Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 2 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE JUNHO
A partir de agora somente mestres com mesas ativas no fórum terão o nick laranja
para ficar mais fácil a distinção. Fiquem atentos que em breve teremos
um novo modelo de pedido de mesa!




 

    Aeroporto de Dover

    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2816
    Reputação : 146

    Aeroporto de Dover  - Página 4 Empty Re: Aeroporto de Dover

    Mensagem por Wordspinner Qui Nov 17, 2022 9:10 pm

    Chloe: Sinto muito por tudo que aconteceu.-

    Randall não parece muito movida pelo sentimento de Chloe. O único olho fixo nela.

    Chloe: ...quero dizer que são bem-vindos desse lado,

    Sem dizer qualquer palavra ela mostra o quanto sua reprovação é intensa. Para logo seguida sorrir um risco amargo quando Chloe oferece proteção. A mão com o dedo faltando toca o queixo fingindo pensar.

    Chloe: Tive esperanças que ele mudasse, quando fui embora...

    A expressão dela se suaviza, mas os outros três ficam mais tensos. Mais alertas. Então ela fala do sítio e a loira não demonstra reação. Sem reconhecimento ou repulsa. Nada. Como se nem fosse verdade.

    Chloe: As duas famílias estão cometendo erros que vão além de pecados físicos, são imorais e destroem tudo que aprendi a acreditar enquanto crescia… Mas ainda assim quero que vejam a realidade que estou

    "É os seus pecados, menina? A sua realidade, ela melhor que nós agora." Mas eles não a respondem. Nem parecem ouví-la.

    Chloe:Malcom vai ficar comigo, podem tentar brigar também, vou entender, mas ele fica aqui e vou cuidar dele da mesma maneira fervorosa que as famílias cuidam dos seus…Vou cuidar dos meus filhos do mesmo jeito que me ensinaram, não importa o preço, mas eles vão ficar bem e vou falar que eles tem uma família maior que mora longe agora, mas que uma dia podem estar bem perto deles…-

    "Malcon ... filhos... Não está tentando morder mais do que pode? Não é melhor só desligar o telefone e me dizer onde o priminho está? Levo ele pra casa no próximo avião e ninguém precisa sofrer." A voz dela parecia cansada, certa e firme, mas cansada.

    Chloe: Era tudo que tinha pra dizer agora e aqui…

    "Ainda não me disse onde Malcon está. Porque não vamos todos juntos conversar? Estão todos tão perto." Ela diz sem nenhum veneno na voz. "Pode até levar seu novo passa tempo." Ela olha para Axel como se fosse lanchinho apetitoso.
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1988
    Reputação : 82

    Aeroporto de Dover  - Página 4 Empty Re: Aeroporto de Dover

    Mensagem por thendara_selune Sex Nov 18, 2022 12:26 am




    Chloe Moore

    A ruiva já esperava aquela resposta. As coisas são como são, talvez não existisse qualquer caminho para alcançar os familiares e no final das contas a voz dela não tinha peso. A gibosa era feita de sentimentos e eles se tornaram intensos demais nos últimos meses.

    Havia dentro dela a costumeira confusão de emoções, mas no fundo aquilo a fazia se conformar um pouco com o futuro. “ Quero morder tudo e manter tudo que quero perto de mim…”

    -A senhora tem razão.- Ela balançou a cabeça, assentindo amargamente com as palavras de Randall. -Pelo menos Malcom pode ter uma nova chance, vou brigar pra que ele tenha isso.- A ruiva estreitou os olhos fixos na loira.- Ele fica comigo e desculpe por fazê-los perder tempo, achei que valia a pena tentar conversar.- Chloe pareceu afundar no momento . Depois seu olhar buscou o de Axel imaginando que as coisas ali tinham dado tempo para quem sabe o irraka fazer o que disse que faria. -Sinto muito por tudo e torço que fiquem bem.- O desgosto era uma espada de dois gumes que a gibosa sentia cortar seu coração. A ruiva não tinha vontade de experimentar toda a gama de emoções, mas era impossível fingir que aquilo tudo não afetava. Respirou fundo deslizando a mão pelos fios ruivos e ondulantes dando uma passo para trás antes de fazer menção de ir embora. - Um dia quem sabe voltaremos a conversar.- Deu um sorriso delicado puxando Axel pra ir com ela. - Vamos o assunto acabou.- O tom azedo na voz era audível ainda pelos quatro ali. Os passos delas são lentos e cansados. Em sua memória o rosto de Randall e sua expressão de reprovação, assim como aquela suavidade evidente quando Chloe falou do porque fugiu. " Seria mais fácil se jamais tivesse fugido? Será que seria?" Aqueles questionamentos ficam fervilhando na mente dela enquanto se afastam após Randall dizer mais alguma coisa ou quem sabe a mulher já tivesse dito tudo que queria?!


    Off: Achei ótimo como rolou até aqui, mas também não vejo a Randall soltando a língua até porque ela é bem leal às famílias. Chloe por outro lado não vai falar mais do que deve aí, porque o “segredo” e quem sabe em outra oportunidade role uma conversa mais aberta num cantinho neutro/seguro.  @Bravos  se quiseres acrescentar algo blzinha se não a gente combina um papo sobre isso mais adiante dentro de jogo e estou curiosa com o desafio que vai rolar  Twisted Evil  Twisted Evil  What a Face






    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5477
    Reputação : 405
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Aeroporto de Dover  - Página 4 Empty Re: Aeroporto de Dover

    Mensagem por Bravos Sex Nov 25, 2022 11:41 am




    Axel Brown

    Axel observou toda a conversa impassível. A mulher fingia escutar, mas ela tinha um objetivo. Mal tinha paciência para o fingimento que tentava levar. Chloe deveria estar entendendo melhor como as coisas aconteciam dentro das pessoas. Quando os olhos da cahalith o buscaram, ele manteve um olhar sereno que encorajava a continuar. Há lutas que nós precisamos lutar sozinhos.

    Quando Randall se referiu a ele como passatempo, ele apenas sorriu amistoso. Randall era tóxica. Chloe respirou muito daquele veneno. Relações abusivas existem em todos os lugares. Entre o Povo não era diferente. Mas os anshega pareciam ser campeões nesse aspecto. A mão da cahalith o tocou de leve e Axel apenas acenou com a cabeça enquanto se afastava. No meio do aeroporto era improvável que eles tentassem algo de violento, mas o elodoth estava atento.

    Quando já longe do grupelho, ele suspira. — Tem lutas que a gente sabe que vai perder. Eu conheço bem elas. Tenho uma marcada para mais tarde, inclusive. - Sorriu um sorriso sem graça. — Eu posso não ser a pessoa mais indicada para dizer isso, pois devotei um bom tempo para cuidar da minha família. Mas a verdade, Chloe, é que seu relacionamento com essa mulher foi tóxico. Talvez você tenha conseguido ver melhor com os dons. Ela omite o tempo inteiro. Finge para poder conseguir o que quer. - Ele acende um cigarro. — Muitas vezes eles nem mentem, pois daí seria algo flagrante. Muitas vezes tudo está em escolher as palavras certas e dizer absurdos sob véus de normalidade. Ou contar as coisas pela metade para te tornar refém. - Ele sopra uma cortina de fumaça para o outro lado. — É por isso que eu odeio quem conta as coisas pela metade. E eu sei quando isso acontece.

    Podemos fechar What a Face






    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1988
    Reputação : 82

    Aeroporto de Dover  - Página 4 Empty Re: Aeroporto de Dover

    Mensagem por thendara_selune Sex Nov 25, 2022 8:13 pm




    Chloe Moore

    Ouvindo ele falar, Chloe sentiu os passos se alinharem aos dele. Não olhou pra trás pra se despedir de Randall e nem muito menos estudar sua reação.  — Obrigada Axel,- O tom dela é um sussurro cheio de emoção e gratidão. — Mas é verdade… Tudo que você falou…- Mordeu o lábio inferior. — Acho que eles ainda exercem muita influência na minha vida,  e é doloroso admitir. - Ele conseguiu ler muito sobre a relação que ela tinha com a família e aquilo a fez olhá-lo pela primeira vez como se tivesse realmente encontrado a tal linha que une urathas dentro de uma alcateia. — Cada coisa que ela disse, a expressão no rosto, o tanto que ela escondeu ou tentou camuflar só me serviu pra sentir que por mais que eu tente, talvez como Connor diz…- Ela para de falar e pareceu cansada.  — Vai ver eu to mesmo me prendendo a uma grande ilusão…- Eles sairiam dali, a ruiva iria esperar uma mensagem de William ou quem sabe a aquela altura seu primo estivesse no apartamento dela.



    OFF: Postei pra encerrar aqui e mais uma vez tenho que dizer que o post todo do aeroporto foi divertido pra mim. Ela com toda certeza voltaria de carona com Axel e depois ia resolver as demais broncas e creio que nesse meio tempo teremos noticias do tal primo cheers

    [/b][/color]






    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2816
    Reputação : 146

    Aeroporto de Dover  - Página 4 Empty Re: Aeroporto de Dover

    Mensagem por Wordspinner Dom Nov 27, 2022 5:55 am

    Chloe: Ele fica comigo e desculpe por fazê-los perder tempo, achei que valia a pena tentar conversar.

    "Passamos desse ponto senhorita Moore." Para ela, verdade.

    Chloe: Sinto muito por tudo e torço que fiquem bem

    Nenhum dos três homens reage. Mas ela balança a cabeça dizendo "Espero que perceba antes que seja tarde que está do lado errado. Vamos estar te esperando."

    --

    Quando os dois chegam ao carro podem ver três figuras esperando. Uma é imediatamente reconhecida por Chloe. Os outros dois parecem completos estranhos. Mochileiros claramente.

    Malcon conta a história de como chegaram até ali e como foram prometidos mil euros para o casal de mochileiros fedidos. Eles realmente estavam ofensivamente fedidos. Porém, mesmo assim o cheiro do sangue de lobo era inegável na mulher.


    Off: O modo como vão lidar com os três, ou dois, ou um, é com vocês assim como em que cena preferem se preferem.


    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5477
    Reputação : 405
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    Aeroporto de Dover  - Página 4 Empty Re: Aeroporto de Dover

    Mensagem por Bravos Ter Nov 29, 2022 4:35 pm




    Axel Brown

    — Não há demérito nenhum em reconhecer as fraquezas. - A não ser que você seja um Iminir, completou ele mentalmente. — Mas há em não fazer nada sobre isso. Eu acredito que você vai conseguir se desamarrar desses grilhões. Mas não tente ter em uma manhã o trabalho de uma vida. - Não dá, também ele completou mentalmente.

    Eles seguem até o primo de Chloe e seus dois colegas fedorentos. A mulher é sangue de lobo. Será que ela sabia disso? Será que Chloe sabia disso? O olhar de Axel a inquere. Infelizmente ele não podia falar dentro da cabeça dela, mas acreditava que ela iria entender. Talvez William havia dito algo. — Axel Brown. - Ele estende a mão para Malcon e depois para os dois. — E vocês? - Espera eles se apresentarem, mesmo que apenas o nome. — Talvez fosse melhor descansar um pouco e comer e daí conversamos sem pressa. Ou vocês têm outros planos? - Jogou verde.






    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1988
    Reputação : 82

    Aeroporto de Dover  - Página 4 Empty Re: Aeroporto de Dover

    Mensagem por thendara_selune Sex Dez 02, 2022 1:13 pm




    Chloe Moore

    As palavras de Randall ficam ecoando enquanto a ruiva se afasta, mas preferia morrer do que mudar de lado. Nunca compactuaria com o que viu no celeiro, a verdade é que aquela coisa faminta que devorou aqueles inocentes se agitou por dois segundos dentro dela e era complicado admitir ter medo que acabasse sendo puxada para um caminho cruel. Lembrou do sítio e da loira sem nome, tanto para saber e caminhos confusos demais surgiam ao mesmo passo que precisava resolver a situação do primo.


    ****


    "—Não há demérito nenhum em reconhecer as fraquezas. - não ser que você seja um Iminir, completou ele mentalmente. — Mas há em não fazer nada sobre isso. Eu acredito que você vai conseguir se desamarrar desses grilhões. Mas não tente ter em uma manhã o trabalho de uma vida. - Não dá, também ele completou mentalmente"


    Chloe tinha a impressão que, desde que chegou em Dover nunca tinha conversando assim com Axel, ela sentia medo de tudo e desconfiava dos outros meses atrás. Quando a levaram de casa daquele jeito e viu aquela cena de horror no sítio chegou a desconfiar até do interesse de James nela.  Mas depois de tudo percebeu que a única que devia temer era a si mesma porque não conseguia admitir o quanto estava encarcerada e sufocando tudo por se sentir culpada. Agora ouvindo as palavras dele sentia algum alívio em saber que mesmo sem terem conversando tão abertamente antes, o uratha ali talvez fosse tão tocado pelo próprio augúrio que conseguia enxergar Chloe além da cortina de fragilidade que ela vestia de propositalmente. — Eu tenho que aprender a reconhecê-las e moldá-las para defender tudo que acredito. -Murmurou um tanto envergonhada pelo peso que as palavras tinham, mas que para ruiva eram certeiras. Quanto mais tinha medo de admitir tudo que sentia, mais fraca seria e ao que parece precisava abraçar tudo como se pudesse devorar toda a fúria do mundo em uma abocanhada. Se continuasse a fraquejar, a sentir as pernas tremerem antes de uma decisão e ficar se escondendo atrás das incertezas nunca ia conseguir proteger ninguém muito menos a si mesma. "Sorrisinho afiado e cheio de certezas entrelinhas abriu uma das minhas portas, mas não é o suficiente pra ser maior e mais forte que tudo..." O pensamento se perde e ela voltava a dar atenção ao alfa.

    — Obrigada Axel.-  Apertou o braço dele com carinho. — Connor abraçou o mundo que o segue, mas certa vez ele falou que nos prendemos a uma ilusão de normalidade, disse que “brincamos de casinha"-  O sorriso dela é piedoso, talvez consigo mesma. — Mas suponho que até ele está preso em grilhões e ainda não percebeu.- Todos eles estavam e isso incluía os puros. — Torço que vocês dois saiam desse desafio, renovados, fortalecidos, indiferente do resultado desejo que as coisas possam se alinhar.-  A gibosa piscou, deu um sorriso torto, mas um sorriso real, não um sorriso de fingimento. — Quero dizer que os dois apesar de serem opostos são justamente o que precisamos para continuarmos inteiros.-  A voz dela é um sussurro perto do ouvido de Axel.— Você e Connor são necessários para manter aquela alcateia viva…- Antes de falar mais  ela vê o primo. A ruiva sente o coração sair pela boca e corre até ele como fazia quando criança. O abraço  que ela dá no primo é apertado devia sufocar, mas não tanto quanto o fedor do casal ali.  Ao se afastar  enquanto Axel fala  a gibosa entendia o que ele pretendia e logo fazia sua parte pra ajudar. — Ele é um grande amigo e vocês dois aceitem um pouco de hospitalidade.- Chloe abria um sorriso acolhedor, a ruiva é marcante e chamativa como se fosse uma modelo perfeita de uma propaganda que faz você querer gastar com aquilo mesmo que seja algo fútil ou inútil de possuir. Lá estava ela sendo o oposto de inocente. Queira adoçar as palavras do  Elodoth. — Tenho uma clínica na cidade, uma ala de repouso temporário, podem descansar lá antes de partirem e bem sobre o dinheiro vão receber.-  A voz dela é doce como se mel vertesse dos lábios delicados. — Isso é coisa de um certo homem de cabelos escuros, olhos azuis intensos e sorriso cínico Axel.- Chloe falava claramente de William. — Está tudo bem e se quiserem, podem ir até lá e depois pegam um táxi para onde quiserem por nossa conta é o mínimo que posso fazer.- Deu um novo sorriso enquanto apertou o braço do primo esperando os dois ali responderem.

    Qual rolagem a gente pode fazer pra convencer esses dois ?






    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2816
    Reputação : 146

    Aeroporto de Dover  - Página 4 Empty Re: Aeroporto de Dover

    Mensagem por Wordspinner Sex Dez 02, 2022 8:51 pm

    Malcon receosamente olha da prima para o elodoth. "Bom dia, perdão pela imagem. Não é bem assim que eu tinha planejado. Tive que improvisar." Ele aperta a mão de Axel assim que se solta de Chloe, que ele tinha abraçado com um aperto grato. "Difícil acreditar que tô te vendo de novo."

    Eles aceitam o cumprimento do elodoth com pouca reserva, pareciam desconfiados, mas também aliviados. Um aperto aperto firme suado e um pouco pegajoso do homem e um aperto suave suado e pegajoso da mulher. Os dois pareciam assistem o sorriso de Chloe com diferentes reaçôes enquanto se apresentam. Ele a encarava com olhos escuros em um rosto longo e cuidadoso. Ela retribuia com calor amigável.

    "Meu nome é Bjorn Borgenson, essa é Saylin. O inglês dela é ruim. " mas o inglês dele era péssimo, carregado a ponto de rastejar de um sotaque duro e quadrado.

    "Gostaria de um banho." Ele diz assim que ela confirma o dinheiro. "Comida também."

    A outra não diz nada. Só olha de um pro outro tentando entender o que está acontecendo.

    Ela aperta o braço dele e homem cospe uma torrente rápida e fluida de palavras nela. Depois se vira para os urathas com um tom mais suave. "Obrigado por tirar a gente de lá, não queria ser deportado." Mesmo assim nenhum sorriso. Ele diz algo para ela e quando ela sorri para os urathas com clara gratidão ele sorri por um momento fugaz olhando para ela.

    "A gente pode ir para um lugar seguro? Eu tenho certeza que tão me seguindo e não to vendo nenhuma arma em vocês." As palavras dele finalmente traindo o nervosismo que o fazia olhar de um lado para o outro desde que chegaram procurando alguma coisa. "Não quero ser ingrato, mas parece que aqui é perigoso, muito crime em Dover." Ele diz com um sorriso amarelo. Uma palida sombra do homem que Chloe conheceu. Ou talvez só estivesse abalado e não quebrado.
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade
    thendara_selune
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1988
    Reputação : 82

    Aeroporto de Dover  - Página 4 Empty Re: Aeroporto de Dover

    Mensagem por thendara_selune Sab Dez 03, 2022 11:16 pm





    Chloe Moore


    Ainda no aeroporto


    Malcon receosamente olha da prima para o elodoth. "Bom dia, perdão pela imagem. Não é bem assim que eu tinha planejado. Tive que improvisar." Ele aperta a mão de Axel assim que se solta de Chloe, que ele tinha abraçado com um aperto grato. "Difícil acreditar que tô te vendo de novo."


    Ela entendia aquele sentimento que vibra nas palavras de Malcom. Durham é uma pequena cidade, para os Moore e Byrne é um pedaço de paraíso. As duas famílias mantinham o lugar sob tutela há tanto tempo que era impossível você não conhecer alguém ligado a elas de alguma maneira.

    A vida era boa, pelo menos para Chloe o mundo se resumia a viver naquele velho casarão, depois a escola para moças e em seguida a faculdade. Lembrou que foi a mãe que insistiu que a filha tivesse uma chance de cursar medicina para ser útil às famílias. Na verdade, ela muitas vezes nunca entendeu porque a mãe daria tal incentivo, tudo que Chloe tinha que fazer era obedecer, casar com quem mandassem e ter filhos para continuar a linhagem secular que é a chama norteadora daquelas famílias.

    CASAL:

    O casal, por sua vez, parecia inclinado a aceitar aquilo que os dois ofereciam. Os olhos dela percorrem sem pressa os rostos dos dois. Impossível não notar o semblante cansado do homem, imaginou que os dois passaram por maus bocados. O aperto dele gruda na mão da ruiva que não expressa desconforto, até o fedor deles se torna insignificante, a mulher faz Chloe dar um novo sorriso ainda mais acolhedor. Ele fala o nome e ela tem a impressão que o sotaque dele é forte e pesado aos ouvidos. — Chloe Moore.- O nome dito sem pressa ou disfarce. — Vamos providenciar o necessário na clínica, podem confiar.- Ela tem uma queda em ajudar os outros, especialmente quando parecem perdidos ou carregando uma pressão massacrante como aquele homem estava.— Vocês dois são parentes?- A pergunta foi movida pela curiosidade de entender a relação dos dois, afinal ela é uma sangue do lobo, mas ele não aparenta. — Não precisa agradecer.- De novo, as linhas de expressão perfeitamente alinhadas naquele rosto bonito de Chloe torna a tarefa de resistir a ela quase difícil.



    O primo parecia ainda não acreditar estarem seguros e ele não estava errado. — Nós vamos deixar os dois na clínica, em seguida você e eu conversamos melhor.- O tom sério se mescla ao olhar carinhoso dela. Ele nem de longe lembra o Malcom que conhecia, as coisas devem ter sido péssimas pra ele de um jeito que a ruiva só podia imaginar. Olhou Axel dando tempo dele falar enquanto pensa em como podem cuidar dos dois.


    Quando chegarem a clínica de Chloe



    Quando eles vão para a Clínica Chloe levaria os dois para seu escritório onde havia um quartinho de descanso privativo. Na mala ela tinha um kit viagem de cosméticos, afinal uma dama preparada tudo nem mesmo na adversidade esquece de detalhes, entregando a  Saylin um vestido que ela nem usou na viagem e falando pra Bjorn. Ela saia uns minutos da sala indo a cafeteria da Clínica, pegando refeições pra eles e levando em uma bandeja dispensando ajuda dos funcionários com um sorriso educado. Eles deviam estar acostumados com todo tipo de pessoas procurando atendimento ali. Lembrou que Maria enviava vez ou outra pessoas para serem atendidas assim como os Uivadores entram e saem dali sem dizer nada pra ruiva. Essa parte é um preço pequeno pra tudo que eles fizeram por ela, pelos Algozes e o mesmo valia pra qualquer pedido de Maria que ajudou com a loira através de um pedido de Axel meses atrás.

    — Posso providenciar que as roupas sejam lavadas, pode usar um dos scrubs daqui e em algumas horas mandamos roupas para vocês.- Amistosa e acolhedora era tudo que Chloe queria ser. A bandeja tinha carne, torradas, sopa, café  e fatias de torta de torta de mirtilo além de leite morno. A ruiva olha Axel e pergunta. — Eles precisam de cuidados, a gente pode ajudar da melhor maneira que pudermos. Querem receber em dinheiro?- A gibosa lembra que ao chegar em Dover recebeu ajuda, talvez aquilo fizesse o peso de seus pecados diminuírem um pouco. Ela caminha até o armário e pega um scrub limpo pro homem indicando aos dois o banheiro que ali fica. Chloe tinha decorado o lugar para ser um cantinho de descanso para ela mesma quando a clínica ficasse cheia e a ala coletiva de descanso estivesse ocupada por outros funcionários. Depois deixava com Axel fazer as perguntas e olhou o primo com preocupação zelosa. — Você precisa comer,- Sussurrou pra ele enquanto a mão desliza pelo cabelo pintado de preto e faz uma careta boba. — tudo vai dar certo e vamos cuidar de você.- Aperta a mão dele com carinho empurrando pra ele uma xícara de café. Ela se contentou com o leite e enfiou o garfo na fatia de torta esperando o meia lua direcionar as coisas assim que o casal tomasse um banho decente.

    Imagens:





    /justify]
    Conteúdo patrocinado


    Aeroporto de Dover  - Página 4 Empty Re: Aeroporto de Dover

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Dez 05, 2022 2:26 am