Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    A alcateia que falta

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 127

    A alcateia que falta - Página 7 Empty Re: A alcateia que falta

    Mensagem por Wordspinner Seg Set 13, 2021 12:13 am


    Axel não vê nada errado no presente, exceto sua composição. Prata. Isso e os olhos atraídos pelo nome do irraka contraditoriamente famoso. Claro que eles estavam ouvindo tudo, não todos, mas alguns deles se interessariam. Especialmente aqueles como Brendan ou Ash e talvez o próprio William que tinha os olhos fixos no cahalith falecido.

    --

    As palavras de Axel fazem as pessoas irem do silêncio aos uivos, muitos tinham perdido companheiros a pouco tempo e suas dores ainda eram tão vivas quanto as dele. Em segundos os uivos enchiam a noite e faziam as chamas tremerem. Sob a meia lua a dor de Axel era ecoada em tantas gargantas. Não era o que ele tinha esperado e nem o que queria, teria sido muito melhor ver Francis levantar e gritar, mas ele foi obrigado a ver o cahalith afundando lentamente na terra enquanto os uivos se gravavam na sua memória.

    --

    Nestor é aquele que começa oficialmente a assembleia. Mas uma tradição que um ponto pacífico no momento. Não mais tão simples decidir quem era o mais renomado. "Estamos todos aqui porque somos Urdaga e não esquecemos o juramento da lua. É isso que nós une." Axel sentia o julgamento, mas os olhos do cahalith estavam nas duas alcateias que não eram do protetorado e depois em Connor. "Temos trabalhado juntos como nunca antes. Os Anshega nos forçaram a isso." Era verdade e tinha um gosto amargo. "Estamos aqui por nossos guerreiros caídos e nossos amigos e famílias perdidos. Estamos aqui por nossos crimes também." Agora sim ele olha para Axel, mas não só. Os olhos do ancião correm pela assembleia com poucas paradas.

    Brendan dá um passo a frente ficando ao lado dele. "Devemos começar pelo pior." A voz fria como gelo. Os olhos na meia lua. "É uma noite de justiça e honra. Mas uma noite de severidade e força." Ele olha para Axel e está claro que ele vai falar sobre punição e pecado. "Eu deveria ser só um ouvinte não, É?" William não espera permissão e não parece perceber que interrompia Brendan e continuou falando sem parar. "Acredito que todos vão concordar que um elodoth é o melhor para passar um julgamento, as leis estão em seus ossos. Mas aqueles que caçam nas sombras? O juramento está dentro do seu coração e temos um deles aqui a disposição, não é?" Ash estava literalmente com uma faca na mão pronta para fazer o homem pagar com sangue pela intromissão. Brendan era uma pedra imóvel e digna demais para demonstrar algo, já Nestor parecia esconder algum divertimento. Uma piada que só o velho entendia. Concordância e negação eram fortes entre os que não estavam acostumados com o Protetorado.

    Imediatamente Declan tenta avançar, provavelmente para se apresentar como o que Axel já sabia que era: Um Elodoth dos que caçam nas Sombras. Morte o segura. Imediatamente os olhos de Axel vão até Angelo, mas ele não está onde estava quando Nestor começou a falar. Os pensamentos de Shaw correm dentro da cabeça dele. "É você Axel, você tem que falar. Tem que mostrar para eles quem é e assumir a dor. A gente sabe que cê é bom nisso." O alfa faz um barulho na garganta como borbulhar.
    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5227
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    A alcateia que falta - Página 7 Empty Re: A alcateia que falta

    Mensagem por Bravos Seg Set 13, 2021 9:26 pm




    Axel Brown

    Um presente para Sam... Lobo Partido olha para Olhos do Céu com um misto de desconfiança e raiva. - Iremos perguntar isso diretamente para Olhos do Céu, acredito que ele adorará explicar o que tinha em mente, - Ele tinha uma porção de perguntas a mais para fazer também. - Deixe guardado, por enquanto. - Então Chloe conta da visita que recebeu e do que William havia contado. - Mais um motivo para conversarmos. - Preferia evitar falar ali. Sabia que todos tinham ouvidos muito bons para escutar o que quer que fosse. Retribui o toque de Chloe somente pelo tempo o bastante para não ignorá-la. A cerimônia iria começar.

    * * *

    Os uivos que prencheem a noite não preenchem o vazio deixado pelos mortos.

    * * *

    A reunião começa e ele pode sentir os olhares sobre si. Logo fica claro que aquela seria uma reunião de julgamentos. E Lobo Partido escutava de olhos fechados as palavras de Voz do Inverno, sabendo que eram para ele. Quando a voz de Olhos do Céu chega ao seus ouvidos ele suspira fundo. O que aquele paspalho esperava obter com aquilo? Lobo Partido abre os olhos devagar. A voz de Shaw dentro da sua mente, enquanto mais atrás ele se engasgava com sangue, muito provavelmente.

    O elodoth dá um passo à frente. - Lobo Partido, dAqueles que Caçam nas Trevas, elodoth. - Ele se apresenta mais para as alcatéias que não são parte do protetorado, embora já se conhecessem depois de tanta luta. - Voz do Inverno solicitou que começássemos pelo pior. O pior crime. Nós iniciamos o Juramento da Lua dizendo que nós devemos caçar. Nossos mortos e nossos corpos excessivamente dilacerados são a prova evidente e cabal que nenhum de nós transgrediu esse juramento. - Preâmbulos. - Daí então dizemos Imru nu fir imru. E sou eu o acusado. Como todos viram, nós perdemos Sorriso Sangrento. Sua morte chegou para nós num momento conturbado. Mortes nunca são fáceis, mas essa chegou num momento difícil. As circunstâncias como tudo ocorreu... Os parentes feridos, correndo risco de morte. - Ele para um momento e suspira antes de continuar. - Dentro de mim algo dizia que era preciso dar o troco. Um sentimento que muitos ou todos já devem ter sentido. O que estava ao meu alcance eu peguei como arma. - Seus olhos correm nos presentes que estiveram correndo com ele quando tudo aconteceu. - O plano era dar um golpe pungente e voltar. Assim foi feito. - Ele suspira de novo. - E então em pisei fora da linha. Uma fração de segundos, cegado pela vingança, e eu tirei uma vida que não deveria tirar. - Ele sustenta o olhar nos que o olham. - Não é como se tivesse sido fácil, mas agora eu vejo que deixei aquela sombra crescer sorrateira atrás dos meus passos. E desde então não há nada que eu faça que não seja coberto de remorso.

    - Deixo então aqui meu lamento, de alguém atribulado de dor, que foi fraticida. E me digo culpado, culpa que espero limpar, não só não tornando a errar, mas sendo exemplar em conduta e penitência. - Mea culpa, mea maxima culpa. - São minhas acusações e veredito e perante o protetorado aceito as sanções que forem decididas.






    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1577
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    A alcateia que falta - Página 7 Empty Re: A alcateia que falta

    Mensagem por Bastet Qua Set 15, 2021 12:55 am



    Samantha
    Doiley

    Sam suspira com a aparente boa fé de Chloe em William. A morena sabia que ele as podia ter matado, tanto durante quanto após os eventos no sítio, mas o fato de ele as ter deixado viva não diminuía a desconfiança. Ela tinha a impressão que pro uratha a vida dentro dela era mesmo importante, mas depois daquelas atitudes suspeitas com Aponi, Samantha não queria dar bobeira.

    Apenas assentiu pra ruiva e fez uma expressão surpresa com o que ouviu em seguida. Os olhos em volta, tentando perceber se alguém ouvia de forma muito perceptível a conversa ali. – Não fala merda, Chloe. Talvez você seja a única pessoa de lá que não mereça algum ruim bem no meio do rabo. – tomou cuidado pra não falar onde era “lá”, nos puros. Respirou fundo, sabendo que a irritação que estava sentindo não era com Chloe – Vamos dar um jeito nisso. Não aqui. Mas vamos, tá? – indicou com a cabeça um ou outro enxerido que percebeu ouvindo a conversa.

    Concordou quando Axel pediu pra guardar o presente. Não tava feliz em ir conversar com William. Não sabia se queria bater nele ou sair correndo da sua presença, mas não contestou a decisão do alfa.

    ---

    Durante o enterro, foi primeiro até Shaw. Tava com medo dele, o lobo podia sentir, e um pouco de raiva, mas se abaixou perto do solo remexido e pegou um pouco de terra, colocando na mão dele. Ele não podia ajudar a enterrar Franco, que morreu sob seu comando, mas poderia se conectar com a experiência de despedida jogando um pouco da terra e dizendo seu adeus, dali mesmo de onde estava. Depois, foi até Axel, apoiando a mão limpa no ombro dele e apertando de leve, enquanto via Franco ser enterrado. Não sabia realmente a dor de perder um membro da alcateia, mas sabia a dor de perder um amigo. Depois, quando os uivos se tornaram altos e tristes, ela caminhou até Connor, sem dizer nada. O abraçou por alguns segundos e, por fim, deu uma última olhada nele antes de voltar até Chloe, pra se certificar que ele tava inteiro.

    Talvez buscando absorver um pouco da tristeza deles e, ao mesmo tempo, querendo tomar mais alguns remédios pra continuar não sentindo nada por mais tempo.

    Ficou o restante do funeral ao lado da ruiva e também, cogitando se alguma língua seria cortada como na última reunião. Se encolheu de leve ao ouvir novamente o que tinha acontecido e ficou atenta ao julgamento que Axel dava a si mesmo. Como se redimia de uma morte? De tirar uma vida que pode, antes, ter tirado a de muitos outros?  

    Ankou
    Mestre Jedi
    Ankou
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1375
    Reputação : 55

    A alcateia que falta - Página 7 Empty Re: A alcateia que falta

    Mensagem por Ankou Qua Set 15, 2021 2:01 am


    Impossível não olhar de soslaio pro que Sam e Chloe faziam, mas ele preferia não se intrometer, nas verdade preferia passar invisível, superar o luto que sentia e seguir em frente.

    A coisa ficou muito pior quando ele entende o crime de Axel, o boné volta pra cabeça e o capuz também, ele escuta em silêncio com a cabeça baixa, nem percebe Sam se aproximar, o abraço dela tira um sorriso amarelo, mas é de alguma forma apaziguador, a mãozorra toca o rosto dela e puxa a cabeça inteira pra perto do peito a pressionando com carinho, ele beija o topo da cabeça dela antes dela partir de volta pro lugar reservado dos algozes.

    Ele fica por um tempo inquieto remoendo as palavras de Axel até que finalmente ele toma alguns passos ao centro, ele parece se importar pouco com a etiqueta que ele conhecia tão bem.

    - Irmão você pode assumir a culpa que quiser pra se sentir melhor e se redimir, podem te dar a punição que eles acharem mais digna, mas ninguém aqui comeu a mesma merda que eu e você. - Ele olha em volta pra todos eles sem pausa com um olhar incisivo e calmo, como se esperasse alguém contestar aquilo, até finalmente os olhos pousarem em Axel de uma vez por todas - Só a gente sabe como o Abominável cavou fundo. Eu não to aqui pra passar a mão na sua cabeça, só pra lembrar a eles antes que venham com todas as pedras na mão. - ele respira fundo e olha diretamente pros demais Elodoth presentes, um por um, mas eram os outros que pareciam deixar ele mais inquieto, os outros que entenderiam menos que os Elodoth, menos que ele próprio.

    Ele chega a levantar o braço bom como se fosse dizer algo mais, mas não eram palavras pro momento, então tudo que ele faz é dar meia volta e se colocar na mesma posição que estava antes.
    Connor Mcleary
    -Essência: 7/10
    -Dano: 5*/11






    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 127

    A alcateia que falta - Página 7 Empty Re: A alcateia que falta

    Mensagem por Wordspinner Qua Set 15, 2021 9:48 pm

    A maioria não parece incomodada com Axel tomando a palavra. Na verdade a maioria nem saberia que protocolos estavam sendo quebrados. Mas Brendan não pareceu se importar, ele nem pareceu estar ali. O rosto de Nestor se torna menos tenso ainda conforme Axel fala. No fim Brendan parece satisfeito até Connor quebrar também o protocolo. As palavras do lua cheia encontraram uma plateia muito menos receptiva.

    "Contribuiram muito mais do que deviam." Nestor não tem mais qualquer humor na voz. O rosto agora era sério e claramente ofendido. Mesmo assim nenhuma agressão na voz, diferente da postura de Ash que tinha passado de irada para positivamente assassina. "Saiam os dois daqui." Não era um pedido, não era nada perto disso. Dalia balançava a cabeça em negativa sem dizer nada. Os outros que caçam nas sombras tinham os olhos Connor, nenhum deles era gentil.

    William que parecia não ter se distraído com a lua faz uma reverência profunda e séria e muito respeitosa antes de sair sem qualquer palavra. Ninguém fala em defesa dos dois. Mesmo a expulsão tendo atraído mais de um olhar cheio de reprovação. Sebastian olhando para Connor por cima do ombro de Richard faz lentamente um sinal negativo com a cabeça. O lua cheia sabe que não tem mais espaço nenhum para falar.

    --

    Sem Connor e William na clareira Os Corvos novamente parecem no controle. Richard pede a palavra como alfa dos Seis Uivadores e a recebe mesmo estando claro de que queriam acabar logo com aquilo, talvez só por ter pedido do jeito certo. Ele anda até onde Nestor está e Klaus cai atrás dele. "Eu quero que o mais novo dos Uivadores, novamente aqui diga algumas palavras." Klaus que parecia estar completamente a vontade começa a falar em uma voz muito mais clara e motivada que a do seu alfa. "Todos que estão aqui sabem que o protetorado foi a única força na ilha a resistir aos Anshega e sua estrutura tem sido a ultima fortaleza para todos aqui." Ele não sorri, mas fala com orgulho como se não tivesse chegado ontem. "Porém todos da região sabiam da criatura e seus efeitos. Todos, eu digo, porque sei que foram alertados da loucura e sua húbris não deve atenuar seus crimes, essa arrogância poderia ter custado muito mais que uma vida Anshega. Muito mais que a pureza de um irmão. Uma escolha errada a se somar a outra." Ele olha para os que caçam nas sombras antes de olhar para os mais antigos. Não oferecia nada para amenizar suas palavras. "O que queremos dos pecadores, senão retidão? Respeito? Devoção ao juramento que nos separa dos ditos Puros?" Ele não espera respostas. Sabia que podia continuar já que tinha a palavra. "Um de nós falhou de novo. Mostrou fraqueza diante dos próprios sentimentos, frente as próprias escolhas desastradas e prepotentes. Mas se eu não vejo diante de mim um uratha que sofre pelo que quebrou, eu não vejo nada. Esse é o primeiro passo para todos aqueles que se deixaram enganar e saibam que não há segredos ou mentiras sob a Meia lua." Essa última parte parece uma ameça, é uma ameaça que começa em Axel e termina Brendan. "Eu não estou em posição de oferecer julgamento e sim instrução, minha porta está aberta aos arrependidos que possam deixar o orgulho para trás." Ele imediatamente faz uma pequena mesura e segue Richard para o seu lugar de novo.

    Amy a única outra alfa oficialmente no protetorado pede também a palavra. As mãos sujas de sangue. A etiqueta dita que ainda poderia falar, mas não anda até o centro, anda para perto de Axel. Ela fala baixo e com a voz cheia de emoção que ela não é boa em controlar como os senhores da tempestade. "Eu confiei em vocês e arrisquei minha pele e meus irmãos de alcateia." Qualquer um tentando ouvir conseguiria, exceto talvez os sangue de lobo longe demais. Os olhos dela fixos nos dele, a voz tremendo e a respiração rápida. "Eu e eles te ajudamos e demos a força que precisava e você pega isso e cospe no juramento por vingança." Ela pisca lentamente. "Eu tava lá quando você mudou. Nas duas vezes." Ela parece a um suspiro da violência. Axel não percebe, mas Sebastian está na frente dos algozes agora. "Eu quero ver você mudar mais uma vez." Ela fala de olhos fechados como se quisesse fazer alguma outra coisa e tivesse dificuldade de agir como decidiu. Ela espera uma resposta e demora alguns segundos para abrir os olhos.

    --

    "Depois de muito ponderar." Ele não tinha participado da tal ponderação, mas luas cheias e meias luas e luas crescentes. "Eu preferiria perder a minha mão, mas precisamos de todos os guerreiros inteiros." Ele mostra um garra feita de prata, uma única ponta afiada do tamanho de um dedo. "No primeiro dia de cada lua um dos nossos a sua escolha assiste você marcar sua pureza de novo. Ainda assim é um preço baixo demais. Klaus vai reavaliar seu conhecimento no fim do ciclo e quando ele estiver satisfeito os ciclos acabam." Eles esperam a resposta de Axel antes de prosseguir. Os assuntos do protetorado vão para as votações e os pedidos de adesão das duas outras alcateias. Shaw é favorável as duas assim como Richard e Amy, os últimos a votar são os Corvos e inesperadamente votam sim.



    Ankou
    Mestre Jedi
    Ankou
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1375
    Reputação : 55

    A alcateia que falta - Página 7 Empty Re: A alcateia que falta

    Mensagem por Ankou Qua Set 15, 2021 11:46 pm


    Connor parece fica visivelmente desgostoso com as palavras de Nestor, dá pra ver o queixo se enrijecer ainda que os olhos continuem tapado pelo gorro e a aba do boné, os olhares e reprovações que caiam sobre ela nem incomodavam, ele não sabiam nem perto o que era aquela coisa, o sentimento de ter um pedaço dele dentro de você, a boa notícia é que eles nunca iriam saber, aquilo de alguma forma era apaziguador, ver as coisas por um lado positivo.

    Ele se curva de leve e toca no boné como cumprimento, não menos respeitoso que o Farsil Luhal mais velho, definitivamente algo mais jovial e por que o juramento o obrigava, junto de uma paz perturbadora e repentina que dava pra ver do rosto.

    Ele anda no rastro de William - Amo vocês irmãos, se cuidem. - ele deixa as palavras no ar conforme sai, mas nem olha pra trás ou pra eles, era melhor assim, mais fácil sair dali sem fazer uma besteira que fosse se arrepender mais tarde.

    --

    Ele aperta o passo pra alcançar o Irraka mais a frente - Eu nunca te agradeci por ter salvo meu couro aquele dia, não fosse aquele disquinho maldito eu ia estar lá me fodendo junto com ele ou pior, provavelmente pior. - a tristeza na voz é real, a mão estendida pro Irraka também - Tudo que eu vejo é a galera colocando na sua conta, parece que agora na minha também, a verdade te torna persona non grata eu suponho. - as mãos se recolhem pro bolso, buscando algum conforto principalmente pro braço machucado.

    - Eu nunca vi minha mãe tão pistola na vida, caralho mano, ela puxou uma faca pra tu, tudo isso por causa do ódio herdado velho? - ele parecia transitar entre a curiosidade e divertimento, até que o semblante fica mais tranquilo.

    - Memórias perdidas em algum lugar, dadas pelo meu inimigo, pelo deus vermelho, pelo Trovão, não importa, você dentro do território dele falando que a mina não era dele, deve ter sido projeto social de combate a fome “Come Dover” - ele deixa o duplo sentido bem claro - Não é possível que uma prexe… Mulher tenha causado esse estrago todo, mas ele queria te partir em dois, até eu fiquei com vontade de dar na sua cara e eu nem tava lá, não eram nem meus sentimentos. - ele dá uma risada grossa e curta, mas não parece querer forçar o Irraka a responder nenhuma de suas “verdades”. - Sem julgamentos, eu sei como é ser jovem e burro ainda tenho bastante disso em mim. - ele fala sem vergonha nenhuma. - Mas é melhor você dar uma olhada qualquer hora porque você provavelmente deixou um Mcwood pra trás. - disseo ele nem tinha certeza, mas era no mínimo engraçado fustigar o Irraka.

    Dessa vez ele fica sério, de verdade, ele olha pra trás um instante - O que eles não estão vendo que você está. - não é nem uma pergunta é quase uma convicção que deixa Connor olhando com um bico em direção a William como se dessa vez esperasse uma resposta de verdade.

    Ele para e suspira no momento seguinte - Eu quero me juntar a você e Amy e Eadrick no “ataque trombadinha” - ele fala da coisa com um sorriso no rosto - A coisa já tem data e hora marcada, mas eu tenho certeza que você já sabe disso, você ganha um soldado, sem questionamentos, só minha parte honesta nos espólios e a gente vai humilhar eles, fetiches, grana, bebês, você nomeia, o que der pra arrancar deles. - em seguida silêncio a espera de uma resposta.
    Connor Mcleary
    -Essência: 7/10
    -Dano: 0/11






    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5227
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    A alcateia que falta - Página 7 Empty Re: A alcateia que falta

    Mensagem por Bravos Qua Set 22, 2021 1:35 pm




    Axel Brown

    Lobo Partido não fala nada depois da intervenção de Connor. Não exibe nem reação. Ele não pediu aquilo. Ainda que fosse obrigado a reconhecer a libertação que sentiu depois que aquela coisa foi caçada e, quanto a isso, ele era grato ao ex-irmão de alcatéia. Depois que eles saem, as discussões começam... E então finalmente terminam. Lobo Partido escuta tudo, sem dizer nada. As palavras de Klaus que poderiam ser tomadas como arrogantes, ele apenas a engole em seco. Ele não estava em posição de criticar a demagogia alheia. Ele só responde quando é Amy quem fala: - Para você só tenho desculpas e agradecimentos. Mas os demonstrarei com ações. - Ele diz, sem tocá-la.

    Nestor dita a punição. - Assim será. - Ele assente. Agora era hora de limpar sua Pureza.






    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2238
    Reputação : 127

    A alcateia que falta - Página 7 Empty Re: A alcateia que falta

    Mensagem por Wordspinner Qui Set 23, 2021 8:08 pm

    Amy olha para Axel procurando alguma coisa e quando vai embora não da para saber se encontrou. Porém um grande alívio segue a aceitação de Axel da sua punição. Depois disso algumas sentenças e dívidas são cobradas e um duelo por território é evitado quando Ash promete reivindicar o território conquistado com sangue assim que o assunto for resolvido. Nenhum dos desafiantes decide por testar a verdade daquilo. Gregory Hale e Rose Mayfair são apresentados a todos, dois urathas sem alcateia que não querem deixar a ilha.

    --

    William não para quando o lua cheia começa a falar, mas anda mais devagar. "Pouco interessa se é verdade ou não, tenho uma caixa cheia de mentiras que teriam deixado eles muito mais machucados. A gente colhe o que semeia então cuidado, algumas das pontes que você queimar não vai poder forçar de volta." Ele muda um pouco de direção. Bem pouco. "E a sua conta? Uma hora tem que pagar..."

    Connor escreveu: Eu nunca vi minha mãe tão pistola na vida, caralho mano, ela puxou uma faca pra tu, tudo isso por causa do ódio herdado velho?

    Ele parece completamente surpreso por aquilo e então disfarça. "Ela puxou mesmo? Deve ter sido só para marcar que interrupções poderiam ser resolvidas com violência dali em diante."


    Connor escreveu: Mas é melhor você dar uma olhada qualquer hora porque você provavelmente deixou um Mcwood pra trás.

    Ele sorri algo largo e afiado. "Então acreditamos em visões? Nem tudo que Sagrim-Ur mostra é a verdade do que aconteceu. Acha mesmo que Daniel me odiava? Acho que ele só me achava um pouco irreverente demais, sabe? O velho era apaixonado por ela. Completamente. Mais do que na Clera, mas você sabia? Nem eu." Ele dá de ombros como se não fizesse muita diferença.


    Connor escreveu:O que eles não estão vendo que você está.

    Ele não olha para trás acompanhando o Rahu. "Vem comigo." Ele muda de direção de novo. "Eu sei do que cê tá falando, mas meus filhos não vão. Fumaça disse que cê tava lá pra ajudar a dar vida a ideia dele. A gente trabalhou muito no passado, mas não tem lugar para urathas nesse movimento, claro que cê pode ir, mas eu tenho um voo pra fora daqui ainda essa noite eu e Richard. Garras de Ferro e não olhar curioso." Ele segura o ombro de Connor levantando a mão, mas sem parar de andar. "Eu gostei do nome que você deu, mas Marcado a Prata tá lá procurando um rei. Eles tão atraindo os filhos da puta mais ambiciosos que eles tem espalhados. O que corre entre eles é que o cara sabe que vai se ver livre da coroa aqui na ilha. Sabe o que eu sei? Vieram um monte de caras de fora, Os Cartwell? Americanos, um pé no saco e super competentes. O cara que morreu na caçada com você? Africa do Sul, era um sujeito decente e veio perder tudo aqui pra testemunhar a mudança. Tem até uma prima dinamarquesa da Lyall lá do outro lado. Humanos vão passar embaixo do radar e vão bagunçar o que puderem e deixar uns rastros falsos." Ele suspira incomodado. "Eles querem a ilha toda. Querem tudo. A gente tem muito o que proteger, deixa os caras se distraírem correndo atrás de lobo que nunca nem foi até lá. Não digo isso para cortar o seu barato, mas tá sozinho nessa soldado." Ele diz chegando perto de um carro velho conhecido de Connor. O carro dos Algozes. O homem que estava sentado no capo levanta e joga uma barra de ferro para William.

    "Rich, pega nossas coisas" Ele gira a barra nos dedos enquanto o outro homem vai se afastando e balançando a cabeça em afirmativo. "Cuidado, ele mente..." a voz grave cheia de diversão. "Isso doi." Ele toca a ponta da barra no próprio coração. "Sabe, Rei Vermelho, cê parece um tanto com a Monica. Ela era uma senhora quando eu conheci, mas fazia isso aí mesmo com a testa, tinha essa gravidade. Ela disse que sabia, sabia que o velho tava esperando ela passar pra 'conhecer' a Ariel. Ariel é a garota que cê quer saber." Ele faz aspas com a mão quando fala conhecer. "Ela era uma mulher e tanto, tinha uma mente especial." Ele fala com carinho. "Eu sei que tu não conheceu. Sei porque era o que? 60 e tantos? Eu não prestava atenção nas datas e essas coisinhas não existiam." Ele sacode um celular que tirou do bolso. "Cê deve ser neto da Ariel então... Me diz, você sabe..." Ele para de falar subitamente e aponta a barra na direção da reunião.

    Na direção dos algozes. Shaw sendo carregado de novo. Axel com sua punição cheirando a sangue andando a frente.

    "Não era minha intenção emboscá-los assim... Bom, era, mas só graças a minha agenda apertada." Ele fala como se fosse um pedido de desculpas e finca a barra de ferro no chão se apoiando como nela como uma bengala. "Querem me fazer perguntas?" O rosto cheio de antecipação. Os olhos inocentes sob a meia lua.
    Ankou
    Mestre Jedi
    Ankou
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1375
    Reputação : 55

    A alcateia que falta - Página 7 Empty Re: A alcateia que falta

    Mensagem por Ankou Ontem à(s) 4:18 pm


    William escreveu:"E a sua conta? Uma hora tem que pagar..."
    Ele continua acompanhando o Irraka e escutando atentamente as próximas palavras - Tudo que eu tenho feito é pagar meus boletos desde que essa merda toda começou. - ele soa induvidavelmente amargo e contrariado, mas parece não se deixar abalar por aquilo.
    William escreveu:"Ela puxou mesmo? Deve ter sido só para marcar que interrupções poderiam ser resolvidas com violência dali em diante."
    No momento seguinte ele ri do comentário de William sobre Ash mas não se pronuncia mais sobre.
    William escreveu:"Acha mesmo que Daniel me odiava? Acho que ele só me achava um pouco irreverente demais, sabe? O velho era apaixonado por ela. Completamente. Mais do que na Clera, mas você sabia? Nem eu."

    Connor mantém uma expressão meio blasé - Até os ossos, te odiava até os ossos. - ele interrompe brevemente, mas se cala logo em seguida e volta a escutar atentamente - Então é verdade… - Ele arqueia uma das sobrancelhas, desconfiado, mas a pose se desfaz, quando ele se dá conta de que o Irraka não tinha a menor obrigação de contar aquilo pra ele e muito menos motivos pra isso.
    William escreveu:"Vem comigo."
    Ele segue o Irraka mais de perto escutando ele falar de Fumaça e seu plano ou possível plano. - Boas chances de funcionar, mas não é só ele, vai dar merda porque vai ter gente botando a cara. - Connor parecia ganhar uma dimensão maior do assunto agora, era uma porra ter saído da reunião pela metade.
    William escreveu: Humanos vão passar embaixo do radar e vão bagunçar o que puderem e deixar uns rastros falsos.
    - É, to ligado, foi assim que eu vesti vermelho mano, mas como eu disse tem outras alcateias na jogada, isso vai dar merda, tem gente ambiciosa de verdade, ambiciosa pra caralho com outros planos, achei que pudesse tirar umas casquinha, mas a chacota com a malucona do Kinder Ovo nem vale o esforço. - ele diz parecendo conformado, fazendo a melhor escolha.

    Ele prossegue andando até se deparar com o outro cara e o carro - Se Franco tivesse vivo ele ia atirar em vocês por isso. - ele diz distante, sem sentimento, sem vontade nenhuma de impedir eles de levarem o carro, era menos uma dor de cabeça pra se preocupar, a porra de um carro de um defunto.

    ”Garras de Ferro” escreveu:"Cuidado, ele mente..."
    - Não é o que todos nós fazemos? - a pergunta retórica cheia de ironia, seguida ainda de mais ironia de William.
    William escreveu: Ariel é a garota que cê quer saber.
    - Clera, Ariel, Monica, todos nomes e rostos que eu vi nas memórias sabe-se lá de quem, nunca tinha ouvido falar delas até meu dia catártico em Londres. Ariel a louca dos cristais… - as últimas palavras é só ele jogando verde pra ver se tira alguma reação do Irraka, no entanto ele fica mais sério alguns instantes seguintes - Ela se foi, não sei em que circunstâncias, mas foi recente. - a voz toma um tom mais solene, ele queria saber mais sobre as mulheres, mas tinha certeza de que não haveria mais tempo a aquela altura.
    William escreveu:"Não era minha intenção emboscá-los assim... Bom, era, mas só graças a minha agenda apertada."
    - Sei de nada, acho que nem quero, deu certo? Por que eu tenho certeza que o Franco não tá naquela vala por culpa sua, e tenho quase certeza que o Shaw tá se esforçando pra se juntar a ele bem depressa. Porras de Suthar Anzuth - as últimas palavras saem cuspidas na primeira língua com alguma desaprovação, não porque achasse que não deveriam, ou por que não respeitasse os votos da tribo, mas por que de alguma forma eles estavam fazendo isso errado, morrendo como moscas, deixando tudo mais desprotegido como se pudessem se dar a esse luxo.

    - Boa viagem. - ele diz de maneira polida acenando pros dois urathas, não tinha mais nada a ser feito ali.

    --

    No momento seguinte ele se desloca em direção aos Algozes que deixavam a reunião - A gente precisa conversar, ele se dirige a Axel enquanto deixa Shaw se carregado na frente, mas não hoje, descansa mano. - ele olha em direção de Sam - Samzinha, quer dar um rolê? De deixo na casa. - E olha pra Axel de novo - Ela vai tá segura, entro pela 24th beirando o Parque Hyde, tu vai saber que sou eu. - Connor permanece silencioso esperando a resposta deles.
    Connor Mcleary
    -Essência: 7/11
    -Dano: 5*/12






    Bravos
    Semi-Deus
    Bravos
    Semi-Deus

    Mensagens : 5227
    Reputação : 391
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/311.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/912.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1312.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1711.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    Premiações :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh23.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh41.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh44.png

    A alcateia que falta - Página 7 Empty Re: A alcateia que falta

    Mensagem por Bravos Ontem à(s) 10:48 pm




    Axel Brown

    A reunião acaba e Axel respira de novo. Já marcado com a primeira das várias marcas que receberia. Do lado de fora, Connor, William e Richard. Connor fala primeiro. Diz que precisam conversar. O olhar de Axel que normalmente é cúmplice estava duro com faca afiada. Ele não responde, sustentando o olhar o tempo todo. Ele deveria dizer obrigado? Um convite para Sam. Axel olha para ela. Ele abre a boca para falar algo mas parece desistir. Um suspiro. - Faça como preferir. - Ele falar para Samantha, evidentemente.

    William fazia seu pequeno show. - Vamos começar pelo mais recente... Por que dar um bracelete de prata para Samantha? - Seu olhar fuzila o irraka apenas esperando ele se descuidar um pouco. Ele sabia que William era capaz de esconder todos os rastros, das suas palavras até suas microexpressões, mas ele era um caçador insistente, uma hora ele iria deixar uma trilha. Se ele desconversasse, perguntaria por quê dar um presente, então, por quê um bracelete, e então, por quê de prata? Até que estivesse satisfeito.

    - A outra pergunta que tenho para fazer é por que decidiram usar Chloe como uma porra de uma isca para puros sem nem sequer perguntar o que a alcatéia dela achava sobre isso. - Assim. Direto.

    Vou usar aqui tudo que for viável para farejar mentiras, meias verdades ou motivações: scent beneath the surface, prey on weakness, teste de empatia, teste de astúcia, teste de política, o carai de asa todo What a Face






    Conteúdo patrocinado


    A alcateia que falta - Página 7 Empty Re: A alcateia que falta

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Set 25, 2021 4:18 pm