Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Sab Jul 24, 2021 6:01 am

    Kandice ouve a pergunta de Sam e balança a cabeça dizendo que não. "Não ligo muito para isso tudo de mundo normal. Parece tudo tão chato. Eu gosto do outro lado. Aqui é... chato." Ela dá de ombros. Os olhos vivos e alegres não combinavam com o gesto. "Mas o outro lado tá por todo lado, em todas coisas."

    Quando Sam pede permissão a velha olha para Kandice antes de responder. "Melhor ela não demorar querida." E logo depois fita Samantha com olhos furtivos. Ela fecha os olhos mostrando hora dor clara e hora alívio evidente enquanto a morena passa a pomada.

    Sam escreveu:Mas com o que eu pareço então?

    "Uma descompensada. Mas..." Ela segura Kandice com dois dedos e muito carinho. "Não quer dizer que é incompetente, mas tem que ser impecável antes mesmo de começar a aprender. Um erro e não é uma vida que você perde, são todos num raio que pode ser algumas centanas de metros ou uma cidade inteira. Podem gritar e chorar e lutar e mudar e não pode errar." Kandice faz que sim com a cabeça o tempo todo. Mas Elise está prestando atenção na reação de Sam.

    Sam escreveu:Posso fazer uma bandagem pra não machucar mais quando sua tia voltar a colocar a prótese?


    "Pode sim, mas tem que ser alto para ficar na perna mesmo com a perna mechendo. Firme também." Elise fecha a boca que tinha aberto para responder e parece um pouco surpresa quando Kandice dá um beijo em seu rosto. Mas sorri um segundo depois olhando de uma para outra.

    --

    Quando Sam segura Magda ela recua tentando manter um braço livre. "Aqui! Aqui! Ajuda! Por favor!" Só Chloe consegue ouvir a mulher, mas Sam consegue ver o desespero dela. As duas sangue do lobo conseguem ver o brilho verde flamejante dentro do cômodo que a assombração está na janela. Os urathas não parecem nada impressionados. Mas Kandice grita aterrorizada quando vê o que as meninas apontam.

    Os urathas parecem mais confusos. Asia logo aparece mancando uma cabeça loira acima dos outros. Todos olham de Chloe para Samantha. Os olhos de Magda se tornam escuros e pontilhados com estrelas ao ouvir a certeza na voz de Chloe. Mas sua cabeça balança em negativa, o que acalma, mas intriga os outros urathas. "Nada do outro lado." Ela diz sem nenhuma irritação. O rosto vira quando Kandice grita de novo.

    Asia se torna um enorme lobo cinzento e uiva sem som algum. A agitação toma uma natureza diferente. Urathas param e prestam atenção ao vazio. Não só aqueles em volta das garotas, mas a maioria deles. Pelo menos os que se mostravam ser. Ninguém se importa em impedir as duas. Asia se torna algo entre fera e mulher e grita o nome de James, seus passos tortos e decididos na direção das duas. "James." Ela grita de novo e as pessoas saem do seu caminho instintivamente.

    "Aqui! Por favor! Eu preciso de ajuda! Eles vão acabar com tudo! Vocês estão cegos! O grande traidor está entre vocês espalhando mentiras!" A mulher grita e Chloe se surpreende por não ser a única a ouvir. Dessa Kandice grita todas as palavras da mulher deixando todos ainda mais perdidos. Pelo menos todos que não a vêem. Asia fica imóvel por um instante e retorna sua atenção a pequena sangue do lobo com fúria em cada pequeno movimento. "Precisamos lutar contra isso! Foco! Isso é guerra! Os que podem levem os feridos pros carros." A voz da ithaeur era cheia de ódio e transbordava ameaça. Sua dor e raiva transformados em força.

    Magda imediatamente reforçou as palavras dela. "Mas nem todos podem ser movidos. Alguns vão ficar e eu também." Tudo na lua cheia era um desafio. "Ouve Loba sem Sombra?" Asia pergunta sem olhar. "Vocês a ouvem? Usam a maldita cabeça! Se movam e protejam quem puderem." Os urathas estavam começando a cooperar e as duas viam que faltava algo. Aponi não parecia estar em lugar nenhum. Nem william.

    Mas James logo aparece carregando uma pessoa no colo. Um homem forte com ambos os braços enfaixados. Os olhos dele procurando a multidão. Ele encontra Chloe e só não corre até pois é pego por Asia no caminho. Ela o segura com força. "Precisamos de você. " a voz dela imperiosa sem espaço pra argumentos.

    Chloe e Sam se vêem livres e sem urathas que as protejam escapam temporariamente da cadeia de ordens e hierarquia. Logo alguém ia acabar percebendo e solucionando isso
    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 708
    Reputação : 54

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por thendara_selune Dom Jul 25, 2021 12:19 am

    — Venha ver por si mesmo... — Chloe tinha um tom nada moderado. Medo estampado no rosto  ferido. — Olhe com atenção a tempestade acima da casa, o aviso na voz da menina, tão claro, tão alto...Morte ecoando, um traidor entre nós e ainda assim você não sente!?!— Uma criatura em farrapos, em seus simplórios um 1,60 agitando-se, implorando que a loba ruiva a escutasse assim como Sam fez antes de empalidecer. Foi quando  Asia surgiu sua voz ecoando, fazendo os lobos se moverem assim como as pessoas. Um fera cinza que prende atenção de Chloe que acaba enxergando James quando ele aparece. A ruiva desvia o olhar e se volta para Samantha assim que os lobos esquecem das duas momentaneamente.
    — Vou procurar  Skye, ela é só uma menina...— A voz um fiapo cheio de tristeza e no fundo remorso em saber que a garota lidaria com tudo aquilo,mesmo que Chloe a enxergasse como algo frágil.—Volto assim que a encontrar...— Chloe olha mais uma vez para Sam com aquele ar de quem não sabe onde tudo vai terminar e segue procurando a menina por trás do velho casarão, a chamando e tentando ver aquele mini lobo em algum lugar.

    Falas em branco.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1576
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bastet Dom Jul 25, 2021 11:49 pm



    Samantha
    Doiley

    - Você interage com o outro lado? – Samantha suspira com a resposta de Elise, começando a cuidar dela. Era cuidadosa, mas não deixava de cuidar, apesar da aparente dor da senhora. Sabia que podia piorar caso não passasse o remédio em tudo. Não conseguiu segurar uma risada com a resposta sincera da velhota sobre o que ela parecia.

    - Já me chamaram de coisa pior – confessou, assentindo em seguida. – Por isso quero aprender com você, senhora Mcleary. E não espero que pegue leve, eu não quero errar. - Começou a fazer a bandagem quando Kandice assentiu, a olhando com certa admiração. Tão novinha e parecia saber do que falava.

    Caprichou pra bandagem não soltar, prendendo bem firme, medindo a prótese e depois a perna, fazendo alto o suficiente pra ser confortável e funcional.  – Prontinho. E você, Kandice? Tá tudo bem? Se machucou? – perguntou, enquanto se levantava pra organizar as bandagens limpas e juntar o lixo na mesa de Elise, rotina comum pra ela no haras. Sabia que era importante deixar pronto, caso precisassem usar novamente.

    No fim, olharia pra Elise, que ainda não tinha respondido se a ensinaria ou não – Eu vou considerar como um sim, senhora Mcleary. Obrigada pela oportunidade.

    ---

    Sam não insiste o toque na ruiva, e todo um caos começa em volta. Muitos olhares, parentes e lobos olhando pra elas... Aparentemente ninguém via além das três Sangue de Lobo...  Logo Kandice estava gritando palavras que não pareciam exatamente dela e Asia tomou o controle, indicando para todos começarem a levar os feridos para os carros.

    Chloe fala algo, enquanto os urathas começam a fazer urathices. – Tá bem. Eu vou ver onde está Aponi e Elise. Fica na vista de um deles. De verdade, a gente não sabe que merda é essa, mas eles conseguem nos proteger –eu espero”, acrescentou na própria mente, se virando pra Kandice. Asia estava segurando um homem que Sam não conhecia e James estava perto.

    - Kandice, olha pra mim – se ela ainda tivesse naquele transe esquisito, a sacudiria – Kandice, sua tia. Ainda tá lá dentro? Eu vou ajudar ela. Eu preciso que você ajude as outras pessoas, tá bem? Leva eles pro carro e entra em um você também  – a última vez que viu as duas estavam na casa... E não era um local que queria que a mulher fosse.

    De qualquer forma, Elise estava próxima do local onde vira Aponi pela última vez.  Procurou Magda, indo até ela.

    - Você quer proteger todos, não é? Tem pessoas perto e possivelmente dentro da casa ainda. Eu vou lá, com ou sem proteção, prefiro que seja com. E você pode ver aquela coisa, não pode? – Sam não parecia que se deixaria convencer do contrário. – Eu ajudo eles, você, bem, usa esse taco se aquela coisa aparecer – já começava a andar na direção.


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Ter Jul 27, 2021 8:53 am

    Magda permanece transfixada pela demonstração de Chloe. A confusão óbvia em seu rosto. A indecisão tão clara quanto o dia. Ela olha para o céu e depois de uma sangue de lobo para a outra com olhar intenso. "Eu não to entendendo porra nenhuma. Como eu ajudo vocês?"

    --
    "Eu? Todo mundo. Os dois lados estão em constante contato. Constante contato." Ela ri das próprias palavras. "Você também vê eles. Eu sei. Eu vi." Ela sorri com todos os dentes, algo vitorioso e radiante que ilumina o rostinho adolescente.

    "Diga pra ela me procurar quando tiver um diploma. Quando for uma cirurgiã formada e experimente com a fisiologia humana..." a menina interrompe a senhora terminando sua frase. "Antes disso não tenho nada a ensinar." Elise sorri satisfeita e Kandice levanta as mãos para Sam em sinal de paz.

    Kandice se olha de cima a baixo. "Eu to suja e feliz. É muito melhor que ficar presa na fazenda." A felicidade da menina vacila por um instante. Ela sorri de novo, mas é um pouco forçado. Os olhos dela não estão mais em Sam.

    --

    "Vocês ouviram Voz da Guerra! Irmandade, quero os parentes prontos pra sair!" Ela não falou daqueles que não poderiam ser levados. "Algo real ta acontecendo. " As palavras tinham força e decisão. Mas a mulher não se movia.

    Sam grita para Kandice, mas a voz da aparição continua saindo dela. "Eu preciso de você Chloe! Por favor! Não!" Ela grita ao ver Chloe se afastar e como se puxada por uma força invisível ela é jogada para dentro da casa. Kandice cai como se cortassem uma corda que a mantivesse de pé. Os olhos fechados com força e o corpo se encolhendo em uma bola. Um dos urathas com Magda a tira do chão como se fosse uma boneca de pano e a carrega para um dos carros.

    As pessoas passam de um lado para outro. Ninguém impede Chloe. Mas ela se sente observada enquanto olha os arredores em busca de Skye. As sombras definidas pelas novas cores do céu ainda intocado pelo sol parecem cheias de ameaça. As imagens dos puros perseguindo o carro. As imagem da corrente puxando o pai para fora da estrada. O lobo atacando Ian e o tirando dela de novo. Ou a libertando dele outra vez. As coisas eram nubladas quando tão próximas.

    "Eu vou com você, mas nem esse taco e nem nada que possa fazer vai ajudar qualquer um de nós se for algo morto. " Magda fala as costas de Sam. Mas poucos segundos depois Sam é quem está correndo para acompanhar os passos da mulher.

    --

    "Chloe, volta!" A voz de James era cheia de preocupação genuína. "Não é seguro! Volta para cá!" Uma nota clara de medo finalmente rompe a superficie calma e gentil de sempre.

    Nem um sinal de skye. O lugar parecia não ter som comparado ao movimento e os gritos de perto da casa. Chloe pode quase sentir quando sai do alcance dos olhos de James. Se fechar os olhos ela consegue ver o rosto torturado e dividido entre ela e sua obrigação com os outros.

    Ela vê movimento e ouve sons. Mas todos vindo dos urathas e parentes se preparando.

    --

    Elise está mancando com Lina sob um dos braços ajudando com a perna ruim. As duas indo rápido para um carro antigo e marrom. Sam tem que decidir entre seguir Magda ou parar. Não é uma escolha difícil. "Aponi subiu." A voz da uratha cheia de certeza. Os passos se afastando rápido.

    As escadas rangendo e estalando sob os pés pesados da lua cheia. A porta que ela empurra no segundo andar cheio delas quase cai em pedaços. Sam vê a uratha baixando o taco e dando um passo atrás. Horror no rosto selvagem. Medo.

    --

    Chloe sente o frio do inverno a despeito do céu clareando. "Eu preciso de você. " ela está na frente dela. "Nossa família precisa de você." Os olhos sérios fixos nos dela. O mundo escuro atrás da mulher. "Você não pode fugir pra sempre." Ela estende a mão para Chloe. "Vem comigo. Vem lutar." As palavras frias como todo resto.


    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1576
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bastet Ter Jul 27, 2021 11:50 pm



    Samantha
    Doiley

    - Eu só vejo. Não entendo e nem falo com eles – disse, se lembrando que a garota tinha comentado sobre aquilo na primeira vez que se viram. A resposta de Elise faz Sam olhar séria pra ela e abrir um sorriso inesperado, como se os requisitos pudessem ser cumpridos de alguma forma.  Apesar disso, respondeu a senhora com nada além de um aceno, os olhos observando Kandice que tinha saído de um estado de extrema alegria pra algo levemente depressivo.

    - Eu trabalho no território dos uivadores. Em um haras de gente chique. Não é tão legal quanto as coisas do outro lado, mas se você quiser ir um dia pra aprender a montar ou me ajudar a cuidar dos animais, será bem vinda.  Alguém da sua família pode levar você, só pedir pro Richard pra entrar no território – a chamou pra mais perto, pra contar algo baixinho, em segredo – Montar num cavalo é quase tão legal que andar nas costas deles quando estão naquela forma de lobo gigante – piscou pra menina e anotou o número do celular em uma embalagem de gazes, entregando pra ela e se despedindo das duas em seguida, pra ir procurar Chloe e comer algo.

    ---

    Sam se assusta quando Kandice continua naquele transe mesmo sendo sacudida, tendo tempo apenas de segurar mais forte os braços da menina antes dela cair no chão. Não teve força e nem reflexo pra conseguir impedir a queda, mas evitou dela bater o corpo e a cabeça com força no chão.

    - Ela precisa sair daqui. Aquela coisa usou ela e pode usar de novo. Bota ela no primeiro carro que for sair. – falou com o uratha que pegou a menina no colo e agradeceu.

    Procurou Chloe com o olhar, ainda pensando nas palavras que tinham saído da boca de Kandice, mas a outra ruiva já estava longe, em seu caminho até Skye. Sam nem teve tempo de pensar, já que Magda tinha aceitado ir com ela até a casa e já estava correndo na sua frente, em poucos segundos.  

    ---

    A Sangue de Lobo fica aliviada ao ver Elise bem, sendo ajudada por Lina. Acena pras duas e continua seguindo com Magda.  Aparentemente Aponi estava em mais apuros. – Como você... – chega a começar a perguntar, sem saber como a lua cheia sabia de Aponi, mas nem termina... Afinal, eles tinham aqueles sentidos aguçados.  Apenas a segue, ficando a um passo de distância quando a mulher empurra com tudo a porta.

    O que acontece depois não era o esperado. Pensou que Magda ia entrar, mas ela parou e demonstrou medo. Quando tinha visto um lobo daqueles com medo. – Aponi? – pergunta baixo pra mulher, a voz até falhando.  Demora alguns segundos pra conseguir mexer as pernas que não queriam obedecer...

    Como instinto, se abaixou pra pegar um pedaço de madeira da porta que tinha voado com a porrada de Magda e empunhou ele. Talvez mais pra se confortar do que pra machucar algo. Quem ela poderia machucar naquele mundo?

    Foi se esgueirando pela parede, com medo de ver a Cahalith morta naquele quarto. Anne não podia perder mais ninguém... Nem Sam.

    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1576
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bastet Ter Jul 27, 2021 11:54 pm

    Faltou uma última fala que não copiei, sorry

    - Aponi?! – falou mais alto, agora olhando dentro do quarto, encostada na parede oposta do corredor.
    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 708
    Reputação : 54

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por thendara_selune Qua Jul 28, 2021 12:03 am

    A  voz de James segundos atrás, ecoou na mente dela que o ignorou se afastando sem olhar para trás. Chloe sentia uma frustração imensa, medo por Skye, medo por si mesma   e pelos outros. O tempo escorrendo entre os dedos. Não queria pensar em James, não era o momento de se agarrar em um fio tão frágil que não teve tempo de se tornar um nó.  Erro dela? Talvez, mas agora não podia pensar nele  e o afastou para longe, meneando a cabeça em uma negativa lenta que o afastasse de sua mente.  Então a visão diante dela a fazia ficar parada, segurando a cabeça com as mãos, sentia-se fraquejar, mas não podia se dar ao luxo de fazê-lo. O frio a circunda, morde e belisca os sentidos. Os olhos cheios de dúvida. — Estou cansada de correr e fugir! — murmurou sentindo-se confusa com a agitação à sua volta, ainda um tanto distante da realidade perdida mais uma vez. — Lutar?!—  Parecia assustada e incrédula ao repetir isso. —  Você quer me oferecer uma chance de lutar? — soluçou derrotada. —  Quem é você afinal? — Seus braços caem ao lado do corpo, olhando o convite no ar e sentindo o  coração pesado.
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Qui Jul 29, 2021 2:28 am

    "Eu preciso! Chloe, você tem um papel muito importante. Você vai ver. Vai entender quando fizermos a rainha. Mas eu preciso de você." Ela diz cheia de intensidade e pressa. "Nós precisamos." As duas mãos agora estendidas para Chloe enqjanto ela gira de volta para a direção da casa. "O inimigo está lá!" Ela suplica e o frio qiase corta a pele.

    --

    "Claro que fala. Todo mundo fala. É só saber a língua deles. Por aqui um monte deles fala inglês. Esses aí que tão ajudando são estranhos que a loira trouxe." Ela dá de ombros, mas parece encerrada.

    "Eu ia adorar ver os cavalos. Mas eu não posso." Ela diz e ajeita a postura ficando bem retinha. O rosto ilegível.

    --

    Chloe vê a casa com as paredes frágeis atrás da mulher que flutua no ar. A tempestade parece ainda mais intença como um grande incêndio verde, púrpura e vermelho pulsantes estivesse embaixo dela. "Sem você eu não sou forte o bastante." Ela segura o pescoço e Chloe consegue ver a gargatilha de fitas azuis e um belo brasão dourado. O brasão dos Moore.

    --

    A primeira coisa a atingir Sam é o som de fogo crepitando. Os estalos estavam errados e pareciam entrar na sua pele como agulhas sujas e infectas. Fazendo o coração correr. Fazendo ela querer correr de algo que se move fora do espaço. A luz verde dança deixando o lugar mais escuro. Alguma coisa vermelha serpenteia nas sombras que essa cor faz.

    A o chão parece queimar sob os pés da sangue de lobo. A madeira em sua mão parece viva vibrando e pulsando. Até o ar parece cheio de uma presença inquisitiva investigando tudo. Ela finalmente olha no vão da porta e fala. Ou sente que fala o nome da companheira de Anne. Até a própria voz parece escorrer para algum outro lugar.

    Aponi tem os olhos fechados e lágrimas escorrem lentamente pelo seu rosto que parece tranquilo e pacífico. As gotas caem do rosto e sobem para o teto, mas é impossível vê-lo com a tempestade e seus relâmpagos negros invadindo tudo. A luz verde parece procurar algo para cima e para baixo na mulher.

    Mas ela não estava sozinha. Mãos com garras seguram os braços dela sobre o peito. O homem as costas dela tem o rosto escondido da luz agourenta. Na frente dos dois a chama escura parece flutuar. Olhar para ela faz Sam sentir os olhos escorrendo e uma dor intença na cabeça. Uma dor que não parece limitada pelas fronteiras de seu próprio corpo. Uma dor que parece maior que ela.

    Desviando os olhos da chama ela vê mais alguém que reconhece. Com o estranho e impossível fogo vivo nas mãos ela vê Willliam Crestwood e assim que o vê reconhece sua voz dizendo coisas que arranham alguma parte que ela não sabia ter. O fogo se move no ar na direção de Aponi. Na direção da marca brilhando prateado em seu peito.
    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 708
    Reputação : 54

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por thendara_selune Qui Jul 29, 2021 9:32 pm

    Seus olhos âmbar se apertaram olhando a mulher. Talvez fosse o medo, quem sabe fosse a mente perdida, assim como a lógica fragmentada ou no fim fosse uma péssima escolha, mas Chloe não hesitou ao aceitar a mão da mulher. Seja como fosse ninguém pode fugir das sombras do passado, presente ou futuro e devia a si mesma a chance de fazer algo.

    Off:
    Estou sem cel a gente se fala por aqui caso seja necessário.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1576
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bastet Sex Jul 30, 2021 1:28 pm



    Samantha
    Doiley

    Sam ficou pensativa sobre as afirmações da menina. A primeira, ela podia por à prova em algum momento, já a segunda...

    - Vamos ver se consigo fazer algo sobre isso... Mas não prometo, ok? – indicou pra menina pegar o número de celular que ela tinha escrito – Se você ou sua tia precisarem de algo, aqui ou outro dia, pode me mandar uma mensagem. Vou ver se tem mais alguém precisando de ajuda por aí. Adorei te conhecer  - ela sorriu, se despedindo das duas e começando a andar pra longe da médica e sua sobrinha, pensando se Ash permitiria ela levar um cavalo até Kandice, caso não pudesse mesmo sair sabe-se lá de onde.

    ----

    Sam ficou tão paralisada quanto Magda ao olhar para o que tinha dentro da porta... Tanto pela imagem bizarra quanto pela dor que sentia subindo sob suas pernas e em sua mão, que segurava a madeira. Aquele era um fogo estranho, que doía e consumia de uma forma pior que o fogo normal. Soltou a madeira, precisando morder a boca pra impedir um grito.

    Enquanto encarava aquilo, percebeu algumas coisas. Naquele quarto, principalmente, a Sombra e o mundo humano pareciam querer se sobrepor... E tinha algo que se forçava entre os dois. Além disso, viu que o fogo verde, saindo da mão de William, parecia buscar algo. Estava voraz, mas não encontrava um alvo.

    Samantha desvia o olhar, encarando Magda – Talvez a gente precise correr – falou, lacrimejando por encarar por tanto tempo a chama. Logo deu um pequeno passo em direção à porta, ainda mantendo uma distância considerável da entrada.

    Decidiu confiar no lobo que estava lá dentro. Todas as pessoas que ela confiava confiavam nele... Ele só podia estar tentando salvar Aponi.

    -WILLIAM! – grita, tentando novamente caso não conseguisse de primeira, e aponta na direção da Cahalith – nas costas dela! Tá nas costas dela! – Já tinha percebido que havia certas coisas que os lobos não enxergavam... – ficaria pra se certificar que ele estava tentando mesmo ajudar... Caso algo viesse em direção a elas, agarraria o braço da Loba e correria com ela em direção à escada.


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Sab Jul 31, 2021 5:18 pm

    Chloe não sente as mãos dela. A ruiva sente seu chão desaparecer e a queda inevitável no que parece ser água congelante. O vento rugia em volta dela, uma tormenta que não parecia ter vindo de lugar nenhum.

    --

    Kandice balança a cabeça afirmativamente. Mas não diz nada. Nem um pio. Exceto quando Sam realmente se vira para sair. "Foi bom também. Cuidado com as pessoas do outro lado. Eles não sabem o que é ser humano."

    --


    As palavras de Sam parecem alertar Magda. Ela avança um longo passo a colocando entre Sam e o fogo. "Você tá ouvindo?" A voz dela cheia de assombro. As tábuas do chão parecem torcer e dobrar quando alguma coisa respira profundamente. Alguma coisa grande e faminta.

    William não olha quando Sam chama o seu nome, mas o fogo se agita e expande. Gotas vermelhas enchem o ar caindo em camera lenta e virando fumaça que se espalha sem direção. Sam avisa que tem algo nas costas dela. O braço do irraka se move rápido como um raio. Uma ponta negra e afiada presa entre os dedos dele, dela saia a chama verde. Os olhos da Cahalith se abrem subitamente em horror abjeto e as linhas do seu rosto se torcem de dor quando sua marca e pele são partidas, perfuradas.

    --

    Chloe se sente parar com a mulher ao seu lado. Na sua frente ela vê uma cena estranha e difícil de entender. As cores escorrendo para os cantos. Chloe sente o calor vindo de lá. Vivo e distante. "Olhe o traidor!" Então parte das formas ficam mais claras. Ela vê de cima william e Aponi. A ponta afiada e irregular parada no tempo mordendo a carne da mulher. "Uma profanidade tocando algo tão elevado. Um ultraje. Maldito enganador!"

    Chloe vê alguma coisa dentro do fogo. Não, a coisa é o fogo. "Eu não posso tocar o mundo sem ajuda. Você é a melhor para mim aqui. Me ajude a quebrar essa abominação! Rápido Chloe!" A voz dela vibra com a força dos trovões e relâmpagos em volta das duas. Chloe sente o poder frio e estranho em suas mãos.




    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1576
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bastet Sab Jul 31, 2021 9:08 pm



    Samantha
    Doiley

    Sam não escuta Magda. Na verdade, nem repara o momento em que a ruiva sai de seu transe pra tentar se colocar entre ela e o perigo no quarto. Tudo o que ela consegue focar é o que está acontecendo lá dentro.

    Queria ajudar. William parecia ser adequado para ajudar Aponi... E logo tudo parece ocorrer em câmera lenta diante de seus olhos. Mais fogo. Sangue?  Dor. O lobo não tinha acertado a coisa nas costas da Cahalith... Tinha acertado a marca em seu peito.

    O olhar encontrou o de Aponi, que estava perdido em horror. Samantha arregala os olhos, começando a dar passos, sem pensar, em direção à porta. Desviaria de Magda, sentindo um medo e uma raiva que nunca tinha antes sentido. Ela tinha confiado em William... E ele acertou a outra mulher.

    No fundo, poderiam existir diversas explicações para aquilo... Explicações que Sam ainda não entendia e nem queria entender naquele momento. Só queria fazer aquilo...fosse o que fosse que ele tava fazendo, parar.

    Tentaria se esquivar, caso Magda tentasse impedir ela de entrar... E tentaria atacar o homem, com uma mordida no braço que ele segurava aquela ponta que, de alguma forma, tava ali e, ao mesmo tempo, perfurando o peito de Aponi.

    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 708
    Reputação : 54

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por thendara_selune Sab Jul 31, 2021 11:13 pm


    Chloe não conseguia controlar a aflição de sentir-se cair, era como se uma porta para o intangível se abrisse diante de seus olhos. Tudo é turvo, selvagem e sentia como se um brilho perigoso irradiasse de todo lugar. A mulher a levou ali, mas não sabia seu nome, quem era ou o que era. A cena aos seus pés a deixa profundamente pálida, algo maldoso e voraz permeando o mundo lá fora a fazendo parar de hesitar. — Faça o que tem de fazer...Dou meu consentimento!— disse com os olhos cheios de uma rara coragem.
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Sab Ago 07, 2021 3:40 am

    Sam ouve a voz de Magda distorcida atrás dela e então, sem tentar, mergulha na escuridão. Uma escuridão pulsante que aparece e desaparece. Ela sente a mão forte de Magda se fechando na sua blusa, mas é tarde demais. A parente tem os dentes cravados no braço do homem o gosto não é de sangue e sim fogo e doença e verdade.

    --

    Chloe sente o frio penetrando os ossos como uma corrente elétrica. O poder deixa tudo escuro dentro e fora dela. O poder era uma tempestade caótica se rebelando contra a realidade. A mulher tinha desaparecido e o mundo ganha cores de uma vez só. Cores gritantes e impossíveis no mundo da carne.

    Então ela sente a tempestade correndo por ela e sente de novo o toque da gravidade. Sente a caria do ar e do calor selvagem ali.

    --

    Quando a mandíbula de Sam salta do crânio ela queria gritar. A dor dela fazia alguma coisa feliz. Alguma coisa ali entre eles. Ela tem tempo de ver a forma escura na sua frente antes de sentir o chão batendo nas costas. A camisa rasgando e machucando os braços, Magda não ia soltar.

    Então o estrondo como se o chão tivesse partindo. A escuridão pulsante condensada em raios escuros como rachaduras no mundo.

    --
    Chloe sente uma satisfação imensa quando direciona com suas mãos aquele poder. Ela sente um prazer enorme quando pedaços voam para todos oa lados. Sangue, poeira, pelos e lascas. Ela nem se importa com cair. Não dói. É uma descida suave. Exceto pelo monstro rosnando do outro lado. Gigantesco. Odioso. Furioso.

    Tão lobo quanto um oceano é uma gota.

    --

    Sam vê a escuridão dissipar num piscar de olhos. Vê também o homem lobo em cima dela. De pé. A carne rasgada pingava sangue quente por uma infinidade de furos e cortes irregulares. Uma mão fumegando onde dava para ver o osso.

    Aponi gritava sem parar de pura e absoluta agonia. Os olhos em chamas. No instante seguinte a mulher vestia a forma da guerra. Braços fortes seguram a cahalith pelas costas. Alguma coisa pestilenta e cruel e insana se afasta no escuro. Escorre pelas sombras.

    --

    "Conseguimos! A gente venceu! Salvamos a rainha!" A mulher parecia pronta para dizer mais, porém desvanece no ar como se nunca tivesse estado ali. A atmosfera mudava tentando voltar ao normal, mas isso não fazia o perigo ter desaparecido. Uma luta improvável desenrolava diante dos olhos da ruiva. Magda girava o bastão contra contra a fera escura que tinha ficado no lugar de William. Aponi tentava morde algo entre as pernas dele. Alguém a continha por trás.

    Uma das mãos do lobo escuro como sangue derramado no escuro afunda no chão aos pés de Magda depois de ele se abaixar sob seu golpe. A beta da irmandade cai no chão urrando de raiva e sangue novo ganha o ar.

    --

    Sam tenta se afastar por lado então um monstro cinza acobreado está se debatendo na sua frente. Do outro lado Aponi é um monte de dentes fechando e abrindo atrás de qualquer coisa. A morena sente o chão ranger e estalar e ceder as suas costas. Vê as pontas escuras e brilhantes espalhadas perto dela. Não parecia que mero acaso poderia ter a mantido segura. Os cortes irregulares na madeira cediam ainda mais. Como queimaduras velhas.

    Um barulho de vento forte e então a casa toda range. O chão sob as costas de Magda fica despadaçado quando ela pula para se levantar em um só movimento fluído e gracioso, mas cede completamente quando ela é mandada de costas para o chão de novo. Tábuas voando e Sam quase vai junto. Quase porque algo a segura pela perna e a puxa de volta.

    Ela sente os ossos quentes e molhados da mão que a segura alto de cabeça para baixo. Os olhos azuis fixos nos dela. Um deles pelo menos, já que o outro tinha sido perfurado por alguma lasca negra como um pedaço de vidro.

    --

    Chloe gostaria de dizer que estava pronta para agir. Pronta para proteger Samantha. Mas a verdade é que um gauru é assustador. Dois é mais ainda e três a faziam sentir realmente muito pequena. Ela percebe a gargantilha de fitas quando o sente o coração tentando explodir. Mas mal tem tempo de se questionar antes de Sam ser jogada em cima dela como uma boneca de pano. Ou chumbo. O impacto é forte e violento. A cabeça da morena a acerta no ombro.

    Chloe vê o rosto de Sam e a mandíbula fora do lugar, aberta a força de forma súbita. Ela vê william na forma de gente novo. O corpo mutilado com rasgos escuros. Uma mão completamente arruinada. Ele segura o rosto insano de Aponi e começa a falar baboseiras sem sentido algum em uma voz arranhada, mas tranquila como o sono de um bebê.

    Parece que não vai funcionar. Até que a cahalith reverte sua forma e se deixa afundar no chão chorando lágrimas de sangue que escorrem de orbitas vazias e queimadas.

    Ela tem medo que o uratha se vire contra ela. As duas tem. Mas ele não o faz. Os dois homens se ajoelham ao lado da cahalith em silêncio. O homem que parece Jun a levanta no colo com delicadeza e se afasta olhando as duas como se fossem dar um bote. Ele faz questão de deixar o buraco no chão entre as duas. O outro Crestwood se vira lentamente com um sorriso no rosto aruinado e coberto de sangue que teria sido simpático e acolhedor. Teria sido o tipo que diz que vai ficar tudo bem. Mas as queimaduras e os rasgos e cortes irregulares que a explosão de relâmpagos negros que Chloe causou deixavam a expressão um pouco ambígua. Talvez, só talvez, aquele fosse um sorriso assassino.
    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 708
    Reputação : 54

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por thendara_selune Sab Ago 07, 2021 6:29 pm

    Chloe sentia como se o seu corpo não fosse seu. Por um momento não havia mais dor, apenas o doce sabor belicoso do poder nas veias.
    A velocidade das coisas, os sons explodem dentro e fora de sua mente.

    "Salvamos a rainha!"

    Chloe não entendia, mas então tudo parecia ser um turbilhão incontrolável diante dela. A besta furiosa, o lamento que mesclava-se a agonia no ar e seus olhos vão de Aponi para Magda.

    A dança da morte não os tocou por completo, mas a sinfonia obscura ecoava pelo ambiente que partia-se em lascas perigosas e foi quando notou Samantha.  A mulher que ainda não via como uma amiga, mas alguém que merecia proteção pelo seu estado era arremessada como se fosse um fardo de feno.

    O impacto fazia Chloe gritar de dor e pavor transparecia em seus olhos. Olhando Samantha daquele jeito sua mente ficou perdida em tudo que viu.  Era como estar no topo de um farol e notar que a luz dele não alcançava a escuridão que escondia prazerosamente uma verdade irrefutável ou uma fera que aguardava suas oferendas.

    Não sabia o que esperar ou em quem confiar. Tudo que viu e ouviu ecoava enquanto ela tentava segurar Samantha em um esforço de buscar uma saída.

    — Samantha? — sussurrou e observava o estrago feito na morena. Chloe sentia pena da outra. Era como se ela mesma estivesse como portadora da vida e logo pensou no bebê de Sam.

    Então o rosto virou um misto de horror e ódio que lhe dava gotas de coragem crescentes. Ela olhava o lobo e sentia-se cheia de raiva, mas não tinha uma única palavra que pudesse ser dita. Os últimos  instantes eram como um som tão alto invadindo tudo com pavor e raiva que só restava a Chloe abraçar a morena em uma tentativa de manter a outra segura.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1576
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bastet Sab Ago 07, 2021 8:07 pm



    Samantha
    Doiley

    Primeiro veio o gosto terrível em sua boca... Depois o estalo em sua mandíbula... E, por fim a dor, que não parou quando o braço em sua boca se tornou maior e maior, tão grande que excedeu a capacidade de abertura da boca de Sam.

    Gritou... Mas não tinha mais controle da parte inferior de sua mandíbula. Bateu no chão, estremecendo e não sabia pelo que. Pelas formas selvagens que seus olhos viam, pela dor que sentia ou por aquela sensação de que algo gostava de vê-la daquele jeito.

    Nem entendeu bem como as coisas se seguiram. Viu Magda... E não viu mais nada dentro da escuridão. Ouviu os estalos da madeira... E então voltou a ver o mundo em tons de verde e vermelho. Tinha a impressão que o sangue de William (??) pingava no rosto dela, a  visão borrada de lágrimas e sangue. A parente tenta se mexer, se arrastar.... Sente dor. Algo explode e madeira sai voando pra todo lado, mas nenhuma a atinge gravemente.

    Onde estava Magda? Procurou, viu ela lutando com o outro lobo, caindo mais de uma vez no chão. A madeira volta a ranger... Samantha chega até a sentir seu peso contribuir para o chão desabar. Busca algo pra se segurar, mas o corpo chega a cair. Não o tanto que ela esperava. A blusa rasgada quase indo parar na cabeça, os cabelos pendurados, as lágrimas escorrendo pro lado errado. O mundo estava invertido. Procurou Magda entre os escombros no primeiro andar. Queria gritar... Tentou e grunhiu alto de dor. Viu Aponi ensandecida e sentiu medo. Viu o estado do lobo que a segurava e sentiu mais medo. O encarou nos olhos azuis. Nem ela sabia o que sentia. Estava agradecida, sabia que a chance de sair minimamente bem de um tombo como aquele era nula... Mas tinha raiva, medo e confusão no olhar.

    Nem teve tempo de tentar entender antes de ser arremessada. Bateu em algo duro, mas menos duro que a parede ou o chão. A dor fez ela ficar tonta. Tremia, quando Chloe a chamou e abraçou... Não se lembrava nem como a ruiva tinha chegado ali. Devia ter batido a cabeça mesmo... A lembrança era de ela ter chegado quase voando e fazendo tudo explodir. Não conseguia responder com a mandíbula fora do lugar, apenas apertou o Braço de Chloe quando William fez Aponi voltar ao normal e Jun (Ou o irmão dele) saiu com a mulher no colo.

    Com os pés desajeitados, se arrastou com Chloe na direção oposta do irmão de Jun (ou tentou) ao ver o olhar do gêmeo... E depois de William. Parecia um bichinho acuado, que podia até tentar atacar de novo, mas o medo fazia se afastar antes disso. A expressão toda torcida pela falta de controle da metade inferior do rosto. Os pés continuavam tentando afastar as duas da direção dele, em busca da porta, tentando se levantar, mesmo que os pés escorregassem no chão com sangue.

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Seg Ago 09, 2021 3:10 pm

    As duas começam seu percurso quando Magda aparece do chão vestindo a pele de meio fera. Novamente a uma torrente de vento forte invade o quarto pela janela e empurra a lua cheia para o lado oposto do buraco em que william estava. Convenientemente no caminho das duas. O vento era intenso e quase intensionado. Magda rosna ajeitando os pés quando o vento desaparece assim como veio. "Que história meninas!" Ele fala com entusiasmo e dor na voz. Os dentes ainda mais expostos. Sangue ainda escorrendo. "Três lindas mulheres invadem o quarto e me fodem até sangrar para sair sem nem uma palavra? Quem vai acreditar nisso?" Ele ri e é um barulho borbulhante e chiado no pulmão perfurado. Mas ele se mantém reto e orgulhoso, nem uma gota de dor nas poucas linhas intactas do rosto. Linhas que aumentam enquanto o corpo se refaz mais rápido do que seria possível.

    Magda está pronta e ansiosa para violência, mas não se move e não enconntra provocação. Ela está prestes a falar quando é interrompida. "Tira elas daqui, lugar seguro e essas coisas." Ele olha para a janela. "Fiquem longe da Aponi por enquanto."

    Magda dá espaço para as duas passarem sem parar de olhar o outro uratha. Nenhuma palavra escapa dela. Sua expressão ilegível. Uma das mãos se agita apressando as duas e quando chegam perto bastante ela ajuda Sam a andar ficando entre elas e o homem que andava lentamente para a janela. "A gente vai conversar sobre isso meninas, antes de eu ir embora e não tem ninguém que vai esconder vocês disso. Então vai ser melhor nem tentar." A voz soava sem emoção, sem nenhuma simpatia ou ameaça. O corpo continuava correndo para se refazer sob a roupa empapada de sangue. As lascas negras caiam afiadas no chão aruinado.

    --

    No corredor elas podiam ver Aponi sendo carregada com cuidado. Mas Magda se coloca no caminho e aponta a escada para baixo. A cara de fera séria e confusa ao mesmo tempo, por algum motivo ela parecia decidida a tirar as duas dali e deixar Aponi para trás.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1576
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Bastet Seg Ago 09, 2021 9:31 pm



    Samantha
    Doiley

    Sam aceita a ajuda de Magda, se firmando de pé e estreitando os olhos quando William começou a falar aquelas coisas. Não consegue conter revirar os olhos e apontar a mandíbula, em um último ato impulsivo, quando o homem pergunta se vão sair sem falar nada. E completou com um dedo do meio pra ele. Não estava convencida da “bondade” dele... Principalmente pelas palavras de que “ninguém acreditaria” se elas contassem e com a genuinidade com que ele dizia aquilo, mesmo todo fodido. Era fácil acreditar naquele lobo. Fácil demais.

    Sai, meio mancando, o encarando em todo caminho, com medo de tirar os olhos e ser atacada por trás, lançada agora pelo buraco ou em alguma parede. Não sabia se o que a assustava mais era a velocidade que o corpo dele se regenerava diante de seus olhos... Ou a promessa (ou ameaça?) que ainda conversariam sobre aquilo.

    ---

    Ao sair pela porta, a adrenalina baixa de forma assustadora no corpo de Sam. A dor e a lucidez a invadindo de uma vez. Talvez pelo fato de ter alguém a protegendo ou pelo olhar encontrar o próprio ventre e realizar que qualquer uma das desventuras dentro daquele quarto podia ter feito ela perder suas crianças.

    Samantha era impulsiva, sempre fora. Agia antes de pensar, principalmente se estivesse puta ou a situação envolvesse alguém que ela se importava... Ali, tinha acontecido as duas coisas. Ela queria ir atrás de Aponi quando a viu ser carregada... Mas a mão apertou a blusa meio rasgada na direção da barriga. Ela não podia ser suicida agora, tinha duas vidas que importavam mais que a a da própria Sam dentro de si.

    Parou na frente Magda, a encarando nos olhos.  Indicou o homem com  a mulher no colo.  Tentou falar e saiu tudo meio embolado, mas achava que dava pra entender. Falou o nome do gêmeo de Jun, que Anne tinha contado, Alto, olhando pra ver se ele pararia. “EDRICK!”.  Se parasse ou não, continuaria, falando com Magda e com ele – Ve se ela tá bem. E eu vou. Sem mais problemas... – Depois do esforço pra falar, ela fecha os olhos com a dor que invadia sua cabeça. Esperava que tinha dado pra entender. – Por favor... – Queria ir lá arrancar Aponi dos braços daquele cara. Ao mesmo tempo, queria sair correndo dali. Sentia vergonha dessa segunda vontade, muita vergonha... Mas ela impedia a primeira.

    Se os dois colaborassem e Aponi estivesse aparentemente bem, Sam cumpriria a palavra e não causaria mais problemas. Sairia com Magda e Chloe, pedindo lá fora para a médica voltar sua mandíbula pro lugar.

    thendara_selune
    Mutante
    thendara_selune
    Mutante

    Mensagens : 708
    Reputação : 54

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por thendara_selune Ter Ago 10, 2021 12:32 am

    Chloe esforçou-se para ignorar as palavras dele,mas havia tanta raiva dentro dela, a queimando e buscando fazer tudo ali arder. Ela meneou a cabeça e disparou cheia de agressividade.

    -Ninguém tem nada para dizer, muito menos pra você!-  


    Nem olhou pro lobo, o gesto de Samantha a fez ficar ansiosa para falar muito mais, porém não era o momento. Então Magda veio e Chloe  limitou-se a continuar ajudando Sam. Enquanto ia embora, ainda  olhou por cima do ombro para se certificar de que ele não faria nada contra as três.

    Já do lado de fora avaliava como Samantha podia ainda se mover?! Aquela altura devia estar bem machucada, mas antes de falar a morena parecia cheia de urgência ao citar o nome de Aponi. Chloe apenas ouvia o pedido, franziu o cenho por alguns segundos e depois respirou fundo sentindo o corpo inteiro quebrado. Só queria ir embora e ter um momento sozinha com a própria mente. Entender tudo lhe parecia impossível e tenebroso demais para não ser real.

    Samantha lhe pede para ajudar com o maxilar, a ruiva faz o melhor que pode e depois murmura com preocupação genuína. -Seu bebê e você não devem ser expostos a isso... Você podia ter morrido!- Ela olhou pro ventre de Sam por um tempo e depois tocou a mão da outra. - Sei que não sou a pessoa mais indicada para falar com você, a gente se conhece há pouco tempo...Mas vou dizer mesmo assim... -

    Ignorou o entorno e mirou Sam e falou sem vacilar.
    - Você precisa entender que agora não é apenas você no mundo, eles parecem inquebráveis enquanto nós somos apenas ossos e carne frágil…- Ela queria dizer mais porém ali não era um local seguro. Então apertou a mão da morena de leve e prosseguiu. - Eu admiro sua coragem, é como lidar com fogo e certamente isso é incrível,mas nesse exato momento esse bebê precisa de uma mãe inteira e pronta para trazê-lo ao mundo consciente e não em cima de uma cama de hospital sem a perna ou em coma!- A voz é carregada de compaixão, talvez por sentir que a gestação da outra lhe causava uma infinidade de sentimentos difíceis de lidar.

    Chloe por fim falava quase em um sussurro para Samantha,mas não se importa se Magda a ouvir. Estava cansada, sentia o gosto amargo da derrota e a raiva tumultuando seu coração. Muito tinha acontecido e precisava sair dali com Sam.


    - Aqui não é seguro para nenhum de nós e acredito que você viu coisas que devem ter um significado que não entendemos...Que talvez nem os lobos entendam ou nem queiram acreditar!-
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 127

    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Wordspinner Qua Ago 11, 2021 7:13 pm

    Quando Samantha mostra o dedo o sorriso dele aumenta um pouco. Já Magda segura ela com pressa escondendo o dedo da morena sem ligar nem um pouco com a possibilidade de causar dor. Já as palavras de Chloe tiram algum som dele. Já sem o chiado na voz. "Que bom que achou a língua." Sem nenhuma emoção, exceto talvez um pouco de tédio. A atenção em outro lugar.

    --

    Do lado de fora Sam não conseguiu falar nada, assim que parou na frente de Magda ela foi arrastada a força junto com Chloe escada a baixo por uma lua cheia puta pra caralho. "Cala a porra da boca. Tem merda na cabeça?" Ela estava quase espumando pela boca. Parecia que estava se segurando para não empurrar as duas escada a baixo.

    No andar debaixo ela finalmente devolve as duad para o chão, mas não para de arratá-las até estarem no banco de trás de um carro que cheirava a lasanha e hambúrguer. "Se alguma das duas resolver abrir a porta, pode atirar. Eu digo onde você deixa elas depois." O homem no volante não se move, fica parado como um gargola. "Tá ouvindo Mcleary?" A irritação dela transborda em cada palavra. Um click metálico vindo dele faz ela se acalmar como se fosse um código. Ela sai batendo a porta e volta correndo para a casa deixando as duas para trás.

    Sem ser arrastadas elas conseguem ver Asia entrando na casa com uma mulher de roupas muito chamativas e cheia de penduricalhos. As outras pessoas todas entrando em carros, exceto James que esperava na porta principal com um machado de lenha na mão.

    O homem se levanta saindo do carro e ele balança livre do peso do homem. Mas o Mcleary não vai longe. Fica parado do lado do carro com as mãos nos bolsos. O carro era alto e espaço, um utilitário escuro e sem graça. Diferente do motorista que parecia ter saído de livro de horror com o rosto sem expressão e os olhos mortos numa carranca feita para violência.





    Conteúdo patrocinado


    Sítio abandonado - Primeira Lua Nova - Página 4 Empty Re: Sítio abandonado - Primeira Lua Nova

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Set 25, 2021 3:09 pm