Eu sou só... Eu!

    Tudo que queria era vingança. Queria apenas acabar com Lanterna, mas agora... Como ela e Marreta poderiam ser páreo para tudo isso?!

    Conteúdo patrocinado


    Um mundo melhor para poucos - Página 6 Empty Re: Um mundo melhor para poucos

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter maio 28, 2024 3:46 am