Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5166
    Reputação : 379
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por Alexyus Ter Fev 27, 2024 6:00 pm

    O JOGO DOS TRONOS
    YRONWOOD
    O Jogo dos Tronos - Yronwood 1200px-House_Yronwood.svg

    CAPÍTULO 1:
    INTRIGA SOB O SOL

    O sol expõe tudo em minha volta e aprendo, a cada dia, que o segredo está em meu jeito de olhar.



    No Caminho dos Ossos de Dorne, onde o sol queimava mais forte e as sombras escondiam segredos tão antigos quanto o próprio deserto, erguia-se a majestosa fortaleza de Paloferro, lar ancestral da nobre Casa Yronwood.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Palofe10

    O castelo era grande e belo, e se localizava na foz do Rio Soleste, um rio que nascia nas proximidades de Alcanceleste, sede da Casa Fowler. O castelo ficava no começo das Montanhas Vermelhas, na costa do Mar de Dorne e marcava a entrada do lado dornês, do Caminho dos Ossos.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Yronma10

    As terras protegidas pelo castelo eram férteis e arborizadas, com minas de ferro, latão e prata. O castelo possuía o ar doce e fresco das montanhas.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Kqxdt10 

    Os plebeus das terras dos Yronwood eram tanto dorneses de pedra, como os da própria família, quanto dorneses de areia e de sal, uma vez que os domínios da casa abrangiam áreas montanhosas nas imediações do castelo, áreas desérticas no Caminho dos Ossos e regiões costeiras na foz do Soleste e no Mar de Dorne. Trabalhando para casa poderosa, os plebeus desfrutavam de uma prosperidade rara em outras partes de Dorne.

    O conselho menor da casa, Thiana, Kayran e Melantria, mantinha uma disciplina rígida e aplicava a lei com rigor, mantendo a ordem pública com uma mão forte. O crime não era desconhecido, mas estava sob controle. 

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Cb71ef10O Jogo dos Tronos - Yronwood 17e38010O Jogo dos Tronos - Yronwood A53e7510

    O capitão da guarda, Sor Raheem, exigia dedicação militar extrema de seus soldados, mantendo o poderio bélico dos Yronwood sempre de prontidão, em parceria com os cavaleiros juramentados à casa.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood E915f810O Jogo dos Tronos - Yronwood 6a77b910O Jogo dos Tronos - Yronwood Ed91cf10    

    Entre os altos muros de pedra e os jardins verdejantes, à medida que os primeiros raios de sol iluminavam as torres de Paloferro, os membros da Casa Yronwood se reuniam nos salões adornados, preparando-se para os desafios que os aguardavam.

    Boros entrou no salão acompanhado por Xaros, seu fiel conselheiro, e escoltado pelo Naja d'Areia.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood C2261410O Jogo dos Tronos - Yronwood 6eeb8610

    Khalid chegou com o capitão do Bravata, Alan Wood, o capitão da guarda, Raheen, e a cavaleira Raja.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Fab0ce10O Jogo dos Tronos - Yronwood E915f810O Jogo dos Tronos - Yronwood Ed91cf10

    Gwyneth chegou na companhia do meistre Thomas e de Sor Amir.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Ce763b10O Jogo dos Tronos - Yronwood 6a77b910

    Um grande silêncio se instalou enquanto todos aguardavam o pronunciamento inicial de Lorde Boros Yronwood.
    El Cabron
    Mutante
    El Cabron
    Mutante

    Mensagens : 581
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por El Cabron Ter Fev 27, 2024 10:40 pm



    O Jogo dos Tronos - Yronwood _64b4d11

    Boros Yronwood fazia jus à sua grandeza e ao título de Lorde e Protetor do Caminho dos Ossos.
    Era um homem alto e corpulento; não tinha mais os grandes músculos de outrora, verdade, e ostentava agora uma saliente barriga, no entanto, era coberto por uma aura de presença digna de respeito. Vestia-se sempre com roupas nobres da mais delicada seda, geralmente cravejadas com adornos de prata, material este que também estavam em seus grossos anéis, colares e brincos. Fazia questão de valorizar a cultura do lugar que, por anos, estivera distante. Além disso, trazia consigo tatuagens em rosto, peito e mãos, sempre expostos, uma última lembrança de Morgouse e de seu Deus R’hllor. Era, de fato, uma figura que jamais seria ignorada onde quer que fosse.

    Nos últimos anos, Paloferro parecia ter se tornado o lugar que sempre desejou que fosse. Khalid, seu primogênito, graças aos seus dotes para os estudos militares, havia sido colocado como seu Comandante, responsável pelas tropas da região. Ainda que fosse muito jovem e até mesmo recebesse conselhos contrários à sua decisão, Boros ignorou quaisquer orientações que não fossem de encontro à sua ordem.

    Gwyneth, por outro lado, era uma amante das artes. Tanto visuais quanto políticas. Não apenas suas pinturas eram dignas de admiração, como também sua habilidade com as palavras. Devido ao seu manejo à política, era comum que o próprio Boros, em suas viagens diplomáticas, levasse a filha, que em grande maioria das vezes se fazia como voz ativa nas reuniões e conselhos que o Lorde organizava ou participava.

    Por fim, havia ainda Quentyn Martell, seu grande trunfo estratégico como Lorde de Paloferro. Borus foi quem costurou o principal acordo da Casa Yronwood com os Martell, garantindo-lhe a “custódia” do jovem e uma trégua à “guerra fria” entre as Casas. O que seria apenas uma condição política acabou se tornando um laço paternal, tão recíproco pelo jovem à ponto do mesmo pedir para que fosse sagrado cavaleiro pelo próprio Lorde Yronwood.

    Apesar de seus feitos, Borus temia que, cedo ou tarde, morresse. Nos últimos anos, criou em sua mente um cenário em que seus inimigos, principalmente em Alcanceleste, de alguma forma enviariam, em algum momento, assassinos para matá-lo ou envenená-lo ou que os Fowler simplesmente invadissem suas terras, declarando Guerra abertamente. Assim, era comum ele desconfiar de todos que não estivessem dentro do círculo de confiança que havia criado para si, que consistia basicamente em seus filhos e servos diretos.
    Sabia, no entanto, que não poderia evitar O Estranho ou A Vontade de R’hllor.

    ***

    Naquela manhã, não tão diferente das outras, acordou antes do primeiro raio de sol surgir por entre as montanhas. Era comum assistir o sol nascer e ordenar que seu desjejum fosse entregue em seu quarto em seguida, o que foi criteriosamente feito. Em seguida, banhou-se em água quente, num grande ofurô que ficava ao lado de seu quarto. Ficou lá por um bom tempo, emergindo e submergindo diversas vezes, como uma criança que brinca efusivamente com a água. Por fim, ordenou que o jovem Gaston, o faz-tudo, convocasse seus filhos, Quentyn, o pequeno Conselho e as Espadas Juradas, pois desejava falar à eles. Gaston, obedientemente, acatou às ordens.

    A água já estava completamente fria quando Borus saiu e secou-se. Vestiu-se com uma longa, porém leve, túnica branca com pequenos botões dourados na frente, que estavam perfeitamente abotoados do tórax à cintura. Colocou ainda uma sandália de couro de búfalo, decorada com pequenos entalhes feitos à mão nas tiras que subiam e fixavam-se firmemente até suas canelas. Alinhou a barba com a mão, passando uma cera à base dos favos de mel produzidos por abelhas e aromatizada com hortelã. Por fim, colocou os grossos anéis de prata, adornados de pedras esmeraldas e escarlates.

    Ao sair de seus aposentos, o Naja d’Areia estava à sua porta, como sempre, em prontidão e passou a seguir seu lorde, à medida que o mesmo deslocava-se para o salão. Seus passos eram tão firmes e pesados que faziam com que o solado de suas sandálias ecoassem pelos corredores. No caminho, Xaros já o aguardava e Boros cumprimentou o amigo e conselheiro com um forte e demorado abraço.

    Sua chegada ao grande salão foi anunciada e, assim que entrou, dirigiu-se para o centro do mesmo, enquanto observava à todos os presentes ali. Percerreu os olhos pelos filhos, pelos membros do pequeno conselho, pelas Espadas Juradas, pelo Meistre e por alguns outros servos que ali estavam. Notou, porém, uma ausência.

    - Onde está Quentyn? Tragam-no aqui.

    A voz do Lorde era forte e ressoou com potência no salão. Alguns servos começaram a se mexer antes mesmo que ele ordenasse que trouxessem o jovem Martell. Não gostava de esperar, mas não ignoraria a ausência do protegido, ainda mais para aquele momento e assim que Quentyn estivesse presente, passou a falar.

    - Quando voltei a Paloferro, voltei para seguir o legado de meu pai. Legado esse que, com muito trabalho, diplomacia e rigidez, pude honrar. A Casa Yronwood tem um nome a zelar. Uma grandeza que em outros tempos muitos tentaram derrubar. Mas sempre estivemos firmes, jamais tombados. Vocês que estão aqui fazem parte disso. São a engrenagem que tornam nossa grandeza realidade.

    Fez uma pausa.

    - Mas podemos mais… Chegou a hora de darmos o passo adiante, de consolidarmos nosso poder em Dorne para nos tornarmos a potência política, econômica e militar que fomos Eras atrás.

    Começou a caminhar, afastando-se de Xaros e de Naja d’Areia.

    - É claro que isso não será feito da noite para o dia, mas nos últimos dias pensei muito em como daremos esse passo para nossa expansão. Um passo que talvez leve gerações para conquistarmos.

    Voltou os olhos aos filhos e retomou a palavra.

    - Mas antes quero ouvir meu Comandante e minha Diplomata.

    A voz grave de Boros retumbou pelo salão enquanto seus olhos, agora, encaravam energicamente ambos os filhos, esperando que eles tomassem a palavra. Os filhos, por outro lado, sabiam que aquela era uma convocação, uma ordem para que colocassem suas perspectivas a respeito do assunto para seu Lorde.
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1701
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por Xafic Zahi Qua Fev 28, 2024 1:53 pm

    Khalid


    Não amo a espada brilhante por sua agudeza, nem a flecha por sua rapidez, nem o guerreiro por sua glória. Amo aquilo que eles defendem.



    Na sala de armas do castelo, Khalid havia passado a noite em claro. Já há algum tempo tinha o hábito de treinar durante a madrugada, acompanhado dos soldados mais próximos de seu círculo, formado majoritariamente por amigos de infância, mesmo que não fossem oficiais do exército ou tivessem posição de destaque na Casa. Raja e Quentyn Martell eram igualmente convidados frequentes, ficando a escolha deles comparecer ou não. O horário, embora atípico, era o seu preferido para corrigir erros de postura e de manejo de armas menos utilizadas no dia a dia, sem o risco de suas falhas serem expostas para todos. Quando o serviçal do castelo ingresso na sala para entregar o recado de seu pai, Khalid o recebeu com atenção e agradeceu.

    Horas depois, atendendo à convocação do lorde, Khalid entrou no salão devidamente banhado e trajado com roupas formais, sustentando uma expressão séria e postura austera, como de seu costume. Iniciou os cumprimentos pelo senhor seu pai, com honesta reverência, seguido de uma saudação cortês à sua irmã. Os demais foram igualmente cumprimentados de acordo com as formalidades esperadas. A presença do pequeno conselho não lhe causou estranheza e fez com que presumisse o assunto que seria tratado naquele manhã, pois, embora ele e seu pai ainda não tivessem conversado a sós sobre o assunto, acreditava que compartilhavam do mesmo objetivo. Posicionou-se ao lado de Alan e Raja, que o haviam acompanhado até o salão, e enquanto aguardava o início das tratativas, não pôde deixar de olhar para Naja d'Areia. Apesar da lealdade inquestionável, o guarda-costas provocava certo desconforto a Khalid. Pensou se os potenciais inimigos sentiam o mesmo. Ao perceber que estava encarando o soldado, buscou redirecionar o olhar e viu-se olhando Raja. Quis convidá-la para o treino que aconteceria novamente naquela madrugada, mas o pronunciamento de seu pai teve início.

    Após Sor Boros terminar, Khalid deu um passo à frente, com expressão calma e ponderada:

    - Meu pai, suas palavras transmitem a nobreza e a força que sempre admiramos em você. Como seu filho e comandante de suas tropas, estou pronto para liderar nossas forças com determinação e coragem, em busca da grandeza que nossa família merece e tem direito.

    Emme


    thendara_selune
    Antediluviano
    thendara_selune
    Antediluviano

    Mensagens : 3121
    Reputação : 130
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_10.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por thendara_selune Sex Mar 01, 2024 12:08 am

    Gwyneth Yronwood


    Tenha piedade daqueles que não sentem absolutamente nada.



    O Jogo dos Tronos - Yronwood 5630a6b8c5e8a6f1fab58b1ef0bb42565da625f8


    As madrugadas eram marcadas por galopes libertadores, enquanto o crepúsculo me oferecia a doce escapada das obrigações que, embora necessárias, pesavam sobre meus ombros como um manto de ferro. Nesses momentos fugazes de liberdade, eu me aventurava pelas veias aquáticas da região, acompanhado de meu fiel equipamento de pintura, em busca de uma tela viva para registrar.

    Sor Emir, figura sempre envolta em uma capa de silêncio e mistério, e Brida, cuja presença era quase uma constante ao meu lado, compartilhavam essas jornadas. Encontrávamos, então, um recanto cuja beleza implorava por ser eternizada em cores e traços, e ali nos instalávamos, entregues ao ato de pintar como se nada mais existisse, salvo o sussurrar do vento a contar segredos antigos.

    Quando a obra diante de mim parecia completa, nossa atenção se voltava para a coleta de ervas, atividade que precedia nosso ritual de descontração nas águas  do rio. Sor Emir, em sua eterna quietude, escolhia esse momento para se perder em pensamentos, mordiscando uma maçã com um ar distante, enquanto Brida e eu nos entregávamos à água corrente, permitindo que ela levasse consigo as preocupações do dia.

    A inquietude de Brida sobre a enigmática marca em minhas costas era um tema recorrente em nossas conversas. "O que é?", ela indagava com uma curiosidade que beirava a obsessão. "É o único legado de minha mãe", eu respondia, o pensamento vagueando para a figura materna que mais me era um mistério do que uma memória. Aquela marca, tecida em vermelho sobre minha pele, era um lembrete constante de um passado que se recusava a ser desvendado, trazendo consigo uma estranha sensação de conforto.


    Marca:

    Com frequência, ao regressarmos, o sol já se aproximava do zênite, anunciando a hora do almoço iminente. Aproveitávamos o trajeto de volta, passando por modestas moradias, levando remédios, avaliando enfermidades e dispensando cuidados. Algumas vezes, compartilhávamos uma refeição com esses aldeões; outras, aceitávamos apenas seus sussurros de bênçãos antes de prosseguir. Brida, previdente como sempre, trazia consigo mantimentos, e antes mesmo de chegarmos à nossa própria porta, já tínhamos saciado nossa fome.

    Era nesses momentos que Sor Emir, o guardião silencioso, permitia-se um gole de vinho, e podíamos entrever uma centelha de humor em seus profundos olhos azul-escuros, uma raridade que logo se dissolvia na seriedade habitual. Minha existência fluía como as águas inconstantes do rio, meus olhos lilases perpetuamente atentos, enquanto minhas sardas, como salpicos delicados, e minha pele levemente bronzeada narravam uma história própria; mas era meu cabelo prateado que me distinguia, um traço inconfundível que denunciava minha linhagem.

    Todos na região sabiam que eu era a caçula de Lorde Boros, e eu me acostumei à curiosidade, à admiração e, por vezes, ao temor que minha presença inspirava, como se eu fosse um quadro vivo retratando tempos de guerra e derramamento de sangue, um passado que muitos preferiam enterrar sob camadas de esquecimento - ao menos, essa era minha esperança.

    No entanto, o ímpeto da batalha pulsava incessante dentro de meu pai e de meu irmão, uma força indomável que nenhum de nós podia negar. Era uma herança que carregávamos, um fardo que moldava nossas vidas e nossas escolhas, mesmo quando desejávamos desesperadamente nos distanciar das sombras do passado.


    Sor Emir:



    No dia da reunião






    Um banho ao nascer do sol, numa piscina cristalina, refletindo um jardim exuberante repleto de uma variedade de flora local, animada pela visita frequente da fauna ao redor. Ali, encontrava-me perdida em meu próprio universo, mergulhando no esquecimento de todas as preocupações.


    O Jogo dos Tronos - Yronwood Tumblr_pokf9t8bbq1s2mz5io1_500



    Naquele dia, meu pai havia convocado a todos nós. De minha parte, preferia deixar a Khalid as questões militares; nossas jornadas juntos eram intrigantes, permitindo-me, de tempos em tempos, intervir em alguma discussão quando solicitada. Meu pai sempre nos concedeu a liberdade de expressar nossas ideias. É por isso que valorizo aqueles que possuem sabedoria; mesmo a aspereza ou a frieza daqueles destinados à guerra frequentemente guardam consigo alguma lição, desde que tenhamos paciência para ouvir.

    Adentrei a sala acompanhada do Meistre Thomas e de Sor Emir, deixando Brida para trás, pois raramente se interessava por esses assuntos. Ela permanecia absorta em seus afazeres, comparando amostras de ervas coletadas em nossas últimas incursões. Por vezes, tive a leve impressão de que nutria uma afeição por Khalid, mas era demasiado discreta para deixar transparecer tal sentimento. Entregou-me um frasco contendo óleo de lavanda que ela mesma havia preparado. "Diga-lhe que auxilia nas dores corporais; que deve massagear onde quer que haja desconforto." Seu rosto ruborizou-se antes de se retirar, seus longos cabelos claros exalando o suave perfume de camomila, impregnando o ar à sua volta. Sentia que ela era preciosa demais para ser prejudicada, e tinha a certeza de que jamais permitiriam que isso acontecesse.

    Brida sobrinha do Meistre:



    Cumprimentei os demais presentes com um leve inclinar de cabeça, pois a humildade acompanha aqueles que almejam liderar para o bem do povo. Dirigi-me até meu pai e me curvei diante dele, um sorriso travesso nos lábios antes de abraçá-lo.  @El Cabron "A sua benção, meu pai." Aguardei que ele beijasse minha testa antes de me afastar.  @Xafic Zahi Cumprimentei Khalid com uma mesura educada antes de me posicionar ao seu lado, atenta às palavras de nosso pai.

    Enquanto meu irmão respondia ao nosso pai, minhas reflexões se desdobravam em uma sinfonia de pensamentos. A amizade com Quentyn Martell era agradável, e meu irmão e ele pareciam ter uma relação promissora.

    Um enlace matrimonial com ele certamente nos renderia alguns louros, porém, eu hesitava em acreditar que o Príncipe partilhava do mesmo ponto de vista. Mesmo sendo ele nosso protegido - uma forma polida de se referir a um refém político -, embora meu pai o tratasse como parte da família e meu irmão fosse seu amigo, ainda não podíamos apagar completamente o passado, muito menos sondar o coração de Quentyn com total certeza sobre seus sentimentos para conosco. Assim, por ora, o garanhão do deserto mais valioso era Khalid; há dias, eu havia semeado essa ideia em conversas com o Meistre, pois ele possuía a capacidade de descrever com precisão quais casas valiam nossas apostas.


    Após o término das palavras de meu irmão, adicionei com um tom tão suave quanto uma lira afinada: "Meu pai, creio que nossa casa tem prestado serviços dignos de sua estima, tanto para vossa senhoria quanto para aqueles que residem em nossas terras." Fiz uma pausa, dirigindo meu olhar ao meu irmão. "Por isso, sugiro que avaliemos com perspicácia possíveis alianças matrimoniais para Khalid. É fundamental considerarmos casas que possam trazer benefícios mútuos. Naturalmente, não descarto a importância de um casamento vantajoso para mim também, mas penso ser prudente focarmos inicialmente na inserção do herdeiro em eventos sociais. Dessa forma, poderemos avaliar quais casas poderiam fortalecer nossos laços, assim como nós poderíamos enriquecer os delas." Arqueei uma sobrancelha, demonstrando determinação, afinal, meu irmão já estava na idade de contrair matrimônio e consolidar alianças estratégicas. "As alianças são forjadas não apenas nos campos de batalha, mas também por meio de casamentos sólidos entre famílias." Até imaginei o olhar que meu pai me daria, dizendo: "Gwyne, o que você está querendo?" Mas era um fato consumado: todo herdeiro precisa de um casamento vantajoso, afinal, é assim que tem sido desde sempre.



    Visual:

    Falas
    Pensamentos ou falas de PJ/NPCs


    Informações ficha:
    Emme


    El Cabron
    Mutante
    El Cabron
    Mutante

    Mensagens : 581
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por El Cabron Sex Mar 01, 2024 2:54 pm



    O Jogo dos Tronos - Yronwood _64b4d11


    Não esperava, de ambos, respostas diferentes. Já os conhecia bem para saber que cada um, à sua maneira, jamais abriria mão de sua própria essência. E isso se traduzia, para Khalid, através da força e do raciocínio estratégico. Gwen, por sua vez, trazia consigo a astúcia das relações interpessoais e em como tirar proveito das mesmas. Eram duas escolas distintas, mas que se complementavam e convergiam em Boros. Os filhos, de fato, eram os bens mais precioso que o Lorde Yronwood poderia ostentar.

    - Muito bem.

    O Lorde voltou a caminhar, dessa vez de um lado para o outro, com pensamentos altos

    - Nosso primeiro passo será o de reforçar algumas alianças. Faremos uma visita à Lorde Drinkwater.

    Os Drinkwater eram os Vassalos da Casa Yronwood. A relação entre ambas as Casas era amistosa e, embora fosse algo incomum, um suserano visitar o vassalo, Boros desejava falar pessoalmente com o Lorde em suas próprias terras.

    - Gwyneth e eu iremos para as terras de Lorde Drinkwater. Xaros e Naja estarão conosco, assim como Meistre Thomas, e o Capitão Raheem fará nossa escolta.

    Ao término de sua fala, voltou os olhos para seu primogênito.

    - Khalid ficará responsável por Paloferro e será o Protetor do Caminho dos Ossos até nosso retorno. O Pequeno Conselho será seu suporte a quaisquer decisões que precise tomar, mas a palavra final será sua, meu filho.

    Aproximou-se e colocou, pesadamente e com certa força, a mão em seu ombro. O gesto era proposital e simbólico. Era uma responsabilidade grande e pesada que Khalid teria enquanto estivessem fora. No entanto, ainda assim, também era um gesto de confiança que o pai tinha para com o filho.

    - Gwyneth…

    Voltou-se, agora, para a filha.

    - Quero que faça uma pintura para Lorde Drinkwater. Será um presente. Algo que remeta às suas terras e a força de seu povo e dê principal destaque ao Lorde. Meistre Thomas poderá lhe ajudar com informações mais precisas.

    Sorriu alegremente após sua fala à filha e em seguida voltou-se à todos os presentes.

    - Partiremos em dois dias.

    Assim que terminou de falar, e caso não houvesse qualquer outra demanda às suas ordens, Boros daria as costas e voltaria à seus aposentos, iniciando as preparações para a viagem, juntamente com Xaros.


    ***

    ***Aposentos de Lorde Boros***


    - Xaros, escreva à Lorde Drinkwater que lhe faremos uma visita. Diga que seu suserano estará levando uma grande e gorda cabra para ser preparada, e que desejo acomodações dignas a mim e minha filha. Diga que chegaremos em dois dias a partir do recebimento do corvo.

    Em seguida, pediria que Xaros enviasse o corvo para Lorde Drinkwater e que orientasse a cozinha nos preparativos de conservação da cabra para o decorrer da viagem.

    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1701
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por Xafic Zahi Sáb Mar 02, 2024 9:32 am

    Khalid

    Não amo a espada brilhante por sua agudeza, nem a flecha por sua rapidez, nem o guerreiro por sua glória. Só amo aquilo que eles defendem


    - Minha querida irmã, é com humildade que aceito o encargo que me é proposto. A responsabilidade de fortalecer uma aliança através do vínculo matrimonial é uma que carrego com orgulho. Aceitarei a pretendente que meu pai e você escolherem.

    Com um gesto, inclinou a cabeça em sinal de deferência tanto ao seu pai quanto à sua irmã, demonstrando que não questionaria a escolha deles.

    Sentiu a mão pesada de seu pai em seu ombro, um gesto que transmitia confiança e dever

    - Assumirei essa responsabilidade com toda a determinação e honra que me forem possíveis. Farei o meu melhor para proteger Paloferro e garantir que o Caminho dos Ossos permaneça seguro em sua ausência.

    Olhou em volta para se assegurar que somente os membros mais próximos da Casa estavam presentes, e então disse:

    - Mas se me permite indagar, meu pai, o que os Drinkwater têm a nos oferecer que já não esteja à nossa disposição pela vassalagem? Um emissário não poderia cumprir tal função? Ou, se as negociações precisam ser conduzidas pessoalmente, não seria mais apropriado que Lorde Drinkwater viesse até o senhor? Ainda assim, caso o senhor esteja convicto de seus planos, peço que reconsidere, se for de sua vontade, levar Raheem consigo. Minha responsabilidade de manter Paloferro seguro certamente seria afetada pela ausência do capitão da nossa guarda.

    Emme


    El Cabron
    Mutante
    El Cabron
    Mutante

    Mensagens : 581
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por El Cabron Sáb Mar 02, 2024 11:27 am



    O Jogo dos Tronos - Yronwood _64b4d11


    - Sua dúvida é pertinente meu filho.

    Disse Boros, antes de sorrir para o filho mais velho e começar a falar diretamente para o mesmo.

    - Os Drinkwater têm sido úteis enquanto pagadores de impostos, nada além disso. Se desejamos expandir, precisamos que eles nos enxerguem, também, como aliados e vice-versa. Eles precisam de tropas? Fornecimento de comida? Algum problema em suas fronteiras? Vou escutá-lo, como um suserano deve fazer. Minha ida até lá tem o intuito de fazê-lo enxergar que pode contar com a Casa Yronwood…assim como a Casa Yronwood quer garantir que eles também façam sua parte quando necessário.

    Boros fez uma pausa em sua fala.

    - Não estou comprando a lealdade deles, mas estou garantindo a manutenção dela. Não se trata do que “eles tem a oferecer”, mas sim do que eles podem nos garantir ali na frente…

    Após a fala de Khalid em relação a Sor Raheem, Boros assentiu com a cabeça. Sua voz era baixa nesse momento.

    - Tem razão, meu filho, mas Sor Raheem é o nosso cavaleiro mais experiente. Teremos uma longa viagem* e sua irmã estará comigo. Confio em Naja mas ele não é um exército de um homem só. O Lorde e sua filha mais nova em caravana pelo deserto é um prato cheio para criminosos.

    Voltou os olhos para Sor Raheem e em seguida voltou à Khalid.

    - Ser um Lorde é ter responsabilidades, e muitas vezes tomar decisões difíceis. Se está convicto de que Sor Raheem é imprescindível e deve ficar aqui, quero que designe outro Cavaleiro, ou mais, igualmente competentes para fazerem nossa escolta. Esta será sua primeira decisão.

    A voz de Boros era firme. Sabia que o filho não estava errado, mas colocava agora, para os olhos do primogênito, a importância de ter o Cavaleiro de mais alta instrução da Casa, posto de Sor Raheem,  para a escolta do Lorde e sua filha. Era algo proposital, por óbvio, colocar Khalid “entre a cruz e a espada”, tomar decisões e encarar suas possíveis consequências e Boros sabia exatamente o que estava fazendo.




    *Off: Aproveitei o ensejo para consertar a bobagem do “em 2 dias gente chega” kkk
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1701
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por Xafic Zahi Sáb Mar 02, 2024 12:03 pm

    Khalid

    Não amo a espada brilhante por sua agudeza, nem a flecha por sua rapidez, nem o guerreiro por sua glória. Só amo aquilo que eles defendem


    Khalid respondeu prontamente, sem hesitação alguma:

    - Sor Amir tem demonstrado uma lealdade inabalável à nossa Casa. Ele acompanha com zelo Gwyneth em suas pequenas expedições, e creio firmemente que sua habilidade e dedicação o tornam mais do que apto para esta tarefa.

    Emme


    El Cabron
    Mutante
    El Cabron
    Mutante

    Mensagens : 581
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por El Cabron Sáb Mar 02, 2024 12:27 pm



    O Jogo dos Tronos - Yronwood _64b4d11

    - Que assim seja.

    Boros virou-se para todos.

    - Sor Amir ficará encarregado de liderar a escolta até as terras Drinkwater. Khalid, prepare os soldados que irão compor a escolta juntamente com Sor Amir.


    ***Aposentos de Lorde Boros***


    - Xaros, peça que Meistre Thomas venha me ver. Preciso falar com ele.

    Após a chegada de Meistre Thomas, Boros pede que Xaros fique e tome nota.

    - Meistre Thomas, temos ainda alguns dias antes da viagem, mas quero que me informe o “status” atual da Casa Drinkwater. O que eles tem feito nos últimos tempos, como tem sobrevivido, se tem relações próximas com outras Casas, quem são seus herdeiros, se possuem desavenças com outras Casas…enfim, preciso de um panorama geral da Casa e seus principais membros antes de sairmos.


    thendara_selune
    Antediluviano
    thendara_selune
    Antediluviano

    Mensagens : 3121
    Reputação : 130
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_10.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por thendara_selune Seg Mar 04, 2024 1:22 pm

    Gwyneth Yronwood


    Tenha piedade daqueles que não sentem absolutamente nada.



    O Jogo dos Tronos - Yronwood 5630a6b8c5e8a6f1fab58b1ef0bb42565da625f8



    "Certamente, meu pai," comecei, com um tom firme e decidido. "Uma pintura para presentear o Lorde da casa. Também posso oferecer a ele, quando chegarmos lá, que eu eternize algo mais que ele deseje. Talvez ele se interesse por um quadro da família, e eu ficaria honrada em realizá-lo." Cada palavra que proferi foi meticulosamente escolhida, como se cada uma fosse uma pedra a ser posicionada em uma grande construção, ponderando sobre as possibilidades e benefícios que poderiam surgir. Sem dúvida, seria um desafio, mas no final poderia fortalecer os laços entre as casas.

    Ao ouvir a resposta de meu irmão sobre um possível enlace matrimonial, um vislumbre de satisfação se manifestou em minha expressão. "Com certeza encontraremos uma lady que lhe agrade e que você também agrade. É fundamental que haja alguma afinidade para que tudo ocorra bem," respondi, minha voz soando quase como a de uma profissional, como se estivesse discutindo um negócio estratégico.

    Em seguida, começamos a resolver os detalhes sobre como seria a viagem e quem nos acompanharia. Sor Amir era uma escolha acertada, com sua paciência, resistência e eficiência em suas tarefas até agora. "Gostaria de saber se posso chamar Brida?" perguntei, um sorriso se insinuando em meus lábios enquanto encarava o Meistre. Afinal, ela era sobrinha dele, e eu tinha quase certeza de que ela aceitaria.

    "A possibilidade de coletar ervas ao longo do caminho e catalogá-las a deixaria entusiasmada. Se o senhor, meu pai, não tiver objeções e nosso Meistre concordar, seria muito bom tê-la conosco para que possa estudar a fauna e flora da região. Até porque será demorado, teremos que acampar, o que nos fornecerá a oportunidade de ao menos obter informações básicas sobre o que encontrarmos no caminho."

    Meus olhos lilases brilhavam animadamente enquanto eu expressava minha ideia. "Talvez um mapa ilustrado recente, que possa servir tanto para nós quanto para aqueles que habitam as terras dos Drinkwater, mostrando pontos de perigo ao longo do caminho, atalhos ou qualquer informação útil para uma viagem," sugeri, minha voz carregada de entusiasmo. "Posso ilustrar enquanto viajamos e depois repassar a ideia para um cartógrafo. Juntos, poderíamos montar um mapa recente do trajeto."

    Senti-me como uma criança diante de várias folhas em branco, prontas para serem preenchidas com as cores de nossa jornada. "Se tudo der certo, podemos fazer algumas cópias e enviá-las aos Drinkwater como um gesto de nossa boa vontade. Claro que isso demandaria algum tempo, mas seria algo como um guia ilustrado do trajeto, o que pode despertar o interesse deles em mapear toda a região a longo prazo, estabelecendo um contato mais próximo entre nós e eles."







    Brida sobrinha do Meistre:

    Era Emir, mas postaram"Amir" HAHA então mudei e não tem problema.

    Sor Amir é introvertido, racional e meticuloso.:





    Visual:

    Falas
    Pensamentos ou falas de PJ/NPCs


    Informações ficha:
    Emme


    El Cabron
    Mutante
    El Cabron
    Mutante

    Mensagens : 581
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por El Cabron Seg Mar 04, 2024 2:29 pm



    O Jogo dos Tronos - Yronwood _64b4d11

    A voz de Gwyneth era doce e mansa, calma como uma noite cálida tingida pelo véu estrelado no céu. Havia, claro, peculiaridades na jovem filha do Lorde que a tornavam ainda mais única na região, no entanto, tudo nela parecia remeter à Morgouse e por um breve momento Boros divagou, voltando a si quando questionado se Brida poderia ir junto.

    - Não me oponho. E certamente o Meistre também não verá problemas.

    Volto os olhos a Meistre Thomas, assentindo à ele, num claro sinal de que Brida estará presente na viagem. Gwen, que se mostra animada, traz suas próprias ideias para a viagem, que muito agradam o velho lorde.

    - Gosto da ideia do mapa. Faça-o, mas ele não será um presente. Tão pouco quero que o mencione enquanto estivermos lá: será nossa carta na manga caso tudo ocorra positivamente.

    A sagacidade de Gwyneth, tão hábil nas artes políticas, já se colocava em prática, de forma a transparecer que a própria parecia já ter compreendido o propósito da viagem e o de estreitar laços com os Drinkwater.


    ***Aposentos de Lorde Boros***




    - Xaros, peça que Meistre Thomas venha me ver. Preciso falar com ele.

    Após a chegada de Meistre Thomas, Boros pede que Xaros fique e tome nota.

    - Meistre Thomas, temos ainda alguns dias antes da viagem, mas quero que me informe o “status” atual da Casa Drinkwater. O que eles tem feito nos últimos tempos, como tem sobrevivido, se tem relações próximas com outras Casas, quem são seus herdeiros…enfim, preciso de um panorama geral da Casa e seus principais membros antes de sairmos.



    Off: Repeti a parte dos Aposentos do Lorde só pra não ficar "perdido" ali em cima
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5166
    Reputação : 379
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por Alexyus Sex Mar 08, 2024 8:50 pm

    O corvo enviado pelo meistre partiu ao alvorecer, suas asas cortando o céu ainda rosado, carregando as palavras de Lorde Boros para Lorde Drinkwater.
     
    Enquanto isso, Paloferro fervilhava em preparativos. Os servos corriam de um lado para o outro, a cozinha estava um burburinho de atividades, e os artesãos davam os retoques finais nos presentes que seriam levados. Gwyneth, inspirada pela missão dada pelo pai, trancou-se em seu ateliê, esboçando e pintando, procurando capturar a essência das terras de Drinkwater em sua tela.

    Khalid, agora encarregado de Paloferro, sentia o peso da responsabilidade. Ele passava longas horas com o Pequeno Conselho, discutindo estratégias para manter a ordem e a segurança, assim como para fomentar o comércio e assegurar a prosperidade das terras sob seu comando temporário. A determinação brilhava em seus olhos, decidido a provar a seu pai e a si mesmo que estava à altura do desafio.

    No dia marcado para a partida, uma comitiva impressionante estava pronta para partir de Paloferro. A frente, Lorde Boros, imponente em seu cavalo, com Gwyneth a seu lado, ambos acompanhados por Xaros, Naja d'Areia, Meistre Thomas, e uma escolta de guardas liderada pelo Capitão Raheem. O sol de Dorne brilhava, prometendo uma viagem quente através das terras áridas até as terras férteis que cercavam o castelo dos Drinkwater.

    Na planície onde o sol se punha, tingindo os céus de laranja e dourado, a comitiva de Lorde Boros Yronwood se aproximava do castelo Drinkwater. O lugar, embora formidável e estrategicamente situado, carecia da majestade e do esplendor de Paloferro. Seu pequeno castelo, pouco mais que um salão, ficava localizado aos pés de uma montanha e às margens de um pequeno lago formado por uma refrescante cascata de água mineral.

    À medida que os portões do castelo se abriam lentamente, não havia sinal do costumeiro comitê de boas-vindas que se esperaria em tais circunstâncias. Em vez disso, um pequeno grupo de guardas indolentes e um senescal de aparência cansada receberam Lorde Boros e sua comitiva.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Oig410

    O senescal falou com uma voz protocolar e desinteressada.

    - Lorde Boros Yronwood, sua chegada foi anunciada. Lorde Drinkwater espera por vós e vossa ilustre família no grande salão.

    A caminhada até o grande salão foi breve, mas reveladora. Os corredores do castelo Drinkwater eram úmidos e frios, com tapeçarias antigas e desbotadas e armaduras empoeiradas decorando as paredes.

    Ao entrar no grande salão, a comitiva foi recebida por um Lorde Drinkwater que se levantou de seu assento com vagareza. A mesa do banquete estava posta, mas de uma maneira que gritava obrigação ao invés de hospitalidade. As porções eram modestas e a variedade, limitada, com pratos à base de peixes com especiarias e tinto dornês.

    Lorde Drinkwater falou com sua voz denotando um entusiasmo contido.
    O Jogo dos Tronos - Yronwood Oig110
    - Lorde Boros, que... surpresa. Espero que a viagem tenha sido confortável. Por favor, sentem-se para comer e beber à minha mesa.

    A troca de formalidades foi algo tensa, com Lorde Drinkwater mantendo uma cortesia superficial enquanto apresentava sua família.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Laryss10
    Lady Laryssa Drinkwater: A esposa de Lorde Drinkwater, Lady Laryssa, era uma mulher de beleza serena e inabalável. Ela era uma conselheira confiável para seu marido e uma figura materna carinhosa para seus filhos. Sua educação nas artes da cortesia e da diplomaciarevelava uma dama muito bem instruída.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Aron_d10
    Sor Aron Drinkwater: O primogênito e herdeiro de Lorde Drinkwater, Ser Aron, era um guerreiro habilidoso e devotado à sua família. Ele fôra criado desde cedo para liderar e proteger, e sua lealdade a seu pai e suas terras era inabalável. Aron carregava o peso das expectativas de seu papel com graça e determinação, sempre pronto para enfrentar os desafios que se apresentam.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Lyra_e10
    Lyra e Lysa Drinkwater: As filhas gêmeas de Lorde Drinkwater, Lyra e Lysa, eram duas jovens de espírito livre e coração generoso. Elas herdaram a inteligência e a sagacidade de sua mãe, mas também possuíam uma determinação feroz e uma curiosidade insaciável. As gêmeas compartilhavam uma ligação especial entre si, uma conexão que ia além das palavras e que as tornava inseparáveis. Embora tivessem personalidades distintas, Lyra e Lysa eram unidas por um senso de aventura compartilhado e pela vontade de desafiar as expectativas de sua sociedade. Elas eram altas para sua idade e gostavam de falcoar, caçar e escalar rochas.

    Havia um cantor tocando cítara e cantando numa voz bastante agradável para animar o jantar.


    OFF:  @El Cabron@thendara_selune, eles vão deixar vocês tomarem a iniciativa nos assuntos com os Drinkwater.  @Xafic Zahi, você escolhe o que quer fazer em sua administração de Paloferro, podendo inclusive rolar a Sorte da casa.
    El Cabron
    Mutante
    El Cabron
    Mutante

    Mensagens : 581
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por El Cabron Seg Mar 11, 2024 2:15 pm



    O Jogo dos Tronos - Yronwood _64b4d11


    A viagem transcorreu sem nenhum grande problema digno de nota, de maneira que ao chegarem nas proximidades das terras Drinkwater um certo alívio bateu-se entre todos da Comitiva.  Aos olhos de Boros, o lugar era bonito e estrategicamente bem posicionado em Dorne, além de ter sido abençoado com terras férteis. O castelo, embora fosse muito mais acanhado ao comparar-se com a Fortaleza de Paloferro, servia ao propósito de uma Casa menor. Quando os portões se abriram, logo pôde perceber que Lorde Drinkwater não viera o receber, tão pouco sua senhora ou herdeiros. Em vez disso, uma pequena comitiva de guardas e o Senescal do Salão Drinkwater o aguardavam.

    ***

    Ao seguirem para o Salão, Boros não deixou de notar o quanto o lugar parecia estar largado. Tudo ali remetia às Casas do passado, de outros tempos, mais soturnas e reclusas. Lorde Drinkwater, ao receber os Yronwood e sua comitiva, fez um cumprimento tímido e pouco animado.

    Alexyus escreveu:
    O Jogo dos Tronos - Yronwood Oig110
    - Lorde Boros, que... surpresa. Espero que a viagem tenha sido confortável. Por favor, sentem-se para comer e beber à minha mesa.



    - Na verdade…Enviei um corvo anunciando minha vinda, então não deveria ser uma surpresa.

    A fala de Boros era concisa e firme, mas não agressiva, pois não era seu intuito o de constranger o Lorde. Assim, logo que as apresentações foram feitas, o Lorde Yronwood fez questão de apresentar sua comitiva, enfocando principalmente em sua jovem filha, Gwyneth, Xaros, seu conselheiro, Meistre Thomas e Sor Amir, responsável pela escolta que trouxe a comitiva em segurança. Naja, embora não tivesse sido apresentado, estaria próximo a eles.
    Feitas as apresentações formais, sentou-se à mesa, posta de forma humilde, e iniciaram o jantar.

    - Temos alguns assuntos a tratar, mas não faremos isso durante o jantar.

    ***

    Assim que terminou o jantar, Boros se levantou, indicando que era hora dos lordes conversarem à sós. Gwyneth, embora fosse um braço diplomático de seu pai, havia percebido o leve sinal feito pelo mesmo, indicando que, por agora, apenas ele conversaria com Lorde Drinkwater.
    Assim que estivessem em uma sala, à sós, Boros seria o primeiro a tomar a palavra.

    - Como estão os negócios? As terras têm sido produtivas?

    A voz de Boros, que geralmente era forte e altiva, agora era mais baixa e calma.

    - Não lembro a última vez que nos vimos, Lorde Drinkwater mas…algo me diz que esse era o tipo de visita que você não desejava receber.

    Virou-se para o Lorde.

    - Eu o intimido, Lorde Drinkwater? Ou tem alguma outra razão para o pouco apreço pela minha chegada?

    Boros nunca poupou palavras. Os anos haviam tornado-o mais frio e com pouca paciência para dar rodeios no que quer que quisesse falar. De toda forma, seu objetvio ali era que Drinkwater respondesse sobre os negócios e aquele fosse o ponta pé inicial para que, enfim, pudessem conversar.



    thendara_selune
    Antediluviano
    thendara_selune
    Antediluviano

    Mensagens : 3121
    Reputação : 130
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_10.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh27.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por thendara_selune Ter Mar 12, 2024 3:21 pm

    Gwyneth Yronwood


    Tenha piedade daqueles que não sentem absolutamente nada.



    O Jogo dos Tronos - Yronwood 5630a6b8c5e8a6f1fab58b1ef0bb42565da625f8

    Ainda em Paloferro com  @Xafic Zahi

    Ainda sob a sombra da imponente fortaleza, o burburinho da reunião se dissipava, dando lugar a uma quietude expectante. Era minha vez de ter um momento com Khalid, meu irmão, herdeiro da casa.

    Assim que nos encontramos a sós, meus passos se aceleraram, e em minhas mãos, o frasco de óleo de lavanda, preparado por Brida, emanava um aroma suave e reconfortante. "Um presente para você, irmão," sussurrei, colocando-o em suas mãos calejadas. "Óleo de lavanda, ela disse que é bom para as dores do corpo."

    Um sorriso enigmático se formou em seus lábios enquanto ele observava o líquido translúcido no frasco. "Brida parece nutrir uma grande estima por você," eu disse, meus olhos lilases o sondando.

    Com um toque de travessura, inclinei a cabeça e balancei o corpo, como uma criança travessa. "Vejo que algumas aqui têm mil olhos sobre você," provoquei, piscando para ele em seguida. "Embora não possa torcer por nenhuma, pois se pudesse, meu irmão seria apenas meu..." Minha voz se tornou suave, quase melancólica, enquanto eu observava suas reações. Depois dei um sorriso pra ele."Uma pena, uma grande lástima, mas um dia terá que casar, Khalid." Minha voz soava cheia de conselhos sinceros e uma saudade ainda não concretizada. "Temos muitas obrigações, mas ainda assim torço para que ambos possamos desfrutar dos pequenos prazeres de ter uma companhia sincera conosco. Por isso, escolha bem com quem andas ou deitas, Khalid."


    ⚜⚜⚜⚜⚜⚜⚜


    Ah, os portões se abrem, revelando guardas cansados e um senescal esgotado. As palavras dele soam vazias, como o vento soprando pelas fendas das muralhas. Meus olhos lilases, porém, permanecem plácidos, observando tudo com atenção. Nenhum tremor, nenhum traço da ansiedade que me acompanhou durante a viagem escapa à percepção alheia.

    O caminho até o interior do castelo é breve, meus olhos vagando, absorvendo a aura do lugar: uma criatura pantanosa, gélida e solitária. Sentimentos que se agitam em meu âmago.

    Ao adentrar o grande salão, a recepção é fria, distante de qualquer cordialidade. Uma formalidade vazia, sem calor. Mas minha inquietação se dissipa diante do Lorde Agon.. Curvo-me, uma mesura educada, livre de decepções. Reconheço cada rosto, graças às descrições minuciosas do Meistre sobre os Drinkwater. A mesa do jantar era um deserto árido, sem um pingo de cor. Não emanava o menor convite para a confraternização, apenas o frio da indiferença. Apesar da aridez do cenário, comi muito pouco e bebi apenas um gole do vinho. Não me sentia intimidada por aqueles que me cercavam, muito pelo contrário. Assumia o papel de falsa tímida, um disfarce que escondia a chama ardente que pulsava em meu interior.

    Observava cada um com atenção, como um felino perspicaz à espreita. Meus olhos, como duas ametistas, vasculhavam cada rosto, cada gesto, cada palavra dita. Analisava o tom da voz, a linguagem corporal, os detalhes que muitas vezes passam despercebidos aos olhos menos atentos.
    Um sorriso contido se desenhava em meus lábios, um segredo bem guardado que apenas eu mesma conhecia. Minhas palavras permaneceriam em silêncio durante o jantar, aguardando o momento oportuno para serem reveladas. Como um perfume exótico, minha voz se dissiparia no ar, envolvendo a todos em sua névoa de mistério e encanto.

    Então chega minha vez após a apresentação feita por meu pai. "Prazer em conhecê-lo, Lorde Agon," pronuncio com voz suave como mel e quente como o verão, um contraste marcante com a rigidez do ambiente e a seriedade estampada nos rostos dos Drinkwater. "Fico feliz em conhecer vosso lar e sua família." Após a apresentação, um servo traz a pintura que criei com meticulosidade. Inspirada pela missão dada por ele, a tela retrata o castelo ao longe. Mas, diferentemente da criatura pantanosa que meus olhos viam antes, aquele era o cenário que eu desejava ter encontrado ao chegarmos.


    OFF: Usei a IA pra fazer a tela, mas não ficou exatamente igual à descrição, mas serve para se basear e achei as cores que podem ser da casa nesse wiki aqui https://geloefogowesteropedia.fandom.com/pt-br/wiki/Gerris_Drinkwater mas ai fica a critério do narrador e ai nós finge que as cores são as que o  @Alexyus disser caso não sejam essas que coloquei  Very Happy   Cool


    O Jogo dos Tronos - Yronwood Oig4_111







    "Esta representação exibe campos verdejantes e exuberantes, pedras lapidadas com maestria e janelas como olhos perspicazes observando as terras ao redor. As torres se erguem majestosas, com bandeiras tremulando vibrantes, como se ao alcance da mão. O céu azul banha o cenário com seus raios imponentes. Cavaleiros saem do castelo, prontos para conquistar o mundo sob o comando de seu Lorde, que cavalga um corcel de areia, ambos usando armaduras com as cores da casa. Damas oferecem lenços e flores em gestos de esperança, fé e coragem. A tela clama: "Jamais seremos submissos, jamais nos curvaremos."Com cada palavra, tecia uma melodia de emoções, dando voz aos sentimentos que a tela ansiava por revelar. Apesar da austeridade do ambiente que nos cercava, o amor pela pintura pulsava em minhas veias. Cada pincelada, cada cor escolhida era um pedaço de mim que se entregava aos Drinkwater.

    A tela não era apenas um presente, era uma confissão, um mapa do meu mundo interior. As cores vibrantes, as formas abstratas, a textura áspera, tudo conspirava para contar uma história que as palavras jamais poderiam alcançar. "Milorde," declaro com voz melodiosa, doce e cálida, meus olhos brilhando com a cor da lavanda. Minha pele, levemente bronzeada e adornada com sardas delicadas, carrega a sombra distante do sangue da antiga Valyria, pulsante e imponente. Enquanto o servo exibe a pintura diante do Lorde Agon, acrescento com serenidade: "Que este presente seja um símbolo de nossa sincera estima." Meus olhos fixos nos do Lorde Agon, sem qualquer sinal de timidez agora. Arisca e dona de mim, não me deixaria intimidar por um Lorde antipático com nossa visita.





    Brida sobrinha do Meistre:

    Era Emir, mas postaram"Amir" HAHA então mudei e não tem problema.

    Sor Amir é introvertido, racional e meticuloso.:





    Visual:

    Falas
    Pensamentos ou falas de PJ/NPCs


    Informações ficha:
    Emme



    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1701
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por Xafic Zahi Ter Mar 12, 2024 7:28 pm

    Khalid

    Não amo a espada brilhante por sua agudeza, nem a flecha por sua rapidez, nem o guerreiro por sua glória. Só amo aquilo que eles defendem


    Antes da viagem, com Gwyneth

    Khalid havia deixado o salão de reunião e se preparava para ir até seu dormitório, quando ouviu os passos de Gwyneth. Sorriu e esperou pela aproximação de sua irmã.

    - Diga à Brida que aceito de bom grado o presente, e que ele chegou em momento oportuno. Há dias me encontro com uma dor leve, porém incômoda em minhas costas - Aguardou o frasco com medicamento em um dos bolsos da túnica.

    - Pois saiba que também tenho admiração por sua amiga Brida. A curiosidade dela por plantas e a inteligência para fazer óleos como esse são admiráveis.

    Ao perceber que estavam parados no corredor, deu início a passos lentos, para que caminhassem em direção a algum outro aposento.

    - Sempre estarei ao seu lado, Gwyneth. Nunca a abandonarei. Não veja o casamento por esses olhos. Perceba que se trata de uma oportunidade, uma forma de engrandecermos a nossa Casa. É verdade que se trata de um dever que recai sobre nós, mas também é uma vantagem política, que acredito que você e meu pai saberão aproveitar.

    Abraçou-a fraternalmente.

    - Que a viagem até os Drinkwater ocorra da melhor forma possível. Aguardarei ansiosamente pelo seu retorno.

    Dia 01 da viagem

    Khalid havia encarado com seriedade a incumbência de cuidar de Paloferro. Compareceu pontualmente ao salão de reunião, para as primeiras tratativas com o pequeno conselho.

    Assim que as formalidades usuais foram cumpridas, disse:

    - Agradeço a presença de todos. Embora a previsão seja que eu ocupe esse espaço tão somente por alguns dias, até o retorno de meu pai, peço que não deixem que isso os impeça de me consultarem e me trazerem os assuntos necessários. Solicito, também, que compreendam minha inexperiência prática nesse dever. Por isso, peço que me ensinem e orientem. Digam-me como meu pai costuma lidar com os conflitos, a forma que ele toma suas decisões e quais assuntos de importância devem ser tratados de imediato.

    Khalid permaneceu reunido o tempo que foi necessário para cumprir as demandas do dia. Quando se sentia cansado, pedia pequenos intervalos, tão somente para recuperar o raciocínio, e logo retornava às obrigações.

    Durante o jantar daquela noite, dirigiu-se a Quentyn Martell.

    - Gostaria de saber sua percepção sobre o anúncio realizado por meu pai no dia de ontem, meu amigo. Sei que tem grande apreço por ele e sua opinião certamente contribuirá para os passos que tomaremos.

    Após a refeição, ao se recordar de que dentro das próximas horas devia estar na sala de armas, para o treino usual com seus amigos mais próximos, fez uma pequena careta por se recordar da dor que sentia em suas costas. O óleo fornecido por Brida no dia anterior, por intermédio de Gwyneth, estava quase no fim, de forma que Khalid decidiu procurá-la em seus aposentos.

    - Acredito que seja uma dor comum do treinamento - disse, querendo justificar sua ida repentina até ela. - Recordo-me de dores similares no passado. Entretanto, passar parte considerável do dia sentado com o pequeno conselho tem feito piorá-la. Sei que se trata de uma obrigação, mas me encontro ansioso pelo retorno de meu pai. Meu coração está com o exército e não me vejo passando os dias trancado em uma sala - Ao perceber o que estava fazendo, acrescentou - Desculpe-me. Não queria despejar em você meu descontentamento quanto às minhas responsabilidades. De toda forma, é uma dor que me incomoda, e se por acaso conhecer alguma alternativa que possa oferecer alívio, ficaria profundamente agradecido.

    Quando a madrugada teve início, Khalid compareceu ao salão de armas, pronto para o início de mais um treinamento.

    - Tenho pensado em uma simulação de guerra quando meu pai retornar - Disse à Raja, que o acompanhava naquele dia - Um exercício de treinamento para determinadas situações. Pretendo conversar com os oficiais ainda esta semana - A conversa seguia enquanto treinavam - A propósito, o cargo de oficial de infantaria ainda não foi preenchido. Pensei muito sobre quem é competente para assumi-lo, e cheguei à conclusão de que deve ser você. O que me diz?

    Emme


    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1701
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por Xafic Zahi Qua Mar 20, 2024 1:25 pm

    Khalid

    Não amo a espada brilhante por sua agudeza, nem a flecha por sua rapidez, nem o guerreiro por sua glória. Só amo aquilo que eles defendem


    Segundo dia

    Período da manhã

    A primeira tarefa do dia de Khalid foi reunir-se com o conselho. Estava disposto, assim como no dia anterior, a tratar das questões necessárias para manter a governança de Paloferro.

    Depois de tratar dos assuntos que os conselheiros lhe apresentaram, solicitou esclarecimentos a Thiana, Kayran e Melantria.

    - Tenho especial interesse em saber como as pessoas vivem fora do castelo. Sei que a população em nossas terras não é pequena, porém, contamos apenas com uma pequena vila, que certamente não é suficiente para abrigar a todos. Da mesma forma, o clima árido de nossa região torna difícil o estabelecimento de fazendas, devido à impossibilidade de praticar a agricultura de forma regular. Meus entendimentos estão corretos? - Khalid perguntava não como um governante, mas na forma de um aluno curioso - Se sim, o que fazem para sobreviver e qual a fonte dos tributos que nos pagam?

    Depois de ouvir os esclarecimentos, determinou:

    - Prometi ao meu pai que estou pronto para liderar nossas tropas diante de qualquer desafio que nos apareça. No entanto, é evidente que precisamos reforçar nosso poderio militar. Por isso, providenciarei um processo de alistamento, onde todo homem e mulher capaz de lutar deverá se apresentar dentro dos próximos meses. Da mesma forma, unidades com experiência que por algum motivo não estão mais em serviço ativo, devem ser convocadas de volta.

    Emme


    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5166
    Reputação : 379
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    1º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh43.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad10.png
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/bronze13.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh40.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh20.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh18.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh39.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh45.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por Alexyus Qua Mar 20, 2024 4:16 pm

    DRINKWATER

    O Jogo dos Tronos - Yronwood _64b4d11
    Boros escreveu:- Na verdade…Enviei um corvo anunciando minha vinda, então não deveria ser uma surpresa.

    Lorde Agon Drinkwater não se intimidou com a correção.
    O Jogo dos Tronos - Yronwood Oig110 
    - De fato, seu corvo também foi uma surpresa.

    Gwyneth escreveu:"Prazer em conhecê-lo, Lorde Agon," pronuncio com voz suave como mel e quente como o verão, um contraste marcante com a rigidez do ambiente e a seriedade estampada nos rostos dos Drinkwater. "Fico feliz em conhecer vosso lar e sua família."

    Agon mostrou-se educado o suficiente para saudar Gwyneth adequadamente. O esboço que ela produzira nos dois dias que tivera disponível eram uma boa lembrancinha, num nível quase infantil, mas o Lorde Drinkwater agradeceu-a cortesmente antes de mostrar a ilustração à Lady Laryssa, que a admirou antes de entregá-la a um servo.

    Durante o jantar, Aron Drinkwater fez algumas perguntas educadas a Gwyneth sobre a viagem, sua saúde e as coisas em Paloferro, mas não aprofundou-se muito em nenhum assunto. As irmãs dele observavam os Yronwood com curiosidade mas conversavam entre si aos sussurros.

    Ao fim do jantar, quando Boros expressou que desejava conversar, Lorde Drinkwater não se moveu, mas Lady Laryssa levantou-se e, ajudada por Aron, conduziu suas filhas e Gwyneth para seus aposentos. A jovem Yronwood recebeu um quarto pequeno com uma sacada que dava de frente para o lago e a cachoeira.

    Boros e Agon ficaram a sós no salão.
    O Jogo dos Tronos - Yronwood _64b4d11

    - Como estão os negócios? As terras têm sido produtivas?

    Agon respondeu cautelosamente.
    O Jogo dos Tronos - Yronwood Oig110 
    - Tudo sob controle. As terras produzem o suficiente para manter o castelo e as vilas dos meus plebeus.

    O Jogo dos Tronos - Yronwood _64b4d11

    - Não lembro a última vez que nos vimos, Lorde Drinkwater mas…algo me diz que esse era o tipo de visita que você não desejava receber.

    Virou-se para o Lorde.

    - Eu o intimido, Lorde Drinkwater? Ou tem alguma outra razão para o pouco apreço pela minha chegada?

    Agon olhou altivamente para Boros e respondeu, com uma nota diferente na voz, um pouco mais aberto e direto.
    O Jogo dos Tronos - Yronwood Oig110 
    - Ao que me consta, milorde, o senhor nunca pisou no Castelo Drinkwater antes. Me lembro do seu pai vir aqui para visitar o meu pai quando eu era menino, mas nunca o vi por aqui. E se não tivesse ido a Paloferro nas vezes em que meu pai foi convocado, acho que nem sequer o reconheceria agora. Nos anos em que comando a Casa Drinkwater, aprendi que preciso manter minhas terras sozinho da melhor forma que conseguir e ainda prestar ajuda ao meu suserano quando me for solicitado. Se o motivo de sua visita foi para solicitar auxílio, então ela é de fato inoportuna, mas cumprirei minha obrigação... mesmo que não me apeteça.  


    PALOFERRO

    Na reunião com os conselheiros, Tiana e Khayran trocaram olhares entre si quando Khalid lhes perguntou como seu pai organizava as coisas, mas foi a voz vagarosa de Melantria que o respondeu:
    O Jogo dos Tronos - Yronwood A53e7510
    - Lorde Boros apenas esperar que cumpramos com nossas funções, o que procuramos fazer do melhor modo possível...

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Ok10
    Durante o jantar daquela noite, dirigiu-se a Quentyn Martell.

    - Gostaria de saber sua percepção sobre o anúncio realizado por meu pai no dia de ontem, meu amigo. Sei que tem grande apreço por ele e sua opinião certamente contribuirá para os passos que tomaremos.

    Quentyn estava devorando uma coxa de galinha quando ouviu a pergunta e parou para pensar antes de responder:
    O Jogo dos Tronos - Yronwood Quenty10
    - Lorde Boros está certo, Khalyd. É dever do senhor da casa trabalhar para o crescimento e fortalecimento dela. Acho que é o caminho certo a seguir. 

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Ok10
    - Acredito que seja uma dor comum do treinamento - disse, querendo justificar sua ida repentina até ela. - Recordo-me de dores similares no passado. Entretanto, passar parte considerável do dia sentado com o pequeno conselho tem feito piorá-la. Sei que se trata de uma obrigação, mas me encontro ansioso pelo retorno de meu pai. Meu coração está com o exército e não me vejo passando os dias trancado em uma sala - Ao perceber o que estava fazendo, acrescentou - Desculpe-me. Não queria despejar em você meu descontentamento quanto às minhas responsabilidades. De toda forma, é uma dor que me incomoda, e se por acaso conhecer alguma alternativa que possa oferecer alívio, ficaria profundamente agradecido.

    Brida olhou Khalid com preocupação.
    O Jogo dos Tronos - Yronwood 66e4bc10
    - Não deveria treinar à noite, ainda mais depois do jantar, Khalyd! O corpo já está na fase de descanso e não é mesmo o melhor momento para exercícios físicos! Devia fazer isso logo pela manhã, antes mesmo do desjejum, enquanto o sol ainda não está tão forte. Assim vai piorar as coisas no seu organismo...

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Ok10
    - Tenho pensado em uma simulação de guerra quando meu pai retornar - Disse à Raja, que o acompanhava naquele dia - Um exercício de treinamento para determinadas situações. Pretendo conversar com os oficiais ainda esta semana

    Raja ouviu aquilo e considerou:
    O Jogo dos Tronos - Yronwood Ed91cf10
    - Isso é bem trabalhoso! Como exatamente pretende fazer essa simulação?

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Ok10
    - A propósito, o cargo de oficial de infantaria ainda não foi preenchido. Pensei muito sobre quem é competente para assumi-lo, e cheguei à conclusão de que deve ser você. O que me diz?

    Raja empertigou-se e disse, tentando conter um sorriso:
    O Jogo dos Tronos - Yronwood Ed91cf10
    - Eu sou uma guerreira! Farei o que meu senhor ordenar!


    2° dia

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Ok10
    - Tenho especial interesse em saber como as pessoas vivem fora do castelo. Sei que a população em nossas terras não é pequena, porém, contamos apenas com uma pequena vila, que certamente não é suficiente para abrigar a todos. Da mesma forma, o clima árido de nossa região torna difícil o estabelecimento de fazendas, devido à impossibilidade de praticar a agricultura de forma regular. Meus entendimentos estão corretos? - Khalid perguntava não como um governante, mas na forma de um aluno curioso - Se sim, o que fazem para sobreviver e qual a fonte dos tributos que nos pagam?

    Novamente, os conselheiros se entreolharam, estranhando a pergunta de Khalid.

    Foi Tiana que respondeu:
    O Jogo dos Tronos - Yronwood Cb71ef10
    - Creio que está equivocado, filho de meu lorde. Paloferro é uma das zonas mais produtivas de Dorne! É verdade que só temos uma vila nas imediações do castelo, mas a maior parte de nossa população mora em fazendas ao longo do rio ou nas encostas florestadas das montanhas, e nosso porto é pujante, reunindo tanto agricultores, pecuaristas e lenhadores quanto comerciantes de longe. Nossos plebeus estão entre os mais bem aprovisionados de toda Dorne!

    Melantria e Khayran concordaram acenando com as cabeças.

    Khalid voltou a falar.
    O Jogo dos Tronos - Yronwood Ok10
    - Prometi ao meu pai que estou pronto para liderar nossas tropas diante de qualquer desafio que nos apareça. No entanto, é evidente que precisamos reforçar nosso poderio militar. Por isso, providenciarei um processo de alistamento, onde todo homem e mulher capaz de lutar deverá se apresentar dentro dos próximos meses. Da mesma forma, unidades com experiência que por algum motivo não estão mais em serviço ativo, devem ser convocadas de volta.

    Dessa vez os conselheiros ficaram realmente surpresos, e Kayran demorou um momento para falar cautelosamente:
    O Jogo dos Tronos - Yronwood 17e38010
    - Com a devida vênia, mestre Khalid, tenho que adverti-lo que isso seria um erro. Um erro grave. Não é da tradição dornesa manter grandes exércitos mobilizados quando não temos ameaças de inimigos à vista. Para nós de Paloferro, nossas principais defesas estão no Caminho dos Ossos, onde nosso portão pode conter invasores do norte com facilidade e um mínimo de guarnição. Estamos em paz sob os Martell com todos os dorneses, e não parece que estaremos em perigos do sul ou do leste a curto prazo. Um alistamento como o que sugere consumiria uma grande quantidade de ouro para manter essas tropas e ainda tiraria mão-de-obra de nossos setores produtivos, reduzindo nossas fontes de renda. Eu lhe aconselho a meditar mais sobre tal ideia antes de tentar implementá-la... senhor.
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1701
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por Xafic Zahi Qui Mar 21, 2024 9:52 am

    Khalid

    Não amo a espada brilhante por sua agudeza, nem a flecha por sua rapidez, nem o guerreiro por sua glória. Só amo aquilo que eles defendem


    Quentyn escreveu:- Lorde Boros está certo, Khalyd. É dever do senhor da casa trabalhar para o crescimento e fortalecimento dela. Acho que é o caminho certo a seguir.

    - Recomendo que peça a oportunidade de participar ativamente desse processo. Certamente ele lhe concederá isso. Quanto a mim, ficaria honrado se você quisesse assumir o comando de um pelotão.

    Brida escreveu:- Não deveria treinar à noite, ainda mais depois do jantar, Khalyd! O corpo já está na fase de descanso e não é mesmo o melhor momento para exercícios físicos! Devia fazer isso logo pela manhã, antes mesmo do desjejum, enquanto o sol ainda não está tão forte. Assim vai piorar as coisas no seu organismo...

    Sorriu gentilmente para ela antes de responder:

    - Compreendo sua preocupação, e agradeço. Mas como soldado, devo manter meu treinamento regular para garantir a proteção do nosso povo. Prometo ter cuidado e não exagerar nos exercícios. E talvez, em vez de treinar sozinho, você possa me acompanhar em uma caminhada pela manhã, antes do desjejum. Assim, poderemos aproveitar juntos o frescor do amanhecer.

    Raja escreveu:- Isso é bem trabalhoso! Como exatamente pretende fazer essa simulação?

    - Pretendo me inspirar nas simulações de batalhas navais dos torneios. Acredito que podemos adaptá-las para o nosso propósito. Mas se isso não for possível, pensarei em alternativas para garantir que nosso exército esteja bem treinado e pronto para quando for necessário.

    Raja escreveu:- Eu sou uma guerreira! Farei o que meu senhor ordenar!

    - Então é isso que fará, Raja. Sua lealdade é inestimável para mim. Considero-a digna de ser oficial em nosso exército. A partir de agora, você está oficialmente nomeada como tal.

    Tina escreveu:- Creio que está equivocado, filho de meu lorde. Paloferro é uma das zonas mais produtivas de Dorne! É verdade que só temos uma vila nas imediações do castelo, mas a maior parte de nossa população mora em fazendas ao longo do rio ou nas encostas florestadas das montanhas, e nosso porto é pujante, reunindo tanto agricultores, pecuaristas e lenhadores quanto comerciantes de longe. Nossos plebeus estão entre os mais bem aprovisionados de toda Dorne!

    Khalid ouviu as informações detalhadas de Tiana e assentiu com respeito antes de responder.

    - Meu pai sempre se orgulhou da vastidão de nossas terras, que são maiores do que as terras dos Martell e comparáveis às dos Stark, no norte. Por isso, presumi que as regiões de fazendas ao longo do rio e nas encostas das montanhas seriam apenas uma pequena parte do todo que nos pertence. Paloferro depende de algum recurso externo essencial, que não podemos obter em nossas terras?

    Kayran escreveu:- Com a devida vênia, mestre Khalid, tenho que adverti-lo que isso seria um erro. Um erro grave. Não é da tradição dornesa manter grandes exércitos mobilizados quando não temos ameaças de inimigos à vista. Para nós de Paloferro, nossas principais defesas estão no Caminho dos Ossos, onde nosso portão pode conter invasores do norte com facilidade e um mínimo de guarnição. Estamos em paz sob os Martell com todos os dorneses, e não parece que estaremos em perigos do sul ou do leste a curto prazo. Um alistamento como o que sugere consumiria uma grande quantidade de ouro para manter essas tropas e ainda tiraria mão-de-obra de nossos setores produtivos, reduzindo nossas fontes de renda. Eu lhe aconselho a meditar mais sobre tal ideia antes de tentar implementá-la... senhor.

    - Se é esse seu conselho, então vou seguir. Por enquanto, não iniciaremos o recrutamento. Mas lembro bem do que meu pai disse. Yronwood crescerá, e Dorne é um lugar onde duas potências dificilmente podem coexistir pacificamente. Confio plenamente no sucesso de minha irmã e de meu pai, e sei que esse sucesso inevitavelmente incomodará os Martell. Eles responderão com força, e é minha responsabilidade proteger Paloferro antes que essa ameaça bata em nossas portas. Como farei isso sem um exército suficientemente forte?

    Emme


    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1701
    Reputação : 140
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por Xafic Zahi Qui Mar 21, 2024 10:32 am

    Correção:

    Khalid ouviu as informações detalhadas de Tiana e assentiu com respeito antes de responder.

    - Meu pai sempre se orgulhou da vastidão de nossas terras, que são maiores do que as terras dos Martell e comparáveis às dos Stark, no norte. Por isso, presumi que as regiões de fazendas ao longo do rio e nas encostas das montanhas seriam apenas uma pequena parte de onde plebeus estão.
    El Cabron
    Mutante
    El Cabron
    Mutante

    Mensagens : 581
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png

    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por El Cabron Qui Mar 21, 2024 8:03 pm



    O Jogo dos Tronos - Yronwood _64b4d11


    Boros escutou atentamente as colocações do Lorde das Terras Drinkwater enquanto passava a mão lentamente na própria barba, um gesto comum que fazia quando colocava-se à refletir sobre algo e, dentre o que podia perceber, sentia a frustração que Agon carregava em cada uma das frases ali proferidas, embora não deixasse transparecer.

    - Talvez tenha razão sobre nossa falta de…

    Boros fez uma pausa em sua fala e parou de alisar a barba, virando o rosto em direção a Agon

    - Aproximação. No entanto, também acho que isso não justifica sua falta de decoro.

    Boros levantou-se da cadeira que havia sentado, ainda encarando Agon.

    - Mas você não está errado, Lorde Drinkwater.

    O Yronwood voltou a alisar a própria barba, dessa vez, andava de um lado para outro também, com o olhar perdendo-se eventualmente nos objetos que decoravam o ambiente de maneira decadente.

    - Nossa relação tem se baseado apenas em impostos e obrigações. Assim como toda e qualquer relação Suserano-Vassalo. Obrigações…apenas obrigações. Seu pai fazia o mesmo para com o meu, assim como o seu avô com o meu.

    Voltou a encarar o Lorde Drinkwater.

    - Estou em uma posição bastante confortável. E poderia seguir dessa forma até o dia da minha e da sua morte. E então meu filho seria o Suserano e seu filho o Vassalo, e tudo se reiniciaria em um ciclo interminável.

    Boros voltou a sentar-se na cadeira, pois sentia o joelho arder, algo que estava se tornando um tanto recorrente quando passava muito tempo no cavalo ou em pé, embora não deixasse o incômodo transparecer para o Drinkwater.

    - Isso o satisfaz, Lorde Drinkwater?

    Questionou, porém, não daria qualquer brecha para resposta, queria que Agon sentisse o baque da sua fala, emendando praticamente na sequência a seguinte fala:

    - Você toma minha visita como desagradável sem nem mesmo saber por que vim. Queixa-se de um eventual pedido de auxílio meu, algo que, se fosse de fato o caso, eu convocaria você às minhas terras para isso… Não, não…

    Boros apoiou os cotovelos na mesa e entrelaçou os dedos, adornados com os grossos anéis de prata de sua mina.

    - Vim para reforçar laços com sua Casa, Lorde Drinkwater. Laços esses que hoje são tão finos quanto a lâmina de uma espada.

    A voz do Senhor de Paloferro agora era forte, diferente do tom ameno que estava adotando até então.

    - Olhe para seu filho, veja suas filhas. O que deixará para eles? Não falo de Terras ou deste Salão; qual legado eles levarão adiante? O de seguirem presos a uma roda que os esmaga e os impede de crescer? Limitados a esse lugar?

    Boros levantou-se mais uma vez

    - Estou disposto a escutá-lo, Lorde Drinkwater, algo não muito comum ou prezado por suseranos. Saí de Paloferro de boa vontade, para que perceba que não o vejo como inferior a mim por ser meu vassalo. Vim para saber, presencialmente, de suas demandas. Não por corvos ou emissários. Saber o que se passa em suas terras e em como ajudá-lo. Quero fortalecer esse vínculo, Lorde Agon.

    O Guardião do Caminho dos Ossos tinha os braços apoiados na mesa, sustentando seu corpanzil enquanto fixava os olhos nos de Drinkwater. Era nítido que não perderia mais tempo ali e dependia apenas de Agon se as primeiras conversas e tratativas começariam ou se o Lorde de Paloferro deveria retirar-se com toda sua comitiva.

    - Se quiser, estou estendendo minha mão. Mas se insistir em agir como um anfitrião frustrado e seguir maltratando a mim ou minha comitiva, estarei partindo imediatamente.

    Boros ficou em silêncio.

    Conteúdo patrocinado


    O Jogo dos Tronos - Yronwood Empty Re: O Jogo dos Tronos - Yronwood

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Abr 15, 2024 12:19 am