Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Chloe Moore

    thendara_selune
    Tecnocrata
    thendara_selune
    Tecnocrata

    Mensagens : 398
    Reputação : 21

    Chloe  Moore - Página 6 Empty Re: Chloe Moore

    Mensagem por thendara_selune Ter Abr 06, 2021 2:52 pm

    As perguntas dele soam como  afirmativas que a lançam em um momento perigoso. Os olhos redondos cheios de luz dourada refletem o desejo, que se esconde em um tremular dos cílios ruivos, mas não era difícil decifrar o que ela tentava conter.

    -Você está brincando comigo…-  A voz cheia de inocência que a deixa com um ar de pureza inalcançável. As palavras sobre o passado chegavam até ela como um borbulhar inquietante e a fazendo pensar em James.  A voz dela saiu como se fosse feita de veludo ao sentir ele cada vez mais perto. -Dover é um lugarzinho interessante, ele cresceu em um ótimo lugar…Cercado por sentimentos verdadeiros e não contratuais...- Ela mordia levemente o lábio inferior com delicadeza e depois prosseguiu deixando o corpo dele aquecer-lhe cada vez mais. - Às vezes tudo que nos alcança é tão triste e frio...Mas James é tão ensolarado, gentil e é impossível não gostar dele…- Então ela fica parada diante dele com um olhar caloroso. - Ele cativa sem esforço, você tem o mesmo efeito…Acho que isso faz parte de suas habilidades?!- Ela toca a perna dele aceitando o convite que surgia e a mão sobe até a coxa firme que William ostenta.  - Eu só queria esquecer as coisas, Dover poderia ter me dado  uma chance, mas foi uma ilusão, porque ao chegar aqui vi coisas que nunca imaginei...Tão densas e assustadoras…- O medo ressoa muito vivido. -Não posso me envolver com ninguém...Prefiro continuar quebrada e sozinha- Ela se move para ficar ainda mais perto e por segundos, pareceu uma menina muito pequena para brigar contra as amarras que possuía. Ela tremeu lembrando do medo que tinha de enfrentar Ian e tudo mais que envolvia ter quebrado o contrato. O corpo dela colado ao dele. - Ele é bom demais para andar comigo, doce demais para sentir o gosto azedo dos meus pecados… E ainda assim sou egoísta ao ponto de desejar tudo só pra mim...- A mão macia desliza pelo rosto dele com carinho -Estou quebrada demais para ser gentil com os homens...Mas posso ser cruel com os lobos…- Os olhos delas ardem como se fossem devorá-lo maldosamente. - Ian vai me achar cedo ou tarde, se não for  ele vai ser minha família…Eles vão me punir e farão o mesmo com quem me ajudar… Então no final das contas preciso me virar e não posso arrastar um bom homem nisso, mas você não me parece tão doce assim…- A voz dela está carregada de volúpia. - Você é mais do tipo que morde, fere e causa um inferno se provocado de tal maneira que muitas vezes as pessoas nem sabem que foi você que começou o incêndio...- As unhas dela arranham o pescoço dele como se estivesse querendo domar o indomável. Então a proximidade entre eles agora estava quente demais. A voz dele ecoou como um ronronar escuro e selvagem. A provocação tão erótica que a fez corresponder com naturalidade. Quando a mão dele alcançou-lhe as costas a fez sentir um arrepio cheio de prazer. Um gemido suave desprendia-se dela. Os braços delicados  lançaram-se contra ele manhosamente, agarrando-o e o encarando-o enquanto a mente já não podia convocar o bom senso. Chloe apanhou o cabelo dele em uma das mãos e puxou com possessividade. O beijo dela veio cheio de intensidade, estava sedenta, trêmula de pura excitação e ávida pelo momento que podia ter.  Estava pronta para sentir a selvagem invasão que ele podia proporcionar, não havia porque recuar, não tinha porque temer que alguma semente germinasse ali. Apenas deixou o corpo seguir a ondulação quente e não queria mais brigar contra si mesma. Ela arrancaria o blazer, enquanto o provocaria de muitas maneiras pervertidas, os dedos dedilhando um acorde quente, as unhas deslizando pelos braços fortes, tirando a camisa dele se ele deixasse e a boca tão faminta que parecia que personificar uma deidade imoral. Depois seria como devia ser...Consequências eram tecidas enquanto Chloe mais uma vez caia nas garras do lobo mal.


    Falas em branco

    GIF
    Gif Maroto Smile:
    Chloe  Moore - Página 6 68747470733a2f2f73332e616d617a6f6e6177732e636f6d2f776174747061642d6d656469612d736572766963652f53746f7279496d6167652f386e324a67627939522d55795a773d3d2d38392e313633343564663864633165363038303934353830303730363838342e676966
    Wordspinner
    Adepto da Virtualidade
    Wordspinner
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1674
    Reputação : 80

    Chloe  Moore - Página 6 Empty Re: Chloe Moore

    Mensagem por Wordspinner Qua Abr 07, 2021 1:04 am

    "Habilidade? Sorte e atenção, só isso." Ele fala como se não fosse nada. Ela sente o lado do corpo dele vibrando enquanto ele fala.

    Chloe escreveu:Prefiro continuar quebrada e sozinha...

    "Não Chloe. Ele não tocar em você de novo." A voz respondia a uma coisa que ela não tinha dito.

    Chloe escreveu:mas você não me parece tão doce assim…

    "Eu não sou, eu aceito todas as sombras que você tiver..." Ele ouve a ultima coisa que ela fala e se entrega ao prazer da sua pele, mergulhando fundo em todo desejo que ela tinha. As mãos correm pelo corpo dela sentindo cada curva e precipício. Ela sente a mesa estalar e ranger com o movimento dos dois. Os olhos intensos fixos nos dela mesmo quando os lábios dele passeiam pelo seu corpo. Ele se move como se tivesse o se fosse feito para encaixar no seu corpo. Ele alterna a posição de dominância com ela irritando, provocando e submetendo para logo depois ceder e se entregar a vontade dela. Ao ritmo dela.

    As roupas são tiradas ou rasgadas na ordem que as urgências dos dois ditam. A ultima barreira entre eles um fino e delicado corte de tecido. Ele puxa a peça com o dedo e ela sente seu corpo sendo expandido pelo outro. Mas os olhos dele capturavam os dela. O rosto tão perto que ela não via mais nada. A atenção dela não ia além do que conseguia tocar e sentir. Tempo tinha se tornado um conceito abstrato, ela não conseguia perceber os segundos ou minutos.

    Quando ela chegou ao orgasmo a primeira vez ela esperou que o momento não tivesse qualquer relevância na dança dos dois. Mas o homem lentamente testa Chloe tocando seu corpo e se movendo dentro dela até encontrar e aquecer seu desejo de novo. A atenção era algo que Ian não tinha, ele se orgulhava do prazer que podia dar porque era ele que causava e não ela que sentia. O corpo dele desce mesmo com as unhas dela arranhando as costas com linhas vermelhas. Os beijos descem pela barriga, a respiração chega primeiro. Uma pausa, só o suficiente para desejar ainda mais e então ela sente. As mãos dela apertam o cabelo negro contra a vontade. As mãos de William arrancam seu corpo da mesa e ela a parede fria as nas suas costas suadas é um choque inesperado. Fria contra a pele quente. Ela estava no alto agora vendo a própria sala de um angulo novo, de cima de sensações novas que lutavam para arrancar sua sanidade.

    --

    Chloe não sabia dizer quantas vezes eles mudaram de posição depois de um clímax ou quantas vezes ele tinha aproveitado o momento para aprofundar a sensação. Ela não sabia dizer exatamente quando tempo tinha passado. Ela não tinha ideia de quanto tempo tinha passado. Ela tinha sangue sob as unhas. Ela tinha tremores subindo pelas pernas e suor escorrendo pelo corpo todo, uma parte dela e outra dele. Ela sente a língua subindo do umbigo pelo meio dos seios até o pescoço. Os lábios roçam nos dela como se fosse beijá-la de novo, mas o encanto se quebra. "Seu telefone." Ele diz como se fosse um galanteio. Ela precisava de um banho, mas era uma ligação importante. Como o telefone foi parar debaixo da mesa?

    Chloe atente. As palavras saiam dela devagar, sem ar. Ele não se vestia, esperava sentado na cadeira na frente dela tão a vontade como quando entrou. A única diferença eram as roupas e o suor e a pele vermelha de esforço.
    thendara_selune
    Tecnocrata
    thendara_selune
    Tecnocrata

    Mensagens : 398
    Reputação : 21

    Chloe  Moore - Página 6 Empty Re: Chloe Moore

    Mensagem por thendara_selune Qua Abr 07, 2021 2:46 pm



    O gemido doce é rompante de prazer e o corpo dela querendo muito mais daquele licor fervente que ele possuía.  As mãos o apertaram mais, a língua sentia o gosto dele, as unhas feriam-lhe a pele, o corpo pressionava-se trêmulo seguindo cada acorde provocante que William orquestrava. Não foi só a mesa que estalou, Chloe também fazia o mesmo, estalando internamente, se partindo diante dele, a pele macia ardendo e os olhos tão perdidos nos lagos azuis que pareciam tão selvagens agora. Ela queria acorrentá-lo muito longe dali, torná-lo seu por muito tempo, não conseguia pensar em um jeito melhor de viver, gemeu de novo quando sentiu o corpo atingir as notas mais altas,aquilo era uma sinfonia perfeita e o responsável por ela não se cansava nunca. Quando a língua dele sibilou até o vale entre os seus seios o som do telefone fragmenta o momento e a deixando em um total descompasso. Enquanto o telefone parecia saltar de suas mãos e olhos dele presos nela a deixavam a mercê da vontade dele.

    -Alô...- A voz saiu quebrada, tremida e rouca como se ainda o sentisse dentro dela. Ela não conseguia desviar os olhos dele . Vinte e quatro anos de obediência cega, de mostrar o devido respeito e de não poder perguntar nada sobre a verdade tão bem ocultada. Dover virou uma caixa de Pandora que articula encontros e desencontros. Que manipula conscientemente os erros e acertos. Um campo recoberto por uma densa neblina repleta de olhos amarelos e mandíbulas que exibem presas sedentas. A mente dela estava longe e a voz do outro lado é o pedaço de realidade que ela precisa escutar. Urgência vibrando através da linha e um novo estalo a despertar do prazer que estava mordendo-lhe o corpo segundos atrás.
    Wordspinner
    Adepto da Virtualidade
    Wordspinner
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1674
    Reputação : 80

    Chloe  Moore - Página 6 Empty Re: Chloe Moore

    Mensagem por Wordspinner Sab Abr 10, 2021 3:45 am

    As palavras do alfa fazem o estômago de Chloe ficar pesado e frio. Mas ele não explica muito. O homem na cadeira se levanta como se sentisse o seu humor mudar. Chloe sente as mãos quentes nos ombros, algo reconfortante. Ela sente o corpo de William envolvendo o seu. A respiração lenta e controlada nesse ponto. Não tem mais ninguém do outro lado da ligação. "Espero que Ian chegue logo, antes de eu ir embora." A voz ainda era baixa e sedutora. Grave e raspada. "Você entende, não é? Tem um caminho claro e simples pra você seguir. Esse caminho passa por se livrar rápido e firmemente do James. Ele é bom demais para você." A frase machucava, talvez mais ainda porque Chloe concordava. "Ele é difícil de resistir quando fica com o coração quebrado. Ele merece algo bom e verdadeiro e... ordinário. Ele já sofreu o bastante, não é?" Ele beija a pele de Chloe com carinho. As mãos deslizando pelo corpo para a mesa. Para longe. "Amy não vai machucar você, nem eu e nem os irmãos do James. Sua vida vai ser bem melhor longe dele." Ele rabisca um número em um dos cartões de Chloe com a caneta dela e bate duas vezes com a ponta no número. Um sorriso bonito no rosto e uma expressão suave e animada, a vontade.

    William se veste lentamente, com a calma de quem não precisa ir a lugar nenhum.
    thendara_selune
    Tecnocrata
    thendara_selune
    Tecnocrata

    Mensagens : 398
    Reputação : 21

    Chloe  Moore - Página 6 Empty Re: Chloe Moore

    Mensagem por thendara_selune Sab Abr 10, 2021 6:37 pm

    O encanto finda e o telefone fica mudo.  Ela virou-se para ele como se tivesse escutado um nome profano.

    —Como assim?—Ela fica sentindo um nó na garganta, o momento estilhaçou. — Ele está vindo pra Dover? — O medo na voz é claro como cristal. Teve medo do guardião da alcateia, mas tinha mais medo da família e do marido. A voz dele arrepia sua pele, mas depois sente que ao mesmo tempo a verdade a machucou. Os olhos âmbar desviam dos de William.

    —Eu não pretendia continuar a vê-lo...—   Pobre James. Ela o tinha traído, o coração acelerou, tão forte ia espremendo duas lágrimas quentes em seus olhos. Pronto, finalmente ela estava chorando. Estava chorando de raiva e frustração – e o que mais?
    O que ela tinha realmente perdido hoje? Mas ela se afasta para um canto qualquer do ambiente, ninguém a veria chorar, estava cansada disso, errou terrivelmente e não esqueceria. Ian fez o mesmo e ela agiu como ele. Talvez, os dois se merecessem no fim das contas. Ela respira fundo notando o número ali e parece desnorteada demais.

    —Seu telefone?— Ela pega o cartão e as mãos tremem, mas a incerteza no depois é ainda pior. As pernas pareciam fraquejar e olhou para a porta. Se não tivesse recebido aquela ligação com toda certeza estaria trancada em casa pensando como sair de Dover. O pensamento permanece, uma sombra no semblante antes tão cheio de desejo e recosta-se a porta o olhando. Não podia negar a si mesma que gostou do momento, também não podia negar que foi uma verdadeira cretina e agora Ian apareceria ali. Preferia fugir, talvez uma outra cidade ou um outro lugar. —Quando ele vai chegar?— A pergunta cheia de um medo controlado com esforço como se estivesse prestes a sentir ferro frio cravando-se ao coração e lambendo seu pavor como se fosse feita para aceitar o castigo que Ian trazia— Me responde...Por favor...Quando ele chega???—   Súplica verdadeira, ela ia fugir e isso parecia muito claro. Não estava pronta pra enfrentar  a situação com Ian. Não queria depender da benevolência de ninguém ali, não merecia e isso a sufocou intensamente.

    Falas em branco
    Conteúdo patrocinado


    Chloe  Moore - Página 6 Empty Re: Chloe Moore

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua Abr 14, 2021 4:41 am