Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    O Baile da Rainha

    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5166
    Reputação : 379
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por Alexyus Ter Mar 05, 2024 5:57 pm

    Briana Rowan

    O Baile da Rainha - Página 2 E91dbc10
    Antes de tudo, Sor Tarly," disse eu, esboçando um sorriso moderado enquanto tentava manter o ritmo, "tal convite é uma distinção. Contudo, devo confessar que, embora a proposta de aliança com Monte Chifre seja de fato tentadora, ela carrega consigo uma responsabilidade e um compromisso imensuráveis.

    Dyckon falava enquanto dançava sem que isso afetasse sua respiração.
    O Baile da Rainha - Página 2 Downlo16
    - De fato, é assim, milady.

    O Baile da Rainha - Página 2 E91dbc10
    É inegável, Sor, que vossa casa é reputada pela destreza na caça e pela excelência militar que a distingue entre as demais. Contudo, permita-me indagar: por que fixar vossos olhos sobre mim, quando outras damas podem oferecer uma aliança mais vantajosa aos interesses de vossa família? Afinal, como bem sabemos, os casamentos frequentemente são transações desprovidas de afeto genuíno. Não posso deixar de notar que, até o momento, vossa atenção nunca se dirigiu a mim.

    O Baile da Rainha - Página 2 Downlo16
    - Não crê que sua mão seja digna, milady? Você é bela, graciosa, de família muito digna e bem reputada na Campina. E não duvide de que eu possa lhe demonstrar afeto genuíno, se assim me permitir.

    O Baile da Rainha - Página 2 E91dbc10
    Como pode Sor estar tão seguro de minha adequação para tal papel?

    O Baile da Rainha - Página 2 Downlo16
    - Como estar seguro de que me levantarei amanhã, ou se haverá sol ou chuva no dia que virá?  É apenas por pôr nossas intenções à prova que se revela o verdadeiro valor de cada ação.

    O Baile da Rainha - Página 2 E91dbc10
    Certamente Sor tem damas mais qualificadas em mente, ou até já deve ter sido objeto de adorações diversas, sendo um cavaleiro tão destemido nas justas e portando-se de maneira que encarna tão vividamente o lema de sua casa. Sem dúvida, muitas devem se prostrar aos seus pés.

    O Baile da Rainha - Página 2 Downlo16
    -Está se menosprezando, milady Briana. Isso não é um bom hábito. Se escolhi você sobre qualquer outra dama, é claro que você tem mais perspectivas favoráveis do que as demais. Não se preocupe com competição, apenas me dê a oportunidade de lhe mostrar a posição que pode ter ao meu lado.

    O Baile da Rainha - Página 2 E91dbc10
    Acidentalmente, pisei em seu pé, sentindo minhas bochechas se aquecerem enquanto tentava seguir seus passos. "Oh, Sor, peço perdão, como mencionei, dançar não é meu forte."

    Dyckon não pareceu se incomodar com o pisão do leve pé de Briana sobre o seu.
    O Baile da Rainha - Página 2 Downlo16

    - Eu também sou mais habilidoso como guerreiro do que como dançarino, milady. Se quiser, podemos nos retirar para beber um drinque.
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12497
    Reputação : 120
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por Sandinus Ter Mar 05, 2024 8:20 pm

    O Baile da Rainha - Página 2 Asdulf15
    Meistre Asdulfor


    - Ainda assim, sua falta de modéstia é um risco, meistre Asdulfor. Os meistres se destacam pelo sseu intelecto, e a razão de trajarmos cinza é a neutralidade que queremos manter nas questões dos Sete Reinos. Qualquer tentativa de obter destaque comprometerá sua posição, não apenas perante sua casa quanto com a própria Ordem dos Meistres...

    Asdulfor ouve atentamente os ponderamentos do Meistre Pycelle e, suspirando, concorda com ele:

    -Compreendo perfeitamente, Grande Meistre, suas observações são acertadas. No entanto, devo admitir que foi bastante curioso testemunhar a expressão de surpresa e indignação nos rostos dos nobres ao me verem nesse estado, corroborando com sua afirnação. Chego a uma idade avançada, Grande Meistre, e nunca fui amplamente aceito entre os nossos devido aos meus interesses acadêmicos peculiares e meu estilo de debate direto e incisivo. Alguns até parecem temer minha presença. Mas olhe para mim agora, um homem envelhecido e frágil. Ele dá um pequeno gole de vinho, como que para enfatizar sua vulnerabilidade.

    - Sabe perfeitamente que não há outra resposta que posso lhe dar sobre isso, Asdulfor. A saúde da família real é uma questão que exige máxima discrição, e não divulgaria nenhum problema nessa área sem autorização deles. Mas todos estão perfeitamente bem.

    Asdulfor sorri também:

    -Sempre com a mente ágil e a resposta na ponta da língua... Mas me diga, há algum evento programado para começar amanhã? Se for possível reunir os meistres, gostaria de apresentar a poção que desenvolvi para salvar a vida de Adan Dannet. Caso haja interesse, é claro.

    Após obter informações sobre o progresso das investigações, o velho meistre comeu mais algumas guloseimas e voltou a dirigir-se a Meistre Pycelle:

    -Grande Meistre, gostaria de sua companhia para encontrar a mesa de Henry Allafante? Tenho um assunto particular para tratar com ele, a pedido do Lorde Beron. dois pares de olhos são melhores que um. Não é mesmo? Além disso, podemos aproveitar para observar um pouco os presentes.

    Encerrava ele enquanto começava a passear pelo salão observando as mesas e buscando Henry Alafante.
    thendara_selune
    Antediluviano
    thendara_selune
    Antediluviano

    Mensagens : 3121
    Reputação : 130
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_10.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por thendara_selune Ter Mar 05, 2024 11:16 pm

    O Baile da Rainha - Página 2 _f475c10
    Inês Allafante

    Hora:Noite
    Día:11
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real




    ⚜⚜⚜⚜⚜⚜


    Com Arthur

    A melodia envolvente da música enchia meus ouvidos, enquanto eu me encontrava imersa na atmosfera festiva. Contudo, por mais que eu tentasse me deixar levar pela alegria do momento, uma sombra de desconfiança pairava sobre mim. Fechei os olhos por um breve instante, permitindo que Arthur me conduzisse através da multidão, mas suas palavras sobre os perigos iminentes da noite me fizeram erguer o olhar para ele com um sorriso suave. "Ah, meu caro, acha mesmo que não estou ciente disso?" Minhas palavras eram mais uma confirmação do que uma revelação.

    Arthur havia deixado para trás uma trilha de inimigos, e eu sabia que tais conflitos não se dissipavam facilmente. Mantive um sorriso nos lábios, ocultando cuidadosamente minhas verdadeiras emoções diante daqueles estranhos pomposos, cada um deles carregando consigo agendas ocultas e intrigas disfarçadas.
    "Aproveito para conversarmos sobre nosso casamento, Arthur", proferi suavemente, buscando sua atenção em meio à agitação do salão. Inclinando-me ligeiramente na direção dele."Não posso deixar de mencionar a delicada questão de nosso compromisso. Sua família parece particularmente contrária a isso, especialmente seu estimado tio." Apesar da suavidade que adornava meu rosto, minhas palavras carregavam uma cobrança velada, um lembrete silencioso de que o tempo para uma resolução estava se esgotando. Entretanto, logo em seguida, ofereci-lhe um sorriso confiante e acolhedor. Sabia que, juntos, éramos capazes de superar qualquer obstáculo que surgisse em nosso caminho."Você está certo em dizer que muito está em jogo esta noite, e prometo que meus olhos estarão atentos a cada movimento. Sua segurança é de suma importância para mim, Arthur. Meu coração jamais me trairia nesse aspecto."


    Com   @Wordspinner e  @DariusNovadek


    "Ah, mas é claro, Sor Esdres. Estou totalmente de acordo. Afinal, é por uma causa nobre", respondi com um sorriso gentil, enquanto lançava um olhar para Arthur, Gyllen, Lu Mei e a efervescente Lícia. "Dançar é uma maneira encantadora de conhecer as pessoas; o corpo fala mais do que as palavras e sempre traz um toque de diversão." Minha voz flutuava com alegria, como um suave sussurro de verão, enquanto meus olhos permaneciam fixos em Arthur. Eu esperava que ele reconhecesse meu comprometimento em ajudar; afinal, já havia demonstrado meus sentimentos e lealdade inúmeras vezes.
    Restava a ele convencer sua família a aceitar os termos do nosso pacto antenupcial. Sussurrei suavemente para que apenas ele pudesse ouvir, antes de fingir atentamente arrumar-lhe a túnica.  @DariusNovadek "Estarei aguardando por você, Sor Esdres. Não demore; o tempo é nosso inimigo esta noite." Mantive então minha atenção no jovem guerreiro do norte que se afastava de nós e depois observei o salão, consciente das tramas e intrigas que se desenrolavam ao nosso redor.



    Helen Alantis:

    Henry Allafante:

    Sor Jorah Savoys:

    Arthur:

    Roupinhas:




    Falas
    NPCS/PJS/PENSAMENTOS


    Emme



    thendara_selune
    Antediluviano
    thendara_selune
    Antediluviano

    Mensagens : 3121
    Reputação : 130
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_10.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por thendara_selune Qua Mar 06, 2024 1:30 am

    O Baile da Rainha - Página 2 _1edf310
    Briana Rowan

    Hora:Dia
    Día:11
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real


    ⚜⚜⚜⚜⚜⚜


    O Baile da Rainha - Página 2 2063937_98e27





    Dyckon deslizava vigoroso em meio à melodia da dança, suas palavras fluindo suaves como um riacho serpenteando pelos bosques. Eu o ouvia atentamente, indagando-me se ele teria notado mais do que eu planejara, ou melhor, se meu incessante questionamento o desinteressaria. Talvez não; talvez estivesse simplesmente determinado a encontrar entre os presentes uma promessa de união que lhe agradasse.

    "Ah, Sor... Sou imperita em muitos aspectos, surpreende-me que tenha me percebido, apenas isso", murmurei, desviando o olhar com uma timidez que mal conseguia dissimular. "Suas palavras ressoam tão claramente quanto os passos que compartilhamos nesta dança." Mesmo que nutrisse certa reserva em relação a ele, era inegável a firmeza com que expressava seus desejos, uma qualidade que, confesso, me intrigava.


    Alexyus escreveu:O Baile da Rainha - Página 2 Downlo16
    - Como estar seguro de que me levantarei amanhã, ou se haverá sol ou chuva no dia que virá?  É apenas por pôr nossas intenções à prova que se revela o verdadeiro valor de cada ação.




    Por um instante, deixei meus olhos caírem, surpreendida mais uma vez por sua determinação. "Não é que eu menospreze a mim mesma, Sor, apenas... desejava sondar suas intenções, nada mais..." O rubor que tingia minhas faces era irremediável, uma demonstração de vulnerabilidade que lamentavelmente não conseguia ocultar. Nessas ocasiões, desejava possuir a destreza de Anya, mas parecia que, essencialmente, era mais semelhante a Moira.


    Alexyus escreveu:O Baile da Rainha - Página 2 Downlo16

    - Eu também sou mais habilidoso como guerreiro do que como dançarino, milady. Se quiser, podemos nos retirar para beber um drinque.




    Ele não parecia se incomodar com minha hesitação, como se meu pisão fosse apenas uma brisa fugaz. Em comparação a ele, eu era como uma pena, quase imperceptível. E então, no calor da proximidade entre nós, percebi claramente que ele nascera para cavalgar pelos campos de batalha, sua presença imponente eclipsando a minha.
    Surpreendi-me ao me encontrar encarando-o, e talvez por esse motivo, senti-me diminuída, frágil, quase como uma presa diante de um caçador habilidoso. "Sor, vossa gentileza é envolvente... não estou habituada à companhia de tantas pessoas, embora seja uma experiência agradável. Mas, sim, Sor, adoraria prolongar nossa conversa e partilhar uma taça de vinho." Esperei que ele guiasse pra longe dali embora o lugar fosse um território marcado entre a socialidade, intriga, politicagem e logicamente o olhar atentos dos cavaleiros que me escoltavam como sombras o que me fez lembrar de Sor Jax a quem nutria grande apreço.

    Quando nos afastamos um pouco, achei um banco que oferecia uma ilusão de privacidade, e, supondo que ele me trouxera uma taça de vinho, bebi delicadamente antes de me dirigir a ele. "Sor, diga-me, já participou de outras justas? Parece-me um homem que prefere a lealdade contida na ponta de uma lança do que esses eventos sociais." Minha fala carregava um tom de humor, mas também continha uma cortesia educada, embora estivesse sinceramente curiosa sobre ele.
    "Confesso que o evento me causa certo receio, mas devo admitir que é fascinante observar a destreza dos cavaleiros, incluindo a sua, especialmente ao derrubar meu irmão. Ele lhe deu trabalho, não é mesmo?" Minha voz carregava uma leve provocação, quase como uma travessura inocente. Então, dei um gole no vinho, sentindo a bebida brincar com meus sentidos e minhas bochechas ficarem ruborizadas mais uma vez.


    Dyckon tinha a oportunidade de escolher não responder, ou até mesmo desviar a conversa do tema dos embates, percebendo que manter o interesse em mim poderia resultar em uma esposa que não teme expressar suas opiniões, apesar de aparentar certa ingenuidade ou delicadeza excessiva. Eu, por minha vez, estava tentando me resguardar da melhor maneira possível, levando em conta os avisos de Anya, da tia Rhonda e de Thomas. Neste momento, a raposa poderia muito bem estar aproveitando a oportunidade para cortejar as outras damas presentes, afinal, como herdeiro da Fortaleza das Águas Claras, não lhe faltariam pretendentes. "Não desejo parecer insistente, Sor. Se preferir, podemos conversar sobre outros assuntos que não envolvam justas e cavaleiros."

    Falas
    Pensamentos/PJs/NPCs




    Deu um trabalho enorme HAHA! Quero XP pelo tamanho empenho HUAUHAUH, mas tentei montar todo o visual seguindo as cores das casas, até porque é o evento social do ano.:



    Emme
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1511
    Reputação : 35
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por DariusNovadek Dom Mar 10, 2024 1:52 am

    O Baile da Rainha - Página 2 _f475c10
    Esdres Felinight

    Hora:Noite
    Día:11
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real





    No baile





    Walt Brod não estava ali, por não ser um cavaleiro.. Se ja fosse seu escudeiro, não via problemas em traze-lo naquele baile. O garoto devia aprender a curtir as festas tanto quanto lutar bem. Mas na volta para sua mesa, foi surpreendido por Wynafryd, que chegou furiosa perto dele.

    "- Creio que fui bem clara quando ordenei que ficasse longe de minha irmã! Pare de assediá-la ou apresentarei uma queixa ao senhor seu pai. Fique com isso e fique longe de nós!"

    Wynafryd estava bem alterada, e Esdres pensou bem antes de responder qualquer coisa. Esdres tinha programado de fazer as pazes com ela nesse baile, mas obviamente esse plano tinha ido água abaixo. De forma plácida, Esdres responde:

    - Lady Wynafryd, perdões por isso. Tentei contato com sua irmã dessa maneira pois ela é a dona do meu coração. Mas eu entendo a sua postura defensiva em relação aos boatos sobre minha pessoa, está defendendo sua familia. Então quero lhe pedir perdão mais uma vez, pela minha alteração la nas justas, e por essa tentativa de contato. Não mais as importunarei aqui em Porto Real. Mas darei tempo para você e sua irmã virem que sou um homem digno de suas presenças, e que fui alvo de uma trama contra minha família.

    Ele então volta para a roda de parentes de sua mesa.. Não fala uma palavra até Inês estar pronta para acompanha-lo na dança.

    Estarei aguardando por você, Sor Esdres. Não demore; o tempo é nosso inimigo esta noite.

    - Ainda assim, temos a oportunidade de aproveita-lo, não é mesmo?

    Elegantemente e respeitosamente a conduz a pista de dança e começa a dançar com ela. Durante a dança percebe que é um bom momento para estreitar as relações ocm sua futura cunhada.

    - Queria agradecer pela oportunidade Inês.. Os boatos sobre minha pessoa.. Creio que minha irmã e Lady Allafante sejam as únicas damas que vão se dispor a dançar comigo esta noite. Talvez isso até pegue mal para você.. Mas você já está prometida ao Herdeiro Felinight não é mesmo?

    *Termina a ultima frase com seu típico sorriso no rosto.*

    - Também quero parabenizar pelo seu planejamento de construções em nossas terras.. Arthur partilhou comigo suas idéias e.. Realmente são ótimas! Você e meu irmão se tornarão ótimos Lorde e Lady Felinight, e quem sabe, com planejamento e com minha ajuda, não tiraremos nosso nome das más linguas como estão agora..

    Teria muito mais a falar, mas espera ela responder primeiro.  @thendara_selune


    Vestimentas:


    Falas
    NPCS/PJS/PENSAMENTOS



    Emme



    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5166
    Reputação : 379
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por Alexyus Seg Mar 11, 2024 5:13 pm

    Asdulfor

    -Compreendo perfeitamente, Grande Meistre, suas observações são acertadas. No entanto, devo admitir que foi bastante curioso testemunhar a expressão de surpresa e indignação nos rostos dos nobres ao me verem nesse estado, corroborando com sua afirnação. Chego a uma idade avançada, Grande Meistre, e nunca fui amplamente aceito entre os nossos devido aos meus interesses acadêmicos peculiares e meu estilo de debate direto e incisivo. Alguns até parecem temer minha presença. Mas olhe para mim agora, um homem envelhecido e frágil. Ele dá um pequeno gole de vinho, como que para enfatizar sua vulnerabilidade.

    Pycelle readrguiu:
    O Baile da Rainha - Página 2 Pycell10
    -  Como meistre, sabe tão bem quanto eu que nossa maior arma é a mente. Enquanto a mente estiver afiada, nunca estamos realmente indefesos.


    -Sempre com a mente ágil e a resposta na ponta da língua... Mas me diga, há algum evento programado para começar amanhã? Se for possível reunir os meistres, gostaria de apresentar a poção que desenvolvi para salvar a vida de Adan Dannet. Caso haja interesse, é claro.

    O Grande Meistre colocou as mãos para dentro de sua túnica e respondeu numa voz neutra:
    O Baile da Rainha - Página 2 Pycell10
    - O Conclave terminou ontem. Agora que a maior parte dos meistres estão indo embora ou já se foram, não há muitos a quem mostrar suas descobertas, Asdulfor. É claro que me interessaria ver qualquer avanço, mas você deveria apresentá-los à Cidadela.



    -Grande Meistre, gostaria de sua companhia para encontrar a mesa de Henry Allafante? Tenho um assunto particular para tratar com ele, a pedido do Lorde Beron. dois pares de olhos são melhores que um. Não é mesmo? Além disso, podemos aproveitar para observar um pouco os presentes.


    Pycelle apresentou suas despedidas.
    O Baile da Rainha - Página 2 Pycell10
    - Tenho meus próprios assuntos para cuidar, meistre Asdulfor. Poderemos conversar mais em outra oportunidade.

    Ao circular pelo salão, Asdulfor encontrou Allafante sentado à uma mesa entre os dorneses e os cavaleiros andantes. Sendo um estrangeiro, mesmo ilustre, ele não fôra contemplado com um assento mais destacado.


    Inês

    Enquanto isso, Inês bailava com seu noivo, Arthur Felinight, aproveitando para conversar sobre assuntos sérios.

    "Aproveito para conversarmos sobre nosso casamento, Arthur", proferi suavemente, buscando sua atenção em meio à agitação do salão. Inclinando-me ligeiramente na direção dele."Não posso deixar de mencionar a delicada questão de nosso compromisso. Sua família parece particularmente contrária a isso, especialmente seu estimado tio."

    Arthur sorriu de maneira reconfortante.
    O Baile da Rainha - Página 2 5580c210
    - Tio-avô. Não se importe com ele, minha querida; ele não gosta de ninguém de fora da família. Aqueles que importam a apreciam. Meu pai é inflexível e determinou que eu não devo estragar nosso casamento de nenhuma forma. Minha mãe a estima muito. E meus irmãos sabem que eu não conseguiria uma noiva melhor do que você em todos os Sete Reinos e além.

    Mais tarde, quando Arthur e Inês foram ajudar Esdres no plano de Gylen, o olhar do noivo pareceu realmentte triste ao se afastar dela para as trocas de parceiros no saltarello que se iniciava.


    Briana

    Dyckon sentou-se ao laddo de Briana num banco estofado diante de uma janela com um vitral multicolorido, entegando-lhe uma taça de vinho enquanto  segurava uma para si mesmo.

     "Sor, diga-me, já participou de outras justas? Parece-me um homem que prefere a lealdade contida na ponta de uma lança do que esses eventos sociais."

    Tarly sorriu faceiro.
    O Baile da Rainha - Página 2 Downlo16
    - Monte Chifre é provavelmente o lugar mais bélico de toda a Campina. Torneios de justas são bastante comuns por lá, e eu participo delas desde que aprendi a montar. Admito que sou melhor com a espada, mas sou versado em todos os tipos de armamentos conhecidos.

    "Confesso que o evento me causa certo receio, mas devo admitir que é fascinante observar a destreza dos cavaleiros, incluindo a sua, especialmente ao derrubar meu irmão. Ele lhe deu trabalho, não é mesmo?"

    Ele assentiu.
    O Baile da Rainha - Página 2 Downlo16
    -  Seu irmão é um cavaleiro valoroso que trouxe glória ao nome de sua casa. Nenhuma vitória é garantida numa batalha, e às vezes damos sorte, mas estar melhor preparado é uma grande vantagem.

    "Não desejo parecer insistente, Sor. Se preferir, podemos conversar sobre outros assuntos que não envolvam justas e cavaleiros."
    O Baile da Rainha - Página 2 Downlo16
    -  Sobre o que gosta de conversar, Lady Briana?

    Enquanto ouvia as palavras dele, Briana viu pelo canto dos olhos quando Alekyne Florent entrou no salão, elegantemente trajado em azul e prata.

    O Baile da Rainha - Página 2 50508910


    Esdres

    - Lady Wynafryd, perdões por isso. Tentei contato com sua irmã dessa maneira pois ela é a dona do meu coração. Mas eu entendo a sua postura defensiva em relação aos boatos sobre minha pessoa, está defendendo sua familia. Então quero lhe pedir perdão mais uma vez, pela minha alteração la nas justas, e por essa tentativa de contato. Não mais as importunarei aqui em Porto Real. Mas darei tempo para você e sua irmã virem que sou um homem digno de suas presenças, e que fui alvo de uma trama contra minha família.

    Wynafryd ouviu as palavras de Esdres e levou um segundo considerando, antes de virar-se e afastar-se.

    Mais tarde, quando o jovem Felibnight estava dançando o saltarello para ajudar no plano de Gylen, ele teve a oportunidade de falar brevemente com Inês antes de uma nova troca de pares.
    Wordspinner
    Antediluviano
    Wordspinner
    Antediluviano

    Mensagens : 3070
    Reputação : 170
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh33.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh22.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh28.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por Wordspinner Ter Mar 12, 2024 9:00 am






    Gylen Snow


    Inês escreveu:"Dançar é uma maneira encantadora de conhecer as pessoas; o corpo fala mais do que as palavras e sempre traz um toque de diversão."

    "Espero sinceramente que você esteja certa." Ele suspira ouvindo a música. "Acho que nunca tive uma dança tão importante."



    --

    Quando a musica certa começa Gylen se controla. Era melhor não mostrar a mão cedo demais. Ele olha para Lu Mei sabendo que ela era ainda mais separada daquelas pessoas do que ele. Ainda menos humana aos seus olhos. Ela com todos os dedos e membros funcionando e sempre deliberada e cuidadosa. O que ela tinha no fundo daqueles olhos? Que desejos e ambições? Tão rasos quantos os Gylen? Tão altos quanto os de Esdres? Tão escuros quanto os do velho?

    Não importava agora, era hora de dançar. Hora de deixar a música guiar o ritmo de cada movimento. Cada passo. Cada toque. Ele sorri logo antes de separar dela. Ele não queria imaginar que rostos a receberiam depois dele e quais expressões eles trariam. Será que ela se importava?

    Uma mão delicada pousa nos dedos do bastardo e ele renova o sorriso. Um, dois, três passos. Ele já tinha decorado o fluxo dos movimentos. Já sabia quem iria para onde. Já esperava o momento de girar e aproximar e afastar. A coreografia inteira. Aquela mulher na sua frente desaparece e é substituída e ele nem imagina se era uma serva ou bastarda ou nobre. Não era nenhuma que ele conhecia. Mais um, dois, três passos e ele muda de lugar. Um passo mais longo um giro mais ousado. Ele apoia a mão da adorável senhorita Dannet como a música mandava.

    "Que surpresa agradável!" Ele não tenta sorrir, estava ocupado demais lembrando... Lembrando que devia convencer ela ao invés de babar feito um idiota. Lembrando da noite em que a ouviu cantar enquanto andava a sua volta observando. Tentando medir cada detalhe para comparar com uma forma na escuridão. "Me concede o privilégio de ouvir sua voz outra vez? Pode dizer o que quiser e só eu vou ouvir." Ela era uma puta, era mais humana que ele mesmo assim? Menos? Talvez pior que Lu Mei? Provavelmente muito melhor "Espero que me perdoe ardil, queria conversar a sós e você tem sido difícil de encontrar. Me permite?" Ele se aproxima e a guia para evitarem uma troca de pares sem quebrarem a coreografia dos seus nobres acompanhantes. Meras sombras ritmadas, silhuetas marcadas pelo sol.


    OFF:






    thendara_selune
    Antediluviano
    thendara_selune
    Antediluviano

    Mensagens : 3121
    Reputação : 130
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_10.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por thendara_selune Ter Mar 12, 2024 12:08 pm

    O Baile da Rainha - Página 2 _f475c10
    Inês  Allafante

    Hora:Noite
    Día:11
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real




    ⚜⚜⚜⚜⚜⚜


    Com Arthur  @Alexyus

    "Se você diz, Arthur, devo então confiar em suas palavras, mas ações são mais eficientes em certos casos," disse com um tom de cumplicidade. “E seu tio-avô é um senhorzinho de olhar assustador. De certo modo, ele me intimida, e não gosto da sensação que isso me causa.” Dei um sorriso como se quisesse afastar o assunto. “Mas deixemos por agora isso de lado e aproveitemos a alegria superficial dessa noite.”

    Com Gylen  @Wordspinner

    Olhei o Lorde Manco, com sua bengala a tiracolo; era um milagre curioso vê-lo dançar. “Lhe desejo sorte, Sor Gylen,” murmurei, um sorriso meigo corando meus lábios enquanto o via partir para enfrentar seu desafio.


    Com Esdres  @DariusNovadek


    A música da Saltarello fluía pelo salão, inundando o ar com melodias vibrantes. Luzes cintilantes banhavam meu rosto, meus cachos ruivos dançando como chamas sob a luz. Meus olhos castanhos observavam o Sor Esdres com interesse e bom humor.

    "De fato, ainda teremos Sor," disse, minha voz melodiosa carregada de um sotaque Bravosi que soava exótico aos ouvidos dos Westerosi. Notei a breve tristeza nos olhos de Arthur, mas o sorriso que lancei para ele era caloroso. Logo depois, voltei minha atenção a Esdres. Estava genuinamente interessada em desvendar o redemoinho em que a família Felinight se encontrava e, quem sabe, oferecer ajuda. Mas antes, precisava cuidar de meus próprios interesses antes.

    Enquanto dançávamos, fixei meus olhos em Esdres. "Quem sou eu para julgar, Sor?" murmurei, meus lábios se curvando em um sorriso enigmático. "Mas confesso que o jovem gato do norte parece ter se desgastado em telhados de zinco. As patinhas dele devem estar machucadas, e os cães raivosos loucos para arrancar-lhe ao menos um pedacinho."


    Um sorriso travesso se formou em minha boca tingida de carmim. Era divertido, mas sabia que também era perigoso fazer parte daquele jogo. Meu pai talvez não aprovasse tanta exposição. As palavras saíam entrecortadas em alguns momentos, a música exigindo uma certa movimentação e energia graciosa. "Sempre há um meio para o felino ágil saltar acima dos cães," eu disse, minha voz soando firme. "Sempre há um meio de contornar e seguir outro caminho."

    Então um sorriso gentil surgiu quando ele mencionou o fato de estar prometida. "Estou contente, Sor," respondi, corando levemente. "Espero que as coisas se acertem com meu pai o quanto antes." Ergui a cabeça com orgulho. "Vejam só como estou ansiosa para casar! E obrigada, Esdres. Quero vê-los prosperar, que possam entrelaçar tudo e possamos tornar os Felinight a maior casa do norte algum dia."



    Helen Alantis:

    Henry Allafante:

    Sor Jorah Savoys:

    Arthur:

    Roupinhas:




    Falas
    NPCS/PJS/PENSAMENTOS


    Emme



    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1511
    Reputação : 35
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por DariusNovadek Qui Mar 14, 2024 1:35 am

    O Baile da Rainha - Página 2 _f475c10
    Esdres Felinight

    Hora:Noite
    Día:11
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real





    No saltarello





    Sua futura cunhada, apesar de hoje ser o primeiro contato além de cumprimentos que Esdres teve com ela, se mostrou bem solicita e tranquila, diferente do que Esdres tinha imaginado dela. @thendara_selune

    "- Quem sou eu para julgar, Sor."

    Com seu famoso sorriso irreverente, Esdres diz de forma engraçada:

    - Bom, se continuar como está, é a próxima Lady Felinight. E acredito que deve encomodar um irmão mais novo fanfarrão por aí... Pelo menos incomoda minha mãe, e ela é a atual Lady Felinight..

    - Mas confesso que o jovem gato do norte parece ter se desgastado em telhados de zinco. As patinhas dele devem estar machucadas, e os cães raivosos loucos para arrancar-lhe ao menos um pedacinho.

    O sorriso de Esdres é substituido para uma expressão mais séria, os eventos ainda estavam recente demais para Esdres usar em brincadeiras.. Cornell, Iris, Orten.. Todos queriam atingir os Felinights, mas como Esdres era o "estandarte" da casa, acabou levando todos os murros.. A analogia da jovem Braavosi estava certa, apesar de Esdres não fazer ideia do que era zinco.. Devia ser coisa das cidades livres..

    - Esse é o problema, os outros se julgam cães, como se cães dessem conta de um gato das sombras.. *Esdres pensa um pouco* - Já viu um Gato das sombras, Lady Inês? O nome leva até uma confusão, dando alusão aos gatos que são usados de estimação aqui em Westeros.. Mas te digo, nenhum desses homens dariam conta se estivesse frente a frente com um desses Gatos.. Meu pai quase foi levado por um inclusive.

    Esdres fica um pequeno momento pensativo, mas conclui seu pensamento

    - Somos Gatos das Sombras, Lady Inês.. Podemos ter apanhado agora, mas no momento certo.. Eles se arrependerão de estar frente a frente com um de nós.. Como todos os gatos, podemos até cair, mas nunca sem ser em pé.

    Mas a conclusão do pensamento, seu sorriso volta, talvez falar tudo aquilo tenha feito bem a Esdres.

    - Eu poderia até te dizer que eu não ligo pra isso....   Mas eu ligo sim hehehe.

    "Espero que as coisas se acertem com meu pai o quanto antes."

    "Vejam só como estou ansiosa para casar! E obrigada, Esdres. Quero vê-los prosperar, que possam entrelaçar tudo e possamos tornar os Felinight a maior casa do norte algum dia."


    Foi interessante ouvir de Inês a ansiedade para o casamento, que até então para Esdres parecia que ela o via apenas pelo lado comercial da coisa. A moça parecia ser genuina.. De fato, Arthur mesmo sendo mulherengo tinha encontrado uma mulher digna de casamento. Ainda assim, a jovem era uma braavosi, e parecia não saber direito ainda o que a esperava. Com um sorriso, Esdres aconselha a futura parente.. Não antes de indagar uma coisa:

    - Se tudo der certo, pensam em casar quando? Farão a cerimônia no nosso bosque sagrado? Espero que tenha uma festona, seria bom uma festa para aproveitar sabendo que não tem olhos de toda a Westeros em cima de você

    Esdres já ansiava por esta festa, lá ele poderia aproveitar como sempre fazia, e ainda estaria acompanhado de seu tio Jone, que gostava de uma festa tanto quanto Esdres. Um Felinght bebado era uma coisa, mas dois Felinights bebados.. Eram apenas parentes alegres em um casamento.

    - Mas Inês.. Se me permitir dar um conselho.. Vejo que você visa a prosperidade de nossa família.. Então demonstre isso, não para o Arthur eu digo, mas para todo o resto.. Servos, família, guardas.. Nós nortenhos somos... Complicados com quem não vem do Norte.. Eu não sirvo de base pois sou como sou.. Mas o resto da minha da minha família não o é. Então demonstre isso, será muito bom, principalmente para quando você for Lady.. Pois até agora está parecendo uma relação de negócios.. E isso pode passar a impressão errada.


    Esdres viu que Gylen tinha atingido o objetivo de alcançar Iris, então coloca em ação sua parte do plano.. Ele, junto com Athur e Lícia, começam a dançar em volta deles, a uma certa distancia é claro, mas impossibilitando de que outros Lordes conseguissem alcançar Iris e retirar ela da presença de seu meio-irmão. Esdres e Lady Inês rodopiavam e dançavam graciosamente, prontos para se separarem caso alguém aproximasse, e Esdres faria o possível para que Gylen não fosse interrompido, trocaria de par com qualquer outra Lady, o importante era seguir com o plano.

    Mas é claro, enquanto isso não acontecia, conversava com Inês.

    Vestimentas:


    Falas
    NPCS/PJS/PENSAMENTOS



    Emme



    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1511
    Reputação : 35
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por DariusNovadek Qui Mar 14, 2024 1:54 am

    O Baile da Rainha - Página 2 _1edf310
    Aldos Rowan

    Hora:Noite
    Día:11
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real



    ⚜⚜⚜⚜⚜⚜


    Baile da Rainha.


    O Baile da Rainha - Página 2 2063937_98e27

    Ao começar o baile em si, logo seus irmãos arrumam seus pares e saem para dançar, Aldos procura sua amada, mas não a encontra, ao invés disso, uma outra jovem vem ao seu encontro.

    - Sor Aldos Rowan? Eu sou Aveline Fossoway. O senhor dança?

    Aldos olha para a menina, ela era até bonita, mas não tinha gastado tempo penteando seus cabelos, e seu vestido não tinha detalhe nenhum. Antes aceitaria a dança sem problema nenhum.. Mas agora seu coração era de Erin.. Ele ainda passa rapidamente o olho pelo salão, mas não a encontra.. Aldos pensa, seria descortês recusar uma dança com a Lady, então tenta falar de forma polida, com a voz engasgando um pouco.

    - Lady Aveline, como vai? Dizer que eu danço é muito, eu tento dançar hehehe

    Usou uma piada para quebrar o clima tenso, mas logo continuou.

    - Vamos dançar, Lady Aveline, mas sem querer ser descortês, estava esperando por uma outra Lady, porém ainda não a encontrei..

    Então vai para a pista de dança dançar com a jovem.



    Roupa de Aldos para o Baile:



    Emme



    thendara_selune
    Antediluviano
    thendara_selune
    Antediluviano

    Mensagens : 3121
    Reputação : 130
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_10.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por thendara_selune Sex Mar 15, 2024 2:29 pm

    O Baile da Rainha - Página 2 _1edf310
    Briana Rowan

    Hora:Dia
    Día:11
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real


    ⚜⚜⚜⚜⚜⚜


    O Baile da Rainha - Página 2 2063937_98e27


    Alexyus escreveu:Tarly sorriu faceiro.- Monte Chifre é provavelmente o lugar mais bélico de toda a Campina. Torneios de justas são bastante comuns por lá, e eu participo delas desde que aprendi a montar. Admito que sou melhor com a espada, mas sou versado em todos os tipos de armamentos conhecidos.

    "Ah, mas meus talentos residem na arte do bordado, na imersão em livros e no cuidado com minhas flores…"Não o via como um pretendente em potencial, então meu objetivo não era encantá-lo, mas sim, confesso, entediá-lo. "Tenho um paladar adocicado, Sor. Aprendi muito com minha mãe nesse quesito, enquanto você...", a última palavra escapa sem a devida formalidade, fazendo-me baixar os olhos."Quero dizer, Sor, criado para a guerra, suponho que esteja habituado à constante pressão, seguindo os passos de seu pai, sendo um Lorde justo e benevolente para com seu povo, não é mesmo?" Meus olhos violetas fixam-se em sua expressão, meu sorriso delicado tinha doçura. "Minha curiosidade me impulsiona a questionar. Sou extremamente curiosa, indagadora por natureza, e embora minha experiência do mundo seja limitada, acredito que conversas como esta são essenciais para a compreensão mútua." Ao articular tais palavras, senti meu rosto corar. Minha franqueza e ousadia podiam ser interpretadas como um desagrado, mas no fundo, uma centelha de esperança persistia, desejando secretamente que ele também me considerasse tediosa.


    Alexyus escreveu:[i]-  Seu irmão é um cavaleiro valoroso que trouxe glória ao nome de sua casa. Nenhuma vitória é garantida numa batalha, e às vezes damos sorte, mas estar melhor preparado é uma grande vantagem.


    "De fato, estar melhor preparado para todas as eventualidades, inclusive as mais improváveis, é de suma importância, Sor." Mantive um sorriso plácido e sereno.



    Alexyus escreveu:[i]-  Sobre o que gosta de conversar, Lady Briana?


    "Sou uma alma romântica, Sor; as palavras têm o poder de me transportar para outros mundos. Apreciá-las tanto quanto posso ser uma boa ouvinte é um dos meus maiores prazeres. Confesso que nutro particular fascinação por histórias antigas de bravura, amor e fidelidade..."

    Enquanto as palavras fluíam pelo ar, pelo canto do olho, captei a entrada de Alekyne Florent no salão. Trajado em azul e prata, sua elegância era inegável. Meu coração disparou e uma onda de tolice me consumiu. Não podia simplesmente abandonar a conversa e correr até ele; os acontecimentos dos últimos dias pesavam sobre minhas decisões. Com esforço, lutei contra a tentação de me deixar levar por sua presença da raposa.

    Meus pensamentos viajaram para uma conversa com minha mãe semanas antes da viagem. Estávamos no grande jardim, ela cuidando de suas flores, e eu, no auge da minha ingenuidade, vi uma rosa vermelha e, sem cuidado, fui colhê-la. Meus dedos feridos foram a prova da minha imprudência. Minha mãe, com um sorriso e aqueles olhos azuis tão amorosos, pegou a rosa para mim e, ao me entregá-la, disse: "Às vezes, Briana, precisamos ser rosas cheias de espinhos. Belas de longe e aparentemente inacessíveis ao toque, assim permitimos que sejamos colhidas pelas mãos certas, e não por mãos que jamais saberiam como cuidar de nossas pétalas."

    Talvez aquela última noite na capital fosse a chance de ser como aquela rosa que tentei colher e, por não ter tido a devida atenção, acabei ferida. Não deixaria minhas pétalas caírem por causa de qualquer um dos dois. Exigia um esforço colossal de minha parte, mas eu o faria, custe o que custasse.

    "Bem, Sor, sou bem fácil de entreter." Dei um sorriso travesso e o fitei, tentando manter longe qualquer inquietação que me levasse a cometer um novo erro ou me colocar a mercê do sorriso de Alekyne.



    Falas
    Pensamentos/PJs/NPCs





    Deu um trabalho enorme HAHA! Quero XP pelo tamanho empenho HUAUHAUH, mas tentei montar todo o visual seguindo as cores das casas, até porque é o evento social do ano.:




    Emme
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12497
    Reputação : 120
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por Sandinus Sáb Mar 16, 2024 9:00 pm

    O Baile da Rainha - Página 2 Asdulf16
    Meistre Asdulfor


    Asdulfor escuta atentamente as recomendações do Meistre Pycelle e logo se despede cordialmente dele. Em seguida, dirige-se pelo salão em busca de Henry Allafante, o patriarca da família de Inês Allafante. Após uma breve caminhada pelo salão, avista o lorde, aproximando-se da mesa com uma expressão respeitosa para cumprimentar os presentes.

    "Milordes! Lorde Henry! Não desejo interromper vossa diversão, mas gostaria de ter uma breve conversa em particular com Lorde Henry, se me permitirem, Milordes."

    Asdulfor faz uma leve reverência em sinal de cortesia, aguardando a resposta de Henry, e em seguida acrescenta: "É a pedido de Lorde Beron Fenlinight.

    Caso Lorde Henry concorde, Asdulfor o conduz a um local mais tranquilo no salão.

    "Milorde, gostaria apenas de confirmar vossa presença aqui até o amanhã e, se possível, saber onde poderei encontrá-lo. Lorde Beron expressou interesse em adicionar algumas cláusulas adicionais ao contrato de casamento entre Lorde Arthur e Lady Inês. No entanto, compreendo se não desejares discutir o assunto neste momento. Tenho um pergaminho com as cláusulas sugeridas para vossa análise e aprovação, se for de vosso interesse."

    Asdulfor retira de seu bolso o pergaminho e entrega a Henry, lá estão escritas as seguintes cláusulas no tópico de sucessão.

    1. No desafortunado evento do falecimento de Arthur Felinight, a possibilidade de Inês Felinight herdar a sucessão da Casa Felinight será condicionada à ausência de qualquer membro vivo da linhagem dos Felinight, inclusive bastardos reconhecidos e sua prole, mesmo que titulada como bastardos reconhecidos, detentores legítimos de direitos sucessórios.

    2. No caso de o filho de Arthur Felinight ser considerado inapto para o exercício de seus direitos sucessórios em decorrência de sua tenra idade, caberá a Inês Felinight a nomeação como regente do referido herdeiro até que este atinja a plena maioridade legal, independentemente da esfera de influência que Inês Felinight possa exercer sobre Breakstone Hills como castelã.

    3. Em eventualidade de óbito de Arthur sem deixar descendência direta, ou em decorrência de eventos sinistros que possam torná-lo incapaz de forma irreversível, a titulação e prerrogativas sucessórias da Casa Felinight serão automaticamente transferidas para Esdres Felinight e demais sucessores, em estrito cumprimento às disposições de sucessão nortenha, onde se estabelece a preferência dos homens sobre as mulheres no direito de sucessão.

    O experiente meistre faz uma última referência e permanece em silêncio, pronto para ouvir qualquer coisa adicional que Lorde Henry deseje compartilhar.
    thendara_selune
    Antediluviano
    thendara_selune
    Antediluviano

    Mensagens : 3121
    Reputação : 130
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_10.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por thendara_selune Dom Mar 17, 2024 12:58 am

    O Baile da Rainha - Página 2 _f475c10
    Inês  Allafante

    Hora:Noite
    Día:11
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real




    ⚜⚜⚜⚜⚜⚜



    DariusNovadek escreveu:Com seu famoso sorriso irreverente, Esdres diz de forma engraçada: - Bom, se continuar como está, é a próxima Lady Felinight. E acredito que deve encomodar um irmão mais novo fanfarrão por aí... Pelo menos incomoda minha mãe, e ela é a atual Lady Felinight..

    "Veja, Sor, o que realmente captei nesse emaranhado que é a vida, é que, cedo ou tarde, cada um de nós tem de encarar as consequências das escolhas que fizemos, ou daquelas que deixamos de fazer. Não há escapatória; seja por ação ou omissão, o destino tem seu jeito peculiar de nos fazer acertar as contas. E essa percepção, Sor, guia cada passo que dou, cada decisão que tomo. Porque no fim, somos todos arquitetos de nosso próprio destino, construindo-o escolha por escolha."


    Minha fala fluía com uma leveza, quase como se estivesse dançando ao sabor de uma brisa suave. "Observe, Sor, muitos homens não conseguem perceber o óbvio; o gato em questão é você, transitando demais pelos telhados alheios. Mulheres, Sor, suas companheiras de passatempo, sua reputação manchada – isso tudo incendiou a imagem que você projeta. E, sim, notei seu fascínio pelas encantadoras Manderly," comentei, permitindo que meus olhos castanhos buscassem qualquer sinal de alteração em sua postura sempre tão confiante.

    DariusNovadek escreveu:- Esse é o problema, os outros se julgam cães, como se cães dessem conta de um gato das sombras.. *Esdres pensa um pouco* - Já viu um Gato das sombras, Lady Inês? O nome leva até uma confusão, dando alusão aos gatos que são usados de estimação aqui em Westeros.. Mas te digo, nenhum desses homens dariam conta se estivesse frente a frente com um desses Gatos. Meu pai quase foi levado por um inclusive.

    "Seu pai, apesar do equívoco de gerar um bastardo, agiu com uma nobreza admirável ao integrá-lo à família. É visível o respeito e a consideração que todos vocês dispensam a Gylen. Contudo, não espere, Sor, que outras damas olhem com bons olhos para um jovem que trata suas aias como se fossem meros objetos de sua audaciosa libertinagem..." Meu sorriso se ampliou, ganhando um ar professoral, enquanto meus olhos se iluminavam com um brilho de doçura. Meus cabelos ruivos oscilavam ao ritmo da conversa, como se dançassem ao vento. Longe de mim colocá-lo numa posição embaraçosa, mas reprimir meu ímpeto rebelde estava além das minhas capacidades. Esdres, oh, Esdres... o felino mais insolente, navegando de um flerte ao outro, sempre à caça da dama mais desavergonhada ou impudente. Em algum momento, suas aventuras imprudentes poderiam me afetar, trazendo à minha porta uma legião de bastardos indesejados. A ideia era ao mesmo tempo divertida e alarmante, mas eu me encontrava incapaz de resistir ao espetáculo que se desenrolava diante de nós.


    DariusNovadek escreveu:- Somos Gatos das Sombras, Lady Inês.. Podemos ter apanhado agora, mas no momento certo.. Eles se arrependerão de estar frente a frente com um de nós.. Como todos os gatos, podemos até cair, mas nunca sem ser em pé.


    "Permita-me recordá-lo: Lorde Beron enfrentou e venceu um gato das sombras, mas existem predadores muito mais terríveis – aqueles que se aninham nos corações das mulheres feridas, traídas ou ressentidas, Sor..." A vida libertina de Esdres sem dúvida causou numerosos desconfortos para Lady Maria. Arthur portava seus próprios pecados, o que levava meu pai a insistir na formalização do contrato, para que eu não me tornasse apenas uma incubadora de herdeiros.


    DariusNovadek escreveu:- Eu poderia até te dizer que eu não ligo pra isso....   Mas eu ligo sim hehehe.


    Ao ouvi-lo falar com tal humor, uma parte de mim se acalmou, mas, movida por um senso de urgência, senti a necessidade de insistir, de fazê-lo perceber a profundidade de como sua reputação manchada poderia prejudicar não apenas qualquer aliança vantajosa que almejasse, mas também quaisquer aspirações amorosas que guardasse no coração. A importância de entender esse jogo de sombras e luzes que dançam ao redor de suas escolhas e de como elas ecoam nos corredores da percepção alheia não era apenas um conselho; era um alerta fraterno, uma tentativa de abrir seus olhos para as tempestades que suas ações poderiam desencadear. Era essencial que visse além do horizonte imediato, que compreendesse como a trama de sua vida entrelaçava-se com a dos outros, moldando não só seu destino, mas também o das pessoas ao seu redor.


    "Não interprete mal minhas palavras, Sor. Oriunda de uma cultura distinta, sinto-me na obrigação de aconselhá-lo: se almeja conquistar o coração da jovem Manderly, terá que redirecionar seus passos, realizar sacrifícios e reformar seu comportamento." Minha voz estava impregnada de uma sinceridade palpável.

    "Você possui uma beleza notável, é um cavaleiro excepcional, Sor Esdres. Detém um potencial imenso, mas permita-me ser franca: essa existência entregue aos prazeres efêmeros não o conduzirá a nenhum destino de valor."

    Minha abordagem, apesar de direta, era isenta de severidade, buscando mais orientar do que repreender. Ao me tornar parte da vida de Arthur, as circunstâncias inevitavelmente mudariam; não seguiria o mesmo caminho agressivo de confronto como Lícia, mas tampouco aceitaria passivamente ser silenciada ou ter minha inteligência subestimada. Estaria disposta a negociar, a encontrar um equilíbrio que fosse satisfatório para ambos, mas jamais me renderia completamente às vontades alheias sem antes expressar minha própria voz e defender meus próprios valores. Seria uma presença firme e determinada, disposta a contribuir para o bem-estar de nossa união, mas sempre mantendo minha independência e minha capacidade de decisão intactas.

    DariusNovadek escreveu:- Se tudo der certo, pensam em casar quando? Farão a cerimônia no nosso bosque sagrado? Espero que tenha uma festona, seria bom uma festa para aproveitar sabendo que não tem olhos de toda a Westeros em cima de você


    "Se tudo ocorrer como planejado por meu pai, talvez nos casemos em dois meses, não mais do que isso. Comprometo-me a respeitar os rituais de sua família durante a cerimônia. Ainda que minha visão de mundo difira, nada me impede de honrar suas tradições, Sor. Espero, porém, que minhas próprias também sejam respeitadas."


    DariusNovadek escreveu:- Mas Inês.. Se me permitir dar um conselho.. Vejo que você visa a prosperidade de nossa família.. Então demonstre isso, não para o Arthur eu digo, mas para todo o resto.. Servos, família, guardas.. Nós nortenhos somos... Complicados com quem não vem do Norte.. Eu não sirvo de base pois sou como sou.. Mas o resto da minha da minha família não o é. Então demonstre isso, será muito bom, principalmente para quando você for Lady.. Pois até agora está parecendo uma relação de negócios.. E isso pode passar a impressão errada.]


    "Aprecio seu conselho, Sor, e peço que entenda: não é de minha natureza adoçar palavras. Pondera sobre o que lhe disse com cuidado. Ainda há tempo para alterar o rumo das coisas com a dama que tanto capturou seu interesse. Dê tempo ao tempo e, por agora, mantenha suas aias à distância, pelo bem delas e o seu. Diante de todos os recentes acontecimentos, não considerou que uma delas possa acabar ferida? Aqueles que perseguem sua família vigiam cada passo seu, e até mesmo eu posso estar em perigo..."


    Quando o momento propício chegasse, eu estaria preparada para mudar de parceiro, oferecendo a Gylen a proteção que ele necessitava. No entanto, mesmo nesse cenário, não hesitaria em expressar tudo o que pensava. Se meu futuro cunhado se sentisse ofendido ou chateado, pouco poderia fazer para mudar isso, mas considerava importante que alguém naquela família tentasse colocar juízo na cabeça do jovem gato.

    "Por fim, estou certa de que você encontrará meios para restaurar seu orgulho, mas é fundamental lembrar-se sempre: até mesmo o felino mais astuto sabe que existem predadores maiores à espreita, prontos para se aproveitarem de qualquer falha."



    OFF: Oi,  @DariusNovadek  pode não responder nada, pode esperar o Alex atualizar. Fica ao seu critério e tempo. Sem pressa. Achei bem legal essa cena porque dá para a gente ir mostrando quem são nossos personagens e o que pensam I love you  Cool

    Helen Alantis:

    Henry Allafante:

    Sor Jorah Savoys:

    Arthur:

    Roupinhas:




    Falas
    NPCS/PJS/PENSAMENTOS


    Emme



    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade
    DariusNovadek
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1511
    Reputação : 35
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh24.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh15.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por DariusNovadek Seg Mar 18, 2024 2:20 am

    O Baile da Rainha - Página 2 _f475c10
    Esdres Felinight

    Hora:Noite
    Día:11
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real





    No saltarello





    @thendara_selune

    A conversa com sua futura cunhada fluia naturalmente, mesmo em um assunto tão delicado.

    "- Veja, Sor, o que realmente captei nesse emaranhado que é a vida, é que, cedo ou tarde, cada um de nós tem de encarar as consequências das escolhas que fizemos, ou daquelas que deixamos de fazer. Não há escapatória; seja por ação ou omissão, o destino tem seu jeito peculiar de nos fazer acertar as contas. E essa percepção, Sor, guia cada passo que dou, cada decisão que tomo. Porque no fim, somos todos arquitetos de nosso próprio destino, construindo-o escolha por escolha."

    Esdres apenas respondeu suavemente:

    - Está certa sobre isso.. Mas esteja atenta de que a pedras em nosso castelo que não são assentadas por nós, independente de nossas escolhas, vontades, ações ou omissões.. Elas apenas são assentadas sem nosso consentimento. Cabe a nós conseguirmos "driblar" essa pedra e fazer com que ela não desande o resto do castelo.

    - Observe, Sor, muitos homens não conseguem perceber o óbvio; o gato em questão é você, transitando demais pelos telhados alheios. Mulheres, Sor, suas companheiras de passatempo, sua reputação manchada – isso tudo incendiou a imagem que você projeta.

    Esdres da uma olhada diferente a jovem braavosi, uma espécie de inginação cômica.

    - Toma-me como tolo, Lady Inês? Já tinha entendido sua parábola anteriormente, não havia necessidade de explicação.. Mas sim, sei que as mulheres podem me trazer ainda mais desfortúnio do que já trouxeram, mas como fazer se elas vem até mim com tanta facilidade? *ele termina a última frase com um de seus sorrisos. Apesar da "reprimenda" o tom da frase foi suave. Esdres sabia que Inês não o achava tolo, uma garota inteligente como ela não perderia tempo conversando com alguém que elas imaginariam não chegar a lugar algum.

    "E, sim, notei seu fascínio pelas encantadoras Manderly."

    Esdres abaixa a cabeça, num movimento parecido a de um garoto envergonhado.

    - Está tão nítido assim? Não quero que eu pareça um jovem desesperado.. Na verdade, sendo sincero, tudo começou como negócios.. Diria eu que "vi as vantagens", coisa que acredito que seu pai viu na gente, mesmo existindo sentimentos entre você e meu irmão. Você sabe que um casamento com as Manderly seria um ótimo acordo para os Felinights.. Mas ao conhece-las, elas captaram meu coração.. Uma é inteligente e perspicaz, a outra é ousada e direta. A mais nova foi quem me chamou mais a atenção, talvez por se parecer comigo.. E justamente quando tudo estava dando certo, minha reputação foi la embaixo.

    Aquela era uma situação realmente nova e dificultosa a Esdres.. Nunca tinha sido ele quem clamava pela atenção das damas, e com tudo que tinha aocntecido na capital, Esdres viu seu ego se despedaçando.. E mesmo fazendo coisas que nunca tinha feito antes, pareciam que seus esforços não valiam de nada.

    "Seu pai, apesar do equívoco de gerar um bastardo, agiu com uma nobreza admirável ao integrá-lo à família. É visível o respeito e a consideração que todos vocês dispensam a Gylen. Contudo, não espere, Sor, que outras damas olhem com bons olhos para um jovem que trata suas aias como se fossem meros objetos de sua audaciosa libertinagem..."

    - Gylen é meu irmão, e não á quem me convença do contrário. Daria minha vida por ele, e te confessando agora.. Tenho mais afinidade de conversar com Gylen até do que o próprio Arthur.. Arthur passou muito tempo em sua cidade, e quando voltou, não estreitou seus laços de volta, como Gylen o fez, mesmo nunca tendo morado em Westeros antes..

    Mas quando Inês fala sobre o tratamento de Esdres para com suas aias, Esdres torce o nariz, mostrando em seu rosto o descontentamento a ouvir aquilo.

    - Acha que aproveito de minhas Aias, Lady Inês? Olhe bem pra mim, acha que eu preciso disso? Eu a trato como damas, que são o que elas são. Com certeza trato elas melhor do que muitos tratam ou tratariam. Não as obrigo a fazer nada que não queiram. E quando por livre e espontanea vontade, escolhem fazer alguma coisa, fazemos no interior da minha tenda, onde eu esperava que ninguém visse, nçao sei como toda a Capital fica falando disso.. Eu posso até ser um Bon-Vivant Lady Inês, mas não sou um pevertido sem pudor. Muito pelo contrário, sou respeitoso e até cavalheiro. Pergunte a elas se quiser.

    Mas a dança e o leve tom da conversa anterior fazem a raiva se dissipar entre os movimentos com uma velocidade alta, e os ventos em seus cabelos o fazem questionar se Inês não estava certa em alguns pontos.. Tudo aquilo que vinha sofrendo na Capital poderia ser evitado se Esdres tivesse ficado com sua bunda no acampamento apenas treinando para o torneio. Em tom de abnegação, Esdres quase sussurra.

    - Mas a despeito do seu pensamento em relação ao meu tratamento com as aias.. O resto está certo, e eu vou me afastar delas assim que sairmos daqui.. Vou ficar em Long Lake, e elas seguirão para o Castelo dos Sussuros.

    Ela ainda fala sobre as periculosidades dos corações partidos das mulheres.. "Ah se ela soubesse quantas plebeias visitei no Norte.." Mas no norte as coisas eram mais simples.. As plebeias já pareciam saber de que eram casos de uma noite apenas, quem normalmente ficavam bravos eram seus pais quando descobriam.. Mas obviamente, nenhum seguia muito uma desavença com o filho do Lorde de suas terras. Ainda assim, Inês ainda tinha mais reprimendas vestidas de conselhos para dar, se não fosse a suavidade em suas palavras, iria achar que estava falando com Lícia. Talvez Inês fosse uma Lícia após tomar litros de um chá calmante.

    "Não interprete mal minhas palavras, Sor. Oriunda de uma cultura distinta, sinto-me na obrigação de aconselhá-lo: se almeja conquistar o coração da jovem Manderly, terá que redirecionar seus passos, realizar sacrifícios e reformar seu comportamento."

    Esdres tem uma ideia, aproveitando a benevolência da braavosi. Sorrindo, ele diz:

    - Se tem uma coisa que estou fazendo ultimamente, são sacrifícios, e seguirei com eles até me casar com uma delas, ou achar um casamento mais vantajoso para minha família.. Porém, Inês, posso lhe pedir um favor? Wynafryd Manderly foi bem incisiva em pedir para que eu não conversasse com ela e nem com a irmã aqui na Capital.. Mas tenho minhas dúvidas quanto aos sentimentos de Wylla.. Ela nutria sentimentos por mim, e acredito que eram grandes o suficiente para sobreviver a essa desgraça que caiu sobre mim. Eu não conversarei com Wylla até sairmos daqui, mas acalmaria meu coração saber o que realmente passa na cabeça dela.. Caso tenha a oportunidade, você poderia conversar com ela?

    "Você possui uma beleza notável, é um cavaleiro excepcional, Sor Esdres. Detém um potencial imenso, mas permita-me ser franca: essa existência entregue aos prazeres efêmeros não o conduzirá a nenhum destino de valor."

    Esdres pensa um pouco, ele também via um potencial enorme sobre ele, talvez fosse por causa de seu ego enorme, mas será mesmo que sua queda por mulheres o mancharia tanto assim? Esdres via agora que sim, aquilo somava uma parte importante num todo. Mas tenta lembrar Inês também que não era apenas aquilo.

    - Concordo com o que você diz, Lady Inês, principalmente a parte da beleza notável. *Dá uma breve risadinha* - De fato devo mudar alguns comportamentos para chegar onde quero chegar... Mas te digo uma coisa, Lady Inês. Quando você estiver dentro do Castelo dos Sussurros, e lá fora tiver eu para segurar os inimigos, tenho certeza que não se preocupara com quantas mulheres eu dormi, mas sim em quantos homens eu matei.

    Quantos aos seus conselhos, sua futura cunhada se mostrou ligeira em responder, mas não aprofundou no assunto.

    - Não se preocupe com a doçura de suas palavras, Lady Inês.. Nós nortenhos temos a lingua tão afiada quanto nossas espadas, a Lícia que o diga. Mas se preocupe em se tornar uma Nortenha, pode ser difícil para você esta transição. Sei que você tem toda uma bagagem e também uma cultura diferente, mas isso não muda o fato de que se transformará numa nortenha no momento em que se casar com meu irmão. Respeitar nossas tradições já é um começo, e com o tempo você com certeza vai se adaptando melhor, conte comigo para te ajudar em relação a isso.

    Estar mais próximo a ela talvez ajudaria a ela não "estrangeirar" demais suas terras, e talvez poderia impedir a tentativa de comprar sua casa, como seu tio-avô dizia que o pai dela estava tentando fazer. Por fim, Esdres respondeu a última fala dela, em tom confiante.

    - Um Felino aprende com suas quedas para subir montanhas mais altas. E conta sempre com a ajuda de sua matilha. Você fará parte dessa matilha em dois meses.


    Vestimentas:


    Falas
    NPCS/PJS/PENSAMENTOS



    Emme



    thendara_selune
    Antediluviano
    thendara_selune
    Antediluviano

    Mensagens : 3121
    Reputação : 130
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_10.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por thendara_selune Seg Mar 18, 2024 1:11 pm

    O Baile da Rainha - Página 2 _f475c10
    Inês  Allafante

    Hora:Noite
    Día:11
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real




    ⚜⚜⚜⚜⚜⚜



    Ao ouvir suas palavras, permiti-me sorrir suavemente, concedendo-lhe espaço para expressar-se livremente. Quando ele concluiu, arqueei uma sobrancelha em sinal de curiosidade antes de responder, mantendo uma expressão serena.
    “Não o julgo tolo, Sor, mas sua fraqueza por mulheres parece nublar sua visão.” Minha voz ecoou com delicadeza. “Ainda assim, o acho um espírito ardente, impulsivo, ávido pela vida, e isso é verdadeiramente cativante.” Deixei escapar uma risada leve, como se nossas palavras flutuassem em uma brisa suave, desprovidas de gravidade.

    Entretanto, meus olhos assumiram um brilho sério no instante seguinte, preparados para abordar um assunto crucial. "Mesmo assim, Sor, está implícito que eu deva agradecer pelos homens que pretende matar?” Baixei meu olhar por um momento antes de encontrá-lo novamente."A morte é um destino irrevogável, frequentemente acompanhado por eventos sombrios que transformam os homens em sombras gélidas.” Encarei-o com seriedade. ''Não, Esdres. Serei grata se você permanecer vivo e íntegro para auxiliar sua família a prosperar. Torço para que não seja necessário derramar sangue, nem que mulheres se vejam em pranto por carregarem um bastardo desprovido de um pai para lhes oferecer proteção, segurança e amor, Sor...'' Pausei, permitindo que minhas palavras ecoassem em sua mente, aguardando sua reação. “Grandes tiranos frequentemente crescem em meio ao pior, seja pela influência de pessoas que lhes oferecem um mundo livre de consequências ou pela ausência de alguém que lhes guie pelo caminho da justiça, verdade e amor." Falar sobre morte trouxe uma tensão momentânea, mas logo a dissipei, suspirando como se contemplasse horizontes distantes antes de voltar meu olhar para ele com gentileza e compreensão.

    “Por agora, Sor, deixemos a gravidade dessa conversa de lado. Estou disposta a ajudá-lo de alguma forma.” Apertei sua mão levemente, transmitindo cumplicidade, consciente do desdobramento provável da situação. “Mesmo que suas intenções não se concretizem, é valioso buscar respostas, não acha? Aqui, nessas terras, certos assuntos parecem destinados a permanecer ocultos, encobertos por questões morais. É lamentável que uma mulher não possa abordar tais questões de forma direta, muitas vezes dependendo de terceiros para expressar seus sentimentos ou pensamentos quando se trata de assuntos do coração.”


    ⚜⚜⚜⚜⚜⚜⚜⚜⚜⚜⚜⚜⚜⚜⚜


    Decidi não prolongar a discussão sobre comportamento ou conselhos naquele momento. Ele merecia tempo para refletir, assim como eu precisava ponderar minhas próprias considerações. Enquanto ele contemplava suas próprias reflexões, ponderava se, nesse ponto, ele já não teria um bastardo. Se houvesse alguma insinuação nesse sentido, certamente a fofoca teria se espalhado como fogo em palha seca. Talvez as más línguas estivessem a serviço de alguém que nutria um certo rancor por ele, ou até mesmo alguma plebeia poderia ter deixado escapar um segredo. Passou-me pela mente que até mesmo as aias dele poderiam estar fuxicando entre a plebe. Para muitas, o ápice de suas existências consistia em ser amante de um nobre e gerar um filho com ele, o que, em alguns casos, poderia render um tratamento mais digno dentro da casa à qual pertenciam ou até mesmo provocar o olhar vingativo de uma esposa, ou de outras amantes. Quem sabe as aias também tivessem seus amantes? Afinal, não seria nada surpreendente que mais alguém se deleitasse com a companhia delas em troca de afirmar que compartilhava do mesmo prato que o jovem senhor da casa.



    Além disso, ainda havia uma ponta solta que até então passara despercebida. Era comum, entre nobres e plebeus, que houvesse amantes, bastardos e toda sorte de libertinagem, frequentemente sem que se acarretassem consequências graves. Então, como a reputação manchada de Esdres alcançara tal proporção? Sua família era proeminente, com considerável influência. Lorde Beron conseguira manter o bom nome da casa e ganhara prestígio como um guerreiro respeitado no Norte, ao que me constava. Contudo, não havia pretendentes interessados em desposar os outros filhos dos Felinight, com exceção do gatinho manco, é claro. Quem iria querer um bastardo deficiente como marido? Essa constatação me fez morder levemente o lábio enquanto refletia. Os incidentes nas justas e as acusações dos Dennett, sem dúvida, contribuíram para alimentar a reputação manchada da casa Felinight. Embora Beron tenha conseguido absolver sua família da culpa, Linda permanecia como uma figura enigmática, lançando uma sombra sobre todos.

    Se eu não estivesse tão profundamente apaixonada por Arthur, talvez tivesse considerado os conselhos de meu pai e me afastado, evitando que meu nome fosse arrastado para a lama ou que corresse qualquer risco. Observando de fora, qualquer casa que buscasse manter-se neutra preferiria manter-se distante dos Felinight até que a tempestade passasse. Enfim, havia muito a ser considerado, mas por ora, pelo menos podia contribuir para resolver a questão das Manderly.

    "Farei uma busca pelas jovens damas assim que o nosso plano de apoio a Gyllen se encerrar. Deseje-me sorte. Imagino que estejam bem protegidas neste momento, mas confio em meu próprio charme. Quem sabe, talvez consiga ao menos uma carta, ou despertar uma vaga esperança..."



    OFF: Oi,  @DariusNovadek  Adorei toda a cena até aqui, deu até um gostinho de jogo presencial. Agora vou esperar a atualização do Alex, mas já sentimos que nossos personagens podem entrar em desacordo em algumas coisas e se unirem em prol de outras. Foi uma cena muito bem escrita e deu para imaginar muitas coisas legais vindo depois disso Cool  I love you  tongue  I love you Gamei na arte que você criou do Esdres com a ruiva. Tentei algo semelhante hehe. A Inês ficou com uma carinha bem de ruiva atrevida, ahuhuauha. Adorei essa sua ideia!  I love you  Fica legal quando a IA colabora conosco, né?

    Helen Alantis:

    Henry Allafante:

    Sor Jorah Savoys:

    Arthur:

    Roupinhas:




    Falas
    NPCS/PJS/PENSAMENTOS


    Emme



    Pikapool
    Antediluviano
    Pikapool
    Antediluviano

    Mensagens : 3108
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh31.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por Pikapool Qua Mar 20, 2024 1:54 am


       

           

           

       


               

               
    Informações

    • Mote: Sou a última da minha casa, e cabe a mim garantir que seus nomes se tornem lendas!

    • Itens Carregados: Violino, adaga oculta sob o vestido.


           

               

                   

    Com meu violino e voz prontos, pisei no palco iluminado por velas, meu coração batendo como um tambor de guerra. Lancei um olhar para a multidão de rostos nobres, meus olhos encontraram os do rei Robert Baratheon e da rainha Cersei Lannister. Respirei fundo, sentindo o cheiro de cera de abelha e vinho doce no ar.



    Então, comecei a tocar e cantar. As notas fluíam de meu violino como um rio, envolvendo o salão em uma melodia doce e melancólica. Minha voz se elevava acima da música, cantando a história de um jovem músico, filho de um tocador de violino, cujo talento com o instrumento era notável. A canção era uma celebração do poder da música para contar histórias e unir as pessoas através de sua beleza e magia.





    Quando a última nota desapareceu no ar, aguardei ansiosa pelos aplausos estrondosos que ressoariam por todo salão. Caso isso ocorresse, eu faria uma reverência, certamente meu rosto pálido ganharia um tom avermelhado devido a emoção do momento. Principalmente se eu conseguisse os aplausos do rei Robert e principalmente a aprovação da sempre impassível rainha Cersei. A propósito, estaria Renly Baratheon por aqui, aguardando-me para uma dança?



    Depois de deixar o palco, decidi misturar-me com os convidados. Caminho pelo salão, sentindo o chão de pedra fria sob meus pés. Trocando sorrisos e cumprimentos com os nobres, sentindo uma sensação de pertencimento que nunca tinha experimentado antes. Eu era mais do que apenas uma cantora e violinista, eu era uma artista e agora uma Felinight.



    E assim, segui pela noite, imersa na música e na companhia da nobreza. Eu me sentia viva, vibrante, real. E, no fundo, eu sabia que esta noite seria apenas o começo de minha jornada.


               

           
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5166
    Reputação : 379
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por Alexyus Sáb Mar 23, 2024 2:35 pm


    ALDOS

    - Lady Aveline, como vai? Dizer que eu danço é muito, eu tento dançar hehehe

    Usou uma piada para quebrar o clima tenso, mas logo continuou.

    - Vamos dançar, Lady Aveline, mas sem querer ser descortês, estava esperando por uma outra Lady, porém ainda não a encontrei..

    Lady Aveline sorriu gentilmente para Aldos, apreciando o esforço dele em quebrar o clima tenso com uma piada. Ela aceitou a mão estendida para dançar e começaram a se movimentar suavemente pela pista. Ela disse com um tom amigável.
    O Baile da Rainha - Página 2 0d194efd9f8707a4d19a83668b4257e6
    - Ah, Sor Aldos, não se preocupe. Entendo perfeitamente. Às vezes, os planos não se concretizam como esperamos, não é mesmo? Mas estou feliz por ter a sua companhia nesta dança. É um prazer poder compartilhar esse momento contigo.

    Aldos sabia que havia duas casas Fossoway na Campina, a de Solar da Sidra e a de Novo Barril, apelidadas como maçã vermelha e maçã verde, numa velha história sobre algum torneio de cavaleiros do passado que ele não se lembrava. E tampouco ele fazia qualquer ideia de a qual casa Aveline pertencia.

    Enquanto dançavam, Aveline continuou a conversa de forma leve e descontraída, procurando manter o clima agradável e amigável. Ela falou sobre alguns acontecimentos recentes na corte, compartilhou algumas histórias engraçadas e elogiou a habilidade de Aldos na dança, mesmo que ele próprio tenha brincado sobre sua falta de jeito.

    Aldos, por sua vez, relaxou um pouco mais na presença de Aveline, apreciando sua amabilidade e tentando aproveitar o momento, mesmo que seus pensamentos ainda estivessem voltados para Erin. Juntos, eles continuaram a dançar, deixando de lado momentaneamente as preocupações e desfrutando da música e da companhia um do outro.

    Foi quando Aldos viu entrar pelas portas do salão uma donzela em vestido azul celeste e cabelos loiros como fios de ouro, emoldurada pelos raios de luar e o brilho dourado das tochas já acesas.

    Erin Crane chegara.

    O Baile da Rainha - Página 2 19236735

    ASDULFOR

    Henry Allafante estava sentado junto aos cavaleiros andantes, já que ele não era um dos lordes de Westeros.

    Não era um lugar muito pior que os outros, mas estava bem próximo das portas de entrada e das áreas de circulação dos servos.

    Ele bebericava um cálice com uma expressão de enfado, mas ergueu os olhos quando o meistre dos Felinight se aproximou:
    O Baile da Rainha - Página 2 Henry_10
    - Meistre Asdulfor, acho que abomina dançar tanto quanto eu. Sente-se, se quiser, e vamos ficar entediados juntos.


    BRIANA

    Quero dizer, Sor, criado para a guerra, suponho que esteja habituado à constante pressão, seguindo os passos de seu pai, sendo um Lorde justo e benevolente para com seu povo, não é mesmo?

    Dyckon fez uma expressão ao responder que Briana teve dificuldade para decifrar.

    O Baile da Rainha - Página 2 Dickon-tarly-tom-hopper
    - Sim, meu pai é sem dúvidas justo, mas não o chamaria de benevolente. Monte Chifre fica aos pés das Montanhas Vermelhas de Dorne, e durante séculos fomos sempre a primeira linha de defesa contra invasões dos dorneses. É o lema de nossa casa, "Primeiros na Batalha". Nosso povo é acostumado desde sempre a rigidez e disciplina que bons soldados precisam ter para sobreviver assim.

    Sou uma alma romântica, Sor; as palavras têm o poder de me transportar para outros mundos. Apreciá-las tanto quanto posso ser uma boa ouvinte é um dos meus maiores prazeres. Confesso que nutro particular fascinação por histórias antigas de bravura, amor e fidelidade...

    Dessa vez, Dyckon Tarly sorriu ao responder:
    O Baile da Rainha - Página 2 Dickon-tarly-tom-hopper
    - Posso lhe contar dezenas de histórias de meus ancestrais em batalhas em defesa da Campina. Fomos sempre leais a nossos suseranos, e nenhum Tarly jamais se acovardou diante de nenhum desafio. Nossa casa se orgulha de produzir apenas homens de verdade, duros de matar e firmes na proteção daqueles sob nossa guarda. Se me desse a chance, eu faria tudo para mantê-la sempre segura, e ninguém jamais ousaria ameaçá-la de nenhuma maneira comigo ao seu lado...

    Pelo canto dos olhos, Briana viu quando Alekyne olhou diretamente para ela, com uma expressão de comiseração em sseu rosto.  


    ESDRES & INÊS

    Com o saltarello e seus movimentos ágeis e rápidos, Esdres sentia os efeitos remanescentes de seus ferimentos durante o combate com Cornell. Em poucos minutos, seu corpo já doía em vários lugares, todos que tinham sido atingidos durante a justa.

    Quando Gylen conseguiu conduzir Linda/Íris Dannett para fora do ccírculo de dança, Arthur abordou o par, colocando uma mão no ombro de Esdres e outro sobre as mãos de Inês.
    O Baile da Rainha - Página 2 5580c210
    - Acho melhor ir descansar um pouco, irmão! Pode deixar que eu farei companhia à minha noiva!

    A ênfase não passou despercebida nem a Esdres nem a Inês.


    GYLEN

    Com a troca de pares dinâmica, durante o saltarello , Gylen percebeu que a melhor maneira de manter uma conversação com Íris Dannett seria puxá-la  para fora do círculo de dança.

    E foi o que ele fez, habilmente conduzindo-a para as bordas da pista de dança.

    Íris ficou ligeiramente surpresa, mas era esperta demais para exprimir mais emoção do que o mínimo inevitável.
    O Baile da Rainha - Página 2 Iris10

    - Snow! O que você quer, senhor Gylen? Não achei que alguém que fala tanto de como é coxo se arriscaria na pista de dança, principalmente durante o saltarello.

    O tom dela era algo entre brincalhão e zombeteiro.


    MAEHRA ISTVEN

    Maehra Istven, com sua graça e habilidade incomparáveis, deslizou suavemente pelos acordes de seu violino, enchendo o salão com uma melodia celestial. Seu sangue valyriano refletia-se em seus traços delicados e seus olhos violeta, que brilhavam com uma intensidade quase mágica enquanto ela tocava.
    À medida que as notas fluíam de seu instrumento, os nobres presentes no baile da rainha foram envolvidos por uma mistura de admiração e encantamento. Alguns deles mal conseguiam conter um suspiro diante da beleza e da habilidade musical de Maehra, enquanto outros simplesmente fechavam os olhos, entregando-se completamente à emoção da música.

    Os murmúrios de aprovação e os sussurros de admiração ecoavam pelo salão, intercalados com aplausos discretos que se intensificavam à medida que a performance de Maehra atingia seu ápice. Alguns nobres até mesmo se levantaram de seus assentos, incapazes de conter sua admiração pela talentosa violinista.

    Ao final da apresentação, o salão irrompeu em uma ovação discreta, com os nobres aplaudindo educadamente e alguns lançando elogios à habilidade de Maehra. Apesar da sublime performance de Maehra Istven, uma considerável parte dos nobres presentes no baile da rainha permaneceu relativamente indiferente. Isso se devia, em parte, ao fato de que ao longo da noite, vários outros músicos também se apresentaram, criando uma atmosfera musical constante e diversificada.

    Entre conversas animadas, brindes e danças, muitos nobres talvez não tenham conseguido dedicar toda a sua atenção à apresentação de Maehra. Alguns, ocupados com assuntos políticos ou simplesmente envolvidos em suas próprias conversas e interações sociais, talvez tenham apenas apreciado a música como um pano de fundo para o evento.

    No entanto, mesmo que não tenha capturado a atenção de todos, aqueles que estavam mais receptivos à beleza e à habilidade musical certamente reconheceram e apreciaram o talento excepcional de Maehra, rendendo-lhe os aplausos e elogios merecidos.

    Maehra não teve dificuldades em avistar Lorde Renly Baratheon, com seu tamanho enorme e extremamente elegante em roupas mais finas que qualquer outro nobre do salão. Ele bailava ora com uma, ora com outra das damas nobres, sorrindo galantemente para todas, deslizando pela pista de dança com a graça dos mais habilidosos bailarinos do mundo. Com todos esses atributos, o alegre Lorde Renly tinha uma fila de pretendentes ansiosas para dançar com ele.

    O Baile da Rainha - Página 2 Renly-baratheon-e1459532984103
    Wordspinner
    Antediluviano
    Wordspinner
    Antediluviano

    Mensagens : 3070
    Reputação : 170
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh33.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh22.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh28.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por Wordspinner Ter Mar 26, 2024 7:51 am






    Gylen Snow




    "Se eu sou alguma coisa, Linda senhorita Íris, é um dançarino. " O bastardo sorri, não por algum plano de ser charmoso, mas quem conseguiria evitar? Ele estava acostumado com zombarias e vindo dela era quase " Poderia te ensinar um passo ou outro, certamente te faria flutuar sem peso, etérea, impossível sobre a inveja dessas pessoas que olham de cima. " Ele deixa a própria experiência cotidiana com a nobreza e seus preconceitos colorir a sua fala. Ele não sabia o que ela tinha passado, mas sabia ela enfrentaria repulsa de desconfiança. Ele era um bastardo, uma indiscrição menor fácil de perdoar. Prostituição da filha de uma casa nobre?

    "Não, não é por isso que te desviei caminho do saltarello. Não importa do que lhe chamem, eu conversei com você antes, te vi e ouvi e não acredito que no teatro que o senhor Lugus criou. " Ele balança a cabeça em negação e fixa os olhos nela. " Não consigo te encaixar nisso tudo. A sombra observando o momento de sofrimento do irmão, você viu quando trouxemos ajuda do nosso melhor meister. Claro, eu entendo como isso pode parecer o oposto se visto do ângulo certo com veneno o bastante. " Ele move os pés com cuidado da mesma maneira que escolhe as palavras.

    "Ainda assim... Quem é você? A dama que fugiu de um casamento chato? De um noivo cruel? De uma família rígida? Eu vi uma mulher encantadora e hábil que sabe como é ser olhada como algo quebrado." Gylen sabia que faltavam muitas peças no quebra cabeças que era a pessoa na sua frente, mas sabia que ela entendia o que ele via nós olhos dos nobres. "O que eu tenho refletido nos meus olhos? Uma serpente radiante e cruel que vai destruir duas famílias para conseguir o que quer? Eu posso estar sendo ingênuo, mas quando tento fazer encaixar você e os Lugus algo sempre falha. Você não é a aranha que mata os maridos e noivos com veneno, não é. Não é o sorriso falso que atrai e apunha-la pelas costas, é? " O bastardo a olha fixamente procurando uma resposta. Um sinal. Qualquer falha na fachada perfeita. "Me deixe falar um momento com quem você é, não somos inimigos, não atacamos o seu povo ou sua família. Não queremos suas terras. Podemos proteger você, só precisa dizer e podemos proteger seu irmão também. " Ele quase disse que a levaria para casa. "Podemos convencer seu pai a mudar o seu futuro te dar um caminho que você escolha." Ele se aproxima do fluxo normal da dança dando a ela a chance de fugir para outro par. Ele tinha dito o bastante por enquanto e queria ouvi-la, mas não prendê-la.


    OFF:






    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12497
    Reputação : 120
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por Sandinus Qua Mar 27, 2024 9:27 pm

    O Baile da Rainha - Página 2 Asdulf17
    Meistre Asdulfor


    - Meistre Asdulfor, acho que abomina dançar tanto quanto eu. Sente-se, se quiser, e vamos ficar entediados juntos.

    Asdulfor responde com um sorriso discretamente gentil e um aceno positivo ao lorde.

    "Com certeza, Milorde! Estarei encantado em me juntar a vocês. No entanto, devo confessar que dançar não é exatamente meu forte. Infelizmente, a idade parece ter tirado um pouco dessa habilidade de mim, e mesmo que ainda fosse capaz, certamente não seria bem visto pelos membros da Citadela, especialmente o respeitável Grande Meistre Pycelle."

    Terminando sua fala com uma expressão mais cordial do que o habitual, Asdulfor puxa uma cadeira para se acomodar, atento às nuances da atmosfera ao redor.

    "Noto que, ao chegar aqui, Milorde parecia um tanto quanto abatido. A festa não está de acordo com suas expectativas?"

    Encerrava ele aguardando a resposta.
    Pikapool
    Antediluviano
    Pikapool
    Antediluviano

    Mensagens : 3108
    Reputação : 97
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh31.png

    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por Pikapool Qui Mar 28, 2024 2:21 am


       

           

           

       


               

               
    Informações

    • Mote: Sou a última da minha casa, e cabe a mim garantir que seus nomes se tornem lendas!

    • Itens Carregados: Violino, adaga oculta sob o vestido.


           

               

                   

    A última nota de meu violino ainda reverberava pelo ar, quando por um momento permiti-me absorver a cena diante de mim. Meus olhos, brilhavam com uma luz quase mágica, percorruam o salão, capturando as expressões de admiração, os aplausos educados e até mesmo a indiferença de alguns. Senti uma mistura de satisfação e alívio, sabendo que havia tocado o coração de muitos, mesmo que não de todos.



    Caminhei pelo salão com a mesma graça e elegância que exibia ao tocar. Meus olhos varriam o salão, observando a dança de poder e política que se desenrolava diante de mim. Foi quando vi Lorde Renly, o gigante gentil, cercado por uma multidão de damas deslumbrantes. Ele era como um farol, atraindo todos com sua presença magnética.



    - Renly Baratheon... - Murmurei para mim mesma, um sorriso travesso se formou em meus lábios. Sabia que precisava da atenção dele, mas como conseguir isso em meio a tantas pretendentes?



    Foi então que uma ideia me ocorreu. Aproximei-me do grupo de damas que cercava Renly e logo proferi. - Miladies... - Disse, tentei soar com clareza em meio ao burburinho do salão. - Vocês já ouviram a lenda do Dragão de Valyria?



    Minha intenção era fazê-las era cessar suas conversas enquanto elas olhavam para mim com curiosidade. Assim, começaria a contar a história, com minha voz tecendo um conto de aventura e perigo, de amor e perda. Esperava que minha interpretação atraisse suas atenções e as mantivesse completamente focadas em mim.



    Aproveitando a distração, me aproximaria discretamente e viraria para Renly e, com um sorriso encantador, estenderia minha mão para ele. - Lorde Renly, você me concederia a honra de uma dança?


               

           


    Off:
    Conteúdo patrocinado


    O Baile da Rainha - Página 2 Empty Re: O Baile da Rainha

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Abr 15, 2024 12:42 am