Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    O Jogo dos Tronos - Felinight

    Wordspinner
    Antediluviano
    Wordspinner
    Antediluviano

    Mensagens : 3059
    Reputação : 170
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Wordspinner Ter Jan 16, 2024 9:26 am






    Gylen Snow


    O bastardo se surpreende com a chegada sorrateira do pai. Mas não era assustado o bastante para mover a adaga na hora errada. Nem irreverente o bastante para apontá-la casualmente para o senhor da casa.

    "Ouço suas palavras e faço delas meu caminho, lorde pai. Imploro, porém que olhe nossas pegadas até o momento e veja o sangue entre elas. Sangue nosso que merece resposta. A reputação de Arthur e Esdres feridas num rastro que leva até eles." Talvez Esdres tenha cavado a própria cova, mas se Gylen puder deitar Orten no lugar do irmão ele não vai hesitar. "A morte conveniente de Sor Woods e seus predecessores? Até mesmo reconhecer e cooptar Íris? Eles são ardilosos e capazes. Não tem medo de sujarem as mãos com sangue ou veneno. Lorde Stark será tanto um escudo quando o nosso Lorde Rei foi." Ele diz isso guardando lâmina em seu lugar. Não havia desafio. Ele confia que Beron acreditava ter algum controle, algum plano. Só queria que ele ouvisse e que as palavras do bastardo estivessem na memória dele. Um lembrete.



    DIA DO BAILE


    Gylen começa o dia com uma ronda no acampamento Felinight para aquecer as pernas. Ele olhava bem os servos e soldados. Cavaleiros e damas. Procurava algo fora do lugar. Alguma pista. Qualquer pista. Depois iria importunar Tasso por um cavalo. um cavalo específico. Queria ver fofinha e sentir seu pelo no qual ele logo estaria agarrado para voltar ao frio dolorido do norte. "Ela é boazinha, não é? Te da muito trabalho??" Esperava que não. "Vamos dar uma volta. Nós três. Antes coma alguma coisa e vou pedir dinheiro emprestado para meu irmão." Gylen iria até Esdres e não Arthur ou Lícia, que certamente tem a bolsa mais cheia, porque estariam sendo mais vigiados. Ou porque fariam mais perguntas sobre como ele gastaria o dinheiro. Álcool e subornos, provavelmente. Na pior das hipóteses levaria Tasso para tomar um copo do licor de Mayo. Na melhor das hipóteses veria algo que pudesse levá-lo a ação. Talvez ouvir o irmão mais velho ou quem sabe ver a janela de Linda. Ele só não podia sonhar com a sorte de ser atacado pessoalmente por um dos Lugus. Seria doce demais.

    Gylen para e ouve tentando saber se era seguro entrar nos aposentos do irmão. Não era. Nunca era. "Esdres, irmão. Preciso falar com você. Não, não pode ser depois. Mas prometo ser rápido." Ele diz ajeitando a espada na cintura antes de remexer a bengala.






    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12467
    Reputação : 120
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Ter Jan 16, 2024 11:57 am

    No curtidor, Asdulfor parece apreciar a qualidade da armadura ao compensar o home sem discutir preços. Em seguida, olha de um lado parea o moutro como se buscasse algo ou alguém.

    "Sabe se há algum curtidor disposto a aventurar-se para o Norte? São poucos os que ousam, mas estamos em busca de alguém para servir diretamente aos Felinights no Castelo dos Sussurros.

    Seria uma oportunidade valiosa, inclusive para novatos. Se tiver alguma indicação, seria de grande valia. Sou Meistre Asdulfor, servindo os Felinights."


    Ao finalizar sua fala, Asdulfor revela sua identidade na esperança de chamar a atenção do homem para suas necessidades.

    "Eu e Inês estamos bem, meu tio-avô! Entretanto, Inês, sendo uma banqueira e filha de um banqueiro, está disposta a investir em nossas terras apenas sob seus próprios termos.

    Se os resultados do investimento atenderem às expectativas dela, Breakstone Hill pode tornar-se uma cidade de destaque no Norte, equiparando-se à Casa Manderly no nordeste. As perspectivas são promissoras.

    Serei o próximo Lorde Felinight, então não hesito em ceder a ela o controle financeiro, confiando em que conduzirá isso com mais habilidade. No entanto, se eu contradizê-la, posso comprometer nosso relacionamento e arriscar o acordo matrimonial..."

    Apesar da lógica final estar correta, Asdulfor não parece satisfeito com a resposta de Arthur.

    "Leu todo o contrato? Compreende as diversas possibilidades? Temos inimigos em muitos lugares, e não custaria a eles nos prejudicar. Há inúmeras formas de as coisas darem errado.

    Veja o que aconteceu com Adan Dannet. Se algo ocorrer com Beron e você, Inês assumirá nossa casa, de acordo com o contrato. Já pensou nas ramificações disso? Ela, como proprietária dos Felinights, poderá se casar com quem desejar, tornando essa pessoa o novo líder da casa.

    Isso é inaceitável! Acredita realmente que nossos vizinhos e vassalos respeitarão o novo líder se não possuir sangue nortenho? Isso é inadmissível! Mesmo sendo uma situação difícil de ocorrer, não podemos simplesmente entregar nossa casa assim."


    O velho expressa sua preocupação, relembrando o sonho em que um dos Felinight é morto, tornando a situação ainda mais urgente.

    "Como Meistre e tio, dou esse conselho. Conversarei com Beron sobre isso. Não podemos ignorar essas possibilidades. Devemos reavaliar essa decisão, juntamente com seu pai. Não podemos permitir que nossa casa esteja vulnerável dessa maneira."

    Beron entãom surge de supetão abrindo a porta da carruagem bruscamente, ao ser interrompido por Beron, que demonstra desagrado pela conversa, Asdulfor responde com calma:

    "Ordens? Seu ouvido parece pior que o meu, apesar da idade. Não dei ordens a ninguém. Estava apenas cumprindo meu dever como o mais velho, tio e Meistre, aconselhando os membros de nossa casa.

    Nada mais, nada menos. Qual é o problema em traçar estratégias? Nossos inimigos tramam contra nós o tempo todo. Não podemos ficar inertes. E você ficaria ciente do que aconteceu aqui, pois tenho assuntos mais sérios para discutir com você."


    Asdulfor espera até que seus sobrinhos saiam e, em seguida, pede a Beron para fechar a porta antes de continuar a conversa.

    "Vamos conversar. Gostaria de concluir seu sermão? Estou insatisfeito com o rumo das coisas. Antes de tudo, me diga, o que fez nos últimos dez dias? Quando parou de me consultar para ações ou conselhos? As negociações comerciais foram as únicas ações tomadas? O que mobilizou?"

    Após as explicações, Asdulfor toma a palavra, revelando sua preocupação e um sonho que teve, no qual um dos Felinight é morto por uma flecha. Ele destaca a necessidade de reforçar a segurança e agir com clareza para evitar perdas irreparáveis.

    "Devemos fortalecer nossa segurança e deixar claro como as coisas devem ser conduzidas, caso não consigamos evitar isso. Não sei o que fazer...."

    O meistre suspira e se senta, visivelmente cansado aguardando o posicionamento de Beron.

    DIA DO BAILE

    Ao despertar no Dia do Baile, Asdulfor levanta-se cedo para alimentar seus leais companheiros, Rakashar e seu filho Balerion e Morghul. Parte da manhã é dedicada ao treinamento e à diversão com eles, porém, seu pedido a Lu Mei foi cancelado devido à escolha dela de participar do baile.

    Gaspar ainda não havia dado notícias, mas assim que teve a oportunidade, visitou as tendas de cada um para realizar uma vistoria e verificar como estavam os preparativos. Conversou brevemente com os soldados para obter informações sobre movimentações na área circundante do acampamento e, por fim, dirigiu-se a Meistre Rain. Ele havia desistido de presentear...

    "- Como estão as coisas, Meistre Rain? Lady Maria, como estão? Alguma queixa? E a saúde de Arthur? Precisam de algo em que eu possa ajudar?"

    A NOITE NO BAILE

    Ao cair da noite, Asdulfor acompanha os Felinights, vestindo um robe semelhante ao utilizado na audiência com o rei, mas com as cores invertidas. Enquanto o anterior era completamente negro, com detalhes em vermelho e prata, o novo robe do meistre apresenta uma divisão mais equilibrada entre prata, preto e com detalhes vermelhos mais pronunciados.

    Ao chegar ao local do baile, ele admira o bom gosto na decoração, cumprimentando devidamente os nobres, incluindo o Rei, a Rainha e seus filhos, especialmente o príncipe Jofrey.

    Asdulfor acomoda-se ao lado de Lícia, deixando Beron e Lady Maria no centro da cena.
    DariusNovadek
    Mestre Jedi
    DariusNovadek
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1497
    Reputação : 35

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por DariusNovadek Ter Jan 16, 2024 3:58 pm

    Gylen escreveu:"Irmão?" O bastardo tira os olhos da faca para ver bem o mais novo dos irmãos Felinights. "Vão haver boatos te seguindo por todos os cantos. Silenciá-los vai ser caro e vai exigir trabalho, crueldade e praticidade brutal." Ele aponta casualmente o velho com a adaga. "Ele talvez tenha a disposição moral para uma reputação ilibada. Mas você? Quantas amantes pretende fazer desaparecer? Quantos irmãos e pais e tios pretende enterrar? Quantas famílias difamar? Os rumores vão te seguir como moscas. Lutar contra eles realmente vale mais a pena do que ser você?"

    Esdres responde á sua maneira irreverente como sempre, sorrindo ao irmão, que até então tinha sido o único a prestar atenção ao que disse.

    - Se eu matasse todos os parentes que ficaram bravos com suas jovens donzelas se entregando a mim, nossas terras seriam desprovidos de plebeus homens meu irmão.. Mas não quis dizer isso, se um boato acabou com minha reputação em menos de um dia, porque um boato reverso não o faria voltar? Entende? Jogando o jogo deles.. Mas não é uma arte que domino, então não sei o que fazer..

    Logo em seguida de Arthur responder, pela surpresa de todos, seu pai entrou na carruagem, ligeiramente bravo com toda a situação. Pelo visto, todos ali estavam afetados por tudo o que estava acontecendo com a família. Beron chegou com seu comportamento nortenho de sempre, já ditando ordens e finalizando a reunião. Esdres tinha sido ignorado.

    Esdres não tinha esse costume, nem mesmo com seu pai, ser ignorado era uma facada em seu peito, ainda mais pelos seus próximos, e ainda mais com assuntos tão pertinentes.

    Pode ter sido o álcool em suas veias, ou mesmo o acúmulo de coisas negativas que vinham acontecendo com a família, com Esdres sendo a imagem de tudo. Esdres nunca tinha confrontado seu pai de fato, mas ser ignorado, e depois ainda ter seus planos de visitar Porto Branco cortados.. Aquilo não poderia continuar daquele jeito!

    "Não!"

    "Não!"

    "Não!"

    "NÃO!"

    Esdres se levanta num ímpeto violento, ele taca sua taça que acerta violentamente uma das paredes da carroagem de seu tio. Ele não espera nenhuma reação, começa a esbravejar, andando de um lado para o outro a passaos largos e rápidos.

    - Será que os ensinamentos que recebi no Castelo dos Sussurros foi errôneo! Pois foi me ensinado que os Felinights eram uma casa poderosa do Norte. Sinceramente, não estou mais acreditando nisso, fomos difamados por uma prostituta!

    Os pulmões de Esdres se enchiam fervorosamente, ele não deixava ninguém o interromper.

    - Agora tem isso! Que tipo de casa somos para nós termos que nos curvarmos a bel vontade de outra família?!? E digo mais, se eu fui rebaixado publicamente por um boato de que durmo com outras mulheres, porque uma mulher que já foi deflorada tem tanto valor?!?

    Quando Esdres viu ele já tinha falado, ele não queria ofender seu irmão, muito menos tinha algo contra Inês, pelo menos não até aquele momento.. Apesar de que as tais clausulas contratuais provavelmente foram redigidas por seu pai, não ela. Ele olha para Arthur, seus olhos tentam transitar da raiva para um tipo de pena. Mas sua voz ainda continua vociferante.

    - Não o quis ofender a você nem a Inês, meu irmão. Só proferi o que ouvi de sua boca. Mas o que eu quero dizer é você tem muito mais valor do que demonstra! Dê o seu devido valor!

    Foi então que ouviu seu tio-avô falando sobre alguma clausula onde a Inês seria a proprietária dos Felinights, que decadencia!

    - Eu ouvi direito, proprietária dos Felinights? Qual será a próxima coisa que iremos fazer então, nos curvar e abaixar nossas calças?

    ...

    Depois de toda a discussão, ele ainda fala com seu pai, sua voz já mais calma, mas carregada de raiva.

    - Pai, desde que cheguei aqui, fiz tudo como disse, exatamente como ordenou eu segui, como um bom filho. Agora você vem e cancela meus planos de ir a Porto Branco? O que eu fiz para você?
    DariusNovadek
    Mestre Jedi
    DariusNovadek
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1497
    Reputação : 35

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por DariusNovadek Ter Jan 16, 2024 4:57 pm

    DIA DO BAILE

    - As Irmãs Silenciosas trouxeram o caixão há dois dias. Já pedi para os meistres mandarem um corvo para a Casa Woods, então acho que eles já sabem... Acho que eles não se oporão à sua presença, Lorde Esdres.

    - Então aguardaremos vocês para seguir conosco de volta amanhã.. Alguém conseguiu definir a causa exata da morte dele?

    Esdres vê Walt ficando surpreso com Esdres cortejando a neta de Lorde Manderly, e fez Esdres se lembrar de sua briga do dia anterior.. Ele tinha dito metaforicamente que foi ensinado errado sobre os Felinights serem uma das casas mais importantes do norte, mas agora pensando bem.. Será que realmente Esdres supervalorizava sua casa?

    - Farei o melhor para entrega-la em mãos, Lorde Esdres.

    Esdres sorri amigávelmente ao seu próximo escudeiro.

    - Eu sei que fará, e sei que vai conseguir.

    ...

    Já no seu acampamento, Esdres começou logo a se arrumar para o baile. começou por um banho quente, até para tirar o restante de alcool do seu corpo. Ele conversava amigavelmente com suas aias, quando Gylen perguntou do lado de fora de sua tenda.

    "Esdres, irmão. Preciso falar com você. Não, não pode ser depois. Mas prometo ser rápido."

    Esdres responde de dentro da banheira.

    - Mas é claro Gylen! Que pergunta! Entre ai!

    Ele conversaria com Gylen ali mesmo, na banheira.

    Após Gylen ir embora, Esdres continua em sua tenda se arrumando para o Baile, um determinado momento pegou Daria pela mão e a fez rodopiar.

    - Você ficaria linda no Baile, é uma pena meu pai não levar você..

    Esdres chegou até em pensar em levar Daria, como um protesto a toda a movimentação que estava tendo sobre seu nome. Para "chutar o pau da barraca" mesmo, mas abandonou a ideia.
    Wordspinner
    Antediluviano
    Wordspinner
    Antediluviano

    Mensagens : 3059
    Reputação : 170
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Wordspinner Qua Jan 17, 2024 8:22 am

    Wordspinner escreveu:




    Gylen Snow


    A resposta de Esdres era exatamente desarmante. "Se alguém aqui soubesse jogar esse jogo não estaríamos nessa situação..." O bastardo resmunga frustrado. Impotente contra palavras afiadas.

    Então o bastardo se assusta com a resposta do irmão mais novo ao pai. O orgulho ferido do jovem nobre sangrava pelas paredes e empossava no chão. Então a fúria se esvai, escapando rápido assim como chegou. O que ele e Adulsfor diziam era grave e até um tanto assustador. Porém Gylen não sabia o que fazer exceto confiar neles.




    DIA DO BAILE

    O bastardo manca até a banheira calmamente. Já estava um pouco cansado da caminhada.
    "Irmão, eu vou dar uma olhada onde acho que Lugus ou Linda podem estar ou qualquer coisa perto disso e posso precisar subornar alguém. Ou comprar uma garrafa cheia de vinho." Ele seca o rosto teatralmente com um lenço para mostrar o calor. "Não estou acostumado com o sol escaldante dessa terra. Dez dragões são o bastante e eu lhe trago de volta tudo que não usar." Estava, muito mais confortável ali do que no frio do norte e Esdres sabia disso.

    "Vou tentar não arranjar nenhuma confusão e vou levar Tasso. Tem alguma informação que possa usar?"






    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5044
    Reputação : 374
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Alexyus Qua Jan 17, 2024 4:47 pm

    DÉCIMO DIA
    PEQUENA REUNIÃO COM GYLEN, ESDRES E ARTHUR & BERON

    Gylen foi levemente crítico, mas Esdres foi o primeiro a se revoltar. Apesar de não haver muito espaço no interior da carruagem, ele começou a andar de um lado para outro enquanto bronqueava com seu pai.

    Beron cruzou os braços e ficou ouvindo tudo, com sua expressão pétrea no rosto.

    Ao final, Lorde Beron dissse:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Vocês têm dúvidas. Compreendo. Vamos almoçar juntos amanhã e eu esclarecerei suas dúvidas.


    DIA DO BAILE
    ALMOÇO COM BERON

    Numa sala privativa na Estalagem Árvore Verde, Lorde Beron Felinight recebeu Meistre Asdulfor, e seus filhos Arthur, Beron e Gylen.

    A comida e a bebida servidas eram saborosas mas em quantidade moderada. Não apenas por causa do Baile da Rainha mais tarde, mas principalmente porque os assuntos a serem tratados ali eram mais importantes que a refeição.

    Com todos acomodados, Beron começou:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Vamos começar com o contrato com os Allafante. Meu tio sabe como meu pai era fraco e meus irmãos eram esbanjadores, e como nossa casa quase foi arruinada pelas ações deles. Foi meu contato com Henry Allafante que nos proveu os recursos necessários para manter a mina funcionando mesmo quando estávamos insolventes. Arthur foi estudar em Braavos sob a tutela dele devido a esse acordo, e muito oportunamente para todos, Inês e ele criaram afeição. Se Allafante morrer sem outros herdeiros, sua filha herdará as ações do Banco de Ferro que ele detém, mas mesmo que isso não aconteça, Allafante concordou em dotar uma quantia de ouro vultosa à Inês por ocasião de seu casamento. A própria Inês discutiu com Arthur os planos dela para investir essa quantia em Breakstone Hill e no Porto de Lícia para alavancar o comércio em nossas terras, com a condição de que ela controlará a aplicação dos valores, o que me parece razoável. Se ela e Arthur tiverem um filho, ele será o próximo herdeiro Felinight. Pelas regras de sucessão, mesmo que Arthur venha a morrer, uma mulher não pode herdar o título se houver outro parente masculino vivo, o que impossibilita Inês de controlar a Casa Felinight em definitivo. No caso do filho de Arthur ser muito jovem para exercer seu direito, ela será a regente dele até que ele complete a maioridade. Caso Arthur morra sem herdeiros, o sucessor da Casa Felinight será Esdres, mesmo que Inês mantenha o controle sobre Breakstone Hills como castelã. Ficou claro para vocês ou ainda têm dúvidas?

    Após qualquer disscussão sobre esse assunto ser encerrada, Beron passou a outro ponto:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Vamos falar das ameaças contra nossa casa. Achávamos que a fonte era a Casa Dannett, no que estávamos parcialmente certos, já que o jovem Adham nos acusou publicamente. Mas eu acionei contatos, paguei espiões e reuni informações, sem avissar qualquer um de vocês, já que estavam ocupados com seus próprios assuntos. Mas agora posso revelar tudo o que descobri.

    Beron começou a enumerar os pontos:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Primeiro, temos os Lugus. O mais velho é um idiota, mas Marita mostrou-se uma verdadeira devoradora de maridos, que morreram com uma regularidade suspeita. Mas o pior de todos é Orten Lugus. Acredito que ele conspirou para espalhar os boatos contra a nossa casa que despertaram as suspeitas de Adham. Eu paguei o dono dessa estalagem, Lyle Brewer, que por coincidência também é dono do bordel em frente, o Fonte de Jade, e ele me disse que Orten esteve no bordel meses antes e já tinha sido cliente de "Linda", que agora sabemos que é Íris Dannett. Para um filho sem perspectivas de herdar nada, seria vantajoso para ele eliminar Adham e casar-sse com Íris para herdar a casa Dannett e virar uma ameaça bem no nosso quintal. Por isso nós fomos o bode expiatório, para que ele pudesse se apresentar como o pacificador da questão, e para isso ele até fez amizade com Gylen. Mas as coisas saíram errado e ele teve que nos acusar publicamente perante o rei, numa última tentativa de cooptar Íris Dannett para seu esquema. Não tenho provas, apenas indícios fortes de que essa é a verdade, a qual devemos apresentar ao Lorde Stark para limpar nosso nome, como o Rei Robert ordenou. Lorde Lugus já não nos verá com bons olhos de qualquer modo, mas enquanto ele estiver distante nas Terras do Oeste, a cara feia dele não é uma ameaça para nós, mas é vital cortar os laços entre Orten e Íris. Matá-los vai apenas levantar novas suspeitas sobre nós e aumentar a chance de sermos penalizados, então temos que agir com mais finesse. Esdres pode se revoltar o quanto quiser com Íris acusar-nos mesmo tendo sido uma prostituta, mas ela ainda é filha de Lorde Dannett, assimo como ele é libertino e ainda é filho do Lorde Felinight. Não vamos ganhar essa discussão por esse caminho. Mas Gylen foi bastante persuasivo quando a visitou, por isso espero que ele consiga mexer com a cabeça dela e abalar a confiança que ela tem em Orten; destruir essa confiança seria ainda melhor.


    - Segundo, Cornell. Meus espiões, entre eles Gylen, me confirmaram que foi Cornell que nos chantageou com o sequestro do Rakashar. Como meistre Asdulfor deduziu, acredito que eles também tinham alguém com os lendários poderes de warg, talvez rivalizando com os de nosso tio. Mas até onde pudemos descobrir, Cornell nunca se aproximou ou teve qualquer contato com os Lugus. Talvez ele estivesse por trás da morte do Cavaleiro Raposa, mas é mais provável que tudo a ver com esse cavaleiro renegaado seja parte dos esquemas de Orten. Não consegui descobrir quais são os planos exatos de Cornell, mas enquanto ele estiver em Dorne, seus meios de nos afetar estarão limitados.


    - Terceiro, o Cavaleiro Morcego que derrubou Arthur  foi realmente enviado por Fenley York, de Braavos, numa tentativa de vingança. Falei com Henry Allafante para ver o que se pode fazer sobre isso, mas as leis de Braavos são diferentes de Westeros. Neste caso, concordo com o meistre de que é necessário aumentar a segurança ao redor do herdeiro de nossa casa. Por isso eu proibi Arthur de participar de outras provas desse maldito torneio e também o proibi de circular sem escolta. Não sei o que podemos fazer contra York, então reforçar nossas defesas é o melhor no momento.


    - Quarto, os boatos sobre Esdres que chegaram às netas de Manderly. Eram verdadeiros, mas isso é de menor importância. Esdres poderá ir até o Lorde Manderly em Porto Branco, e eu nunca disse que não poderia. Mas a prioridade é nosso posto avançado no Lago Longo. Com um porto ali operante, Esdres deverá ir até Manderly para negociar a rota comercial que queremos criar, ligando as duas costas do Norte, do Porto de Lícia até Porto Branco. Desse modo, você terá muito mais importância para se postar como um pretendente de valor para as netas dele. E não importa quais sejam as opiniões dela sobre você ser um devasso ou não, se o arranjo for feito, elas deverão concordar, e não fugir como a filha do Dannett. Claro que moderar seu comportamento libertino seria um bom primeiro passo para mudar sua reputação. Então faça o que eu lhe digo antes que feche essa porta com Manderly em definitivo.

    Beron tomou um gole de cerveja antes de continuar.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Sobre esse jogo que vocês acham que estamos perdendo, eu tenho jogado isso antes de vocês nascerem, e mesmo meu tio nunca teve de lidar com o que eu encaro. Matar sorrateiramente levaria um homem à forca ou à Muralha. Insultar outras casas na côrte ou perante os suseranos é o tipo de coisa que nos faria ganhar a inimizade duradoura de outras casas. E quanto a declarar guerra, vocês não medem as consequências do que issso ocasionaria. Eu lutei na Rebelião de Robert, lutei na Rebelião Greyjoy e finalmente dei fim à nossa disputa com os Bolton, e nada disso foi fácil ou agradável; muitos homens bons morreram antes que tudo acabasse. Eu não posso proteger todos vocês indefinidamente, e é esperado que vocês saibam lutar e se defender quando necessário, mas espero que aprendam a pensar bem antes de agirem.  

    Com um olhar de soslaio para Asdulfor, Beron concluiu:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Eu respeito suas preocupações, inclusive as premonições do meistre, mas certas ações não podem ser feitas sem consequências. Não quero perder nenhum de vocês por ações impensadas. Então falem comigo e me perguntem quando tiverem dúvidas. Não quero ninguém agindo pelas minhas costas. Foi por isso que exilei Cornell, e não quero ter que fazer isso com mais ninguém.


    GYLEN

    O bastardo Felinight não encontrou nada de estranho no acampamento de sua casa.

    Também não teve dificuldades em cavalgar quando Tarso lhe trouxe Fofinha, sua égua de confiança.

    Ele não encontrou nem o comerciante de bebidas Mayo Vierro nem Linda/Íris Dannett e nem nenhum de seus ex-amigos Lugus.

    Pelo menos não até o Baile da Rainha...

    ASDULFOR

    O  meistre Felinight circulou pelo acampamento, observando e falando com os soldados, que estavam de prontidão e ansiosos para voltar para o Norte.

    Gaspar ainda não havia regressado de suas explorações noturnas, e Lu Mei estava ocupada com uma profusão de tecidos para seu vestido de baile.

    O cão Ballerion, o felino Rakashar e o recém-cheado corvo Morghul seguiam o meistre até onde podiam, como leais companheiros.

    Sua visita ao Meitre Rain começou ao Asdulfor encontrar o colega meistre em roupas de baixo em sua tenda, ainda se vestindo.

    "- Como estão as coisas, Meistre Rain? Lady Maria, como estão? Alguma queixa? E a saúde de Arthur? Precisam de algo em que eu possa ajudar?"

    Meistre Rain foi respondendo enquanto vestia o manto cinza dos meistres.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Meistr12
    - A pressão sanguínea de Lady Maria se normalizou, acredito que o descanso e exercícios controlados estão ajudando na manutenção da gravidez. Arthur está forte como um touro, quase completamente recuperado e com poucas cicatrizes; não precisa temer pela saúde do herdeiro, ele está muito bem. Vou precisar falar com você quando começarmos a empacotar coisas para a viagem ao Norte, mas por ora estou deixando que todos apreciem o fim do torneio e o baile da rainha.

    ESDRES

    Após Gylen ir embora, Esdres continua em sua tenda se arrumando para o Baile, um determinado momento pegou Daria pela mão e a fez rodopiar.

    - Você ficaria linda no Baile, é uma pena meu pai não levar você..

    Daria rodopiou lentamente, sentindo um enjôo que quase a fez vomitar enquanto girava.

    Quando ela se recuperou, Daria respondeu a Esdres:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Daria_12

    - Você não vai querer irritar seu pai. E nem eu quero. Vou precisar da clemência dele quando ele souber da minha gravidez. Já contou para ele? 
    Wordspinner
    Antediluviano
    Wordspinner
    Antediluviano

    Mensagens : 3059
    Reputação : 170
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Wordspinner Qui Jan 18, 2024 10:48 am






    Gylen Snow

    DIA DO BAILE

    Gylen retorna feliz e satisfeito. Mais que isso, tinha dividido algumas canecas com Tasso e era engraçado comentar sobre as pessoas na rua com o cavalariço e ver como se comportava. O álcool sempre trazia algo a tona e o passo tranquilo de fofinha era um alívio que os acompanhava por todo o caminho. Era divertido julgar e analisar as pessoas por quem passavam e comentar em como seguiriam eles mesmos ou bons caminhos para fugir ou lutar e ver a mente ébria do menino deixar sair coisas que ele não teria dito de outra forma.

    Apesar de não ter avançado em qualquer direção Gylen retornava ao acampamento Felinight com o humor renovado e é assim que segue para o almoço em família. Renovado e descontraído.

    --

    O bastardo ouve o pai falar enquanto brinca com a comida. Ele sentia um misto de orgulho e despeito, ou talvez admiração e revolta. Definitivamente era uma surpresa e reforçava a confiança que tinha no pai. Mas também tornava clara a desconfiança do pai na discrição dos outros sentados a mesa, ou até de suas competências. Beron tentava não deixar isso claro. Tentava até fazer parecer que era culpa deles não terem sido incluídos. Envolvidos.

    Cornell era tão desprezível que esquecia que era parte da família. Esquecia que era seu tio. Esquecia que naquela mesa e dentro família muitos ainda o queriam bem contra sua própria razão. Cornell era um assunto a ser evitado por ele. O via como uma mão gangrenada e purulenta que devia ser arrancada para preservar o resto do corpo. Faria o que fez da ultima vez, cumpriria suas ordens o melhor possível e confiaria no julgamento de Beron e Adulsfor. Adulsfor o warg. Seja lá o que for isso. Porém se Orten estava envolvido com os Dannet e o cavaleiro raposa ele estava atrás dos Felinight a muito tempo e de muito longe. Gastando muitos recursos para nós fazer parecer culpados quando o veneno que usaram poderia ter sido usado na estrada levando a, no máximo, o enforcamento de alguns plebeus. Ele queria mais com os Felinights do que um bode expiatório. Gylen fez a anotação mental de prestar atenção nele.

    "Não me importa que ela seja castelã lá. Ou em qualquer lugar que possa ser." A sinceridade do pai o tinha deixado mais irreverente. "Não tive a chance de conhecê-la em Braavos, exceto pelos elogios e lamurias de Arthur. Garanto que vou fazer um esforço e vai ser bom falar braavosi com alguém de vez em quando." Ele não se importaria com Inês até ser tarde demais. Ele sabia disso. Sabia que não veria as garras dela então pra que se preocupar?

    "Porém, realmente acreditamos na inocência de Íris Dannet?" Ele olha em volta quando pergunta. Não que quisesse que ela tivesse sido culpada pelo assassinato do irmão. Não que ele achasse putas criaturas baixas e desprezíveis, ou mesmo "inadequadas". Afinal, Gylen tinha derramado muito sangue pela honra manchada de uma delas. "Ela é uma garota que se rebelou contra sua casa e usou tudo que tinha para sobreviver, deveríamos mesmo devolvê-la a sua família? É a melhor oferta que temos? Que ela seja mandada de volta ao pai para ser casada de uma forma ainda pior que a anterior?" Ele espera tempo o suficiente para as pessoas realmente ouvirem o que ele disse. "Casar com o jovem e eloquente Orten pode parecer uma opção muito melhor. Não importa muito se ela vai me ouvir ou não se a promessa de Orten tiver muito mais mel que a nossa."

    Ele pondera e espera que alguém tenha uma solução adequada. "E se a levássemos como 'refém'? Qual a palavra mesmo, quando uma casa cuida do filho nobre de outra para garantir seu bom comportamento? Posso fazer essa oferta e se não pudermos cumpri-la é só não me deixar saber disso até ser tarde demais. Não minto bem na língua de vocês..." Não mentia bem em língua alguma e certamente uma dama da corte e dos bordeis veria através de qualquer uma de suas artimanhas.

    Ele ouvia o pai tratar as preocupações de Esdres e queria ser útil. Não era. Mas estaria disponível mesmo assim. Seria bom ver a casa ganhando mais opções comerciais. Mais tipos de vinhos e comidas.

    "Agradeço pela confiança e proteção pai. Não causaremos problemas ou violência de forma leviana." Não tinha entrado em nenhuma briga e pretendia continuar assim. Pretendia também assistir o resultado.






    DariusNovadek
    Mestre Jedi
    DariusNovadek
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1497
    Reputação : 35

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por DariusNovadek Qui Jan 18, 2024 1:38 pm

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 _f475c10
    Esdres Felinight

    Hora:Almoço
    Día:10
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real





    No almoço familiar





    Beron não havia explicado nada na noite anterior, como sempre.. Mas dessa vez havia prometido dar explicações num almoço no dia seguinte. Esdres não gostou desse adiamento, mas realmente, ao acordar no outro dia, viu que aquela tinha sido uma descisão sábia. Esdres tinha acordado com os ânimos bem acalmados, e não pretendia ter mais uma briga familiar naquele almoço, além do mais, Esdres ficava com o humor melhor quando comia. E foi o que fez, enquanto seu pai fazia as explicações, aproveitava o tempo para comer. Adicionando seus comentários no momento correto.

    - Eu também não ligo de ela ser castelã em Breakstone Hills, ou mesmo que controle as finanças para que as mesmas sejam destinadas ao projeto dela. Que aliás, já salientei a todos aqui que é muito bom. O que não gosto é a ideia de parecer que ela decide pelos Felinights, ou não você meu pai, ou meu irmão quando virar Lorde. E sobre a sucessão, eu não almejo títulos nem terras, protegerei você e meu irmão com minha vida. Mas prezo pela ordem correta de sucessão, e pelo que Meistre Asdulfor disse, não é o que está disposto no contrato que ela redigiu.. Não é mesmo Tio?

    Ainda era estranho para ele Inês, através de seu pai, impor o amor da filha por condições em um papel.. Não que em Westeros não fosse assim, mas as negociações eram feitas através de acordos feitos sobre os antigos ou novos deuses, e não em papéis.. Esdres não era um religioso, mas via mais sentido na tradição de Westeros.

    Quando seu pai começa então a falar sobre todo o caminho de Linda e Orten, Esdres ouve com atenção todas as informações que seu pai levantou. Seu meio irmão também da sua opinião. Esdres da um gole na cerveja para limpar a boca da comida, pondera um pouco, e no momento oportuno, fala:

    - Eu também não concordo com a ideia de mata-lo, as suspeitas na hora cairiam sobre nós, mas precisamente sobre mim. Eu ia refutar essa ideia ontem antes do senhor chegar batendo os pés.. Mas agora ouvindo vocês falarem.. Me ocorreu uma idéia aqui.

    Esdres se ajeita na cadeira, para expor de maneira melhor seus pensamentos.

    - Vocês disseram que ela teve uma abertura melhor com Gylen, legal. E se ele não só conseguir desagregar Orten e ela, mas oferecer algo em retorno? Veja bem, com o jovem Dannet incapacitado, é bem provavel que Iris seja a herdeira das terras Dannets.. Trazer o Orten para suas terras acarreteria algumas coisas: lorde das terras ocidentais se tornaria um lorde dono de terras nortenhas.. Isso não seria bem visto por nenhum Lorde do Norte, os Dannets sofreriam preconceito com certeza.

    - Além do mais, os Dannets iriam sumir né, pois o filho da união entre Iris e Orten carregaria o nome da casa Lugus, mais um motivo do povo do Norte não gostar dessa idéia.. Então, como melhorar essa questão?


    Esdres então, num movimento de mão engraçado, aponta o meio irmão, que provavelmente estava dando um gole em uma cerveja ou vinho.

    - Gylen é a nossa resposta! Assumindo publicamente que ela trabalhou como prostituta, com certeza o valor de Iris para novos pretendentes caiu lá embaixo. Gylen tem sangue nortenho, não terá problemas com "estrangeirisse" no norte. Além do mais, como Gylen é um Snow, pode assumir o sobrenome Dannet e seu herdeiro será um Dannet, perpetuando assim a casa nortenha. Acredito que Lorde Dannet ficaria bem feliz em evitar que sua casa sumisse dos mapas.. Além do mais, é um ótimo casamento para Gylen, o que acha, meu irmão?

    - Porém, se não concordarem, ainda tem o Lorde Wyl, meu amigo. Ele é apaixonado por ela, e aceitaria se casar com ela na hora.


    Ele jogou a ideia no ar, e esperou a reação de todos.

    Depois ao ouvir Cornell ser mencionado, apertou sua mão em forma de soco.. Ele ainda não tinha descido por sua garganta, e toda bebida que ele tomava era ineficaz para derruba-lo, um dia ele ainda iria matar Cornell, sentia isso em seu coração. Mas nada disse, permaneceu calado, aproveitando do almoço até que foi mencionado de novo. Ele entendeu os planos do pai, que agora, dito calmamente, pareceram bem pensados.. Esdres estava numa ânsia tão grande de conquistar Wylla, ou até Wynafryd, que seus olhos se enuviaram neste quesito.

    - Eu entendi agora que explicou, meu pai. Realmente eu chegando lá em Porto Branco, com o porto já em funcionamento, terei mais vantagens ainda para por na mesa. As vezes, quando o porto estiver pronto, posso até convida-lo para visitar Lago Longo, para ele ver o que conseguimos fazer atravez de uma terra inabitada. Vou focar nisso então.

    Mas quando seu pai fala sobre Esdres se comportar, ele comenta numa voz acuada, mas sem deixar de fazer uma das brincadeiras suas:

    - Eu prometo me controlar, só não consigo prometer pelas mulheres hehe *Ele tenta concertar, para que seu pai não fique muito bravo* - Brincadeiras a parte, vou melhorar. E em minha defesa, só me deitei com Iris aqui no torneio, mas usaram disso para majorar minha libertinagem.

    Esdres bebe um gole de sua cerveja, que desce quadrada quando ele lembra da "Suruba" que teve com as plebéias na taverna após uma de suas vitórias.. Mas nada disse. Após todos concluirem, ainda faz um adendo, fazendo um gesto tipo um arco com a mão, englobando a todos.

    - Ta vendo? É isso que precisamos na nossa família, Diálogo!

    Diz com seu sorriso irreverente


    Na tenda de Esdres


    Com Gylen, Esdres fala:

    - Eu também estou sentindo falta do frio de nossas terras, meu irmão. Aqui eu fico melado o tempo todo.

    Ao ouvir a quantia que seu irmão pediu. Ele logo se levanta da banheira.

    - Mas é claro meu irmão! Venha, deixe eu pegar essa quantia para você *Ele vai pingando até o lugar escondido onde deixava seu dinheiro* - Tome, e não vá se embebedar, esse vinho aí ta caro demais. E sorte sua que não estou duro hein?!?

    Diz rindo enquanto o irmão sai.

    Depois do banho rodopia Daria, e ela quase cai de enjôo, Esdres imediatamente a pega, preocupado com a sua saúde, a sua pergunta, Esdres diz:

    - Olha que estou me habituando a confrontar meu pai hein? Mas estou brincando. Eu ainda não falei, e você não precisa se preocupar com a ira dele, não permitirei que ele faça mal algum sobre você. No máximo receberá alguns mal olhares.. Vou contar assim que sairmos da Capital, não é prudente contar aqui, tem muita coisa acontecendo.

    Falas
    NPCS/PJS/PENSAMENTOS



    Emme



    [/color]
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12467
    Reputação : 120
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Qui Jan 18, 2024 9:00 pm

    Após a breve conversa em sua carruagem, Asdulfor decide dormir para se preparar para o dia seguinte, que inclui um baile e um almoço onde Beron disse que esclareceria tudo. A noite foi tranquila, apesar dos percalços.

    No dia seguinte, após tudo o que foi discutido, Asdulfor levanta cedo e realiza um breve treino de combate com seus animais, coordenando-os de forma organizada através dos comandos de sua voz. Em seguida, ele vai até o Arsenal da família que foi levado para esta viagem, pega uma besta, carrega-a e arrisca alguns tiros em pequenos barris.

    Sabendo do que poderia ocorrer e seguindo o que seus sonhos indicavam, ele decide relembrar um pouco de seu tempo de soldado e volta a treinar, visando o futuro incerto e sombrio que suas previsões indicavam. Quando chega a hora do almoço, ele segue com os demais para a estalagem com Beron.

    Lá, ele ouve atentamente as explicações e esclarecimentos de seu sobrinho sobre tudo o que foi indagado.

    ...Pelas regras de sucessão, mesmo que Arthur venha a morrer, uma mulher não pode herdar o título se houver outro parente masculino vivo, o que impossibilita Inês de controlar a Casa Felinight em definitivo. No caso do filho de Arthur ser muito jovem para exercer seu direito, ela será a regente dele até que ele complete a maioridade. Caso Arthur morra sem herdeiros, o sucessor da Casa Felinight será Esdres, mesmo que Inês mantenha o controle sobre Breakstone Hills como castelã... Ficou claro para vocês ou ainda têm dúvidas?

    Asdulfor repete o final da fala que Beron proferiu:

    -Pelas regras de sucessão, mesmo que Arthur venha a morrer, uma mulher não pode herdar o título se houver outro parente masculino vivo, o que impossibilita Inês de controlar a Casa Felinight em definitivo. No caso do filho de Arthur ser muito jovem para exercer seu direito, ela será a regente dele até que ele complete a maioridade. Caso Arthur morra sem herdeiros, o sucessor da Casa Felinight será Esdres, mesmo que Inês mantenha o controle sobre Breakstone Hills como castelã...

    O velho cerra os olhos e encara Beron:

    -Isso não está no contrato, apesar de ser público e notório. Se eles estão de acordo com isso, não vejo problemas em pedir que essa cláusula seja inserida no contrato de modo claro. Entendo que existe confiança na palavra... mas eu prefiro não confiar em coisas jogadas ao vento.

    Todo o resto das informações que Asdulfor sabia ou desconfiava apenas se confirmaram. No entanto, Beron comete um ato falho e acaba revelando para seus filhos que Asdulfor é um warg.

    O velho tenta se manter impassível, torcendo para que não indaguem devido à quantidade de informações. Por outro lado, lamenta que Beron não pareça se preocupar com a possibilidade de um dos Felinights morrer; declarou que consequências às vezes são inevitáveis, o que fez o velho apenas suspirar.

    Sobre o conselho para saber lutar e se defender como puder, apenas aumentou o desejo do velho de lembrar de sua época como guerreiro. Iria se dedicar mais ao treino com a besta, pois manusear espadas já era demasiado para sua idade.

    No mais, as explicações agradam o velho, que sente um certo alívio.

    Os apontamentos de Gyllen Asdulfor não se meteu, deixaria que Beron respondesse. Já a indagação de Esdres era pertinente.

    -Sim, Esdres, a parte da sucessão não está no contrato, como falei e sugeri que fosse acrescentada.

    Os demais apontamentos para a sucessão dos Dannets por parte de Esdres também eram muito pertinentes, e Asdulfor parou para ouvir o que Beron tinha a dizer.

    Gyllen pode ser uma opção, assim como Lorde Wyll de fato.

    Ao final da reunião, o velho concorda com Esdres sobre o diálogo.

    -Diálogo é fundamental, e isso deveria acontecer mais comumente entre nós. As explicações são suficientes...

    Encerra ele de modo sereno.
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5044
    Reputação : 374
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Alexyus Qui Jan 18, 2024 9:24 pm

    Gylen escreveu:"Não me importa que ela seja castelã lá. Ou em qualquer lugar que possa ser." A sinceridade do pai o tinha deixado mais irreverente. "Não tive a chance de conhecê-la em Braavos, exceto pelos elogios e lamurias de Arthur. Garanto que vou fazer um esforço e vai ser bom falar braavosi com alguém de vez em quando." Ele não se importaria com Inês até ser tarde demais. Ele sabia disso. Sabia que não veria as garras dela então pra que se preocupar?
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Ela nos dá contatos e recursos dos dois lados do Mar Estreito. Por isso é vital que Arthur mantenha-se leal a ela. As exigências dela são tipicamente femininas, nada que Arthur deva ter tanto dificuldade de dar conta.

    Arthur fez uma careta.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 5580c210
    - Não é tão fácil assim, meu pai. Ela não é uma mulher westerosi. Inês tem uma mentalidade de braavosi elitista, ela sabe o que quer e é bem exigente...
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Trate de cuidar disso então!

    Asdulfor resumiu a situação:

    Asdulfor escreveu:Asdulfor repete o final da fala que Beron proferiu:

    -Pelas regras de sucessão, mesmo que Arthur venha a morrer, uma mulher não pode herdar o título se houver outro parente masculino vivo, o que impossibilita Inês de controlar a Casa Felinight em definitivo. No caso do filho de Arthur ser muito jovem para exercer seu direito, ela será a regente dele até que ele complete a maioridade. Caso Arthur morra sem herdeiros, o sucessor da Casa Felinight será Esdres, mesmo que Inês mantenha o controle sobre Breakstone Hills como castelã...

    O velho cerra os olhos e encara Beron:

    -Isso não está no contrato, apesar de ser público e notório. Se eles estão de acordo com isso, não vejo problemas em pedir que essa cláusula seja inserida no contrato de modo claro. Entendo que existe confiança na palavra... mas eu prefiro não confiar em coisas jogadas ao vento.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Ponha tudo por escrito. É assim que o Banco de Ferro gosta. Creio que Henry não fará objeções.

    Depois o assunto passou para Irís Dannett.

    Gylen escreveu:"Porém, realmente acreditamos na inocência de Íris Dannet?"

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Ninguém é inocente. Uma prostituta ardilosa é bem menos inocente do que uma donzela nortenha. Por isso você faz bem em pensar nos interesses dela para seduzi-la.

    Gylen escreveu:"Porém, realmente acreditamos na inocência de Íris Dannet?" Ele olha em volta quando pergunta. Não que quisesse que ela tivesse sido culpada pelo assassinato do irmão. Não que ele achasse putas criaturas baixas e desprezíveis, ou mesmo "inadequadas". Afinal, Gylen tinha derramado muito sangue pela honra manchada de uma delas. "Ela é uma garota que se rebelou contra sua casa e usou tudo que tinha para sobreviver, deveríamos mesmo devolvê-la a sua família? É a melhor oferta que temos? Que ela seja mandada de volta ao pai para ser casada de uma forma ainda pior que a anterior?" Ele espera tempo o suficiente para as pessoas realmente ouvirem o que ele disse. "Casar com o jovem e eloquente Orten pode parecer uma opção muito melhor. Não importa muito se ela vai me ouvir ou não se a promessa de Orten tiver muito mais mel que a nossa."

    Ele pondera e espera que alguém tenha uma solução adequada. "E se a levássemos como 'refém'? Qual a palavra mesmo, quando uma casa cuida do filho nobre de outra para garantir seu bom comportamento? Posso fazer essa oferta e se não pudermos cumpri-la é só não me deixar saber disso até ser tarde demais. Não minto bem na língua de vocês..."

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - A palavra que você procura é protegida. Sim, essa é uma possibilidade. Teria que ser decretada por nosso suserano, Lorde Stark.

    Esdres escreveu:- Eu também não concordo com a ideia de mata-lo, as suspeitas na hora cairiam sobre nós, mas precisamente sobre mim. Eu ia refutar essa ideia ontem antes do senhor chegar batendo os pés.. Mas agora ouvindo vocês falarem.. Me ocorreu uma idéia aqui.

    Esdres se ajeita na cadeira, para expor de maneira melhor seus pensamentos.

    - Vocês disseram que ela teve uma abertura melhor com Gylen, legal. E se ele não só conseguir desagregar Orten e ela, mas oferecer algo em retorno? Veja bem, com o jovem Dannet incapacitado, é bem provavel que Iris seja a herdeira das terras Dannets.. Trazer o Orten para suas terras acarreteria algumas coisas: lorde das terras ocidentais se tornaria um lorde dono de terras nortenhas.. Isso não seria bem visto por nenhum Lorde do Norte, os Dannets sofreriam preconceito com certeza.

    - Além do mais, os Dannets iriam sumir né, pois o filho da união entre Iris e Orten carregaria o nome da casa Lugus, mais um motivo do povo do Norte não gostar dessa idéia.. Então, como melhorar essa questão?


    Esdres então, num movimento de mão engraçado, aponta o meio irmão, que provavelmente estava dando um gole em uma cerveja ou vinho.

    - Gylen é a nossa resposta! Assumindo publicamente que ela trabalhou como prostituta, com certeza o valor de Iris para novos pretendentes caiu lá embaixo. Gylen tem sangue nortenho, não terá problemas com "estrangeirisse" no norte. Além do mais, como Gylen é um Snow, pode assumir o sobrenome Dannet e seu herdeiro será um Dannet, perpetuando assim a casa nortenha. Acredito que Lorde Dannet ficaria bem feliz em evitar que sua casa sumisse dos mapas.. Além do mais, é um ótimo casamento para Gylen, o que acha, meu irmão?

    - Porém, se não concordarem, ainda tem o Lorde Wyl, meu amigo. Ele é apaixonado por ela, e aceitaria se casar com ela na hora.

    O rosto pétreo de Beron se abriu num sorriso, como se Esdres tivesse matado uma charada.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Esqueça Lorde Wyll, ele não vai conquistar o coração de Íris facilmente. De fato, se Gylen estiver enamorado de Íris, seria fácil persuadir Lorde Dannett sobre esse casamento, principalmente se Lorde Stark decretar que a Casa Dannett nos atacou despropositadamente. Seria uma compensação pelos danos que eles nos causaram, e de fato parece improvável que Adham vá se recuperar totalmente de suas enfermidades. Mas guardem essa possibilidade para vocês e ajam com ela em mente. Temos de ser mais espertos que nossos rivais! 
    Wordspinner
    Antediluviano
    Wordspinner
    Antediluviano

    Mensagens : 3059
    Reputação : 170
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1012.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Wordspinner Sex Jan 19, 2024 2:11 pm






    Gylen Snow


    - NO QUARTO DE ESDRES

    "Estamos todos felizes por não estar duro e melado de me ver aqui." Gylen ri, era bom ouvir brincadeiras e saber que ninguém estava prestes a morrer. "É importado." Ele ri esperando o dinheiro.

    NO ALMOÇO

    O bastardo balança a cabeça entendendo o que o pai e o tio tinham dito. Porém pego de surpresa pela proposição do irmão e não consegue manter o vinho na boca. Engasga e tosse e cobre o rosto o melhor que pode. Tentando respirar. Iria dizer o quão absurdo era aquilo. Exceto pelo fato de seu pai responder antes mesmo de ele conseguir se recuperar o bastante para tal.

    "Eu... vou pensar. Vou pensar nisso."






    DariusNovadek
    Mestre Jedi
    DariusNovadek
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1497
    Reputação : 35

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por DariusNovadek Sáb Jan 20, 2024 1:26 am

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 _f475c10
    Esdres Felinight

    Hora:Almoço
    Día:10
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real


    Na tenda de Esdres





    "Estamos todos felizes por não estar duro e melado de me ver aqui."

    Esdres ainda complementa com mais uma brincadeira, enquanto voltava ao banho:

    - É verdade, mas infelizmente tenho que confessar que estou todo molhado com sua visita!

    E termina, dando uma grande risada.



    No almoço familiar



    "- Não é tão fácil assim, meu pai. Ela não é uma mulher westerosi. Inês tem uma mentalidade de braavosi elitista, ela sabe o que quer e é bem exigente..."

    Seu irmão, nas poucas vezes que contou histórias sobre sua estadia em Braavos, contou a Esdres ser tão sedutor e mulherengo quando ele, mas Esdres nunca tinha visto isso se concretizar em frente aos seus olhos. Arthur sempre se mostrava um homem que colocava dificuldades em primeiro lugar, as vezes se perguntava como ele tinha conquistado Inês. Após o comentário de Arthur, Esdres da uns tapinhas no ombro do irmão, e amigávelmente diz:

    - Se quiser meu irmão, posso lhe ajudar com isso dando algumas dicas. O motivo da minha reputação ter caído aqui na Capital ao menos tem serventia nesse assunto, posso te ajudar a conquistar ainda mais Inês.

    Aquele comentário, apesar de conter sempre a irreverência de Esdres, não foi proferido com o objetivo de humilhar ou desonrar o irmão, era uma oferenda de ajuda sincera.

    ...

    Esdres poderia brigar e se desentender quantas vezes quisesse com seu pai, mas era inegável a felicidade interna de Esdres quando via que o agradava. A busca pela aprovação de seu pai era imensa, mas era interna e Esdres agia sem se dar conta disso. Sorrindo, ele faz um gesto positivo com a cabeça, concordando em deixar Lorde Wyl de lado em relação a se casar com Iris Dannet. Ele ri de seu irmão se engasgando com o vinho, e ouve ele dizer que vai pensar sobre o plano. Após todos terminarem, ainda faz um comentário a seu pai.

    - Mesmo assim, acredito que poderia falar com Lorde Wyl durante o baile para conseguirmos algum benefício.. Eu recuperei a espada valiriana dele poxa! Todos aqui conhecem o ditado: "Um lorde pode preferir entregar um herdeiro do que uma espada valiriana. Pois um herdeiro pode se gerar outro, já uma espada valiriana não.".

    - Quanto uma espada valiriana custa? Uma fortuna! Não acho que isso deve ser resolvido apenas com lealdade eterna de sua casa para conosco. A casa Wyl fica em Dorne, muito longe de nossas terras para fornecer apoio militar imediato, sendo então impossível contar com ele para uma guerra.

    - Pensei em pedir a ele um navio tripulado. Ele pode mandar o navio direto a Lago Longo. Assim já começariamos nosso assentamento em Lago Longo com uma defesa aquática. O que acha, meu pai? É um pedido justo?


    Falas
    NPCS/PJS/PENSAMENTOS



    Emme



    [/color][/size]
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12467
    Reputação : 120
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Sáb Jan 20, 2024 12:28 pm

    - Pensei em pedir a ele um navio tripulado. Ele pode mandar o navio direto a Lago Longo. Assim já começaríamos nosso assentamento em Lago Longo com uma defesa aquática. O que acha, meu pai? É um pedido justo?

    Asdulfor para por um momento, penstivo enquanto coça a barba. Em seguida, uma expressão determinada toma conta de seu rosto.

    -Qual é a relação da Casa Wyl com a Casa Dayne? Ambas pertencem a Dorne. Beron, você possui alguma informação a respeito? Seria prudente consultar o Lorde Wyl, caso haja uma boa relação entre as duas casas. Poderíamos utilizar isso para interferir nos negócios de Cornnel com os Dayne. Considerando ainda o envolvimento de Sor Arn... Uma casa nobre com um juramentado poderia ser uma peça valiosa para influenciar os Dayne contra Cornnel. Mesmo que Arn esteja distante deles em termos de relações interpessoais.

    Devemos explorar todas as possibilidades ao nosso alcance para dificultar os planos de Cornnel. Lu Mei já mencionou ter visto ele conversando com, aparentemente, Lady Dayne em busca de alianças e negócios talvez? Sugeri a Arn que tentasse uma intermediação para promover algum comércio entre eles e nós. Mesmo que não tenha êxito, se Cornnel também não conseguir, consideraremos isso uma vitória inicial. Não duvido que, se ele tiver total liberdade e facilidade, seja capaz de influenciá-los contra nós.

    Asdulfor pausa por um momento, consciente do perigo que novos inimigos podem representar.

    -E mais inimigos é o que menos precisamos no momento...
    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5044
    Reputação : 374
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Alexyus Qui Fev 08, 2024 3:11 pm

    - Mesmo assim, acredito que poderia falar com Lorde Wyl durante o baile para conseguirmos algum benefício.. Eu recuperei a espada valiriana dele poxa! Todos aqui conhecem o ditado: "Um lorde pode preferir entregar um herdeiro do que uma espada valiriana. Pois um herdeiro pode se gerar outro, já uma espada valiriana não.".

    - Quanto uma espada valiriana custa? Uma fortuna! Não acho que isso deve ser resolvido apenas com lealdade eterna de sua casa para conosco. A casa Wyl fica em Dorne, muito longe de nossas terras para fornecer apoio militar imediato, sendo então impossível contar com ele para uma guerra.

    - Pensei em pedir a ele um navio tripulado. Ele pode mandar o navio direto a Lago Longo. Assim já começariamos nosso assentamento em Lago Longo com uma defesa aquática. O que acha, meu pai? É um pedido justo?

    Beron sacudiu a cabeça lentamente:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Não é uma ideia de todo ruim, Esdres. Um lorde desisitiria mais facilmente de um herdeiro que de uma espada valyriana, pois ele podde fazzer outros herdeiros mas não poderia adquirir outra espada desse aço. Lorde Tywin Lannister já tentou várias vezes comprar uma e não conseguiu. Um navio tripulado é bem pouco comparado ao valor da herança dele, mas não sei se ele poderá atender o pedido imediatamente. Na verdade, é melhor que não o faça até termos o porto já construído.



    -Qual é a relação da Casa Wyl com a Casa Dayne? Ambas pertencem a Dorne. Beron, você possui alguma informação a respeito? Seria prudente consultar o Lorde Wyl, caso haja uma boa relação entre as duas casas. Poderíamos utilizar isso para interferir nos negócios de Cornnel com os Dayne. Considerando ainda o envolvimento de Sor Arn... Uma casa nobre com um juramentado poderia ser uma peça valiosa para influenciar os Dayne contra Cornnel. Mesmo que Arn esteja distante deles em termos de relações interpessoais.

    Devemos explorar todas as possibilidades ao nosso alcance para dificultar os planos de Cornnel. Lu Mei já mencionou ter visto ele conversando com, aparentemente, Lady Dayne em busca de alianças e negócios talvez? Sugeri a Arn que tentasse uma intermediação para promover algum comércio entre eles e nós. Mesmo que não tenha êxito, se Cornnel também não conseguir, consideraremos isso uma vitória inicial. Não duvido que, se ele tiver total liberdade e facilidade, seja capaz de influenciá-los contra nós.

    Asdulfor pausa por um momento, consciente do perigo que novos inimigos podem representar.

    -E mais inimigos é o que menos precisamos no momento...

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - A Casa Dayne pode ser estratégica no nosso plano para o porto de Lícia, pois qualquer navio mercante que enviemos para o Mar Estreito teria que contornar Dorne até estabelecermos a rota comercial através do Lago Longo. Arn é uma ferramenta providencial para estabelecer essa relação com a casa de Alto Ermitério, mas não podemos exigir que cortem relações com Alcanceleste, mesmo porque Cornell é apenas uma espada juramentada de Lorde Fowler. O mesmo vale para a casa Wyl, podemos influenciá-los mas não ditar-lhes ordens. E conseguiríamos reagir melhor aos planos de Cornell se soubéssemos quais são, o que até agora não descobri... 
    DariusNovadek
    Mestre Jedi
    DariusNovadek
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1497
    Reputação : 35

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por DariusNovadek Sáb Fev 10, 2024 1:28 am

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 _f475c10
    Esdres Felinight

    Hora:Almoço
    Día:10
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real



    No almoço familiar



    "- - Não é uma ideia de todo ruim, Esdres. Um lorde desisitiria mais facilmente de um herdeiro que de uma espada valyriana, pois ele podde fazzer outros herdeiros mas não poderia adquirir outra espada desse aço. Lorde Tywin Lannister já tentou várias vezes comprar uma e não conseguiu. Um navio tripulado é bem pouco comparado ao valor da herança dele, mas não sei se ele poderá atender o pedido imediatamente. Na verdade, é melhor que não o faça até termos o porto já construído."

    Esdres sabia da importância de uma espada Valyriana, e era justamente por isso que tinha pensado em um navio. Parecia que, pelo menos ali no almoço, Esdres estava acertando em todas as suas respostas.

    - Então vamos logo pedir dois navios tripulados ao invés de um só! Pensei que se aproveitasse o baile para fazer o pedido pessoalmente, o pedido surtiria mais efeito e fosse mais difícil de ser recusado. Mas se o senhor acha que devemos fazer o pedido posteriormente, acato sua descisão.

    Falas
    NPCS/PJS/PENSAMENTOS



    Emme



    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12467
    Reputação : 120
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Sáb Fev 10, 2024 11:35 am

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Asdulf14
    Meistre Asdulfor

    - A Casa Dayne pode ser estratégica no nosso plano para o porto de Lícia, pois qualquer navio mercante que enviemos para o Mar Estreito teria que contornar Dorne até estabelecermos a rota comercial através do Lago Longo. Arn é uma ferramenta providencial para estabelecer essa relação com a casa de Alto Ermitério, mas não podemos exigir que cortem relações com Alcanceleste, mesmo porque Cornell é apenas uma espada juramentada de Lorde Fowler. O mesmo vale para a casa Wyl, podemos influenciá-los mas não ditar-lhes ordens. E conseguiríamos reagir melhor aos planos de Cornell se soubéssemos quais são, o que até agora não descobri...

    Asdulfor Sorri:

    "Beron, se há algo que Cornnel não está fazendo é cuidar dos interesses de Ancaleste, mas sim dos seus próprios. Ele é egoísta por natureza... Mas enfim, tenho apenas mais um assunto para tratar com você." O velho assumiu uma expressão séria. "Quero permissão para ficar alguns dias a mais aqui. Tenho buscado muitas coisas que podem ser de grande valia para nós, e acredito que em alguns dias conseguirei o que desejo. Em seguida, seguirei para o norte. Peço que permita que Lu-Mei e Gaspar fiquem comigo. Rakashar e Balerion voltam com vocês. Só preciso de alguém para cuidar deles. Pensei em você, Esdres. O que me dizem, Beron e Esdres?"

    Encerrava Asdulfor aguardando uma resposta de Beron e Esdres.
    DariusNovadek
    Mestre Jedi
    DariusNovadek
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1497
    Reputação : 35

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por DariusNovadek Qua Fev 14, 2024 12:40 pm

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 _f475c10
    Esdres Felinight

    Hora:Almoço
    Día:10
    Clima:Ameno
    Lugar:Porto Real



    No almoço familiar



    "- Rakashar e Balerion voltam com vocês. Só preciso de alguém para cuidar deles. Pensei em você, Esdres. O que me dizem, Beron e Esdres?"

    Esdres apenas respondeu com um olhar imaginativo.

    - Mas é claro tio! Se meu pai permitir é claro. Vai ser legal eu sendo ladeado por eles, vai reforçar a ideia do "Cavaleiro Gato do Norte". Depois só me passe as instruções por favor.

    Falas
    NPCS/PJS/PENSAMENTOS



    Emme



    Alexyus
    Semi-Deus
    Alexyus
    Semi-Deus

    Mensagens : 5044
    Reputação : 374
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Alexyus Dom Fev 25, 2024 8:09 pm

    Beron ouviu o pedido de Asdulfor e o comentário de Esdres, mas sacudiu a cabeça.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 RLDn6AH
    - Pode ficar na capital se quiser, meistre Asdulfor. Estaremos bem assessorados com Meistre Rain. Podemos levar o cachorro Balerion, mas o gato-das-sombras é um animal selvagem. Ele pode assustar nossos soldados e também os aldeões que queremos recrutar. Se for ficar por aqui, o felino Rakashar vai ficar com você também.
    Conteúdo patrocinado


    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 47 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sáb Mar 02, 2024 10:48 pm