Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).

Links úteis Anúncios Redes Sociais
31/03 - Novo quadro de anúncios.
31/03 - Mesas com mais de 2 meses SEM postagens serão automaticamente arquivadas.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE MAIO
Mesas que forem abertas para serem jogadas em outras plataformas
serão excluídas do fórum.

ATUALIZAÇÃO DO MÊS DE JUNHO
A partir de agora somente mestres com mesas ativas no fórum terão o nick laranja
para ficar mais fácil a distinção. Fiquem atentos que em breve teremos
um novo modelo de pedido de mesa!




 

    O Jogo dos Tronos - Felinight

    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 4499
    Reputação : 320

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Alexyus Qua Jul 26, 2023 12:50 pm


    Os Felinight assistiram juntos, sentados na arquibancada dos nobres, enquanto os eventos do nono dia do torneio se seguiam, até a última justa.

    Foi somente quando o Rei Robert levantou-se e se retirou junto com a família real que Lorde Beron deu o comando para que também eles, os Felinight, seguissem rapidamente atrás do cortejo real. Lorde Beron e Lady Maria, juntamente com Lícia e Arthur, entraram na carruagem do senhor de Felinight, enquanto Esdres e Gylen foram na carruagem do meistre Asdulfor. O cortejo real era ladeado por vários mantos dourados, e os cavaleiros da Guarda Real que não tinham competido naquele dia faziam o comando da escolta, de modo que nenhum soldado da casa Felinight os acompanhou rumo à audiência.

    Enquanto os veículos e montarias entravam na cidade pelo Portão do Leão, eram saudados por dois gigantescos leões de pedra, símbolos da Casa Lannister, guardando a entrada principal para a cidade. O acesso estava sempre aberto durante o dia para permitir a passagem e, uma vez dentro dos muros da cidade, eram notáveis os sons vibrantes e caóticos do comércio e da vida cotidiana. Vendedores ambulantes ofereciam seus produtos, e o aroma de comidas diversas preenchia o ar.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Portze14

    Seguindo adiante, o cortejo passou pela Rua das Irmãs, um animado centro comercial com lojas exibindo uma grande variedade de mercadorias. Aqui, nobres e plebeus se misturavam, fazendo negócios e desfrutando da agitação urbana. A arquitetura das casas era diversificada, variando de modestas construções a mansões imponentes. Passaram pela encantadora Praça das Flores, um oásis tranquilo no meio da cidade, com jardins meticulosamente cuidados, fontes borbulhantes e bancos de pedra que convidavam os visitantes a descansar e contemplar a beleza natural que contrastava com o ritmo acelerado do restante de Porto Real.

    Conforme se aproximavam da Fortaleza Vermelha, começaram a subir a Colina de Vissenya, um caminho mais íngreme que revelava uma visão panorâmica de Porto Real, com suas torres, cúpulas e muralhas. Músicos de rua e artistas podiam ser vistos aqui, entretendo os transeuntes com suas habilidades. Passaram pelo Pátio do Grande Septo de Baelor, uma construção sagrada e majestosa que dominava a paisagem. O sino gigante e os vitrais coloridos eram testemunhas da fé fervorosa de muitos cidadãos de Porto Real.

    Ao chegar às Arcadas Exteriores da Fortaleza Vermelha, surgiam os muros imponentes e a guarda vigilante. Essas arcadas abrigavam uma variedade de pequenas lojas e tabernas frequentadas por membros da corte, soldados e até mesmo visitantes de outras terras.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Colina10

    Finalmente, chegaram ao destino final da viagem - a Fortaleza Vermelha. Seus imponentes muros vermelhos e torres altas impunham respeito, e a presença da Guarda Real e da patrulha da cidade era notável. 

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 6ae6325b8cf99012357c9d44ab2831c1

    Ao atravessarem o Portão de Ferro e entrarem na Fortaleza Vermelha, todos desembarcaram e iniciaram um cortejo solene com Lorde Beron à frente, todos escoltados pelos mantos dourados. Iniciaram uma jornada imponente e carregada de história em direção à Sala do Trono. 

    A fortaleza era um complexo labirinto de corredores, pátios e salões majestosos, todos projetados para impor respeito e refletir o poder dos governantes dos Sete Reinos. 

    Logo após passarem pelo Portão de Ferro, eles entraram no amplo Pátio do Forte. Aqui, a Guarda Real era vista em postos estratégicos, observando atentamente cada movimento. As muralhas da fortaleza bloqueavam a maioria dos ruídos da cidade lá fora, criando uma atmosfera de tranquilidade e isolamento dentro das paredes da fortaleza. 

    Atravessando o Pátio do Forte, chegaram aos Jardins do Sol. Esse oásis de vegetação era um refúgio para os membros da corte e visitantes, com belas árvores, flores e fontes. O som suave da água e o canto dos pássaros traziam uma sensação de calma antes de continuar a jornada.

    Após passarem pelos Jardins do Sol, eles entraram no Salão das Lanças, onde soldados e membros da Guarda Real treinavam e praticavam suas habilidades de combate. Escudos, lanças e espadas estavam dispostos em exibição, e o som dos treinos ecoava pelo salão enquanto eles seguiam adiante.

    Chegando ao Pátio do Construtor, encontraram artesãos e construtores ocupados em suas tarefas. Esse pátio era o centro de todas as atividades de manutenção e reparo na fortaleza, garantindo que ela permanecesse imponente e resistente ao longo do tempo.

    Continuando pela Fortaleza Vermelha, passaram pela Torre da Mão, onde o principal conselheiro do rei tinha seus aposentos e escritório. A torre era uma estrutura alta, de onde se tinha uma vista panorâmica da cidade. A presença do brasão da mão, símbolo do poder da posição, estava gravada nas portas e paredes.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Torre_10

    Ao se aproximarem da Sala do Trono, passaram pelo Torre das Espadas Brancas, onde os membros da Guarda Real mantinham suas armas e equipamentos. A lendária armadura branca e capas imaculadas estavam dispostas em posição de honra, um lembrete da lealdade inabalável da Guarda Real ao monarca.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Robert11

    Finalmente, os Felinight alcançaram o coração da Fortaleza Vermelha - a Sala do Trono. O ambiente era solene e majestoso, com o Trono de Ferro no centro da sala, brilhando sob a luz que entrava pelas janelas altas. A Sala do Trono ficava no coração da Fortaleza Vermelha. Para acessar a sala, era preciso percorrer um longo corredor com paredes altas e pesadas portas de madeira entalhada, que eram guardadas por membros da Guarda Real.

    A sala era grandiosa e imponente. O teto abobadado estava decorado com afrescos intrincados que retratavam cenas da história de Westeros, desde os dias dos Primeiros Homens até os eventos mais recentes. As paredes eram revestidas com pedra esculpida e adornadas com tapeçarias intrincadas e bandeiras que representavam as grandes casas nobres de Westeros. Havia candelabros enormes pendurados nas paredes, que proporcionavam iluminação adicional à sala. Onde antes havia crânios de dragões havia grandes representações de caçadas e batalhas, mais ao gosto do atual monarca.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 13925510

    No centro da sala, ficava o Trono de Ferro, uma impressionante estrutura feita a partir das lâminas de milhares de espadas derretidas, simbolizando a conquista e unificação dos Sete Reinos. O trono era uma cadeira imensa, com altas costas e apoiada em um estrado elevado. Sua aparência era austera e intimidadora, e diziam que era desconfortável para aqueles que não eram dignos de sentar nele.

    Mas sentado nele estava Robert Baratheon, Primeiro de seu nome, detentor do trono por direito de conquista.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Main-qimg-98473136dad94c55de5b8d850338c658-lq

    Ao lado dele estavam sua rainha, Cersei, seus filhos, Joffrey, Myrcella e Tommen, e sua Mão, Lorde Jon Arryn.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 9c2912591524b9a2cc36071b8b7fe50a0d996f7br1-699-689v2_00
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Ivan-vasin-joffrey-baratheon-2O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Myrcel10O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Tommen12
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Arryn10

    A atmosfera na Sala do Trono estava solene e carregada de poder e história. Com o monarca presente, o local estava cheio de cortesãos, membros da corte, conselheiros e a Guarda Real, todos assistindo a audiência à espera de decisões importantes. Os ecos dos passos dos visitantes reverberaram pelo espaço, criando uma sensação de reverência ao poder real.

    Lorde Beron ajoelhou-se diante do trono à uma boa distância, e Lady Marya e Lícia imitaram seu gesto.

    O arauto anunciou:

    - Lorde Beron Felinight, senhor do Castelo dos Sussurros, vassalo de Lorde Eddard Stark de Winterfell, o Protetor do Norte.

    O Lorde Mão ordenou:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Arryn10
    - Erga-se, Lorde Felinight! Seja bem-vindo à Fortaleza Vermelha!

    Beron levantou-se e disse, com sua voz ecoando pela enorme câmara:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 RLDn6AH
    - Obrigado, Lorde Mão, e obrigado, Rei Robert! Permita-me apresentar-lhes minha família: minha esposa Marya, meu primogênito Arthur, meu segundo filho Esdres, minha filha Lícia, meu meistre Asdulfor, e meu filho Gylen Snow.


    OFF: Podem descrever quaisquer ações que fizeram durante a viagem ou perante o rei.
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2999
    Reputação : 168

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Wordspinner Sex Jul 28, 2023 2:31 pm

    O bastardo poderia lutar contra o sono, mas decide que o balanço da carruagem é forte demais para resistir. Ele se encosta e relaxa de olhos fechados. Claro. Era a carruagem do velho. Algo arrepiante sempre estava prestes a acontecer envolvendo ele. Sempre.

    Mas infelizmente não era possível caminhar dormindo. Logo o Gylen foi obrigado a ver o esplendor impressionante da fortaleza vermelha. A glória e imponência do coração dos sete reinos. A morada de seu rei. Ele tentava não fazer barulho batendo a bengala e agradecia as mulheres e seu passo mais elegante pelo tempo que isso lhe comprava.

    "O lugar tem um exército de servos." Ele comenta com os mais próximos vigiando discretamente o irmão ferido. Será que estava bem? Definitivamente estavam bem vestidos os dois.

    O olhar vagava de decoração a servo, de servo a guarda, de guarda a nobre muito acima de sua estatura. Ele nunca tinha sido anunciado com tanta pompa para gente tão importante. Claro, o arauto falava da família inteira. Mas ele era um Felinight, não era?

    Sentado em uma monstruosidade feita de espadas. Cercado de troféus. Aquele era um rei orgulhoso.

    A mão do rei os recebe frente a todos e joelhos se dobram. Ele precisava fazer o mesmo. A bengala é cuidadosamente posta de lado, as costas onde não poderia ajudar em nada. Gylen se ajoelha e não esconde o desconforto que isso trás. Não podia imaginar como seria percebido. Mas tinha que fazer e esperar. Sinceramente teria muito a perguntar ao rei, mas fazia questão de evitar olhar a família real como um todo. Nem diria nada antes de ver vinho sendo bebido. Não era tão burro assim.
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12301
    Reputação : 107
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Sex Jul 28, 2023 4:08 pm

    Asdulfor estava sentado próximo a Beron enquanto as justas ocorriam, ele não estava muito preocupado com ela. O velho preferia observar as coisas ao redor, os nobres as reações, os olhares, as conversas até fazer leitura labiao caso fosse necessário. Mas o que mais chamou sua atenção foi a conversa de Esdres com a jovem Lady  Manderly, o velho não fazia questão de disfarçar enquanto encarava ambos, quando a Lady falava seus olhos cansados voltavam-se para ela, quando Esdres falava seus olhos voltavam-se para ele.

    Asdulfor tinha uma expressão fechada de poucos amigos, que ele fazia questão de endurece-la ainda mais em publico, era um olhar penetrante quase como se lesse a mente de quem encarava. Vestia um robe de cores negras detalhes vermelhos, prateados e dourados, representando as cores da casa, um robe especial para eventos como este. (Sem o capuz).

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 89554710

    Após as justas seguiu com os demais até a Fortaleza vermelha. Nada era novo para Asdulfor, já tinha visitado algumas vezes, mas sempre gostava de admirar a arquitetura. O filho do Rakashar que seria o presente do Rei Robert, dormia tranquilamente no colo do velho e após alguns minutos ele  volta sua atenção para Esdres e o indaga com sua voz rouca e grave.

    -Esdres, você não parece ter se agradado da conversa com a Lady Manderly, observei de longe. O que aconteceu, que eu saiba, você estava indo bem com ambas.

    Após as explicações  de Esdres o velho volta sua atenção para Gyllen, estava curioso quanto a estratégia que seria adotada nos embates corpo-a-corpo, afinal, o velho tinha certo conhecimento de estratégia de guerra, nada muito avançado mais o suficiente para comandar tropas em combates mais simples caso fosse necessário. (Guerra 3).

    -Que estratégia pretende aplicar nos combates diretos Gyllen?

    Encerrava o velho. Ele seguiu na carruagem, admirando todo o caminho até chegar a majestosa sala real, lá foi apresentado por Beron e pela idade, não conseguia se ajoelhar e fez uma reverência se inclinando o quanto pôde apoiado em seu cajado. Então aguardou que fosse dada chance de falar.
    DariusNovadek
    Mestre Jedi
    DariusNovadek
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1317
    Reputação : 24

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por DariusNovadek Dom Jul 30, 2023 11:03 pm

    Esdres seguiu com sua família e adentrou na carruagem de seu Tio-Avô, ainda estava chateado com toda a situação das Manderly, e as dores não ajudavam, então de princípio, se sentou da forma mais confortável possível, e ficou olhando pela janela o movimento da Capital.

    Gylen escreveu:O lugar tem um exército de servos

    Olhando para a paisagem, sem muita reação, Esdres diz, com um sorriso desanimado:

    - Imagina o tanto de conspirações que eles devem tramar..

    Enquanto ainda estavam nas ruas das irmãs, seu tio-avô fez uma pergunta sobre o momento fatídico do dia.

    Asdulfor escreveu:- Esdres, você não parece ter se agradado da conversa com a Lady Manderly, observei de longe. O que aconteceu, que eu saiba, você estava indo bem com ambas.

    Esdres soltou um suspiro.

    - E estava.. Mas pelo jeito, quem está querendo nos prejudicar, esta bem empenhado nisso.. Acredita que elas foram "Alertadas" sobre mim?!? Chegaram a dizer que sou um aproveitador de servas e frequentador de prostíbulos.. Como inventaram uma mentira dessas?

    Diz a última frase olhando para seu irmão, com um sorriso irônico. Obviamente tinha falado aquela frase com uma ironia descarada, era óbvio que seu tio-avô sabia de suas companhias.

    - Como se nenhum homem aqui nessa Capital tenha visitado um bordel pelo menos uma vez.. E sobre as servas, não entendo o porque falam isso, eu não forço nenhuma a fazer nada.. Tenho culpa de ter herdado a beleza dos Felinights?

    Esperava seu Tio-Avô, e até Gylen darem suas respostas, mas acrescentava:

    - Queria encontrar quem lançou esse boato e cortar sua língua. De qualquer maneira, acredito que ainda tenho chances com a Manderly mais nova, que era com quem tinha tido mais proximidade.. Mas tenho que reverter tudo isso. Pensei em Lícia chamar elas para o acampamento, para fortalecer as amizades entre elas. Lá elas viriam que eu não me aproveito de ninguém, e que tentaram me difamar.

    ...

    Esdres foi vendo os lugares da Capital, e viu como avançar o torneio o impediu de conhece-la. Viu vários lugares que almejava visitar numa segunda chance. Se tivesse chance, chamaria Wylla para passear nos Jardins do Sol. Assim que as carruagens fizeram seu trabalho, Esdres desceu e deu o braço para sua irmã, de modo a acompanha-la para a Sala do Trono.

    Ao se aproximarem da mesma, passaram pelo Torre das Espadas Brancas, onde os membros da Guarda Real mantinham suas armas e equipamentos. A lendária armadura branca e capas imaculadas estavam dispostas em posição de honra, um lembrete da lealdade inabalável da Guarda Real ao monarca. Esdres pensa o quão honroso seria se tronar um Guarda Real, não se lembrava se algum Felinight um dia tinha se tornado um. Mas ao mesmo tempo, não sabia se era isso realmente que queria, não seria capaz de manter seus votos, e também, por mais que não tinha nada contra o Rei, também não tinha uma devoção ao ponto de doar sua vida por ele.

    Ao chegarem frente ao rei, Esdres se pôs em seu local correto, respeitando a ordem dos filhos, estando ao lado de Arthur e Lícia. Ajoelhou-se quando seu pai ajoelhou, e manteve ajoelhado até que o mesmo se levantasse.

    Quando chegasse seu momento de falar, Esdres diria, fazendo uma leve reverência.

    - Vossa Majestade, quero dizer que é uma honra estar diante de um guerreiro habilidoso. Vossa determinação e dedicação no campo de batalha são dignas de admiração. Sois um guerreiro exemplar.
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2999
    Reputação : 168

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Wordspinner Seg Jul 31, 2023 2:41 pm

    Adulsfor escreveu:Que estratégia pretende aplicar nos combates diretos Gyllen?

    "Para falar a verdade eu não sei. Eles vão começar como uma parede de escudos e o nosso Sor mais experiente ficara a cargo dos detalhes mutáveis no campo de batalha. Todos que estarão lutando sabem que devem obedecê-lo." Ele dá de ombros como se essa não fosse a parte mais importante. Se não fosse, era quase.

    "O senhor era um guerreiro antes de se tornar branco e sábio? Eu preparei uma surpresa divertida..." O bastardo se aproxima do velho para falar como se temesse ser ouvido por algum espião. "Eles vão entrar com casacos pesados nos ombros para parecerem maiores e mais ferozes. Mais estranhos. Ninguém quer enfrentar o estranho. Além disso todos os homens vão entrar na luta com um escudo, mesmo que não o favoreçam e se for o caso vão jogá-los nos rostos e pés dos inimigos. Se você lutou na juventude sabe muito bem que ninguém espera isso." Ele bate a bengala levemente no chão uma, duas, três vezes.

    "Acha que temos chance? Temos Galwen Glover e Daryn Hornwood se juntando a nós na luta. Eles e Sor Arn... Eu coloquei dinheiro nisso, é melhor ganharmos." O bastardo olha para o irmão tentando adivinhar se ele também teria apostato alguma coisa.



    --

    Esdres escreveu:Como se nenhum homem aqui nessa Capital tenha visitado um bordel pelo menos uma vez.. E sobre as servas, não entendo o porque falam isso, eu não forço nenhuma a fazer nada.. Tenho culpa de ter herdado a beleza dos Felinights?

    Gylen reage com surpresa e incredulidade sobre as duas afirmações do irmão. "Eu nunca imaginaria algo assim. É absolutamente um ultraje." Ele sorri deixando a máscara de sentimentos falsos se partir. "A beleza Felinight é uma lâmina afiada, deve ser usada com alguma responsabilidade. Eu sou prova viva disso." O sorriso aumenta enquanto ele ouve o irmão falar mais.

    Esdres escreveu:Queria encontrar quem lançou esse boato e cortar sua língua. De qualquer maneira, acredito que ainda tenho chances com a Manderly mais nova, que era com quem tinha tido mais proximidade.. Mas tenho que reverter tudo isso. Pensei em Lícia chamar elas para o acampamento, para fortalecer as amizades entre elas. Lá elas viriam que eu não me aproveito de ninguém, e que tentaram me difamar.

    "Não se preocupe com cortar línguas. Cada uma que silenciar faz brotar dois novos rumores piores que o anterior. Seu preço vai subir irmão. Logo elas vão estar fazendo fila para ter a chance de cortejar o jovem que tanto impressionou Porto Real." Ele só não sabia exatamente como... Mas aconteceria de um jeito ou de outro.
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12301
    Reputação : 107
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Seg Ago 07, 2023 10:05 pm

    - E estava.. Mas pelo jeito, quem está querendo nos prejudicar, esta bem empenhado nisso.. Acredita que elas foram "Alertadas" sobre mim?!? Chegaram a dizer que sou um aproveitador de servas e frequentador de prostíbulos.. Como inventaram uma mentira dessas?

    - Como se nenhum homem aqui nessa Capital tenha visitado um bordel pelo menos uma vez.. E sobre as servas, não entendo o porque falam isso, eu não forço nenhuma a fazer nada.. Tenho culpa de ter herdado a beleza dos Felinights?

    - Queria encontrar quem lançou esse boato e cortar sua língua. De qualquer maneira, acredito que ainda tenho chances com a Manderly mais nova, que era com quem tinha tido mais proximidade.. Mas tenho que reverter tudo isso. Pensei em Lícia chamar elas para o acampamento, para fortalecer as amizades entre elas. Lá elas viriam que eu não me aproveito de ninguém, e que tentaram me difamar.

    Asdulfor não parece surpreso, mas também não ri com o comentário sarcástico de Esdres, parecia até incomodado pela falha de seu sobrinho-neto. Por outro lado sabia quem ele era e seu comportamento. Era um homem afinal, não teria motivos para impor limitações apesar de achar que em algumas circunstâncias, máscaras sempre seriam bem vindas.

    -As vezes e por algum tempo, precisamos usar máscaras Esdres, em quase todas as circunstâncias da vida. Se você tivesse se comportado mais discretamente talvez esse boato não existisse. De toda forma é uma acusação fraca, se não tem prova alguma, uma palavra contra a outra. Mas está no padrão de difamações, mesmo quando são por vezes verdadeiras. -Asdulfor suspira - Eles se aproveitarão de todos os nossos erros e distrações, não temos muito o que fazer quanto a isso. Depois sugira a seu pai uma negociação mais direta com os Manderly. Irei com você para fortalecer sua solicitação caso ele não tenha outros planos para você.

    "Para falar a verdade eu não sei. Eles vão começar como uma parede de escudos e o nosso Sor mais experiente ficara a cargo dos detalhes mutáveis no campo de batalha. Todos que estarão lutando sabem que devem obedecê-lo." Ele dá de ombros como se essa não fosse a parte mais importante. Se não fosse, era quase.

    "O senhor era um guerreiro antes de se tornar branco e sábio? Eu preparei uma surpresa divertida..." O bastardo se aproxima do velho para falar como se temesse ser ouvido por algum espião. "Eles vão entrar com casacos pesados nos ombros para parecerem maiores e mais ferozes. Mais estranhos. Ninguém quer enfrentar o estranho. Além disso todos os homens vão entrar na luta com um escudo, mesmo que não o favoreçam e se for o caso vão jogá-los nos rostos e pés dos inimigos. Se você lutou na juventude sabe muito bem que ninguém espera isso." Ele bate a bengala levemente no chão uma, duas, três vezes

    Asdulfor tentava juntar as palavras e pensar além, tentando entender essa estratégia unusual. O velho não parece muito convencido da eficiência. Com o cenho franzido ele para um pouco pensativo e logo responde:

    -Nunca fui um grande combatente... Quase fui morto...-Mostrava Cicatriz gigante no pescoço - Se não fosse pelo meistre Amon não estaria aqui. De toda forma é uma estratégia estranha de fato, unusual e até que criativa. Só não sei se é eficiente. A parte dos escudos parece interessante. Mas vamos aguardar. O velho parece Lembrar de Algo- Ah.. uma das especialidade de Meistre Rain é a guerra. Pensei nas nossas fraquezas e planos futuros para escolher um Meistre a dedo. Ele vai ser útil em algum confronto com os que nos desafiarem no norte. Deveria se aconselhar com ele, além disso ele ajudará na expansão planejada caso o casamento de Arthur dê certo. Engenharia também é uma especialidade dele.

    O velho parece satisfeito ao falar de Rain. E apenas observa a conversa entre Gyllen e Esdres enquanto olha a paisagem ao redor. Já perante o rei ele só falaria se fosse solicitado por Beron ou na entrega do presente.

    O Meistre lembra-se quando lutou defendendo Robert e de como ele era naquela guerra e comparando com agora era impressionante a decadência. Um homem forte se tornou quase um obeso, perdendo um pouco sua essência, mas sua presença ainda assim perdeu pouco de sua imponência. Isso batia com seu sonho, a decadência corporal é um reflexo da decadência de sua autoridade e influência.
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 4499
    Reputação : 320

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Alexyus Qua Ago 09, 2023 9:17 pm

    Com os membros da casa Felinight guardando respeitoso silêncio diante do rei dos Sete reinos, o Lorde Mão Jon Arryn retomou a palavra:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Arryn10
    - Seus filhos se notabilizaram durante o torneio, mas de forma bastante polêmica. E me parece que temos mais uma para resolver. Guardas, tragam os visitantes!

    Escoltados pelos capas douradas, duas pessoas entraram no salão e vieram caminhando até chegarem ao lado da família Felinight.

    Um deles era bem conhecido dos Felinight: Orten Lugus, o filho mais novo da casa ocidental, que se mostrara tão simpático e receptivo com Gylen Snow. Mas agora ele vinha com uma expressão séria e dura, e sequer olhou diretamente para qualquer um.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Orten_10

    A outra era uma mulher bonita e vestida inteiramente de preto, no que pareciam trajes de luto. O belo rosto da moça era notável, mas carregado de tristeza e raiva. Esdres e Gylen a conhceram como a prostituta Linda no bordel Fonte de Jade.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Linda_11

    Mas não foi esse nome que o arauto anunciou.

    - Orten da casa Lugus! Íris da casa Dannett!

    Muitos dos cortesãos ali reunidos prenderam a respiração enquanto outros sussurraram excitadamente entre si. A voz melodiosa da moça ecoou pela câmara acima de todas as outras.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Linda_11
    - Milordes, rogo-lhes que perdoem esta interrupção, mas nenhuma honra pode ser concedida esta noite, não quando grandes injustiças ainda permanecem ignoradas. Pois acredito que nosso rei considera justiça mais importante que simples troféus.

    Ela não esperou confirmação, mas sua declaração colocava o rei numa posição na qual ele não podia se negar a ouvi-la.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Linda_11
    - Como anunciado, sou Iris Dannett. Meu irmão é Adham Dannett, ele que agora ainda luta por sua vida. Falsidades e traição vitimaram meu irmão em seu auge. Não em um combate justo e honesto, mas por veneno... E assassinato!

    O murmúrio se espalhou rapidamente pelo salão enquanto Iris se virava com um olhar fulminante para os Felinight, seus olhos
    ardendo como brasas.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Linda_11
    - Meu irmão levantou certas acusações contra os Felinight, sobre um ataque às nossas terras e o massacre de nosso povo. Ele quis provar a verdade com seu próprio corpo. Mas, temendo a verdade que ele levantava, os culpados o envenenaram, resultando em sua derrota e quase morte nas justas. Eu afirmo, aqui e agora, que meu irmão foi quase assassinado pela Casa Felinight, e estou aqui esta noite para exigir justiça em seu nome!

    O salão explodiu em murmúrios, gritos de apoio ou desaprovação, sussurros e perguntas, até que o Rei Robert ficou de pé e exigiu ordem e silêncio com uma voz poderosa, outrora usada para comandar tropas no campo de batalha.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Rei_ro10
    - Calados, todos! Façam silêncio! Mantenham a ordem!

    A Guarda Real cercou a família real para protegê-la, e os capas douradas se enfileiraram no salão em resposta à agitação, posicionado-se perto das saídas e ao longo das paredes do salão, esperando uma ordem. Lorde Beron mantinha-se em silêncio e levantou uma mão para deter qualquer movimento dos da sua casa.

    Uma vez que Iris terminou suas acusações dramáticas, o Rei Robert fez algumas perguntas:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Rei_ro10

    - Lady Dannett, é de meu conhecimento que a senhorita... Se absteve de sua presença em sua casa recentemente. Onde esteve e de que forma temos sua presença aqui esta noite?

    Iris ruborizpu e hesitou perante a pergunta, seus olhos se voltando para baixo. Então ela levantou seu olhar e queixo com orgulho.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Linda_11
    - Vossa majestade, meu pai colocou muito esforço para arranjar um casamento para mim, com Mestre Ruben Piper, um mercador do Oeste. Mas eu não desejava me casar, então fugi da casa de meu pai e encontrei meu caminho até Porto do Rei.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Rei_ro10
    - E onde esteve todo esse tempo?
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Linda_11
    - Eu... E-estive na Fonte de Jade, majestade. 

    A resposta provocou sussurros e até mesmo risadas contidas, tosses, pigarros e risadinhas até que o rei silenciou todos com um olhar severo. Era claro que a maioria daqueles ali presentes entendiam que Iris acabara de admitir ter trabalhado como prostituta. Ruben Piper estava presente no salão, empalidecendo e depois ficando vermelho de raiva e vergonha.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Rei_ro10
    - E estas acusações tão severas que faz contra os Felinight, que evidências tem para alegar envenenamento e tentativa de assassinato?
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Linda_11
    - As evidências fornecidas pelo meistre de minha casa, Meistre Ferris, para começar. Ele cuidou de meu irmão depois de sua queda durante o torneio, e Meistre Ferris não acredita que as dores de meu irmão fossem condizentes com seu ferimento. Meistre Ferris consultou outros meistres na cidade mas não foi capaz de identificar o veneno que causou os sintomas. Não até que o meistre da casa Felinight foi até lá para supostamente prestar ajuda.

    Ela lançou um olhar feroz para Asdulfor.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Linda_11
    - Entretanto, eu sei sobre uma adaga. Uma adaga com um compartimento secreto, que esconde um frasco, carregada por um dos Felinight. E sobre uma garrafa de vinho caro enviada para meu irmão por um admirador anônimo. 

    Todos os olhos seguiram o olhar de Iris Dannett para os Felinight.

    Lorde Beron finalmente falou:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 RLDn6AH
    - Vossa Majestade e Lorde Mão, essa questão já foi endereçada e resolvida num julgamento por combate. Essas acusações dessa moça de reputação questionável são totalmente descabidas. Meu meistre determinou o veneno, mas era visível que ele estava se sentindo mal antes da justa. E não sei absolutamente nada sobre qualquer adaga com compartimentos secretos e nem garrafas de vinho. No Norte, nós bebemos cerveja e só usamos armas sólidas e verdadeiras!

    Beron foi interrompido por Orten Lugus, que falou sem hesitar, enfrentando o olhar severo de Robert Baratheon.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Orten_10
    - Vossa majestade, ao ouvir estas acusações perturbadoras, sinto que eu devo falar. Como todos sabem, o noivo de minha irmã, Langley Woods, faleceu depois da liça no que se pensou ser um acidente lamentável. Langley era um pouco... Delicado. Entretanto, eu devo contar que, em suas últimas horas, Sor Langley sofreu as mesmas aflições descritas por Lady Dannett.

    Ele pausou por um momento, como se estivesse organizando seus pensamentos e juntando sua coragem, deixando que as implicações do que acabou de dizer tivessem seu efeito, e então continuou:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Orten_10
    - Eu também vi a adaga que ela mencionou. Ela foi entregue nas mãos da Casa Felinight. Essa adaga tem um cabo oco como parte de uma operação clandestina para contrabandear o veneno que ela continha. Com o devido respeito a Sor Esdres, ele é um fanfarrão que fez várias farras nas tavernas e bordéis de Porto Real; não creio que ele venceria tantas lutas no torneio sem algum tipo de trapaça. Eu relutei muito em dizer qualquer coisa, mas quando descobrir Lady Dannett em tão triste situação, tive que me apresentar e cumprir meu dever para com a verdade e justiça. Eu tenho consideração para com Gylen Snow e até espero que tudo isso não seja totalmente verdade, mas as evidências não podem ser ignoradas.

    Aquelas falas sobre seus filhos pareceram abalar um pouco o lorde Felinight, e Beron ficou calado por alguns segundos, perplexo.


    OFF: Se qualquer um de vocês quiser dizer algo, pode postar logo depois da fala do Lugus. Podem pedir testes também para resolver a situação.
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2999
    Reputação : 168

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Wordspinner Qui Ago 17, 2023 5:18 pm

    Acusações. Graves acusações lindamente proferidas pela bela Linda, quem se importa qual seu nome. Acusações absurdas hesitantemente proferidas por um amigo, se é que poderia realmente ser um. A dor da traição era atenuada pelo peso das suspeitas. Pelo alívio da confirmação. Menos uma cortina de suspense. Já a dor na perna era sempre a mesma. Um momento de silêncio e então ele aproveita o momento para falar...

    O bastardo segura firme em sua bengala por um momento para afastar a dor e só abre a boca depois exibir um longo sorriso. Porque ele sorria? Se algum rei iria permitir, ou exigir um julgamento por combate era Robert e se havia alguém para lutar pelos Felinights era ele. No fim, tudo ficaria bem. Não ficaria?

    "Se me permite, lorde Mão, Lorde Rei." Ele diz antes de cravar os olhos nela.

    "Linda." Ele deixa a palavra ter o efeito que tivesse. Deixa ela afundar na mulher loira e naqueles que observavam, deixe que se lembrem disso. A olha de novo e acha o mesmo que antes. Bonita de um jeito que doí. "A sombra que rondava vigiando entre os cantos." Ele deixa a bengala bater no chão duas vezes, bem de leve. Bem rápido. "Não a alcancei aquela noite, mas te encontrei no seu local de trabalho e que belas canções você cantou." Não era mentira, mas certamente seria entendido de todas as formas. "É difícil ver os detalhes e ouvir as conversas quando se espia de muito longe Linda, então perdoo sua confusão que certamente será sanada."

    Ele sabia que deveria se endereçar aos outros. Devia apresentar provas. Devia criar algum tipo de proteção para sua casa. Mas era um bastardo e bastardos vão a bordeis o tanto quanto os nobres de verdade, só que mais abertamente.

    "Já você Nanton. Talvez Lorde Lugus seja mais adequado, claro. Eu sinto muito, como antes, pela morte do terceiro? Quarto? Quinto noivo de sua irmã? Eu não sou bom com números, mas tenho olhos bons o bastante para notar que o luto que mostra aqui não estava presente quando os encontrei de copos cheios na taverna." Ele olha em volta um momento, mas decide falar olhando para Linda, um comentário entre amigos. "Uma família alegre e unida esses três irmãos. Sempre cheios de motivos para sorrir. Sempre dispostos a receber um pobre bastardo em sua mesa com licor e boa conversa."

    O bastardo olha para Lugus com um sofrimento que não podia ser fingido. Uma peça. Usado. Traído.

    "Adagas vazias." Ele resmunga.

    Em silêncio o bastardo recua deixando espaço para outro falar.
    DariusNovadek
    Mestre Jedi
    DariusNovadek
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1317
    Reputação : 24

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por DariusNovadek Sex Ago 18, 2023 1:36 pm

    Aquele era um grande momento para Esdres, sua família estava frente a frente com o Rei dos sete Reinos! A empolgação porém dura até a primeira frase da Mão do Rei.

    - Seus filhos se notabilizaram durante o torneio

    Esdres mal sabia o que viria depois.. Em uma enxurrada de acontecimentos e falas, Esdres viu sua casa sendo atacada novamente, e ainda por cima por aquela Linda. Esdres fica ainda mais puto da vida quando sua honra é manchada ali, na frente da corte real e de seus pais. Ele permanece imóvel, os olhos fulminantes fitando os dois algozes de sua família. Enquanto Esdres ainda assimilava as informações, seu irmão Gylen se pôs a frente e defendeu sua casa.

    Esdres sabia que após Gylen, chegaria o momento de ele falar. Esdres pensa cautelosamente o que falar. Aquilo era novo pra ele, normalmente não pensava antes de falar.

    Assim que Gylen concluiu, Esdres deu alguns passos a frente.

    - Perdoa-me, Vossa Majestade, mas minha honra, tanto pessoal como em combate, foi manchada devido as falsas acusações desses dois, e sinto-me no direito de uma resposta.

    Esdres deu mais uns passos a frente, de modo a se destacar a multidão, quase que como um advogado defendendo sua tese. Apesar do primeiro tratamento ser com o Rei, Esdres se vira para o casal maligno. Ele olha diretamente para Orten, quase que ignorando por completo a Lady.. a Linda.

    - Sor Orten, gostaria de dizer que é um prazer conhece-lo pessoalmente, mas infelizmente, diante dessas palavras que acabou de proferir, não é. Sinto que tem uma admiração grande por mim, visto que tenta saber mais da minha vida do que a mim mesmo.

    Seu primeiro olhar foi para Orten, mas agora Esdres passava o olhar para os nobres da corte, de modo a transmitir a eles o que Esdres queria passar com mais eficácia.

    - Também digo que essa é uma dor de cotovelo que passou dos limites.. Não gostou de que eu avancei no torneio enquanto você e seu irmão ficaram pra trás? Você duvida da minha habilidade no torneio, e diz que para eu ter avançado no mesmo, só por trapaças.. Trapaças venenosas. Mas estranho, você chegou a perguntar para os meus outros adversários se eles também tiveram os mesmos sintomas que o jovem Dannett? Perguntou para Ruud Greyiron, para Sor Edmure Tully, para Sor Daryn Hornwood? Enfim, tantos adversários, mas coincidentemente só os relacionados a vocês dois sofreram ferimentos mais graves.

    Não queria se estender muito, então para terminar sua defesa contra Orten, fitou-o mais uma vez:

    - Mais uma coisa Orten, sua espionagem precisa melhorar. Me taxa aqui, na frente de todos, como fanfarrão.. Mas vemos aqui que quem acabou frequentando o local de trabalho da Senhorita Íris foi meu irmão, e.. Comemorar por uma vitória diante das várias que tive no torneio, indo a uma taverna beber um pouco, não acho que isso deve ser algo terrível, pergunte a Lorde Tygor Wyl, ele estava lá.. Só estava comemorando com meus amigos, assim como meu irmão disse ter visto você e sua família comemorando logo após o seu futuro cunhado morrer. Acredito que eu prestei mais condolências a sor Langley do que vocês.. E por falar em família, me recordo de ver seu irmão mais velho atingindo com um golpe poderoso um de seus adversários no torneio, o pobre coitado não sobreviveu. É de conhecimento de todos que seu irmão é conhecido como um fanfarrão, devo então considerar que isso foi uma trapaça?

    Com essa pergunta encerrava as suas defesas contra Orten. Apenas agora voltava seu olhar para Linda.

    - E você, senhorita Íris. Vejo que está de vestes de luto, pelo seu irmão que está vivo. Se tem um sentimento tão profundo por ele, porque decidiu aparecer só agora, 9 dias após o ocorrido? O local de trabalho estava cheio por causa do torneio? Muito movimento?

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 820c4113560eac6635be3722373e8e01b9524c4e
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12301
    Reputação : 107
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Seg Ago 21, 2023 2:39 pm

    Asdulfor observava as acusações e logo identificou que a moça que se apresentou como Linda era aquela que em seu sonho lamentava sua morte que, na verdade, era um simbolismo da situação de Adam Dannet, tudo então começa a clarear na mente do velho todos os seus sonhos, pelo menos a maioria deles começa a se encaixar. No então enquanto Gyllen e Esdres se defendiam Asdulfor observa Beron cabisbaixo com a acusação. Aquilo parece ter irritado Asdulfor que se mantinha impassível frente aos ataques.

    O velho aproxima-se de seu sobrinho e toca em seu ombro impondo certa força e dirige suas palavras próximo ao ouvido dele:

    — Erga-se Beron, sua casa está sob ataque levante a cabeça e ajude seus filhos e a mim em defende-la, em nome de sua honra e a honra dos seus, lembre-se do que já lhe contei, do que todos já lhe informaram e junte as peças...

    Com isso ele afasta-se de Beron, aguardado Esdres fazer sua defesa, assim que o jovem termina ele dá um passo a frente:

    — Vossa majestade, como Meistre eu estou impossibilitado de tomar partido, porém a senhorita Linda..., ou melhor... a Lady Íris Dannet me acusou de corroborar com uma tentativa de assassinato, neste caso o direito a defesa não pode me ser negado. — Asdulfor faz uma pausa para que todos ouçam- A pedido de Lorde Beron eu o auxiliei na busca para solucionar todos estes problemas que atingiram os Fenlinights em cheio, fomos vítimas de várias investidas inclusive duas emboscadas no caminho para cá, o que acabou resultando na morte de um dos nossos valorosos soldados. Com todos esses acontecimentos e conforme as coisas foram evoluindo, chegamos a conclusão que estamos sendo vítimas de uma armação, de alguém que tem interesses escusos em desestabilizar o norte, inclusive usando os Dannets como peões de manobra.- O velho falava enquanto se deslocava por todo o salão para que tanto o Rei como os demais ouvissem bem.  Estamos no rastro de nosso inimigo, mas infelizmente ainda não conseguimos chegar a uma conclusão, o que sabemos é que o Cavaleio Raposa estava envolvido. Conseguimos captura-lo, mas infelizmente nas profundezas dos calabouços da Fortaleza Vermelha ele foi misteriosamente assassinado, uma queima de arquivo, pois pretendíamos interrogá-lo para chegar ao mandante de tudo. -terminava encarando a todos e esperando os múrmuros passarem- As pistas que nos levaria para descobrir o mentor de tudo isso foram caindo de um por um, o que deixa claro que alguém não quer descoberto. Mas não estenderei mais, era apenas para lo deixa a par da situação.



    O velho parava novamente e dessa vez lança um olhar para os acusadores.

    — Agora vamos aos fatos que me acusam. Assim que a decisão por combate terminou, como é de praxe entre lordes que respeitam uns aos outros, Lady Lícia e Gyllen Snow foram encarregados de visitar Adam Dannet, para saber de sua saúde, lá pelo que me foi relatado, Meistre Ferris estava desesperado, pois, não encontrava solução para o tratamento de Addam Dannet, então foi enviado um de seus homens para o acampamento Fenlinight com uma carta me pedido auxílio para o Jovem Lorde Addam Dannet sabendo que ele era o herdeiro dos Dannets e que uma maquinação estava em curso contra os Fenlinight eu imediatamente saí em seu auxílio, exatamente para evitar boatos nesse sentido e acusações exatamente iguais a está que são proferidas contra os Fenlinights aqui neste salão.

    Meistre Ferris e eu trabalhamos arduamente para identificar o mal e o modo de trata-lo, depois de muito cheguei a conclusão de que os sintomas poderiam se de envenenamento por Lágrimas de Lis, não havia certeza absoluta, mas algo precisava ser feito e com rapidez. Fiz uma mistura de minha autoria que repassarei para os demais Meistres utilizarem em seu trabalho e tratamento. Acredito que os Velhos e novos deuses se apiedaram do Lorde Addam Dannet e interferiram para lo salva, pelo bem e pela estabilidade do norte, o estranho não o chamou.
    — Adulfor olha para o céu como se agradecesse.

    — Além disso, Milady, nós meistres não trabalhamos apenas com sintomas falados, precisamos do paciente para examina-lo e tratar sua enfermidade, portanto, dificilmente algum meistre chegaria há uma conclusão lógica sem olhar o paciente e segundo sua descrição senhorita, você não levou nenhum dos consultados para examinar o Lorde Addam Dannet por tempo suficiente para descobrir seu mal.

    -Quanto ao vinho entregue por um anônimo... Senhorita, qualquer um poderia ter enviado tal vinho para qualquer um. Poque os Fenlinights seriam os responsáveis por isso. Sugiro que seja mais esperta, não se deixe enganar pela manipulação dos inimigos. Todo esse transtorno entre Fenlinights e Dannets é uma armação que será descoberta cedo ou tarde.-Asdulfor Lança um olhar descofiado. -Inclusive torço para que a senhorita não tenha nada a ver com isso, pois caso Addan Dannet tivesse sido levado pelo Estranho, coincidentemente a senhorita seria a Herdeira, afinal, sequer se dignou a ir ajudar seu irmão na recuperação. Lady Lícia Fenlinight através dos conhecimentos que passei para ela, que se rebaixou a uma enfermeira junto com as suas aias para ajudar no tratamento dele, enquanto você se divertia com todos os homens de Porto Real...

    Asdulfor para esperando o impacto e logo volta-se para os demais:

    — Portanto com tudo que foi exposto por todos nós, creio que essa acusação é infundada. Aqui encerro minha defesa, meu rei.
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 4499
    Reputação : 320

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Alexyus Qua Ago 30, 2023 6:12 pm

    MECÂNICA:

    O primeiro a argumentar foi o bastardo Felinight, Gylen Snow.

    GYLEN escreveu:Se me permite, lorde Mão, Lorde Rei. Linda. A sombra que rondava vigiando entre os cantos. Não a alcancei aquela noite, mas te encontrei no seu local de trabalho e que belas canções você cantou. É difícil ver os detalhes e ouvir as conversas quando se espia de muito longe Linda, então perdoo sua confusão que certamente será sanada.

    Linda disse simplesmente:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Linda_11
    - Eu tinha que saber sobre o meu irmão, mas não estava pronta para encontrar ninguém pessoalemnte...

    GYLEN escreveu:Já você Nanton. Talvez Lorde Lugus seja mais adequado, claro. Eu sinto muito, como antes, pela morte do terceiro? Quarto? Quinto noivo de sua irmã? Eu não sou bom com números, mas tenho olhos bons o bastante para notar que o luto que mostra aqui não estava presente quando os encontrei de copos cheios na taverna. Uma família alegre e unida esses três irmãos. Sempre cheios de motivos para sorrir. Sempre dispostos a receber um pobre bastardo em sua mesa com licor e boa conversa."

    Orten Lugus redarguiu:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Orten_10
    - Eu apreciei sua companhia, caro bastardo, mas eu não estou de luto. Apesar dos trajes negros de Lady Íris, confio que logo mais conseguirei dar-lhe a alegria de um casamento honroso. E mencionar a perda de minha irmã é deveras pouco cavalheiresco de sua parte, mas o casamento da nobreza por vezes são apenas negócios. Mas não espero que você entenda isso, afinal não é um nobre legitimado.

    Isso pareceu causar grande impacto na audiência, e o Lorde Varys, Mestre dos Sussurros, sussurrou algo no ouvido do rei.

    O mais impulsivo dos Felinight, Esdres, falou a seguir.

    ESDRES escreveu:- Perdoa-me, Vossa Majestade, mas minha honra, tanto pessoal como em combate, foi manchada devido as falsas acusações desses dois, e sinto-me no direito de uma resposta. Sor Orten, gostaria de dizer que é um prazer conhece-lo pessoalmente, mas infelizmente, diante dessas palavras que acabou de proferir, não é. Sinto que tem uma admiração grande por mim, visto que tenta saber mais da minha vida do que a mim mesmo.  Também digo que essa é uma dor de cotovelo que passou dos limites.. Não gostou de que eu avancei no torneio enquanto você e seu irmão ficaram pra trás? Você duvida da minha habilidade no torneio, e diz que para eu ter avançado no mesmo, só por trapaças.. Trapaças venenosas. Mas estranho, você chegou a perguntar para os meus outros adversários se eles também tiveram os mesmos sintomas que o jovem Dannett? Perguntou para Ruud Greyiron, para Sor Edmure Tully, para Sor Daryn Hornwood? Enfim, tantos adversários, mas coincidentemente só os relacionados a vocês dois sofreram ferimentos mais graves.

    O filho mais novo da casa Lugus respondeu:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Orten_10
    - Infelizmente, mais de um dos seus oponentes não saiu vivo de seus embates no torneio, Sor Esdres, de modo que não poderia inquirir todos. Mas alguns dos que foram derrotados caíram de modo bem estranho. Teria você afetado os cavalos deles de algum modo? Mas sseja como for, sua conduta fora da arena diz muito mais sobre seu caráter indigno de confiança.

    ESDRES escreveu:- Mais uma coisa Orten, sua espionagem precisa melhorar. Me taxa aqui, na frente de todos, como fanfarrão.. Mas vemos aqui que quem acabou frequentando o local de trabalho da Senhorita Íris foi meu irmão, e.. Comemorar por uma vitória diante das várias que tive no torneio, indo a uma taverna beber um pouco, não acho que isso deve ser algo terrível, pergunte a Lorde Tygor Wyl, ele estava lá.. Só estava comemorando com meus amigos, assim como meu irmão disse ter visto você e sua família comemorando logo após o seu futuro cunhado morrer. Acredito que eu prestei mais condolências a sor Langley do que vocês.. E por falar em família, me recordo de ver seu irmão mais velho atingindo com um golpe poderoso um de seus adversários no torneio, o pobre coitado não sobreviveu. É de conhecimento de todos que seu irmão é conhecido como um fanfarrão, devo então considerar que isso foi uma trapaça?
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Orten_10
    - Sor Esdres parece não perceber a diferença entre uma taverna e um bordel! A bebida que tomamos num local respeitável, com a companhia menos questionável sendo a de seu prezado irmão, não é em nada aviltante como frequentar prostíbulos, inclusive pagando as despesas de qualquer homem de baixa patente como o que de fato é, um fanfarrão! E mesmo sendo vizinhos dos Dannetts há gerações, nenhum de vocês reconheceu lá a pobre Lady Íris, aprisionada num contrato abusivo, nem se prontificou a resgatá-la como eu fiz. E se insultar a honra de meu irmão novamente, talvez queira confrontá-lo num combate homem a homem, sem truques com cavalos?

    A multidão no salão fez um "ooooohhhh" abafado.

    ESDRES escreveu:- E você, senhorita Íris. Vejo que está de vestes de luto, pelo seu irmão que está vivo. Se tem um sentimento tão profundo por ele, porque decidiu aparecer só agora, 9 dias após o ocorrido? O local de trabalho estava cheio por causa do torneio? Muito movimento?

    Íris mostrou-se insultada.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Linda_11
    - Meu irmão jamais será o mesmo novamente, e isso é culpa sua, sor fanfarrão e trapaceiro! Você só conhece bordéis como cliente, sem saber das vidas difíceis das mulheres que lá lutam para ter o mínimo sustento! Mas já faz uma semana que Lorde Lugus me tirou de lá e peticionou em meu favor perante o Trono de Ferro. Se só agora sua consciência despertou para a gravidade do ocorrido, isso é apenas mais uma evidência de seu descaso para com as vidas que destrói!

    Esse novo embate de Íris e Esdres pareceu dividir a audiência, com o apoio a cada parte sendo mais ou menos igual.

    O meistre falou ao ouvido do Lorde Felinight.

    ADULFOR escreveu:— Erga-se Beron, sua casa está sob ataque levante a cabeça e ajude seus filhos e a mim em defende-la, em nome de sua honra e a honra dos seus, lembre-se do que já lhe contei, do que todos já lhe informaram e junte as peças...

    Mas Beron fez um sinal com a cabeça, resmungando:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 RLDn6AH
    - Ainda não é o momento...

    Mas Asdulfor tomou a palavra para si.

    ASDULFOR escreveu:— Vossa majestade, como Meistre eu estou impossibilitado de tomar partido, porém a senhorita Linda..., ou melhor... a Lady Íris Dannet me acusou de corroborar com uma tentativa de assassinato, neste caso o direito a defesa não pode me ser negado. — Asdulfor faz uma pausa para que todos ouçam- A pedido de Lorde Beron eu o auxiliei na busca para solucionar todos estes problemas que atingiram os Fenlinights em cheio, fomos vítimas de várias investidas inclusive duas emboscadas no caminho para cá, o que acabou resultando na morte de um dos nossos valorosos soldados. Com todos esses acontecimentos e conforme as coisas foram evoluindo, chegamos a conclusão que estamos sendo vítimas de uma armação, de alguém que tem interesses escusos em desestabilizar o norte, inclusive usando os Dannets como peões de manobra.- O velho falava enquanto se deslocava por todo o salão para que tanto o Rei como os demais ouvissem bem.  Estamos no rastro de nosso inimigo, mas infelizmente ainda não conseguimos chegar a uma conclusão, o que sabemos é que o Cavaleio Raposa estava envolvido. Conseguimos captura-lo, mas infelizmente nas profundezas dos calabouços da Fortaleza Vermelha ele foi misteriosamente assassinado, uma queima de arquivo, pois pretendíamos interrogá-lo para chegar ao mandante de tudo. -terminava encarando a todos e esperando os múrmuros passarem- As pistas que nos levaria para descobrir o mentor de tudo isso foram caindo de um por um, o que deixa claro que alguém não quer descoberto. Mas não estenderei mais, era apenas para lo deixa a par da situação.

    O Lorde Mão Jon Arryn fez uma correção ao Meistre Felinight:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Arryn10
    - O Trono de Ferro está ciente desses ocorridos e está diligentemente apurando esses assassinatos, meistre Asdulfor. Não tire conclusões antecipadas às da Coroa.

    ASDULFOR escreveu:— Agora vamos aos fatos que me acusam. Assim que a decisão por combate terminou, como é de praxe entre lordes que respeitam uns aos outros, Lady Lícia e Gyllen Snow foram encarregados de visitar Adam Dannet, para saber de sua saúde, lá pelo que me foi relatado, Meistre Ferris estava desesperado, pois, não encontrava solução para o tratamento de Addam Dannet, então foi enviado um de seus homens para o acampamento Fenlinight com uma carta me pedido auxílio para o Jovem Lorde Addam Dannet sabendo que ele era o herdeiro dos Dannets e que uma maquinação estava em curso contra os Fenlinight eu imediatamente saí em seu auxílio, exatamente para evitar boatos nesse sentido e acusações exatamente iguais a está que são proferidas contra os Fenlinights aqui neste salão. Meistre Ferris e eu trabalhamos arduamente para identificar o mal e o modo de trata-lo, depois de muito cheguei a conclusão de que os sintomas poderiam se de envenenamento por Lágrimas de Lis, não havia certeza absoluta, mas algo precisava ser feito e com rapidez. Fiz uma mistura de minha autoria que repassarei para os demais Meistres utilizarem em seu trabalho e tratamento. Acredito que os Velhos e novos deuses se apiedaram do Lorde Addam Dannet e interferiram para lo salva, pelo bem e pela estabilidade do norte, o estranho não o chamou. Além disso, Milady, nós meistres não trabalhamos apenas com sintomas falados, precisamos do paciente para examina-lo e tratar sua enfermidade, portanto, dificilmente algum meistre chegaria há uma conclusão lógica sem olhar o paciente e segundo sua descrição senhorita, você não levou nenhum dos consultados para examinar o Lorde Addam Dannet por tempo suficiente para descobrir seu mal. Quanto ao vinho entregue por um anônimo... Senhorita, qualquer um poderia ter enviado tal vinho para qualquer um. Poque os Fenlinights seriam os responsáveis por isso. Sugiro que seja mais esperta, não se deixe enganar pela manipulação dos inimigos. Todo esse transtorno entre Fenlinights e Dannets é uma armação que será descoberta cedo ou tarde.-Asdulfor Lança um olhar descofiado. -Inclusive torço para que a senhorita não tenha nada a ver com isso, pois caso Addan Dannet tivesse sido levado pelo Estranho, coincidentemente a senhorita seria a Herdeira, afinal, sequer se dignou a ir ajudar seu irmão na recuperação. Lady Lícia Fenlinight através dos conhecimentos que passei para ela, que se rebaixou a uma enfermeira junto com as suas aias para ajudar no tratamento dele, enquanto você se divertia com todos os homens de Porto Real...

    Asdulfor para esperando o impacto e logo volta-se para os demais:

    — Portanto com tudo que foi exposto por todos nós, creio que essa acusação é infundada. Aqui encerro minha defesa, meu rei.

    A longa explanação do meistre Asdulfor, embora bem fundamentada, pareceu entediar toda a audiência, especialmente o Rei Robert.

    Mas Lícia ainda tinha algo a acrescentar:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 11214011
    - E eu também ajudei na recuperação! Visitei o senhor Adam váris vezes e expressei o desejo de paz dos Felinight! E enfatizei que não desejamos mal nenhum a eles, pois somos muito empenhados em manter o equilíbrio no Norte!

    Mas Íris rebateu as insinuações de Asdulfor:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Linda_11
    - Enquanto seus sobrinhos insistem em lembrar da minha má sorte, Asdulfor Felinight parece esquecer que estive por meses restrita à Fonte de Jade, e acha que eu poderia tramar esse grande pecado contra as leis dos homens e dos deuses! O meistre da minha casa, Ferris, consultou muitos especialistas da Cidadela para tentar determinar o que envenenou meu irmão, mas foi apenas o meistre Felinight que identificou essa substância...

    Orten também acrescentou mais acusações:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Orten_10
    - Asdulfor Felinight se esconde atrás de seu manto de meistre, mas ele não é imparcial! Ao contrário dos ditames da Cidadela, não abandonou seu sobrenome e serve como meistre para seus próprios sobrinhos e netos! E as Lágrimas de Lys são um veneno que vem de Essos, o continente onde o primogênito da casa deles passou anos, sendo inclusive noivo de uma herdeira do Banco de Ferro. Me parece que seria muito fácil para ele acionar seus contatos para obter essa substância.

    Íris era apaixonada em suas declarações, enquanto Orten era extremamente habilidoso nas palavras. As declarações deles pareciam estar anulando as defesas dos Felinight, embora o caso deles não se mostrasse forte.

    Foi então que Lady Maria fez um apelo, em sua voz maternal:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 009bf25e578f91d6a2d51775e58828f6
    - Vossas majestades, por favor, creiam que nem eu nem ninguém da minha família tivemos qualquer má intenção contra quem quer que seja.

    Essa argumentação da matriarca foi recebida com quase indiferença pelo monarca e o resto da assistência, ao ponto que Jon Arryn sussurrou ao ouvido do Rei Robert. A tendência não estava favorável aos Felinight.

    Foi quando Lorde Beron tomou a palavra:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 RLDn6AH
    - Vossa Majestade, Rei Robert, e prezados lordes do Conselho, e também todos aqui presentes, ouçam-me falar agora! Como todos aqui sabem, a casa Felinight foi desafiada no Banquete do Rei no primeiro dia aqui em Porto Real, baseado em nada além de evidências fracas e insubstanciais. Além da difamação feita por todo o caminho da Estrada Real do Norte até aqui, o jovem Adham Dannett não requereu uma audiência perante o rei e preferiu interromper o banquete para causar uma cena. Como o rei decidiu naquele dia, houve um julgamento por combate, e muitos viram o estado enfraquecido de Addam antes mesmo da primeira investida; não obstante isso, o combate ocorreu e o rei proclamou a decisão do assunto, coisa que agora Lady Dannett vem questionar baseada em rumores e boatos.

    Beron fez uma pausa para que o absurdo da situação ficasse evidentea todos.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 RLDn6AH
    - Mas não deixarei uma acusação desse nível ficar sem resposta! Devo ressaltar que Íris Dannett fugiu da casa de seu pai, desobedecendo o casamento por ele arranjado, até reaparecer no bordel Fonte de Jade. Não posso de modo algum acusá-la de excesso de inteligência! Mas o filho mais novo da casa Lugus do Ocidente é bem diferente: Orten não tem aspirações a herdar nada de seu pai, não é homem suficiente para entrar na arena para combater dignamente, e a presença dele nessa questão é totalmente interesseira! Se Adham Dannett tivesse morrido, Lady Íris seria a herdeira da casa, e seu marido seria o futuro Lorde Dannett, sendo esse o único motivo pelo qual ele pretende casar com uma moça de reputação tão maculada. Seu irmão é um bom soldado, mas bruto e sem inteligência, e sua irmã é tão mal afamada que já granjeou o título de Viúva Negra. E embora eles não tenham frequentado bordéis publicamente, o que torna surpreendente que Orten tenha encontrado Íris em um, eles foram vistos na companhia de um comerciante de bebidas de Essos, o que lhes daria meios de importar coisas do outro lado do Mar Estreito sem levantar suspeitas.

    Íris começou a ficar confusa com a argumentação de Beron, e Orten estava tentando retomar a palavra, mas Beron não lhe cedia oportunidade.
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 RLDn6AH
    - Eu empenho minha reputação e da minha casa nessa questão, lembrando que lutei sob o comando de Lorde Eddard Stark para colocar o Rei Robert no Trono de Ferro! Vossa Majestade testemunhou minha bravura e lealdade no campo de batalha durante a Rebelião contra os Targaryen e também durante a rebelião Greyjoy! Sabe também que minha casa é abastada e próspera, não tendo nenhuma necessidade de atacar casas menores e não tendo nada a ganhar com isso! Sem dúvidas existe uma conspiração em curso aqui, e a casa Dannett é totalmente incompetente para ser a arquiteta disso, de onde deduzo que seja apenas um veículo útil. Mas quem está orquestrando tudo isso tem muito mais a ganhar, e a única pessoa que está ganhando com isso é Orten Lugus!

    O burburinho aumentou por todo o salão, com Beron convencendo muitos dos presentes, mesmo que ainda houvesse um bom número de ouvintes que ainda desconfiasse dos Felinight.

    O Lorde Mão do Rei Jon Arryn e o Mestre dos Sussurros Varys conferenciaram com o Rei Robert Baratheon durante longos minutos, até que o monarca dos Sete Reinos se ergueu do Trono de Ferro e sua voz poderosa ecoou pela sala do trono, cortando todas outras vozes:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Rei_ro10
    - Essa questão está decidida! Foi decidida em julgamento por combate perante os olhos dos homens e dos Velhos e Novos Deuses! Até que se prove que tenha havido trapaça neste  combate sagrado, nada disso pode ser mudado! Lady Íris Dannett deve levar seu irmão de volta ao Norte, e tanto seu pai quanto o Lorde Beron Felinight devem comparecer perante Lorde Ned Stark em Winterfell. Vocês são nortenhos, então são problema dele, ele precisa acertar suas questões de fronteira e segurança. Se isso não for resolvido e voltar à minha atenção, eu serei bem menos paciente do que agora! Essa audiência está encerrada, estão dispensados!

    Com a fala do rei, os cavaleiros brancos da Guarda Real e os capas douradas conduziram Orten Lugus e Íris Dannett para fora da sala pela porta que levava à saída, enquanto os Felinight foram conduzidos ao salão de banquetes do rei, onde o jantar já estava sendo servido.

    Na passagem, Beron acenou para Asdulfor e Gylen para falarem discretamente:
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 RLDn6AH
    - O rei nos favoreceu, mas precisamos cortar esse laço de Orten com a Íris. Pelo decreto de Robert, vamos reencontrá-la em Winterfell, mas devemos evitar que ela se case com esse Lugus até lá. Gylen, acho que você é o mais indicado para isso. Tente encontrar e vigiar a garota.
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu
    Wordspinner
    Sacerdote de Cthulhu

    Mensagens : 2999
    Reputação : 168

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Wordspinner Qui Ago 31, 2023 6:37 pm

    Merda. Merda escorregadia pra todo lado de um dia frio e chuvoso. Merda fedida que vai secar na sua meia e no seu único casaco quentinho. Amanhã vai nevar depois de chover. Merda.

    O coração do bastardo saltava e dança voltas sem sentido como suas pernas nunca mais poderiam. Ele ouvia o irmão e o Meister falar e pensava que estavam nadando bem. Se lhes faltava gentileza e lhes sobravam farpas o que você esperaria de gatos acuados? Gatos furiosos? Mas ouvir Linda e Orten? Eles estavam afundando os Felinight e logo agora que eles precisam de um casaco quentinho.

    Como eles faziam eles parecem tão vís? Era alguma bruxaria de westeros. O que não sabiam lutar, sabiam falar.

    Enquanto Orten se mostrava hábil e atento, abandonando qualquer pretensão se amizade e dúvida a moça se mostrava inocente em sua defesa, quase ingênua. Não era a Linda inteligente que Gylen conheceu, enquanto Orten não tinha o mesmo sorriso aberto. Ele era diferente demais para ser inocente e ela afiada demais para não estar representando. Ali estavam dois atores, dois personagens, mas em que roteiro?

    Então Beron fala e é bom ter um pai. É bom ter um pai atento e habilidoso com as palavras. Orten estava certo, o bastardo manco não entendia os nobres, mas seu pai entendia. Revelava sem rodeios incoerências e ardis... Ele tinha sido um emboscador nesse debate e tinha saído de presas vazias, mas havia resgatado os seus. Pelas palavras do Rei tinham outra chance. Pelas palavras do pai outro dever. Pelas palavras do destino outra oportunidade.

    Ele ouve o recado e olha para o velho por um instante antes de responder. "Nobre pai, será feito." Não precisava dizer mais. Precisava procurar os talentos certos naqueles a sua volta. Os conselhos certos também.

    Tinha sangue na água. Os Dannett estavam em uma posição singular de incerteza que tornava Íris um grande prêmio. Olhos estariam atentos. Os dele também.
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12301
    Reputação : 107
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Sandinus Sáb Set 02, 2023 11:25 pm

    Enquanto Asdulfor observava as palavras de Gyllen e Esdres ele analisava a Jovem ìris e Orten Lugus, o velho logo percebeu que ambos tinham uma desenvoltura para o publico bem acima do comum, melhor até do que ele inclusive. Quando tomou a palavra foi falou mais do que deveria deixando o rei Robert impacinete, ainda assim se conteve o máximo que pôde tentanto evitar isso, mas eram muitas situações a serem contestadas e sua estartégia não deu muito certo. Posteriormente quando Íris Dannet e Orten Lugus se pronunciaram conseguiram irritar o velho, especialmente Lugus. Porém o velho tentava manter a postura.

    - Enquanto seus sobrinhos insistem em lembrar da minha má sorte, Asdulfor Felinight parece esquecer que estive por meses restrita à Fonte de Jade, e acha que eu poderia tramar esse grande pecado contra as leis dos homens e dos deuses! O meistre da minha casa, Ferris, consultou muitos especialistas da Cidadela para tentar determinar o que envenenou meu irmão, mas foi apenas o meistre Felinight que identificou essa substância...

    -Espero sinceramente que você não tenha nada haver com isso Lady Íris... Mas com todas a coincidências quase que ao mesmo tempo que o mal afligiu seu irmão, o Lorde Lugus tenha resgatado você do bordel... A irmã dele é conhecida como Viúva-Negra, cuidado para não ser a primeira a ser vítima do futuro "Viúvo-negro", afinal, casando com você ele se tornará o senhor das terras de seu pai.

    Em seguida o velho lança um olhar superior para Orten Lugus e sorri sarcásticamente:

    -Sinto a sua frustração por falhar em parte no seu intento... Mas agora infelizmente ficou mais fácil para você. Curioso é seu interesse em terras próximas a dos Fenlinights, tão distantes de suas terras... Todos sabemos que você Lorde Orten, mesmo se tornando o senhor das terras dos Dannets não terá poder algum... Você é apenas uma marionete! Sim, agora tudo se encaixa cada vez mais.  -Asdulfor fecha os olhos sorrindo-  -Diga a seu senhor que estaremos bem mais preparados desta vez...

    Asdulfor apenas ouve todo o resto e parece feliz com a defesa de Beron, e apesar da decisão quase neutra do Rei Robert a preocupação do velho se amplia, ele agora já começa a imaginar algo.

    - O rei nos favoreceu, mas precisamos cortar esse laço de Orten com a Íris. Pelo decreto de Robert, vamos reencontrá-la em Winterfell, mas devemos evitar que ela se case com esse Lugus até lá. Gylen, acho que você é o mais indicado para isso. Tente encontrar e vigiar a garota.

    Asdulfor balança a cabeça em sinal positivo e logo responde:

    -Você pensou o mesmo que eu? Orten está servindo Cornnel, não tem fundamento alguém como ele buscar terras tão distantes das suas, até para administrar é dificil. Cornnel quer o controle da terra dos Dannets para ter um ponto de ação mais próximo de nós e iniciar sua vingança. De fato esse casamento não pode ocorrer. Além disso, Lu mei me falou que viu Cornnel entrando na tenda dos Dayne e ele conversou com uma dama de cabelos tão claros que eram quase brancos é mais uma tentativa de aliança que ele está tramando, se você tem ou conhece alguém que tenha relação com os Dayne, agora é a hora de barra tudo isso. Ainda estamos aqui, temos tempo.

    Encerrava o velho enquanto seguia.
    DariusNovadek
    Mestre Jedi
    DariusNovadek
    Mestre Jedi

    Mensagens : 1317
    Reputação : 24

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por DariusNovadek Dom Set 03, 2023 9:05 pm

    Esdres discursa de modo desinibido e confiante, e por dentro realmente acreditava que suas palavras convenceriam a todos, mas Esdres vê que nem todos compartilhavam da sua ideia, a corte permanecia divida entre os lados.

    - Infelizmente, mais de um dos seus oponentes não saiu vivo de seus embates no torneio, Sor Esdres, de modo que não poderia inquirir todos. Mas alguns dos que foram derrotados caíram de modo bem estranho. Teria você afetado os cavalos deles de algum modo? Mas sseja como for, sua conduta fora da arena diz muito mais sobre seu caráter indigno de confiança.

    Orten estava disposto a difamar Esdres, a ponto de não verificar direito as suas respostas.

    - Mais de um, Lorde Lugus? Mais uma vez está equivocado, nenhum oponente a não ser sor Langley Woods não saiu vivo. E pergunte a Sor Ruud Greyiron, um dos meus oponentes, que me conhecendo após ser derrotado por mim em nosso embate, resolveu jurar sua espada a casa Felinight. Está tão disposto a manchar minha honra que comete equívocos descarados.

    - Sor Esdres parece não perceber a diferença entre uma taverna e um bordel! A bebida que tomamos num local respeitável, com a companhia menos questionável sendo a de seu prezado irmão, não é em nada aviltante como frequentar prostíbulos, inclusive pagando as despesas de qualquer homem de baixa patente como o que de fato é, um fanfarrão! E mesmo sendo vizinhos dos Dannetts há gerações, nenhum de vocês reconheceu lá a pobre Lady Íris, aprisionada num contrato abusivo, nem se prontificou a resgatá-la como eu fiz. E se insultar a honra de meu irmão novamente, talvez queira confrontá-lo num combate homem a homem, sem truques com cavalos?

    Aquilo tinha sido um golpe baixo, e se o irmão dele estivesse no momento, Esdres não conseguiria se segurar e iria pedir um combate naquele momento. Também se atentou sobre a clara referencia de Esdres ter pagado as despesas de Sor Hallad, iria conversar com ele num momento oportuno. Voltando a si, Esdres se controla o máximo que pôde, e ignorando a primeira parte da acusação, Esdres responde:

    - Enquanto você ataca com palavras Orten, eu e seu irmão atacamos com armas, um ofício que pelo visto você não tem maestria. Não insultei a honra de seu irmão, mas disse que você usa de duas medidas diferentes para a mesma situação, se me tomas como trapaceiro, deveria tomar seu irmão como tal também.

    - Quanto essa timorata menção sobre um duelo, se escondendo na barra do irmão.. Não vou desonrar a Fortaleza Vermelha, na sala do trono, com desafios patifes de combate para ver quem é o melhor. Seu irmão é o quem luta, e não o vejo aqui acusando ninguém. Porém, se tem tanta essa necessidade assim, não tenho medo de enfrenta-lo num embate que achar justo para ambos os lados, sei de minha capacidade.


    Esdres tenta se manter o mais calmo possível, mas para bons ouvidos era evidente a raiva em sua voz. Esdres decidiu ignorar Íris.

    Com a discussão se desenrolando, Esdres vê o quanto focou seus treinamentos em combate, enquanto negligenciou outra área de combate, até então, desconhecida. Um certo sentimento de vergonha brota em seu interior, ao ver que, com seus machados, Esdres se sentia o homem mais poderoso de Westeros, enquanto num embate de falas e artimanhas, até uma prostituta conseguia espanca-lo. Se não fosse a perspicaz colocação de seu pai, não sabia no que poderia ocorrer com sua família. Por fim, a decisão foi passada para Lorde Stark.. Em seus pensamentos, Esdres deduz que, apesar de postergada a situação, ter um julgamento decidido por Lorde Stark favorecia os Felinights, devido ao longo e antigo relacionamento que as famílias tinham, porém, não poderiam relaxar.

    Com a decisão, todos foram encaminhados para seus respectivos lugares, e sua família, para o salão de banquetes do rei, onde iriam jantar. Antes disso, Esdres observa ao redor, e tenta ver as reações dos nobres da corte, tentando reconhecer quem parecia mais favorável aos felinights, e quem parecia desfavorável.

    Viu seu pai conversando com seu tio-avô e seu meio irmão, mas decidiu não intrometer, seu pai não devia estar tão amistoso com ele, depois de tantas acusações de fanfarrão que ele sabia que seu pai sabia que era verdade. Apenas chegou do lado de sua irmã e disse:

    - Falou bem diante do rei. Precisamos treinar mais isso, nossas laminas são afiadas, mas nossas línguas não.
    Alexyus
    Antediluviano
    Alexyus
    Antediluviano

    Mensagens : 4499
    Reputação : 320

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Alexyus Ter Set 26, 2023 10:35 am

    Os Felinight se sentaram no salão de banquetes da Fortaleza Vermelha e olharam ao redor.

    O salão estava decorado como na noite do banquete de recepção, mas as grandes mesas estavam ocupadas parcialmente, com apenas meia dezena de famílias nobres naquele jantar.

    Havia a Casa Dunross, do Vale da Lua, representada por Sor Owen Dunross, um jovem cavaleiro na casas dos vinte anos, e sua esposa Olivia, pouco mais jovem que ele. O brasão deles era uma coruja branca sob fundo azul.

    Em outra mesa a Casa Weaver, da Campina, tinha Lorde Marteen Weaver, Senhor do Covil da Aranha, com sua esposa, Sansa, uma nortenha, e seus filhos: Derfel, o herdeiro da casa,  de 19 anos, Duncan, o filho do meio, 17 anos, Dragomyr, o filho mais novo, 15 anos, Darya, a filha mais velha, 14 anos, Dayanna, a filha do meio, possui 12 anos, Daenella, a filha mais nova, de 11 anos. O brasão deles era uma aranha preta numa teia branca sob fundo vermelho.

    Da Casa Graysea, do Vale da Lua, Lorde Raron Gray, Senhor da Ilha Cinzenta, conhecido como Lorde Guerreiro, estava com Sor Cyke, o herdeiro de 25 anos, e Sor Heinkel, segundo filho de 22 anos. O símbolo da casa era uma tenebrosa caveira atravessada por uma âncora, branco sobre cinza.

    Numa mesa mais distante estava a Casa Upton, das Terras Ocidentais, com Lorde Raymond, Senhor do Castelo da Prata, Sor Harold, o herdeiro de 17 anos, Jaynna, a filha mais velha de 24 anos, Sor Alistair, o filho do meio de 14 anos, e Rhael, o filho mais novo de 7 anos. Seu emblema mostrava uma moeda de prata sob fundo amarelo.

    Por fim, na última mesa oposta aos Felinight estava a Casa Goldwind das Terras da Coroa, com o Lorde Brad, de quase 50 anos, sua esposa Lady Alanys, já passando dos 30, e sua filha Lady Nelly, uma adolescente ainda descompromissada. Seu brasão tinha uma asa dourada sobre fundo azul.

    Não havia música, mas a comida e a bebida eram fartas, sendo repostas em abundância, principalmente para a mesa do rei.


    OFF: Podem fazer o que quiser pelo resto da noite.


    DÉCIMO DIA DO TORNEIO
    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Main-q10

    "Você não consegue escolher como você vai morrer ou quando. Você consegue apenas decidir como você vai viver. Agora."
    Joan Baez

    O dia amanheceu ensolarado, com uma brisa marinha trazendo a maresia e o frescor do rio Água Negra para os campos do torneio.

    As competições de arquearia começaram logo cedo, dando tempo para que os exércitos que competiriam no corpo-a-corpo se reunissem para um último conselho de guerra. As batalhas começariam ao meio dia, com oito exércitos em batalhas eliminatórias somando três rodadas para chegar ao campeão.

    O exército do Norte, encabeçado pelos Stark, faria a primeira batalha contra os guerreiros das Terras Fluviais.

    Após várias rodadas, o torneio dos arqueiros terminou. Lu Mei competira mas não alcançara as finais. O título de campeão acabou nas mãos de Sor Gerald Gower, um cavaleiro de Pedra do Dragão.

    Finalmente era hora de começar a competição dos exércitos, e os nortenhos foram colocados frente à frente com os homens dos rios, cercados por uma liça de madeira ao redor da qual o povo se acotovelava para assistir enquanto os nobres observavam tudo sentados nos estrados de arquibancadas.

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 18

    O arauto deu o sinal e os exércitos avançaram um contra o outro. 


    OFF: Gylen pode fazer 3 rolagens de Guerra para determinar o resultado, Arn pode fazer as mesmas rolagens para prestar ajuda a Gylen.
    Van Bash
    Mutante
    Van Bash
    Mutante

    Mensagens : 698
    Reputação : 12

    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Van Bash Ontem à(s) 10:18 am

    NOITE DO 9 DIA DE TORNEIO


    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Narnia10


    Sor. Arn estava pensativo olhando para as brasas da fogueira. Ele pensa na luz, e como ela é inerente ao fogo que ilumina as trevas independente do que faça. Ele tem o poder de cozinhar e prover calor em dias frios, mas também pode ferir e destruir. E a vida era isso, tudo não passava de escolhas que fazemos. E hoje ele decidiu que não é o seu papel reestruturar o que estava destruído, o seu nome de nascença já não valia mais nada estava tão morto quanto todos seus entes queridos.

    "Obrigado tudo acontece como deve ser. Agora só cabe a mim escolher o que fazer com o tempo que tenho aqui"


    O cavaleiro estava trabalhando em seu escudo colocando um novo brasão, o acordo de Sor. Beron era inestimável e caia como uma luva uma chance nova de mostrar o poderio da casa Dayne de A.H., os soberanos no renascimento. Apesar de não ter homens para lutar se ele se destacasse como o cabeça que trouxe a vitória sob o estandarte da casa militar a quem fez seu juramento ele passaria a mensagem a todos do poder da casa militar. Mas ele não poderia vacilar, sabia que Lady Yassenia não aprovaria mesmo que isso trouxesse benefícios para a casa dela. Os nobres mais astutos sabem que um bom general vale mais que os exércitos que se dispõe e homens podem ser forjados mas líderes é mais difícil de se encontrar. Mais uma vez era grato com os Felinight. Agora deveria retribuir toda a gratidão as duas casas e se tudo desse certo ele traria a gloria pra ambas as casas. Sor Arn soltou os cabelos e fez a barba, representando que estva renascido, sua nova aparencia jovial dava-lhe um frescor novo mas representava muito do que estava sentindo. Ele renasceria ali naquele momento.

    O cavaleiro estava esculpindo o sol e a espada representando a casa dos Daynes de A.H, assim pra todos ficariam claro por quem ele estaria lutando e se aliando. Areia e Neve, a dualidade que ele achara a resposta ao observar o fogo.

    "Beron permitiu unir as casas e dependendo dos resultados podemos fazer uma aliança com uma grande casa, que sete conceda a vitória amanhã e que a gloria recaia para as duas casas"

    ==================================================================================================================================================================
    DÉCIMO DIA DO TORNEIO


    Sor Arn está preparado para o combate se reúne antes com Gylen.

    -Capitão Gylen, se me conceder a honra de liderar seus homens em campo de batalha trarei a tão esperada vitória. Alguns deles já seguiram meus comandos e já lutei lado a lado com alguns. Ficarei honrado - faz o pedido com todo o respeito e decoro ao Bastardo de Beron

    Vai até  Aubrey Abyss e Krotalus Khant e comenta para os dois

    -A quanto tempo não fazemos isso hein? Ficou tanto tempo fornicando que seus cabelos perderam a cor senhor Aubrey, mas espero que sua lança continue rija como sempre - brinca com seus antigos camaradas mas ainda assim mostrando respeito

    Então se posiciona na frente dos homens minutos antes do primeiro choque das paredes de escudos. E os motiva, Sor Arn não era um general de dar apenas ordens e sim que servia como exemplo e um excelente lutador, talvez um dos melhores dos sete reinos.

    -Agora é a hora da Espada! Escudos serão partidos! - grita motivando os homens - Areia e Neve!!!! Areia e Neve!!!! É a hora da tempestade para nossos inimigos!!! Preparem-se!! Vamos pegar a vitória, ela é nossa! Parede de escudos!!! -termina esperando todos os homens formarem a parede de escudos e jogarem as armas nos seus inimigo como planejaram, mas os que lutassem com escudo formariam uma parede para dar o suporte para a primeira carga enfurecida dos nortenhos. A falange seguia com ele como um apoio tentando se movimentar para a retaguarda dos homens do rio a fim de aproveitar a distração da carga.


    Conteúdo patrocinado


    O Jogo dos Tronos - Felinight - Página 45 Empty Re: O Jogo dos Tronos - Felinight

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sáb Set 30, 2023 7:36 pm