Um fórum de RPG online no formato de PBF (Play by Forum).


    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Mandhros Seg Jan 22, 2024 12:26 pm

    Off: Vou realinhar os posts, agora, ok? A audiência já avançou o suficiente para voltarmos aos trilhos originais. @Nightingale, você está por ai?

    On:

    @Drakon_Drakonis, @gaijin386, @Xafic Zahi, @Sandinus

    Ao som da voz de Sir John, Zael, o Regente, se detém, com a taça de vinho a meio caminho de sua boca.

    Zahra, já com a mão fechada em torno do cabo de seu mangual atroz, parece confuso com o anúncio de que haveria veneno no vinho do pai. Ele grita:

    - Mas que covardia é essa, paladino? Se você acha que vai salvar a própria vida desviando meu foco para uma porcaria de uma taça de vinho, está muito enganado!

    A bola de ferro do mangual desce, com força, contra o assoalho, esmagando pedra sob seus cravos afiados.
    Spoiler:
    Atrás de Zahra, o Negro, cinco soldados fortemente armados desembainham suas armas, seguindo o exemplo do líder da mílicia. Os outros soldados, vestidos de branco, não tomam parte daquilo, tentando apenas conter a turba, que ficava cada vez mais agitada.

    Zael, sempre tão sereno, ainda observava a taça e a movimentação inesperada no salão principal da mansão dos regentes, aparentemente incrédulo.

    Sir John não pode ver bem - afinal, sua atenção estava voltada para Zahra, diante de si - mas os demais notaram que Eldren, sozinho, desembainhou duas espadas formidáveis que trazia consigo, verdadeiras obras primas da ferraria élfica.
    Spoiler:
    Zoros rapidamente puxou o pai para perto de si e se colocou diante de Alina. Seu cajado brilhou e, da ametista que o adornava, emanou uma luz roxa, semitransparente e brilhante, que logo tomou a forma de um globo, envolvendo a Dama das Folhas, o Regente e o próprio Zoros. O Senhor das Folhas deu um passo para o lado, escapando daquele globo mágico e, com os olhos fixos em Zahra, murmurou palavras de poder.

    No meio do alvoroço, algumas pessoas que estavam na platéia, ao lado de Drakon, Bavalkhia e Barahir, tentavam se aproximar para ver melhor, enquanto outras fugiam dali, pressentindo um combate. Bavalkhia mantinha sua atenção dividida entre o que acontecia à sua frente e as pessoas, mais altas que ela, que corriam em todas as direções, ao redor. Barahir era cauteloso, e avaliava aquela situação como se estivesse distante, com a frieza lógica e metódica típica dos patrulheiros.

    Já Drakon sentia uma pontada de fúria preencher o fundo de sua alma...

    Como procederiam os heróis?

    Off2: Por favor, ao descreverem suas ações, declarem suas intenções (e testes apropriados, com todos os modificadores, se for o caso). Exemplo: Odravan, um dos guardas vestido de branco, pretende chamar outros dois companheiros para fortalecer o isolamento dos nobres que participaram da aliança, e convencer os curiosos a se afastarem. Ele deseja realizar um teste de Persuasão, com bônus X.

    Peço que joguem iniciativa, também.
    gaijin386
    Antediluviano
    gaijin386
    Antediluviano

    Mensagens : 3747
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_12.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por gaijin386 Seg Jan 22, 2024 4:37 pm

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 EImRYxTyDLETnBrG2rCG--3--w3sdh

    Sir John de Ouro-Rubro se endireitou em sua armadura, seus olhos se estreitaram com um olhar de aço enquanto a atitude desrespeitosa de Zahras cortava o ar como uma lâmina. A mão do paladino apertou em torno do punho de sua espada, e ele deu um passo à frente.

    "Você ousa questionar minha honra?" A voz de Sir John ressoou com uma autoridade que parecia perfurar o caos ao seu redor (Canalizar Divindade - Conquering Presence), uma manifestação de sua determinação inabalável e poder justo, emanava dele, lançando uma aura invisível que instilou medo nos corações daqueles que se opunham a ele.

    Quando as palavras deixaram seus lábios, uma onda sutil, mas palpável de energia, surgiu, atingindo as próprias almas daqueles ao seu redor. Zahras, apesar de sua bravata inicial, sentiu um frio inquietante rastejar pela espinha. O ar tornou-se pesado, e as sombras pareciam dançar com uma intensidade estranha.

    O olhar de Sir John permaneceu preso em Zahras, inabalável e resoluto. "Em face da Lei e da Ordem, a tua insolência é apenas uma sombra fraca.", declarou ele, com as suas palavras que carregam o peso da convicção. A Presença Conquistadora permaneceu, um aviso silencioso para todos os que duvidavam da honra de Sir John de Ouro-Rubro.

    Mecânicas para serem lembradas -> gaijin386 efetuou 1 lançamento(s) de dados Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    14
    -1

    Spoiler:

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Forest10

    "There's Something Out There Waiting For Us, And It Ain't No Man."
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12532
    Reputação : 122
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Sandinus Ter Jan 23, 2024 9:39 pm

    Iniciativa: +4
    Sandinus efetuou 1 lançamento(s) de dados Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    20

    Com a denúncia da possível tentativa de envenenamento, os eventos desandam rapidamente, e um clima de tensão se instala no local. O caos toma conta, e Zahras saca seu mangual, desferindo golpes que destroem parte do assoalho. Seus guardas, empunhando armas, reagem instantaneamente, enquanto ele demonstra desrespeito pelo Paladino Sir John. Zoros ergue o cajado, e Bavalkhia, com um nó na garganta, observa, temendo uma tragédia iminente. Seus grandes olhos amarelos se arregalam de preocupação, e ela prende a respiração, esperando pelo desenrolar dos eventos.

    A situação ainda não saiu de controle, mas Bavalkhia percebe que o Rei Élfico, ao sacar suas duas espadas, começa a pronunciar palavras de poder, dirigindo seu olhar penetrante para Zahras. Desconfiada, ela observa a conjuração, tentando identificar que tipo de magia Eldren está prestes a lançar sobre Zahras.

    Arcanismo: +5
    Sandinus efetuou 1 lançamento(s) de dados Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    1

    O silêncio tenso é quebrado apenas pelo som dos gritos dos civis, alguns se amontoando, outros fugindo apressadamente. A goblin, com os nervos à flor da pele, grita para os civis com todas as suas forças:

    -AFASTEM-SE! SE UM COMBATE COMEÇAR AQUI, VOCÊS PODEM SER ENVOLVIDOS E MORRER!

    Persuasão: +2
    Sandinus efetuou 1 lançamento(s) de dados Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    8


    Seus gritos ecoam, mas o medo paira no ar, enquanto ela tenta afastar as pessoas não apenas para evitar o perigo iminente, mas também porque a confusão pode obscurecer sua visão dos acontecimentos, especialmente do cajado de Zoros. O suspense cresce, e a atmosfera carregada de incerteza envolve a todos, como se estivessem à beira de uma catástrofe iminente.
    Drakon_Drakonis
    Neófito
    Drakon_Drakonis
    Neófito

    Mensagens : 31
    Reputação : 9

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Drakon_Drakonis Qua Jan 24, 2024 6:58 pm

    Iniciativa:

    Zahras escreveu:"Mas que covardia é essa, paladino? Se você acha que vai salvar a própria vida desviando meu foco para uma porcaria de uma taça de vinho, está muito enganado!"

    *Parece que o garoto não gostou da decisão e resolveu que quer reverte-la no braço... será que ele é tão descontrolado assim? Como alguém assim seria um bom governante *

    John escreveu:"Você ousa questionar minha honra?"

    "Acho que o paladino vai precisar da nossa ajuda, vocês vêm?"

    Digo já me movimentando e abrindo caminho na multidão, saco meus escudos e vou me esquivando das pessoas e dos guardas se necessário, indo à frente de Sir John para proteger e ajudar.

    Ação de Esquiva:

    *Quem sabe esse rapaz acorde se vir que o paladino não está só e volte a si... poderíamos ter uma solução pacífica... *

    Me aproximando dos guardas de branco declaro minha intenção de passar e os convoco a interferirem também.

    Persuasão:

    "O representante que seu governante escolheu como mediador está sendo ameaçado e vocês vão ficar parados aí? Me deixem passar e venham comigo se tiverem os colhões de parar esta insanidade"

    Avanço tentando me posicionar ao lado e um pouco à frente de Sir John de modo a bloquear o acesso de Zahra e sua trupe de cavaleiros a ele. Apesar do discurso "calmo" um pensamento se embrenha e saltiteia em minha mente.

    *Eu realmente quero ver se esse garoto é ou não só bravata... adoraria uma desculpa pra mastigar um braço ou arrancar uma perna...*


    edit: Esqueci da imagem, mas não abri os spoilers de rolagem pra saber oq tinha.

    "Você se diz digno de governar, mas age como um garoto mimado que não ganhou o pedaço que queria da janta!:
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 144
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Xafic Zahi Qua Jan 24, 2024 9:56 pm

    Barahir Luarvasto

    Raça:Humano
    Classe:Ranger
    HP: 77/77  CA:16  


    O clima da audiência voltou a esquentar, mas, desta vez, era nítida a intenção que Zahra tinha de fazer sua vontade valer através da força.

    Enquanto Bavalkhia incentivava, sabiamente, os espectadores a recuarem e tentava não perder de vista o item mágico de Zoros, e Drakon, corajosamente, se colocava entre o tirano e motivava os guardas a fazerem o seu trabalho, Barahir permaneceu parado.

    O patrulheiro parecia não se incomodar com os eventuais encontrões que sofria dos civis que tentavam ir embora e ficar em segurança. Seus olhos, semicerrados, focavam em Zahra e nada além do seu alvo importava.

    Spoiler:

    Com um movimento único, Barahir retirou uma flecha da aljava e tensionou o arco. Ajustou sua postura, o pé esquerdo à frente, os olhos fixos, sem piscar. Sua respiração era calma, um ritmo controlado, e os músculos de seu braço, mãos e costas trabalhavam em harmonia. O ar vibrou e provocou um sussurro suave em seu ouvido quando a flecha foi disparada.

    Atacar Zahras:

    Emme


    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Mandhros Qui Jan 25, 2024 12:36 pm

    COMBATE! Turno 0: Iniciativa
    Grid de Combate:
    Iniciativa de Zahra, O Negro (Dex 0)
    Mandhros efetuou 1 lançamento(s) de dados Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    9

    Iniciativa de Eldren, o Senhor das Folhas (Dex +5)
    Mandhros efetuou 1 lançamento(s) de dados Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    18

    Iniciativa dos Guardar Negros (Dex 0)
    Mandhros efetuou 1 lançamento(s) de dados Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    9

    Zoros, Alina, Zael e os Guardas Brancos estão fora do combate. No próximo turno, Eldren se desloca um quadrado para baixo, e inicia sua ação.

    Se tiver qualquer incorreção, avisem! Se estiver tudo ok, o próximo post vai ser o primeiro turno do combate.
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12532
    Reputação : 122
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Sandinus Qui Jan 25, 2024 8:54 pm

    No auge da tensão, Barahir lança uma flecha impiedosa contra Zahras, anulando qualquer esperança de um diálogo final. Agora, a batalha é inevitável. A sorte favorece Bavalkhia, pois alguns respondem ao seu apelo, afastando-se e proporcionando uma visão desimpedida para que ela possa agir estrategicamente e manter sua atenção no cajado de Zoros. Contudo, uma preocupação sutil permeia sua mente enquanto Sir John e Drakon, isolados à frente, enfrentam uma desvantagem numérica de seis contra dois.

    Em um gesto rápido, Bavalkhia desloca-se e rapidamente, assumindo a vanguarda, se postando a frente de Zoros, erguendo seu escudo adornado com o símbolo sagrado de Mercius, ela entoa com voz poderosa:

    "Poderoso Mercius, concede tua imponente proteção a meus leais aliados, resguardando-os dos inimigos que ousam ameaçá-los!"

    Sua invocação ressoa no local, uma sinfonia de determinação que transcende o ordinário. Subitamente, três relâmpagos dourados, como a ira celestial canalizada, descem do céu, envolvendo os corpos de Bavalkhia, Drakkon e Sir John. Não erma simples raios; era uma manifestação divina de poder, fortalecendo-os com uma aura que desafia qualquer escuridão que ouse se aproximar.

    (OFF: Bavalkhia utiliza Bless em si mesma, Drakkon e Sir John. OFF)
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Mandhros Sex Jan 26, 2024 12:34 pm

    COMBATE! Turno 1:

    Mecânicas e Rolagens::
    @Sandinus, @Drakon_Drakonis, @gaijin386, @Xafic Zahi

    A tensão explode no ar e, enfim, o embate era algo inevitável.

    De todos, Bavalkhia fora quem reagiu de forma mais rápida.

    Primeiramente, ela observou o Senhor das Folhas sacar suas armas e e balbuciar algo. Certamente era uma magia, a goblina não tinha dúvidas! E tinha certeza absoluta que Eldren estava lançando a magia Bom Fruto! Como é que é? Bom Fruto? No meio de um combate? O que o elfo tinha na cabeça!?

    Mas não importava.

    Ainda preocupada com o público, a sacerdotiza de Mercius rogou aos populares que se afastassem, gritando ordens e súplicas, sendo atendida apenas por parte dos citadinos.

    Por fim, a aventureira lançou a magia Benção, direcionando os favores de Mercius a si mesma, Drakon e Sir John. Enquanto sustentava a magia, mantendo a concentração, uma poeira púrpura e brilhante emanava da heroína, fluindo como uma chuva e energia fortificante para seus companheiros.

    O próprio Eldren também não ficaria parado e, saindo da posição na qual estava, já com as armas em punho, balbuciava, assumindo postura de ataque!

    Drakon, por sua vez, avançava pela multidão, se esquivando da platéia tanto quanto podia e avançando o mais rápido que conseguia no meio do público alvoroçado.

    O norfss tentou convencer os guardas brancos de que deveriam tomar parte na peleja mas, aparentemente, seu esforço foi em vão. Os soldados estavam mais preocupados em proteger os cidadãos, afastando-os do caos do combate.

    O próximo a agir foi Sir John. O paladino já estava farto das bravatas de Zahra, e decididamente deveria ensinar uma lição ao rapaz!

    Quase como se estivesse apenas respirando, o herói tornou ativa sua Presença Aterrorizante, ao mesmo tempo em que invocou sua Aura da Conquista.

    Os olhos do paladino brilhavam com um tom dourado característico quando ele finalmente sacou sua grande espada, e a empunhou, firmemente, com as duas mãos.

    Sir John não hesitou, e iniciou uma ação de ataque. Foram dois os golpes do herói: o primeiro foi habilmente aparado pelo Negro com a corrente de seu mangual enorme. O segundo, por sua vez, passou no ar quando Zahra se esquivou.

    O filho de Zael parecia ser um combatente capaz, afinal. Mesmo sentindo todo o poder da magia de Bavalkhia fluir pelo seu corpo, o nobre paladino tinha errado seus dois primeiros ataques.

    Naquele tabuleiro de vida e morte, o lance seguinte era de Zahra, que direcionava toda a sua fúria ao guerreiro sagrado.

    Assim como Sir John, o Negro balançou o corpo, para usar todo o seu peso em dois golpes devastadores com seu mangual atroz.

    No primeiro dos golpes, todavia, o atacante errou miseravelmente, tropeçando e quase caindo de joelhos aos pés do paladino.

    Não fossem os guardas negros se movendo para perto de seu capitão, Sir John provavelmente tiria tido a chance de finalizar a luta ali mesmo.

    Em razão da falha logo na primeira tentativa de golpe, Zahra sequer conseguiu desferir o segundo ataque.

    À distância, Barahir Luarvasto sacou seu arco e, com uma agilidade incrível, buscou uma flecha em sua aljava, tensionando a corda da arma com precisão assombrosa. Quando os dedos do patrulheiro libertaram a seta, ela singrou o ar com um silvo característico, fincando-se dolorosamente em uma fresta da armadura do Negro, bem em seu ombro.

    Zahra geme de dor, mas parecia longe de desistir do combate!

    FIM DO TURNO 1
    Posicionamento Atualizado:
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12532
    Reputação : 122
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Sandinus Sáb Jan 27, 2024 5:55 pm

    A tentativa de Bavalkhia de identificar a magia que o rei Elfico Eldren conjurava resultou na magia "Bom Fruto". A velha goblin franziu a testa, tentando decifrar o motivo daquela magia naquele momento crucial. Talvez ele a guarde em seus bolsos, caso precise usar...-Pensava consigo- Contudo, em meio à tensão do combate perigoso, a hesitação se transforma em urgência. Pensando melhor, não há espaço para estranhezas, apenas oportunidades arriscadas. Conversava consigo mesma em pensamentos rápidos.

    Enquanto suas reflexões ocorriam, o mapa de combate se desenrolava em sua mente, revelando um cenário de perigo iminente. Zahras e os soldados negros avançavam implacavelmente para enfrentar Eldren, Drakkon e Sir John. Seu olhar ansioso também se voltava para Barahir, distante e aparentemente seguro, enquanto a responsabilidade do destino pesava sobre seus ombros. Com essa carga emocional, Bavalkhia avançou, posicionando-se ao lado de Zoros.

    Então, seus olhos se fixaram em Zharas e nos Guardas Negros, e as palavras de poder escapavam de seus lábios como um sussurro determinado. Seu cajado se ergueu e apontou para os inimigos. No solo, onde Zahras e os soldados negros mais próximos dele e de Eldren, um limo começou a brotar, tornando o chão traiçoeiramente escorregadio.

    A maga buscava derrubar os adversários, fazendo tudo o que podia para facilitar a luta para seus aliados e criar obstáculos para os inimigos, em meio a um combate onde cada movimento podia ser decisivo.

    OFF: Bavalkhia conjura Grease (Graxa) Quadrado de 3m nos 4 a frente de Sir Joh e Eldren. Teste de Refexos CD 15, os que falharem ficarão Prone.OFF
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 144
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Xafic Zahi Qua Jan 31, 2024 8:58 pm

    Barahir Luarvasto

    Raça:Humano
    Classe:Ranger
    HP: 77/77  CA:16  


    Barahir retirou outra flecha da aljava e a posicionou no arco.

    "O que ele pretende fazer depois?" O pensamento brotou durante um lapso de distração. "Ainda que ele saia vitorioso dessa batalha, não acredito que usurpará o poder aqui, pois teria que matar o pai sob tantos olhos. Talvez alegue que foi atacado primeiro e a culpa recaia sobre nós."


    Então respirou profundamente, em busca de recuperar o foco, e disparou a segunda flecha.

    Atacar Zahras:

    Emme


    gaijin386
    Antediluviano
    gaijin386
    Antediluviano

    Mensagens : 3747
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_12.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por gaijin386 Qua Jan 31, 2024 9:54 pm

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 EImRYxTyDLETnBrG2rCG--3--w3sdh

    Sir John de Ouro-Rubro, tentou a rota diplomática, mas o arrogante Zahras não quis escutar. A sua missão de mediador terminara no momento que arma do outro havia batido o chão quando este errara o golpe.

    "Manterei a ordem! Renda-se e terá um julgamento justo." Disse Sir John ainda tentando trazer a razão de volta.

    A luta prosseguia, ecoando pelos corredores do salão nobre, enquanto o regente Zael, impotente diante da situação, observava a trama familiar desenrolar-se diante de seus olhos. O futuro de Mistyheaven parecia agora entrelaçado com as escolhas feitas nesta batalha, que não se limitava a lâminas e magias, mas também aos laços que uniam uma família dividida.

    Sir John clama pela proteção dos poderes da ordem para protege-lo.

    "Pela ordem! Lex et Ordo!"

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Shield10

    Mecânicas para serem lembradas ->  Conquering Presence, Aura of Conquest, Shield of Faith e Bless (Bavalkhia)

    Ataque: +7 (For+Prof) +1d4 (Bless)
    Armor Class: 21 (por 10 rodadas ou até que a concentração caia)
    Dmg: 2d6+3
    OBS: Em caso de Críticos favor aplicar Smite Evil (Gastando o Lv2 de magia o que normalmente dá 3d8 a mais dano radiante ajustando é claro conforme as regras de sucesso critico)

    Spoiler:

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Forest10

    "There's Something Out There Waiting For Us, And It Ain't No Man."
    Nightingale
    Troubleshooter
    Nightingale
    Troubleshooter

    Mensagens : 802
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Nightingale Qui Fev 01, 2024 10:05 am

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 40548411

    A Dhampir seguiu o rastro ate o final, seu objetivo era muito claro e sua vontade era inabalavel, pelo menos naquele momento e ate sua conviccao podia assegurar. Quando finalmente chegou no final, saindo da residencia em que estava, percebeu que estava numa especie de submundo. Cavernas vastas e de galerias, por um instante pensou que estaria perto de casa, sua cidade natal em Umbreterna tinha estruturas similares embora nao 100%, porem a vastidao de Umbreterna era tamanha que paises poderiam ser encontrados ali e Ventress poderia nunca chegar a eles.

    Ela analisava a cena, o caminho, pra tentar entender qual seria o seu proximo passo, ate o momento que viu o rastro, o gotejamento e a lufada de vento que esvoacou sua capa roxa e que ela precisou segurar o capuz para que nao saisse de sua cabeca. Ela olhou para cima e viu pela primeira vez, morcegos do tamanho de Lobos Atrozes, servindo como montaria para anoes, e nao eram os Duergar, o que a primeiro sinal era bom. Ela olhava claramente surpresa com a cena, colocava a mao no arco nas costas mas nao o tirava. Isso queria dizer que nao pretendia ser hostil, mas pretendia se defender caso fosse atacada. Nao adiantava tentar correr ou se esconder, morcegos tinham um sonar que facilmente a rastreariam em um ambiente cavernoso e fechado.

    Olhava pra cima, protegendo seus ohos da poeira que era jorrada contra ela.

    - Meu nome eh Ventress, da Ordem do Dragao. Venho em paz a procura de um amigo perdido!

    Ela disse em alto som, para tentar sobrepujar o barulho das batidas de asas e vento forte. Eles nao chegarem atacando foi um sinal de que ainda era possivel um dialogo e acertar desentendimentos de modo pacifico. Nao adiantava esconder sua filiacao pois estava carregando o anel e a capa com os brasoes da ordem.
    Drakon_Drakonis
    Neófito
    Drakon_Drakonis
    Neófito

    Mensagens : 31
    Reputação : 9

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Drakon_Drakonis Qui Fev 01, 2024 11:17 pm

    Me coloco ao lado de Sir John e logo Zahra e seus milicianos fecham a distância, o Lorde elfo também se junta a nós formando uma espécie de cordão de isolamento, separando Zahra e a tropa dos demais e do público. Sinto uma energia revigorante percorrer meu corpo, como se pudesse agora fazer mais e os próprios deuses estivessem ao meu lado.

    Armas são usadas e a situação só continua a se degradar. Numa última tentativa, talvez fútil de conter a violência, vou tentando desarmar aqueles ao meu alcance para tentar desescalar a situação.

    * Porquê me meti nisto mesmo? Qual a chance de tentarem me botar numa prisão se matar algum destes idiotas?*

    Off:

    ”Acreditem homenzinhos, vocês não querem me ver irritado! Parem já com isso!”:
    Mandhros
    Mutante
    Mandhros
    Mutante

    Mensagens : 502
    Reputação : 62
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_11.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Mandhros Seg Fev 05, 2024 5:33 pm

    @Sandinus, @Drakon_Drakonis, @gaijin386, @Xafic Zahi

    COMBATE! Turno 2:
    Mecânicas e Rolagens:

    A peleja continuava na mansão dos nobres de Misthaven, uma dança de vida e morte que definiria, a um só tempo, não apenas o destino de Barahir, Bavalkhia, Drakon e Sir John, mas de toda a cidade - e, quiça, do reino vizinho.

    No meio do caos, Eldren, o Senhor das Folhas, deixou sua posição original e se moveu como um borrão, lançando-se com agilidade sobrenatural contra um dos Guardas Negros. Antes mesmo que o soldado pudesse pensar, o nobre elfo golpeou três vezes, com força e precisão.

    O primeiro dos golpes foi verdadeiramente devastador e, com precisão mortal, decepou a perna esquerda guarda. O Senhor das Folhas ainda golpearia outras duas vezes, atingindo seguidamente a placa peitoral do soldado, mas a luta, para o humano, estava acabada. Com um grito, o guerreiro da milícia soltou sua arma e despencou no chão, vivo, mas obviamente incapacitado e em choque.

    O próximo lance daquele tabuleiro seria dado por Bavalkhia. A goblina ergueu seu cajado e entoou palavras de poder, que fizeram o ar faiscar ao seu redor com fagulhas roxas e prateadas.

    Logo, o próprio campo de batalha onde os guerreiros combatiam corpo a corpo tornou-se liso e escorregadio!

    De imediato, outros três guardas negros viram seus pés os traírem, deslizando em direções aleatórias e provocando inevitáveis quedas.

    Apenas Zahra e outro dos soldados, que estava imediatamente à esquerda do nobre, conseguiram se manter de pé.

    Era chegada, pois, a hora de Drakon atuar. O Crok, que ao contrário do que sua aparência ameaçadora parecia indicar, não desejava derramar sangue, tentou, por duas vezes, fintar e golpear as mãos ou arma do único soldado que permanecia de pé além de Zahra, mordendo e golpeando com os escudos. Contudo, aquele miliciano parecia um combatente competente, e conseguiu resistir a todas as investidas no norfss.

    Sir John, a seu turno, não atacava apenas com força e aço, mas também - e principalmente - com uma vontade pura e resoluta. O paladino não saberia dizer, com certeza, mas parecia que o guarda que permanecia de pé - e engajado com Drakon - tinha resistido à presença do guerreiro sagrado. Dentre os outros quatro, caídos (um sem a perna esquerda, e outros três derrubados pela magia de Bavalkhia) Sir John pode perceber que um soltou a arma e tentava, desesperadamente e em vão, fugir. Outro ficou estarrecido, visivelmente amedrontado. O último sadio pareceu não se abalar, e já tentava se levantar.

    O paladino, então, girou sua espada e, cortando o ar, avançou sobre Zahra.

    O primeiro dos golpes foi aparado pela corrente do mangual atroz, mas o segundo... Quando Sir John desvencilhou a espada da arma do inimigo, girou o corpo e usou todo o seu peso para atingir duramente o flanco do príncipe Zahra. O nobre deslizou alguns centímetros pelo chão escorregadio até que parou e, bufando, aproveitou a brecha dada pelo guerreiro sagrado para um contragolpe brutal.

    Zahra, o Negro, também girou o corpo e usou todo o seu peso para deslocar a pesada bola de ferro, cravejada de espinhos, contra o ombro de Sir John. E aquele golpe parecia que não tinha sido desferido por um homem, mas por um gorila ou um gigante!

    A bola de ferro afundou no corpo de Sir John, quebrando sua clavícula, omoplata e ombro no processo! O paladino urrou de dor e sentiu vertigem pela pancada potente, mas ainda assim conseguiu se esquivar de um segundo golpe direcionado à sua cabeça que, se acertasse, certamente tiraria o herói do combate.

    Esta esquiva, aliada à dor lancinante, contudo, fizeram com que Sir John acabasse soltando sua espada, que caiu ruidosamente no chão.

    O único Guarda Negro que ainda estava de pé e em combate estava engajado com Drakon. Ele lutava empunhando uma grande maça de duas mãos, e talvez fosse o mais competente de todos os soldados que acompanhavam o príncipe rebelde. Depois que Drakon tentou desarmá-lo, ele firmou os pés e balançou sua arma, atingindo com força primeiro um dos escudos do bárbaro, e depois o outro. Drakon reconheceu o valor de seu oponente, que atacava com determinação e fúria, mas não tinha sido o suficiente para ultrapassar as defesas do norfss.

    Por fim, restava Barahir. O patrulheiro, de longe, mirou o pescoço de Zahra e, tensionando a corda de seu arco, disparou. Desta vez, contudo, a flecha voou e passou por sobre o ombro do alvo, sem causar qualquer dano.

    Off: Pessoal, algumas considerações:

    1. Tivemos dois críticos, um do Eldren, outro do Zahra. Um 20 natural vai representar um resultado impressionante - uma amputação no caso do Eldren, um dano bastante gráfico no caso do Zahra;

    2. @gaijin386, Sir John levou 20 de dano em uma única pancada. Como foi um acerto crítico, e dadas as circunstâncias, por favor, faça um teste de resistência de Constituição do Sir John, contra CD 12. Se ele não passar, vai ficar tonto. Se ele tirar 6 ou menos no dado, vai desmaiar de dor.

    3. @Xafic Zahi, Barahir gastou mais uma flecha. Restam 98.

    4. Pessoal, esta semana estou trabalhando em um lugar cuja internet é muito ruim. Não vou conseguir atualizar o grid de batalha. Considerem que o guarda que está à frente do Eldren no grid do turno 1 perdeu a perna esquerda e caiu, em choque. O que estava mais atrás caiu e está tentando fugir, aterrorizado. O que está atrás do amputado por Eldren, caiu e está amedrontado. O que está atrás de Zahra caiu, mas não está com medo. E o que está à frente de Drakon - e engajado com ele - está de pé e ativo.

    ********************
    @Nightingale

    Ventress começara aquele dia perdida, e agora parecia encurralada.

    Se, antes, a angústia pelo desaparecimento de Cipriano, sua carta enigmática, e até mesmo o encontro com aquele goblin estranho marcaram a jornada da ladina, agora ela se via diante de três cavalga-morcegos, anões verdadeiramente formidáveis.

    Com um rápido cálculo mental, a dhampir considerou que fugir não seria uma opção, visto que os morcegos, apesar de quase cegos, conseguiriam notá-la com sua audição apurada e seu sonar. Não bastasse, estava em desvantagem numérica.

    Negociar parecia mais plausível.

    E, assim, ela decidiu ser sincera e apresentar as próprias credenciais.

    Quando a patrulheira saiu das sombras e falou, os anões puxaram as rédeas dos morcegos e, imediatamente, pousaram, a cerca de cinco metros da heroína. Embora o local fosse escuro, não era nem um pouco difícil para ela ver que cada morcego trazia dois anões em suas costas, e que todos eles estavam armados com machados de batalha (às costas) e machadinhas de arremesso (nos cintos e em uma das mãos, ao menos).

    Um dos anões, que parecia ser o de patente mais alta, desmonta e se aproxima. Ele estava com uma machadinha de arremesso em cada mão e, de perto, Ventress podia ver que tinha um grande escudo circular e um machado de batalha firmemente presos às costas.

    Do meio daquele emaranhado de barba, adornada por tranças, saiu uma voz rouca

    - Nunca ouvi falar dessa tal "Ordem do Dragão", moça. Diga quem é de verdade, o que quer aqui e como conseguiu encontrar o caminho secreto para O Reino Sob a Montanha, ou vou ser obrigado a levar sua cabeça para o Capitão.

    Se Ventress ainda pudesse respirar, seu fôlego estaria pesado com a tensão; se pudesse suar, sua testa minaria líquido. Mas a heroína não estava mais submetida às limitações de uma vida mortal, embora fosse muito claro que estava à beira de uma luta - a não ser que fizesse algo para evitar.
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo
    Sandinus
    Mefistófeles, Lorde do Oitavo

    Mensagens : 12532
    Reputação : 122
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/111.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1112.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1611.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2211.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/2111.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh42.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Sandinus Seg Fev 05, 2024 7:12 pm

    O campo de batalha tornava-se um turbilhão de caos, os choques mágicos e os estrondos de lâminas ecoavam como uma sinfonia macabra. Bavalkhia, observando o resultado de sua magia que concedera precioso tempo, viu-se diante do próximo ato da tragédia que se desenrolava. Zharas, impiedoso, desferiu um golpe devastador em Sir Joh, deixando-o gravemente ferido.

    Com determinação ardente, a sacerdotisa não recuou diante da carnificina. Avançando em direção ao Paladino ferido, ela ergueu seu escudo adornado com o símbolo sagrado de Mercius. Suas palavras ressoaram no caos, carregadas de uma convicção que desafiava a própria escuridão que teimava em os envolve-los.

    "Desista, Zharas! Vocês não podem triunfar contra nós! Contra o poder divino de Mercius,  não existe vitória!"

    Bavalkhia, então, mergulhou em uma prece sussurrante, seu cajado se iluminando com uma luminosidade dourada entremeada de faíscas de relâmpago. Num toque compassivo, ela alcançou Sir Joh, invocando a magia de cura em um esforço para cicatrizar as feridas do destemido paladino.

    Num cenário onde as sombras dançavam ao redor deles, Bavalkhia emergia como uma luz radiante, desafiando o destino sombrio que se insinuava sobre o grupo. O destino deles pendia no fio da magia e da fé, enquanto ela canalizava o poder de Mercius na tentativa de reverter a maré da batalha.

    Cura Ferimentos nível 2:

    +3
    Sandinus efetuou 2 lançamento(s) de dados Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 D8 (d8.) :
    5 , 3

    Ela substitui o slot da magia de domínio "Rajada de Vento".

    gaijin386
    Antediluviano
    gaijin386
    Antediluviano

    Mensagens : 3747
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_12.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por gaijin386 Seg Fev 05, 2024 7:19 pm

    Postarei uma mensagem mais completa mais tarde, mas para constar faço a rolagem solicitada e bem vamos ver se ao menos eu não caio.

    CD 12 -> gaijin386 efetuou 1 lançamento(s) de dados Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 1139504.7c7e302e16a24865f62067a0b289ee5e (d20.) :
    6
    + 5 + gaijin386 efetuou 1 lançamento(s) de dados Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 D4_32x32 (d4.) :
    2
    gaijin386
    Antediluviano
    gaijin386
    Antediluviano

    Mensagens : 3747
    Reputação : 19
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/prata_12.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por gaijin386 Seg Fev 05, 2024 8:18 pm

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 EImRYxTyDLETnBrG2rCG--3--w3sdh

    Sir John de Ouro-Rubro Sir John, o valente guerreiro, avançava com sua espada erguida. No calor da batalha, um adversário formidável desferiu um golpe forte, atingindo Sir John com precisão. O impacto foi avassalador, fazendo com que ele ficasse tonto por um instante, sentindo o gosto do próprio sangue.

    A dor aguda percorreu cada fibra de seu ser, e a visão começou a turvar-se. Sir John lutou para manter a consciência, mas a escuridão se aproximava rapidamente. Parecia que a morte estava prestes a envolvê-lo em seus braços gélidos.

    Nesse momento crítico, quando a linha entre a vida e a morte tornava-se tênue, a moeda de Caronte que Sir John guardava consigo brilhou intensamente. A luz emanava dela como uma chama etérea, cortando a escuridão que ameaçava consumi-lo. Era como se a própria moeda soubesse que não era chegada a hora de Sir John partir.

    A luz da moeda lançou um brilho reconfortante sobre o guerreiro atordoado. Sir John, mesmo ferido e enfraquecido, fixou os olhos na moeda com uma mistura de surpresa e gratidão. Era como se a presença do esqueleto encapuzado, gravado na moeda, estivesse ali para lembrá-lo de que seu destino ainda não estava selado.

    Sir John pega o martelo da cintura já que a arma havia caido...

    O brilho da moeda agiu como um antídoto para a escuridão que se aproximava. A consciência de Sir John, que quase se esvaía, foi reconquistada pela luz radiante da moeda de Caronte. Com um suspiro profundo, ele se levantou com renovada determinação, segurando firmemente a moeda como um talismã que o ligava à linha tênue entre a vida e a morte.

    "Vai ter que fazer mais que isso. Já tive momentos mais apavorantes que este." Diz tentando manter a dignidade intacta e ao receber a cura de Bavalkhia ele sente-se melhor e agradece com um meneio de cabeça em reconhecimento "Isso é um bem vindo alento. Agradeço-lhe."



    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Shield10

    Mecânicas para serem lembradas ->  Conquering Presence, Aura of Conquest, Shield of Faith e Bless (Bavalkhia)

    Ataque: +7 (For+Prof) +1d4 (Bless)
    Armor Class: 21 (por 10 rodadas ou até que a concentração caia)
    Dmg: 2d6+3
    OBS: Em caso de Críticos favor aplicar Smite Evil (Gastando o Lv2 de magia o que normalmente dá 3d8 a mais dano radiante ajustando é claro conforme as regras de sucesso critico)

    Spoiler:

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Forest10


    "There's Something Out There Waiting For Us, And It Ain't No Man."
    Nightingale
    Troubleshooter
    Nightingale
    Troubleshooter

    Mensagens : 802
    Reputação : 22
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/712.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/410.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1511.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1911.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Nightingale Ter Fev 06, 2024 4:05 pm

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 40548411

    Porque as pessoas sempre recorrem a violencia mesmo quando estamos nos mostrando pacificos? Ventress nao pretendia lutar, nao teria a menor chance, mas tambem nao pretendia se deixar ser capturada assim, precisava achar Cipriano. Ventress nao tirou a mao da flecha da aljava, mas deu um passo para traz procurando espaco para uma possivel fuga.

    - Soh porque nunca ouviu falar nao quer dizer que nao exista, Anao, nem mesmo o mais instruido dos Sacerdotes conhece todas as coisas. Eu nao menti sobre minha identidade, portanto nao mudarei minha resposta, mas posso dizer que vim atraves de um portal dentro desta casa atras de mim. Repito que venho em paz e busco apenas um amigo e entao retornarei para minhas terras em Nevriande. Nao ha necessidade de violencia, ja percebi que estou em terras estrangeiras, longe de casa, pois tambem nunca vi seu povo montar em morcegos gigantes, ou mesmo morcegos gigantes, ou ate mesmo um Reino Sob as Montanhas.

    Sim, ventress estava tensa, prestes a talvez ter que lutar por sua vida se nao tivesse escolha, mas se eles atacassem, Ventress se esquivaria de seus golpes e buscaria fugir para despista-los.
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade
    Xafic Zahi
    Adepto da Virtualidade

    Mensagens : 1733
    Reputação : 144
    Conquistas :
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1411.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1011.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/212.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1811.png
    • https://i.servimg.com/u/f11/17/02/65/26/1413.png
    2º Concurso :
    • https://i.servimg.com/u/f51/19/64/68/80/dourad15.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh32.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh29.png
    • https://i.servimg.com/u/f89/19/67/13/04/medalh14.png

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Xafic Zahi Qua Fev 07, 2024 1:30 pm

    Barahir Luarvasto

    Raça:Humano
    Classe:Ranger
    HP: 77/77  CA:16  


    Preocupado com a possibilidade de Sir John não resistir a outro ataque tão violento quanto o anterior de Zahra, especialmente agora que o paladino estava desarmado, e diante da dificuldade de Drakon contra seu adversário, Barahir temeu que estivessem envolvidos em uma batalha que talvez não pudessem vencer. O patrulheiro então se recordou de como o Arquidruida de Alta Montanha caminhava sem dificuldades entre as cavernas da região, ainda que em noites sem lua. Durante muito tempo, Barahir tentou adquirir aquela habilidade, mas foi somente depois de muitos anos que entendeu que enxergar no escuro não era algo a ser adquirido naturalmente, mas sim um benefício hereditário dos elfos.

    O patrulheiro, então, deu início a um assobio agudo, entoando uma melodia ancestral, um som tão antigo quanto o próprio vento, que o fez estabelecer uma comunicação direta com o elemento, orientando-o a se reunir e formar uma densa névoa no local da batalha.

    NÉVOA OBSCURECENTE:

    Emme


    Drakon_Drakonis
    Neófito
    Drakon_Drakonis
    Neófito

    Mensagens : 31
    Reputação : 9

    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Drakon_Drakonis Qui Fev 08, 2024 6:29 pm

    Sir John é esmagado pelo mangual do príncipe e tenta se recompor com a ajuda da goblina, de outro lado minhas tentativas de desarmar o oponente haviam sido infrutíferas, aquele povo queria sangue.
    *Se não sabem usar as palavras, se querem sangue, vão ter, mas não vai ser o meu... que Drakon, Drakonis e todos os ancestrais me protejam e me emprestem sua força

    Off - Ação Bônus, Fúria:
    Sinto a força dos ancestrais correr por meu corpo enquanto entro no estado de comunhão com seus espíritos e meus olhos adquirem o tom avermelhado característico.
    Off:
    ”Vocês querem sangue homenzinhos, então venham, venham e vou banhá-los no seu próprio sangue!”:
    Conteúdo patrocinado


    Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma - Página 5 Empty Re: Grupo ALFA - Capítulo 1 - Uma história de fantasma

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Jun 13, 2024 8:31 pm