Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Samantha Doiley

    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Bastet Qui Jan 28, 2021 7:44 pm



    Samantha
    Doiley

    -Cala a boca, Anne!... Ou! – disse alto, ao sentir a cartinha grudar nas costas suadas e cair no chão depois. A olhou sobre os ombros, revirando os olhos. Percebeu que Anne se aproximava, terminando de encher o copo e bebendo a água.

    Logo sentiu uma mão dela em sua cintura e o hálito logo atrás de sua orelha. Apoiou o copo na pia, se virando de frente pra mulher, entrelaçando os dedos com os dela. – Eu concordo contigo... Quero estar contigo... Mas não com essas chatices de gente cricri – passou a outra mão pela cintura dela, começando a andar com ela, calmamente – Mas você é uma loba né... Vai que é toda possessiva e territorialista, e eu nem sei? – falava a olhando nos olhos, ao final da frase Anne sentiria a parede contra suas costas.

    Aproximou mais os lábios, como se fosse beijar a mulher, mas não o fez. – Tem certeza que quer dar as mãos para alguém que ronca? – perguntou baixinho, com um sorriso levado no rosto. A mão ainda na dela.

    ----

    - Previsível... – ela repetiu e deu uma risadinha baixa. -  Vou tentar prestar atenção em uma coisa de cada vez, pra tentar achar as coisas previsíveis, viu. Seria maravilhoso – assentiu quando ele falou da escola – Livre demais... É, talvez eu não curtisse mesmo. O que eu mais gostava na escola era o rigor de notas e essas coisas... – todo o resto com os outros jovens era terrível pra mulher.  – Bem, me manda uma mensagem quando definirem a data. Vou tentar fazer mais horas lá no trabalho pra conseguir tirar uns dias – sorriu e logo se levantou.

    Ficou até sem saber como reagir com a reverência e os olhões azuis e profundos do menino. Sorriu um pouco sem graça, pegando a bolsa – Como se diz obrigada  de onde você vem? – perguntou qualquer coisa, soando até meio boba, só pra poder se desviar do olhar dele.

    ---

    Assim que seguissem pra fora da casa, procurou pra ver se Anne tinha entrado pra comer e cumprimentou quem encontrou no caminho, mesmo que tivesse evitado o “centro” da vila onde rolava o café.

    Como não encontrou a mulher, saiu pelo portão procurando a gata na moto. Vestia um moletom fininho, jeans e coturnos. O cabelo tava preso num rabo de cavalo naquele dia.

    Roupa:
    Samantha Doiley - Página 4 Nwpqcmo


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Wordspinner Sab Jan 30, 2021 4:29 pm

    "Ei, eu sou sim. Se alguém meter a mão em você sem você deixar eu tiro ela, juro. Mas essa do ronco nem é tão braba. Nem vou poder dormir com você o tempo todo." Nenhuma preocupação na voz de Anne.
    --

    "Eu sou do Japão. Lá é meio que Óbirigadoro..." Ele gargalha com o que ele mesmo diz. "Eu mando a mensagem sim. Promessa."

    --

    Anne assobia para chamar a atenção de Sam. Nicky está do lado dela. Os dois conversando e apontando para Sam. "Nicky disse que topa ajudar a gente a te deixar mais durona, ia chamar as crianças, só que ia ficar muito feio pra você." Ela brinca provocando. "Temos uns exames, não é mamãe?" Ela dá dois tapinhas na moto atrás dela.

    --

    As duas tinham passados por um monte de salas e enfermeiras diferentes. Alguns tubos de sangue foram tirados de Sam. Depois elas foram para uma sala onde um ultrassom revelou basicamente nada que não soubessem. Exceto que o bebê parecia do tamanho e forma certa para a idade. Impossível ver sexo ainda. "Vai ser um pestinha saudável se cê não fizer merda nenhuma... Como tá a cabeça?" Ela tenta esconder o cuidado da voz e manter o tom cômico. "Melhor não assassinar ninguém nos próximos meses, hein?!" Ela ri. A enfermeira com a ficha para os resultados dos exames não. "É só acessar o site e em menos de 72 horas vai aparecer o resultado, ok?" Anne balança a cabeça pra ela e cochicha para Sam. "Quem será que ela acha que é o pai?"
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Bastet Sab Jan 30, 2021 9:23 pm



    Samantha
    Doiley

    Sam fez deu um sorriso, a beijando com a resposta. A resposta da loba parecia ter agradado a mulher. Aproveitaram o resto do dia juntas no galpão, já que nem sempre poderiam o fazer.

    ---

    Samantha ainda tava de bom humor quando saiu do portão. - Óbirigadoro... menino besta – deu uma risada pra si mesma, fechando o portão atrás de si. Quando ouviu o assobio de Anne, olha na direção e vê a mulher e um cara bem apessoado que já tinha esbarrado ali na vila. Estreita o olhar quando percebe que tão falando de si.  Se aproxima deles, cumprimentando o cara com um aceno.

    - Eu ia passar vergonha com as crianças e com esse fortão não? – deu uma risada, pegando o capacete e colocando e subindo na moto – Quando vamos treinar? – perguntou, já que todo mundo ali parecia deixar os dias correrem solto. Logo montou  - Valeu... – falou pra Nicky e assentiu às palavras de Anne – Bora... – não parecia tão animada em ir ao médico, mas sabia que era necessário.

    ---

    A consulta tinha sido bem mais tranquila que a anterior. Sem médicos, só agulhas e muitos exames. Quando a mulher do ultrassom tinha saído e ela se limpava do gel por toda a barriga, ergueu o olhar com aquela pergunta de Anne. A observou, como se tentasse analisar a expressão dela – Eu tô me comportando, pô! – sorriu e se sentou na maca – Sem surtos esses dias, parece que aqueles remédios alternativos são bons... Apesar de não darem uma onda legal... E Anne? – chamou, talvez um pouco preocupada – Sem sonhos estranhos... Acho que tá tudo bem com a gente.

    Quando a enfermeira volta, ela pega o papel e assente, não conseguindo segurar uma risada quando Anne cochicha aquilo. Fica vermelha com o olhar que recebe da enfermeira – A senhora sabe a partir de quantos meses a gente consegue ver o sexo? – perguntou, dando uma cotovelada leve em Anne que ainda ria.
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Wordspinner Seg Fev 01, 2021 2:24 pm

    "Nicky é profissional. Tipo, se a gente souber qual é a dele provavelmente alguém de terno vai matar a gente bem discretamente." Ela cutuca Sam com o cotovelo, mas o capacete esconde a seu rosto. Era impossível dizer o quanto ela estava falando sério. "Crianças iam chutar a sua cara sem querer. Nicky? Nervos de aço e mãos firmes. O cara é bom, cê vai ver."

    --

    O rosto de Anne fica calmo e feliz. Ela não consegue negar as sensações. "Pode tentar de novo a partir da decima sexta semana." A enfermeira sorri algo falso. "Eu vi na ficha que você tem mais uma consulta logo. Não se atrase." Da para ver o esforço que ela faz para não ser desagradável. Ela se afasta lentamente.

    "Viu. Tenho certeza que ela tá pensando que a gente deu um golpe em algum otário pra pegar uma pensão." Ela se segura para não gargalhar. Os pés escorregando no chão bem limpo e liso. "Tá, diz aí? Pra onde a gente vai? Logo mais a gente tem um encontro com o Nicky eeeeee temos a tarde toda juntas." Ela balança as chaves da moto.

    --

    O som da mala batendo na mesa é estranhamente real. Aquilo realmente estava acontecendo. Nicky abre a maleta escura. Sam não consegue ver o conteúdo tapado pela tampa. Nicky estica a mão do lado da mesa e depois bate o dedo polegar nela. As luvas de couro fino e preto faziam ele parecer distante assim como os óculos. Ele espera até Sam colocar a mão sobre a dele. Seus dedos sentem e a mão de Sam meticulosamente. Depois torce e puxa devagar de uma forma boa, mas ele continua até ficar desconfortável e para assim Sam estava prestes a reclamar. Por ultimo ele sente os dedos da morena como se os tivesse medindo.

    "Mãos mais fortes do que parecem." Ele fala olhando para a maleta. Primeiro ele tira uma faca com uma alça de bronze no punho. Ele a mede do lado da mão de Sam e depois a coloca no antebraço antes de largá-la na mesa. Em seguida ele tira uma pistola e depois um revolver. Não mede nenhum dos dois. A pistola era pequena, parecia um brinquedo. O revolver era um pouco maior, mas não muito. "É isso por hoje." O homem diz sem nenhuma emoção.

    Ele se recosta na mesa e aponta para alguns objetos no galpão zoneado. "Esses são alvos fáceis. A pistola tem menos recuo e vai caber em um coldre oculto. O revolver não, mas é mais potente. Não engasga. Se engasgar... você tá brigando com algo sério. Mostra pra ela Anne." A lua cheia sorri maliciosamente. Ela espera Sam escolher uma arma e depois começa a acertar sua postura. As mãos claramente tirando uma casquinha das pernas até os ombros. Cada centímetro acertado com carinho demais. Depois ela se cola ao corpo de Sam, rosto de lado no dela. As mãos seguem pelos braços da morena até a arma e finalmente ela se afasta. "Perfeita magrela, é só mirar. Mostra o que você acha que mirar é." Anne mantem uma mão suavemente pousada na parte mais baixa das costas de Sam.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Bastet Seg Fev 01, 2021 5:57 pm



    Samantha
    Doiley

    Samantha olha pra Nicky quando Anne fala aquilo, com aquela animação de perigo no olhar.  Ri quando  a mulher fala das crianças, mas não comenta nada. Queria só ver se Anne não tava exagerando sobre o homem ser bom em machucar pessoas.

    ----
    - Sim senhora, obrigada! – Sam diz, ainda com a voz cínica demais, devido ao riso preso. Quando a enfermeira as liberou e elas saíram da sala, ela bufou, com o que a mulher disse  – Porra Anne, cê é foda – riu baixo, andando ao lado dela. – E aí, o que cê acha? Menino ou menina? – perguntou, curiosa, mesmo sabendo o quão fluido isso podia ser quando se tinha o sangue delas.  O rostinho da outra, que parecia feliz com aquela criança, deixava Sam feliz também.

    Andaram até a moto, o dia tava agradável - Eu tenho uma ideia... Mas acho que você não vai gostar – mordeu o lábio, se recostando na moto – Você já me levou pra conhecer os Uivadores... Os Algozes... Mas nunca vi ninguém  da sua alcateia além de você... – tinha um sorrisinho no canto do lábio, como se esperasse que ela fosse negar. A puxou pra perto pela barra da calça – Depois a gente pode aproveitar um pouco mais...

    ----
    Nicky podia ver o pescoço de Samantha se esticando, tentando bisbilhotar o que tinha na mala.  A Loba podia sentir o coração dela acelerado. Quando ele estica a mão a mulher parece um tanto confusa, até que ele indica pra por a dela ali. Suspirou e o fez, sem saber qual era o objetivo. Apesar disso, não estava muito confortável.  Principalmente com a demora e a manipulação de dedos, pulso e tudo mais. O homem adivinhou quando ela tava prestes a puxar a mão e terminou de examinar rapidamente.

    Fica sem quando Nicky comenta sobre sua mão e se surpreende quando ele tira uma faca e duas armas da mala. Apesar de às vezes surgirem alguns tipos de arma lá no bar, era sempre na mão dos encrenqueiros ou nas calças de algum bêbado... Ela nunca tinha usado uma arma de fogo... Tava pensando que ia aprender a dar uns socos ali e, no fim, era algo muito mais legal.

    - Hmm... Se eu aprender a usar o revolver provavelmente consigo me virar com a outra, né? – perguntou, olhando pros dois.  Imaginava que se dava conta de um recuo maior, depois era mais fácil de se adaptar. Se assentissem, escolheria o revolver, pegando nele com um sorriso no rosto.  Se deixou ajeitar por Anne, as bochechas feito um pimentão por gostar dos carinhos em frente ao homem.... Da um suspiro ao sentir o corpo da outra no seu. – É um teste de concentração também, é? – perguntou, baixo pra ela e sorriu, olhando pra arma e pensando como miraria ali.

    Se lembrava de ajudar as crianças a limpar as armas de paintball... E nelas tinha um pininho em cima, pra ajudar na mira. Viu se no revolver tinha e tentou mirar por ali, em direção a uma lata de tinta, não sabendo se tava fazendo certo.

    - Assim? Posso atirar? – parecia animada.  

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Wordspinner Ter Fev 02, 2021 10:23 am

    "Eu prefiro menina. Muito melhor." Ela ouve a outra tecendo sua armadilha e "Já é. Vamo falar com a Nini e ver se a gente acha o Teo." Ela se deixa puxar. "É assim que eu gosto de perder meu tempo." A uratha beija e morde a outra. As mãos rápidas para seguir a deixa de Sam.

    --

    "É só apertar o gatilho agora." Ele coloca os dedos no ouvido esperando. Nicky só balança a cabeça.

    Sam sente o gatilho resistindo. Mais pesado de apertar do parece nos filmes. A arma parece explodir. Mas é só o recuo. O susto é maior que a força. O barulho mais desconcertante que o movimento. O brilho e o cheiro de pólvora somem muito rápido. Nada parece ter sido atingido. "Ha! Acaba com eles Sam! Vai parar no primeiro? Ainda tem um monte de parede vazia pra você furar sem querer." Ela diz rindo e fazendo troça. Mas Nicky só confirma com a cabeça.

    --

    Aponi estava na aula de canto e as duas ficam esperando até ela terminar. A mulher cumprimenta Sam como se ela fosse algum tipo de criatura exótica que precisa ser protegida da extinção. Quando Sam sobe na garupa de Anne. "Tão bonitinha. você é a pé?" Como se perguntasse de onde ela vem. Anne fica vermelha de vergonha e talvez isso seja um lado bom. Mas e se a vergonha for de Sam.

    As três param no ultimo andar de um estacionamento vertical perto da Universidade Grififith. Aponi tira uma garrafinha daquelas de pinguço da moto. Dá um longo gole e oferece para Sam sem nenhuma palavra. O sol do dia e o concreto por todos os lados deixa o lugar quente. Não escaldante, mas quente para a maior parte de Dover. Anne sobe na mureta balançando os pés a trinta metros do chão, ela coloca um binóculos no rosto dando dois tapinhas do seu lado.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Bastet Ter Fev 02, 2021 4:19 pm



    Samantha
    Doiley

    - Hm... Menina vai arrasar corações desses lobos por aí... Se puxar seu rostinho bonito – murmurou, após o beijo que recebeu. Passou  uma mão pela cintura da mulher, roubando outro beijo – Hm... Combinado então.... – o sorriso era levemente vitorioso e a vontade de pular para a segunda parte do acordo crescia com aqueles beijos. Logo suspirou quanto tiveram de se separar para subir na moto.

    ---

    Quando Anne falou que era só apertar o gatilho, Sam assentiu, animada. Mirou novamente e apertou o gatilho pesado.  Não esperava que fosse tão pesado... Nem o impacto forte nos ombros... E o barulho! Nossa! Após o susto passar, procurou para ver se a lata tava furada... Mas não estava.  Estalou os lábios quando a outra mulher disse aquilo – Alá,  foi perto ó! Cê me distraiu, não vale! – não tinha sido tão perto quanto ela gostaria. Acabou rindo com Anne.

    -  Ô Nicky, cê não ia me ensinar acertar coisas? – perguntou, mais pra provocar Anne do que outra coisa. Tinha um sorrisinho no canto do lábio. Ergueu o olhar pra Nicky, vendo se ele tinha reagido... O homem parecia quase uma estátua. Enquanto ele decidia que ia ou não, ela se posicionou novamente como a outra mulher havia ensinado,  mirando na mesma lata, tentando acertar a posição da arma de acordo com o erro anterior.

    E apertou o gatilho.

    ---

    Samantha parecia um pouco ansiosa.  Tamborilava o dedo em qualquer superfície que encontrava enquanto esperavam a tal “Nini”. Quando ela saiu da aula e olhou Sam daquela forma, ela se sentiu meio esquisita... Não ameaçada ou hostilizada, mas o olhar de Aponi parecia perceber demais. Cumprimentou ela também e as seguiu sem saber pra onde iriam. Ao subir na moto, recebeu uma das perguntas mais estranhas que já tinha recebido na vida.

    Precisou de uns segundos pra pensar na resposta. Por fim assentiu. – Vocês são todos de duas rodas, né? – sorriu, sem jeito.  Nunca tinha visto Anne tão quieta... Era estranho. Chegou a passar na sua mente que talvez ela não quisesse que aquelas pessoas a conhecessem... Mas, bem, estavam ali.

    Ao chegarem no topo do estacionamento, Sam desce da moto e coloca o capacete no lugar onde tava sentada anteriormente.  Logo vê uma garrafinha de whisky em seu campo de visão e aquele olhar da mulher. Bizarro.  Pegou a garrafinha,  cheirando pra ver se tinha algo alcoólico... Como percebeu que não, resolveu aceitar. O que de mal podia acontecer né? No mínimo era água... No máximo... (???).  Aponi nada disse, Sam não perguntou também.

    Antes de ir até Anne, ela tira o moletom que usava, devido ao calor que tava ali, vestindo uma camiseta por baixo.  Fazia tempo que não pegava um solzinho daquele e calor... Aquela cidade era fria. Passou as pernas pela mureta, se sentando e olhando pra baixo entre os joelhos. Ver as pessoas tão pequenininhas em baixo era uma perspectiva interessante.

    - De onde você tirou esse binóculo? – Ela perguntou, com uma risada, não tendo percebido Anne pegando aquilo – O que tá olhando? – as palavras são curiosas, mas os olhos não estão voltados pra paisagem. Procuram Aponi, pra ver se a mulher vai se juntar a elas.

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Wordspinner Qui Fev 04, 2021 3:34 pm

    Sam sente o gatilho encolher e nada. Sem balas. Ela atirou até as balas acabarem. Nicky deu instruções novas e mostrou como recarregar a arma. Ele corrige alguns erros com paciência. Aponta de novo para a lata eles recomeçam. Quando Sam está cansada, a cabeça girando com o barulho e o cheiro de pólvora ele pega a arma e coloca na mesa de novo. Acabou por hoje, ela pensa. "Agora a gente começa com a faca." Ele a entrega para Sam e coloca ela na mão da morena. Aperta seus dedos sobre ela mostrando como segurar e depois muda de posição e repete. No fim ele faz o mesmo outra vez. Ele chuta os pés de Sam de leve para mudar sua posição. "Agora enfia debaixo da costela dela." Ele aponta para Anne que está distraída fazendo alongamentos.

    --

    "Duas rodas, ou quatro patas." Ela diz animada. Olhando para Sam como se fosse uma novidade incrível.

    A garrafa tinha chá. Chá adoçado com mel. Algo como capim limão. "Tava na moto o tempo todo. Tem muitas coisas lá." Ela coloca os binóculos na frente de Sam. "Teo tá dando aula. A gente não quer atrapalhar então a gente espera daqui. Julgando todas as miniaturas daqui de cima." Ela olha inquisitiva para Aponi. "Vestido laranja com abacaxi. " Anne ri. "Acha pra mim Sam. Se demorar eu tenho que andar no muro. " Ela ri. Mas não parece estar brincando. Aponi sorri também e começa a contar com os dedos. Sam sente a mão de Anne apertar sua perna com carinho.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Bastet Qui Fev 04, 2021 7:33 pm



    Samantha
    Doiley

    Parecia que um trator tinha passado em cima dela.  Os ombros doíam, os dedos ardiam, a cabeça parecia que ia explodir. A arma que não era tão pesada, parecia mais pesada que ela... Mas Samantha continuava tentando. Reclamava vez ou outra, mas obedecia ao que Nicky indicava,  com a mesma animação do começo. Quando o gatilho não disparou nada, ela sentiu os ombros relaxarem... Tinha acabado.

    - Nossa, como vocês fazem isso com tanta naturalidade? – ela perguntou, estalando o ombro após por a arma na mesa. O homem veria desolação no rosto de Sam quando ela percebeu que não tinha acabado. Respirou fundo, esticando a mão e deixando ele ensinar como segurar e se posicionar. Ela ensaia uns “ataques” meio sem noção, parecendo aqueles filmes ruins de ação. Logo ri.

    O riso dura pouco, parando quando ele fala aquilo.
    - Cê tá doido, cara? – disse, negando o que ele tinha falado. Sabia que Anne se recuperava rápido, mas não ia furar a mina, ainda mais com ela distraída.

    ---

    Sam não consegue disfarçar a careta ao provar o líquido.  Duas coisas que ela não gostava juntas... Talvez se não fosse o mel o gosto fosse menos pior. Devolve a garrafinha pra Aponi, torcendo o nariz e agradecendo.  Enquanto Anne ia até a mureta, perguntou para a outra mulher.

    - Tem algo no meu rosto? – perguntou, com curiosidade na voz... – Você tá me olhando de um jeito...engraçado...

    ---

    A mulher pega o binóculo, ajustando o foco para a sua visão. – Quem é o Teo? – perguntou, olhando pra baixo com o binóculo, procurando alguém que parecesse com elas, um homem de pele escura e cabelo bonito, fortão, jaqueta de couro, cara de mau.  Ficou um tempo nisso, quando ouviu o papo das duas. – Cê tá falando sério? – olhou pras duas e viu Aponi já começar a contar. – Ê caralho...- voltou a segurar o binóculo com uma mão e pousando a outra na de Anne.

    - Não podia ser alguém de jeans e camiseta – resmungou, procurando a pessoa com o tal vestido laranja com abacaxi.  


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Wordspinner Sex Fev 05, 2021 7:02 pm

    "Odeio armas, farinha. Muito impessoal." A voz de Anne é descontraida. Como se estivesse falando sobre sua preferência em peras e não metodo de assassinato. Esse pensamento leva Sam a pensar que objetivamente Anne matou. Matou coisas tão espertas ou mais que ela. Matou pessoas também? Ela consegue ver Anne parada em cima de um corpo, coberta de sangue, calmamente falando no telefone com a amiga estranhona.

    Então ela responde Nicky com uma pergunta. "Um caçador ataca quando a presa tá vulnerável. Você menor que eles, mais fraca, mais lenta, e não é basicamente imortal. Além de que aquela carinha bonita consegue ouvir o seu coração batendo antes de você chegar pra furar ela. Agora que se sabe que ela tá te esperando, me mostra como que se faz." A voz de Nicky não tinha julgamento. Era séria e imediata. Imperativa. Anne olha por cima do ombro, a cabeça encostada na panturilha. Ela pisca os dois olhos bem rápido fazendo uma cara inocênte e então troca a posição das pernas como se não tivesse ouvido eles falarem.

    --
    Aponi olha o rosto de Sam com cuidado. "Você é rara. Não tem nada na sua cara. É o que tem na cara dela. " Aponi sorri daquele jeito de novo. Mas satisfeita também. Como se tivesse esclarecido um grande misterio.

    --

    A pessoa é uma mulher muito alta e bem negra com o cabelos quase loiro e cachorro no braço. Dessa vez Anne não ia andar no muro. "Teo é o chefe. O manda chuva. Teo é o nosso cara. Eu sei que cê é tarada e tá imaginando nós três transando. Devs tá até pensando que talvez quem sabe sobre uma casquinha pra você. Que mente suja magrela. " Anne fala com gestos exagerados e uma voz debochada. Aponi ri como se tivesse sido muito engraçado. "Ele ajuda a gente a funcionar, Sam. Ele ajuda a gente a se aceitar e aceitar nosso lugar. O cara é tipo um pai pra Nini e a real é que ele tirou da porra mais louca da vida. Ele tava na merda ferrado da cabeça. Quase tão ruim quanto tu, mas me tirou da loucura que é ser um lobo sozinho. Ele é uma ilha na porra de um mar fodido cheio de tubarão. Isso é um alfa. Sacou? Mas ele parece um tiozão. " Elas duas riem juntas.

    "Sua vez" diz Aponi. Sua vez de julgar a pior roupa.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Bastet Sex Fev 05, 2021 11:04 pm



    Samantha
    Doiley

    Sam ia falar alguma gracinha para Anne quando foi atingida pelos pensamentos intrusivos sobre a outra. Apesar de saber da força deles,nunca tinha visto nada grotesco além da alimentação dos lobos no dia em que chegou na vila. Não pensara sobre as mortes... Principalmente em mortes causadas pela mulher.... Olhou para a mão com a faca, imaginando se precisaria matar algo que não fosse alimento ou estivesse doente... Essa era uma coragem que ainda não sabia se tinha ou não.

    Os pensamentos fora interrompidos pela fala de Nicky.  Sam  mexia na faca distraída, acostumando a mão ao peso. Qualquer objeto cortante que usava com os animais eram bem mais leves. Olhou pra ele e pra Anne, claremente com receio de machucar a mulher... Humana demais ainda. Rodou o punho, suspirando.

    - Que merda, cara – balançou a cabeça, como se não concordasse com a atitude, mas começando a andar até a mulher. Estava ali... Não ia fraquejar, ia?

    Chegou por trás de Anne, encostando o corpo por trás da bunda empinada e das pernas perfeitamente alongadas dela – Cê trouxe ele pra eu odiar ele e não você? – perguntou, séria e riu, passando a mão pela bunda dela e aproveitando o carinho pra tentar empurrar ela no chão, de bruços.

    Se conseguisse a proeza de desequilibrar a mulher, sentaria na bunda dela, posicionando a faca exatamente onde Nicky tinha indicado... Mas hesitou.

    ---

    - Rara? – Sam fez uma expressão confusa, realmente não esperando aquela resposta... Apesar disso, deu um sorriso envergonhado quando a mulher falou sobre “o que tinha na cara de Anne”. Queria perguntar mais coisas, mas se satisfez com aquela informação por hora, ainda mais com Anne ouvindo tudo.

    ---

    Sam ficou aliviada ao achar a mulher e estava procurando o tal Teo com o binóculo, quando Anne começou a falar dele. Ela parou de procurar e olhou pra ela, com um pequeno sorriso no rosto.  Sempre que via Anne, até mesmo no bar, ela não tava acompanhada de pessoas que gostava assim. Ali ela parecia estar à vontade.  Logo o sorrisinho se transformou numa risada – Tsc, me pegou no pulo. Mas eu que sou tarada, né? Aponi te conhece há mais tempo, ela é fogo, né?  - perguntou, olhando pra amiga de Anne, mas logo olhando pra ela pra ver sua reação.

    Ela ouve com atenção o restante das coisas que Anne dizia. Imaginava se, quando entrasse numa alcateia, seria com um alpha assim. Alguém a quem confiar... que estava ali como uma ilha... como um pai. Suspirou, com um sorriso de alguém que tava perdida em pensamentos quando a última parte da frase foi dita e só ouviu as risadas.

    - Tá bem, tá bem – pegou o binóculo novamente, pra encontrar alguém com uma roupa que ela não gostava.  – Já sei –parecia animada – Blazer azul tipo de camurça... Cachecol listrado.  - Quando falou, ainda tava olhando no binóculo e estranhamente parecia que o “alvo” tinha olhado na direção dela. Passou o binóculo pra Aponi, arrepiada, sem saber que tinha descrito Teo em sua roupa quentinha pro dia frio.


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Wordspinner Sab Fev 06, 2021 9:43 pm

    "unhum" Anne resmunga dengosa. Ela da um gritinho quando Sama derruba e senta nela. Com a faca na mão Sam sente um estalo ardido na mão e ouve a faca sumir em algum lug... O chão de alguma forma bateu na cara dela. O mundo rodou e ela sente uma pressão nos braços. Anne está sentada no seu peito com os joelhos sobre os seus braços. As duas mãos no pescoço de Sam. "Morta" ela diz antes de beijar o rosto dela com carinho. A mulher sair de cima dela. "Eu pego pra você. " Ela vai atrás da faca.

    Nicky não parece desapontado. Nem muito menos orgulhoso. "Antes de tentar ficar tão perto de alguém é melhor já saber lutar. Termine a coisa o mais breve possível. Se der tempo ao seu alvo ele pode pedir ajuda ou te ferrar sozinho. " Ele estica a mão para ajudá-la a levantar. A voz ainda neutra.

    --

    Aponi faz que sim. Mas parece encantada. Como uma criança vendo golfinhos pela primeira vez. "Anne é uma amante muito prolifica. Ela é o vento, você também?" De alguma forma ela faz aquilo parecer cantado.

    Ela pega o binoculos com um riso no rosto. Coloca nos olhos e faz uma carrreta. "Acharam a gente" ela devolve o binoculos já andando para moto. Anne faz que sim com a cabeça e puxa Sam bem de Leve.

    --

    As três chegam até o primeiro piso do estacionamento e lá está o professor na sua Harley bem pólida. "Acredito que já nos conhecemos Samantha, ou é melhor Sam?" Ele estica Uma das mãos para Sam.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Bastet Sab Fev 06, 2021 11:23 pm



    Samantha
    Doiley

    Quando consegue derrubar Anne, Samantha parece muito animada com aquela ideia... Mas, por fim, o fato de a machucar assustou um pouco a mulher. Não teve nem tempo de reagir, sentindo um ardor na mão, o corpo encontrando o chão e uma pressão nos braços e no peito.  “Morta”, Anne disse, fazendo ela se arrepiar, ainda tentando entender como tinha saído a posição dominante pra aquela na qual poderia, mesmo, ter perdido a vida. Sorri com o beijinho que ganhou no rosto, fazendo uma careta quando a outra mulher saiu de cima dela.

    - Eu vou aprender – aceitou a ajuda, se levantando e prendendo melhor o cabelo. Mais determinada que da primeira vez. Passou a língua nos dentes, vendo Anne voltar com a faca e sorriu. – Round two, baby... – pegou a faca, se posicionando como Nicky tinha ensinado.

    Dessa vez não chegaria tão perto, como o homem tinha aconselhado. Sam pega a faca e tenta dar o primeiro golpe. Caso Anne fosse impedir o ataque, tentaria agarrar o braço dela e morder. Com isso, usar a faca pra atingir onde o homem falou.

    ---

    O olhar de Aponi ainda era estranho... Estranho e gentil. Samantha parecia um tanto perdida na maioria das falas da mulher. – Eu? – precisou pensar. Não sabia como se definir – Talvez não seja tão leve quanto o vento – acariciava a mão de Anne e quase agradeceu quando o assunto tomou outro rumo.

    Aparentemente, iriam encontrar Teo e algo na escolha dela da roupa brega era engraçado. Entendeu no momento em que chegaram no primeiro piso do estacionamento.  “Chamou o ‘chef’ de brega, parabéns”, pensou consigo mesma, um pouco sem graça com o encontro.

    Sam aperta as mãos dele de forma firme, e sorri – Só Sam tá bom.  – diz, esperando ele se apresentar, sem jeito de chamar só de “Teo”... Mas tem uma expressão de dúvida – Nos conhecemos? – tirando a gafe de falar que ele era brega, não se lembrava de ter viso o alpha daquela alcateia.

    Spoiler:
    Vou testar só o ataque da faca, pra ver quão ruim ela erra kkkk A mordida é só pra distrair e machucar um cadim, não é pra causar dano (apesar de ela ter o Bite)


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Wordspinner Seg Fev 08, 2021 2:30 pm

    Anne dá um passo para trás e deixa a faca passar no vazio. Ela se adianta para desarmar Sam de novo e ela quase leva a mordida, mas seu braço se move como uma cobra e acerta o nariz de Sam. Com um susto e um grito para dentro Anne esquece a faca para bem na frente de Sam. As duas mãos tentando parar o rosto para ela olhar o estrago.

    No fim o estrago nem foi grande. Sem sangue. Só dor.

    Nicky parece satisfeito de alguma forma e diz o nada surpreendente. "De novo."

    --

    Ele faz que sim lentamente com a cabeça ainda segurando a mão de Sam com as duas dele. "Eu já te vi por aí. Pode chamar de Stuarts, é como meus alunos me chamam." Ele diz quando solta a mão de Sam. "O que as garotas estão fazendo? Temos problemas?" Ele fala calmamente.

    "Tudo na mais perfeita paz. Vamo pro karaokê?" Ela pergunta com uma voz doce e animada.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Bastet Seg Fev 08, 2021 5:37 pm



    Samantha
    Doiley

    Sam não esperava aquele golpe no nariz. Por um momento, até achou que o impacto era dos dentes na pele da mulher... Até que veio a dor... E Samantha percebeu que, na verdade, a atingida havia sido ela.  Soltou um palavrão meio abafado e logo sentiu as mãos de Anne em seu rosto.

    - Porra – deu uma risada, levando a mão livre até o rosto, vendo se tinha sangue no nariz – Cê quer deixar meu nariz mais torto? – fazia uns movimentos com o rosto, mexendo o nariz enquanto a outra mulher a analisava, toda preocupada.

    - Ai ai ai – reclamava, com os cutucões dos dedos dela  no osso, ouvindo Nicky mandar elas repetirem. Sam, que ainda tinha a faca na mão, se adiantou, sem anunciar, tentando desferir o golpe.

    ---

    O sorriso de Sam se torna uma meia careta quando Stuarts coloca mais uma mão na sua e aquilo se alonga um pouco... Mas ela ainda tenta ser simpática. Assentiu quando ele se apresentou e olhou pra Anne – Já embebedei ele no bar também? – perguntou com um sorriso, sem se preocupar em falar baixo já que ele ouviria de qualquer forma. Não lembrava realmente de tê-lo visto “por aí”.

    Ela não contradiz o que Anne  diz. Estava tudo muito tranquilo naquele dia mesmo, tranquilo e agradável. Uma sobrancelha se ergue quando a mulher sugere aquilo. – Eu topo se você for cantar! A Aponi já ouvi que canta bem, não vale – olhou pra ela e pro Stuarts, vendo se eles topavam também.


    Teste:
    • Teste: Destreza 3 + Armas Brancas 1


    Bastet efetuou 4 lançamento(s) de dados Samantha Doiley - Página 4 D10 (d10.) :
    4 , 6 , 1 , 6

    • Dados extras: 5


    Bastet efetuou 5 lançamento(s) de dados Samantha Doiley - Página 4 D10 (d10.) :
    9 , 9 , 1 , 4 , 5


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Wordspinner Qua Fev 10, 2021 2:32 pm

    "Esse troço aí? não dá pra piorar muito." Então Sam ataca. Subitamente como uma serpente. Rápida e letal, ou pelo menos pareceu assim. Anne torceu o corpo deixando a faca passar no vazio. Ela nem fez questão de revidar. Deixou a morena atacar de novo e de novo. "Não atrapalha a garota Anne, pelo menos finge." Sam corta novo o ar e Anne sorri algo provocante e animado. O rosto dela era radiante, então ela chutou a mão de Sam. Doeu. Além de doer também fez a faca rodar na mão de Sam, ficando presa somente pela alça. "Segura direito. De novo." A coisa toda continua até Anne conseguir arrancar a faca das mãos de Sam. "Sua vez." Então ela ataca. Mais lenta do que Sam esperava, mas quase acertou uma das mãos de Sam. Nicky faz que sim com a cabeça e Anne avança de novo. De novo. Mais rápido. Sem parar. Sam recua e se afasta, o que mais ela poderia fazer? A louca tava armada.

    Ela dá mais um passo atrás e sente seu braço prender. Ela vê o brilho da faca. O borrão na direção do seu rosto. A dor ardente no rosto e na orelha. O barulho da faca caindo no chão. "Acabou. Tudo bem. Tudo bem. Acabou." Anne solta o braço que estava segurando e abra os braços em sinal de paz. Nicky continua fazendo que sim com cabeça. Satisfeito com o que quer que seja.

    --

    "Não ele." Ela fala sem dar importância a pergunta. "Vamo então cantar. Tem uns lugares legais que a gente conhece." Então Aponi intervem "Eu vou cantar de um jeito ou de outro." Ela fala brincando. Stuarts dá uma batidinha na moto. "Aquele lá na saída, perto dos corvos. To com saudade do rango de lá."

    Os três vão um a um. Anne levando Sam. Mas ela para antes em um restaurante com mesinhas velhas de madeira. "A comida lá é um lixo tóxico. Senta aí e a gente se alimenta antes de ir, cê não vai alimentar meu bebê com aquilo lá." Ela diz rindo e segurando Sam pela mão. Sem nenhuma vergonha das pessoas imaginarem que elas são um casal.
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Bastet Qua Fev 10, 2021 6:21 pm



    Samantha
    Doiley

    Samantha pensou que tinha atingido Anne, mas só pensou mesmo. De novo e de novo, a mulher era mais rápido. Sam fez uma careta com o que Nicky disse – Finge o caralho... – não queria aprender sendo enganada. Queria melhorar de fato. Olhou pra Anne, fazendo um gesto com a mão pra ela se aproximar novamente, com um sorriso animado e um tanto perigoso na cara.  Mesmo apanhando, ela tentava continuar. Provavelmente, ficaria cheia de hematomas e com dor no pulso por um bom tempo.

    Quando Anne manteve a faca consigo e se tornou a pessoa que ataca, Sam arregalou os olhos, tentando tomar o máximo de distância. Até conseguiu desviar uma vez ou outra, mas a Loba parecia um furacão... Deu um grito ao sentir na pele, sem nem saber onde direito tinha sido o corte.  Quase rosnou, ainda pronta pra se defender... Só relaxou quando Anne soltou a faca e ergueu os braços.

    - Porra, Anne – parecia irritada. Não dava pra saber se com Anne ou com o fato de ser tão ruim naquilo. Passou a mão na cara, procurando o corte. Quando não sentiu sangue, ficou confusa, pegando o celular, pra se ver no reflexo. Nenhum corte...  Olhou pra mulher, talvez um pouco mais irritada que antes, guardando o celular e se abaixando pra pegar a faca no chão.

    Andou até Anne.

    - De novo. De verdade - e tentou atacar novamente.  Já respirava um tanto pesado, mas não aceitaria um não ali, não se não fosse forçada.

    ---

    Não se meteu no papo dos três. Nunca tinha ido num karaokê, na verdade... Eles sabiam o melhor lugar pra ir. Subiu na moto de Anne, colocando o capacete e se agarrou na mulher... Se sentindo bem feliz naquele momento.

    Quando a mulher parou restaurante pequenininho, o cheiro de comida gostosa fez a barriga de Sam roncar. Depois de todo o treino tava mesmo faminta. – Cê tá igual a Ilona, querendo me enfiar comida o tempo todo – riu, se deixando levar pelas mãos dadas. Depois de pedirem algo no balcão, Sam puxou a cadeira pra perto da de Anne, apoiando um braço na mesa e a cabeça na mão, a olhando, sem dizer nada, enquanto esperavam.

    Teste:
    • Teste: Destreza 3 + Armas Brancas 1


    Bastet efetuou 4 lançamento(s) de dados Samantha Doiley - Página 4 D10 (d10.) :
    7 , 10 , 3 , 9

    • Dados extras: 5


    Bastet efetuou 5 lançamento(s) de dados Samantha Doiley - Página 4 D10 (d10.) :
    9 , 2 , 3 , 7 , 4


    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Wordspinner Sex Fev 12, 2021 12:32 pm

    "Não." Eles dizem ao mesmo tempo. Anne deixa os braços soltos do lado do corpo e se aproxima de Sam. "Você vai tá um lixo amanhã e não tem como lutar melhor que eu hoje nem que a gente fique aqui até você morrer de fome." Nicky já está guardando tudo na mala. Uma mão esticada para receber a faca de volta.

    Sam ataca. Anne segura a faca irritada, os olhos intensos com a dor. Dessa vez ela segurou a faca com a palma da mão, pela ponta. A lâmina atravessou até o final. Sam sentia o sangue quente escorrendo. Era quente demais, não como óleo fervendo, mas como o banho quente demais que vai te fazer mal. Então os dedos da outra apertam os seus até um espasmo de dor forçar a morena a largar. Ela estica a mão oferecendo a faca para Nicky. "Pode ficar." Ele fecha a mala. Anne aponta a mão trespassada pela faca para Sam. "É sua." Ela diz com um sorriso afiado e ameaçador no rosto.

    --

    Anne fala sobre música. Suas músicas favoritas. Sobre ouvir elas pedindo carona por aí. "Tyler era ótimo. Um caminhoneiro careca que tinha uma guitarra velha. Ele ouvia música boa e nunca tentou passar a mão em mim. Peguei umas seis caronas com ele. Mas o primo dele, Kyle? Esse também era caminhoneiro e parecia maneiro. Bem mais legal que o primo. Mas perdeu os dedos fazendo merda e parou de dirigir." Tem uma alegria nostálgica na voz dela que morre logo em seguida. "Mas era foda dormir sozinha. As vezes com frio. As vezes molhada. Bem melhor ter os caras comigo. Opa minha carne tá passada demais... Eu falei mal passada, cara! Cê torrou minha parada!" A carne dela estava quase totalmente crua. Só selada dos lados. Ela olha animada para o prato mesmo depois de reclamar. "Aquela coisa da sua família. Cê tem alguma pista pra mim?"
    Bastet
    Adepto da Virtualidade
    Bastet
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1623
    Reputação : 94
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Bastet Sex Fev 12, 2021 6:23 pm



    Samantha
    Doiley

    A questão pra Samantha nem era ganhar, era não ser tão protegida. Ignorou o que eles disseram e atacou... Acertando pela primeira vez e se surpreendendo. Sentindo a faca cortar a carne, os tendões... E o sangue escorrendo pelo cabo da faca até a sua mão. Viu a mulher estender a mão espetada pra Nicky... Como se não fosse nada... E depois pra ela.  Sam estava visivelmente um pouco em choque, se esquecendo por um instante que a mulher podia se recuperar.

    Pegou a mão dela, tremendo um pouco. –Anne... desculpa – analisou o ferimento tanto na palma quanto no dorso, olhando pra outra mulher com olhos culpados. Segurou o cabo da faca melada em sangue e puxou de uma vez só, largando a faca por um momento e se concentrando na mão, pensando se precisaria de cuidado... Mas vendo o ferimento começar a fechar aos poucos. Limpou o sangue como podia e puxou Anne pra um abraço.

    - Até eu sei que não se defende de uma faca com a mão, porra – murmurou, apertando ela contra si, dando uma risadinha no fim. Suspirou,  soltando o abraço preocupado, se abaixando pra pegar a faca, vendo se o sangue dele se coagulava rápido também, fora do corpo. Balançou a cabeça, percebendo que estava sendo estranha.

    - Quando vamos treinar de novo? – perguntou, ainda olhando pra Anne com preocupação. Machucar ela tinha sido pior que as porradas que havia levado.

    -----

    Sam comia com calma, ouvindo a Loba falante. Ela contava histórias de sua vida.  –  Bom, esse mereceu ficar sem dedos... Você tinha quantos anos quando encontrou o Stuarts? Aliás, quantos anos você tem? – perguntou, Anne tinha tantas histórias que não apreciam condizer com a carinha de bebê dela. Ergueu uma sobrancelha quando ela falou da carne – Era mais fácil pedir crua, sabe? – deu uma risada. Se Anne achava aquilo tostado, devia achar a de Sam, num ponto “normal”, sola de borracha. - Antes mesmo de entrar na Alcateia você já não conseguia parar quieta, né? – perguntou, imaginando como era difícil essa época da vida dela

    Quando a outra mulher perguntou da mãe, Sam assentiu.

    - Sabe aquela reunião? Que a gente depois foi pra praia com a galera dos Algozes? – bebeu um pouco de água – O Connor disse que eu era descendente de Rika... Rokun... Hikaonur...Ah, não lembro, a loba caçadora. O bichão* lá da alcateia falou pra ele – ainda se sentia esquisita de falar aquelas coisas – E disse que a mãe dele poderia saber mais... Você conhece a mãe dele?

    ____
    *To levando em conta que isso foi antes do churrasco.

    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco
    Wordspinner
    Garou de Posto Cinco

    Mensagens : 2291
    Reputação : 127

    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Wordspinner Sab Fev 13, 2021 4:46 am

    "Amanhã eu te pergunto isso." Ela deixa a mão bem perto do rosto de Sam e ela pode ver a carne se fechando. Os tendões e veias se esticando para fechar o corte.

    --

    Ela sorri quando Sam fala dos dedos. Um sorriso feliz e aliviado ao mesmo tempo. "Não sei. Eu não contei. Eu tinha vinte ou vinte um. Não tinha mais documentos e o tempo que eu passei sozinha eu me perdi no tempo." Ela passa um dos dedos em uma das veias na mão da outra. Traçando distraida. "Dias, semanas sem ver gente. As vezes dias do outro lado. Sabe que tem um outro lado, né? Lá é bem maior que aqui." Ela dá língua quando Sam fala do ponto da carne. "Cê tá no ponto, filé." Ela fala com uma voz forçada tentando parecer grave e machão. Ela dá uma espetada com o garfo na mão de Sam.

    "Quem quer ficar quieta, hein?" Ela começa a comer. "Sua pronuncia é horrenda. Mas isso significa que é muito melhor que a maioria. Só não tenta de novo. Dá ânsia de vómito. erhg." Ela não ri quando diz isso. Claramente incomodada. "Ash é de boa se cê não for feito eu. Ela não vai muito com a minha cara. Mas ela odeia mesmo a Amy. Nossa, demais. O pai dela, Daniel, o coroa carcaça com a barba estilosa, sabe? Ele odeia o pai da Amy. Bonitinho né? Mas o velho só fica bolado porque o cara um palhaço... e porque ele comeu minas com o sobrenome do cara." Ela lambe um pouco de sangue que tinha escorrido no canto da boca. Anne não falava de boca cheia. Mas se sujava comendo. "Agora, a Ash? Não sei qual é... Mas é uma dica boa. Só é uma merda de noticia escrota. Dover é tipo o ultimo lugar onde você quer ter qualquer ligação com A Loba Negra. Eu to até preocupada de verdade. Eu vou conversar com o Teo e ver e se a gente consegue alguma ajuda." Ela fica animada com a fofoca, mas depois preocupada olhando para a barriga lisa de Sam.
    Conteúdo patrocinado


    Samantha Doiley - Página 4 Empty Re: Samantha Doiley

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Out 26, 2021 1:35 am